Relatório de projecto

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório de projecto"

Transcrição

1 Relatório de projecto 9ºB 2005/2006 Página 1 de 12

2 1) Projecto inicial O projecto proposto é fruto de uma proposta independente que se integrou num dos projectos a integrar e desenvolver na disciplina de Área de Projecto no ano lectivo de 2005/2006, tendo esta sido iniciada já em 2006 como segundo projecto. 1.1) Objectivos O projecto que a partir de agora se vai designar por criação de uma página na Internet tem o objectivo de conseguir que os alunos e professor respectivo (globalmente) exponham os seus interesses, trabalhos e opiniões na Internet, e, ao mesmo tempo adquiram conhecimentos na área das TIC (tecnologias da informação e comunicação), para que num futuro próximo as possam aplicar e ganhar algo com isso. 1.2) Fundamentação A criação desta página surge com a falta de utilização da Internet e como consequência a falta de interesse pelas TIC, o que se revela de uma forma negativa e, que pode prejudicar os alunos (principalmente) se estes não tiverem os conhecimentos mínimos. A criação passo a passo da página tem um objectivo pedagógico e é estruturada de forma a que todos a possam fazer, desde que sejam devidamente orientados para essas mesmas tarefas. 2) Etapas A criação da página na Internet é constituída por várias etapas distintas que, são ligadas entre si, por forma a que sejam dependentes umas das outras. As etapas inicialmente apresentadas são: Criação de acordos para utilização de servidores e autorizações das empresas detentoras dos mesmos; Distribuição de funções pelos elementos do grupo; Regularização das informações pessoais e dos endereços; Registar um endereço de e mail para cada um dos intervenientes no projecto; Criar um endereço de e mail para cada um dos grupos; 9ºB 2005/2006 Página 2 de 12

3 Pesquisa de informações para os trabalhos que irão estar presentes no site da turma; Tratamento da informação pesquisada; Pesquisa sobre a organização de todo o site (organização, design, temáticas ); Transposição dos trabalhos de raiz (. DOC,.PPT ) para HTML (formato de página de Internet simplificado); Organização de todos os conteúdos HTML; Revisão de todo o projecto na íntegra; Publicação da página num servidor. 2.1) Passos técnicos Para garantir o correcto funcionamento da página será necessário uma série de passos técnicos para reduzir ao mínimo as perdas de dados, a danificação automática de dados e/ou os erros de programação/descompilação. Os passos técnicos mais básicos para a criação, desenvolvimento e publicação deste site são: Registo de domínio no servidor; Confirmação do SO (sistema operativo) do servidor; Confirmação das extensões permitidas pelo servidor em questão; Análise a todos os conteúdos programados em HTML e (se necessário) correcção dos mesmos; Utilização/Programação (Java, Script s, Flash ) de/em linguagens diferentes para assegurar a correcta funcionalidade de todos os conteúdos disponibilizados on line. 3) Entidades abrangidas Para uma publicação de um tipo de projecto como este é sempre necessário encontrar empresas do ramo das TIC e/ou telecomunicações que prestem os serviços que este projecto necessita, assim sendo, foram precisos alguns contractos com instituições nacionais e internacionais para conseguir sustentar este projecto. 3.1) Servidor 9ºB 2005/2006 Página 3 de 12

4 A nível nacional existem poucas opções de escolha pois grande parte (cerca de 90% dos serviços disponíveis) são serviços pagos, ou seja, para alojar a página seria necessário para uma mensalidade e/ou anuidade, esta medida não foi considerada como útil pois os contratos exigem fidelização e para além disso acabando o ano lectivo deixa de ter sentido o pagamento de um projecto que corre certos e graves riscos de ficar parado ou mesmo inutilizável. Assim, para não comprometer a escola nem os alunos foi ponderado e escolhido o acesso a um servidor gratuito. Depois da análise efectuada a território nacional foram consideradas apenas duas hipóteses interessantes. As hipotéticas escolhas recaíram sobre a SONAE (detentora do Clix ) e a PT.COM (detentora do Sapo ). Considerando as hipóteses assinaladas e em acordo com o ponto presente neste relatório das escolhas recaíram sobre o servidor Sapo propriedade da Portugal Telecom Multimédia (PT.COM) ) Características técnicas dos servidores CLIX: o Capacidades de alojamento 5 (cinco) MB; o SO utilizado não apurado; o Capacidade para FTP (file transfer protocol) não apurado; o Endereço disponibilizado o Disponibilidade média 24 horas por dia. SAPO: o Capacidade de alojamento entre 20 (vinte) a 25 (vinte e cinco) MB; o SO utilizado não apurado; o Capacidade para FTP (file transfer protocol) sim; o Endereço disponibilizado (...no, com, home...).sapo.pt o Disponibilidade média 24 horas por dia. 3.2) Endereços de e mail Para o correcto contacto e funcionamento do site é conveniente que os visitantes encontrem meio para comunicar ao (aos) webmaster informações 9ºB 2005/2006 Página 4 de 12

5 importantes sobre o site. Será também necessário criar (por razões técnicas) endereços próprios para cada elemento e finalmente para a comunicação entre os membros do projecto. Para a publicação deste site foi necessário fazer um estudo sobre os endereços necessários e, chegou se a uma conclusão final. Será necessário ao todo criar 29 (vinte e nove) endereços de e mail para este projecto. Estes irão ser distribuídos por três operadoras (empresas do ramo específico). As empresas visadas são: PT.COM serviço Sapo Mail SONAE serviço Mail Clix Microsoft serviço Hotmail 3.2.1) Características dos serviços de e mail Depois de todos os processos que passaram sobre a qualidade e quantidade de endereços foi necessário escolher as entidades a que se irá recorrer. Cada entidade presta um serviço único e diferente sendo necessário ponderar todos os aspectos e qualidades que fornecem. Após uma pesquisa a todos os fornecedores presentes no ponto 3.2 deste relatório as principais qualidades técnicas de cada um são: SAPO MAIL: o Capacidade 15 MB o Funcionalidade bom o Rapidez muito bom o Modalidade alargada só para clientes Sapo ADSL (outras opções não apuradas) o Opções avançadas médio MAIL CLIX: o Capacidade 5 MB o Funcionalidade bom o Rapidez bom o Modalidade alargada não apurado o Opções avançadas bom 9ºB 2005/2006 Página 5 de 12

6 HOTMAIL: o Capacidade 2 MB o Funcionalidade muito bom o Rapidez muito bom o Modalidade alargada só mediante pagamento o Opções avançadas não apurado 3.2.2) Escolha Tendo em conta os parâmetros analisados em as tarefas a executar em cada um dos servidores de e mail são distribuídas da seguinte maneira: Para registar/alojar o site: Sapo Mail Para os visitantes enviarem as suas opiniões/sugestões: Mail Clix Para os intervenientes do projecto contactarem entre si: Hotmail 4) Recursos técnicos necessários (software) É indispensável a utilização de software para criar um site, pois este é único meio de fazer/publicar as páginas. Quanto ao software a utilizar, a listagem não é muito grande e tem os melhores e mais funcionais programas para este projecto em especial. o No que diz respeito ao sistema a operar nos computadores é necessário que seja o Windows da Microsoft, de preferência o Windows XP SP2. o Quanto à criação e publicação do site o melhor programa (para este caso) será o Microsoft FrontPage 2003 (v.11). Este está orientado para uma utilização relativamente fácil e poderá estar em Língua Portuguesa, o que obviamente facilitará o trabalho. o Em outros casos específicos será necessário a utilização de outros programas que não estão presentes nos computadores em funcionamento disponibilizados na escola. Para estes caso será necessário uma averiguação de custos e necessidades, e após essa verificação é que se irá verificar realmente se será necessária a utilização desse suporte. Até ao momento a única opção considerada foi o Macromedia Flash 8, necessário para a programação e desenvolvimento de aplicações exigentes e aplicadas para a estruturação do site. 9ºB 2005/2006 Página 6 de 12

7 4.1) Custos dos softwares A utilização de software proprietário exige o pagamento do programa assim como licenças de utilização. O software utilizado para a criação/publicação do site é de carácter proprietário, ou seja, pertence a uma (ou mais) editora (s) e são necessários custos de aquisição e pagamento de licenças. Quanto ao Windows não é necessário preocupações pois automaticamente a escola já paga licenças de utilização à Microsoft e não será necessário pagar novamente. A utilização do Microsoft FrontPage pode ser dividida em duas partes distintas. Poderemos considerar que este já está integrado com o Microsoft Office presente também nos computadores (generalizando) da escola e assim não será necessário o pagamento de licenças. Se hipoteticamente este não estiver instalado em grande parte dos computadores será necessário que a escola adquira o programa ou se o possuir o instale nos sistemas que o permitam. Quanto ao Macromedia Flash 8 já foi feito o estudo de produtividade e chegou se à conclusão que não é viável comprar e postumamente pagar uma licença para um programa que se irá utilizar apenas uma ou duas vezes. 5) Requisitos humanos Para elaborar um projecto desta envergadura é necessária uma orientação activa e funcional. Sendo este projecto orientado pelo Grupo I da Disciplina de Área de Projecto, este mesmo grupo de alunos compromete se a garantir as condições mínimas de orientação para os restantes intervenientes do projecto e garante também que no horário curricular prestará as devidas explicações e esclarecimentos. 6) Distribuição de tarefas É necessária a distribuição de tarefas pelos elementos do grupo pois só assim se irá conseguir o máximo de desempenho. As tarefas foram criadas para os elementos do grupo terem a máxima liberdade possível e poderem em todos os aspectos apresentar o seu espírito crítico. As tarefas criadas são todas necessárias 9ºB 2005/2006 Página 7 de 12

8 para o grupo respectivo poder apresentar os trabalhos com qualidade, contudo, a qualidade final do trabalho depende da pessoa e da sua capacidade para gerir o trabalho/tarefa que lhe foram atribuídos. Assim sendo as tarefas que foram apresentas foram: o Gestão do site; o Design das páginas; o Programação; o Gestão de conteúdos; o Actualização/publicação; o Organização dos conteúdos. 6.1) Elucidação sobre tarefas As principais funções que cada aluno deverá realizar em cada uma das tarefas são: Gestão do site pessoa que irá ver/rever os conteúdos que irão ser apresentados no site, deverá procurar erros (de qualquer tipo) nos textos apresentados e deverá ter a noção de actualização. Design das páginas será o responsável pelo grafismo do site. É a este que cabe a decisão sobre as cores, formas e parâmetros dimensionais presentes nas páginas. Programação esta tarefa não é valida para todos os grupos pois nem todos vão necessitar de aplicar esta tarefa. O elemento que irá aplicar esta tarefa deverá ter conhecimentos básicos sobre programação e deverá saber programar funções aplicadas (nos programas e páginas) e corrigir erros de programação/descodificação. Gestão de conteúdos o elemento que irá desempenhar esta função deverá ser ponderado nas decisões e ter espírito crítico em relação aos conteúdos publicados no site/página. A este cabe a função de escolher o que irá ser ou não publicado. Actualização/publicação a este elemento cabe a função de publicar o site quando este estiver concluído e se necessário fazer actualizações. Organização dos conteúdos esta tarefa é baseada em catalogação de conteúdos, ou seja, o responsável por esta tarefa deve catalogar os conteúdos bem como 9ºB 2005/2006 Página 8 de 12

9 organiza los por ordem (alfabética, cronológica ) de maneira a que seja mais fácil a sua colocação na (s) página (s). 7) Segurança É necessário um cuidado extremo com os dados apresentados no site pois estes podem ser alvo de ataques informáticos bastante perigosos. A principal preocupação é salvaguardar os dados pessoais não apresentando dados objectivos e concisos. É necessário o máximo de cuidado não se devendo apresentar moradas completas, números de telefone, fotografias individuais, e outros dados que comprometam a integridade dos intervenientes no projecto. 7.1) Ameaças informáticas Para garantir que as ameaças informáticas (vírus, spyware ) não vão causar problemas na execução e publicação dos dados off/on line todos os ficheiros presentes na página do site vão ser alvo de análises permanentes e contínuas para garantir que não se vai transpor nenhum conteúdo perigoso para a rede Web. 7.2) Recursos adicionais de segurança Para além do rigoroso cuidado com os dados que vão ser apresentados no site vai ser necessário utilizar software adicional. Este irá ser um simples antivírus para garantir que estamos livres de infecções. O recurso de irá ser utilizado é fabricado pela Panda Software Internacional e é o Panda Platinum Internet Security 2006, este vai ser usado como já foi indicado, ou seja, para analisar os ficheiros bem como impedir ataques externos durante a criação e publicação ) Características técnicas do antivírus O Panda Platinum Internet Security 2006 é um antivírus prestigiado em todo o mundo, é fabricado pela Panda Software (multinacional espanhola) e é recomendado e testado com resultados eficazes pela Microsoft. As principais características deste produto são: o Detecta e elimina automaticamente todo o tipo de vírus; o Inclui tecnologias TruPrevent para bloquear vírus desconhecidos; 9ºB 2005/2006 Página 9 de 12

10 o Firewall potente incluída; o Actualizações automáticas e imediatas; o Suporte técnico 24 horas por dia o Resposta em média de 2 horas para novas e potentes ameaças; o Disponível em Língua Portuguesa. 7.3) Infor mações adicionais de software de segurança O facto do software Panda Platinum Internet Security 2006 não estar abrangido pelos pontos 4 e 4.1 é explicado pelo facto da sua utilização e/ou integração nos sistemas não ter sido ainda discutida e/ou aprovada. 8) Desenvolvimento do projecto Após a determinação de tarefas cabe a cada um dos elementos e grupos cumprir as tarefas que lhes foram previamente indicadas. O método de avaliação a seguir muito provavelmente será a capacidade que cada elemento/grupo tem de cumprir positiva ou negativamente as tarefas que lhe foram atribuídas, sendo a avaliação atribuída de acordo com estes parâmetros (de uma forma geral). 8.1) Falta de capacidades técnicas Hipoteticamente poderá haver em algumas situações problemas técnicos referentes a estruturas técnicas (software, hardware ), cabe à escola garantir o correcto funcionamento destes materiais e/ou estruturas, se acontecer algum problema destes e este se venha a reflectir no projecto não se deve responsabilizar os intervenientes por estes acontecimentos. 8.2) Responsabilidades Cabe a cada grupo manter o seu projecto correctamente elaborado até à data da execução do mesmo. Se por algum motivo excepcional existam atrasos ou perda de dados que não estejam directamente à guarda do Grupo I não se deve responsabilizar este pelas consequências imediatas ou subsequentes que estes problemas venham a causar. 9ºB 2005/2006 Página 10 de 12

11 9) Contratos Todos os contratos aceites têm valor legal e, para todos os efeitos, devem ser cumpridos. Qualquer contrato aceite virtualmente (ou por outro meio) tem implicações legais e deve ser cumprido. Cabe à turma, grupo ou aluno cumprir as condições dos contratos que aceitou. 10)Dados confidenciais Cada um deve manter os seus dados confidenciais (como palavras passe) salvaguardados e não os deve divulgar a ninguém. Os dados sobre os acessos aos endereços de mail, e site são salvaguardados pelo Grupo I, estes numa fase inicial não serão divulgados. Numa fase terminal do projecto se assim se revelar útil estes poderão ser fornecidos aos restantes elementos contudo, a partir dessa data o Grupo I deixa de se responsabilizar pela segurança dos dados referentes e aliados a este projecto. 10.1) Dados acessíveis Na fase inicial do projecto existem dados (passwords) que por motivos de segurança não foram comunicados e/ou divulgados. No entanto existem dados que podem ser de conhecimento geral. Estes são basicamente os nomes de utilizador e uma password. ESTES DADOS SÃO: Mail Sapo (alojamento) User: Password: ## ND ## Mail Clix User: Password: ## ND ## Hotmail* User: 9ºB 2005/2006 Página 11 de 12

12 Password: bmmv5688fgt * Em caso de violação dos direitos do autor (turma 9ºB) o grupo I não se responsabiliza pois são dados de acesso livre e divulgado à turma. O cumprimento das nor mas de segurança fica à responsabilidade de cada elemento. 9ºB 2005/2006 Página 12 de 12

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6 MANUAL DO UTILIZADOR A informação contida neste manual, pode ser alterada sem qualquer aviso prévio. A Estratega Software, apesar dos esforços constantes de actualização deste manual e do produto de software,

Leia mais

Importante! Leia atentamente a secção de Activação dos serviços deste guia. As informações contidas nesta secção são essenciais para manter o seu PC protegido. MEGA DETECTION Manual de instalação rápida

Leia mais

Procedimentos de Segurança

Procedimentos de Segurança Procedimentos de Segurança Proteger o seu computador Utilize um anti-vírus para proteger o seu sistema e os seus dados Mantenha-o constantemente ligado e actualizado, e sempre configurado com protecção

Leia mais

A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação

A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação privadas, satélites e outros serviços de telecomunicação. Hardware

Leia mais

REGULAMENTO REDE C+ CENTRO

REGULAMENTO REDE C+ CENTRO REGULAMENTO REDE C+ CENTRO Índice 1 Apresentação da Rede C+...3 1.1. Destinatários...3 1.2. Aderentes à Rede C+...4 2 Adesão à Rede C+...5 2.1 Requisitos de adesão à Rede C+...5 2.1.1 REDE C + COMERCIAL...6

Leia mais

Contrato de Assistência Técnica ao Programa pleon

Contrato de Assistência Técnica ao Programa pleon Contrato de Assistência Técnica ao Programa pleon dbgep/99999 Entre: -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

QL-580N QL-1060N. Manual de instalação do software. Português LB9158001

QL-580N QL-1060N. Manual de instalação do software. Português LB9158001 QL-580N QL-060N Manual de instalação do software Português LB95800 Introdução Funcionalidades P-touch Editor Controlador de impressora P-touch Address Book (apenas no Windows ) Precauções para o CD-ROM

Leia mais

Descrição do Serviço Diagnóstico no Local

Descrição do Serviço Diagnóstico no Local Apresentação do serviço A Dell tem o prazer de fornecer o Serviço de (o Serviço ) de acordo com este documento (a Descrição do Serviço ). Este fornece actividades opcionais de diagnóstico no local na empresa

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO. 1. CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO SITE www.viaverde.pt.

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO. 1. CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO SITE www.viaverde.pt. CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO 1. CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO SITE www.viaverde.pt. 1.1. As presentes Condições Gerais de Utilização (doravante Condições Gerais ), regulam a utilização da página

Leia mais

Termos e Condições da Prestação de Serviços (TCPS):

Termos e Condições da Prestação de Serviços (TCPS): Termos e Condições da Prestação de Serviços (TCPS): A Hospedagem Virtual, a seguir denominada Contratada, presta serviços de hospedagem de sites e domínios para clientes, a seguir denominados Contratantes,

Leia mais

Instalação do Aparelho Virtual Bomgar. Base 3.2

Instalação do Aparelho Virtual Bomgar. Base 3.2 Instalação do Aparelho Virtual Bomgar Base 3.2 Obrigado por utilizar a Bomgar. Na Bomgar, o atendimento ao cliente é prioridade máxima. Ajude-nos a oferecer um excelente serviço. Se tiver algum comentário

Leia mais

Akropole Catequista. Todos os Ficheiros no Akropole Catequista trabalham com uma simples barra de edição, com 4 botões:

Akropole Catequista. Todos os Ficheiros no Akropole Catequista trabalham com uma simples barra de edição, com 4 botões: Akropole Catequista O Akropole Catequista em três tempos... Este texto é um pequeno manual de introdução ao Akropole Catequista. Umas das características deste programa é o facto deste não necessitar de

Leia mais

PT Web Conference. DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009

PT Web Conference. DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009 PT Web Conference Versão 1.0 DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009 Este documento é propriedade intelectual da PT e fica proibida a sua utilização ou propagação sem expressa autorização escrita.

Leia mais

Condições contratuais gerais TVCABO?

Condições contratuais gerais TVCABO? Condições contratuais gerais TVCABO? 1. OBJECTO 1.1. As presentes Condições Gerais regulam, em conjunto com os seus Anexos e os demais elementos referidos nas mesmas (conjuntamente Condições dos Produtos

Leia mais

Inquérito aos Estabelecimentos de Ensino: TIC e Educação MANUAL DO COORDENADOR ESCOLAR

Inquérito aos Estabelecimentos de Ensino: TIC e Educação MANUAL DO COORDENADOR ESCOLAR Inquérito aos Estabelecimentos de Ensino: TIC e Educação MANUAL DO COORDENADOR ESCOLAR European Schoolnet Service d Approches Quantitatives des faits éducatifs Índice Introdução... 2 1. VISÃO GERAL DA

Leia mais

WordPress. Especificações técnicas para o envio de ficheiros anexos. Versão 1.0 31 de Outubro de 2008

WordPress. Especificações técnicas para o envio de ficheiros anexos. Versão 1.0 31 de Outubro de 2008 WordPress Especificações técnicas para o envio de ficheiros anexos 31 de Outubro de 2008 Calçada do Marquês de Abrantes 45, 3º Dto 1200-718 Lisboa - PORTUGAL Tel.: +351 21 3304220 fax: +351 21 3304219

Leia mais

Guia de iniciação Bomgar B400

Guia de iniciação Bomgar B400 Guia de iniciação Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio de 2010 Guia de iniciação Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio 2010 Obrigado por utilizar a Bomgar. Na Bomgar, o atendimento

Leia mais

Descrição do serviço: Serviços de recuperação de activos ProManage Dell Reciclagem de activos de TI

Descrição do serviço: Serviços de recuperação de activos ProManage Dell Reciclagem de activos de TI Dell Serviços Descrição do serviço: Serviços de recuperação de activos ProManage Dell Reciclagem de activos de TI Apresentação dos serviços A Dell tem o prazer de fornecer os Serviços de recuperação de

Leia mais

QL-500 QL-560 QL-570 QL-650TD QL-1050

QL-500 QL-560 QL-570 QL-650TD QL-1050 QL-500 QL-560 QL-570 QL-650TD QL-1050 Manual de instalação do software Português LB9155001 Funcionalidades P-touch Editor Controlador da impressora P-touch Address Book (apenas Windows ) Introdução Torna

Leia mais

Controlo de acessos em rede

Controlo de acessos em rede Manual do software Controlo de acessos em rede Access (Versão do software: 1.0.2) (Versão do documento: 1.0.9) Para mais informação, visite o nosso website: www.simonalert.com Página - 1 - Para mais informação,

Leia mais

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA REFLEXÃO 3

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA REFLEXÃO 3 REFLEXÃO 3 Módulos 0771, 0773, 0774 e 0775 1/5 18-02-2013 Esta reflexão tem como objectivo partilhar e dar a conhecer o que aprendi nos módulos 0771 - Conexões de rede, 0773 - Rede local - instalação,

Leia mais

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns.

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Internet Internet ou Net É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Como Comunicam os computadores Os computadores comunicam entre si utilizando uma linguagem

Leia mais

Serviço de Atendimento Online. Manual de ajuda para uma melhor utilização dos programas de apoio ao serviço de atendimento online: Messenger

Serviço de Atendimento Online. Manual de ajuda para uma melhor utilização dos programas de apoio ao serviço de atendimento online: Messenger Serviço de Atendimento Online Manual de ajuda para uma melhor utilização dos programas de apoio ao serviço de atendimento online: Messenger Índice Messenger Dicas de utilização... 3 1. O que é... 3 2.

Leia mais

Actualização, Cópias de Segurança e Recuperação de Software

Actualização, Cópias de Segurança e Recuperação de Software Actualização, Cópias de Segurança e Recuperação de Software Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca comercial registada da Microsoft Corporation

Leia mais

Por razões de segurança não guardamos as passwords (palavra-passe) dos acessos aos sites. Será necessário gerar uma nova password.

Por razões de segurança não guardamos as passwords (palavra-passe) dos acessos aos sites. Será necessário gerar uma nova password. 1 de 7 11-11-2010 09:17 Painel de Administração cpanel Instruções Iniciais Estamos muito gratos por ter escolhido alojar o seu site na IBERWEB. Em caso de dúvidas, por favor contacte de imediato o nosso

Leia mais

Consulte a contra-capa para uma instalação rápida.

Consulte a contra-capa para uma instalação rápida. Manual do Utilizador Consulte a contra-capa para uma instalação rápida. Protegemos mais pessoas das crescentes ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Preocupa-se com o nosso Ambiente,

Leia mais

GESTIP. Web Hosting - Desenvolvimento e alojamento de sites e ligação à Internet.

GESTIP. Web Hosting - Desenvolvimento e alojamento de sites e ligação à Internet. GESTIP Web Hosting - Desenvolvimento e alojamento de sites e ligação à Internet. Maio de 2007 Gestip 2 Índice INTRODUÇÃO...3 CARACTERIZAÇÃO DA COLABORAÇÃO...4 CONCEPÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO WEB SITE...4

Leia mais

Licença de Utilização do FLiP 8

Licença de Utilização do FLiP 8 I Disposições Gerais Licença de Utilização do FLiP 8 1. A Priberam Informática, S.A., adiante Priberam ou Licenciante, com sede na Alameda D. Afonso Henriques, n.º 41-2.º, em Lisboa, Portugal, NIPC 502

Leia mais

E- Marketing - Estratégia e Plano

E- Marketing - Estratégia e Plano E- Marketing - Estratégia e Plano dossier 2 http://negocios.maiadigital.pt Indíce 1 E-MARKETING ESTRATÉGIA E PLANO 2 VANTAGENS DE UM PLANO DE MARKETING 3 FASES DO PLANO DE E-MARKETING 4 ESTRATÉGIAS DE

Leia mais

ESTATUTO E REGULAMENTO DO PROVEDOR DO CLIENTE ESTATUTO E REGULAMENTO DO PROVEDOR DO CLIENTE. Data: 2016-01-14 Pág. 1 de 13

ESTATUTO E REGULAMENTO DO PROVEDOR DO CLIENTE ESTATUTO E REGULAMENTO DO PROVEDOR DO CLIENTE. Data: 2016-01-14 Pág. 1 de 13 ESTATUTO E REGULAMENTO DO PROVEDOR DO CLIENTE Data: 2016-01-14 Pág. 1 de 13 Artigo 1.º Âmbito Em cumprimento do disposto no Artigo 158.º, n.º 3, do Anexo I, da Lei n.º 147/2015, de 9 de setembro (que aprova

Leia mais

Protocolo de colaboração entre a ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional e a DBG Gabinete de Aplicações Informáticas, Lda

Protocolo de colaboração entre a ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional e a DBG Gabinete de Aplicações Informáticas, Lda Protocolo de colaboração entre a ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional e a DBG Gabinete de Aplicações Informáticas, Lda Entre: ANESPO Associação Nacional do Ensino Profissional, com sede na

Leia mais

ESTATUTO E REGULAMENTO DO PROVEDOR DO CLIENTE. CAPÍTULO I Estatuto do Provedor

ESTATUTO E REGULAMENTO DO PROVEDOR DO CLIENTE. CAPÍTULO I Estatuto do Provedor ESTATUTO E REGULAMENTO DO PROVEDOR DO CLIENTE Artigo 1.º Âmbito Em cumprimento do disposto no Artigo 158.º, n.º 3, do Anexo I, da Lei n.º 147/2015, de 9 de setembro (que aprova o regime jurídico de acesso

Leia mais

GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO. GESTÃO DA MEDIDA 511 Assistência Técnica FEADER

GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO. GESTÃO DA MEDIDA 511 Assistência Técnica FEADER GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO GESTÃO DA MEDIDA 511 Assistência Técnica FEADER Outubro 2010 INSTRUÇÕES PARA UMA CORRECTA UTILIZAÇÃO DO FORMULÁRIO Funcionamento genérico Os formulários estão disponíveis

Leia mais

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador ESCOLAS / DRE

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador ESCOLAS / DRE MATRÍCULA ELECTRÓNICA Manual do Utilizador ESCOLAS / DRE ÍNDICE 1 PREÂMBULO... 2 2 UTILIZAÇÃO PELOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO... 3 2.1 Matrícula Electrónica - Acesso através

Leia mais

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC www.estagiostic.gov.pt 1 Índice 1 Introdução 3 1.1 Programa de Estágios TIC 3 1.2 Objectivo da plataforma 3 1.3 Perfis 4 1.3.1 Escola 4 1.3.2 Empresa 4 1.3.3

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO DE AUDITORIA BANCO ESPÍRITO SANTO, S. A. Artigo 1.º Composição

REGULAMENTO DA COMISSÃO DE AUDITORIA BANCO ESPÍRITO SANTO, S. A. Artigo 1.º Composição REGULAMENTO DA COMISSÃO DE AUDITORIA BANCO ESPÍRITO SANTO, S. A. Artigo 1.º Composição 1. A Comissão de Auditoria do Banco Espírito Santo (BES) (Comissão de Auditoria ou Comissão) é composta por um mínimo

Leia mais

DISCIPLINA: Tecnologias da Informação e Comunicação ANO: 9º. Windows 7 Office 2010 Internet Explorer. Cd-roms COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER

DISCIPLINA: Tecnologias da Informação e Comunicação ANO: 9º. Windows 7 Office 2010 Internet Explorer. Cd-roms COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER ESCOLA SECUNDÁRIA DE MANUEL DA FONSECA 3º Ciclo Ensino Básico/Secundário PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS GRUPO 550 - Informática ANO LECTIVO 2012/2013 DISCIPLINA: Tecnologias da Informação e Comunicação

Leia mais

Cópia de Segurança e Recuperação Manual do utilizador

Cópia de Segurança e Recuperação Manual do utilizador Cópia de Segurança e Recuperação Manual do utilizador Copyright 2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca comercial registada nos EUA da Microsoft Corporation. As informações aqui

Leia mais

HISTÓRICO DE REVISÕES REVISÃO DATA SÍNTESE DA REVISÃO

HISTÓRICO DE REVISÕES REVISÃO DATA SÍNTESE DA REVISÃO HISTÓRICO DE REVISÕES REVISÃO DATA SÍNTESE DA REVISÃO ELABORAÇÃO ASSINATURA APROVAÇÃO ASSINATURA ÍNDICE CAPÍTULO 1. POLÍTICA E ESTRATÉGIA/ÂMBITO... 3 1.1 POLÍTICA E ESTRATÉGIA DA ENTIDADE... 3 1.2 OBJECTIVO

Leia mais

Resolução de avarias de MPEG

Resolução de avarias de MPEG Resolução de avarias de MPEG Esta secção é para utilizadores de cardiologia que visualizam MPEGs. Consulte os seguintes tópicos para o ajudarem a resolver problemas detectados ao visualizar MPEGs. Componentes

Leia mais

TIC Tecnologias da Informação e Comunicação 10º Ano

TIC Tecnologias da Informação e Comunicação 10º Ano TIC Tecnologias da Informação e Comunicação 10º Ano Unidades Conteúdos Objectivos Gerais Nº Aulas (tempos) Módulo 1 Folha de Cálculo Microsoft Excel 2010 Introdução à folha de cálculo o Personalização

Leia mais

Conteúdos. Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático

Conteúdos. Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático Conteúdos Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático O desejo de comunicar é a essência das redes. As pessoas sempre desejaram corresponder entre si através

Leia mais

Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Sistemas Operativos - 2º Ano

Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Sistemas Operativos - 2º Ano Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Sistemas Operativos - 2º Ano 2012/2013 O Windows Server 2003 surgiu em 2003 e substituiu o Windows Server 2000. O Windows

Leia mais

Perguntas Mais Frequentes Sobre

Perguntas Mais Frequentes Sobre Perguntas Mais Frequentes Sobre Neste documento pretende a Coordenação do Programa Nacional de Desfibrilhação Automática Externa (PNDAE) reunir uma selecção das perguntas mais frequentemente colocadas

Leia mais

Termos e Condições de Utilização e Politica de Privacidade. Site CML

Termos e Condições de Utilização e Politica de Privacidade. Site CML Termos e Condições de Utilização e Politica de Privacidade Site CML 1. Termos e Condições de Utilização O uso por todo e qualquer utilizador deste sítio será regulado pelos presentes Termos e Condições,

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE UM SISTEMA OPERATIVO

CONCEITOS BÁSICOS DE UM SISTEMA OPERATIVO 4 CONCEITOS BÁSICOS DE UM SISTEMA OPERATIVO CONCEITOS BÁSICOS MS-DOS MICROSOFT DISK OPERATION SYSTEM INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DE UM SISTEMA OPERATIVO LIGAÇÕES À INTERNET O que é um sistema operativo?

Leia mais

CURSO DE GESTÃO BANCÁRIA

CURSO DE GESTÃO BANCÁRIA CURSO DE GESTÃO BANCÁRIA PLANO CURRICULAR A análise referente ao Programa de Ensino e, em particular ao conteúdo do actual Plano de Estudos (ponto 3.3. do Relatório), merece-nos os seguintes comentários:

Leia mais

CC SMS Manual do Utilizador

CC SMS Manual do Utilizador CC SMS Manual do Utilizador Global Id - Creative Thinkers 2011 Índice Manual do Utilizador 02 Acerca do CC SMS 03 Instalação 04 Visão Geral 05 Sms 05 Noções Básicas e Requisitos 05 Envio de SMS 06 Como

Leia mais

Requisitos dos postos de usuário para utilizar os aplicativos da Adquira

Requisitos dos postos de usuário para utilizar os aplicativos da Adquira Requisitos dos postos de usuário para utilizar os aplicativos da Adquira 30/08/2007 Autor: Carlos Torrijos Martín Versão 1.10 1.- Introdução 3 2.- Requisitos Hardware dos equipamentos 4 3.- Requisitos

Leia mais

O bem estar do seu pet é a principal preocupação da PURINA PORTUGAL. Este objetivo

O bem estar do seu pet é a principal preocupação da PURINA PORTUGAL. Este objetivo O serviço PETSHARING O bem estar do seu pet é a principal preocupação da PURINA PORTUGAL. Este objetivo é partilhado por toda uma comunidade de PETLOVERS. Neste sentido foi criada a Plataforma de PETSHARING,

Leia mais

Guião de Ajuda. Inscrição. Instituto Português da Juventude Departamento de Associativismo

Guião de Ajuda. Inscrição. Instituto Português da Juventude Departamento de Associativismo Guião de Ajuda Inscrição Instituto Português da Juventude Departamento de Associativismo ÍNDICE Títulos Pág. Apresentação do Roteiro do Associativismo 3 Aceder ao Roteiro do Associativismo 4 Inscrever/Atualizar

Leia mais

Manual do InCD Reader

Manual do InCD Reader Manual do InCD Reader Nero AG Informações sobre direitos de autor e marcas comerciais Este manual e todo o respectivo conteúdo estão protegidos por direitos de autor e são propriedade da Nero AG. Todos

Leia mais

FATURAÇÃO ELETRÓNICA Ação Necessária: Registo no OB10

FATURAÇÃO ELETRÓNICA Ação Necessária: Registo no OB10 FATURAÇÃO ELETRÓNICA Ação Necessária: Registo no OB10 Junho de 2013 Exmo(a). Senhor(a), A Unilever tomou uma decisão estratégica de forma a encorajar todos os fornecedores a mudarem para a faturação eletrónica.

Leia mais

AGIR SOFTWARE DE GESTÃO DA QUALIDADE. helping business

AGIR SOFTWARE DE GESTÃO DA QUALIDADE. helping business AGIR SOFTWARE DE GESTÃO DA QUALIDADE helping business IQA SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE, LDA ABRIL de 2013 AGIR QUALITY 2 Flexibilidade DESENHE OS SEUS WORKFLOWS, FORMULÁRIOS, GRÁFICOS, FILTROS, CORES

Leia mais

Technote Gestix SAFT-PT. (Standard Audit File for Taxing - PT) Gestix.com

Technote Gestix SAFT-PT. (Standard Audit File for Taxing - PT) Gestix.com Technote Gestix SAFT-PT (Standard Audit File for Taxing - PT) Gestix.com Copyright Este documento é Copyright 2008 Westix TI Lda. Todos os direitos reservados. Todas as marcas registadas referidas neste

Leia mais

Guia de Instalação TOTVS Segurança e Acesso 11.6.7

Guia de Instalação TOTVS Segurança e Acesso 11.6.7 10/2013 Sumário 1. Prefácio... 3 1.1. Finalidade... 3 1.2. Público Alvo... 3 1.3. Organização deste Guia... 3 1.4. Documentações Importantes... 4 2. Introdução... 5 2.1. Arquitetura Distribuída do Produto...

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATANTE: Aqui designado apenas como a empresa que fez o cadastro pelo sistema de vendas online no site www.netflexfidelidade.com.br CONTRATADA: Openhaus Soluções Tecnológicas

Leia mais

Sistemas de informação (S.I.)

Sistemas de informação (S.I.) Sistemas de informação (S.I.) Índice geral: Contents Índice geral: 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Sistemas de Gestão Empresarial 3 TIPOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 5 SEGURANÇA NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 6 Noções

Leia mais

Introdução... 3. 1ª Parte - Acesso à Aplicação Avaliação Online... 4 I Aceder à Aplicação... 4 1. Inscrição... 4 2. Acesso à Aplicação...

Introdução... 3. 1ª Parte - Acesso à Aplicação Avaliação Online... 4 I Aceder à Aplicação... 4 1. Inscrição... 4 2. Acesso à Aplicação... Índice Introdução... 3 1ª Parte - Acesso à Aplicação Avaliação Online... 4 I Aceder à Aplicação... 4 1. Inscrição... 4 2. Acesso à Aplicação... 4 II Entrada na Aplicação... 5 1. Informações... 6 1. Avaliação

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DOS INICIATIVA ESCOLAS, PROFESSORES E COMPUTADORES PORTÁTEIS EQUIPAMENTOS DO PROJECTO. Ano Lectivo 2006 / 07

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DOS INICIATIVA ESCOLAS, PROFESSORES E COMPUTADORES PORTÁTEIS EQUIPAMENTOS DO PROJECTO. Ano Lectivo 2006 / 07 REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS DO PROJECTO INICIATIVA ESCOLAS, PROFESSORES E COMPUTADORES PORTÁTEIS Ano Lectivo 2006 / 07 O equipamento informático afecto ao Projecto será partilhado por vários

Leia mais

Declaração sobre a Política de Privacidade da Travian Games GmbH

Declaração sobre a Política de Privacidade da Travian Games GmbH Declaração sobre a Política de Privacidade da Travian Games GmbH O presente documento é a Declaração sobre a Política de Privacidade da Travian Games GmbH, Wilhelm-Wagenfeld-Str. 22, 80807 Munique (adiante

Leia mais

Características da Câmara de Look 312P. Instalar a Câmara de Look 312P

Características da Câmara de Look 312P. Instalar a Câmara de Look 312P Características da Câmara de Look 312P 1 2 3 Objectiva Focagem manual através do ajuste da objectiva Bolsa Pode colocar o cabo na bolsa. Corpo dobrável Pode ajustar a Look 312P em diferentes posições.

Leia mais

Qual a importância da Segurança da Informação para nós? Quais são as características básicas de uma informação segura?

Qual a importância da Segurança da Informação para nós? Quais são as características básicas de uma informação segura? Qual a importância da Segurança da Informação para nós? No nosso dia-a-dia todos nós estamos vulneráveis a novas ameaças. Em contrapartida, procuramos sempre usar alguns recursos para diminuir essa vulnerabilidade,

Leia mais

MODERNIZAR E MELHORAR AS ESCOLAS ATRAVÉS DAS TIC

MODERNIZAR E MELHORAR AS ESCOLAS ATRAVÉS DAS TIC 30 Dossier Tic Tac Tic Tac MODERNIZAR E MELHORAR AS ESCOLAS ATRAVÉS DAS TIC Texto de Elsa de Barros Ilustração de Luís Lázaro Contribuir para o aumento do sucesso escolar dos alunos, equipando as escolas

Leia mais

Guia Passo a Passo de Actualização do Windows 8.1

Guia Passo a Passo de Actualização do Windows 8.1 Guia Passo a Passo de Actualização do Windows 8.1 Instalação e Actualização do Windows 8.1 Actualizar o BIOS, aplicações, controladores e executar o Windows Update Seleccionar o tipo de instalação Instalar

Leia mais

Segurança Informática

Segurança Informática Cadeira de Tecnologias de Informação Ano lectivo 2009/10 Segurança Informática TI2009/2010_SI_1 Tópicos 1. O que é segurança? 2. Problemas relacionados com segurança 3. Criptografia 4. Assinatura digital

Leia mais

Servidores Virtuais. Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção.

Servidores Virtuais. Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção. es Virtuais Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção. O que são os es Virtuais? Virtual é um produto destinado a empresas que necessitam de um servidor dedicado ligado

Leia mais

Anteprojecto. Grupo 2. Projecto Informático do 5º ano. Informática de Gestão

Anteprojecto. Grupo 2. Projecto Informático do 5º ano. Informática de Gestão Grupo 2 Projecto Informático do 5º ano Informática de Gestão Índice Índice ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 2 MISSÃO 3 OBJECTIVOS 4 AMBIENTE DE EXPLORAÇÃO 5 Software 5 Hardware 6 POLÍTICA DE HISTÓRICOS 7 POLÍTICA DE

Leia mais

REGULAMENTO FINANCEIRO 2015/2016. Cursos de Especialização Tecnológica Cursos de 1º e 2º Ciclo

REGULAMENTO FINANCEIRO 2015/2016. Cursos de Especialização Tecnológica Cursos de 1º e 2º Ciclo REGULAMENTO FINANCEIRO 2015/2016 Cursos de Especialização Tecnológica Cursos de 1º e 2º Ciclo CANDIDATURAS 1. O pagamento da taxa de candidatura (quando aplicável) só se efetua uma única vez, desde que

Leia mais

Consulte a contra-capa para uma instalação rápida.

Consulte a contra-capa para uma instalação rápida. Manual do Utilizador Consulte a contra-capa para uma instalação rápida. Protegemos mais pessoas das crescentes ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Preocupa-se com o nosso Ambiente,

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE

POLÍTICA DE PRIVACIDADE POLÍTICA DE PRIVACIDADE Veja como protegemos suas informações. 1. DA ABRANGÊNCIA DESTA POLÍTICA DE PRIVACIDADE a. Como a Advisenet usa informações pessoais? Este documento explicita a forma pela qual a

Leia mais

SAV - SISTEMA DE AGENDAMENTO DE VEÍCULOS

SAV - SISTEMA DE AGENDAMENTO DE VEÍCULOS SAV - SISTEMA DE AGENDAMENTO DE VEÍCULOS Introdução ao SAV Prezado Cliente SAV - Sistema de Agendamento de Veículos visa prover as empresas de transporte de um rápido, eficiente e consistente nível de

Leia mais

Segurança e recuperação Manual do utilizador

Segurança e recuperação Manual do utilizador Segurança e recuperação Manual do utilizador Copyright 2007-2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca comercial registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações contidas

Leia mais

Auditorias 25-01-2013. ISO 19011 âmbito. Termos e definições. Gestão da Qualidade João Noronha ESAC 2012/2013

Auditorias 25-01-2013. ISO 19011 âmbito. Termos e definições. Gestão da Qualidade João Noronha ESAC 2012/2013 Auditorias Gestão da Qualidade João Noronha ESAC 2012/2013 ISO 19011 âmbito Linhas de orientação para auditoria a sistemas de gestão Princípios de auditoria Gestão de programas de auditoria Condução de

Leia mais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Sistemas Digitais 2010/2011 Instituto Superior Técnico - Universidade Técnica de Lisboa

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Sistemas Digitais 2010/2011 Instituto Superior Técnico - Universidade Técnica de Lisboa SISTEMAS DIGITAIS Ambiente de Trabalho e Portas Lógicas (Hardware) Objectivo: Este trabalho destina-se a pôr os alunos em contacto com o equipamento do laboratório, com os componentes a utilizar e com

Leia mais

REGULAMENTO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO. Preâmbulo

REGULAMENTO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO. Preâmbulo REGULAMENTO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO Preâmbulo A Universidade do Porto, doravante designada UP, considera que a protecção e valorização dos resultados de I&D e de outras actividades

Leia mais

Actualização, Cópias de Segurança e Recuperação de Software

Actualização, Cópias de Segurança e Recuperação de Software Actualização, Cópias de Segurança e Recuperação de Software Manual do utilizador Copyright 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registadas da Microsoft Corporation

Leia mais

Manual do Utilizador do Norton AntiVirus

Manual do Utilizador do Norton AntiVirus Manual do Utilizador Preocupa-se com o nosso Ambiente, É o que está certo fazer. A Symantec removeu a capa deste manual para reduzir as Pegadas Ambientais dos nossos produtos. Este manual é produzido com

Leia mais

Avaliação do Desempenho do. Pessoal Docente. Manual de Utilizador

Avaliação do Desempenho do. Pessoal Docente. Manual de Utilizador Avaliação do Desempenho do Pessoal Docente Manual de Utilizador Junho de 2011 V6 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 4 1.1 Aspectos gerais... 4 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação... 4 1.3

Leia mais

Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição:

Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição: Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição: Uma subscrição de um espaço web da One.com oferece acesso aos servidores

Leia mais

SERVIDORES REDES E SR1

SERVIDORES REDES E SR1 SERVIDORES REDES E SR1 Rio de Janeiro - RJ HARDWARE Você pode instalar um sistema operacional para servidores em qualquer computador, ao menos na teoria tudo irá funcionar sem grandes dificuldades. Só

Leia mais

O suporte técnico pode melhorar o desempenho do sistema e reduzir o tempo de paralisação;

O suporte técnico pode melhorar o desempenho do sistema e reduzir o tempo de paralisação; Descrição do Plano de Serviço Serviços de Suporte Técnico HP SmartFriend Visão geral: O HP SmartFriend o ajuda a solucionar uma grande variedade de problemas técnicos em seu Computador Pessoal (PC). O

Leia mais

2ºCiclo (5º e 6º Anos de escolaridade) 3ºCiclo (7º e 8º Anos de escolaridade)

2ºCiclo (5º e 6º Anos de escolaridade) 3ºCiclo (7º e 8º Anos de escolaridade) Escola Básica e Secundária de Velas Linhas de Exploração do Quadro de da Disciplina de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) Oferta de Escola 2ºCiclo (5º e 6º Anos de escolaridade) 3ºCiclo (7º

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA. Pág.1/19

REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA. Pág.1/19 REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA Pág.1/19 Índice DISPOSIÇÕES GERAIS 3 1. Localização 3 2. Âmbito 3 3. Política e Estratégia de Actuação 3 4. Inscrições

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PLATAFORMA DE INSCRIÇÕES ONLINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PLATAFORMA DE INSCRIÇÕES ONLINE A época de 2012/2013 terá um novo recurso para a Filiação e Inscrições em Provas para os Clubes, Equipas e Agentes Desportivos, tendo sido criada para o efeito uma nova Plataforma de Inscrições Online.

Leia mais

Relatório SHST - 2003

Relatório SHST - 2003 Relatório da Actividade dos Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Relatório SHST - 2003 Programa de Recolha da Informação Manual de Operação Versão 1.0 DEEP Departamento de Estudos, Estatística

Leia mais

São visíveis as filas de impressão partilhadas...

São visíveis as filas de impressão partilhadas... Índice Como enviar trabalhos para o servidor de impressão (imprimir) a partir de portáteis ou outros computadores ligados à rede da FPCEUP?... 3 Em Windows... 3 Em Mac OS X... 5 Como me identifico/autentico

Leia mais

Programa de assistência técnica alargada da Kaspersky

Programa de assistência técnica alargada da Kaspersky Programa de assistência técnica alargada da Kaspersky NÍVEIS MSA ENTERPRISE E MSA BUSINESS Reduza os impactos financeiros e operacionais negativos das interrupções Preserve a imagem da sua marca e os níveis

Leia mais

Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG)

Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG) Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG) 1. Plano Curricular do curso O curso de especialização tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão integra as componentes

Leia mais

Requisitos do Sistema de Gestão de Segurança para a Prevenção de Acidentes Graves (SGSPAG)

Requisitos do Sistema de Gestão de Segurança para a Prevenção de Acidentes Graves (SGSPAG) Requisitos do Sistema de Gestão de Segurança para a Prevenção de Acidentes Graves (SGSPAG) Política de Prevenção de Acidentes Graves Revisão Revisão Identificação e avaliação dos riscos de acidentes graves

Leia mais

MEMORANDO. Ambiente de Produção GeRFiP Configurações de acesso e utilização v.12

MEMORANDO. Ambiente de Produção GeRFiP Configurações de acesso e utilização v.12 MEMORANDO Ambiente de Produção GeRFiP Configurações de acesso e utilização v.12 Enquadramento do documento Programa Projecto GeRFiP Migração GeRFiP Histórico de versões Versão Data Autor Descrição Localização

Leia mais

INSPECÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO PROGRAMA AFERIÇÃO

INSPECÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO PROGRAMA AFERIÇÃO INSPECÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO PROGRAMA AFERIÇÃO EFECTIVIDADE DA AUTO-AVALIAÇÃO DAS ESCOLAS PROJECTO ESSE Orientações para as visitas às escolas 1 Introdução As visitas às escolas realizadas segundo o modelo

Leia mais

FAQ s para os Administradores do Sistema

FAQ s para os Administradores do Sistema FAQ s para os Administradores do Sistema Este documento disponibiliza FAQ s sobre vários temas. Clique sobre o tema que lhe interessa para aceder às respetivas FAQ s. FAQ s sobre a credenciação do Administrador

Leia mais

COMPANHIA DE SEGUROS TRANQUILIDADE, S.A. PROVEDOR DO CLIENTE

COMPANHIA DE SEGUROS TRANQUILIDADE, S.A. PROVEDOR DO CLIENTE CAPÍTULO I - PRINCÍPIO GERAIS Artigo 1º - Objeto 1. O presente documento tem por objetivo definir o estatuto do Provedor do Cliente da Companhia de Seguros Tranquilidade, S.A. e estabelecer um conjunto

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 - TELESSAÚDE-ES/Ifes PROCESSO SELETIVO EQUIPE MULTIDISCIPLINAR

EDITAL Nº 01/2015 - TELESSAÚDE-ES/Ifes PROCESSO SELETIVO EQUIPE MULTIDISCIPLINAR EDITAL Nº 01/2015 - TELESSAÚDE-ES/Ifes PROCESSO SELETIVO EQUIPE MULTIDISCIPLINAR O Diretor Geral do Campus Vitória do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes), no uso

Leia mais

Antivírus McAfee. Passo a Passo

Antivírus McAfee. Passo a Passo Antivírus McAfee Características Bloqueio de vírus: O McAfee bloqueia, limpa e remove os softwares maliciosos de sua máquina automaticamente, para garantir uma navegação segura do usuário na Web. Bloqueio

Leia mais

2007 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia, Nokia Connecting People, Nseries e N77 são marcas comerciais ou marcas registadas da Nokia

2007 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia, Nokia Connecting People, Nseries e N77 são marcas comerciais ou marcas registadas da Nokia Nokia Lifeblog 2.5 2007 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia, Nokia Connecting People, Nseries e N77 são marcas comerciais ou marcas registadas da Nokia Corporation. Os nomes de outros produtos e

Leia mais

UNIDADE 1 TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

UNIDADE 1 TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Ensino Regular Diurno Disciplina: T.I.C. Professores: Paula Dias Curso: AC/EC1 Ano: 9.º Turma(s): 2 Diagnosticar o estádio de desenvolvimento das competências em TIC dos alunos. Conhecer os conceitos básicos

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais

10 dicas para proteger o seu modem/router de ataques online

10 dicas para proteger o seu modem/router de ataques online 10 dicas para proteger o seu modem/router de ataques online Date : 9 de Outubro de 2015 Os ataques online e a cibersegurança são dos temas mais abordados, actualmente, quando se fala de Internet. Os perigos

Leia mais