Metrô - SP. Engº Sergio E. F. Salvadori. 24 de Setembro de 2004

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Metrô - SP. Engº Sergio E. F. Salvadori. 24 de Setembro de 2004"

Transcrição

1 A Nova Fase de Expansão do Metrô - SP Engº Sergio E. F. Salvadori 24 de Setembro de 2004

2 Extensão de linhas operacionais Metrô - 57,6 Km CPTM - 256,7 Km

3 Mapa de bolso

4

5 Poço Carlos Petit Traçado ampliado

6 Traçado TRAÇADO Sacomã Klabin Fase 1 Fase 2 Ipiranga Imigrantes Linha 5

7 Fase 3 Métodos construtivos Fase 1 (Abril 2006) Fase 2 Fase 3 L1 L2 L3 L4 L5

8 Fase 3 - Alternativas Fase 3 Fase 4 B A Alternativas da fase 3

9 Foto do Pátio

10 Núcleo Imperador de Heliópolis Rua Comandante Taylor Out/2003 Núcleo Imperador de Heliópolis

11 Ampliação do Núcleo Imperador Out/2003

12 Av. Almirante Delamare Av. Almirante Delamare

13 Ampliação Almirante Delamare

14 Edifícios construídos pela Cohab-SP Out/2003 Edifícios COHAB Jan/2001

15 Ampliação edifícios COHAB Out/2003

16 Edifícios construídos pela Cohab-SP (em obras) Edifícios COHAB 2ª Visão Jul/1998

17 PÁTIO DELAMARE Pátio Tamanduateí Desapropriações para implantação do pátio e vias de acesso A Foto do Pátio Alternativo Estudo 1 Figura 15 - Desapropriação (esquemática) para implantação do Pátio Delamare sobre aerofoto de À direita da foto, local alternativo para a implantação do pátio de estacionamento e manutenção. As desapropriações na Rua Aída são equivalentes nas duas alternativas.

18 Fase 4 Alternativas da Fase 4 - ampliada Estudo 3 Fase 4 Estudos 2 e 3 B A Estudo 2

19 Implantação - Andamento SET/2003 ASSINATURA DOS ADITIVOS DOS CONTRATOS DOS LOTES 1, 2 E 3 SET/2003 MAR/2004 INÍCIO DA ELABORAÇÃO DOS PROJETOS PRÉ-EXECUTIVOS INÍCIO DAS OBRAS DO LOTE 1 COM VISITA DO SR. GOVERNADOR; MAI/2004 INÍCIO DAS OBRAS DOS LOTES 2 e 3; SET/2004 PUBLICAÇÃO DO EDITAL DE VIA PERMANENTE; OUT/2004 ABR/2006 PUBLICAÇÃO DO EDITAL DE SISTEMAS; OPERAÇÃO DO TRECHO ANA ROSA/IMIGRANTES;

20 Características do empreendimento LINHA 2 TRECHO ANA ROSA - IMIGRANTES CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDIMENTO Extensão total 2,9 km Número de estações 2 Número de trens Operar sem a compra de novos trens Pátio Subestação primária Articulação na rede Pátio Jabaquara Não necessária nesta fase Linha 1 Azul - (Estação Santa Cruz) Linha 4 Amarela aea - (Estação Paulista) a) Linha 5 Lilás - (Estação Chácara Klabin) Linha D da CPTM - Tamanduateí Linha 3 - (Carrão ou Tatuapé) -Em estudo VLP (Veículo Leve sobre Pneus) / Terminal de ônibus da PMSP em Sacomã

21 Estimativa de demanda LINHA 2 TRECHO ANA ROSA - SACOMÃ ESTIMATIVA DE DEMANDA DE PASSAGEIROS TRECHO DIÁRIA (considerando linhas 4 e 5) Acréscimo em relação ao trecho anterior Vila Madalena Ana Rosa (1) Vila Madalena Ana Rosa (2) % Vila Madalena - Imigrantes (2) % Vila Madalena Sacomã (2) % Acréscimo devido a Expansão (2) (1) - Atual - Ano 2004 (2) - Ano 2010

22 Custos LINHA 2 TRECHO ANA ROSA - SACOMÃ CUSTOS INCLUINDO SISTEMAS VALORES ESTIMADOS R$ MILHÕES (2003) ANA ROSA-IMIGRANTES 462 IMIGRANTES - SACOMÃ 405 MATERIAL RODANTE 307 IMPLANTAÇÃO DO PÁTIO DELAMARE 324 TOTAL GERAL 1.498

23 Financiamento i GESP / BNDES Garantias: Ônus das Concessões Rodoviárias (AutoBan e Renovias). Para cadar$100deempréstimo 1,00 de empréstimo, R$130 1,30 de garantia; Em negociação (previsão Out. 2004); As obras estão em andamento, no momento, com recursos do GESP.

24 Desapropriação Ana Rosa / Imigrantes Imigrantes / Sacomã/ Pátio Totais Nº de imóveis Ajuizados Na posse

25 Estágio da obra Lote 1 Estagio da obra Via 2 Via 1: 267 m (calota) Via 2: 235 m (calota) Via 1 Em 22/09/2004

26 Túnel pronto

27 Túnel pronto

28 Via 1 Foto Via 1

29 Via 2 Foto Via 2

30 ANDAMENTO DAS OBRAS Andamento das obras

31 Poço Vila Mariana Poço Vila Mariana

32 Poço Vila Mariana

33 Estação Klabin Estação Klabin

34 Desvio de tráfego

35 Poço Sepaco Poço SEPACO

36 Poço Sepaco

37 Encontro Túnel x Elevado Blocos Fundações do elevado

38 Encontro Túnel x Elevado Blocos Fundações do elevado

39 Encontro Túnel x Elevado

40 Poço Domingos Ferreira

41

42 Poço VSE Terraplenagem Poço Traçado Poço Poço

43 Estação Luz

44 Poço Mackenzie Poço Mackenzie

45 Poço Mackenzie

46 Poço Mackenzie

47 Poço José Eusébio Poço José Eusébio Cemitério da Consolação

48 Poço José Eusébio Perfuração de Perfuração de poços de rebaixamento

49 Poço José Eusébio Tanque de decantação

50 Poço de Waldemar Ferreira Poço

51 Poço Waldemar Ferreira

52 Poço Waldemar Ferreira Prospecção arqueológica

53 Centro Poço Estação Butantã Terminal de ônibus

54 Escavação Poço Est. Butantã Sondagem

55 Escavação Poço Est. Butantã Escavação

56 Pátio de Vila Sônia Pátio de Vila Sônia Centro

57 Escavação Vila Sônia

58 Escavação Vila Sonia

59 Escavação Vila Sonia

60 Características do empreendimento LINHA 4 AMARELA CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDIMENTO A Linha da Integração Articulação na rede Linha 1 Azul - (Estação Luz) Linhas A, D e E da CPTM - (Estação Luz) Linha 3 Vermelha - (Estação República) Linha 2 Verde - (Estação Paulista) Linha C da CPTM - (Estação Pinheiros)

61 Área do Pátio Vila Sônia m 2 Passageiros por hora/sentido Fase 1 = (média) Fase 2 = (média) Total de usuários por dia passageiros/dia passageiros/dia Número de trens (largura 2,80 m) 1ª fase = 16 trens 2ª fase = + 8 trens

62 Extensão da linha (sem pátio) = 12,8 Km Extensão de túnel com método subterrâneo = 10,3 km 5,2 km em solo e rocha; 5,1 km em solo. Extensão em método de mineração (NATM) = 1,6 km Extensão em vala = 0,8 km Trecho em superfície = Pátio com 111,4 mil m 2 Número de estações = 11 5 em vala: Morumbi, Três Poderes, Faria Lima, Fradique Coutinhoo e República*; 6 em método mineiro (NATM): Butantã*, Pinheiros*, Oscar Freire, Paulista*, Higienópolis e Luz*. Volume de escavação = 2 milhões de m3 Volume de concreto = 550 mil m 3 Via permanente com sistema anti-ruído e antivibração (*) FASE 1

63 Composição dos investimentos

64 Estrutura de capital - Usos

65 Estrutura de capital - Fontes

66 Fundamentos da Gestão gestão Modelo: Banco Mundial Contrato: do tipo Turn-Key Princípios de Gerenciamento de Empreendimento pelo Project Management Institute - PMI

67 Estratégia de Implantação Concessão : VARIANTE DO BOT (BUILD-OPERATE-TRANSFER) ou PPP OBJETO JULGAMENTO VANTAGENS Concessão integral Complementação de obras, serviços, exploração e operação comercial Poder Concedente parte dos investimentos t durante a implantação financiados pelo GESP Concessão onerosa Maior valor comercial oferecido pelo proponente que tiver sua proposta técnica Estratégia de implantação de implantação e exploração dos serviços aprovada Responsabilidade integral concessionário Otimização i do gerenciamento possível redução de custos

68 Estratégia de Implantação 42 meses 48 meses Fase I - Butantã tã - Luz Fase II - Complementos CONTRATO Obras Civis+ Sistemas = $ C1 + $S1 Complementação de Sistemas + MR = $ S2 18 meses CONCESSÃO/PPP Obras Civis - $ C2 Sistemas +MR - $ S3

69 Estrutura contratual Estrutura contratual

70 CARACTERÍSTICAS DA CONCESSÃO Características da concessão OBJETO - Concessão da exploração dos serviços da Linha 4 PRAZO - 30 anos para operação, com prorrogação negociada. FUNDING DA CONCESSÃO - 8,65% Estado ( Desapropriação ); - 91,35% Concessionário. FINANCIAMENTO DA PARTE PRIVADA - Concessionário TARIFA - Fonte de receita do Concessionário; - Fixada pelo Poder Concedente; - Revisões periódicas. REVERSÃO DOS BENS NO FINAL PERÍODO

71 Implantação - andamento Implantação - Andamento JUL/2000 INÍCIO DA REVISÃO DOS PROJETOS PARA REDUÇÃO DOS CUSTOS; DEZ/2001 ABERTURA DO PROCESSO DE PRÉQUALIFICAÇÃO DAS EMPRESAS PARA IMPLANTAÇÃO DA 1ª FASE JUN/2002 ASSINATURA DO CONTRATO COM O BIRD E PREPARAÇÃO DO EDITAL DE 1ª FASE; SET/2002 DATA DE EFICÁCIA DO CONTRATO DE FINANCIAMENTO JUNTO AO BIRD; JUN/2002 DIVULGAÇÃO DAS EMPRESAS PRÉQUALIFICADAS; DEZ/2002 PUBLICAÇÃO DO EDITAL PARA OFERTA PARA CONSTRUÇÃO DA 1ª FASE ENTRE AS EMPRESAS PRÉQUALIFICADAS ABR/2003 ABERTURA DAS PROPOSTAS DE OFERTAS AGO/2003 PUBLICAÇÃO DOS VENCEDORES:

72 Implantação - Implantação - Andamento OUT/2003 ASSINATURA DOS CONTRATOS DOS LOTES 1, 2 E 3; MAR/2004 CONTRATOS DOS LOTES 1 E 2 ENTRAM EM EFETIVIDADE (PAGTO 1ª PARCELA) ABR/2004 CONTRATO DO LOTE 3 ENTRA EM EFETIVIDADE (PAGTO DA 1ª PARCELA); AGO/2004 SET/2004 ASSINATURA DO CONTRATO COM O JBIC (JAPAN BANK INTERNATIONAL COOPERATION); ASSINATURA DO CONTRATO COM PMOC; SET/ 2004 PRIMEIRA VISITA DO SR. GOVERNADOR DO ESTADO ÀS OBRAS E INÍCIO DAS OBRAS DO PÁTIO DE VILA SONIA (LOTE 3)

73 Desapropriação Fase 1 Fase 2 Totais Nº de imóveis * 205 * Ajuizados Na posse * Desapropriação temporária - Fase 1 : 05 imóveis Fase 2 : 02 imóveis

74 Anel Viário Metropolitano ANV Trecho I

75 Traçado Concluído A executar Av. Cupecê Lgo. Los Andes Caixa de passagem Caixa de passagem São Paulo Diadema Galeria 4,22 km 0,62 km 0,14 km 376km 3,76 736km 7,36 0,60 km Pista Pista

76 Estado atual Projeto sendo adaptado para reduzir desapropriações; Retomada da construção da galeria de duplicação do Córrego do Cordeiro ainda em 2004 (620 m); Pavimentação do corredor (em concreto) e das pistas laterais (fresagem + capa) em 2005.

77 Características gerais Valor da obra: R$ 58 milhões Prazo de conclusão: 12 meses

ESQUEMAS DE PARTICIPACÍON PÚBLICA Y PRIVADA EN EL DISEÑO, FINANCIACIÓN, CONSTRUCCIÓN, OPERACIÓN Y GESTIÓN

ESQUEMAS DE PARTICIPACÍON PÚBLICA Y PRIVADA EN EL DISEÑO, FINANCIACIÓN, CONSTRUCCIÓN, OPERACIÓN Y GESTIÓN ESQUEMAS DE PARTICIPACÍON PÚBLICA Y PRIVADA EN EL DISEÑO, FINANCIACIÓN, CONSTRUCCIÓN, OPERACIÓN Y GESTIÓN José Kalil Neto jkalil@metrosp.com.br Bogotá Colombia 08 y 09 de septiembre de 2008 MAPA DO TRANSPORTE

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Salvador Setembro/2013 Salvador: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 TM GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 SOLUÇÕES ENCAMINHADAS Constituição do COMITÊ PAULISTA (Grupo Executivo

Leia mais

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012 CodeP0 Balanço 2012 Copa do Mundo Cidadesede Curitiba Brasília, CodeP1 Valores Consolidados R$ mi, abr/12 Total Empreendimentos Investimento Total Financiamento Federal Local Federal Privado Estádio 1

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

Portfólio. Elaboração do projeto básico para implantação de esteiras rolantes para o túnel deligação entre as Estações Consolação e Paulista.

Portfólio. Elaboração do projeto básico para implantação de esteiras rolantes para o túnel deligação entre as Estações Consolação e Paulista. 44 Elaboração de projeto básico de sistemas auxiliares da Linha 5 Lilás. Descrição dos Serviços: Elaboração de projeto básico de sistemas auxiliares do trecho Campo Belo-Chácara Klabin da Linha 5 Lilás,

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil Ações do Governo de Minas Gerais 27 de Outubro de 2009 Roteiro Estratégia de Execução Modernização do Mineirão Reforma dos Estádios Alternativos Mobilidade

Leia mais

Book de inventário L4 Amarela do Metro SP

Book de inventário L4 Amarela do Metro SP 1 3 2 9 7 11 Fase 2 2015/2016 estratégia linha 4 amarela metro sp caminho do usuário Inventário linha 4 amarela metro sp Formato\ Estação Butantã Pinheiros Faria Lima Paulista República Luz Total Monitores

Leia mais

Relatório Técnico nº 99 642-205 - 1/384 1 INTRODUÇÃO

Relatório Técnico nº 99 642-205 - 1/384 1 INTRODUÇÃO Relatório Técnico nº 99 642-205 - 1/384 1 INTRODUÇÃO Em atenção ao Contrato nº 4006725202, firmado entre a Companhia do Metropolitano de São Paulo Metrô e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado

Leia mais

SIM da RMBS. AUDIÊNCIA PÚBLICA DA PPP DO SIM DA RMBS 23/Outubro/2013

SIM da RMBS. AUDIÊNCIA PÚBLICA DA PPP DO SIM DA RMBS 23/Outubro/2013 SIM da RMBS Sistema Integrado Metropolitano Voltado à prestação do serviço de transporte público coletivo na Região Metropolitana da Baixada Santista RMBS AUDIÊNCIA PÚBLICA DA PPP DO SIM DA RMBS 23/Outubro/2013

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Cuiabá. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Cuiabá. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Cuiabá Setembro/2013 Cuiabá: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

FORMAS DE ACESSO ÀS ESTAÇÕES E PLATAFORMAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA OU MOBILIDADE REDUZIDA

FORMAS DE ACESSO ÀS ESTAÇÕES E PLATAFORMAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA OU MOBILIDADE REDUZIDA FORMAS DE ACESSO ÀS ESTAÇÕES E PLATAFORMAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA OU MOBILIDADE REDUZIDA LINHA 1-AZUL TUCURUVI Av. Dr. Antônio Maria de Laet PARADA INGLESA Terminal Urbano Av. Luiz Dumont Villares,

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM Secretaria de Logística e Transportes Estrutura da Secretaria de Logística e Transportes Pátio 2 Obra Secretaria de Logística e Transportes Porto de São Sebastião Realizações 2011/2012 Descrição Nivelamento

Leia mais

Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 2014

Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 2014 Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 214 Mapa do Transporte Metropolitano Rede 214 Fonte: STM EMTU PROGRAMA DE INVESTIMENTOS PROGRAMA DE INVESTIMENTOS 211-214 - EMTU Corredor

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2013

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2013 MENSAGEM DO PRESIDENTE Desafios do Metrô em ficará marcado na história do Metrô como o ano em que as obras de expansão da malha foram intensificadas, com quatro linhas sendo construídas simultaneamente.

Leia mais

TREM DE GUARULHOS EXPRESSO AEROPORTO

TREM DE GUARULHOS EXPRESSO AEROPORTO TREM DE GUARULHOS EXPRESSO AEROPORTO REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO 2 Municípios Habitantes PIB (Regional) Comércio e Serviços 39 18,6 milhões 10,5% população Brasileira R$ 244 Bilhões 15,7% PIB Brasileiro

Leia mais

VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL

VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL CodeP0 VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL Outubro/2013 0 AEROPORTOS Macapá Novo TPS 1ªfase Macapá Ampliação Pátio Fortaleza Ampliação TPS São Luís Ampliação do TPS São Luís Reforma

Leia mais

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Code-P0 3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Brasília, Maio de 2012 Code-P1 Conteúdo do documento Visão geral das ações Visão por tema 1 Code-P2 Ciclos dos preparativos do

Leia mais

TRANSPORTE FERROVIÁRIO

TRANSPORTE FERROVIÁRIO TRANSPORTE FERROVIÁRIO O transporte ferroviário no Brasil sofreu, durante um grande período, talvez devido à grande concorrência do transporte rodoviário, a falta de incentivo com relação à ampliação do

Leia mais

CEDRAL OBRAS E AÇÕES - GESTÃO 2011-2014

CEDRAL OBRAS E AÇÕES - GESTÃO 2011-2014 CEDRAL OBRAS E AÇÕES - GESTÃO 2011-2014 DESENVOLVIMENTO SOCIAL: Distribuição de Leite: distribuídos 22.532 litros de leite, no período de Jan/2011 a Set/2011 Custo: R$ 30 mil, beneficiando 272 famílias

Leia mais

SP-URBANISMO. Nova Luz Projeto Urbanístico Consolidado

SP-URBANISMO. Nova Luz Projeto Urbanístico Consolidado SP-URBANISMO Nova Luz Projeto Urbanístico Consolidado Setembro 2011 Perímetro da Nova Luz Sala São Paulo Parque da Luz Praça Princesa Isabel Largo do Arouche Igreja de Santa Ifigênia Praça da República

Leia mais

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil Uma Contribuição para as Discuções sobre o Tema. O crescimento da urbanização da população brasileira, os incentivos generosos do governo federal

Leia mais

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana PAC 2 SÃO PAULO R$ 241,5 bilhões R$ milhões Eixo 2011-2014 Pós 2014 TOTAL Transportes 55.427 2.169 57.596 Energia 57.578 77.936 135.513 Cidade Melhor

Leia mais

VLT do Rio. VLT DO RIO Julho de 2011. VLT do Rio

VLT do Rio. VLT DO RIO Julho de 2011. VLT do Rio VLT DO RIO Julho de 2011 VLT do Rio IMPLANTAÇÃO FASEAMENTO Rodoviária Novo Rio 1 Vila de Mídia Cordeiro da Graça Equador Novo Rio 2 Pereira Reis Santo Cristo Pedro Pça. Santo Hernesto Cristo Cidade do

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 INFRAESTRUTURA PARA A COPA 2014 Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 Novembro/12 Agosto/2011 Empreendimentos de Mobilidade Urbana BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1: Interseção com Av.

Leia mais

Transporte Urbano sobre Trilhos Fonte: Concessionárias

Transporte Urbano sobre Trilhos Fonte: Concessionárias Transporte Urbano sobre Trilhos Fonte: Concessionárias Os números consideram os passageiros transportados, incluindo as transferências entre linhas. JANEIRO 01/10 01/11 % Acumulado no ano até Jan % Metrô-SP

Leia mais

BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014

BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014 BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014 Situação Atual População de Belo Horizonte: 2,4 milhões de habitantes População da RMBH: 4,5 milhões de habitantes 3,8 milhões de viagens/dia

Leia mais

Copa do Mundo FIFA 2014

Copa do Mundo FIFA 2014 1. Belo Horizonte Copa do Mundo FIFA 2014 CODE-2 Belo Horizonte Belo Horizonte Quantitativo de Empreendimentos e Investimentos por Tema Nº de Empreendimentos Investimento Total (R$ mi) Estádio Mobilidade

Leia mais

Parcerias Público-Privadas

Parcerias Público-Privadas Parcerias Público-Privadas PPP no Governo Federal Projetos Treinamento e Produtos PAC Mobilidade Grandes Cidades João Paulo de Resende Diretor Unidade PPP/Concessões Ministério do Planejamento Abril/2013

Leia mais

I Jornada Pierre Bourdieu e o Ensino de Ciências

I Jornada Pierre Bourdieu e o Ensino de Ciências 1 a CIRCULAR I Jornada Pierre Bourdieu e o Ensino de Ciências 28 de julho de 2015 Instituto de Física Universidade de São Paulo I JORNADA PIERRE BOURDIEU E O ENSINO DE CIÊNCIAS A I Jornada Pierre Bourdieu

Leia mais

Anexo 8 Demandas Anuais e Frota de Referência. Anexo 8 Demandas Anuais e Frota de Referência

Anexo 8 Demandas Anuais e Frota de Referência. Anexo 8 Demandas Anuais e Frota de Referência Anexo 8 Demandas Anuais e Frota de Referência 1 Sumário 1 INTRODUÇÃO... 3 2 DEMANDA DE REFERÊNCIA... 3 2.1 Evolução da Demanda Diária... 5 2.2 Demanda na Rede de Metrô na Hora de Pico... 6 2.3 Demanda

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E TRÁFEGO RIO DE JANEIRO para a Copa do Mundo FIFA 2014

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E TRÁFEGO RIO DE JANEIRO para a Copa do Mundo FIFA 2014 PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E TRÁFEGO RIO DE JANEIRO para a Copa do Mundo FIFA 2014 SEMINÁRIO 3 ANOS PARA A COPA NO BRASIL : RIO DE JANEIRO, vitrine ou vidraça? Organização : SINAENCO Hotel Royal Tulip

Leia mais

COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO METRÔ

COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO METRÔ COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO METRÔ RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO REALIZAÇÕES E METAS A EXPANSÃO DO SISTEMA METROVIÁRIO Linha 2-Verde Linha 4-Amarela Linha 5-Lilás Linha

Leia mais

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009 Aeroportos Copa do Mundo 2014 14 Dezembro 2009 Belo Horizonte e Confins - MG 1. Aeroporto Internacional Tancredo Neves Confins 2. Aeroporto de Belo Horizonte/ Pampulha Carlos Drummond de Andrade Brasília

Leia mais

Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP

Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP Mancha Urbana da MMP e Sistema Viário PIB da MMP 2009/2010 (em milhões correntes) PIB 2009 PIB 2010 29.758 55.595 27.886 39.993 34.178 6.303 4.790 RMSP RMC

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos

Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Análise de Cenários Econômicos (Disciplina

Leia mais

MOBILIDADE E LOGÍSTICA NO RJ SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES 2015-2018

MOBILIDADE E LOGÍSTICA NO RJ SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES 2015-2018 MOBILIDADE E LOGÍSTICA NO RJ SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES 2015-2018 Plano Diretor de Mobilidade para Região Metropolitana do Rio de Janeiro Plano Estratégico de Logística e Cargas do Estado do Rio

Leia mais

TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV

TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV Encontro Econômico Brasil - Alemanha 2009 Cooperação para o Crescimento e Emprego Idéias e Resultados TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV Secretaria de Política Nacional de Transportes / MT - Engº Marcelo Perrupato

Leia mais

PREFEITO E PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ANUNCIAM NOVOS INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA NO RIO

PREFEITO E PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ANUNCIAM NOVOS INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA NO RIO PREFEITO E PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ANUNCIAM NOVOS INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA NO RIO Governo Federal libera R$ 1,63 bilhão para implantação do BRT Transbrasil e do VLT do Centro A presidenta Dilma

Leia mais

- DOSSIÊ PPP METRÔ CURITIBANO -

- DOSSIÊ PPP METRÔ CURITIBANO - - DOSSIÊ PPP METRÔ CURITIBANO - O consórcio popular que impugna o leilão do Metrô Curitibano, através deste dossiê de reportagens e documentos, busca subsidiar a análise do TCU/SECEX, complementando as

Leia mais

AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA

AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA Conferência Internacional sobre Capital Privado em Aeroportos FIESP / CIESP 23/Abril/2009 A Costa da Sol Operadora Aeroportuária S.A. é uma

Leia mais

URBAN AGE SOUTH AMERICA CONFERENCE DECEMBER 2008

URBAN AGE SOUTH AMERICA CONFERENCE DECEMBER 2008 URBAN AGE SOUTH AMERICA CONFERENCE DECEMBER 2008 José Luis Portella Secretary of Transport, State São Paulo The São Paulo 2025 Transport Strategy All rights are reserved by the presenter www.urban-age.net

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano Setorial de Transporte e de Mobilidade Urbana para Mitigação da Mudança do Clima PSTM - Parte 2: Mobilidade Urbana /

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano Setorial de Transporte e de Mobilidade Urbana para Mitigação da Mudança do Clima PSTM - Parte 2: Mobilidade Urbana /

Leia mais

GPE GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO EMPRESARIAL

GPE GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO EMPRESARIAL APRESENTAÇÃO OBJETIVO Este relatório tem como objetivo apresentar os dados de acompanhamento dos seguintes empreendimentos de expansão e modernização do Metrô de São Paulo atualmente em andamento: Implantação

Leia mais

INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br

INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br 1 INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br 2 Organização 9 Superintendências Regionais Superintendência Regional do Noroeste; Superintendência Regional

Leia mais

Superintendência de Planejamento e Gestão Territorial (SGT)

Superintendência de Planejamento e Gestão Territorial (SGT) Superintendência de Planejamento e Gestão Territorial (SGT) SEMINÁRIO CONFEA/CREA-BA: ACOMPANHAMENTO OBRAS DA COPA 12/04/2011 OBRAS A CARGO DA SEDUR Corredor Estruturante Aeroporto-Acesso Norte, do Sistema

Leia mais

55 exigências feitas pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente de São Paulo

55 exigências feitas pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente de São Paulo 55 exigências feitas pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente de São Paulo 1. Apresentar as diretrizes de uso e ocupação do solo com: a) distância mínima entre o eixo do sistema monotrilho e os imóveis

Leia mais

Apoio do BNDES ao Setor Ferroviário

Apoio do BNDES ao Setor Ferroviário Seminário Nacional IV Brasil nos Trilhos Apoio do BNDES ao Setor Ferroviário Nelson Siffert Área de Infraestrutura Brasília -Agosto/2010 O BNDES Evolução dos Ativos 386,6 R$ bilhões 277 151 152 164 175

Leia mais

CRESCE BRASIL COPA 2014 Aeroportos: Desafios, preparativos, legados DARIO RAIS LOPES

CRESCE BRASIL COPA 2014 Aeroportos: Desafios, preparativos, legados DARIO RAIS LOPES CRESCE BRASIL COPA 2014 Aeroportos: Desafios, preparativos, legados DARIO RAIS LOPES Roteiro Visão oficial Preparativos e pontos de atenção Impacto do tráfego nos aeroportos Gerenciamento da demanda Antes

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho 2009 Apoio Corporativo Áreas de Atuação Companhias Abertas 65,5% Incorporação 5,8% Aço 28,4% Energia Geração & Distribuição 68 anos de operação; Liderança em diversos mercados;

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE A DISTÂNCIA CRONOGRAMA ACADÊMICO 2011 MBA EM ADMINISTRAÇÃO E MARKETING TURMAS 2011

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE A DISTÂNCIA CRONOGRAMA ACADÊMICO 2011 MBA EM ADMINISTRAÇÃO E MARKETING TURMAS 2011 2 3 4 5 6 7 8 9 0 2 3 4 5 6 7 8 9 20 22 Aula Data Evento 7/0 a 22/0 Período para solicitação de provas de 2ª chamada 23 24 25 26 27 28 29 26/jan Entrada de novos alunos + AVA (OFERTA JANEIRO 20) 30 3 3/0

Leia mais

Transporte. Deslocamento: Campus São Bernardo do Campo

Transporte. Deslocamento: Campus São Bernardo do Campo Transporte Haverá transporte dos hotéis indicados e do Terminal Santo André ao local do evento. Mais detalhes em breve. De carro Deslocamento: Campus São Bernardo do Campo Via Anchieta Se optar pela via

Leia mais

Fórum de Logística Perspectivas para 2014 25/02/2014

Fórum de Logística Perspectivas para 2014 25/02/2014 Fórum de Logística Perspectivas para 2014 25/02/2014 David Barioni Neto Mar/10 a Jun/11: Presidente Executivo (CEO) da Facility Group S.A. Nov/07 a Out/09: Presidente Executivo (CEO) da TAM Linhas Aéreas

Leia mais

Cidade de São Paulo. 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011

Cidade de São Paulo. 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011 Cidade de São Paulo 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011 LOCALIZAÇÃO POPULAÇÃO (Censo 2010) RMSP...19.683.975 habitantes Município de São Paulo...11.253.563 habitantes Estatuto

Leia mais

SEMINARIO 10 ANOS DA LEI DE PPP

SEMINARIO 10 ANOS DA LEI DE PPP SEMINARIO 10 ANOS DA LEI DE PPP Manifestações de Interesse da Iniciativa Privada (MIP) A experiência de São Paulo Companhia Paulista de Parcerias CPP Secretaria da Fazenda Salvador - Setembro/2014 Visão

Leia mais

gestão do sistema de transporte da cidade e abandonado o sistema de bondes alguns anos depois.

gestão do sistema de transporte da cidade e abandonado o sistema de bondes alguns anos depois. 16. METRÔ SÃO PAULO Local: São Paulo, Brasil. Tipo de Transporte: Metropolitano Slogan: Cada vez mais perto de você. Número de Linhas: 5 Número de Estações: 60 Inauguração: 14 de setembro de 1974 (36 anos)

Leia mais

TÉCNICAS CONSTRUTIVAS PARA INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES URBANOS

TÉCNICAS CONSTRUTIVAS PARA INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES URBANOS SEMINÁRIO INTERNACIONAL MOBILIDADE E TRANSPORTES: TEORIAS, PRÁTICAS E POLÍTICAS CONTEMPORÂNEAS TÉCNICAS CONSTRUTIVAS PARA INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES URBANOS BRASÍLIA, 28/08/2013 Sumário Vídeo institucional

Leia mais

O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte. Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba

O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte. Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba Curitiba SÃO PAULO População: 1.828.092 hab. Taxa de crescimento pop. 2000-2009: 1,71% 2008-2009:

Leia mais

EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1. São Leopoldo / Novo Hamburgo

EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1. São Leopoldo / Novo Hamburgo EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1 São Leopoldo / Novo Hamburgo ESCRITÓRIO DE FISCALIZAÇÃO Coordenação de Planejamento Coordenação de Medições, Controle Financeiro

Leia mais

Perspectivas do Trem de Alta Velocidade

Perspectivas do Trem de Alta Velocidade Perspectivas do Trem de Alta Velocidade Bernardo Figueiredo Julho/2013 TRENS DE ALTA VELOCIDADE Segurança: Trem de Alta Velocidade é mais seguro. AVIÃO Número de mortes por bilhão de passageiro/km RODOVIA

Leia mais

REFORMA DA ESTAÇÃO REPÚBLICA DO METRÔ DESAFIO NA CONSTRUÇÃO DA LINHA 4 AMARELA PROENGE ENGENHARIA DE PROJETOS LTDA

REFORMA DA ESTAÇÃO REPÚBLICA DO METRÔ DESAFIO NA CONSTRUÇÃO DA LINHA 4 AMARELA PROENGE ENGENHARIA DE PROJETOS LTDA REFORMA DA ESTAÇÃO REPÚBLICA DO METRÔ DESAFIO NA CONSTRUÇÃO DA LINHA 4 AMARELA PROENGE ENGENHARIA DE PROJETOS LTDA A LINHA 4 NO SISTEMA DE TRANSPORTE METROPOLITANO Sistema de transporte metropolitano incluindo

Leia mais

Luciano Coutinho Presidente

Luciano Coutinho Presidente BNDES e investimentos em São Paulo Assembléia Legislativa SP São Paulo, 26 de outubro de 2011 Luciano Coutinho Presidente A economia de São Paulo 2 SP: Participação das atividades econômicas no valor adicionado

Leia mais

METRO DO PORTO. Melhoria da mobilidade. Foto do site da Bombardier

METRO DO PORTO. Melhoria da mobilidade. Foto do site da Bombardier METRO DO PORTO Melhoria da mobilidade Foto do site da Bombardier Rui Site: Rodrigues www.maquinistas.org (Ver Opinião) Email rrodrigues.5@netcabo.pt Data: Público, 15 de Dezembro de 2003 METRO DO PORTO

Leia mais

Recordes à vista METRÔ ENGENHARIA

Recordes à vista METRÔ ENGENHARIA FOTOs: ANDRÉ SIQUEIRA / Divulgação Recordes à vista Por Juan Garrido Além das soluções em andamento, que farão com que as linhas de metrô em operação saltem do atual patamar de 74,3 quilômetros de extensão

Leia mais

19ª REUNIÃO DOS COMITÊS TÉCNICOS DA ALAMYS EMPREENDIMENTOS ASSOCIADOS METRÔ DE SÃO PAULO

19ª REUNIÃO DOS COMITÊS TÉCNICOS DA ALAMYS EMPREENDIMENTOS ASSOCIADOS METRÔ DE SÃO PAULO 19ª REUNIÃO DOS COMITÊS TÉCNICOS DA ALAMYS EMPREENDIMENTOS ASSOCIADOS METRÔ DE SÃO PAULO Cidade do Panamá 25 a 28 de maio de 2014 MACROMETRÓPOLE PAULISTA 173 municípios 30 milhões de habitantes (74% do

Leia mais

COMUNICAÇÃO TÉCNICA Nº 172966. Gestão sustentável das águas em campus universitário

COMUNICAÇÃO TÉCNICA Nº 172966. Gestão sustentável das águas em campus universitário COMUNICAÇÃO TÉCNICA Nº 172966 Gestão sustentável das águas em campus universitário Wolney Castilho Alves Palestra apresentada no 1. Seminário do Programa Campus Sustentável USP, 2015, São Paulo A série

Leia mais

INVESTIMENTOS EM AEROPORTOS

INVESTIMENTOS EM AEROPORTOS AEROPORTOS INVESTIMENTOS EM AEROPORTOS 6 concessões de aeroportos Investimentos de R$ 26 Bilhões São Gonçalo do Amarante RN Brasília DF Guarulhos SP Confins MG Viracopos SP Galeão RJ 5 operadores aeroportuários

Leia mais

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Melhoria da Infraestrutura Viária e Transporte na Capital Abril/2011 Mobilidade Urbana em Belo Horizonte BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1 VIADUTOS DE

Leia mais

81º ENIC Encontro Nacional da Indústria da Construção. PAINEL Saneamento: Desafios para a Universalização

81º ENIC Encontro Nacional da Indústria da Construção. PAINEL Saneamento: Desafios para a Universalização 81º ENIC Encontro Nacional da Indústria da Construção PAINEL Saneamento: Desafios para a Universalização Rogério de Paula Tavares Superintendente Nacional de Saneamento e Infra-estrutura Rio de Janeiro,

Leia mais

Memória do Ciclo Infra-estrutura Urbana na Área Central de São Paulo

Memória do Ciclo Infra-estrutura Urbana na Área Central de São Paulo PAINÉIS VIVA O CENTRO Painel Estrutura de Transportes Memória do Ciclo Infra-estrutura Urbana na Área Central de São Paulo São Paulo, outubro de 1997 1 2 ABERTURA Marco Antonio Ramos de Almeida Presidente

Leia mais

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. Descrição dos processos de gerenciamento das comunicações

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. Descrição dos processos de gerenciamento das comunicações PROJETO NOVAS FRONTEIRAS PLANO DE GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES COMMUNICATIONS MANAGEMENT PLAN Preparado por Tarcísio Viana Tavares Membro do time Versão 2 Aprovado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do

Leia mais

ATUAÇÃO DO TCU CONCESSÕES DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE INFRA ESTRUTURA

ATUAÇÃO DO TCU CONCESSÕES DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE INFRA ESTRUTURA SEMINÁRIO INTERNACIONAL CONCESSÃO DE AEROPORTOS ATUAÇÃO DO TCU NO ACOMPANHAMENTO DE CONCESSÕES DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE INFRA ESTRUTURA Francisco Giusepe Donato Martins Secretaria de Fiscalização de Desestatização

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO. As cidades e os. Mobilidade Urbana

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO. As cidades e os. Mobilidade Urbana As cidades e os desafios da Mobilidade Urbana Mobilidade é o deslocamento de pessoas e bens nas cidades. É sustentável quando: Valoriza o deslocamento do pedestre. Proporciona mobilidade às pessoas com

Leia mais

XXI ENCONTRO TÉCNICO AESABESP A IMPORTÂNCIA DA SOCIEDADE ORGANIZADA NA PROMOÇÃO DO SANEAMENTO AMBIENTAL

XXI ENCONTRO TÉCNICO AESABESP A IMPORTÂNCIA DA SOCIEDADE ORGANIZADA NA PROMOÇÃO DO SANEAMENTO AMBIENTAL XXI ENCONTRO TÉCNICO AESABESP A IMPORTÂNCIA DA SOCIEDADE ORGANIZADA NA PROMOÇÃO DO SANEAMENTO AMBIENTAL SOLUÇÕES ENCAMINHADAS Convênio GESP e PMSP e Criação do GT PAULISTA (Grupo Executivo de Secretários

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO 4º ENCONTRO PRESENCIAL POLO SÃO PAULO

PROGRAMAÇÃO DO 4º ENCONTRO PRESENCIAL POLO SÃO PAULO Mensagem da Coordenação Regional PROGRAMAÇÃO DO 4º ENCONTRO PRESENCIAL POLO SÃO PAULO Prezados estudantes: Estamos na reta de chegada! e orgulhosos do caminho percorrido por vocês em meio à sobrecarga

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras BRTs Criado no Brasil e exportado para diversas cidades, tais como Bogotá, Pequim e Johanesburgo,

Leia mais

Nome do Condomínio. Demonstrativo Financeiro

Nome do Condomínio. Demonstrativo Financeiro Mês: Janeiro 1.5 - Mês: Fevereiro 1.5 - Mês: Março 1.5 - Mês: Abril 1.5 - Mês: Maio 1.5 - Mês: Junho 1.5 - Mês: Julho 1.5 - Mês: Agosto 1.5 - Mês: Setembro 1.5 - Mês: Outubro 1.5 - Mês: Novembro 1.5 -

Leia mais

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Núcleo Recife

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Núcleo Recife OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Núcleo Recife A Copa e a Região Metropolitana do Recife MARIA ÂNGELA SOUZA (Coord. Observatório) ANA RAMALHO (Coord. Pesquisa) GERMANA SANTIAGO MARCELO ALLGAYER. ALINE SOUZA

Leia mais

Evolução do lucro líquido (em milhões de reais) - jan fev mar abr mai jun jul ago set

Evolução do lucro líquido (em milhões de reais) - jan fev mar abr mai jun jul ago set DISCUSSÃO E ANÁLISE PELA ADMINISTRAÇÃO DO RESULTADO NÃO CONSOLIDADO DAS OPERACÕES: PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2001 COMPARATIVO AO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2000 (em milhões de reais, exceto

Leia mais

RODOVIA DOS TAMOIOS (ESTADO DE SÃO PAULO)

RODOVIA DOS TAMOIOS (ESTADO DE SÃO PAULO) RODOVIA DOS TAMOIOS (ESTADO DE SÃO PAULO) ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 22/12/2014 ETAPA DO PROJETO Intenção Modelagem Iniciada PMI Iniciado Consulta Iniciada Consulta Encerrada Licitação em Andamento Vencedor Declarado

Leia mais

VAGÃO COM LONAS ANTI VANDALISMO PARA CELOLOSE

VAGÃO COM LONAS ANTI VANDALISMO PARA CELOLOSE VAGÃO COM LONAS ANTI VANDALISMO PARA CELOLOSE Informações Gerais 81 Vagões Transformados a partir de FRS Inicio do fluxo : Abril/2003 Trajeto : Jacareí Porto de Santos Distancia : 160 Km Tempo de Ciclo

Leia mais

onthespot é a empresa de digital out of home, do Grupo Telefonica, que está presente na rotina das pessoas, em todos os momentos do seu dia à dia,

onthespot é a empresa de digital out of home, do Grupo Telefonica, que está presente na rotina das pessoas, em todos os momentos do seu dia à dia, DIGITAL OUT OF HOME onthespot é a empresa de digital out of home, do Grupo Telefonica, que está presente na rotina das pessoas, em todos os momentos do seu dia à dia, com um conteúdo pertinente de acordo

Leia mais

QUAL O NÚMERO DE VEÍCULOS QUE CIRCULA EM SÃO PAULO?

QUAL O NÚMERO DE VEÍCULOS QUE CIRCULA EM SÃO PAULO? QUAL O NÚMERO DE VEÍCULOS QUE CIRCULA EM SÃO PAULO? RESENHA Carlos Paiva Qual o número de veículos que circula em um dia ou a cada hora do dia na Região Metropolitana, no município e no centro expandido

Leia mais

PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO PAC - RIO

PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO PAC - RIO PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO PAC - RIO ARCO METROPOLITANO TRAÇADO GERAL E SEGMENTAÇÃO Ligação entre a BR 101/NORTE em Manilha/Itaboraí a BR-101/SUL (Rod. Rio-Santos) em Itaguaí Extensão de 145

Leia mais

COPA DO MUNDO 2014 COMITÊ GESTOR DA COPA

COPA DO MUNDO 2014 COMITÊ GESTOR DA COPA COPA DO MUNDO 2014 COMITÊ GESTOR DA COPA CONCEITOS IMPORTANTES PARA COPA 2014 Cidade Sede Porto Alegre considera o local do Estádio, o município de Porto Alegre (onde se localiza o Estádio), e o Estado

Leia mais

SAO PAULO, BRAZIL AND SOUTH AMERICA

SAO PAULO, BRAZIL AND SOUTH AMERICA SAO PAULO, BRAZIL AND SOUTH AMERICA Brazil Sao Paulo State Area (km²)¹ Population (thousand inhab)² % Population Brazil 8.514.877 183.987 - Sao Paulo 248.210 39.827 21,65% RMSP 7.944 19.221 10,44% ¹ IBGE

Leia mais

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 -

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 - Anexo A - Mobilidade Urbana Empreendimento (obra, projeto e desapropriação) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2-2 Belo Horizonte Corredor Pedro II e Obras Complementares nos

Leia mais

MRS Logística S.A. 180

MRS Logística S.A. 180 MRS Logística S.A. 180 11 MRS - MRS LOGÍSTICA S.A. 11.1 Informações Gerais da Ferrovia A MRS Logística S.A. obteve a concessão da Malha Sudeste, pertencente à Rede Ferroviária Federal S.A., no leilão realizado

Leia mais

A importância das Agencias Governamentais na Localização dos Data Center"

A importância das Agencias Governamentais na Localização dos Data Center "A importância dos agentes governamentais na definição do Local dos Data Centers" Painel A importância das Agencias Governamentais na Localização dos Data Center" Tópicos: A DCT Realty gostaria de promover

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Manaus. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Manaus. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Manaus Setembro/2013 Manaus: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

ESTAÇÃO PINHEIROS DO METRÔ ACIDENTE IMPREVISÍVEL?

ESTAÇÃO PINHEIROS DO METRÔ ACIDENTE IMPREVISÍVEL? ESTAÇÃO PINHEIROS DO METRÔ ACIDENTE IMPREVISÍVEL? Profº Josef Rieckmann Marcio Fernandes/AE A necessidade de oferecer infra-estrutura básica à crescente população da maior metrópole brasileira São Paulo

Leia mais

Têm direito ao transporte coletivo gratuito as pessoas portadoras de deficiência física.

Têm direito ao transporte coletivo gratuito as pessoas portadoras de deficiência física. XV TRANSPORTE COLETIVO GRATUITO MUNICIPAL E INTERMUNICIPAL Decreto 34.753/92 Lei 11.250/92 Resolução Conjunta SS/STM 01/03 A legislação dispõe sobre a isenção de tarifas no sistema de transporte coletivo

Leia mais

3.7 FCA - FERROVIA CENTRO-ATLÂNTICA S.A.

3.7 FCA - FERROVIA CENTRO-ATLÂNTICA S.A. 3.7 FCA - FERROVIA CENTRO-ATLÂNTICA S.A. 3.7.1 Informações Gerais da Ferrovia A Ferrovia Centro-Atlântica S.A. obteve a concessão da Malha Centro-Leste, pertencente à Rede Ferroviária Federal S.A., no

Leia mais

Cenário atual da disponibilidade hídrica na RMSP e contribuições para inovação e uso racional da água.

Cenário atual da disponibilidade hídrica na RMSP e contribuições para inovação e uso racional da água. 28 de maio de 2014 Cenário atual da disponibilidade hídrica na RMSP e contribuições para inovação e uso racional da água. Edson Geraldo V. Souza - SABESP AGENDA SABESP ÁGUA NO PLANETA ADMINISTRAÇÃO DA

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred)

COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred) COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III 1ª SÉRIE/ EM 2011 FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS: CINEMÁTICA Prof. Carlos Frederico (Fred) 1) (UFRJ) Um maratonista percorre a distância de 42 km em duas

Leia mais

Engenharia e Arquitetura

Engenharia e Arquitetura Engenharia e Arquitetura Directoria SISTRAN fornece serviços de consultoria em Planejamento, Jaime Waisman Engenheiro Civil pela Universidade Mackenzie, economista da Faculdade da Universidade de São Paulo

Leia mais

Relatório Mensal Junho 2007

Relatório Mensal Junho 2007 Relatório Mensal Junho 2007 Rio de Janeiro, 10 de julho de 2007. AO BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL BNDES Rio de Janeiro RJ A/C: GESTOR DO CONTRATO Ref.: Manutenção e operação da rede

Leia mais

TRANSPORTE TRENS REGIONAIS

TRANSPORTE TRENS REGIONAIS TRANSPORTE TRENS REGIONAIS Eng. Peter Alouche Consultor de Transporte São Paulo 08/05/2014 Claude Monet É DA JANELA DO TREM RODANDO A 80 KM POR HORA QUE NASCEU NO SÉCULO XIX A PINTURA IMPRESSIONISTA Camille

Leia mais

200 180 Indice (abr/2004=100) 160 140 120 100 80 dez/97 jun/98 dez/98 jun/99 dez/99 jun/00 dez/00 jun/01 dez/01 jun/02 dez/02 jun/03 dez/03 jun/04 dez/04 jun/05 dez/05 jun/06 dez/06 jun/07 dez/07 Faturamento

Leia mais