CURSO SECTOR NÃO LUCRATIVO REGIME FISCAL E CONTABILÍSTICO (ESFL)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO SECTOR NÃO LUCRATIVO REGIME FISCAL E CONTABILÍSTICO (ESFL)"

Transcrição

1 CURSO SECTOR NÃO LUCRATIVO REGIME FISCAL E CONTABILÍSTICO (ESFL)

2 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação FICHA DE INSCRIÇÃO Moneris Academy Sector não Lucrativo Regime Fiscal e Contabilístico

3 1. INTRODUÇÃO As organizações do sector não lucrativo vivem hoje dias de enormes desafios, quer pelo incremento das solicitações, quer, em contraciclo, pela diminuição de recursos e pelo incremento das responsabilidades. Neste último âmbito e fruto do processo de harmonização contabilística internacional, temos vindo a assistir a uma reforma no sistema contabilístico português, no sentido de acolher, com as devidas adaptações, o normativo contabilístico do IASB. Neste contexto, o Decreto-Lei n.º 36-A/2011, de 9 de Março veio aprovar o Regime da normalização contabilística para as entidades do sector não lucrativo (ESNL), revogando os planos de contas sectoriais baseados no Plano Oficial de Contabilidade (POC), entretanto substituído pelo SNC, nomeadamente: Plano de Contas das Instituições Particulares de Solidariedade Social; Plano de Contas das Associações Mutualistas; e Plano Oficial de Contas para Federações Desportivas, Associações e Agrupamentos de Clubes. Contudo, mantêm-se inalterados os planos sectoriais baseados no Plano Oficial de Contabilidade Pública. Este cenário de mudança significativa na área da contabilidade, em particular no sector não lucrativo, criou enormes necessidades de aquisição e atualização de conhecimentos, capazes de dar resposta a estas novas exigências, emanadas do novo normativo. 2. DESENVOLVIMENTO A Proposta pedagógica Carga horária formação: 8,5 horas / sessão Data de realização: Lisboa: 24-Out-2014 Porto: 07-Out-2014 Horário: Das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h30 Destinatários: Este curso é destinado a profissionais dos departamentos de contabilidade e financeiros das entidades sem fins lucrativos, bem como aos respectivos gestores e membros de direção. Objetivos: O presente curso tem como principal objectivo transmitir e aprofundar conhecimentos teórico-práticos sobre a normalização contabilística em entidades do sector não lucrativo, procedendo a uma análise detalhada da NCRF-ESNL e do normativo contabilístico nacional em vigor (SNC), bem como os respectivos aspectos fiscais inerentes, permitindo: Identificar as linhas gerais da nova NCRF-ESNL, conseguindo aplicar o novo normativo às realidades concretas das entidades onde desempenham funções, Proceder à preparação dos novos modelos de Demonstrações Financeiras. Distinguir no plano teórico como surgem, se reconhecem e mensuram os componentes das DF; Adquirir capacidades para poder proceder às reclassificações e ajustamentos necessários ao referencial SNC. Material a disponibilizar: Certificado (O limite máximo de faltas, para efeitos de emissão de certificado é de 10% do número total de horas da ação de formação) Apresentação da sessão formativa, em formato digital Pastas, canetas e folhas para apontamentos Critérios e metodologias de avaliação: Avaliação Diagnóstica e final: aplicada no início do curso e fim do curso No final do curso o Formando irá avaliar: Formador; Ação de Formação; Entidade Formadora Programa de formação: 1. Norma Contabilística e de Relato Financeiro para Entidades do Sector Não Lucrativo (NCRFESNL) 1.1. Objectivo e âmbito 1.2. Ativos fixos tangíveis e ativos intangíveis: Definição, reconhecimento, mensuração inicial e subsequente, imparidade, divulgação 1.3. Locações: Definições, reconhecimento, mensuração e divulgação 1.4. Inventários, rédito e custos de empréstimos obtidos: definição, reconhecimento, mensuração e divulgação e 1.5. Provisões, passivos e ativos contingentes 1.6. Subsídios e outros apoios: Definição, reconhecimento e divulgação 1.7. Operações em moeda estrangeira: os efeitos de alterações em taxas de câmbio 1.8. Impostos sobre o rendimento: Definição, reconhecimento, mensuração, apresentação e divulgação 1.9. Instrumentos financeiros: Definição, reconhecimento, mensuração, imparidade e divulgação Benefícios dos empregados: reconhecimento e mensuração 2. Transição para a normalização contabilística das ESNL 2.1. Elaboração e apresentação das Demonstrações Financeiras 2.2. Bases para a Apresentação das Demonstrações Financeiras 2.3. Estrutura e conteúdo das DF: Balanço; Demonstração dos Resultados (por Natureza e por funções); Demonstração de alterações nos fundos patrimoniais; Demonstração dos fluxos de caixa; Anexo; Mapa de recebimentos e pagamentos; Mapa de património fixo 2.4. Mapa de direitos e compromissos futuros 2.5. Considerações em torno das DF: politicas contabilísticas alterações nas estimativas contabilísticas e erros) 03 Moneris Academy Sector não Lucrativo Regime Fiscal e Contabilístico

4 B Investimento Clientes Moneris Investimento / participante * 1 inscrição 200,00 euros 2 ou mais inscrições 160,00 euros Não Cliente Moneris Investimento / participante * 1 inscrição 250,00 euros 2 ou mais inscrições 200,00 euros * Acresce IVA à taxa legal em vigor C Condições de participação Inscrição: Até 5 dias antes da data de início do curso, mediante devolução da Ficha de Inscrição; A inscrição só será válida após pagamento, ou datas a acordar; Pagamento da Inscrição: O pagamento deverá ser efetuado atá ao prazo limite de inscrição, nomeadamente 5 dias antes da data de início do curso, ou até á data acordada As anulações verificadas até 2 dias antes do início da ação, darão origem à retenção ou processamento de 20% do valor de inscrição em compensação das despesas administrativas efetuadas e prejuízos sofridos por cancelamento de última hora As anulações verificadas com mais de 2 dias antes do início da ação, o valor recebido pela inscrição será devolvido na totalidade, no prazo de 48 horas, de preferência por transferência bancária 04 Moneris Academy Sector não Lucrativo Regime Fiscal e Contabilístico

5 3. FICHA DE INSCRIÇÃO Formação Sector não Lucrativo Regime Fiscal e Contabilístico Localização (assinale a opção pretendida) Lisboa Porto Data de realização 24-Out Out-2014 Horário 9h00-13h00 / 14h00-18h30 9h00-13h00 / 14h00-18h30 Valores de inscrição para Lisboa e Porto Clientes Moneris Não Cliente Moneris 1 inscrição 2 ou mais inscrições 1 inscrição 2 ou mais inscrições Aos valores apresentados acresce IVA à taxa legal, caso seja devido Preencha os seus dados: Empresa NIPC Morada Cód. Postal - Localidade Telefone Fax Nome Participante 1 Nome Participante 2 Nome Participante 3 Nome Participante 4 Dados de pagamento Empresa NIPC NIB Moneris Serviços de Gestão, S.A BANCO: BPI Informações e inscrições Pedro Neto Coordenador Moneris Academy Tel: (+351) Fax: (+351) Nota: A Moneris reserva-se ao direito de não realizar ou de adiar as ações de formação sempre que não seja atingido o número mínimo de participantes 05 Moneris Academy Sector não Lucrativo Regime Fiscal e Contabilístico

6 Moneris - Formação Certificada Algés Centro Empresarial Arquiparque Rua Dr. António Loureiro Borges, nº 1, 2º Piso ALGÉS Tel.: (+351) Fax: (+351)

CURSO MICROSOFT OUTLOOK

CURSO MICROSOFT OUTLOOK CURSO MICROSOFT OUTLOOK ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy Microsoft

Leia mais

MICROSOFT EXCEL AVANÇADO

MICROSOFT EXCEL AVANÇADO CURSO MICROSOFT EXCEL AVANÇADO MACROS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy

Leia mais

CURSO CONTABILIDADE E FINANÇAS PARA JURISTAS

CURSO CONTABILIDADE E FINANÇAS PARA JURISTAS CURSO CONTABILIDADE E FINANÇAS PARA JURISTAS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris

Leia mais

CURSO FINANÇAS PARA NÃO FINANCEIROS

CURSO FINANÇAS PARA NÃO FINANCEIROS CURSO FINANÇAS PARA NÃO FINANCEIROS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy

Leia mais

CURSO RH SELECIONAR COM SUCESSO

CURSO RH SELECIONAR COM SUCESSO CURSO RH SELECIONAR COM SUCESSO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy RH

Leia mais

CURSO DESENVOLVER A RELAÇÃO COM O CLIENTE

CURSO DESENVOLVER A RELAÇÃO COM O CLIENTE CURSO DESENVOLVER A RELAÇÃO COM O CLIENTE ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris

Leia mais

CURSO COMO FAZER UM BUSINESS PLAN?

CURSO COMO FAZER UM BUSINESS PLAN? CURSO COMO FAZER UM BUSINESS PLAN? ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy

Leia mais

CURSO PLANEAMENTO FISCAL

CURSO PLANEAMENTO FISCAL CURSO PLANEAMENTO FISCAL ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy Planeamento

Leia mais

CURSO PREVISÃO, GESTÃO E CONTROLO DE TESOURARIA

CURSO PREVISÃO, GESTÃO E CONTROLO DE TESOURARIA CURSO PREVISÃO, GESTÃO E CONTROLO DE TESOURARIA ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris

Leia mais

CURSO LIDERANÇA E GESTÃO DE EQUIPAS

CURSO LIDERANÇA E GESTÃO DE EQUIPAS CURSO LIDERANÇA E GESTÃO DE EQUIPAS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy

Leia mais

CURSO SOCIAL MEDIA MARKETING

CURSO SOCIAL MEDIA MARKETING CURSO SOCIAL MEDIA MARKETING ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy Social

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA NO SECTOR NÃO LUCRATIVO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA NO SECTOR NÃO LUCRATIVO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA NO SECTOR NÃO LUCRATIVO Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Escola Superior de Gestão 1 JUSTIFICAÇÃO DO CURSO No âmbito do processo de harmonização

Leia mais

CURSO GESTÃO DO CRÉDITO A CLIENTES E COBRANÇAS

CURSO GESTÃO DO CRÉDITO A CLIENTES E COBRANÇAS CURSO GESTÃO DO CRÉDITO A CLIENTES E COBRANÇAS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) 5ª Edição

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) 5ª Edição CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) 5ª Edição Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Escola Superior de Gestão Março de 2009 JUSTIFICAÇÃO DO CURSO No âmbito do processo

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO:

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO: CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) Apresentação A Comissão de Normalização Contabilística aprovou em Julho de 2007 o projecto do novo Sistema de Normalização Contabilística

Leia mais

Novo Sistema de Normalização Contabilística

Novo Sistema de Normalização Contabilística Acção de Formação Novo Sistema de Normalização Contabilística Novo Sistema de Normalização Contabilística Programa: 16 horas Formador: Dr. Vitor de Almeida Apresentação das demonstrações financeiras Estrutura

Leia mais

CURSO MICROSOFT EXCEL APERFEIÇOAMENTO

CURSO MICROSOFT EXCEL APERFEIÇOAMENTO CURSO MICROSOFT EXCEL APERFEIÇOAMENTO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy

Leia mais

CURSO LEITURA E ANÁLISE DE MAPAS CONTABILÍSTICOS E FINANCEIROS

CURSO LEITURA E ANÁLISE DE MAPAS CONTABILÍSTICOS E FINANCEIROS CURSO LEITURA E ANÁLISE DE MAPAS CONTABILÍSTICOS E FINANCEIROS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO

Leia mais

Introdução à Contabilidade 2014/2015. Financeira

Introdução à Contabilidade 2014/2015. Financeira Introdução à Contabilidade 2014/2015 Financeira 2 Sumário 1. O papel da contabilidade nas organizações. 2. A contabilidade externa vs a contabilidade interna. 3. Os diversos utilizadores da contabilidade.

Leia mais

Trabalho de Grupo. Contabilidade Geral 1. Ano lectivo 2007/2008 1º Semestre

Trabalho de Grupo. Contabilidade Geral 1. Ano lectivo 2007/2008 1º Semestre Trabalho de Grupo Contabilidade Geral 1 Ano lectivo 2007/2008 1º Semestre 1 1 Objectivo Pretende-se com o presente trabalho que os alunos procedam a uma análise sintética do Novo Sistema de Normalização

Leia mais

CURSO MICROSOFT WORD AVANÇADO

CURSO MICROSOFT WORD AVANÇADO CURSO MICROSOFT WORD AVANÇADO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy Microsoft

Leia mais

CURSO RH SELECIONAR COM SUCESSO

CURSO RH SELECIONAR COM SUCESSO CURSO RH SELECIONAR COM SUCESSO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy RH

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DE GESTÃO

BOAS PRÁTICAS DE GESTÃO CURSO BOAS PRÁTICAS DE GESTÃO REPORTE FINANCEIRO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris

Leia mais

SNC Casos Práticos. Lisboa, 11, 18 e 25 de outubro,6 Porto, 22 e 30 novembro, 6 e 13 de dezembro. www.pwc.pt/academy. Academia da PwC.

SNC Casos Práticos. Lisboa, 11, 18 e 25 de outubro,6 Porto, 22 e 30 novembro, 6 e 13 de dezembro. www.pwc.pt/academy. Academia da PwC. www.pwc.pt/academy SNC Casos Práticos Lisboa, 11, 18 e 25 de outubro,6 outubro, de novembro Porto, 22 e 30 novembro, 6 e 13 de dezembro Academia da PwC 6ªEdição Lideres na formação de executivos no SNC,

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º 51 14 de Março de 2011 1425. c) Quantia de qualquer reembolso de subsídio que tenha sido reconhecido como um gasto.

Diário da República, 1.ª série N.º 51 14 de Março de 2011 1425. c) Quantia de qualquer reembolso de subsídio que tenha sido reconhecido como um gasto. Diário da República, 1.ª série N.º 51 14 de Março de 2011 1425 c) Quantia de qualquer reembolso de subsídio que tenha sido reconhecido como um gasto. 12 Impostos sobre o rendimento: 12.1 Devem ser divulgados

Leia mais

CURSO NEGOCIAÇÃO E COMUNICAÇÃO COM CLIENTES DIFÍCEIS

CURSO NEGOCIAÇÃO E COMUNICAÇÃO COM CLIENTES DIFÍCEIS CURSO NEGOCIAÇÃO E COMUNICAÇÃO COM CLIENTES DIFÍCEIS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05

Leia mais

CURSO GESTÃO DO TEMPO E COMUNICAÇÃO

CURSO GESTÃO DO TEMPO E COMUNICAÇÃO CURSO GESTÃO DO TEMPO E COMUNICAÇÃO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy

Leia mais

CURSO ELABORAÇÃO DO PLANO DE FORMAÇÃO E A GESTÃO DA FORMAÇÃO

CURSO ELABORAÇÃO DO PLANO DE FORMAÇÃO E A GESTÃO DA FORMAÇÃO CURSO ELABORAÇÃO DO PLANO DE FORMAÇÃO E A GESTÃO DA FORMAÇÃO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO

Leia mais

CURSO ATENDIMENTO E RELACIONAMENTO COM O CLIENTE

CURSO ATENDIMENTO E RELACIONAMENTO COM O CLIENTE CURSO ATENDIMENTO E RELACIONAMENTO COM O CLIENTE ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris

Leia mais

Sistema de Normalização Contabilística

Sistema de Normalização Contabilística www.pwcacademy.pt Sistema de Normalização Contabilística Sector da Construção Academia da PwC Oportunidade para apreender os principais aspectos do novo modelo de normalização contabilística bem como os

Leia mais

1.5. Sede da entidade-mãe Largo Cónego José Maria Gomes 4800-419 Guimarães Portugal.

1.5. Sede da entidade-mãe Largo Cónego José Maria Gomes 4800-419 Guimarães Portugal. ANEXO ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DO PERÍODO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 (Montantes expressos em euros) 1. IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE 1.1. Designação da Entidade Casfig Coordenação de âmbito social

Leia mais

Desafios da Gestão Financeira

Desafios da Gestão Financeira Desafios da Gestão Financeira Agenda Gestão de Parques Habitacionais Sistema de Normalização Contabilística aplicável às Administrações Públicas (SNC-AP) Gestão de Parques Habitacionais Sistema de Gestão

Leia mais

CURSO CONSOLIDAÇÃO DE CONTAS

CURSO CONSOLIDAÇÃO DE CONTAS CURSO CONSOLIDAÇÃO DE CONTAS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy Consolidação

Leia mais

INFORMAÇÃO TÉCNICA N.º 20/2013. Entidades do Sector Não lucrativo ESNL Associações, Clubes Desportivos, IPSS (Oficio Circulado n.

INFORMAÇÃO TÉCNICA N.º 20/2013. Entidades do Sector Não lucrativo ESNL Associações, Clubes Desportivos, IPSS (Oficio Circulado n. INFORMAÇÃO TÉCNICA N.º 20/2013 Entidades do Sector Não lucrativo ESNL Associações, Clubes Desportivos, IPSS (Oficio Circulado n.º 20167/2013) As exigências contabilísticas e fiscais para as entidades do

Leia mais

Catálogo de cursos online

Catálogo de cursos online www.pwc.pt/academy PwC s Academy Catálogo de cursos online PwC s Academy Portefólio de soluções formativas de profissionais para profissionais Soluções de aprendizagem online Os cursos em formato de elearning

Leia mais

Normas Contabilísticas e de Relato Financeiro NCRF

Normas Contabilísticas e de Relato Financeiro NCRF Sistema de Normalização Contabilística Após leitura e análise das Normas Contabilísticas e de Relato Financeiro (NCRF), a entrarem em vigor já em Janeiro próximo, senti me na obrigação de escrever este

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E ANEXO ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E ANEXO ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E ANEXO ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS (EM EUROS) Relatório Anual 2012 2 Relatório Anual 2012 3 Relatório Anual 2012 4 Relatório Anual 2012 5 Relatório

Leia mais

Portaria n.º 104/2011, de 14 de Março, n.º 51 - Série I

Portaria n.º 104/2011, de 14 de Março, n.º 51 - Série I Aprova os modelos para várias demonstrações financeiras para microentidades A O Decreto-Lei n.º 36-A/2011, de 9 de Março, aprovou o regime da normalização contabilística para microentidades, prevendo a

Leia mais

Efeito do Sistema de Normalização Contabilística

Efeito do Sistema de Normalização Contabilística Efeito do Sistema de Normalização Contabilística - Enquadramento do SNC (Novo Sistema de Normalização Contabilística) - O papel do empresário neste processo - Justo valor Quais os efeitos nas empresas.

Leia mais

KEY Centro de Formação, Lda. Regulamento de Funcionamento da Formação

KEY Centro de Formação, Lda. Regulamento de Funcionamento da Formação Regulamento de Funcionamento da Formação KEY Centro de Formação, Lda. Regulamento de Funcionamento da Formação Página 2 de 12 ÍNDICE 1. ENQUADRAMENTO... 3 2. REQUISITOS DE ACESSO E FORMAS DE INSCRIÇÃO...

Leia mais

Sistema de Normalização Contabilística

Sistema de Normalização Contabilística Sistema de Normalização Contabilística A MUDANÇA PARA UM NOVO AMBIENTE CONTABILISTICO SETEMBRO OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO 2009 1 Sistema de Normalização Contabilística Trata-se de uma mudança de grande

Leia mais

Mini-MBA de Marketing

Mini-MBA de Marketing Mini-MBA de Marketing Coordenador/Formador: José Guimarães Índice Designação do curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 3 Objectivo Geral... 3 Objetivos

Leia mais

CENTRO DE CARIDADE NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

CENTRO DE CARIDADE NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO CENTRO DE CARIDADE NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO Demonstrações Financeiras 31 de Dezembro de 2014 Índice Balanço... 3 Demonstração dos Resultados por Naturezas... 4 Demonstração dos Fluxos de Caixa...

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO O presente Regulamento pretende enquadrar as principais regras e linhas de orientação pelas quais se rege a atividade formativa da LEXSEGUR, de forma a garantir

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E ANEXO

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E ANEXO ANEXO 1 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E ANEXO DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS (EM EUROS) 2 3 4 5 6 ÍNDICE DO ANEXO ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 1. Nota introdutória 2. Referencial contabilístico de preparação das

Leia mais

REGULAMENTO DE PREÇOS ÍNDICE ALTERAÇÕES

REGULAMENTO DE PREÇOS ÍNDICE ALTERAÇÕES ÍNDICE 1 Objetivo e campo de aplicação 2 2 Definições 2 3 Referências bibliográficas 2 4 Introdução 2 5 Disposições gerais 2 6 Tabela de Preços para Acreditação de Laboratórios 4 7 Tabela de Preços para

Leia mais

Contabilidade Normas Internacionais Futura Normalização Contabilística. 1 de Março de 2007

Contabilidade Normas Internacionais Futura Normalização Contabilística. 1 de Março de 2007 Contabilidade Normas Internacionais 1 de Março de 2007 O pessimista queixa-se do vento, o optimista espera que ele mude e o realista ajusta as velas (William George Ward) 1. Influência do meio envolvente

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S CÂMARA DO COMÉRCIO DE ANGRA DO HEROÍSMO E INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Angra do Heroísmo 2010/2011 1 Objectivos Este curso de pós-graduação

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE LUTAS AMADORAS, U.P.D.

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE LUTAS AMADORAS, U.P.D. FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE LUTAS AMADORAS, U.P.D. NIPC 500 871 787 ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS - 2013 EM SNC-ESNL ANEXO As presentes demonstrações financeiras vão ser submetidas a deliberação da Assembleia

Leia mais

Consolidação de Contas

Consolidação de Contas www.pwc.pt/academy Consolidação de Contas 6ª Edição Lisboa, 12 e 16 de abril 2013 Academia da PwC Esta formação reúne condições para a atribuição de créditos, nos termos previstos no Regulamento de Atribuição

Leia mais

Regulamento do Núcleo de Formação

Regulamento do Núcleo de Formação Regulamento do Núcleo de Formação 2013 1.Nota Introdutória Qualquer processo de formação com qualidade exige medidas e instrumentos de normalização e controlo, que permitam garantir desempenhos de excelência

Leia mais

Impostos Diferidos e o SNC

Impostos Diferidos e o SNC Impostos Diferidos e o SNC Na vigência do anterior Plano Oficial de Contabilidade (POC) a Directriz Contabilistica (DC) nº 28, da Comissão de Normalização Contabilística (CNC) veio, em tempo, estabelecer

Leia mais

Novo Modelo Contabilístico

Novo Modelo Contabilístico www.pwcacademy.pt Novo Modelo Contabilístico Sistema de Normalização Contabilística (SNC) Academia da PwC Oportunidade única para apreender os principais aspectos do novo modelo de normalização contabilística.

Leia mais

ANEXO PE, EXERCÍCIO ECONÓMICO DE 2010

ANEXO PE, EXERCÍCIO ECONÓMICO DE 2010 ANEXO PE, EXERCÍCIO ECONÓMICO DE 2010 1 Identificação da entidade 1.1 Designação da entidade APOTEC Associação Portuguesa de Técnicos de Contabilidade 1.2 Sede Rua Rodrigues Sampaio, 50-3º-Esq. 1169-029

Leia mais

Impacto fiscal das normas IAS/IFRS Especial ênfase no sector não financeiro e não segurador. Domingos Cravo GETOC ISCA UA Out2007

Impacto fiscal das normas IAS/IFRS Especial ênfase no sector não financeiro e não segurador. Domingos Cravo GETOC ISCA UA Out2007 Impacto fiscal das normas IAS/IFRS Especial ênfase no sector não financeiro e não segurador Domingos Cravo GETOC ISCA UA Out2007 1 2 Plano da Apresentação 1. As IAS/IFRS no ordenamento contabilístico Comunitário

Leia mais

Apuramento do resultado fiscal em SNC

Apuramento do resultado fiscal em SNC www.pwcacademy.pt Apuramento do resultado fiscal em SNC Lisboa, 23 e 29 de Novembro Academia da PwC Lisboa, 7ª edição Esta formação reúne conteúdos para a atribuição de créditos, nos termos previstos no

Leia mais

Lean Management na Indústria Alimentar

Lean Management na Indústria Alimentar Lean Management na Indústria Alimentar de 1.) Introdução O atual desafio colocado às empresas para a sua sobrevivência, demonstra que só aquelas que são ágeis e magras são competitivas nos mercados exigentes

Leia mais

Agenda Evolução de mapas legais Obrigado AGENDA Evolução do Normativo Contabilístico Nacional SNC Demonstrações Financeiras A nova terminologia Dificuldades de transição Siglas SNC: Sistema de Normalização

Leia mais

Mini MBA de Especialização em Análise e Gestão de Seguros de Vida Pedro Milheiro Galha

Mini MBA de Especialização em Análise e Gestão de Seguros de Vida Pedro Milheiro Galha Mini MBA de Especialização em Análise e Gestão de Seguros de Vida Pedro Milheiro Galha www.highskills.pt geral@highskills.pt Índice Designação do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil

Leia mais

Contabilidade Introdução ao SNC

Contabilidade Introdução ao SNC Contabilidade Introdução ao SNC DATAS A definir (assim que seja atingido o número mínimo de inscrições) HORÁRIO Pós-Laboral, à 2ª, 3ª e 5ª, das 19h00 às 23h00 ou Sábado, das 9h30 às 13h00 e das 14h00 às

Leia mais

newsletter Nº 82 NOVEMBRO / 2013

newsletter Nº 82 NOVEMBRO / 2013 newsletter Nº 82 NOVEMBRO / 2013 Assuntos em Destaque Resumo Fiscal/Legal Outubro de 2013 2 Contabilização dos Subsídios do Governo e Divulgação de Apoios do Governo 3 Revisores e Auditores 7 LEGISLAÇÃO

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

Acção de Formação Contabilidade Geral - Primavera v8

Acção de Formação Contabilidade Geral - Primavera v8 Acção de Formação Contabilidade Geral - Primavera v8 MoreData, Sistemas de Informação Campo Grande 28, 10º E 1700-093 Lisboa 213520171 info@moredata.pt Índice de Conteúdos Introdução...3 Sobre o Curso...4

Leia mais

IFRS Update Newsletter

IFRS Update Newsletter www.pwc.pt Newsletter 9ª Edição 2º semestre 2015 César A. R. Gonçalves Presidente do Comité Técnico da PwC Portugal Após três exercícios em que a entrada em vigor de novas normas e alterações às existentes

Leia mais

LIVRO SNC CONTABILIDADE FINANCEIRA: SUA APLICAÇÃO

LIVRO SNC CONTABILIDADE FINANCEIRA: SUA APLICAÇÃO LIVRO SNC CONTABILIDADE FINANCEIRA: SUA APLICAÇÃO P. 2 Sistema de Normalização Contabilística Prático SNC Contabilidade Financeira: sua aplicação CAPÍTULO 1 CONTABILIDADE E O SEU PAPEL PARTE I P. 28 (QUESTÃO

Leia mais

Organização de Apoio e Solidariedade para a Integração Social

Organização de Apoio e Solidariedade para a Integração Social Organização de Apoio e Solidariedade para a Integração Social ANEXO para as Contas do Ano 2014 1/ IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE: 1.1 / Designação da entidade: OASIS Organização de Apoio e Solidariedade para

Leia mais

Consolidação de Contas

Consolidação de Contas www.pwc.pt/academy Consolidação de Contas 5ª Edição Lisboa, 9 e 16 de novembro Porto, 21 e 26 de novembro Academia da PwC 5ª Edição Esta formação reúne condições para a atribuição de créditos, nos termos

Leia mais

Fundação Denise Lester

Fundação Denise Lester Relatório e Contas 2010 Fundação Denise Lester Fundação Denise Lester 1/14 Balanço ACTIVO Notas Exercício findo a 31/12/2010 Exercício findo a 31/12/2009 Activo não corrente Activos fixos tangíveis 2.291.289,31

Leia mais

CENTRO SÓCIO - CULTURAL E DESPORTIVO SANDE S. CLEMENTE Rua N. Senhora da Saúde nº 91 -S. Clemente de Sande

CENTRO SÓCIO - CULTURAL E DESPORTIVO SANDE S. CLEMENTE Rua N. Senhora da Saúde nº 91 -S. Clemente de Sande CENTRO SÓCIO - CULTURAL E DESPORTIVO SANDE S. CLEMENTE Rua N. Senhora da Saúde nº 91 -S. Clemente de Sande NIPC :501971327 NISS :20007555241 NOTAS PERÍODOS 31-12-2014 31-12- ACTIVO Activo não corrente

Leia mais

Índice: Objetivo Geral... 3. Objetivos Específicos... 3. Destinatários... 3. Duração Total... 3. Pré-requisitos... 3. Perfil de Saída...

Índice: Objetivo Geral... 3. Objetivos Específicos... 3. Destinatários... 3. Duração Total... 3. Pré-requisitos... 3. Perfil de Saída... Índice: Objetivo Geral... 3 Objetivos Específicos... 3 Destinatários... 3 Duração Total... 3 Pré-requisitos... 3 Perfil de Saída... 4 Estrutura modular e respetiva carga horária... 4 Metodologia... 4 Condições

Leia mais

I B 1:) CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS. Introdução

I B 1:) CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS. Introdução Relatório e Contas do Exercício de 2013 10, I B 1:) Te[: +351 217 990 420 Av. da República, 50-1Q Fax: +351 217990439 1069-211 Lisboa www. bdo. pt CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS Introdução 1. Examinámos

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Turismo 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA PERSPECTIVA DOS UTILIZADORES (DGCI)

SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA PERSPECTIVA DOS UTILIZADORES (DGCI) SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA PERSPECTIVA DOS UTILIZADORES (DGCI) ÍNDICE 1.A RELAÇÃO ENTRE A CONTABILIDADE E A FISCALIDADE 2. IMPLICAÇÕES FISCAIS DO SNC 2.1 - Determinação do lucro tributável

Leia mais

344 Contabilidade e Fiscalidade

344 Contabilidade e Fiscalidade 344 Contabilidade e Fiscalidade A Inspeção Tributária nas Empresas Empresários, Diretores, Técnicos Oficiais de Contas. Não existentes. Formação Continua. Destinatários Requisitos de acesso Modalidade

Leia mais

MESTRADO EM CONTABILIDADE 2006-2007

MESTRADO EM CONTABILIDADE 2006-2007 MESTRADO EM CONTABILIDADE 2006-2007 PROGRAMA DAS DISCIPLINAS 1 DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS 1º TRIMESTRE Financial Reporting e Normas Internacionais - Harmonização contabilística internacional - Estrutura

Leia mais

Coordenador Dr. Pedro Pires

Coordenador Dr. Pedro Pires Curso de Especialização de Logística -Supply Chain Coordenador Dr. Pedro Pires Índice Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos...

Leia mais

Mini-MBA de Especialização em Auditoria Contabilística, Financeira e Fiscal

Mini-MBA de Especialização em Auditoria Contabilística, Financeira e Fiscal Mini-MBA de Especialização em Auditoria Contabilística, Financeira e Fiscal Índice Duração Total...2 Destinatários...2 Perfil de saída...2 Pré-Requisitos...2 Objetivo Geral...2 Objetivos Específicos...3

Leia mais

Portaria n.º 92-A/2011, de 28 de Fevereiro - 41 SÉRIE I, 1º SUPLEMENTO

Portaria n.º 92-A/2011, de 28 de Fevereiro - 41 SÉRIE I, 1º SUPLEMENTO Define os elementos que integram o dossier fiscal, aprova novos mapas de modelo oficial e revoga a Portaria n.º 359/2000, de 20 de Junho A Nos termos do artigo 129.º do Código do Imposto sobre o Rendimento

Leia mais

Pacote Fiscal ao Investimento 2013

Pacote Fiscal ao Investimento 2013 Pacote Fiscal ao Investimento 201 Paulo Núncio Lisboa, 2 de maio de 201 1 Principais características Supercrédito fiscal sem precedentes em Portugal Empresas que investem podem beneficiar de uma taxa geral

Leia mais

Unidade Curricular de Contabilidade I 1º Ano 1º Semestre 5 ECTS Tempo Total de Trabalho do Aluno: 125 horas Horas de contacto: 60 h (15T+15T/P+30P)

Unidade Curricular de Contabilidade I 1º Ano 1º Semestre 5 ECTS Tempo Total de Trabalho do Aluno: 125 horas Horas de contacto: 60 h (15T+15T/P+30P) INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR Curso de Gestão das Organizações Desportivas Unidade Curricular de Contabilidade I 1º Ano 1º Semestre 5 ECTS Tempo Total de Trabalho

Leia mais

ANEXO. Anexo às Demonstrações Financeiras Individuais Para o exercício findo em 31 de Dezembro de 2014

ANEXO. Anexo às Demonstrações Financeiras Individuais Para o exercício findo em 31 de Dezembro de 2014 ANEXO Anexo às Demonstrações Financeiras Individuais Para o exercício findo em 31 de Dezembro de 2014 1 - Identificação de entidade: 1.1- Designação da entidade: GATO - Grupo de Ajuda a Toxicodependentes

Leia mais

A literacia em Saúde e Alimentação e a Comunicação de Marketing

A literacia em Saúde e Alimentação e a Comunicação de Marketing A literacia em Saúde e Alimentação e a Comunicação de Marketing de 1.) Introdução Na sociedade atual toda a envolvente de comunicação de marketing inerente a um produto alimentar tem um papel determinante

Leia mais

Avaliação de desempenho

Avaliação de desempenho de 1.) Introdução A gestão e avaliação do desempenho é uma das ferramentas fundamentais da gestão de recursos humanos e a base para se reter, desenvolver e potenciar o talento em qualquer organização.

Leia mais

Gestão de Crises na Indústria Alimentar

Gestão de Crises na Indústria Alimentar Gestão de Crises na Indústria Alimentar de 1.) Introdução Crise significa lidar com uma situação, muitas vezes, inesperada que pode representar uma ameaça não só para o negócio como para os colaboradores

Leia mais

Learning Designers Calendário 2015-2016

Learning Designers Calendário 2015-2016 www.pwc.pt/academy Learning Designers 2015-2016 C PwC s Academy Setembro 2015 a junho 2016 Conheça a nossa oferta! Novas tendências no relato de sustentabilidade: GRI G4 e relatório integrado Materialidade

Leia mais

Relatório e Contas. Fundação Denise Lester

Relatório e Contas. Fundação Denise Lester Relatório e Contas 2011 Fundação Denise Lester Fundação Denise Lester 1/16 Índice Balanço individual Demonstração dos resultados individuais Demonstração das Alterações dos fundos patrimoniais Demonstração

Leia mais

Preçário BANIF - BANCO DE INVESTIMENTO, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANIF - BANCO DE INVESTIMENTO, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANIF BANCO DE INVESTIMENTO, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banif Banco de Investimento, SA contém o Folheto

Leia mais

Fundação Casa Museu Mario Botas

Fundação Casa Museu Mario Botas DEMOSNTRAÇAO DE RESULTADOS 2012 Fundação Casa Museu Mario Botas RENDIMENTOS E GASTOS 31-Dez-2012 31-Dez-2011 Vendas 551,62 Prestação de serviços Subsídios à exploração Ganhos/perdas imputados a subsidiárias

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC Nº. 1.137/08 Aprova a NBC T 16.10 Avaliação e Mensuração de Ativos e Passivos em Entidades do Setor Público. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e

Leia mais

- Reforma do Tesouro Público

- Reforma do Tesouro Público - Reforma do Tesouro Público Em Novembro de 1997 foram definidas as opções estratégicas do Ministério das Finanças para a adopção da moeda Única ao nível da Administração Financeira do Estado. Estas opções,

Leia mais

Formação em PGC e IFRS. Angola Junho/Julho de 2014

Formação em PGC e IFRS. Angola Junho/Julho de 2014 Formação em PGC e IFRS Angola Junho/Julho de 2014 Formação em PGC e IFRS As áreas financeiras e contabilísticas assumem uma complexidade e sofisticação cada vez maior, desempenhando um papel central nas

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt

www.highskills.pt geral@highskills.pt www.highskills.pt geral@highskills.pt Índice Designação do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos... 3 Estrutura

Leia mais

NOTAS ANEXAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 2 REFERENCIAL CONTABILÍSTICO DE PREPARAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

NOTAS ANEXAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 2 REFERENCIAL CONTABILÍSTICO DE PREPARAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS ASSOCIAÇÃO POPULAR DE PAÇO DE ARCOS Rua Carlos Bonvalot, Nº 4 Paço de Arcos Contribuinte nº 501 238 840 NOTAS ANEXAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 1 IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE:

Leia mais

ORA newsletter. Resumo Fiscal/Legal Março de 2012 1 Custo Amortizado Enquadramento e Determinação 2 Revisores e Auditores 6

ORA newsletter. Resumo Fiscal/Legal Março de 2012 1 Custo Amortizado Enquadramento e Determinação 2 Revisores e Auditores 6 Assuntos Resumo Fiscal/Legal Março de 2012 1 Custo Amortizado Enquadramento e Determinação 2 Revisores e Auditores 6 LEGISLAÇÃO FISCAL/LEGAL MARÇO DE 2012 Ministério da Solidariedade e da Segurança Social

Leia mais

luanda 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE - GESTÃO DA FORMAÇÃO LOCAL EPIC SANA LUANDA HOTEL DATAS 14 A 23 JULHO 2014 Mastering People Development

luanda 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE - GESTÃO DA FORMAÇÃO LOCAL EPIC SANA LUANDA HOTEL DATAS 14 A 23 JULHO 2014 Mastering People Development luanda www.letstalkgroup.com 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE - GESTÃO DA FORMAÇÃO LOCAL EPIC SANA LUANDA HOTEL DATAS 14 A 23 JULHO 2014 Mastering People Development 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE Gestão da Formação 14

Leia mais

Curso de Especialização em Gestão de Recursos Humanos - Nova Lei Geral do Trabalho- Angola- Novo Regime Jurídico da Lei nº 7/15 de 15 de Junho

Curso de Especialização em Gestão de Recursos Humanos - Nova Lei Geral do Trabalho- Angola- Novo Regime Jurídico da Lei nº 7/15 de 15 de Junho Curso de Especialização em Gestão de Recursos Humanos - Nova Lei Geral do Trabalho- Angola- Novo Regime Jurídico da Lei nº 7/15 de 15 de Junho Índice Designação do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários...

Leia mais

Ensaio de Aptidão. Ensaios Não Destrutivos. Partículas Magnéticas Medição de Espessuras. Programa de Execução

Ensaio de Aptidão. Ensaios Não Destrutivos. Partículas Magnéticas Medição de Espessuras. Programa de Execução Ensaio de Aptidão Ensaios Não Destrutivos Partículas Magnéticas Medição de Espessuras 2015 Programa de Execução Índice 1 Introdução... 3 2 Objetivos... 3 3 Entidades Envolvidas e Funções... 3 4 Procedimento...

Leia mais

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA Pág.: 1/10 HISTÓRICO DO DOCUMENTO / EMISSÃO Data Ver. Objeto da Revisão Elab. / Verif. (Função / Nome / Assinatura(*)) C. Técnicocientífica/ S. Iglésias Aprovação (Função / Nome / Assinatura(*)) Diretora/

Leia mais

DR. MARCOS SOUSA. www.highskills.pt geral@highskills.pt Telf: 00351 217 931 365 ou 00244 94 112 60 90

DR. MARCOS SOUSA. www.highskills.pt geral@highskills.pt Telf: 00351 217 931 365 ou 00244 94 112 60 90 DR. MARCOS SOUSA Índice Designação do Curso... 2 Duração Total do Curso de Formação... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos... 2 Estrutura

Leia mais

RELATÓRIO DA GESTÃO, BALANÇO E CONTAS

RELATÓRIO DA GESTÃO, BALANÇO E CONTAS 2014 1 Nome: SEDE: Rua Infante D. Henrique - Beja NIF: 500875030 Instituição Particular de Solidariedade Social RELATÓRIO DA GESTÃO, BALANÇO E CONTAS Índice RELATÓRIO DE GESTÃO... 3 2 BALANÇO EM 31 DE

Leia mais