Orientação a Objetos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Orientação a Objetos"

Transcrição

1 Orientação a Objetos Socketsem Java ServerSocket/ Socket Gil Eduardo de Andrade

2 Introdução Socketssão mecanismos de comunicação entre tarefas que permitem que aplicativos, em um mesma máquina ou em máquinas distintas, conversem através da utilização do protocolo TCP/IP; Para que a comunicação ocorra é necessário especificar o IP da máquina com qual pretende-se conversar e a porta na qual a aplicação nessa máquina está respondendo; Aula 21: Socketsem Java: ServerSocket/ Socket Gil Eduardo de Andrade

3 Codificação Primeiramente, para que uma comunicação ocorra, é necessária a abertura de uma porta por parte de uma máquina servidor; Após a abertura de uma porta é possível ao servidor ouvir os pedidos de conexão de máquinas cliente;

4 A classe ServerSocket (java.net.serversocket) Para efetuar a abertura de uma porta por parte da máquina servidor, intanciamosum objeto da classe ServerSocketpassando ao seu construtor o número da porta a ser aberta: ServerSocket ss = new ServerSocket(12000);

5 A classe Socket (java.net.socket) Após abrir uma porta é necessário ouví-laa espera dos pedidos de conexão vindos das máquinas cliente, para tal utilizamos a classe Socketem conjunto com o método accept() da classe ServerSocket: Socketsock= ss.accept();

6 Criando os canais de comunicação O servidor socketfica pausado na linha Socketsock = ss.accept() a espera de uma nova conexão, no momento em que ela ocorre torna-se necessário definir canais de comunicação para envio e recebimento de dados; Para tal são utilizadas as classes: OutputStream, DataOutputStream, InputStream e DataInputStream;

7 As classes Outpute DataOutputStream (java.io.outputstream) (java.io.dataoutputstream) Para criação do canal de envio de dados são instanciados os objetos das classes OutputStream e DataOutputStream: OutputStream os = sock.getoutputstream(); DataOutputStream dos = new DataOutputStream(os);

8 Método para Recebimento de Dados Paraque seja possível enviar dados via uma conexão socketem Java utilizamos o método writeutf()da classe DataOutputStream, que recebe como parâmetro uma Stringcontendo o dado a ser enviado para o cliente: dos.writeutf( dado a ser enviado );

9 As classes Inpute DataInputStream (java.io.inputstream) (java.io.datainputstream) Para criação do canal de recebimento de dados são instanciados os objetos das classes InputStream e DataInputStream: InputStream is = sock.getinputstream(); DataInputStream dis = new DataInputStream(is);

10 Método para Recebimento de Dados Paraque seja possível receber dados via uma conexão socketem Java utilizamos o método readutf()da classe DataInputStream, que retorna uma Stringcontendo o dado enviado por um cliente: String dado_recebido = dis.readutf();

11 Fechando uma comunicação Após a transferência de dados via socketter sido concluída, torna-se necessário finalizar a comunicação, indicando ao sistema operacional a liberação da porta que havia sido reservada anteriormente, para tal utilizase o método close() da classe Socket: sock.close();

12 Exemplo: Socketem Java

13 Exemplo: Socketem Java (Servidor) O código-fonte completo encontra-se disponível na seção de exemplos desta aula.

14 Exemplo: Socketem Java (Cliente) O código-fonte completo encontra-se disponível na seção de exemplos desta aula.

Cliente-servidor com Sockets TCP

Cliente-servidor com Sockets TCP Cliente-servidor com Sockets TCP Paulo Sérgio Almeida Grupo de Sistemas Distribuídos Departamento de Informática Universidade do Minho 2007/2008 c 2000 2007 Paulo Sérgio Almeida Cliente-servidor com Sockets

Leia mais

Java 2 Standard Edition Fundamentos de

Java 2 Standard Edition Fundamentos de Java 2 Standard Edition Fundamentos de Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Sobre este módulo Este módulo pretende apenas cobrir conceitos essenciais sobre programação em rede com Java Como criar um

Leia mais

Programação com sockets (em Java)

Programação com sockets (em Java) com sockets (em Java) Prof. Dr. Julio Arakaki Depto. Ciência da 1 Comunicação entre processos // aplicações - é um dos mecanismos mais utilizados - Java oferece modos de utilização:. TCP ( Transmission

Leia mais

INF1013 MODELAGEM DE SOFTWARE

INF1013 MODELAGEM DE SOFTWARE INF1013 MODELAGEM DE SOFTWARE Departamento de Informática Ivan Mathias Filho ivan@inf.puc-rio.br Programa Capítulo 18 Sockets OLadoServidor O Lado Cliente Múltiplos Clientes 1 Programa Capítulo 18 Sockets

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos Orientação a Objetos Componentes: JTable DefaultTableModel/ MouseListener Gil Eduardo de Andrade A classe JTable (import java.swing.jtable) A classe JTablepermite a inserção de tabelas de dados em formulários

Leia mais

Sockets em Java. Leonardo R. Nunes - leonardo@sumersoft.com. 1. Introdução. 2. Sockets TCP/IP

Sockets em Java. Leonardo R. Nunes - leonardo@sumersoft.com. 1. Introdução. 2. Sockets TCP/IP Sockets em Java Leonardo R. Nunes - leonardo@sumersoft.com 1. Introdução A comunicação entre processos de software tornou-se indispensável nos sistemas atuais. O mecanismo mais utilizado atualmente para

Leia mais

Sistemas Distribuídos Java Sockets

Sistemas Distribuídos Java Sockets Sistemas Distribuídos Java Sockets Departamento de Informática, UFMA Graduação em Ciência da Computação Francisco José da Silva e Silva 1 Introdução a Java Sockets Socket é o ponto final de um enlace de

Leia mais

Conexão Socket na MIDP

Conexão Socket na MIDP Conexão Socket na MIDP A comunicação entre diferentes sistemas é comum na programação, e esta regra não desaparece na construção de aplicativos para pequenos dispositivos e, consequentemente, com o Java

Leia mais

Capítulo II Modelos de Programação Distribuída

Capítulo II Modelos de Programação Distribuída Capítulo II Modelos de Programação Distribuída From: Coulouris, Dollimore and Kindberg Distributed Systems: Concepts and Design Edition 4, Addison-Wesley 2005 From: M. Ben-Ari Principles of Concurrent

Leia mais

Implementando comunicação em JAVA via Sockets. Alcides Calsavara - alcides@ppgia.pucpr.br Leonardo R. Nunes - leonardo@sumersoft.

Implementando comunicação em JAVA via Sockets. Alcides Calsavara - alcides@ppgia.pucpr.br Leonardo R. Nunes - leonardo@sumersoft. Implementando comunicação em JAVA via Sockets Alcides Calsavara - alcides@ppgia.pucpr.br Leonardo R. Nunes - leonardo@sumersoft.com Sockets Utilizado para comunicação entre processos; Compreendendo Sockets

Leia mais

Programa de Computador que funciona em Rede

Programa de Computador que funciona em Rede Programa de Computador que funciona em Rede professor Robinson Vida Noronha 1 Paradigma Um programa rodando em rede é como uma loja. 2 Uma loja é composta por Vendedores Vendedores 3 Um loja deve servir

Leia mais

Olho por olho, e o mundo acabará cego. Mohandas Gandhi

Olho por olho, e o mundo acabará cego. Mohandas Gandhi Sockets Olho por olho, e o mundo acabará cego. Mohandas Gandhi Conectando-se a máquinas remotas. Protocolo Da necessidade de dois computadores se comunicarem surgiram diversos protocolos que permitissem

Leia mais

socket Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando sockets

socket Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando sockets Programação de Sockets Mário Meireles Teixeira. UFMA-DEINF Programação de Sockets Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando s API de Sockets: introduzida no UNIX

Leia mais

Caso 1 NetScanner Main

Caso 1 NetScanner Main Caso 1 NetScanner import java.util.scanner; import java.net.unknownhostexception; import java.util.logging.level; import java.util.logging.logger; import javax.swing.joptionpane; public class Main { System.out.println("Digite

Leia mais

Passagem de Mensagens

Passagem de Mensagens Passagem de Mensagens Francisco José da Silva e Silva Laboratório de Sistemas Distribuídos (LSD) Departamento de Informática / UFMA http://www.lsd.deinf.ufma.br 22 de novembro de 2011 Francisco Silva (UFMA/LSD)

Leia mais

Programação de Redes de Computadores em Java

Programação de Redes de Computadores em Java Programação de Redes de Computadores em Java Material reescrito para os alunos da disciplina CAP312 Programação de Redes de Computadores do programa de pós-graduação em Computação Aplicada do Instituto

Leia mais

Programação em Rede Baseada em Java. Luiz Affonso Guedes Tópicos em Redes de Computadores Programação Distribuída www.dca.ufrn.

Programação em Rede Baseada em Java. Luiz Affonso Guedes Tópicos em Redes de Computadores Programação Distribuída www.dca.ufrn. Programação em Rede Baseada em Java Luiz Affonso Guedes Tópicos em Redes de Computadores Programação Distribuída www.dca.ufrn.br/~affonso/cursos Definiçõs Básicas Uma rede é um conjunto de computadores

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos Orientação a Objetos Conexão:Banco de Dado MySQL JDBC / DriverManager/ ResultSet Gil Eduardo de Andrade O pacote MySQL-Connector Quando utilizamos o Banco de Dados MySQL, integrado a linguagem Java, necessitamos

Leia mais

Java : Comunicação Cliente-Servidor.

Java : Comunicação Cliente-Servidor. Java : Comunicação Cliente-Servidor. Objetivo: Capacitar o aluno a desenvolver uma aplicação servidora para múltiplos clientes. Apresentar as classes Socket e ServerSocket, classes de fluxo de dados, a

Leia mais

Programação: Sockets em Java

Programação: Sockets em Java Programação: Sockets em Java Redes de Computadores Glauco Antonio Ludwig Leonardo Lemes Fagundes Roteiro Programação usando Sockets Sockets com TCP Exemplo de aplicação Sockets com UDP Exercício Bibliografia

Leia mais

Comunicação por sockets

Comunicação por sockets Comunicação por sockets Prof. Marcos Barretto 1.Introdução A comunicação entre máquinas é fundamental na integração de sistemas, como em: Máquinas de comando numérico recebendo programas de sistemas CAD

Leia mais

Sockets. Bruno Guimarães Lucas Rossini

Sockets. Bruno Guimarães Lucas Rossini Sockets Bruno Guimarães Lucas Rossini Introdução Comunicação entre processos: Memória compartilhada Memória distribuída - Mensagens pela rede Um sistema distribuído é ausente de memória compartilhada,

Leia mais

Ficheiros. Ficheiros - Motivação. Streams. Entrada Binária. Não. Ficheiro

Ficheiros. Ficheiros - Motivação. Streams. Entrada Binária. Não. Ficheiro Ficheiros - Motivação Ficheiros Exemplo Suponha que desenvolve um programa para a calcular a média aritmética da primeira prova de frequência de uma turma e passado algum tempo realiza uma segunda prova

Leia mais

Programação de sockets com TCP

Programação de sockets com TCP Programação de sockets Objetivo: aprender a construir aplicações cliente-servidor que se comunicam usando sockets SOCKET = API (Application Program Interface) Introduzida no BSD4.1 UNIX, 1981 * Explicitamente

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DE SOCKETS E THREADS NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CLIENTE / SERVIDOR: UM ESTUDO EM VB.NET

IMPLEMENTAÇÃO DE SOCKETS E THREADS NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CLIENTE / SERVIDOR: UM ESTUDO EM VB.NET 1 IMPLEMENTAÇÃO DE SOCKETS E THREADS NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CLIENTE / SERVIDOR: UM ESTUDO EM VB.NET Daniel da Silva Carla E. de Castro Franco Diogo Florenzano Avelino daniel.silva1@ext.mpsa.com

Leia mais

Aula 30 - Sockets em Java

Aula 30 - Sockets em Java Aula 30 - Sockets em Java Sockets Sockets são estruturas que permitem que funções de software se interconectem. O conceito é o mesmo de um soquete (elétrico, telefônico, etc...), que serve para interconectar

Leia mais

Sistemas Operacionais:

Sistemas Operacionais: Sistemas Operacionais: Sistemas Distribuídos e Programação em Redes de Computadores Dierone Cesar Foltran Junior dcfoltran at yahoo.com Sistemas Distribuídos Sistemas Computacionais Distribuídos Lamport:

Leia mais

Programação de Sockets

Programação de Sockets Programação de Sockets Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando sockets Socket API introduzida no BSD4.1 UNIX, 1981 explicitamente criados, usados e liberados

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS COLEGIADO DE INFORMÁTICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS COLEGIADO DE INFORMÁTICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS COLEGIADO DE INFORMÁTICA Disciplina: Redes de Computadores Ano: 2007 Professor: Luiz Antonio Trabalho 1º Bimestre Cliente/Servidor

Leia mais

Programação II Java Streams. Christopher Burrows

Programação II Java Streams. Christopher Burrows Programação II Java Streams Christopher Burrows Java Streams - Introdução As aplicações informáticas consistem em trocas de dados entre duas ou mais fontes/destinos. As Streams servem para representar

Leia mais

4 MODELAGEM DA APLICAÇÃO J2ME

4 MODELAGEM DA APLICAÇÃO J2ME 4 MODELAGEM DA APLICAÇÃO J2ME O Sistema de Apoio Policial tem como objetivo facilitar o trabalho da Polícia Militar. Utilizando tecnologias recentes descritas nos capítulos anteriores, este sistema propõe

Leia mais

Programação Paralela e Distribuída. Prof. Cidcley T. de Souza

Programação Paralela e Distribuída. Prof. Cidcley T. de Souza Programação Paralela e Distribuída Prof. Cidcley T. de Souza Conteúdo Parte I Introdução aos Sockets Tipos de Sockets Classes Java: InetAddress, Datagram Sockets, Stream Sockets, Output e Input Classes

Leia mais

FTP FILE F TRANSFER PROTOCOL. Tópicos

FTP FILE F TRANSFER PROTOCOL. Tópicos FTP FILE F TRANSFER PROTOCOL Tópicos Revisão da aplicação FTP Implementação simples em Java de uma conexão FTP Implementação simples em Java de um comando de transferência de arquivo Descrição dos exercícios

Leia mais

Modelo Cliente/Servidor e Introdução a Sockets

Modelo Cliente/Servidor e Introdução a Sockets Modelo Cliente/Servidor e Introdução a Sockets MC 833 Programação em s de Computadores Instituto de Computação UNICAMP Juliana Freitag Borin O modelo OSI de 7 camadas Nó origem Nó destino Apresentação

Leia mais

Sockets. Introdução. Introdução. Programando para redes em Java. mecanismo de alto nível para acessar recursos na Internet.

Sockets. Introdução. Introdução. Programando para redes em Java. mecanismo de alto nível para acessar recursos na Internet. Sockets Programando para redes em Java Introdução n O URLs e URLConnections fornecem um mecanismo de alto nível para acessar recursos na Internet. n Em aplicações de servidor de cliente, o servidor fornece

Leia mais

Cliente-servidor com Sockets TCP

Cliente-servidor com Sockets TCP Cliente-servidor com Sockets TCP Paulo Sérgio Almeida Grupo de Sistemas Distribuídos Departamento de Informática Universidade do Minho 2006/2007 c 2000 2006 Paulo Sérgio Almeida Cliente-servidor com Sockets

Leia mais

Tipos de Servidores. Servidores com estado

Tipos de Servidores. Servidores com estado Tipos de Servidores Com Estado X Sem Estado Sequenciais X Concorrentes Com Conexão X Sem Conexão Servidores com estado Servidores com estado armazenam informação sobre cada cliente. Operações podem ser

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Aula 5 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Doutoranda em Ciência da Computação - UFU Mestre em Ciência da Computação UFU Bacharel em Ciência da Computação - UFJF Estrutura básica Uma aplicação

Leia mais

Sockets com Java Parte I

Sockets com Java Parte I Sockets com Java Parte I Neste artigo veremos como desenvolver aplicações em Java que podem comunicar-se via rede local ou via internet, usando sockets. Leia mais em: Sockets com Java Parte I http://www.devmedia.com.br/sockets-com-java-parte-i/

Leia mais

Sockets e Threads em Java

Sockets e Threads em Java Sockets e Threads em Java U N I V E R S I D A D E T E C N O L Ó G I C A F E D E R A L D O P A R A N Á D E P A R T A M E N T O A C A D Ê M I C O D E E L E T R Ô N I C A P R O F. V I T O R Y A N O Comunicação

Leia mais

Comunicação via Sockets. Prof. Orlando Loques - IC/UFF. versão 26-04-2001

Comunicação via Sockets. Prof. Orlando Loques - IC/UFF. versão 26-04-2001 Comunicação via Sockets Prof. Orlando Loques - IC/UFF versão 26-04-2001 Referências: - Slides Prof. Alexandre Sztajnberg, UERJ - Capítulo 15, Applied Operating System Concepts, Silberschatz & Galvin; Wiley

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Sistemas de Telecomunicações

Sistemas de Telecomunicações Departamento de Engenharia Electrotécnica Sistemas de Telecomunicações 2014/2015 Trabalho 1: Aplicação sobre sockets procurador web Mestrado integrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores http://tele1.dee.fct.unl.pt

Leia mais

Sockets em Ruby. Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Programação para Redes

Sockets em Ruby. Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Programação para Redes Sockets em Ruby Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Programação para Redes Sockets em Ruby A biblioteca padrão de Ruby oferece um conjunto de classes para a manipulação de sockets. require socket

Leia mais

Java NET: Interaja com a Internet. Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Java NET: Interaja com a Internet Maio, 2011 1

Java NET: Interaja com a Internet. Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Java NET: Interaja com a Internet Maio, 2011 1 Java NET: Interaja com a Internet Ricardo Terra rterrabh [at] gmail.com Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Java NET: Interaja com a Internet Maio, 2011 1 CV Nome: Ricardo Terra Email: rterrabh [at]

Leia mais

Programação de Sockets em C/C++

Programação de Sockets em C/C++ Programação de Sockets em C/C++ Redes de Comunicação 2011/2012 1 Programação de Sockets em C/C++ 2 TCP 3 UDP Introdução Os sockets são um método de criar conexão entre processos, independente do protocolo.

Leia mais

Mecanismos de Comunicação. Sockets em java (http://java.sun.com/docs/books/tutorial/networking/sockets/)

Mecanismos de Comunicação. Sockets em java (http://java.sun.com/docs/books/tutorial/networking/sockets/) Mecanismos de Comunicação Sockets em java (http://java.sun.com/docs/books/tutorial/networking/sockets/) Sockets o que é? Um socket é um mecanismo de comunicação (dois sentidos) entre dois programas a funcionar

Leia mais

Aula 2 Arquitetura de Redes. Prof. Dr. S. Motoyama

Aula 2 Arquitetura de Redes. Prof. Dr. S. Motoyama Aula 2 Arquitetura de Redes Prof. Dr. S. Motoyama 1 Arquitetura em camadas Arquitetura de RC Estruturar em camadas é decompor o problema de construção de uma rede em componentes gerenciáveis. A estruturação

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 6 FTP

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 6 FTP PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 6 FTP Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 FTP - Historia File Transfer Protocol FTP; O primeiro protocolo

Leia mais

Capítulo 6. Java IO - Ficheiros

Capítulo 6. Java IO - Ficheiros Capítulo 6. Java IO - Ficheiros 1/26 Índice Indice 6.1 - Entrada e saída de dados 6.2 - Ficheiros de texto 6.3 - Ficheiros com formato proprietário 6.4 - A classe File 2/26 Índice 6.1 Entrada e saída de

Leia mais

Para que seja instalado o Bematef Total, é necessário que o computador onde seja efetuada a instalação

Para que seja instalado o Bematef Total, é necessário que o computador onde seja efetuada a instalação Rafael Ferreira Rodrigues REVISADO POR: Raquel Marques APROVADO POR: Renato Reguera dos Santos 1 - Objetivo Descrever o processo de instalação do Bematef Total. 2 - Campos de Aplicação É aplicável a área

Leia mais

Firewalls, um pouco sobre...

Firewalls, um pouco sobre... Iptables Firewalls, um pouco sobre... Firewalls Realizam a filtragem de pacotes Baseando-se em: endereço/porta de origem; endereço/porta de destino; protocolo; Efetuam ações: Aceitar Rejeitar Descartar

Leia mais

Network Programming. Conceitos Básicos A classe InetAddress Programação de Socket TCP Programação de Socket UDP

Network Programming. Conceitos Básicos A classe InetAddress Programação de Socket TCP Programação de Socket UDP Network Programming Conceitos Básicos A classe InetAddress Programação de Socket TCP Programação de Socket UDP Conceitos Básicos Internet e seus serviços TCP/IP IP UPD vs TCP InetAddress Classe usada para

Leia mais

Manual do Desenvolvedor Criptografia de Arquivos do WebTA

Manual do Desenvolvedor Criptografia de Arquivos do WebTA Manual do Desenvolvedor Criptografia de Arquivos do WebTA Versão 1.4 Índice 1. Objetivo..3 2. Processo..3 3. API de Criptografia - Biblioteca Java..4 3.1 WEBTACryptoUtil..4 3.1.1 decodekeyfile..4 3.1.2

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Comunicação Inter-Processos Sockets e Portas Introdução Sistemas distribuídos consistem da comunicação entre processos

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Group Folha no servidor...6

Leia mais

Para contornar a situação, devemos configurar o acesso ao servidor da CAIXA fora do Filtro Web.

Para contornar a situação, devemos configurar o acesso ao servidor da CAIXA fora do Filtro Web. Introdução HOW TO Página: 1 de 5 O presente documento esclarece a causa do problema de acesso ao site da CAIXA através do Filtro Web e explica qual a configuração que deve ser feita para contornar essa

Leia mais

Roteiro. Introdução a Arquivos. Streams Serialização Arquivos de Acesso Randômico Exercícios. Armazenamento. Dados em vetores, listas e variáveis

Roteiro. Introdução a Arquivos. Streams Serialização Arquivos de Acesso Randômico Exercícios. Armazenamento. Dados em vetores, listas e variáveis Arquivos e Porto Alegre, novembro de 2006 Adaptado das aulas dos Profs: Isabel Manssour, Luciana Nedel, Bernardo Copstein e Júlio Machado Roteiro Serialização Arquivos de Acesso Randômico Exercícios Armazenamento

Leia mais

Comunicação em Sistemas Distribuídos. Conceitos: Paradigma C/S. Conceitos: Paradigma C/S. Paradigma Cliente/Servidor

Comunicação em Sistemas Distribuídos. Conceitos: Paradigma C/S. Conceitos: Paradigma C/S. Paradigma Cliente/Servidor Comunicação em Sistemas Distribuídos Paradigma / Os processos em um SD estão lógica e fisicamente separados. Precisam se comunicar para que possam interagir O desempenho de um SD depende criticamente do

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com Mecanismos de Comunicação Voltando ao exemplo da calculadora... Rede local

Leia mais

Exemplos práticos do uso de RMI em sistemas distribuídos

Exemplos práticos do uso de RMI em sistemas distribuídos Sistemas Distribuídos PPGCC PUCRS Abril/2007 Exemplos práticos do uso de RMI em sistemas distribuídos Elder de Macedo Rodrigues Guilherme Montez Guindani Leonardo Albernaz Amaral Fábio Delamare Cronograma

Leia mais

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Descrição Implemente nesta atividade de laboratório um programa em Java utilizando threads

Leia mais

Programação de Sockets

Programação de Sockets Programação de Sockets Objetivo: aprender a construir aplicações cliente/servidor que se comunicam usando sockets API de Sockets introduzida no BSD4.1 UNIX, 1981 sockets são explicitamente criados, usados

Leia mais

WebSphere MQ Everyplace V2.0.2

WebSphere MQ Everyplace V2.0.2 WebSphere MQ Everyplace V2.0.2 ii WebSphere MQ Everyplace V2.0.2 Índice Configurando Comunicações..... 1 Considerações sobre o Sistema Operacional....1 Atributos...............1 Mensagens...............1

Leia mais

Camada de Transporte. Bruno Silvério Costa

Camada de Transporte. Bruno Silvério Costa Camada de Transporte Bruno Silvério Costa Serviços Oferecidos à camada superior Camadas de rede, transporte e aplicação. Primitivas do Serviço de Transporte As primitivas para um serviço de transporte

Leia mais

Um pouco do Java. Prof. Eduardo

Um pouco do Java. Prof. Eduardo Um pouco do Java Prof. Eduardo Introdução A tecnologia JAVA é composta pela linguagem de programação JAVA e pela plataforma de desenvolvimento JAVA. Os programas são escritos em arquivos-texto com a extensão.java.

Leia mais

Programação Orientada a Objetos com Java. Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br

Programação Orientada a Objetos com Java. Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br Programação Orientada a Objetos com Java Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br TRATAMENTO DE EXCEÇÕES Tratamento de Exceções O tratamento de exceções de Java envolve vários conceitos importantes:

Leia mais

5 Sistema Experimental

5 Sistema Experimental 5 Sistema Experimental Este capitulo apresenta o sistema experimental utilizado e é composto das seguintes seções: - 5.1 Robô ER1: Descreve o robô utilizado. É dividida nas seguintes subseções: - 5.1.1

Leia mais

EMENTA DO CURSO. Tópicos:

EMENTA DO CURSO. Tópicos: EMENTA DO CURSO O Curso Preparatório para a Certificação Oracle Certified Professional, Java SE 6 Programmer (Java Básico) será dividido em 2 módulos e deverá ter os seguintes objetivos e conter os seguintes

Leia mais

Threads e Sockets em Java. Threads em Java. Programas e Processos

Threads e Sockets em Java. Threads em Java. Programas e Processos Threads em Java Programas e Processos Um programa é um conceito estático, isto é, um programa é um arquivo em disco que contém um código executável por uma CPU. Quando este programa é executado dizemos

Leia mais

Orientação a Objetos. Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java. Gil Eduardo de Andrade

Orientação a Objetos. Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java. Gil Eduardo de Andrade Orientação a Objetos Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java Gil Eduardo de Andrade Conceitos: Orientação a Objeto Introdução Abordagem típica no desenvolvimento de sistemas complexos; Consiste

Leia mais

Comunicação entre processos

Comunicação entre processos Comunicação entre processos Processo: um programa em execução num sistema terminal (host) Processos em sistemas distintos comunicam trocando mensagens Processo Cliente: processo que inicia a comunicação

Leia mais

OMT-G Design. Instalação por pacotes

OMT-G Design. Instalação por pacotes OMT-G Design A plataforma Eclipse OMT-G Design não é um software independente, é um plug-in que se utiliza dos mecanismos de extensão do Eclipse que por sua vez é um ambiente de desenvolvimento de software.

Leia mais

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015)

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Desenvolvimento de aplicações de rede UDP e TCP 1 Protocolo UDP ( User Datagram Protocol ) Tal como o nome indica, trata-se de um serviço de datagramas, ou seja

Leia mais

Índice. Para encerrar um atendimento (suporte)... 17. Conversa... 17. Adicionar Pessoa (na mesma conversa)... 20

Índice. Para encerrar um atendimento (suporte)... 17. Conversa... 17. Adicionar Pessoa (na mesma conversa)... 20 Guia de utilização Índice Introdução... 3 O que é o sistema BlueTalk... 3 Quem vai utilizar?... 3 A utilização do BlueTalk pelo estagiário do Programa Acessa Escola... 5 A arquitetura do sistema BlueTalk...

Leia mais

API de Integração VB 6+

API de Integração VB 6+ Desenvolvedores API de Integração VB 6+ Versão 1.1.3 (17/06/2015) Vonix Av. Dr. Paulo Machado, 489 Campo Grande MS 79021-300 T 67 33180700 F 67 33180701 contato@vonix.com.br www.vonix.com.br Visão Geral

Leia mais

Exemplos práticos do uso de RMI em sistemas distribuídos

Exemplos práticos do uso de RMI em sistemas distribuídos Exemplos práticos do uso de RMI em sistemas distribuídos Elder de Macedo Rodrigues, Guilherme Montez Guindani, Leonardo Albernaz Amaral 1 Fábio Delamare 2 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande

Leia mais

Unidade Curricular Redes I Prof. Eduardo Maroñas Monks Roteiro de Laboratório Ethernet/Auto-negociação/Largura de Banda

Unidade Curricular Redes I Prof. Eduardo Maroñas Monks Roteiro de Laboratório Ethernet/Auto-negociação/Largura de Banda Unidade Curricular Redes I Prof. Eduardo Maroñas Monks Roteiro de Laboratório Ethernet/Auto-negociação/Largura de Banda Objetivos: Analisar o mecanismo de auto-negociação de conexão Ethernet. Analisar

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Prof. Marcelo Gonçalves Rubinstein Programa de Pós-Graduação em Engenharia Eletrônica Faculdade de Engenharia Universidade do Estado do Rio de Janeiro Ementa Introdução a Redes de

Leia mais

1.264 Lição 11. Fundamentos da Web

1.264 Lição 11. Fundamentos da Web 1.264 Lição 11 Fundamentos da Web Navegadores e servidores da Web A Internet é apenas um conjunto de redes interconectadas livremente. Um conjunto de redes de área local conectado via redes de área ampla

Leia mais

Arquivos. Profa. Thienne Johnson EACH/USP

Arquivos. Profa. Thienne Johnson EACH/USP Arquivos Profa. Thienne Johnson EACH/USP Java, como programar, 6ª edição Deitel & Deitel Capítulo 14 Programadores utilizam arquivos para armazenar dados a longo prazo Dados armazenados em arquivos são

Leia mais

1. Considerações... 3. 2. Introdução... 3. 3. Configurações necessárias... 3. 3.1. Configurações no Ambiente de rede do Windows...

1. Considerações... 3. 2. Introdução... 3. 3. Configurações necessárias... 3. 3.1. Configurações no Ambiente de rede do Windows... 1 ÍNDICE 1. Considerações... 3 2. Introdução... 3 3. Configurações necessárias... 3 3.1. Configurações no Ambiente de rede do Windows... 3 3.2. Configuração do Internet Explorer... 4 3.3. Software gerenciador

Leia mais

U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares ===== Manual de Rede Interna ===== Manual. Rede Interna

U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares ===== Manual de Rede Interna ===== Manual. Rede Interna 1 Manual Rede Interna 01 COLOCANDO O COMPUTADOR EM REDE 2 01.01 Entenda como funciona o processo de conexão em rede do sistema U3: a) SERVIDOR DE DADOS é o computador da sua rede interna que será designado

Leia mais

AJUSTANDO SEU NAVEGADOR PARA ACESSAR CORRETAMENTE A INTERNET NA REDE UERN

AJUSTANDO SEU NAVEGADOR PARA ACESSAR CORRETAMENTE A INTERNET NA REDE UERN AJUSTANDO SEU NAVEGADOR PARA ACESSAR CORRETAMENTE A INTERNET NA REDE UERN O primeiro aspecto a ser considerado é Navegador de Internet que deve ser utilizado. A UPD recomenda sempre o uso do navegador

Leia mais

Redes de Computadores I - Projeto Final

Redes de Computadores I - Projeto Final Redes de Computadores I - Projeto Final por Helcio Wagner da Silva Sumário Introdução... 3 1. Primeira fase: projeto e implementação da Chamada Eletrônica... 3 2. Segunda fase: projeto das Sub-redes...

Leia mais

Aula Prática. Comunicação em SOCKTS. Disciplina: INF01151

Aula Prática. Comunicação em SOCKTS. Disciplina: INF01151 Aula Prática Comunicação em SOCKTS Disciplina: INF01151 Prof. Dr. Cláudio Fernando Resin Geyer Monitor: Julio Anjos Agenda 1 - Objetivo Apresentar na prática a comunicação entre processos usando sockets

Leia mais

Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010.

Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010. Manual de Configuração Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução

Leia mais

SPARK - Comunicador Instantâneo MANUAL DO USUÁRIO

SPARK - Comunicador Instantâneo MANUAL DO USUÁRIO SPARK - Comunicador Instantâneo MANUAL DO USUÁRIO BOA VISTA/RR NOVEMBRO DE 2011 Este manual tem por finalidade esclarecer o funcionamento do SPARK ao servidor interessado em usar este comunicador instantâneo.

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Modelo Cliente-Servidor: comunicação orientada por mensagem e comunicação orientada por fluxo Prof. MSc. Hugo Souza Continuando o módulo 03 da primeira unidade, iremos abordar sobre

Leia mais

Computação Distribuída

Computação Distribuída Roteiro da aula Sockets 1. UDP (User Datagram Protocol) 2. TCP ( (Transmission Control Protocol) 3. IP Multicast Invocação de Método M Remoto usando CORBA 1. Introdução 2. Modelo de Objeto 3. Entender

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Prof. Ricardo Ribeiro dos Santos ricrs@ec.ucdb.br

Sistemas Distribuídos. Prof. Ricardo Ribeiro dos Santos ricrs@ec.ucdb.br Sistemas Distribuídos Prof. Ricardo Ribeiro dos Santos ricrs@ec.ucdb.br Curso de Engenharia de Computação UCDB Julho/2003 Relembrando... Encapsulamento nas camadas de rede e protocolos 2-2 Relembrando...

Leia mais

NETALARM GATEWAY Manual Usuário

NETALARM GATEWAY Manual Usuário NETALARM GATEWAY Manual Usuário 1 Índice 1. Introdução... 3 2. Requisitos de Instalação... 3 3. Instalação... 3 4. Iniciando o programa... 5 4.1. Aba Serial... 5 4.2. Aba TCP... 6 4.3. Aba Protocolo...

Leia mais

AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS

AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS Manual de Instalação Tempro Software StavTISS Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3. INSTALAÇÃO... 4 4.

Leia mais

Instalação Microsoft SQL Server Express 2008 Guia de Referência Rápida

Instalação Microsoft SQL Server Express 2008 Guia de Referência Rápida APRESENTAÇÃO Obrigado por escolher a Solid Invent. Este guia tem como objetivo explicar como deve ser realizada a instalação do Microsoft SQL Server Express 2008 R2 SP2, banco de dados utilizado pelos

Leia mais

Ao ligar o equipamento, você verá a mensagem abaixo, o objetivo dela é fazer a configuração mínima para LOGAR ao servidor da Internet.

Ao ligar o equipamento, você verá a mensagem abaixo, o objetivo dela é fazer a configuração mínima para LOGAR ao servidor da Internet. MANUAL DE OPERAÇÃO DO NET MACHINE VOCÊ NÃO NECESSITA MAIS DE UM COMPUTADOR PARA CONVERSAR COM ALGUÉM QUE ESTA NO MIRC NET MACHINE É UM PLACA ELETRÔNICA DE BAIXO CUSTO A PLACA TAMBEM PODE MANDAR E LER E-MAILS

Leia mais

INF01018 Aula Prática 1 Cliente-Servidor e Multicast

INF01018 Aula Prática 1 Cliente-Servidor e Multicast 1 / 30 INF01018 Aula Prática 1 Cliente-Servidor e Multicast Lucas Mello Schnorr, Alexandre Silva Caríssimi {lmschnorr,asc}@inf.ufrgs.br http://www.inf.ufrgs.br/ lmschnorr/ad/ INF01018 Sistemas Operacionais

Leia mais

Modulo IIb Java Networking Programming

Modulo IIb Java Networking Programming Modulo IIb Java Networking Programming Prof. Ismael H F Santos April 05 Prof. Ismael H. F. Santos - ismael@tecgraf.puc-rio.br 1 Ementa Modulo IIb Networking em JAVA Networking April 05 Prof. Ismael H.

Leia mais

ATIVIDADE 1. Redes Windows. 1.1 Histórico do SMB

ATIVIDADE 1. Redes Windows. 1.1 Histórico do SMB ATIVIDADE 1 Redes Windows Falar sobre Samba e redes mistas Windows / Linux, sem antes explicar o conceito básico de uma rede não parece correto e ao mesmo tempo, perder páginas e mais páginas explicando

Leia mais

STREAMS (FLUXOS) EM JAVA uma Introdução

STREAMS (FLUXOS) EM JAVA uma Introdução STREAMS (FLUXOS) EM JAVA uma Introdução Miguel Jonathan DCC-IM/UFRJ (rev. maio 2010) A palavra stream em inglês significa um "fluxo de água", como um riacho. A idéia que transmite é de algo fluindo continuamente,

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Aula 4 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Doutoranda em Ciência da Computação - UFU Mestre em Ciência da Computação UFU Bacharel em Ciência da Computação - UFJF Migração de Código Em

Leia mais