Demonstrativo de Investimentos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Demonstrativo de Investimentos"

Transcrição

1 Demonstrativo de Investimentos 2º Trimestre de 2013 Este relatório é de uso exclusivo dos órgãos de administração (Diretoria, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal) da SIAS. Diretoria Administrativa e Financeira

2 ÍNDICE DESCRIÇÃO PÁGINAS CARTEIRA DE INVESTIMENTOS 1 GESTÃO INTERNA x EXTERNA 2 RENTABILIDADE DOS INVESTIMENTOS 3 HISTÓRICO DE RENTABILIDADE 5

3 Carteira de Investimentos Valores em R$ Aquisição - PU Valor de % s/ % s/ Descrição Taxa Quantidade Vencimento Cotação Mercado Seg RG Renda Fixa ,98 100,0 77,8 Títulos Públicos Federais ,10 52,4 40,8 Tes. Nac. - NTN-B 2016 IPCA+6,55% a.a. 11/05/11-15/08/ , ,39 5,2 4,1 Tes. Nac. - NTN-B 2020* IPCA+5,10% a.a. 28/01/09-15/08/ , ,61 11,7 9,1 Tes. Nac. - NTN-B 2020* IPCA+5,10% a.a. 04/02/09-15/08/ , ,99 7,0 5,4 Tes. Nac. - NTN-B 2035 IPCA+6,78% a.a. 04/02/09-15/05/ , ,35 12,0 9,3 Tes. Nac. - NTN-B 2014 IPCA+7,03% a.a. 18/03/09-15/08/ , ,56 6,0 4,7 Tes. Nac. - NTN-B 2016 IPCA+6,60% a.a. 25/05/11-15/08/ , ,83 2,6 2,0 Tes. Nac. - NTN-B 2050 IPCA+4,50% a.a. 16/05/13-15/08/ , ,85 6,5 5,1 Tes. Nac. - NTN-B 2040 IPCA+4,525% a.a. 24/05/13-15/08/ , ,52 1,4 1,1 Títulos Privados (DPGE S) ,44 17,2 13,4 Banco BMG IPCA+7,91% a.a. 20/07/09-20/07/ , ,01 3,8 3,0 Banco BMG IPCA+8,41% a.a. 26/11/09-26/11/ , ,13 3,7 2,9 Banco BICBANCO IPCA+7,50% a.a. 16/08/10-16/08/ , ,80 3,3 2,6 Banco MODAL IPCA+7,30% a.a. 16/08/10-16/08/ , ,07 3,3 2,6 Banco Banif IPCA+8,10% a.a. 24/05/11-25/05/ , ,43 3,0 2,3 Quotas de Fundos de Investimentos ,44 30,4 23,7 Sul América Inflatie 11/11/ , , ,24 6,1 4,8 Itaú Institucional Active Multimercado 02/06/ , , ,12 7,3 5,7 BTG Pactual IMA-B 11/11/ , , ,25 6,3 4,9 Icatu Vanguarda IPC Gold 31/08/ , , ,09 5,2 4,0 Fator Sigma Institucional 03/09/ , , ,74 5,6 4,3 Renda Variável ,38 100,0 16,1 Quotas de Fundos de Investimentos ,38 100,0 16,1 Bradesco FIA Dividendos 29/6/ , , ,06 14,2 2,3 Mellon ARX FIA 25/4/ , , ,85 14,2 2,3 BTG Pactual Dividendos 25/4/ , , ,81 17,3 2,8 Vinci Gas Dividendos 27/6/ , , ,15 7,3 1,2 Franklin Templeton Valor e Liquidez FIA 22/5/ , , ,92 16,3 2,6 Gávea Ações FIC 24/5/ , , ,87 16,1 2,6 XP Investor FIA 3/7/ , , ,72 14,5 2,3 Investimentos Estruturados ,46 100,0 2,5 Quotas de Fundos de Investimentos ,46 100,0 2,5 JGP Equity FIC Multimercado 15/5/ , , ,46 100,0 2,5 Investimentos Imobiliários ,74 100,0 0,1 Imóveis para Renda Rua do Hospício, nº Recife - PE , ,4 (-) Provisão para perda (constituída em Dez/09) ( ,66) (460) (0,4) Valores a Receber , ,1 Direitos de alienações , ,1 Empréstimos e Financiamentos ,04 100,0 0,3 Empréstimos e Financiamentos ,18 599,2 2,1 (-) Provisões para Créditos de Liquidação Duvidosa ( ,14) (499,2) (1,7) Outros ,22 100,0 3,3 IR a recuperar ,85 95,5 3,2 Depósitos Judiciais/Recursais ,37 4,5 0,1 Total dos Investimentos ,82 100,1 (+) Disponível (-) Exigíveis de Investimentos ( ,04) (0,1) Total dos Recursos Garantidores , Comentários 1 - em 31/12/2012, devido à orientação do Estudo de ALM (Gestão de Ativo e Passivo) elaborados pela Consultoria Financeira RiskOffice, bem como sobre a avaliação da Entidade em manter recursos líquidos haja vista a eventual necessidade de sua disponibilização para fazer frente à conversão do Plano RJU em Plano Instituído, na forma determinada pela PREVIC, a SIAS realizou a desmarcação dos Títulos Públicos Federais NTN-B's com vencimento em Anteriormente, esses ativos eram marcados pela categoria "Mantidos até o Vencimento" (Marcação pela Curva do Papel) e foram substituídos pela categoria "Títulos para Negociação" (Marcação a Mercado). Esse procedimento foi realizado com o intuito de alongar a carteira própria de Renda Fixa, trocando parte dos títulos com vencimento em 2020 por títulos com prazos maiores. Do mesmo modo, essa reclassificação contábil proporcionou um impacto positivo na rentabilidade de Renda Fixa no mês de dezembro, ocasionando também um efeito grandioso na rentabilidade global dos investimentos. 2 - Em maio de 2013, a SIAS realizou a sua primeira alocação no segmento de Investimentos Estruturados através de aquisição de cotas de Fundo Multimercado Estruturado. 3 - Em novembro de 2004 foi constituída provisão no valor de R$ ,28 referente ao investimento no Banco Santos. A SIAS participa de grupo de credores em ação contra a massa falida do referido banco. Em setembro de 2010, janeiro de 2011 e janeiro de 2013 a SIAS recebeu, respectivamente, R$ 201 mil, R$ 362 mil e R$ 130 mil referentes aos pagamentos dos rateios dos credores quirografários do Banco Santos. No total já foram recebidos cerca de 34,46% dos créditos habilitados, do total de R$ mil. 1

4 Gestão interna x externa Taxas de Administração e Performance (Gestão Externa) Descrição CNPJ Categoria Taxa Adm. Tx. Performance Gestor Administrador Custodiante PL (R$ Mil) Segmento de Renda Fixa Itaú Institucional Active Multimercado / Multimerc. 0,30% a.a. - Itaú Itaú Itaú Fator Sigma Institucional / Multimerc. 1,00% a.a. 20% s/ IPCA + 6% Fator Fator Itaú Icatu Vanguarda IPC Gold FIC / FIRF 0,50% a.a. - Icatu Mellon Bradesco Sul América Inflatie / FIRF 0,40% a.a. 20% s/ IMA-B. Sul América Sul América Itaú BTG Pactual IMA-B / FIRF 0,25% a.a. - BTG BTG BTG Segmento de Renda Variável Bradesco FIA Dividendos / FIA 1,50% a.a. - BRAM BRAM Bradesco BNY Mellon ARX / FIA 4,00% a.a. - Mellon Mellon Bradesco BTG Pactual Dividendos / FIA 2,50% a.a. - BTG BTG BTG Gávea Ações FIC Ações / FIA 1,98% a.a. 20% s/ IBX Gávea BEM DTVM Bradesco Franklin Templeton Valor e FVL FIA / FIA 2,00% a.a. 20% s/ Ibovespa Franklin T. Mellon Bradesco XP Investor / FIA 2,00% a.a. 20% s/ Ibovespa XP Mellon Bradesco Vinci Gas Dividendos / FIA 2,00% a.a. 20% s/ Ibovespa Vinci BEM Bradesco Segmento de Estruturados JGP Equity Multimercado FIC / Multimerc. 1,85% a.a. 20% s/ IPCA + 6% JGP Mellon Bradesco Valores em R$ Descrição Interna % Externa % Total % Carteira de Títulos Públicos Federais ,10 70,44% 0,00% ,10 40,74% Carteira de Títulos Privados ,44 23,06% 0,00% ,44 13,34% Quotas Fundos de Investimentos de RF 0,00% ,44 56,10% ,44 23,65% Quotas Fundos de Investimentos de RV 0,00% ,38 38,02% ,38 16,03% Investimentos Estruturados 0,00% ,46 5,87% ,46 2,48% Investimentos Imobiliários ,74 0,15% 0,00% ,74 0,08% Empréstimos e Financiamentos ,04 0,59% 0,00% ,04 0,34% Outros Investimentos ,22 5,76% 0,00% ,22 3,33% Total ,54 100,00% ,28 100,00% ,82 100,00% Gestão Interna x Externa Externa; ,28 ; 42% Interna; ,54 ; 58% Comentários 1) As aplicações em Fundos de Renda Fixa e Renda Variável são efetuadas através de Fundos de condomínio aberto, selecionados por meio de critérios quantitativos e qualitativos em observância às diretrizes previstas no Manual de Procedimentos de Gestão de Recursos da SIAS. 2) Outros Investimentos dizem respeito à restituição de IR retido indevidamente em face do reconhecimento da imunidade da SIAS sobre o resultado de suas aplicações, obtida através de sentença transitada em julgado em Mandado de Segurança. A partir de dezembro de 2011, a SIAS receberá o Precatório de valor Total de R$ ,85 que serão pagos em 10 parcelas anuais iguais de R$ ,11. A SIAS recebeu, em dezembro de 2011 e em novembro de 2012, respectivamente, R$ 444 mil e R$ 453 mil referentes às duas parcelas pagas dos Precatórios. 3) Em dezembro de 2011, conforme orientação da PREVIC - Superintendência Nacional de Previdência Complementar - (Ofício nº /2011/CGMC/DIACE/PREVIC), a SIAS realizou a reversão dos valores relativos aos expurgos inflacionários de OFND (Obrigações do Fundo Nacional de Desenvolvimento), no total de R$ ,71, anteriormente registrados em Outros Investimentos. 2

5 Rentabilidade dos Investimentos em 2013 Rentabilidade Descrição Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Acum. Renda Fixa 0,83% -0,13% -0,13% 1,23% -1,52% -0,63% -0,37% Renda Variável 0,47% -0,30% -1,03% 1,26% -0,60% -6,54% -6,74% Estruturados ,23% -6,06% -6,28% Imóveis 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% Empréstimos 0,12% -1,70% -1,78% -1,48% 3,50% 13,76% 12,13% 0,79% -0,15% -0,29% 1,22% -1,31% -1,69% -1,45% INPC+ 5,75% - CLT 1,39% 0,99% 1,07% 1,06% 0,82% 0,75% 6,23% INPC+ 5,50% - RJU 1,37% 0,97% 1,05% 1,04% 0,80% 0,73% 6,11% CDI + 1,40% - PGA 0,71% 0,60% 0,66% 0,72% 0,70% 0,71% 4,15% INPC+6,0% - Emp./Imóv. 1,41% 1,01% 1,09% 1,08% 0,84% 0,77% 6,36% INPC 0,92% 0,52% 0,60% 0,59% 0,35% 0,28% 3,30% IPCA 0,86% 0,60% 0,47% 0,55% 0,37% 0,26% 3,15% Ibovespa -1,95% -3,91% -1,87% -0,78% -4,30% -11,31% -22,14% Ibovespa + 3,15 % a.a -1,70% -3,66% -1,62% -0,52% -4,05% -11,08% -20,92% Ibovespa + 2,75 % a.a -1,73% -3,69% -1,65% -0,56% -4,08% -11,11% -21,08% CDI 0,59% 0,48% 0,54% 0,60% 0,58% 0,59% 3,43% IMA-B 0,54% -0,88% -1,88% 1,58% -4,52% -2,79% -7,81% Bench. RF CLT 0,90% 0,40% 0,69% 0,97% 0,15% 0,28% 3,44% Bench. RF RJU 0,95% 0,31% 0,71% 1,07% -0,04% 0,14% 3,18% Bench. RF PGA 0,65% 0,53% 0,59% 0,66% 0,64% 0,65% 3,78% Observações: 1. Benchmark = referência de rentabilidade. Definidos na Política de Investimentos Meta Atuarial => CLT: INPC + 5,75% ao ano RJU: INPC + 5,50% ao ano PGA: CDI + 1,40% ao ano 3. O Benchmark da Renda Variável => CLT Ibovespa + 2,75%; RJU Ibovespa + 3,15%; PGA Ibovespa. 4. O Benchmark da Renda Fixa => CLT - 51% CP* + 30% CDI +19% (IPCA+5,0%); RJU - 71% CP* + 14% CDI +15% (IPCA+5,0%); PGA - 110% CDI. 5. O Benchmark de Empréstimos e Imóveis => INPC + 6,00% * CP é a carteira própria de Renda Fixa definida no estudo ALM. Rentabilidades e Indicadores (Acumulado no ano) IMA-B CDI Ibovespa -22,14% CDI + 1,40% - PGA INPC+ 5,50% - RJU INPC+ 5,75% - CLT Empréstimos Imóveis Estruturados Renda Variável Renda Fixa -7,81% -6,28% -6,74% -1,45% -0,37% 0,00% 3,43% 4,15% 6,11% 6,23% 12,13% 3

6 Rentabilidade dos Investimentos em 2013 Alocação (Mil R$) 2013 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Renda Fixa Renda Variável Estruturados Imóveis Empréstimos Total Alocação da Carteira (em R$ mil) Renda Fixa ; 16,58% 2.817; 2,56% 97; 0,09% Renda Variável 390; 0,35% Estruturados Imóveis ; 80,41% Empréstimos Rentabilidade da Gestão Externa (contando com a data de entrada e saída dos fundos) Descrição Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Acum. Renda Fixa Itaú Active 0,61% 0,45% 0,62% 0,60% 0,62% 0,65% 3,61% Fator Sigma 0,24% -0,44% -0,33% 0,86% -1,74% -0,04% ,47% Icatu V. IPC G. FIC 0,79% -1,11% -3,65% 2,09% -6,32% -4,19% ,00% Sul América Infl. 0,64% -0,63% -1,97% 1,93% -4,08% -3,76% -7,74% BTG Pactual IMA-B 0,46% -0,80% -1,91% 1,56% -4,36% -2,75% -7,66% Renda Variável Bradesco Divid. -0,64% -1,01% -0,56% 0,80% -0,43% -7,20% ,91% BNY Mellon ARX -0,16% -0,95% -0,71% 1,24% -2,09% -8,55% ,00% BTG Pactual Divid. 2,02% -0,64% 0,51% 2,18% 0,91% -5,82% -1,07% XP Investor -0,55% 0,56% -2,98% -0,31% -0,43% -8,35% ,73% BRZ Valor -0,02% -0,37% -1,45% 1,86% -0,66% ,67% Gávea Ações FIC ,29% -6,25% -7,46% Franklin T. Valor ,20% -4,86% -5,05% Vinci Gas Dividend. 2,29% 0,70% -0,28% 0,62% -1,20% -3,85% -1,81% Estruturados JGP Equity Mult FIC ,23% -6,06% -6,27% INPC+ 5,75% - CLT 1,39% 0,99% 1,07% 1,06% 0,82% 0,75% 6,23% INPC+ 5,50% - RJU 1,37% 0,97% 1,05% 1,04% 0,80% 0,73% 6,11% CDI + 1,40% - PGA 0,71% 0,60% 0,66% 0,72% 0,70% 0,71% 4,15% Ibovespa -1,95% -3,91% -1,87% -0,78% -4,30% -11,31% -22,14% CDI 0,59% 0,48% 0,54% 0,60% 0,58% 0,59% 3,43% IMA-B 0,54% -0,88% -1,88% 1,58% -4,52% -2,79% -7,81% 4

7 Histórico de Rentabilidade Acum Segmentos Renda Fixa 16,63% 19,97% 25,16% -12,72% 19,38% 15,41% 12,03% 11,98% 11,91% 13,52% 14,53% 22,61% -0,37% 369,56% Renda Variável 26,64% 2,61% 132,01% 21,49% 117,98% 111,39% 16,56% -38,34% 61,59% 3,55% -8,89% 16,25% -6,74% 1904,83% Estruturados 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% -6,28% -6,28% Imóveis 25,52% 10,44% 9,12% 23,71% 12,03% 46,28% 15,83% 17,58% -14,99% -17,72% 0,00% 0,00% 0,00% 192,15% Empréstimos 19,40% 15,38% 17,15% 17,43% 25,30% 17,43% 20,12% 20,37% 23,08% 24,87% 18,23% 3,03% 12,13% 746,46% da Entidade 26,38% 10,08% 21,66% 15,93% 19,22% 30,52% 14,12% 5,72% 17,59% 13,75% 12,05% 21,90% -1,45% 563,19% Indicadores CDI 17,29% 19,11% 23,25% 16,17% 19,00% 15,03% 11,81% 12,38% 9,88% 9,73% 11,60% 8,40% 3,43% 419,03% IBOVESPA -9,79% -17,80% 97,10% 17,74% 27,06% 33,73% 43,68% -41,22% 82,66% 1,04% -18,11% 7,40% -22,14% 212,08% INPC(IBGE) 9,44% 14,74% 10,38% 6,13% 5,05% 2,81% 5,16% 6,48% 4,11% 6,47% 6,08% 6,20% 3,30% 129,49% META CLT 16,01% 21,62% 17,01% 12,50% 11,35% 8,98% 11,47% 12,87% 10,36% 12,86% 11,92% 12,57% 6,23% 372,72% META RJU 16,01% 21,62% 17,01% 12,50% 11,35% 8,98% 11,47% 12,87% 10,36% 12,86% 11,92% 12,57% 6,11% 372,16% META PGA 16,01% 21,62% 17,01% 12,50% 11,35% 8,98% 11,47% 12,87% 10,36% 12,86% 11,92% 12,57% 4,15% 363,45% OBS: Em 2013, conforme definido nas Políticas de Investimentos , os planos de benefícios estão com metas atuariais diferentes. Meta Atuarial => CLT: INPC + 5,75% ao ano RJU: INPC + 5,50% ao ano PGA: CDI + 1,40% ao ano Plano CLT - Rentabilidade acumulada 26,38% 39,12% 69,25% 96,21% 133,93% 205,32% 248,43% 268,36% 333,16% 392,72% 452,09% 572,97% 563,19% META CLT 16,01% 41,09% 65,09% 85,73% 106,81% 125,38% 151,23% 183,56% 212,94% 253,19% 295,30% 344,99% 372,72% Plano CLT: Evolução - Rentabilidade acumulada x Meta atuarial 572,97% 563,19% 452,09% 392,72% 333,16% 268,36% 372,72% 248,43% 344,99% 205,32% 295,30% 133,93% 253,19% 96,21% 212,94% 69,25% 183,56% 26,38% 39,12% 151,23% 125,38% 106,81% 85,73% 41,09% 65,09% 16,01% Plano META META CLT Comentários 1) A rentabilidade da carteira de renda variável da SIAS significativamente superior à variação do Ibovespa nos anos de 2005 e 2006 deve-se ao desempenho da ações BANESE PN, cuja rentabilidade nos referidos anos e a participação deste papel na carteira da SIAS impactou positivamente no desempenho deste segmento, aliado aos altos valores recebidos de dividendos, na ordem de R$ ,25 em 2005 e de R$ ,56 no ano de ) A rentabilidade superior, nos anos de 2001 e 2003, explica-se pelo perfil da carteira própria da SIAS, com pouca aderência ao IBOVESPA, composta por papéis com pouca Liquidez e pela realização de vendas líquidas de ações e recebimento de dividendos de R$ ,24 em 2001 e de R$ ,47 em

8 Histórico de Rentabilidade Plano RJU - Rentabilidade acumulada 26,38% 39,12% 69,25% 96,21% 133,93% 205,32% 248,43% 268,36% 333,16% 392,72% 452,09% 572,97% 563,19% META RJU 16,01% 41,09% 65,09% 85,73% 106,81% 125,38% 151,23% 183,56% 212,94% 253,19% 295,30% 344,99% 372,16% Plano RJU: Evolução - Rentabilidade acumulada x Meta atuarial 572,97% 563,19% 452,09% 392,72% 333,16% 268,36% 372,16% 248,43% 344,99% 205,32% 295,30% 253,19% 133,93% 212,94% 96,21% 69,25% 183,56% 26,38% 39,12% 151,23% 125,38% 106,81% 16,01% 41,09% 65,09% 85,73% META RJU Plano de Gestão Administrativa - Rentabilidade acumulada 26,38% 39,12% 69,25% 96,21% 133,93% 205,32% 248,43% 268,36% 333,16% 392,72% 452,09% 572,97% 563,19% META PGA 16,01% 41,09% 65,09% 85,73% 106,81% 125,38% 151,23% 183,56% 212,94% 253,19% 295,30% 344,99% 363,45% PGA: Evolução - Rentabilidade acumulada x Meta atuarial 572,97% 563,19% 452,09% 392,72% 333,16% 268,36% 248,43% 363,45% 344,99% 205,32% 295,30% 133,93% 253,19% 96,21% 212,94% 69,25% 183,56% 26,38% 39,12% 151,23% 125,38% 106,81% 16,01% 41,09% 65,09% 85,73% META PGA Comentários 1) Em 2013, conforme definido nas Políticas de Investimentos , os planos de benefícios estão com metas atuariais diferentes. Meta Atuarial => CLT: INPC + 5,75% ao ano RJU: INPC + 5,50% ao ano PGA: CDI + 1,40% ao ano 6

Demonstrativo de Investimentos

Demonstrativo de Investimentos Demonstrativo de Investimentos 1º Trimestre de 2013 Este relatório é de uso exclusivo dos órgãos de administração (Diretoria, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal) da SIAS. Diretoria Administrativa

Leia mais

SOCIEDADE IBGEANA DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE Demonstrativo de Investimentos 2º Semestre

SOCIEDADE IBGEANA DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE Demonstrativo de Investimentos 2º Semestre 2011 SOCIEDADE IBGEANA DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE Demonstrativo de Investimentos 2º Semestre Este relatório destina-se, na forma da Lei, a divulgação aos participantes e assistidos dos Planos de Benefícios

Leia mais

Relatórios da Carteira de Investimentos RECIPREV

Relatórios da Carteira de Investimentos RECIPREV Data da Posição: 20/03/2015 Relatórios da Carteira de Investimentos RECIPREV Autarquia Municipal de Previdência e Assistência à Saúde dos Servidores Composição da Carteira de Investimentos RECIPREV (Gestores)

Leia mais

Relatórios da Carteira de Investimentos RECIPREV

Relatórios da Carteira de Investimentos RECIPREV Data da Posição: 28/02/2015 Relatórios da Carteira de Investimentos RECIPREV Autarquia Municipal de Previdência e Assistência à Saúde dos Servidores Composição da Carteira de Investimentos RECIPREV (Gestores)

Leia mais

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos dos Planos: PPC, FIPECqPREV e PGA

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos dos Planos: PPC, FIPECqPREV e PGA Evolução Mensal da Carteira de Investimentos dos Planos: PPC, FIPECqPREV e PGA (R$ Mil) 1.050.000 Período: Jan/08 - Dez/14 1.000.000 950.000 900.000 850.000 800.000 750.000 700.000 650.000 600.000 550.000

Leia mais

Plano de Gestão Administrativa - PGA

Plano de Gestão Administrativa - PGA Evolução Mensal da Carteira de Investimentos Período: Jan/09 - Mai/15 (R$ Mil) 43.000 42.000 41.000 40.000 39.000 38.000 37.000 36.000 35.000 34.000 33.000 32.000 jan/09 mar/09 mai/09 jul/09 set/09 nov/09

Leia mais

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos Evolução Mensal da Carteira de Investimentos (R$ Mil) 1.000.000 Período: Jan/08 - Jul/14 950.000 900.000 850.000 800.000 750.000 700.000 650.000 600.000 550.000 jan/08 mar/08 mai/08 jul/08 set/08 nov/08

Leia mais

VALORES DE MERCADO DOS INVESTIMENTOS R$ (MIL)

VALORES DE MERCADO DOS INVESTIMENTOS R$ (MIL) INVESTIMENTOS Discriminação dos Investimentos VALORES DE MERCADO DOS INVESTIMENTOS R$ (MIL) Plano dez/2013 %Aplicação %Política de Investimentos PGA dez/2013 %Aplicação Entidade dez/2013 %Aplicação Limite

Leia mais

RELATÓRRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS SETEMBRO - 2012

RELATÓRRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS SETEMBRO - 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS SETE EMBRO - 2012 ÍNDICE RELATÓRIO GERENCIAL Carteira Consolidada... 1 Carteira Detalhada... 2 Política de Investimentos... 3 Análise de Rentabilidade... 4 Retorno

Leia mais

A Rentabilidade líquida do Plano ALEPEPREV e do PGA ; Resumo de Informações sobre o Demonstrativo de Investimentos. Resumo do Exercício 2014

A Rentabilidade líquida do Plano ALEPEPREV e do PGA ; Resumo de Informações sobre o Demonstrativo de Investimentos. Resumo do Exercício 2014 Síntese dos Resultados dos Investimentos O Pl ALEPEPREV, instituído na modalidade de Contribuição Definida, obteve um desempenho muito satisfatório no de 2014. O Pl de Benefícios superou a sua meta de

Leia mais

MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II

MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II A MUTUOPREV Entidade de Previdência Complementar - CNPJ nº 12.905.021/0001-35 e CNPB 2010.0045-74, aprovado pela portaria nº 763 de 27 de setembro

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - ARROJADA MIX 40

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - ARROJADA MIX 40 BENCHMARK RF:60.00% ( 100.00%CDI ) + RV:40.00% ( 100.00%IBRX 100 ) Relatório Gerencial Consolidado - Período de 03/11/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/11/2015 pg. 1 Posição Sintética

Leia mais

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos Evolução Mensal da Carteira de Investimentos (R$ Mil) 980.000 Período: Jan/08 - Mar/14 940.000 900.000 860.000 820.000 780.000 740.000 700.000 660.000 620.000 580.000 540.000 jan/08 mar/08 mai/08 jul/08

Leia mais

DESEMPENHO DOS INVESTIMENTOS PLANO BD Junho/2015

DESEMPENHO DOS INVESTIMENTOS PLANO BD Junho/2015 Junho/2015 DESEMPENHO DOS INVESTIMENTOS PLANO BD Junho/2015 ANÁLISE GLOBAL DOS INVESTIMENTOS DO PLANO Os investimentos do Plano BD apresentaram, em junho, rentabilidade de 1,24%, o que representa 101,64%

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX BENCHMARK 100.00%CDI Relatório Gerencial Consolidado - Período de 01/04/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/04/2015 pg. 1 Posição Sintética dos Ativos em 30/04/2015 Financeiro % PL FUNDOS

Leia mais

Acompanhamento da Política de Investimentos Nucleos 4º Trimestre de 2012

Acompanhamento da Política de Investimentos Nucleos 4º Trimestre de 2012 Acompanhamento da Política de Investimentos Nucleos 4º Trimestre de 2012 1 - Introdução e Organização do Relatório O relatório de acompanhamento da política de investimentos tem por objetivo verificar

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 20

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 20 BENCHMARK RF:80.00% ( 100.00%CDI ) + RV:20.00% ( 100.00%IBRX 100 ) Relatório Gerencial Consolidado - Período de 01/04/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/04/2015 pg. 1 Posição Sintética

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA ABRIL

RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA ABRIL 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA ABRIL Expectativas de Mercado BACEN (15/05/2015) Pág. 2 maio de 2015 CARTEIRA DE INVESTIMENTO ATIVOS % MARÇO ABRIL DISTRIBUIÇÃO POR INSTITUIÇÃO FINANCEIRA

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO

RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO Expectativas de Mercado BACEN (17/04/2015) Pág. 2 abril de 2015 CARTEIRA DE INVESTIMENTO ATIVOS % FEVEREIRO MARÇO DISTRIBUIÇÃO POR INSTITUIÇÃO FINANCEIRA

Leia mais

Plano de Benefícios Investco

Plano de Benefícios Investco Plano de Benefícios Investco ENERPREV - RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES -2 ENERPREV - RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES -2 ENERPREV - RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES -2 Demonstração do ativo líquido - Plano de

Leia mais

Plano de Benefícios EDP Renováveis

Plano de Benefícios EDP Renováveis Plano de Benefícios EDP Renováveis ENERPREV - RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES -04 ENERPREV - RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES -04 ENERPREV - RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES -04 Demonstração do ativo líquido -

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM Novembro/2014 1. Extrato Sintético das Aplicações FUNDOS RENDA FIXA SALDO 31.10.14 APLICAÇÃO

Leia mais

NUCLEOS Instituto de Seguridade Social. Relatório de acompanhamento da Política de Investimento e resumo do Demonstrativo de Investimentos (DI)

NUCLEOS Instituto de Seguridade Social. Relatório de acompanhamento da Política de Investimento e resumo do Demonstrativo de Investimentos (DI) NUCLEOS Instituto de Seguridade Social Relatório de acompanhamento da Política de Investimento e resumo do Demonstrativo de Investimentos (DI) Maio, 2009 Índice Capítulo Página I Introdução...1 II Alocação

Leia mais

Investimentos. Plano BD Plano CV I

Investimentos. Plano BD Plano CV I Investimentos Plano BD Plano CV I Julho/2015 DESEMPENHO DOS INVESTIMENTOS PLANO BD Julho/2015 ANÁLISE GLOBAL DOS INVESTIMENTOS DO PLANO Os investimentos do Plano BD apresentaram, em julho, rentabilidade

Leia mais

RELATÓRIO DE CONTROLES INTERNOS DO CONSELHO FISCAL

RELATÓRIO DE CONTROLES INTERNOS DO CONSELHO FISCAL RELATÓRIO DE CONTROLES INTERNOS DO CONSELHO FISCAL Artigo 19, da Resolução do CGPC nº 13/04. CAPOF Caixa de Assistência e Aposentadoria dos Funcionários do Banco do Estado do Maranhão. 1º SEMESTRE DE 2011

Leia mais

Acompanhamento da Política de Investimentos Nucleos 1º Trimestre de 2013

Acompanhamento da Política de Investimentos Nucleos 1º Trimestre de 2013 Acompanhamento da Política de Investimentos Nucleos 1º Trimestre de 2013 1 - Introdução e Organização do Relatório O relatório de acompanhamento da política de investimentos tem Os limites referentes ao

Leia mais

Diretoria Executiva. Mensagem da

Diretoria Executiva. Mensagem da Mensagem da Diretoria Executiva Senhoras e Senhores, Participantes Ativos e Assistidos da BA- NESES, A Fundação Banestes apresenta o seu Relatório Anual de Informações (RAI) do exercício 2014, o qual,

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS. Núcleos. 2º Trimestre de 2015

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS. Núcleos. 2º Trimestre de 2015 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS Núcleos 2º Trimestre de 2015 2 1 INTRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO RELATÓRIO O relatório de acompanhamento da política de investimentos tem por objetivo

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM Março de 2014 1. Extrato Sintético das Aplicações FUNDOS RENDA FIXA SALDO 28.02.14 APLICAÇÃO

Leia mais

A importância do asset allocation na otimização dos resultados

A importância do asset allocation na otimização dos resultados A importância do asset allocation na otimização dos resultados Joaquim Levy Diretor Superintendente da BRAM Cristiano Picollo Corrêa Portfolio Specialist da BRAM Agenda Introdução Estudo de Casos Caso

Leia mais

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal de Investimentos Fundo Financeiro e Previdenciário Agosto Rio de Janeiro 2014 1 Diretoria de Investimentos Gustavo de Oliveira Barbosa Diretor Presidente Gerência

Leia mais

RENDA FIXA CDB FUNDOS

RENDA FIXA CDB FUNDOS Este relatório tem como objetivo atender a Instrução SPC nº de 2005, e informar aos Participantes, Assistidos, Patrocinadores, Entidades de Classe e a Secretaria de Previdência Complementar ( SPC ) sobre

Leia mais

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos Evolução Mensal da Carteira de Investimentos (R$ Mil) 950.000 Período: Jan/07 - Ago/12 900.000 850.000 800.000 750.000 700.000 650.000 600.000 550.000 fev/07 abr/07 jun/07 ago/07 out/07 dez/07 fev/08 abr/08

Leia mais

Desempenho financeiro do Portus no 1º semestre de 2007 RENDA FIXA

Desempenho financeiro do Portus no 1º semestre de 2007 RENDA FIXA Desempenho financeiro do Portus no 1º semestre de 2007 Este relatório tem como objetivo, atender a Instrução SPC nº 07 de 2005 e informar aos Participantes, Assistidos, Patrocinadores, Entidades de Classe

Leia mais

Relatório Mensal. 2013 Janeiro. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

Relatório Mensal. 2013 Janeiro. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal 2013 Janeiro Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Composição da Carteira Ativos Mobiliários, Imobiliários e Recebíveis

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM Maio/2014 1. Extrato Sintético das Aplicações FUNDOS RENDA FIXA SALDO 30.04.14 APLICAÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS PREVIDENCIÁRIOS JANEIRO-2015

RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS PREVIDENCIÁRIOS JANEIRO-2015 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NOVO HAMBURGO RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS PREVIDENCIÁRIOS JANEIRO- ÍNDICE DEMOSTRATIVO DAS APLICAÇÕES DA

Leia mais

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.012 META ATUARIAL= 3,86 % (MÊS= 1,14%) CARTEIRA ANO= 8,20% (MÊS= 2,46%)

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.012 META ATUARIAL= 3,86 % (MÊS= 1,14%) CARTEIRA ANO= 8,20% (MÊS= 2,46%) DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.012 META ATUARIAL= 3,86 % (MÊS= 1,14%) CARTEIRA ANO= 8,20% (MÊS= 2,46%) CÓDIGO ANBID SANTANDER SANTANDER FIC RENDA FIXA IMA-B TITULOS PÚBLICOS 239410 39.931.053,81 0,00

Leia mais

ESTUDO DE ALM SERPROS FUNDO MULTIPATROCINADO SERPRO (PSI) e SERPRO (PSII BD/PSII CD)

ESTUDO DE ALM SERPROS FUNDO MULTIPATROCINADO SERPRO (PSI) e SERPRO (PSII BD/PSII CD) ESTUDO DE ALM SERPROS FUNDO MULTIPATROCINADO SERPRO (PSI) e SERPRO (PSII BD/PSII CD) Janeiro de 2012 1 MOVIMENTOS FIC ADVANTAGE III PSI E PSII - BD Carteira Título Vencimento Alocação Atual - MTM Alocação

Leia mais

Demonstrativo de Investimentos Em 31 dezembrode 2014

Demonstrativo de Investimentos Em 31 dezembrode 2014 Demonstrativo de Investimentos Em 31 dezembrode 2014 Instituto Banese de Seguridade Social DEMONSTRATIVO DE INVESTIMENTOS SERGUS CONSOLIDADO SEGMENTOS DEZEMBRO/2013 393.944.945,59 78,52 422.895.438,83

Leia mais

Demonstrativo de Investimentos

Demonstrativo de Investimentos Demonstrativo de Investimentos Relatório resumo das informações sobre demonstrativo de investimento conforme disposto pelo artigo 3º, inciso III da Resolução CGPC nº 23, de 6 de dezembro de 2006. Mensagem

Leia mais

PROPOSTA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010

PROPOSTA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010 Secretaria da Administração do Estado da Bahia Superintendência de Previdência Diretoria de Gestão Financeira Previdenciária e Investimentos PROPOSTA DE POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010 REGIME PRÓPRIO

Leia mais

Relatório Mensal - Novembro de 2013

Relatório Mensal - Novembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor Depois de quatro meses consecutivos de alta, o Ibovespa terminou o mês de novembro com queda de 3,27%, aos 52.842 pontos. No cenário externo, os dados

Leia mais

Política Anual de Investimentos. Período : 01/2010 a 12/2010

Política Anual de Investimentos. Período : 01/2010 a 12/2010 Regime Próprio de Previdência Social de Varginha(MG) Política Anual de Investimentos Período : 01/2010 a 12/2010 Política de Investimentos do RPPS do Município de Varginha(MG), aprovada em30/12/2009. 1.

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

A presente Instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CARACTERÍSTICAS HG Verde Fundo de Investimento Multimercado FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal de Investimentos Fundo Financeiro e Previdenciário Fevereiro Rio de Janeiro 2015 1 Diretoria de Investimentos Gustavo de Oliveira Barbosa Diretor Presidente

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM Janeiro/2015 1. Extrato Sintético das Aplicações FUNDOS RENDA FIXA SALDO 31.12.14 APLICAÇÃO

Leia mais

R isk O ffice. Relatório de Acompanhamento da Política de Investimento e Resumo do Demonstrativo de Investimentos (DI)

R isk O ffice. Relatório de Acompanhamento da Política de Investimento e Resumo do Demonstrativo de Investimentos (DI) Relatório de Acompanhamento da Política de Investimento e Resumo do Demonstrativo de Investimentos (DI) 3º trimestre de 2008 Relatório de Avaliação da Política de Investimento Relatório trimestral (Julho

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2010

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2010 POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2010 Subordinada à Resolução CMN nº 3.792 de 24/09/09 1- INTRODUÇÃO Esta política tem como objetivo estabelecer as diretrizes a serem observadas na aplicação dos recursos

Leia mais

Bandepe Previdência Social CNPJ - 11.001.963/0001-26. Relatório Gerencial Investimentos BANDEPREV

Bandepe Previdência Social CNPJ - 11.001.963/0001-26. Relatório Gerencial Investimentos BANDEPREV Bandepe Previdência Social Relatório Gerencial Investimentos BANDEPREV ABRIL 2015 PLANO BÁSICO - CNPB: 19.800.019-11 1. Distribuição dos Investimentos por 2.1 Gráfico mês a mês ano 2015 Abril de 2015 Valor

Leia mais

Fundos Garantidores de Risco de Crédito para Micro, Pequenas e Médias Empresas e em Operações de Crédito Educativo

Fundos Garantidores de Risco de Crédito para Micro, Pequenas e Médias Empresas e em Operações de Crédito Educativo Fundos res de Risco de Crédito para Micro, Pequenas e Médias Empresas e em Operações de Crédito Educativo A Lei nº 12.087, de 11 de novembro de 2009, autorizou a União a adquirir cotas, até o limite de

Leia mais

1. Objetivo e Descrição do fundo

1. Objetivo e Descrição do fundo FATOR VERITÀ FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ: 11.664.201/0001-00 Administrado pelo Banco Fator S.A. CNPJ: 33.644.196/0001-06 RELATÓRIO SEMESTRAL 1º. SEM. 2012 1. Objetivo e Descrição do fundo

Leia mais

Perfin Institucional FIC FIA

Perfin Institucional FIC FIA Perfin Institucional FIC FIA Relatório Mensal- Junho 2013 O fundo Perfin Institucional FIC FIA utiliza-se de análise fundamentalista para compor o seu portfólio, baseado no diferencial existente entre

Leia mais

DADOS ECONÔMICOS - 31 DE JULHO DE 2.012 META ATUARIAL= 6,86% (MÊS= 0,93%) CARTEIRA ANO= 11,88% (MÊS= 2,06%)

DADOS ECONÔMICOS - 31 DE JULHO DE 2.012 META ATUARIAL= 6,86% (MÊS= 0,93%) CARTEIRA ANO= 11,88% (MÊS= 2,06%) DADOS ECONÔMICOS - 31 DE JULHO DE 2.012 META ATUARIAL= 6,86% (MÊS= 0,93%) CARTEIRA ANO= 11,88% (MÊS= 2,06%) CÓDIGO ANBID SANTANDER SANTANDER FIC RENDA FIXA IMA-B TITULOS PÚBLICOS (1 - RF) 239410 37.386.754,15

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS CAGEPREV - FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PLANO DE BENEFÍCIO DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL Vigência: 01/01/2013 a 31/12/2017 1. OBJETIVOS A Política de Investimentos tem

Leia mais

Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Pelotas - PREVPEL. Política de Investimentos Exercício de 2013

Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Pelotas - PREVPEL. Política de Investimentos Exercício de 2013 Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Pelotas - PREVPEL Política de Investimentos Exercício de 2013 Política de Investimentos do RPPS do Município de Pelotas RS, aprovada pelo

Leia mais

Síntese de set/out/nov-2014

Síntese de set/out/nov-2014 Síntese de set/out/nov-2014 23 de dezembro de 2014 Análise de Cenário O que está ruim pode piorar um pouco mais... Embora a nomeação da equipe econômica e seus primeiros discursos tenham agradado aos mercados,

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVO

1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVO 1. INTRODUÇÃO Atendendo à legislação pertinente aos investimentos dos Regimes Próprios de Previdência Social RPPS, em especial à Resolução n 3.922 de 25 de novembro de 2010 do Conselho Monetário Nacional

Leia mais

BRASIL PLURAL PREV FIC FIM

BRASIL PLURAL PREV FIC FIM BRASIL PLURAL PREV FIC FIM Agosto / 2013 Todos os direitos reservados para Icatu Seguros S/A - 2013. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, arquivada ou transmitida de nenhuma forma ou por

Leia mais

LISTAGEM DE FUNDOS DISTRIBUÍDOS

LISTAGEM DE FUNDOS DISTRIBUÍDOS LISTAGEM DE FUNDOS DISTRIBUÍDOS ÍNDICE Absolute Alpha FIC FIM... 4 Absolute Hedge FIC FIM... 6 BNY Mellon Arx FI Ref DI LP... 8 BNY Mellon Arx FI Ref DI LP II... 10 BNY Mellon Arx FI Ref DI LP III... 12

Leia mais

Investimentos para Investidores Institucionais Fernando Lovisotto

Investimentos para Investidores Institucionais Fernando Lovisotto Investimentos para Investidores Institucionais Fernando Lovisotto Importante: Este documento não constitui uma opinião ou recomendação, legal ou de qualquer outra natureza, por parte da Vinci Partners,

Leia mais

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar.

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. FUNDO REFERENCIADO DI Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. Para tal, investem no mínimo 80% em títulos públicos federais

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS DA ASSISTÊNCIA JANEIRO-2015

RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS DA ASSISTÊNCIA JANEIRO-2015 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NOVO HAMBURGO RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS DA ASSISTÊNCIA JANEIRO- ÍNDICE DEMOSTRATIVO DAS APLICAÇÕES DA

Leia mais

A presente Instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CARACTERÍSTICAS HG Verde Fundo de Investimento Multimercado FUNDO de Investimento em Cotas

Leia mais

Período São Bernardo SB Zero SB 20 SB 40 CDI. Janeiro 0,92% 1,05% -0,29% -1,71% 0,93% Fevereiro 0,81% 0,74% 1,93% 3,23% 0,82%

Período São Bernardo SB Zero SB 20 SB 40 CDI. Janeiro 0,92% 1,05% -0,29% -1,71% 0,93% Fevereiro 0,81% 0,74% 1,93% 3,23% 0,82% Rentabilidade da Renda Fixa em 2015 Desde o mês de junho deste ano as carteiras de investimentos financeiros que compõem os perfis de investimentos da São Bernardo têm sofrido forte flutuação de rentabilidade,não

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS POLÍTICA DE INVESTIMENTOS 2010 Tibagi Tibagiprev. - 1 - Índice pág. 1 Introdução 3 2 Objetivos 4 3 Diretrizes de Alocação dos Recursos 6 4 Diretrizes para Gestão dos Segmentos 8 Tibagi Tibagiprev. - 2

Leia mais

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS. Março de 2016

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS. Março de 2016 RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS Março de 2016 1 RESULTADOS DOS INVESTIMENTOS 1.1. Saldos Financeiros Saldos Segregados por Planos (em R$ mil) PGA CC DI/RF IRFM1 IMAB5 SUBTOTAL 31/dez/2013 26.103,99 26.103,99

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ: Informações referentes a Setembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o As informações completas sobre esse fundo podem

Leia mais

MISSÃO VISÃO VALORES

MISSÃO VISÃO VALORES RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 MISSÃO Administrar planos de benefícios previdenciários com transparência, probidade e profissionalismo. VISÃO Buscar a excelência na gestão e administração de planos

Leia mais

Retorno dos Investimentos 1º semestre 2011

Retorno dos Investimentos 1º semestre 2011 Retorno dos Investimentos 1º semestre 2011 Cesar Soares Barbosa Diretor de Previdência É responsável também pela gestão dos recursos garantidores dos planos de benefícios administrados pela Sabesprev,

Leia mais

VITER GEICO. Vice-Presidência de Gestão. Gerência Nacional de Investidores Corporativos

VITER GEICO. Vice-Presidência de Gestão. Gerência Nacional de Investidores Corporativos VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos CENÁRIOS ECONÔMICOS JUROS JUROS x INFLAÇÃO x META ATUARIAL Meta Atuarial = 6,00% + IPCA (FOCUS

Leia mais

1. Objetivo e Descrição do fundo

1. Objetivo e Descrição do fundo FATOR VERITÀ FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ: 11.664.201/0001-00 Administrado pelo Banco Fator S.A. CNPJ: 33.644.196/0001-06 RELATÓRIO SEMESTRAL 1º. SEM. 2013 1. Objetivo e Descrição do fundo

Leia mais

DEMONSTRATIVO DAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS DOS RECURSOS

DEMONSTRATIVO DAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS DOS RECURSOS DEMONSTRATIVO DAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS DOS RECURSOS 1. ENTE Nome: Endereço: Bairro: Telefone: Prefeitura Municipal de Recife / PE AV. CAIS DO APOLO, 925 RECIFE (081) 3355-8000 Fax: (081) 3355-8000

Leia mais

Fábio Henrique de Sousa Coelho. PREVIC Superintendência Nacional de Previdência Complementar

Fábio Henrique de Sousa Coelho. PREVIC Superintendência Nacional de Previdência Complementar Fábio Henrique de Sousa Coelho PREVIC Superintendência Nacional de Previdência Complementar Mantendo o foco na gestão: Analisando a rentabilidade dos planos e entidades Análise de Rentabilidades deve ser

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTO DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE JAGUARÃO-RS PARA O EXERCÍCIO DE 2014

POLÍTICA DE INVESTIMENTO DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE JAGUARÃO-RS PARA O EXERCÍCIO DE 2014 POLÍTICA DE INVESTIMENTO DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE JAGUARÃO-RS PARA O EXERCÍCIO DE 2014 1. Apresentação A presente Política de Investimentos visa atender as Portarias

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE INVESTIMENTOS DOS RECURSOS DOS PLANOS DE BENEFÍCIOS ADMINISTRADOS PELA FIPECq CNPJ Nº: 00.529.958.0001/74

DEMONSTRATIVO DE INVESTIMENTOS DOS RECURSOS DOS PLANOS DE BENEFÍCIOS ADMINISTRADOS PELA FIPECq CNPJ Nº: 00.529.958.0001/74 DEMONSTRATIVO DE INVESTIMENTOS DOS RECURSOS DOS PLANOS DE ADMINISTRADOS PELA FIPECq CNPJ Nº: 00.529.958.0001/74 MÊS DEZEMBRO/2010 INVESTIMENTOS COMPLEMENTAR - PPC GESTÃO Disponível 126.957,30 6.008,07-1.166,83

Leia mais

Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV

Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV INVESTIMENTOS Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV Uma questão de suma importância para a consolidação e perenidade de um Fundo de Pensão é a sua saúde financeira, que garante

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Perfin Long Short 15 FIC FIM

Perfin Long Short 15 FIC FIM Perfin Long Short 15 FIC FIM Relatório Mensal- Junho 2013 O Perfin LongShort 15 FICFIM tem como objetivo gerarretorno superior ao CDIno médio prazo. O fundo utiliza-se de análise fundamentalista eaestratégia

Leia mais

DOUTOR MAURÍCIO CARDOSO-RS POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

DOUTOR MAURÍCIO CARDOSO-RS POLÍTICA DE INVESTIMENTOS RPPS Fundo de Aposentadoria e Pensão do Servidor FAPS DOUTOR MAURÍCIO CARDOSO-RS POLÍTICA DE INVESTIMENTOS 2014 1. FINALIDADE DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS Este documento estabelece o modelo de investimentos

Leia mais

VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros. GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos

VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros. GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos 1 CENÁRIO ECONÔMICO Economia Internacional RECUPERAÇÃO Produção Industrial (total) 115.00 Revisões

Leia mais

Demonstrativo de Investimentos por Plano de Benefícios e Custos com a Administração de Recursos

Demonstrativo de Investimentos por Plano de Benefícios e Custos com a Administração de Recursos Demonstrativo de Investimentos por Plano de Benefícios e Custos com a Administração de Recursos I- COMPOSIÇÃO DOS RECURSOS DA ENTIDADE Segmento Dezembro / 2014 Dezembro / 2013 R$ Alocação % R$ Alocação

Leia mais

Condominial / Exclusivo CNPJ

Condominial / Exclusivo CNPJ Gestor Nome do Fundo Código ANBID CNPJ Condominial / Exclusivo CLASSE LUZ Classificação ANBIMA BANRISUL FOCO IDKA IPCA 2A FUNDO DE INVESTIMENTO BANRISUL FOCO IMA-B FUNDO DE INVESTIMENTO DE LONGO 378429

Leia mais

dt A presente Instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CARACTERÍSTICAS HG Verde Fundo de Investimento Multimercado FUNDO DE INVESTIMENTO EM

Leia mais

PARECER MENSAL - 4/2015 14/05/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO

PARECER MENSAL - 4/2015 14/05/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO PARECER MENSAL - 4/2015 14/05/2015 Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO Prezado(a) Diretor(a) Executivo(a), Sr(a). Adélio Dalmolin; Atendendo a necessidade do Instituto

Leia mais

Política de Investimentos. Resultados Obtidos

Política de Investimentos. Resultados Obtidos Política de Investimentos Resultados Obtidos Política de Investimentos 2014» 2014: Ano de Transição Migração dos recursos investidos em dois fundos de investimento atrelados ao DI (BB e CAIXA) para novos

Leia mais

CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RELATÓRIO DE DESEMPENHO

CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RELATÓRIO DE DESEMPENHO CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RELATÓRIO DE DESEMPENHO NOVEMBRO DE 2013 1. Apresentação A Fundação CAGECE de Previdência Complementar CAGEPREV, criada através da Lei Estadual nº 13.313,

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS JANEIRO - 2015

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS JANEIRO - 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS JANEIRO - 2015 Í NDICE RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS Carteira Consolidada... 1 Carteira Detalhada... 2 Política de Investimento 2015... 3 Análise de Rentabilidade...

Leia mais

GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA RPPS PONTÃO MARÇO

GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA RPPS PONTÃO MARÇO 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO BANCO CENTRAL DO BRASIL. Focus Relatório de Mercado de 6 de março de 2015. Disponível em: http://www.bcb.gov.br/pec/gci/port/readout/r20150306.pdf.

Leia mais

Santa Helena. jan/12 Aplicações Financeiro Inicial Aplicação Resgate Rendimento Total

Santa Helena. jan/12 Aplicações Financeiro Inicial Aplicação Resgate Rendimento Total Santa Helena Consultoria de Investimentos TC Consultoria de Investimentos Consultor Responsável: Diego Siqueira Santos Certificado pela CVM, Ato declaratório 11.187, de 23 de Julho de 2010 jan/12 Aplicações

Leia mais

Gestão Econômica e Financeira. Comitê de Investimentos

Gestão Econômica e Financeira. Comitê de Investimentos Fundo de Aposentadoria e Previdência Social dos Servidores Efetivos do Município de Barra do Rio Azul-RS. Gestão Econômica e Financeira. Comitê de Investimentos RELATORIO GESTÃO FINANCEIRA 01/2015 O Comitê

Leia mais

JANEIRO de 2013. www.atuarialconsultoria.com.br

JANEIRO de 2013. www.atuarialconsultoria.com.br JANEIRO de 2013 1 ÍNDICE 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS 05 PÁG 2. INFORMAÇÕES CONTRATUAIS FUNDOS DE INVESTIMENTO 06 2.1. Fundos de Investimento do Banco do Brasil 06 2.1.1. BB Previdenciário Renda Fixa IMA

Leia mais

Política Anual de Investimentos (PAI)

Política Anual de Investimentos (PAI) Política Anual de Investimentos (PAI) 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVOS... 3 2.1 OBJETIVO GERAL... 3 2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS... 3 3 VIGÊNCIA... 3 4 MODELO DE GESTÃO... 4 5 PROCESSO DE SELEÇÃO

Leia mais

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% )

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% ) DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% ) CÓDIGO ANBID SANTANDER SANTANDER FIC RENDA FIXA IMA-B TITULOS PÚBLICOS (1 - RF)

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

RELATÓRIO TRIMESTRAL - 2/2015 20/07/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO

RELATÓRIO TRIMESTRAL - 2/2015 20/07/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO RELATÓRIO TRIMESTRAL - 2/2015 20/07/2015 Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO Prezado(a) Diretor(a) Executivo(a), Sr(a). Adélio Dalmolin; Atendendo a necessidade do

Leia mais

XP Corporate Macaé - FII (XPCM11)

XP Corporate Macaé - FII (XPCM11) XP Corporate Macaé - FII (XPCM11) PERFIL DO FUNDO Os recursos do Fundo oriundos da 1ª Emissão de Cotas foram investidos na aquisição do Imóvel The Corporate em Macaé-RJ, de forma a proporcionar a seus

Leia mais