Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31"

Transcrição

1 APROG Algoritmia e Programação Linguagem JAVA Básico Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

2 Linguagem Java Estrutura de um Programa Geral Básica Estruturas de Dados Variáveis Constantes Tipos de Dados Primitivos Referências Interfaces com o Utilizador Consola Gráfica Sumário Operadores Tipos Atribuição Aritméticos Relacionais Lógicos Outros Precedências Instruções Entrada Saída Atribuição Decisão Repetição Conversão de Tipos Numéricos Strings Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 2/31

3 Linguagem Java Estrutura Geral de um Programa Programa Java Constituído por uma ou mais classes Programa Classe 1 Classe 2 Classe Constituída por um ou mais métodos Método 1 Classe n Método 2 Método m Método Código que executa tarefa Exemplos raízquadrada fatorial Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 3/31

4 Linguagem Java Classe Principal de um Programa Classe que contém o método main (principal) Método 1 Classe 1 Método 2 Método m Programa Método 1 Classe i Método 2 Método main Classe Principal (Main Class) Método main Controla execução do programa 1º método executado Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 4/31

5 Linguagem Java Estrutura Básica de um Programa package nome; import nomecompletoclasse; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ // corpo do método // Classe principal ; nomeprograma c/ letra inicial maiúscula // cabeçalho do método main ; é imutável // significa comentário ( código fonte. Não é executado ) Java distingue letras maiúsculas das minúsculas Declaração package Especifica nome da package a que pertencerá nova classe Packages permitem organizar classes Semelhante às pastas dos sistemas de ficheiros que facilitam a gestão de ficheiros Concretamente, são pastas dos sistemas de ficheiros Declaração import Permite à nova classe usar classes pertencentes a outras packages Nome completo de uma classe nome da package seguido do nome da classe Exemplo: import java.util.scanner; // java.util é package da classe Scanner Modificador de acesso public Especifica se classe/método pode ou não ser usada por outras classes Classes/métodos públicos podem ser usados por outras classes Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 5/31

6 Linguagem Java Estruturas de Dados : categorias 1/3 Categorias Variáveis // valor pode variar durante execução do programa Constantes // valor é constante durante execução do programa Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 6/31

7 Linguagem Java Estruturas de Dados : variáveis 2/3 Declaração de Variáveis Sintaxe // para N variáveis do mesmo tipo Tipo_de_Dado variável_1[=valor inicial] [,, variável_n[=valor inicial] ] ; [...] = opcional Exemplos int x; // tipo int guarda inteiros; por omissão, variáveis numéricas inicializadas a 0 int z=5; int x=5, y, z=1; // variável declarada e inicializada; = é operador de atribuição // múltiplas variáveis, do mesmo tipo, declaradas na mesma linha Local Em qualquer parte do corpo do método Boa regra prática Mais perto da utilização package nome; import nomecompletoclasse; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ int x;... int y = 10;... Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 7/31

8 Linguagem Java Estruturas de Dados : constantes 3/3 Declaração de Constantes Sintaxe // para N constantes do mesmo tipo final Tipo_de_Dado constante_1=valor [,, constante_n=valor] ; [...] = opcional Exemplos final int X=8; final int X=9, FATOR=20; // por convenção, nomes em maiúsculas // múltiplas constantes, mesmo tipo, declaradas na mesma linha Local Qualquer parte do corpo do método Boa regra prática Mais perto da utilização package nome; import nomecompletoclasse; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ final int X=8;... final int FATOR = 20;... Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 8/31

9 Linguagem Java Tipos de Dados : classificação 1/3 Um Tipo de Dados Define Conjunto de dados Conjunto de operações possíveis sobre esses dados Tipos de Dados são Classificados como Primitivos // dados são valores simples // Ex: valores inteiros e valores reais Referências (ou Não-Primitivos) // dados são referências de memória de objetos // referência = endereço // definidos por classes // Ex: classe String - guarda texto Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 9/31

10 Linguagem Java Tipos de Dados : primitivos 2/3 Categorias Inteiros: byte 1 byte (-128, 127) short 2 bytes ( , ) int 4 bytes ( , ) long 8 bytes (-9x10 18, 9x10 18 ) Reais: float 4 bytes (-/+ 3.4 x ) Outros: char boolean double 8 bytes (-/+ 1.7 x ) Nomes em minúsculas Exemplos char c = 'R', opcao= 'a'; boolean flag = false; double nota = 18.5; // carateres são delimitados por plicas // valores lógicos: false e true // separador decimal é o. (ponto) RAM... Variável de Tipo Primitivo Guarda um valor simples x 5... Ex: int x = 5; Conteúdo de variável de tipo primitivo Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 10/31

11 Linguagem Java Tipos de Dados : referências 3/3 Definidos por Classes Exemplos String Scanner Formatter // guarda texto; ver slides Java - Classes // leitura do teclado da consola // escrita formatada na consola Nomes de classes iniciadas com letra maiúscula Variável de Tipo Referência Exemplos String cidade; String nome = "Nico"; String ave = "águia"; Guarda uma referência de objeto da classe declarada Referência = endereço de memória Considerada objeto Exemplos nome ave ave RAM... referência de objeto... águia... Objeto da Classe String Conteúdo de variável de tipo referência Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 11/31

12 Linguagem Java Tipos Consola Interfaces com o Utilizador Interface Textual Interface Gráfica Caixas de Diálogo Entrada Saída Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 12/31

13 Linguagem Java Entrada de Dados - Consola 1/2 Suportada por objeto da classe Scanner // classe da package java.util package nome; import java.util.scanner; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ int n; long y; double x; String nome, nome_composto; Scanner ler = new Scanner(System.in); n = ler.nextint(); y = ler.nextlong(); x = ler.nextdouble(); nome = ler.next(); nome_composto= ler.nextline(); // importa classe Scanner para usar em main // declara um objeto Scanner para ler do teclado // lê um int do teclado e guarda em n // lê um long do teclado e guarda em y // lê um double do teclado e guarda em x // lê uma string do teclado e guarda em nome // lê uma linha e guarda em nome_composto Mais pormenores Slide seguinte Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 13/31

14 Linguagem Java Entrada de Dados - Consola 2/2 Classe Scanner Serve para ler ficheiros de texto Consola tratada como ficheiro de texto Declaração de objeto Scanner Scanner ler = new Scanner(System.in); Cria objeto (instância) da classe Scanner (objeto ler) Objeto System.in representa dispositivo de entrada standard (teclado) System é classe que representa sistema de computação in é objeto da classe System que representa dispositivo de entrada padrão Por omissão, teclado Leitura Preciso invocar método do objeto Scanner adequado ao tipo de dado a ler Sintaxe: nomeobjetoscanner.nomemétodo() Exemplo: ler.nextint() // para ler int Exemplos de instruções para ler um dado e guardá-lo numa variável Leitura de inteiro do tipo int: int num = ler.nextint(); Leitura de float: float num = ler.nextfloat(); Leitura de strings: String s = ler.next(); // ex: nome simples String s = ler.nextline(); // ex: nomes compostos Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 14/31

15 Linguagem Java Suportada pelo método showinputdialog da classe JOptionPane package nome; import javax.swing.joptionpane; public class NomePrograma { Entrada de Dados Interface Gráfica // importa classe JOptionPane public static void main(string[] args){ // lê uma string e guarda em nome String nome = JOptionPane.showInputDialog("Insira um nome:");... // lê um int e guarda em i int i = Integer.parseInt(JOptionPane.showInputDialog("Insira um inteiro:")); // lê um long e guarda em l long l = Long.parseLong(JOptionPane.showInputDialog("Insira um inteiro:"));... // lê um double e guarda em d double d = Double.parseDouble(JOptionPane.showInputDialog("Insira um real:")); // lê um float e guarda em f float f = Float.parseFloat(JOptionPane.showInputDialog("Insira um real:")); Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 15/31

16 Linguagem Java Suportada pelos métodos print, println e printf do objeto System.out System é classe que representa sistema de computação out é objeto da classe System que representa dispositivo de saída padrão Por omissão, ecrã Métodos de escrita System.out.print("mensagem"); printf - consultar o System.out.println("mensagem"); método String.format nos System.out.printf(string_formatação, lista_parâmetros) ; slides Java-Classes package nome; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ System.out.print("Operação impossível!"); // Escreve mensagem e coloca cursor no fim System.out.println("Divisão por zero!!");... System.out.printf("Média=%.1f",media); Também pode ser usada a classe Formatter Saída - Consola // Escreve mensagem e coloca cursor no início da // linha seguinte // Saída formatada; Escreve a media (double) // com uma casa decimal. Exemplo: Média=15.3 Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 16/31

17 Linguagem Java Saída Interface Gráfica Suportada pelo método showmessagedialog da classe JOptionPane Sintaxe JOptionPane.showMessageDialog(null, "mensagem"); package nome; import javax.swing.joptionpane; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ // importa classe JOptionPane double media; JOptionPane.showMessageDialog(null, "Não foram encontrados números pretendidos"); JOptionPane.showMessageDialog(null, "Média=" + média); // Saída não formatada... String s = String.format("Média=%.1f",media); JOptionPane.showMessageDialog(null, s); // Saída formatada Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 17/31

18 Linguagem Java Operadores 1/2 Atribuição = // Ex: x = x + z; Aritméticos + // Soma - // Subtracção * // Produto / // Divisão real ou inteira; Divisão inteira se ambos os operandos forem inteiros. % // Resto da divisão Relacionais > // Maior >= // Maior ou igual < // Menor <= // Menor ou igual!= // Diferente == // Igual Lógicos && // AND // OR! // NOT ; Ex:!(x<0 && y>10) Outros ++ // Incrementa variável de 1 unidade; Ex: contador++ ou ++contador -- // Decrementa variável de 1 unidade; Ex: contador-- ou --contador Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 18/31

19 Linguagem Java Operadores 2/2 Precedências dos Operadores Precedência Operadores Associatividade no mesmo nível Exemplos Maior [ ]. () chamada_método! (cast) new * / % a / b * c (a / b) * c + - < <= > >= instanceof ==!= &&?: Menor = += -= *= /= %= a -= b += c (a -= b) += c Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 19/31

20 Linguagem Java Sintaxe variável = expressão; Instrução de Atribuição // expressão tem de ser do tipo da variável Exemplos package nome; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ int x, y; double z; int d, idade; x = 5; d = idade 12; // idade e d têm de ser do mesmo tipo z = x * 10 Math.pow(2,5); // Math.pow(2,5) = 2 5 Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 20/31

21 Linguagem Java Instruções de Decisão 1/4 Sintaxe if (condição) { // = SE... ENTÃO // acção // bloco = {... ; obrigatório para acção com mais de 1 instrução if (condição) { // acção 1 else { // acção 2 // = SE... ENTÃO... SENÃO switch(expressão) { // = CASO... SEJA // expressão tem de ser do tipo inteiro, caracter ou string case valor_1[: case valor_2:...: case valor_m] : // acção_1; break; case valor_n[: case valor_o:...: case valor_v] : // acção_2; break;... default : // acção_por_omissão; // opcional; Última escolha; Pode não ser a última Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 21/31

22 Linguagem Java Instruções de Decisão 2/4 Exemplos package nome; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ int x, y, z; if (x>5) y=4; if(x>5 && x<10){ y=10; z=100; if (x>0) { System.out.println(x + "é um nº positivo"); else { System.out.println(x + "não é um nº positivo"); // bloco {... não é obrigatório para uma instrução // bloco é obrigatório por haver mais de uma instrução Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 22/31

23 Linguagem Java Instruções de Decisão 3/4 Exemplos package nome; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ int x, y, z; switch(x){ case 1: case 3: z = y * 2; break; case 6: z = 12; break; case 2: case 4: case 7: y = 45; z = 23; break; default: z=50; break termina execução do switch; senão, são executadas as instruções do caso seguinte Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 23/31

24 Linguagem Java Instruções de Decisão 4/4 Exemplos package nome; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ char opcao; switch(opcao){ case '1': case 'a': break; case '2': case 'a': break; case '0': case 's': case 'S' : break; default: break termina execução do switch; senão, são executadas as instruções do caso seguinte Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 24/31

25 Linguagem Java Instruções de Repetição 1/2 Sintaxe while (condição) { // = ENQUANTO // corpo do ciclo do { // = REPETIR... ENQUANTO // corpo do ciclo while (condição); // termina com ; for(inicialização contador; condição de funcionamento; passo){ // = PARA // corpo do ciclo Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 25/31

26 Linguagem Java Instruções de Repetição 2/2 Exemplos package nome; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ int c, y; Scanner ler = new Scanner(System.in); c = 1; while(c<=25){ System.out.println(c); c++; do { y = ler.nextint(); while(y>0); for(c=1; c<=25; c++){ // é um PARA(c 1 ATÉ 25 PASSO 1) System.out.println(c); for(c=25; c>=1; c--) // for(); não terminar com ponto-e-vírgula System.out.println(c); Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 26/31

27 Linguagem Java Conversão de Tipos Numéricos 1/4 Valores Numéricos Valor Sufixo Exemplo Considerado do Tipo Sem int INTEIRO L L l l long Sem double REAL F 12.34F f 12.34f float Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 27/31

28 Linguagem Java Conversão de Tipos Numéricos 2/4 Tipos de Conversão Implícita Explícita (cast) Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 28/31

29 Linguagem Java Conversão de Tipos Numéricos 3/4 Conversão Implícita Declarada implicitamente Exemplo: short x = 1389; long y = x; Usada Conversão para tipos maiores ou iguais Exceto long float Tipos Sem perda de precisão Possível perda de precisão char byte short int long float double Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 29/31

30 Linguagem Java Conversão de Tipos Numéricos 4/4 Conversão Explícita Declarada explicitamente Através de um cast Exemplo: short x = 1389; long y = (long) x; Sintaxe de um cast (tipo_alvo) nome_variável Exemplo: double x = 13.89; int y = (int) x; // Parte decimal é truncada (y=13) Tipos Sem perda de precisão Possível perda de precisão char byte short int long float double Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 30/31

31 Linguagem Java Inserir numa String Strings Newline "...\n... " TAB "...\t... " Aspas "...\"... " Exemplos package nome; public class NomePrograma { public static void main(string[] args){ System.out.println("\n MENU "); System.out.println("\t 1 Ler um nome"); System.out.println("\t 2 \"Eliminar\" elementos do array"); Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 31/31

Paradigmas da Programação APROG. Classes JAVA. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2013/14) 1/43

Paradigmas da Programação APROG. Classes JAVA. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2013/14) 1/43 APROG Paradigmas da Programação Classes JAVA Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2013/14) 1/43 Classes Java Sumário Scanner JOptionPane String Character Formatter Calendar Math Integer Long Float System Nelson

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Criar a classe Aula.java com o seguinte código: public class Aula { public static void

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java Linguagem Java Objetivos Compreender como desenvolver algoritmos básicos em JAVA Aprender como escrever programas na Linguagem JAVA baseando-se na Linguagem Portugol aprender as sintaxes equivalentes entre

Leia mais

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS A Linguagem Java Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Comentários Variáveis Tipos Primitivos de Dados Casting Comandos de Entrada e Saída Operadores Constantes 2 Comentários /** Classe para impressão

Leia mais

Sintaxe Básica de Java Parte 1

Sintaxe Básica de Java Parte 1 Sintaxe Básica de Java Parte 1 Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marcioubeno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Estrutura de Programa Um programa

Leia mais

3 Classes e instanciação de objectos (em Java)

3 Classes e instanciação de objectos (em Java) 3 Classes e instanciação de objectos (em Java) Suponhamos que queremos criar uma classe que especifique a estrutura e o comportamento de objectos do tipo Contador. As instâncias da classe Contador devem

Leia mais

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade

Leia mais

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10 1. TIPOS DE DADOS... 3 1.1 DEFINIÇÃO DE DADOS... 3 1.2 - DEFINIÇÃO DE VARIÁVEIS... 3 1.3 - VARIÁVEIS EM C... 3 1.3.1. NOME DAS VARIÁVEIS... 3 1.3.2 - TIPOS BÁSICOS... 3 1.3.3 DECLARAÇÃO DE VARIÁVEIS...

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Iniciar o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 2 Introdução aos aplicativos Java Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 2.1 Introdução Programação de aplicativo Java. Utilize as ferramentas do JDK para compilar

Leia mais

2 Orientação a objetos na prática

2 Orientação a objetos na prática 2 Orientação a objetos na prática Aula 04 Sumário Capítulo 1 Introdução e conceitos básicos 1.4 Orientação a Objetos 1.4.1 Classe 1.4.2 Objetos 1.4.3 Métodos e atributos 1.4.4 Encapsulamento 1.4.5 Métodos

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos. Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com

Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos. Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com Estrutura de Programação Bibliografia HORSTMANN, Cay S., CORNELL, Gray. Core Java 2 Volume

Leia mais

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA COMBA DÃO CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO E PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS INFORMÁTICOS 2012-2015 PROGRAMAÇÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MÓDULO 2 Mecanismos de Controlo de

Leia mais

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br Java - Introdução Professor: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Agenda O que é Java? Sun / Oracle. IDE - NetBeans. Linguagem Java; Maquina Virtual; Atividade Prática. Identificando Elementos

Leia mais

Estrutura Condicional em Java

Estrutura Condicional em Java Estrutura Condicional em Java Linguagem de Programação 1 O Java contém três tipos de instruções de seleção. A instrução if realiza uma ação se uma condição for verdadeira ou pula a ação se a condição for

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C Resumo da Matéria de Linguagem de Programação Linguagem C Vitor H. Migoto de Gouvêa 2011 Sumário Como instalar um programa para executar o C...3 Sintaxe inicial da Linguagem de Programação C...4 Variáveis

Leia mais

Paradigmas da Programação PPROG. Linguagem JAVA. Interfaces. (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33

Paradigmas da Programação PPROG. Linguagem JAVA. Interfaces. (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33 PPROG Paradigmas da Programação Linguagem JAVA Interfaces (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33 PPROG Motivação para usar Interfaces Definição de Interface

Leia mais

Organização de programas em Java. Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br

Organização de programas em Java. Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Organização de programas em Java Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Vamos programar em Java! Mas... } Como um programa é organizado? } Quais são os tipos de dados disponíveis? } Como variáveis podem

Leia mais

Componentes da linguagem C++

Componentes da linguagem C++ Componentes da linguagem C++ C++ é uma linguagem de programação orientada a objetos (OO) que oferece suporte às características OO, além de permitir você realizar outras tarefas, similarmente a outras

Leia mais

Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência

Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência 1. Introdução Universidade Federal do ABC Disciplina: Processamento da Informação (BC-0505) Assunto: Dados, variáveis, operadores e precedência Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência Nesta

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Inicie o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis

MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis Variáveis Variáveis são locais onde armazenamos valores na memória. Toda variável é caracterizada por um nome, que a identifica em um programa,

Leia mais

Noções sobre Objetos e Classes

Noções sobre Objetos e Classes Noções sobre Objetos e Classes Prof. Marcelo Cohen 1. Elementos de programação Revisão de programação variáveis, tipos de dados expressões e operadores cadeias de caracteres escopo de variáveis Revisão

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação III Aula 02 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação Técnica de comunicação padronizada para enviar instruções a um computador. Assim

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C Capítulo 2: Introdução à Linguagem C INF1005 Programação 1 Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática Programa Programa é um algoritmo escrito em uma linguagem de programação. No nosso

Leia mais

JSP - ORIENTADO A OBJETOS

JSP - ORIENTADO A OBJETOS JSP Orientação a Objetos... 2 CLASSE:... 2 MÉTODOS:... 2 Método de Retorno... 2 Método de Execução... 2 Tipos de Dados... 3 Boolean... 3 Float... 3 Integer... 4 String... 4 Array... 4 Primeira:... 4 Segunda:...

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ 1 - VARIÁVEIS Variáveis espaço de memória reservado para armazenar tipos de dados, com um nome para referenciar seu conteúdo. Observações importantes Todas as variáveis devem

Leia mais

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br JAVA Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br Agenda 2 Características Ambientes de Desenvolvimento Sintaxe Comentários Tipos de dados primitivos Caracteres especiais Variáveis Operadores Aritméticos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 02 APRESENTAÇÃO: Apresentação; conceitos básicos da linguagem java; estrutura

Leia mais

INF 1005 Programação I

INF 1005 Programação I INF 1005 Programação I Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição de constantes:

Leia mais

Características de Java

Características de Java Características de Java Familiar e Simples Sintaxe parecida com C/C++; Porém mais limpa: sem ponteiros, estruturas, etc; Orientada a Objetos (OO) Prática de programação já consolidada no mercado; OO permite

Leia mais

Introdução à Programação Orientada a Objetos. Programação e Sistemas de Informação

Introdução à Programação Orientada a Objetos. Programação e Sistemas de Informação Introdução à Programação Orientada a Objetos Programação e Sistemas de Informação Paradigmas de programação (1) Um paradigma de programação fornece (e determina) a visão que o programador possui sobre

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões

Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões Professor: Max Pereira http://paginas.unisul.br/max.pereira Ciência da Computação Primeiro Programa em Java public class OlaPessoal

Leia mais

L i n g u a g e m d e P r o g r a m a ç ã o I

L i n g u a g e m d e P r o g r a m a ç ã o I Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Escola de ensino Profissional Senac Pelotas Centro Histórico L i n g u a g e m d e P r o g r a m a ç ã o I A b o r d a g e m P r á t i c a U t i l i z a n d o

Leia mais

Faculdade de Ciências Universidade Agostinho Neto Departamento de Matemática e Engenharia Geográfica Ciências da Computação

Faculdade de Ciências Universidade Agostinho Neto Departamento de Matemática e Engenharia Geográfica Ciências da Computação FaculdadedeCiências UniversidadeAgostinhoNeto DepartamentodeMatemáticaeEngenhariaGeográfica CiênciasdaComputação ProgramaçãoII SegundaParte Adaptado de um original dos docentes de ISCTE Objectivos Os alunos

Leia mais

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com HelloWorld.java: public class HelloWorld { public static void main (String[] args) { System.out.println( Hello, World ); } } Identificadores são usados

Leia mais

Capítulo 2. Fundamentos de Java

Capítulo 2. Fundamentos de Java Capítulo 2. Fundamentos de Java 1/52 Índice 2.1 - Variáveis Tipos Escopo Inicialização Casting Literais 2.2 - Operadores Aritméticos Relacionais Bit a Bit De atribuição 2.3 - Expressões, statements e blocos

Leia mais

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu. Programação Estruturada Linguagem C Fundamentos da Linguagem Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br Sumário Estrutura Básica Bibliotecas Básicas Tipos de Dados Básicos Variáveis/Declaração

Leia mais

Programas simples em C

Programas simples em C Programas simples em C Problema 1. Escreve um programa em C que dados dois inteiros indique se são iguais ou qual o maior. Utilizar a construção em 5 etapas... quais? 1. Perceber o problema 2. Ideia da

Leia mais

Aula 04 Operadores e Entrada de Dados. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.

Aula 04 Operadores e Entrada de Dados. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com. Aula 04 Operadores e Entrada de Dados Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Operadores: Aritméticos; Atribuição; Concatenação;

Leia mais

Lab de Programação de sistemas I

Lab de Programação de sistemas I Lab de Programação de sistemas I Apresentação Prof Daves Martins Msc Computação de Alto Desempenho Email: daves.martins@ifsudestemg.edu.br Agenda Orientação a Objetos Conceitos e Práticas Programação OO

Leia mais

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código }

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código } Este documento tem o objetivo de demonstrar os comandos e sintaxes básicas da linguagem Java. 1. Alguns passos para criar programas em Java As primeiras coisas que devem ser abordadas para começar a desenvolver

Leia mais

ESTRUTURA BÁSICA DE UM PROGRAMA JAVA

ESTRUTURA BÁSICA DE UM PROGRAMA JAVA ESTRUTURA BÁSICA DE UM PROGRAMA JAVA Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. // Primeiro programa em Java public class PrimeiroPrograma { public static void main(string [] args) { System.out.println("Programação

Leia mais

Módulo 06 Desenho de Classes

Módulo 06 Desenho de Classes Módulo 06 Desenho de Classes Última Atualização: 13/06/2010 1 Objetivos Definir os conceitos de herança, polimorfismo, sobrecarga (overloading), sobreescrita(overriding) e invocação virtual de métodos.

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 01 Introdução à Linguagem Java Edirlei Soares de Lima Paradigmas de Programação Um paradigma de programação consiste na filosofia adotada na

Leia mais

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO Tópicos Estrutura Básica B de Programas C e C++ Tipos de Dados Variáveis Strings Entrada e Saída de Dados no C e C++ INTRODUÇÃO O C++ aceita

Leia mais

Introdução à linguagem

Introdução à linguagem A Tecnologia Java 1 Introdução à linguagem Origens do JAVA Projecto Green, programação para a electrónica de Consumo (Dezembro 1990): Pouca memória disponível Processadores fracos Arquitecturas muito diferentes

Leia mais

Instruções de controle: Parte 1. 2005 by Pearson Education do Brasil

Instruções de controle: Parte 1. 2005 by Pearson Education do Brasil 1 4 Instruções de controle: Parte 1 2 4.2 Algoritmos Algoritmos: As ações a executar. A ordem em que essas ações executam. Controle do programa: Especifica a ordem em que as ações são executadas em um

Leia mais

Aula 2. Objetivos Conceitos; Instalação do Text Pad; Entendendo o código java do AloMundo1 Codificação do AloMundo2,AloMundo3 e AloMundo4.

Aula 2. Objetivos Conceitos; Instalação do Text Pad; Entendendo o código java do AloMundo1 Codificação do AloMundo2,AloMundo3 e AloMundo4. Aula 2 Objetivos Conceitos; Instalação do Text Pad; Entendendo o código java do AloMundo1 Codificação do AloMundo2,AloMundo3 e AloMundo4. Conceitos O software controla os computadores(freqüentemente conhecido

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Leitura de Variáveis Scanner para Leitura de Variáveis JOptionPane para Leitura de Variáveis Lista de Exercícios Introdução

Leia mais

Tipos de Dados Simples

Tipos de Dados Simples Programação 11543: Engenharia Informática 6638: Tecnologias e Sistemas de Informação Cap. 3 Tipos de Dados Simples Tipos de Dados Simples Objectivos: Hierarquia de tipos de dados Tipos de dados simples

Leia mais

AULA DE JAVA 1 - CONCEITOS BÁSICOS

AULA DE JAVA 1 - CONCEITOS BÁSICOS AULA DE JAVA 1 - CONCEITOS BÁSICOS DAS 5316 Integração de Sistemas Corporativos Roque Oliveira Bezerra, M. Eng roque@das.ufsc.br Prof. Ricardo J. Rabelo ROTEIRO Introdução Fases de um programa Java Strings

Leia mais

public Agenda() { compromissos = null; } public int getnumerodecompromissos() { if (compromissos==null) return 0; else return compromissos.

public Agenda() { compromissos = null; } public int getnumerodecompromissos() { if (compromissos==null) return 0; else return compromissos. import java.util.scanner; class Data... class Compromisso... public class Agenda private Compromisso[] compromissos; private Compromisso[] realoquecompromissos (Compromisso[] vetor, int tamanhodesejado)

Leia mais

Conceitos de Linguagens de Programação

Conceitos de Linguagens de Programação Conceitos de Linguagens de Programação Aula 07 Nomes, Vinculações, Escopos e Tipos de Dados Edirlei Soares de Lima Introdução Linguagens de programação imperativas são abstrações

Leia mais

Conceitos Básicos de C

Conceitos Básicos de C Conceitos Básicos de C Bibliografia Problem Solving & Program design in C, Jeri R. Hanly e Elliot B. Kpffman, 3 a edição Data Structures and Algorithm Analysis in C, Mark Allen Weiss, 2 a edição, Addison-Wesley,

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 5 Instruções de controle: Parte 2 Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 5.1 Introdução Instrução de repetição for Instrução de repetição do while Instrução de seleção

Leia mais

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream> Aula 1 C é uma linguagem de programação estruturada desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios Bell entre 1969 e 1972; Algumas características: É case-sensitive, ou seja, o compilador difere letras

Leia mais

INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS

INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS Departamento de Informática PUC-Rio Andrew Diniz da Costa andrew@les.inf.puc-rio.br Programa Capítulo 2 Visão Geral da Tecnologia Java Aplicação Hello

Leia mais

Linguagem C: Estruturas de Controle. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Linguagem C: Estruturas de Controle. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Linguagem C: Estruturas de Controle Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Estrutura de Controle e de Fluxo Comandos de Seleção: O comando if; Ifs Aninhados; A escada if-else-if; A expressão condicional;

Leia mais

Programação de Computadores II TCC 00.174/Turma A 1

Programação de Computadores II TCC 00.174/Turma A 1 Programação de Computadores II TCC 00.174/Turma A 1 Professor Leandro A. F. Fernandes http://www.ic.uff.br/~laffernandes Conteúdo: Entrada e saída de dados Material elaborado pelos profs. Anselmo Montenegro

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

BC0501 Linguagens de Programação

BC0501 Linguagens de Programação BC0501 Linguagens de Programação Aula Prática: 03 Assunto: Comandos de Seleção 1. Introdução Um comando de seleção define uma condição em um programa, que permite que grupos de comandos sejam executados

Leia mais

Utilizem a classe Aula.java da aula passada:

Utilizem a classe Aula.java da aula passada: Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Utilizem a classe Aula.java da aula passada: public class Aula { public static void main(string[]

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5 JavaScript Diego R. Frank, Leonardo Seibt FIT Faculdades de Informática de Taquara Fundação Educacional Encosta Inferior do Nordeste Av. Oscar Martins Rangel, 4500 Taquara RS Brasil difrank@terra.com.br,

Leia mais

BC0505 Processamento da Informação

BC0505 Processamento da Informação BC0505 Processamento da Informação Assunto: Modularização de código e passagem de parâmetros Aula Prática: 4 Versão: 0.2 Introdução Modularização No Java, como em outras linguagens de Programação Orientadas

Leia mais

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo:

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo: Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

Capítulo 6. Java IO - Ficheiros

Capítulo 6. Java IO - Ficheiros Capítulo 6. Java IO - Ficheiros 1/26 Índice Indice 6.1 - Entrada e saída de dados 6.2 - Ficheiros de texto 6.3 - Ficheiros com formato proprietário 6.4 - A classe File 2/26 Índice 6.1 Entrada e saída de

Leia mais

Programação em C++: Introdução

Programação em C++: Introdução Programação em C++: Introdução J. Barbosa J. Tavares Visualização Científica Conceitos básicos de programação Algoritmo Conjunto finito de regras sobre as quais se pode dar execução a um dado processo

Leia mais

Introdução a conceitos e a prática de programação

Introdução a conceitos e a prática de programação Instituto de Informática - UFG Disciplina: Introdução à Computação Introdução a conceitos e a prática de programação Autores: Marcelo Akira e Anderson Soares Fevereiro de 2011 Alguns direitos autorais

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Prof. Francisco de Assis S. Santos, Dr. São José, 2014. Introdução ao Java: Definições Linguagem desenvolvida pela SUN para manter o poder computacional do C++ e promover

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia Universidade Federal de Uberlândia Programação Orientada a Objetos I Introdução a Java Sintaxe básica OO Prof. Fabiano Azevedo Dorça Em Java, cada classe dá origem a um arquivo.java contendo o código fonte.

Leia mais

Introdução a C Tipos de Dados Variáveis Operadores

Introdução a C Tipos de Dados Variáveis Operadores Introdução a C Tipos de Dados Variáveis Operadores INF1005 Programação I Prof. Hélio Lopes lopes@inf.puc-rio.br sala 408 RDC 1 introdução a C tópicos ciclo de desenvolvimento sistemas numéricos tipos de

Leia mais

APOSTILA PHP PARTE 1

APOSTILA PHP PARTE 1 APOSTILA PHP PARTE 1 1. Introdução O que é PHP? PHP significa: PHP Hypertext Preprocessor. Realmente, o produto foi originalmente chamado de Personal Home Page Tools ; mas como se expandiu em escopo, um

Leia mais

Programação: Tipos, Variáveis e Expressões

Programação: Tipos, Variáveis e Expressões Programação de Computadores I Aula 05 Programação: Tipos, Variáveis e Expressões José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/56 Valores Valor é uma entidade

Leia mais

Programação Estruturada e Orientada a Objetos REVISÃO

Programação Estruturada e Orientada a Objetos REVISÃO Programação Estruturada e Orientada a Objetos REVISÃO 2013 O que veremos hoje? Introdução Revisão Estruturas de Controle de Fluxo Exercícios Transparências baseadas no material do Prof. Gilbert Azevedo

Leia mais

PHP: Printa Hello World na página do navegador, mais fácil do que no Java.

PHP: <?php echo(hello World);?> Printa Hello World na página do navegador, mais fácil do que no Java. Nome: Vinícius Meng 3º ano Escrever em tela: public class HelloWorld { public static void main (String[] args) { System.out. println ("Hello World"); Printa Hello World na tela do terminal. echo("hello

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 3: Métodos LEEC@IST Java 1/45 Métodos (1) Sintaxe Qualif Tipo Ident ( [ TipoP IdentP [, TipoP IdentP]* ] ) { [ Variável_local Instrução ]* Qualif: qualificador (visibilidade,

Leia mais

Tipos, Literais, Operadores

Tipos, Literais, Operadores Tipos, Literais, Operadores Identificadores São palavras utilizadas para nomear variáveis, métodos e classes Na linguagem Java, o identificador sempre começa por letra, sublinhado(_) ou cifrão ($) Não

Leia mais

Estruturas de Repetição. Programação em Java 2006-2007. Estruturas de Repetição

Estruturas de Repetição. Programação em Java 2006-2007. Estruturas de Repetição Aula 4 Estruturas de Repetição Programação em Java 2006-2007 Estruturas de Repetição As estruturas repetitivas ou ciclos permitem repetir um conjunto de uma ou mais instruções O Java apresenta três variantes

Leia mais

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C Resumo da Introdução de Prática de Programação com C A Linguagem C O C nasceu na década de 70. Seu inventor, Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando um DEC PDP-11 rodando o sistema operacional

Leia mais

Javascript 101. Parte 2

Javascript 101. Parte 2 Javascript 101 Parte 2 Recapitulando O Javascript é uma linguagem de programação funcional Os nossos scripts são executados linha a linha à medida que são carregados. O código que está dentro de uma função

Leia mais

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes ITENS FUNDAMENTAIS Profª Angélica da Silva Nunes CONCEITOS BÁSICOS Hardware - é a parte física do computador, tais como: teclado, monitor de vídeo, etc. Software - são os programas e aplicativos que permitem

Leia mais

Equivale a um conjunto de if 's encadeados, porém mais estruturado.

Equivale a um conjunto de if 's encadeados, porém mais estruturado. Switch (Case) Equivale a um conjunto de if 's encadeados, porém mais estruturado. switch(expressao_ordinal) ordinal_1: bloco1; ordinal_2: bloco2; default: diretiva_default; Exemplo - switch public class

Leia mais

Aula 3 Desvio Condicional

Aula 3 Desvio Condicional Aula 3 Desvio Condicional ROTEIRO DA AULA Desvio Condicional Simples Desvio Condicional Composto Desevio Condicional Aninhado Desvio Condicional em JAVA 2 DESVIO CONDICIONAL Um desvio condicional é usado

Leia mais

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE.

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE. PROGRAMAÇÃ ÇÃO COM OBJECTOS TUDO É UM OBJECTO Programação com Objectos ÍNDICE Introdução aos objectos Polimorfismo TUDO É UM OBJECTO Interface e classes internas Instruções de controlo Guardar os objectos

Leia mais

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 09 Introdução à Java Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Java: Sintaxe; Tipos de Dados; Variáveis; Impressão de Dados.

Leia mais

Linguagem C Tipos de Dados. void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador

Linguagem C Tipos de Dados. void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador Linguagem C Tipos de Dados void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador Funções void void pode ser usado em lugar de um tipo, para indicar a ausência de valor

Leia mais

Introdução a classes e objetos. 2005 by Pearson Education do Brasil

Introdução a classes e objetos. 2005 by Pearson Education do Brasil 1 3 Introdução a classes e objetos 2 3.1 Introdução Classes Números de ponto flutuante 3.2 Classes, objetos, métodos e variáveis de instância 3 Classes fornecem um ou mais métodos. Métodos representam

Leia mais

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação Estrutura de Dados AULA 6 Filas Estrutura de Dados A Estrutura de Dados Fila Fila é uma estrutura de dados usada em programação, que tem regras para

Leia mais