Banco Santander (Brasil) S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Banco Santander (Brasil) S.A."

Transcrição

1 Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 4T14 3 de Fevereiro de 2015

2 INFORMAÇÃO 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil) SA ("Santander Brasil") e suas subsidiárias, que refletem as visões atuais e / ou expectativas do Santander Brasil e sua administração a respeito de seu desempenho nos negócios, e eventos futuros. Declarações prospectivas incluem, sem limitação, qualquer declaração que possa predizer, prever, indicar ou implicar resultados futuros, desempenho ou realizações, e podem conter palavras como "acredita", "antecipa", "espera", "estima", "poderia", "prevê", "potencial", "provavelmente resultará" ou outras palavras ou expressões de significado semelhante. Tais afirmações estão sujeitas a uma série de riscos, incertezas e suposições. Alertamos que um número de fatores importantes pode causar resultados reais diferentes materialmente dos planos, objetivos, expectativas, estimativas e intenções expressos nesta apresentação. Nós não assumimos nenhuma obrigação de atualizar ou revisar quaisquer declarações prospectivas, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou outros. Em nenhum caso o Santander Brasil, ou qualquer de suas subsidiárias, afiliadas, acionistas, diretores, funcionários, agentes ou funcionários serão responsáveis perante quaisquer terceiros (inclusive investidores) por qualquer decisão de investimento ou negócio ou ação tomada em confiança nas informações e declarações contidas nesta apresentação ou por quaisquer danos conseqüentes, especiais ou similar. Além dos fatores identificados em outro lugar nesta apresentação, os seguintes fatores, entre outros, podem causar resultados reais diferentes materialmente das declarações prospectivas ou desempenho histórico: mudanças nas preferências e condição financeira de nossos consumidores e condições competitivas no mercados em que atuamos, mudanças nas condições econômicas, políticas e de negócios no Brasil; intervenções governamentais, resultando em mudanças na economia brasileira, impostos, tarifas ou ambiente regulatório, a nossa capacidade para competir com sucesso; mudanças em nossos negócios, a nossa capacidade de implementar com sucesso estratégias de marketing; nossa identificação de oportunidades de negócios, a nossa capacidade para desenvolver e introduzir novos produtos e serviços, mudanças no custo dos produtos e os custos operacionais; nosso nível de endividamento e outras obrigações financeiras, a nossa capacidade de atrair novos clientes; inflação no Brasil, a desvalorização do real frente ao dólar dos EUA e flutuações da taxa de juros, mudanças presentes ou futuras nas leis e regulamentos, e nossa capacidade de manter relacionamentos de negócios existentes e criar novos relacionamentos.

3 ÍNDICE 3 Cenário Macroeconômico Destaques Resultados Conclusões Anexos

4 CENÁRIO MACROECONÔMICO - CONSENSO 4 PIB (Crescimento real anual %) Taxa de Juros Selic (Final %) 1,0 2,5 0,1 0,0 1,5 7,25 10,00 11,75 12,50 11, e 2015e 2016e e 2016e Inflação (IPCA %) Taxa de Câmbio (R$ / US$) 5,8 5,9 6,4 7,0 5,6 2,04 2,34 2,66 2,80 2, e 2016e e 2016e Fonte: Banco Central do Brasil, IBGE. Projeções Pesquisa Focus (26/12/14 para PIB 2014 e 30/01/15 para demais projeções)

5 ÍNDICE 5 Cenário Macroeconômico Destaques Resultados Conclusões Anexos

6 Riscos Balanço Resultados DESTAQUES 4T14 / 3T14 6 Carteira de crédito ampliada +6%, com crescimento em todos os segmentos Funding de clientes +4% Receitas aumentam no trimestre Margem financeira estável Comissões +8% Provisão de crédito reduz 14% Margem financeira depois de PDD +8% Solidez BIS: 17,5% Loans /Deposits: 98% Despesas seguem sob controle, com evolução anual abaixo da inflação Lucro líquido +4% Qualidade de crédito Inadimplência mantém redução: over 90 e 15-90, 38bps e 18bps respectivamente Custo de crédito reduz 66 bps Cobertura aumenta e atinge 180%

7 ÍNDICE 7 Cenário Macroeconômico Destaques Resultados Conclusões Anexos

8 LUCRO LÍQUIDO Lucro líquido aumenta 3,9% no trimestre 8 R$ MM 8,0% 1,8% 3,9% T13 1T14 2T14 3T14 4T Lucro Líquido Societário Ágio

9 RESULTADOS R$MM Var. (%) 9 Resultado Gerencial M 3M Margem Financeira Bruta ,3% 0,0% Comissões ,6% 7,7% RECEITAS TOTAIS ,4% 2,2% Provisões de Crédito (9.392) (11.720) -19,9% -13,7% Despesas Gerais (16.749) (16.297) 2,8% 3,2% Outras (5.576) (5.975) -6,7% 39,0% RESULTADOS ANTES DE IMPOSTOS ,4% -2,6% Impostos e Minoritários (1.142) (765) 49,2% -31,3% LUCRO LÍQUIDO GERENCIAL ,8% 3,9%

10 MARGEM FINANCEIRA BRUTA Margem Financeira estável no trimestre 10 Abertura da Margem Financeira Bruta R$ MM Margem com Clientes e Taxas de Juros Taxa de Juros (Média trimestre) Selic -3,2% 0,0% -7,3% T13 1T14 9,5 % 10,4% 2T14 3T14 10,9% 10,9% 4T14 11,3% Spread Crédito (%) 9,8% 9,9% 9,8% 9,1% 8,6% 10,3% 9,3% Spread Depósito (%) 1,0% 1,0% 1,0% 1,1% 1,0% 0,9% 1,0% 4T13 1T14 2T14 3T14 4T T13 1T14 2T14 3T14 4T Crédito Depósitos Outros

11 CARTEIRA DE CRÉDITO 11 Carteira de Crédito ampliada acelera e cresce 6,0% no trimestre Carteira Ampliada R$ Bilhões Abertura por Segmento 11,0% 6,0% R$MM Dez-14 Dez-13 12M (%) 3M (%) Part. Carteira em Dez/14 293,1 310,6 Pessoa Física ,0% 2,1% 32% Financiamento ao consumo ,9% 0,6% 15% 279,8 275,2 279,7 Pequenas e Médias Empresas ,8% 2,4% 13% Grandes Empresas ,4% 9,3% 40% Total ,9% 4,7% 100% Outras operações¹ ,3% 11,0% Carteira Ampliada ,0% 6,0% Dez.13 Mar.14 Jun.14 Set.14 Dez Inclui debêntures, FDIC, CRI, promissórias de colocação no exterior, notas promissórias, ativos relacionados à atividade de adquirência e avais e fianças.

12 CAPTAÇÕES Captação de Clientes cresce 3,5% no trimestre 12 R$ Bilhões Dez-14 Dez-13 12M (%) 3M (%) Vista + Poupança 54,0 49,2 9,7% 6,5% Prazo + Debêntures¹ 160,1 142,0 12,8% 2,9% Letras Financeiras² 37,6 30,9 21,8% 2,1% Captação de Clientes - Balanço (A) 251,7 222,1 13,4% 3,5% (-) Depósitos Compulsórios -30,1-35,6-15,5% -4,5% Obrig. por repasses e empréstimos país 15,7 11,8 32,9% 11,1% Dívida Subordinada 14,1 8,9 58,0% 4,4% Captações no exterior 36,1 36,1 0,1% 2,5% Captação de Balanço Total (B) 287,5 243,3 18,2% 4,7% Fundos 164,1 144,9 13,2% 1,6% Captação Total 451,6 388,2 16,3% 3,6% Crédito Total (C) 245,5 227,5 7,9% 4,7% C/ B (%) 85% 94% C / A (%) 98% 102% 1. Inclui Letras de Crédito Imobiliário (LCI), Letras de Crédito Agrícola (LCA); 2. Inclui Certificados de Operações Estruturadas (COE);

13 RECEITAS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E TARIFAS Comissões aumentam de 8% no trimestre 13 Total R$ MM 4,6% 7,7% Abertura R$MM M 3M Adm. de Fundos ,9% 9,5% 0,7% Conta Corrente ,0% -0,6% Oper. de Crédito ,1% 9,6% Seguros ,1% 7,8% 33,2% Cartões ,0% 4,8% Serv. de Receb ,0% 9,3% Corret., Custódia e Coloc. Títulos ,8% -27,3% Outras ,7% 21,8% 4T13 1T14 2T14 3T14 4T14 TOTAL ,6% 7,7% Total Normalizado¹ ,6% 1. Exclui o efeito sazonal de seguros, venda da Santander Asset Management.

14 DESPESAS GERAIS Gastos evoluem abaixo da inflação 14 Despesas Gerais R$ MM Abertura das Despesas 2,9% 3,2% R$ MM M 3M Administrativa ,9% 1,6% Pessoal ,0% 6,1% Subtotal ,0% 3,8% Depreciação e Amortização ,5% -1,1% 4T13 1T14 2T14 3T14 4T14 Total ,8% 3,2% Administrativa Amortização e Depreciação Pessoal

15 INDICADORES DE CRÉDITO Inadimplência over 90 e mostram redução no trimestre 15 Inadimplência de 15 a 90 dias Inadimplência acima de 90 dias Cobertura acima de 90 dias 6,7% 7,4% 7,5% 6,7% 6,4% 179,4% 170,2% 180,0% 4,7% 2,9% 5,3% 3,2% 5,0% 2,7% 4,3% 2,2% 4,1% 2,2% 5,6% 5,1% 5,1% 3,7% 3,8% 4,1% 2,4% 2,6% 2,7% 5,2% 3,7% 2,4% 4,8% 3,3% 2,1% Dez.13 Mar.14 Jun.14 Set.14 Dez.14 Dez.13 Mar.14 Jun.14 Set.14 Dez.14 Dez.13 Set.14 Dez.14

16 PROVISÕES DE CRÉDITO Custo de crédito reduz 119 bps em doze meses 16 3,8% 3,6% 3,8% 3,7% 3,1% 4,7% 3,5% -19,9% -13,1% ,7% (878) (655) (492) (591) (548) (604) (667) (334) (2.507) (551) (380) (2.517) 4T13 1T14 3T11 2T14 4T11 3T14 4T14 1T12 2T T Custo de Crédito Despesa de PDD Rec. Recuperação de Crédito

17 INDICADORES Eficiência (%) Recorrência (%) 17 51,1% 50,6% 53,6% 66,0% 64,3% 67,0% 4T13 3T14 4T14 4T13 3T14 4T14 ROAA¹ (%) ROAE¹ (%) 10,5% 11,6% 12,1% 1,2% 1,2% 1,1% 4T13 3T14 4T14 Ativos Bi 4T13 3T14 4T14 Patrimônio 1 Líquido 53,4 50,5 50,5 Bi 1. Exclui o ágio

18 INDICADORES DE LIQUIDEZ E CAPITAL 18 Loan to Deposit¹ Índice de Basileia 19,2% 0,8% 18,8% 1,5% 17,5% 1,4% 102,4% 96,4% 97,5% 18,4% 17,3% 16,1% Dez.13 Set.14 Dez.14 Dez.13 Set.14 Dez.14 Tier l Tier ll 1. Carteira de crédito total sobre captação de clientes.

19 ÍNDICE 19 Cenário Macroeconômico Destaques Resultados Conclusões Anexos

20 Conclusões Tendências positivas em volumes e receitas; Crédito com crescimento em todos os segmentos no trimestre; Melhora na qualidade da carteira, refletida em menor custo de crédito; Gastos com evolução bem abaixo da inflação. Seguimos fortalecendo nosso modelo comercial, com foco no crescimento sustentável.

21 ÍNDICE 21 Cenário Macroeconômico Destaques Resultados Conclusões Anexos

22 Anexos BR GAAP 22

23 RESULTADOS Gerencial - (R$MM) Variação 23 DRE - Gerencial (R$ Milhões) Abs. % MARGEM FINANCEIRA BRUTA (2.178) -7,3% Resultado Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa (9.392) (11.720) ,9% MARGEM FINANCEIRA LÍQUIDA ,8% Comissões ,6% Despesas Gerais (16.749) (16.297) (452) 2,8% Despesas de Pessoal+PLR (7.387) (7.241) (145) 2,0% Outras Despesas Administrativas (9.362) (9.055) (307) 3,4% Despesas Tributárias (3.139) (3.124) (15) 0,5% Outras Receitas / Despesas (2.437) (2.851) ,5% RESULTADO ANTES IMPOSTOS ,4% IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL (943) (518) (425) 82,1% PARTICIPAÇÕES DOS ACIONISTAS MINORITÁRIOS (199) (248) 49-19,8% LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO ,8%

24 RESULTADOS Gerencial - por trimestre (R$MM) 24 DRE - Gerencial (R$ Milhões) 1T13 2T13 3T13 4T13 1T14 2T14 3T14 4T14 MARGEM FINANCEIRA BRUTA Resultado Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa (3.371) (3.202) (2.698) (2.449) (2.346) (2.451) (2.466) (2.128) MARGEM FINANCEIRA LÍQUIDA Comissões Despesas Gerais (3.891) (3.992) (4.101) (4.313) (3.974) (4.032) (4.303) (4.440) Despesas de Pessoal+PLR (1.753) (1.735) (1.807) (1.947) (1.760) (1.788) (1.863) (1.976) Outras Despesas Administrativas (2.138) (2.257) (2.294) (2.367) (2.214) (2.244) (2.439) (2.464) Despesas Tributárias (750) (776) (812) (785) (767) (782) (768) (822) Outras Receitas / Despesas (631) (499) (918) (803) (797) (407) (413) (820) RESULTADO ANTES IMPOSTOS IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL (38) (93) (151) (236) (269) (230) (282) (162) PARTICIPAÇÕES DOS ACIONISTAS MINORITÁRIOS (43) (94) (48) (62) (53) (30) (50) (66) LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO

25 BALANÇO Ativo (R$MM) 25 ATIVO dez-13 mar-14 jun-14 set-14 dez-14 Ativo Circulante e Realizável a Longo Prazo Disponibilidades Aplicações Interfinanceiras de Liquidez Títulos e Valores Mobiliários e Instrumentos Financeiros Derivativos Relações Interfinanceiras Relações Interdependências Carteira de Crédito Carteira de Crédito Operações de Crédito Vinculadas a Cessão Provisão para Liquidação Duvidosa (14.999) (15.050) (14.656) (14.704) (14.582) Outros Créditos Outros Valores e Bens Permanente Investimentos Temporários Imobilizado de Uso Intangível Ágio Outros (13.101) (14.223) (15.238) (16.200) (17.163) Total do Ativo Total do Ativo (Excluindo o Ágio)

26 BALANÇO Passivo e Patrimônio Líquido (R$MM) 26 PASSIVO dez-13 mar-14 jun-14 set-14 dez-14 Passivo Circulante e Exigível a Longo Prazo Depósitos Depósitos à Vista Depósitos de Poupança Depósitos Interfinanceiros Depósitos a Prazo Captações no Mercado Aberto Recursos de Aceites e Emissão de Títulos Relações Interfinanceiras Relações Interdependências Obrigações por Empréstimos Obrigações por Repasses do País - Instituições Oficiais Obrigações por Repasses do Exterior Instrumentos Financeiros Derivativos Outras Obrigações Resultados de Exercícios Futuros Participação dos Acionistas Minoritários Patrimônio Líquido Total do Passivo Patrimônio Líquido (Excluindo o Ágio)

27 BALANÇO Carteira de Crédito por Produto R$ Milhões Dez-14 Dez-13 Var. 12M Set-14 Var. 3M Pessoa Física ,0% ,1% Leasing/ Veículos (*) ,1% ,7% Cartão de Crédito ,5% ,8% Consignado ,7% ,5% Crédito Imobiliário ,8% ,6% Crédito Rural ,5% ,1% Crédito Pessoal/ Outros ,9% ,6% 27 Financiamento ao Consumo ,9% ,6% Pessoa Jurídica ,1% ,6% Leasing/ Veículos ,0% ,7% Crédito Imobiliário ,3% ,5% Comércio Exterior ,6% ,5% Repasses ,7% ,6% Crédito Rural ,4% ,1% Capital de Giro/ Outros ,2% ,4% Total ,9% ,7% (*) Incluindo financiamento ao consumo, a carteira de veículos PF totalizou R$ MM em Dez/14, R$ MM em Set/14 e R$ MM em Dez/13.

28 SANTANDER ADQUIRÊNCIA 28 Nos 2014: Aumentamos 43% o faturamento nos últimos 12 meses. Santander Adquirência vs CRÉDITO Faturamento (R$ MM) Transações (MM) , ,7 47% 29% DÉBITO Faturamento (R$ MM) Transações (MM) , ,3 36% 25% TOTAL Faturamento (R$ MM) Transações (MM) , ,1 43% 27%

29 1T11 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 4T12 1T13 2T13 3T13 4T13 1T14 2T14 3T14 1T11 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 4T12 1T13 2T13 3T13 4T13 1T14 2T14 3T14 1T11 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 4T12 1T13 2T13 3T13 4T13 1T14 2T14 3T14 EVOLUÇÃO DAS SAFRAS Over 30 - Após três meses de concessão Varejo PF¹ Varejo - PJ Santander Financiamentos (*) Gráficos base 100; 1. Com cartões e cheque especial.

30 Relações com Investidores Avenida Juscelino Kubitschek, 2.235, 12º andar São Paulo SP Brasil Tel Fax

Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta. Novembro de 2014

Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta. Novembro de 2014 Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta Novembro de 2014 OFERTA VOLUNTÁRIA DE PERMUTA DE AÇÕES No dia 30 de outubro realizamos o leilão da oferta voluntária. A adesão dos minoritários do Santander

Leia mais

Divulgação dos Resultados 1T15

Divulgação dos Resultados 1T15 Divulgação dos Resultados 1T15 Sumário Resultado Itens Patrimoniais Índices Financeiros e Estruturais Guidance 2 Resultado Margem Financeira (em e %) * 1T15 / 1T14 1T15 / 4T14 1T15 / 1T14 21,1% 5,4% 21,1%

Leia mais

Apresentação Bradesco

Apresentação Bradesco Apresentação Bradesco 1 Perspectivas Econômicas 2013 Bradesco 2014 * Consenso do Mercado ** 2015 * 2014 2015 PIB 2,50% 0,50% 1,50% 0,29% 1,01% Juros(SelicFinal) 10,00% 11,00% 11,00% 11,00% 11,38% Inflação(IPCA)

Leia mais

4 trimestre de 2010. Sumário Executivo. Itaú Unibanco Holding S.A.

4 trimestre de 2010. Sumário Executivo. Itaú Unibanco Holding S.A. 4 trimestre de 2010 Sumário Executivo Apresentamos, abaixo, informações e indicadores financeiros do (Itaú Unibanco) do quarto trimestre de 2010 e do exercício findo em 31 de dezembro de 2010. (exceto

Leia mais

Basiléia. Patrimônio Líquido 6.368 5.927 5.117. Jun/09 Jun/10 Jun/11 Jun/12 Jun/13. Captações (líquidas de compulsório) 58.406 52.950 42.

Basiléia. Patrimônio Líquido 6.368 5.927 5.117. Jun/09 Jun/10 Jun/11 Jun/12 Jun/13. Captações (líquidas de compulsório) 58.406 52.950 42. Avenida Paulista, 2.100 - São Paulo - SP CNPJ 58.160.7890001-28 Se escolher navegar os mares do sistema bancário, construa seu banco como construiria seu barco: sólido para enfrentar, com segurança, qualquer

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T09

Teleconferência de Resultados 4T09 Teleconferência de Resultados 4T09 Índice Comentários de Mercado Pág. 3 Qualidade da Carteira de Crédito Pág. 10 Liquidez Pág. 4 Índice de Eficiência Pág. 14 Funding e Carteira de Crédito Pág. 5 Rentabilidade

Leia mais

Reunião Pública Apresentação de Resultados 1º Semestre 2011

Reunião Pública Apresentação de Resultados 1º Semestre 2011 Reunião Pública Apresentação de Resultados 1º Semestre 2011 Rio de Janeiro, 09 de Agosto 2011 1 Informação importante Esta apresentação foi preparada pelo Banco Santander (Brasil) S.A., eventuais declarações

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 5 Balanço Patrimonial Passivo 9 Demonstração do Resultado 12 Demonstração do Resultado

Leia mais

Earnings Release 1s14

Earnings Release 1s14 Earnings Release 1s14 1 Belo Horizonte, 26 de agosto de 2014 O Banco Bonsucesso S.A. ( Banco Bonsucesso, Bonsucesso ou Banco ), Banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo o território brasileiro

Leia mais

Release de Resultado 2T14

Release de Resultado 2T14 BANCO BMG ANUNCIA SEUS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO 2T14 São Paulo, 07 de agosto de 2014 O Banco BMG S.A. e suas controladas ( BMG ou Banco ) divulgam seus resultados consolidados referentes ao período encerrado

Leia mais

sumário executivo Itaú Unibanco Holding S.A. 3º trimestre de 2013 Análise Gerencial da Operação

sumário executivo Itaú Unibanco Holding S.A. 3º trimestre de 2013 Análise Gerencial da Operação sumário executivo 3º trimestre de 2013 (Esta página foi deixada em branco intencionalmente) 4 Apresentamos, abaixo, informações e indicadores financeiros do (Itaú Unibanco). Destaques (exceto onde indicado)

Leia mais

Luiz Carlos Angelotti. Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores

Luiz Carlos Angelotti. Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores 59 Luiz Carlos Angelotti Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores Estratégia de Atuação 60 60 Balanço Patrimonial Tecnologia vs Eficiência operacional Basileia Desempenho Financeiro

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

Teleconferência Resultados 1T10

Teleconferência Resultados 1T10 Teleconferência Resultados 1T10 18 de maio de 2010 Visão Geral da Administração Venda da estrutura de Varejo + Foco no segmento de crédito a Empresas Transferência das atividades de originação e crédito

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

Encontro com. Acionistas. 19 de Fevereiro de 2014

Encontro com. Acionistas. 19 de Fevereiro de 2014 1 Encontro com Acionistas 19 de Fevereiro de 2014 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil) SA ("Santander Brasil") e suas subsidiárias,

Leia mais

ABCD. Banco Nossa Caixa S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil

ABCD. Banco Nossa Caixa S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil ABCD Banco Nossa Caixa S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil ABCD KPMG Auditores Independentes R. Dr. Renato Paes de Barros, 33 04530-904 - São Paulo, SP - Brasil Caixa Postal 2467 01060-970

Leia mais

3º trimestre de 2011. Análise Gerencial da Operação e Demonstrações Contábeis Completas. Itaú Unibanco Holding S.A.

3º trimestre de 2011. Análise Gerencial da Operação e Demonstrações Contábeis Completas. Itaú Unibanco Holding S.A. 3º trimestre de 2011 Análise Gerencial da Operação e Demonstrações Contábeis Completas Itaú Unibanco Holding S.A. Índice Análise Gerencial da Operação 1 Sumário Executivo 3 Análise do Resultado 11 Margem

Leia mais

Banco Caterpillar S.A. Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53

Banco Caterpillar S.A. Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53 Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53 Balanço Patrimonial - Conglomerado Prudencial em 30 de Junho ATIVO 2014 CIRCULANTE 1.893.224 Disponibilidades

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Crise não afeta lucratividade dos principais bancos no Brasil 1 Lucro dos maiores bancos privados

Leia mais

Teleconferência 2T14. 18 de agosto de 2014

Teleconferência 2T14. 18 de agosto de 2014 Teleconferência 18 de agosto de 2014 1T14 x Estabilidade da Carteira de Créditos, próxima a R$ 10,5 bilhões; Nível de liquidez imediata mantido dentro de parâmetros confortáveis; Redução dos NPLs, tanto

Leia mais

BRB ANUNCIA RESULTADOS DO 2T15

BRB ANUNCIA RESULTADOS DO 2T15 BRB ANUNCIA RESULTADOS DO 2T15 Brasília, 26 de agosto de 2015 O BRB - Banco de Brasília S.A., sociedade de economia mista, cujo acionista majoritário é o Governo de Brasília, anuncia seus resultados do

Leia mais

www.panamericano.com.br

www.panamericano.com.br www.panamericano.com.br Agenda Principais dados do Banco Histórico Divulgação das Demonstrações Financeiras Resultado e Balanço Providências e Perspectivas 2 Agenda Principais dados do Banco 3 Composição

Leia mais

Panorama do Mercado de Crédito

Panorama do Mercado de Crédito Panorama do Mercado de Crédito FEBRABAN Dezembro de 2011 Rubens Sardenberg Economista-chefe ÍNDICE I. Evolução do Crédito II. Pessoa Física III. Pessoa Jurídica IV. Inadimplência V. Spread VI. Projeções

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 1S12 26 de Julho de 2012

Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 1S12 26 de Julho de 2012 Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 1S12 26 de Julho de 2012 INFORMAÇÃO Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil)

Leia mais

Apresentação de Resultados

Apresentação de Resultados Apresentação de Resultados 4º Trimestre, Aviso Importante: esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados

Leia mais

Encontro com. Acionistas. Seja bem vindo.

Encontro com. Acionistas. Seja bem vindo. 1 Encontro com Acionistas Seja bem vindo. 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil) SA ("Santander Brasil") e suas subsidiárias,

Leia mais

Encontro com. Acionistas. Seja bem vindo.

Encontro com. Acionistas. Seja bem vindo. 1 Encontro com Acionistas Seja bem vindo. 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil) SA ("Santander Brasil") e suas subsidiárias,

Leia mais

Lucro Líquido Ajustado do BB atinge R$ 2,7 bilhões no 1T13

Lucro Líquido Ajustado do BB atinge R$ 2,7 bilhões no 1T13 Sumário do Resultado Resultado Lucro Líquido Ajustado do BB atinge R$ 2,7 bilhões no O Banco do Brasil apresentou lucro líquido ajustado, sem itens extraordinários, de R$ 2,7 bilhões no trimestre, desempenho

Leia mais

Apresentação 1T14 APIMEC São Paulo. 13 de Maio de 2014

Apresentação 1T14 APIMEC São Paulo. 13 de Maio de 2014 Apresentação 1T14 APIMEC São Paulo 13 de Maio de 2014 1 Visão geral do mercado brasileiro de crédito Crédito Total / PIB e crescimento anual do crédito Crédito / PIB - por tipo de instituição financeira

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T10

Teleconferência Resultados 3T10 Teleconferência Resultados 3T10 Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EDT) Tel: + 55 (11) 4688-6361 Código: LASA Replay: + 55 (11) 4688-6312 Código:

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A. Informe de Resultados em IFRS - (Release) Terceiro Trimestre de 2010 28 de outubro de 2010 DESTAQUES DO PERÍODO

Banco Santander (Brasil) S.A. Informe de Resultados em IFRS - (Release) Terceiro Trimestre de 2010 28 de outubro de 2010 DESTAQUES DO PERÍODO DESTAQUES DO PERÍODO Banco Santander (Brasil) S.A. Informe de Resultados em IFRS - (Release) Terceiro Trimestre de 2010 28 de outubro de 2010 Disclaimer: eventuais declarações que possam estar escritas

Leia mais

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009.

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. 1 DRE PRO-FORMA Com objetivo de haver comparabilidade na análise de resultados, os comentários de

Leia mais

Release de Resultado 3T08

Release de Resultado 3T08 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$75,0 MILHÕES OU R$0,33 POR AÇÃO NO E R$211,6 MILHÕES OU R$0,92 POR AÇÃO NO 9M08. São Paulo, 7 de Novembro de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os

Leia mais

Release de Resultados do 1T10

Release de Resultados do 1T10 Release de Resultados do 1T10 Fale com R.I Relações com Investidores Tel: (11) 3366-5323 / 3366-5378 www.portoseguro.com.br, gri@portoseguro.com.br Porto Seguro S.A. Alameda Ribeiro da Silva, 275 1º andar

Leia mais

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006.

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. São Paulo, 28 de fevereiro de 2007 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Apresentação da Teleconferência 06 de agosto de 2015 Para informações adicionais, favor ler cuidadosamente o aviso ao final desta apresentação. Divulgação

Leia mais

Sumário do Resultado 2T09

Sumário do Resultado 2T09 Sumário do Resultado 1 BB lucra R$ 4,0 bilhões no 1º semestre de 2009 O Banco do Brasil registrou lucro líquido de R$ 4.014 milhões no 1S09, resultado que corresponde a retorno sobre Patrimônio Líquido

Leia mais

Divulgação de Resultados 2014

Divulgação de Resultados 2014 São Paulo - SP, 10 de Fevereiro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

3T14 Análise Gerencial da Operação e Demonstrações Contábeis Completas

3T14 Análise Gerencial da Operação e Demonstrações Contábeis Completas resultados 3T14 Análise Gerencial da Operação e Demonstrações Contábeis Completas Índice Análise Gerencial da Operação 3 Sumário Executivo 5 Análise do Resultado 15 Margem Financeira Gerencial 16 Receitas

Leia mais

Financiamento de veículos. Crédito Pessoa Física Principais Produtos

Financiamento de veículos. Crédito Pessoa Física Principais Produtos Financiamento de veículos Crédito Pessoa Física Principais Produtos 115 +11% Carteira de Crédito 124 +3% 127 Crédito ao Consumo Veículos R$ Bilhões Pessoa Física Crédito Consignado 1 32 Cartão de Crédito

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Especial Lucro dos Bancos

Especial Lucro dos Bancos Boletim Econômico Edição nº 90 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Especial Lucro dos Bancos 1 Tabela dos Lucros em 2014 Ano Banco Período Lucro 2 0 1 4 Itaú Unibanco

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T15

Divulgação de Resultados 1T15 São Paulo - SP, 06 de Maio de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Resultados do 1T08. 14 de maio de 2008

Resultados do 1T08. 14 de maio de 2008 Resultados do 1T08 14 de maio de 2008 Destaques do Trimestre Desenvolvimento dos Negócios Início dos desembolsos das operações de FINAME e BNDES Automático Bim Promotora de Vendas fase piloto das operações

Leia mais

Nos 9M13, os seguintes indicadores apresentaram desvio em relação ao esperado para o Exercício 2013:

Nos 9M13, os seguintes indicadores apresentaram desvio em relação ao esperado para o Exercício 2013: Sumário do Resultado Resultado Banco do Brasil apresenta Lucro Líquido recorde de R$ 12,7 bilhões nos 9M13 O Banco do Brasil apresentou Lucro Líquido recorde de R$ 12,7 bilhões nos 9M13, desempenho correspondente

Leia mais

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2014 (em IFRS)

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2014 (em IFRS) São Paulo, 30 de outubro de 2014 Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) (em IFRS) Lucro líquido cresce 66% no 3T14 e totaliza R$42 milhões Vendas líquidas crescem 18% no trimestre EBITDA cresce 44%,

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T14

Divulgação de Resultados 1T14 Divulgação de Resultados 1T14 A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity ( Fundos

Leia mais

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Henrique de Campos Meirelles Novembro de 20 1 Fundamentos macroeconômicos sólidos e medidas anti-crise 2 % a.a. Inflação na meta 8 6 metas cumpridas

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 3T15 10 de novembro de 2015 Magazine Luiza Destaques do 3T15 Vendas E-commerce Ganho de participação de mercado com aumento da margem bruta Receita bruta consolidada de R$2,4

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas)

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Daniel de Andrade Gomes TELEFÔNICA

Leia mais

BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012

BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012 Informativo para a Imprensa São Paulo (SP), 21 de fevereiro de 2013. BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012 Crédito cresce 25% no ano e atinge participação de mercado histórica

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO BRASIL 30 de julho de 2015

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO BRASIL 30 de julho de 2015 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO BRASIL 30 de julho de 2015 (dados junho de 2015) A SPE não é a fonte primária das informações disponibilizadas nesta apresentação. A SPE apenas consolida e organiza as informações

Leia mais

INSTITUIÇÃO FINANCEIRA CREDIALIANÇA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL Av. Castro Alves, 1579 - Rolândia - PR CNPJ: 78.157.146/0001-32

INSTITUIÇÃO FINANCEIRA CREDIALIANÇA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL Av. Castro Alves, 1579 - Rolândia - PR CNPJ: 78.157.146/0001-32 INSTITUIÇÃO FINANCEIRA CREDIALIANÇA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL Av. Castro Alves, 1579 - Rolândia - PR CNPJ: 78.157.146/0001-32 BALANCETE PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2015 (valores expressos em milhares

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A.

Banco Santander (Brasil) S.A. Relações com Investidores São Paulo, 27 de abril de 2016 Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados do 1º trimestre de 2016 (BR GAAP) 0 INFORMAÇÃO Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas

Leia mais

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015 Resultados 1T15 08 de maio de 2015 2 Principais destaques do 1T15 Crescimento da receita líquida de 23%, sendo de 2 dígitos em todas unidades de negócio no comparativo ano vs. ano, favorecidas por 83%

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS

RELEASE DE RESULTADOS RELEASE DE RESULTADOS BANCO PAULISTA SOCOPA Corretora Resultados 1 Trimestre de 2011 1 O BANCO PAULISTA, reconhecido pela sua prestação de serviços de câmbio e de tesouraria, assim como pelo financiamento

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Junho 2015 1 SUMÁRIO ANÁLISE DE DESEMPENHO... 4 SUMÁRIO EXECUTIVO 1S15... 6 MERCADO COMPETITIVO... 8 MARGEM ANALÍTICA... 9 Desempenho da Intermediação Financeira... 9 Variações

Leia mais

BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012

BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012 BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados e estratégias

Leia mais

Informações Financeiras Consolidadas

Informações Financeiras Consolidadas Informações Financeiras Consolidadas 3º trimestre 2007 Dados Cadastrais Denominação Comercial: Banrisul S/A Natureza Jurídica: Banco Múltiplo Público Estadual. Sociedade de Economia Mista, sob forma de

Leia mais

Apresentação de Resultados

Apresentação de Resultados Apresentação 3T08 Apresentação de Resultados José Carlos Aguilera (Diretor Presidente e de RI) Eduardo de Come (Diretor Financeiro) Marcos Leite (Gerente de RI) Destaques do Período Contexto de crise no

Leia mais

Portal de Informações FEBRABAN. Módulo I Crédito

Portal de Informações FEBRABAN. Módulo I Crédito Portal de Informações FEBRABAN Módulo I Crédito Módulo de dados I: Crédito Sumário Este módulo de dados abrange as operações de crédito com recursos livres e direcionados (taxas de juros administradas)

Leia mais

Nota de Crédito PJ. Janeiro 2015. Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014

Nota de Crédito PJ. Janeiro 2015. Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014 Nota de Crédito PJ Janeiro 2015 Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014 mai/11 mai/11 Carteira de Crédito PJ não sustenta recuperação Após a aceleração verificada em outubro, a carteira de crédito pessoa jurídica

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS

RELEASE DE RESULTADOS RELEASE DE RESULTADOS BANCO PAULISTA SOCOPA Corretora Resultados 4 Trimestre de 2011 1 O BANCO PAULISTA e a SOCOPA - CORRETORA PAULISTA anunciam os resultados do quarto trimestre de 2011. O BANCO PAULISTA

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados APRESENTAÇÃO APIMEC Março de 2015 Copyright Cielo Todos os direitos reservados A COMPANHIA FAZ DECLARAÇÕES SOBRE EVENTOS FUTUROS QUE ESTÃO SUJEITAS A RISCOS E INCERTEZAS Tais declarações têm como base

Leia mais

Agenda. Visão Geral de 2008. Resultados Financeiros e Operacionais

Agenda. Visão Geral de 2008. Resultados Financeiros e Operacionais Disclaimer Com objetivo de haver comparabilidade na análise de resultados, os comentários de desempenho apresentados não contemplam as modificações contábeis introduzidas pela lei n.º 11.638/07, analisando,

Leia mais

Apresentação Institucional 2012 APIMEC-SP

Apresentação Institucional 2012 APIMEC-SP Apresentação Institucional 2012 APIMEC-SP Agenda Visão Geral do Mercado Brasileiro de Crédito Descrições e Mercado de Capitais Resultados 2012 Peers Página 3 Página 7 Página 10 Página 32 Anexo Página 37

Leia mais

Sexta-feira 14.05.2010 Divulgação do Resultado do Primeiro Trimestre de 2010

Sexta-feira 14.05.2010 Divulgação do Resultado do Primeiro Trimestre de 2010 Press Release 9 Bovespa: BRSR3, BRSR5, BRSR6 Este Press Release pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas

Leia mais

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p.

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. No 1T15, a receita líquida totalizou R$ 5,388 bilhões, estável em relação ao 1T14 excluindo-se

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS. 3T l 2015

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS. 3T l 2015 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T l 2015 Disclaimer Esta apresentação pode conter referências e declarações que representem expectativas de resultados, planos de crescimento e estratégias futuras do BI&P. Essas

Leia mais

Agência Bradesco Praça Panamericana

Agência Bradesco Praça Panamericana Agência Bradesco Praça Panamericana Presença em todos os municípios brasileiros A B C D E 03 Crescimento Orgânico dos Canais de Distribuição 4.634 4.650 3.160 3.359 3.454 3.628 2007 2008 2009 2010 2011

Leia mais

Análise do Desempenho 1T14

Análise do Desempenho 1T14 Análise do Desempenho 1T14 Banco do Brasil Análise do Desempenho 1º Trimestre/2014 Este Relatório faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A. LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação brasileira. Negociada

Leia mais

Apresentação dos Resultados do 2T13

Apresentação dos Resultados do 2T13 Apresentação dos Resultados do 2T13 09 de agosto de 2013 Considerações Iniciais Esta apresentação pode conter certas declarações que expressam expectativas, crenças e previsões da administração sobre eventos

Leia mais

SICOOB NORTE. Resultados

SICOOB NORTE. Resultados SICOOB NORTE Resultados 2014 MENSAGEM DA DIRETORIA O Sicoob Norte conseguiu ótimos resultados, numa clara demonstração da força do trabalho cooperativo, na busca por maior participação no mercado financeiro

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 22-10-08) Edição de 27 de Outubro de 08 Crise não teve impacto significativo nas operações

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2013 . São Paulo, 31 de outubro de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2012 - COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS-AMBEV Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2012 - COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS-AMBEV Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 4 Balanço Patrimonial Passivo 6 Demonstração do Resultado 9 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF

I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF 1 I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF 2 Crédito ainda em Expansão, mas Desacelerando 30,7% Crescimento do Crédito 15,1% 20,6% 18,8% 16,4% 14,7% 11,7% 2008

Leia mais

Volume de crédito segue em expansão em 2008

Volume de crédito segue em expansão em 2008 Relatório Febraban - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 25-03-2008) Edição de 25 de março de 2008 Volume de crédito segue em expansão em 2008 O ritmo

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS. 3 Trimestre de 2012

RELEASE DE RESULTADOS. 3 Trimestre de 2012 RELEASE DE RESULTADOS 3 Trimestre de 2012 1 RELEASE DE RESULTADOS 3 Trimestre de 2012 MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO O BANCO PAULISTA anuncia seus resultados do 3T12. O BANCO PAULISTA é reconhecido pela sua

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 29-07-2008) Edição de 30 de julho de 2008 Crédito à pessoa jurídica permanece forte Em junho

Leia mais

BRB. Banco de Brasília S.A. Monitoramento de Rating

BRB. Banco de Brasília S.A. Monitoramento de Rating Banco de Brasília S.A. Monitoramento de Rating A LFRating comunica ao Banco de Brasília S.A. e ao mercado que, em reunião de Comitê realizada no dia 19 de Agosto de 2009, foi confirmada a nota atribuída

Leia mais

ÍNDICE. Eventos 2009 8. Resumo balanço e demonstrações financeiras 22. Conta de Resultados 11 Balanço Patrimonial 15

ÍNDICE. Eventos 2009 8. Resumo balanço e demonstrações financeiras 22. Conta de Resultados 11 Balanço Patrimonial 15 Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados 2009 Pro Forma IFRS 04 de fevereiro de 2010 1 ÍNDICE Resumo Dados do Período 3 Destaques do Período 4 Ratings 6 Ambiente Macroeconômico 7 Eventos 2009 8 Sumário

Leia mais

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010 Discussão dos Resultados 1T10 07 de Maio de 2010 0 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções

Leia mais

ANEND AUDITORES INDEPENDENTES S/C

ANEND AUDITORES INDEPENDENTES S/C A DD. DIRETORIA DO SOLIDÁRIA - CRESOL BASER Rua Nossa Senhora da Glória, 52ª - Cango Francisco Beltão - PR CNPJ: 01.401.771/0001-53 Balanço Patrimonial e Demonstração de Sobras ou Perdas consolidadas do

Leia mais

Cartões. Empresas. do 2º trimestre de 2012. Crédito Imobiliário. Seguros. Integração da Rede de Distribuição. Captação de Recursos.

Cartões. Empresas. do 2º trimestre de 2012. Crédito Imobiliário. Seguros. Integração da Rede de Distribuição. Captação de Recursos. PanAmericano S.A. CNPJ/MF nº 59.285.411/0001-13 www.bancopan.com.br RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO SENHORES ACIONISTAS A Administração do Panamericano S.A. ( Pan, ou Companhia ) e suas subsidiárias submete

Leia mais

Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013

Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013 Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013 BB Seguridade S.A. Resultado do 2º Trimestre de 2013 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas,

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 14 de maio de 2012 - A Unidas S.A. anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário.

Leia mais

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2015 (em IFRS)

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2015 (em IFRS) São Paulo, 07 de maio de 2015 Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) (em IFRS) DESTAQUES 1T15 Ganho de participação de mercado no 1T15 Receita líquida basicamente estável em R$2,3 bilhões EBITDA 5,5%

Leia mais

Ministério da Fazenda. Crise Financeira. Impactos sobre o Brasil e Resposta do Governo. Nelson Barbosa. Novembro de 2008

Ministério da Fazenda. Crise Financeira. Impactos sobre o Brasil e Resposta do Governo. Nelson Barbosa. Novembro de 2008 1 Crise Financeira Impactos sobre o Brasil e Resposta do Governo Nelson Barbosa Novembro de 20 1 2 Impactos da Crise Financeira nas Economias Avançadas Primeiro impacto: grandes perdas patrimoniais, crise

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T14

Apresentação de Resultados 1T14 Apresentação de Resultados 1T14 15 de Maio de 2014 Destaques do 1T14 O aluguel nas mesmas lojas (SSR) continuou a reportar crescimento de dois dígitos no 1T14, aumento de 10,1% comparado ao 1T13 As vendas

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Rio de Janeiro, 10 de março de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (Bovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de intermediação

Leia mais

Desempenho Econômico- Financeiro 1T15

Desempenho Econômico- Financeiro 1T15 Desempenho Econômico- Financeiro 1T15 Mensagem da Administração Senhores (as) Acionistas: Conforme mencionado no final do exercício de 2014, concluímos com pleno sucesso o processo que converteu em capital

Leia mais