Programa de Computador que funciona em Rede

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa de Computador que funciona em Rede"

Transcrição

1 Programa de Computador que funciona em Rede professor Robinson Vida Noronha 1

2 Paradigma Um programa rodando em rede é como uma loja. 2

3 Uma loja é composta por Vendedores Vendedores 3

4 Um loja deve servir a clientes Cliente 4

5 Para cada cliente que entrar na loja, um vendedor deverá atende-lo(a). 5

6 Cliente e Vendedor trocam informações o tempo todo. Ola,... 6

7 Como representar o Cliente? O Cliente é representado pela classe java.net.socket java.net.socket 7

8 Como representar a conversa entre o Cliente e o Vendedor? java.io.objectoutputstream: escreve na stream de saída. java.io.objectinputstream: le da stream de entrada. O que pode ser escrito? Dados primitivos e objetos Java. 8

9 Exemplo de Uso do Socket - Cliente private Socket con ; private ObjectOutputStream output; private ObjectInputStream input; private String endereco = try con = new Socket(endereco,porta ); output = new ObjectOutputStream(con.getOutputStream()); InputStream s = con.getinputstream(); input = new ObjectInputStream(s); catch(java.io.ioexception er1) System.out.println(er1.getMessage()); 9

10 Como o Cliente ouve mensagens? try String mens = (String)input.readObject(); catch (java.lang.classnotfoundexception e) System.out.println("Class not found. \n"+ e.getmessage()); catch (java.io.ioexception e) System.out.println("Erro de IO. \n"+ e.getmessage()); 10

11 Como o Cliente ouve instâncias de Classe? try MinhaClasse mens = (MinhaClasse)input.readObject(); catch (java.lang.classnotfoundexception e) System.out.println("Class not found. \n"+ e.getmessage()); catch (java.io.ioexception e) System.out.println("Erro de IO. \n"+ e.getmessage()); 11

12 Como o Cliente fala mensagens? public void senddata(string m) try output.writeobject(m); output.flush(); // limpa o buffer. catch (IOException e) System.out.println( "Nao foi possivel enviar os dados.\n" + e.getmessage()); 12

13 Como é a dinamica do Cliente? O Cliente deverás ser filho de Thread ou implementar a interface Runnable Implementar o método ( void run( ) ) e todo o processo ocorre dentro desse método. 13

14 Implementação do Cliente public class ConversaComServidor implements Runnable private Socket con ; private ObjectOutputStream output; private ObjectInputStream input; private int p; // porta a ser conectado. private boolean ligado = true; private Protocolo protocolo; public ConversaComServidor(String endereco, int porta, Protocolo prot) p = porta; protocolo = prot; try con = new Socket(InetAddress.getByName(endereco),porta );... output = new ObjectOutputStream(con.getOutputStream()); InputStream s = con.getinputstream(); input = new ObjectInputStream(s); catch(java.io.ioexception er1) System.out.println (er1.getmessage()); 14

15 Implementação do Cliente: ouvidor public void run() String texto="", mens=""; while(ligado) try!mens = (String)input.readObject(); // li algo do servidor. if (mens.length() > 1) protocolo.analisemensagem(mens); if (protocolo.hasinstruction() ) senddata(protocolo.getmessage()); mens="";texto=""; catch (java.io.optionaldataexception e) System.out.println("Erro no desconectar.\n" +e.getmessage());... catch (java.lang.classnotfoundexception e) System.out.println("Class not found. \n" + e.getmessage()); catch (java.io.ioexception e) System.out.println("Erro de IO. \n"+ e.getmessage()); /* fim do while */ 15

16 Implementação do Cliente: envio de dados... public void senddata(string m) try output.writeobject(m); output.flush(); // limpa o buffer. catch (IOException e) System.out.println( "Nao foi possivel enviar os dados.\n" + e.getmessage()); public void setprotocoplo(protocolo p) protocolo = p; public void setstart(boolean v) ligado= v; // fim da classe public class Protocolo! public void analisemensagem(string m);! public boolean hasinstruction();! public String getmessage(); public boolean execute() return false; 16

17 public class ProtocoloSimples extends Protocolo private boolean doit = false; private String mensagem =, comando, mensagemderetorno;! public void analisemensagem(string mens) mensagem = ; if (mens.length() > 1) System.out.println("Recebi do servidor:"+mens); if (mens.lastindexof("[nome?]") > -1) comando = executar showinputdialog ; System.out.println("Pedido de indentificação feito pelo servidor."); if (mens.lastindexof("[exit]")>-1) System.exit(0); if (mensagem.length() > 0) doit = true; else doit = false;! public boolean hasinstruction() return doit;! public String getmessage() return mensagem; public boolean execute() if (doit) if (comando.equalsignorecase( executar showinputdialog ) ) mensagem = javax.swing.joptionpane.showinputdialog( Qual é o seu nome? ) ; return true; 17

18 Como representar o dono da loja? O Dono da Loja é representado pela classe java.net.serversocket java.net.serversocket 18

19 Dinamica da Loja O Dono da Loja fica monitorando a porta da loja. A cada cliente que entrar na loja, um Vendedor será enviado para atender esse cliente. Cada vendedor tem uma conversa privada com o seu respectivo cliente. Ao final da conversa, o vendedor não terá mais utilidade e será deletado. 19

20 As Classes Servidor e Vendedor 20

21 Início da Definição do Servidor ( Loja ) import java.io.*; import java.net.*; import java.util.*; public class Loja extends Thread!private int porta;!private ServerSocket donodalojinha;!private ObjectOutputStream output; /*fluxo de saida de dados.*/ private ObjectInputStream instream; /*fluxo de entrada de dados.*/ private Vector<Vendedor> listavendedor = new Vector<Vendedor>(); /*Vetor que guarda os vendedores */ private Vendedor vendedordavez;... 21

22 Abertura da Loja... public void conecta(int porta) /* armazena o numero da porta em uma variavel denomiada por "porta"!*/ this.porta = porta; try donodalojinha = new java.net.serversocket(porta); /* tenta se conectar com a porta.*/ catch(java.io.ioexception e)e.printstacktrace(); System.exit (1); System.out.println("A Loja estah aberta na porta " + porta + "!!"); public Loja(String n,int gate) setname(n); /*define, para o sistema operacional o nome do servico da thread*/ conecta(gate); 22

23 O Dono da Loja aguarda por clientes... public void run() while(true) try /* ServerSocket.accept() => espera por clientes. quando o cliente solicita conexao, uma instancia da classe Vendedor eh criada para representar essa conexao. */ vendedordavez =new Vendedor(donoDaLojinha.accept()); vendedordavez.start();/* thread do vendedor é disparada*/ addvendedor(vendedordavez); vendedordavez.informe( "Bem Vindo a porta : "+porta); vendedordavez.informe("[nome?]"); catch (java.io.ioexception e) // fim do while 23

24 Adiciona e Remove Vendedor private void removevendedor(vendedor j) listavendedor.remove(j); private void addvendedor (Vendedor j) listavendedor.add(j);! 24

25 A Representação do Vendedor (Classe Interna à Loja ) public class Loja extends Thread... class Vendedor extends Thread private ObjectOutputStream output; // fluxo de saida de dados. private ObjectInputStream instream;// fluxo de entrada de dados. private Socket connection; // armazena ponteiro para o servidor. private boolean noar=true; private String nome=""; // construtor da classe public Vendedor(Socket s) connection=s; // armazena a conexao com o servidor. try output = new ObjectOutputStream(s.getOutputStream()); // cria fluxo de saida de dados. instream = new ObjectInputStream(s.getInputStream()); // cria fluxo de entrada de dados. output.flush(); // limpa o Buffer. catch (IOException e)... 25

26 Dinâmica do Vendedor public void run() String fofoca; int x; while(noar) fofoca=ouvir(false); x = fofoca.indexof("bye"); // se o cliente enviou a instrucao para desconectar-se // do servidor, x armazenarah um valor superior a // (-1).! if ( x >= 0) this.noar=false;this.interrupt();! Loja.this.removeVendedor(this); System.out.println("Pedido de exclusão recebido!"); informe("[exit]"); // informa ao cliente que ele foi desconectado continue; /* busca por padrao do protocolo de comunicacao*/ informe( Eu terei o maior prazer em atende-lo(a) ); 26

27 Método de Envio de Mensagem do Vendedor para o Cliente private void informe(string m) try output.writeobject(m); output.flush(); catch (java.io.ioexception e)! System.out.println( "Erro de envio de mensagem"); this.closeconnection();! noar=false; // se um erro acontecer, entao desconectar o // Vendedor e desligar a Thread. 27

28 Método de Recebimento de Mensagem do Cliente para o Vendedor private String ouvir(boolean eco) String saida = new String(""); try saida = String.valueOf(inStream.readObject()); if (eco) System.out.println("ouvi " + saida); catch (IOException e ) System.out.println(e); catch (java.lang.classnotfoundexception clerr) System.out.println(clerr); catch (NullPointerException err)system.out.println(err);!! return saida;!! 28

29 O Cliente for embora. Hora de excluir o Vendedor. // rotina que permite retirar o Vendedor da lista // de Vendedores e desconectar o cliente do servidor. private void closeconnection() try! Loja.this.removeVendedor(this);! if (this.isalive())! this.interrupt();! // encerra a Thread. this.connection.close();!! catch (Exception exp) System.out.println("Cliente ausente"); // fim d classe vendedor. 29

30 Abertura da Loja public static void main(string[] a) Loja s = new Loja("Padaria",5555); s.start(); public class Cliente extends ConversaServidor public Cliente(int porta, Protocolo p) super(" ",porta, p);! public static void main(string[] a)! Cliente c1 = new Cliente(5555, new ProtocoloSimples());! c1.start(); 30

31 Tarefa Adaptando o exemplo apresentado, você deverá criar uma aplicação cliente-servidora. O servidor terá a função de receber dois números inteiros e deverá retornar ao cliente a o resultado da soma desses dois números. 31

Java : Comunicação Cliente-Servidor.

Java : Comunicação Cliente-Servidor. Java : Comunicação Cliente-Servidor. Objetivo: Capacitar o aluno a desenvolver uma aplicação servidora para múltiplos clientes. Apresentar as classes Socket e ServerSocket, classes de fluxo de dados, a

Leia mais

Threads e Sockets em Java. Threads em Java. Programas e Processos

Threads e Sockets em Java. Threads em Java. Programas e Processos Threads em Java Programas e Processos Um programa é um conceito estático, isto é, um programa é um arquivo em disco que contém um código executável por uma CPU. Quando este programa é executado dizemos

Leia mais

Conexão Socket na MIDP

Conexão Socket na MIDP Conexão Socket na MIDP A comunicação entre diferentes sistemas é comum na programação, e esta regra não desaparece na construção de aplicativos para pequenos dispositivos e, consequentemente, com o Java

Leia mais

Aula 30 - Sockets em Java

Aula 30 - Sockets em Java Aula 30 - Sockets em Java Sockets Sockets são estruturas que permitem que funções de software se interconectem. O conceito é o mesmo de um soquete (elétrico, telefônico, etc...), que serve para interconectar

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS COLEGIADO DE INFORMÁTICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS COLEGIADO DE INFORMÁTICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS COLEGIADO DE INFORMÁTICA Disciplina: Redes de Computadores Ano: 2007 Professor: Luiz Antonio Trabalho 1º Bimestre Cliente/Servidor

Leia mais

INF1013 MODELAGEM DE SOFTWARE

INF1013 MODELAGEM DE SOFTWARE INF1013 MODELAGEM DE SOFTWARE Departamento de Informática Ivan Mathias Filho ivan@inf.puc-rio.br Programa Capítulo 18 Sockets OLadoServidor O Lado Cliente Múltiplos Clientes 1 Programa Capítulo 18 Sockets

Leia mais

Multithreading. Programação Orientada por Objectos com Java. Ademar Aguiar. MRSC - Programação em Comunicações

Multithreading. Programação Orientada por Objectos com Java. Ademar Aguiar. MRSC - Programação em Comunicações Programação Orientada por Objectos com Java www.fe.up.pt/~aaguiar ademar.aguiar@fe.up.pt 1 Multithreading 154 Objectivos Ser capaz de: Explicar os conceitos básicos de multithreading Criar threads múltiplos

Leia mais

Java Básico. Matrícula de Alunos. Marco Antonio, Arquiteto de Software TJDF ma@marcoreis.eti.br. Novembro/2005

Java Básico. Matrícula de Alunos. Marco Antonio, Arquiteto de Software TJDF ma@marcoreis.eti.br. Novembro/2005 Java Básico Matrícula de Alunos Marco Antonio, Arquiteto de Software TJDF ma@marcoreis.eti.br Novembro/2005 Objetivos OO: trocar mensagens entre os objetos Exception: tratar exceções Análise: implementar

Leia mais

Analisar os sistemas operacionais apresentados na figura e responder as questões abaixo: Identificar

Analisar os sistemas operacionais apresentados na figura e responder as questões abaixo: Identificar Projeto Integrador Sistemas Operacionais Prof.ª Lucilia Ribeiro GTI 3 Noturno Grupo: Anderson Alves da Mota. André Luiz Silva. Misael bezerra dos santos. Sandro de almeida silva. Analisar os sistemas operacionais

Leia mais

Capítulo II Modelos de Programação Distribuída

Capítulo II Modelos de Programação Distribuída Capítulo II Modelos de Programação Distribuída From: Coulouris, Dollimore and Kindberg Distributed Systems: Concepts and Design Edition 4, Addison-Wesley 2005 From: M. Ben-Ari Principles of Concurrent

Leia mais

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação Estrutura de Dados AULA 6 Filas Estrutura de Dados A Estrutura de Dados Fila Fila é uma estrutura de dados usada em programação, que tem regras para

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

Redes de Computadores - 2010/1

Redes de Computadores - 2010/1 Redes de Computadores - 2010/1 Miniprojeto Universidade Federal do Espírito Santo - UFES Professor: Magnos Martinello 20 de maio de 2010 1 1 Proposta A proposta do trabalho é reforçar o compreendimento

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Aula 5 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Doutoranda em Ciência da Computação - UFU Mestre em Ciência da Computação UFU Bacharel em Ciência da Computação - UFJF Estrutura básica Uma aplicação

Leia mais

Programação com sockets (em Java)

Programação com sockets (em Java) com sockets (em Java) Prof. Dr. Julio Arakaki Depto. Ciência da 1 Comunicação entre processos // aplicações - é um dos mecanismos mais utilizados - Java oferece modos de utilização:. TCP ( Transmission

Leia mais

Camada de Transporte. Bruno Silvério Costa

Camada de Transporte. Bruno Silvério Costa Camada de Transporte Bruno Silvério Costa Serviços Oferecidos à camada superior Camadas de rede, transporte e aplicação. Primitivas do Serviço de Transporte As primitivas para um serviço de transporte

Leia mais

Cliente-servidor com Sockets TCP

Cliente-servidor com Sockets TCP Cliente-servidor com Sockets TCP Paulo Sérgio Almeida Grupo de Sistemas Distribuídos Departamento de Informática Universidade do Minho 2007/2008 c 2000 2007 Paulo Sérgio Almeida Cliente-servidor com Sockets

Leia mais

Sockets com Java Parte I

Sockets com Java Parte I Sockets com Java Parte I Neste artigo veremos como desenvolver aplicações em Java que podem comunicar-se via rede local ou via internet, usando sockets. Leia mais em: Sockets com Java Parte I http://www.devmedia.com.br/sockets-com-java-parte-i/

Leia mais

PROTÓTIPO TIPO DE SISTEMA DE MONITORAMENTO REMOTO UTILIZANDO TCP/IP SOBRE ETHERNET (802.3)

PROTÓTIPO TIPO DE SISTEMA DE MONITORAMENTO REMOTO UTILIZANDO TCP/IP SOBRE ETHERNET (802.3) PROTÓTIPO TIPO DE SISTEMA DE MONITORAMENTO REMOTO UTILIZANDO TCP/IP SOBRE ETHERNET (802.3) Ariberto Montibeller Junior Orientando Prof. Miguel Alexandre Wisintainer Orientador Roteiro Introdução e Objetivos

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu.

Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu. Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu.br Conceitos Arquivos permitem armazenar dados de maneira

Leia mais

THREADS EM JAVA. George Gomes Cabral

THREADS EM JAVA. George Gomes Cabral THREADS EM JAVA George Gomes Cabral THREADS Fluxo seqüencial de controle dentro de um processo. Suporte a múltiplas linhas de execução permite que múltiplos processamentos ocorram em "paralelo" (em computadores

Leia mais

Programação Paralela e Distribuída. Prof. Cidcley T. de Souza

Programação Paralela e Distribuída. Prof. Cidcley T. de Souza Programação Paralela e Distribuída Prof. Cidcley T. de Souza Conteúdo Parte I Introdução aos Sockets Tipos de Sockets Classes Java: InetAddress, Datagram Sockets, Stream Sockets, Output e Input Classes

Leia mais

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Descrição Implemente nesta atividade de laboratório um programa em Java utilizando threads

Leia mais

Programação de Redes de Computadores em Java

Programação de Redes de Computadores em Java Programação de Redes de Computadores em Java Material reescrito para os alunos da disciplina CAP312 Programação de Redes de Computadores do programa de pós-graduação em Computação Aplicada do Instituto

Leia mais

Mecanismos de Comunicação. Sockets em java (http://java.sun.com/docs/books/tutorial/networking/sockets/)

Mecanismos de Comunicação. Sockets em java (http://java.sun.com/docs/books/tutorial/networking/sockets/) Mecanismos de Comunicação Sockets em java (http://java.sun.com/docs/books/tutorial/networking/sockets/) Sockets o que é? Um socket é um mecanismo de comunicação (dois sentidos) entre dois programas a funcionar

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Sockets. Introdução. Introdução. Programando para redes em Java. mecanismo de alto nível para acessar recursos na Internet.

Sockets. Introdução. Introdução. Programando para redes em Java. mecanismo de alto nível para acessar recursos na Internet. Sockets Programando para redes em Java Introdução n O URLs e URLConnections fornecem um mecanismo de alto nível para acessar recursos na Internet. n Em aplicações de servidor de cliente, o servidor fornece

Leia mais

Comunicação via Sockets. Prof. Orlando Loques - IC/UFF. versão 26-04-2001

Comunicação via Sockets. Prof. Orlando Loques - IC/UFF. versão 26-04-2001 Comunicação via Sockets Prof. Orlando Loques - IC/UFF versão 26-04-2001 Referências: - Slides Prof. Alexandre Sztajnberg, UERJ - Capítulo 15, Applied Operating System Concepts, Silberschatz & Galvin; Wiley

Leia mais

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código }

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código } Este documento tem o objetivo de demonstrar os comandos e sintaxes básicas da linguagem Java. 1. Alguns passos para criar programas em Java As primeiras coisas que devem ser abordadas para começar a desenvolver

Leia mais

Caso 1 NetScanner Main

Caso 1 NetScanner Main Caso 1 NetScanner import java.util.scanner; import java.net.unknownhostexception; import java.util.logging.level; import java.util.logging.logger; import javax.swing.joptionpane; public class Main { System.out.println("Digite

Leia mais

A ) O cliente terá que implementar uma interface remota. . Definir a interface remota com os métodos que poderão ser acedidos remotamente

A ) O cliente terá que implementar uma interface remota. . Definir a interface remota com os métodos que poderão ser acedidos remotamente Java RMI - Remote Method Invocation Callbacks Folha 9-1 Vimos, na folha prática anterior, um exemplo muito simples de uma aplicação cliente/ servidor em que o cliente acede à referência remota de um objecto

Leia mais

Programação Orientada a Objectos - P. Prata, P. Fazendeiro. Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível.

Programação Orientada a Objectos - P. Prata, P. Fazendeiro. Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Caso de estudo O cartão fidelidade Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Definição em JAVA da classe CartaoFidelidade, que deverá apresentar uma funcionalidade semelhante

Leia mais

Módulo 5 - JDBC java.sql - Conexão com Banco de Dados

Módulo 5 - JDBC java.sql - Conexão com Banco de Dados Aplicações de Linguagem de Programação Orientada a Objetos 2ºsem/2012 (Professor: Tiago) Módulo 5 - JDBC java.sql - Conexão com Banco de Dados Fazer o download do drive de conexão com o BD: http://jdbc.postgresql.org/download.html

Leia mais

Programação de sockets com TCP

Programação de sockets com TCP Programação de sockets Objetivo: aprender a construir aplicações cliente-servidor que se comunicam usando sockets SOCKET = API (Application Program Interface) Introduzida no BSD4.1 UNIX, 1981 * Explicitamente

Leia mais

Roteiro. Introdução a Arquivos. Streams Serialização Arquivos de Acesso Randômico Exercícios. Armazenamento. Dados em vetores, listas e variáveis

Roteiro. Introdução a Arquivos. Streams Serialização Arquivos de Acesso Randômico Exercícios. Armazenamento. Dados em vetores, listas e variáveis Arquivos e Porto Alegre, novembro de 2006 Adaptado das aulas dos Profs: Isabel Manssour, Luciana Nedel, Bernardo Copstein e Júlio Machado Roteiro Serialização Arquivos de Acesso Randômico Exercícios Armazenamento

Leia mais

Programação II Java Streams. Christopher Burrows

Programação II Java Streams. Christopher Burrows Programação II Java Streams Christopher Burrows Java Streams - Introdução As aplicações informáticas consistem em trocas de dados entre duas ou mais fontes/destinos. As Streams servem para representar

Leia mais

Invocação de Métodos Remotos RMI (Remote Method Invocation)

Invocação de Métodos Remotos RMI (Remote Method Invocation) Invocação de Métodos Remotos RMI (Remote Method Invocation) Programação com Objetos Distribuídos Um sistema de objetos distribuídos permite a operação com objetos remotos A partir de uma aplicação cliente

Leia mais

Universidade Federal da Paraíba

Universidade Federal da Paraíba Universidade Federal da Paraíba Mestrado em Informática Fora de Sede Universidade Tiradentes Aracaju - Sergipe Disciplina Sistemas Operacionais Professor Jacques Philippe Sauvé Aluno José Maria Rodrigues

Leia mais

Olho por olho, e o mundo acabará cego. Mohandas Gandhi

Olho por olho, e o mundo acabará cego. Mohandas Gandhi Sockets Olho por olho, e o mundo acabará cego. Mohandas Gandhi Conectando-se a máquinas remotas. Protocolo Da necessidade de dois computadores se comunicarem surgiram diversos protocolos que permitissem

Leia mais

socket Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando sockets

socket Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando sockets Programação de Sockets Mário Meireles Teixeira. UFMA-DEINF Programação de Sockets Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando s API de Sockets: introduzida no UNIX

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Programação em Rede Baseada em Java. Luiz Affonso Guedes Tópicos em Redes de Computadores Programação Distribuída www.dca.ufrn.

Programação em Rede Baseada em Java. Luiz Affonso Guedes Tópicos em Redes de Computadores Programação Distribuída www.dca.ufrn. Programação em Rede Baseada em Java Luiz Affonso Guedes Tópicos em Redes de Computadores Programação Distribuída www.dca.ufrn.br/~affonso/cursos Definiçõs Básicas Uma rede é um conjunto de computadores

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Threads e Concorrência em Java (Material de Apoio)

Threads e Concorrência em Java (Material de Apoio) Introdução Threads e Concorrência em Java (Material de Apoio) Professor Lau Cheuk Lung http//www.inf.ufsc.br/~lau.lung INE-CTC-UFSC A maioria dos programas são escritos de modo seqüencial com um ponto

Leia mais

Fundamentos de Programaçã. ção Concorrente

Fundamentos de Programaçã. ção Concorrente Java 2 Standard Edition Fundamentos de Programaçã ção Concorrente Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Programação concorrente O objetivo deste módulo é oferecer uma introdução a Threads que permita

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos Orientação a Objetos Socketsem Java ServerSocket/ Socket Gil Eduardo de Andrade Introdução Socketssão mecanismos de comunicação entre tarefas que permitem que aplicativos, em um mesma máquina ou em máquinas

Leia mais

Encapsulamento de Dados

Encapsulamento de Dados Encapsulamento de Dados Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Modificadores de Visibilidade Especificam

Leia mais

Programação Orientada a Objetos com Java. Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br

Programação Orientada a Objetos com Java. Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br Programação Orientada a Objetos com Java Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br TRATAMENTO DE EXCEÇÕES Tratamento de Exceções O tratamento de exceções de Java envolve vários conceitos importantes:

Leia mais

Projeto de sistemas em Java. Algoritmos e Programação I. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario

Projeto de sistemas em Java. Algoritmos e Programação I. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario. Classe SimulacaoFuncionario Projeto de sistemas em Java Algoritmos e Programação I Aula 25 Profa. Márcia Cristina Moraes mmoraes@inf.pucrs.br Profa. Sílvia M. W. Moraes silvia@inf.pucrs.br Agora que já estamos manipulando com mais

Leia mais

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Orientação a Objetos em Java Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Agenda Introdução; Orientação a Objetos; Orientação a Objetos em Java; Leonardo Murta Orientação a Objetos em Java 2 Agosto/2007

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java. Threads Threads Threads. Threads

Programação Orientada a Objetos em Java. Threads Threads Threads. Threads Universidade Federal do Amazonas Departamento de Ciência da Computação IEC481 Projeto de Programas Programação Orientada a Objetos em Java Threads Threads Threads Threads Professor: César Melo Slides baseados

Leia mais

Java Threads. Introdução

Java Threads. Introdução Java Threads mleal@inf.puc-rio.br 1 Introdução O único mecanismo de concorrência suportado explicitamente pela linguagem Java é multi-threading. threading. Os mecanismos de gerenciamento e sicronização

Leia mais

Comunicação usando soquetes.

Comunicação usando soquetes. Soquetes Um soquete é definido como uma extremidade de um canal de comunicação. Um par de processos (ou threads) se comunica em uma rede utilizando um par de soquetes - um para cada processo. Um soquete

Leia mais

CAPA PARA OS CABOS DA CABEÇA

CAPA PARA OS CABOS DA CABEÇA CAPA PARA OS CABOS DA CABEÇA COMPONENTES Entre as peças entregues com este fascículo encontra-se uma espécie de tubo preto para reunir e proteger os cabos que saem da cabeça e vão ao tronco de O SEU ROBOT.

Leia mais

Desenvolvimento OO com Java Orientação a objetos básica

Desenvolvimento OO com Java Orientação a objetos básica Desenvolvimento OO com Java Orientação a objetos básica Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal

Leia mais

Licenciatura em Engenharia Informática PROVA DE TESTE PRÁTICO Sistemas Distribuídos I 2º Semestre, 2005/2006

Licenciatura em Engenharia Informática PROVA DE TESTE PRÁTICO Sistemas Distribuídos I 2º Semestre, 2005/2006 Departamento de Informática Faculdade de Ciências e Tecnologia UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Licenciatura em Engenharia Informática PROVA DE TESTE PRÁTICO Sistemas Distribuídos I 2º Semestre, 2005/2006 NOTAS:

Leia mais

Objetos Distribuídos - Programação Distribuída Orientado a Objetos. Luiz Affonso Guedes

Objetos Distribuídos - Programação Distribuída Orientado a Objetos. Luiz Affonso Guedes Objetos Distribuídos - Programação Distribuída Orientado a Objetos Luiz Affonso Guedes Introdução Conceitos básicos programação distribuída + programação orientada a objetos = Objetos distribuídos Motivação

Leia mais

Sockets em Java. Leonardo R. Nunes - leonardo@sumersoft.com. 1. Introdução. 2. Sockets TCP/IP

Sockets em Java. Leonardo R. Nunes - leonardo@sumersoft.com. 1. Introdução. 2. Sockets TCP/IP Sockets em Java Leonardo R. Nunes - leonardo@sumersoft.com 1. Introdução A comunicação entre processos de software tornou-se indispensável nos sistemas atuais. O mecanismo mais utilizado atualmente para

Leia mais

Relatório 1º Laboratório: O Java e os Sockets. Licenciatura: ETI Turma : ETC1 Grupo : rd3_t3_02 Data: 22/02/2010

Relatório 1º Laboratório: O Java e os Sockets. Licenciatura: ETI Turma : ETC1 Grupo : rd3_t3_02 Data: 22/02/2010 Licenciaturas em Informática e Gestão de Empresas, Engenharia de Telecomunicações e Informática e Engenharia Informática Redes Digitais III Relatório 1º Laboratório: O Java e os Sockets Licenciatura: ETI

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Programação de Sockets

Programação de Sockets Programação de Sockets Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando sockets Socket API introduzida no BSD4.1 UNIX, 1981 explicitamente criados, usados e liberados

Leia mais

Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados

Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados UTFPR DAELN - Disciplina de Fundamentos de Programação II ( IF62C ). 1 Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados 1) Introdução! Em algumas situações, pode ser necessário preservar os objetos

Leia mais

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ...

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ... Programação Na Web Linguagem Java Parte II Sintaxe António Gonçalves break com o nome do bloco Nome do bloco Termina o bloco class class Matrix Matrix { private private int[][] int[][] mat; mat; public

Leia mais

4 MODELAGEM DA APLICAÇÃO J2ME

4 MODELAGEM DA APLICAÇÃO J2ME 4 MODELAGEM DA APLICAÇÃO J2ME O Sistema de Apoio Policial tem como objetivo facilitar o trabalho da Polícia Militar. Utilizando tecnologias recentes descritas nos capítulos anteriores, este sistema propõe

Leia mais

Filas. Fabrício J. Barth. BandTec - Faculdade de Tecnologia Bandeirantes

Filas. Fabrício J. Barth. BandTec - Faculdade de Tecnologia Bandeirantes Filas Fabrício J. Barth BandTec - Faculdade de Tecnologia Bandeirantes Março de 2011 Tópicos Principais Introdução Interface do tipo fila Implementação de fila com vetor Implementação de fila com lista

Leia mais

Comunicação entre processos

Comunicação entre processos Comunicação entre processos Processo: um programa em execução num sistema terminal (host) Processos em sistemas distintos comunicam trocando mensagens Processo Cliente: processo que inicia a comunicação

Leia mais

Um pouco do Java. Prof. Eduardo

Um pouco do Java. Prof. Eduardo Um pouco do Java Prof. Eduardo Introdução A tecnologia JAVA é composta pela linguagem de programação JAVA e pela plataforma de desenvolvimento JAVA. Os programas são escritos em arquivos-texto com a extensão.java.

Leia mais

MIDDLEWARE Aplicativos RMI, RPC e eventos Camadas Protocolo Requesição-Respostal Middleware Representação Externa dos Dados Sistemas Operacionais

MIDDLEWARE Aplicativos RMI, RPC e eventos Camadas Protocolo Requesição-Respostal Middleware Representação Externa dos Dados Sistemas Operacionais RMI JAVA MIDDLEWARE Aplicativos RMI, RPC e eventos Protocolo Requesição-Respostal Camadas Middleware Representação Externa dos Dados Sistemas Operacionais RMI REMOTE METHOD INVOCATION Invocação remota

Leia mais

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB)

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB) Uma Introdução à Arquitetura Francisco C. R. Reverbel 1 Copyright 1998-2006 Francisco Reverbel O Object Request Broker (ORB) Via de comunicação entre objetos (object bus), na arquitetura do OMG Definido

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Iniciar o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Escola Superior de Gestão e Tecnologia. Tratamento de Exceções

Escola Superior de Gestão e Tecnologia. Tratamento de Exceções Escola Superior de Gestão e Tecnologia Tratamento de Exceções Objetivos Compreender como o tratamento de exceção e de erro funciona. Como u4lizar try, throw e catch para detectar, indicar e tratar exceções,

Leia mais

7 RTTI e Interfaces. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.

7 RTTI e Interfaces. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes. Desenvolvimento OO com Java 7 RTTI e Interfaces Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do

Leia mais

Driver Mysql para Banco de Dados. Conexão com um Banco de Dados

Driver Mysql para Banco de Dados. Conexão com um Banco de Dados Driver Mysql para Banco de Dados MySQL.: Driver.: com.mysql.jdbc.driver URL.: jdbc:mysql://localhost/nomedobanco Usuário.: root senha.: ****** Conexão com um Banco de Dados Colocar o driver do banco de

Leia mais

Programação Orientada a Objetos e Java - Introdução. Carlos Lopes

Programação Orientada a Objetos e Java - Introdução. Carlos Lopes Programação Orientada a Objetos e Java - Introdução Carlos Lopes POO e Java Objetivo: proporcionar uma visão dos conceitos de POO e do seu uso na estruturação dos programas em Java. Classes e objetos em

Leia mais

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas. Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares

Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas. Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares Objetivos Conceito de exceções Tratar exceções pelo uso de try, catch e

Leia mais

Comunicação via Sockets

Comunicação via Sockets Programação para a Plataforma Android Aula 9 Comunicação via Sockets O que são sockets? O que são data access objects? Como criar servidores de serviços distribuídos? Aplicações mulb threading simples

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 3 Invocação de Objetos

Leia mais

(Aula 17) Threads em Java

(Aula 17) Threads em Java (Aula 17) Threads em Java Difícil As Threads thread threads de emjava classificar sãogerenciadaspelajvm. podemser com user criadasdas thread ou kernel Profa. Patrícia A seguintesmaneiras: Fazendo extend

Leia mais

Programação de Sockets

Programação de Sockets Programação de Sockets Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando sockets API de Sockets introduzida no BSD4.1 UNIX, 1981 sockets são explicitamente criados, usados

Leia mais

ruirossi@ruirossi.pro.br

ruirossi@ruirossi.pro.br Tratamento de Exceções Rui Rossi dos Santos ruirossi@ruirossi.pro.br Mediador: Rui Rossi dos Santos Slide 1 o Exceção: condição anormal Introdução o Causas: Falhas na implementação Falhas na operação o

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos Folha 6-1 Sincronização de Threads A sincronização de Threads em Java é baseada no conceito do Monitor (de Hoare). Cada objecto Java tem associado um monitor (ou lock ) que pode ser activado se a palavra

Leia mais

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição Lista de Contas Lista de Contas: Assinatura null Quais são os métodos necessários? class ListaDeContas { void inserir (Conta c) { void retirar (Conta c) { Conta procurar (String num) { Listas de Contas:

Leia mais

Prova de Java. 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos)

Prova de Java. 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos) Prova de Java 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos) O programa consiste em uma aplicação que simula o comportamento de dois

Leia mais

FTP FILE F TRANSFER PROTOCOL. Tópicos

FTP FILE F TRANSFER PROTOCOL. Tópicos FTP FILE F TRANSFER PROTOCOL Tópicos Revisão da aplicação FTP Implementação simples em Java de uma conexão FTP Implementação simples em Java de um comando de transferência de arquivo Descrição dos exercícios

Leia mais

Pilhas. Fabrício J. Barth. BandTec - Faculdade de Tecnologia Bandeirantes

Pilhas. Fabrício J. Barth. BandTec - Faculdade de Tecnologia Bandeirantes Pilhas Fabrício J. Barth BandTec - Faculdade de Tecnologia Bandeirantes Fevereiro de 2011 Tópicos Principais Introdução Interface do tipo pilha Exemplo de uso: verificação de expressões Implementação de

Leia mais

Análise de Programação

Análise de Programação Análise de Programação Conceitos Avançados da Linguagem de Programação Java Prof Gilberto B Oliveira Encapsulamento Proteger o dado dentro de uma classe (capsula segura) Facilita o uso da classe por outros

Leia mais

Introdução à Tecnologia Java 02/2012. Java Aula 08. Rede: 31/10/2012. Celso Olivete Júnior. olivete@fct.unesp.br

Introdução à Tecnologia Java 02/2012. Java Aula 08. Rede: 31/10/2012. Celso Olivete Júnior. olivete@fct.unesp.br Java Aula 08 Rede: Comunicação entre processos 31/10/2012 Celso Olivete Júnior olivete@fct.unesp.br 1 Aula passada: Multithreading Celso Olivete Júnior 2 Na aula de hoje: Introdução Manipulando URLs Lendo

Leia mais

TUTORIAL JAVA AS - HTTP CLIENT COMPOSITION ENVIROMENT 7.1

TUTORIAL JAVA AS - HTTP CLIENT COMPOSITION ENVIROMENT 7.1 TUTORIAL JAVA AS - HTTP CLIENT COMPOSITION ENVIROMENT 7.1 FABIO HAIDER 2008 C O N T E Ú D O : 1 HTTP Client...3 1.1 Arquitetura...3 1.2 Usando HTTP Client...3 1.2.1 Usuário...3 1.2.2 Implementação HTTP

Leia mais

J550 Integração com Bancos de Dados

J550 Integração com Bancos de Dados J550 Integração com Bancos de Dados Helder da Rocha (helder@acm.org) www.argonavis.com.br 1 Objetivos Este módulo apresenta estratégias para conectar servlets com a camada de dados usando um DAO - Data

Leia mais

Classes Abstratas e Interfaces

Classes Abstratas e Interfaces Java Básico Classes Abstratas e Interfaces Marco Antonio, Arquiteto de Software TJDF ma@marcoreis.eti.br Novembro/2005 Classe abstrata Recurso avançado da OO Não pode ser instanciada Deve ser instanciada

Leia mais

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE.

ÇÃO COM OBJECTOS PROGRAMAÇÃ. Programação com Objectos. Programação com Objectos TUDO É UM OBJECTO TUDO É UM OBJECTO ÍNDICE. PROGRAMAÇÃ ÇÃO COM OBJECTOS TUDO É UM OBJECTO Programação com Objectos ÍNDICE Introdução aos objectos Polimorfismo TUDO É UM OBJECTO Interface e classes internas Instruções de controlo Guardar os objectos

Leia mais

Java Básico. Classes Abstratas, Exceções e Interfaces Prof. Fernando Vanini Ic-Unicamp

Java Básico. Classes Abstratas, Exceções e Interfaces Prof. Fernando Vanini Ic-Unicamp Java Básico Classes Abstratas, Exceções e Interfaces Prof. Fernando Vanini Ic-Unicamp Classes Abstratas construção de uma classe abstrata construção de classes derivadas Classes e Herança Uma classe define

Leia mais

Algoritmos e Programação II. Sobrecarga

Algoritmos e Programação II. Sobrecarga Algoritmos e Programação II Baseado no Material do Prof. Júlio Machado Sobrecarga Em várias linguagens é comum encontrarmos rotinas que fazem basicamente a mesma coisa, porém, têm nomes distintos porque

Leia mais

5 Caso de estudo O cartão fidelidade

5 Caso de estudo O cartão fidelidade 5 Caso de estudo O cartão fidelidade Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Definição em JAVA da classe CartaoFidelidade, que deverá apresentar uma funcionalidade semelhante

Leia mais