AVALIAÇÃO DO PLANO DE ACÇÃO 2011

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AVALIAÇÃO DO PLANO DE ACÇÃO 2011"

Transcrição

1 AVALIAÇÃO DO PLANO DE ACÇÃO 2011 Eixo de Desenvolvimento I: Emprego/Desemprego Desenvolver medidas com vista à redução do desemprego, ao aumento da estabilidade no emprego e facilitadores do ingresso dos primeiros empregos no mercado de trabalho Acção de sensibilização Como procurar emprego Realizada na Feira Emprega 2011 Acção de sensibilização balanço de competências Acção de sensibilização sobre responsabilidade social Acção Cumprida. Realizada no dia 28/06/2011 Levantamento do tecido empresarial do Concelho Acção em curso Desenvolvimento de brochura de divulgação dos comunitários, dos apoios ao emprego e das oportunidades formativas e de emprego Sessão de divulgação da legislação que enquadra as Amas Acção não cumprida. A aguardar novo enquadramento legal Sessão de discussão sobre alargamento de horários e serviços de apoio à guarda de crianças (convidar exemplos ) Acção não cumprida. A aguardar novo enquadramento legal Seminário A realidade do Mercado de Trabalho, direccionado para jovens que ingressam pela 1ª vez no mercado de trabalho Realizada na Feira Emprega 2011 Reuniões realizadas: ; ; ; IEFP, Centro de Emprego CRª AIRO CEERDL/AIRO/IEFP CEERDL/AIRO/IEFP Ponto de Ajuda CLDS/ SCMCR AIRO AIRO IEFP, Centro de Emprego CRª Núcleo executivo

2 Desenvolver medidas com vista à promoção das acções de formação existentes no Concelho e Promover a articulação e ajustamento das necessidades de qualificações por parte das entidades empregadoras e a oferta formativa do Concelho Desenvolvimento de brochura de divulgação dos comunitários, dos apoios ao emprego e das oportunidades formativas e de emprego Acção em curso Acções de divulgação dos Planos de formação para os jovens junto das Escolas do Concelho Acção cumprida na feira Emprega 2011 Feira do Emprego Acção Cumprida realizada de 19 a 22 de Maio Seminário A importância da aprendizagem ao longo da vida direccionada para a população em geral Levantamento do tecido empresarial do Concelho e caracterização dos postos de trabalho Acção em curso Sessão de discussão e articulação entre entidades formadoras dos planos formativos desenvolvidos no Concelho e constituição de grupo de trabalho Acção cumprida. Sessão realizada no dia Seminário s/ mercado de trabalho direccionado para jovens a realidade do mercado de trabalho Promover dias temáticos nas escolas, vocacionados para o conhecimento das Profissões: Dia das Profissões Acção cumprida. Realizado no dia Promover um Concurso de empreendedorismo nas escolas do Concelho Acção cumprida. Concurso realizado: Jovem Empreendedor Reuniões realizadas: ; ; ; CEERDL/AIRO/IEFP Ponto de Ajuda- CLDS/ SCMCR AIRO / IEFP CEERDL/AIRO/IEFP GABINAE / SOPROFOR / IEFP/AIRO/CEERDL Núcleo executivo

3 Eixo de Desenvolvimento II: Saúde Promover medidas que visem uma maior disseminação de informação e de intervenção na Toxicodependência e do Alcoolismo Divulgação e promoção do Banco Local de Voluntariado Acção Cumprida, foi realizada divulgação nas reuniões de grupos de trabalho e Comunicação Social Constituição de grupos de voluntários para apoio comunitário Acção a cumprir no próximo ano Acções de sensibilização dirigidas à Comunidade local e grupos específicos Acções cumpridas, pela a Associação FOZ, Associação Viagem de Volta, Cruz Vermelha, nas escolas e junto da Comunidade local. Criação de um grupo de Pares nas Escolas do Concelho Acção cumprida, através do projecto Gerações K da Cruz Vermelha Acção Copos. Quem decides és tu abrangendo 23 turmas. Acção Comunitária de prevenção (Ex.ºCaminhada pela Saúde) Acção cumprida, O Projecto gerações K da Cruz Vermelha realizou dois sábados/ mês uma acção comunitária na Praça 05 de Outubro Acção cumprida, foram realizadas as seguintes reuniões: - 15 de Junho 2011 e 11 de Outubro de 2011 BLV/CR BLV/CR ET.CR/Cruz Vermelha/Associa ção Viagem de Volta/Associação Foz Núcleo executivo Promover medidas que facilitem o acesso aos serviços/consultas Acções de sensibilização aos Presidentes de Junta e nomeação de um representante Acção cumprida. Foi realizada acção de sensibilização e esclarecimento operacional às Juntas de Freguesia no dia 17 de Outubro de 2011 Acção de esclarecimento operacional aos representantes das Juntas de Freguesia Acção cumprida. Foi realizada acção de sensibilização e esclarecimento operacional às Juntas de Freguesia no dia 17 de Outubro de 2011 Implementação do serviço de apoio à marcação de consultas electronicamente Acção cumprida em algumas Juntas de Freguesia. Elaborar projecto de voluntariado para o Centro de Saúde das Caldas da Rainha Acção não cumprida. Em fase de elaboração através de parcerias com o Banco Local de Voluntariado, Escola Sec. Raul Proença e ETEO Acção cumprida, foram realizadas as seguintes reuniões: - 15 de Junho 2011 e 11 de Outubro de 2011 CMCR ACES O/N Juntas de Freguesia ACES O/N Núcleo executivo

4 Promover medidas que visem aumentar as respostas comunitárias para as pessoas com doença mental Prestação de apoio em cuidados comunitários Acção Cumprida, através da Unidade de Cuidados à Comunidade do ACES/ON Acções de sensibilização comunitária em área de saúde mental Acção cumprida: Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro Projecto PAR Candidatura para diagnóstico de necessidades de apoio domiciliário Acção não cumprida, a aguardar abertura de candidaturas Pedido de certificação às entidades competentes Acção cumprida, CEERDL certificado pela EQUASS a 14 de Março de 2011 Candidatura para residência para pessoas com doença mental Acção não cumprida, a aguardar abertura de candidaturas Acção cumprida, foram realizadas as seguintes reuniões: - 15 de Junho 2011 e 11 de Outubro de 2011 ACES O/N CEERDL Aumentar o conhecimento da população acerca das respostas sociais/serviços existentes no Concelho na área da Saúde Elaborar questionário às entidades da área da saúde Elaborar e distribuir guia de Trabalho da Saúde

5 Eixo III de Desenvolvimento: Acção Social Infância e Juventude Desenvolver estratégias com vista à minimização do nº de crianças vítimas de negligência e maus-tratos Sensibilização às Juntas de Freguesia e Comunidade em geral acerca da problemática em questão Acção não cumprida Divulgação da junto das Escolas Acção cumprida: 02 de Março Escola Rafael Bordalo Pinheiro 23 de Novembro IPL Levantamento e encaminhamento do nº de famílias a necessitarem de formação na área das competências pessoais, parentais e sociais Acção Cumprida Acções de formação na área das competências pessoais, parentais e sociais Acção Cumprida, através do Projecto Apoio a pais Jovens Reuniões realizadas nos dias: - 21 de Junho de 2011; - 11 de Outubro de ACES ON CHON Ponto de Ajuda- CLDS/ SCMCR Desenvolver estratégias que visem uma diminuição do consumo de álcool e outras substâncias psicoactivas Reuniões com Associações recreativas, culturais.. Acção cumprida. Reunião realizada no dia 21 de Outubro de 2011 Levantamento do nº de crianças a necessitar de ser inseridos nas actividades Acção Cumprida Encaminhamento de Crianças e Jovens para acções que desenvolvam competências pessoais, sociais, escolares e profissionais Acção cumprida. Encaminhamento para cursos profissionais do GABINAE, SOPROFOR e CEERDL Acção cumprida. Reuniões realizadas nos dias: - 21 de Junho de 2011; - 11 de Outubro de Acções de sensibilização junto das Escolas do Concelho Acções cumpridas, pela a Associação FOZ, Associação Viagem de Volta, Cruz Vermelha, nas escolas e junto da Comunidade local. Formação de grupos de pares Acção não cumprida Acções de sensibilização dirigidas aos proprietários de espaços de diversão nocturnos Acção cumprida, através do projecto Gerações K da Cruz Vermelha Cruz vermelha/associa ção Viagem de Volta/Associação Foz ACES ON Cruz Vermelha/Associa ção Viagem de volta

6 Aumentar o conhecimento da população acerca das respostas sociais/serviços existentes no Concelho na área da Infância e Juventude Elaborar questionário às entidades da área da Infância e juventude Elaborar e distribuir guia de Trabalho da Acção Social Eixo IV de Desenvolvimento: Acção Social - Envelhecimento Desenvolver estratégias que visem uma diminuição do isolamento geográfico e social dos idosos Elaboração de uma ficha de identificação de idosos em situação de isolamento geográfico e social Encaminhamento da ficha para todos os parceiros do CLAS Ficha de identificação de Idosos em situação de isolamento geográfico e Social enviada para todos os parceiros no dia 18 de Agosto de 2011 ( via ). Divulgação do Banco Local de Voluntariado junto da comunicação Social, Freguesias e IPSS Elaboração de um projecto para voluntariado com idosos Acção cumprida. Projecto divulgado nas reuniões de grupos de trabalho da Rede Social. Formação de um grupo de voluntários Acções de formação para cuidadores informais Acções realizadas de 04 de Maio a 13 de Junho de 2011 Realização de parcerias entre entidades que acolhem idosos e crianças Acção cumprida. As IPSS do Concelho realizam actividades que promovam os encontros intergeracionais assim como a Câmara através da Biblioteca Municipal e da Universidade Sénior que promove o Projecto Conta-me um conto. Acção cumprida. Reuniões realizadas nos dias: - 21 de Junho de 2011; - 11 de Outubro de GNR CMCR BLV/CR BLV/CR BLV/CR Ponto de Ajuda CLDS/ SCMCR ACES ON IPSS do Concelho Desenvolver estratégias que visem diminuir as dificuldades de acesso aos serviços de saúde Acções de sensibilização junto das IPSS para o apoio no acesso aos serviços de saúde a idosos não integrados em resposta social Acção cumprida. Acção de sensibilização realizada no dia 15 de Novembro de 2011 Núcleo executivo

7 Aumentar o conhecimento da população acerca das respostas sociais/serviços existentes no Concelho na área do envelhecimento Elaborar questionário às entidades da área do envelhecimento Elaborar e distribuir guia de Trabalho da Acção social Eixo V de Desenvolvimento: Acção Social Deficiência Desenvolver medidas com vista à integração socioprofissional e familiar de pessoas com deficiência, em igualdade de oportunidades Participar em acções de sensibilização para a revisão do decreto-lei 290/2009 Acção cumprida. - Reunião descentralizada com dirigentes das Associadas da Fenacerci em 12 de Outubro de Jornadas Técnicas Formem 20 e 21 de Outubro - Assembleia geral FORMEM Federação Portuguesa de centros de Formação Profissional do Emprego de Pessoas com deficiência a 25 de Novembro. Aumentar oferta formativa em cursos de dupla certificação Acção cumprida. Teve inicio a 01 de Março e decorrerá até Julho de 2013, acção de formação de dupla certificação na área da Jardinagem nível 2 para 8 jovens. Construção de Lar e SAD Foi dado inicio ao processo adjudicatório para construção de Lar e SAD a 04 de Novembro de Pedido de certificação às entidades competentes O EQUASS AWARDING COMMITEE certificou o CEERDL, pelo reconhecimento da qualidade de nível ASSURANCE aos serviços sociais prestados. Aumentar o nº de lugares em Centro de Actividades Ocupacionais, Lar e SAD para pessoas com deficiência Acção cumprida. Foi celebrado acordo com o CDSS-Leiria, para residência Autónoma para 5 lugares em Setembro retroactivo a Julho. Acção cumprida. Reuniões realizadas nos dias: - 21 de Junho de 2011; - 11 de Outubro de CEERDL Aumentar o conhecimento da população acerca das respostas sociais/serviços existentes no Concelho na área da deficiência Elaborar questionário às entidades da área da deficiência Elaborar e distribuir guia de Trabalho da Acção social

8 Eixo VI de Desenvolvimento: Escolarização Desenvolver medidas com vista à diminuição do insucesso e abandono escolar Levantamento actualizado do nº de jovens em situação de abandono/insucesso escolar Acção cumprida. Esta acção deverá ser realizada nos próximos anos também. Acções de sensibilização junto das Associações de Pais Acção Cumprida Acções de sensibilização/informação/debate para a importância da família no projecto educativo dos alunos Acção cumprida: - Raul Proença (12 de Maio) - ETEO (No final de cada período) - D. João II (Novembro- acção sobre Educação Parental) Acção Cumprida: ; Escolas do Concelho Desenvolver medidas que visem o aumento das expectativas positivas relativamente ao prosseguimento dos estudos Acções de informação/sensibilização das ofertas formativas na área do ensino profissional Acção Cumprida: Raul Proença ETEO através da participação em Feiras Parceria da D. João com a Esc. Sec. Rafael Bordalo Pinheiro Acções conjuntas com o IEFP Acção não cumprida Acção Cumprida: ; Escolas do Concelho IEFP, Centro de Emprego das Caldas da Rainha Desenvolver medidas para potenciar de suporte a alunos com necessidades educativas especiais Acções de sensibilização sobre problemáticas na área das NEEP, destinadas a professores, Pessoal não docente, Pais e comunidade Geral Acção cumprida: 11 de Julho (CEERDL+Ebi Sta Catarina) Envolvimento das Associações de pais e encarregados de educação na promoção de actividades de esclarecimento e acompanhamento sócio/familiar Acção Cumprida Divulgação/encaminhamento de situações para equipas multidisciplinares para avaliar, intervir e encaminhar as crianças e jovens com NEE Acção cumprida: Encaminhamentos para CRI (Centro de para a CEERDL Escolas do Concelho

9 inclusão da Ebi Sto Onofre), para a Unidade multidisciplinar de Centro Escolar de Salir de Matos, Encaminhamento para consulta de Desenvolvimento do CHON Acompanhamento sócio/familiar Acção cumprida através dos gabinetes de Psicologia das Escolas Acção Cumprida: ; Aumentar o conhecimento da população acerca das respostas sociais/serviços existentes no concelho na área da Escolarização Elaborar questionário às entidades locais Elaborar e distribuir guia de trabalho da Escolarização Eixo VII de Desenvolvimento: Habitação/Sem-abrigo Desenvolver estratégias com vista ao melhoramento das condições de habitabilidade dos munícipes Encaminhamento da população para o Ponto ajuda (apoio no programa Porta 65) Levantamento das necessidades ao nível da habitação no Município Levantamento elaborado pelo Municipio Acção cumprida. Reuniões realizadas nos dias: - 21 de Junho de 2011; - 11 de Outubro de CMCR Desenvolver estratégias que visem minimizar o desfasamento entre os encargos habitacionais e os rendimentos Formação em gestão doméstica destinada a técnicos Formação em gestão doméstica para técnicos realizada para duas turmas. Laboral: 23,30 de Novembro e 07,14,21 de Dezembro de Pós-laboral: 21,28 de Novembro e 05,12,19 de Dezembro de 2011 Formação em gestão doméstica destinada à Comunidade Geral Turmas: - 8ª turma: 14/03 a 25 /03/2011(10h-13h) - 9ª turma: 14/03 a 25/03/2011 (15h-18h) - 10ª turma: 02/05 a 06/05/2011 ( 09h-13h) Ponto de Ajuda CLDS/ SCMCR

10 Eixo VIII de Desenvolvimento: Criminalidade e Segurança Desenvolver estratégias com vista ao aumento da informação e prevenção relativamente à problemática da Violência Doméstica Solicitar ao Ministério público o nº de vítimas/agressores Contacto com a APAV e o núcleo de investigação de apoio à vítima da GNR Contacto com a APAV efectuado, mas sem sucesso pois obtivemos resposta que até ao final de 2011 seria impossível a deslocação de um técnico Candidatura a programa de combate à violência doméstica Acções de sensibilização Acção não cumprida Reuniões realizadas: - 15 de Junho de 2011; - 14 de Outubro de Associação Viagem de Volta trabalho Associação Viagem de Volta GNR/PSP Desenvolver estratégias com vista à diminuição de comportamentos delinquentes Reuniões com as Associações Desportivas, culturais, recreativas Acção cumprida, Reunião realizada no dia 21 de Outubro de 2011 Estabelecimento de parcerias Encaminhamento de jovens para acções que desenvolvam competências pessoais, sociais, escolares e profissionais Encaminhamento para cursos profissionais do GABINAE, SOPROFOR e CEERDL Promover convívio entre parceiros, jovens em risco, familiares Acção não cumprida. Reuniões realizadas: - 15 de Junho de 2011; - 14 de Outubro de GNR Núcleo executivo

11 Desenvolver estratégias com vista à minimização de crimes contra o património Levantamento das necessidades de iluminação nas Freguesias Urbanas do concelho Foi efectuado levantamento de necessidades de iluminação na Freguesia Nª Sr.ª Pópulo e Santo Onofre Reuniões entre CMCR, Juntas de Freguesia e EDP Acções de sensibilização dirigidas a idosos Acções de sensibilização realizadas: - 07 de Abril Salão dos Bombeiros Voluntários de Caldas da Rainha; - 22 de Junho - Landal Concurso de Design para os Flyers /Panfletos (Escolas do Municipio) Acção não cumprida. A realizar no próximo ano. Juntas de Freguesia Nª Sr.ª Pópulo / Stº Onofre CMCR/J.Freguesia PSP/GNR CMCR Aumentar o conhecimento da população acerca das respostas sociais/serviços existentes no Concelho na área da criminalidade e segurança Elaborar questionário às entidades Elaborar e distribuir guia de Trabalho da Criminalidade Eixo IX de Desenvolvimento: Acessibilidades/mobilidades Desenvolver estratégias que visem uma maior visibilidade/informação sobre a Rede de Transportes do Concelho Aumentar o nº de locais que disponibilizam informação O Ponto de Ajuda- CLDS e o IEFP passaram a disponibilizar informação referente ao Transporte Urbano TOMA Acção dirigida à Comunidade celebrando o dia sem carros No dia 22 de Setembro foram realizadas as seguintes actividades: - Sensibilização para o uso dos transportes públicos; - Apresentação da Rota Turística do TOMA; - Exposição de veículos eléctricos. Efectuar questionário para diagnóstico da rede de transportes e respectivo tratamento de dados Acção cumprida. Questionários a serem efectuados. Reuniões realizadas no dia: - 18 de Julho e 14 de Novembro de Trabalho Ponto de Ajuda CLDS/ SCMCR

12 Desenvolver estratégias que visem uma diminuição das barreiras arquitectónicas Acções de sensibilização dirigidas à ACCRO e à Associação de construtores Acção Cumprida através das sessões públicas realizadas nos dias: - 23, 25 e 30 de Março; - 01, 05, 06 de Abril ; - 14 e 21 de Junho de Oficializar parceiras entre as Associações Reuniões realizadas no dia: - 18 de Julho e 14 de Novembro de Trabalho Aumentar o conhecimento da população acerca das respostas sociais/serviços existentes no Concelho na área das Acessibilidades/Mobilidade Elaborar questionário às entidades da área das acessibilidades/mobilidade Elaborar e distribuir guia de Trabalho das acessibilidades

13 Para além destas acções, foram realizadas as seguintes acções em 2011: Criação do site da Rede Social: Implementação de dinâmicas iniciais em todos os Plenários do CLAS Envio de documentação, via , previamente e posteriormente a cada plenário, a todos os parceiros Dinamização de Grupos de Trabalho temáticos Identificação de idosos institucionalizados com doenças do foro mental e encaminhamento para as Forças de Segurança Pública. Divulgação de oportunidades de seminários e financiamentos através do da rede social

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Rede Social de Aljezur Plano de Acção (2009) Equipa de Elaboração do Plano de Acção de 2009 / Parceiros do Núcleo Executivo do CLAS/Aljezur Ana Pinela Centro Distrital

Leia mais

Plano de Acção. Conselho Local de Acção Social de Redondo CLASRedondo

Plano de Acção. Conselho Local de Acção Social de Redondo CLASRedondo Plano de Acção Conselho Local de Acção Social de CLAS 2014-2015 2 EIXO 1 - PROMOVER A EMPREGABILIDADE E QUALIFICAÇÃO ESCOLAR E PROFISSIONAL E INTEGRAÇÃO DE GRUPOS SOCIAIS (PRÉ-) DESFAVORECIDOS Combate

Leia mais

NOTA INTRODUTÓRIA... 3 DESENHO E MONTEGEM DAS ACÇÕES...4. Eixo de Desenvolvimento 1: Situações de Risco Social... 5

NOTA INTRODUTÓRIA... 3 DESENHO E MONTEGEM DAS ACÇÕES...4. Eixo de Desenvolvimento 1: Situações de Risco Social... 5 INDICE NOTA INTRODUTÓRIA... 3 DESENHO E MONTEGEM DAS ACÇÕES...4 Eixo de Desenvolvimento 1: Situações de Risco Social... 5 Eixo de Desenvolvimento 2: Empregabilidade de Formação Profissional... 13 Eixo

Leia mais

Constituição dos Orgãos da Rede Social do Concelho de Valpaços 2. Constituição do Núcleo Executivo 4. Nota Introdutória 5

Constituição dos Orgãos da Rede Social do Concelho de Valpaços 2. Constituição do Núcleo Executivo 4. Nota Introdutória 5 ÍNDICE Constituição dos Orgãos da Rede Social do Concelho de Valpaços 2 Constituição do 4 Nota Introdutória 5 Eixo I Envelhecimento Populacional 7 Eixo II Qualificação e Integração Escolar e Sócio-Profissional

Leia mais

Proposta de Plano de Ação 2012/2013 CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL DE PENALVA DO CASTELO

Proposta de Plano de Ação 2012/2013 CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL DE PENALVA DO CASTELO Proposta de Plano de Ação 2012/ 1 Proposta de Plano de Ação 2012/ Eixo de Desenvolvimento: Promover a qualificação escolar/profissional, o empreendedorismo e a empregabilidade. Objetivo geral: Dinamização

Leia mais

Plano Gerontológico de Monchique Apresentação Pública 15 de Outubro de 2011

Plano Gerontológico de Monchique Apresentação Pública 15 de Outubro de 2011 Apresentação Pública 15 de Outubro de 2011 Trajectórias de envelhecimento Após os 65 anos de idade a estimulação cognitiva diminui significativamente. A diminuição da estimulação desencadeia/agrava o declínio

Leia mais

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às Câmara Municipal da Departamento de Educação e Desenvolvimento Sociocultural Divisão de Intervenção Social Plano Municipal contra a Violência Rede Integrada de Intervenção para a Violência na Outubro de

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Social de Ponte de Lima 2014-2017

Plano de Desenvolvimento Social de Ponte de Lima 2014-2017 Plano de Desenvolvimento Social de Ponte de Lima 2014-2017 Página 2 de 29 Plano de Desenvolvimento Social de Ponte de Lima 2014-2017 Índice Índice de Siglas. 4 Nota Prévia... 5 Exposição e Explicação dos

Leia mais

Plano de Ação 2013. I Eixo De Intervenção: QUALIFICAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES E RESPONSABILIDADE SOCIAL

Plano de Ação 2013. I Eixo De Intervenção: QUALIFICAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES E RESPONSABILIDADE SOCIAL 0 Plano de Ação I Eixo De Intervenção: QUALIFICAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES E RESPONSABILIDADE SOCIAL OBJETIVO GERAL: Dotar as Instituições do Município de competências na área da qualidade para melhorar a resposta

Leia mais

Plano de Ação MARÇO DE 2014

Plano de Ação MARÇO DE 2014 Plano de Ação 2014 MARÇO DE 2014 FICHA TÉCNICA Plano de Ação do Concelho de Águeda março de 2014 Equipa de elaboração: Núcleo Executivo do CLAS de Águeda Colaboraram neste documento os seguintes autores:

Leia mais

Grupo de Trabalho para as Questões da Pessoa Idosa, Dependente ou Deficiente de Grândola REGULAMENTO INTERNO

Grupo de Trabalho para as Questões da Pessoa Idosa, Dependente ou Deficiente de Grândola REGULAMENTO INTERNO Grupo de Trabalho para as Questões da Pessoa Idosa, Dependente ou Deficiente de Grândola REGULAMENTO INTERNO Maio de 2011 Preâmbulo As alterações demográficas que se têm verificado na população portuguesa

Leia mais

PROGRAMA REDE SOCIAL Co-financiado pelo Estado Português, Ministério da Segurança Social e do Trabalho PLANO DE ACÇÃO 2005-2006

PROGRAMA REDE SOCIAL Co-financiado pelo Estado Português, Ministério da Segurança Social e do Trabalho PLANO DE ACÇÃO 2005-2006 PROGRAMA REDE SOCIAL Co-financiado pelo Estado Português, Ministério da Segurança Social e do Trabalho PLANO DE ACÇÃO 2005-2006 Documento elaborado pelo: Conselho Local de Acção Social do Concelho do Núcleo

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO 2009 (Aprovado em CLASS de 13.3.2009) PARCEIRO RESPONSÁVEL

PLANO DE ACÇÃO 2009 (Aprovado em CLASS de 13.3.2009) PARCEIRO RESPONSÁVEL OBJECTIVO DO PDSS ACTIVIDADE/ACÇÃO PARCEIROS ENVOLVIDOS PARCEIRO RESPONSÁVEL INDICADORES DE AVALIAÇÃO EXECUÇÃO TEMPORAL SOLIDARIEDADE SOCIAL Reforçar o apoio alimentar concelhio Melhorar o conhecimento

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL (MAIO 2014 ) REDE SOCIAL DE ALANDROAL

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL (MAIO 2014 ) REDE SOCIAL DE ALANDROAL CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL (MAIO ) REDE SOCIAL DE ALANDROAL CLAS /2015 Área de Intervenção: Equipamentos e Respostas Sociais e Serviços 1 Objetivo Geral Objetivos Específicos Ação População - Alvo

Leia mais

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012 Plano de Acção - Rede Social Plano de Acção Rede Social Conselho Local da Acção Social de Figueira de Castelo Plano de Acção Rede Social Acções a desenvolver Objectivos Resultados esperados Calendarização

Leia mais

Rede Social Plano de Ação 2015

Rede Social Plano de Ação 2015 Rede Social Plano de Ação 2015 1 R E D E SOCIAL DO CONCELHO DE VILA DO BISPO Rede Social Rede Social do Concelho de Vila do Bispo PLANO DE AÇÃO 2015 Ficha Técnica Entidade Promotora: Câmara Municipal de

Leia mais

Rede Social - Conselho Local de Acção Social de Coruche (CLAS) PLANO DE ACÇÃO ANUAL 2009

Rede Social - Conselho Local de Acção Social de Coruche (CLAS) PLANO DE ACÇÃO ANUAL 2009 Rede Social - Conselho Local de Acção Social de Coruche (CLAS) PLANO DE ACÇÃO ANUAL 2009 1 1. ÁREA DE INTERVENÇÃO ACÇÃO SOCIAL Promover a integração social dos grupos socialmente mais vulneráveis * Romper

Leia mais

Ação Social e Inclusão

Ação Social e Inclusão Ação Social e Inclusão Ação Social O campo de actuação da Ação Social compreende, em primeira instância, a promoção do bem estar e qualidade de vida da população e a promoção duma sociedade coesa e inclusiva,

Leia mais

Rede Social no Concelho de Azambuja Plano de Ação 2014 PLANO DE ACÇÃO 2014

Rede Social no Concelho de Azambuja Plano de Ação 2014 PLANO DE ACÇÃO 2014 PLANO DE ACÇÃO 2014 1 EDUCAÇÃO ÁREA ATIVIDADES RESPONSAVEIS PARTICIPANTES/ INTERVENIENTES Calendarização Manter os projetos existentes nos Agrupamentos de Escolas (Fénix, tutorias, Aprender a Estudar,

Leia mais

EIXO 1 - Empreendedorismo, Empregabilidade e Educação

EIXO 1 - Empreendedorismo, Empregabilidade e Educação PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL de ODEMIRA 2014-2015 EIXO 1 - Empreendedorismo, Empregabilidade e Educação Promover o conhecimento e o acesso dos empresários aos apoios e incentivos no âmbito do empreendedorismo

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Social do Município de Gondomar 2015-2020

Plano de Desenvolvimento Social do Município de Gondomar 2015-2020 Plano de Desenvolvimento Social do Município de Gondomar 2015-2020 Reunião Plenária do Conselho Local de Ação Social de Gondomar 16 de março de 2015 Biblioteca Municipal de Gondomar Eixo 1 Capacitação,

Leia mais

XXXII PLENÁRIO DO CLAS DE CASCAIS

XXXII PLENÁRIO DO CLAS DE CASCAIS XXXII PLENÁRIO DO CLAS DE CASCAIS 11 Agosto 2015 Centro Cultural de Cascais Candidatura CLDS 3G Enquadramento Legal - CLDS Os Contratos Locais de Desenvolvimento Social de 3ª Geração (CLDS3G), atentos

Leia mais

PAREDES DE COURA INTRODUÇÃO

PAREDES DE COURA INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO Após a elaboração do Plano de Desenvolvimento Social, definindo as linhas orientadoras de intervenção social até ao final de 2009, procedemos agora à formulação de um Plano de Acção para esse

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL 2014-2016

PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL 2014-2016 PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL 2014-2016 MARÇO DE 2014 FICHA TÉCNICA Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Águeda março de 2014 Equipa de elaboração: Núcleo Executivo do CLAS de Águeda Colaboraram

Leia mais

Projecto de Voluntariado do Concelho de Lagoa. Banco de Voluntariado LagoaSocial

Projecto de Voluntariado do Concelho de Lagoa. Banco de Voluntariado LagoaSocial Projecto de Voluntariado do Concelho de Lagoa Banco de Voluntariado LagoaSocial Projecto de Voluntariado Social de Lagoa O Banco de Voluntariado LagoaSocial será enquadrado num conjunto de medidas e acções

Leia mais

Índice. 1. Nota Introdutória... 1. 2. Actividades a desenvolver...2. 3. Notas Finais...5

Índice. 1. Nota Introdutória... 1. 2. Actividades a desenvolver...2. 3. Notas Finais...5 Índice Pág. 1. Nota Introdutória... 1 2. Actividades a desenvolver...2 3. Notas Finais...5 1 1. Nota Introdutória O presente documento consiste no Plano de Acção para o ano de 2011 da Rede Social do concelho

Leia mais

Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005. Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005

Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005. Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005 Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005 Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005 Senhor Presidente da ALRAA Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente do Governo

Leia mais

Projecto co-financiado pelo FSE

Projecto co-financiado pelo FSE CLAS DE MONDIM DE BASTO PLANO DE ACÇÃO 2012 REDE SOCIAL DE MONDIM DE BASTO Projecto co-financiado pelo FSE ÍNDICE ÍNDICE DE TABELAS... 3 CAPÍTULO I... 4 INTRODUÇÃO... 4 CAPÍTULO II... 6 PLANO DE ACÇÃO

Leia mais

RELATO RIO DE EXECUÇA O/2014 PLANO DE AÇA O/2015

RELATO RIO DE EXECUÇA O/2014 PLANO DE AÇA O/2015 RELATO RIO DE EXECUÇA O/2014 PLANO DE AÇA O/2015 Elaborado por: Rede Social de 0 Índice Sumário Executivo... 2 Capítulo I - Avaliação do Plano de Ação/2014... 4 Capítulo II - Plano de Ação de 2015... 10

Leia mais

Centro Comunitário Bairro Social de Paradinha

Centro Comunitário Bairro Social de Paradinha A Cáritas Diocesana de Viseu no Bairro Social de Paradinha A Cáritas continua com um trabalho de relevante interesse social no Bairro Social de Paradinha. No ano de 2008, a Cáritas continuou a desenvolver

Leia mais

Plano de Formação Sensibilização / Informação

Plano de Formação Sensibilização / Informação Plano de Formação 2008 Acção de Formação/ Dinamização Parcerias Partilha de Informação SETEMBRO Última Semana Dirigentes das Dirigentes e - Contactar Dr.ª Rosinha Madeira Saúde da U.A.) União das IPSS

Leia mais

Enquadramento dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social Mais

Enquadramento dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social Mais Enquadramento dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social Mais No seguimento do Programa de Contratos Locais de Desenvolvimento Social (regulado pela portaria n.º396/2007 de 2 de abril e com alterações

Leia mais

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Actividade Formativa - Intervenção Comunitária Data - 1 de Abril de 2009 Local Auditório do Edifício Cultural Município de Peniche Participação:

Leia mais

PO AÇORES 2020 FEDER FSE

PO AÇORES 2020 FEDER FSE Apresentação pública PO AÇORES 2020 FEDER FSE Anfiteatro C -Universidade dos Açores -Ponta Delgada 04 de marçode 2015 8EIXO EMPREGO E MOBILIDADE LABORAL > Administração regional Objetivo Específico 8.1.1

Leia mais

CONTRATO LOCAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL (CLDS) ESPINHO VIVO

CONTRATO LOCAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL (CLDS) ESPINHO VIVO CONTRATO LOCAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL (CLDS) ESPINHO VIVO EIXO 1 EMPREGO, FORMAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E EMPREENDEDORISMO 01 - BALCÃO DE EMPREGABILIDADE; O Balcão de Empregabilidade pretende apoiar os desempregados

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DA REDE SOCIAL

PLANO DE AÇÃO DA REDE SOCIAL PLANO DE AÇÃO DA REDE SOCIAL 2014 Aprovado na reunião do Plenário de 11.06.2014 16 de janeiro Workshop e assinatura de protocolo com CIG Público-alvo: comunidade no geral Local: Edifício Paço dos Concelho

Leia mais

Casa do Povo de Vilarandelo. Plano de Ação 2015-2018

Casa do Povo de Vilarandelo. Plano de Ação 2015-2018 Plano de Ação 2015-2018 Eixo de Intervenção 1 Emprego, Formação e Qualificação a) Estabelecimento da Parceria com o Instituto de Emprego e Formação Profissional, I.P., com o objetivo de facilitar os processos

Leia mais

Plano de Acção de 2011 Plano de Acção de 2010. Conselho Local de Acção Social de Monção. Conselho Local de Acção Social de Monção

Plano de Acção de 2011 Plano de Acção de 2010. Conselho Local de Acção Social de Monção. Conselho Local de Acção Social de Monção Plano de Acção de 2011 Plano de Acção de 2010 Conselho Local de Acção Social de Monção Conselho Local de Acção Social de Monção CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE MONÇÃO Actualmente a Rede Social de Monção

Leia mais

Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta

Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta FICHA TÉCNICA Relatório do Plano de Acção de Freixo de Espada à Cinta Conselho

Leia mais

A nossa população alvo são crianças e jovens com problemas comportamentais que condicionam as aprendizagens formais e não formais, assim como uma

A nossa população alvo são crianças e jovens com problemas comportamentais que condicionam as aprendizagens formais e não formais, assim como uma Apresentação A nossa população alvo são crianças e jovens com problemas comportamentais que condicionam as aprendizagens formais e não formais, assim como uma plena integração social e profissional; Crianças

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO 2010 O QUE É?

PLANO DE ACÇÃO 2010 O QUE É? O QUE É? O Plano de Acção é um documento anual que se desenha a partir das linhas de intervenção definidas no Plano de Desenvolvimento Social. Enquanto produto traduz-se num documento temporalmente finalizado

Leia mais

Rede Social. Conselho Local de Ação Social do Entroncamento PLANO DE AÇÃO 2012

Rede Social. Conselho Local de Ação Social do Entroncamento PLANO DE AÇÃO 2012 Rede Social Conselho Local de Ação Social do Entroncamento PLANO DE AÇÃO 2012 2012 Índice Introdução... 3 1 - Eixo de Intervenção Famílias... 5 2 - Eixo de Intervenção Educação e Cidadania... 8 3- Eixo

Leia mais

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo 22 de Fevereiro 2010 Índice Índice PARTE I SÍNTESE DO 2º FÓRUM PARTICIPATIVO (10 minutos) PARTE II SÍNTESE DA ESTRATÉGIA DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

Plano de Ação 2015. Plano de Ação 2015

Plano de Ação 2015. Plano de Ação 2015 Plano de Ação PLANO DE AÇÃO DOCUMENTO ELABORADO PELO: Núcleo Executivo da Rede Social do Concelho do CONTACTOS: Câmara Municipal do Rede Social do Concelho do Av. Dr. Francisco Sá Carneiro 2550-103 Tel.

Leia mais

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações:

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações: Nr Área Recomendação Valido Abstenh o-me C/6 E/7 F/7 Voluntariado Aproveitar espaços sem utilização para fazer jardins, espaços para convívio e locais de desporto para a população. Promover a limpeza dos

Leia mais

Eixo 1 - Organização e Trabalho em Rede

Eixo 1 - Organização e Trabalho em Rede Eixo 1 - Organização e Trabalho em Rede E1_O1E1A1 E1_O2E1A1 E1_O2E2A1 E1_O3E1A1 E1_O3E1A2 E1_O3E1A3 E1_O3E1A4 Harmonizar os instrumentos de planeamento e avaliação, utilizados pelos diversos órgãos da

Leia mais

Rede Social de Gondomar

Rede Social de Gondomar Rede Social de Gondomar Plano de Desenvolvimento Social 2009 2011 Junho de 2009 (Aprovado em Reunião Plenária do CLAS G de 07 de Julho de 2009, Reunião de Câmara de 19 de Novembro de 2009 e Assembleia

Leia mais

REDE SOCIAL CONCELHO DA MARINHA GRANDE PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL Definido 5 anos

REDE SOCIAL CONCELHO DA MARINHA GRANDE PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL Definido 5 anos REDE SOCIIAL CONCELHO DA MARIINHA GRANDE 2010 PLANO DE SOCIAL Dezembro 2010 a Dezembro 2015 Rede Social 1 No âmbito da Lei que regulamenta a Rede Social, de acordo com o ponto 1, do artigo n.º36, do capítulo

Leia mais

Enquadramento Geral. Estrutura Organizacional. Objectivos. Estrutura Organizacional (Cont.) Região EDV

Enquadramento Geral. Estrutura Organizacional. Objectivos. Estrutura Organizacional (Cont.) Região EDV Entidade Promotora Entidade Co-Promotora e Co-Financiadora Entidade Co-Promotora e Co-Avaliadora Entidade Financiadora Entidade Co- Financiadora Enquadramento Geral Envelhecimento demográfico. Crescente

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO CONCELHIO DE PREVENÇÃO DAS TOXICODEPENDÊNCIAS (PECPT)

PLANO ESTRATÉGICO CONCELHIO DE PREVENÇÃO DAS TOXICODEPENDÊNCIAS (PECPT) PLANO ESTRATÉGICO CONCELHIO DE PREVENÇÃO DAS TOXICODEPENDÊNCIAS (PECPT) Plano de Actividades 2009/10 Odivelas 1 ÍNDICE INTRODUÇÃO 1 1 IDENTIDADE E COMUNICAÇÃO 2 2 FUNCIONAMENTO DA REDE DE PARCERIA 4 2.2

Leia mais

Fórum de Boas Práticas

Fórum de Boas Práticas Câmara Municipal de Torres Vedras Sandra Colaço Fórum de Boas Práticas Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis 28 de Outubro de 2009 TORRES VEDRAS População -72 259(2001) Área 407 Km2 O concelho no país Na

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO 2010 CPCJ

PLANO DE ACÇÃO 2010 CPCJ PLANO DE ACÇÃO 2010 CPCJ COMISSÃO DE PROTECÇÃO DE CRIANÇAS E JOVENS DO PESO DA RÉGUA Modalidade Alargada Divulgar os Direitos da Criança na Comunidade OBJECTIVOS ACÇÕES RECURSOS HUMANOS DA CPCJ RECURSOS

Leia mais

Programa da Rede Social CLAS Mesão Frio. Plano de Acção. O Plano de Acção do CLAS de Mesão Frio é a componente do Plano de

Programa da Rede Social CLAS Mesão Frio. Plano de Acção. O Plano de Acção do CLAS de Mesão Frio é a componente do Plano de O do CLAS de Mesão Frio é a componente do Plano de Desenvolvimento Social, onde estão definidos alguns Projectos (com o desejo de uma projecção num futuro próximo), a serem desenvolvidos para se concretizarem

Leia mais

Linhas de Acção. 1. Planeamento Integrado. Acções a desenvolver: a) Plano de Desenvolvimento Social

Linhas de Acção. 1. Planeamento Integrado. Acções a desenvolver: a) Plano de Desenvolvimento Social PLANO DE ACÇÃO 2007 Introdução O CLASA - Conselho Local de Acção Social de Almada, de acordo com a filosofia do Programa da Rede Social, tem vindo a suportar a sua intervenção em dois eixos estruturantes

Leia mais

Plano de Acção 2014. Rede Social

Plano de Acção 2014. Rede Social Plano de Acção 2014 Rede Social Março/2014 Elaborado por: Núcleo Executivo do Conselho Local de Acção Social de Avis - Agrupamento de - Centro de Emprego e Formação Profissional de Portalegre/Serviço de

Leia mais

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE S. JOÃO DA MADEIRA REGULAMENTO INTERNO EQUIPA DE INTERVENÇÃO DIRECTA

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE S. JOÃO DA MADEIRA REGULAMENTO INTERNO EQUIPA DE INTERVENÇÃO DIRECTA Artigo 1º Âmbito 1. Este regulamento aplica-se à resposta social Equipa de Intervenção Directa (EID) resposta social dirigida à população toxicodependente, da Unidade de Apoio a Toxicodependentes e Seropositivos

Leia mais

Eventos. Eixo I Emprego, Formação e Qualificação. Acção: Bom Porto

Eventos. Eixo I Emprego, Formação e Qualificação. Acção: Bom Porto Eventos Eixo I Emprego, Formação e Qualificação Acção: Bom Porto - Gabinete de Empregabilidade e Empreendedorismo: Uma das acções do projecto consiste na criação de um Gabinete de atendimento na área da

Leia mais

PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA 2013-2015

PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA 2013-2015 PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA 2013-2015 APROVADO EM SESSÃO PLENÁRIA DO CLAS 21 DE MAIO DE 2013 1 NOTA INTRODUTÓRIA O Diagnóstico Social constituiu a base de trabalho da ação dos Parceiros Locais.

Leia mais

1.1.1.1. Objectivo Especifico Garantir que os alunos de 1.º e 2.º Ciclo assistam a acções de prevenção primária da toxicodependência.

1.1.1.1. Objectivo Especifico Garantir que os alunos de 1.º e 2.º Ciclo assistam a acções de prevenção primária da toxicodependência. Conselho Local de Acção Social de de Ourique Cuba Plano de Acção 2008 - Rede Social Programação Anual. Prioridade Promover a melhoria das condições de vida das crianças, dos idosos e das famílias através

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO

PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO VOLUNTARIOS SOCIAIS DO CONCELHO DE ALBERGARIA-A-VELHA - PROGRAMA ALBERGARIA SOLIDÁRIA NOTA JUSTIFICATIVA No âmbito de uma política social que se vem orientando para potenciar

Leia mais

Plano de Acção 2010. Concelho do Marco de Canaveses. CLAS mc. Conselho Local de Acção Social do Marco de Canaveses Fevereiro de 2010

Plano de Acção 2010. Concelho do Marco de Canaveses. CLAS mc. Conselho Local de Acção Social do Marco de Canaveses Fevereiro de 2010 Plano de Acção 2010 Concelho do Marco de Canaveses 2010 2011 CLAS mc Conselho Local de Acção Social do Marco de Canaveses Fevereiro de 2010 Nível de Incidência Principais Conteúdos CONCEPÇÃO Pertinência

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Castelo Branco 2014-2017

Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Castelo Branco 2014-2017 Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Castelo Branco 2014-2017 Índice Plano de Desenvolvimento Social... 3 Definição dos Eixos de intervenção... 3 Operacionalização dos Eixos de Intervenção...

Leia mais

CLAS de Melgaço Plano de Desenvolvimento Social 2014-2016 MELGAÇO, JULHO/2013

CLAS de Melgaço Plano de Desenvolvimento Social 2014-2016 MELGAÇO, JULHO/2013 1 PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL 2014-2016 MELGAÇO, JULHO/2013 2 ÍNDICE NOTA PRÉVIA Enquadramento e contextualização geográfica e temporal 3 Percurso dos documentos estratégicos 3 Metodologias utilizadas

Leia mais

Relatório de Actividades 2008

Relatório de Actividades 2008 Relatório de Actividades 2008 Elaborado por: Grupo Dinamizador da Comissão Social de Freguesia de Stº Antº dos Cavaleiros, 2009 Nota Introdutória O presente documento tem como principal objectivo a avaliação

Leia mais

Plano de Ação 2012. Conselho Local de Ação Social

Plano de Ação 2012. Conselho Local de Ação Social Plano de Ação 2012 Conselho Local de Ação Social Julho de 2012 IDENTIFICAÇÃO E FICHA TÉCNICA Título do documento: Plano de Ação 2012 Órgãos responsáveis: Órgão deliberativo: Conselho Local de Ação Social

Leia mais

Distrito de Aveiro Concelho Ílhavo Freguesias: S. Salvador, Gafanha da Nazaré, Gafanha da Encarnação e Gafanha do Carmo

Distrito de Aveiro Concelho Ílhavo Freguesias: S. Salvador, Gafanha da Nazaré, Gafanha da Encarnação e Gafanha do Carmo IDENTIFICACÃO Atendimento Integrado e Núcleo Local de Inserção de Ílhavo Morada de Ílhavo Código Postal 3830-044 Ílhavo Localidade Ílhavo Distrito de Aveiro Concelho Ílhavo Freguesias: S. Salvador, Gafanha

Leia mais

Grelha de Análise SWOT (Strengths (forças); Weaknesses (fraquezas); Opportunities (oportunidades), Threats (ameaças))... Factores Endógenos

Grelha de Análise SWOT (Strengths (forças); Weaknesses (fraquezas); Opportunities (oportunidades), Threats (ameaças))... Factores Endógenos Problemática Essencial I Envelhecimento Demográfico - Apoio Domiciliário do Centro de Saúde com viatura cedida pela Câmara Municipal. - Iniciativas da Câmara Municipal com o objectivo de proporcionar momentos

Leia mais

Avaliação do Plano. de Ação. Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Castro Verde

Avaliação do Plano. de Ação. Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Castro Verde Avaliação do Plano 2014 de Ação Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Castro Verde Linhas Orientadoras do Plano de Ação 2014 Parcerias e Articulação Institucional Em 2014 trabalhámos e fizemos parcerias

Leia mais

Ficha de Caracterização de Projecto

Ficha de Caracterização de Projecto Ficha de Caracterização de Projecto Projecto +Skillz E5G Programa Escolhas Promotor: Associação Mais Cidadania 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto Projecto +Skillz E5G Promotor: Associação Mais

Leia mais

Pág. 19 Pág. 20 Pág. 21 Pág. 22-23

Pág. 19 Pág. 20 Pág. 21 Pág. 22-23 1 Indice Implementação do Cartão Social..... Pág. 3 Implementação da Oficina Doméstica.. Pág. 4 Promover o Envelhecimento com Qualidade de Vida.. Pág. 5 Promover o Envelhecimento com Qualidade de Vida...

Leia mais

Rede Social PLANO DE AÇÃO

Rede Social PLANO DE AÇÃO Rede Social PLANO DE AÇÃO 2011 R E D E SOCIAL DO CONCELHO DE VILA DO BISPO 1 Rede Social Rede Social do Concelho de Vila do PLANO DE ACÇÃO 2011 Ficha Técnica Entidade Promotora: Câmara Municipal de Vila

Leia mais

Cada utente é um ser Humano único, pelo que respeitamos a sua pessoa, os seus ideais, as suas crenças, a sua história e o seu projecto de vida.

Cada utente é um ser Humano único, pelo que respeitamos a sua pessoa, os seus ideais, as suas crenças, a sua história e o seu projecto de vida. 1. APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO A Casa do Povo de Alvalade foi criada em 1943, por grupo informal de pessoas, na tentativa de dar resposta às necessidades das pessoas que a esta se iam associando. Com o

Leia mais

Direcção-Geral da Solidariedade e Segurança Social

Direcção-Geral da Solidariedade e Segurança Social Direcção-Geral da Solidariedade e Segurança Social Janeiro/2004 INTRODUÇÃO A experiência da acção social no âmbito da intervenção e acompanhamento das famílias em situação de grande vulnerabilidade social,

Leia mais

Relatório de Avaliação

Relatório de Avaliação PDS Plano de Acção 2005 Relatório de Avaliação Rede Social CLAS de Vieira do Minho Introdução Este documento pretende constituir-se como um momento de avaliação e análise do trabalho que tem vindo a ser

Leia mais

PROBLEMAS SOCIAIS. Recursos Humanos / Parceiros

PROBLEMAS SOCIAIS. Recursos Humanos / Parceiros PROBLEMAS SOCIAIS Actividades 1. 1.1 Definição do Projecto Gabinete de Apoio à Família. 1.2 Procura de Fontes de Financiamento. 1.3 Funcionamento do Gabinete. Calendarização Abr-Mai Set-Dez Recursos Humanos

Leia mais

Análise SWOT. Área: Território. Rede Social. - Novo Acesso Rodoviário - Qualidade do Ambiente - Recursos Naturais

Análise SWOT. Área: Território. Rede Social. - Novo Acesso Rodoviário - Qualidade do Ambiente - Recursos Naturais Área: Território - Novo Acesso Rodoviário - Qualidade do Ambiente - Recursos Naturais - Dinamização da Exploração dos Recursos Naturais para Actividades Culturais e Turísticas - Localização Geográfica

Leia mais

O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)?

O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)? O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)? São unidades especializadas de apoio educativo multidisciplinares que asseguram o acompanhamento do aluno, individualmente ou em grupo, ao longo

Leia mais

Programa de Apoio à Qualidade nas Escolas (PAQUE)

Programa de Apoio à Qualidade nas Escolas (PAQUE) Programa de Apoio à Qualidade nas Escolas (PAQUE) 1. Título alusivo à iniciativa Programa de Apoio à Qualidade nas Escolas (PAQUE). 2. Entidades parceiras Identificação das organizações (Organismo público,

Leia mais

Área de Intervenção IV: Qualidade de vida do idoso

Área de Intervenção IV: Qualidade de vida do idoso Área de Intervenção IV: Qualidade de vida do idoso 64 ÁREA DE INTERVENÇÃO IV: QUALIDADE DE VIDA DO IDOSO 1 Síntese do Problemas Prioritários Antes de serem apresentadas as estratégias e objectivos para

Leia mais

II ENCONTRO DA CPCJ SERPA

II ENCONTRO DA CPCJ SERPA II ENCONTRO DA CPCJ SERPA Ninguém nasce ensinado!? A família, a Escola e a Comunidade no Desenvolvimento da criança Workshop: Treino de Competências com famílias um exemplo de intervenção e de instrumentos

Leia mais

INTERVENÇÃO SOCIAL DOS MUNICÍPIOS PARA ALÉM DAS SUAS COMPETÊNCIAS LEGAIS

INTERVENÇÃO SOCIAL DOS MUNICÍPIOS PARA ALÉM DAS SUAS COMPETÊNCIAS LEGAIS INTERVENÇÃO SOCIAL DOS MUNICÍPIOS PARA ALÉM DAS SUAS COMPETÊNCIAS LEGAIS Está em curso um inquérito, promovido pela ANMP, sobre as despesas municipais com acções de carácter social que ultrapassam as competências

Leia mais

Plano de Ação 2014 PROPOSTA

Plano de Ação 2014 PROPOSTA Plano de Ação 2014 PROPOSTA 0 Ficha Técnica: Titulo: Plano Ação 2014 Documento Elaborado Por: Núcleo Executivo do CLAS Coordenação: Cristina Farinha Presidente do Conselho Local de Ação Social Equipa Técnica:

Leia mais

CLAS de CAMINHA Plano de Ação 2014. Plano de Ação 2014

CLAS de CAMINHA Plano de Ação 2014. Plano de Ação 2014 Plano de Ação 2014 Os Planos de Ação têm como objetivo operacionalizar os objetivos e as estratégias definidas em Plano de Desenvolvimento Social. O Plano 2014 procura reconhecer possíveis projetos e formas

Leia mais

Plano de Actividades e Orçamento

Plano de Actividades e Orçamento Plano de Actividades e Orçamento 2 0 1 1 ÍNDICE Enquadramento 3 Introdução 3 A Organização 4 Eixos / Objectivos Estratégicos 5 Orientação para o Cliente 5 1. Implementar serviços em resposta às necessidades

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais:

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: PROGRAMA AÇÃO 2015 O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: - Preservar a identidade da Instituição, de modo especial no que respeita a sua preferencial ação junto das pessoas, famílias e grupos

Leia mais

Workshop Estratégias para Vencer Mostra de Oportunidades de Emprego

Workshop Estratégias para Vencer Mostra de Oportunidades de Emprego Workshop Estratégias para Vencer Mostra de Oportunidades de Emprego Allegro Alfragide - FNAC 26/10 às 17H00 AJUDE Associação Juvenil para o Desenvolvimento Patrícia Campaniço I&D Social Manager inovacaosocial@ajude.pt

Leia mais

Crescente incidência da doença de Alzheimer e das situações de pós-avc na região EDV

Crescente incidência da doença de Alzheimer e das situações de pós-avc na região EDV A Demência: O Outro Lado do Espelho Fundação Calouste Gulbenkian 23 de Setembro 2010 Enquadramento Geral Envelhecimento demográfico Crescente incidência da doença de Alzheimer e das situações de pós-avc

Leia mais

REDE SOCIAL L DO CONCELHO DE BRAGANÇA Parte VI.6.1: Caracterização da População Toxicodependente no Concelho de Bragança

REDE SOCIAL L DO CONCELHO DE BRAGANÇA Parte VI.6.1: Caracterização da População Toxicodependente no Concelho de Bragança REDE SOCIAL DO CONCELHO DE BRAGANÇA Parte VI.6.1: Caracterização da População Toxicodependente no Concelho de Bragança Parte 6.6.1 Caracterização da população toxicodependente no concelho de Bragança (Dados

Leia mais

RELAÇÃO DOS PROBLEMAS IDENTIFICADOS PELOS PARCEIROS SOCIAIS/ PRIORIDADES ESTABELECIDAS NO PNAI PRIORIDADES DO PNAI

RELAÇÃO DOS PROBLEMAS IDENTIFICADOS PELOS PARCEIROS SOCIAIS/ PRIORIDADES ESTABELECIDAS NO PNAI PRIORIDADES DO PNAI RELAÇÃO DOS PROBLEMAS IDENTIFICADOS PELOS PARCEIROS SOCIAIS/ PRIORIDADES ESTABELECIDAS NO PNAI PRIORIDADES DO PNAI Prioridade 1 Combater a pobreza das crianças e dos idosos, através de medidas que assegurem

Leia mais

PLANO DE AÇÃO. Aprovar o Diagnóstico Social e o Plano de Desenvolvimento Social 2015-2017

PLANO DE AÇÃO. Aprovar o Diagnóstico Social e o Plano de Desenvolvimento Social 2015-2017 PLANO DE AÇÃO O presente plano de ação engloba um conjunto de ações consideradas relevantes para a execução do Plano de Desenvolvimento Social 2015-2017 (PDS) e para o funcionamento da Rede Social de Aveiro,

Leia mais

PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA AVALIAÇÃO

PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA AVALIAÇÃO PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA 2013 2015 AVALIAÇÃO O Plano de Desenvolvimento Social constitui um documento estratégico concelhio em matéria social, e integra, a um nível local, os problemas prioritários

Leia mais

FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016

FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016 FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016 QUEM SOMOS A APF Associação para o Planeamento da Família, é uma Organização Não Governamental com estatuto de IPSS (Instituição Particular de Solidariedade

Leia mais

3.4. EDUCAÇÃO. Problemas Sociais Identificados. Problemas Sociais Priorizados. 3.4.1. Educação: Enquadramento: Alunos sem projecto de vida

3.4. EDUCAÇÃO. Problemas Sociais Identificados. Problemas Sociais Priorizados. 3.4.1. Educação: Enquadramento: Alunos sem projecto de vida 3.4. EDUCAÇÃO Problemas Sociais Identificados Insucesso escolar Falta de expectativas socioprofissionais Alunos sem projecto de vida Expectativas inadequadas para famílias Problemas Sociais Priorizados

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO ANUAL 2009/2010. Rede de Bibliotecas de Carregal do Sal GRUPO DE TRABALHO

PLANO DE ACÇÃO ANUAL 2009/2010. Rede de Bibliotecas de Carregal do Sal GRUPO DE TRABALHO GRUPO DE TRABALHO Rede de Bibliotecas de Carregal do Sal PLANO DE ACÇÃO ANUAL 2009/2010 O Plano de Acção da Rede de Bibliotecas de Carregal do Sal é um instrumento de trabalho ao nível da organização e

Leia mais

Associação de Apoio a Crianças e Jovens em Risco. Plano de Atividades 2015

Associação de Apoio a Crianças e Jovens em Risco. Plano de Atividades 2015 Associação de Apoio a Crianças e Jovens em Risco Plano de Atividades 2015 INTRODUÇÃO Depois de escalar uma montanha muito alta, descobrimos que há muitas mais montanhas por escalar. (Nelson Mandela) A

Leia mais

Conselho Local de Ação Social de Vila Nova de Cerveira. Núcleo Executivo

Conselho Local de Ação Social de Vila Nova de Cerveira. Núcleo Executivo Conselho Local de Ação Social de Vila Nova de Cerveira Núcleo Executivo 2 CLAS de Vila Nova de Cerveira Plano de Ação de 2015 Índice Nota Prévia... 6 Sumário... 7 Metodologia... 7 Planificação... 8 EIXO

Leia mais

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020 Instrumentos de Financiamento Portugal 2020 27 junho 2015 Portugal 2020 1 Apoios ao setor social A estratégia constante do PO ISE procura dar resposta a um conjunto de compromissos assumidos por Portugal

Leia mais

Rede Social do Concelho de Pampilhosa da Serra

Rede Social do Concelho de Pampilhosa da Serra Rede Social do Concelho de Pampilhosa da Serra O Plano de para o ano de 2006 constitui-se enquanto instrumento de trabalho tendo sido construído com base no Plano Desenvolvimento Social. Apresenta um conjunto

Leia mais

Plano de Actividades 2010

Plano de Actividades 2010 Plano de Actividades 2010 Gabinete de Apoio ao Estudante com Deficiência Janeiro de 2010 O presente relatório explicita as actividades que, de forma permanente, são asseguradas pelo, bem como um conjunto

Leia mais

Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades (PMPA)

Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades (PMPA) Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades (PMPA) Definições O Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades irá conter um programa das intenções necessárias para assegurar a acessibilidade física

Leia mais