CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0425 MÉDICO PSIQUIATRA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0425 MÉDICO PSIQUIATRA"

Transcrição

1 PORTUGUÊS TEXTO PARA A RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE 01 A 06: Quem está preparado para amar? Éramos obrigados a estar dentro de um relacionamento, engolíamos muitos sapos, aceitávamos o destino de viver para sempre com uma pessoa, mesmo que a convivência fosse infernal. Mas agora tudo mudou, pois ficamos mais conscientes de nós mesmos, queremos mais. Se antes o importante era o fato de estarmos comprometidos com alguém ou o tempo que durava o relacionamento, agora vale a qualidade do encontro. Questionamos as regras, a falta de liberdade, o jeito mecânico dos relacionamentos. Não queremos mais nos sentir prisioneiros de relacionamentos complicados. Descobrimos que o felizes para sempre era uma fraude. No passado havia muita angústia, repressão e frustração. Os homens levavam e as mulheres eram levadas numa dança que está ficando para trás. Hoje é mais fácil ver mulheres bem mais determinadas que os homens. Elas se cuidam bem, ganham o seu dinheiro, sabem o que querem; eles estão começando agora a sua revolução de comportamento, e, em decorrência, ocorrem desencontros, até que os dois lados acertem o passo novamente. A sensualidade e a aparência se tornaram referências de vida para muita gente. E os que buscam o amor, aqueles que ainda querem um relacionamento com profundidade, não encontram condições para isto. Parece que virou loteria achar alguém que queira se envolver de verdade. O amor está mais livre do que nunca e, para sobreviver, ele exige coragem, autenticidade e criatividade. Além disso, é preciso que ele seja cuidado, com extrema sensibilidade, pelos amantes. Mas quem está preparado para tanto? As pessoas tentam se encontrar, tentam se relacionar, mas estão bem desajeitadas. O seu repertório de comunicação e o jeito de proceder ainda estão bastante impregnados dos conceitos antigos, que não são compatíveis com o momento atual e anulam qualquer boa vontade para amar. À pergunta sobre quais as qualidades exigidas, para se escolher uma pessoa, apresenta-se uma grande lista: tem de ser sensível, inteligente, companheira, fiel, trabalhadora, honesta, sarada, bem humorada, alta, magra. Este modelo ideal é observado entre heterossexuais, homossexuais, adolescentes ou adultos. É a ilusão da cara metade, da alma gêmea que, diga-se de passagem, nunca vem. Por isso há tanta gente só ou que não tem paciência para aprofundar uma relação. Se não for do jeito que queremos, nada feito. E mesmo que o par perfeito exista e apareça, é preciso muita habilidade para manter esse amor vivo. Somente a experiência real, com muitos erros e acertos, faz-nos chegar a uma situação emocional de convivência harmônica e satisfatória. Neste sentido, o amor de nossa vida nunca vai cair do céu. O que está acontecendo, afinal? Estamos exigentes conosco mesmos. Temos defeitos, pontos fracos, imperfeições, mas fomos educados para não aceitarmos este fato. E tentamos, a todo custo, disfarçar nossas vergonhas, protegendo-nos com uma máscara, com atitudes de autoafirmação, fingindo que somos seguros e bem sucedidos. Não abrimos mão de nossas convicções sobre o certo e o errado e vamos, cada vez mais, distanciando-nos do ser humano de carne, osso e coração que somos. O que faz com que tenhamos intimidade com outra pessoa é exatamente a naturalidade, a espontaneidade, o sentimento de que somos reais e, como nós, a outra pessoa também é. Só assim permitimos, de fato, que o amor aconteça. Se conseguirmos olhar para nós mesmos com olhos mais condescendentes, se reconhecermos nossa vulnerabilidade, já é um passo. Assim ficamos mais humanos e permitimos que alguém também humano se aproxime de nós, mesmo que esta pessoa tenha lá suas imperfeições e fraquezas. Sergio Savian, in Sinal verde, outubro/novembro de Adaptado QUESTÃO 01 Após a leitura do texto, é possível concluir que A) Tudo que fizermos para cultivar um amor de verdade será em vão, já que não existem amores de contos de fadas; B) As pessoas vulneráveis são mais propensas a encontrarem um amor verdadeiro; C) Para que o amor seja duradouro, a intimidade entre os casais precisa ter um limite; D) O amor real precisa de seres humanos reais para acontecer; E) O grande amor só acontece para algumas pessoas. QUESTÃO 02 A relação que o autor do texto faz entre passado e presente: A) Assegura que no passado as pessoas eram mais felizes por não serem tão exigentes; B) Afirma que atualmente as mulheres são indiferentes aos relacionamentos, já que são cada vez mais independentes; C) Mostra que, com o passar do tempo, as pessoas foram adquirindo uma nova maneira de viver o relacionamento conjugal; D) Demonstra que a evolução de valores e das prioridades femininas contribui cada vez mais para o aumento dos divórcios; E) Afirma que no passado os relacionamentos duravam mais porque eram conduzidos principalmente pelos homens. 1 de 11

2 QUESTÃO 03 Apenas uma das modificações descritas a seguir acarretaria em uma mudança na semântica do texto. Qual? A) Mas agora tudo mudou, pois ficamos mais conscientes de nós mesmos, queremos mais. No lugar de pois, colocar enquanto; B) Hoje é mais fácil ver mulheres bem mais determinadas que os homens. Trocar hoje por atualmente; C) Além disso, é preciso que ele seja cuidado, com extrema sensibilidade, pelos amantes. No lugar de além disso, colocar ademais; D) Assim ficamos mais humanos e permitimos que alguém também humano se aproxime de nós, mesmo que esta pessoa tenha lá suas imperfeições e fraquezas. Substituir assim por desse modo; E)... aceitávamos o destino de viver para sempre com uma pessoa, mesmo que a convivência fosse infernal Substituir mesmo que por apesar de que. QUESTÃO 04 O emprego do acento indicativo de crase no início do quinto parágrafo justifica-se porque: A) Obedece à transitividade do verbo perguntar; B) É exigida pelo verbo que está subentendido; C) Obedece à transitividade do verbo apresentar; D) É uma expressão adverbial feminina; E) A oração da qual faz parte está na ordem inversa. QUESTÃO 06 E tentamos, a todo custo, disfarçar nossas vergonhas, protegendo-nos com uma máscara, com atitudes de autoafirmação, fingindo que somos seguros e bem sucedidos. Assim como a palavra em destaque no trecho, também está seguindo as regras do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa: A) Heroico; B) Ultra-sonografia; C) Vôo; D) Micro-ondas; E) Subsequente. QUESTÃO 07 É uma exposição de atividades de um funcionário no desempenho de suas funções ou por ordem de uma autoridade superior. Dentre as correspondências oficiais, essa descrição refere-se a um(a): A) Memorando; B) Ofício; C) Comunicação; D) Carta de recomendação; E) Relatório. Anotações QUESTÃO 05 Julgue as assertivas a seguir: I. O emprego das aspas em felizes para sempre destaca uma expressão proveniente de uma língua estrangeira; II. Em Por isso há tanta gente só ou que não tem paciência para aprofundar uma relação. A conjunção em destaque tem valor conclusivo; III. O emprego do adjetivo vulnerabilidade em se reconhecermos nossa vulnerabilidade, já é um passo. Demonstra a fraqueza do ser humano; IV. Assim ficamos mais humanos... O advérbio destacado exprime circunstância de modo; V. A separação silábica da palavra condescendentes fazse da seguinte forma: con-des-cen-den-tes. Está correto o que se afirma em: A) II, e III, apenas; B) III, IV e V, apenas; C) I, II e III, apenas; D) II, IV e V, apenas; E) I, II, III, IV e V. 2 de 11

3 TEXTO PARA AS QUESTÕES DE 08 A 10: ÁGUA PESADA Compartilhar X Acumular: o choque entre a onda do consumo consciente e o tsunami da ostentação Na Terra de contrastes de Roger Bastide, nosso velho conhecido, talvez caiba mais um novo capítulo. Agendas das mesmas casas de shows andam alternando reservas de palcos para grupos aparentemente antagônicos. De um lado ídolos da música nascida nas periferias expressam nas letras a dureza e a indignação dos que vivem das sobras no país. Do outro, shows de figuras que batem no peito e gritam com toda a força o fato de terem conseguido não só o conforto de um teto ou uma televisão de tela plana, mas que celebram a conquista daquilo que aprenderam desde cedo a entender como a melhor expressão da vitória, da aceitação e da boa vida. Lamborghinis, cordas de ouro puro, maços de dinheiro, roupas grifadas e mulheres exuberantes também cobertas de joias. Em comum entre as duas faces dessa medalha (de ouro), além dos bonés e de uma situação econômica melhor resolvida por conta do sucesso, a revolta contra governantes, políticos e a gestão cafajeste que eles impingem. Também a revolta contra os símbolos e as instituições deste Estado, muito especialmente a polícia. Nesse aspecto, variam os símbolos, mas o recado não. Mensagens, diga-se, que fazem eco com aqueles ouvidos nas ruas em junho, vindos da classe média que arrumou vaga nessa faixa da pirâmide há mais tempo. Milhares de movimentos, iniciativas e ideias, mais e menos sérias, são lançadas todos os dias, alertando para a necessidade de se rever a lógica do consumo enlouquecido e do ter como solução para as angústias da geral. Compartilhar mais e acumular menos seria uma das chaves para um ponto de equilíbrio. Na contramão, milhões de pessoas celebram o fato de estarem podendo finalmente entender que graça tem ter (e ostentar) alguma coisa. Para aumentar a pressão, um Estado inábil, corrompido e incapaz. Um encontro de águas invocado. Ondas tão violentas que têm produzido uma energia difícil de conter e que incluem, em seu rastro, inveja, ódio, conflitos e mortes. É nessa pororoca moral brasileira que a Trip mergulha e tenta decifrar mais uma vez Texto: Paulo Lima QUESTÃO 08 Após a leitura do texto, considere as assertivas a seguir: I. Trata-se de um texto dissertativo-argumentativo que expressa o posicionamento de uma empresa sobre determinado assunto, sem a obrigação da presença da objetividade; II. É um gênero do tipo dissertativo-argumentativo que possui uma linguagem mais pessoal e leve, em que se escreve aos leitores; III. De acordo com as características e com o propósito comunicativo, pode-se afirmar que trata-se do gênero editorial; IV. Predomina no texto uma dissertação expositiva, já que trata-se de uma reportagem, e, por isso, tem como objetivo informar e levar os fatos ao leitor de uma maneira clara e com uma linguagem direta. Estão corretas: A) I, apenas; B) I e II, apenas; C) III, apenas; D) IV, apenas; E) I e III, apenas. QUESTÃO 09 Todas as palavras ou expressões destacadas abaixo funcionam primordialmente como elementos de coesão no texto, exceto: A) Compartilhar mais e acumular menos seria uma das chaves para um ponto de equilíbrio. B) De um lado ídolos da música nascida nas periferias expressam nas letras a dureza e a indignação dos que vivem das sobras no país. C) Além dos bonés e de uma situação econômica melhor resolvida por conta do sucesso... D) Do outro, shows de figuras que batem no peito... E) Nesse aspecto, variam os símbolos, mas o recado não. QUESTÃO 10 Na última frase (que está em destaque no texto), o autor encerra seu posicionamento fazendo uso de uma figura de linguagem chamada: A) Silepse; B) Metáfora; C) Personificação; D) Paradoxo; E) Metonímia. 3 de 11

4 O texto a seguir servirá de base para as questões de 11 a 14: DOM CASMURRO Enfim, chegou a hora da encomendação e da partida. Sancha quis despedir-se do marido, e o desespero daquele lance consternou a todos. Muitos homens choravam também, as mulheres todas. Só Capitu, amparando a viúva, parecia vencer-se a si mesma. Consolava a outra, queria arrancá-la dali. A confusão era geral. No meio dela, Capitu olhou alguns instantes para o cadáver tão fixa, tão apaixonadamente fixa, que não admira lhe saltassem algumas lágrimas poucas e caladas... As minhas cessaram logo. Fiquei a ver as dela; Capitu enxugou-as depressa, olhando a furto para a gente que estava na sala. Redobrou de carícias para a amiga, e quis levá-la; mas o cadáver parece que a retinha também. Momento houve em que os olhos de Capitu fitaram o defunto, quais os da viúva, sem o pranto nem palavras desta, mas grandes e abertos, como a vaga do mar lá fora como se quisesse tragar também o nadador da manhã. Machado de Assis, Capítulo CXXIII Olhos de ressaca QUESTÃO 11 A palavra consternou tem como sinônimo: A) Surpreendeu; B) Entristeceu; C) Revoltou; D) Desconfiou; E) Desmotivou. QUESTÃO 12 Em uma das opções, há erro na indicação da classe gramatical da palavra destacada. Assinale-a: A) Só Capitu, amparando a viúva advérbio; B) saltassem algumas lágrimas poucas e caladas... adjetivo; C) olhando a furto para a gente que estava na sala preposição; D) mas o cadáver parece que a retinha também pronome relativo; E) como a vaga do mar lá fora conjunção subordinativa. QUESTÃO 14 No período: Capitu olhou alguns instantes para o cadáver tão fixa, tão apaixonadamente fixa, que não admira lhe saltassem algumas lágrimas poucas e caladas... A oração subordinada é: A) Adverbial consecutiva; B) Adverbial concessiva; C) Adverbial comparativa; D) Adverbial causal; E) Adjetiva restritiva. QUESTÃO 15 Marque a opção em que há desvio do padrão culto da língua: A) As mudanças só serão percebidas em longo prazo; B) Ao invés de se importa com a vida dos outros, importese com a sua; C) A seleção do concurso consiste em duas etapas; D) A prova será finalizada meio-dia e meia; E) A carta será entregue em mão. RACIOCÍNIO LÓGICO QUESTÃO 16 Dona Chiquinha foi à feira para comprar até três tipos de frutas: abacaxi, banana e coco. Sabendo que os preços unitários (em reais) do abacaxi, da banana e do coco são respectivamente 1,00; 2,00 e 3,00, de quantos modos ela pode fazer sua compra de modo que gaste os 10,00 reais que levou para a feira: A) 09; B) 10; C) 11; D) 12; E) 13. Anotações QUESTÃO 13 Em: Muitos homens choravam também, as mulheres todas. O termo destacado exerce função sintática de: A) Objeto direto; B) Objeto indireto; C) Sujeito; D) Complemento nominal; E) Aposto. 4 de 11

5 QUESTÃO 17 Considere as sentenças abaixo: 1. Existe um número real x tal que x 2 = 1; 2. Para todo número inteiro n, vale n 2 > n; 3. Existe um número natural n, tal que para todo número real x, têm-se n > x; E as afirmações a seguir: I. Todas as sentenças são verdadeiras; II. A negação de 1 é Para todo número real x, têm-se x 2 1 ; III. Todas as sentenças são falsas; IV. A negação de 3 é Para todo número natural n, existe um número real x tal que n x. O número de afirmações corretas é: A) 0; B) 1; C) 2; D) 3; E) 4. QUESTÃO 18 Considere as tabelas-verdade a seguir: I p ~p p V ~p V F V F V V II p ~p p ~p V F F F V F Assinale a alternativa correta: A) I é exemplo de contradição e II de tautologia; B) I é exemplo de tautologia e II de contradição; C) Ambas são exemplos de tautologia; D) Ambas são exemplos de contradição; E) Ambas tanto podem ser uma contradição como uma tautologia. QUESTÃO 19 Sejam as proposições: p: Maria é jogadora de basquete; q: Maria é bonita. Considere as afirmações: I. A proposição p q, escrita em linguagem natural, corresponde a Maria é jogadora de basquete e Maria é bonita ; II. A proposição p V ~q, escrita em linguagem natural, corresponde a Maria é jogadora de basquete ou Maria é bonita ; III. Quando preenchemos a tabela-verdade abaixo, na coluna da proposição p V ~q, aparecem apenas valores lógicos verdadeiros. Estão corretas: A) Nenhuma; B) Todas; C) I e III, apenas; D) II e III, apenas; E) I e II, apenas. p q ~q p V ~q V V F V F V F V F F F V QUESTÃO 20 A respeito da negação das operações lógicas assinale o que for incorreto: A) A negação da negação (dupla negação) de uma proposição é logicamente equivalente à proposição; B) A negação de uma conjunção é logicamente equivalente a uma disjunção; C) A negação de uma disjunção é logicamente equivalente a uma conjunção; D) A negação do condicional é logicamente equivalente a uma conjunção; E) A negação do condicional é logicamente equivalente a uma disjunção. 5 de 11

6 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS QUESTÃO 21 São fatores que modificam a concentração sanguínea de um fármaco para uma dose especifica, Exceto: A) Formulação do medicamento; B) Interações medicamentosas; C) Variações genéticas; D) Função renal e/ou hepática; E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta. QUESTÃO 22 Apenas para poucos medicamentos a monitoração terapêutica é útil na prática clínica. Desde que a dosagem laboratorial adequada esteja disponível, há indicação para dosar um medicamento quando: A) O fármaco tem intervalo terapêutico longo; B) Em baixas doses, o fármaco pode produzir os mesmos efeitos da doença que está sendo tratada; C) A droga pode alterar a função renal e/ou hepática alterando sua excreção; D) A absorção do fármaco não é influenciada pela dose ou por outras situações; E) Não há suspeita de não adesão ao tratamento. QUESTÃO 23 A Organização Mundial de Saúde (OMS) tem definido reação adversa a medicamentos (RAM), como: "qualquer efeito prejudicial ou indesejável, não intencional, que aparece após a administração de um medicamento em doses normalmente utilizadas no homem para a profilaxia, o diagnóstico e o tratamento de uma enfermidade". Sobre a RAM, assinale V para verdadeiro e F para falso: ( ) São consideradas reações adversas a medicamentos os efeitos adversos que aparecem depois de doses maiores do que as habituais (acidentais ou intencionais); ( ) Efeitos colaterais são os inerentes à própria ação farmacológica do medicamento, porém, o aparecimento é indesejável num momento determinado de sua aplicação; ( ) As reações do tipo A são farmacologicamente previsíveis, geralmente dependem da dose, têm alta incidência e morbidade, baixa mortalidade e podem ser tratadas ajustando-se as doses. QUESTÃO 24 Sobre a sensibilidade de um exame, podemos afirmar que: A) É a probabilidade de um teste positivo em pacientes nos quais a doença está presente; B) Também é chamada taxa de falso-positivo; C) É a probabilidade de um teste negativo em pacientes que não têm a doença; D) Também é chamada de taxa de verdadeiro-negativo; E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta. QUESTÃO 25 Interações medicamentosas é evento clínico em que os efeitos de um fármaco são alterados pela presença de outro fármaco, alimento, bebida ou algum agente químico ambiental. Constitui causa comum de efeitos adversos. Em relação a este tema julgue as afirmativas abaixo: I. Interações farmacocinéticas são aquelas em que um fármaco altera a velocidade ou a extensão de absorção, distribuição, biotransformação ou excreção de outro fármaco; II. Interações farmacodinâmicas ocorrem nos sítios de ação dos fármacos, envolvendo os mecanismos pelos quais os efeitos desejados se processam; III. Interações de efeito ocorrem quando dois ou mais fármacos em uso concomitante têm ações farmacológicas similares ou opostas. Podem produzir sinergias ou antagonismos sem modificar farmacocinética ou mecanismo de ação dos fármacos envolvidos; IV. Interações farmacêuticas, também chamadas de incompatibilidade medicamentosa, ocorrem in vitro, isto é, antes da administração dos fármacos no organismo, quando se misturam dois ou mais deles numa mesma seringa, equipo de soro ou outro recipiente. Estão corretas: A) Apenas as afirmativas II e III; B) Apenas as afirmativas I e III; C) Apenas as afirmativas I, II e III; D) Apenas as afirmativas II e IV; E) Todas as afirmativas. A sequência correta de cima para baixo é: A) V, V, F; B) F, F, V; C) F, V, V; D) V, F, V; E) V, V, V. 6 de 11

7 QUESTÃO 26 As ações e serviços públicos de saúde e os serviços privados contratados ou conveniados que integram o Sistema Único de Saúde (SUS), são desenvolvidos de acordo com as diretrizes previstas no art. 198 da Constituição Federal, obedecendo ainda aos seguintes princípios, EXCETO: A) Acesso aos serviços de saúde apenas no nível terciário; B) Integralidade de assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema; C) Preservação da autonomia das pessoas na defesa de sua integridade física e moral; D) Igualdade da assistência à saúde, sem preconceitos ou privilégios de qualquer espécie; E) Divulgação de informações quanto ao potencial dos serviços de saúde e a sua utilização pelo usuário. QUESTÃO 27 O uso de testes de laboratório para rastrear pacientes assintomáticos é um tipo especial de procedimento diagnóstico, e uma das metas é detectar as doenças cujas morbidade e mortalidade possam ser reduzidas por detecção precoce e tratamento. É preciso considerar a viabilidade e a efetividade dos critérios para realizar programas de rastreamento. No que se refere aos testes realizados num programa de rastreamento, assinale a afirmativa INCORRETA: A) Deve ser um teste de rastreamento simples, seguro, preciso e validado; B) A distribuição dos valores do teste na população-alvo deve ser conhecida, e um ponto de corte adequado, definido e acordado; C) O teste não necessariamente deve ser aceitável para a população; D) Deve haver uma política acordada para posterior investigação diagnóstica de indivíduos com teste positivo e nas escolhas disponíveis para esses indivíduos; E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta. QUESTÃO 28 Em relação ao Sistema Único de Saúde (SUS), julgue as afirmativas abaixo: I. O SUS é um conjunto de unidades, de serviços e de ações que interagem com a finalidade de proteger, promover e recuperar a saúde; II. Regionalização e hierarquização são princípios éticos do SUS; III. O princípio da equidade corresponde a assegurar ações e serviços de todos os níveis, sem barreiras, discriminando positivamente os menos favorecidos; IV. De forma paritária com o governo, é assegurada a participação dos cidadãos, dos profissionais de saúde e dos prestadores de serviço nos conselhos de saúde. Estão corretas apenas as afirmativas em: A) II e III; B) I, III e IV; C) I, II e III; D) III e IV; E) III. QUESTÃO 29 Segundo o Código de ética Médica, em relação a Publicidade Médica, é vedado ao médico: A) Permitir que sua participação na divulgação de assuntos médicos, em qualquer meio de comunicação de massa, deixe de ter caráter exclusivamente de esclarecimento e educação da sociedade; B) Divulgar informação sobre assunto médico de forma sensacionalista, promocional ou de conteúdo inverídico; C) Divulgar, no meio científico, processo de tratamento ou descoberta cujo valor ainda não esteja expressamente reconhecido cientificamente por órgão competente; D) Consultar, diagnosticar ou prescrever por qualquer meio de comunicação de massa; E) Anunciar títulos científicos que não possa comprovar e especialidade ou área de atuação para a qual não esteja qualificado e registrado no Conselho Regional de Medicina. 7 de 11

8 QUESTÃO 30 A Taxa de mortalidade específica por causas externas (Coeficiente de mortalidade específica por causas externas) consiste no número de óbitos por causas externas (acidentes e violência), por 100 mil habitantes, na população residente em determinado espaço geográfico, no ano considerado. Sobre esta taxa, assinale a afirmativa Falsa: A) Estima o risco de morte por causas externas e dimensiona a sua magnitude como problema de saúde pública; B) Reflete aspectos culturais e de desenvolvimento socioeconômico, com o concurso de fatores de risco específicos para cada tipo de acidente ou violência; C) Expressa as condições da assistência médica dispensada e a qualidade do registro das ocorrências; D) Requer correção da subnumeração de óbitos captados pelo sistema de informação sobre mortalidade, especialmente nas regiões Norte e Nordeste; E) Não apresenta restrição de uso quando ocorre elevada proporção de óbitos sem assistência medica ou por causas mal definidas. QUESTÃO 31 Em relação à evolução da questão do Diagnóstico em Psiquiatria é incorreto afirmar: A) Kurt Schneider (1948) concordava com o conceito de dualismo corpo-mente; B) Os princípios de Freud e Adolf Meyer subsidiaram a publicação da classificação oficial das doenças mentais, nos EUA, em 1952, a DSM-1; C) Menninger defende que critérios diagnósticos confiáveis e válidos constituem um dos maiores desafios da psiquiatria contemporânea; D) Lemes Lopes (1954) pode ser lembrado como um dos precursores da classificação multiaxial em Psiquiatria; E) Transtornos de personalidade poderão modificar o curso e a evolução de determinada doença psiquiátrica. QUESTÃO 32 Sobre os antidepressivos, assinale a alternativa correta: A) O aumento da sensibilidade ao bloqueio anticolinérgico e noradrenérgico com o envelhecimento diminui a tolerância aos tricíclicos; B) A trazodona tem como efeito colateral hipotensão ortostática pela ação bloqueadora beta-adrenérgica; C) O tratamento associado de fluvoxamina e duloxetina pode resultar em níveis significativamente diminuídos de duloxetina; D) É necessária cuidadosa seleção do medicamento a ser utilizado durante a gravidez devido à segurança da gestante e de seu filho. Portanto, o critério a ser adotado rigorosamente é a Classificação do FDA quanto às categorias de risco para uso de medicamentos na gravidez; E) Estudos in vitro e in vivo demonstraram que a venlafaxina causa potente inibição de CYP 2C9. QUESTÃO 33 Paciente adulta jovem se queixa de desconforto epigástrico que se irradia para as costas e de um sentimento de melancolia nos últimos meses. Informa que no último mês perdeu uns seis quilos sem se esforçar. Qual das alternativas é o diagnóstico mais provável? A) Diabetes mellitus; B) Espasmo esofágico; C) Úlcera péptica; D) Abuso de drogas; E) Carcinoma pancreático. QUESTÃO 34 Assinale a alternativa incorreta: A) Quanto maior o bloqueio dos receptores D2 pelos antipsicóticos típicos maior sua ação antipsicótica; B) A pimozida, a sulpirida e o droperidol prolongam o intervalo QTc e têm sido associados a torsades de pointes e morte súbita; C) A tioridazina provoca hiperpigmentação irreversível da retina como efeito colateral oftalmológico, fenômeno dose-dependente; D) A associação de risperidona com um inibidor seletivo da recaptação de serotonina (ISRS) pode resultar galactorréia; E) O hábito de fumar contribui para redução dos níveis séricos de clozapina, olanzapina e haloperidol por indução enzimática de CYP 1A2. QUESTÃO 35 Qual a alternativa que possui mais indícios de intoxicação por fenciclidina? A) Pupilas contraídas, taquicardia, hipotensão ortostática; B) Nistagmo, rigidez muscular, amortecimento; C) Pupilas dilatadas, bradicardia, salivação excessiva; D) Paralisia do nervo ocular, arritmias cardíacas, salivação excessiva; E) Alucinações, fraqueza dos membros inferiores, bloqueio cardíaco. QUESTÃO 36 São sinais e sintomas de Delirium, EXCETO: A) Irritabilidade; B) Ansiedade; C) Apatia; D) Rebaixamento do humor; E) Pensamento organizado. 8 de 11

9 QUESTÃO 37 Assinale a alternativa incorreta: A) A estratégia mais eficaz no tratamento de pessoas com Hipocondria é marcar consultas frequentes e regulares com o médico clínico; B) O surgimento de um Transtorno de Somatização se torna mais comum em pacientes com transtorno de personalidade antissocial conforme envelhecem; C) O Transtorno Conversivo se distingue dos demais somatoformes por ter apenas sintomas que envolvem déficits motores ou sensoriais neurológicos; D) A técnica de Biofeedback é uma abordagem útil no tratamento para o Transtorno Doloroso; E) Para um diagnóstico de Hipocondria os sintomas começam antes dos 30 anos de idade. QUESTÃO 38 Assinale a alternativa correta: A) Paciente com quadro de delirium tremens apresentando intensa agitação e sintomas psicóticos deve ser prescrito clorpromazina pela ação sedativa; B) A dependência do álcool acomete 10 a 12% da população mundial. O padrão de consumo de álcool aceitável pela OMS é de 21 unidades para mulheres e 28 unidades para homens; C) Na Síndrome de Korsakoff está indicada a reposição de tiamina para reversão dos déficits de memória; D) A Naltrexona é um antagonista opioide está indicado no tratamento da dependência do álcool e contraindicado na dependência de heroína; E) O acamprosato usado no tratamento da dependência do álcool inibe a atividade excitatória glutamatérgica. QUESTÃO 39 Uma mulher de 25 anos com transtorno bipolar maníaco é tratada com um estabilizador do humor (lítio) e haloperidol, um antipsicótico. Qual desses medicamentos deve ser interrompido primeiro quando sua condição se estabilizar: A) O lítio, devido ao risco de lesão renal; B) O lítio, pelo risco de ganho de peso; C) O haloperidol, pelo risco de efeitos colaterais extrapiramidais; D) Ambos devem ser interrompidos depois que a condição da paciente estabilizar; E) O haloperidol, pelo risco de causar hiponatremia. QUESTÃO 40 Assinale a alternativa incorreta sobre os Benzodiazepínicos: A) Esses medicamentos correspondem aos psicotrópicos mais prescritos para os idosos; B) Flurazepam, nitrazepam, diazepam e clorazepato são benzodiazepínicos de longa duração; C) O lorazepam e o midazolam têm absorção rápida e confiável após a administração intramuscular (IM); D) Os benzodiazepínicos são usados em cerca de 50% das tentativas de suicídio, mas raramente os pacientes intoxicados vão a óbito; E) O flumazenil é indicado em finalização de anestesia induzida por Benzodiazepiníco. QUESTÃO 41 Assinale a alternativa correta: A) A titulação lenta das doses e hemogramas semanais durante o início da clozapina deve-se pela possibilidade rara de ocorrer a agranulocitose, fenômeno dose-dependente; B) O valproato de sódio é útil em convulsões ocasionadas pelo uso de clozapina e ainda favorece o aumento dos níveis desse antipsicótico; C) A ação agonista sobre os receptores dopaminérgicos presentes na ação de medicamentos de alta potência, como a tioridazina, explica porque os antipsicóticos típicos não têm ação sobre os sintomas negativos da esquizofrenia; D) A prevalência de abuso de substâncias em Esquizofrenia chega a 30% mas não é a comorbidade mais comum; E) Nos casos de duplo diagnóstico, Esquizofrenia e Transtorno relacionado ao uso de substâncias, há evidências de maior eficácia com os antipsicóticos típicos e a clozapina. QUESTÃO 42 Um paciente de 12 anos com TDAH é tratado com Metilfenidato durante o ano escolar. Os professores e os pais observaram que após vários meses de tratamento o menino desenvolveu tiques motores e vocais. Qual é a primeira linha de tratamento para esses sintomas? A) Começar tratamento com haloperidol; B) Descontinuar o uso de metilfenidato; C) Encaminhar a criança para psicoterapia, bem como a família; D) Reduzir a dose do metilfenidato; E) Administrar um anticonvulsivante. 9 de 11

10 QUESTÃO 43 Qual das seguintes afirmações epidemiológicas sobre o transtorno de conduta está correta: A) É mais provável que os pacientes tenham pais portadores de esquizofrenia; B) É mais provável que os pacientes sejam do sexo feminino; C) É mais provável que os pacientes tenham pais com transtorno da personalidade antissocial e dependência ao álcool; D) A prevalência do transtorno de conduta é independente da classe econômica; E) É um transtorno comum na infância e adolescência. As taxas estimadas variam de 16 a 22%. QUESTÃO 44 Qual das alternativas abaixo melhor retrata a diferença entre o indivíduo neurótico e outro com transtorno de personalidade: A) Os pacientes com transtorno de personalidade são mais facilmente tratados com antidepressivos do que os neuróticos; B) Os pacientes neuróticos são menos funcionais que os com transtorno de personalidade; C) Os neuróticos acreditam que seus problemas se originam de dentro de si mesmos, enquanto os com transtorno da personalidade acreditam que seus problemas são resultados de interações com as pessoas que os rodeiam; D) A psicoterapia tende a ser mais bem sucedida com os pacientes com transtorno de personalidade do que com os neuróticos; E) Os pacientes com transtorno de personalidade tendem a buscar mais a psicoterapia do que os neuróticos. QUESTÃO 45 Assinale a alternativa que traz um fator que causa mais incapacidade que o Transtorno Bipolar para o adulto jovem: A) Violência; B) Anemia; C) Esquizofrenia; D) Alcoolismo; E) TOC. QUESTÃO 46 Assinale a afirmativa INCORRETA em relação aos Transtornos de linguagem: A) Alexia é uma disfunção onde é perdida a capacidade de ler, sendo esta adquirida previamente; B) Glossolalia é a repetição automática e estereotipada pelo paciente da última ou das últimas palavras que ele próprio emitiu em seu discurso; C) A disfemia é a alteração da linguagem falada sem qualquer lesão ou disfunção orgânica, determinada por conflitos e fatores psicogênicos; D) A afasia é um distúrbio na formulação e compreensão da linguagem, uma deterioração da função da linguagem, depois de ter sido adquirida de maneira normal e não causada por dificuldade intelectual; E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta. QUESTÃO 47 Das opções abaixo assinale aquela que apresenta a correlação correta fármaco-indicações: A) Amantadina: sintomas extrapiramidais, transtornos ansiosos e tratamento da infecção por influenza; B) Biperideno: síndrome parkinsoniana, sintomas extrapiramidais como distonias agudas e acatisia; C) Bupropiona: transtornos fóbicos, cessação do tabagismo e depressão maior; D) Clonidina: TDAH, transtorno de estresse póstraumático e depressão maior; E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta. QUESTÃO 48 São características da anorexia nervosa, EXCETO: A) As características essenciais da Anorexia Nervosa são a recusa do indivíduo a manter um peso corporal na faixa normal mínima, um temor intenso de ganhar peso e uma perturbação significativa na percepção da forma ou tamanho do corpo; B) As mulheres pós-menarca com este transtorno são amenorreicas (o termo anorexia é uma designação incorreta, uma vez que a perda do apetite é rara); C) Quando a Anorexia Nervosa se desenvolve em um indivíduo durante a infância ou início da adolescência, pode haver fracasso em fazer os ganhos de peso esperados (isto é, enquanto ganha altura), ao invés de uma perda de peso; D) Os indivíduos com este transtorno têm muito medo de ganhar peso ou ficar gordos. Este medo intenso de engordar geralmente é aliviado pela perda de peso; E) O indivíduo frequentemente é levado à atenção profissional por membros da família, após a ocorrência de uma acentuada perda de peso (ou fracasso em fazer os ganhos de peso esperados). 10 de 11

11 QUESTÃO 49 Sr. Joaquim, 72 anos de idade, apresentando histórico de déficit cognitivo progressivo há cerca de dois anos. Após descartar a hipótese de demências reversíveis, é diagnosticada demência de Alzheimer leve a moderada. Qual o tratamento de primeira escolha para este paciente: A) Rivastigmina com dose escalonada até 12 mg/dia tomada em dose única; B) Donepezil 5 mg ao dia com aumento para 10 mg/dia após 1 mês; C) Galantamina 8 mg ao deitar com reavaliação em 3 meses e aumento para 16 mg ao deitar; D) Tacrina de 80 a 160 mg/dia divididas em 4 tomadas diárias; E) Diazepam 10mg a noite. QUESTÃO 50 Segundo O DSM.IV são características do retardo mental, EXCETO: A) A característica essencial do Retardo Mental é um funcionamento intelectual significativamente inferior à média; B) Ocorre limitações significativas no funcionamento adaptativo em pelo menos duas das seguintes áreas de habilidades: comunicação, autocuidados, vida doméstica, habilidades sociais/interpessoais, uso de recursos comunitários, autossuficiência, habilidades acadêmicas, trabalho, lazer, saúde e segurança; C) O início deve ocorrer antes dos 12 anos (Critério C); D) O Retardo Mental possui muitas etiologias diferentes e pode ser visto como uma via final comum de vários processos patológicos que afetam o funcionamento do sistema nervoso central; E) O funcionamento intelectual geral é definido pelo quociente de inteligência (QI ou equivalente) obtido mediante avaliação com um ou mais testes de inteligência padronizados de administração individual. 11 de 11

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0442 PSICOPEDAGOGO

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0442 PSICOPEDAGOGO PORTUGUÊS TEXTO PARA A RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE 01 A 06: Quem está preparado para amar? Éramos obrigados a estar dentro de um relacionamento, engolíamos muitos sapos, aceitávamos o destino de viver para

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0431 PEB ENSINO RELIGIOSO

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0431 PEB ENSINO RELIGIOSO PORTUGUÊS TEXTO PARA A RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE 01 A 06: Quem está preparado para amar? Éramos obrigados a estar dentro de um relacionamento, engolíamos muitos sapos, aceitávamos o destino de viver para

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH:

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH: OQUEÉOTRANSTORNOBIPOLARDO HUMOR(TBH)? O transtorno bipolar do humor (também conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva) é uma doença psiquiátrica caracterizada por oscilações ou mudanças de humor

Leia mais

O uso de benzodiazepínicos em idosos

O uso de benzodiazepínicos em idosos O uso de benzodiazepínicos em idosos Rafael C Freire Doutor em psiquiatria Laboratório do Pânico e Respiração IPUB UFRJ INCT Translacional em Medicina Declaração de conflito de interesse Emprego Financiamento

Leia mais

Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta

Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta Psicofármacos:Transtorno

Leia mais

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011)

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Draijer LW, Eizenga WH, Sluiter A traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para uso e divulgação sem fins

Leia mais

A pessoa dependente do álcool, além de prejudicar a sua própria vida, acaba afetando a sua família, amigos e colegas de trabalho.

A pessoa dependente do álcool, além de prejudicar a sua própria vida, acaba afetando a sua família, amigos e colegas de trabalho. O que é Alcoolismo? Alcoolismo é a dependência do indivíduo ao álcool, considerada doença pela Organização Mundial da Saúde. O uso constante, descontrolado e progressivo de bebidas alcoólicas pode comprometer

Leia mais

HISTÓRIA HISTÓRIA DIAGNÓSTICO E CLASSIFICAÇÃO DOS TRANSTORNOS MENTAIS. Paradigma da alienação mental. Paradigma das doenças mentais

HISTÓRIA HISTÓRIA DIAGNÓSTICO E CLASSIFICAÇÃO DOS TRANSTORNOS MENTAIS. Paradigma da alienação mental. Paradigma das doenças mentais DIAGNÓSTICO E CLASSIFICAÇÃO DOS TRANSTORNOS MENTAIS Prof. José Reinaldo do Amaral Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Psicologia PSICOPATOLOGIA GERAL 2013 / 2 HISTÓRIA Paradigma da

Leia mais

No Brasil, a esquizofrenia ocupa 30% dos leitos psiquiátricos hospitalares; Ocupa 2ºlugar das primeiras consultas psiquiátricas ambulatoriais;

No Brasil, a esquizofrenia ocupa 30% dos leitos psiquiátricos hospitalares; Ocupa 2ºlugar das primeiras consultas psiquiátricas ambulatoriais; Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 7- Psicofármacos e Esquizofrenia Esquizofrenia Uma das mais graves doenças neuropsiquiátricas e atinge 1% da população mundial; No Brasil, a

Leia mais

(inicia no slide 17) Bipolaridade

(inicia no slide 17) Bipolaridade (inicia no slide 17) Bipolaridade Os Transtornos do Humor Bipolar são transtornos crônicos, recorrentes e, muitas vezes, com remissão incompleta e potencialmente letais. Os pólos de apresentação são: *

Leia mais

TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE - TDAH P R O F E S S O R : H U M B E R T O M Ü L L E R S A Ú D E M E N T A L

TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE - TDAH P R O F E S S O R : H U M B E R T O M Ü L L E R S A Ú D E M E N T A L TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE - TDAH P R O F E S S O R : H U M B E R T O M Ü L L E R S A Ú D E M E N T A L TDAH - EPIDEMIOLOGIA Tx. Varia entre 1,5 5,8% Crianças e adolescentes; Difere

Leia mais

Rivastigmina (Port.344/98 -C1)

Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Alzheimer DCB: 09456 CAS: 129101-54-8 Fórmula molecular: C 14 H 22 N 2 O 2.C 4 H 6 O 6 Nome químico: (S)-N-Ethyl-3-[(1-dimethylamino)ethyl]-N-methylphenylcarbamate hydrogen

Leia mais

CONHECENDO A PSICOTERAPIA

CONHECENDO A PSICOTERAPIA CONHECENDO A PSICOTERAPIA Psicólogo Emilson Lúcio da Silva CRP 12/11028 2015 INTRODUÇÃO Em algum momento da vida você já se sentiu incapaz de lidar com seus problemas? Se a resposta é sim, então você não

Leia mais

Abuso e dependência ao álcool e outras drogas e sua relação com o suicídio

Abuso e dependência ao álcool e outras drogas e sua relação com o suicídio Abuso e dependência ao álcool e outras drogas e sua relação com o suicídio Messiano Ladislau Nogueira de Sousa Médico Psiquiatra com aperfeiçoamento em terapia psicanalítica Abril, 2014 Sumário Conceitos

Leia mais

Aspectos da Consciência

Aspectos da Consciência Consciência Aspectos da Consciência Consciência Muitos livros definem a consciência como a percepção atual do indivíduo em relação a estímulos externos e internos isto é, de eventos do ambiente e de sensações

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0416 MÉDICO MASTOLOGISTA

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0416 MÉDICO MASTOLOGISTA PORTUGUÊS TEXTO PARA A RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE 01 A 06: Quem está preparado para amar? Éramos obrigados a estar dentro de um relacionamento, engolíamos muitos sapos, aceitávamos o destino de viver para

Leia mais

CARGO DE MÉDICO COM ESPECIALIDADE EM SAÚDE MENTAL

CARGO DE MÉDICO COM ESPECIALIDADE EM SAÚDE MENTAL Assinale a alternativa correta: Questão 01 A) A presença de interesses estereotipados e de empatia afetiva é característico do transtorno de personalidade esquizóide. B) Raramente o transtorno de personalidade

Leia mais

Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento. Alexandre Pereira

Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento. Alexandre Pereira Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento Alexandre Pereira Esquizofrenia x T. Bipolar Delírios, Alucinações, Alterações da consciência do eu,alterações do afeto e da percepção corporal Evolução

Leia mais

Coisas simples que todo médico

Coisas simples que todo médico Coisas simples que todo médico pode fazer para tratar o alcoolismo. Você já faz? Prof. Dr. Erikson F. Furtado Chefe do Serviço Ambulatorial de Clínica Psiquiátrica e coordenador do PAI-PAD (Programa de

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP Estudo da forma e função dos Psicofármacos Psicofármacos / Psicotrópicos

Leia mais

A Saúde mental é componente chave de uma vida saudável.

A Saúde mental é componente chave de uma vida saudável. Transtornos mentais: Desafiando os Preconceitos Durante séculos as pessoas com sofrimento mental foram afastadas do resto da sociedade, algumas vezes encarcerados, em condições precárias, sem direito a

Leia mais

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH Distúrbio Bipolar, também conhecido como mania e depressão, é uma desordem do cérebro que causa mudanças não previstas no estado mental da pessoa,

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA GABINETE DA DEPUTADA LUZIA TOLEDO PROJETO DE LEI Nº 157/2010

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA GABINETE DA DEPUTADA LUZIA TOLEDO PROJETO DE LEI Nº 157/2010 PROJETO DE LEI Nº 157/2010 A semana de conscientização sobre transtornos de aprendizagem, no âmbito do Estado do Espírito Santo. A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETA: Art. 1º Fica

Leia mais

Dependência Química - Classificação e Diagnóstico -

Dependência Química - Classificação e Diagnóstico - Dependência Química - Classificação e Diagnóstico - Alessandro Alves Toda vez que se pretende classificar algo, deve-se ter em mente que o que se vai fazer é procurar reduzir um fenômeno complexo que em

Leia mais

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA. São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente,

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA. São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente, 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA QUESTÃO 21 São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente, EXCETO: a) O indivíduo apresenta delírios que não sejam bizarros por pelo

Leia mais

TEMA: QUETIAPINA NO TRATAMENTO DA AGITAÇÃO PSICOMOTORA DE PACEINTE PORTADOR DE DOENÇA DE ALZHEIMER

TEMA: QUETIAPINA NO TRATAMENTO DA AGITAÇÃO PSICOMOTORA DE PACEINTE PORTADOR DE DOENÇA DE ALZHEIMER NTRR63/2013 Solicitante: Des. Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câm. Cível - TJMG Número do processo:1.0145.12.066387-0/001 Réu: Estado de Minas e Município de Pirapora Data: 03/05/2013 Medicamento X Material

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 QUESTÃO 1 - Transtorno depressivo

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0424 PROCTOLOGISTA

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0424 PROCTOLOGISTA PORTUGUÊS TEXTO PARA A RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE 01 A 06: Quem está preparado para amar? Éramos obrigados a estar dentro de um relacionamento, engolíamos muitos sapos, aceitávamos o destino de viver para

Leia mais

Transtorno Bipolar. Entendendo e ajudando aqueles com mudanças as extremas de humor

Transtorno Bipolar. Entendendo e ajudando aqueles com mudanças as extremas de humor Transtorno Bipolar Entendendo e ajudando aqueles com mudanças as extremas de humor Introdução * O transtorno bipolar (TBP) é uma condição psiquiátrica relativamente freqüente, ente, com prevalência na

Leia mais

Estudo de Casos. Alexandre Pereira

Estudo de Casos. Alexandre Pereira Estudo de Casos Alexandre Pereira Caso 1 Cena 1: Dona Ivone de 54 anos é encaminhada pelo seu clínico para um serviço de psiquiatria no hospital universitário da cidade onde mora. A paciente é acolhida

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSIQUIATRIA 21. Quatro pacientes diferentes foram atendidos no ambulatório, apresentando na consulta um conjunto de características colhidas durante o histórico feito

Leia mais

Farmacologia clínica do Sistema Nervoso central: Antipsicóticos e Lítio

Farmacologia clínica do Sistema Nervoso central: Antipsicóticos e Lítio Farmacologia clínica do Sistema Nervoso central: Antipsicóticos e Lítio Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia Jequié 2015 Antipsicótico ou neuroléptico

Leia mais

Transtornos Alimentares. Dr. Eduardo Henrique Teixeira PUC-Campinas

Transtornos Alimentares. Dr. Eduardo Henrique Teixeira PUC-Campinas Transtornos Alimentares Dr. Eduardo Henrique Teixeira PUC-Campinas Anorexia Nervosa Anorexia sem fome Comportamento obstinado e propositado a perder peso Medo intenso de aumento de peso Alteração da imagem

Leia mais

Projecto de Lei nº 501/X

Projecto de Lei nº 501/X Grupo Parlamentar Projecto de Lei nº 501/X Altera a portaria n.º 1474/2004, de 21 de Dezembro, no que concerne ao escalão de comparticipação dos medicamentos destinados às pessoas que sofrem de Doença

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette

RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO 0335.14.1280-8 DATA 18/06/2014 SOLICITAÇÃO Solicito

Leia mais

TEMA: RIVASTIGMINA NO TRATAMENTO DA DOENÇA DE ALZHEIMER

TEMA: RIVASTIGMINA NO TRATAMENTO DA DOENÇA DE ALZHEIMER Data: 13/12/2013 NTRR 254/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Solicitante: Pedro Guimarães Pereira Juiz de Direito, 2ª Vara da Comarca de Várzea da Palma Número do processo: 0044371-71.2013.8.13.0708

Leia mais

DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA. Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015

DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA. Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015 DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA SEGURANÇA PÚBLICA Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015 Ser humano x Humor VARIAÇÕES : SIM( X) NÃO( ) EXTREMOS: SIM( ) NÃO( X) CONTROLE Sensações normais Saúde mental x doença mental

Leia mais

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação.

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Introdução Criar um filho é uma tarefa extremamente complexa. Além de amor,

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade SOLICITANTE Dra. Renata Abranches Perdigão Juíza de Direito do JESP da

Leia mais

FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química

FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química NUTRACÊUTICOS PARA TRATAMENTO DAS DEPENDÊNCIAS QUÍMICAS TRATAMENTO COM ALTA EFETIVIDADE Os mais recentes estudos científicos

Leia mais

Orientações a respeito do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade

Orientações a respeito do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade Orientações a respeito do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade Nathália Fernandes Andreza Aparecida Polia Ranielí Gonçalves de Souza Halessandra Medeiros O Transtorno do Déficit de Atenção

Leia mais

Fundada em 1986. Gestão Comportamental. Educação para a saúde Gestão de crise

Fundada em 1986. Gestão Comportamental. Educação para a saúde Gestão de crise MISSÃO Educar para a prevenção e condução de crises, visando a saúde emocional individual, da família e da organização. Gestão Comportamental Fundada em 1986 PAP - Programa de Apoio Pessoal Atuações em

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica

RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO 0335.14.1606-4 DATA 25/07/2014 Ao NATS, SOLICITAÇÃO

Leia mais

Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais.

Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais. Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais. Alternativas terapêuticas farmacológicas. Dr. João Luiz da Fonseca Martins Médico Psiquiatra Uniica . Principais

Leia mais

+ de 100 Estudos. O Estudo IHAMS

+ de 100 Estudos. O Estudo IHAMS + de 100 Estudos Mantemos um esforço de pesquisa e desenvolvimento ativo, com novos jogos, exercícios e novos estudos. Atualmente, existem mais de 60 artigos de periódicos publicados sobre os benefícios

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0447 TERAPEUTA OCUPACIONAL

CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE IGUATU 0447 TERAPEUTA OCUPACIONAL PORTUGUÊS TEXTO PARA A RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE 01 A 06: Quem está preparado para amar? Éramos obrigados a estar dentro de um relacionamento, engolíamos muitos sapos, aceitávamos o destino de viver para

Leia mais

Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas. Carmen Lúcia de A. santos

Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas. Carmen Lúcia de A. santos Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas Carmen Lúcia de A. santos 2011 Nosologia e Psicopatologia "Psico-pato-logia" "psychê" = "psíquico", "alma" "pathos" = "sofrimento, "patológico" "logos" "lógica",

Leia mais

Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro

Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro Perturbadores do SNC ObjeDvos Conhecer as formas de apresentação e de uso Compreender o mecanismo de

Leia mais

Psiquiatria para o clínico Dr. André I. Petroucic Filho 07 maio 2014 Introdução Psiquiatria do dia a dia do clínico Pontos importantes sobre as principais doenças psiquiátricas Depressão, Ansiedade, Doença

Leia mais

DEMÊNCIAS. Medicina Abril 2007. Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP

DEMÊNCIAS. Medicina Abril 2007. Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP DEMÊNCIAS Medicina Abril 2007 Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP Queixa de memória, autocrítica excessiva depressão, ansiedade efeito de doença sistêmica ou medicação envelhecimento

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 448/2014

RESPOSTA RÁPIDA 448/2014 RESPOSTA RÁPIDA 448/2014 SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dr. Eduardo Tavares Vianna Juiz de Direito de Coronel Fabriciano 0060337-30.2014.8.13.0194 DATA 04 de agosto de 2014 SOLICITAÇÃO Senhor (a) Diretor

Leia mais

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total.

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total. INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este Caderno de Questões. 1. Caderno de Questões Verifique se este Caderno de Questões contém a prova de Conhecimentos Específicos referente ao cargo

Leia mais

DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO

DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO E- BOOK GRATUITO Olá amigo (a), A depressão é um tema bem complexo, mas que vêm sendo melhor esclarecido à cada dia sobre seu tratamento e alívio. Quase todos os dias novas

Leia mais

TEMA: Trazodona e Cloridrato de Memantina no tratamento de Demência Vascular com sintomas neuropsiquiátricos SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO...

TEMA: Trazodona e Cloridrato de Memantina no tratamento de Demência Vascular com sintomas neuropsiquiátricos SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO... NT 102/2013 Solicitante: Dr Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câm. Cível - TJMG Data: 21/06/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Nº do processo: 1.0433.13.014383-0/001 TEMA: Trazodona e Cloridrato

Leia mais

Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012)

Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012) Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012) Lieke Hassink-Franke, Berend Terluin, Florien van Heest, Jan Hekman, Harm van Marwijk, Mariëlle van Avendonk traduzido do original em holandês por

Leia mais

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões de 1 a 7. AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Há três coisas para

Leia mais

A Mulher Dependente de Substâncias Psicoativas

A Mulher Dependente de Substâncias Psicoativas A Mulher Dependente de Substâncias Psicoativas Dependência de substâncias psicoativas Consenso na literatura sobre a importância de se estudar o subgrupo das mulheres nas suas Características Evolução

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

2ª PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSIQUIATRIA

2ª PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSIQUIATRIA 2ª PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSIQUIATRIA Questão nº: 21 Assinale a alternativa FALSA relativa aos quadros demenciais: a) A demência de Alzheimer se caracteriza por novelos neurofibrilares e placas

Leia mais

0 ponto - Não há perda de memória óbvia. Esquecimentos irregulares que não interferem com as atividades diárias

0 ponto - Não há perda de memória óbvia. Esquecimentos irregulares que não interferem com as atividades diárias Para fazer o teste é preciso focar nas mudanças que eventualmente tenham ocorrido na capacidade cognitivas e funcionais do paciente. Em cada categoria, deve ser escolhida a frase que melhor descrever o

Leia mais

VALÊNCIAS FÍSICAS. 2. VELOCIDADE DE DESLOCAMENTO: Tempo que é requerido para ir de um ponto a outro o mais rapidamente possível.

VALÊNCIAS FÍSICAS. 2. VELOCIDADE DE DESLOCAMENTO: Tempo que é requerido para ir de um ponto a outro o mais rapidamente possível. VALÊNCIAS FÍSICAS RESISTÊNCIA AERÓBICA: Qualidade física que permite ao organismo executar uma atividade de baixa para média intensidade por um longo período de tempo. Depende basicamente do estado geral

Leia mais

O que é afasia? Brasilian

O que é afasia? Brasilian O que é afasia? Brasilian Provavelmente você se deparou com afasia pela primeira vez há pouco tempo. No início afasia causa muitas dúvidas, como: o que é afasia, como esta ocorre, e quais problemas adicionais

Leia mais

PROVA OBJETIVA. 17 O psicólogo que atua em uma instituição pode fazer. 18 O autocontrole e a disciplina são os elementos que determinam

PROVA OBJETIVA. 17 O psicólogo que atua em uma instituição pode fazer. 18 O autocontrole e a disciplina são os elementos que determinam SESFUBMULT_P_06N8977 De acordo com o comando a que cada um dos itens a seguir se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o

Leia mais

Modelo de Atenção às Condições Crônicas. Seminário II. Laboratório de Atenção às Condições Crônicas. O caso da depressão. Gustavo Pradi Adam

Modelo de Atenção às Condições Crônicas. Seminário II. Laboratório de Atenção às Condições Crônicas. O caso da depressão. Gustavo Pradi Adam Modelo de Atenção às Condições Crônicas Seminário II Laboratório de Atenção às Condições Crônicas O caso da depressão Gustavo Pradi Adam Caso clínico Sempre te Vi, Nunca te Amei Sra. X, 43 anos, sexo feminino,

Leia mais

SERVIÇO DE CLÍNICA FARMACÊUTICA SMS/CURITIBA Data: / /

SERVIÇO DE CLÍNICA FARMACÊUTICA SMS/CURITIBA Data: / / SERVIÇO DE CLÍNICA FARMACÊUTICA SMS/CURITIBA Data: / / PERFIL DO PACIENTE : Encaminhamento Equipe Alta Hospitalar Busca Ativa Outra Nome: Cartão SUS: Data de nascimento: Idade: Gênero: Masculino Feminino

Leia mais

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União Nota Brasília, Técnica maio N de 38 2012. /2012 Princípio Nomes Comerciais1 Ativo: metilfenidato. Sumário e de Referência: Ritalina, Ritalina LA e Concerta 1. 2. que é o metilfenidato? 3. ANVISA? Para

Leia mais

Glossário. Caso Pendente de Intoxicação: aquele que não passou por avaliação médica.(oms)

Glossário. Caso Pendente de Intoxicação: aquele que não passou por avaliação médica.(oms) Toxicovigilância Glossário Agente Tóxico (Toxicante): é qualquer substância, ou seus metabólitos, capaz de produzir um efeito tóxico (nocivo, danoso) num organismo vivo, ocasionando desde alterações bioquímicas,

Leia mais

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015 Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

EDITAL Nº 42/2014 PROVA DE MÉDICO PSIQUIATRA

EDITAL Nº 42/2014 PROVA DE MÉDICO PSIQUIATRA SELEÇÃO PÚBLICA PARA A CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SAÚDE EDITAL Nº 42/2014 PROVA DE MÉDICO PSIQUIATRA PROVA OBJETIVA DATA: 31 DE AGOSTO DE 2014 DURAÇÃO: 03 horas INÍCIO:

Leia mais

Newsletter. Fernando Pessoa... Gabinete de Psicologia Clínica Dr.ª Ana Durão

Newsletter. Fernando Pessoa... Gabinete de Psicologia Clínica Dr.ª Ana Durão 2 EM 5 ENTREVISTA COM DESTAQUES Workshop Para os + Novos Para a sua Saúde Nº 3 MAIO 2008 6 NEUROFITNESS ESPECIAL EXERCÍCIOS Newsletter Gabinete de Psicologia Clínica Dr.ª Ana Durão Fernando Pessoa... Lisboa

Leia mais

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA - UNICAMP

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA - UNICAMP Prezado aluno, Estes exercícios fazem parte de uma compilação de vários testes e provas que foram utilizadas no passado e formam uma base sólida para estudo. Tente resolvê-los sozinho, ao invés de simplesmente

Leia mais

VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE

VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE Equipe LENAD: Ronaldo Laranjeira Clarice Sandi Madruga IlanaPinsky Maria Carmen Viana Divulgação: Maio de 2014. 1. Porque esse estudo é relevante? Segundo a Subsecretaria

Leia mais

O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA

O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O QUE É ANDROPAUSA? Problemas hormonais surgidos em função da idade avançada não são exclusivos das mulheres. Embora a menopausa seja um termo conhecido

Leia mais

Uso de substâncias psicoativas em crianças e adolescentes

Uso de substâncias psicoativas em crianças e adolescentes Uso de substâncias psicoativas em crianças e adolescentes Alessandro Alves A pré-adolescência e a adolescência são fases de experimentação de diversos comportamentos. É nessa fase que acontece a construção

Leia mais

Diretrizes Assistenciais. Medicina Psicossomática e Psiquiatria

Diretrizes Assistenciais. Medicina Psicossomática e Psiquiatria Diretrizes Assistenciais Medicina Psicossomática e Psiquiatria Versão eletrônica atualizada em fev/2012 TRATAMENTO DE TABAGISMO Indicação: Pacientes tabagistas atendidos na SBIBAE Contraindicação: Não

Leia mais

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM. Elaboração e Revisão: Maria das Graças S. dos Santos. Colaboradores: Ana Cristina Amorim Dantas Viviane Pereira Ramos

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM. Elaboração e Revisão: Maria das Graças S. dos Santos. Colaboradores: Ana Cristina Amorim Dantas Viviane Pereira Ramos Protocolos de Enfermagem IDENTIFICAÇÃO DE RISCO E PREVENÇÃO DE QUEDAS HEMORIO - 2010 1ª Ed. PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM Elaboração e Revisão: Maria das Graças S. dos Santos Colaboradores: Ana Cristina Amorim

Leia mais

Demências na Terceira idade. Enfª Mda Josiane Steil Siewert

Demências na Terceira idade. Enfª Mda Josiane Steil Siewert Demências na Terceira idade Enfª Mda Josiane Steil Siewert Grandes síndromes neuropsiquiatricas na terceira idade: Delirium Demencias Depressão Doenças Orgânicas do Cérebro Quando uma pessoa idosa de repente

Leia mais

Maconha. Alessandro Alves. Conhecendo a planta

Maconha. Alessandro Alves. Conhecendo a planta Maconha Alessandro Alves Entenda bem. A maconha é a droga ilícita mais utilizada no mundo. Está entre as plantas mais antigas cultivadas pelo homem. Na China seus grãos são utilizados como alimento e no

Leia mais

Antipsicóticos e Estabilizadores do Humor

Antipsicóticos e Estabilizadores do Humor Antipsicóticos e Estabilizadores do Humor Dr. Gilda Ângela Neves Rio de Janeiro, 2015. Psicose Estado no qual o indivíduo perde ou distorce seu senso de realidade alucinações ilusões delírios transtornos

Leia mais

1 É possível que você tenha TDAH?

1 É possível que você tenha TDAH? 1 É possível que você tenha TDAH? As experiências que você acabou de ler lhe parecem familiares? Estas são as vozes dos adultos com TDAH. O primeiro comentário atinge o próprio cerne do que é o TDAH. Esta

Leia mais

Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação?

Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação? Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação? Apresentação: Daniele Istile (2º ano) Maria Gabriela Cavalheiro (4ºano) Orientação: Doutoranda Thaís dos Santos Gonçalves Local: Anfiteatro da Biblioteca

Leia mais

Diretrizes Assistenciais DIRETRIZ DE TRATAMENTO FARMACOLOGICO DA DOR

Diretrizes Assistenciais DIRETRIZ DE TRATAMENTO FARMACOLOGICO DA DOR Diretrizes Assistenciais DIRETRIZ DE TRATAMENTO FARMACOLOGICO DA DOR Versão eletrônica atualizada em março/2012 Definição Diretriz que orienta a prescrição de fármacos que visam aliviar a Dor Aguda e Crônica

Leia mais

Instrumentos de Triagem para consumo de Bebidas Alcoólicas e Outras Drogas

Instrumentos de Triagem para consumo de Bebidas Alcoólicas e Outras Drogas Instrumentos de Triagem para consumo de Bebidas Alcoólicas e Outras Drogas DIFERENTES NÍVEIS DE CONSUMO ÁLCOOL ABSTINÊNCIA USO EXPERIMENTAL USO MODERADO ABUSO Leve DEPENDÊNCIA Moderada Grave Cerca de 10

Leia mais

Abordagens Integrativas e Planos Terapêuticos

Abordagens Integrativas e Planos Terapêuticos 1 Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Estudos e Pesquisas sobre Álcool e outras Drogas Centro Regional de Referência sobre Drogas do Espírito

Leia mais

EXEMPLOS DE QUESTÕES DA PROVA DE NIVELAMENTO DE PORTUGUÊS PRODUÇÃO DE TEXTO

EXEMPLOS DE QUESTÕES DA PROVA DE NIVELAMENTO DE PORTUGUÊS PRODUÇÃO DE TEXTO EXEMPLOS DE QUESTÕES DA PROVA DE NIVELAMENTO DE PORTUGUÊS PRODUÇÃO DE TEXTO QUESTÕES QUE ENVOLVEM CONHECIMENTO RELATIVO À NORMA CULTA DA LÍNGUA (CONCORDÂNCIA VERBAL, REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL, PONTUAÇÃO,

Leia mais

Transtornos do Comportamento da Criança

Transtornos do Comportamento da Criança Transtornos do Comportamento da Criança 01 ... Para aquele que não sabe como controlar seu íntimo, inventar-se-á controle Goethe 02 Definição Comportamento é o conjunto de atitudes e reações do indivíduo

Leia mais

1 em cada 4 pessoas são afetadas por um problema de saúde mental a cada ano. Vamos falar sobre isso?

1 em cada 4 pessoas são afetadas por um problema de saúde mental a cada ano. Vamos falar sobre isso? 1 em cada 4 pessoas são afetadas por um problema de saúde mental a cada ano Vamos falar sobre isso? Algumas estatísticas sobre Saúde Mental Transtornos mentais são frequentes e afetam mais de 25% das pessoas

Leia mais

Demografia de patologias do SNC (USA)

Demografia de patologias do SNC (USA) Demografia de patologias do SNC (USA) - Insônia (60 milhões) - Enxaqueca (40 milhões) - Depressão (20 milhões) - Distúrbios de ansiedade (19 milhões) - Alzheimer (4 milhões) - (3 milhões) e Epilepsias

Leia mais

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento.

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento. 10 Maneiras de se Casar com a Pessoa Errada O amor cego não é uma forma de escolher um parceiro. Veja algumas ferramentas práticas para manter os seus olhos bem abertos. por Rabino Dov Heller, Mestre em

Leia mais

Comorbidades: Transtorno de AnsiedadeeDependênciaQuímica

Comorbidades: Transtorno de AnsiedadeeDependênciaQuímica XXII Curso de Inverno em Atualização em Dependência Química do Hospital Mãe de Deus Comorbidades: Transtorno de AnsiedadeeDependênciaQuímica Ana Paula Pacheco Psicóloga da Unidade de Dependência Química

Leia mais

Diabetes Gestacional

Diabetes Gestacional Diabetes Gestacional Introdução O diabetes é uma doença que faz com que o organismo tenha dificuldade para controlar o açúcar no sangue. O diabetes que se desenvolve durante a gestação é chamado de diabetes

Leia mais

A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF):

A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF): A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF): Há sempre mais do que uma única história* Por que o tema é importante? Provavelmente, cada vez que você leva sua criança a uma

Leia mais

Farmacêutica Priscila Xavier

Farmacêutica Priscila Xavier Farmacêutica Priscila Xavier A Organização Mundial de Saúde diz que há USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS: quando pacientes recebem medicamentos apropriados para suas condições clínicas, em doses adequadas às

Leia mais

Organização de serviços para o tratamento da dependência química

Organização de serviços para o tratamento da dependência química Organização de serviços para o tratamento da dependência química Coordenação: Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira Apresentação: Dr. Elton P. Rezende UNIAD /INPAD/UNIFESP Agradecimentos: Dr. Marcelo Ribeiro Fatores

Leia mais

Almoço trinta gramas de brócolis (Anorexia Nervosa)

Almoço trinta gramas de brócolis (Anorexia Nervosa) Edson Saggese Almoço trinta gramas de brócolis (Anorexia Nervosa) Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Psiquiatria. Doutor em Ciências da Saúde pelo IPUB/UFRJ, psiquiatra, psicanalista,

Leia mais

Dia Mundial da Saúde Mental - 10 de Outubro

Dia Mundial da Saúde Mental - 10 de Outubro Não Há Saúde Sem Saúde Mental Dia Mundial da Saúde Mental - 10 de Outubro 1 a 17 de Outubro de 2010 Exposição promovida pelo Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental O QUE É A SAÚDE MENTAL? É sentir-nos

Leia mais

Doença de Alzheimer: uma visão epidemiológica quanto ao processo de saúde-doença.

Doença de Alzheimer: uma visão epidemiológica quanto ao processo de saúde-doença. Doença de Alzheimer: uma visão epidemiológica quanto ao processo de saúde-doença. Bruno Araújo da Silva Dantas¹ bruno_asd90@hotmail.com Luciane Alves Lopes² lucianesevla.l@gmail.com ¹ ²Acadêmico(a) do

Leia mais