8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação 8:30 8:45 INTERVALO VISITA AOS EXPOSITORES E PATROCINADORES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação 8:30 8:45 INTERVALO VISITA AOS EXPOSITORES E PATROCINADORES"

Transcrição

1 MAPA AUDITÓRIO LARGO DA ORDEM (200 LUGARES) DOMINGO 02 DE AGOSTO DE :00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação 8:00 8:15 TEMA LIVRE SELECIONADO 8: TEMA LIVRE SELECIONADO 8:30 8:45 INTERVALO VISITA 8:45 9:55 MESA REDONDA AFECCOES VASCULARES FREQUENTES NA PRATICA DIARIA DO CIRURGIAO. 8:45-9:00 Profilaxia do Tromboembolismo Venoso em cirurgia. 9:00 9:15 Conduta no pé diabético. 9:15 9:30 Oclusão arterial Aguda dos Membros Inferiores. 9:30 9:45 Síndrome Isquemia-reperfussão. 9:45 9:55 Discussão. 9:55 10:30 O TEMA EM PAUTA É: Esôfago de Barret com displasia de alto grau: Ablação? Válvula? Esofagectomia? 10:30 10:50 INTERVALO VISITA 10:50 12:00 MESA REDONDA: CANCER DO ESOFAGO 10:50 11:05 Métodos de imagem na avaliação da ressecabilidade. 11:05 11:20 Cirurgia no câncer de esôfago precoce. 11:20 11:35 Cirurgia no câncer de esôfago avançado. 11:35 11:50 Papel da linfadenectomia: Estadiamento ou terapêutico? 11:50 12:00 Discussão. 12:00 13:00 INTERVALO PARA ALMOÇO 13:00 13:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação

2 13:00 13:15 TEMA LIVRE SELECIONADO 13: TEMA LIVRE SELECIONADO 13:30 14:05 O TEMA EM PAUTA É: Análise crítica do uso da cirurgia robótica para correção das hérnias. 14:05 15:15 MESA REDONDA: HERNIAS INCISIONAIS 14:05 14:20 Características da tela sintética ideal. 14:20 14:35 É possível colocar tela sintética em parede infectada? 14:35 14:50 Hérnias umbilicais complexas. 14:50 15:05 Hérnias paracolostomicas. 15:05 15:15 Discussão. 15:15 15:35 INTERVALO VISITA 15:35 16:10 O TEMA EM PAUTA É: Tratamento endo-vascular de lesões arteriais traumáticas. 16:10 17:20 MESA REDONDA: ANEURISMAS 16:10 16:25 Métodos diagnósticos e terapêuticos dos aneurismas. 16:25 16:40 Tratamento do aneurisma de aorta abdominal. 16:40 16:55 Aneurisma da artéria poplítea. 16:55 17:10 Aneurismas viscerais. 17:10 17:20 Discussão. 17:20 18:00... RELATORIO DE FECHAMENTO DO DIA JUNTO SEGUNDA FEIRA 03 DE AGOSTO DE :00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação 8:00 8:15 TEMA LIVRE SELECIONADO 8: TEMA LIVRE SELECIONADO

3 8:30 8:45 INTERVALO VISITA 8:45 9:55 MESA REDONDA CANCER COLO RETAL 8:45-9:00 Câncer Colo Retal : uma oportunidade para a investigação. 9:00 9:15 Manejo das lesões polipoides. 9:15 9:30 Tratamento sistêmico do Câncer Colorretal: o que o Cirurgião deve saber. 9:30 9:45 Quais os diferentes papeis que a Cirurgia desempenha no tratamento do Câncer Colorretal. 9:45 9:55 Discussão. 9:55 10:30 O TEMA EM PAUTA É: Ressecções alargadas no tratamento do Câncer Colorretal Indicações e Resultados. 10:30 10:50 INTERVALO VISITA 10:50 12:00 MESA REDONDA CONCEITOS ATUAIS DA CIRURGIA DA TIREOIDE. 10:50 11:05 Como abordar as complicações na cirurgia da tireoide. 11:05 11:20 Tratamento cirúrgico do hipertireoidismo Qual o momento ideal? 11:20 11:35 Conduta no nódulo tireoidiano. Quando operar? 11:35 11:50 Quando e como abordar o bócio. 11:50 12:00 Discussão. 12:00 13:00 INTERVALO PARA ALMOÇO 13:00 13:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação 13:00 13:15 TEMA LIVRE SELECIONADO 13: TEMA LIVRE SELECIONADO 13:30 14:05 O TEMA EM PAUTA É: Abordagem cirúrgica na Doença de Crohn anorretoperineal.

4 14:05 15:15 MESA REDONDA: Doença Inflamatória Intestinal. 14:05 14:20 Doença de Crohn ileocecal aguda deve ser operada? Opinião do cirurgião. 14:20 14:35 Doença de Crohn ileocecal aguda deve ser operada? Opinião do clínico. 14:35 14:50 Cuidados pré, per e pós operatórios no paciente em vigência de tratamento clinico para doença inflamatória intestinal. 14:50 15:05 Indicação cirúrgica na retocolite ulcerativa na era dos biológicos. 15:05 15:15 Discussão. 15:15 15:35 INTERVALO VISITA 15:35 16:10 O TEMA EM PAUTA É: Analise comparativa de resultados no Trauma Abdominal Duodeno Pancreático: Tratamento Operatório vs Tratamento não Operatório. 16:10 17:25 MESA REDONDA TRAUMA DUODENO PANCREATICO 16:10-16:25 Sequencia e estratégias de utilização de exames no trauma duodeno pancreático. 16:25 16:40 Possibilidades da abordagem endoscópica. 16:40 16:55 Cirurgia de Controle de Danos no Trauma Duodeno Pancreático. 16:55 17:10 Suporte de Terapia Intensiva: Integração Intensivista e Cirurgião. 17:10 17:20 Discussão. 17:20 18:00... RELATORIO DE FECHAMENTO DO DIA JUNTO TERÇA FEIRA 04 DE AGOSTO DE 2015.

5 ESPACO CIRURGIA ONCOLOGICA SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA ONCOLOGICA. QUARTA FEIRA 05 DE AGOSTO DE :00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação 8:00 8:15 TEMA LIVRE SELECIONADO 8: TEMA LIVRE SELECIONADO 8:30 8:45 INTERVALO VISITA 8:45 9:55 MESA REDONDA HERNIA INGUINAL 8:45-9:00 Anatomia da região inguinal: O que o cirurgião precisa saber? 9:00 9:15 Aspectos técnicos das técnicas TAPP e TEP. 9:15 9:30 Tratamento convencional das hérnias inguinais. 9:30 9:45 Abordagem nas situações de emergenia. 9:45 9:55 Discussão. 9:55 10:30 O TEMA EM PAUTA É: Defeitos da parede: Racionalizando a técnica e o uso das tecnologias. 10:30 10:50 INTERVALO VISITA 10:50 12:00 MESA REDONDA: TRAUMA VASCULAR 10:50 11:05 Conduta na lesão de cava retro-hepática. 11:05 11:20 Lesão da aorta no trauma fechado. 11:20 11:35 Lesões vasculares traumáticas: associadas com fraturas e luxações de extremidades. 11:35 11:50 Como abordar a lesão dos vasos mesentéricos Superiores. 11:50 12:00 Discussão. 12:00 13:00 INTERVALO PARA ALMOÇO

6 13:00 13:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação 13:00 13:15 TEMA LIVRE SELECIONADO 13: TEMA LIVRE SELECIONADO 13:30 14:05 O TEMA EM PAUTA É: Diagnostico e tratamento das afecções vasculares viscerais agudas. 14:05 15:15 MESA REDONDA DOENCA DO REFLUXO GASTRO ESOFAGICO 14:05 14:20 Metaplasia sem sintomas. 14:20 14:35 Qual o limite e ate onde ir com o tratamento clinico da DRGE? 14:35 14:50 Tratamento cirúrgico da DRGE: como fazer a válvula anti-refluxo? 14:50 15:05 Tratamento de Complicações associadas a cirurgia anti-refluxo. 15:05 15:15 Discussão. 15:15 15:35 INTERVALO VISITA 15:35 16:10 O TEMA EM PAUTA É: Indicações do esvaziamento cervical no Câncer de Tireoide. Qual o tipo de Linfadenectomia utilizar? 16:10 17:20 MESA REDONDA: CÂNCER DE TIREOIDE 16:10 16:25 Dificuldades e efetividade da punção aspirativa por agulha fina no diagnostico. 16:25 16:40 Manejo cirúrgico do Câncer de Tireoide. 16:40 16:55 Seguimento pós-tireoidectomia no tratamento do Câncer de Tireoide. 16:55 17:10 Tratamento cirúrgico e recomendações no carcinoma indiferenciado de Tireoide. 17:10 17:20 Discussão. 17:20 18:00... CONFRATERNIZACAO DE ENCERRAMENTO JUNTO

7

02 de Agosto de 2015 (Domingo)

02 de Agosto de 2015 (Domingo) 02 de Agosto de 2015 (Domingo) Horário Programação 8:00: 08:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:45 10:10 MESA REDONDA: AFECCOES VASCULARES FREQUENTES NA PRATICA DIARIA DO CIRURGIAO 8:45-9:00

Leia mais

8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:30-8:45 Abordagem nos múltiplos ferimentos abdominais penetrantes.

8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:30-8:45 Abordagem nos múltiplos ferimentos abdominais penetrantes. MAPA AUDITÓRIO PARQUE TINGUI (280 LUGARES) DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. ESPACO DO TRAUMA (SBAIT) SEGUNDA FEIRA 03 DE AGOSTO DE 2015. 8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:00 8:15

Leia mais

8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:30 8:45 INTERVALO VISITA AOS EXPOSITORES E PATROCINADORES.

8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:30 8:45 INTERVALO VISITA AOS EXPOSITORES E PATROCINADORES. MAPA AUDITÓRIO ÓPERA DE ARAME (200 LUGARES) DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. 8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:00 8:15 TEMA LIVRE SELECIONADO. 8:15 8:30 TEMA LIVRE SELECIONADO.

Leia mais

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) 03 DE AGOSTO DE 2015 (SEGUNDA FEIRA)

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) 03 DE AGOSTO DE 2015 (SEGUNDA FEIRA) 02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) Espaço do Trauma CBC - SBAIT 03 DE AGOSTO DE 2015 (SEGUNDA FEIRA) Horário Programação 08:00 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:45 9:55 MESA REDONDA: Trauma

Leia mais

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO)

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) 02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) Horário Programação 8:00: 08:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. Procedimentos Robóticos em Cirurgia abdominal 8:45-9:00 Cirurgia Robótica das afecções do

Leia mais

DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. (Defesa Profissional, II Encontro Brasileiro das Ligas Acadêmicas de Cirurgia e Contribuições sociais da Cirurgia)

DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. (Defesa Profissional, II Encontro Brasileiro das Ligas Acadêmicas de Cirurgia e Contribuições sociais da Cirurgia) MAPA AUDITORIO SANTA FELICIDADE (140 LUGARES) DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. (Defesa Profissional, II Encontro Brasileiro das Ligas Acadêmicas de Cirurgia e Contribuições sociais da Cirurgia) 8:00 Horas

Leia mais

Programação Preliminar do 41 Curso de Atualização em Cirurgia do Aparelho Digestivo, Coloproctologia e Transplantes de Órgãos do Aparelho Digestivo

Programação Preliminar do 41 Curso de Atualização em Cirurgia do Aparelho Digestivo, Coloproctologia e Transplantes de Órgãos do Aparelho Digestivo Programação Preliminar do 41 Curso de Atualização em Cirurgia do Aparelho Digestivo, Coloproctologia e Transplantes de Órgãos do Aparelho Digestivo Cirurgia do Esôfago Painel de perguntas e filmes cirúrgicos

Leia mais

Hospital. início em 2/3/2015

Hospital. início em 2/3/2015 Quinta feira, 3 de Março 2016 Cursos pré Congresso 08:30 13:00 Cirurgia mamária Reunião multidisciplinar de casos clínicos Disciplinas: cirurgia, anatomia patológica, oncologia médica, radio oncologia

Leia mais

PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014

PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014 PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014 21/08 QUINTA-FEIRA 7:50 8:00 Abertura 8:00 9:30 Mesa Redonda: CEC de Esôfago 8:00 8:15 Ferramentas de estadiamento na neoplasia esofágica. É possível individualizar

Leia mais

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO)

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) 02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) 08:30-09:00 Um olhar sobre o ensino da Cirurgia no Mundo: o desafio futuro. Antônio Marttos 09:45-10:20 Análise da qualidade dos serviços de Cirurgia no atendimento as urgências

Leia mais

GASTRORECIFE 2013 29 a 31 de Agosto de 2013 Hotel Summerville

GASTRORECIFE 2013 29 a 31 de Agosto de 2013 Hotel Summerville GASTRORECIFE 2013 29 a 31 de Agosto de 2013 Hotel Summerville DIA 29/08 - QUINTA-FEIRA 09h00-12h00 SESSÃO DE TEMAS LIVRES 1 09h00-12h00 SESSÃO DE TEMAS LIVRES 2 12h00-14h00 14h00-15h00 I HEPATOLOGIA I

Leia mais

Hospital Figueira da Foz. Sala 5. Sala 1. Intervenção cirúrgica com transmissão (TAPP) Hospital

Hospital Figueira da Foz. Sala 5. Sala 1. Intervenção cirúrgica com transmissão (TAPP) Hospital Quinta feira, 5 de Março 2015 Cursos pré Congresso 08:30 13:00 Cirurgia mamária Cancro da mama e tratamento sistémico primário Indicação para quimioterapia neoadjuvante Como monitorizar a resposta com

Leia mais

Hospital. Sala 5. Sala 1. Hospital Figueira da Foz. Intervenção cirúrgica com transmissão (TAPP) Como ultrapassar as dificuldades da técnica

Hospital. Sala 5. Sala 1. Hospital Figueira da Foz. Intervenção cirúrgica com transmissão (TAPP) Como ultrapassar as dificuldades da técnica Quinta feira, 5 de Março 2015 Cursos pré Congresso 08:30 13:00 Cirurgia mamária Cancro da mama e tratamento sistémico primário Indicação para quimioterapia neoadjuvante Como monitorizar a resposta com

Leia mais

203 A. 16:30-17:20 Trauma cervical Clinica Cirúrgica Raphael 17:20-18:10 Queimaduras Clínica Cirúrgica Raphael

203 A. 16:30-17:20 Trauma cervical Clinica Cirúrgica Raphael 17:20-18:10 Queimaduras Clínica Cirúrgica Raphael CRONOGRAMA INTERNATO DE CIRURGIA 1º 2013 9º PERÍODO DATA/LOCAL HORÁRIO AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR 24/5/2013 11:00-11:50 Lesões corporais Medicina Legal Andressa 11:50-12:40 Lesões corporais Medicina

Leia mais

Adenocarcinoma de Esôfago como conseqüência de Esôfago de Barret

Adenocarcinoma de Esôfago como conseqüência de Esôfago de Barret Adenocarcinoma de Esôfago como conseqüência de Esôfago de Barret Serviço de Cirurgia Geral III Dr Antônio Borges Campos Denissa F. G. Mesquita Extensionista da Cir. do Ap. Digestório Samuel Luz Moreno

Leia mais

DATA hora SALA AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR

DATA hora SALA AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR DATA hora SALA AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR 14:00-14:55 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 14:55-15:50 Abdome Agudo - perfurativo e vascular/hemorrágico Clínica

Leia mais

como intervir Héber Salvador de Castro Ribeiro Departamento de Cirurgia Abdominal A.C. Camargo Cancer Center

como intervir Héber Salvador de Castro Ribeiro Departamento de Cirurgia Abdominal A.C. Camargo Cancer Center Esôfago de Barrett: quando acompanhar e como intervir Héber Salvador de Castro Ribeiro Departamento de Cirurgia Abdominal A.C. Camargo Cancer Center Não possuo conflitos de interesse; Esôfago de Barrett

Leia mais

25/11 - SEXTA-FEIRA. Sala/Horário SALA RITZ SALA CC1 SALA CC2

25/11 - SEXTA-FEIRA. Sala/Horário SALA RITZ SALA CC1 SALA CC2 I CONGRESSO SUL-SUDESTE DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA ONCOLÓGICA VI JORNADA DE ONCOLOGIA DO CEPON 25 e 26 de Novembro de 2016 Centro de Convenções - Majestic Palace Hotel - Florianópolis - SC PROGRAMAÇÃO

Leia mais

João Marcos + Raphael + Aisha + Clarissa + Tiago + Marcelo

João Marcos + Raphael + Aisha + Clarissa + Tiago + Marcelo DATA HORA AULA PROGRAMADA SALA MÓDULO PROFESSOR 05/02/2016 13:15 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica 14:10 Abdome Agudo - perfurativo e vascular/hemorrágico Clínica Cirúrgica 15:25

Leia mais

URGÊNCIAS VASCULARES TRAUMAS VASCULARES

URGÊNCIAS VASCULARES TRAUMAS VASCULARES URGÊNCIAS VASCULARES Trauma Trombo-Embolia Infecções Aneurismas Iatrogenia Arterial Venosa Pé Diabético Roto -Roto Os serviços de cirurgia vascular da SES/DF são encontrados nos seguintes hospitais: HBDF

Leia mais

Tratamento do Aneurisma da Aorta Abdominal por Cateter. anos, principalmente nos últimos cinqüenta anos. Uma doença antes não tratável, hoje

Tratamento do Aneurisma da Aorta Abdominal por Cateter. anos, principalmente nos últimos cinqüenta anos. Uma doença antes não tratável, hoje Tratamento do Aneurisma da Aorta Abdominal por Cateter Felipe Puricelli Faccini Cirurgião Vascular Introdução: O tratamento do aneurisma da aorta abdominal tem evoluído muito ao longo dos anos, principalmente

Leia mais

PROGRAMAS DE PROVAS CONCURSO TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS PROGRAMA DE PROVAS DOS CARGOS 801 A 805 MÉDICO NÍVEL E

PROGRAMAS DE PROVAS CONCURSO TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS PROGRAMA DE PROVAS DOS CARGOS 801 A 805 MÉDICO NÍVEL E PROGRAMAS DE PROVAS CONCURSO TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS PROGRAMA DE PROVAS DOS CARGOS 801 A 805 MÉDICO NÍVEL E PARA TODOS OS CARGOS: PORTUGUÊS: 1. Compreensão de textos informativos e argumentativos e de

Leia mais

Infecções e inflamações do trato urinário, funçao sexual e reprodutiva Urologia Denny

Infecções e inflamações do trato urinário, funçao sexual e reprodutiva Urologia Denny DATA hora AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR 25/10/2013 14:00-14:55 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 14:55-15:50 Abdome Agudo - perfurativo e vascular/hemorrágico Clínica

Leia mais

Oferecemos uma ampla gama de tratamentos entre os que podemos destacar:

Oferecemos uma ampla gama de tratamentos entre os que podemos destacar: A cirurgia endovascular agrupa uma variedade de técnicas minimamente invasivas mediante as quais CIRURGIA ENDOVASCULAR = CIRURGIA SEM CORTES! Técnicas Minimamente Invasivas As técnicas de cirurgia endovascular

Leia mais

I FELLOWSHIP EM VIDEOCIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO

I FELLOWSHIP EM VIDEOCIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO I FELLOWSHIP EM VIDEOCIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO Carga horária Carga Horária Total: 420 horas Carga Horária Teórica: 120 horas Carga Horária Prática : 240 horas Monografia: 60 horas 1. COORDENAÇÃO Nome:

Leia mais

Aulas teórica s PROFESSOR DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL

Aulas teórica s PROFESSOR DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO PROFESSOR Aulas teórica s Amb. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL 13:15 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 24/7/2015 Abdome Agudo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015 DATA SALA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO PROFESSOR 6/2/2015 102. D 13:15-14:10 Tratamento

Leia mais

CURSO BÁSICO DE ULTRASSONOGRAFIA DA TIREOIDE E PARATIREOIDE ORGANIZAÇÃO

CURSO BÁSICO DE ULTRASSONOGRAFIA DA TIREOIDE E PARATIREOIDE ORGANIZAÇÃO CURSO BÁSICO DE ULTRASSONOGRAFIA DA TIREOIDE E PARATIREOIDE ORGANIZAÇÃO Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Departamento de Tireoide da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS EM RADIOLOGIA INTERVENCIONISTA E CIRURGIA ENDOVASCULAR

PADRONIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS EM RADIOLOGIA INTERVENCIONISTA E CIRURGIA ENDOVASCULAR PADRONIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS EM RADIOLOGIA INTERVENCIONISTA E CIRURGIA ENDOVASCULAR Sociedade Brasileira de Radiologia Intervencionista e Cirurgia Endovascular SoBRICE Colégio Brasileiro de Radiologia

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DIA 11/04 QUINTA-FEIRA 13:00 - ABERTURA DO CONGRESSO

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DIA 11/04 QUINTA-FEIRA 13:00 - ABERTURA DO CONGRESSO PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DIA 11/04 QUINTA-FEIRA 13:00 - ABERTURA DO CONGRESSO 13:20 - HOMENAGEM AO CIRURGIÃO DR. ALVARO ARMANDO CARVALHO DE MORAIS (ES) 14:00 - MESA REDONDA: CIRURGIA DE ESÔFAGO E TRATAMENTO

Leia mais

TROMBOSE VENOSA PROFUNDA (TVP) E TROMBOEMBOLISMO PULMONAR (TEP)

TROMBOSE VENOSA PROFUNDA (TVP) E TROMBOEMBOLISMO PULMONAR (TEP) TROMBOSE VENOSA PROFUNDA (TVP) E TROMBOEMBOLISMO PULMONAR (TEP) - Fatores de risco: Idade superior a 40 anos Acidente vascular cerebral (isquêmico ou hemorrágico) Paralisia de membros inferiores Infarto

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS

OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS OBJETIVOS GERAIS O Programa de Residência Médica opcional de Videolaparoscopia em Cirurgia do Aparelho Digestivo (PRMCAD) representa modalidade de ensino de Pós Graduação visando ao aperfeiçoamento ético,

Leia mais

Diretrizes ANS para realização do PET Scan / PET CT. Segundo diretrizes ANS

Diretrizes ANS para realização do PET Scan / PET CT. Segundo diretrizes ANS Diretrizes ANS para realização do PET Scan / PET CT Segundo diretrizes ANS Referencia Bibliográfica: Site ANS: http://www.ans.gov.br/images/stories/a_ans/transparencia_institucional/consulta_despachos_poder_judiciari

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Essencial para a utilização bem sucedida da prótese para o amputado da extremidade inferior:

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Essencial para a utilização bem sucedida da prótese para o amputado da extremidade inferior: 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CIRURGIA VASCULAR 21. Essencial para a utilização bem sucedida da prótese para o amputado da extremidade inferior: I. Reserva cardiopulmonar. II. Coto construído corretamente.

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Curso de Revisão em Medicina: Emergências Cirúrgicas

FICHA TÉCNICA. Curso de Revisão em Medicina: Emergências Cirúrgicas FICHA TÉCNICA Curso de Revisão em Medicina: Emergências Cirúrgicas O curso tem como objetivo revisar as principais emergências cirúrgicas, a partir de uma abordagem didática e interativa. O conteúdo contempla

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO CIRURGIÃO VASCULAR

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO CIRURGIÃO VASCULAR 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO CIRURGIÃO VASCULAR QUESTÃO 21 Paciente com síndrome isquêmica crônica dos membros inferiores de longa data apresentando queixa de claudicação incapacitante

Leia mais

Curso Pré-Jornada: A Integralidade na Assistência de Enfermagem ao Paciente Portador de Feridas e Estomas

Curso Pré-Jornada: A Integralidade na Assistência de Enfermagem ao Paciente Portador de Feridas e Estomas Curso Pré-Jornada: A Integralidade na Assistência de Enfermagem ao Paciente Portador de Feridas e Estomas (Somente inscritos no PACOTE Cursos Pré-Jornada + XXI Jornada de Enfermagem terão direito a este

Leia mais

UMA VIDA SAUDÁVEL E DIABETES

UMA VIDA SAUDÁVEL E DIABETES a 8 Semana de Atenção ao 08 a 16 de novembro de 2014 5º V ENCONTRO DE AGENTES PRIMÁRIOS DE SAÚDE DOS V PÉS DOS DIABÉTICOS UMA VIDA SAUDÁVEL E DIABETES PROGRAMA CIENTÍFICO Rio de Janeiro - RJ 08 e 09 de

Leia mais

PORTARIA N 9, DE 6 DE JANEIRO DE 2014

PORTARIA N 9, DE 6 DE JANEIRO DE 2014 PORTARIA N 9, DE 6 DE JANEIRO DE 2014 Inclui na Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do Sistema Único de Saúde (SUS) procedimento Sequencial em Neurocirurgia.

Leia mais

ANEXO 4 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE MEDICINA E CIRURGIA

ANEXO 4 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE MEDICINA E CIRURGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: MEDICINA DEPARTAMENTO: DECIGE DISCIPLINA: CLÍNICA CIRÚRGICA CÓDIGO: CARGA HORÁRIA: 585 HORAS CRÉDITOS: 22 PROFESSOR RESPONSÁVEL: 3ª ENFERMARIA - PROF. PEDRO EDER PORTARI FILHO

Leia mais

PROFISSIONAL(IS) SOLICITANTE(S) Clínico Geral; Clínica Médica; Pediatra; Ginecologista; Geriatra.

PROFISSIONAL(IS) SOLICITANTE(S) Clínico Geral; Clínica Médica; Pediatra; Ginecologista; Geriatra. CONSULTA EM ANGIOLOGIA - GERAL CÓDIGO SIA/SUS: 03.01.01.007-2 Motivos para encaminhamento: 1. Varizes em membros inferiores 2. Úlceras de pernas 3. Insuficiência circulatória arterial/venosa com dor e

Leia mais

Folheto para o paciente

Folheto para o paciente Folheto para o paciente Quimioembolização Transarterial com Eluição de Fármaco (detace) de tumores hepáticos: Uma opção minimamente invasiva para o tratamento de tumores hepáticos Diagnóstico do hepatocarcinoma

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE EDITAL Nº 05/2007 DE PROCESSOS SELETIVOS GABARITO APÓS RECURSOS

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE EDITAL Nº 05/2007 DE PROCESSOS SELETIVOS GABARITO APÓS RECURSOS FAURGS HCPA Edital 05/2007 1 HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE EDITAL Nº 05/2007 DE PROCESSOS SELETIVOS GABARITO APÓS RECURSOS PROCESSO SELETIVO 22 MÉDICO (Urologia) 01. A 11. B 02. C 12. A 03. B 13.

Leia mais

fundação portuguesa de cardiologia Nº. 12 Dr. João Albuquerque e Castro REVISÃO CIENTÍFICA: [CIRURGIA VASCULAR DO CENTRO HOSPITALAR LISBOA CENTRAL]

fundação portuguesa de cardiologia Nº. 12 Dr. João Albuquerque e Castro REVISÃO CIENTÍFICA: [CIRURGIA VASCULAR DO CENTRO HOSPITALAR LISBOA CENTRAL] fundação portuguesa de cardiologia TUDO O QUE DEVE SABER SOBRE ANEURISMAS DA AORTA ABDOMINAL Nº. 12 REVISÃO CIENTÍFICA: Dr. João Albuquerque e Castro [CIRURGIA VASCULAR DO CENTRO HOSPITALAR LISBOA CENTRAL]

Leia mais

Imagem da Semana: Radiografia, Tomografia computadorizada

Imagem da Semana: Radiografia, Tomografia computadorizada Imagem da Semana: Radiografia, Tomografia computadorizada Figura 1: Radiografia de tórax em incidência póstero anterior Figura 2: Tomografia computadorizada de tórax com contraste em corte coronal e sagital

Leia mais

PARECER CREMEB Nº 32/10 (Aprovado em Sessão da 3ª Câmara de 13/05/2010)

PARECER CREMEB Nº 32/10 (Aprovado em Sessão da 3ª Câmara de 13/05/2010) PARECER CREMEB Nº 32/10 (Aprovado em Sessão da 3ª Câmara de 13/05/2010) EXPEDIENTE CONSULTA N.º 169.266/09 ASSUNTO: Tratamento endovascular do aneurisma da aorta abdominal justarenal. RELATOR: Cons. Luiz

Leia mais

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS FEVEREIRO./2015.02 Proced com finalidade diagnóstica 10.814.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia

AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS FEVEREIRO./2015.02 Proced com finalidade diagnóstica 10.814.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia AMBULATORIAL - PROCEDIMENTOS REALIZADOS.02 Proced com finalidade diagnóstica 10.814.02.01 Col de mat por meio de punção/biopsia 43.02.01.01 biópsia do colo uterino 1.02.01.01 biópsia de fígado por punção

Leia mais

da Junção Esofagogástrica

da Junção Esofagogástrica HM Cardoso Fontes Serviço o de Cirurgia Geral Sessão Clínica 15/04/04 Carcinoma da Junção Esofagogástrica strica Diego Teixeira Alves Rangel Casos do Serviço (2001 2004) Nome Idade Diagnóstico Acesso Cirurgia

Leia mais

Secretaria Municipal da Saúde Coordenação de Integração e Regulação do Sistema

Secretaria Municipal da Saúde Coordenação de Integração e Regulação do Sistema PROTOCOLO DE ACESSO A EXAMES DE ANGIOGRAFIA RADIODIAGNÓSTICA GRUPO 13 SUBGRUPO DEZEMBRO 2007 1 A ANGIOGRAFIA RADIODIAGNÄSTICA CARACTERIZA-SE POR SER EXAME DE ALTA COMPLEXIDADE E ALTO CUSTO, PORTANTO DEVE

Leia mais

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias MÓDULO I NUTRIÇÃO CLÍNICA 1-Absorção, digestão, energia, água e álcool 2-Vitaminas e minerais 3-Proteínas, lipídios, carboidratos e fibras 4-Cálculo das necessidades energéticas 5-Doenças do aparelho digestivo

Leia mais

Dr. Adriano Czapkowski. Ano 2 - Edição 13 - Setembro/2010

Dr. Adriano Czapkowski. Ano 2 - Edição 13 - Setembro/2010 NEWS artigos CETRUS Ano 2 - Edição 13 - Setembro/2010 Importância da Artéria Epigástrica Inferior Dr. Adriano Czapkowski Graduado pela Faculdade de Medicina de Jundiaí Médico coordenador do curso de 2

Leia mais

CURSOS PRÉ-CONGRESSO MÓDULO I - MOTILIDADE DIGESTIVA BAIXA Hotel Serra Azul, Gramado, 24 de Setembro de 2008

CURSOS PRÉ-CONGRESSO MÓDULO I - MOTILIDADE DIGESTIVA BAIXA Hotel Serra Azul, Gramado, 24 de Setembro de 2008 1 MÓDULO I - MOTILIDADE DIGESTIVA BAIXA Hotel Serra Azul, Gramado, 24 de Setembro de 2008 08:00 08:15 Etiopatogenia da Incontinência Anal 08:15 08:30 Etiopatogenia da Constipação Intestinal 08:30 08:45

Leia mais

1.1 Tratamento pré e pós-operatório 1. 1.1.1 Pré-operatório 1

1.1 Tratamento pré e pós-operatório 1. 1.1.1 Pré-operatório 1 1. Considerações iniciais 1.1 Tratamento pré e pós-operatório 1 1.1.1 Pré-operatório 1 No ambulatório/na internação 1 Esclarecimentos/perguntas de ordem legal 2 Anestesia 3 Exames laboratoriais e de imagem

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO ANGIOLOGISTA

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO ANGIOLOGISTA 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO ANGIOLOGISTA QUESTÃO 21 Um paciente de 75 anos, ex-garçom, tem há três anos o diagnóstico já confirmado de síndrome isquêmica crônica dos membros inferiores.

Leia mais

A segurança do paciente como um valor para os hospitais privados: a experiência dos hospitais da ANAHP. Laura Schiesari Diretora Técnica

A segurança do paciente como um valor para os hospitais privados: a experiência dos hospitais da ANAHP. Laura Schiesari Diretora Técnica A segurança do paciente como um valor para os hospitais privados: a experiência dos hospitais da ANAHP Laura Schiesari Diretora Técnica AGENDA I. A ANAHP II. Melhores Práticas Assistenciais III. Monitoramento

Leia mais

I Encontro Nacional de Residentes em Gastroenterologia II Fórum de Pesquisa Clínica em Gastroenterologia

I Encontro Nacional de Residentes em Gastroenterologia II Fórum de Pesquisa Clínica em Gastroenterologia I Encontro Nacional de Residentes em Gastroenterologia II Fórum de Pesquisa Clínica em Gastroenterologia Primeiro dia - 25/09/14 - QUINTA FEIRA 08:00 08:10 - Abertura MESA REDONDA - Medicina: Profissão

Leia mais

Fábio del Claro. 3ª edição

Fábio del Claro. 3ª edição Fábio del Claro 3ª edição Autor Fábio Del Claro Graduado pela Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Especialista em Cirurgia Geral e em Cirurgia Plástica pela FMABC, onde é pós-graduado em Microcirurgia,

Leia mais

Abordagem. Fisiologia Histologia. Aspectos Clínicos. ANATOMIA -Partes constituintes -Vascularização e Inervação -Relações

Abordagem. Fisiologia Histologia. Aspectos Clínicos. ANATOMIA -Partes constituintes -Vascularização e Inervação -Relações Intestino Delgado Abordagem ANATOMIA -Partes constituintes -Vascularização e Inervação -Relações Fisiologia Histologia Aspectos Clínicos Anatomia Do estômago ao intestino grosso Maior porção do trato digestivo

Leia mais

cateter de Swan-Ganz

cateter de Swan-Ganz cateter de Swan-Ganz Dr. William Ganz Dr. Jeremy Swan A introdução, por Swan e Ganz, de um cateter que permitia o registro de parâmetros hemodinâmicos na artéria pulmonar a partir de 1970 revolucionou

Leia mais

GRADE CIENTÍFICA DIA 06/11/2014 - QUINTA-FEIRA (1º DIA) HORÁRIOS Anfiteatro 1 Anfiteatro 2 Teatro

GRADE CIENTÍFICA DIA 06/11/2014 - QUINTA-FEIRA (1º DIA) HORÁRIOS Anfiteatro 1 Anfiteatro 2 Teatro 08:30-09:00 ATUALIZAÇÃO EM NEUROCIRURGIA E NEUROCIÊNCIAS: 70 ANOS DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS GRADE CIENTÍFICA DIA 06/11/2014 - QUINTA-FEIRA (1º DIA) 1. Possibilidades futuras das intervenções neurocirúrgicas

Leia mais

Neoplasias 2. Adriano de Carvalho Nascimento

Neoplasias 2. Adriano de Carvalho Nascimento Neoplasias 2 Adriano de Carvalho Nascimento Biologia tumoral Carcinogênese História natural do câncer Aspectos clínicos dos tumores Biologia tumoral Carcinogênese (bases moleculares do câncer): Dano genético

Leia mais

DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL. Profª. Thais de A. Almeida Aula 21/05/13

DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL. Profª. Thais de A. Almeida Aula 21/05/13 DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL Profª. Thais de A. Almeida Aula 21/05/13 Doença Inflamatória Intestinal Acometimento inflamatório crônico do TGI. Mulheres > homens. Pacientes jovens (± 20 anos). Doença

Leia mais

Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo TRATAMENTO CIRÚRGICO DAS METÁSTASES HEPÁTICAS Carcinoma Metastático do Fígado METÁSTASES HEPÁTICAS Neoplasia primeira

Leia mais

PROTOCOLO DE ACESSO A EXAMES DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA GRUPO 35 SUBGRUPO

PROTOCOLO DE ACESSO A EXAMES DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA GRUPO 35 SUBGRUPO PROTOCOLO DE ACESSO A EXAMES DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA GRUPO 35 SUBGRUPO NOBEMBRO 2007 1 A TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (TC) CARACTERIZA-SE POR SER EXAME DE ALTA COMPLEXIDADE E CUSTO ELEVADO, PORTANTO

Leia mais

Exame Físico. Linfonodos nega2vos

Exame Físico. Linfonodos nega2vos CASO 1 Caso Clínico Iden2ficação: AMT, 58 anos; sexo masculino. HDA: Subme2do à postectomia há 7 meses Fimose + bálanopos2te Evidenciada lesão eritematosa e superficial em glande Exame Físico Linfonodos

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA MEIA ELÁSTICA NO TRATAMENTO DA INSUFICIÊNCIA VENOSA CRÔNICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

UTILIZAÇÃO DA MEIA ELÁSTICA NO TRATAMENTO DA INSUFICIÊNCIA VENOSA CRÔNICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE

Leia mais

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias MÓDULO I NUTRIÇÃO CLÍNICA 1-Absorção, digestão, energia, água e álcool 2-Vitaminas e minerais 3-Proteínas, lipídios, carboidratos e fibras 4-Cálculo das necessidades energéticas 5-Doenças do aparelho digestivo

Leia mais

ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB

ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB Por este instrumento o Conselho de Pós-Graduação (CPG) do Programa de Pós-Graduação em Oncologia do Hospital de Câncer de Barretos Fundação Pio XII, torna

Leia mais

XXI CONGRESSO TEÓRICO-PRÁTICO DE ULTRASSONOGRAFIA 27 A 29 DE MARÇO DE 2015 PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA

XXI CONGRESSO TEÓRICO-PRÁTICO DE ULTRASSONOGRAFIA 27 A 29 DE MARÇO DE 2015 PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA XXI CONGRESSO TEÓRICO-PRÁTICO DE ULTRASSONOGRAFIA 27 A 29 DE MARÇO DE 2015 PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DIA 27/03/2015 (SEXTA-FEIRA) MEDICINA INTERNA E PEQUENAS PARTES AUDITÓRIO 2 08:00-12:00 HS - MINI-CONFERÊNCIAS:

Leia mais

CARCINOMA MAMÁRIO COM METÁSTASE PULMONAR EM FELINO RELATO DE CASO

CARCINOMA MAMÁRIO COM METÁSTASE PULMONAR EM FELINO RELATO DE CASO CARCINOMA MAMÁRIO COM METÁSTASE PULMONAR EM FELINO RELATO DE CASO HOFFMANN, Martina L. 1 ; MARTINS, Danieli B. 2 ; FETT, Rochana R. 3 Palavras-chave: Carcinoma. Felino. Quimioterápico. Introdução O tumor

Leia mais

Oncologia. Oncologia. Oncologia 16/8/2011 PRINCÍPIOS DA CIRURGIA ONCOLÓGICA EM CÃES E GATOS. Patologia. Onkos tumor. Logia estudo

Oncologia. Oncologia. Oncologia 16/8/2011 PRINCÍPIOS DA CIRURGIA ONCOLÓGICA EM CÃES E GATOS. Patologia. Onkos tumor. Logia estudo PRINCÍPIOS DA CIRURGIA ONCOLÓGICA EM CÃES E GATOS Onkos tumor Logia estudo Oncologia - Estudo das neoplasias em toda sua extensão, investigando o processo patológico desordenado e incontrolável de proliferação

Leia mais

5ª feira - 7/07/2011

5ª feira - 7/07/2011 5ª feira - 7/07/2011 7h00 Credenciamento/Welcome Coffee 8h00 Abertura 8h30 Conferência Internacional Henrique Parsons/MD Anderson Center - Texas EUA Cuidado Paliativo e atualidade 9h15 Mesa Redonda Cuidados

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RS PORTARIA 13/2014

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RS PORTARIA 13/2014 PORTARIA 13/2014 Dispõe sobre os parâmetros do exame PET-CT Dedicado Oncológico. O DIRETOR-PRESIDENTE DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL-IPERGS, no uso de suas atribuições conferidas

Leia mais

Drenos. Prof. Claudia Witzel

Drenos. Prof. Claudia Witzel Drenos 1 Conceito É um material que quando necessário ;e colocado em uma cavidade, ou ferida, para saída de líquidos, secreções, e ou ar, pois estes não deveriam estar presentes no local. 2 Objetivos dos

Leia mais

Por que a Varicocele causa Infertilidade Masculina?

Por que a Varicocele causa Infertilidade Masculina? O Nosso protocolo assistencial tem como base as diretrizes e normas elaboradas pela Society of Interventional Radiology (SIR) O Que é a Varicocele? Entende-se por varicocele à dilatação anormal (varizes)

Leia mais

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIATORÁCICA PROCEDIMENTOS E HONORÁRIOS

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIATORÁCICA PROCEDIMENTOS E HONORÁRIOS SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIATORÁCICA PROCEDIMENTOS E HONORÁRIOS ATIVIDADES CLÍNICAS Consulta em consultório 178,48 Acompanhamento enfermaria - diária 178,48 Acompanhamento UTI - diária 178,48 Consulta

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS NOME INSCRIÇÃO SALA LUGAR DOCUMENTO DATA DE NASC ESPECIALIDADE PROVA DISSERTATIVA Angioradiologia e Cirurgia Endovascular ASSINATURA DO CANDIDATO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Faculdade de Ciências

Leia mais

Tumores Benignos e Malignos de Esôfago

Tumores Benignos e Malignos de Esôfago Tumores Benignos e Malignos de Esôfago Isabel Fonseca Santos - R1 Gastroenterologia UFRJ Lesões Benignas Frequentemente assintomáticas, sendo achado incidental da EDA. Sintomas: o o o o o o o disfagia

Leia mais

XXX Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes. 5ª Feira 15 de Janeiro de 2015

XXX Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes. 5ª Feira 15 de Janeiro de 2015 XXX Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes Hotel do Mar Sesimbra 5ª Feira 15 de Janeiro de 2015 I Sessão 08.30-09.30 Mini Curso de Hipertensão Arterial O que há nos novos estudos e recomendações

Leia mais

Revisão Bibliográfica

Revisão Bibliográfica Director: Prof. Doutor Filipe Caseiro Alves Revisão Bibliográfica 9 de Maio de 2007 Belarmino J. Gonçalves Espectro de achados em TC de Aneurismas da Aorta Abdominal em situação de rotura ou rotura iminente

Leia mais

Uso do Dímero D na Exclusão Diagnóstica de Trombose Venosa Profunda e de Tromboembolismo Pulmonar

Uso do Dímero D na Exclusão Diagnóstica de Trombose Venosa Profunda e de Tromboembolismo Pulmonar Uso do Dímero D na Exclusão Diagnóstica de Trombose Venosa Profunda e de Tromboembolismo Pulmonar 1- Resumo O desequilíbrio das funções normais da hemostasia sangüínea resulta clinicamente em trombose

Leia mais

Ariadne Basseti Soares Hilel

Ariadne Basseti Soares Hilel Ariadne Basseti Soares Hilel I IDENTIFICAÇÃO Nome: Ariadne Bassetti Soares Hilel Nasc: 23/03/1961 Sta. Tereza ES Graduação: Universidade Federal do Esp. Santo Vitória Setembro/1985 CRM: 3463 ES Identidade:

Leia mais

TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA CARDIOVASCULAR. Renato Sanchez Antonio Santa Casa RP

TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA CARDIOVASCULAR. Renato Sanchez Antonio Santa Casa RP TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA CARDIOVASCULAR Renato Sanchez Antonio Santa Casa RP Tomografia Técnica baseada em radiografia com uso colimadores para restringir feixes Realizada na mesma fase do ciclo cardíaco

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DATA: 1 a 3 de SETEMBRO LOCAL: HOTEL GOLDEN TULIP / VITÓRIA-ES Realização: Tema: O Envolvimento Interdisciplinar na Qualidade de Assistência e na Segurança do Paciente COMISSÃO ORGANIZADORA

Leia mais

Câncer Colorretal Hereditário

Câncer Colorretal Hereditário Câncer Colorretal Hereditário Critérios Diagnósticos João Gomes Netinho jgnetinho@riopreto.com.br Câncer Colorretal Incidência no mundo - 3ª causa mais comum em ambos os sexos - 2ª nos paises desenvolvidos

Leia mais

TABELA CONVÊNIOS À VISTA COM MEDICAÇÃO

TABELA CONVÊNIOS À VISTA COM MEDICAÇÃO TABELA CONVÊNIOS À VISTA COM MEDICAÇÃO CONSULTAS MÉDICAS 10101012 Cardiologia 120,00 10101012 Pneumologia 120,00 10101012 Ginecologia/Obstetrícia 120,00 10101012 Clínico Geral 120,00 10101012 Mastologia

Leia mais

Indicadores de Segurança do Paciente Prevenção e Controle de Infecção

Indicadores de Segurança do Paciente Prevenção e Controle de Infecção Indicadores de Segurança do Paciente Prevenção e Controle de Infecção Título Fonte Definição Nível Informação Dimensão da Qualidade Taxa de infecção de sítio cirúrgico incisional profunda/ órgão/ cavidade

Leia mais

Doença do Refluxo Gastroesofágico o que significa?

Doença do Refluxo Gastroesofágico o que significa? Hérnia de Hiato e Refluxo Gastroesofágico. Atualmente cresce o número de pessoas que estão apresentando sintomas relativas ao aparelho digestivo, como má digestão ou sensação de queimação no estômago entre

Leia mais

Linfomas gastrointestinais

Linfomas gastrointestinais Linfomas gastrointestinais Louise Gracielle de Melo e Costa R3 do Serviço de Patologia SAPC/HU-UFJF Introdução Linfomas extranodais: a maioria é de TGI. Ainda assim, linfomas primários gastrointestinais

Leia mais

ADENOCARCINOMA DE SIGMOIDE AVANÇADO: RELATO DE CASO

ADENOCARCINOMA DE SIGMOIDE AVANÇADO: RELATO DE CASO ADENOCARCINOMA DE SIGMOIDE AVANÇADO: RELATO DE CASO Guth, G. Z. 1 ; Martins, J. F. F. 2 ; Lourenço, L. A. 3 ; Ataíde, L. O. 4 ; Richwin, N. J. 5 ; Oliveira, J. M. X. 6 ; 1 Diretor do Departamento de Cirurgia

Leia mais

CURSO DE MEDICINA - CRONOGRAMA DE ATIVIDADES 2015.2 COMPONENTE CURRICULAR: CLÍNICA CIRÚRGICA - PERÍODO: 8º

CURSO DE MEDICINA - CRONOGRAMA DE ATIVIDADES 2015.2 COMPONENTE CURRICULAR: CLÍNICA CIRÚRGICA - PERÍODO: 8º 005.112.008/17.149 C.A.P. CURSO DE MEDICINA - CRONOGRAMA DE ATIVIDADES 2015.2 COMPONENTE CURRICULAR: CLÍNICA CIRÚRGICA - PERÍODO: 8º DIA ATIVIDADE/AULA PROFESSOR 23/07/2015 início do curso normas de funcionamento

Leia mais

03/10/2013. Malformações cardíacas congênitas: 8 em cada 1000 (0,8%) Defeito do septo atrial

03/10/2013. Malformações cardíacas congênitas: 8 em cada 1000 (0,8%) Defeito do septo atrial Malformações cardíacas congênitas: 8 em cada 1000 (0,8%) Brasil: 188.298.099 pessoas ( censo 1996) = 1.506.384 casos Grande São Paulo: 19 223 897 = 153.791 casos Defeito do septo atrial Defeito do Septo

Leia mais

AFECÇÕES TORÁCICAS CIRÚRGICAS EM PEDIATRIA

AFECÇÕES TORÁCICAS CIRÚRGICAS EM PEDIATRIA AFECÇÕES TORÁCICAS CIRÚRGICAS EM PEDIATRIA Diafragma Hérnia diafragmática o Hérnia de Bochdalek o Hérnia de Morgagni o Hérnia do hiato esofágico o Hérnia traumática Eventração ou elevação Ausência congênita

Leia mais

Profª. Drª. Josaine C. S. Rappeti Pedrozo Médica Veterinária

Profª. Drª. Josaine C. S. Rappeti Pedrozo Médica Veterinária OVARIOSALPINGOHISTERECTOMIA (OSH) EM PEQUENOS ANIMAIS Ovariosalpingohisterectomia remoção dos ovários, trompas e útero. Indicações: Esterilização eletiva, suspensão de cio, tumores ovarianos, cistos ovarianos,

Leia mais

Em que situações se deve realizar um eco- doppler arterial dos membros inferiores.

Em que situações se deve realizar um eco- doppler arterial dos membros inferiores. O que é um eco- doppler? O eco- doppler, ultrassonografia vascular ou triplex- scan é um método de imagem que se baseia na emissão e reflecção de de ondas de som (ultra- sons). Através deste exame é possível

Leia mais

TEP - Evolução. Após episódio de TEP agudo, em 85 a 90% dos casos ocorre. trombólise espontânea ou farmacológica e recanalização do vaso

TEP - Evolução. Após episódio de TEP agudo, em 85 a 90% dos casos ocorre. trombólise espontânea ou farmacológica e recanalização do vaso Fabio B. Jatene Prof. Titular do Departamento de Cardiopneumologia -HC HC-FMUSP TEP Agudo 1cm TEP - Evolução Após episódio de TEP agudo, em 85 a 90% dos casos ocorre trombólise espontânea ou farmacológica

Leia mais

Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO

Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO Local: Minas Centro, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Leia mais

Hipófise, Testículos e Ovários. Marcela Ludwig e Nathália Crusoé

Hipófise, Testículos e Ovários. Marcela Ludwig e Nathália Crusoé Hipófise, Testículos e Ovários Marcela Ludwig e Nathália Crusoé hipófise considerações glândula endócrina: possui 6 mm no sentido ântero-posterior e 10 mm de largura, com um peso de 500 mg localização:

Leia mais

Sangramento retal Resumo de diretriz NHG M89 (setembro 2012)

Sangramento retal Resumo de diretriz NHG M89 (setembro 2012) Sangramento retal Resumo de diretriz NHG M89 (setembro 2012) Damoiseaux RAMJ, De Jong RM, De Meij MA, Starmans R, Dijksterhuis PH, Van Pinxteren B, Kurver MJ traduzido do original em holandês por Luiz

Leia mais

Orientações sobre procedimentos em Medicina Nuclear. Oncologia

Orientações sobre procedimentos em Medicina Nuclear. Oncologia Orientações sobre procedimentos em Medicina Nuclear Oncologia Este documento foi elaborado conforme orientações da Sociedade Brasileira de Biologia e Medicina Nuclear, visando aproximar ainda mais nossa

Leia mais