Nível Secundário e Nível 3 de Formação (S 3 )

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nível Secundário e Nível 3 de Formação (S 3 )"

Transcrição

1 Análise dos dados do questionário aplicado aos alunos, professores e funcionários da escola sobre os hábitos e comportamento de viagem Caracterização sócio-demográfica dos inquiridos Quadro I: Dados pessoais dos inquiridos (%) Variáveis % Sexo Masculino 41 Feminino 59 Idade anos anos anos anos anos 5 Situação profissional Empregado 85 Desempregado 15 Estado civil Solteiro/a 54 Casado/a 30 Divorciado/a 12 União de facto 4 Número de filhos a a 5 2 Segundo o Quadro I, a distribuição dos inquiridos por sexo encontra-se relativamente equilibrada, sendo 41% dos inquiridos do sexo masculino e 59 % do sexo feminino. No que respeita à distribuição por idade, observa-se a maior percentagem no escalão dos 15 aos 24 anos (30%), sendo a faixa etária dos 55 aos 64 anos (5%) aquela que apresenta um menor número de inquiridos. No

2 que se refere à situação profissional dos inquiridos, é de salientar o facto de 85% estarem empregados. Relativamente ao estado civil dos inquiridos, na sua maioria (54%) são solteiros. Os dados relativos ao número de filhos, demonstram que a grande maioria dos inquiridos não tem filhos (63%). Comportamento geral de férias - Frequência de férias ao longo do ano Gráfico I: Frequência de férias ao longo do ano em Portugal e no estrangeiro (%) O gráfico I representa o comportamento geral de férias dos inquiridos ao longo do ano em Portugal e no estrangeiro. Pode observar-se que a maioria (51%) costuma passar férias em Portugal 1 a 4 vezes por ano, seguindo-se-lhes aqueles que passam férias mais de 8 vezes por ano (23%). 22% dos inquiridos passam férias 5 a 8 vezes e 4% nunca passam férias em Portugal.

3 No que respeita à frequência de férias no estrangeiro, observa-se que a maioria (70%) passa férias 1 a 4 vezes por ano no estrangeiro, 4% nunca passa férias no estrangeiro, 2% passa férias com a duração de mais de 5 dias. - Duração média de férias ao longo do ano Gráfico II: Duração média de férias ao longo do ano em Portugal e no estrangeiro (%) Relativamente ao gráfico apresentado verifica-se que, no que diz respeito a Portugal, a duração média de férias de 45% dos inquiridos é de um fim-desemana, seguido de 3 a 7 dias para 31% dos inquiridos. Relativamente às férias no estrangeiro, verifica-se que a maioria (35%) passa 3 a 7 dias fora do país.

4 Grupo de viagem Gráfico III: Grupo de viagem (%) Grupo organizado 3 Não sabe/responde 4 Sozinho 5 Familares 20 Amigos 25 Em casal Os inquiridos fazem-se acompanhar nas suas férias, na sua maioria, pelo cônjuge (43%). Uma parte significativa dos visitantes vai acompanhada por amigos (25%) ou familiares (20%). Motivação Quadro II: Principal motivação para viajar (%) Principal razão % Lazer 72 Educação 5 Negócios 2 Saúde e bem estar 3 Visita a familiares e amigos 16 Não sabe/responde 2 Segundo o Quadro II pode verificar-se que a grande maioria dos inquiridos viaja por motivos de lazer (72%), para visitar familiares e amigos (16%), e por motivos relacionados com a educação (5%).

5 Alojamento Quadro III: Tipo de alojamento escolhido para pernoitar durante as viagens (%) Tipo de estabelecimento % Hotel 40 Pensão/Residencial 13 Casa própria 7 Turismo de Habitação 1 Casa de familiares e amigos 13 Pousada 3 Campismo 6 Casa alugada 11 Não sabe/responde 6 No que respeita ao tipo de alojamento escolhido para pernoitar durante a viagem, destaca-se o hotel (40%), a pensão/residencial (13%) e a casa de familiares e amigos (13%). Meio de Transporte Gráfico IV: Meio de transporte utilizado para viajar (%)

6 Relativamente ao meio de transporte mais utilizado para viajar destaca-se o transporte próprio (47%), seguido do avião (40%). Despesa média efectuada por pessoa e por dia Quadro IV: Despesa por pessoa e por dia (%) Despesa % <50, ,00-100, ,00-200,00 15 >200,00 22 Não sabe/responde 3 Segundo o Quadro IV, que respeita à despesa média efectuada por pessoa e por dia nas suas viagens, incluindo transporte, alojamento, alimentação, actividades de diversão, compras e visitas, pode verificar-se que a maioria dos inquiridos (40%) gasta entre 50,00 e 100,00. Destinos preferidos para férias À questão sobre quais seriam os destinos preferidos para férias dos inquiridos, conclui-se que os destinos preferidos são os de praia: 49% Preferem destinos de praia 25% Preferem destinos de campo 23% Preferem destinos de cidade 3% Não sabe/responde Quando questionados sobre a preferência por viajar sempre para o mesmo destino, a maioria dos inquiridos (75%) respondeu que não tem por hábito viajar sempre para o mesmo destino, gostando de conhecer novos

7 países/cidades, 24% respondeu que gosta de viajar sempre para o mesmo destino e 1% não sabe/responde. Meio de reserva utilizado De forma a averiguar qual o principal meio de reserva utilizado, colocou-se aos inquiridos uma questão fechada em que lhes foi pedido que indicassem o principal meio de reserva utilizado. Quadro V: Principal meio de reserva utilizado (%) Meio de reserva % Agência de viagens 29 Internet 32 Telefone 19 Amigos 2 O próprio 1 Não sabe/responde 17 Verifica-se que o principal meio de reserva utilizado pelos inquiridos para reservar as férias é a Internet (32%), seguido da Agência de Viagens (29%) e do telefone (19%). Cidade/Região/País visitado que mais agradou Quadro VI: Cidade/Região/País visitado que mais agradou (%) Cidades % Abrantes 1 Amesterdão 4 Barcelona 7 Beja 1 Berlim 1 Braga 3 Budapeste 1 Coimbra 1 Colónia 1 Covilhã 1 Évora 2

8 Florença 2 Fortaleza 1 Funchal 6 Lisboa 3 Londres 4 Madrid 2 Málaga 1 Mérida 1 Milão 1 Óbidos 1 Olhão 1 Paris 15 Porto 6 Rio de Janeiro 3 Roma 2 São Petersburgo 1 Sevilha 1 Sidney 1 Veneza 1 Viena 1 Vila Nova de Milfontes 1 Viseu 1 Regiões % Algarve 1 Gerês 2 Serra da Estrela 1 Países % Áustria 2 Brasil 2 Espanha 1 Maldivas 1 Marrocos 1 Mónaco 1 República Dominicana 1 Tunísia 1 Não sabe/responde 7 De uma lista vasta de cidades/regiões/países mencionados pelos inquiridos, destaca-se Paris como a cidade visitada que mais agradou (15%), seguido de Barcelona (7%).

9 Cidade/Região/País visitado que mais gostaria de visitar Quadro VII: Cidade/Região/País que mais gostaria de visitar (%) Cidades % Amesterdão 2 Auschwitz 1 Barcelona 2 Berlim 1 Braga 3 Casablanca 1 Castelo Branco 2 Évora 1 Funchal 1 Istambul 1 Java 1 Las Vegas 2 Londres 5 Madrid 2 Miami 3 Nova Iorque 14 Oslo 1 Paris 7 Porto 2 Praga 3 Rio de Janeiro 2 Roma 6 São Petersburgo 1 Tóquio 1 Veneza 10 Viana do Castelo 1 Viena 1 Regiões % Gerês 2 Normandia 1 Serra da Estrela 1 Países % Dubai 1 Egipto 1 França 1 Grécia 1 Jamaica 2 Portugal 1 Suíça 1 Não sabe/responde 11 Quando inquiridos acerca da cidade/região/país que mais gostariam de visitar, Nova Iorque surge como a mais preferida (14%), seguida de Veneza (10%).

O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porte e Norte de Portugal (ERTPNP)

O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porte e Norte de Portugal (ERTPNP) O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porte e Norte de Portugal (ERTPNP) e o Aeroporto Sá Carneiro, realizou o estudo do perfil

Leia mais

PERFIL DOS TURISTAS DO PORTO E NORTE DE PORTUGAL 1º TRIMESTRE DE 2012

PERFIL DOS TURISTAS DO PORTO E NORTE DE PORTUGAL 1º TRIMESTRE DE 2012 PERFIL DOS TURISTAS DO PORTO E NORTE DE PORTUGAL 1º TRIMESTRE DE 2012 1 O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porte e Norte de

Leia mais

O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porte e Norte de Portugal (ERTPNP)

O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porte e Norte de Portugal (ERTPNP) O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porte e Norte de Portugal (ERTPNP) e o Aeroporto Sá Carneiro, realizou o estudo do perfil

Leia mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO. Serviços públicos de apoio ao turismo. Alojamento. Restauração. Atividades de animação turística

ÁREAS DE ATUAÇÃO. Serviços públicos de apoio ao turismo. Alojamento. Restauração. Atividades de animação turística BALANÇO DO OBSERVATÓRIO TURÍSTICO DE MELGAÇO APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DE 12 ÁREAS DE ATUAÇÃO Serviços públicos de apoio ao turismo Alojamento Restauração Atividades de animação turística Serviços públicos

Leia mais

ROTAS AÉREAS PARA LISBOA. Verão 2011. Principais oportunidades para hoteleiros e prestadores de serviços de turismo. Março

ROTAS AÉREAS PARA LISBOA. Verão 2011. Principais oportunidades para hoteleiros e prestadores de serviços de turismo. Março ROTAS AÉREAS PARA LISBOA Verão 2011 Principais oportunidades para hoteleiros e prestadores de serviços de turismo Março Sumário Oportunidades Reino Unido Londres Alemanha Centro-Oeste Espanha Madrid e

Leia mais

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Turismo AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Turismo AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Turismo AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FORTALEZA, 21 DE JULHO DE 2011 Sexo MASCULINO; 23,2% DE 36 A 50 ANOS; 7,9% A PARTIR DE 51 ANOS; Faixa etária ATÉ 17 ANOS;

Leia mais

PERFIL DO PASSAGEIRO LOW-COST DE LISBOA

PERFIL DO PASSAGEIRO LOW-COST DE LISBOA PERFIL DO PASSAGEIRO LOW-COST DE LISBOA Inverno 2014-2015 PERFIL DO PASSAGEIRO LOW-COST DE LISBOA INTRODUÇÃO Desde 2005, o Observatório do Turismo de Lisboa, em colaboração com a ANA Aeroportos de Portugal,

Leia mais

Estudo da demanda turística internacional 2006-2012

Estudo da demanda turística internacional 2006-2012 Departamento de Estudos e Pesquisas Secretária Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Estudo da demanda turística internacional 2006-2012 Brasília, agosto de 2013 Sumário 1 Perfil da demanda

Leia mais

Estudo da demanda turística internacional 2005-2011

Estudo da demanda turística internacional 2005-2011 Departamento de Estudos e Pesquisas Secretária Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Estudo da demanda turística internacional 2005-2011 Brasília, outubro de 2012 Sumário 1 Perfil da demanda

Leia mais

PREÇO VS. SERVIÇO. Imagem das Agências de Viagens

PREÇO VS. SERVIÇO. Imagem das Agências de Viagens Análise Imagem das Agências de Viagens PREÇO VS. SERVIÇO Os portugueses que já recorreram aos serviços de uma Agência de Viagens fizeram-no por considerar que esta é a forma de reservar viagens mais fácil

Leia mais

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Redes de Computadores AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Redes de Computadores AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Redes de Computadores AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FORTALEZA, 21 DE JULHO DE 2011 FEMININO; 1 Sexo MASCULINO; 89,3% MASCULINO FEMININO A PARTIR DE 51 ANOS;

Leia mais

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Marketing AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Marketing AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Marketing AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FORTALEZA, 21 DE JULHO DE 2011 Sexo MASCULINO; 35,6% DE 36 A 50 ANOS; 8,0% A PARTIR DE 51 ANOS; 1,8% Faixa etária ATÉ

Leia mais

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Nutrição AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Nutrição AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Nutrição AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FORTALEZA, 21 DE JULHO DE 2011 FEMININO; 90,4% Sexo MASCULINO; 9,6% MASCULINO FEMININO DE 36 A 50 ANOS; 7,1% A PARTIR

Leia mais

O Novo Perfil do Turista Português: Perspetivas empíricas. Irina Saur-Amaral irina.amaral@ipam.pt

O Novo Perfil do Turista Português: Perspetivas empíricas. Irina Saur-Amaral irina.amaral@ipam.pt O Novo Perfil do Turista Português: Perspetivas empíricas Irina Saur-Amaral irina.amaral@ipam.pt Desafio lançado ao IPAM Lab: Inovar de forma orientada para o público-alvo mercado interno (alargado) 2011-13:

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO Programas de Estimulo e Medidas de Apoio

INTERNACIONALIZAÇÃO Programas de Estimulo e Medidas de Apoio INTERNACIONALIZAÇÃO Programas de Estimulo e Medidas de Apoio Viseu, 18 de Junho de 2012 A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global aicep Portugal Global missão é: é uma agência pública de natureza

Leia mais

PRONTA REFERÊNCIA CIRCUITOS EUROPEUS

PRONTA REFERÊNCIA CIRCUITOS EUROPEUS PRONTA REFERÊNCIA CIRCUITOS EUROPEUS ÍNDICE Circuito Pág BRASILEIROS NA ALEMANHA ----------------------------------------------------------------------- 3 BRASILEIROS NA ALEMANHA, ÁUSTRIA E SUÍÇA --------------------------------------------

Leia mais

PERFIL DO PASSAGEIRO LOW-COST DE LISBOA

PERFIL DO PASSAGEIRO LOW-COST DE LISBOA PERFIL DO PASSAGEIRO LOW-COST DE LISBOA Verão 2014 PERFIL DO PASSAGEIRO LOW-COST DE LISBOA INTRODUÇÃO Desde 2005, o Observatório do Turismo de Lisboa, em colaboração com a ANA Aeroportos de Portugal, tem

Leia mais

MOLDURAS FOTOGRÁFICAS

MOLDURAS FOTOGRÁFICAS MOLDURAS FOTOGRÁFICAS 2016 1 MOLDURAS METÁLICAS PAG. 3-15 2 MOLDURAS EM MADEIRA PAG. 16-27 3 MOLDURAS INTEMPORAIS PAG. 28-35 MOLDURAS METÁLICAS 4 MULTI PAG. 36-44 1 PORTO BUDAPESTE MADRID 1 2 5 1 PORTO

Leia mais

Inquérito a Turistas Novembro de 2014. Com o apoio de:

Inquérito a Turistas Novembro de 2014. Com o apoio de: Inquérito a Turistas Novembro de 2014 Com o apoio de: 1 Índice 1 Síntese 4 2 Principais resultados 8 3 Ficha técnica 29 2 Contextualização do Projecto O grupo Controlinveste pretendeu realizar um estudo

Leia mais

ROTAS AÉREAS PARA O PORTO. Verão 2011. Principais oportunidades para hoteleiros e prestadores de serviços de turismo. Março

ROTAS AÉREAS PARA O PORTO. Verão 2011. Principais oportunidades para hoteleiros e prestadores de serviços de turismo. Março ROTAS AÉREAS PARA O PORTO Verão 2011 Principais oportunidades para hoteleiros e prestadores de serviços de turismo Março Sumário Oportunidades Reino Unido Londres Alemanha Centro-Oeste e Sul Espanha Madrid

Leia mais

Senegal Cidade de Dakar Desde 826 4 Noites **** Villa Racine

Senegal Cidade de Dakar Desde 826 4 Noites **** Villa Racine Senegal Cidade de Dakar Desde 826 4 Noites Villa Racine Avião / Transferes / 4 noites em quarto duplo com pequeno- almoço o / Taxas de aeroporto, segurança a e combustível ( 389 à data de publicação e

Leia mais

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Náutica Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro para

Leia mais

INQUÉRITO MOTIVACIONAL CIDADE DE LISBOA

INQUÉRITO MOTIVACIONAL CIDADE DE LISBOA INQUÉRITO MOTIVACIONAL 2014 CIDADE DE LISBOA INTRODUÇÃO Nos últimos anos, o Turismo de Lisboa tem vindo a realizar o Inquérito Motivacional, junto de turistas nacionais e estrangeiros que se tenham hospedado

Leia mais

Estudo da Demanda Turística Internacional

Estudo da Demanda Turística Internacional Estudo da Demanda Turística Internacional Brasil 2012 Resultados do Turismo Receptivo Pontos de Coleta de Dados Locais de entrevistas - 25 Entrevistados - 31.039 15 aeroportos internacionais, que representam

Leia mais

QUESTIONÁRIO A SOCIEDADE DIGITAL E O NOVO PERFIL DO TÉCNICO OFICIAL DE CONTAS

QUESTIONÁRIO A SOCIEDADE DIGITAL E O NOVO PERFIL DO TÉCNICO OFICIAL DE CONTAS Contacto: nelma.marq@gmail.com QUESTIONÁRIO A SOCIEDADE DIGITAL E O NOVO PERFIL DO TÉCNICO OFICIAL DE CONTAS O presente questionário pretende servir de apoio ao desenvolvimento de um estudo relacionado

Leia mais

Estudo da demanda turística internacional 2007-2013

Estudo da demanda turística internacional 2007-2013 Departamento de Estudos e Pesquisas Secretária Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Estudo da demanda turística internacional 2007-2013 Brasília, novembro de 2014 Sumário 1 Perfil da

Leia mais

DADOS DE MERCADO 2010/2011 HOLANDA + BÉLGICA

DADOS DE MERCADO 2010/2011 HOLANDA + BÉLGICA DADOS DE MERCADO 2010/2011 HOLANDA + BÉLGICA HÓSPEDES HOTELARIA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA (NUTSII) (Fonte: INE, PORTUGAL) HOLANDA Hóspedes hotelaria - AM Lisboa 82.600 78.557 75.546 76.601 75.636 74.305

Leia mais

Norte Nordeste Centro-Oeste Sudeste Sul INTERNACIONAL

Norte Nordeste Centro-Oeste Sudeste Sul INTERNACIONAL 3.11 Perfil do turista Os documentos utilizados para a análise do perfil do turista que visita o Ceará são: Relatório de Pesquisa da Demanda Turística via Fortaleza 1999 foram aplicados 4.032 questionários

Leia mais

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA

INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO PORTO DE LISBOA 2011 1 INQUÉRITO A PASSAGEIROS INTERNACIONAIS DE CRUZEIRO INTRODUÇÃO Na continuidade do estudo que vem sendo realizado pelo, em conjunto

Leia mais

Sexo. Faixa etária. Questionário Sociocultural Campus Campo Grande - RJ 2011. Geral 1 - Sexo: % MASCULINO 44,4% FEMININO 55,6% Total 1204

Sexo. Faixa etária. Questionário Sociocultural Campus Campo Grande - RJ 2011. Geral 1 - Sexo: % MASCULINO 44,4% FEMININO 55,6% Total 1204 1 - Sexo: MASCULINO 44,4 FEMININO 55,6 Sexo FEMININO; 55,6 MASCULINO; 44,4 2 - Qual a sua faixa etária? ATÉ 17 ANOS 0,7 DE 18 A 24 ANOS 36,3 DE 25 A 35 ANOS 42,8 DE 36 A 50 ANOS 17,4 A PARTIR DE 51 ANOS

Leia mais

Atualizado em: 17 Maio, 11h10 (hora de Lisboa)

Atualizado em: 17 Maio, 11h10 (hora de Lisboa) Atualizado em: 17 Maio, 11h10 (hora de Lisboa) 17 maio 2012 VOO DE PARA OBS VOO DE PARA OBS TP261 LISBOA ACRA TP1045 BARCELONA LISBOA TP1044 LISBOA BARCELONA TP1041 BARCELONA LISBOA TP1040 LISBOA BARCELONA

Leia mais

Estudo Satisfação de Turistas Análise de Resultados Preparada para: Turismo de Portugal Setembro de 2013

Estudo Satisfação de Turistas Análise de Resultados Preparada para: Turismo de Portugal Setembro de 2013 1 Estudo Satisfação de Turistas Análise de Resultados Preparada para: Turismo de Portugal Setembro de 213 Índice 2 11 Metodologia 3 2 Análise Síntese 6 3 Análise Descritiva Global 12 1. Caracterização

Leia mais

Cristina Siza Vieira AHP Associação da Hotelaria de Portugal. European Cities Hotel Forecast for 2016 and 2017

Cristina Siza Vieira AHP Associação da Hotelaria de Portugal. European Cities Hotel Forecast for 2016 and 2017 Cristina Siza Vieira AHP Associação da Hotelaria de Portugal European Cities Hotel Forecast for 2016 and 2017 Hotel Epic Sana, 12 de abril 2016 Indicadores do Turismo AML & LISBOA Portugal vs. Área Metropolitana

Leia mais

São Francisco do Sul. Masculino 66% 56% 50% 51% 55% Feminino 34% 44% 50% 49% 45%

São Francisco do Sul. Masculino 66% 56% 50% 51% 55% Feminino 34% 44% 50% 49% 45% 1 2 A FECOMÉRCIO SC, com o intuito de mapear o perfil do turista e do empresário do turismo de carnaval em Santa Catarina, realizou uma pesquisa com esses públicos nas quatro cidades de maior movimento

Leia mais

Estudo Satisfação de Turistas Análise de Resultados Preparada para: Turismo de Portugal Março de 2014

Estudo Satisfação de Turistas Análise de Resultados Preparada para: Turismo de Portugal Março de 2014 1 Estudo Satisfação de Turistas Análise de Resultados Preparada para: Turismo de Portugal Março de 2014 Índice 2 11 Metodologia 3 2 Análise Síntese 6 3 Análise Descritiva Global 10 1. Caracterização da

Leia mais

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Vendas Novas - 02 de julho de 2013 aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro

Leia mais

Pesquisa do Perfil do Turista Nacional em Porto Alegre. Outono 2010

Pesquisa do Perfil do Turista Nacional em Porto Alegre. Outono 2010 Pesquisa do Perfil do Turista Nacional em Porto Alegre Outono 2010 Pesquisa realizada pela SMTur, em parceria com a FARGS e com apoio da Infraero e da Veppo. 22 a 28 de abril Aeroporto área de embarque

Leia mais

ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ NUM CURSO DE NÍVEL SUPERIOR EM PORTUGAL NO ANO LECTIVO 2004/05. Dados Estatísticos PARTE II

ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ NUM CURSO DE NÍVEL SUPERIOR EM PORTUGAL NO ANO LECTIVO 2004/05. Dados Estatísticos PARTE II ESTUDANTES QUE INGRESSARAM PELA 1ª VEZ NUM CURSO DE NÍVEL SUPERIOR EM PORTUGAL NO ANO LECTIVO 2004/05 Dados Estatísticos PARTE II ESTUDANTES DE PÓS-LICENCIATURA (Mestrados e Doutoramentos) DSAS- Direcção

Leia mais

Introdução. Núcleo de Pesquisas

Introdução. Núcleo de Pesquisas Introdução O verão é um período onde Santa Catarina demonstra todo a sua vocação para a atividade turística. Endereço de belas praias, o estado se consolidou como um dos principais destinos de turistas,

Leia mais

VOOS CANCELADOS. 24 maio 2012 voos cancelados. Atualizado em: 24 maio, 12H30 (hora de Lisboa) Lista por número de voo

VOOS CANCELADOS. 24 maio 2012 voos cancelados. Atualizado em: 24 maio, 12H30 (hora de Lisboa) Lista por número de voo VOOS CANCELADOS 24 maio 2012 voos cancelados Atualizado em: 24 maio, 12H30 (hora de Lisboa) TP 217 LISBOA SAL TP 324 LISBOA MANCHESTER TP 329 MANCHESTER LISBOA TP 331 LONDRES / GATWICK PORTO TP 332 PORTO

Leia mais

Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014

Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014 Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014 EQUIPE TÉCNICA DO IPETURIS Coordenação: Mariana Nery Pesquisadores: César Melo Tamiris Martins Viviane Silva Suporte: Gerson

Leia mais

Relatório. Estudo de Caracterização do Perfil do Turista do Aeroporto de Beja

Relatório. Estudo de Caracterização do Perfil do Turista do Aeroporto de Beja Relatório Estudo de Caracterização do Perfil do Turista do Aeroporto de Beja Sobre esta publicação: Título: Estudo de Caracterização do Perfil do Turista do Aeroporto de Beja, Beja, Portugal, 39 pp. Coordenação

Leia mais

EUROPA PAÍS A PAÍS ITÁLIA. circuitos 4 PANAVISIÓN

EUROPA PAÍS A PAÍS ITÁLIA. circuitos 4 PANAVISIÓN EUROPA. PAÍS A PAÍS ITÁLIA Encantos da Itália 2 refeições 7 7 2 825 33 Itália turística MEIA PENSÃO 7 11 6 945 34 Itália turística TUDO INCLUÍDO 7 11 6 1.135 34 Itália para todos 3 refeições 7 7 3 985

Leia mais

Perfil do visitante de Évora

Perfil do visitante de Évora Perfil do visitante de Évora Universidade de Évora Escola de Ciências Sociais Maria do Rosário Borges Maria Noémi Marujo Jaime Serra Évora, Maio de 2012 41-60 anos (45%) Idade 21-40 anos (39%) Habilitações

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TURISMO DE LISBOA RECUPERAÇÃO. desta edição. Dados da Hotelaria Cidade de Lisboa Grande Lisboa Região de Lisboa

OBSERVATÓRIO DO TURISMO DE LISBOA RECUPERAÇÃO. desta edição. Dados da Hotelaria Cidade de Lisboa Grande Lisboa Região de Lisboa DO TURISMO DE LISBOA DADOS Maio RECUPERAÇÃO No mês de Maio, os principais indicadores analisados registam sinais positivos de recuperação em todas as unidades hoteleiras. Destacam-se as unidades de quatro

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS 1 de 6 - mobilidade humana e OBJECTIVO: Identifica sistemas de administração territorial e respectivos funcionamentos integrados. O Turismo Guião de Exploração Indicadores sobre o turismo em Portugal 27

Leia mais

Portfolio de Consultoria O Portfólio Apresentação Quem Sou Serviços Roteiro Personalizado Site Contato Apresentação Pensando em viajar? Férias, lua de mel, viagem corporativa, viagem em família, ou com

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA DO CONSUMIDOR OBSERVATÓRIO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO

RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO Foram entregues 328 inquéritos dos quais foram validados 309. Os inquéritos validados possuem a seguinte distribuição: Famílias com menos de 5 anos 10 Famílias entre

Leia mais

INATEL TURISMO PARA TODOS 267 A PREÇOS ECONÓMICOS

INATEL TURISMO PARA TODOS 267 A PREÇOS ECONÓMICOS www.inatel.pt FUNDAÇÃO INATEL TURISMO PARA TODOS PORTUGAL 2013 Desde 267 INCLUI: TRANSPORTE TERRESTRE + 5 NOITES ALOJAMENTO, REFEIÇÕES, PASSEIOS, ANIMAÇÃO E SEGURO. Descubra o que Portugal tem de melhor

Leia mais

Segurança, património e gastronomia do Porto e norte cativam mais franceses e espanhóis

Segurança, património e gastronomia do Porto e norte cativam mais franceses e espanhóis Segurança, património e gastronomia do Porto e norte cativam mais franceses e espanhóis Já não vêm do Reino Unido, mas de França, Espanha, Alemanha e Itália a maior parte dos turistas estrangeiros que

Leia mais

Relatório do Inquérito aos Turistas sobre os Estabelecimentos Comerciais CO-FINANCIADO POR:

Relatório do Inquérito aos Turistas sobre os Estabelecimentos Comerciais CO-FINANCIADO POR: 1ª AVENIDA DINAMIZAÇÃO ECONÓMICA E SOCIAL DA BAIXA DO PORTO Relatório do Inquérito aos Turistas sobre os Estabelecimentos Comerciais CO-FINANCIADO POR: Unidade de Gestão de Área Urbana Dezembro 2012 Índice

Leia mais

O século XIX ficou conhecido como o século europeu; o XX, como o americano. O século XXI será lembrado como o Século das Mulheres.

O século XIX ficou conhecido como o século europeu; o XX, como o americano. O século XXI será lembrado como o Século das Mulheres. Assunto Turismo SOPHIA MIND A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem por cento

Leia mais

PESQUISA DO IMPACTO ECONÔMICO DOS EVENTOS INTERNACIONAIS REALIZADOS NO BRASIL - 2007/2008. Evento: World Congress of Epidemiology

PESQUISA DO IMPACTO ECONÔMICO DOS EVENTOS INTERNACIONAIS REALIZADOS NO BRASIL - 2007/2008. Evento: World Congress of Epidemiology PESQUISA DO IMPACTO ECONÔMICO DOS EVENTOS INTERNACIONAIS REALIZADOS NO BRASIL - 2007/2008 SETEMBRO 2008 Informações do Evento. Evento: World Congress of Epidemiology Período: 20 a 24 de setembro de 2008

Leia mais

Egon Zehnder International. As TIC para a Empregabilidade e Inovação

Egon Zehnder International. As TIC para a Empregabilidade e Inovação Egon Zehnder International As TIC para a Empregabilidade e Inovação Luísa Campos Lopes Lisboa, 16 de Janeiro de 2013 Egon Zehnder International uma Firma global A Egon Zehnder International tem 65 escritórios

Leia mais

Viagens El Corte Inglés

Viagens El Corte Inglés 2 Viagens El Corte Inglés Realizou este catálogo especial para os funcionários desta empresa no qual encontrará preços muito atractivos e grandes descontos. TAEG fora da campanha 23,92% (1) Campanha válida

Leia mais

PORTUGAL. A recente performance de Portugal enquanto destino turístico Mitos e realidades. João Cotrim de Figueiredo 05 dezembro 2015

PORTUGAL. A recente performance de Portugal enquanto destino turístico Mitos e realidades. João Cotrim de Figueiredo 05 dezembro 2015 PORTUGAL A recente performance de Portugal enquanto destino turístico Mitos e realidades João Cotrim de Figueiredo 05 dezembro 2015 Um ciclo de crescimento longo e a acelerar 12 000 000 10 000 000 Receitas

Leia mais

Título da comunicação: A Situação Profissional de Ex-Bolseiros de Doutoramento

Título da comunicação: A Situação Profissional de Ex-Bolseiros de Doutoramento Título da comunicação: A Situação Profissional de Ex-Bolseiros de Doutoramento Evento: Local: Data: CONFERÊNCIA REGIONAL DE LISBOA E VALE DO TEJO Centro de Formação Profissional de Santarém 10 de Março

Leia mais

DADOS DE MERCADO 2010/2011 BRASIL

DADOS DE MERCADO 2010/2011 BRASIL DADOS DE MERCADO 2010/2011 BRASIL HÓSPEDES HOTELARIA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA (NUTSII) (Fonte: INE, PORTUGAL) Hóspedes hotelaria - AM Lisboa 268.153 224.435 153.292 183.962 167.661 90.897 87.686 101.723

Leia mais

Perfil do Turista Do Território Douro Alliance

Perfil do Turista Do Território Douro Alliance Perfil do Turista Do Território Douro Alliance Vila Real Peso da Régua Lamego 2º Semestre de 2011 O Gabinete de Turismo da Douro Alliance em colaboração com o Observatório Económico e Social desta Associação,

Leia mais

DADOS DE MERCADO 2010/2011 ITÁLIA

DADOS DE MERCADO 2010/2011 ITÁLIA DADOS DE MERCADO 2010/2011 ITÁLIA HÓSPEDES HOTELARIA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA (NUTSII) (Fonte: INE, PORTUGAL) Hóspedes hotelaria - AM Lisboa 196.964 189.266 202.743 156.846 190.137 193.585 180.698

Leia mais

RESULTADOS CONSOLIDADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS TURISTAS DA COPA 2014 (PST Copa 2014)

RESULTADOS CONSOLIDADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS TURISTAS DA COPA 2014 (PST Copa 2014) RESULTADOS CONSOLIDADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS TURISTAS DA COPA 2014 (PST Copa 2014) Os resultados a seguir são baseados em 2.257 entrevistas realizadas com turistas no período de 14 de junho a

Leia mais

Portugal: Destino Competitivo?

Portugal: Destino Competitivo? Turismo O Valor Acrescentado da Distribuição Portugal: Destino Competitivo? Luís Patrão Turismo de Portugal, ip Em 2006 Podemos atingir 7.000 milhões de euros de receitas turísticas Teremos perto de 37,5

Leia mais

1ª Semana Europeia das PME Workshop Internacionalização

1ª Semana Europeia das PME Workshop Internacionalização 1ª Semana Europeia das PME Workshop Internacionalização Faro, 7 de Maio de 2009 Índice Posicionamento AICEP AICEP - Produtos e Serviços Apoios à Internacionalização Posicionamento AICEP Posicionamento

Leia mais

Movimento de Turistas - Ano de 2009. Breve análise

Movimento de Turistas - Ano de 2009. Breve análise Movimento de Turistas - Ano de 2009 Breve análise Base de dados Não nos sendo possível saber a taxa de ocupação das unidades hoteleiras do concelho, foi elaborada esta breve análise, unicamente, com base

Leia mais

Deslocações turísticas de residentes aumentaram

Deslocações turísticas de residentes aumentaram PROCURA TURÍSTICA DOS RESIDENTES 2º Trimestre 2013 31 de outubro de 2013 Deslocações turísticas de residentes aumentaram Entre abril e junho de 2013, os residentes em Portugal efetuaram 3,9 milhões de

Leia mais

Calcule a probabilidade de um dos jogadores ganhar os R$3,00, assim como a probabilidade de empate, a cada jogada, com moedas equilibradas.

Calcule a probabilidade de um dos jogadores ganhar os R$3,00, assim como a probabilidade de empate, a cada jogada, com moedas equilibradas. Análise Quantitativa e Lógica Discursiva - Prova A 1. Num determinado jogo, três apostadores A, B e C lançam uma moeda de R$1,00 e aquele cuja moeda cair com a face diferente virada para cima, fica com

Leia mais

Inquérito público aos Brasileiros residentes em Portugal 25 de Maio de 2006

Inquérito público aos Brasileiros residentes em Portugal 25 de Maio de 2006 Inquérito público aos Brasileiros residentes em Portugal 25 de Maio de 2006 Metodologia Dimensão da amostra Datas das entrevistas Margem de erro Idioma das entrevistas 1,000 Brasileiros adultos 23 Novembro

Leia mais

Index de Brochuras e Operadores. Index de Brochuras e Operadores

Index de Brochuras e Operadores. Index de Brochuras e Operadores ÁFRICA DO SUL BOTSWANA CABO VERDE Club 1840 Cabo Verde 30/04/05 Mundo Vip Cabo Verde Inverno 30/04/05 TerraÁfrica Ilhas de Cabo Verde 15/01/05 EGIPTO MALAUI MALDIVAS Quadrante Maldivas 21/12/04 MARROCOS

Leia mais

Competição entre soluções de transporte: Corredor Lisboa - Madrid Álvaro Barreira Rosário Macário Vasco Reis. Airdev Lisboa, 20 de Outubro de 2011

Competição entre soluções de transporte: Corredor Lisboa - Madrid Álvaro Barreira Rosário Macário Vasco Reis. Airdev Lisboa, 20 de Outubro de 2011 Competição entre soluções de transporte: Corredor Lisboa - Madrid Álvaro Barreira Rosário Macário Vasco Reis Airdev Lisboa, 20 de Outubro de 2011 1 Conteúdos Motivação Objectivos Metodologia Caso de estudo

Leia mais

PESQUISA DO IMPACTO ECONÔMICO DOS EVENTOS INTERNACIONAIS REALIZADOS NO BRASIL - 2007/2008. Consolidado 6 Eventos - Rio de Janeiro

PESQUISA DO IMPACTO ECONÔMICO DOS EVENTOS INTERNACIONAIS REALIZADOS NO BRASIL - 2007/2008. Consolidado 6 Eventos - Rio de Janeiro PESQUISA DO IMPACTO ECONÔMICO DOS EVENTOS INTERNACIONAIS REALIZADOS NO BRASIL - 2007/2008 JUNHO 2008 Informações do Evento Consolidado 6 Eventos - Rio de Janeiro EVENTO CIDADE PERÍODO Nº DE PARTICIPANTES

Leia mais

Estudo de Satisfação de Turistas. Your Business Innovation Partner

Estudo de Satisfação de Turistas. Your Business Innovation Partner Estudo de Satisfação de Turistas Your Business Innovation Partner Índice Enquadramento 3 1.1 Objectivos 4 1.2 Metodologia 6 Síntese 9 Análise 16 3.1 Caracterização da Amostra 18 3.2 Caracterização das

Leia mais

NECESSIDADES DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DOS ACTIVOS DAS EMPRESAS DE HOTELARIA E RESTAURAÇÃO 2011/2012

NECESSIDADES DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DOS ACTIVOS DAS EMPRESAS DE HOTELARIA E RESTAURAÇÃO 2011/2012 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA DO CONSUMIDOR OBSERVATÓRIO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

Estatística. Trabalho realizado por: Inês P. Turma: 369 Disciplina: Matemática

Estatística. Trabalho realizado por: Inês P. Turma: 369 Disciplina: Matemática Estatística Trabalho realizado por: Inês P. Turma: 369 Disciplina: Matemática Introdução No módulo de estatística, no âmbito da disciplina de Matemática, escolhemos trabalhar sobre a relação entre pais

Leia mais

INQUÉRITO ÀS ACTIVIDADES DOS TURISTAS E INFORMAÇÃO REGIÃO DE LISBOA

INQUÉRITO ÀS ACTIVIDADES DOS TURISTAS E INFORMAÇÃO REGIÃO DE LISBOA INQUÉRITO ÀS ACTIVIDADES DOS TURISTAS E INFORMAÇÃO REGIÃO DE LISBOA 2011 ÍNDICE: 1. Introdução Pág 3 2. Resumo dos principais resultados Pág 4 3. Características da amostra Pág 6 a. Género Pág 6 b. Idade

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MILHAS TOP MILES

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MILHAS TOP MILES REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MILHAS TOP MILES NOTA DE BOAS VINDAS Beneficie das vantagens exclusivas do Programa de Milhas Top miles (adiante designado por Programa de Milhas ), assim como, dos serviços

Leia mais

Caracterização das práticas contraceptivas das mulheres em Portugal

Caracterização das práticas contraceptivas das mulheres em Portugal Caracterização das práticas contraceptivas das mulheres em Portugal Apresentação de resultados do estudo Porto, 8 de Março de 2005 Objectivos Objectivo principal O objectivo principal deste estudo é a

Leia mais

- Pág. 09 Noites Adicionais e Traslados da Série Clássica, faltam os valores da cidade de Praga.

- Pág. 09 Noites Adicionais e Traslados da Série Clássica, faltam os valores da cidade de Praga. Última atualização: 31/Maio/2013 NOITES ADICIONAIS E TRASLADOS - Pág. 09 Noites Adicionais e Traslados da Série Clássica, faltam os valores da cidade de Praga. Temporada Série Cidade Temporada Temporada

Leia mais

Diagnóstico de necessidades de Formação 2010/2011. Rede Social

Diagnóstico de necessidades de Formação 2010/2011. Rede Social Diagnóstico de necessidades de Formação 2010/2011 Rede Social A amostra 527 questionários aplicados ao público em geral [(ex)-formandos das entidades formadoras e alunos das escolas EB2/3 e Escola Secundária

Leia mais

Room to grow VII conferência anual do Turismo Cidades

Room to grow VII conferência anual do Turismo Cidades www.pwc.pt Room to grow VII conferência anual do Turismo Cidades A dinâmica das cidades europeias César Gonçalves Funchal 4 abril 2014 Quaisquer que tenham sido as razões que nos colocaram neste lugar

Leia mais

O PERFIL DOS VISITANTES DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES FIFA 2013 NO RIO DE JANEIRO

O PERFIL DOS VISITANTES DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES FIFA 2013 NO RIO DE JANEIRO O PERFIL DOS VISITANTES DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES FIFA 2013 NO RIO DE JANEIRO OBSERVATÓRIO DO TURISMO DO RIO DE JANEIRO DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE RIO DE JANEIRO, JUNHO DE 2013 O PERFIL DOS VISITANTES

Leia mais

INTERCAMPUS Inquérito a Turistas Maio de 2015 EVENTOS DE SURF. Com o apoio de:

INTERCAMPUS Inquérito a Turistas Maio de 2015 EVENTOS DE SURF. Com o apoio de: EVENTOS DE SURF 1 Com o apoio de: Índice 2 1 Análise Síntese 4 2 Resultados 7 1. Caracterização da amostra 8 2. Satisfação 15 4. Regressar e recomendar 20 3 Metodologia 23 Contextualização do Projecto

Leia mais

Procura Turística dos Residentes 4º Trimestre de 2014

Procura Turística dos Residentes 4º Trimestre de 2014 Procura Turística dos Residentes 4º Trimestre de 2014 30 de abril de 2015 Viagens turísticas dos residentes com ligeiro aumento No 4º trimestre de 2014 os residentes em Portugal realizaram cerca de 4,0

Leia mais

Meto t d o o d l o og o i g a II. Segm g e m nt n a t ção o do d o me m rcado III. C racte t rização o do d s o ent n r t evi v sta t do d s

Meto t d o o d l o og o i g a II. Segm g e m nt n a t ção o do d o me m rcado III. C racte t rização o do d s o ent n r t evi v sta t do d s Roteiro I. Metodologia II. III. IV. Segmentação do mercado Caracterização dos entrevistados Percepções sobre o turismo no Brasil V. Hábitos e comportamentos sobre turismo VI. VII. VIII. Prioridade de investimento

Leia mais

Portugal e Espanha. de Mota Grandes Eventos pelo caminho... O Mercado Medieval no Castelo de Obidos.

Portugal e Espanha. de Mota Grandes Eventos pelo caminho... O Mercado Medieval no Castelo de Obidos. 1 Portugal e Espanha de Mota Grandes Eventos pelo caminho... O Mercado Medieval no Castelo de Obidos. As Festas da Senhora del Carmen en Huelva ( Andaluzia ) E a maior concentração de motos da Europa em

Leia mais

c. Por cada nova adesão ao Programa de Milhas:

c. Por cada nova adesão ao Programa de Milhas: REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MILHAS TOP MILES NOTA DE BOAS VINDAS Beneficie das vantagens exclusivas do Programa de Milhas Top miles (adiante designado por Programa de Milhas ), assim como, dos serviços

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA DO CONSUMIDOR OBSERVATÓRIO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

Garanta o seu lugar nesta grande festa!

Garanta o seu lugar nesta grande festa! R e v e i l l o n 2015/16 desde 1959 Natal / Fim de Ano Garanta o seu lugar nesta grande festa! Santiago Toledo Bragança Coimbra Tavira Funchal Dubrovnik Budapeste Praga Nova Iorque lusanovatours.pt www.lusanovatours.pt

Leia mais

Encontro Nacional do Turismo no Espaço o Rural

Encontro Nacional do Turismo no Espaço o Rural Encontro Nacional do Turismo no Espaço o Rural Convento de Refoios Ponte de Lima 21 de Junho de 2003 Distribuição Espacial do TER (SIR) Unid: Euros Distritos Nº Projectos Investimento Total Incentivo Aveiro

Leia mais

ROTAS AÉREAS PARA A MADEIRA. Verão 2010. Junho

ROTAS AÉREAS PARA A MADEIRA. Verão 2010. Junho ROTAS AÉREAS PARA A MADEIRA Verão 2010 Junho Sumário Oportunidades Reino Unido Londres e Manchester Alemanha Centro-Oeste e Sul Áustria Viena França Paris e Oeste Aspectos Gerais Alguns Indicadores Económicos

Leia mais

SAÚDE E BEM-ESTAR. AEP / Gabinete de Estudos

SAÚDE E BEM-ESTAR. AEP / Gabinete de Estudos SAÚDE E BEM-ESTAR AEP / Gabinete de Estudos Outubro de 2008 1 1. Situação a nível europeu De acordo com o Estudo realizado por THR (Asesores en Turismo Hotelería y Recreación, S.A.) para o Turismo de Portugal,

Leia mais

Outlet SETEMBRO. já à venda! Cidades Europeias. Caraíbas América Mediterrâneo África

Outlet SETEMBRO. já à venda! Cidades Europeias. Caraíbas América Mediterrâneo África especialistas em viagens felizes já à venda! Baleares Canárias Cidas Europeias Caraíbas América Mediterrâneo África As melhores ofertas para o mês Setembro. Já à venda em www.travelplan.pt RNAVT Nº 2837

Leia mais

Visita a familiares e amigos e alojamento gratuito impulsionam deslocações dos residentes

Visita a familiares e amigos e alojamento gratuito impulsionam deslocações dos residentes PROCURA TURÍSTICA DOS RESIDENTES 4º Trimestre 2012 02 maio de 2013 Visita a familiares e amigos e alojamento gratuito impulsionam deslocações dos residentes No 4º trimestre de 2012, os residentes efetuaram

Leia mais

Boas Práticas Ambientais. Hotéis e Pousadas

Boas Práticas Ambientais. Hotéis e Pousadas Hotéis e Pousadas 2008 Índice Introdução Principais Resultados Utilização Racional de Energia Gestão de Resíduos Uso Eficiente da Água Certificação Ambiental Conceitos 2 Introdução A estratégia nacional

Leia mais

III ENCONTRO LUSO - BRASILEIRO DE JURISTA DE TRABALHO

III ENCONTRO LUSO - BRASILEIRO DE JURISTA DE TRABALHO III ENCONTRO LUSO - BRASILEIRO DE JURISTA DE TRABALHO PROGRAMA DA VIAGEM 30 / JULHO LISBOA / RECIFE / ARACAJU Comparência no Aeroporto Internacional de Lisboa cerca das 09H30. Formalidades de embarque

Leia mais

Serviços da AICEP no apoio à internacionalização de empresas QUIDGEST Dia do Parceiro 2011. Lisboa, 2 de Junho de 2011

Serviços da AICEP no apoio à internacionalização de empresas QUIDGEST Dia do Parceiro 2011. Lisboa, 2 de Junho de 2011 Serviços da AICEP no apoio à internacionalização de empresas QUIDGEST Dia do Parceiro 2011 Lisboa, 2 de Junho de 2011 1. A aicep Portugal Global 2. Rede Nacional e Lojas da Exportação 3. Rede Externa 4.

Leia mais

A AICEP e os Apoios à Internacionalização. Porto, 27 de maio de 2014

A AICEP e os Apoios à Internacionalização. Porto, 27 de maio de 2014 A AICEP e os Apoios à Internacionalização Porto, 27 de maio de 2014 Índice 1. A aicep Portugal Global 2. Produtos e serviços AICEP 3. O Processo de Internacionalização A aicep Portugal Global A aicep Portugal

Leia mais

PQS GLOBAIS. (c). Tempo de estabelecimento de chamada para chamadas nacionais (segundos) que correspondem ao percentil 95% das chamadas mais rápidas

PQS GLOBAIS. (c). Tempo de estabelecimento de chamada para chamadas nacionais (segundos) que correspondem ao percentil 95% das chamadas mais rápidas PQS GLOBAIS Anacom Objetivo SU Ano1 SU PQS 1 PQS 1 (a) PQS1. Prazo de fornecimento da ligação inicial (a) Demora no fornecimento das ligações, quando o cliente não define uma data objetivo (dias) PQS 1

Leia mais

O PERFIL E OS IMPACTOS ECONÔMICOS DOS TURISTAS DA JORNADA MUNDIAL DA JUNVENTUDE 2013 NO RIO DE JANEIRO

O PERFIL E OS IMPACTOS ECONÔMICOS DOS TURISTAS DA JORNADA MUNDIAL DA JUNVENTUDE 2013 NO RIO DE JANEIRO O PERFIL E OS IMPACTOS ECONÔMICOS DOS TURISTAS DA JORNADA MUNDIAL DA JUNVENTUDE 2013 NO RIO DE JANEIRO OBSERVATÓRIO DO TURISMO DO RIO DE JANEIRO DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE RIO DE JANEIRO, JULHO

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO DO AMAPÁ PERFIL SÓCIO-CULTURAL DOS ALUNOS DE ADMINISTRAÇÃO DA ESTÁCIO FAMAP MACAPÁ 2011.1

FACULDADE ESTÁCIO DO AMAPÁ PERFIL SÓCIO-CULTURAL DOS ALUNOS DE ADMINISTRAÇÃO DA ESTÁCIO FAMAP MACAPÁ 2011.1 FACULDADE ESTÁCIO DO AMAPÁ PERFIL SÓCIO-CULTURAL DOS ALUNOS DE ADMINISTRAÇÃO DA ESTÁCIO FAMAP MACAPÁ 2011.1 PERFIL SÓCIO-CULTURAL DOS ALUNOS DA ESTÁCIO-FAMAP 1. Apresentação Gráfica Gráfico 1: Sexo 35,90%

Leia mais