Transportadoras sofrem com passivos trabalhistas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Transportadoras sofrem com passivos trabalhistas"

Transcrição

1 ANO VII 88 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Transportadoras sofrem com passivos trabalhistas Câmara aprova mudanças na Lei do Motorista Empresas aderem ao Programa Despoluir

2 Editorial Palavra do presidente Sérgio Malucelli Presidente da FETRANSPAR O setor do transporte rodoviário de cargas comemora mais uma conquista, a aprovação da proposta que altera a Lei /12 pela Câmara dos Deputados. Entre as principais mudanças está o tempo de direção. A jornada do motorista continua a ser de oito horas, com duas horas extras, mas a convenção ou o acordo coletivo poderão prever até quatro horas extras. O texto aprovado é um substitutivo do relator pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), aos projetos de lei 4246/12 e 5943/13. O texto ainda precisa ser aprovado pelo se- Giro pelo Setor nado e ter a sanção da presidente da república. A alteração beneficia o setor, no entanto, ainda faltam muitas mudanças para melhorarmos as condições do transporte de cargas no Brasil. O governo precisa cumprir a parte dele na ampliação de locais de repouso e descanso nas estradas, além de garantir rodovias em boas condições. Enquanto isso não acontece, as empresas têm dificuldades em se adequar a nova lei. O aumento dos custos é um dos fatores. As que não se adequam sofrem com multas e os chamados passivos trabalhistas, gerados pelo não cumprimento da lei. Transportadoras de carga tem direito a créditos de PIS e Cofins Nesta edição do Jornal da FETRANSPAR foram ouvidos especialistas no assunto para mostrar como está a aplicação da lei e como as empresas paranaenses estão neste cenário. Nós da federação e os sindicatos associados recomendados que os transportadores cumpram a lei a fim de evitar ainda mais gastos, prejudicando a empresa. Estamos juntos nessa batalha, lutando por leis mais claras e que possam garantir uma concorrência saudável. Infelizmente hoje quem não cumpre a lei pode oferecer um frete com preço abaixo do mercado, prejudicando outras empresas. Boa leitura! A partir do novo entendimento do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF) sobre o conceito de insumos na prestação de serviços, as empresas de transporte rodoviário de cargas passam a ter direito a créditos de PIS e Cofins. Na prática, isto significa que despesas com combustíveis, lubrificantes, peças, seguros, manutenções, armazenagem e estadias de veículos ou cargas, além de custos referentes a pedágios, revertem em crédito para a empresa. A decisão do CARF impõe uma nova visão a respeito do tema na modalidade não cumulativa mais favorável a todos os contribuintes que prestam serviços a terceiros. Assim, as empresas de transporte, bem como os prestadores de serviços em geral, podem buscar a revisão de suas bases de cálculo, para que possam resgatar os créditos não usufruídos nos últimos cinco anos. CNHI aposta no financiamento de caminhões O mercado de caminhões é o novo alvo do banco CNH Industrial Capital (CNHI), que se especializou no financiamento de máquinas agrícolas e de construção do grupo Case New Holland. Desde janeiro, o banco, que atua há 15 anos no Brasil, passou a financiar também caminhões da marca Iveco, que pertence ao mesmo grupo. A ideia é integrar o mercado de caminhões com as que o banco já atua. A estratégia deve ganhar corpo com o lançamento de uma linha de financiamento de caminhões do BNDES voltada para produtores rurais. Atualmente o CNH Industrial é um dos maiores repassadores do Finame agrícola do país. Por enquanto, o banco CNHI está financiando a venda de caminhões nas concessionárias, mas a intenção é passar a emprestar recursos também para as revendas a partir de julho. A intenção é que a carteira de caminhões cresça entre 10% e 15% em Appa convoca empresas para atualização de cadastro A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) realiza a atualização do cadastro de todas as empresas que operam ou prestam serviços, com necessidade de acessar a faixa primária e demais recintos alfandegados do Porto de Paranaguá. A convocação teve início no último dia 15 de abril e a ficha preenchida e os documentos devem ser entregues para a Guarda Portuária em até 60 dias após essa data. Devem renovar o cadastro os proprietários e/ou funcionários destas empresas, para que possam ter acesso, circular e permanecer, nas áreas do Porto Organizado, para realização das respectivas tarefas relacionadas à atividade das mesmas. Após este prazo as empresas que não efetuarem a atualização terão os crachás de seus funcionários bloqueados. O modelo e as exigências para este cadastramento estão disponíveis no site Mais informações pelos telefones (41) ou 1135 ou pelo Transporte registra inflação de 1,38% em março O setor de transportes registrou alta de 1,38% no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em março, segundo o IBGE. No mês anterior, a alta de preços para o segmento havia desacelerado, e o item havia registrado uma leve queda de 0,05%. Entre as razões para o resultado estão o Carnaval tardio e a Copa do Mundo. Os dois eventos pressionaram os preços das passagens aéreas. O item, conforme o IBGE, teve elevação de 26,49%. Apesar disso, no acumulado de janeiro a março deste ano, as passagens acumulam queda de 15,46%. O aumento do preço dos insumos também favoreceu o resultado da inflação no setor em março. O óleo diesel, um dos mais representativos para o setor, teve elevação de 1,61%. E a projeção é que a alta se repita na próxima divulgação do indicador, já que em 1º de abril passaram a vigorar valores reajustados de combustíveis em 13 estados.

3 Impostos A partir de junho será obrigatório o esocial Todas as empresas, autônomos, pessoas físicas ou entidades que contratam pessoas estão sujeitos à obrigatoriedade Em 2014 todas as empresas brasileiras terão de se adaptar ao esocial. As exigências do novo sistema, também conhecido como folha de pagamento digital, ainda geram dúvidas aos empreendedores e empresas de vários portes. O setor empresarial aguarda a publicação de uma Portaria Interministerial que pretende prorrogar o cronograma de obrigatoriedade, mas até agora o novo prazo não foi oficializado. O objetivo do novo sistema é modernizar, integrar e otimizar a arrecadação de impostos sobre rotinas trabalhistas, fiscalizar online as normas do Ministério do Trabalho, além de reduzir a quantidade de informações redundantes enviadas a diversos órgãos. Com a implantação do módulo completo do esocial, as empresas deverão transmitir suas informações por meio de arquivos gerados em seus sistemas de informática, utilizando leiautes padronizados. Haverá integração direta entre o sistema informatizado do empregador e o ambiente nacional do esocial para transmissão dos arquivos, sem necessidade de preenchimento de telas na internet ou de programas geradores de escrituração ou declaração. Para utilização dessa opção, as empresas deverão possuir serviços web de conexão webservice. No arquivo enviado via webservice, devem constar informações sobre a folha de pagamento, avisos prévios, admissões, advertências, valores de cada recurso pago aos funcionários, bem como todos os descontos legais nos holerites. Com o novo sistema, o empregador deve estar atento, conferir e corrigir as informações em tempo real, principalmente em relação ao INSS, FGTS, IRRF e outros tributos. A qualificação cadastral deve ser feita o quanto antes para evitar transtornos e o empregador precisa atualizar as documentações dos funcionários junto à Previdência Social. São solicitados os registros do RG, CPF, comprovante de endereço, certidão de nascimento ou casamento, procuração em caso de terceiros, número do PIS do procurador e documento da CEF que informa a data de cadastro do PIS do funcionário. Os interessados podem ligar no 135 para agendar o atendimento na Previdência Social. Nos casos de mais de cinco atualizações, é preciso informar ao responsável do INSS para que haja a divisão nos atendimentos. O esocial faz parte do mesmo sistema do SPED e, por isso, a não adequação ou o preenchimento de informações inconsistentes geram multa vinculada ao SPED e ainda multas trabalhistas, que a partir de agora serão fiscalizadas online.

4 Leis trabalhistas Transportadoras sofrem com A Lei /12 (Lei do Motorista) ainda é uma polêmica para os transportadores de cargas. Bastante batalhada pelas categorias econômica e profissional, ainda gera discussões e dificuldades de adequação. Para o presidente da FETRANSPAR, Sérgio Malucelli, as empresas não conseguiram se adaptar integralmente a nova legislação. O setor reivindica a alteração de alguns pontos específicos do texto. Os transportadores estão a favor da lei, mas o setor concorda que ela precisa de alterações para beneficiar todos os envolvidos. Enquanto isso, as transportadoras sofrem com os passivos trabalhistas. A Câmara dos Deputados acaba de aprovar a alteração da jornada de trabalho do motorista de oito para até 12 horas. Na opinião do desembargador da 1ª turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Paulo Ricardo Pozzolo, o debatido projeto pretende flexibilizar a Lei dos Motoristas e, novamente, tenta estabelecer claras obrigações governamentais (tentativa que não logrou êxito quando da edição da Lei /12 em razão de veto presidencial). A possibilidade de elastecimento da jornada do motorista para 12h poderá beneficiar algumas empresas de transporte. Porém, tendo em vista as particularidades dessa profissão (que exige atenção ininterrupta e muitas vezes é exercida em condições estressantes, com rodovias muito movimentadas e mal conservadas), é necessário estabelecer medidas de contrapartida que evitem a exaustão do motorista e promovam a segurança no trânsito. A jornada de 12h não é uma novidade no mundo jurídico, pois é admitida em certas situações pela legislação (como nos arts. 61 e 235-F da CLT) e até pela jurisprudência do TST (cuja Súmula 444 permite a adoção da escala 12x36 desde que haja previsão em instrumento coletivo, remuneração em dobro dos feriados trabalhados e fruição efetiva da folga de 36h a cada 12h de labor). Claro que se a lei estabelecer a possibilidade de utilização da jornada de 12h (que já é adotada em muitos hospitais e serviços de vigilância) isso facilitará o planejamento empresarial. Parece-nos que, se Os transportadores estão a favor da lei, mas o setor concorda que ela precisa de alterações para beneficiar todos os envolvidos. Enquanto isso, as transportadoras sofrem com os passivos trabalhistas. Sérgio Malucelli a matéria for regulada em instrumento coletivo, permitindo o diálogo entre categorias econômica e profissional, e se não houver comprometimento da saúde do trabalhador e da segurança do trânsito (ideal que pode ser alcançado com a existência de intervalos regulares e medidas de equilíbrio entre a jornada de 12h e posteriores descansos a serem concedidos ao trabalhador), a aprovação dessa jornada será positiva para as empresas de transporte, ressalta Pozzolo. O desembargador acredita que a lei, por si só, não é causa para o fechamento de pequenas empresas, pois o aumento de custos em decorrência da adoção de medidas de proteção à saúde do trabalhador poderia ser compensado pela transferência para o preço dos fretes. O que acontece é que o transporte não é atividade simples, pois está interligada com a logística deficitária de nosso país, que não conta com rodovias, ferrovias, hidrovias, portos, aeroportos, depósitos, pontos de parada seguros e locais adequados para estacionamento. O serviço de transporte exige muitos pontos de logística e investimentos em tecnologia de ponta, circunstância que, aliada ao enfrentamento de estradas inseguras, mal conservadas e de trânsito intenso, gera dificuldades quase insuperáveis para o pequeno empreendedor. Queda de faturamento O assessor jurídico do SINTROPAR (Sindicato das Empresas de Transporte e Logística do Oeste do Paraná), Luiz Carlos Provin, é palestrante da Lei do Motorista em diversos municípios do Estado e, para ele, as empresas não estão contra a lei, mas há uma concorrência desleal com relação às que cumprem a lei e aquelas que não. As empresas maiores que se adequaram a lei tiveram queda de faturamento de 35 a 40%. Hoje é maior o número de empresas que não cumprem a lei, chegando a 70%, por conta da ausência da fiscalização. Provin se refere às empresas do Oeste do Paraná, que são focadas, em sua maioria, no agronegócio. Os empresários aguardam mudanças na lei que a torne mais viável e exequível. Provin explica que dentro do agronegócio existe a resistência dos embarcadores. Eles privilegiam algumas empresas. O transportador do agronegócio tem que carregar em horários determinados por eles e ainda sofrem com lentidão do Porto de Paranaguá. Embora haja agendamento, observa-se que no porto não existe fila, pois os caminhões carregados estão retidos ainda em Guarapuava e Cascavel. Temos dificuldade em fazer com que os próprios motoristas cumpram a lei. Sobre as reclamatórias trabalhistas, Pro-

5 21 anos fetranspar passivos trabalhistas vin garante que há uma dificuldade com relação à interpretação para motoristas de longa distância. Entendendo que o controle de jornada é anterior a lei, com o surgimento dela há interpretações divergentes. Alguns juízes entendem o controle da jornada após a lei e outros antes, gerando uma insegurança jurídica. Outra situação é que há conflitos de entendimento nesse sentido dentro do próprio TRT da 9ª região. Existem vários gargalos na lei, mas o principal deles é a fiscalização. Fiscalização Com uma fiscalização rígida, as empresas teriam mais competitividade. O Ministério Público do Trabalho e o Ministério do Trabalho e Emprego agem eficientemente nesse sentido, mas a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) tem falhado na fiscalização. Com o custo Brasil aumentado, havendo uma super safra, o escoamento dela será muito prejudicado. Provin destaca ainda que, se cumprida a lei rigorosamente, o transportador, com a mesma frota e os mesmos clientes, transporta apenas 65% dos grãos que transportava antes. Estamos buscando sensibilizar as autoridades competentes para que vejam esse quadro mais de perto e coloquem todas as partes que devem cumprir a lei na mesma balança. Não pode o transportador sofrer um tipo de pressão e o embarcador outro. A orientação da FETRANSPAR e dos As empresas maiores que se adequaram a lei tiveram queda de faturamento de 35 a 40%. Hoje é maior o número de empresas que não cumprem a lei, chegando a 70%, por conta da ausência da fiscalização. Luiz Carlos Provin Sindicatos é de que as empresas transportadoras de cargas cumpram a lei para evitar ações trabalhistas que podem prejudicar ainda mais. A lei precisa ser respeitada. Podemos e devemos batalhar juntos para que ela seja adequada, mas isso não significa não cumpri-la. Se todas as empresas estiverem trabalhando dentro da legislação, a concorrência será mais justa e os prejuízos menores, orienta o presidente da entidade, Sérgio Malucelli. A lei representa um avanço para os motoristas e para a sociedade, mas a infraestrutura pressuposta pela lei não avançou, fato que gera dificuldades e custos adicionais para os transportadores. A atuação estatal e o investimento em infraestrutura não só é necessária, mas urgente, pois o Estado deve existir não apenas para exigir e fiscalizar, mas também para propiciar melhores meios de realização da atividade de transporte, afirma o desembargador do TRT, Paulo Ricardo Pozzolo. Para o empresário Markenson Marques, da Cargolift, não há dificuldade para a implantação da Lei , mesmo para transportadores de pequeno porte. Fomos uma das primeiras a implantar a lei e temos aberto nossas portas para permitir outros transportadores copiar nosso modelo de gestão nesta parte. Diversas empresas de software desenvolveram sistemas que controlam a jornada dos motoristas e algumas delas com interface via rastreadores. Postos de combustíveis construíram ou ampliaram estacionamentos oferecendo este novo serviço a um custo razoável. A única dificuldade foi a falha do governo Dilma que recuou na fiscalização via Polícia Rodoviária Federal nas rodovias e do Ministério Público do Trabalho junto aos embarcadores e contratantes de frete, que são os principais responsáveis pelo descumprimento da lei. Para o Marques, com esta falha do governo federal as transportadoras encontraram muita resistência comercial para adequação dos contratos de transporte à lei. Se o governo tivesse feito a parte dele os fretes teriam se adequado a lei em sua plenitude, gerando mais demandas por caminhões e agora não estaríamos com a indústria de caminhões demitindo por queda no volume de vendas. O custo do frete teria subido, mas já iniciaria uma queda porque os embarcadores teriam aprendido a carregar e descarregar caminhões com agilidade para evitar o custo maior no frete provocado pela menor produtividade em horas/dia/motorista+caminhão que a lei teria imposto. Parcerias A sugestão do desembargador Pozzolo é que sejam feitas parcerias entre as transportadoras. Essas parcerias são fundamentais para redução de custos e perda de mercadorias, a exemplo dos grãos que são transportados de locais distantes até os portos, além de investimento em tecnologia. Cabe aqui uma observação: é equivocado pensar que se perde tempo no comparecimento a reuniões, assembleias, encontros e seminários promovidos pelas entidades que representam a categoria. Não se deve apenas trabalhar diuturnamente, sem comparecer a tais eventos, porque é justamente neles que surgem ideias para o aperfeiçoamento das atividades e a coalizão necessária para levá-las adiante. Uma sugestão: participem mais dessas discussões!, conclui.

6 Actioil A550: reduz custos de manutenção e protege motores INFORME PUBLICITÁRIO Solução A550, desenvolvida pela multinacional Actioil, tem a confiança de diversas marcas e evita a degradação do Diesel Com 15 anos de experiência global, sendo usado como solução nos mais diversos motores do mundo, a Actioil está no Brasil desde O principal produto comercializado pela empresa, o A550, é voltado à conservação e proteção dos equipamentos e veículos movidos à diesel, focando na limpeza, proteção de motores, reduzindo significativamente os custos de manutenção ligados á qualidade do combustível. Seu tratamento já ganhou a recomendação de vários Fabricantes, como IVECO Latin America, VOLVO Trucks, RENAULT Trucks, CATERPILLAR, JCB, LS Tractor e Petrobras Distribuidora. Nesse universo, o A550 pode ser usado em todos os equipamentos movidos a Diesel, como Caminhões e Ônibus Urbanos e Rodoviários. Com a solução A550, o transportador ganha a garantia de durabilidade dos caminhões e ônibus, fazendo com que os custos de manutenção sejam reduzidos significativamente. Os benefícios para os equipamentos são notórios e os resultados, tanto no campo mecânico quanto no ambiental, são excelentes, esclarece o engenheiro mecânico Fabio Marques, diretor da Actiplus. A razão pela qual é possível afirmar que os caminhões e ônibus ganham durabilidade está na fórmula do A550. Com 22 funções, o produto cria uma nano película, que se prende às paredes internas do tanque, fazendo com que sua atuação permaneça pelo período indicado, ao contrário dos aditivos comuns. Seu emprego é de longa duração, com uma aplicação a cada semestre. Para tanques e motores, há necessidade de usar 0,5% da capacidade total do tanque do caminhão/ônibus, nesse período. O Diesel brasileiro contém 5% de biodiesel e, nesse caso, a necessidade do Actioil A550 é ainda maior, pois a presença do biocombustível, um elemento orgânico, facilita a proliferação microbiana. A partir do momento no qual se aumenta o alimento para as bactérias, com a adição de biodiesel e diminuição do teor de enxofre, que seria o veneno, o cenário é de aumento drástico das bactérias, explica Jair Duarte, engenheiro químico e especialista ambiental do Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec), de Curitiba. No longo prazo, o uso do A550 evita a formação da borra, que afeta o sistema de injeção, desde o tanque até a câmara de combustão. Com ele, não há registro de perda de potência dos motores ou aumento do consumo de combustível; entupimento e saturação de filtros e tubulações; corrosão nos tanques e partes metálicas; e, por fim, quebra das bombas de combustível ou de unidades injetoras. Além disso, há grande contribuição ao meio ambiente, eliminando os resíduos nos tanques de combustível e diminuindo as emissões. Além disso, a Actioil incentiva o esporte brasileiro, apoiando o piloto revelação da Fórmula Truck em 2014, Marcello Cesquim. O paranaense disputa as etapas da categoria a bordo do Mercedes-Benz #90. Começamos a utilizar o Actioil em nossa frota de caminhões com o objetivo de melhorar a eficiência dos caminhões e a segurança nas viagens, haja vista que nossos abastecimentos são em todo o território nacional, onde não é possível garantir a qualidade de armazenamento do combustível. Para nossa surpresa, além garantir a qualidade do Diesel com a proteção oferecida pela Actioil, obtivemos significativo aumento de potência, redução de consumo de 2,11%, filtros mais limpos e redução da fumaça preta, afirma Nivaldo Pelizzari, diretor da NPL Transportes e Logística Ltda. Saiba mais no nosso site ou ligue para a Actioil (41)

7 Notas Seminário Brasileiro do Transporte Rodoviário de Cargas O presidente da FETRANSPAR, Sérgio Malucelli e o vice Afonso Akioshi Shiozaki participaram do XIV Seminário Brasileiro do Transporte Rodoviário de Cargas. Durante o evento participaram das discussões sobre as alterações na Lei do Motorista (12.619/12) em vigor há dois anos. O evento, promovido pela Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, destacou as mudanças previstas no anteprojeto de lei da comissão especial criada para analisar a matéria. Um dos dispositivos mais comentados no encontro foi o que trata da jornada de trabalho dos motoristas, incluindo os profissionais que trabalham no transporte coletivo de passageiros e no transporte de cargas. PneuShow Recaufair A NTC, colaboradora da 11ª Feira Internacional da Indústria de Pneus, a PnewShow Recaufair, levou os membros de sua Diretoria à abertura do evento, realizado no dia 23 de abril, em São Paulo. O presidente da FETRANSPAR, Sérgio Malucelli, participou da feira e da reunião mensal da Diretoria da entidade realizada no local. O presidente da NTC, José Hélio Fernandes, afirmou que a feira contribui muito para o setor do transporte rodoviário de cargas. A Pneushow-Recaufair disponibiliza aos empresários produtos e tecnologias avançadas, palestras e seminários tratando de custos, renovação de frota, logística, negócios, um leque completo de informações. E informação e conteúdo são o que setor mais precisa nesse momento. É uma grande contribuição que a Pneushow- Recaufair e também a Francal Feiras trazem ao transporte. O evento é a principal vitrine de novidades e lançamentos para as empresas de vários segmentos, como os de transportes, distribuidores, centros de serviços, revendedores, usinas, borracharias, indústrias automotivas, reformadores e lojas especializadas. Para apresentar a edição 2014 da competição Melhor Motorista de Caminhão do Brasil, promovido pela Scania, a montadora reuniu presidentes das Federações, Sindicatos e representantes da ComJovem. O encontro também teve como objetivo promover o diálogo a respeito do tema motorista, além de incentivar as associações presentes a apoiarem a causa. O presidente da FETRANSPAR esteve presente. A iniciativa é importante para o setor, que atualmente carece de motoristas qualificados, afirma Sérgio Malucelli. 21 Meio Ambiente Empresas aderem ao Programa Despoluir As transportadoras paranaenses Diamante, Perondi, Águia Branca e Representações Carlesso aderiram ao Despoluir Programa Ambiental do Transporte. Com o Despoluir, as empresas garantem aferições de níveis de poluentes emitidos por suas frotas, evitando multas e contribuindo com o meio ambiente, explica a coordenadora do programa no Paraná, Solange Caumo. De acordo com Solange, a meta do Despoluir é promover a melhoria da qualidade do ar por meio do monitoramento da emissão de poluentes e do aprimoramento da gestão de combustíveis consumidos pelos veículos. O Programa Despoluir é um projeto da Confederação Nacional do Transporte (CNT). No Paraná é coordenado pela Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (FETRANSPAR) e conta com parceria de todos os sindicatos associados. Toledo e Peabiru receberam aferições em abril Os transportadores das cidades de Toledo e Peabiru aderiram ao Programa Despoluir no mês de abril. Foram realizadas blitze para aferir o nível de emissão de poluentes dos caminhões. A ação foi um sucesso, mais de 140 veículos participaram. Sua empresa também pode aderir ao despoluir. Mais informações pelo telefone (41) ou pelo Sest Senat oferece curso online de Noções de Meio Ambiente Com o objetivo de conscientizar sobre os efeitos da degradação do Meio Ambiente e os impactos negativos dessa destruição acelerada, o Sest Senat criou um curso online que ensina Noções de Meio Ambiente e a importância do papel que cada um desempenha no meio ambiente. As aulas visam auxiliar o aluno no processo de mudança de atitudes. O curso é destinado a qualquer pessoa interessada em conhecer conceitos e informações sobre o meio ambiente e auxiliar na sua preservação. O conteúdo programático inclui: Meio ambiente: responsabilidade de cada um; Aquecimento global; Plante árvores; Lixo: faça a sua parte! e; Dicas para o consumo consciente. O tempo estimado para a realização do curso completo é, em média, de 12 horas. anos fetranspar O curso é gratuito. Para mais informações ligue ou envie um para DIRETORIA FETRANSPAR (GESTÃO 2013/2016) Sérgio Malucelli (Presidente) Honório Olavo Bortolini (Diretor Executivo) Afonso Akioshi Shiozaki (1º Vice-Presidente) Gilberto Antonio Cantu (2º Vice-Presidente) Carlos Antonio da Silva Vieira (1º Diretor Financeiro) Sebastião Mota (2º Diretor Financeiro) Luiz Carlos D Agostini, Markenson Marques dos Santos, Neocir Marcante e Albio Stupp (Diretores Efetivos) Mauri Marcelo Bevervanço, Sergio Roberto Rigolin e Milton César Rossato (Diretores Suplentes) Josmar Richter, Oscar Pascoal Agostinetto e Jarton Sartoretto (Conselheiros Fiscais) Joel Sebastião Roberti Jaloto, Ademir Alberto Fuhrmann e Marcos Egídio Battistella (Conselheiro Suplente) Sérgio Malucelli (1º Representante junto à CNT) Luiz Anselmo Trombini (2º Representante junto à CNT). FILIADOS DA FETRANSPAR CURITIBA: SETCEPAR Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas no Estado do Paraná Tel: (41) SEGUIPAR - Sindicato das Empresas e Proprietários de Serviços de Auto Socorro, Remoção e Resgate de Veículos e de Içamento através de Guinchos e Guindastes do Estado do Paraná Tel: (41) PONTA GROSSA: SINDIPONTA - Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Ponta Grossa Tel: (42) MARINGÁ: SETCAMAR - Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de Maringá Tel: (44) CASCAVEL: SINTROPAR - Sindicato das Empresas de Trans porte e Logística do Oeste do Paraná Tel: (45) TOLEDO: SINTRATOL - Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Toledo Tel: (45) DOIS VIZINHOS: SINDIVALE Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Dois Vizinhos FRANCISCO BELTRÃO: SETCSUPAR - Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Sudoeste do Paraná Tel: (46) GUARAPUAVA: SETCGUAR - Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de Guarapuava e Região Tel: (42) FOZ DO IGUAÇU: ATIFI - Associação dos Transportadores Rodoviários Internacionais de Foz do Iguaçu Tel: (45) E X P E D I E N T E Informativo da Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (FETRANSPAR) Rua 24 de Maio, 1294 Rebouças CEP Curitiba/PR Telefone (41) Fax: (41) Jornalista Responsável: Aline Cambuy (DRT 5746 PR) Projeto Gráfico e Diagramação: Celso Arimatéia Impressão: Gráfica Radial

8 Lei Câmara aprova mudanças na Lei do Motorista 21 anos fetranspar No dia 29 de abril a Câmara dos Deputados aprovou o substitutivo aos projetos de lei 4246/12 e 5943/13 que revoga a Lei , conhecida como Lei do Motorista. O texto prevê novas regras para a jornada de trabalho e tempo de direção dos transportadores de cargas empregados ou autônomos. Entre as principais mudanças está o aumento do tempo de direção ininterrupta de quatro para cinco horas e meia. De acordo com a Confederação Nacional do Transporte (CNT) é importante esclarecer que o projeto aprovado na Câmara não traz qualquer modificação imediata nas regras em vigor. O texto ainda será encaminhado ao Senado Federal, onde terá sua tramitação normal, podendo ser modificado, rejeitado ou aprovado. Se rejeitado, será arquivado. Se modificado voltará para a Câmara e se aprovado, ainda deverá ser enviado para a sanção da Presidente da República. Ainda no Executivo, o projeto poderá ser vetado, total ou parcialmente, ou sancionado na sua íntegra. A Lei de 30 de abril de 2012 continua em pleno vigor e a CNT orienta que é dever de todos cumprir as regras que por ela foram impostas aos motoristas empregados e autônomos, bem como aos empresários empregadores e aos contratantes do transporte. A proposta traz as seguintes alterações na CLT: Extensão por até quatro horas da jornada de trabalho do motorista empregado mediante previsão em negociação coletiva. Vale lembrar que a jornada atual é de 8 horas; Descanso diário de onze horas fracionado em oito horas ininterruptas e mais três horas no mesmo dia; Cumulação por até três semanas do descanso semanal nas viagens de longa distância; Flexibilização do tempo de espera, dispondo que pequenas movimentações pelo motorista em filas não o descaracterizará. Quanto ao Código de Trânsito, estabelece: Novo limite de tempo de direção, fixando o máximo de cinco horas e meia, quando será obrigatório intervalo de descanso de meia hora, permitindo o fracionamento de um e de outro. Intervalo de descanso diário do tempo de direção de onze horas, sendo oito horas ininterruptas mais três horas no mesmo dia; Possibilidade de coincidir os intervalos de refeição e descanso diário com os intervalos de descanso do tempo de direção. SUA EMPRESA PODE ESTAR AQUI. Anunciar no informativo da Fetranspar trará visibilidade ao seu projeto ou a sua empresa. Entre em contato com nosso departamento comercial e tenha sucesso em sua divulgação. - (41) Rua 24 de Maio, Rebouças - CEP Curitiba - PR PARA USO DOS CORREIOS MUDOU-SE DESCONHECIDO RECUSADO FALECIDO AUSENTE NÃO PROCURADO END. INSUFICIENTE CEP NÃO EXISTE NO INDICADO INFORMAÇÃO ESCRITA PELO PORTEIRO OU SÍNDICO REINTEGRADO AO SERVIÇO POSTAL / / / / RESPONSÁVEL

Sérgio Malucelli é o novo presidente da FETRANSPAR

Sérgio Malucelli é o novo presidente da FETRANSPAR ANO VII 74 EDIÇÃO ESPECIAL DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912306412/2012/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela ECT FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO

Leia mais

Ministério público age com embarcadores

Ministério público age com embarcadores ANO VII 77 DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912306412/2012/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela ECT FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Ministério

Leia mais

MT publica referência para o cálculo dos custos de frete do TRC

MT publica referência para o cálculo dos custos de frete do TRC ANO VIII 103 AGF LAMENHA LINS Rua Lamenha Lins, 1496 80250-981 Curitiba PR FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ MT publica referência para o cálculo dos custos de frete do

Leia mais

Os Ss do transporte FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ

Os Ss do transporte FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ ANO VII 78 DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912306412/2012/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela ECT FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Os Ss

Leia mais

Despoluir renova frota no Paraná

Despoluir renova frota no Paraná ANO VII 85 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Despoluir renova frota no Paraná FETRANSPAR recebe mais um carro para atender Curitiba e região NTC&Logística possui novo presidente

Leia mais

CNT divulga Pesquisa de Rodovias 2013

CNT divulga Pesquisa de Rodovias 2013 ANO VII 83 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ CNT divulga Pesquisa de Rodovias 2013 As rodovias concessionadas são as mais bem avaliadas Seminário Itinerante do Transporte

Leia mais

Más condições do Contorno Sul prejudicam o transporte

Más condições do Contorno Sul prejudicam o transporte ANO VII 76 DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912306412/2012/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela ECT FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Aplicação

Leia mais

Publicada a nova Resolução sobre inscrição e manutenção do RNTRC

Publicada a nova Resolução sobre inscrição e manutenção do RNTRC ANO VIII 102 AGF LAMENHA LINS Rua Lamenha Lins, 1496 80250-981 Curitiba PR FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Publicada a nova Resolução sobre inscrição e manutenção do

Leia mais

Lei do Motorista é sancionada sem vetos FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ

Lei do Motorista é sancionada sem vetos FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ ANO VIII 97 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Lei do Motorista é sancionada sem vetos Evento em Salvador debate custos do transporte rodoviário de cargas Congresso formaliza

Leia mais

em crise O País FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Congresso NTC 2015 VIII Encontro Nacional ComJovem

em crise O País FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Congresso NTC 2015 VIII Encontro Nacional ComJovem ANO VIII 98 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ O País em crise Congresso NTC 2015 VIII Encontro Nacional ComJovem ANTT prorroga prazo de validade do RNTRC Editorial Palavra

Leia mais

Mundo. Copa do. Confira o artigo do presidente da FETRANSPAR FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ

Mundo. Copa do. Confira o artigo do presidente da FETRANSPAR FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ ANO VII 89 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Copa do TranspoAmazônia e Encontro Nacional do Despoluir Mundo Confira o artigo do presidente da FETRANSPAR Estação Truck Paranaguá

Leia mais

A Economia em 2015 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ. Motoristas terão que fazer exame toxicológico para renovar CNH

A Economia em 2015 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ. Motoristas terão que fazer exame toxicológico para renovar CNH ANO VII 96 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ A Economia em 2015 Motoristas terão que fazer exame toxicológico para renovar CNH FETRANSPAR tem novo diretor executivo Editorial

Leia mais

Terminal de Contêineres de Paranaguá inaugura novo cais

Terminal de Contêineres de Paranaguá inaugura novo cais ANO VII 90 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Terminal de Contêineres de Paranaguá inaugura novo cais Mapa online retrata as condições das rodovias paranaenses FETRANSPAR

Leia mais

Entidades produtivas pedem ao Governo Federal a renovação da delegação ao Governo do Paraná das rodovias do Anel de Integração

Entidades produtivas pedem ao Governo Federal a renovação da delegação ao Governo do Paraná das rodovias do Anel de Integração ANO VIII 101 AGF LAMENHA LINS Rua Lamenha Lins, 1496 80250-981 Curitiba PR FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Entidades produtivas pedem ao Governo Federal a renovação da

Leia mais

TRC do Paraná conquista redução de ICMS FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ

TRC do Paraná conquista redução de ICMS FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ ANO VIII 99 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ TRC do Paraná conquista redução de ICMS XV Seminário Brasileiro do Transporte de Cargas Semana de Prevenção de Acidentes,

Leia mais

E agora? FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ

E agora? FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ ANO VII 79 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ E agora? Manifestações refletiram a insatisfação da população. E agora é hora de mudar o Brasil. Checkup inteligente é alternativa

Leia mais

Paraná ganha delegacia especializada no combate ao furto e roubo de cargas

Paraná ganha delegacia especializada no combate ao furto e roubo de cargas ANO IX 108 AGF LAMENHA LINS Rua Lamenha Lins, 1496 80250-981 Curitiba PR FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Paraná ganha delegacia especializada no combate ao furto e roubo

Leia mais

Tatiana Guimarães Ferraz Andrade 1

Tatiana Guimarães Ferraz Andrade 1 Principais Mudanças no regime de trabalho determinadas pela Lei 13.103/15 e seus impactos no dia-a-dia das transportadoras e dos motoristas de veículos de cargas e de passageiros Tatiana Guimarães Ferraz

Leia mais

Frotistas tecnologia 72

Frotistas tecnologia 72 tecno Frotistas 72 Por Luiz Carlos Beraldo Há opiniões controversas no mundo dos empresários brasileiros de transportes quando o assunto trata do futuro dos veículos comerciais. Alguns apostam que não

Leia mais

3 - Quem e como será fiscalizado o tempo de direção dos motoristas autônomos?

3 - Quem e como será fiscalizado o tempo de direção dos motoristas autônomos? Lei 12.619 1 - A lei já está em vigor ou entrará em qual data? R Sim. A lei está em vigor desde o dia 17/06/2012. 2 - O motorista profissional conforme artigo 67C, do CTB, na condição de condutor, é responsável

Leia mais

ALTERAÇÕES NA LEI DO MOTORISTA E DO TAC

ALTERAÇÕES NA LEI DO MOTORISTA E DO TAC J uiz de Fora, 04 de Março de 2015. Prezado Associado: ALTERAÇÕES NA LEI DO MOTORISTA E DO TAC O SETCJ F informa as principais alterações introduzidas na Lei 12.619/12 (Lei do Motorista), na Lei 11.442/07

Leia mais

PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS

PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS OBJETIVO DOS PROGRAMAS PREVENIR ATITUDES INSEGURAS NO TRANSPORTE POR MEIO DA CONSCIENTIZAÇÃO DOS MOTORISTAS. META ATINGIR O NÍVEL ZERO EM ACIDENTES SÉRIOS. PRINCIPAL

Leia mais

21 ANOS DE HISTÓRIA FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ A FETRANSPAR COMEMORA ANIVERSÁRIO. CONFIRA EDIÇÃO ESPECIAL

21 ANOS DE HISTÓRIA FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ A FETRANSPAR COMEMORA ANIVERSÁRIO. CONFIRA EDIÇÃO ESPECIAL ANO VII 87 FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ 21 ANOS DE HISTÓRIA A FETRANSPAR COMEMORA ANIVERSÁRIO. CONFIRA EDIÇÃO ESPECIAL 21 anos fetranspar Delegacia já: Setor pede

Leia mais

Lei 12 619 Regulamentação Profissão Motorista

Lei 12 619 Regulamentação Profissão Motorista Lei 12 619 Regulamentação Profissão Motorista 1. Introdução Este documento tem por objetivo apresentar a solução de software e serviço que atenderá a Lei nº 12.619 de 30 de abril de 2012,publicada no Diário

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG000363/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/02/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR002753/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.000337/2015-27 DATA DO

Leia mais

Despoluir no Paraná. Blitzes educativas e aferiçăo de poluentes em 6.325 veículos marcaram açőes em 2O11. Quarenta anos de transporte

Despoluir no Paraná. Blitzes educativas e aferiçăo de poluentes em 6.325 veículos marcaram açőes em 2O11. Quarenta anos de transporte Municípios poderăo cobrar pedágio para reduzir frota de veículos PÁGINA 6 ANO VI 64 FEV/2012 DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912172688/2007/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto

Leia mais

Inflação assusta brasileiros

Inflação assusta brasileiros DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912172688/2007/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela ECT FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Ano V - Nº 56 Maio

Leia mais

FOLHA DE PAGAMENTO E SUAS RETENÇÕES Carlos Alencar OUTUBRO/2013

FOLHA DE PAGAMENTO E SUAS RETENÇÕES Carlos Alencar OUTUBRO/2013 FOLHA DE PAGAMENTO E SUAS RETENÇÕES Carlos Alencar OUTUBRO/2013 OBRIGATORIEDADE A empresa é obrigada a elaborar mensalmente a folha de pagamento da remuneração paga devida ou creditada a todos os segurados

Leia mais

Boa notícia: Duplicação Matelândia-Medianeira. 6 Segurança

Boa notícia: Duplicação Matelândia-Medianeira. 6 Segurança DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912172688/2007/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela ECT FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Ano V - Nº 61 Outubro/2011

Leia mais

FETRANSPAR debate transporte e logística com candidatos ao governo

FETRANSPAR debate transporte e logística com candidatos ao governo DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912172688/2007/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela ECT FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Ano V - Nº 49 Setembro/2010

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002217/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/10/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053080/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.035134/2010-15 DATA DO

Leia mais

IMPACTO DA LEI Nº 12.619/12 NO SETOR DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS

IMPACTO DA LEI Nº 12.619/12 NO SETOR DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS IMPACTO DA LEI Nº 12.619/12 NO SETOR DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS DO ESCRITÓRIO Funcional Consultoria é uma empresa de diagnóstico e formulação de soluções empresariais, constituída por uma equipe

Leia mais

3 Pedágio. IPVA mais barato FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ. Impresso Especial. mais caro

3 Pedágio. IPVA mais barato FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ. Impresso Especial. mais caro DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912172688/2007/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela ECT FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Ano V - Nº 52 Dezembro/2010

Leia mais

O que você encontrará nesse e-book? Sumário

O que você encontrará nesse e-book? Sumário [ E-BOOK] Sumário O que você encontrará nesse e-book? Lei N.º 13.103/15 Lei dos Motoristas...03 Como fazer controle de jornada...07 Controle de Jornada...09 Portaria Nº 373...17 Conclusão...20 Material

Leia mais

MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS

MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 398 Ano IX 29/maio/2014 MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS No mercado físico de etanol a última semana de maio foi encerrada

Leia mais

Montadoras querem TJLP mais baixa para vender caminhões

Montadoras querem TJLP mais baixa para vender caminhões DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912172688/2007/DR/PR FETRANSPAR FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Ano IV - Nº 36 Março/2009 PÁGINA 6 Petrobras pretende vender etanol

Leia mais

Vinícius Ladeira Gerente de Projetos Ambientais da CNT Junho de 2010

Vinícius Ladeira Gerente de Projetos Ambientais da CNT Junho de 2010 Combustíveis Alternativos e a Redução das Emissões de Poluentes 12ª Transpo-Sul Vinícius Ladeira Gerente de Projetos Ambientais da CNT Junho de 2010 Tecnologias, Combustíveis mais limpos e Redução das

Leia mais

Como preparar minha empresa para o esocial?

Como preparar minha empresa para o esocial? 1 Como preparar minha empresa para o esocial? SUMÁRIO Introdução Você sabe o que é o esocial? Como está sua empresa? Os pontos mais importantes para se adequar 3.1 - Criar um comitê 3.2 - Mapear os processos

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

Postos de paradas a motoristas pode ser uma exigência

Postos de paradas a motoristas pode ser uma exigência Despoluir em Maringá, como continuidade ao Programa nacional PÁGINA 3 ANO VI 68 JUN/2012 DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912172688/2007/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela

Leia mais

Manual Prático Trabalhista e Previdenciário

Manual Prático Trabalhista e Previdenciário Manual Prático Trabalhista e Previdenciário Qual é o prazo para pagamento dos salários dos empregados? R: O pagamento deve ser realizado até o 5º dia útil do mês seguinte. Esta deve ser a data em que deve

Leia mais

Edição 44 (Abril/2014)

Edição 44 (Abril/2014) Edição 44 (Abril/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação tem maior alta desde janeiro de 2013 O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial,

Leia mais

Syndarma e ANP discutem o uso do biodiesel nos motores marítimos

Syndarma e ANP discutem o uso do biodiesel nos motores marítimos Syndarma e ANP discutem o uso do biodiesel nos motores marítimos O Sindicato Nacional das Empresas de Navegação Marítima - Syndarma, como representante de uma significativa parcela das empresas de navegação

Leia mais

JORNADA DE TRABALHO SINDIREPA LUCIANA CHARBEL GERÊNCIA DE RELAÇÕES TRABALHISTAS 20 DE JUNHO DE 2013

JORNADA DE TRABALHO SINDIREPA LUCIANA CHARBEL GERÊNCIA DE RELAÇÕES TRABALHISTAS 20 DE JUNHO DE 2013 JORNADA DE TRABALHO SINDIREPA LUCIANA CHARBEL GERÊNCIA DE RELAÇÕES TRABALHISTAS 20 DE JUNHO DE 2013 DURAÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO DIÁRIA: 8 HORAS SEMANAL: 44 HORAS MENSAL: 220 HORAS INTERVALOS PARA DESCANSO

Leia mais

Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010

Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010 Programa Automotivo Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010 Gestor: Paulo Sérgio Bedran Diretor do Departamento de Indústrias de Equipamentos de Transporte

Leia mais

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm ESTUDO DA CNT APONTA QUE INFRAESTRUTURA RUIM AUMENTA CUSTO DO TRANSPORTE DE SOJA E MILHO As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm impacto significativo na movimentação

Leia mais

Linha do Tempo até esocial

Linha do Tempo até esocial Linha do Tempo até esocial 2005 Nfe 2006 Sped Fiscal 2007 Sped Contábil 2011 Desoneração da Folha de Pagamento 2013 esocial Sped Folha INVESTIMENTO DA RFB T REX Fabricado pela IBM e montado nos Estados

Leia mais

Mercedes-Benz destaca na Rio+20 as vantagens ambientais do uso de diesel de cana e biodiesel em caminhões e ônibus

Mercedes-Benz destaca na Rio+20 as vantagens ambientais do uso de diesel de cana e biodiesel em caminhões e ônibus Rio+20 Mercedes-Benz destaca na Rio+20 as vantagens ambientais do uso de diesel de cana e biodiesel em caminhões e ônibus Informação à imprensa 13 de junho de 2012 10 ônibus rodoviários O 500 RS da Mercedes-Benz,

Leia mais

O ponto de apoio ideal dos profissionais do volante! 26 a 28 de setembro RIOCENTRO Rio de Janeiro - RJ

O ponto de apoio ideal dos profissionais do volante! 26 a 28 de setembro RIOCENTRO Rio de Janeiro - RJ O ponto de apoio ideal dos profissionais do volante! 26 a 28 de setembro RIOCENTRO Rio de Janeiro - RJ A Expotáxi agora é nacional Atendendo ao grande apelo da imensa maioria dos expositores e ao sucesso

Leia mais

ComJovem agora em Cascavel. FETRANSPAR e SINTROPAR promovem debate sobre o pedágio paranaense

ComJovem agora em Cascavel. FETRANSPAR e SINTROPAR promovem debate sobre o pedágio paranaense DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912172688/2007/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela ECT FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Ano V - Nº 60 Setembro/2011

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 1/5 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ENTIDADES CULTURAIS, RECREATIVAS, DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, DE ORIENTAÇÃO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, NO ESTADO DO PARANÁ SENALBA/PR, CNPJ 75.992.446/0001-49,

Leia mais

DEPARTAMENTO PESSOAL

DEPARTAMENTO PESSOAL DEPARTAMENTO PESSOAL DÚVIDAS MAIS FREQUENTES 1 1. Documentos necessários para admissão Para o processo de admissão, o novo funcionário deverá apresentar a relação de documentos abaixo: *Carteira de Trabalho

Leia mais

MODERNIZAÇÃO DAS RELAÇÕES DO TRABALHO

MODERNIZAÇÃO DAS RELAÇÕES DO TRABALHO MODERNIZAÇÃO DAS RELAÇÕES DO TRABALHO 71 ANOS DA CLT - Cenário quando da edição Importante instrumento para reger as relações do trabalho no início da década de 40 Industrialização incipiente (Brasil Rural)

Leia mais

esocial esocial Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais;

esocial esocial Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais; Ref.: nº 26/2015 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE PROCEDIMENTOS NA ÁREA ADMINISTRATIVA A - QUADROS. A.1 - Após a constituição da empresa, deverá ser mantido em local visível

MANUAL DO CLIENTE PROCEDIMENTOS NA ÁREA ADMINISTRATIVA A - QUADROS. A.1 - Após a constituição da empresa, deverá ser mantido em local visível MANUAL DO CLIENTE PROCEDIMENTOS NA ÁREA ADMINISTRATIVA A - QUADROS A.1 - Após a constituição da empresa, deverá ser mantido em local visível seu quadro de avisos para análise da fiscalização os seguintes

Leia mais

LEI N. 2.174, DE 08 DE OUTUBRO DE 2013

LEI N. 2.174, DE 08 DE OUTUBRO DE 2013 LEI N. 2.174, DE 08 DE OUTUBRO DE 2013 Poder Legislativo Regulamenta área para estacionamento exclusivo de veículos pesados no Município de Lucas do Rio Verde - MT. O Prefeito do Município de Lucas do

Leia mais

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa?

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? SISTEMA HUMANUS DE GESTÃO DE RH O QUE É O ESOCIAL? O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação

Leia mais

FISCAL TETO PARA OPÇÃO AO LUCRO PRESUMIDO SOBE PARA R$ 78 MILHÕES

FISCAL TETO PARA OPÇÃO AO LUCRO PRESUMIDO SOBE PARA R$ 78 MILHÕES BOLETIM INFORMATIVO DUARTE BENETTI CONTABILIDADE ANO XXIX Nº 117 JULHO/2013 Fiscal... 1 Pessoal... 2 Social... 3 Feriado e Agenda Obrigações...4 Mensagem...5 FISCAL TETO PARA OPÇÃO AO LUCRO PRESUMIDO SOBE

Leia mais

Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011

Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011 Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011 A oitava reunião mensal do ano da Comissão Trabalhista e de Gestão Empresarial superou as expectativas. 50 representantes

Leia mais

Por: Marco Lassen. Diesel

Por: Marco Lassen. Diesel Por: Marco Lassen Diesel Óleo Diesel e a Evolução do Teor de Enxofre Evolução do Teor de Enxofre 3 Legislação e Teor de Enxofre 2000 ppm 350 ppm 500 ppm 10 ppm 50 ppm 10 ppm EUROPA EURO III EURO IV EURO

Leia mais

DECOPE Possíveis Impactos da Lei 12.619

DECOPE Possíveis Impactos da Lei 12.619 Possíveis Impactos da Lei 12.619 Introdução Custos do TRC Comportamento dos Custos Produtividade no TRC Exemplos COMPLEXIDADE da escolha de um Preço FRETE $ FRETE x Qtde Vendida CUSTOS RECEITA Concorrentes

Leia mais

E-SOCIAL. Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social.

E-SOCIAL. Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social. E-SOCIAL Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social. O E-Social é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações

Leia mais

Inovar-Auto: novas perspectivas para a indústria automotiva nacional?

Inovar-Auto: novas perspectivas para a indústria automotiva nacional? Inovar-Auto: novas perspectivas para a indústria automotiva nacional? Com a participação ativa dos Metalúrgicos da CNM/CUT, em 3 de outubro de 2012 o Governo Federal publicou o decreto 7.819/2012 1 que

Leia mais

esocial Informações e Orientações Atualizadas

esocial Informações e Orientações Atualizadas esocial Informações e Orientações Atualizadas Conceito e Objetivos do esocial O esocial é uma ação conjunta destes órgãos e entidades do governo federal: Caixa Econômica Federal Instituto Nacional do Seguro

Leia mais

Resultados dos testes de Uso Experimental e Específico. Óleo diesel com teor de biodiesel superior ao disposto em lei

Resultados dos testes de Uso Experimental e Específico. Óleo diesel com teor de biodiesel superior ao disposto em lei Resultados dos testes de Uso Experimental e Específico Óleo diesel com teor de biodiesel superior ao disposto em lei Agenda Regulamentação; Resultados dos testes de uso experimental e específico; Companhia

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS

ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS Pelo presente termo de Acordo Coletivo de Trabalho, e de acordo com a convenção Coletiva de Trabalho conforme cláusulas específicas celebraram

Leia mais

PRINCIPAIS DIFICULDADES PARA A APLICAÇÃO DO SPED CONTÁBIL E FISCAL 1

PRINCIPAIS DIFICULDADES PARA A APLICAÇÃO DO SPED CONTÁBIL E FISCAL 1 PRINCIPAIS DIFICULDADES PARA A APLICAÇÃO DO SPED CONTÁBIL E FISCAL 1 FERNANDES, Alexandre Roberto Villanova 2 ; KIRINUS, Josiane Boeira 3 1 Trabalho de Pesquisa _URCAMP 2 Curso de Ciências Contábeis da

Leia mais

Excelência. Recursos. Faturamento/Financeiro Faturamento Contas a Receber Contas a Pagar Fiscal Contábil

Excelência. Recursos. Faturamento/Financeiro Faturamento Contas a Receber Contas a Pagar Fiscal Contábil Competência Sistemas para Transportadoras e Soluções Você e sua Empresa em perfeita sintonia Excelência Recursos Tms EXPERIÊNCIA O sistema é composto por módulos que controlam e integram os processos operacionais

Leia mais

esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL

esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL NF-e Abrangência ECD esocial EFD EFD - IRPJ CT-e NFS-e E-Lalur FCont O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar

Leia mais

III REPOUSO SEMANAL REMUNERADO

III REPOUSO SEMANAL REMUNERADO III REPOUSO SEMANAL REMUNERADO I. O DOMINGO COMO DESCANSO II. FERIADOS III. A REMUNERAÇÃO DO REPOUSO IV. MULTA ADMINISTRATIVA V. OS TRIBUNAIS E O REPOUSO I - O DOMINGO COMO DESCANSO 1) FUNDAMENTO LEGAL

Leia mais

REGULAMENTO E QUESTIONÁRIO DE AVALIÇÃO PARA PREMIAÇÃO.

REGULAMENTO E QUESTIONÁRIO DE AVALIÇÃO PARA PREMIAÇÃO. REGULAMENTO E QUESTIONÁRIO DE AVALIÇÃO PARA PREMIAÇÃO. A Revista Motoboy Magazine tem o prazer de realizar o Prêmio Motoboy Magazine Top Motofrete 2013, a fim de prestigiar o trabalho de empresas em prestação

Leia mais

PAT. Tudo. sobre o. Programa de Alimentação do Trabalhador. www.vb.com.br

PAT. Tudo. sobre o. Programa de Alimentação do Trabalhador. www.vb.com.br www.vb.com.br PAT Tudo sobre o Programa de Alimentação do Trabalhador Com a VB seu maior benefício é aumentar a produtividade da sua empresa. Especializada na comercialização e logística de benefícios,

Leia mais

METODOLOGIA DE CÁLCULO DA TARIFA TÉCNICA

METODOLOGIA DE CÁLCULO DA TARIFA TÉCNICA METODOLOGIA DE CÁLCULO DA TARIFA TÉCNICA ÍNDICE 1. QUILOMETRAGEM 2. PASSAGEIROS 3. IPK 4. CUSTOS DEPENDENTES OU VARIÁVEIS 4.1. Combustível 4.2. Lubrificantes 4.3. Rodagem 4.4. Peças e acessórios e serviços

Leia mais

ASSUNTOS DIVERSOS FÉRIAS COLETIVAS

ASSUNTOS DIVERSOS FÉRIAS COLETIVAS BOLETIM INFORMATIVO DUARTE BENETTI CONTABILIDADE ANO XXIX Nº 122 Dezembro / 2013 Assuntos Diversos...1 Fiscal... 2 Pessoal... 3 Social... 4 Feriado e Agenda Obrigações...5 Mensagem...6 ASSUNTOS DIVERSOS

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS Luis Eduardo Machado¹ Renata Sampaio Gomes ² Vanessa F. Balieiro ³ RESUMO Todos sabemos que não é possível haver regressão nas tecnologias

Leia mais

PROGRAMA SETPESP DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

PROGRAMA SETPESP DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL PROGRAMA SETPESP DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL ÍNDICE 1- O Que éo SETPESP -Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de São Paulo 2- Programa SETPESP de Responsabilidade Socioambiental

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000204/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/03/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR006500/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46208.002367/2015-27 DATA DO

Leia mais

TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS

TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS SETEMBRO DE 2015 1 2 PRODUTOS PARTICIPAÇÃO NO PIB 2013 Outros Serviços 33,7% Administração, saúde e educação públicas

Leia mais

03/05/2015. Entendendo o esocial

03/05/2015. Entendendo o esocial Entendendo o esocial 1 O que é o esocial O esocialé o instrumento de unificação da prestação das informações referentes à escrituração das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas e tem por finalidade

Leia mais

o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica sumário >> Introdução... 3 >> Nota fiscal eletrônica: o começo de tudo... 6 >> Nota fiscal de consumidor eletrônica (NFC-e)... 10 >> Quais as vantagens

Leia mais

ABTI: Associação Brasileira de Transportadores Internacionais SETCERGS:

ABTI: Associação Brasileira de Transportadores Internacionais SETCERGS: ABTI: Associação Brasileira de Transportadores Internacionais SETCERGS: Sindicato das Empresas de Transportes de Carga e Logística no Estado do Rio Grande do Sul ESTATUTO DO MOTORISTA ESTUDO E SUGESTÕES

Leia mais

PROJETO DE LEI N o 7.191, DE 2010 (Apensados PL nº 7.895, de 2010, e nº 611, de 2011)

PROJETO DE LEI N o 7.191, DE 2010 (Apensados PL nº 7.895, de 2010, e nº 611, de 2011) COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N o 7.191, DE 2010 (Apensados PL nº 7.895, de 2010, e nº 611, de 2011) Regula o exercício da atividade de condução de veículos de

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000096/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/01/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR064426/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.042751/2011-40 DATA DO

Leia mais

Analista de RH Cursando superior em área afins. Conhecimento em folha de pagamento, rescisões e cartão ponto. Horário comercial Salário 1.

Analista de RH Cursando superior em área afins. Conhecimento em folha de pagamento, rescisões e cartão ponto. Horário comercial Salário 1. SELECIONA: Analista de RH Cursando superior em área afins. Conhecimento em folha de pagamento, rescisões e cartão ponto. Horário comercial Salário 1.300,00 Auxiliar Administrativo Imobiliária Profissional

Leia mais

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Dra. Valéria de Souza Telles esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Manual de Orientação do e - Social Versão 1.0 (Ato Declaratório Executivo SUFIS nº 5/13 DOU de 18/07/2013) Manual de Orientação do

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL Page 1 of 6 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR004589/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR057715/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.013061/2013-75 DATA DO

Leia mais

Fase 2 (setembro 2012) Sondagem: Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário - 2012

Fase 2 (setembro 2012) Sondagem: Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário - 2012 Sondagem: Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário - 2012 Apresentação A sondagem Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário 2012 Fase 2 apresenta a visão do empresário do transporte

Leia mais

DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA.

DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA. DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA. Caro participante, Agradecemos a sua presença no III Megacity Logistics Workshop. Você é parte importante para o aprimoramento

Leia mais

Linha Economia Verde

Linha Economia Verde Linha Economia Verde QUEM SOMOS Instituição Financeira do Estado de São Paulo, regulada pelo Banco Central, com inicio de atividades em Março/2009 Instrumento institucional de apoio àexecução de políticas

Leia mais

e-social Alexandre Corrêa

e-social Alexandre Corrêa e-social Alexandre Corrêa e-social O e-social consiste na escrituração digital da folha de pagamento e das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais. Permitirá uma fiscalização muito mais eficaz,

Leia mais

COMO A GIR NA CRI $E 1

COMO A GIR NA CRI $E 1 1 COMO AGIR NA CRI$E COMO AGIR NA CRISE A turbulência econômica mundial provocada pela crise bancária nos Estados Unidos e Europa atingirá todos os países do mundo, com diferentes níveis de intensidade.

Leia mais

Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos

Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos M&M Soluções Web www.mmsolucoesweb.com.br Página 2 de 18 Apresentação Criada oficialmente em 2009, a M&M iniciou suas atividades através

Leia mais

Obrigado por nos ajudar a ajudar sua empresa.

Obrigado por nos ajudar a ajudar sua empresa. Manual do Cliente Manual do cliente Prezado cliente, Para que sua empresa esteja sempre regular perante todas as esferas de fiscalização existentes, é necessário que mensalmente um conjunto de informações

Leia mais

Desafio Logístico 2013

Desafio Logístico 2013 1 Desafio Logístico 2013 Índice Introdução 3 A situação O desafio 5 5 Regras gerais 6 2 Introdução O desenvolvimento econômico do Brasil enfrenta inúmeros desafios sendo que um dos mais complexos está

Leia mais

LOGÍSTICA & BRASIL Artigo

LOGÍSTICA & BRASIL Artigo O artigo aborda relações entre logística, formação profissional e infra-estrutura do país. São debatidas questões sobre a evolução da logística no Brasil, a preparação educacional do profissional de logística

Leia mais

Módulo Recursos Humanos

Módulo Recursos Humanos Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada

Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMOVEIS - 4ª REGIÃO RUA CARIJOS 244 10º ANDAR EDIFICIO WALMAP BELO HORIZONTE-MG Telefone: (31) 3271-6044 Comparativo da Despesa Autorizada/Realizada Ano do : 2014 : 01/01/2014

Leia mais

SUBCONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE

SUBCONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE 1. OBJETIVO Estabelecer procedimento padrão para subcontratar serviços de transporte de cargas, sem exclusividade, subordinação e dependência, com a finalidade da realização da prestação de serviços de

Leia mais

MD CONSULTORIA EM RECURSOS HUMANOS SITE WWW.MDRH.COM.BR E-MAIL MDRH@MDRH.COM.BR TELEFONE 49 3323 5804 CADASTRO TOTALMENTE GRATUITO

MD CONSULTORIA EM RECURSOS HUMANOS SITE WWW.MDRH.COM.BR E-MAIL MDRH@MDRH.COM.BR TELEFONE 49 3323 5804 CADASTRO TOTALMENTE GRATUITO SELECIONA: Farmacêutico Descrição: Para responder tecnicamente pela distribuição dos medicamentos, auxiliar os representantes nas orientações necessárias, auxiliar os clientes, fornecer treinamentos quanto

Leia mais

PÁGINA. Caminhões na fila

PÁGINA. Caminhões na fila DEVOLUÇÃO GARANTIDA Impresso Especial 9912172688/2007/DR/PR FETRANSPAR Fechamento Autorizado Pode ser aberto pela ECT FEDERAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO PARANÁ Ano V - Nº 54 Marco

Leia mais