Agenda. Visão Geral de Resultados Financeiros e Operacionais

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Agenda. Visão Geral de 2008. Resultados Financeiros e Operacionais"

Transcrição

1

2 Disclaimer Com objetivo de haver comparabilidade na análise de resultados, os comentários de desempenho apresentados não contemplam as modificações contábeis introduzidas pela lei n.º /07, analisando, portanto, demonstrações de resultados pro forma e não auditadas. 2

3 Agenda Visão Geral de 2008 Resultados Financeiros e Operacionais 3

4 Visão Geral 2008 melhoria no EBITDA resultante da melhor performance da operação de varejo Resultados Consolidados Crescimento de 6,8% na Receita Bruta Total entre os períodos, passando de R$4.518,1 milhões em 2007 para R$4.824,2 milhões em Receita líquida total cresceu 9,6%, de R$3.444,4 milhões em 2007 para R$3.775,8 milhões em Aumento no Lucro Bruto de 24,0%, de R$810,1 milhões em 2007 para R$1.004,8 milhões em EBITDA cresceu 9,8%, de R$132,8 milhões em 2007 para R$145,8 milhões em EBITDA ajustado cresceu 33,2%, de R$ 64,1 milhões em 2007 para R$ 85,4 milhões em Importante progresso em 2008 na participação da atividade de varejo no EBITDA ajustado: de 55% de participação em 2007 ( R$ 35,3 milhões) para 94% em 2008 (R$ 80,6 milhões). Em contrapartida, a piora de performance do Banco Investcred levou sua contribuição ao EBITDA ajustado de 45 % (R$ 28,8 milhões) em 2007 para 6% (R$ 4,8 milhões) em O Lucro Líquido sofreu uma redução de 64,2% vs 2007, passando de R$89,3 milhões para R$32,0 milhões, impactado pela redução de R$ 43,2 milhões na constituição de créditos de IR e Cont. Social diferidos. 4

5 EBITDA ajustado, excluindo eventos não recorrentes, cresce 33% 2007 Resultado Consolidado (R$ MM) 2008 Var.% 132,8 EBITDA (considerando os eventos não recorrentes) 145,8 9,8% 95,6 Eventos não recorrentes de natureza operacional 38,8 69,9 Resultado Venda Imobilizado ( CD's; Sede Administrativa) 10,8 25,8 Venda de Carteira de Créditos Vencidos 0,0 0,0 Negociação de contratos de serviços financeiros 28,0 37,2 EBITDA (excluindo eventos não recorrentes de natureza tributária) 107,0 187,7% (26,9) Eventos não recorrentes de natureza tributária 21,6 64,1 EBITDA (excluindo eventos não recorrentes de natureza operacional e tributária) 85,4 33,2% 5

6 Maior restrição de crédito no CDC afetou vendas na Rede de Lojas, enquanto o Atacado seguiu trajetória de crescimento Rede de Lojas Crescimento de 4,9% na Receita Bruta, passando de R$3.543,8 milhões em 2007 para R$3.717,1 milhões em A venda no conceito mesmas lojas ( Same Store Sales ) apresentou redução de 0,5%, no comparativo entre 2007 e 2008 (redução de 4,5% no comparativo entre o 4T07 e o 4T08). Inauguramos 41 lojas em 2008 e desativamos outras 10. Atingimos um total de 458 lojas, com uma área de vendas de 337,4 mil m 2. Atacado Crescimento da Receita Bruta de 15,5%, de R$346,2 milhões em 2007 para R$400 milhões em Em 2008 o canal atendeu clientes, crescimento superior a 100% em relação ao ano de

7 Varejo Eletrônico reestruturado começa a apresentar resultados positivos Spin-off da operação pontofrio.com (Internet e Televendas) em agosto/08. Contratação de time de executivos experiente e novas plataformas tecnológica e logística. Receita Bruta de Vendas do canal Internet cresceu 19,8% em 2008 (36,8% no 4T08), atingindo R$ 198,8 milhões, iniciando uma trajetória de crescimento de market share. Crescimento 2008 x 2007 Canal Internet Evolução Market Share Internet + Televendas 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Internet Mercado Internet (EBIT) Market Share -OV 50% 40% 37% 25% 18% 15% 17% 4% 01T08 02T08 03T08 04T08 3,9% 3,7% 3,5% 3,3% 3,1% 3,00% 2,9% 3,87% 03Q-08 04Q-08 7

8 Aumento da PDD leva Banco Investcred a mudar modelo de negócios Banco Investcred Queda no lucro líquido, de R$ 64,9 milhões em 2007 para R$ 14,7 milhões em 2008, em função da elevação da PDD no 1S08 e mudança do modelo de negócio, com a plataforma de crédito migrando do CDC (carnê) para o cartão de crédito próprio, produto com maturação mais longa da curva de rentabilidade. Carteira de Operações de Crédito atingiu R$1,423 bilhão em dez/2008, crescendo 12,8% em relação à posição de dez/07 (R$ 1,261 bilhão). 8

9 Agenda Visão Geral de 2008 Resultados Financeiros e Operacionais 9

10 Receita Líquida cresce acima da Receita Bruta por otimização do mix A receita líquida de venda de mercadorias cresceu 9,1% em 2008, impulsionada pela adição líquida de 31 lojas (aumento de 6,1 % na área de vendas) e crescimentos de receita de 15,5 % no Atacado e 19,8 % na Internet, compensando a redução de 0,5 % no SSS da rede de lojas causada pela diminuição das taxas de aprovação de crédito em virtude da adoção de modelos de crédito mais restritivos. A variação da receita líquida de venda de mercadorias acima da variação da receita bruta (9,1% vs 6,1%) deve-se a: maior participação no mix de produtos de Informática incentivados por redução de carga tributária; aumento da participação do segmento de atacado, que possui tributação média inferior ao varejo; recuperação de créditos tributários; maior participação de produtos sujeitos a substituição tributária de ICMS. Expressivo crescimento de 42,3 % na receita líquida de serviços (garantias e seguros), fruto de foco específico neste segmento, com vendas de garantias de maior valor agregado. As receitas de operações de crédito líquidas aumentaram em 6,0%. Receita Liquida de Operações de Crédito - R$ MM Receita Liquida de Venda de Mercadorias R$ MM R$ ,1% R$ R$ ,2 Receita Liquida da Venda de Serviços - R$ MM R$ 210 R$ 205 R$ 200 R$ 195 R$ ,4 6,0% ,2 R$ R$ R$ , R$ 120 R$ 100 R$ 80 R$ 60 R$ 40 R$ 20 R$ 0 73,4 42,3% 104,

11 Margem Bruta tem crescimento substancial Crescimento de 3,1 p.p. na margem bruta (como % da receita líquida), de 23,5% para 26,6%, traduzido num aumento do Lucro Bruto de R$ 194,7 milhões ou 24%. Margem bruta gerencial, incluindo os incentivos de vendas obtidos dos fornecedores, cresceu de 26,6% para 29,7%. Evolução deve-se a negociações mais eficientes, precificação otimizada e operação mais disciplinada na gestão de descontos nas lojas. 35% 30% 27,4% 28,8% 25,7% 29,5% 26,5% 30,9% 27,5% 29,4% 26,7% 25% 23,9% 20% 4T07 1T08 2T08 3T08 4T08 Margem Bruta (% RL) Margem Bruta Gerencial (% RL) 11

12 Aumento de 15,8% nas despesas operacionais de 2008 (R$914,8 milhões) comparado a 2007 (R$790,0 milhões).. Despesas Operacionais foram impactadas pela PDD e pela reeestruturação dos negócios de e-commerce e Bco. Investcred Despesas de vendas impactadas pela abertura de 41 novas lojas e aluguéis dos CD`s vendidos em 2007; Reestruturação de 2 negócios com mudanças de modelo induzindo custos de start up refletidos nas despesas de vendas: e-commerce e plataforma de financiamento via cartão de crédito Ponto Frio Flex ; Aumento da PDD, resultando em mudanças no modelo de gestão de crédito e de negócios do Banco Investcred; Redução sustentável nas despesas administrativas, fruto das frentes de redução de custos implementadas ao longo do ano; Melhorias a serem refletidas na base despesas de 2009: melhor relação preço x volume de mídia como resultado da concorrência da conta de publicidade; implantação do Gerenciamento Matricial de Despesas com apoio do INDG; implantação de modelo de compras estratégicas de materiais indiretos; renegociação de contratos de Telecom e TI Despesas (Receitas) Operacionais (R$ MM) % Vendas 462,3 580,8 25,6% Gerais e Adm. 171,4 137,4-19,9% PDD 126,6 194,2 53,4% Depreciação 42,8 44,9 4,8% Outras (13,1) (42,5) 224,4% Total 790,0 914,8 15,8% Total (% RL) 22,9% 24,2% 1,3p.p. 12

13 Performance do Banco Investcred em 2008 fortemente afetada pela perda de crédito; Redirecionamento estratégico do negócio: Reestruturação do Banco Investcred gera efeitos positivos a partir do 4T08, reduzindo a inadimplência,... Lançamento do Cartão Ponto Frio Flex, atingindo um portfolio de mil cartões em dez/08; Modelos de crédito mais restritivos (redução da taxa de aprovação de 72% para 35% entre o 4T07 e o 4T08) e migração do CDC (Carnê) para os cartões de crédito Ponto Frio Flex; safras de crédito do cartão e de CDC no 2S08 já enquadradas em faixas de inadimplência toleráveis (vide quadro abaixo) Máquina de crédito ajustada para 2009: retomada da rentabilidade, com 70,1% do Lucro Líquido de 2008 gerado no 4T e redução dos índices de inadimplência em mais de 50% no 4T08 frente ao pico do ano. 14% 12% FPD2 Evolução FPD x 2007 indicador antecedente de PDD 11,5% 11,8% 10,3% 10% 9,1% 8% 7,3% 7,6% 6% 4% 5,3% 6,1% 6,6% 6,2% 6,3% 6,5% 6,9% 7,1% 6,5% 6,4% 6,7% 4,1% 5,2% 5,9% 7,0% 6,9% 6,9% 6,4% 5,4% 5,0% 5,7% 4,6% 5,6% 5,1% 6,3% 5,5% 6,1% 4,6% 2% 0% jan/07 fev/07 mar/07 abr/07 mai/07 jun/07 jul/07 ago/07 set/07 out/07 nov/07 dez/07 jan/08 fev/08 mar/08 abr/08 mai/08 jun/08 jul/08 ago/08 set/08 out/08 nov/08 dez/08 jan/09 13 Cartão Flex CDC - Carnê UBB

14 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Redirecionamento estratégico do negócio: Conversão acelerada: Cartão Ponto Frio passou a ser a principal moeda de financiamento na rede já a partir de jun/08, dois meses após seu lançamento. Geração de receita financeira incremental em dezembro/08, 44,6% do faturamento do cartão resultou de compras fora das lojas Ponto Frio. Efeito fidelização: em dez/08, 30% das compras no Ponto Frio com o cartão próprio foram realizadas por clientes que já haviam comprado nos últimos 8 meses. Mix de Meios de Pagamento Vendas Financiadas Canal Loja BRASIL... substituindo o CDC (carnê) pelo cartão de crédito e começando a gerar novas fontes de receita 18% 18% 16% 14% 21% 22% 18% 10% 12% 16% 14% 12% 18% 18% 21% 19% 18% 19% 21% 30% 31% 29% 29% 33% 5% 23% 27% 64% 64% 58% 43% 30% 35% 38% 35% 35% 41% 38% 35% 29% 26% 23% 22% 21% 16% 17% jan-08 fev-08 mar-08 abr-08 mai-08 jun-08 jul-08 ago-08 set-08 out-08 nov-08 dez-08 Fatur. CDC (Cheque + Carnê) Fatur. Flex Cartão s/ Juros Cartão c/ Juros R$ MM Fat Flex Dentro + Fora ,7 48,6 10,9 55,8 15,6 52,0 24,1 7 63,6 27,8 9 71,7 abr-08 mai-08 jun-08 jul-08 ago-08 set-08 out-08 nov-08 dez % Fat. Flex Dentro 1a Compra Fat. Flex Dentro Plástico Fat. Flex Fora % Partic. Fora % Partic. Plástico (Dentro 36,9 8 58,4 43, ,6 44, ,7 74, ,7 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10%

15 Dívida líquida da operação de varejo mantida estável e baixa A despesa financeira líquida em 2008 foi de R$55,6 milhões, evoluindo positivamente em relação à despesa financeira líquida de R$82,1 milhões em A operação de varejo registrou uma dívida líquida de R$67,7 milhões em 2008, aproximadamente estável em relação a Crescimento expressivo na posição de recebíveis de cartão de crédito, em função da mudança do mix de meios de pagamento. (R$ MM) % Abs. Receitas (despesas) financeiras líquidas (82,1) (55,6) -32,3% 26,5 Receitas financeiras 105,4 30,6-71,0% (74,8) juros ativos 14,5 15,0 3,8% 0,5 rendimentos de aplicações financeiras 60,0 22,9-61,9% (37,2) ganho financeiro relacionado a créd. fiscais 22,4 (16,6) n/a (39,1) outras receitas financeiras 8,5 9,3 10,2% 0,9 Despesas financeiras (187,6) (86,2) -54,1% 101,4 com captações (58,8) (20,4) -65,2% 38,3 bancárias e impostos (25,0) (8,9) -64,5% 16,1 taxa de administração (26,5) (32,3) 22,2% (5,9) com Juros Passivos (14,1) (14,9) 5,5% (0,8) com cessão de recebíveis (14,2) (4,8) -66,5% 9,4 com juros sobre o capital próprio (43,0) - n/a 43,0 outras despesas (6,1) (5,0) -18,8% 1,1 Conciliação da Dívida Líquida - Op. de Varejo (R$ MM) Abs Dívida Bruta (1) 545,0 189,7 (355,2) Curto Prazo 455,7 101,5 (354,2) Longo Prazo 89,2 88,2 (1,0) Disponibilidades (2) 293,4 99,1 (194,3) Títulos e Valores Mobiliários (3) 190,1 23,0 (167,1) Dívida Líquida = (1) - (2) - (3) 61,5 67,7 6,2 Outras C/R - Venda de Ativo Imob.¹ 108,9 18,1 (90,8) Cartões de Crédito de Terceiros² 324,5 455,7 131,2 15

16 Melhoria da relação Ctas.a Pagar vs. Ctas. a Receber foi neutralizada por aumento pontual de estoques no 4T08 Capital de Giro Ampliação em 14 dias do prazo médio de pagamento no 4T08 em relação ao 4T07, como resultado de um mix mais otimizado, com maiores volumes e melhores negociações com fornecedores de marcas líderes; Prazo médio de estoques encerrou 2008 com 49 dias frente a 40 dias em 2007, face a vendas de dezembro inferiores às planejadas e maior participação no mix de produtos de tecnologia com custo médio mais elevado. Capital de Giro (R$ MM) 4T07 1T08 2T08 3T08 4T08 % 4T07-4T08 Receita Bruta Total 1.342, , , , ,8 3,4% Custo de Mercadorias Vendidas 784,3 629,0 670,9 675,1 796,1 1,5% Estoque Médio Trimestral 349,4 372,6 393,2 409,7 435,4 24,6% Contas a Receber Médio 835,0 837,0 835,9 920, ,8 20,9% Contas a Pagar - Merc. para Revenda Médio 376,9 357,8 362,1 416,2 504,6 33,9% Prazo Médio de Estoque (Dias) Prazo Médio de Recebimento (Dias) Prazo Médio de Pagamento (Dias) Prazo Total - Capital de Giro (Dias)

17 Abertura de lojas e implantação do SAP Retail foram os focos do Capex em 2008 No ano de 2008, os investimentos alcançaram R$121,0 milhões, um crescimento de 61,2% em relação aos R$75,1 milhões registrados no ano de Como destaque dos investimentos do ano de 2008, temos um investimento de R$32,2 milhões em TI, dirigidos principalmente à implantação do projeto ERP SAP Retail e o investimento de R$69,4 milhões no programa de expansão de lojas, que resultou na inauguração de 41 lojas (33 no formato padrão e 8 no formato digital). 1,4 2,7 2,2 4,5 10,9 Investimentos 4T07 X 4T08 (R$ MM) 21,8 138,0% 51,8 3,4 20,0 5,0 0,6 12,8 9,5 5,0 13,6 31,7 25,2 Investimentos 2007 X 2008 (R$ MM) 121,0 75,1 61,2% 4T07 4T ,4 1,6 32,2 8,4 69,4 Outros Logística TI Reforma Expansão 17

18 Diminuição do saldo de caixa decorre de mudança na estrutura de capital da Cia., com significativa redução da dívida bruta Demonstração de Fluxo de Caixa (R$ MM) S AL DO INIC IAL 531,1 218,0 Fluxo de Caixa Operacional 199,5 (427,0) L ucro líquido do exercício 32,0 89,3 Ajus tes ao lucro líquido* 121,9 62,8 Variação capital de giro 45,6 (579,1) F luxo de c aixa das atividades de Inves timento 76,1 231,6 Imobilizado (115,6) (75,3) D epós itos J udiciais 27,0 (6,5) Aplicações em títulos e valores mobiliários 164,7 204,4 Valores recebidos na venda de ativo imobilizado - 109,0 F luxo de c aixa F inanc iamento (705,2) 508,4 Adições 2.777, ,5 P agamentos (3.439,7) (2.156,1) D ividendos e juros s obre capital próprio pagos (43,0) - F luxo de C aixa (429,7) 313,1 SALDO FINAL 101,5 531,1 *Depreciações e Amortizações, Equivalência Patrimonial, I.R. e CSL diferidos, Provisões e Reversão de Provisões 18

19 Contatos - Equipe de RI Marcos Bastos Rocha Diretor Financeiro, de Planejamento Estratégico e de RI +55 (21)

20 Aviso As estimativas e declarações futuras constantes da presente apresentação têm por embasamento em grande embasamento, parte, as expectativas atuais e estimativas sobre eventos futuros e tendências que afetam ou podem potencialmente vir a afetar os negócios, a situação financeira, os resultados operacionais e prospectivos da GLOBEX. Estas estimativas e declarações estão sujeitas a diversos riscos, incertezas e suposições e são feitas com base nas informações de que a GLOBEX atualmente dispõe. Esta apresentação também está disponível no site e no sistema IPE da CVM. Essas estimativas envolvem riscos e incertezas e não consistem em garantia de um desempenho futuro, sendo que os reais resultados ou desenvolvimentos podem ser substancialmente diferentes das expectativas descritas nas estimativas e declarações futuras. Tendo em vista os riscos e incertezas envolvidos, as estimativas e declarações acerca do futuro constantes desta apresentação podem não vir a ocorrer e, ainda, os resultados futuros e o desempenho da GLOBEX podem diferir substancialmente daqueles previstos nas estimativas da GLOBEX. Por conta dessas incertezas, o investidor não deve se basear nestas estimativas e declarações futuras para tomar uma decisão de investimento. As palavras acredita, pode, poderá, estima, continua, antecipa, pretende, espera e expressões similares têm por objetivo identificar estimativas. Tais estimativas referem-se apenas à data em que foram expressas sendo que a GLOBEX não pode assegurar a atualização ou revisão de quaisquer dessas expressas, estimativas em razão da ocorrência de nova informação, de eventos futuros ou de quaisquer outros fatores. Esta apresentação não constitui oferta, convite ou solicitação de oferta de subscrição ou compra de quaisquer valores mobiliários. E, esta apresentação ou qualquer informação aqui contida não constituem a base de um contrato ou compromisso de qualquer espécie 20

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009.

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. 1 DRE PRO-FORMA Com objetivo de haver comparabilidade na análise de resultados, os comentários de

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008 Apresentação de Resultados 1T08 19 de Maio de 2008 Agenda A Companhia Resultados Operacionais Resultados Financeiros 2 Operação Virtual Canal Lojas A Companhia Globex S.A. Globex Utilidades S.A.: operadora

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 3T15 10 de novembro de 2015 Magazine Luiza Destaques do 3T15 Vendas E-commerce Ganho de participação de mercado com aumento da margem bruta Receita bruta consolidada de R$2,4

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

Apresentação de Resultados

Apresentação de Resultados Apresentação 3T08 Apresentação de Resultados José Carlos Aguilera (Diretor Presidente e de RI) Eduardo de Come (Diretor Financeiro) Marcos Leite (Gerente de RI) Destaques do Período Contexto de crise no

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011 RESULTADOS 3T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 4 de novembro de 2011 ELETRO GPA ALIMENTAR AGENDA RESULTADOS Supermercados Proximidade Atacarejo Postos e Drogarias Hipermercado Lojas Especializadas

Leia mais

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012 Resultados 2T12 FLRY 3 Agosto / 2012 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2012 Aviso Legal Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos,

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T05

Apresentação de Resultados 3T05 Apresentação de Resultados 3T05 Destaques Crescimento do Lucro Líquido foi de 316% no Terceiro Trimestre Crescimento da Receita no 3T05 A receita bruta foi maior em 71% (3T05x3T04) e 63% (9M05x9M04) Base

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A.

Banco Santander (Brasil) S.A. Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 4T14 3 de Fevereiro de 2015 INFORMAÇÃO 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil)

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2013 . São Paulo, 06 de agosto de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T10

Teleconferência Resultados 3T10 Teleconferência Resultados 3T10 Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EDT) Tel: + 55 (11) 4688-6361 Código: LASA Replay: + 55 (11) 4688-6312 Código:

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO Teleconferência e Webcast de Resultados Sexta-feira, 5 de novembro de 2010 Horário: 12:00 p.m. (Brasil) 10:00 a.m. (US EDT) Telefone: +55 (11) 4688.6361 Código:

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011 RESULTADOS 2T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 26 de julho de 2011 DESTAQUES DO 2T11 Impacto macroeconômico > IPCA 12 meses: +6,7% > Crescimento real GPA Alimentar: +2,3% > Aumento taxa Selic

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2013 . São Paulo, 31 de outubro de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T09

Teleconferência de Resultados 4T09 Teleconferência de Resultados 4T09 Índice Comentários de Mercado Pág. 3 Qualidade da Carteira de Crédito Pág. 10 Liquidez Pág. 4 Índice de Eficiência Pág. 14 Funding e Carteira de Crédito Pág. 5 Rentabilidade

Leia mais

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2014 (em IFRS)

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2014 (em IFRS) São Paulo, 30 de outubro de 2014 Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) (em IFRS) Lucro líquido cresce 66% no 3T14 e totaliza R$42 milhões Vendas líquidas crescem 18% no trimestre EBITDA cresce 44%,

Leia mais

Resultados do 2T10 28 de julho de 2010

Resultados do 2T10 28 de julho de 2010 Resultados do 2T10 28 de julho de 2010 Aviso Os comentários apresentados a seguir sobre o desempenho operacional e financeiro do Grupo Pão de Açúcar (GPA) referem-se aos seguintes números: (i) consolidados

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013 . São Paulo, 13 de maio de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Teleconferência de Resultados do 3T09

Teleconferência de Resultados do 3T09 Teleconferência de Resultados do 3T09 2 Destaques do trimestre O forte resultado do 3T09 demonstrou nossa confortável posição competitiva na indústria de proteínas e confirmou os resultados esperados de

Leia mais

Apresentação dos Resultados 3T06

Apresentação dos Resultados 3T06 Apresentação dos Resultados 3T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Resultados 1T15. 05 de Maio de 2015 11h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa

Resultados 1T15. 05 de Maio de 2015 11h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa Resultados 05 de Maio de 2015 11h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa Nota de Ressalva E s t a a p r e s e n t a ç ã o pode i

Leia mais

Evolução do lucro líquido (em milhões de reais) - jan fev mar abr mai jun jul ago set

Evolução do lucro líquido (em milhões de reais) - jan fev mar abr mai jun jul ago set DISCUSSÃO E ANÁLISE PELA ADMINISTRAÇÃO DO RESULTADO NÃO CONSOLIDADO DAS OPERACÕES: PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2001 COMPARATIVO AO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2000 (em milhões de reais, exceto

Leia mais

RESULTADOS 4T11 E 2011 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo (Globex)

RESULTADOS 4T11 E 2011 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo (Globex) RESULTADOS 4T11 E 2011 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo (Globex) 17 de fevereiro de 2012 GRUPO PÃO DE AÇÚCAR - RESULTADOS 4T11 E 2011 Enéas Pestana, Presidente do Grupo Pão de Açúcar 2 Evolução operacional

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4T10

Divulgação de Resultados do 4T10 Divulgação de Resultados do 4T10 23 de fevereiro de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia,

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T11

Teleconferência de Resultados 1T11 Teleconferência de Resultados 1T11 13 de Maio de 2011 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2015 (em IFRS)

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2015 (em IFRS) São Paulo, 07 de maio de 2015 Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) (em IFRS) DESTAQUES 1T15 Ganho de participação de mercado no 1T15 Receita líquida basicamente estável em R$2,3 bilhões EBITDA 5,5%

Leia mais

EARNINGS RELEASE 2T14

EARNINGS RELEASE 2T14 Receita Bruta de R$ 241,8 milhões no e R$ 533,9 milhões no 1S14 Ebitda de R$ 21,2 milhões no e R$ 51,4 milhões no 1S14 São Paulo, 13 de agosto de 2014 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS (R$ MILHÕES) 3T13 3T14 Var.% 9M13 9M14 Var.% RECEITA LÍQUIDA 315,8 342,8 8,5% 858,4 937,5 9,2% EBITDA AJUSTADO¹ 67,1 78,3 16,7% 157,5

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2014

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2014 . São Paulo, 31 de julho de 2014 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta. Novembro de 2014

Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta. Novembro de 2014 Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta Novembro de 2014 OFERTA VOLUNTÁRIA DE PERMUTA DE AÇÕES No dia 30 de outubro realizamos o leilão da oferta voluntária. A adesão dos minoritários do Santander

Leia mais

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A.

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. BRF RESULTADOS 2T14 Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. As declarações contidas neste relatório relativas à perspectiva dos negócios da Empresa,

Leia mais

EARNINGS RELEASE 2T12 e 1S12

EARNINGS RELEASE 2T12 e 1S12 São Paulo, 15 de agosto de 2012 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje os resultados do segundo

Leia mais

Crescimento de vendas de 25,4% nas mesmas lojas, com aumento significativo na margem líquida

Crescimento de vendas de 25,4% nas mesmas lojas, com aumento significativo na margem líquida . São Paulo, 7 de maio de 2014 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

Apresentação Investidores

Apresentação Investidores Apresentação Investidores Abril de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve riscos

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DOS RESULTADOS 4T11 & 2011

TELECONFERÊNCIA DOS RESULTADOS 4T11 & 2011 TELECONFERÊNCIA DOS RESULTADOS 4T11 & 2011 1 Ressalvas Sobre Declarações Futuras Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são fatos históricos, mas refletem as metas e expectativas

Leia mais

RESULTADOS 2T12. 24 de julho de 2012

RESULTADOS 2T12. 24 de julho de 2012 RESULTADOS 2T12 Grupo Pão de Açúcar 24 de julho de 2012 RESULTADO GPA CONSOLIDADO 2T12 Inclui empreendimentos imobiliários Exclui empreendimentos imobiliários Vendas Brutas Cresc. mesmas lojas vs 2T11

Leia mais

Resultados 3T10. Novembro, 2010 FLRY3

Resultados 3T10. Novembro, 2010 FLRY3 Resultados 3T10 FLRY3 A marca mais valiosa no setor de saúde Brasileiro A 6ª marca mais valiosa entre as empresas de serviços A 25ª marca mais valiosa no Brasil Millward Brand / BrandAnalytics A Empresa

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15 Relações com Investidores DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15 Apresentação: José Rubens de la Rosa CEO José Antonio Valiati CFO & Diretor de Relações com Investidores Thiago Deiro Gerente Financeiro & de

Leia mais

Destaques do Trimestre

Destaques do Trimestre Resultados do 1T12 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS RECEITA LÍQUIDA 300,1 361,1 20,3% EBITDA AJUSTADO 56,5 68,7 21,6% MARGEM EBITDA AJUSTADO 1 17,9% 18,4% 0,5 p.p. LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO

Leia mais

Crescimento de 11,2% na. Receita Líquida. Controladora R$ 2,2 bi. +11,2% Consolidado R$ 4,0 bi. +10,5% Crescimento de 18,5% no EBITDA

Crescimento de 11,2% na. Receita Líquida. Controladora R$ 2,2 bi. +11,2% Consolidado R$ 4,0 bi. +10,5% Crescimento de 18,5% no EBITDA Resultados 3T15 GMV Receita Líquida Crescimento SSS GMV alcançou R$ 4,9 bilhões Crescimento de 11,2% na Receita Líquida Receita Líquida mesmas lojas de 9% no Trimestre Controladora R$ 2,2 bi. +11,2% Consolidado

Leia mais

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p.

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. No 1T15, a receita líquida totalizou R$ 5,388 bilhões, estável em relação ao 1T14 excluindo-se

Leia mais

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Abril 2013 1T13 Estratégia RESIDENCIAL Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga MOBILIDADE PESSOAL Crescimento do pós e rentabilização

Leia mais

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012 Teleconferência de Resultados e 2012 28 de fevereiro de 2013 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9%

EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9% Resultados 3T15 EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9% Belo Horizonte, 10 de novembro de 2015 - A Companhia de Locação das Américas (Locamerica) (BM&FBOVESPA: LCAM3) divulga seus resultados

Leia mais

Apresentação dos Resultados 2T06

Apresentação dos Resultados 2T06 Apresentação dos Resultados 2T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013 Reunião Pública Anual 19 de dezembro de 2013 2 Aviso importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2 o Trimestre de 2007

Teleconferência. Resultados do 2 o Trimestre de 2007 Teleconferência Resultados do 2 o Trimestre de 2007 Aviso Legal Este documento contém declarações futuras, que podem ser identificadas por palavras como espera, pretende, planeja, acredita, procura, estima

Leia mais

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016.

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein Diretor-Presidente e de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

Abril Educação S.A. Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011

Abril Educação S.A. Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011 Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011 RESULTADOS PRO FORMA NÃO AUDITADOS CONSOLIDADOS DA ABRIL EDUCAÇÃO As informações financeiras consolidadas pro forma não auditadas para 31 de dezembro de

Leia mais

Destaques do Trimestre

Destaques do Trimestre Resultados do 2T12 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013

RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013 RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013 DASA divulga receita bruta de R$ 640,4 milhões e geração de caixa operacional de R$ 43,3 milhões no 1T13 Romeu Cortes Domingues Presidente do Conselho de Administração

Leia mais

Resultados 2014 Fevereiro, 2015

Resultados 2014 Fevereiro, 2015 Resultados Fevereiro, 2015 Destaques do e Afluência na região SE/CO em de 69% da MLT 1 (vs. 102% em ) Hidrologia Nível de reservatórios das usinas da AES Tietê encerraram em 34,7% vs. 51,1% em Rebaixamento

Leia mais

Apresentação Resultados 1T09

Apresentação Resultados 1T09 Apresentação Resultados 1T09 São Paulo, 18 de maio de 2009 Contatos: Flávio Rocha Presidente da Riachuelo e Diretor de RI Tulio Queiroz Controller e Gerente de RI ri@riachuelo.com.br Esta apresentação

Leia mais

Destaques do trimestre

Destaques do trimestre Resultados 3T12 Destaques do trimestre 1 Empresa integrada é líder no índice de satisfação do cliente 2 Líder indiscutível nos segmentos de maior receita com foco na geração de valor 3 Melhora sequencial

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A. LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação brasileira. Negociada

Leia mais

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015 POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15 17 de agosto de 2015 Seção I Destaques & Conjuntura Positivo Informática registra crescimento de 3,1% na receita líquida no varejo no 2T15 Mesmo em um trimestre de

Leia mais

EARNINGS RELEASE 1º SEMESTRE 2007

EARNINGS RELEASE 1º SEMESTRE 2007 Geração e Transmissão S.A. Cemig Geração e Transmissão S.A CNPJ 06.981.176/0001-58 EARNINGS RELEASE 1º SEMESTRE 2007 1 ---------- Lucro Líquido A Cemig Geração e Transmissão apresentou, no primeiro semestre

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015 Resultados 1T15 08 de maio de 2015 2 Principais destaques do 1T15 Crescimento da receita líquida de 23%, sendo de 2 dígitos em todas unidades de negócio no comparativo ano vs. ano, favorecidas por 83%

Leia mais

EARNINGS RELEASE 1T12

EARNINGS RELEASE 1T12 São Paulo, 16 de maio de 2012 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje os resultados do 1º trimestre

Leia mais

Apresentação d t ã de Resultados 3T07

Apresentação d t ã de Resultados 3T07 A t ã d Apresentação de Resultados 3T07 Agenda Eventos Recentes Destaques Estratégicos Destaques Financeiros Resultados Financeiros Guidance 2007 Guidance 2008 2 RESULTADOS 3T07 Os resultados referentes

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS De acordo com o comando a que cada um dos itens de 51 a 120 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

Resultado 1T12. Resultados 2T12 / 1S12

Resultado 1T12. Resultados 2T12 / 1S12 Resultado 1T12 Resultados / 1S12 15 de agosto de 2012 Eventos Extraordinários Correção da Baixa de Inventário de Anos Anteriores (R$ 20,3 milhões) Destruição de Obsoletos (R$ 34,4 milhões) (+) (-) (-)

Leia mais

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13 Estar Mais Próximo do Cliente B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13 Considerações Gerais Considerações referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros,

Leia mais

EARNINGS RELEASE 2008 e 4T08 Cemig D

EARNINGS RELEASE 2008 e 4T08 Cemig D EARNINGS RELEASE 2008 e 4T08 Cemig D (Em milhões de reais, exceto se indicado de outra forma) --------- Lucro do Período A Cemig Distribuição apresentou, no exercício de 2008, um lucro líquido de R$709

Leia mais

B2W DIGITAL ANUNCIA CRESCIMENTO DE 26% E R$ 2,7 BILHÕES EM GMV NO 3T15

B2W DIGITAL ANUNCIA CRESCIMENTO DE 26% E R$ 2,7 BILHÕES EM GMV NO 3T15 B2W DIGITAL ANUNCIA CRESCIMENTO DE 26% E R$ 2,7 BILHÕES EM GMV NO 3T15 Marketplace continua em rápido desenvolvimento, crescendo 750% e atingindo participação de 10,1% do GMV total Rio de Janeiro, 12 de

Leia mais

10 Anos de Transmissão das Reuniões APIMEC pela Internet

10 Anos de Transmissão das Reuniões APIMEC pela Internet Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas da direção da companhia. As palavras "antecipa",

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 3T14

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 3T14 Relações com Investidores DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 3T14 Apresentação: José Rubens de la Rosa CEO José Antonio Valiati CFO & Diretor de Relações com Investidores Thiago A. Deiro Gerente Financeiro &

Leia mais

Div i u v lg l a g çã ç o o d os o s R e R s e u s lt l a t dos o s do o 3º Trimestre de 2009

Div i u v lg l a g çã ç o o d os o s R e R s e u s lt l a t dos o s do o 3º Trimestre de 2009 Divulgação dos Resultados do 3º Trimestre de 2009 Aviso Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação, relativas às perspectivas de negócio da Companhia, projeções e metas operacionais

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T15

Divulgação de Resultados 3T15 São Paulo - SP, 4 de Novembro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Teleconferência Resultados 1T10

Teleconferência Resultados 1T10 Teleconferência Resultados 1T10 18 de maio de 2010 Visão Geral da Administração Venda da estrutura de Varejo + Foco no segmento de crédito a Empresas Transferência das atividades de originação e crédito

Leia mais

Resultados do 4T09 e 2009

Resultados do 4T09 e 2009 18 /03/2010 Resultados do 4T09 e 2009 Eduardo Alcalay Presidente Destaques do Ano MAIOR RENTABILIDADE Crescimento de EBITDA num cenário econômico desafiador Ganho de rentabilidade: crescimento de 21% no

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T11

Divulgação de Resultados 3T11 Divulgação de Resultados 3T11 15 de Novembro de 2011 Palestrantes Luis Eduardo Fischman Diretor Financeiro e de RI José Ricardo Brun Fausto Diretor Operacional 2 Disclaimer Esta apresentação não constitui

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Disclaimer Nossas estimativas e declarações futuras têm por embasamento, em grande parte, expectativas atuais e projeções sobre eventos futuros e tendências financeiras que afetam

Leia mais

RESULTADOS DO 1T11. Destaques do Resultado

RESULTADOS DO 1T11. Destaques do Resultado RESULTADOS DO 1T11 CAPTAÇÃO RECORDE com mais de 73 mil novos alunos (24% acima do 1T10) Aumento de 21% no EBITDA, que totalizou R$48 milhões, e ganho de 1,9 p.p. na Margem, que atingiu 17,4% no 1T11 Rio

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Crise não afeta lucratividade dos principais bancos no Brasil 1 Lucro dos maiores bancos privados

Leia mais

B2W DIGITAL Divulgação de Resultados 4T12/2012

B2W DIGITAL Divulgação de Resultados 4T12/2012 Estar Mais Próximo do Cliente B2W DIGITAL Divulgação de Resultados 4T12/2012 Considerações Gerais Considerações referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros,

Leia mais

Resultados 2005 Resultados 2005

Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 1T06 Bovespa: RSID3 NYSE (ADR): RSR2Y Receita Líquida alcança R$ 85,2 milhões VGV totaliza R$ 94,3 milhões Vendas contratadas crescem 63% São Paulo, 11 de maio

Leia mais

Apresentação de Resultados da Lopes 2008. Apresentação Marcos Lopes CEO Francisco Lopes COO Marcello Leone CFO e DRI

Apresentação de Resultados da Lopes 2008. Apresentação Marcos Lopes CEO Francisco Lopes COO Marcello Leone CFO e DRI Apresentação de Resultados da Lopes 2008 Apresentação Marcos Lopes CEO Francisco Lopes COO Marcello Leone CFO e DRI Aviso importante Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer

Leia mais

Resultados 1T15 Maio, 2015

Resultados 1T15 Maio, 2015 Resultados Maio, 2015 Destaques Afluência no SIN no de 62% da MLT 1 (vs. 64% no ) Hidrologia Nível de reservatórios do SIN encerraram em 30,1% vs. 40,5% em Rebaixamento médio do MRE de 20,7% no vs. 3,9%

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T11 17 de Maio de 2011

Apresentação de Resultados 1T11 17 de Maio de 2011 Apresentação de Resultados 1T11 17 de Maio de 2011 Relações com Investidores Agenda 1. Destaques 2. Evolução das Receitas e Custos Hardware Software Serviços 3. Despesas e Margens 4. Investimentos e Caixa

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T13 e 2013

Teleconferência de Resultados 4T13 e 2013 Teleconferência de Resultados 4T13 e 2013 14 de fevereiro de 2014 13h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa Nota de Ressalva E s

Leia mais

Earnings Release 1s14

Earnings Release 1s14 Earnings Release 1s14 1 Belo Horizonte, 26 de agosto de 2014 O Banco Bonsucesso S.A. ( Banco Bonsucesso, Bonsucesso ou Banco ), Banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo o território brasileiro

Leia mais

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox Vice Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T14

Divulgação de Resultados 1T14 Divulgação de Resultados 1T14 A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity ( Fundos

Leia mais

BTG Pactual XIII CEO Conference

BTG Pactual XIII CEO Conference BTG Pactual XIII CEO Conference Fevereiro 2012 Agenda Visão Geral Magazine Luiza Principais Eventos em 2011 Expectativas para 2012 2 Visão Geral Magazine Luiza Liderança de Mercado Uma das maiores redes

Leia mais

Conference Call Resultado 2T12

Conference Call Resultado 2T12 Conference Call Resultado 2T12 Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. 15 de agosto de 2012 Aviso Importante Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. ( Restoque ou Companhia ) Esta apresentação

Leia mais

Medial Saúde 12 th Annual Latin American Conference Acapulco Mexico 15 a 18 de janeiro de 2008

Medial Saúde 12 th Annual Latin American Conference Acapulco Mexico 15 a 18 de janeiro de 2008 Medial Saúde 12 th Annual Latin American Conference Acapulco Mexico 15 a 18 de janeiro de 2008 Disclaimer Este comunicado contém considerações referentes às perspectivas do negócio e estimativas de resultados

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

Divulgação de Resultados - 1T13

Divulgação de Resultados - 1T13 Belo Horizonte, 25 de abril de 2013. A Arezzo&Co (BM&FBOVESPA: ARZZ3), líder no setor de calçados, bolsas e acessórios femininos no Brasil, divulga os resultados do 1º trimestre de 2013. As informações

Leia mais

Contexto Operacional. Operação. Receita Líquida. 12,9 bilhões. Composição da Receita Consolidada (%)

Contexto Operacional. Operação. Receita Líquida. 12,9 bilhões. Composição da Receita Consolidada (%) 103 Contexto Operacional A seguir seguem os comentários sobre o desempenho da S.A. referentes ao exercício de 2014. Com intuito de proporcionar a visibilidade anual dos resultados, tais comentários são

Leia mais