Fraudes no E-commerce

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fraudes no E-commerce"

Transcrição

1 Fraudes no E-commerce 10/11/2010 Victor Auilo Haikal Blog: Blog: PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 1 PPP Advogados. Este documento está protegido pelas leis de Direito Autoral e não deve ser copiado, divulgado ou utilizado para outros fins que não os pretendidos pelo autor ou por ele expressamente autorizados.

2 - Patrícia Peck Pinheiro Advogados - Maior escritorio especializado em Direito Digital ADVOGADOS QUE ENTENDEM DE TECNOLOGIA 6 anos de existência (setembro/2004); 450 clientes empresariais já atendidos; 62 novos clientes em 2010; Time de 20 profissionais; Matriz em São Paulo; Regionais Brasília (DF), Curitiba (Sul) e Fortaleza (Norte-Nordeste). Java Technology PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 2 2

3 Dr. Victor Auilo Haikal Sócio Advogado formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie; Grande conhecimento profissional na área de TI; Milita principalmente nas áreas de Direito Civil e Criminal, com experiência na área do Direito Comercial, Consumidor e Contencioso em geral. Especialidade em e-commerce, blindagem legal de sites de internet e Processo Eletrônico PPP 2010 Advogados. PPP Advogados. Todos Todos os direitos direitos reservados. reservados. 3

4 Fraudes e Segurança no E-commerceE PPP 2010 Advogados. PPP Advogados. Todos Todos os direitos direitos reservados. reservados. 4 4

5 Comércio Eletrônico: Definição: Aquisição ou troca de produtos ou serviços realizados através de um meio de redes de informação. Relação que demanda confiança de autenticação e identificação entre as partes; Mas... Como existir garantia nesse processo? PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 5

6 Alto nível de identificação: segurança no processo de Sei - > Senha; Tenho - > Token ( ID badge, smart card ); Sou - > Biometria ( impressão digital, face, íris, etc. ) Disponível em: PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 6

7 Métodos de Autenticação - Internet Nome de usuário e Senha Usual mas possui baixo nível de segurança; Maior preferência pelos usuários em virtude da facilidade e praticidade de uso, saciando o consumo pela internet; Certificado Digital Maior segurança para a identificação; Baixa adoção pelos usuários combinação de custo e menor praticidade para adquirir a tecnologia PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 7

8 Na Sociedade Digital sua SENHA é parte de sua IDENTIFICAÇÃO Tudo que é feito através de uma autenticação será atribuído ao seu titular. Significa dizer que você é o responsável pelo que for feito através do seu login/senha ou certificado digital, a menos que consiga provar que não foi o autor. Desafio do Comércio Eletrônico: Reduzir a incidência do Chargeback! PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 8

9 JURISPRUDÊNCIA Caso: Consumidor tem seus dados utilizados indevidamente por terceiro que acaba efetuando compra INDEVIDA por meio de loja virtual (Chargeback). (...) Com efeito, o ônus jurídico da prova do uso da senha pelo autor na operação de comprova firmada pelo sistema on line é mesmo do fornecedor agravado por ser, como dito, de consumo a relação disputada e evidente a hipossuficiência técnica do autor de demonstrar de demonstrar eventual fraude praticada pelo terceiro. (...) Logo, se o consumidor, parte reconhecidamente mais fraca e vulnerável na relação de consumo, é tecnicamente hipossuficiente frente ao fornecedor requisito alternativo exigido pelo artigo 6, VIII, do CDC para facilitar a defesa do consumi dor em juízo deve o juiz no caso concreto decidir pela inversão.(...) Reconhecimento da nulidade da compra efetuada pelo sistema on line (...) Ação procedente - Apelo provido. (TJ/SP, Rel. Rizzato Nunes, Apelação n , Julgado em 12/ 08/2009) Desfecho: O Tribunal reconheceu a hipossuficiência técnica do consumidor e determinou a inversão do ônus da prova. Por não comprovar a autoria da fraude, o Banco foi condenado ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$30.000, PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 9

10 Evolução da segurança nos Cartões Magnéticos 1ª FASE: Transação Manual Por que não investir em Manual + Assinatura Transação sem cartão (cartão não presencial) Algo que você tem + o que você é segurança e formar o padrão 2ª FASE: Transações eletrônicas para uso de cartões na Tarja + assinatura 3ª FASE: Transações Não Presenciais (telefone, internet, etc.) cartão e senha, mais O que forte você sabe e (número de segurança) 4ª FASE: Transações de Cartão com Chip Algo que você tem + o que você é internet com a combinação de mais segura? Chip + Senha Algo que você tem + o que você sabe PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 10

11 Como ocorrem as fraudes no e-commerce? Utilização indevida de nome de usuário e senha: Com Lojas Virtuais causa pouco impacto, pois a relação se concretiza com o pagamento. Se alguém efetuar uma compra em nome de terceiro e não pagar, não prejudicará ninguém, pois o pedido será cancelado (pelo menos deveria ser); Possui grande impacto em sites de leilão ou plataformas C2C, onde não há certeza de quem está na outra ponta da relação, e podem ocorrer o envio de pedras ao invés das mercadorias ou depósito em nome de terceiros ao revés do real vendedor PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 11

12 Como ocorrem as fraudes no e-commerce? Vício nos meios de pagamento: Se aplica aos pagamentos com cartão (crédito e débito) e transferência bancária; Prejudica a relação tanto com a Loja Virtual quanto uma plataforma de contato direto entre usuários; Menor incidência com boleto bancário; Pode ser detectada com mecanismos de cruzamento de dados e desvio de perfil de consumo do titular PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 12

13 Como ocorrem as fraudes no e-commerce? Ainda que as fraudes ocorram principalmente por essas duas frentes, algo preparatório é indispensável. Obtenção ou utilização de dados de maneira irregular. Aquisição de dados no mercado criminoso; Coleta de dados através de programas maliciosos (keyloggers, phishing, invasão bruta); Falta de cuidado do usuário ao utilizar ou armazenar suas informações; Despreparo para conhecimento das fraudes mais comuns PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 13

14 Como ocorrem as fraudes no e-commerce? Além dos vícios de autenticação e utilização de dados bancários de terceiros, há fraudes baseadas em: Engenharia Social; Ex.: Sites de empresas inexistentes, s com ofertas remetendo a páginas preparadas para dar o golpe. Técnicas avançadas de programação e hackeamento. Ex.: Instalação de arquivo hosts no computador da vítima que leva a página falsa, intrusão em servidor DNS, SQL Injection, Cross site-scripting, manipulação de campo oculto, dentre outros PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 14

15 JURISPRUDÊNCIA Caso: Ausência de inversão do ônus da prova atinente à compra feita via internet mesmo com alegação de fraude Auto Fraude. (...) O que o autor deveria provar, conforme o que alegou, era que efetivamente a fraude se deu porque a administradora teria sido descuidada, transferindo diretamente a terceiros os dados de seu cadastro.(...). Essa falta de zelo e esse "vazamento" de informações, entretanto, não foram provados nos autos. (...) INDENIZAÇÃO - Danos morais - Cartão de crédito utilizado para compra através da internet (...) Prova, entretanto, de que isso não ocorreu - Circunstância que acarretava a improcedência da ação (...) Apelo provido. (TJ/SP, Rel. Ulisses Ramos, Julgado em 18/03/2009) DESFECHO: Consumidor não comprovou que a compra fraudulenta se deu por culpa da operadora e o pedido de indenização foi julgado improcedente PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 15

16 Prevenção e combate a fraudes Para o lojista virtual: Utilizar certificação do site com tecnologia EV, se possível; Se valer de mecanismo para cruzamento de dados do comprador para detectar eventual fraude; Efetuar a blindagem legal de seu Portal, guardando as evidências necessárias pelo período adequado, por exemplo; Publicar no site os Termos de Uso e Condições de Navegação, além da Política de Privacidade, de modo que esteja assentada quais os requisitos de autenticação e os cuidados com segurança a serem observados; Contratar profissionais de tecnologia com expertise no comércio eletrônico para realizar o planejamento de segurança do site, mitigando a vulnerabilidade a hackers PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 16

17 Prevenção e combate a fraudes Para o usuário: Se assegurar da proteção de seu equipamento, utilizando antivirus, firewall e tendo cuidado ao instalar softwares; Não abrir arquivos em anexo de remetentes desconhecidos, evitar navegar em sites de conteúdo duvidoso, pois possuem scripts que podem instalar algum plug-in malicioso; Desconfiar de preços muito abaixo do mercado. As técnicas de estelionato continuam as mesmas; Checar a validade do certificado digital da loja virtual e apenas efetuar o pagamento após a certeza do site autêntico; Nos casos de sites de leilão e C2C, não efetuar negócio se a conta do beneficiário for de terceiro alheio à negociação PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 17

18 Patrícia Peck Pinheiro Advogados - Publicações Livro 4ª. Edição Áudio Livros Pocket Book PINHEIRO, Patricia Peck. Direito Digital. São Paulo: Saraiva, PINHEIRO, Patricia Peck e Bissoli, Leandro Saraiva Tudo o que você precisa ouvir sobre Direito no dia-a-dia PINHEIRO, Patricia Peck e SLEIMAN, Cristina. Saravia Contato 18 Saraiva: Antônio Tocca Tel: (11) PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 18

19 Patrícia Peck Pinheiro Advogados Projetos Especiais Patrocinadores: Desde 2009 educando no uso ÉTICO, SEGURO e LEGAL da Internet por jovens, pais e professores CRIANÇA A MAIS SEGURA NA INTERNET Cartilhas Filmes Dissemine essa idéia! PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 19

20 - Patrícia Peck Pinheiro Advogados - Site Assine a nossa newsletter mensal! PPP Advogados. Todos os direitos reservados. 20

21 NÃO FAÇA JUSTIÇA COM O PRÓPRIO MOUSE, BUSQUE A AJUDA DE UM ESPECIALISTA. Blog: Blog: Matriz SP: (5511) Dra. Patricia Peck Dr. Leandro Bissoli Dra. Marcela Macedo Regional DF: Dr. Renato Coimbra (5561) ou (5561) Regional SUL: Dr. Hélio Abreu (5541) ou (5541) Regional Nordeste: Dra. Kariana Martins (5585) ou (5585) PPP Advogados. Este documento está protegido pelas leis de Direito Autoral e não deve ser copiado, divulgado ou utilizado para outros fins que 2010 não PPP os pretendidos Advogados. pelo autor Todos ou por os ele direitos expressamente reservados. autorizados. 21

Segurança em Comércio Eletrônico.

Segurança em Comércio Eletrônico. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Comércio Eletrônico Agenda Comércio Eletrônico Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Comércio eletrônico (1/2) Permite: comprar grande quantidade

Leia mais

Segurança em Internet Banking.

Segurança em Internet Banking. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Internet Banking Agenda Internet Banking Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Internet Banking (1/4) Permite: realizar ações disponíveis nas agências

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Via Internet Banking você pode realizar as mesmas ações disponíveis nas agências bancárias, sem enfrentar filas ou ficar restrito aos horários de atendimento Realizar transações

Leia mais

Verificação em duas etapas.

Verificação em duas etapas. <Nome> <Instituição> <e-mail> Verificação em duas etapas Agenda Senhas Verificação em duas etapas Principais tipos e cuidados a serem tomados Outros cuidados Créditos Senhas (1/4) Servem para autenticar

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) André Gustavo Assessor Técnico de Informática MARÇO/2012 Sumário Contextualização Definições Princípios Básicos de Segurança da Informação Ameaças

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2 SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2 Segurança da Informação A segurança da informação busca reduzir os riscos de vazamentos, fraudes, erros, uso indevido, sabotagens, paralisações, roubo de informações ou

Leia mais

compras online com Segurança

compras online com Segurança 12 Dicas para realizar compras online com Segurança As compras online chegaram no mercado há muito tempo e, pelo visto, para ficar. Com elas também despertaram os desejos dos cibercriminosos de se apropriarem

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

Ciclo de Palestras Segurança na Internet 03 de setembro de 2015 Campinas, SP

Ciclo de Palestras Segurança na Internet 03 de setembro de 2015 Campinas, SP Ciclo de Palestras Segurança na Internet 03 de setembro de 2015 Campinas, SP Realizando Operações Bancárias e Comerciais com Segurança na Internet Miriam von Zuben miriam@cert.br Estrutura do CGI.br e

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Atualmente, graças à Internet, é possível comprar produtos sem sair de casa ou do trabalho, sem se preocupar com horários e sem enfrentar filas. Eainda receber tudo em casa ou

Leia mais

Índice. Ameaças à Segurança da Informação. Introdução. Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa. E-Mail. Como Identificar um Phishing Scan

Índice. Ameaças à Segurança da Informação. Introdução. Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa. E-Mail. Como Identificar um Phishing Scan www.bradesco.com.br Índice Versão 01-2007 Introdução 2 Ameaças à Segurança da Informação 12 Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa 3 E-Mail 14 Procuradores e Níveis de Acesso 6 Como Identificar

Leia mais

Sumário. I - Considerações iniciais...4. II O que preciso saber antes de pesquisar ou realizar uma compra via comércio eletrônico?...

Sumário. I - Considerações iniciais...4. II O que preciso saber antes de pesquisar ou realizar uma compra via comércio eletrônico?... Comércio Eletrônico Sumário I - Considerações iniciais...4 II O que preciso saber antes de pesquisar ou realizar uma compra via comércio eletrônico?...5 III - Principais direitos do consumidor:...9 IV

Leia mais

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA APRESENTAÇÃO 1.Bem-vindo ao SICREDI Total Internet! É sempre bom poder contar com o SICREDI do seu lado. Melhor ainda quando o SICREDI está onde você mais precisa:

Leia mais

INTERNET BANKING: DICAS DE SEGURANÇA. Palavras-chave: Segurança da Informação; Internet Banking; Fraudes; Riscos.

INTERNET BANKING: DICAS DE SEGURANÇA. Palavras-chave: Segurança da Informação; Internet Banking; Fraudes; Riscos. 1 INTERNET BANKING: DICAS DE SEGURANÇA Alexandre Kaspary 1 Alexandre Ramos 2 Leo Andre Blatt 3 William Rohr 4 Fábio Matias Kerber 5 Palavras-chave: Segurança da Informação; Internet Banking; Fraudes; Riscos.

Leia mais

Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES

Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES Atualizado em 15/05/14 Pág.: 1/6 Introdução O Cartão BNDES é um meio de pagamento baseado no conceito de cartão de crédito e que visa financiar

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Usar apenas senhas pode não ser suficiente para proteger suas contas na Internet Senhas são simples e bastante usadas para autenticação em sites na Internet. Infelizmente elas

Leia mais

10 Dicas para proteger seu computador contra Vírus

10 Dicas para proteger seu computador contra Vírus 10 Dicas para proteger seu computador contra Vírus Revisão 00 de 14/05/2009 A cada dia a informática, e mais especificamente a internet se tornam mais imprescindíveis. Infelizmente, o mundo virtual imita

Leia mais

COMO CRIAR UMA LOJA VIRTUAL?

COMO CRIAR UMA LOJA VIRTUAL? EGC 9003-11 COMÉRCIO ELETRÔNICO PROFESSOR: LUIS ALBERTO GÓMEZ COMO CRIAR UMA LOJA VIRTUAL? ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO Conceito de comércio e seus componentes Perguntas essenciais Passo a passo de como criar

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Quanto mais informações você disponibiliza na Internet, mais difícil se torna preservar a sua privacidade Nada impede que você abra mão de sua privacidade e, de livre e espontânea

Leia mais

Aspectos Jurídicos no Uso de Dispositivos Pessoais no Ambiente Corporativo. Dra. CRISTINA SLEIMAN. Dra. Cristina Sleiman Diretora Executiva

Aspectos Jurídicos no Uso de Dispositivos Pessoais no Ambiente Corporativo. Dra. CRISTINA SLEIMAN. Dra. Cristina Sleiman Diretora Executiva Comissão de Direito eletrônico E Crimes de Alta Tecnologia Aspectos Jurídicos no Uso de Dispositivos Pessoais no Ambiente Corporativo Dra. CRISTINA SLEIMAN Dra. Cristina Sleiman Diretora Executiva SP,

Leia mais

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Segurança da Informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor

Leia mais

Você sabia que... O pagamento numa loja virtual. Guia #6 Como as formas de pagamento podem interferir nas minhas vendas

Você sabia que... O pagamento numa loja virtual. Guia #6 Como as formas de pagamento podem interferir nas minhas vendas Guia #6 Como as formas de pagamento podem interferir nas minhas vendas Você sabia que... Hoje, 77% dos brasileiros já utilizam cartão de crédito, aponta estudo do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil)

Leia mais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Nós, Hilti (Brasil) Comercial Ltda. (coletivamente, referido como Hilti, "nós", "nosso" ou "a gente") nessa Política

Leia mais

MANUAL DE NORMAS. InterClubNet / Manual de Normas You Are Here:

MANUAL DE NORMAS. InterClubNet / Manual de Normas You Are Here: MANUAL DE NORMAS InterClubNet / Manual de Normas You Are Here: Manual de Normas InterClubNet 1.0 - Objetivo Este manual tem como objetivo estabelecer um conjunto de critérios para o bom funcionamento do

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Manter seu computador seguro é essencial para se proteger dos riscos envolvidos no uso da Internet Um grande risco que você pode correr ao usar a Internet é o de achar que não

Leia mais

O fornecimento de senhas e caracteres de acesso à terceiros, causa negativa em indenização

O fornecimento de senhas e caracteres de acesso à terceiros, causa negativa em indenização O fornecimento de senhas e caracteres de acesso à terceiros, causa negativa em indenização Contribuição de Dr. Rodrigo Vieira 17 de dezembro de 2008 Advocacia Bueno e Costanze O fornecimento de senhas

Leia mais

Meio de pagamento do Itaú na Internet Itaú Shopline, o jeito seguro de pagar pela internet!

Meio de pagamento do Itaú na Internet Itaú Shopline, o jeito seguro de pagar pela internet! Meio de pagamento do Itaú na Internet Pagamento à vista por transferência, Crediário Automático Itaú, Bloqueto Bancário. Itaú Shopline O Itaú está disponibilizando para o site de sua empresa, que vende

Leia mais

Segurança em Computadores. GTI SEDU atendimento@sedu.es.gov.br

Segurança em Computadores. GTI SEDU atendimento@sedu.es.gov.br Segurança em Computadores GTI SEDU atendimento@sedu.es.gov.br Agenda Computadores Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Computadores (1/4) Computador pessoal grande quantidade de dados armazenados

Leia mais

4. O QUANDO QUISER não possui qualquer responsabilidade pelo CONTEÚDO existente no SITE do ANUNCIANTE;

4. O QUANDO QUISER não possui qualquer responsabilidade pelo CONTEÚDO existente no SITE do ANUNCIANTE; TERMO DE USO DO QUANDO QUISER O presente TERMO DE USO regula as condições gerais de uso dos serviços oferecidos pelo QUANDO QUISER (www.quandoquiser.com.br), da empresa N. O. S. SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO

Leia mais

CLAIN 2008. Fraude Eletrônica. Moises J Santos. Internet Banking

CLAIN 2008. Fraude Eletrônica. Moises J Santos. Internet Banking CLAIN 2008 Fraude Eletrônica Moises J Santos Fraude Eletrônica Definição Fraude Subterfúgio para alcançar um fim ilícito, ou ainda, o engano dolosamente provocado, o malicioso induzimento em erro ou aproveitamento

Leia mais

Guia de Operação TEF

Guia de Operação TEF Guia de Operação TEF 1. TEF A Transferência Eletrônica de Fundos é um sistema que executa transações financeiras de forma eletrônica e integrada à solução de automação comercial do estabelecimento. Opera

Leia mais

Prefeitura do Campus USP de Pirassununga Seção Técnica de Informática

Prefeitura do Campus USP de Pirassununga Seção Técnica de Informática CARTILHA DE INFORMÁTICA SEÇÃO TÉCNICA DE INFORMÁTICA PUSP-P Nº 002 - SETEMBRO/2014 TEMA: GOLPES POR EMAIL "NA DÚVIDA NÃO CLIQUE" RELEMBRANDO: Na cartilha nº 001 lançada em Julho de 2014 escrevemos dicas

Leia mais

Dentre algumas definições, o dicionário Aurélio diz que a palavra consciência significa o cuidado

Dentre algumas definições, o dicionário Aurélio diz que a palavra consciência significa o cuidado entrevista :: Gastão Mattos Segurança ao seu alcance Por Luis Rocha Dentre algumas definições, o dicionário Aurélio diz que a palavra consciência significa o cuidado com que se executa um trabalho, se

Leia mais

Privacidade.

Privacidade. <Nome> <Instituição> <e-mail> Privacidade Agenda Privacidade Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Privacidade (1/3) Sua privacidade pode ser exposta na Internet: independentemente da sua

Leia mais

Transações Monetárias na Internet

Transações Monetárias na Internet Comércio Eletrônico Faculdade de Tecnologia SENAC Curso Superior de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Unidade Curricular: Comércio Eletrônico Edécio Fernando Iepsen (edecio@terra.com.br) Transações

Leia mais

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA FÍSICA

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA FÍSICA MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA FÍSICA APRESENTAÇÃO 1.Bem-vindo ao SICREDI Total Internet! Agora você encontra o SICREDI em casa, no trabalho ou onde você estiver. É o SICREDI Total Internet, cooperando

Leia mais

Quem Somos. www.stone.com.br

Quem Somos. www.stone.com.br Manual E-commerce ÍNDICE 03 04 05 05 06 07 08 09 10 11 12 Quem Somos Como funciona O que é um Gateway? Gateways parceiros Cancelamento de uma transação Chargebacks Portal de Serviços Conciliação Dicas

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO STREAMING

CONTRATO DE ADESÃO STREAMING AVISO IMPORTANTE CONTRATO DE ADESÃO STREAMING Por favor, tenha certeza que entendeu todas as políticas de uso antes de contratar nossos serviços. A suedhost reserva o direito de suspender ou cancelar o

Leia mais

Prevenção. Como reduzir o volume de spam

Prevenção. Como reduzir o volume de spam Prevenção Como reduzir o volume de spam A resposta simples é navegar consciente na rede. Este conselho é o mesmo que recebemos para zelar pela nossa segurança no trânsito ou ao entrar e sair de nossas

Leia mais

Novembro/2013. Segurança da Informação BYOD/Redes Sociais Marco Vinicio Barbosa Dutra Coordenador de Segurança

Novembro/2013. Segurança da Informação BYOD/Redes Sociais Marco Vinicio Barbosa Dutra Coordenador de Segurança Novembro/2013 Segurança da Informação BYOD/Redes Sociais Marco Vinicio Barbosa Dutra Coordenador de Segurança Segurança da Informação BYOD/Consumerização Redes Sociais Perguntas Não vendo cofres, vendo

Leia mais

Realizando Compras no Site do Cartão BNDES

Realizando Compras no Site do Cartão BNDES Realizando Compras no Site do Cartão BNDES Comprador Atualizado em 30/06/2014 Pág.: 1/17 Introdução Este manual destina-se a orientar os portadores do Cartão BNDES que irão realizar compras de produtos

Leia mais

Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops

Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops Universidade Federal de Goiás Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops Jánison Calixto CERCOMP UFG Cronograma Introdução Conceitos Senhas Leitores de E-Mail Navegadores Anti-Vírus Firewall Backup

Leia mais

A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para. Certificado Digital

A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para. Certificado Digital A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para Certificado Digital 1. Objetivo Esta proposta tem por objetivo realizar a emissão e validação do Certificado Digital da Serasa Experian.

Leia mais

GUIA PARA AFILIAÇÕES

GUIA PARA AFILIAÇÕES GUIA PARA AFILIAÇÕES ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REDE... 4 Gerando usuário e senha (tecnologia Komerci)... 5 Liberação dos IP s maxipago!... 6 Matriz de Responsabilidades e Prazos... 7 CIELO... 8 Pedindo o

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL

CERTIFICAÇÃO DIGITAL Autenticidade Digital CERTIFICAÇÃO DIGITAL Certificação Digital 1 Políticas de Segurança Regras que baseiam toda a confiança em um determinado sistema; Dizem o que precisamos e o que não precisamos proteger;

Leia mais

AS RESPONSABILIDADES NAS TRANSAÇÕES REALIZADAS ATRAVÉS DO E- COMMERCE ROFIS ELIAS FILHO ADVOGADO

AS RESPONSABILIDADES NAS TRANSAÇÕES REALIZADAS ATRAVÉS DO E- COMMERCE ROFIS ELIAS FILHO ADVOGADO AS RESPONSABILIDADES NAS TRANSAÇÕES REALIZADAS ATRAVÉS DO E- COMMERCE ROFIS ELIAS FILHO ADVOGADO Copyleft é livre o uso desta apresentação para fins não comerciais, desde que a fonte e a autoria sejam

Leia mais

Nunca foi tão fácil utilizar

Nunca foi tão fácil utilizar Nunca foi tão fácil utilizar o Conectividade Social da CAIXA O que antes era feito com a autenticação de disquetes e precisava do antigo programa CNS para o relacionamento com a CAIXA e prestação de informações

Leia mais

Engenharia social. A arte de manipular

Engenharia social. A arte de manipular Engenharia social A arte de manipular Definição Engenharia social é conhecida comumente como a arte de manipular pessoas para que realizem ações ou divulguem informações pessoais. Engenharia Social é a

Leia mais

Segurança e Proteção da Informação. Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br

Segurança e Proteção da Informação. Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br Segurança e Proteção da Informação Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br 1 Segurança da Informação A informação é importante para as organizações? Por que surgiu a necessidade de se utilizar

Leia mais

Certificado Digital Co C mo u sar? r

Certificado Digital Co C mo u sar? r Certificado Digital Como usar? Certificado Digital Documento eletrônico que identifica pessoas físicas e jurídicas e cuja validade é garantida por uma terceira parte de confiança Garante a identidade do

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DATA: 25/01/2016 VERSÃO 2.0 VERSÃO 2 25/01/2016 ÁLVARO BARBOSA SUMÁRIO I. INTRODUÇÃO... 3 II. PAPÉIS E RESPONSABILIDADES... 4 II.1 - COMITÊ EXECUTIVO... 4 II.2 - CONTROLES

Leia mais

Conscientização sobre a Segurança da Informação. Suas informações pessoais não tem preço, elas estão seguras?

Conscientização sobre a Segurança da Informação. Suas informações pessoais não tem preço, elas estão seguras? Conscientização sobre a Segurança da Informação Suas informações pessoais não tem preço, elas estão seguras? PROFISSIONAIS DE O que é Segurança da Informação? A Segurança da Informação está relacionada

Leia mais

Escola Secundária Eça de Queiroz

Escola Secundária Eça de Queiroz Escola Secundária Eça de Queiroz Curso de Instalação e Manutenção de Sistemas Informáticos Certificação digital de serviço universal Home Banking e ética na sua utilização. Autor: Daniel Filipe Inácio

Leia mais

Guia de facilidades Bradesco Prime

Guia de facilidades Bradesco Prime Este material foi impresso em papel certificado FSC. Marketing 7778 out/14 Guia de facilidades Bradesco Prime No Bradesco Prime, você é prioridade sempre. Contar com a presença do Bradesco Prime em 100%

Leia mais

REGULAMENTO DO AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO

REGULAMENTO DO AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO REGULAMENTO DO AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO O presente instrumento estabelece as normas regulamentares do AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO, destinado ao atendimento de Pessoas Jurídicas de direito público,

Leia mais

mais segurança na internet próximo Um guia para você tirar suas dúvidas sobre segurança na internet e proteger sua empresa.

mais segurança na internet próximo Um guia para você tirar suas dúvidas sobre segurança na internet e proteger sua empresa. mais segurança na internet Um guia para você tirar suas dúvidas sobre segurança na internet e proteger sua empresa. Suas atitudes na internet podem influenciar a segurança da sua empresa. Você é cuidadoso

Leia mais

O acesso ao Site é gratuito, através de qualquer dispositivo com acesso à

O acesso ao Site é gratuito, através de qualquer dispositivo com acesso à Termos de Uso Sobre o Site Este site e seu conteúdo (o Site ) são de propriedade exclusiva da ROIA COMÉRCIO DE BIJUTERIAS E ACESSORIOS LTDA., sociedade limitada, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 15.252.911/0001-83

Leia mais

FACULDADE PROJEÇÃO FAPRO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PROJEÇÃO FAPRO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PROJEÇÃO FAPRO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ALLAN ARDISSON COSSET DIEGO ALVES DE PAIVA ERICK SOUSA DAMASCENO HUGO NASCIMENTO SERRA RICARDO FRANÇA RODRIGUES Legislação Aplicada à Computação Crimes de

Leia mais

Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE

Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Definição Toda atividade de compra e venda realizada com recursos eletrônicos; Uso de mecanismos eletrônicos para a

Leia mais

SAIBA COMO SE PREVENIR DAS FRAUDES E EVITAR PREJUÍZOS NAS VENDAS PELA INTERNET

SAIBA COMO SE PREVENIR DAS FRAUDES E EVITAR PREJUÍZOS NAS VENDAS PELA INTERNET Conteúdo 1. FRAUDES... 2 1.1. A história das fraudes na Indústria de Cartões... 2 1.2. O que o estabelecimento deve fazer para vender de forma segura pela Internet?... 2 1.3. Como a Cielo pode ajudar seu

Leia mais

Juiz LEANDRO BORGES DE FIGUEIREDO Acórdão Nº 799.539 E M E N T A

Juiz LEANDRO BORGES DE FIGUEIREDO Acórdão Nº 799.539 E M E N T A Poder Judiciário da União TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS Órgão 1ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal Processo N. Apelação Cível do Juizado Especial 20140710018247ACJ

Leia mais

Perspectivas do E-Commerce Brasileiro

Perspectivas do E-Commerce Brasileiro Perspectivas do E-Commerce Brasileiro Perspectivas do E-Commerce Brasileiro 78 Milhões de usuários de internet no Brasil Tíquete médio de compras pela web em 2011 foi de R$ 350,00 São mais de 3.000 de

Leia mais

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA APRESENTAÇÃO 1.Bem-vindo ao SICREDI Total Internet! É sempre bom poder contar com o SICREDI do seu lado. Melhor ainda quando o SICREDI está onde você mais precisa:

Leia mais

GUARDA DE DOCUMENTOS

GUARDA DE DOCUMENTOS GUARDA DE DOCUMENTOS Tabela de Temporalidade de Documentos de Pessoa Física 1. VIDA FINANCEIRA 1.1 PAGAMENTO DE TRIBUTOS 1.1.1 Imposto de 5 anos, contados Renda de Pessoa a partir do Física (IRPF) e exercício

Leia mais

Novo Guia de uso rápido do PROJUDI

Novo Guia de uso rápido do PROJUDI 1. O que é o PROJUDI? Novo Guia de uso rápido do PROJUDI O Processo Judicial Digital PROJUDI, também chamado de processo virtual ou de processo eletrônico, pode ser definido como um software que reproduz

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação 2 0 1 3 OBJETIVO O material que chega até você tem o objetivo de dar dicas sobre como manter suas informações pessoais, profissionais e comerciais preservadas. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO,

Leia mais

Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br

Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Preservação da: confidencialidade: Garantia de que o acesso à informação seja obtido somente por pessoas autorizadas. integridade: Salvaguarda da exatidão

Leia mais

Marketplaces. Como usar o Moip em Marketplaces ou em aplicações com comissionamento

Marketplaces. Como usar o Moip em Marketplaces ou em aplicações com comissionamento Como usar o Moip em Marketplaces ou em aplicações com comissionamento Índice Como usar o Moip em seu Marketplace ou em aplicações em que utilizem comissionamento... 03 1 - Estrutura de uma transação...

Leia mais

CUIDADOS COM A INTERNET: CRIMES VIRTUAIS

CUIDADOS COM A INTERNET: CRIMES VIRTUAIS CUIDADOS COM A INTERNET: CRIMES VIRTUAIS > CUIDADOS COM A INTERNET > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > É impossível prever

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE CONSULTOR HND

POLÍTICA DE PRIVACIDADE CONSULTOR HND POLÍTICA DE PRIVACIDADE CONSULTOR HND 1. Princípios Gerais Esta Política de privacidade descreve como o CONSULTOR HND coleta e usa informações pessoais fornecidas no nosso site: www.consultorhnd.com.br.

Leia mais

Guia de Operação do Terminal Bin

Guia de Operação do Terminal Bin Guia de Operação do Terminal Bin 1. Terminal Bin O começo de bons negócios para sua empresa. Bem simples. Bem próximo. Bin é a solução de pagamentos eletrônicos no Brasil, que nasceu com a experiência

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS INSTRUÇÃO SUSEP N.º 79, DE 28 DE MARÇO DE 2016.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS INSTRUÇÃO SUSEP N.º 79, DE 28 DE MARÇO DE 2016. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS INSTRUÇÃO SUSEP N.º 79, DE 28 DE MARÇO DE 2016. Dispõe sobre o uso do certificado digital no âmbito da Superintendência de Seguros Privados Susep. O SUPERINTENDENTE

Leia mais

VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: VAREJO DATA: 22.02.2011

VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: VAREJO DATA: 22.02.2011 VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: VAREJO Valor Econômico - SP 22/02/2011-08:39 Fraude migra de cartão para web 'Internet banking' responde por 22% dos prejuízos com crimes eletrônicos Da Redação "Prezado

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Contas e senhas são os mecanismos de autenticação mais utilizados na Internet atualmente. Por meio de contas e senhas os sistemas conseguem saber quem você é, confirmar sua identidade

Leia mais

1. O Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/90) é aplicável às compras feitas via Internet?

1. O Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/90) é aplicável às compras feitas via Internet? 1. O Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/90) é aplicável às compras feitas via Internet? Quando consumidor e fornecedor estiverem estabelecidos no Brasil, o Código de Defesa do Consumidor (CDC)

Leia mais

Política de privacidade do Movimento Certo Ginástica Laboral Online Última atualização: 17 de março de 2015

Política de privacidade do Movimento Certo Ginástica Laboral Online Última atualização: 17 de março de 2015 Política de privacidade do Movimento Certo Ginástica Laboral Online Última atualização: 17 de março de 2015 Esta Política de privacidade estabelece nossas políticas e procedimentos para coletar, usar e

Leia mais

Conteúdo 1. FRAUDES... 2 1.1. A história das fraudes na Indústria de Cartões... 2 1.2. O que o estabelecimento deve fazer para vender de forma segura

Conteúdo 1. FRAUDES... 2 1.1. A história das fraudes na Indústria de Cartões... 2 1.2. O que o estabelecimento deve fazer para vender de forma segura Conteúdo 1. FRAUDES... 2 1.1. A história das fraudes na Indústria de Cartões... 2 1.2. O que o estabelecimento deve fazer para vender de forma segura pela Internet?... 3 1.3. Como a Cielo pode ajudar seu

Leia mais

Riscos de compras em site

Riscos de compras em site Riscos de compras em site Riscos e vulnerabilidades de compras em i st es Análise dos conceitos de confidencialidade, integridade e disponibilidade na segurança da informação }Os riscos e vulnerabilidades

Leia mais

Amway - Política de privacidade

Amway - Política de privacidade Amway - Política de privacidade Esta Política de Privacidade descreve como a Amway Brasil e determinadas filiadas, inclusive a Amway América Latina (conjuntamente Amway ) utilizam dados pessoais coletados

Leia mais

Segurança em Redes Sociais.

Segurança em Redes Sociais. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Redes Sociais Agenda Redes sociais Características principais Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Redes sociais (1/2) Redes de relacionamento

Leia mais

Política de Privacidade

Política de Privacidade Política de Privacidade Este documento tem por objetivo definir a Política de Privacidade da Bricon Security & IT Solutions, para regular a obtenção, o uso e a revelação das informações pessoais dos usuários

Leia mais

O Certificado Digital é um documento eletrônico que permite a identificação segura do autor de uma transação feita na Internet.

O Certificado Digital é um documento eletrônico que permite a identificação segura do autor de uma transação feita na Internet. Prezado(a) cliente, Você acaba de adquirir um Certificado Digital ICP BRASIL. O Certificado Digital é um documento eletrônico que permite a identificação segura do autor de uma transação feita na Internet.

Leia mais

Informática Aplicada a Gastronomia

Informática Aplicada a Gastronomia Informática Aplicada a Gastronomia Aula 3.1 Prof. Carlos Henrique M. Ferreira chmferreira@hotmail.com Introdução Quando você sai de casa, certamente toma alguns cuidados para se proteger de assaltos e

Leia mais

Cobre Bem Tecnologia

Cobre Bem Tecnologia Cobre Bem Tecnologia A Empresa Fundada em 1995, a Cobre Bem Tecnologia, sempre visou produzir softwares que automatizassem cada vez mais as cobranças utilizando para isso uma tecnologia de ponta. Com a

Leia mais

Segurança em Dispositivos Móveis.

Segurança em Dispositivos Móveis. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Dispositivos Móveis Agenda Dispositivos móveis Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Dispositivos móveis (1/2) Tablets, smartphones, celulares,

Leia mais

e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica

e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica Página1 e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. Safeweb e-nota G... 03 2. O que é NF-e?... 04 3. O que é CT-e?... 05

Leia mais

Cartilha de Câmbio. Envio e recebimento de pequenos valores

Cartilha de Câmbio. Envio e recebimento de pequenos valores 2009 Cartilha de Câmbio Envio e recebimento de pequenos valores Apresentação O Banco Central do Brasil criou esta cartilha para orientar e esclarecer você, que precisa negociar moeda estrangeira, sobre

Leia mais

1º ADITIVO AO CONTRATO DE FILIAÇÃO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO AO SISTEMA FORTBRASIL DE CARTÃO DE CRÉDITO

1º ADITIVO AO CONTRATO DE FILIAÇÃO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO AO SISTEMA FORTBRASIL DE CARTÃO DE CRÉDITO 1º ADITIVO AO CONTRATO DE FILIAÇÃO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO AO SISTEMA FORTBRASIL DE CARTÃO DE CRÉDITO FORTBRASIL ADMINISTRADORA DE CARTÕES DE CRÉDITO S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o nº. 02.732.968/0001-38,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

As palavras grafadas neste instrumento com letras maiúsculas terão o significado que a elas é atribuído de acordo com o estabelecido abaixo:

As palavras grafadas neste instrumento com letras maiúsculas terão o significado que a elas é atribuído de acordo com o estabelecido abaixo: Termo e Condições de Uso Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, entidade associativa sem fins lucrativos, CNPJ 04.481.317/0001-48, situada à Rua Bela Cintra, 756, 9 andar, conjunto 91, CEP 041415-000,

Leia mais

[ACESSO AO PORTAL ELETRÔNICO COM CERTIFICADO DIGITAL]

[ACESSO AO PORTAL ELETRÔNICO COM CERTIFICADO DIGITAL] 2015 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL - 2a. Região [ACESSO AO PORTAL ELETRÔNICO COM CERTIFICADO DIGITAL] Este guia é destinado a Advogados, Partes e Peritos que acessam os serviços do Portal Eletrônico da 2ª

Leia mais

CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM DE SITES

CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM DE SITES CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM DE SITES CLÁUSULA PRIMEIRA DAS PARTES 1.1 De um lado, JKL SERVIÇOS E TECNOLOGIA ME, Pessoa Jurídica com sede na Rua CAROLINA ROQUE nº 416, CEP 02472-030, cidade

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web Internet: negócios eletrônicos, novas tendencias e tecnologias

Tópicos de Ambiente Web Internet: negócios eletrônicos, novas tendencias e tecnologias Tópicos de Ambiente Web Internet: negócios eletrônicos, novas tendencias e tecnologias Professora: Sheila Cáceres Uma mensagem enviada em internet é dividida em pacotes de tamanho uniforme. Cada pacote

Leia mais

Eletrônico. Acesse esta ideia

Eletrônico. Acesse esta ideia Comércio Eletrônico Acesse esta ideia @ .@ O que é comércio eletrônico? São compras e vendas realizadas via internet.? @ Quais as formas atuais deste tipo de comércio? - Lojas virtuais. - Sites de compras

Leia mais

Guia. Máquina Bin. Máquina Bin. de Operação. Guia de Operação

Guia. Máquina Bin. Máquina Bin. de Operação. Guia de Operação POS TEF Guia Guia de Operação de Operação Máquina Bin Máquina Bin Bem simples. Bem próximo. Bin é a solução de pagamentos eletrônicos no Brasil que nasceu com a experiência da First Data, líder global

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 018/2013

NOTA TÉCNICA Nº 018/2013 NOTA TÉCNICA Nº 018/2013 Brasília, 09 de maio de 2013. ÁREA: Finanças TÍTULO: Certificado Digital e a Importância para os Municípios. REFERÊNCIA(S): Cartilha SIOPS; Comunicado CGSN/SE nº 3, de 10 de março

Leia mais

Vírus é um programa. Sendo que este programa de computadores é criado para prejudicar o equipamento ou sabotar os dados nele existente.

Vírus é um programa. Sendo que este programa de computadores é criado para prejudicar o equipamento ou sabotar os dados nele existente. Segurança da Informação Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Engenharia Social Chama-se Engenharia Social as práticas utilizadas para obter acesso a informações importantes ou sigilosas em organizações

Leia mais

CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SOFTWARE E PARTICIPAÇÃO AO PROGRAMA DE RECOMENDAÇÃO REMUNERADA SKYDOO (PRRS)

CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SOFTWARE E PARTICIPAÇÃO AO PROGRAMA DE RECOMENDAÇÃO REMUNERADA SKYDOO (PRRS) Entre si fazem, de um lado "SKYDOO", e, de outro lado, a pessoa física no cadastro eletrônico do site (WWW.skydoo.b22.us), doravante denominada "Contratante", "Divulgador Independente", "Membro", "Participante",

Leia mais