ESCOLA DE MEDICINA FAMILIAR /Primavera 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESCOLA DE MEDICINA FAMILIAR /Primavera 2015"

Transcrição

1

2 Apresentação Formação Médica Contínua ESCOLA DE MEDICINA FAMILIAR /Primavera 2015 Peniche - Consolação 6 a 9 de Maio de 2015 Local: Hotel Atlântico Golf **** Praia da Consolação Atouguia da Baleia - Peniche Telf ; Fax Horários: 4ª feira: Tarde: 14h00 20h30m 5ª e 6ª feira: Manhã: 8h30m 12h50m Tarde: 14h00 20h30m Sábado: Manhã: 8h30m 13h00 2

3 6 a 9 de Maio 2015 Cursos 1. CURSO SAÚDE DOS ADOLESCENTES Coordenador Científico: Dra Leonor Sassetti Coordenadora Pedagógica: Dra Manuela Ambrosio Número máximo de formandos: 30 Objetivo Geral Adolescente: o estado da arte Melhorar o atendimento aos adolescentes Objetivos Específicos Responder eficazmente aos problemas mais comuns apresentados pelos adolescentes Saber comunicar com o adolescente Temas Desenvolvimento psicossocial Puberdade e variantes do normal Comunicar com o adolescente Psicopatologia Consumos Doença crónica Hipertensão arterial Sexualidade, contraceção e IST Dificuldades de aprendizagem e PHDA 2. CURSO CUIDADOS PALIATIVOS Coordenadoras Científicas: Mestre Cristina Galvão, Dra Rita Abril Coordenador Pedagógico: Dr. David Rodrigues Número máximo de formandos: 30 Objetivo Geral Maximizar a qualidade de vida dos doentes em situação de doença avançada ou incurável, numa atitude de prevenção do sofrimento dos doentes e seus cuidadores (família e profissionais de saúde) Objetivos Específicos Conhecer os princípios dos cuidados paliativos Determinar as necessidades de um doente em cuidados paliativos e sua família Discutir a problemática do sofrimento no fim de vida Conhecer e aplicar os princípios do controlo sintomático Abordar e monitorizar os sintomas mais frequentes na doença terminal Adequar os cuidados de saúde à fase da agonia Conhecer estratégias de apoio à família em cuidados paliativos Discutir a problemática do luto Abordar as perícias de comunicação com doentes em fim de vida Abordar a aplicação dos princípios éticos no fim da vida Abordar as especificidades deste tipo de cuidados em ambiente domiciliário e em trabalho interprofissional 3

4 Cursos Principais Conteúdos Temáticos Filosofia dos Cuidados Paliativos Controlo de sintomas: dor, dispneia, náuseas e vómitos e outros Apoio à família Apoio no luto Trabalho em equipa Os cuidados na agonia Comunicação com o doente em fim de vida Metodologias Pedagógicas Exposições teóricas; discussões em grupo de casos clínicos, role-playing e análise de videogravações. Formadores: Cristina Galvão, Rita Abril e Catarina Pazes Todos os formadores têm competências específicas na área dos Cuidados Paliativos, nomeadamente no âmbito do apoio domiciliário 3. CURSO ACONSELHAMENTO EM CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS Coordenador Científico: Prof. Doutor Carvalho Teixeira Coordenador Pedagógico: Dr. José M. Nunes Número máximo de formandos: 20 Com frequência os médicos de família lidam com utentes cujos problemas de saúde estão associados a comportamentos de risco (alimentares, sedentarismo, uso de substâncias, etc.), mas também com outros problemas que suscitam pedido de ajuda, tais como luto, conflitos interpessoais e dificuldades familiares. Com intervenções clínicas centradas na pessoa, os médicos de família têm papel decisivo na facilitação da mudança comportamental dos utentes, sendo necessário compreender o processo de mudança, aprender a motivar e a facilitar essa mudança através de intervenções focalizadas no funcionamento psicológico individual. A finalidade principal deste curso é proporcionar aos participantes aprofundamento dos seus conhecimentos e desenvolvimento das suas competências no âmbito do aconselhamento clínico facilitador da mudança de comportamentos e da resolução de problemas, com aplicabilidade na prática da Medicina Geral e Familiar, visando a obtenção de ganhos em saúde para os utentes. Objetivos Rever modelos facilitadores de mudança comportamental e resolução de problemas Desenvolver mais competências para a entrevista motivacional e intervenções facilitadoras da resolução de problemas Refletir criticamente sobre a ideologia dos estilos de vida saudáveis Partilhar experiências sobre obstáculos identificados na prática clínica e estratégias para a sua superação adaptadas à consulta de MGF, na perspetiva dos cuidados centrados na pessoa 4

5 6 a 9 de Maio 2015 Cursos Programa Mudança de comportamentos em saúde Valor da informação. Determinantes da mudança de comportamentos em saúde. Significado dos comportamentos de saúde: escolha ou oportunidade? Aconselhamento de mudança de comportamentos nos CSP O que é, para que serve e como se faz: relação clínica de aconselhamento, atitudes facilitadoras da mudança. Preditores de eficácia e obstáculos à mudança. Perspetiva existencial do aconselhamento em saúde Entrevista motivacional como instrumento promotor da mudança Avaliar a motivação. Gerir a ambivalência. Negociar objetivos viáveis. Liberdade e escolha e responsabilidade pessoal. Lidar com a resistência, ajudar a remover obstáculos e facilitar a mudança. Aplicações na cessação tabágica, gestão do stresse e promoção da atividade física. Especificidades do doente crónico Aconselhamento de resolução de problemas Luto, conflitos interpessoais e dificuldades e conflitos familiares Metodologias Metodologias ativas centradas nos participantes, com (i) trabalhos de grupo, brainstorming (ii) discussão de casos da experiência clínica dos participantes, (iii) simulações com videogravação seguidas análise e discussão e (iv) sessões de treino de relaxamento muscular Condições de inscrição Disponibilizar-se para ser videogravado em roleplays de entrevista clínica, sendo que as videogravações serão destruídas no final e apenas formandos e facilitadores terão acesso a elas Desejar treinar competências de relaxamento muscular, com utilidade para o próprio e para os utentes na gestão do stresse Facilitadores Prof. Dr. José A. Carvalho Teixeira Médico psiquiatra, professor de psicopatologia e psicologia da saúde e diretor do Departamento de Formação Avançada do ISPA Instituto Universitário. Formador na área do comportamento e saúde e stresse ocupacional. Membro titular da Sociedade Portuguesa de Psicoterapia Existencial (SPPE) Dr.ª Isabel Trindade Psicóloga, especialista em psicologia clínica. Coordenadora da URAP do ACES Loures-Odivelas. Pós-graduada em psicoterapias e psicologia da saúde pela Faculdade de Psicologia de Lisboa. Formadora na área do comportamento e saúde, depressão e da educação para a saúde. Dr.ª Filipa Pinto Nunes Psicóloga clínica no ACES Lisboa Central. Formadora nas áreas do comportamento e saúde, stress ocupacional e burnout. Docente da Pós-graduação em Psicogerontologia no ISPA-Instituto Universitário 4. CURSO ATUALIZAÇÃO E TREINO EM REUMATOLOGIA Coordenador Cientifico: Professor Doutor Jaime Branco Coordenadora Pedagógica: Dr.ª Regina Sequeira Carlos 5

6 Cursos Número máximo de formandos: 30 Objetivos: Ao concluir este curso os discentes adquiriram capacidades em: Classificar as principais doenças reumáticas. Colher a história clínica e realizar o exame objetivo essencial do doente reumático. Diferenciar a patologia articular da restante patologia reumática. Diferenciar a patologia degenerativa da inflamatória Identificar a artrite inicial Conhecer e saber abordar as principais doenças reumáticas Conhecer as formas de monitorizar as principais doenças reumáticas e a sua terapêutica Definir uma forma eficaz de relação com um centro de reumatologia Métodos Sessões teóricas Sessões teórico-práticas Workshops Formadores Prof. Doutor Jaime C. Branco Dra Maria Manuela Costa 5. CURSO TRABALHAR COM AS FAMÍLIAS Coordenadora Científica: Dra Josefina Marau, Dra teresa Laginha Coordenadora Pedagógica: Dra Ana Margarida Levy Número máximo de participantes: 20 Numa altura em que a ciência médica se debruça sobre os melhores métodos para a prática clínica, e surgem conceitos como a medicina baseada na evidência e a medicina narrativa, a medicina geral e familiar, talvez de todas as especialidades, dispõe de profissionais treinados na utilização da relação médica, capazes de a tornar num ponto fulcral para o conhecimento do utente, a par da utilização da tecnologia existente, por ventura de uma maneira mais eficaz. Trabalhar com famílias numa perspetiva sistémica exige a visão da família como um sistema; sistema este que se reorganiza constantemente para encontrar novos equilíbrios em momentos de transição. A sistematização da atuação pelo médico de família permite hierarquizar os objetivos e encontrar as estratégias mais adequadas em conjunto com a família, aumentando a sua competência e mobilizando os seus recursos para, no tempo próprio de cada família, atingir o novo equilíbrio e quebrar o comportamento sintomático. Todas as famílias têm o seu modo de organização e as suas regras de funcionamento, e estão em constante reorganização. Nestes momentos o médico de família, pode ajudar, aplicando as estratégias necessárias para estimular a competência da família para a resolução do problema. Objetivos: Rever a utilização de ferramentas e instrumentos de caraterização familiar. 6

7 6 a 9 de Maio 2015 Cursos Introdução à perspetiva sistémica. Treino de competências básicas para trabalhar com famílias. Partilha de situações vivenciadas e treino na sistematização da intervenção. Programa: Apresentação de casos clínicos pelos participantes e facilitadores Partilha de situações clínicas e experiências vividas. Treino de instrumentos de caracterização familiar. Sistematização da abordagem. Níveis de intervenção familiar I, II e III Foco da intervenção, intenção e objetivo, principais diferenças, quando referenciar à terapia familiar? Visão abrangente do papel do médico, atitudes e características pessoais a desenvolver no aconselhamento. Instrumentos de caracterização familiar Círculo de Thrower, Ciclo de Duval, Genograma e Psicofigura de Mitchel, Ecomapa. Como aplicar, informação prática a retirar, em que situações utilizar. Cuidados antecipatórios. Fases do ciclo de vida com aspectos particulares na intervenção do médico de família Consultas de Saúde Materna: Aplicação do círculo de Thrower, o papel do pai. Saúde Infantil: o desenho infantil como método de avaliação do desenvolvimento físico e emocional. Saúde do Adolescente: Aplicação do círculo de Thrower como recurso facilitador da comunicação. Introdução à metodologia Balint Grupos Balint, o que são, para que servem? Treino Balint Metodologia: Utilização de estratégias ativas baseadas na estratégia de ensino por problema e role-playing. Treino num grupo Balint Condições de Inscrição: Pedido a todos os participantes que tragam casos clínicos que queiram discutir Facilitadores: Dra. Ana Paes Vasconcellos Médica de Família na USF São Martinho de Alcabideche, Assistente Graduada. Membro do Núcleo da Família da APMGF. Dra. Vera Costa Médica de Família na USF Monte da Lua, Assistente Graduada. Membro do Núcleo da Família da APMGF. Dra. Nuria Yáñez Médica de Família na USF São Martinho de Alcabideche, Assistente Graduada. Membro do Núcleo da Família da APMGF. 7

8

ESCOLA DE MEDICINA FAMILIAR Primavera 2013

ESCOLA DE MEDICINA FAMILIAR Primavera 2013 FORMAÇÃO MÉDICA CONTÍNUA Primavera 2013 Peniche - Consolação 15 a 18 de Maio de 2013 LOCAL Hotel Atlântico Golf **** Praia da Consolação 2525-150 Atouguia da Baleia - Peniche Telf. 262757700; Fax 762750717

Leia mais

ESCOLA DE MEDICINA FAMILIAR /Açores 2015

ESCOLA DE MEDICINA FAMILIAR /Açores 2015 Apresentação Formação Médica Contínua ESCOLA DE MEDICINA FAMILIAR /Açores 2015 S. Miguel Lagoa 25 a 28 de junho de 2015 Local: Escola Secundária de Lagoa Horários: 5ª feira: Tarde: 14h00 20h30m 6ª feira

Leia mais

Formação Médica Contínua

Formação Médica Contínua Apresentação Formação Médica Contínua ESCOLA DE MEDICINA FAMILIAR /Primavera 2016 Peniche - Consolação 4 a 7 de Maio de 2015 Local: Hotel Atlântico Golf **** Praia da Consolação 2525-150 Atouguia da Baleia

Leia mais

Portfolio FORMAÇÃO CONTÍNUA

Portfolio FORMAÇÃO CONTÍNUA Portfolio FORMAÇÃO CONTÍNUA Elaboramos soluções de formação customizadas de acordo com as necessidades específicas dos clientes. Os nossos clientes são as empresas, organizações e instituições que pretendem

Leia mais

FORMAÇÃO PÓS GRADUADA

FORMAÇÃO PÓS GRADUADA FORMAÇÃO PÓS GRADUADA Pós-Graduações Formação Avançada - Oferta formativa 2016/2017-1º Semestre ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA FORMAÇÃO PÓS-GRADUADA A Escola Superior de Saúde da

Leia mais

Técnicos Especial. Data final da candidatura : 2015-09-01. Acompanhamento Psicológico/Orientação Vocacional. Ficheiro gerado em : 02/09/2015 10:09:02

Técnicos Especial. Data final da candidatura : 2015-09-01. Acompanhamento Psicológico/Orientação Vocacional. Ficheiro gerado em : 02/09/2015 10:09:02 Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Góis Técnicos Especial Data final da candidatura : 2015-09-01 Disciplina Projeto: Acompanhamento Psicológico/Orientação Vocacional Ficheiro gerado em : 02/09/2015

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA ARTE E EXPRESSIVIDADE Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA ARTE E EXPRESSIVIDADE Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA ARTE E EXPRESSIVIDADE Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

Código: CHCB.PI.HF.02 Edição: 1 Revisão: 1 Páginas:1 de 17. 1. Objectivo

Código: CHCB.PI.HF.02 Edição: 1 Revisão: 1 Páginas:1 de 17. 1. Objectivo Código: CHCB.PI.HF.02 Edição: 1 Revisão: 1 Páginas:1 de 17 1. Objectivo Caracterizar o da Unidade de Consulta Externa do e definir os seus procedimentos. 2. Aplicação Centro Hospitalar da Cova da Beira.

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA. NOVA Medical School Faculdade de Ciências Médicas Universidade Nova de Lisboa

RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA. NOVA Medical School Faculdade de Ciências Médicas Universidade Nova de Lisboa NOVA Medical School Faculdade de Ciências Médicas Universidade Nova de Lisboa Mestrado Integrado em Medicina - 6º ano Unidade Curricular: Estágio Profissionalizante Regente: Professor Doutor Fernando Miguel

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA ARTE E EXPRESSIVIDADE Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA ARTE E EXPRESSIVIDADE Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA ARTE E EXPRESSIVIDADE Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

Curso de Psicologia CÓDIGO B108478 PROGRAMA

Curso de Psicologia CÓDIGO B108478 PROGRAMA Curso de Psicologia 1º período DISCIPLINA: ELEMENTOS DE ANATOMIA B108478 EMENTA: - Estudo de todos os órgãos e sistemas do organismo humano, destacando as funções pertinentes a cada estrutura. DISCIPLINA:

Leia mais

COORDENADOR AUTORES. Lista de Autores

COORDENADOR AUTORES. Lista de Autores Lista de Autores COORDENADOR Pedro Monteiro Psiquiatra da Infância e Adolescência, com formação em Terapia Familiar, Psicodrama e Terapias Cognitivo-comportamentais; Membro do Núcleo de Doenças do Comportamento

Leia mais

2016 Cursos de Formação

2016 Cursos de Formação 2016 Cursos de Formação Profissionais de saúde Organismo Promotor: Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal Diretor Clínico e Pedagógico: Prof. João Filipe Raposo Coordenadora Pedagógica: Enf.ª

Leia mais

ACTUALIZAÇÃO 2013. Maio 2013

ACTUALIZAÇÃO 2013. Maio 2013 ACTUALIZAÇÃO 2013 Maio 2013 As versões anteriores do PNSIJ 1992 2002 2005 Saúde infantil e juvenil: Programatipo de actuação Saúde infantil e juvenil: Programatipo de actuação (Orientações Técnicas) Idem

Leia mais

ARS Norte, I.P. Gabinete de Gestão do Conhecimento. Plano de Formação 2011. Aprovação do Conselho Directivo

ARS Norte, I.P. Gabinete de Gestão do Conhecimento. Plano de Formação 2011. Aprovação do Conselho Directivo ARS Norte, I.P. Gabinete de Gestão do Conhecimento Plano de Formação 2011 Aprovação do Conselho Directivo A intervenção integrada na Saúde Mental nos CSP 1 24 Rita Oliveira do Carmo Abordagem ao Doente

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA ANEXO II DA RESOLUÇÃO CEPEC Nº 952 EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA NÚCLEO COMUM Análise do comportamento O método experimental na análise das relações comportamentais complexas:

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO 1) História da Terapia Ocupacional (30 hs) EMENTA: Marcos históricos que antecederam o surgimento formal da profissão de

Leia mais

Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar Enfª Maria Margarida Ferreira Mail: mrs@esenf.pt Telef: 222 062 200

Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar Enfª Maria Margarida Ferreira Mail: mrs@esenf.pt Telef: 222 062 200 RESULTADOS Foram submetidos 21 trabalhos científicos. TRABALHOS DE DOUTORAMENTO 1. ESTILOS DE VIDA NA ADOLESCÊNCIA: DE NECESSIDADES EM SAÚDE À INTERVENÇÃO EM ENFERMAGEM Instituto de Ciências Biomédicas

Leia mais

DEPARTAMENTOS CURRICULARES DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

DEPARTAMENTOS CURRICULARES DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO DEPARTAMENTOS CURRICULARES DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Índice 1. Identificação do problema pág. 3 2. Fundamentação pág. 5 3. Objetivos pág. 6 4. Execução do projeto pág. 6 5.

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina 01 - - PS14101 - História das Ideias Psicológicas - Ativa desde: 01/01/2014. Natureza - OBRIGATÓRIA TEÓRICA 72

Pré-requisito Coreq Disciplina 01 - - PS14101 - História das Ideias Psicológicas - Ativa desde: 01/01/2014. Natureza - OBRIGATÓRIA TEÓRICA 72 1 de 5 Nível:BACHARELADO Início: 20021 01 - - PS14101 - História das Ideias Psicológicas - Ativa desde: PS14102 - Sociologia - Ativa desde: PS14103 - Metodologia Científica - Ativa desde: PS14104 - Fundamentos

Leia mais

Programa para a Reabilitação de Pessoas com Comportamentos Adictos

Programa para a Reabilitação de Pessoas com Comportamentos Adictos Programa para a Reabilitação de Pessoas com Comportamentos Adictos Introdução Os comportamentos adictos têm vindo a aumentar na nossa sociedade. Os problemas, ao nível do local e das relações no trabalho,

Leia mais

Pesquisa ação: Um Instrumento utilizado por uma equipe multiprofissional em saúde para capacitação de professores na educação infantil.

Pesquisa ação: Um Instrumento utilizado por uma equipe multiprofissional em saúde para capacitação de professores na educação infantil. Pesquisa ação: Um Instrumento utilizado por uma equipe multiprofissional em saúde para capacitação de professores na educação infantil. Aline Alessandra Irano Anaí Ramos Vieira Francielli Viana Mota Laura

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES. Inatel Competence Center. Business School. Gestão de Projetos

INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES. Inatel Competence Center. Business School. Gestão de Projetos INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Inatel Competence Center Business School Gestão de Projetos Projeto Pedagógico de Curso de Extensão Curricular Aprovado no dia 15/05/2013 Pró diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

1º DIA 27/3. 15h15 15h45: CONFERÊNCIA DE ABERTURA (Prof. Doutor Manuel Luís Capelas e Dr:ª Ana Bernardo)

1º DIA 27/3. 15h15 15h45: CONFERÊNCIA DE ABERTURA (Prof. Doutor Manuel Luís Capelas e Dr:ª Ana Bernardo) 09h00 11h00 / 11h30 13h00: WORKSHOPS 1º DIA 27/3 WS 1 Controlo de Dor: Dr.ª Rita Abril, Enf.ª Nélia Trindade e Prof. José Luís Pereira WS 2 Tomada de decisão em C.P.: Grupo de Reflexão Ética WS 3 Cuidados

Leia mais

ANEXO I AÇÃO EDUCATIVA: CURSO CUIDANDO DO CUIDADOR

ANEXO I AÇÃO EDUCATIVA: CURSO CUIDANDO DO CUIDADOR ANEXO I AÇÃO EDUCATIVA: CURSO CUIDANDO DO CUIDADOR SUMÁRIO 1. identificação da atividade 02 2. Caracterização da atividade 02 3. Resumo das ações 04 4. Justificativa 04 5. Objetivos 05 6. Metodologia 05

Leia mais

COMPORTAMENTOS ADITIVOS 3ª Edição LISBOA PÓS-GRADUAÇÃO EM INÍCIO 14 DE JANEIRO DESTINATÁRIOS// OBJETIVOS// COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR//

COMPORTAMENTOS ADITIVOS 3ª Edição LISBOA PÓS-GRADUAÇÃO EM INÍCIO 14 DE JANEIRO DESTINATÁRIOS// OBJETIVOS// COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR// PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPORTAMENTOS ADITIVOS 3ª Edição INÍCIO 14 DE JANEIRO LISBOA CERTIFICAÇÕES PARCERIAS \\ DESTINATÁRIOS// Estudantes Universitários e Licenciados nas áreas da Psicologia, Criminologia,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E ENSINO PROFISSIONALIZANTE Gabinete - Secretaria

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E ENSINO PROFISSIONALIZANTE Gabinete - Secretaria 1 PORTARIA Nº 095/2008 PROGRAD/UFPR, 28 de novembro 2008. Aprova o Ajuste Curricular do Curso de Psicologia, do Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, aplicável a Resolução 11/08-CEPE. A PRÓ-REITORIA

Leia mais

NOVO PLANO DE ESTUDOS DO MESTRADO INTEGRADO EM PSICOLOGIA

NOVO PLANO DE ESTUDOS DO MESTRADO INTEGRADO EM PSICOLOGIA NOVO PLANO DE ESTUDOS DO MESTRADO INTEGRADO EM PSICOLOGIA Novo Plano de estudos 1º ciclo 1º Ano - 1º Semestre 1º Ano - 2º Semestre Temas de Psicologia Geral Métodos de Investigação em Psicologia: Noções

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU. Ano: 2014/2015

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU. Ano: 2014/2015 PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU Ano: 2014/2015 1 - JUSTIFICATIVA A hospitalização pode ser experienciada como um dos momentos mais delicados e difíceis do processo do adoecer. Isso porque

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas. Planificação Anual Psicologia 10º Ano de Escolaridade Curso Profissional. Ano Letivo 2013/2014

Escola Básica e Secundária de Velas. Planificação Anual Psicologia 10º Ano de Escolaridade Curso Profissional. Ano Letivo 2013/2014 Escola Básica e Secundária de Velas Planificação Anual Psicologia 10º Ano de Escolaridade Curso Profissional Ano Letivo 2013/2014 Professor Mário Miguel Ferreira Lopes PRIMEIRO PERÍODO MÓDULO 1: DESCOBRINDO

Leia mais

MURAL INFORMATIVO PET: INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PARA A COMUNIDADE ACADÊMICA

MURAL INFORMATIVO PET: INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PARA A COMUNIDADE ACADÊMICA MURAL INFORMATIVO PET: INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PARA A COMUNIDADE ACADÊMICA Débora Rodrigues LIMA¹; Norrama Araújo, SANTOS² ; Jade Alves de Souza, PACHECO³; Lívia Maria Souza, SILVA 4 ;

Leia mais

I Congresso Ibérico. 13 a 15 de novembro de 2014

I Congresso Ibérico. 13 a 15 de novembro de 2014 I Congresso Ibérico «Entre a Psicologia e o Ensino Especial» 13 a 15 de novembro de 2014 Universidade Portucalense Infante D. Henrique Porto, 2014 Porto, 13 a 15 de novembro de 2014 (UPT) Página 1 APRESENTAÇÃO

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PSICOLOGIA MORFOFISIOLOGIA E COMPORTAMENTO HUMANO Estudo anátomo-funcional de estruturas orgânicas na relação com manifestações emocionais. HISTÓRIA E SISTEMAS

Leia mais

FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG

FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG 1 PERÍODO T01 MATUTINO História das Ideias Psicológicas 02/07 09:20 Sociologia 29/06 09:20 Metodologia Científica 01/07 09:20 Fundamentos do Desenvolvimento Humano 01/07 07:30 Psicologia e Sociedade 03/07

Leia mais

FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016

FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016 FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016 QUEM SOMOS A APF Associação para o Planeamento da Família, é uma Organização Não Governamental com estatuto de IPSS (Instituição Particular de Solidariedade

Leia mais

DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA

DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO 2015/2016 PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO 2015-2016 POR UM AGRUPAMENTO DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA JI Fojo EB 1/JI Major David Neto EB 2,3 Prof. José Buísel E.S. Manuel Teixeira Gomes

Leia mais

FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO CALDAS NOVAS 2013

FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO CALDAS NOVAS 2013 1 FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO CALDAS NOVAS 2013 2 FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO

Leia mais

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM EDUCAÇÃO INFANTIL E TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL.

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM EDUCAÇÃO INFANTIL E TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL. GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM EDUCAÇÃO INFANTIL E TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL. Coordenadora: Profª Drª Eliza Maria Barbosa. Universidade Estadual Paulista UNESP/Araraquara. O grupo de Estudos e Pesquisas

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA EM PSIQUIATRIA

RESIDÊNCIA MÉDICA EM PSIQUIATRIA RESIDÊNCIA MÉDICA EM PSIQUIATRIA I - INTRODUÇÃO A residência em Psiquiatria tem como meta formar profissionais capazes de prestar assistência à população, com a visão de que o homem é um ser biológico,

Leia mais

Victor Manuel da Conceição Viana

Victor Manuel da Conceição Viana - A informação introduzida nas fichas individuais é da inteira responsabilidade do autor - Victor Manuel da Conceição Viana Professor Associado Convidado Habilitações Académicas Formação Pré-Graduada em

Leia mais

Coordenadores/Autores

Coordenadores/Autores Coordenadores/Autores Horácio Firmino Fundador e Coordenador da Consulta/Unidade de Gerontopsiquiatria do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, EPE/Hospitais da Universidade de Coimbra (CHUC/HUC)

Leia mais

GUIA DO FORMANDO DIAGNOSTICAR, AVALIAR E INTERVIR EDIÇÃO DAIB1P ÁREA: PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE

GUIA DO FORMANDO DIAGNOSTICAR, AVALIAR E INTERVIR EDIÇÃO DAIB1P ÁREA: PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE GUIA DO FORMANDO DIAGNOSTICAR, AVALIAR E INTERVIR EDIÇÃO DAIB1P ÁREA: PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE Índice ENQUADRAMENTO DESCRIÇÃO DESTINATÁRIOS OBJETIVOS ESTRUTURA E DURAÇÃO AUTOR METODOLOGIA PEDAGÓGICA

Leia mais

PROGRAMA CIENTÍFICO. 25 e 26 fevereiro 2016. Centro de Congressos de Lisboa. Homenagem Nacional: Prof. Doutor A. Pacheco Palha

PROGRAMA CIENTÍFICO. 25 e 26 fevereiro 2016. Centro de Congressos de Lisboa. Homenagem Nacional: Prof. Doutor A. Pacheco Palha Presidente Prof. Doutor A. Pacheco Palha Secretários Gerais Dr. José Canas da Silva e Dr. Rui Cernadas Homenagem Nacional: Prof. Doutor A. Pacheco Palha 25 e 26 fevereiro 2016 Centro de Congressos de Lisboa

Leia mais

Matriz Curricular do Curso de Psicologia PRIMEIRO SEMESTRE

Matriz Curricular do Curso de Psicologia PRIMEIRO SEMESTRE Matriz Curricular do Curso de Psicologia PRIMEIRO SEMESTRE Fundamentos Epistemológicos e Históricos da Psicologia 1 Fundamentos Epistemológicos e Históricos Ciência e Profissão Práticas profissionais 36

Leia mais

Realizar grupos de aconselhamento psicológico com os atletas que praticam. Desenvolver ações em saúde psicológica que visem à promoção, prevenção e

Realizar grupos de aconselhamento psicológico com os atletas que praticam. Desenvolver ações em saúde psicológica que visem à promoção, prevenção e PROJETO DE ETENSÃO PSICOLOGIA DO ESPORTE: RELATO DE EPERIÊNCIA DE GRUPO DE ACONSELHAMENTO PSICOLÓGICO COM AS ATLETAS E TREINADORAS DA GINASTICA RÍTIMICA NA CIDADE DE TOLEDO/PR O trabalho trata-se de uma

Leia mais

Curso de Arteterapia Antroposófica 2014/2018

Curso de Arteterapia Antroposófica 2014/2018 Curso de Arteterapia Antroposófica 2014/2018 1- GENERALIDADES Introdução: A formação em Arteterapia com base na imagem antroposófica do ser humano, baseia-se numa imagem integral do homem, tanto são como

Leia mais

CENTRO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS À COMUNIDADE CPSC-FPCE.UC RELATÓRIO DE ATIVIDADES

CENTRO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS À COMUNIDADE CPSC-FPCE.UC RELATÓRIO DE ATIVIDADES CENTRO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS À COMUNIDADE CPSC-FPCE.UC RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 1 Centro de Prestação de Serviços à Comunidade Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de

Leia mais

Nutrição em Oncologia Formação Avançada

Nutrição em Oncologia Formação Avançada UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Instituto de Ciências da Saúde Nutrição em Oncologia Formação Avançada Enquadramento A Organização Mundial de Saúde prevê, em 2015, o aumento de 75% dos casos de cancro.

Leia mais

Europass Curriculum Vitae

Europass Curriculum Vitae Europass Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada Rua José Cândido de Azevedo e Mello lote nº7 2520 Peniche Telemóvel 00351 910493424 Endereço de correio eletrónico {

Leia mais

SESSÃO: ACÇÕES INOVADORAS E ENVELHECIMENTO ACTIVO. Maria Helena Patrício Paes CENTRO ISMAILI, LISBOA 12 DE OUTUBRO DE 2012. mhpaes@prosalis.

SESSÃO: ACÇÕES INOVADORAS E ENVELHECIMENTO ACTIVO. Maria Helena Patrício Paes CENTRO ISMAILI, LISBOA 12 DE OUTUBRO DE 2012. mhpaes@prosalis. CENTRO ISMAILI, LISBOA 12 DE OUTUBRO DE 2012 SESSÃO: ACÇÕES INOVADORAS E ENVELHECIMENTO ACTIVO Maria Helena Patrício Paes mhpaes@prosalis.pt Unidos por uma causa, por causa de quem precisa! Introdução

Leia mais

Externato Marista de Lisboa Gabinete de Psicologia 2014/2015

Externato Marista de Lisboa Gabinete de Psicologia 2014/2015 1 PLANO DE INTERVENÇÃO DO GABINETE DE PSICOLOGIA ANO LETIVO Psicólogas do Externato Pré-Escolar Dra. Irene Lopes Cardoso 1º Ciclo - (1º e 2º anos) Dra. Irene Lopes Cardoso (3º e 4º anos) Dra. Manuela Pires

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1ºANO 1º SEMESTRE:

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1ºANO 1º SEMESTRE: CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1ºANO 1º SEMESTRE: Identidade Profissional do Especialista em Prevenção e Tratamento em Adições História e Filosofia da profissão do especialista em Adições; Papéis, funções e relacionamento

Leia mais

LICENCIATURA EM PEDAGOGIA A DISTÂNCIA: DESAFIOS E PERSPECTIVAS DA FORMAÇÃO DOCENTE RESUMO

LICENCIATURA EM PEDAGOGIA A DISTÂNCIA: DESAFIOS E PERSPECTIVAS DA FORMAÇÃO DOCENTE RESUMO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA A DISTÂNCIA: DESAFIOS E PERSPECTIVAS DA FORMAÇÃO DOCENTE RESUMO Bergson Pereira Utta * Universidade Federal do Maranhão Este trabalho de pesquisa tem por objetivo analisar em

Leia mais

Regulamento do Plantão Psicopedagógico FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE VISCONDE DO RIO BRANCO

Regulamento do Plantão Psicopedagógico FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE VISCONDE DO RIO BRANCO Regulamento do Plantão Psicopedagógico FUNDAÇÃO FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE VISCONDE DO RIO BRANCO 2011 Regulamento do Plantão Psicopedagógico da Faculdade Presidente Antônio Carlos de

Leia mais

Terapias Complementares e Não Medicamentosas

Terapias Complementares e Não Medicamentosas Curso de Pós-graduação Terapias Complementares e Não Medicamentosas Organização Colaboração ESCOLA NACIONAL DE EQUITAÇÃO INDICE INDICE 2 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO E ENTIDADES QUE O PROMOVEM 3 2. ENQUADRAMENTO

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO SETEMBRO A DEZEMBRO 2011

PLANO DE FORMAÇÃO SETEMBRO A DEZEMBRO 2011 PLANO DE FORMAÇÃO SETEMBRO A DEZEMBRO 2011 INDICE: Quem somos? Oferta formativa Curso Acções Formativas CURSO DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES ESTES MIÚDOS SÃO IMPOSSÍVEIS!!! - GESTÃO DE COMPORTAMENTOS

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA SAÚDE E CLÍNICA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA SAÚDE E CLÍNICA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DA SAÚDE E CLÍNICA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS PADRE ALBINO. Catálogo 2015 do Curso de Educação Física - Licenciatura

FACULDADES INTEGRADAS PADRE ALBINO. Catálogo 2015 do Curso de Educação Física - Licenciatura EMENTÁRIO ANATOMIA I Ementa:. Estudo da forma, estrutura, função e localização de órgãos que compõem os sistemas que formam o aparelho locomotor: sistema esquelético, sistema articular, sistema muscular

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO FORMAÇÃO AVANÇADA FORMAÇÃO CERTIFICADA

PÓS-GRADUAÇÃO FORMAÇÃO AVANÇADA FORMAÇÃO CERTIFICADA PORTO // 1ª EDIÇÃO // 22 OUTUBRO 2016 WWW.INSTITUTOCRIAP.COM FACEBOOK.COM/INSTITUTOCRIAP LINKEDIN.COM/COMPANY/CRIAP FORMAÇÃO AVANÇADA PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE: APLICAÇÃO DA PRÁTICA

Leia mais

Plano Anual de Formação 2016

Plano Anual de Formação 2016 Águeda Plano Anual Página 1 8 Ação Entida / Local Horas Folha Cálculo Técnicos do LCS, CC e SA IEFP 50 h Construir, editar e imprimir folhas cálculo. Utilizar fórmulas, funções, gráficos e senhos em folhas

Leia mais

Ementário de Disciplinas por Semestre. 1º Semestre

Ementário de Disciplinas por Semestre. 1º Semestre Ementário de Disciplinas por Semestre 1º Semestre Código: PS 010 Disciplina: História da Psicologia Ementa: Bases epistemológicas da Psicologia, gênese, desenvolvimento e aplicabilidade das teorias psicológicas.

Leia mais

2 O CICLO MESTRADO PSICOBIOLOGIA

2 O CICLO MESTRADO PSICOBIOLOGIA 2 O CICLO MESTRADO PSICOBIOLOGIA DIRECÇÃO DO CURSO Rui OLIVEIRA Vitor ALMADA DURAÇÃO E ESTRUTURA DO CURSO A parte curricular do curso funciona em horário pós-laboral, excepto no caso dos Seminários Temáticos

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA (Com Formação Complementar para Formação de Professores de Psicologia) MATRIZ PSICOLOGIA 2011/2

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA (Com Formação Complementar para Formação de Professores de Psicologia) MATRIZ PSICOLOGIA 2011/2 1.1.1 Matriz Curricular MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA (Com Formação de Psicologia) MATRIZ PSICOLOGIA 2011/2 1º TRE Anatomia Humana e Fisiologia 20 Bases Filosóficas da Psicologia

Leia mais

CURSOS DE CAPACITAÇÃO PROMOVIDOS PELA DICAP/DEGEP

CURSOS DE CAPACITAÇÃO PROMOVIDOS PELA DICAP/DEGEP UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DEPTO. DE DESENVOLVIMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO CURSOS DE CAPACITAÇÃO PROMOVIDOS PELA DICAP/DEGEP 1. PROGRAMA DE

Leia mais

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 432 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2013/2015

PLANO DE AÇÃO 2013/2015 PLANO DE AÇÃO 2013/2015 INTRODUÇÃO: Os planos de formação previstos na alínea b) do n.º 2 do artigo 20.º e na alínea d) do artigo 33.º, ambos do Decreto -Lei n.º 75/2008, de 22 de Abril, devem conter,

Leia mais

Lília Nunes Reis. USF Ria Formosa

Lília Nunes Reis. USF Ria Formosa Caminham os utentes da USF Ria Formosa em segurança? Lília Nunes Reis USF Ria Formosa Faro, 22 de Setembro de 2013 1 NOTA INTRODUTO RIA De acordo com os documentos orientadores da Organização Mundial da

Leia mais

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Escola Nacional de Saúde Pública REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Escola Nacional de Saúde Pública REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA JULHO DE 2015 ÍNDICE CHAVE DE SIGLAS 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS... 4 3. FINALIDADE... 4 4. OBJECTIVOS GERAIS... 4 5. PLANO

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Doutoramento em Educação Especialização: Formação de Professores Tema: Educação Especial 16 17 Edição Instituto de Educação da

Leia mais

Curso de Formação 1. www.snoezelen-idosos.com 1. Nome da Formação: Intervenção Multissensorial na Educação Especial

Curso de Formação 1. www.snoezelen-idosos.com 1. Nome da Formação: Intervenção Multissensorial na Educação Especial Curso de Formação 1 Nome da Formação: Intervenção Multissensorial na Educação Especial Perspetivas lúdicas e aprendizagens no Snoezelen Objetivo Geral do Curso: Promover a aquisição de conhecimentos sobre

Leia mais

ISPA-NT062: Normas de transição curricular e Planos de Equivalências entre Planos de Estudos LPA e MIP (referente à revisão de 2011-2012)

ISPA-NT062: Normas de transição curricular e Planos de Equivalências entre Planos de Estudos LPA e MIP (referente à revisão de 2011-2012) 23 de maio 2013 23 de maio 2013 25 de Julho 2011 1 de Preâmbulo O presente documento estabelece as normas de transição curricular e as correspondentes tabelas de equivalência entre o plano de estudos da

Leia mais

O PSICÓLOGO (A) E A INSTITUIÇÃO ESCOLAR ¹ RESUMO

O PSICÓLOGO (A) E A INSTITUIÇÃO ESCOLAR ¹ RESUMO O PSICÓLOGO (A) E A INSTITUIÇÃO ESCOLAR ¹ CORRÊA, D. M. W²; SILVEIRA, J. F²; ABAID, J. L. W³ 1 Trabalho de Pesquisa_UNIFRA 2 Psicóloga, graduada no Centro Universitário Franciscano (UNIFRA), Santa Maria,

Leia mais

QUADRO DE EQUIVALENTES, CONTIDAS E SUBSTITUTAS DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO

QUADRO DE EQUIVALENTES, CONTIDAS E SUBSTITUTAS DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO 28380 Antropologia Teológica A 1 34 28380 Antropologia Teológica A 1 34 A partir de conceitos teológicos, estimula o aluno a problematizar e analisar, criticamente, Equivalente Estuda a cultura humana,

Leia mais

PARA PROFISSIONAIS DE

PARA PROFISSIONAIS DE FRANCêS PARA PROFISSIONAIS DE SAúDE - NíVEL B1 (OUT 2014) - PORTO A mobilidade de profissionais de saúde é uma realidade e falar francês é uma abertura de portas para o mercado de trabalho internacional

Leia mais

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE Matriz Curricular 1º SEMESTRE Leitura e Redação Científica 2 36 Neurociências I 6 108 Teorias e Sistemas em Psicologia 4 72 História da Psicologia 2 36 Metodologia de Pesquisa Aplicada a Psicologia 2 36

Leia mais

Turma(s): C11, C12, C13, C14, C21, C22, C23, C24, D11, D12, D13, D14, D21, D22, D23, D24

Turma(s): C11, C12, C13, C14, C21, C22, C23, C24, D11, D12, D13, D14, D21, D22, D23, D24 Componente: Teórica AULA n.º: 1 Dia 23-09-2015 das 17:00 às 20:00 - Apresentação da UC: docentes, conteúdos programáticos, regime de avaliação e bibliografia - Introdução à Psicologia da Saúde enquanto

Leia mais

PSICOLOGIA 1º PERÍODO SALA 20 SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA

PSICOLOGIA 1º PERÍODO SALA 20 SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA PSICOLOGIA 1º PERÍODO SALA 20 Português Instrumental Dulce Pontes Português Instrumental Dulce Pontes História da Psicanálise História da Psicanálise Filosofia e Vertentes Filosóficas do Pensamento Psicológico

Leia mais

22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO. MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail.

22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO. MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail. 22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail.com DEPRESSÃO 1. Afeta pelo menos 12% das mulheres e 8% dos homens

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO/FORMAÇÃO DE PSICÓLOGO

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO/FORMAÇÃO DE PSICÓLOGO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: PSICOLOGIA BACHARELADO/FORMAÇÃO DE PSICÓLOGO SERIADO ANUAL - NOTURNO 5 (CINCO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 05 (CINCO) ANOS

Leia mais

Crescer Saudável. Promover e proteger a saúde e prevenir a doença na comunidade educativa.

Crescer Saudável. Promover e proteger a saúde e prevenir a doença na comunidade educativa. Administração Regional de Saúde do Alentejo, IP Centro de Saúde de Montemor-o-Novo Crescer Saudável O Programa de Educação para a Saúde Crescer Saudável surge no âmbito do Programa Nacional de Saúde r

Leia mais

A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1

A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 Ingrid Dos Santos Gonçalves 2, Sarai De Fátima Silveira De Souza 3, Andrisa Kemel Zanella 4. 1 projeto de extensão

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE

PÓS-GRADUAÇÃO PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais Centro Regional do Porto Faculdade de Educação e Psicologia PÓS-GRADUAÇÃO PSICOLOGIA CLÍNICA

Leia mais

ENFERMAGEM HUMANITÁRIA COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO

ENFERMAGEM HUMANITÁRIA COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO S. Tomé e Príncipe ENFERMAGEM HUMANITÁRIA COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO São Tomé e Príncipe A República Democrática de São Tomé e Príncipe, é um estado insular localizado no Golfo da Guiné. Composto

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO CUIDADOS PALIATIVOS - REGIÃO DE SAÚDE DO NORTE -

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO CUIDADOS PALIATIVOS - REGIÃO DE SAÚDE DO NORTE - PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO CUIDADOS PALIATIVOS - REGIÃO DE SAÚDE DO NORTE - Considerando que o aumento da sobrevida e o inerente acréscimo de doenças crónicas e progressivas, bem como, as alterações na rede

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR 2014/2015

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR 2014/2015 FICHA DE UNIDADE CURRICULAR 2014/2015 Designação Estudo do Processo Psicoterapêutico Docente (s) (Indicar também qual o docente responsável pela U.C.) Maria Eugénia Duarte Silva Creditação (ECTS) 6 ECTS

Leia mais

30 de Janeiro de 2016 - Seminário Patients Advocacy

30 de Janeiro de 2016 - Seminário Patients Advocacy Proposta Plano de atividades 2016 Janeiro Lançamento do Projeto Recicla-te (anexo). 30 de Janeiro de 2016 - Seminário Patients Advocacy A LPCDR propõe-se organizar um seminário de capacitação para a advocacia

Leia mais

Rua Camilo Castelo Branco, N. 4, (a cerca de 100 metros do Marquês de Pombal), Lisboa

Rua Camilo Castelo Branco, N. 4, (a cerca de 100 metros do Marquês de Pombal), Lisboa Programa de Formação Código - Designação Ajudante de Acção Directa A atitude perante o idoso Local Rua Camilo Castelo Branco, N. 4, (a cerca de 100 metros do Marquês de Pombal), Lisboa Projecto n.º: N/a

Leia mais

Grade Curricular NOME CÓD.

Grade Curricular NOME CÓD. CURSO: 49 1 1169 FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS DA PSICOLOGIA 4 80 1 1172 PSICOLOGIA: CIÊNCIA E PROFISSÃO 4 80 1 1170 HISTÓRIA E EPISTEMOLOGIA DA PSICOLOGIA 4 80 1 1168 BASES GENÉTICAS DO COMPORTAMENTO 4 80 1

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO. Arte-Terapia. Aplicações Pedagógicas e Institucionais da Arte Terapia EDIÇÃO 2015. Porto

PÓS GRADUAÇÃO. Arte-Terapia. Aplicações Pedagógicas e Institucionais da Arte Terapia EDIÇÃO 2015. Porto PÓS GRADUAÇÃO Arte-Terapia Aplicações Pedagógicas e Institucionais da Arte Terapia EDIÇÃO 2015 Porto Arte-Terapia Aplicações Pedagógicas e Institucionais da Arte-Terapia PÓS-GRADUAÇÃO Arte Terapia: Aplicações

Leia mais

REPERCUSSÕES NO ENSINO DA ENFERMAGEM: A VISÃO DOS PROFISSIONAIS À LUZ DAS SUAS EXPERIÊNCIAS

REPERCUSSÕES NO ENSINO DA ENFERMAGEM: A VISÃO DOS PROFISSIONAIS À LUZ DAS SUAS EXPERIÊNCIAS REPERCUSSÕES NO ENSINO DA ENFERMAGEM: A VISÃO DOS PROFISSIONAIS À LUZ DAS SUAS EXPERIÊNCIAS CRIZÓSTOMO, Cilene Delgado MILANEZ, Maria Rosa de Morais SOUSA, Rejane Lúcia Rodrigues Veloso ALBUQUERQUE, Judith

Leia mais

Formação Pedagógica de Assistentes de Economia uma experiência da Universidade Nova de Lisboa. Joana Marques Patrícia Rosado Pinto Patrícia Xufre

Formação Pedagógica de Assistentes de Economia uma experiência da Universidade Nova de Lisboa. Joana Marques Patrícia Rosado Pinto Patrícia Xufre Formação Pedagógica de Assistentes de Economia uma experiência da Universidade Nova de Lisboa Joana Marques Patrícia Rosado Pinto Patrícia Xufre Breve contextualização teórica Redefinição das linhas de

Leia mais

PROMOVENDO ATIVIDADES RELACIONADAS À HIGIENE PESSOAL NO ENSINO FUNDAMENTAL

PROMOVENDO ATIVIDADES RELACIONADAS À HIGIENE PESSOAL NO ENSINO FUNDAMENTAL PROMOVENDO ATIVIDADES RELACIONADAS À HIGIENE PESSOAL NO ENSINO FUNDAMENTAL Renata Fonseca Bezerra¹, Eliete Alves de Sousa¹, Paloma Rodrigues Cunha¹, Larissa Costa Pereira¹, Francisco Cleiton da Rocha²

Leia mais

Centro de Formação de Loures Oriental. PLANO DE FORMAÇÃO 2011 (Não financiado)

Centro de Formação de Loures Oriental. PLANO DE FORMAÇÃO 2011 (Não financiado) Centro de Formação de Loures Oriental PLANO DE FORMAÇÃO 2011 (Não financiado) FORMAÇÃO PARA DOCENTES (certificada pelo CCPFC) Os docentes que pretendam inscrever-se deverão preencher o impresso de candidatura

Leia mais

PROGRAMA DE PSICOLOGIA

PROGRAMA DE PSICOLOGIA PROGRAMA DE PSICOLOGIA 12ª Classe 2º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO Disciplina Opcional Ficha Técnica TÍTULO: Programa de Introdução ao Psicologia - 12ª Classe EDITORA: INIDE IMPRESSÃO: GestGráfica, S.A. TIRAGEM:

Leia mais

ENE/10. NOTA:(Esta NEF anula e substitui a nº17a/ene/07, de 20/11)

ENE/10. NOTA:(Esta NEF anula e substitui a nº17a/ene/07, de 20/11) NEF nº nº 17B/ENE/ ENE/10 Lisboa, 02 de Maio de 2010 NOTA:(Esta NEF anula e substitui a nº17a/ene/07, de 20/11) ASSUNTOS: POFFTE VOLUME III PARTE II Formação em Equitação Terapêutica CAPÍTULO III Curso

Leia mais

Ministérios da Administração Interna, do Trabalho e da Solidariedade Social e da Educação PROTOCOLO. Entre MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA,

Ministérios da Administração Interna, do Trabalho e da Solidariedade Social e da Educação PROTOCOLO. Entre MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA, PROTOCOLO Entre MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA, MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL e MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO 2/7 A aposta na qualificação dos portugueses constitui uma condição essencial

Leia mais

Clarificação Técnica

Clarificação Técnica Clarificação Técnica Face à confusão entre Cuidados de Saúde Primários do Trabalho e cuidados diferenciados de Medicina do Trabalho A Portaria n.º 112/2014, de 23 de maio, regula a prestação de Cuidados

Leia mais

PLATAFORMA INCLUSÃO EXEMPLO BOAS PRÁTICAS 11

PLATAFORMA INCLUSÃO EXEMPLO BOAS PRÁTICAS 11 PLATAFORMA INCLUSÃO EXEMPLO BOAS PRÁTICAS 11 Título: Oficina de Tecelagem IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE PROMOTORA Designação: APPDA São Miguel e Santa Maria (Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento

Leia mais

Cuidados paliativos em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos

Cuidados paliativos em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos Cuidados paliativos em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos Fernanda Diniz de Sá 1, Leonildo Santos do Nascimento Júnior, Daniele Nascimento dos Santos, Magdalena Muryelle Silva Brilhante (UFRN

Leia mais