Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays"

Transcrição

1 Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática Costa rio.br Programação com Acesso a BD Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays 1

2 Arrays Definição: estrutura de dados que define uma coleção ordenada de um número fixo de elementos de dados homogêneos; Em Java, arrays são objetos; Uma vez criado um array, seu tamanho nunca muda Arrays Declaração <tipo> [] <lista-de-identificadores> Exemplo: int [] a; Criação <identificador> = new <tipo> [<tamanho>]; Exemplo: a = new int [12]; (indexado de 0 a 11) Combinando declaração e criação <tipo> [] <identificador> = new <tipo> [<tamanho>]; Exemplo: int [] a = new int [12]; 2

3 Inicialização Arrays Quando o array é criado, todos os elementos são inicializados para o valor default de <tipo>; Exemplo: int [] a; a = new int[10]; // Array de 10 inteiros (default = 0) Exemplo: double [] a = new double[10]; // Array de 10 números reais (double) (default = 0.0) Exemplo: boolean [] a = new boolean[10]; // Array de 10 booleanos (default = false) Exemplo: String [] a = new String[10]; // Array de 10 strings (tipo complexo) (default = null) Inicialização Arrays Arrays podem ser inicializados no momento de sua declaração: <tipo> [] <identificador> = e1,..., en; Exemplo: a declaração String [] cores = verde, azul, preto ; equivale a String [] cores = new String [3]; cores [0] = verde ; cores [1] = azul ; cores [2] = preto ; 3

4 Inicialização Arrays Exemplo: a declaração int vet[] = 1, 3, 5, 7, 10 ; equivale a int [] vet = new vet [5]; vet [0] = 1; vet [1] = 3; vet [2] = 5; vet [3] = 7; vet [4] = 10; Inicialização Arrays int [] v = new int[3]; Pilha # heap v[0] = 23; v[2] = 52; Pilha # heap

5 Inicialização Arrays String [] s = new String [2]; Pilha # heap null null s[0] = Verde ; Pilha # heap # null heap Verde s[1] = Amarelo ; Pilha # heap heap # Verde # Amarelo Inicialização Arrays Point [] p = new Point [2]; Pilha # heap null null public class Point public int x; public int y; p[0] = new Point(); Pilha # heap # null heap 0 0 p[0].x p[0].y 5

6 Tamanho de um Arrays Se a é um identificador de array, a.length dá o tamanho de a ; Exemplo: o método a seguir imprime um array de inteiros de tamanho arbitrário; static void imprime (int [] a) for (int i = 0; i < a.length; i = i + 1) System.out.println (a[i]); Tamanho de um Arrays Exceção gerada se houver tentativa de acesso indevida aos índices do array: ArrayIndexOutOfBoundsException; Exemplo: int vet[] = 1, 3, 5, 7, 10 ; System.out.println (vet[5]); System.out.println (vet.length); 6

7 Arrays e Podem ter uma (one-dimensional array) ou múltiplas dimensões (arrays de arrays). Sendo e um array de duas dimensões com dois elementos na primeira e quatro na segunda (2x4), a implementação desse array em java utilizará três objetos array, conforme o esquema abaixo: e0 e1 e00 e01 e02 e03 e10 e11 e12 e13 e e0 e1 e00 e01 e02 e03 e10 e11 e12 e13 Arrays Multidimensionais Declaração <tipo> [] [][]...[] <lista-de-identificadores>; Exemplo: int [] [] a; // Array de duas dimensões int [] a []; // Expressão equivalente Criação <identificador> = new <tipo> [<tamanho>]... [<tamanho>]; Exemplo: a = new int [2][3]; // Criando array 2 x 3 (inteiros) Combinando declaração e criação <tipo> [] [][]...[] <ident.> = new <tipo> [<tam.>]... [<tam.>]; Exemplo: int [][] a = new int [2][3]; 7

8 Arrays Multidimensionais Inicializando Arrays Multidimensionais Exemplo: double taxas[][] = 1,2,3, 4,5,6 ; // declarando e inicializando um array com dimensões internas diferentes String[][] cores = Verde, Amarelo, null, // 3 elementos null, null, // 2 elementos, //zero elementos null // Array ainda não construído ; Arrays Multidimensionais Na criação de arrays multidimensionais com o operador new, a profundidade dos arrays mais internos pode ser omitida: double matrix[][] = new double[3][]; A inicialização poderia ser assim: for (int i = 0; i < matrix.length; ++i) matrix[ i ] = new double[ i+1 ]; A representação da memória, nesse caso, seria: 8

9 Arrays Multidimensionais matrix[0] : double[] length = 1 matrix[1] : double[] [ 0 ] 8.5 length = 2 matrix : double[][] [ 0 ] [ 1 ] length = 3 [ 0 ] [ 1 ] [ 2 ] : Ref ( double[] ) : Ref ( double[] ) : Ref ( double[] ) matrix[2] : double[] length = 3 [ 0 ] [ 1 ] [ 2 ] Métodos Procedimentos e Funções são representados em Java por métodos. A diferença está no tipo de retorno. Se o tipo de retorno for nulo, indicado pela palavra void, o método representa um procedimento. Caso contrário, ou seja, se existe um tipo de retorno, o método representa uma função. Métodos (em Java) Procedimentos NÃO têm tipo de retorno (void) Funções têm tipo de retorno 9

10 Métodos Declaração de um Método: public static tipoderetorno nomedométodo ( tipo1 parâmetro1, tipo2 parâmetro2,...) // aqui é colocado o corpo do método Cada parâmetro pode ser: um valor, uma variável ou uma expressão que representam um tipo primitivo, um array ou uma classe. O tipo de retorno pode ser: qualquer tipo primitivo (int, long, float,...) qualquer classe (String, ) void, para o caso de não retornar nada (procedimento). Passagem de Parâmetro public class DeclaracaoDeMetodos // declarando um método que representa uma função public static int soma ( int a, int b ) int s = a + b; return s; Observe os tipos de retorno // declarando um método que representa um procedimento public static void imprimir ( int a ) System.out.println ( a ); 10

11 Passagem de Parâmetro public class DeclaracaoDeMetodos // declarando um método que representa uma função public static int soma ( int a, int b ) int s = a + b; return s; public static void main (String [] args) int c = soma(5, 20); System.out.println ( soma(c, 10) ); Passagem de Parâmetro public class DeclaracaoDeMetodos // declarando um método que representa um procedimento public static void imprimir ( int a ) System.out.println ( a ); public static void main (String [] args) int c = 10; imprimir(c); imprimir(20); imprimir(c+20); 11

12 Passagem de Parâmetro O número de parâmetros passados deve ser igual ao da definição. Cada parâmetro individualmente, deve ter tipo compatível ao da definição. Em Java, todos os parâmetros são passados por valor, isto significa que o valor (e não o endereço) da variável é passado. Assim, as modificações no parâmetro formal (dentro do método) não afetam o parâmetro real (valor externo). Cada chamada a um método cria suas próprias instâncias dos parâmetros formais. Uma expressão pode ser usada como argumento. Passagem de Parâmetro Em Java, a passagem é por valor, ou seja, o valor (e não o endereço) da variável é passado; Conseqüências: - Modificações no parâmetro formal não são refletidas no parâmetro real. - Uma expressão pode ser usada como argumento. - Ineficiência em alguns casos (cópia). 12

13 Passagem de Parâmetro - Exemplo class PassagemPorValor private static void incrementa (int x) x = x + 1; System.out.println ( x = + x); public static void main (String [] args) int y = 1; System.out.println( y = + y); incrementa (y); System.out.println( y = + y); Passagem de Parâmetro - Exemplo class PassagemPorValor private static int incrementa (int x) x = x + 1; System.out.println ( x = + x); return x; public static void main (String [] args) int y = 1; System.out.println( y = + y); y = incrementa (y); System.out.println( y = + y); 13

14 Passagem de Parâmetro Como já foi visto anteriormente, a passagem de parâmetros de tipos primitivos em Java é feita por valor, ou seja, uma cópia do valor original é feita. Isso significa que modificações no parâmetro formal não são refletidas no parâmetro real. Para arrays, uma cópia da referência para o array é passada. Para objetos, uma cópia da referência ao objeto é passada, e não uma cópia do objeto. Passagem de Parâmetros com Arrays Para arrays, uma cópia da referência para o array é passada, assim, as mudanças no seus elementos dentro de um método, se refletem no lugar onde o método foi chamado. 14

15 Passagem de Parâmetros com Arrays public static void somar(int[] x) x[2] = x[1] + x[0]; public static void main (String args[]) int[] a = new int[3]; a[0] = 1; a[1] = 10; a[2] = 20; System.out.println( antes > + a[2]); somar(a); System.out.println( depois > + a[2]); antes >20 depois >11 Parâmetros também podem ser passados para um programa. Eles são acessíveis no método main() como um array de String. public class Classe public void main(string args[]) for (int i=0; i<args.length; i++) System.out.println( > + i + = + args[i] ); em uma chamada do tipo: java Classe abc xyz,sdf uuu o resultado do programa será: > 0 = abc > 1 = xyz,sdf > 2 = uuu 15

16 Aliasing Aliasing ocorre quando mais de um identificador está associado a um mesmo endereço de memória; Apesar da passagem de parâmetros em java ser por valor, pode-se ter aliasing quando um objeto é passado como parâmetro; É sempre a referência ao objeto que é passada (porvalor) e não o objeto em si; Exemplo de Aliasing class Aliasing private static void credita (Conta a, Conta b) a.credito(100); b.credito(100); public static void main (String [] args) Conta c = new Conta( ); credita (c, c); System.out.println(c.getSaldo()); 16

17 Aliasing como Conseqüência de uma Atribuição Atribuição de um identificador de objeto a um outro de mesmo tipo é permitida, mas o endereço (e não o valor) é atribuído. Exemplo... Conta a = new conta( ); Conta b; b = a; \\ a e b passam a referenciar a mesma conta b.credito (100); System.out.println (a.getsaldo());... Passagem por Referência class Referencia private static void redefine (Conta a) Conta b = new Conta( ); a.credito(100); a = b; a.credito(100); public static void main (String [] args) Conta c = new Conta( ); redefine (c); System.out.println(c.getNumero() + c.getsaldo()); //

18 A Classe Banco - Operações Cadastro de uma nova conta Remover uma conta Localizar (procurar) uma conta Efetuar Crédito Efetuar Débito Consultar Saldo Transferência entre contas A Classe Banco - Descrição class Banco private Conta[] contas; private int indice; Banco(int numcontas) this.contas = new Conta[numContas]; indice = 0; 18

19 A Classe Banco - Descrição class Banco private Conta[] private int contas; indice; void cadastrarconta(string num) if (indice<contas.length) Conta c = new Conta(num); contas[indice] = c; indice = indice + 1; else System.out.println( Banco Lotado!!! ); A Classe Banco - Descrição private Conta procurarconta(string n) int i = 0; boolean achou = false; while ((! achou) && (i < indice)) if (contas[i].getnumero().equals(n)) achou = true; else i = i + 1; if (achou) return contas[i]; else return null; 19

20 A Classe Banco - Descrição void efetuardebito(string num, double val) Conta c; c = procurarconta(num); if (c!= null) c.debito(val); else System.out.println("Conta inexistente!"); A operação credito é similar A Classe Banco - Descrição private void removerconta(string n) int i = 0; boolean achou = false; while ((! achou) && (i < indice)) if (contas[i].getnumero().equals(n)) achou = true; else i = i + 1; if (achou) contas[i] = contas[indice-1]; indice--; else System.out.println( Conta Inexistente ); 20

21 Camada de Negócio Camada de Coleção Cam. de Apresentação (Interface com o Usuário) Camadas 21

22 Quando todos concordam comigo eu sempre sinto que estou errado. Oscar Wilde Exercício Completar a implementação da classe banco com o construtor e os métodos transfere e saldo. Acrescente um novo método para remover uma conta. 22

23 Exercício Desenvolva um sistema simples de eleição, usando a classe já implementada para modelar um candidato. Definir uma outra classe para agrupar candidatos (usando arrays). Elabore um programa que lê um número arbitrário de nomes de candidatos e efetua a contagem; no final, indique o vencedor e o total de votos. Exercício Desenvolva um sistema simples para controle de estoque, contendo pelo menos as classes produto e estoque, e as seguintes operações: alterar as propriedades dos produtos (nome, preço, quantidade em estoque), retirar um produto do estoque, e verificar que produtos precisam ser repostos. 23

Programação Orientada a Objetos C ++ 4 Conceitos de OO em Java Classes e Objetos

Programação Orientada a Objetos C ++ 4 Conceitos de OO em Java Classes e Objetos Programação Orientada a Objetos C ++ 4 Conceitos de OO em Java Classes e Objetos Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva Classes O conjunto de requisições que um objeto pode cumprir é determinado

Leia mais

Programação com Acesso a BD. Programação com OO Acesso em Java

Programação com Acesso a BD. Programação com OO Acesso em Java Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

Lab de Programação de sistemas I

Lab de Programação de sistemas I Lab de Programação de sistemas I Apresentação Prof Daves Martins Msc Computação de Alto Desempenho Email: daves.martins@ifsudestemg.edu.br Agenda Orientação a Objetos Conceitos e Práticas Programação OO

Leia mais

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição Lista de Contas Lista de Contas: Assinatura null Quais são os métodos necessários? class ListaDeContas { void inserir (Conta c) { void retirar (Conta c) { Conta procurar (String num) { Listas de Contas:

Leia mais

Recursão. Em Java... Exemplo: Série de Fibonacci. Iteração e recursão. Exercícios. Especialização em Engenharia de Software - CEUT

Recursão. Em Java... Exemplo: Série de Fibonacci. Iteração e recursão. Exercícios. Especialização em Engenharia de Software - CEUT Especialização em Engenharia de Software Recursão Programação Orientada a Objetos Listas e Arquitetura em Camadas Sérgio Soares scbs@cin.ufpe.br Capacidade de um procedimento, método ou função ser definido

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TECNICO EM INFORMATICA DISCIPLINA:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TECNICO EM INFORMATICA DISCIPLINA: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TECNICO EM INFORMATICA DISCIPLINA: PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS PROFESSOR: REINALDO GOMES ASSUNTO: REVISÃO DA INTRODUÇÃO A ORIENTAÇÃO

Leia mais

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com HelloWorld.java: public class HelloWorld { public static void main (String[] args) { System.out.println( Hello, World ); } } Identificadores são usados

Leia mais

Conversão de Tipos e Arrays

Conversão de Tipos e Arrays Conversão de Tipos e Arrays Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Conversão de Tipos Permite converter

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 3: Métodos LEEC@IST Java 1/45 Métodos (1) Sintaxe Qualif Tipo Ident ( [ TipoP IdentP [, TipoP IdentP]* ] ) { [ Variável_local Instrução ]* Qualif: qualificador (visibilidade,

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Tabelas (arrays) (vetores, matrizes, etc) Algoritmos de pesquisa Algoritmos de ordenação

Tabelas (arrays) (vetores, matrizes, etc) Algoritmos de pesquisa Algoritmos de ordenação Java Tabelas (arrays) (vetores, matrizes, etc) Algoritmos de pesquisa Algoritmos de ordenação 1 Tabelas para quê? As tabelas são utilizadas quando se pretende armazenar e manipular um grande número de

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 2: Classes e objectos LEEC@IST Java 1/24 Classes (1) Sintaxe Qualif* class Ident [ extends IdentC] [ implements IdentI [,IdentI]* ] { [ Atributos Métodos ]* Qualif:

Leia mais

Encapsulamento de Dados

Encapsulamento de Dados Encapsulamento de Dados Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Modificadores de Visibilidade Especificam

Leia mais

3 Classes e instanciação de objectos (em Java)

3 Classes e instanciação de objectos (em Java) 3 Classes e instanciação de objectos (em Java) Suponhamos que queremos criar uma classe que especifique a estrutura e o comportamento de objectos do tipo Contador. As instâncias da classe Contador devem

Leia mais

Capítulo 3. Programação por objectos em Java

Capítulo 3. Programação por objectos em Java Capítulo 3. Programação por objectos em Java 1/46 Índice Indice 3.1 - Qualificadores de visualização 3.2 - Classe 3.3 - Objecto 3.4 - Métodos 3.5 - Herança 3.6 - Reescrita de métodos 3.7 - Classes abstractas

Leia mais

ARRAYS. Um array é um OBJETO que referencia (aponta) mais de um objeto ou armazena mais de um dado primitivo.

ARRAYS. Um array é um OBJETO que referencia (aponta) mais de um objeto ou armazena mais de um dado primitivo. Cursos: Análise, Ciência da Computação e Sistemas de Informação Programação I - Prof. Aníbal Notas de aula 8 ARRAYS Introdução Até agora, utilizamos variáveis individuais. Significa que uma variável objeto

Leia mais

Desenvolvimento OO com Java Orientação a objetos básica

Desenvolvimento OO com Java Orientação a objetos básica Desenvolvimento OO com Java Orientação a objetos básica Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia Universidade Federal de Uberlândia Programação Orientada a Objetos I Introdução a Java Sintaxe básica OO Prof. Fabiano Azevedo Dorça Em Java, cada classe dá origem a um arquivo.java contendo o código fonte.

Leia mais

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS A Linguagem Java Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Comentários Variáveis Tipos Primitivos de Dados Casting Comandos de Entrada e Saída Operadores Constantes 2 Comentários /** Classe para impressão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 03 APRESENTAÇÃO: Hoje vamos conhecer o comando switch, o bloco try catch;

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Projeto de sistemas em Java. Algoritmos e Programação I. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario

Projeto de sistemas em Java. Algoritmos e Programação I. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario Projeto de sistemas em Java Algoritmos e Programação I Aula 25 Profa. Márcia Cristina Moraes mmoraes@inf.pucrs.br Profa. Sílvia M. W. Moraes silvia@inf.pucrs.br Agora que já estamos manipulando com mais

Leia mais

Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java

Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java Qualiti Software Processes Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java Versã o 1.0 Este documento só pode ser utilizado para fins educacionais, no Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco.

Leia mais

public Agenda() { compromissos = null; } public int getnumerodecompromissos() { if (compromissos==null) return 0; else return compromissos.

public Agenda() { compromissos = null; } public int getnumerodecompromissos() { if (compromissos==null) return 0; else return compromissos. import java.util.scanner; class Data... class Compromisso... public class Agenda private Compromisso[] compromissos; private Compromisso[] realoquecompromissos (Compromisso[] vetor, int tamanhodesejado)

Leia mais

JSP - ORIENTADO A OBJETOS

JSP - ORIENTADO A OBJETOS JSP Orientação a Objetos... 2 CLASSE:... 2 MÉTODOS:... 2 Método de Retorno... 2 Método de Execução... 2 Tipos de Dados... 3 Boolean... 3 Float... 3 Integer... 4 String... 4 Array... 4 Primeira:... 4 Segunda:...

Leia mais

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java FBV - Linguagem de Programação II Um pouco sobre Java História 1992: um grupo de engenheiros da Sun Microsystems desenvolve uma linguagem para pequenos dispositivos, batizada de Oak Desenvolvida com base

Leia mais

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Cursos: Análise, Ciência da Computação e Sistemas de Informação Programação I - Prof. Aníbal Notas de aula 2 DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Todo o processamento que um programa Java faz está definido dentro dos

Leia mais

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação Estrutura de Dados AULA 6 Filas Estrutura de Dados A Estrutura de Dados Fila Fila é uma estrutura de dados usada em programação, que tem regras para

Leia mais

Linguagem de Programação I. Orientação a Objetos em Java

Linguagem de Programação I. Orientação a Objetos em Java Linguagem de Programação I Orientação a Objetos em Java Roteiro Introdução Classes e Objetos Declaração de Classes e Instanciação de um Objeto de uma Classe Declarando métodos com parâmetros Atributos,

Leia mais

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ...

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ... Programação Na Web Linguagem Java Parte II Sintaxe António Gonçalves break com o nome do bloco Nome do bloco Termina o bloco class class Matrix Matrix { private private int[][] int[][] mat; mat; public

Leia mais

5 Caso de estudo O cartão fidelidade

5 Caso de estudo O cartão fidelidade 5 Caso de estudo O cartão fidelidade Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Definição em JAVA da classe CartaoFidelidade, que deverá apresentar uma funcionalidade semelhante

Leia mais

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET PADI 2015/16 Aula 1 Introdução à Plataforma.NET 1 Sumário 1. Framework.NET Arquitectura 2. Linguagem C# 2.0 Sintaxe C# vs. Java vs. C++ 3. IDE: MS Visual Studio 2005 ou superior Ferramentas Console/Win

Leia mais

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br JAVA Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br Agenda 2 Características Ambientes de Desenvolvimento Sintaxe Comentários Tipos de dados primitivos Caracteres especiais Variáveis Operadores Aritméticos

Leia mais

Introdução a Java. Hélder Nunes

Introdução a Java. Hélder Nunes Introdução a Java Hélder Nunes 2 Exercício de Fixação Os 4 elementos básicos da OO são os objetos, as classes, os atributos e os métodos. A orientação a objetos consiste em considerar os sistemas computacionais

Leia mais

Programação Visual TIC - 3PA. Lista de Exercícios 02

Programação Visual TIC - 3PA. Lista de Exercícios 02 Programação Visual TIC - 3PA Lista de Exercícios 02 Professor: Edwar Saliba Júnior 1) Elabore um programa para simular uma conta de poupança. Crie uma classe contacorrente com os seguintes atributos: saldo,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 05 APRESENTAÇÃO: Nesta aula vamos ver como se faz a criação de Métodos

Leia mais

Noções sobre Objetos e Classes

Noções sobre Objetos e Classes Noções sobre Objetos e Classes Prof. Marcelo Cohen 1. Elementos de programação Revisão de programação variáveis, tipos de dados expressões e operadores cadeias de caracteres escopo de variáveis Revisão

Leia mais

Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos

Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos Programação Orientada a Objetos Relacionamentos entre objetos Associação, composição e agregação Construtores e sobrecarga Variáveis de classe e de instância Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Objetos

Leia mais

Conceitos de Linguagens de Programação

Conceitos de Linguagens de Programação Conceitos de Linguagens de Programação Aula 07 Nomes, Vinculações, Escopos e Tipos de Dados Edirlei Soares de Lima Introdução Linguagens de programação imperativas são abstrações

Leia mais

Análise de Programação

Análise de Programação Análise de Programação Conceitos Avançados da Linguagem de Programação Java Prof Gilberto B Oliveira Encapsulamento Proteger o dado dentro de uma classe (capsula segura) Facilita o uso da classe por outros

Leia mais

Revisão OO Básico. Orientação a Objetos em Java

Revisão OO Básico. Orientação a Objetos em Java Revisão OO Básico Orientação a Objetos em Java Grupo de Linguagens de Programação Departamento de Informática PUC-Rio Nomenclatura A unidade básica de programação em linguagens orientadas a objetos é a

Leia mais

2 Orientação a objetos na prática

2 Orientação a objetos na prática 2 Orientação a objetos na prática Aula 04 Sumário Capítulo 1 Introdução e conceitos básicos 1.4 Orientação a Objetos 1.4.1 Classe 1.4.2 Objetos 1.4.3 Métodos e atributos 1.4.4 Encapsulamento 1.4.5 Métodos

Leia mais

Módulo 06 Desenho de Classes

Módulo 06 Desenho de Classes Módulo 06 Desenho de Classes Última Atualização: 13/06/2010 1 Objetivos Definir os conceitos de herança, polimorfismo, sobrecarga (overloading), sobreescrita(overriding) e invocação virtual de métodos.

Leia mais

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5 JavaScript Diego R. Frank, Leonardo Seibt FIT Faculdades de Informática de Taquara Fundação Educacional Encosta Inferior do Nordeste Av. Oscar Martins Rangel, 4500 Taquara RS Brasil difrank@terra.com.br,

Leia mais

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade

Leia mais

Introdução à Programação. Interface, Polimorfismo e Dynamic Binding

Introdução à Programação. Interface, Polimorfismo e Dynamic Binding Introdução à Programação Interface, Polimorfismo e Dynamic Binding Interface Programador Java PLENO Possuir sólida experiência em programação Desenvolvimento na linguagem JAVA Webservice, Struts ou JSF(desejável)

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 APROG Algoritmia e Programação Linguagem JAVA Básico Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 Linguagem Java Estrutura de um Programa Geral Básica Estruturas de Dados Variáveis Constantes Tipos de Dados

Leia mais

Utilizem a classe Aula.java da aula passada:

Utilizem a classe Aula.java da aula passada: Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Utilizem a classe Aula.java da aula passada: public class Aula { public static void main(string[]

Leia mais

Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos

Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Assuntos abordados Este módulo explora detalhes da construção de classes e objetos Construtores Implicações da

Leia mais

Programação Orientada a Objetos. Encapsulamento

Programação Orientada a Objetos. Encapsulamento Programação Orientada a Objetos Encapsulamento de Dados Ocultação de dados Garante a transparência de utilização dos componentes do software, facilitando: Entendimento Reuso Manutenção Minimiza as interdependências

Leia mais

Tipos agregados. Tipos estruturados

Tipos agregados. Tipos estruturados Tipos agregados ou Tipos estruturados permitem a implementação de agrupamentos de dados. exemplos: lista de valores que representam as taxas mensais de inflação durante um ano; ficha de cadastro de um

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java Linguagem Java Objetivos Compreender como desenvolver algoritmos básicos em JAVA Aprender como escrever programas na Linguagem JAVA baseando-se na Linguagem Portugol aprender as sintaxes equivalentes entre

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

Estruturas (Registros)

Estruturas (Registros) Estruturas (Registros) Agrupa conjunto de tipos de dados distintos sob um único nome string string inteiro inteiro inteiro float float Cadastro Pessoal Nome Endereço Telefone Idade Data de Nascimento Peso

Leia mais

Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java

Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java UTFPR DAELN - Disciplina de Fundamentos de Programação II ( IF62C ). 1 Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java 1)Introdução Um modelo de Diagrama de Classes representa a estrutura definida

Leia mais

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Criar a classe Aula.java com o seguinte código: public class Aula { public static void

Leia mais

APOSTILA PHP PARTE 1

APOSTILA PHP PARTE 1 APOSTILA PHP PARTE 1 1. Introdução O que é PHP? PHP significa: PHP Hypertext Preprocessor. Realmente, o produto foi originalmente chamado de Personal Home Page Tools ; mas como se expandiu em escopo, um

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos 1. Domínio e Aplicação Orientação a Objetos Um domínio é composto pelas entidades, informações e processos relacionados a um determinado contexto. Uma aplicação pode ser desenvolvida para automatizar ou

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Estrutura da linguagem de programação C Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org

Estrutura da linguagem de programação C Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org Estrutura da linguagem de programação C Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org Breve Histórico A linguagem de programação C foi criada na década de 70, por Dennis Ritchie, que a implementou,

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo Programação Orientada a Objetos em java Polimorfismo Polimorfismo Uma característica muito importante em sistemas orientados a objetos Termo proveniente do grego, e significa muitas formas Em POO, significa

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Relevância e Motivação. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java. Qualidade do Software. Objetivos. Cancelamentos.

Relevância e Motivação. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java. Qualidade do Software. Objetivos. Cancelamentos. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java Pedro de Alcântara dos Santos Neto e-mail: pasn@ufpi.edu.br Home Page: http:// www.ufpi.br/pasn Relevância e Motivação Técnicas a serem utilizadas na prática

Leia mais

Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas. Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares

Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas. Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares Objetivos Conceito de exceções Tratar exceções pelo uso de try, catch e

Leia mais

Prova de Java. 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos)

Prova de Java. 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos) Prova de Java 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos) O programa consiste em uma aplicação que simula o comportamento de dois

Leia mais

Disciplina: Programação III Conteúdo: Programação Orientada a Objetos Linguagem JAVA Página: 70

Disciplina: Programação III Conteúdo: Programação Orientada a Objetos Linguagem JAVA Página: 70 Conteúdo: Programação Orientada a Objetos Linguagem JAVA Página: 70 3.7 TRABALHANDO COM CLASSES E OBJETOS Origem: Capítulo 3 Introdução a classes e Objetos. Livro: Java Como Programar, Deitel & Deitel,

Leia mais

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS CLASSES E JAVA Disciplina: PC-II. public double getgeracaoatual() {return geracaoatual;}

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS CLASSES E JAVA Disciplina: PC-II. public double getgeracaoatual() {return geracaoatual;} 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS CLASSES E JAVA Disciplina: PC-II Exercício : Construtores são métodos especiais sem tipo de retorno (nem mesmo void) e de mesmo nome que a classe que são invocados quando da criação

Leia mais

Paradigmas de Programação

Paradigmas de Programação Paradigmas de Programação Tipos de Dados Aula 5 Prof.: Edilberto M. Silva http://www.edilms.eti.br Prof. Edilberto Silva / edilms.eti.br Tipos de Dados Sistema de tipos Tipos de Dados e Domínios Métodos

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

CONTEÚDO ORIENTAÇÃO A OBJETOS 1. INTRODUÇÃO PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS 19/08/2014. 1. Introdução. 9. Encapsulamento 2. Lógica de Programação

CONTEÚDO ORIENTAÇÃO A OBJETOS 1. INTRODUÇÃO PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS 19/08/2014. 1. Introdução. 9. Encapsulamento 2. Lógica de Programação CONTEÚDO 1. Introdução 9. Encapsulamento 2. Lógica de Programação 10. Herança 3. Variáveis 11. Polimorfismo 4. Operadores 12. Classes Abstratas PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS Walderson Shimokawa 5. Controle

Leia mais

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos Folha 6-1 Sincronização de Threads A sincronização de Threads em Java é baseada no conceito do Monitor (de Hoare). Cada objecto Java tem associado um monitor (ou lock ) que pode ser activado se a palavra

Leia mais

Sintaxe Básica de Java Parte 1

Sintaxe Básica de Java Parte 1 Sintaxe Básica de Java Parte 1 Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marcioubeno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Estrutura de Programa Um programa

Leia mais

Implementando uma Classe e Criando Objetos a partir dela

Implementando uma Classe e Criando Objetos a partir dela Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 04 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO) Parte: 2 Prof. Cristóvão Cunha Implementando uma Classe

Leia mais

Programação Orientada a Objectos - P. Prata, P. Fazendeiro. Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível.

Programação Orientada a Objectos - P. Prata, P. Fazendeiro. Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Caso de estudo O cartão fidelidade Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Definição em JAVA da classe CartaoFidelidade, que deverá apresentar uma funcionalidade semelhante

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Iniciar o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

public void setdata(data d) { data = d;

public void setdata(data d) { data = d; class Data... public class Compromisso private Data data; private int hora; private String descricao; /**java.lang.string*/ public Compromisso() public Compromisso(Data data, int hora, String descricao)

Leia mais

Java TM e o Modelo de Objetos

Java TM e o Modelo de Objetos Java TM e o Modelo de Objetos Java Deployment Course: Aula 1 por Jorge H C Fernandes (jorge@dimap.ufrn.br) DIMAp-UFRN Java e o Modelo de Objetos Objetivos desta Aula Introduzir conceitos básicos do modelo

Leia mais

Equivale a um conjunto de if 's encadeados, porém mais estruturado.

Equivale a um conjunto de if 's encadeados, porém mais estruturado. Switch (Case) Equivale a um conjunto de if 's encadeados, porém mais estruturado. switch(expressao_ordinal) ordinal_1: bloco1; ordinal_2: bloco2; default: diretiva_default; Exemplo - switch public class

Leia mais

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream> Aula 1 C é uma linguagem de programação estruturada desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios Bell entre 1969 e 1972; Algumas características: É case-sensitive, ou seja, o compilador difere letras

Leia mais

Simulado de Linguagem de Programação Java

Simulado de Linguagem de Programação Java Simulado de Linguagem de Programação Java 1. Descreva o processo de criação de programas em Java, desde a criação do código-fonte até a obtenção do resultado esperado, por meio de sua execução. Cite as

Leia mais

Orientação a Objetos com Java

Orientação a Objetos com Java Orientação a Objetos com Java Julio Cesar Nardi julionardi@yahoo.com.br 2011/2 Apresentação 3: Orientação Objetos: Conceitos Básicos Objetivos: Compreender os Conceitos Básicos da Orientação a Objetos;

Leia mais

POO Programação Orientada a Objetos. Classes em Java

POO Programação Orientada a Objetos. Classes em Java + POO Programação Orientada a Objetos Classes em Java + Classes 2 Para que a JVM crie objetos: Ela precisa saber qual classe o objeto pertence Na classe estão definidos os atributos e métodos Programamos

Leia mais

Introdução à orientação a objetos. João Tito Almeida Vianna 25/05/2013

Introdução à orientação a objetos. João Tito Almeida Vianna 25/05/2013 Introdução à orientação a objetos João Tito Almeida Vianna 25/05/2013 Roteiro Aula 2 Motivação Revisão dos conceitos da aula 1 Preparação para os exercícios Exercícios propostos 2 Motivação A orientação

Leia mais

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Orientação a Objetos em Java Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Agenda Introdução; Orientação a Objetos; Orientação a Objetos em Java; Leonardo Murta Orientação a Objetos em Java 2 Agosto/2007

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Inicie o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Modificador static e Pacotes. Alberto Costa Neto DComp - UFS

Modificador static e Pacotes. Alberto Costa Neto DComp - UFS Modificador static e Pacotes Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Modificador static Pacotes 2 Modificador static Instanciando a classe Funcionário matricula nome cpf salario salario-min getmatricula()

Leia mais

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código }

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código } Este documento tem o objetivo de demonstrar os comandos e sintaxes básicas da linguagem Java. 1. Alguns passos para criar programas em Java As primeiras coisas que devem ser abordadas para começar a desenvolver

Leia mais

15-09-2009. Membros de classe e de instância. PARTE III: Java e OO - detalhes. Exemplo 1: método. Exercício. Exemplo 1 corrigido

15-09-2009. Membros de classe e de instância. PARTE III: Java e OO - detalhes. Exemplo 1: método. Exercício. Exemplo 1 corrigido PARTE III: Java e OO - detalhes Membros de classe e instâncias Pacotes Visibilidade Classes aninhadas Membros de classe e de instância De classe Static Método não necessita de objeto para ser chamado.

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 06 Orientação a Objetos e Classes Edirlei Soares de Lima Orientação a Objetos O ser humano se relaciona com o mundo através do conceito de objetos.

Leia mais

Paradigmas da Programação PPROG. Linguagem JAVA. Interfaces. (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33

Paradigmas da Programação PPROG. Linguagem JAVA. Interfaces. (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33 PPROG Paradigmas da Programação Linguagem JAVA Interfaces (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33 PPROG Motivação para usar Interfaces Definição de Interface

Leia mais

7 RTTI e Interfaces. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.

7 RTTI e Interfaces. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes. Desenvolvimento OO com Java 7 RTTI e Interfaces Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do

Leia mais

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação III Aula 02 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação Técnica de comunicação padronizada para enviar instruções a um computador. Assim

Leia mais

Introdução. Programação. Orientada a Objetos: Reuso. Introdução. Classes Abstratas

Introdução. Programação. Orientada a Objetos: Reuso. Introdução. Classes Abstratas Introdução Programação Orientada a Objetos: Reuso Alexandre César Muniz de Oliveira Hierarquia de classes está associada a forma como se distribui conceitos (comportamentos) entre as unidades que compõem

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

Algoritmos e Programação II. Sobrecarga

Algoritmos e Programação II. Sobrecarga Algoritmos e Programação II Baseado no Material do Prof. Júlio Machado Sobrecarga Em várias linguagens é comum encontrarmos rotinas que fazem basicamente a mesma coisa, porém, têm nomes distintos porque

Leia mais