Tipo de Dados em Linguagem C

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tipo de Dados em Linguagem C"

Transcrição

1 Tipo de Dados em Linguagem C Principais tipos de dados em C int : tipo de dados inteiros (exemplo: 1, -3, 100, -9, 18, etc.) float : tipo de dados reais (exemplo: 1.33, 3.14, 2.00, -9.0, 1.8, etc.) Ocupa 4 bytes em memória double : tipo de dados reais Ocupa 8 bytes em memória (mais precisão) char : tipo de dados alfanuméricos (caracteres) (a, z, B, #, *, +, T, 2, 5,?,etc) Ocupa um byte em memória Na realidade um caracter é equivalente a um número inteiro de 8bits. Os números inteiros que representam cada caracter encontram-se na tabela ASCII. 1

2 Código ASCII Tabela ASCII usada para representar dados do tipo char 2

3 Variáveis Sempre que desejarmos guardar um valor, que por qualquer razão não tenha valores fixos devemos usar variáveis. Uma variável é uma espaço em memória que pode conter a cada tempo um valor diferente. Regras gerais para atribuição de nomes às variáveis Em C todas as variáveis utilizadas no programa devem ser declaradas previamente. O C é case-sensitive,(é sensível as letras maiúsculas e minúsculas exemplo: Engenharia EnGenHaria). O nome das variáveis podem iniciar por uma letra (a, z, A, Z) ou um underscore ( _ ). As palavras reservadas descritas a seguir não podem ser usadas como nome das variáveis. 3

4 Palavras reservadas em linguagem C Palavras reservadas na linguagem C auto bolean break case char complex const continue default restrict do double else enum extern float for goto if int long register return Short signed sizeof static Struct switch typedef union unsigned void volatile while As palavras descritas na tabela são palavras que constituem a linguagem C, pelo que não podem ser usadas como nome de variáveis. 4

5 Tipo de Variáveis Tipo de dados em C Significado Bits Bytes Range (intervalo) Interpretação void void 0 0 Sem valor - char Guarda um único carácter numa variável à 127 n n 2 2 ; int Números Inteiros 16 ou 32 2 ou à float Números Reais E-38 à 3.4E38 double Números Reais E-308 à 1.7E308 long int E-38 à 3.4E38 unsigned char à 255 unsigned int - 16 ou 32 2 ou 4 0 à n n 2 2 ; n n 2 2 ; n n 2 2 ; n n 2 2 ; n 2 0; 2 n 2 0; 2 5

6 Tipo de Variáveis Sempre que quisermos guardar dados do tipo 1, -3, 100, -9, 18, 2000, 53068, 87012, devemos usar variáveis do tipo int. Sempre que quisermos guardar dados do tipo 1.33, 3.14, 2.00, -9.0, 1.8, devemos usar variáveis do tipo float ou double. Sempre que quisermos guardar dados do tipo?, [, &, $,#, a, A, T, o, O, 0, 1,2,3,4,5,6,7,8,9, G, g, k, J,m, M devemos usar variáveis do tipo char. Sempre que quisermos guardar dados do tipo ana maria, gustavo, universidade metodista, antonio jose, proc. numero 53068, republica de Angola devemos usar variáveis do tipo string. (estudaremos strings nos capítulos posteriores) 6

7 Tipo de variáveis Declaração de variáveis A declaração é feita da seguinte forma: <tipo> <nome> Exemplo: int raio; double Nota_Aluno; int Raio; char c; Declaração de constantes float Media; int Nota1, Nota2, Media; Usando a directiva #define a declaração de constantes é feita da seguinte maneira: #define <nome da constante> <valor da constante> Exemplo: #define PI #define EULER Inicialização de variáveis Pode-se inicializar no momento da criação e em qualquer parte do programa. Exemplo: (na criação) int raio =3; int Nota1 = 18; (após criada) raio =4; Nota1 = 12; etc 7

8 Introdução as Estruturas de dados Em ciência de computação, uma estrutura de dados é um modo particular de armazenamento e organização de dados em um computador de modo que possam ser usados de forma eficiente. As estruturas de dados são destinadas a tarefas específicas. Exemplo: Árvores binárias (Binary Trees) são estrutura de dados indicadas para implementação de base de dados. Tabelas de dispersão (Hash Tables) são as destinadas para construção de compiladores (funções de indices). 8

9 Introdução as Estruturas de dados Tipo de estruturas de dados Tipo de estruturas de dados Designação em Inglês Definição Cadeira Vectores e Matrizes Arrays Estruturas Estáticas Programação I Listas - Estruturas Dinâmicas Algoritmos e Estruturas de dados Pilha - Estruturas/Listas do tipo LIFO (Last In First Out) Fila - Estruturas/Listas do tipo FIFO (First In First Out) Algoritmos e Estruturas de dados Algoritmos e Estruturas de dados Arvores Trees Estruturas Dinâmicas Algoritmos e Estruturas de dados Tabela de dispersão Hash Table Estruturas Estáticas Algoritmos e Estruturas de dados Grafos Graphs Estruturas Dinâmicas Algoritmos e Estruturas de dados 9

10 Estruturas de dados Definição de Registo ou struct Nome: Numero: Idade: Sexo: Antonio M Registo (struct) Serve para agrupar variáveis de diferente tipos Permite guardar diferente tipo de dados (ex: int, float, char, etc) Registo inicializado Ref Novo elemento da lista Ref Vector de registos Antonio M Soraia F Edna F Patricio M Vector /Matriz (Array) Permite agrupar dados do mesmo tipo Exemplo: só inteiros (int), só reais (float), só caracters (char), só registos (struct) Ref Antonio M Estrutura do tipo lista (lista de registos) Soraia F Edna F Patricio M Lista de dados Estrutura de dados dinâmica 10

11 Estruturas de dados Tipo de Listas (estruturas de dados lineares e dinâmicas) Ref Listas Simples Ref Pilha - LIFO inserção remoção Fila - FIFO 11

12 Listas: Exemplos Ref Matriz Esparsa, 10 linhas 10 colunas Tem muitos elementos com o valor zero. O compilador pode não permitir criar a matriz com essa dimensão. Representação da Matriz Esparsa por uma Lista Lista Ligada com 7 nós. Em cada elemento têm: o valor da célula e os índices (i, j) Usando Listas melhora a utilização da Memória RAM do Computador

13 Lista: Exemplos Pode-se representar um polinómio usando uma lista px x x x 4 2 ( ) = Ref Coeficientes do Polnómio Grau do Polinómio 13

14 Estruturas de dados Raiz Arestas, ligação, link Folhas Arvore Tree Sistema de ficheiros Grafos (Representação de redes) Redes eléctricas Redes de computadores Rede de estradas Rede de esgotos Arestas, ligação, link No

15 Exemplo de arvore Sistema de Ficheiros / raiz bin dev home lib usr Sistema de ficheiros do Windows cd Divice drivers Printers, USB device drivers,etc public antónio include bin date ls Musics Docs stdio.h math.h gcc C:> mkdir WINDOWS Users Program Files tmp Public Gustavo Todos os programas instalados Outher Directories Sistema de ficheiros do Unix/Linux My Pictures My Documents My Music 15

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis

MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis Variáveis Variáveis são locais onde armazenamos valores na memória. Toda variável é caracterizada por um nome, que a identifica em um programa,

Leia mais

Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre

Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre Cap. 02 Fundamentos de Linguagens Sumário : Linguagem, alfabeto e gramática

Leia mais

Algoritmo e Técnica de Programação - Linguagem C

Algoritmo e Técnica de Programação - Linguagem C Algoritmo e Técnica de Programação Linguagem C Gilbran Silva de Andrade 5 de junho de 2008 Introdução A liguagem C foi inventada e implementada por Dennis Ritchie em um DEC PDP-11 que utilizava o sistema

Leia mais

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu. Programação Estruturada Linguagem C Fundamentos da Linguagem Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br Sumário Estrutura Básica Bibliotecas Básicas Tipos de Dados Básicos Variáveis/Declaração

Leia mais

Programação Estruturada I

Programação Estruturada I Programação Estruturada I Introdução a Linguagem C Prof. Thiago Caproni Tavares 1 Prof. Mateus dos Santos 2 1 thiago.tavares@ifsuldeminas.edu.br 2 mateus.santos@ifsuldeminas.edu.br Última Atualização:

Leia mais

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C Linguagem de uso geral (qualquer tipo de aplicação) Uma das linguagens mais utilizadas Foi utilizada

Leia mais

Programação: Tipos, Variáveis e Expressões

Programação: Tipos, Variáveis e Expressões Programação de Computadores I Aula 05 Programação: Tipos, Variáveis e Expressões José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/56 Valores Valor é uma entidade

Leia mais

2. Constantes e Variáveis

2. Constantes e Variáveis 2. Constantes e Variáveis Neste capitulo veremos como os dados constantes e variáveis são manipulados pela linguagem C. O que são constantes inteiras, reais, caracteres e strings. Quais são as regras de

Leia mais

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes ITENS FUNDAMENTAIS Profª Angélica da Silva Nunes CONCEITOS BÁSICOS Hardware - é a parte física do computador, tais como: teclado, monitor de vídeo, etc. Software - são os programas e aplicativos que permitem

Leia mais

Linguagem C Tipos de Dados. void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador

Linguagem C Tipos de Dados. void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador Linguagem C Tipos de Dados void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador Funções void void pode ser usado em lugar de um tipo, para indicar a ausência de valor

Leia mais

Variáveis e Comandos de Atribuição

Variáveis e Comandos de Atribuição BCC 201 - Introdução à Programação Variáveis e Comandos de Atribuição Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/47 Estrutura Básica de um programa C I < d i r e t i v a s do pré p r o c e s s a d o r > < d e c l

Leia mais

Linguagem C. TGSI Lógica de Programação / Linguagem C Prof. Marcos Roberto

Linguagem C. TGSI Lógica de Programação / Linguagem C Prof. Marcos Roberto Linguagem C O C nasceu na década de 70. Seu inventor, Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando um DEC PDP-11 rodando o sistema operacional UNIX. O C é derivado de uma outra linguagem: o B,

Leia mais

O COMPUTADOR. Introdução à Computação

O COMPUTADOR. Introdução à Computação O COMPUTADOR Introdução à Computação Sumário O Hardware O Software Linguagens de Programação Histórico da Linguagem C Componentes Básicos do Computador O HARDWARE: O equipamento propriamente dito. Inclui:

Leia mais

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO Tópicos Estrutura Básica B de Programas C e C++ Tipos de Dados Variáveis Strings Entrada e Saída de Dados no C e C++ INTRODUÇÃO O C++ aceita

Leia mais

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C Resumo da Introdução de Prática de Programação com C A Linguagem C O C nasceu na década de 70. Seu inventor, Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando um DEC PDP-11 rodando o sistema operacional

Leia mais

Algoritmos e Programação Estruturada

Algoritmos e Programação Estruturada Algoritmos e Programação Estruturada Virgínia M. Cardoso Linguagem C Criada por Dennis M. Ritchie e Ken Thompson no Laboratório Bell em 1972. A Linguagem C foi baseada na Linguagem B criada por Thompson.

Leia mais

Programação em C++: Introdução

Programação em C++: Introdução Programação em C++: Introdução J. Barbosa J. Tavares Visualização Científica Conceitos básicos de programação Algoritmo Conjunto finito de regras sobre as quais se pode dar execução a um dado processo

Leia mais

Programando em C++ Histórico da Linguagem C

Programando em C++ Histórico da Linguagem C Programando em C++ Joaquim Quinteiro Uchôa joukim@comp.ufla.br DCC-UFLA, 2002 Programando em C++ p.1/38 Histórico da Linguagem C Linguagem C: 1972 - Laboratório Bells, por Dennis Ritchie, a partir da linguagem

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS João Gabriel Ganem Barbosa Sumário Motivação História Linha do Tempo Divisão Conceitos Paradigmas Geração Tipos de Dados Operadores Estruturada vs

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. A Linguagem C

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. A Linguagem C Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação A Linguagem C Prof. Renato Pimentel 1 Programação Quando queremos criar ou desenvolver um software para realizar determinado tipo de processamento

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Programação Introdução a Linguagem C Construções Básicas Programa em C #include int main ( ) { Palavras Reservadas } float celsius ; float farenheit ; celsius = 30; farenheit = 9.0/5

Leia mais

Tipos de Dados Simples

Tipos de Dados Simples Programação 11543: Engenharia Informática 6638: Tecnologias e Sistemas de Informação Cap. 3 Tipos de Dados Simples Tipos de Dados Simples Objectivos: Hierarquia de tipos de dados Tipos de dados simples

Leia mais

Introdução à Linguagem C

Introdução à Linguagem C Prof. Yandre Maldonado - 1 Prof. Yandre Maldonado e Gomes da Costa Prof. Yandre Maldonado - 2 Linguagem C: Desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios da AT&T Bell (EUA) no início dos anos 70; Algol

Leia mais

LINGUAGEM C. Estrutura básica de um programa

LINGUAGEM C. Estrutura básica de um programa LINGUAGEM C Estrutura básica de um programa Um programa em linguagem C é constituído por uma sequência de funções (módulos) que em conjunto irão permitir resolver o problema proposto. Estas funções contêm

Leia mais

Fundamentos de Programação

Fundamentos de Programação Fundamentos de Programação CP41F Aula 38 Prof. Daniel Cavalcanti Jeronymo Declaração de tipos (typedef). Tipos enumerados (enum). Registros (struct). Uniões (union). Universidade Tecnológica Federal do

Leia mais

Alguns Exercícios de Programação de em Linguagem C

Alguns Exercícios de Programação de em Linguagem C Alguns Exercícios de Programação de em Linguagem C Nelma Moreira Departamento de Ciência de Computadores Faculdade de Ciências, Universidade do Porto email: nam@ncc.up.pt 1997 1 Execução de algumas instruções

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Estrutura da linguagem de programação C Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org

Estrutura da linguagem de programação C Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org Estrutura da linguagem de programação C Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org Breve Histórico A linguagem de programação C foi criada na década de 70, por Dennis Ritchie, que a implementou,

Leia mais

Estrutura de Dados Básica

Estrutura de Dados Básica Estrutura de Dados Básica Professor: Osvaldo Kotaro Takai. Aula 4: Tipos de Dados O objetivo desta aula é apresentar os tipos de dados manipulados pela linguagem C, tais como vetores e matrizes, bem como

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Conversão de Tipos e Arrays

Conversão de Tipos e Arrays Conversão de Tipos e Arrays Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Conversão de Tipos Permite converter

Leia mais

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Ciência da Computação Algoritmos e Estruturas de Dados I (AED-I) Prof. Nilton

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Ciência da Computação Algoritmos e Estruturas de Dados I (AED-I) Prof. Nilton Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Ciência da Computação Algoritmos e Estruturas de Dados I (AED-I) Prof. Nilton nilton@comp.uems.br Introdução A linguagem C foi inventada por Dennis Ritchie e

Leia mais

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream> Aula 1 C é uma linguagem de programação estruturada desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios Bell entre 1969 e 1972; Algumas características: É case-sensitive, ou seja, o compilador difere letras

Leia mais

Programação em Linguagem C 1 CONCEITOS PRELIMINARES

Programação em Linguagem C 1 CONCEITOS PRELIMINARES Linguagem C Índice 1 Conceitos preliminares...1 1.1 Microcomputadores padrão Intel x86...1 1.2 Modos de memória nos microcomputadores...3 1.3 O sistema operacional...3 2 Introdução a Linguagem C...4 2.1

Leia mais

Estrutura de Dados. Prof. Gustavo Willam Pereira. Créditos: Profa. Juliana Pinheiro Campos

Estrutura de Dados. Prof. Gustavo Willam Pereira. Créditos: Profa. Juliana Pinheiro Campos Estrutura de Dados Prof. Gustavo Willam Pereira Créditos: Profa. Juliana Pinheiro Campos ESTRUTURAS DE DADOS Ementa Introdução à Linguagem C. Recursividade. Alocação dinâmica de memória. Conceito de tipos

Leia mais

Sistemas Microcontrolados

Sistemas Microcontrolados Sistemas Microcontrolados Aula 4: Programação em C para PIC Marco Jose da Silva mdasilva@utfpr.edu.br Compiladores C para PICs C18 HI-TECH CCS IAR MikroC http://www.microchip.com/ http://www.htsoft.com/

Leia mais

INF 1005 Programação I

INF 1005 Programação I INF 1005 Programação I Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição de constantes:

Leia mais

Resumo da última aula. Compiladores. Tipos. Regras semânticas. Expressões de tipos. Análise Semântica e checagem de tipos.

Resumo da última aula. Compiladores. Tipos. Regras semânticas. Expressões de tipos. Análise Semântica e checagem de tipos. Resumo da última aula Compiladores Análise semântica Verificação de tipos 1 Implementação: Esquemas S-atribuídos: Mecanismo bottom-up direto Esquemas L-atribuídos: Mecanismo top-down: Necessita gramática

Leia mais

Conceitos de Linguagens de Programação

Conceitos de Linguagens de Programação Conceitos de Linguagens de Programação Aula 07 Nomes, Vinculações, Escopos e Tipos de Dados Edirlei Soares de Lima Introdução Linguagens de programação imperativas são abstrações

Leia mais

Técnicas de Programação: ESTRUTURAS, UNIÕES E TIPOS DEE UFPB

Técnicas de Programação: ESTRUTURAS, UNIÕES E TIPOS DEE UFPB Técnicas de Programação: ESTRUTURAS, UNIÕES E TIPOS DEFINIDOS PELO USUÁRIO Prof. Protásio DEE UFPB 1 Estruturas É uma coleção de variáveis que são referenciadas sob um único nome. Uma estrutura fornece

Leia mais

10/02/2015. Introdução. Podemos classificar os tipos de dados a serem processados em dados e instruções Dados: Algoritmos e Lógica de Programação

10/02/2015. Introdução. Podemos classificar os tipos de dados a serem processados em dados e instruções Dados: Algoritmos e Lógica de Programação Introdução Algoritmos e Lógica de Programação Tipos de dados Podemos classificar os tipos de dados a serem processados em dados e instruções Dados: Informações a serem processadas pelo computador. Consideremos

Leia mais

Programação de Computadores I

Programação de Computadores I Programação de Computadores I Biblioteca sqrt() / pow() / floor / ceil() Gil Eduardo de Andrade Introdução #include A biblioteca contém várias funções para efetuar cálculos matemáticos;

Leia mais

ESTRUTURAS DE DADOS I. Notas de Aula. Prof. Dr. Gilberto Nakamiti

ESTRUTURAS DE DADOS I. Notas de Aula. Prof. Dr. Gilberto Nakamiti ESTRUTURAS DE DADOS I Notas de Aula 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 1.1 Array (vetores)... 2 2. BUSCA DE ELEMENTOS... 3 2.1 Busca Seqüencial... 3 2.2 Busca Binária... 3 2.3 Busca Indexada... 3 2.4 Busca Hash...

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ 1 - VARIÁVEIS Variáveis espaço de memória reservado para armazenar tipos de dados, com um nome para referenciar seu conteúdo. Observações importantes Todas as variáveis devem

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 3: Métodos LEEC@IST Java 1/45 Métodos (1) Sintaxe Qualif Tipo Ident ( [ TipoP IdentP [, TipoP IdentP]* ] ) { [ Variável_local Instrução ]* Qualif: qualificador (visibilidade,

Leia mais

Estruturas (Registros)

Estruturas (Registros) Estruturas (Registros) Agrupa conjunto de tipos de dados distintos sob um único nome string string inteiro inteiro inteiro float float Cadastro Pessoal Nome Endereço Telefone Idade Data de Nascimento Peso

Leia mais

1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros.

1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros. Lista de exercícios: Grupo I - programa seqüênciais simples 1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros. 2. Fazer um programa

Leia mais

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS A Linguagem Java Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Comentários Variáveis Tipos Primitivos de Dados Casting Comandos de Entrada e Saída Operadores Constantes 2 Comentários /** Classe para impressão

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 APROG Algoritmia e Programação Linguagem JAVA Básico Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 Linguagem Java Estrutura de um Programa Geral Básica Estruturas de Dados Variáveis Constantes Tipos de Dados

Leia mais

Module Introduction. Programação. Cap. 10 Estruturas (Structs)

Module Introduction. Programação. Cap. 10 Estruturas (Structs) 5374 : Engenharia Informática 6638 : Tecnologias e Sistemas de Informação 9099 : Bioengenharia 10135 : Ciências Biomédicas Cap. 10 Estruturas () Module Introduction Sumário: Taxonomia de tipos de dados

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 02 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Lógica de Programação Lógica de Programação é a técnica de criar sequências lógicas de ações para

Leia mais

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C Capítulo 2: Introdução à Linguagem C INF1005 Programação 1 Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática Programa Programa é um algoritmo escrito em uma linguagem de programação. No nosso

Leia mais

Fundamentos de Programação. Linguagem C++ Introdução, identificadores, tipos de dados. Prof. Bruno E. G. Gomes IFRN

Fundamentos de Programação. Linguagem C++ Introdução, identificadores, tipos de dados. Prof. Bruno E. G. Gomes IFRN Fundamentos de Programação Linguagem C++ Introdução, identificadores, tipos de dados Prof. Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Linguagem de Programação Constituída por símbolos e por regras para combinar esses símbolos

Leia mais

Anhanguera Educacional S.A. Centro Universitário Ibero-Americano

Anhanguera Educacional S.A. Centro Universitário Ibero-Americano O C++ foi inicialmente desenvolvido por Bjarne Stroustrup durante a década de 1980 com o objetivo de melhorar a linguagem de programação C, mantendo a compatibilidade com esta linguagem. Exemplos de Aplicações

Leia mais

Registros. Técnicas de Programação. Rafael Silva Guimarães :p://:p.ci.ifes.edu.br/informa@ca/rafael_guimaraes

Registros. Técnicas de Programação. Rafael Silva Guimarães :p://:p.ci.ifes.edu.br/informa@ca/rafael_guimaraes Rafael Silva Guimarães :p://:p.ci.ifes.edu.br/informa@ca/rafael_guimaraes Registros Técnicas de Programação Baseado no material do Prof. Rafael Vargas Mesquita Conceito de Registro (Struct) Vetores e Matrizes

Leia mais

INF 1620 P1-10/04/02 Questão 1 Nome:

INF 1620 P1-10/04/02 Questão 1 Nome: INF 1620 P1-10/04/02 Questão 1 Considere uma disciplina que adota o seguinte critério de aprovação: os alunos fazem duas provas (P1 e P2) iniciais; se a média nessas duas provas for maior ou igual a 5.0,

Leia mais

Fundamentos de Arquivos. SCC203 Algoritmos e Estruturas de Dados II

Fundamentos de Arquivos. SCC203 Algoritmos e Estruturas de Dados II Fundamentos de Arquivos SCC203 Algoritmos e Estruturas de Dados II Arquivos Informação mantida em memória secundária HD Disquetes Fitas magnéticas CD DVD 2 Discos X Memória Principal Tempo de acesso HD:

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Algoritmos e Estruturas de Dados I Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Laboratório de AEDS 1 Aula 01 Linguagens de Programação Cada linguagem de programação obedece

Leia mais

Estruturas da linguagem C. 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões.

Estruturas da linguagem C. 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões. 1 Estruturas da linguagem C 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões. Identificadores Os identificadores seguem a duas regras: 1. Devem ser começados por letras

Leia mais

1 - INTRODUÇÃO: O QUE É C?

1 - INTRODUÇÃO: O QUE É C? 1 - INTRODUÇÃO: O QUE É C? C é uma linguagem de programação de computadores; Desenvolvida em 1972 por Dennis Ritchie no Bell Lab para uso no sistema operacional Unix; Foi amplamente aceita por oferecer

Leia mais

Curso Prático de C++

Curso Prático de C++ Sumário Autor: Prof. Luiz Bianchi Universidade Regional de Blumenau FUNDAMENTOS... 3 Declaração de variáveis... 4 Tipos de dados... 4 Operador de atribuição... 5 Comentários... 5 Tipos modificados... 6

Leia mais

JSP - ORIENTADO A OBJETOS

JSP - ORIENTADO A OBJETOS JSP Orientação a Objetos... 2 CLASSE:... 2 MÉTODOS:... 2 Método de Retorno... 2 Método de Execução... 2 Tipos de Dados... 3 Boolean... 3 Float... 3 Integer... 4 String... 4 Array... 4 Primeira:... 4 Segunda:...

Leia mais

Tipos de Dados, Tipos Abstratos de Dados Estruturas de Dados

Tipos de Dados, Tipos Abstratos de Dados Estruturas de Dados Tipos de Dados, Tipos Abstratos de Dados Estruturas de Dados Tipo de dados, tipo abstrato de dados, estruturas de dados Termos parecidos, mas com significados diferentes Tipo de dado Em linguagens de programação

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Estruturas (registros)

Estruturas (registros) BCC 201 - Introdução à Programação I Estruturas (registros) Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/44 Estruturas (struct) I Imaginemos que queremos ler as notas de 4 provas para um aluno e calcular a média do

Leia mais

PROGRAMAÇÃO I E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S

PROGRAMAÇÃO I E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S PROGRAMAÇÃO I VA R I Á V E I S, C O N S TA N T E S, O P E R A D O R E S E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S Variáveis 2 Variáveis são locais onde são armazenados os valores na memória. Toda variável é

Leia mais

Paradigmas de Programação

Paradigmas de Programação Paradigmas de Programação Tipos de Dados Aula 5 Prof.: Edilberto M. Silva http://www.edilms.eti.br Prof. Edilberto Silva / edilms.eti.br Tipos de Dados Sistema de tipos Tipos de Dados e Domínios Métodos

Leia mais

Iguatemi Eduardo da Fonseca Eduardo de Santana Medeiros Alexandre. Linguagem de Programação I: Programação Estruturada usando C

Iguatemi Eduardo da Fonseca Eduardo de Santana Medeiros Alexandre. Linguagem de Programação I: Programação Estruturada usando C Iguatemi Eduardo da Fonseca Eduardo de Santana Medeiros Alexandre Linguagem de Programação I: Programação Estruturada usando C Editora da UFPB João Pessoa 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Reitora Vice-Reitor

Leia mais

Programas simples em C

Programas simples em C Programas simples em C Problema 1. Escreve um programa em C que dados dois inteiros indique se são iguais ou qual o maior. Utilizar a construção em 5 etapas... quais? 1. Perceber o problema 2. Ideia da

Leia mais

Apostila de Linguagem C (Conceitos Básicos)

Apostila de Linguagem C (Conceitos Básicos) Apostila de Linguagem C (Conceitos Básicos) Prof. Luiz Gustavo Almeida Martins 1. INTRODUÇÃO 1.1. HISTÓRICO LINGUAGEM C Conceitos Básicos A Linguagem C, criada em 1970 por Dennis Ritchie, é uma evolução

Leia mais

Introdução à Programação. Armazenamento de Grande Quantidade de Informação Usando Vetores

Introdução à Programação. Armazenamento de Grande Quantidade de Informação Usando Vetores Introdução à Programação Armazenamento de Grande Quantidade de Informação Usando Vetores Armazenando Grande Quantidade de Informação Como armazenar tanta informação? Vetores! 2 Tópicos da Aula Hoje, aprenderemos

Leia mais

Linguagens de Programação

Linguagens de Programação Linguagens de Programação Prof. Miguel Elias Mitre Campista http://www.gta.ufrj.br/~miguel Parte IV Introdução à Programação em C++ (Continuação) Relembrando da Última Aula... Funções Classes de armazenamento

Leia mais

CES-11. Algoritmos e Estruturas de Dados. Carlos Alberto Alonso Sanches Juliana de Melo Bezerra

CES-11. Algoritmos e Estruturas de Dados. Carlos Alberto Alonso Sanches Juliana de Melo Bezerra CES-11 Algoritmos e Estruturas de Dados Carlos Alberto Alonso Sanches Juliana de Melo Bezerra CES-11 Pilhas Filas Deques Pilhas,,f filas e deques Vimos que as listas lineares admitem inserção e eliminação

Leia mais

Estruturas de Dados Aula 15: Árvores 17/05/2011

Estruturas de Dados Aula 15: Árvores 17/05/2011 Estruturas de Dados Aula 15: Árvores 17/05/2011 Fontes Bibliográficas Livros: Introdução a Estruturas de Dados (Celes, Cerqueira e Rangel): Capítulo 13; Projeto de Algoritmos (Nivio Ziviani): Capítulo

Leia mais

Algoritmos e Programação usando a Linguagem C. Prof. MSc. Renato Afonso Cota Silva

Algoritmos e Programação usando a Linguagem C. Prof. MSc. Renato Afonso Cota Silva Algoritmos e Programação usando a Linguagem C Prof. MSc. Renato Afonso Cota Silva 1 2 Aula 1 Introdução à Linguagem C... 4 1.1 Introdução... 4 1.2 Fundamentos da Linguagem... 5 1.3 Comandos de Entrada

Leia mais

Estruturas de Dados. Alguns dados não costumam ser tão simples assim... Podem ser compostos por vários dados distintos

Estruturas de Dados. Alguns dados não costumam ser tão simples assim... Podem ser compostos por vários dados distintos Estruturas de Dados Alguns dados não costumam ser tão simples assim... Podem ser compostos por vários dados distintos Estruturas de Dados Programação de Computadores 1 de 26 Tipos Estruturados de Dados

Leia mais

Curso de Linguagem C

Curso de Linguagem C Curso de Linguagem C 1 Aula 1 - INTRODUÇÃO...4 AULA 2 - Primeiros Passos...5 O C é "Case Sensitive"...5 Dois Primeiros Programas...6 Introdução às Funções...7 Introdução Básica às Entradas e Saídas...

Leia mais

9. Estruturas em C Registros

9. Estruturas em C Registros 9. Estruturas em C Registros Unesp Campus de Guaratinguetá Curso: Programação de Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro 1 9. Estrutura Até o presente momento os nossos dados eram armazenados

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013. Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo

Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013. Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013 Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo Problema 1 Suponha que soma (+) e subtração (-) são as únicas operações disponíveis em

Leia mais

Introdução a Programação. Ponteiros e Strings, Alocação Dinâmica

Introdução a Programação. Ponteiros e Strings, Alocação Dinâmica Introdução a Programação Ponteiros e Strings, Alocação Dinâmica Tópicos da Aula Hoje aprenderemos a relação entre ponteiros e strings Ponteiros para strings X Vetores de Caracteres Vetores de ponteiros

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

E/S CPU. Memória (Instruções e dados) 2 PARADIGMA IMPERATIVO. Instruções e dados. Resultados das operações. Unidade lógica e aritmética

E/S CPU. Memória (Instruções e dados) 2 PARADIGMA IMPERATIVO. Instruções e dados. Resultados das operações. Unidade lógica e aritmética 2 PARADIGMA IMPERATIVO 2.1 CONCEITO As linguagens que pertencem ao paradigma imperativo tomam por base a perspectiva da máquina. Ou seja, no modo como o computador executa programas em linguagem de máquina.

Leia mais

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação Lógica de Programação 3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C Caro Aluno Vamos iniciar o terceiro capítulo da nossa disciplina. Agora vamos começar a aplicar os conceitos vistos nos capítulos anteriores em uma linguagem

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados

Algoritmos e Estruturas de Dados Introdução aos Algoritmos e Estruturas de Dados 2 o Teste - A Ano lectivo: 2010/2011 2 o Semestre RESOLUÇÃO DO 2 o TESTE Grupo I (2.0 + 2.5 + 2.0 = 6.5 val.) I.a) Considere os tipos enum ocasiao e Presente

Leia mais

2ª Lista de Exercícios

2ª Lista de Exercícios Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de Ciência da Computação Algoritmos e Estruturas de Dados II (Turmas M, N, W, F) 1º Semestre de 2012 Profs. Camilo Oliveira, Gisele Pappa, Ítalo Cunha,

Leia mais

Periféricos e Interfaces Ano lectivo 2003/2004 Docente: Ana Paula Costa. Aula Teórica 12

Periféricos e Interfaces Ano lectivo 2003/2004 Docente: Ana Paula Costa. Aula Teórica 12 Sumário: A tabela de partições do disco rígido. A root directory. A FAT. Os serviços BIOS para disco. Aula Teórica 12 Leitura Recomendada: Capítulos 28 e 29 - Hans-Peter Messmer, The Indispensable PC Hardware

Leia mais

INF 1007 Programação II

INF 1007 Programação II INF 1007 Programação II Aula 08 Busca em Vetor Edirlei Soares de Lima Busca em Vetor Problema: Entrada: vetor v com n elementos; elemento d a procurar; Saída: m se o elemento procurado

Leia mais

Introdução a POO. Introdução a Linguagem C++ e POO

Introdução a POO. Introdução a Linguagem C++ e POO Introdução a POO Marcio Santi Linguagem C++ Introdução a Linguagem C++ e POO Programação Orientada a Objetos (POO) e C++ Recursos C++ não relacionados às classes Incompatibilidades entre C e C++ Classes

Leia mais

14.1 Vetor - Problemas

14.1 Vetor - Problemas Problema 14: Um método de Criptografia consiste em substituir as letras de uma mensagem através do emparelhamento de alfabetos tal como dado abaixo. Construir um programa que codifica mensagens usando

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO EM TURBO C DESCRIÇÃO DO PROGRAMA. Introdução e conceitos básicos

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO EM TURBO C DESCRIÇÃO DO PROGRAMA. Introdução e conceitos básicos CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO EM TURBO C Introdução e conceitos básicos DESCRIÇÃO DO PROGRAMA a) Comandos e manipulação do editor ; b) Estrutura básica de um programa em C ; c) Declaração de constantes e

Leia mais

Linguagem de Programação

Linguagem de Programação Linguagem de Programação Marcos Monteiro MBA, ITIL, Perito Computacional Forense Agenda Conceitos de lógica Conceitos de algoritmo Representações de algoritmo Algoritmo x Linguagem Conceitos de lógica

Leia mais

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C onvertendo Algoritmos para a Linguagem Notas de Aula Prof. Francisco Rapchan www.geocities.com/chicorapchan O objetivo deste texto é mostrar alguns programas em, dando uma breve descrição de seu funcionamento

Leia mais

Revisão C++ - Parte 1

Revisão C++ - Parte 1 Revisão C++ - Parte 1 Prof. Gustavo Leitão Campus Natal Central Disciplina Programação para Ambiente de Redes 5/3/2010 Objetivo da Aula 5/3/2010 5/3/2010 OBJETIVO DA AULA Revisar os principais comandos

Leia mais