TERMO DE REFERÊNCIA TR Tomada de Preços nº 001/ Instalação e configuração das novas funcionalidades exigidas;

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE REFERÊNCIA TR Tomada de Preços nº 001/2014. 2.1 Instalação e configuração das novas funcionalidades exigidas;"

Transcrição

1 TERMO DE REFERÊNCIA TR Tomada de Preços nº 001/2014 Anexo I 1 OBJETO Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços de suporte técnico, expansão, manutenção evolutiva e corretiva da solução de correio eletrônico da Rede Governo, contemplando as atualizações das funcionalidades existentes e das novas funcionalidades a serem implementadas, atualização e suporte técnico da contingência no site remoto, bem como o serviço de desenvolvimento para alteração do sistema/interface do correio eletrônico e treinamento na solução de correio eletrônico. 2 ESCOPO DOS SERVIÇOS 2.1 Instalação e configuração das novas funcionalidades exigidas; 2.2 Suporte técnico da solução de correio eletrônico por 12 (doze) meses; 2.3 Manutenções corretiva e evolutiva em regime 24x7x365 (vinte e quatro horas por dia, sete dias na semana e trezentos e sessenta e cinco dias no ano); 2.4 Atualização e suporte técnico da contingência no site remoto; 2.5 Serviço de desenvolvimento limitado em 200 (duzentas) horas para alteração do sistema/interface do correio eletrônico; 2.6 Treinamento para 04 (quatro) técnicos do PRODERJ, doravante denominado CONTRATANTE, na solução de correio eletrônico. Este treinamento deve incluir as funções de Administração e de Suporte. 3 - CORREIO ELETRÔNICO INFRAESTRUTURA ATUAL 3.1 A infraestrutura atual de correio eletrônico da REDE GOVERNO é responsável pela troca de mensagens internas à REDE GOVERNO e com serviços de correio externos. Esse serviço é prestado por um conjunto de servidores modulares, escaláveis horizontalmente e gerenciados de maneira centralizada. Esta infraestrutura contempla funções de AntiSpam e Antivírus. 4 - CORREIO ELETRÔNICO DETALHAMENTO TÉCNICO 4.1 Características: A solução de correio QMAIL, baseada em Software Livre (licenciamento GPL); A solução de correio eletrônico é customizável, modular, escalável de forma horizontal, ou seja, permite aumentar o número de servidores (front e back-end) conforme demanda de alta performance, de fácil administração e operação; 1

2 A administração modular é centralizada e possui interface web; A solução possui administração delegada dos domínios em 3 níveis (Administrador, Postmaster e Usuário); A solução possui gerência completa através de interface webservices, permitindo integração com outras soluções pré-existentes Filtragem de mensagens centralizadas; A solução é escalável e suporta mais de contas de ; A solução permite backup on-line (sem necessidade de downtime). 4.2 Topologia Atual Site Principal A solução atual é toda baseada servidores em lâminas e armazenamento Oracle. A solução possui um total de 08 (oito) servidores: 02 (dois) servidores SMTP; 02 (dois) servidores webmail; 02 (dois) servidores POP / IMAP; 01 (um) servidor LDAP; 01 (um) servidor de controle; e 01 (um) storage, conforme imagem abaixo. 4.3 Serviço de Roteamento de Mensagens (SMTP/SMTPS) Em caso de falhas no serviço de SMTP, os administradores e o serviço de "Controle" serão alertados; A entrega de mensagens é precedida de teste de validade do domínio destino e domínio remetente; O serviço de SMTP(s) exige autenticação tanto para envio quanto para recebimento; A solução possui serviço de SMTP (puro) para fazer RELAY de IP s autorizados pelos administradores; 2

3 A solução consulta lista negras (RBL e outras) antes que as mensagens sejam postadas nas caixas de usuários; A solução está configurada em uma "Load Balance" para balanceamento de carga e tolerância a falhas; A solução permite o envio de assinado digitalmente, bem como verificar esta assinatura exibindo as propriedades do titular do certificado. 4.4 Registro de Log 4.5 Filas Todas as atividades, desde a recepção da mensagem do remetente até a entrega da mesma ao destinatário, são registradas em arquivo de log; Os logs da solução permitem a identificação do IP de origem e destino, do remetente e destinatário, data e hora do recebimento ou envio da mensagem; Todos os logs são armazenados em banco de dados com licença GPL e em locais onde os administradores e Postmasters possuem acesso somente leitura A visualização dos Logs é feita via WEB, esta se encontra dentro da interface de administração da solução As mensagens em filas, que ainda não foram entregues, são reposicionadas através de critérios de prioridades; A solução permite separação das mensagens de erros das mensagens válidas; A solução permite o uso de rotas (Smart Host); A solução permite a configuração de Queue Life Time (tempo de armazenamento em fila); A solução permite a visualização de forma on-line da fila. 4.6 Interface de Administração do Correio A solução possui uma interface integrada para administração completa do sistema, que contempla: a) Gerenciamento de Contas de usuários; b) Gerenciamento de Listas (Mailing List); c) Sistema de auditoria e monitoramento de contas completo, com possibilidade de colocar uma ou várias caixas sob auditoria, de modo que outra conta receba cópias de todas as mensagens enviadas, recebidas, ou enviadas e recebidas por uma determinada conta; 3

4 d) Recurso de senha temporária para que o administrador possa analisar a ocorrência de erros com a conta de um determinado usuário sem que o mesmo tenha que lhe passar sua senha ou tenha sua senha reinicializada. Esta funcionalidade deve ser atualizada com os seguintes controles: I. Esta funcionalidade só poderá ser utilizada se um chamado técnico for aberto e descrever este pedido; II. III. IV. O sistema de correio deve enviar ao usuário solicitante um inicial informando: número do chamado, nome do solicitante, data e hora do início do atendimento; O sistema de correio deve enviar ao usuário solicitante um final informando: número do chamado, nome do solicitante, nome do administrador e/ou postmaster que efetuou a manutenção, data e hora do encerramento do chamado; A criação de senha temporária pelo administrador ou pelo postmaster deve ser registrada e uma cópia do log, com os dados informados no inicial, enviada imediatamente para o serviço SIEM (Security Information and Event Management; V. O encerramento do atendimento pelo administrador ou pelo postmaster deve ser registrado e uma cópia do log, com os dados informados no final, enviada imediatamente para o serviço SIEM (Security Information and Event Management. e) Sistema de remoção de mensagens com política de limpeza de mensagens para cada uma das pastas (Caixa de entrada, Itens Enviados, Lixeira, Lixo Eletrônico, etc.) e políticas de tratamentos para mensagens que não foram lidas em um período estabelecido; f) Gerenciamento de Domínios, com as seguintes opções: I. Nome do domínio; II. III. IV. Senha do administrador do domínio; Número de contas; Número de alias e forward; V. Autoresponders (vacation), VI. Cotas. g) Gerenciamento de subdomínios (com as mesmas opções do gerenciamento de domínio); h) Controle de todos os servidores e serviços do projeto; i) Gerenciamento de relatórios baseado nos Log's. 4

5 É possível a emissão de relatórios de controle para serem disponibilizados aos administradores de domínios, sendo estes: a) Relatórios de quantidade de mensagens trafegadas por domínio de origem; b) Relatórios de quantidade de mensagens trafegadas por domínio de destino; c) Relatórios de tempo médio de mensagens na fila por domínio; d) Relatórios de outras estatísticas de tráfego, tais como: I. Número de mensagens; II. III. IV. Bytes transferidos; Mensagens entregues; Mensagens com erro A interface permite a definição de políticas de expiração de senha, forçando o usuário a trocar sua senha de tempos em tempos A interface possui três níveis de acesso/privilégios diferenciados, contemplando: I. Administrador: Cria, remove, altera os limites dos domínios, definido o número de contas, espaço em disco que as contas podem ocupar número de encaminhamentos, número de aliases, etc, por domínio; II. III. Postmaster: (administradores de subdomínios): criar, remover, editar contas, trocar senhas, aumentar/reduzir quotas, e cadastrar senhas temporárias de modo a poder prestar suporte ao usuário, visualizando totalmente a conta do usuário sem a necessidade de trocar ou solicitar a senha do usuário para isso; Usuário: criar filtros, encaminhamentos, respostas automáticas, aliases, listas de , trocar sua senha sem a necessidade de acionar o Postmaster ou o administrador da solução São permitidos, no gerenciamento do sistema, bloqueios do tipo: I. Por destinatário; II. III. Por IP; Por remetente A interface de administração permite que o Postmaster possa personalizar a página de login e páginas internas do domínio administrado com um logotipo personalizado, que é exibido para todos os usuários do respectivo domínio. 5

6 4.7 WEBMAIL A solução de WEBMAIL esta disponível para todos os domínios que compõe a REDE GOVERNO; A versão atual utiliza Ajax; A versão atual utiliza certificado digital ICP-Brasil; É de responsabilidade da CONTRATADA instalar e gerenciar a validade do certificado digital, informando com a devida antecedência a data de expiração do mesmo; A solução possui autenticação via IMAP ou IMAPS e contempla as seguintes funcionalidades: a) Agenda de compromissos; b) Catálogo de endereços pessoais; c) Catálogo de endereços externos; d) Boletins Internos; e) Troca de senhas; f) Gerenciamento de listas negras e listas brancas pessoais; g) Envio de assinados digitalmente e verificação de assinaturas digitais; h) Corretor ortográfico; i) Download no formato EML de mensagens e/ou pastas; j) Salvamento contínuo de mensagens que estejam em composição, evitando a perda de mensagens em caso de travamento ou desconexão do browser Permite bloqueios dinâmicos, ou seja: caso sistema receba/envie mais que X mensagens do remetente Y, num intervalo Z de tempo, o remetente é bloqueado automaticamente pelo sistema; Suporte a _hite-list, possibilitando que determinado remetente não seja bloqueado; Permite o atraso intencional de recebimento de até X mensagens, sendo que, numa única conexão SMTP, o sistema aceita sem atraso algum. Após X mensagens ele impõe um delay de Y segundos para receber a mensagens X +1, aguarda mais Y segundos para receber X + 2, etc. Após ter ocorrido o número de Z mensagens, a conexão é derrubada e o remetente, opcionalmente, bloqueado; A solução de WEBMAIL é configurada em um ambiente com balanceamento de carga do CONTRATANTE e tolerância a falhas; 6

7 A interface atual do WEBMAIL permite que a equipe técnica do CONTRATANTE realize atividades administrativas e execute solicitações dos usuários finais; A interface de WEBMAIL é visualizada via Browser, através do protocolo HTTPS As versões de browser sem suporte dos fabricantes não podem ser aceitas pelo webmail. As versões mínimas aceitas são: Mozilla Firefox 29, Internet Explorer 9, Google Chrome 34, Safari 6; 4.8 LDAP A solução comporta uma base de até (quatrocentos mil) usuários; A solução possui LDAP Master e LDAP SLAVES; O serviço de LDAP Master replica toda e qualquer alteração na base para LDAP Slave; A base LDAP esta preparada para integrar: IMAP, IMAPS, POP3 e POP3S. 4.9 Serviços de Caixa Postal A solução utiliza o formato MAILDIR para leitura e escrita do armazenamento de mensagens; A solução possui um caderno de endereço CORPORATIVO divido por domínio; A solução permite a criação de caixas postais que só possam enviar/receber mensagens do próprio domínio; A solução permite a configuração de "Alias", permitindo que usuários tenham mais de um a serem entregues em sua caixa postal; A solução possui Forward, permitindo que os usuários possam encaminhar suas mensagens para outras caixas postais; A solução permite o uso de contas BOLETINS, para facilitar a comunicação dos Administradores com toda base de usuário daquele domínio; onde a mensagem é inserida diretamente na caixa postal dos usuários sem gerar filas de envio com isso; A solução permite a criação de Listas de Discussão, onde os POSTMASTER podem criar Listas com os usuários do seu domínio; A solução permite a personalização das mensagens de bounce ; A solução possui controle de quotas de espaço e/ou número de mensagens, estas são atribuídas pelos administradores e Postmaster. 7

8 A solução permite o envio de mensagem para avisos administrativos ao usuário, como estouro de quotas; A solução permite que mensagens possam ser encaminhadas via SMS para celulares; A solução esta configurada para os serviços POP3, POP3S, IMAP e IMAPS, todos se autenticando na base; A solução esta configurada para alta disponibilidade nos serviços de Caixa Postal, possibilitando que: a) Seja configurado um servidor primário e um servidor secundário; b) Caso ocorra falha em um dos serviços no servidor primário, o secundário entre automaticamente em operação; c) A troca de operação entre servidores primário e secundário seja automática; d) A solução replique todo o sistema entre servidores primário e secundário; e) A solução tenha balanceamento de carga, sendo este configurado no modelo "load balance" Agenda de Compromissos: A solução deverá possuir AGENDA de compromissos com as seguintes características: a) Marcação de compromisso; b) Marcação de tarefas; c) Marcação de lembretes; Deverá permitir a visualização por dia, semana, mês e ano; Deverá permitir marcação de compromisso com opção de repetição; Deverá permitir o envio de para compromissos agendados com outros usuários; Deverá permitir o sincronismo com softwares clientes como MS Outlook/Sunbird/Apple Calendar e dispositivos móveis (telefones celulares/tablets baseados no AppleIOS, Android e BlackBerry) através de clientes nativos de calendário ou da instalação de outros clientes com capacidade de acessar agendas Serviços de Controle O Serviço de controle emite alertas automáticos, como por exemplo, s e torpedos SMS, aos administradores; 8

9 A solução de controle é baseada em software livre e de código aberto; O serviço de controle utiliza plugins customizados para monitoramento de serviços como número de mensagens na fila, versão de antivírus etc Atualmente é feito o monitoramento dos seguintes itens: a) Uptime; b) Carga; c) Consumo de memória; d) Quantidade de mensagens por fila; e) Espaço em disco; f) Tempo de resposta; g) Disponibilidade dos serviços (SMTP, POP, IMAP, LDAP, WEBMAIL) Deve estar disponível via web para visualização pelo CONTRATANTE Filtros Antivírus e Antispam São utilizados antivírus e AntiSpam open source com possibilidade de interação do usuário final com mensagens potencialmente perigosas, transferindo a este a responsabilidade de classificar spam, phishing e outras mensagens, consideradas indesejáveis a seu critério. 5 - SISTEMA DE CORREIO ELETRÔNICO PROJETO DE MELHORIAS 5.1 Necessidades de Comunicação A REDE GOVERNO deseja expandir o serviço prestado com a inclusão das funções de Mensagem Instantânea e Acesso por Dispositivos Móveis. Os requisitos para estes serviços serão detalhados nas próximas seções. Esses serviços utilizarão a infraestrutura de servidores já existente Necessidades de Segurança A REDE GOVERNO deseja evitar que mensagens indesejadas cheguem ao usuário final, para isso, apresentará novas exigências para os servidos de AntiSpam e Antivírus, conforme o subitem A solução de correio eletrônico deve atender todos os controles definidos na Política de Segurança da Informação do PRODERJ. 5.3 Requisitos de Comunicação A solução de mensagem instantânea deve fornecer: a) Compatibilidade com Microsoft Windows nas versões 7, 8, 8.1 e superiores; 9

10 b) Utilização do mesmo login do sistema de correio eletrônico; c) Compatibilidade com Apple IOS, Android, Blackberry e no decorrer da vigência do contrato será homologada para Windows Phone; d) 03 (três) tipos de status Online : Disponível, Ocupado e Ausente; e) Chat entre múltiplos participantes; f) Gravação dos chats; g) Exclusão de históricos; h) Administração em 03 (três) níveis: Administrador, Gestor de Área e Usuário; i) A função Gestor de Área deve conceder poder de bloqueio das contas Usuário sob gestão do referido gestor de área; j) Esta função não deve demandar a instalação de software local; k) O acesso ao sistema de mensagem instantânea deve ocorrer através de sistema web; l) Todos os logs administrativos devem ser enviados ao sistema de armazenamento de logs A solução de acesso por dispositivos móveis deve fornecer: a) Compatibilidade com Apple IOS, Android, Blackberry e no decorrer da vigência do contrato será homologada para Windows Phone; b) Demais controles e exigências da função webmail Os endereços eletrônicos das contas de deverão conter apenas o subdomínio RJ.GOV.BR Deverá permitir operação off-line da caixa postal do usuário, incluindo a edição, leitura e comando de envio de mensagens quando não houver conexão ao serviço, sincronizando automaticamente quando a conexão for restabelecida. a) Essa funcionalidade poderá ser atendida sem o uso do navegador de internet Cada usuário poderá armazenar até 25GB neste serviço, respeitada a utilização da sua cota total na solução A solução deve assegurar ao usuário a possibilidade de recuperação das mensagens apagadas pelo período mínimo de 30 (trinta) dias corridos, desde que não sejam removidas da lixeira pelo próprio usuário O limite de tamanho de anexos a serem enviados ou recebidos em uma mensagem deverá ser de até 50MB. Em casos específicos e mediante comunicação antecipada, será liberado o envio e recebimento de anexos em uma mensagem em horário de menor tráfego, não ultrapassando 100MB de tamanho. 10

11 Permitir a abertura simultânea de mais de uma caixa postal pelo mesmo usuário no mesmo computador ou dispositivo móvel Permitir o envio de mensagens para diferentes endereços eletrônicos associados a uma única caixa postal Permitir o envio de mensagens para área de trabalho temporária (fila de mensagens spolling) quando o servidor de destino da mensagem estiver indisponível, para processamento em tempo futuro O correio eletrônico corporativo deverá suportar, no mínimo, os seguintes quantitativos: a) Cada usuário poderá enviar até mensagens por dia, cada uma delas podendo ser endereçada a até 500 destinatários; b) Contas de serviços, controladas pela equipe técnica do CONTRATANTE, poderão enviar até mensagens por dia. Cada uma destas mensagens para até 20 destinatários externos; c) Sendo necessário o uso de serviço que possibilite open relay para atender aos envios de mensagens das contas de serviço que não puderem realizar autenticação integrada, o mesmo deverá ser configurado e mantido pela CONTRATADA. d) Cada usuário poderá enviar até 30 mensagens por minuto, (atingindo o limite, o excedente ficará em fila e será enviado automaticamente no momento seguinte) Contatos e Grupos de Distribuição a) Prover agenda de contatos com no mínimo as seguintes informações: nome, caixa postal, endereço, empresa, telefone, celular. b) Permitir que o administrador crie e edite contatos e grupos de distribuição, sendo facultada a possibilidade de ocultá-los quando necessário. c) Permitir ao administrador o gerenciamento de usuários agrupados em perfis (Ex.: gerentes, assessores, servidores, diretores, presidência, vice-presidência, todos, etc.). d) Permitir que os usuários criem e editem contatos e grupos de distribuição em sua conta de , bem como a edição de suas propriedades. 11

12 Calendário a) Possuir calendário para agendamento de eventos pessoais (compromissos, reuniões, etc.) e recursos corporativos (salas, equipamentos, projetores, etc). b) Permitir que os usuários compartilhem sua agenda (calendário) com outros usuários. c) Permitir que os usuários deleguem o gerenciamento de sua agenda (calendário) para outros usuários Comunicação Instantânea (bate-papo) a) Fornecer serviço de envio de mensagens instantâneas entre usuários da REDE GOVERNO, utilizando o mesmo software cliente para todos os sistemas operacionais. b) A lista de contatos deve ser integrada à solução de correio eletrônico; c) A lista de contatos deve fornecer sinalizador de status, com as opções: Online, Desconectado, Ausente e Ocupado. 5.4 Requisitos de Segurança As soluções de antivírus e AntiSpam devem ser capazes de identificar e bloquear: a) Toda e qualquer mensagem que viole as Leis vigentes no Brasil; b) Spams, conforme classificação emitida pela Gerência de Segurança da Informação do PRODERJ; c) Ataques distribuídos (DDoS); d) Vírus, spywares e worms; e) Phishing e spear phishing; f) Envio de informações sigilosas para s externos à Rede Governo (Data Loss Prevention) A classificação de informações como sigilosas seguirá o definido no documento: de gestao.pdf; A solução deve ser compatível com o sistema de correio eletrônico da REDE GOVERNO; A solução deve ser compatível com Firewalls Check Point, Filtro de Conteúdo Blue Coat e demais ferramentas de segurança da Rede Governo; A solução deve possuir administração em níveis; A solução deve possuir gerenciamento através do protocolo HTTPS; 12

13 A solução deve suportar, no mínimo, contas de ; A solução deve permitir backup on-line (sem necessidade de downtime); A solução deve permitir a configuração de clusters; A solução deve permitir alta disponibilidade e balanceamento de carga; A solução deve permitir a configuração de, no mínimo, 40 (quarenta) políticas de controles; Entre estes, os seguintes são obrigatórios: login/logoff de administrador; login/logoff de usuário; registro de atividade administrativa executada; criação de regra de segurança pelos administradores; criação de regra criada pelo usuário final; bloqueio de mensagem pelo antispam; bloqueio de mensagem pelo antivírus. Todas as regras aplicáveis ao sistema de correio devem ser aplicáveis às outras funcionalidades A solução deve permitir a configuração de até 10 (dez) alertas de segurança. Entre estes, os seguintes são obrigatórios: Tentativa de Acesso indevido; remoção de regra de segurança; utilização da mesma conta de acesso em 02 dispositivos diferentes, simultaneamente A solução deve permitir a configuração de até 10 (dez) relatórios automáticos. Estes relatórios devem cobrir integralmente as políticas de controle e os alertas de segurança; A solução deve permitir o envio de logs administrativos para a solução de armazenamento de logs A solução deverá disponibilizar mecanismos de auditoria de uso do correio eletrônico, que permitam, no mínimo: a) Analisar registros de acessos e rastrear mensagens; b) Gerar relatórios de auditoria; c) Analisar eletronicamente o fluxo e o conteúdo das mensagens das caixas postais dos usuários; d) Auditoria das atividades realizadas pela equipe de administração dos serviços Verificar mensagens e anexos em tempo real, com programas de antivírus, anti-spam, antiphishing, antispyware e antimalware atualizados, antes da entrega e do envio das mensagens eletrônicas Permitir filtros para anexos de mensagens, configuráveis pelo administrador, de modo a atender política de segurança da informação do CONTRATANTE. a) Os filtros devem possibilitar a categorização dos anexos e a limitação, no mínimo, por tamanho, nome e extensão. 13

14 Permitir o gerenciamento de regras de organização de mensagens pelo próprio usuário Permitir o gerenciamento da lista de liberações e restrição de mensagens Permitir que o administrador cadastre listas de endereços de correio eletrônico e de domínios para bloqueio ou liberação automática de mensagens para todo o domínio Permitir que os usuários criem e importem listas de endereços de correio eletrônico e de domínios para bloqueio de mensagens em sua caixa postal. 6 DOCUMENTAÇÃO 6.1 Deverá ser entregue ao CONTRATANTE a documentação atualizada, relativa aos procedimentos operacionais de manutenção das soluções, abrangendo: Shutdown dos serviços e servidores; Start dos serviços e servidores; Determinação e correção de problemas com o software; Backup e Restore de servidores e/ou appliances; Atualização de versões e releases; Gerenciamento e monitoração; Especificação dos produtos instalados (nome do produto, versão e fabricante); Topologia implantada; Políticas e regras implementadas; Plano de recuperação de desastres. 7 TREINAMENTO E CAPACITAÇÃO 7.1 Transferir o conhecimento de administração da solução de correio eletrônico, para uma equipe de 04 (quatro) técnicos do CONTRATANTE, no total de 32 (trinta e duas) horas/aula. 7.2 Os treinamentos devem ocorrer após a configuração das novas funcionalidades exigidas e da atualização dos sistemas de segurança e, devem contemplar ações teóricas e práticas de: Gerenciamento e monitoramento da solução; Resolução de problemas e possíveis erros/falhas no ambiente; Administração, atualização e manutenção de todos os serviços nos servidores; Administração, atualização e manutenção dos serviços nos servidores; 14

15 Troubleshooting e recuperação em caso de falha. 7.1 É obrigatória a entrega de material impresso ou similar para os participantes, em português. 7.2 Ao final do curso deverá ser aplicado um método de verificação do aprendizado e emitido um certificado de conclusão do mesmo. 7.3 O treinamento será realizado nas instalações do CONTRATANTE. 8 CONTINGÊNCIAS DAS NOVAS FUNCIONALIDADES 8.1 Deverá ser implantada a contingência dos serviços de Mensagem Instantânea e Acesso por Dispositivos Móveis no ambiente de contingência atual utilizado pela REDE GOVERNO Os hardwares utilizados para esta configuração são os já existentes na infraestrutura da REDE GOVERNO e dedicados à contingência; Os hardwares existentes no SERPRO (site de contingência) são similares aos existentes na REDE GOVERNO; A comunicação entre ambos os sites já existe e é administrada pelo PRODERJ; A contingência dos novos serviços deve ser configurada em até 22 (vinte e dois) dias úteis após a atualização dos serviços existentes no site principal da REDE GOVERNO. 9 SUPORTE CONTÍNUO 9.1 Prestação de serviço de suporte, com operação assistida às atividades operacionais de forma contínua pela CONTRATADA, para o atendimento de demandas da REDE GOVERNO, referentes à solução de correio eletrônico, envolvendo as atividades de: Gerenciamento administrativo das soluções; Elaboração de consultas, relatórios, indicadores e alertas; Implementação de consultas, relatórios, indicadores e alertas; Customizações de consultas, relatórios, indicadores e alertas; Customizações na base de dados; Migração de dados, se necessário; 15

16 9.2 Os serviços de suporte técnico deverão obedecer aos critérios abaixo descritos: Nível 1: remoto, via VPN e telefone Nível 2: local ( on-site ), por profissionais capacitados nas soluções ofertadas. 9.3 A CONTRATADA deverá prestar serviço de desenvolvimento, limitado em 200 (duzentas) horas, para alteração do sistema/interface do correio eletrônico. O serviço de desenvolvimento poderá ser utilizado durante a vigência do Contrato Os problemas que forem enviados para tratamento no âmbito do desenvolvedor, com anuência do CONTRATANTE, não incorrerão em penalidade para a CONTRATADA quanto ao descumprimento dos tempos máximos para atendimento e resolução, entretanto, a solução junto ao fabricante deverá ser intermediada pela mesma, até o término do atendimento. a) Entende-se por término do atendimento a disponibilidade da solução para uso em condições normais de funcionamento no local onde está instalado, estando condicionado à aprovação do CONTRATANTE. b) O controle destes chamados ocorrerá através de ferramenta de Gestão de Chamados do CONTRATANTE. 9.4 A CONTRATADA será responsável pelos custos de deslocamento do profissional até o local da prestação de serviço de suporte técnico especializado, bem como por todas as despesas de transporte, diárias, frete, seguro ou quaisquer outros custos envolvidos nos atendimentos dos chamados técnicos. 9.5 A CONTRATADA deverá emitir relatório técnico, indicando os procedimentos realizados durante a manutenção preventiva e/ou suporte técnico O serviço de suporte técnico deverá estar disponível 24x7x365 (vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana, trezentos e sessenta e cinco dias por ano), com tempo de resolução conforme descrito no item Disponibilizar correções de segurança, que implicam em vulnerabilidade do sistema a ataques virtuais, no prazo máximo de 01 (um) dia útil após a divulgação das vulnerabilidades. 9.8 O suporte técnico da garantia prestada pelo fornecedor consiste no esclarecimento de dúvidas, na reparação das eventuais falhas de funcionamento, mediante a substituição de versão, de acordo com os manuais e normas técnicas específicas, no acompanhamento de instalação de novas versões ou de reinstalação de qualquer versão adquirida, e ainda orientação das melhores práticas de uso dos produtos adquiridos. 16

17 10 - ACORDO DE NÍVEL DE SERVIÇO PARA O OBJETO 10.1 A CONTRATADA deverá ter condições de assegurar o Acordo de Nível de Serviço ANS, para Assistência Técnica, no regime de 8x5x365 (oito horas por dia, cinco dias por semana, trezentos e sessenta e cinco dias por ano), com atendimento presencial, quando necessário, e com tempo de resposta e de solução conforme quadro abaixo: Severidade Tempo de resposta Tempo de solução Alto Impacto Até 02 horas Até 04 horas Médio Impacto Até 04 horas Até 06 horas Sem Impacto Até 08 horas Até 12 horas Caso o serviço seja on-site, será considerado o momento de apresentação do técnico nas dependências do CONTRATANTE como horário do início do atendimento para fins de apuração do prazo Os chamados serão classificados nas seguintes categorias de prioridade: a) Baixa: Ocorrências que não interfiram na disponibilidade ou performance dos serviços. b) Normal: Ocorrências que prejudiquem os serviços sem interrompê-los. c) Alta: Qualquer ocorrência que caracterize a indisponibilidade dos serviços Na abertura do chamado serão definidas a categoria de prioridade (baixa, normal e alta) e a forma de atendimento (remoto ou on-site) Os prazos para atendimento dos chamados deverão seguir o quadro abaixo: Tipo de Atendimento Prioridade Baixa Prioridade Normal Prioridade Alta ON-SITE 2 dias úteis 1 dia útil 4 horas corridas REMOTO 1 dia útil 4 horas corridas 2 horas corridas 10.2 Os chamados técnicos deverão possuir identificador de ocorrência (numérico) próprio, data e hora de abertura devidamente repassada ao CONTRATANTE, a fim de registro e acompanhamento das ocorrências A CONTRATADA deverá informar o número do chamado e disponibilizar um meio de acompanhamento do seu estado Ao final de cada atendimento, A CONTRATADA deverá emitir relatório técnico contendo as seguintes informações: a) Nº do chamado; b) Categoria de prioridade; c) Descrição do problema e da solução; d) Procedimentos realizados; 17

18 e) Data e hora da abertura e do fechamento do chamado; f) Data e hora do início e do término da execução dos serviços; e g) Identificação do técnico da empresa Os tempos de resposta e de solução para os chamados técnicos abertos serão contados a partir do registro dos mesmos através de contato telefônico, conforme descrito no subitem A CONTRATADA deverá trabalhar na resolução dos problemas até que as soluções de correio eletrônico e/ou AntiSpam estejam novamente em regime normal de produção sem qualquer pendência. Em caso de severidade de alto impacto, que deixa o ambiente inoperante, o atendimento para resolução do problema deverá ser, obrigatoriamente, presencial conforme quadro de Acordo de Nível de Serviço (ANS) com severidade Alto impacto, tempo de resposta e tempo de solução, previstos no subitem OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA 11.1 Fornecer, obrigatoriamente, durante todo o prazo de vigência do Contrato o suporte necessário para a manutenção preventiva, corretiva e de melhorias da solução de correio eletrônico Manter atualizadas as versões e respectivas licenças da solução de correio eletrônico, durante a vigência do Contrato e seus aditivos Deslocar técnicos especializados para o atendimento do suporte técnico, caso seja necessário, nos locais descritos no item 15, sem ônus para o CONTRATANTE, em horário comercial ou sob demanda Manter, por seus representantes ou prepostos, sigilo quanto aos trabalhos executados e elementos utilizados Manter em caráter confidencial, mesmo após o término do prazo de vigência ou eventual rescisão do Contrato, todas e quaisquer informações classificadas como confidenciais ou não do CONTRATANTE Apresentar mensalmente relatório dos registros de falhas da solução Prever mecanismo de transferência da tecnologia para o CONTRATANTE, incluindo o suporte para transferência dos serviços para outra organização fornecedora, em caso de motivação quanto ao término do Contrato, por solicitação de uma das partes envolvidas Garantir o funcionamento de toda a solução de correio eletrônico Permitir que sejam criados índices que permitam identificar incidentes de segurança. Estes índices quando atingidos deverão ser documentados e permitir que as ações realizadas para sua solução/mitigação sejam registradas. 18

19 11.10 Permitir a integração com ferramentas de segurança, a partir de sua execução, gerar relatórios com os problemas encontrados de forma a orientar a implementação da solução ou que, na impossibilidade da solução, medidas de contorno do problema Dar garantia e suporte técnico, pelo prazo de vigência do Contrato, de todos os produtos adquiridos e dos serviços contratados Fornecer número telefônico 0800, para abertura e acompanhamento dos chamados técnicos Cada chamada técnica será registrada pela CONTRATADA e deverá possuir identificador (numérico) próprio, repassado ao CONTRATANTE, a fim de registro e acompanhamento das ocorrências Uma vez registrada a ocorrência junto à CONTRATADA, ela será encaminhada para os procedimentos de atendimento e solução dos problemas Informar ao CONTRATANTE o endereço eletrônico e/ou endereço do site para fins de esclarecimento de dúvidas relativas ao uso, instalação ou configuração dos produtos que compõem a solução, assim como para orientação e acompanhamento da solução de problemas quando não for demandada a presença de um técnico, a critério do CONTRATANTE Garantir a total compatibilidade da solução proposta com novas implementações tecnológicas que vierem a ser desenvolvidas pelo fabricante do equipamento fornecido, no que se refere aos devices drivers de código aberto, visando assegurar a evolução e continuidade da base instalada Fornecer também, endereço eletrônico e número de fax para envio alternativo de mensagem de abertura de chamados, no caso de indisponibilidade do acesso telefônico A impossibilidade de recebimento da abertura de chamado através da tentativa nos três canais não exime o fornecedor do prazo de manutenção Assumir inteira responsabilidade pela execução dos serviços contratados, correndo por sua própria conta quaisquer ônus, encargos sociais, trabalhistas, previdenciários, tributos, taxas, licenças e férias, concernentes à contratação, inclusive seguros contra acidentes de trabalho, bem como o de indenizar todo e qualquer dano e prejuízo pessoal ou material que possa advir, direta ou indiretamente, no exercício de suas atividades Executar os serviços com observância das especificações técnicas e regulamentação aplicável ao caso, com esmero e correção, refazendo tudo quanto for impugnado pela fiscalização, se necessário Manter total sigilo acerca de todos os dados referentes ao objeto desta contratação e as demais informações decorrentes de seu processamento, devendo, ainda, cada funcionário que possuir potencial de acesso a estas informações, assinar o Termo de Sigilo e Confidencialidade do CONTRATANTE. 19

20 11.19 Manter preposto para representá-la durante a prestação dos serviços, desde que aceito pelo CONTRATANTE Responder pelas despesas relativas aos encargos trabalhistas, de seguro de acidentes, impostos, contribuições previdenciárias e quaisquer outras que forem devidas e referentes aos serviços executados por seus empregados, uma vez que os mesmos não tem nenhum vínculo empregatício com o CONTRATANTE Responsabilizar-se valores adicionais ao valor do Contrato, tais como custos de deslocamento, alimentação, transporte, alojamento, trabalho em sábados, domingos, feriados ou em horário noturno, bem como qualquer outro valor adicional Manter, em observância às obrigações assumidas, todas as condições de habilitação e qualificação exigidas no processo de licitação. 12 OBRIGAÇÕES DO CONTRATANTE 12.1 Efetuar os pagamentos devidos à CONTRATADA Fornecer à CONTRATADA os documentos, informações e demais elementos que possuir ligados aos serviços do objeto Assegurar aos técnicos credenciados pela CONTRATADA o acesso aos locais de execução dos serviços, resguardadas as normas de sigilo e segurança impostas pelo mesmo Designar comissão para o acompanhamento e fiscalização do objeto Receber o objeto, após a verificação do atendimento integral das especificações requeridas Supervisionar e controlar os serviços executados, a fim de atestar as faturas apresentadas pela CONTRATADA Comunicar à CONTRATADA qualquer anormalidade ocorrida na execução do objeto, diligenciando para que as irregularidades ou falhas sejam plenamente corrigidas Notificar, por escrito, a CONTRATADA da aplicação de eventuais penalidades, garantindolhe o direito a contraditória e ampla defesa Fornecer por escrito às informações necessárias para o desenvolvimento dos serviços objeto do Contrato Abrir Ordens de Serviço com as especificações de cada item do serviço, demandado à CONTRATADA Responsabilizar-se pela comunicação, em tempo hábil, de qualquer fato que acarrete em interrupção na execução do Contrato. 20

CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. TERMO DE REFERÊNCIA Tomada de Preços nº 001/2009

CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. TERMO DE REFERÊNCIA Tomada de Preços nº 001/2009 Anexo II TERMO DE REFERÊNCIA Tomada de Preços nº 001/2009 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de serviços de suporte técnico para a Solução de Correio Eletrônico existente no PRODERJ, baseado em software livre,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2013. 1.1.1 - A garantia de renovação das licenças deverá ser de 36 (trinta e seis) meses.

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2013. 1.1.1 - A garantia de renovação das licenças deverá ser de 36 (trinta e seis) meses. Anexo I 1 DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2013 1.1 Prestação de serviços de renovação, para atualização de 32 (trinta e duas) licenças, do software de virtualização VMware vsphere

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012 1 DO OBJETO 1.1 - Fornecimento de solução avançada de backup desduplicado, com serviços de assistência técnica e capacitação, visando a integração

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 008/2012

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 008/2012 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 008/2012 1 DO OBJETO 1.1 Prestação de serviços para implementação de uma solução avançada de Filtro de Conteúdo Web, de alto desempenho, em modo cluster,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TR Pregão Eletrônico nº 001/2015

TERMO DE REFERÊNCIA TR Pregão Eletrônico nº 001/2015 PROCESSO: E-26/0/580/205 DATA: 6/03/205 RUBRICA: ID 28859-9 TERMO DE REFERÊNCIA TR Pregão Eletrônico nº 00/205 Anexo I. DO OBJETO. - Prestação de serviços de assistência técnica e manutenção do ambiente

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 004/2013

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 004/2013 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 004/2013 1 DO OBJETO 1.1 Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de softwares para auditoria e análise inteligente das políticas

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA LOTE ITEM UN DESCRIÇÃO QUANTIDADE ENVIO DE MENSAGENS SHORT MESSAGE. no N

TERMO DE REFERÊNCIA LOTE ITEM UN DESCRIÇÃO QUANTIDADE ENVIO DE MENSAGENS SHORT MESSAGE. no N TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS SMS SHORT MESSAGE SERVICE PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Responsável: Superintendência Central de Governança Eletrônica Objeto LOTE ITEM

Leia mais

Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC. Treinamento Básico do Correio Eletrônico

Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC. Treinamento Básico do Correio Eletrônico Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC Treinamento Básico do Correio Eletrônico Brasília Março de 2012 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 1.1 Como acessar

Leia mais

Serviço de mensageria SMS

Serviço de mensageria SMS Termo de Referência Serviço de mensageria SMS Agosto/2014 1 1 OBJETO 1.1 Prestação de serviços de envio de até 1.680.000 (Um milhão seiscentos e oitenta mil) Mensagens de Texto SMS (Short Message Service)

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto)

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto) TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço Telefônico Móvel de Dados, na modalidade Sms (Short Message Service - Serviço de Mensagens Curtas de Texto) 1 1 - OBJETO 1.1 Registro de Preços para prestação de

Leia mais

Apresentação - Winconnection 7

Apresentação - Winconnection 7 Apresentação - Winconnection 7 Conteúdo: Principais Novidades Produtos Recursos Plugins Requisitos Comparativo Dicas de Configuração Principais Novidades Principais Novidades: Novo Administrador Web Sistema

Leia mais

Catálogo de Serviços de Tecnologia da Informação. Versão 0.2

Catálogo de Serviços de Tecnologia da Informação. Versão 0.2 Catálogo de Serviços de Tecnologia da Informação Versão 0.2 Apresentação...3 Objetivos... 3 1.Serviço e-mail corporativo...4 Apresentação Este documento visa organizar e documentar os serviços prestados

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico em sistema de colaboração ZIMBRA. 2. DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - TIC

UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - TIC Código: NO01 Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região Comitê de Segurança da Informação Secretaria de Tecnologia da Informação Núcleo de Segurança da Informação Revisão: 00 Vigência:20/04/2012 Classificação:

Leia mais

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 001/2007 1 ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA ESTABELECE, RESPONSABILIDADES DIVERSAS, TIPOS E HORÁRIO DE COBERTURA DE SUPORTE, E DEMAIS RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA RELATIVAS

Leia mais

Proposta de serviços Plot

Proposta de serviços Plot Proposta de serviços Plot Situação da Plot e expectativas Por favor confira. A proposta depende destas informações serem corretas. A Plot possui hoje aproximadamente 30 estações de trabalho para seus funcionários

Leia mais

Manual de Utilização do Zimbra

Manual de Utilização do Zimbra Manual de Utilização do Zimbra Compatível com os principais navegadores web (Firefox, Chrome e Internet Explorer) o Zimbra Webmail é uma suíte completa de ferramentas para gerir e-mails, calendário, tarefas

Leia mais

TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA)

TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA) TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA) Código do Serviço: 3110001 Nome do Serviço: SAN Cloud Mail Data de Publicação: 30-04-2013 Entrada em Vigor: 01-06-2013 Versão: 1.0000 Status: Publicado

Leia mais

SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI

SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI AUTOR: MÁRIO SÉRGIO CINTRA CAMARGO ÍNDICE ACESSANDO O WEBMAIL... 04 TRABALHANDO COM O CORREIO ELETRÔNICO... 09 CONCEITOS BÁSICOS... 09 O VISUAL DO CORREIO ELETRÔNICO... 10 CONHECENDO A JANELA INICIAL DO

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. REQUISITOS MÍNIMOS OBRIGATÓRIOS 1.1. ASPECTOS GERAIS ATRIBUTO 1.1.1 Documentação Técnica e Acessórios 1.1.2 Garantia CARACTERÍSTICAS MÍNIMAS EXIGIDAS a) Deverá ser entregue pela CONTRATADA a Documentação

Leia mais

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Índice Introdução ao Serviço de E-mail O que é um servidor de E-mail 3 Porque estamos migrando nosso serviço de correio eletrônico? 3 Vantagens de utilização

Leia mais

Business Email. Managed Applications. Business Email Managed Applications

Business Email. Managed Applications. Business Email Managed Applications Managed Applications Managed Applications Business Email Tel +351 21 319 92 00 Fax +351 21 319 92 01 Ed. Parque Expo, Av. D. João II, 1.07-2.1, R/C, 1998-014 Lisboa info@claranet.pt www.claranet.pt NIF

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO 1. Introdução 1.1. Descrição do serviço Este documento disciplina a cessão de uso permanente da solução de software para Gestão

Leia mais

UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO

UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO www.origy.com.br UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO CARACTERÍSTICAS: E-MAIL IMAP * Acesso simultâneo e centralizado, via aplicativo, webmail e celular/smartphone * Alta capacidade de armazenamento

Leia mais

Termos de Uso Sistema Diário de Obras Online

Termos de Uso Sistema Diário de Obras Online Termos de Uso Sistema Diário de Obras Online Estes são os termos que determinarão o nosso relacionamento Este contrato refere-se ao sistema Diário de Obras Online, abrangendo qualquer uma de suas versões

Leia mais

TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA)

TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA) TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA) Código do Serviço: 3110001 Nome do Serviço: Data de Publicação: 30/04/2013 Entrada em Vigor: SAN CLOUD MAIL 01/06/2013 Versão: 1.0000 Status: Publicado

Leia mais

Implantação de Auditoria para o Ambiente Microsoft nos Serviços de AD, File Server e Exchange Server do FNDE

Implantação de Auditoria para o Ambiente Microsoft nos Serviços de AD, File Server e Exchange Server do FNDE Implantação de Auditoria para o Ambiente Microsoft nos Serviços de AD, File Server e Exchange Server do FNDE Planejamento da Contratação Especificações Técnicas Versão 3.0 Página 1 de 18 Planejamento Termo

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Superintendência de Tecnologia da Informação. Termo de Uso do sistema ufbam@il

Universidade Federal da Bahia Superintendência de Tecnologia da Informação. Termo de Uso do sistema ufbam@il Página: 1 / 5 1. Apresentação 1.1 O presente Termo de Uso tem por objetivo regulamentar a utilização do sistema de comunicação e colaboração da Universidade Federal da Bahia ufbam@il, fornecido pela STI/UFBA.

Leia mais

Normas para o Administrador do serviço de e-mail

Normas para o Administrador do serviço de e-mail Normas para o Administrador do serviço de e-mail Os serviços de e-mails oferecidos pela USP - Universidade de São Paulo - impõem responsabilidades e obrigações a seus Administradores, com o objetivo de

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB 1 -DO OBJETO Constitui objeto da presente licitação a aquisição de 70 (setenta) licenças de software antivírus coorporativo para

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS CURTAS DE TEXTO (SMS)

TERMO DE REFERÊNCIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS CURTAS DE TEXTO (SMS) TERMO DE REFERÊNCIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS CURTAS DE TEXTO (SMS) Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo PRODAM-SP S/A Avenida Francisco Matarazzo,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens:

TERMO DE REFERÊNCIA. O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens: TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO: O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens: Módulo de expansão para sistema de armazenamento em disco

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 021/2012

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 021/2012 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 021/2012 1 DO OBJETO 1.1 Prestação de serviços visando à atualização tecnológica da infraestrutura de firewall para suportar a INFOVIA RJ 2.0, mantendo

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS

SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PO - PSI 1ª 1/9 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ALCANCE... 2 3. ÁREA GESTORA... 2 4. CONCEITOS/CRITÉRIOS GERAIS... 2 5. DIRETRIZES... 3 6. RESPONSABILIDADES... 3 6.1 Todos

Leia mais

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções.

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Esse box destina-se ao cliente que já efetuou o seu primeiro acesso e cadastrou um login e senha. Após

Leia mais

Parceiro Oficial de Soluções Zimbra no Brasil

Parceiro Oficial de Soluções Zimbra no Brasil Apresentação A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se ao desenvolvimento e criação de

Leia mais

Correio Eletrônico Outlook Express. Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br

Correio Eletrônico Outlook Express. Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br Correio Eletrônico Outlook Express Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br O Microsoft Outlook é o principal cliente de mensagens e colaboração para ajudá-lo a obter os melhores

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/SGP Nº 034/2012 O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e

PORTARIA TRT 18ª GP/SGP Nº 034/2012 O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e PORTARIA TRT 18ª GP/SGP Nº 034/2012 O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regulamentares, e tendo em vista o que consta do Processo

Leia mais

Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1

Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1 Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1 Conteúdo Níveis de Proteção & Métodos de Detecção Novas Tecnologias Plataformas Suportadas Instalação Interface de Usuário do AVG AVG Desktop Widget Visão

Leia mais

Perguntas mais Freqüentes FAQ. Novo sistema de correio do Proderj

Perguntas mais Freqüentes FAQ. Novo sistema de correio do Proderj Perguntas mais Freqüentes FAQ Novo sistema de correio do Proderj 1) Quais são os servidores de DNS que devo usar? R.: Os servidores de consulta do Proderj são o 200.20.57.2 e o 200.156.33.150. O servidor

Leia mais

Expresso Livre Correio Eletrônico

Expresso Livre Correio Eletrônico Expresso Livre Correio Eletrônico 1. EXPRESSO LIVRE Para fazer uso desta ferramenta de correio eletrônico acesse seu Navegador de Internet e digite o endereço eletrônico expresso.am.gov.br. Figura 1 A

Leia mais

Nettion Security & Net View. Mais que um software, gestão em Internet.

Nettion Security & Net View. Mais que um software, gestão em Internet. Nettion Security & Net View Mais que um software, gestão em Internet. Net View & Nettion Security Mais que um software, gestão em Internet. A Net View e a Nettion Security Software se uniram para suprir

Leia mais

Especificação Técnica

Especificação Técnica Pág. 1/8 CONTRATAÇÃO DE SOLUÇÃO SMS Pág. 2/8 Equipe Responsável Elaboração Assinatura Data Divisão de Padrões de Tecnologia DIPT Aprovação Assinatura Data Departamento de Arquitetura Técnica DEAT Pág.

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2011 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de software SAP, BusinessObjects Enterprise - BOE, com manutenção

Leia mais

Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 2.9

Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 2.9 Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 2.9 2009 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia e Nokia Connecting People são marcas comerciais ou marcas registradas da Nokia Corporation. Outros nomes

Leia mais

Novidades do AVG 2013

Novidades do AVG 2013 Novidades do AVG 2013 Conteúdo Licenciamento Instalação Verificação Componentes Outras características Treinamento AVG 2 Licenciamento Instalação Verificação Componentes do AVG Outras características Treinamento

Leia mais

Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais

Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais Será utilizado o seguinte critério: Atende / Não atende (Atende em parte será considerado Não atende) Item Itens a serem avaliados conforme

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul 1 ANEXO VII QUADRO DE QUANTITATIVOS E ESPECIFICAÇÕES DOS ITENS Item Produto Quantidade 1 Aparelhos IP, com 2 canais Sip, visor e teclas avançadas, 2 70 portas LAN 10/100 2 Servidor com HD 500G 4 GB memória

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS

PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS ESET Business Solutions 1/7 Vamos supor que você tenha iniciado uma empresa ou que já tenha uma empresa bem estabelecida, há certas coisas que deveria esperar

Leia mais

Symantec AntiVirus Enterprise Edition

Symantec AntiVirus Enterprise Edition Symantec AntiVirus Enterprise Edition Proteção abrangente contra ameaças para todas as partes da rede, incluindo proteção contra spyware no cliente, em um único conjunto de produtos Visão geral O Symantec

Leia mais

Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian

Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian Edição 1.0 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos Microsoft oferecem aplicativos corporativos Microsoft para o

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Processamento de Dados

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Processamento de Dados Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Processamento de Dados Termo de Referência Contratação de serviços de desenvolvimento de sistemas informatizados para implementar o portal online para a

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.2. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.2. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.2 ExpressoMG 16/12/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Contrato de Desenvolvimento de Site ou Sistema

Contrato de Desenvolvimento de Site ou Sistema Contrato de Desenvolvimento de Site ou Sistema Contratada - PRODUCT WEB EIRELI - ME, com sede à Rua, Adão, nº 48, jardim são pedro, cidade de Barueri, Estado São Paulo - SP, inscrita no CNPJ sob o nº 15.562.757/0001-46,

Leia mais

CORREIO inotes. Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet.

CORREIO inotes. Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet. CORREIO inotes Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet. Na sua Área de Trabalho execute dois cliques rápidos no ícone do Internet Explorer. Ao ser exibida a primeira tela do Internet

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E DA ASSISTÊNCIA TÉCNICA

CLÁUSULA SEGUNDA - DA DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E DA ASSISTÊNCIA TÉCNICA CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE PROGRAMAS DE COMPUTADOR E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, as partes: a) de um lado, a empresa GEPER DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Diveo Exchange OWA 2007

Diveo Exchange OWA 2007 Diveo Exchange OWA 2007 Manual do Usuário v.1.0 Autor: Cícero Renato G. Souza Revisão: Antonio Carlos de Jesus Sistemas & IT Introdução... 4 Introdução ao Outlook Web Access 2007... 4 Quais são as funcionalidades

Leia mais

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos do computador: Microsoft Windows 2000 (32 bits) com Service Pack 4 (SP4) ou superior, Windows XP (32 bits) com Service Pack 1 (SP1)

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 10/2009 ESCLARECIMENTO 1

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 10/2009 ESCLARECIMENTO 1 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 1 Referência: Pregão Eletrônico n. 10/2009 Data: 22/01/2009 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução para segurança da informação e ferramenta

Leia mais

Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional

Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional SGTA Sistema de Gestão Total de Abastecimento do Governo do Estado de Minas Gerais REV DATA ALTERAÇÃO CRIAÇÃO REVISÃO APROVAÇÃO 01 13/01/14 Versão

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA. d) Certificação CERTICS informar se o software possui a referida certificação.

CONSULTA PÚBLICA. d) Certificação CERTICS informar se o software possui a referida certificação. CONSULTA PÚBLICA O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES está preparando procedimento licitatório visando a aquisição de software comparador de documentos do tipo texto, compreendendo

Leia mais

Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 3.0

Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 3.0 Manual do Usuário do Nokia Mail for Exchange 3.0 2009 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia e Nokia Connecting People são marcas comerciais ou marcas registradas da Nokia Corporation. Outros nomes

Leia mais

Para/To: N o de páginas/n o of. pages: 06 De/From: Silvana Luz Simões Data/Date: 28 / 08/ 2007 Ref.: Solicitação de proposta ATT.:

Para/To: N o de páginas/n o of. pages: 06 De/From: Silvana Luz Simões Data/Date: 28 / 08/ 2007 Ref.: Solicitação de proposta ATT.: MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq DAD/CGADM/COINF/SERVIÇO DE LICITAÇÃO SELIC SEPN 507, Bloco B, Ed. Sede CNPq, Sala 211, CEP: 70.740-901,

Leia mais

NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DA REDE SETUR

NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DA REDE SETUR NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DA REDE SETUR GETAD/TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1-OBJETIVO Esta norma estabelece os critérios e procedimentos relacionados à utilização da REDE SETUR por todos os servidores, estagiários

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Registro de Preços para prestação de serviço de atualização de licenças de uso do produto Citrix Xenapp, aquisição de novas licenças, subscrição e suporte ao software Citrix e suporte

Leia mais

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO 1. LICENCIAMENTO 1.1. Todos os componentes da solução devem estar licenciados em nome da CONTRATANTE pelo período de 36 (trinta e seis) meses; 1.2. A solução deve prover suporte técnico 8 (oito) horas

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PGFN Departamento de Gestão Corporativa - DGC Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação - CTI CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Infraestrutura

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail Sumário SOBRE A LOCAWEB 3 INFRAESTRUTURA DO DATA CENTER 4 SOLUÇÕES PROPOSTAS 5 BENEFÍCIOS LOCAWEB 6 CONHEÇA TAMBÉM 6 CONDIÇÕES COMERCIAIS 7 CONDIÇÕES GERAIS 8 www.locaweb.com.br

Leia mais

Manual do Usuário Microsoft Apps

Manual do Usuário Microsoft Apps Manual do Usuário Microsoft Apps Edição 1 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos da Microsoft oferecem aplicativos para negócios para o seu telefone Nokia

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO VIVO GESTÃO O GESTÃ. L I Razão Social: E N CNPJ: / - Inscrição Estadual: T E Endereço: Nº: Complemento: CEP: -

CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO VIVO GESTÃO O GESTÃ. L I Razão Social: E N CNPJ: / - Inscrição Estadual: T E Endereço: Nº: Complemento: CEP: - CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO VIVO GESTÃO O GESTÃ C Dados do Cliente (Empresa): L I Razão Social: E N CNPJ: / - Inscrição Estadual: T E Endereço: Nº: Complemento: CEP: - Bairro: Município: UF: São partes

Leia mais

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14 portal@up.com.br Apresentação Este manual contém informações básicas, e tem como objetivo mostrar a você, aluno, como utilizar as ferramentas do Portal Universitário e, portanto, não trata de todos os

Leia mais

Manual de Operações Básicas. Thiago Passamani

Manual de Operações Básicas. Thiago Passamani Manual de Operações Básicas Thiago Passamani 1 - Entrando e saindo do sistema O Zimbra Suíte de Colaboração é um software de correio eletrônico open source com suporte para e-mail, contatos, calendário

Leia mais

administração Guia de BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1

administração Guia de BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Guia de administração Publicado: 16/01/2014 SWD-20140116140606218 Conteúdo 1 Primeiros passos... 6 Disponibilidade de recursos administrativos... 6 Disponibilidade

Leia mais

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário Mandic. Somos Especialistas em Cloud. PAINEL MANDIC CLOUD Manual do Usuário 1 BEM-VINDO AO SEU PAINEL DE CONTROLE ESTE MANUAL É DESTINADO AO USO DOS CLIENTES DA MANDIC CLOUD SOLUTIONS COM A CONTRATAÇÃO

Leia mais

SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS

SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS Com o objetivo de manter um alto nível no serviço de e-mails, a SOPHUS TECNOLOGIA disponibiliza soluções voltadas para cada necessidade de seus clientes.

Leia mais

MANUAL DE NORMAS DA EMBRAPA

MANUAL DE NORMAS DA EMBRAPA Sumário 1. Objetivo 2. Campo de aplicação 3. Documentos de Referência 4. Definições 5. Condições gerais 6. Condições de Acesso aos Recursos 7. Autenticação de Usuários 8. Recursos de Hardware e Software

Leia mais

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE REQUISITOS LEGAIS SGA E SGSSO SYMLEX

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE REQUISITOS LEGAIS SGA E SGSSO SYMLEX SISTEMA DE MONITORAMENTO DE REQUISITOS LEGAIS SGA E SGSSO SYMLEX Manual do Usuário Março/2011 V7 SISTEMA DE MONITORAMENTO AOS REQUISITOS LEGAIS SGA E SGSSO DO SYMLEX MANUAL DE USUÁRIO A KEYASSOCIADOS atua

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG Página 1 de 26 Sumário Introdução...3 Layout do Webmail...4 Zimbra: Nível Intermediário...5 Fazer

Leia mais

Bem-vindo ao Guia de Introdução - Segurança

Bem-vindo ao Guia de Introdução - Segurança Bem-vindo ao Guia de Introdução - Segurança Table of Contents Bem-vindo ao Guia de Introdução - Segurança... 1 PC Tools Internet Security... 3 Introdução ao PC Tools Internet Security... 3 Instalação...

Leia mais

ACEITAÇÃO DO TERMO APRESENTAÇÃO

ACEITAÇÃO DO TERMO APRESENTAÇÃO ACEITAÇÃO DO TERMO O CONTRATANTE que pretenda utilizar os serviços da TREVISAN TECNOLOGIA deverá aceitar os termos e condições gerais do contrato e todas as políticas e os princípios que o regem. Caso

Leia mais

Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações

Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações Clever de Oliveira Júnior*, Paulo E. M. Almeida* *Departamento de Recursos em Informática Centro Federal

Leia mais

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital.

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Aker FIREWALL UTM Fortaleza Digital Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Ideal para o ambiente corporativo, com o Aker Firewall UTM você tem o controle total das informações

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS CURTAS DE TEXTO (SMS)

TERMO DE REFERÊNCIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS CURTAS DE TEXTO (SMS) TERMO DE REFERÊNCIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS CURTAS DE TEXTO (SMS) Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo PRODAM SP S/A Avenida Francisco Matarazzo,

Leia mais

ChasqueMail O e mail da UFRGS

ChasqueMail O e mail da UFRGS ChasqueMail O e mail da UFRGS Alexandre Marchi, Everton Foscarini, Rui Ribeiro Universidade Federal do Rio Grande do Sul Centro de Processamento de Dados Rua Ramiro Barcelos, 2574 Portao K Porto Alegre

Leia mais

Gateways de Correio Eletrônico Usando o MDaemon 6.0

Gateways de Correio Eletrônico Usando o MDaemon 6.0 Gateways de Correio Eletrônico Usando o MDaemon 6.0 Alt-N Technologies, Ltd 1179 Corporate Drive West, #103 Arlington, TX 76006 Tel: (817) 652-0204 2002 Alt-N Technologies. Todos os Direitos Reservados.

Leia mais

POLÍTICA DE USO DE CORREIO ELETRÔNICO da SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DO CEARÁ

POLÍTICA DE USO DE CORREIO ELETRÔNICO da SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DO CEARÁ POLÍTICA DE USO DE CORREIO ELETRÔNICO da SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DO CEARÁ 1. OBJETIVO Definir os requisitos e as regras de segurança para o uso do correio eletrônico (e-mail) no âmbito da SESA (Secretaria

Leia mais

MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar

MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar MANUAL DO PERSUS - OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS Índice 1. INTRODUÇÃO...5 2. MÓDULO DE GESTÃO DE

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais