8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:30 8:45 INTERVALO VISITA AOS EXPOSITORES E PATROCINADORES.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:30 8:45 INTERVALO VISITA AOS EXPOSITORES E PATROCINADORES."

Transcrição

1 MAPA AUDITÓRIO ÓPERA DE ARAME (200 LUGARES) DOMINGO 02 DE AGOSTO DE :00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:00 8:15 TEMA LIVRE SELECIONADO. 8:15 8:30 TEMA LIVRE SELECIONADO. 8:30 8:45 INTERVALO 8:45 9:55 MESA REDONDA: Procedimentos Robóticos em Cirurgia abdominal. 8:45-9:00 Cirurgia Robótica das afecções do esôfago. 9:00 9:15 Cirurgia robótica do Câncer Gástrico. 9:15 9:30 Cirurgia Robótica do colón e reto. 9:30 9:45 Tratamentos das Hérnias abdominais por Cirurgia Robótica. Vantagens e desvantagens. 9:45 9:55 Discussão. 9:55 10:30 O TEMA EM PAUTA É: Como montar um centro de referencia em Cirurgia Robótica no Brasil. 10:30 10:50 INTERVALO 10:50 12:00 MESA REDONDA: Problemas da via biliar que continuam desafiando ao Cirurgião Geral. 10:50 11:05 Abordagem clinica dos quadros agudos, quando o paciente não tem condição de tratamento cirúrgico. 11:05 11:20 Colecistite aguda. 11:20 11:35 Tratamento da colangite aguda. 11:35 11:50 Colecistectomia no paciente cirrótico. 11:50 12:00 Discussão. 12:00 13:00 INTERVALO PARA ALMOÇO.

2 13:00-13:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 13:00 13:15 TEMA LIVRE SELECIONADO. 13:15 13:30 TEMA LIVRE SELECIONADO. 13:30 14:05 O TEMA EM PAUTA É: Hemorragia Digestiva Alta por Varizes de Esôfago. Atualização sobre o papel do tratamento cirúrgico. 14:05 15:15 MESA REDONDA: Tratamento das varizes de Esôfago. 14:05 14:20 Realizando a ligadura no sangramento agudo. 14:20 14:35 Quando e como realizar a escleroterapia? 14:35 14:50 Como tratar as varizes gástricas? 14:50 15:05 Limites do tratamento endoscópico. 15:05 15:15 Discussão. 15:15 15:35 INTERVALO VISITA 15:35 16:10 O TEMA EM PAUTA É: Qual o papel da cirurgia no tratamento da doença gordurosa hepática não alcoólica? 16:10 17:20 MESA REDONDA: Como eu faço, pela via vídeo-laparoscópica. 16:10 16:25 Re-operações na Doença do Refluxo Gastro Esofágico. 16:25 16:40 Cirurgia laparoscópica para tumorações de suprarrenal. 16:40 16:55 Estratégias na Esplenectomia por via laparoscópica. 16:55 17:10 Ressecções de leiomiomas de esôfago por videolaparoscopia. 17:10 17:20 Discussão. 17:20 18:00... RELATORIO DE FECHAMENTO DO DIA JUNTO SEGUNDA FEIRA 03 DE AGOSTO DE :00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação.

3 8:00 8:15 TEMA LIVRE SELECIONADO. 8:15 8:30 TEMA LIVRE SELECIONADO. 8:30 8:45 INTERVALO 8:45 9:55 MESA REDONDA: Problemas urológicos que desafiam ao Cirurgião Geral. 8:45-9:00 Retenção Urinaria Aguda, como proceder? 9:00 9:15 Lesão de ureter no transoperatório: alternativas para resolução do problema. 9:15 9:30 Diagnostico diferencial de massas escrotais.(hidrocele, Tumor, Hérnia) 9:30 9:45 Como proceder em lesões tumorais que por contiguidade envolvem o sistema Urinario. 9:45 9:55 Discussão. 9:55 10:30 O TEMA EM PAUTA É: O papel atual da Cirurgia minimamente invasiva (Laparoscópica e Robótica) no tratamento das afecções urológicas. 10:30 10:50 INTERVALO 10:50 12:00 MESA REDONDA: As possiblidades da Cirurgia Ambulatorial. 10:50 11:05 A importância estratégica da Cirurgia Ambulatorial. 11:05 11:20 Hérnia ambulatorial: Qual o paciente indicado para realizar o procedimento no ambiente ambulatorial. 11:20 11:35 Fatores pro e contras da realização da cirurgia de varizes no ambulatório. 11:35 11:50 Características e limites da cirurgia do tumores cutâneos. 11:50 12:00 Discussão. 12:00 13:00 INTERVALO PARA ALMOÇO. 13:00-13:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação.

4 13:00 13:15 TEMA LIVRE SELECIONADO. 13:15 13:30 TEMA LIVRE SELECIONADO. 13:30 14:05 O TEMA EM PAUTA É: Atualização sobre o tratamento dos tumores Neuroendócrinos do trato digestivo 14:05 15:15 MESA REDONDA: Cirurgia do Intestino: Conduta nas diferentes situações. 14:05 14:20 Questões atuais no tratamento da isquemia mesentérica. 14:20 14:35 Corpo estranho no intestino delgado como proceder? 14:35 14:50 Estenose intestinal por doença de Crohn. 14:50 15:05 Abordagem dos Tumores do Duodeno. 15:05 15:15 Discussão. 15:15 15:35 INTERVALO VISITA 15:35 16:10 O TEMA EM PAUTA É: Os desafios de tratar de paciente com Esôfago de Barret com displasia de alto grau. 16:10 17:20 MESA REDONDA: Atualização do tratamento do Câncer do Esôfago. 16:10 16:25 Diferenças de abordagens multimodal entre o Carcinoma Epidermoide e o Adenocarcinoma do Esofago. 16:25 16:40 Resultados da Esofagectomia Transtoracica. 16:40 16:55 A seleção do paciente para propor um tratamento cirúrgico de resgate. 16:55 17:10 O uso da Cirurgia minimamente invasiva no tratamento cirúrgico radical do câncer do esôfago. 17:10 17:20 Discussão. 17:20 18:00... RELATORIO DE FECHAMENTO DO DIA JUNTO TERÇA FEIRA 04 DE AGOSTO DE 2015.

5 8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:00 8:15 TEMA LIVRE SELECIONADO. 8:15 8:30 TEMA LIVRE SELECIONADO. 8:30 8:45 INTERVALO 8:45 9:55 MESA REDONDA: Câncer da Via Biliar 8:45-9:00 Abordagem cirúrgica do Colangiocarcinoma hilar com invasão vascular. 9:00 9:15 Colangiocarcinoma irressecável, como podemos tratar a colestase? 9:15 9:30 Câncer de vesícula biliar como achado incidental durante a colecistectomia: Estratégias e dilemas. 9:30 9:45 Extensão da linfadenectomia nos carcinomas biliares. 9:45 9:55 Discussão. 9:55 10:30 O TEMA EM PAUTA É: Avanços tecnológicos que facilitam a abordagens hepáticas no tratamento das neoplasias. 10:30 10:50 INTERVALO 10:50 12:00 MESA REDONDA: Dilemas enfrentados pelo cirurgião nas patologias ginecológicas. 10:50 11:05 Abdome agudo cirúrgico em gestante: quais cuidados tomar. 11:05 11:20 Achado incidental de tumoração no ovário. O que devemos fazer? 11:20 11:35 Abordagem da dor pélvica crônica. 11:35 11:50 Estado da arte da cirurgia minimamente invasiva nas afecções ginecológicas. 11:50 12:00 Discussão. 12:00 13:00 INTERVALO PARA ALMOÇO.

6 13:00-13:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 13:00 13:15 TEMA LIVRE SELECIONADO. 13:15 13:30 TEMA LIVRE SELECIONADO. 13:30 14:05 O TEMA EM PAUTA É: Uso de anticoagulante em cirurgia: esquemas clássicos e novas alternativas medicamentosas. 14:05 15:15 MESA REDONDA: Situação dos transplantes em nosso sistema de saúde. 14:05 14:20 Sistemas de regulação e avanços nos diferentes Transplantes. 14:20 14:35 Resultados e dificuldades encontradas na realização do Transplante Hepático. 14:35 14:50 A realidade do transplante multivisceral no Brasil. 14:50 15:05 Qual e o futuro dos Transplantes no Brasil e no Mundo. 15:05 15:15 Discussão. 15:15 15:35 INTERVALO VISITA 15:35 16:10 O TEMA EM PAUTA É: Opções técnicas para o tratamento da Hérnia Inguinal: Existe padrão ouro? 16:10 17:20 MESA REDONDA: As varias interfaces da cirurgia plástica. 16:10 16:25 O papel da cirurgia plástica reparadora no atendimento ao Trauma. 16:25 16:40 Resultado dos trabalhos desenvolvidos no tratamento dos fissurados. 16:40 16:55 A cirurgia plástica na reconstrução dos pacientes oncológicos. 16:55 17:10 Procedimentos englobados na cirurgia plástica estética. 17:10 17:20 Discussão. 17:20 18:00... RELATORIO DE FECHAMENTO DO DIA JUNTO

7 QUARTA FEIRA 05 DE AGOSTO DE :00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:00 8:15 TEMA LIVRE SELECIONADO. 8:15 8:30 TEMA LIVRE SELECIONADO. 8:30 8:45 INTERVALO 8:45 9:55 MESA REDONDA: Endoscopia Cirurgia. 8:45-9:00 Analise crítica da estreita relação do Cirurgião com a endoscopia. 9:00 9:15 Cirurgia endoscópica: Contribuição para o tratamento dos tumores precoces do aparelho digestivo. 9:15 9:30 Papel da endoscopia no tratamento paliativo de tumores da via biliar. 9:30 9:45 Estratégia de abordagem nas hemorragias digestivas. 9:45 9:55 Discussão. 9:55 10:30 O TEMA EM PAUTA É: A avaliação genética como parte integrante da abordagem oncológica. De que maneira inserir nos serviços já existentes? 10:30 10:50 INTERVALO 10:50 12:00 MESA REDONDA: Estomago 10:50 11:05 Gastroenterologista Clinico: Como eu trato a doença péptica do estomago. 11:05 11:20 Quando o tratamento das complicações da Ulcera Péptica e cirúrgico? Quais cuidados tomar? 11:20 11:35 Resolução endoscópica das complicações da Ulcera Péptica. 11:35 11:50 Lesão gástrica persistente com biopsia negativa. O que fazer? Ate quando esperar?

8 11:50 12:00 Discussão. 12:00 13:00 INTERVALO PARA ALMOÇO. 13:00-13:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 13:00 13:15 TEMA LIVRE SELECIONADO. 13:15 13:30 TEMA LIVRE SELECIONADO. 13:30 14:05 O TEMA EM PAUTA É: Mudança de relacionamento com o medico. Resultado cirúrgico, satisfação do paciente. 14:05 15:15 MESA REDONDA: Infecção em cirurgia. 14:05 14:20 Conduta na infecção do sitio cirúrgico. 14:20 14:35 Prótese e Infecção no pós-operatório da cirurgia de hérnia. O que fazer? 14:35 14:50 Febre no pós-operatório: investigando a origem. 14:50 15:05 Houve avanços nas estratégias de controle de infecção em cirurgia. 15:05 15:15 Discussão. 15:15 15:35 INTERVALO VISITA 15:35 16:10 O TEMA EM PAUTA É: Trauma Pediátrico: Pequenas crianças, grandes lesões. 16:10 17:20 MESA REDONDA: Cirurgia Pediátrica. 16:10 16:25 Lesões vasculares mais comuns nas crianças. 16:25 16:40 Tratamento cirúrgico da hérnias nas crianças. 16:40 16:55 Conduta frente a criptorquidia na criança e na adolescência. 16:55 17:10 A importância da prevenção do trauma na criança. 17:10 17:20 Discussão.

9 17:20 18:00... CONFRATERNIZAÇÃO DE ENCERRAMENTO JUNTO

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO)

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) 02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) Horário Programação 8:00: 08:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. Procedimentos Robóticos em Cirurgia abdominal 8:45-9:00 Cirurgia Robótica das afecções do

Leia mais

Programação Preliminar do 41 Curso de Atualização em Cirurgia do Aparelho Digestivo, Coloproctologia e Transplantes de Órgãos do Aparelho Digestivo

Programação Preliminar do 41 Curso de Atualização em Cirurgia do Aparelho Digestivo, Coloproctologia e Transplantes de Órgãos do Aparelho Digestivo Programação Preliminar do 41 Curso de Atualização em Cirurgia do Aparelho Digestivo, Coloproctologia e Transplantes de Órgãos do Aparelho Digestivo Cirurgia do Esôfago Painel de perguntas e filmes cirúrgicos

Leia mais

02 de Agosto de 2015 (Domingo)

02 de Agosto de 2015 (Domingo) 02 de Agosto de 2015 (Domingo) Horário Programação 8:00: 08:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:45 10:10 MESA REDONDA: AFECCOES VASCULARES FREQUENTES NA PRATICA DIARIA DO CIRURGIAO 8:45-9:00

Leia mais

8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação 8:30 8:45 INTERVALO VISITA AOS EXPOSITORES E PATROCINADORES

8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação 8:30 8:45 INTERVALO VISITA AOS EXPOSITORES E PATROCINADORES MAPA AUDITÓRIO LARGO DA ORDEM (200 LUGARES) DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. 8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação 8:00 8:15 TEMA LIVRE SELECIONADO 8:15 8-30 TEMA LIVRE SELECIONADO 8:30

Leia mais

PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014

PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014 PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014 21/08 QUINTA-FEIRA 7:50 8:00 Abertura 8:00 9:30 Mesa Redonda: CEC de Esôfago 8:00 8:15 Ferramentas de estadiamento na neoplasia esofágica. É possível individualizar

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS

OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS OBJETIVOS GERAIS O Programa de Residência Médica opcional de Videolaparoscopia em Cirurgia do Aparelho Digestivo (PRMCAD) representa modalidade de ensino de Pós Graduação visando ao aperfeiçoamento ético,

Leia mais

Infecções e inflamações do trato urinário, funçao sexual e reprodutiva Urologia Denny

Infecções e inflamações do trato urinário, funçao sexual e reprodutiva Urologia Denny DATA hora AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR 25/10/2013 14:00-14:55 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 14:55-15:50 Abdome Agudo - perfurativo e vascular/hemorrágico Clínica

Leia mais

Aulas teórica s PROFESSOR DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL

Aulas teórica s PROFESSOR DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO PROFESSOR Aulas teórica s Amb. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL 13:15 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 24/7/2015 Abdome Agudo

Leia mais

8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:30-8:45 Abordagem nos múltiplos ferimentos abdominais penetrantes.

8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:30-8:45 Abordagem nos múltiplos ferimentos abdominais penetrantes. MAPA AUDITÓRIO PARQUE TINGUI (280 LUGARES) DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. ESPACO DO TRAUMA (SBAIT) SEGUNDA FEIRA 03 DE AGOSTO DE 2015. 8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:00 8:15

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015 DATA SALA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO PROFESSOR 6/2/2015 102. D 13:15-14:10 Tratamento

Leia mais

COD PROTOCOLOS DE GASTROENTEROLOGIA

COD PROTOCOLOS DE GASTROENTEROLOGIA X COD PROTOCOLOS DE GASTROENTEROLOGIA ( ) 18.01 Abdome Agudo Diagnóstico (algoritmo) ( ) 18.02 Abdome Agudo Inflamatório Diagnóstico e Tratamento ( ) 18.03 Abdome Agudo na Criança ( ) 18.04 Abdome Agudo

Leia mais

Hospital. Sala 5. Sala 1. Hospital Figueira da Foz. Intervenção cirúrgica com transmissão (TAPP) Como ultrapassar as dificuldades da técnica

Hospital. Sala 5. Sala 1. Hospital Figueira da Foz. Intervenção cirúrgica com transmissão (TAPP) Como ultrapassar as dificuldades da técnica Quinta feira, 5 de Março 2015 Cursos pré Congresso 08:30 13:00 Cirurgia mamária Cancro da mama e tratamento sistémico primário Indicação para quimioterapia neoadjuvante Como monitorizar a resposta com

Leia mais

Hospital. início em 2/3/2015

Hospital. início em 2/3/2015 Quinta feira, 3 de Março 2016 Cursos pré Congresso 08:30 13:00 Cirurgia mamária Reunião multidisciplinar de casos clínicos Disciplinas: cirurgia, anatomia patológica, oncologia médica, radio oncologia

Leia mais

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) 03 DE AGOSTO DE 2015 (SEGUNDA FEIRA)

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) 03 DE AGOSTO DE 2015 (SEGUNDA FEIRA) 02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) Espaço do Trauma CBC - SBAIT 03 DE AGOSTO DE 2015 (SEGUNDA FEIRA) Horário Programação 08:00 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:45 9:55 MESA REDONDA: Trauma

Leia mais

Hospital Figueira da Foz. Sala 5. Sala 1. Intervenção cirúrgica com transmissão (TAPP) Hospital

Hospital Figueira da Foz. Sala 5. Sala 1. Intervenção cirúrgica com transmissão (TAPP) Hospital Quinta feira, 5 de Março 2015 Cursos pré Congresso 08:30 13:00 Cirurgia mamária Cancro da mama e tratamento sistémico primário Indicação para quimioterapia neoadjuvante Como monitorizar a resposta com

Leia mais

DATA hora SALA AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR

DATA hora SALA AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR DATA hora SALA AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR 14:00-14:55 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 14:55-15:50 Abdome Agudo - perfurativo e vascular/hemorrágico Clínica

Leia mais

João Marcos + Raphael + Aisha + Clarissa + Tiago + Marcelo

João Marcos + Raphael + Aisha + Clarissa + Tiago + Marcelo DATA HORA AULA PROGRAMADA SALA MÓDULO PROFESSOR 05/02/2016 13:15 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica 14:10 Abdome Agudo - perfurativo e vascular/hemorrágico Clínica Cirúrgica 15:25

Leia mais

203 A. 16:30-17:20 Trauma cervical Clinica Cirúrgica Raphael 17:20-18:10 Queimaduras Clínica Cirúrgica Raphael

203 A. 16:30-17:20 Trauma cervical Clinica Cirúrgica Raphael 17:20-18:10 Queimaduras Clínica Cirúrgica Raphael CRONOGRAMA INTERNATO DE CIRURGIA 1º 2013 9º PERÍODO DATA/LOCAL HORÁRIO AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR 24/5/2013 11:00-11:50 Lesões corporais Medicina Legal Andressa 11:50-12:40 Lesões corporais Medicina

Leia mais

A Gastroenterologia Visão e perspectivas atuais

A Gastroenterologia Visão e perspectivas atuais A Gastroenterologia Visão e perspectivas atuais A opção pela Gastroenterologia 23 Sociedades Federadas Regionais 54 Serviços de Gastroenterologia reconhecidos e aprovadas pelo MEC 1986 Sede do VI Congresso

Leia mais

Aparelho Gastrointestinal Dor Abdominal Aguda

Aparelho Gastrointestinal Dor Abdominal Aguda Aparelho Gastrointestinal Dor Abdominal Aguda Dor abdominal Difusa Localizada Abdome agudo Sem abdome agudo Exames específicos Tratamento específico Estabilizar paciente (vide algoritmo específico) Suspeita

Leia mais

GASTRORECIFE 2013 29 a 31 de Agosto de 2013 Hotel Summerville

GASTRORECIFE 2013 29 a 31 de Agosto de 2013 Hotel Summerville GASTRORECIFE 2013 29 a 31 de Agosto de 2013 Hotel Summerville DIA 29/08 - QUINTA-FEIRA 09h00-12h00 SESSÃO DE TEMAS LIVRES 1 09h00-12h00 SESSÃO DE TEMAS LIVRES 2 12h00-14h00 14h00-15h00 I HEPATOLOGIA I

Leia mais

SERVIÇO DE GASTROENTEROLOGIA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PRESIDENTE DUTRA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA

SERVIÇO DE GASTROENTEROLOGIA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PRESIDENTE DUTRA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PRESIDENTE DUTRA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA Coordenador: Arnaldo de Jesus Dominici Adalgisa de Sousa Paiva Ferreira INTRODUÇÃO A Residência Médica é uma modalidade de ensino de

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA SALA C 21/10/10 Quinta-feira 08:00-09:15 Mesa-Redonda: Fígado I Moderador: Dr. José Huygens Garcia (CE) Secretário:

Leia mais

HM Cardoso Fontes Serviço o de Cirurgia Geral Sessão Clínica

HM Cardoso Fontes Serviço o de Cirurgia Geral Sessão Clínica HM Cardoso Fontes Serviço o de Cirurgia Geral Sessão Clínica 22/07/04 Anastomoses Bilio-digestivas Intra-hep hepáticas em Tumores da Convergência Diego Teixeira Alves Rangel Tratamento Paliativo em 10

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA Práticas do Técnico de Enfermagem no Atendimento ao Paciente Oncológico Tratamento Cirúrgico - Ginecologia Téc. de Enfermagem Juliana

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DIA 11/04 QUINTA-FEIRA 13:00 - ABERTURA DO CONGRESSO

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DIA 11/04 QUINTA-FEIRA 13:00 - ABERTURA DO CONGRESSO PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DIA 11/04 QUINTA-FEIRA 13:00 - ABERTURA DO CONGRESSO 13:20 - HOMENAGEM AO CIRURGIÃO DR. ALVARO ARMANDO CARVALHO DE MORAIS (ES) 14:00 - MESA REDONDA: CIRURGIA DE ESÔFAGO E TRATAMENTO

Leia mais

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias MÓDULO I NUTRIÇÃO CLÍNICA 1-Absorção, digestão, energia, água e álcool 2-Vitaminas e minerais 3-Proteínas, lipídios, carboidratos e fibras 4-Cálculo das necessidades energéticas 5-Doenças do aparelho digestivo

Leia mais

Tumor Desmoplásico de Pequenas Células Redondas: Relato de um caso.

Tumor Desmoplásico de Pequenas Células Redondas: Relato de um caso. Everton Pereira D. Lopes² Eduardo M Pracucho¹ Ricardo de Almeida Campos² Karla Thaiza Thomal¹ Celso Roberto Passeri¹ Renato Morato Zanatto¹ 1-Departamento de Cirurgia Oncológica Aparelho Digestivo Alto

Leia mais

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO ENDOSCOPIA

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO ENDOSCOPIA 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO ENDOSCOPIA QUESTÃO 21 A Hemorragia digestiva é uma complicação da Moléstia Diverticular dos Cólons. Assim é ERRADO afirmar: a) O tratamento das enfermidades

Leia mais

Câncer do pâncreas. Orlando Jorge Martins Torres Professor Livre-Docente UFMA

Câncer do pâncreas. Orlando Jorge Martins Torres Professor Livre-Docente UFMA Câncer do pâncreas Orlando Jorge Martins Torres Professor Livre-Docente UFMA Diagnóstico A tomografia helicoidal com dupla fase é o melhor exame de imagem para diagnosticar e estadiar uma suspeita de carcinoma

Leia mais

CURSOS PRÉ-CONGRESSO MÓDULO I - MOTILIDADE DIGESTIVA BAIXA Hotel Serra Azul, Gramado, 24 de Setembro de 2008

CURSOS PRÉ-CONGRESSO MÓDULO I - MOTILIDADE DIGESTIVA BAIXA Hotel Serra Azul, Gramado, 24 de Setembro de 2008 1 MÓDULO I - MOTILIDADE DIGESTIVA BAIXA Hotel Serra Azul, Gramado, 24 de Setembro de 2008 08:00 08:15 Etiopatogenia da Incontinência Anal 08:15 08:30 Etiopatogenia da Constipação Intestinal 08:30 08:45

Leia mais

Oferecemos uma ampla gama de tratamentos entre os que podemos destacar:

Oferecemos uma ampla gama de tratamentos entre os que podemos destacar: A cirurgia endovascular agrupa uma variedade de técnicas minimamente invasivas mediante as quais CIRURGIA ENDOVASCULAR = CIRURGIA SEM CORTES! Técnicas Minimamente Invasivas As técnicas de cirurgia endovascular

Leia mais

TUMORES DA VESÍCULA E VIAS BILIARES. Dr. Francisco R. de Carvalho Neto

TUMORES DA VESÍCULA E VIAS BILIARES. Dr. Francisco R. de Carvalho Neto TUMORES DA VESÍCULA E VIAS BILIARES Dr. Francisco R. de Carvalho Neto TUMORES BENIGNOS ( classificação de Christensen & Ishate A) TUMORES BENIGNOS VERDADEIROS 1) De origem epitelial adenoma papilar ( papiloma)

Leia mais

ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB

ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB Por este instrumento o Conselho de Pós-Graduação (CPG) do Programa de Pós-Graduação em Oncologia do Hospital de Câncer de Barretos Fundação Pio XII, torna

Leia mais

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes.

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pâncreas Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pancreatite aguda Pancreatite crônica Cistos pancreáticos Câncer de Pancrêas Pancreatite aguda O pâncreas é um órgão com duas funções básicas:

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 355/2014 Informações sobre Questran Light

RESPOSTA RÁPIDA 355/2014 Informações sobre Questran Light RESPOSTA RÁPIDA 355/2014 Informações sobre Questran Light SOLICITANTE Drª. Mônika Alessandra Machado Gomes Alves, Juíza de Direito do Juizado Especial de Unaí NÚMERO DO PROCESSO 0049989-72.2014 DATA 07/06/2014

Leia mais

Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO

Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO Local: Minas Centro, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Leia mais

da Junção Esofagogástrica

da Junção Esofagogástrica HM Cardoso Fontes Serviço o de Cirurgia Geral Sessão Clínica 15/04/04 Carcinoma da Junção Esofagogástrica strica Diego Teixeira Alves Rangel Casos do Serviço (2001 2004) Nome Idade Diagnóstico Acesso Cirurgia

Leia mais

Distúrbios Gastrointetinais

Distúrbios Gastrointetinais Distúrbios Gastrointetinais Anatomia Gastrointestinal Doenças do tubo digestivo Patologias do Esôfago Classificação segundo o mecanismo da doença Anomalias do desenvolvimento (exs: Atresias; hérnias;estenoses)

Leia mais

VI Workshop Internacional de Atualização em Hepatologia 2012 Pólipos de Vesícula Biliar Diagnóstico e Conduta

VI Workshop Internacional de Atualização em Hepatologia 2012 Pólipos de Vesícula Biliar Diagnóstico e Conduta VI Workshop Internacional de Atualização em Hepatologia 2012 Pólipos de Vesícula Biliar Diagnóstico e Conduta Júlio Coelho Universidade Federal do Paraná Pólipo de Vesícula Biliar Estudos Científicos Ausência

Leia mais

Como escolher um método de imagem? - Dor abdominal. Aula Prá:ca Abdome 1

Como escolher um método de imagem? - Dor abdominal. Aula Prá:ca Abdome 1 Como escolher um método de imagem? - Dor abdominal Aula Prá:ca Abdome 1 Obje:vos Entender como decidir se exames de imagem são necessários e qual o método mais apropriado para avaliação de pacientes com

Leia mais

Subespecialidade de Gastrenterologia Pediátrica conteúdo funcional, formação e titulação

Subespecialidade de Gastrenterologia Pediátrica conteúdo funcional, formação e titulação Subespecialidade de Gastrenterologia Pediátrica conteúdo funcional, formação e titulação 1. Tipo de trabalho e responsabilidades principais O Gastrenterologista Pediátrico é um médico com formação em Pediatria

Leia mais

como intervir Héber Salvador de Castro Ribeiro Departamento de Cirurgia Abdominal A.C. Camargo Cancer Center

como intervir Héber Salvador de Castro Ribeiro Departamento de Cirurgia Abdominal A.C. Camargo Cancer Center Esôfago de Barrett: quando acompanhar e como intervir Héber Salvador de Castro Ribeiro Departamento de Cirurgia Abdominal A.C. Camargo Cancer Center Não possuo conflitos de interesse; Esôfago de Barrett

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO CIRURGIÃO GERAL

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO CIRURGIÃO GERAL 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO CIRURGIÃO GERAL QUESTÃO 21 São afirmativas verdadeiras sobre o Hiperparatireoidismo, EXCETO: a) É mais comum no sexo feminino. b) Os adenomas são a causa mais

Leia mais

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GASTROENTEROLOGIA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM GASTROENTEROLOGIA. Critérios Essenciais

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GASTROENTEROLOGIA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM GASTROENTEROLOGIA. Critérios Essenciais FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GASTROENTEROLOGIA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM GASTROENTEROLOGIA Critérios Essenciais Maio de 2010 1 CRITÉRIOS ESSENCIAIS PARA UM PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM GASTROENTEROLOGIA

Leia mais

I FELLOWSHIP EM VIDEOCIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO

I FELLOWSHIP EM VIDEOCIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO I FELLOWSHIP EM VIDEOCIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO Carga horária Carga Horária Total: 420 horas Carga Horária Teórica: 120 horas Carga Horária Prática : 240 horas Monografia: 60 horas 1. COORDENAÇÃO Nome:

Leia mais

GASTRORECIFE 2014 07 a 09 de agosto de 2014 JCPM Trade Center Recife - Pernambuco

GASTRORECIFE 2014 07 a 09 de agosto de 2014 JCPM Trade Center Recife - Pernambuco GASTRORECIFE 2014 07 a 09 de agosto de 2014 JCPM Trade Center Recife - Pernambuco 07 de agosto Quinta-feira 08h00-10h30 TEMAS LIVRES Coordenadores: Filipe Lima e Sylene Rampche TL01 - DIABETES MELLITUS:

Leia mais

SPDM para o Desenvolvimento da Medicina AssociaÅÇo Paulista PROCTOLOGIA

SPDM para o Desenvolvimento da Medicina AssociaÅÇo Paulista PROCTOLOGIA HEMORRÓIDAS: PROCTOLOGIA DilataÅÉes varicosas dos plexos artñrio-venosos hemorroidörios situados na regiço anorretal, causadas por aumento na pressço hidrostötica no plexo venoso hemorroidörio. Podem ser

Leia mais

25/11 - SEXTA-FEIRA. Sala/Horário SALA RITZ SALA CC1 SALA CC2

25/11 - SEXTA-FEIRA. Sala/Horário SALA RITZ SALA CC1 SALA CC2 I CONGRESSO SUL-SUDESTE DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA ONCOLÓGICA VI JORNADA DE ONCOLOGIA DO CEPON 25 e 26 de Novembro de 2016 Centro de Convenções - Majestic Palace Hotel - Florianópolis - SC PROGRAMAÇÃO

Leia mais

DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. (Defesa Profissional, II Encontro Brasileiro das Ligas Acadêmicas de Cirurgia e Contribuições sociais da Cirurgia)

DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. (Defesa Profissional, II Encontro Brasileiro das Ligas Acadêmicas de Cirurgia e Contribuições sociais da Cirurgia) MAPA AUDITORIO SANTA FELICIDADE (140 LUGARES) DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. (Defesa Profissional, II Encontro Brasileiro das Ligas Acadêmicas de Cirurgia e Contribuições sociais da Cirurgia) 8:00 Horas

Leia mais

www.bahiagastrocenter.com.br Cálculos (pedras) da Vesícula biliar Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral

www.bahiagastrocenter.com.br Cálculos (pedras) da Vesícula biliar Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral www.bahiagastrocenter.com.br Cálculos (pedras) da Vesícula biliar Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral Copyright Bahia Gastro Center - 2009 1 Quem pode ter pedra (cálculo) na vesícula?

Leia mais

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM. Radiografia simples e contrastada (sulfato de bário e iodinas) Endoscopia

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM. Radiografia simples e contrastada (sulfato de bário e iodinas) Endoscopia AFECÇÕES CIRÚRGICAS DO ESÔFAGO Carmen Helena de Carvalho Vasconcellos DIAGNÓSTICO DA DOENÇA ESOFÁGICA SINAIS CLÍNICOS Regurgitação Disfagia, dificuldade de preensão Ptialismo Tosse, estertores Dispnéia

Leia mais

Secretaria de Saúde de Pernambuco SES Segundo Processo Seletivo à Residência 2006 Especialidade com exigência de pré-requisito em Cirurgia Geral

Secretaria de Saúde de Pernambuco SES Segundo Processo Seletivo à Residência 2006 Especialidade com exigência de pré-requisito em Cirurgia Geral QUESTÃO 01 Representa contra-indicação absoluta à colonoscopia: a) Volvo de sigmóide b) Doença inflamatória intestinal c) Câncer colorretal d) Doença diverticular e) Megacólon tóxico QUESTÃO 02 São fatores

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA - INCA / 2016 PROVA DISCURSIVA - 2ª ETAPA PRM EM CANCEROLOGIA CIRÚRGICA

PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA - INCA / 2016 PROVA DISCURSIVA - 2ª ETAPA PRM EM CANCEROLOGIA CIRÚRGICA PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA - INCA / 2016 PROVA DISCURSIVA - 2ª ETAPA PRM EM CANCEROLOGIA CIRÚRGICA Você recebeu o seguinte material: 1. Um CADERNO DE PROVA ESCRITA

Leia mais

Tumor carcinoide de duodeno: um tumor raro em local incomum. Série de casos de uma única instituição

Tumor carcinoide de duodeno: um tumor raro em local incomum. Série de casos de uma única instituição Tumor carcinoide de duodeno: um tumor raro em local incomum. Série de casos de uma única instituição Jaques Waisberg- Orientador do Programa de Pós Graduação do Instituto de Assistência Médica ao Servidor

Leia mais

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS FEVEREIRO./2015.02 Proced com finalidade diagnóstica 10.814.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS FEVEREIRO./2015.02 Proced com finalidade diagnóstica 10.814.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS.02 Proced com finalidade diagnóstica 10.814.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia 43.02.01.01 biópsia do colo uterino 1.02.01.01 biópsia de fígado por punção

Leia mais

2. PRÉ- REQUISITOS PARA A INSCRIÇÃO:

2. PRÉ- REQUISITOS PARA A INSCRIÇÃO: EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO EXAME DE SUFICIÊNCIA CATEGORIA ESPECIAL PARA OBTENÇÃO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA EM CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO 2010 Pelo presente edital, o CBCD Colégio Brasileiro de Cirurgia

Leia mais

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS JULHO./2014.02 Proced com finalidade diagnóstica 15.985.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS JULHO./2014.02 Proced com finalidade diagnóstica 15.985.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS JULHO./2014.02 Proced com finalidade diagnóstica 15.985.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia 107.02.01.01 biópsia de pele e partes moles 39.02.01.01 Biópsia

Leia mais

Parâmetros para profilaxia cirúrgica

Parâmetros para profilaxia cirúrgica Parâmetros para profilaxia cirúrgica O objetivo da profilaxia antimicrobiana em cirurgia é prevenir a infecção de sítio cirúrgico, atingindo níveis do antibiótico no sangue e nos tecidos que exceda, em

Leia mais

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015 01/05/2015 CÂNCER UTERINO É o câncer que se forma no colo do útero. Nessa parte, há células que podem CÂNCER CERVICAL se modificar produzindo um câncer. Em geral, é um câncer de crescimento lento, e pode

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO:

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: 1) Esta prova é composta por 20 (vinte) questões de múltipla escolha, cada uma valendo 0,5 (meio) ponto. 2) Cada questão apresenta apenas uma resposta correta. Questões rasuradas

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO:

INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: INSTRUÇÕES PARA O CANDIDATO: 1) Esta prova é composta por 20 (vinte) questões de múltipla escolha, cada uma valendo 0,5 (meio) ponto. 2) Cada questão apresenta apenas uma resposta correta. Questões rasuradas

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Projetos de pesquisa. Patologia. Epidemiologia. Trato gastrointestinal.

PALAVRAS-CHAVE Projetos de pesquisa. Patologia. Epidemiologia. Trato gastrointestinal. 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X) SAÚDE

Leia mais

AULAS TEÓRICAS SEMIOLOGIA MÉDICA GERAL I 5º PERÍODO 2009/2 DATA HORÁRIO ASSUNTO PROFESSORES

AULAS TEÓRICAS SEMIOLOGIA MÉDICA GERAL I 5º PERÍODO 2009/2 DATA HORÁRIO ASSUNTO PROFESSORES SEMIOLOGIA MÉDICA GERAL I 5º PERÍODO 2009/2 4 ago 11:00 ÀS 11:50 RELAÇÃO MÉDICO-PACIENTE E ÉTICA MÉDICA FLÁVIA MAGALHÃES 11 ago 11:00 ÀS 11:50 ANAMNESE FLÁVIA MAGALHÃES 18 ago 11:00 ÀS 11:50 SEMIOLOGIA

Leia mais

Local: VITÓRIA GRAND HALL (Atrás da Emescam, entrada ao lado da MS Buffet)

Local: VITÓRIA GRAND HALL (Atrás da Emescam, entrada ao lado da MS Buffet) Local: VITÓRIA GRAND HALL (Atrás da Emescam, entrada ao lado da MS Buffet) PALESTRANTES INTERNACIONAIS CONVIDADOS Prof. E. MORENO González: Um dos maiores cirurgiões da atualidade, chefe do serviço de

Leia mais

DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL. Profª. Thais de A. Almeida Aula 21/05/13

DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL. Profª. Thais de A. Almeida Aula 21/05/13 DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL Profª. Thais de A. Almeida Aula 21/05/13 Doença Inflamatória Intestinal Acometimento inflamatório crônico do TGI. Mulheres > homens. Pacientes jovens (± 20 anos). Doença

Leia mais

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida do relatório técnico

Leia mais

Departamento de Diagnóstico por Imagem do I.C.A.V.C. TOMOGRAFIA EM ONCOLOGIA

Departamento de Diagnóstico por Imagem do I.C.A.V.C. TOMOGRAFIA EM ONCOLOGIA TOMOGRAFIA EM ONCOLOGIA Tomografia: diagnóstico stico, estadiamento, acompanhamento, prevenção e pesquisa clínica nica; Objetivo da aula; TC Helicoidal X Multi slice Limitações do método. *Ajustes das

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CANCEROLOGIA 21. O melhor esquema terapêutico para pacientes com neoplasia maligna de bexiga, os quais são clinicamente inelegíveis para cirurgia radical, é: a) Ressecção

Leia mais

EDITAL PARA O CONCURSO DE TÍTULO DE ESPECIALISTA EM GASTROENTEROLOGIA - 2015. (Convênio FBG com AMB em 23 /11/1989)

EDITAL PARA O CONCURSO DE TÍTULO DE ESPECIALISTA EM GASTROENTEROLOGIA - 2015. (Convênio FBG com AMB em 23 /11/1989) EDITAL PARA O CONCURSO DE TÍTULO DE ESPECIALISTA EM GASTROENTEROLOGIA - 2015 (Convênio FBG com AMB em 23 /11/1989) Título de Especialista em Gastroenterologia XIV SBAD Semana Brasileira do Aparelho Digestivo

Leia mais

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO O câncer de colo uterino é o câncer mais comum entre as mulheres no Brasil, correspondendo a, aproximadamente,

Leia mais

DIVERTÍCULO DIVERTÍCULO VERDADEIRO FALSO Composto por todas as camadas da parede intestinal Não possui uma das porções da parede intestinal DIVERTICULOSE OU DOENÇA DIVERTICULAR Termos empregados para

Leia mais

Conhecimentos em Clínica Médica.

Conhecimentos em Clínica Médica. ANEXO II PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA s com Acesso Direto Acupuntura Anestesiologia Cirurgia Geral Dermatologia Infectologia Medicina da Família e Comunidade Medicina Nuclear Neurocirurgia Neurologia Conhecimentos

Leia mais

Diagnóstico do câncer

Diagnóstico do câncer UNESC FACULDADES ENFERMAGEM - ONCOLOGIA FLÁVIA NUNES Diagnóstico do câncer Evidenciado: Investigação diagnóstica por suspeita de câncer e as intervenções de enfermagem no cuidado ao cliente _ investigação

Leia mais

Coordenação. Prof. Dr. Sérgio Carlos Nahas

Coordenação. Prof. Dr. Sérgio Carlos Nahas Coordenação Prof. Dr. Sérgio Carlos Nahas Professor livre docente da disciplina de Coloproctologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Diretor do Serviço de Cirurgia do Cólon e Reto

Leia mais

Copyright Medical Port 2015 PROGRAMA DE PERDA DE PESO!

Copyright Medical Port 2015 PROGRAMA DE PERDA DE PESO! PROGRAMA DE PERDA DE PESO Agenda O método holístico de Perda de Peso Apresentação do corpo clínico Diferentes programas de perda de peso Unidades de saúde O Método holístico de Perda de Peso The importance

Leia mais

Especialização em SAÚDE DA FAMÍLIA. Caso complexo Natasha. Fundamentação teórica Dispepsia

Especialização em SAÚDE DA FAMÍLIA. Caso complexo Natasha. Fundamentação teórica Dispepsia Caso complexo Natasha Especialização em Fundamentação teórica DISPEPSIA Vinícius Fontanesi Blum Os sintomas relacionados ao trato digestivo representam uma das queixas mais comuns na prática clínica diária.

Leia mais

03.07.13 QUARTA- FEIRA MANHÃ

03.07.13 QUARTA- FEIRA MANHÃ 8:00-9:30 Sessão de Abertura 03.07.13 QUARTA- FEIRA MANHÃ VIAS BILIARES E PÂNCREAS 9:30-10:30 Mesa redonda Conduta no câncer do pâncreas: estado atual Moderador: Telesforo Bacchella (SP) Epidemiologia

Leia mais

DISCIPLINA DE RADIOLOGIA UFPR

DISCIPLINA DE RADIOLOGIA UFPR DISCIPLINA DE RADIOLOGIA UFPR MÓDULO ABDOME AULA 2 AVALIAÇÃO INTESTINAL POR TC E RM Prof. Mauricio Zapparoli Neste texto abordaremos protocolos de imagem dedicados para avaliação do intestino delgado através

Leia mais

II Curso de Atualização em Coloproctologia

II Curso de Atualização em Coloproctologia II Curso de Atualização em Coloproctologia Estratégias de Prevenção de Câncer nas Doenças Inflamatórias Intestinais Dr. Marco Zerôncio LIGA NRCC Considerações Iniciais As DII (RCUI e colite por Crohn)

Leia mais

Será que égastrite? Luciana Dias Moretzsohn Faculdade de Medicina da UFMG

Será que égastrite? Luciana Dias Moretzsohn Faculdade de Medicina da UFMG Será que égastrite? Luciana Dias Moretzsohn Faculdade de Medicina da UFMG Sintomas Dor na região do estômago Estômago estufado Empanzinamento Azia Arrotos frequentes Cólica na barriga Vômitos e náusea

Leia mais

ANTONIO JAVIER SALÁN MARCOS GASTROENTEROLOGISTA - CIRURGIÃO MÉDICO DO TRABALHO PERITO ASSISTENTE

ANTONIO JAVIER SALÁN MARCOS GASTROENTEROLOGISTA - CIRURGIÃO MÉDICO DO TRABALHO PERITO ASSISTENTE XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE PERÍCIA MÉDICA COLÓQUIO - PERGUNTE AO ESPECIALISTA GASTROENTEROLOGISTA ANTONIO JAVIER SALÁN MARCOS GASTROENTEROLOGISTA - CIRURGIÃO MÉDICO DO TRABALHO PERITO ASSISTENTE GASTROENTEROLOGIA

Leia mais

Protocolo de Encaminhamentos de Referência e Contra-referência dos Ambulatórios de Gastrenterologia.

Protocolo de Encaminhamentos de Referência e Contra-referência dos Ambulatórios de Gastrenterologia. Rua Santa Marcelina, 177 CEP 08270-070 SÅo Paulo SP Fone(11) 6170-6237- Fax 6524-9260 www.santamarcelina.org E-mail: dir.med@santamarcelina.org Protocolo de Encaminhamentos de Referência e Contra-referência

Leia mais

Programação provisória. Palestrantes: Dra: Ângela Marx (Hospital Pérola Bayton - SP) / Dra. Anke Bergmann (INCA - RJ)

Programação provisória. Palestrantes: Dra: Ângela Marx (Hospital Pérola Bayton - SP) / Dra. Anke Bergmann (INCA - RJ) Programação provisória Sala 1 Nóbile Hotel 8h30 às 12h30 e das 14h30 às 18h30 Curso teórico 1 - Mastologia Fisioterapia no Ca de Mama Atualidades e Novas Intervenções Palestrantes: Dra: Ângela Marx (Hospital

Leia mais

Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo TRATAMENTO CIRÚRGICO DAS METÁSTASES HEPÁTICAS Carcinoma Metastático do Fígado METÁSTASES HEPÁTICAS Neoplasia primeira

Leia mais

GABARITO DE CIRURGIA GERAL

GABARITO DE CIRURGIA GERAL GABARITO DE CIRURGIA GERAL QUESTÃO 1 Paciente com febre, tosse e escarro purulento bastante fétido, apresenta os exames abaixo. Qual é a conduta mais adequada? A. Antibioticoterapia e fisioterapia. B.

Leia mais

Portaria 024/2011. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor em 1º de agosto de 2011.

Portaria 024/2011. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor em 1º de agosto de 2011. Portaria 024/2011 Estabelece protocolos operacionais para a atividade de Regulação e Auditoria no âmbito do IPSEMG. A Presidente do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais, no

Leia mais

PATOLOGIAS DO SISTEMA DIGESTIVO, ÚLCERA PÉPTICA E GASTRITE

PATOLOGIAS DO SISTEMA DIGESTIVO, ÚLCERA PÉPTICA E GASTRITE PATOLOGIAS DO SISTEMA DIGESTIVO, ÚLCERA PÉPTICA E GASTRITE Como prevenir? Como diagnosticar? Como tratar? SISTEMA DIGESTIVO O sistema digestivo se estende da boca até o ânus. É responsável pela recepção

Leia mais

DOR ABDOMINAL. Intensidade Localização Freqüência Irradiação Duração e tipo Sinais e sintomas associados Fatores de exacerbação ou de Melhora

DOR ABDOMINAL. Intensidade Localização Freqüência Irradiação Duração e tipo Sinais e sintomas associados Fatores de exacerbação ou de Melhora DOR ABDOMINAL Intensidade Localização Freqüência Irradiação Duração e tipo Sinais e sintomas associados Fatores de exacerbação ou de Melhora DOR ABDOMINAL Diagnóstico: História Clinica Exame Físico Avaliação

Leia mais

Adenocarcinoma de Esôfago como conseqüência de Esôfago de Barret

Adenocarcinoma de Esôfago como conseqüência de Esôfago de Barret Adenocarcinoma de Esôfago como conseqüência de Esôfago de Barret Serviço de Cirurgia Geral III Dr Antônio Borges Campos Denissa F. G. Mesquita Extensionista da Cir. do Ap. Digestório Samuel Luz Moreno

Leia mais

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS JANEIRO./2015.02 Proced com finalidade diagnóstica 8.946.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS JANEIRO./2015.02 Proced com finalidade diagnóstica 8.946.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS.02 Proced com finalidade diagnóstica 8.946.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia 33.02.01.01 biópsia do colo uterino 0.02.01.01 biópsia de fígado por punção

Leia mais

Curriculum Vitae. Dr. Alvaro Moura Seraphim CRM SP 117344

Curriculum Vitae. Dr. Alvaro Moura Seraphim CRM SP 117344 Curriculum Vitae Dr. Alvaro Moura Seraphim CRM SP 117344 1 Identificação Nome: Alvaro Moura Seraphim Formação Acadêmica Residência Médica em Endoscopia Digestiva no Hospital Sírio Libanês a concluida em

Leia mais

Lesões císticas do pâncreas: abordagem diagnóstica e terapêutica

Lesões císticas do pâncreas: abordagem diagnóstica e terapêutica Lesões císticas do pâncreas: abordagem diagnóstica e terapêutica Gustavo Rêgo Coêlho (TCBC) Serviço de Cirurgia e Transplante de Fígado Hospital das Clínicas - UFC Tumores Cís+cos do Pâncreas Poucos tópicos

Leia mais

Cirurgia Laparoscópica como Opção para o Ginecologista Geral

Cirurgia Laparoscópica como Opção para o Ginecologista Geral Cirurgia Laparoscópica como Opção para o Ginecologista Geral Francisco J. Candido dos Reis Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP Um Breve Histórico Diagnóstico Principais Indicações Dor

Leia mais

XXI CONGRESSO TEÓRICO-PRÁTICO DE ULTRASSONOGRAFIA 27 A 29 DE MARÇO DE 2015 PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA

XXI CONGRESSO TEÓRICO-PRÁTICO DE ULTRASSONOGRAFIA 27 A 29 DE MARÇO DE 2015 PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA XXI CONGRESSO TEÓRICO-PRÁTICO DE ULTRASSONOGRAFIA 27 A 29 DE MARÇO DE 2015 PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DIA 27/03/2015 (SEXTA-FEIRA) MEDICINA INTERNA E PEQUENAS PARTES AUDITÓRIO 2 08:00-12:00 HS - MINI-CONFERÊNCIAS:

Leia mais

Oclusão do tubo digestivo

Oclusão do tubo digestivo ABDOME AGUDO O diagnóstico sindrômico de abdome agudo (AA) é caracterizado pela presença de dor abdominal intensa e aguda (horas até 4 dias). O número de causas é enorme e ainda assim, a maioria dos casos

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31587 de 18/01/2010

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31587 de 18/01/2010 DIÁRIO OFICIAL Nº. 31587 de 18/01/2010 SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA AOS SERVIDORES DO ESTADO Republicação da resolução n 04 de 21 de dezembro de 2009 Número de Publicação:

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ

CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ Gabarito Preliminar CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ MÉDICO - ALERGIA E IMUNOLOGIA D A B E C D D C A B C C E A E E B B E B D A C D A MÉDICO

Leia mais

Residência Médica Seleção 2013 Prova de Cirurgia Geral Expectativa de Respostas. Caso Clínico 1

Residência Médica Seleção 2013 Prova de Cirurgia Geral Expectativa de Respostas. Caso Clínico 1 Caso Clínico 1 Paciente de 55 anos, sexo feminino, chega ao ambulatório de Cirurgia Geral com quadro de icterícia, colúria e acolia fecal. Segundo a paciente, já era portadora de colelitíase sintomática,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Alergia

Leia mais