181ª Sessão Recurso nº 1971 Processo SUSEP nº /99-60 Apenso: Processo Susep nº /01-96 SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "181ª Sessão Recurso nº 1971 Processo SUSEP nº 10.002142/99-60 Apenso: Processo Susep nº 10.003049/01-96 SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP"

Transcrição

1 Recurso nº 1971 Processo SUSEP nº /99-60 Apenso: Processo Susep nº /01-96 FEDERAL DE SEGUROS S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Pagar indenização em valor menor que o devido, em seguro de vida. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 8.028,92. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3794/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao recurso da Federal de Seguros S/A, nos termos das conclusões trazidas no parecer da Douta Representação da PGFN neste Conselho, às fls. 334/336, com suporte no art. 50, 1º da Lei nº 9.784/99. Participaram do julgamento os Conselheiros Francisco Teixeira de Almeida, FRANCISCO TEIXEIRA DE ALMEIDA Conselheiro Suplente da Representação do Ministério da Fazenda e

2 Recurso nº 2231 Processo SUSEP nº / COSESP COMPANHIA DE SEGUROS DO ESTADO DE SÃO PAULO. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Comercializar seguro sem prévia autorização da SUSEP. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.367,07. BASE LEGAL: Art. 8º do Decreto nº /67 alterado pelo Decreto nº 605/92. ACÓRDÃO/ Nº 3795/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por maioria, negar provimento ao recurso da COSESP Companhia de Seguros do Estado de São Paulo, tendo em vista que o Decreto nº 605/92 determinava que as seguradoras enviassem as condições gerais dos contratos de seguros à Susep para análise e arquivamento. A representação da FENASEG votou pela prescrição da pretensão punitiva do Estado considerando que entre julho de 1995, data da infração, e junho de 2003, data da lavratura da representação, decorreram oito anos. FRANCISCO TEIXEIRA DE ALMEIDA Conselheiro Suplente representante do Ministério da Fazenda MARCELO AUGUSTO CAMACHO ROCHA do voto vencedor

3 Recurso nº 4001 Processo SUSEP nº / Apensos: recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº /

4 (continuação do acórdão referente ao recurso nº 4001) recurso nº Processo Susep nº / recurso nº 4965 Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº 4454 Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / II Volumes;

5 (continuação do acórdão referente ao recurso nº 4001) recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº 4504 Processo Susep nº / recurso nº 4509 Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº Processo Susep nº / recurso nº 4448 Processo Susep nº / recurso nº 4455 Processo Susep nº / recurso nº 4463 Processo Susep nº / VALOR CAPITALIZAÇÃO S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Cobrança irregular de taxa de inscrição na contratação de título de capitalização. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 4º do Decreto-Lei nº 261/67 c/c art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

6 (continuação do acórdão referente ao recurso nº 4001) ACÓRDÃO/ Nº 3797/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por maioria, negar provimento ao recurso da Valor Capitalização S/A, nos termos do parecer da d. PGFN quanto à culpa in eligendo da recorrente, já que atribui a infração cometida à Plan SR Representações e Corretora de Seguros S/C Ltda, e considerando a grande quantidade de processos apensados, poucas corretoras envolvidas nas operações e o modus operandi praticado por elas, extremamente similar, registre-se, também a culpa in vigilando. As representações da FENASEG e Ministério da Fazenda, esta última representada pela Conselheira Carmen Diva Beltrão Monteiro, votaram pelo provimento do recurso, tendo em vista que a recorrente não se beneficiou em nada das cobranças irregulares praticadas pela corretora. Na verdade, a recorrente não cobrou nada. Quem cobrou foram as vendedoras. A dúvida é se existe solidariedade entre as vendedoras e a sociedade. No campo do direito civil e do direito do consumidor não há dúvida de que existe a solidariedade. Essa solidariedade atua no campo da responsabilidade. Mas no campo infracional vale dizer: penal é diferente. A pena não pode passar da pessoa do criminoso, diz o inciso XLV do art. 5º da Constituição. É imprescindível verificar e delimitar a atuação de cada um dos participantes na conduta delituosa. No Direito Penal não ocorre a solidariedade de responsabilidade, sendo necessário comprovar quem teve atuação no crime, seja dolosamente, seja culposamente, visando evidenciar o grau de participação do agente, as questões subjetivas do ato ilícito, o interessse em atingir o resultado, seu estado psíquico e o efetivo dano causado. Há que se comprovar a conduta ilícita, a vontade do agente de cometê-la, além do grau de participação no crime e no seu resultado. MARCELO AUGUSTO CAMACHO ROCHA do voto vencedor

7 Recurso nº 4671 Processo SUSEP nº / BRADESCO SEGUROS S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Comercializar seguro sem submetê-lo à análise da Susep. Recurso conhecido e provido parcialmente. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 8º do Decreto nº /67, alterado pelo Decreto nº 605/92. ACÓRDÃO/ Nº 3800/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por maioria, dar provimento parcial ao recurso da Bradesco Seguros S/A para retirar da penalidade aplicada o aumento decorrente das supostas reincidências apuradas, devido ao evidente cerceamento de defesa, devendo, ainda, ser restituído à recorrente os valores pagos a maior, consoante o comprovante de fls.101 dos autos. A representação da FENASEG reconheceu a ocorrência da prescrição da pretensão punitiva, tendo em vista que a comercialização ocorreu em setembro de 1993 e a lavratura da representação em 2004, mais de onze anos depois da alegada infração. As representações da Susep e Ministério da Fazenda, esta última representada pela Conselheira Carmen Diva Beltrão Monteiro, votaram pela aplicação da pena limitada ao dobro do valor base, conforme o disposto no art. 108, 5º do Decreto-Lei nº 73/66, alterado pela Lei Complementar nº 126/2007. Presente o advogado Dr. Daniel Matias Schmitt Silva que sustentou oralmente em favor da recorrente, intervindo nos termos do Regimento Interno deste Conselho o Senhor representante da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Dr. José Eduardo de Araújo Duarte. CARLOS ANDRÉ GUERRA BARREIROS do voto vencedor JOSÉ EDUARDO DE ARAÚJO DUARTE Procurador da Fazenda Nacional

8 Recurso nº 4765 Processo SUSEP nº / SANTA CATARINA SEGUROS E PREVIDÊNCIA S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Nomear Diretor Superintendente que figura como preposto de corretora. Recurso não conhecido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. BASE LEGAL: Alínea b do art. 125 do Decreto-Lei nº 73/66 c/c alínea b do art. 17 da Lei nº 4.594/64. ACÓRDÃO/ Nº 3801/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, não conhecer o recurso da Santa Catarina Seguros e Previdência S/A em face da sua intempestividade. ANDRÉ LEAL FAORO

9 Recurso nº 4774 Processo SUSEP nº / RURAL SEGURADORA S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atender dentro do prazo a determinação da Susep. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. BASE LEGAL: Arts. 36 e 88 do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3802/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao recurso da Rural Seguradora, tendo em vista que a própria recorrente, em sua defesa, confirma o cometimento da infração. HENRIQUE FINCO MARIANI

10 Recurso nº 4780 Processo SUSEP nº / INVESTPREV SEGUROS E PREVIDÊNCIA S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Aplicar recursos garantidores de reservas técnicas referentes a maio de 2007 de maneira insuficiente. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 57 do Decreto-Lei nº60.459/67 e arts. 28 e 84 do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3803/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao recurso da Investprev Seguros e Previdência S/A, uma vez que a aquisição das cotas de fundo de investimento não foram registradas em contas apropriadas (contas de reservas técnicas junto a CETIP), conforme demonstrado nos pareceres técnicos de fls. 22/23 e 44/45 dos autos. Desta forma, as cotas de fundo de investimento apresentadas como supridoras da insuficiência apontada, por não estarem registradas conforme determina a normatização, não podem ser consideradas para cálculo do valor total das reservas técnicas verificadas na data base. HENRIQUE FINCO MARIANI

11 Recurso nº 4784 Processo SUSEP nº / NOSSA CAIXA CAPITALIZAÇÃO S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Preencher incorretamente o FIP referente ao mês de fevereiro de Recurso conhecido e provido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 8.000,00. BASE LEGAL: Art. 3º, 2º do Decreto-Lei nº 261/67 c/c art. 36, alíneas b e h do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3804/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, dar provimento ao recurso da Nossa Caixa Capitalização S/A, uma vez que a recarga do FIP foi uma iniciativa exclusiva da seguradora, antes mesmo da lavratura da representação, conforme pode ser constatato às fls. 3 dos autos. ANDRÉ LEAL FAORO

12 Recurso nº 4837 Processo SUSEP nº / VALOR CAPITALIZAÇÃO S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Não pagar resgate do título de capitalização. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66 c/c art. 4º do Decreto-Lei nº 261/67. ACÓRDÃO/ Nº 3805/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao recurso da Valor Capitalização S/A, tendo em vista que a seguradora confessa o cometimento da infração.. HENRIQUE FINCO MARIANI

13 Recurso nº 4875 Processo SUSEP nº / NOSSA CAIXA CAPITALIZAÇÃO S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não enviar FIP referente ao mês de novembro de 2007 no prazo assinalado. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 8.000,00. BASE LEGAL: Art. 3º, inciso III, 2º do Decreto-Lei nº 261/67. ACÓRDÃO/ Nº 3806/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao recurso da Nossa Caixa Capitalização S/A, uma vez que a recorrente admite o cometimento da infração ao afirmar que o FIP do mês correto foi enviado com um dia de atraso por falha operacional. HENRIQUE FINCO MARIANI

14 Recurso nº 5028 Processo SUSEP nº / SABEMI PREVIDÊNCIA PRIVADA EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Descumprir as condições contratuais do pagamento de indenização. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 1.398,66. BASE LEGAL: Art. 19 da Lei nº 6.435/77. ACÓRDÃO/ Nº 3807/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao recurso da Sabemi Previdência Privada, tendo em vista que ao final do prazo de diferimento a entidade tem obrigação de creditar os valores ao beneficiário, pois toda a estrutura do produto é configurada com este princípio. Não agir desta forma, como afirma a entidade quando diz ser a praxe de mercado é adotar prática de apropriação indevida de valores pertencentes aos associados. O conselheiro titular da representação da FENASEG declarou-se impedido. Henrique Finco Mariani, Carlos André Guerra Barreiros, Marcelo Augusto Camacho Rocha e Carmen Diva Beltrão Monteiro. Presentes os Senhores Representantes da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Drs. Maria Eli Trachtenberg e José Eduardo de Araújo Duarte, e a Secretária- Executiva, Senhora Theresa Christina Cunha Martins. HENRIQUE FINCO MARIANI

15 Recurso nº 5041 Processo SUSEP nº / RS PREVIDÊNCIA EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não efetuar o pagamento das rendas de aposentadorias nas datas devidas após o cumprimento do período de diferimento por parte do participante. Recurso conhecido e provido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 8.028,92. BASE LEGAL: Art. 19 da Lei nº 6.435/77. ACÓRDÃO/ Nº 3808/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, dar provimento ao recurso da RS Previdência considerando-se duas situações distintas: a primeira é o não pagamento das parcelas de renda dos períodos de 05/82 a 08/86 e de 03/90 a 07/98, das quais a recorrente não reconhece o direito do participante, afirmando que tais parcelas foram quitadas, embora não apresente os comprovantes de pagamento. Ocorre que, independentemente de tal análise de mérito, ocorreu a prescrição punitiva neste caso, pois somente em 2006 foi lavrada a representação, referente a uma falta que supostamente foi cometida em 1998; e a segunda diz respeito as parcelas referentes ao período de 09/2004 até 06/2006, pagas, de uma só vez, em 20/6/2006. Da análise contratual do plano, é legítimo e prudente (com relação a questão de segurança atuarial), exigir o recadastramento periódico do beneficiário para a continuidade do pagamento do beneficio. Da leitura dos autos, quando se exigiu, a partir de setembro de 2004, o recadastramento do beneficiário este só foi feito em junho de 2006, processando-se em seguida o pagamento retroativo devido. HENRIQUE FINCO MARIANI

16 Recurso nº 5079 Processo SUSEP nº / VALOR CAPITALIZAÇÃO S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Comercializar título de capitalização por intermédio de pessoa não habilitada. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66 c/c art. 4º do Decreto-Lei nº 261/67. ACÓRDÃO/ Nº 3809/13. Vistos, relatados, discutidos os presentes autos decidem os membros do Conselho de Recursos do Sistema Nacional de Seguros Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao recurso da Valor Capitalização S/A, nos termos do parecer da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, posto que, não existe previsão de cancelamento de multa para empresas em liquidação extrajudicial, mas apenas determinação da suspensão de exigibilidade com a consequente inscrição em dívida ativa após o transito em julgado da decisão, o que independe de recurso, sendo rito previsto em norma. HENRIQUE FINCO MARIANI

17 Recurso nº 5219 Processo SUSEP nº / MARÍTIMA SEGUROS S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Enviar FIP fora do prazo. Recurso conhecido e provido parcialmente. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3810/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, dar provimento parcial ao recurso da Marítima Seguros S/A para limitar o valor da multa ao dobro do valor base, nos termos do art. 108, 5º do Decreto-Lei nº 73/66, alterado pela Lei Complementar nº 126/2007. Registre-se, ainda, que a limitação da pena encontra amparo no princípio constitucional da isonomia, pois a própria Autarquia vem, no exercício de sua atuação punitiva, adotando essa prática com base no contido na Nota PF-SUSEP/Subprocuradoria de Contencioso Administrativo nº 44/2010, que gerou, inclusive, o Parecer de Orientação nº 19/2010. Presente a advogada Dra. Shana Araújo de Almeida que sustentou oralmente em favor da recorrente, intervindo nos termos do Regimento Interno deste Conselho o Senhor representante da Procuradoraia-Geral da Fazenda Nacional, Dr. José Eduardo de Araújo Duarte. HENRIQUE FINCO MARIANI JOSÉ EDUARDO DE ARAÚJO DUARTE Procurador da Fazenda Nacional

18 Recurso nº 5333 Processo SUSEP nº / APLUB CAPITALIZAÇÃO S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Comercializar título de capitalização em desacordo com a legislação vigente. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. BASE LEGAL: Decreto nº 261/67. ACÓRDÃO/ Nº 3811/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao recurso da Aplub Capitalização S/A, em vista do contido no Parecer Susep/Detec/GESEC/DICEB/ nº 16177/2008, que, com acerto, ataca o ponto principal de defesa da recorrente que não houve outorga para realização dos sorteios, e adotar o citado parecer para fundamentar o presente voto, com base no 1º, do art. 50 da Lei nº 9.784, de 29 de janeiro de MARCELO AUGUSTO CAMACHO ROCHA

19 Recurso nº 5348 Processo SUSEP nº / COMPANHIA MUTUAL DE SEGUROS EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atender, na forma e nos prazos fixados, as condições estabelecidas pela Susep. Recurso conhecido e provido parcialmente. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3812/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, dar provimento parcial ao recurso da Companhia Mutual de Seguros para limitar o valor da multa ao dobro do valor base, nos termos do art. 108, 5º do Decreto-Lei nº 73/66, alterado pela Lei Complementar nº 126/2007. Registre-se, ainda, que a limitação da pena encontra amparo no princípio constitucional da isonomia, pois a própria Autarquia vem, no exercício de sua atuação punitiva, adotando essa prática com base no contido na Nota PF-SUSEP/Subprocuradoria de Contencioso Administrativo nº 44/2010, que gerou, inclusive, o Parecer de Orientação nº 19/2010. ANA MARIA DE MELO NETTO MARCELO AUGUSTO CAMACHO ROCHA

20 Recurso nº 5371 Processo SUSEP nº / INVESTPREV SEGUROS E PREVIDÊNCIA S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Insuficiência de cobertura de provisões técnicas no mês de dezembro de Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 84 do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3813/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao recurso da Investprev Seguros e Previdência S/A, haja vista que a infração está devidamente configurada, não sendo apta a afastar a ilicitude o fato da recorrente possuir ativos livres que cobririam as diferenças apontadas nas suas provisões técnicas. Ademais, segundo consta do próprio recurso, há diversos hiatos entre a infração apurada em janeiro de 2008, considerada pela recorrente como sendo a primeira, e a discutida no presente procedimento, relativa a dezembro de 2008, nos meses de fevereiro, junho, agosto e outubro daquele mesmo ano. MARCELO AUGUSTO CAMACHO ROCHA

21 Recurso nº 5449 Processo SUSEP nº / BRASILVEÍCULOS COMPANHIA DE SEGUROS EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Deixar de responder no tempo aprazado a solicitação do Ofício-Circular Susep/Defis/GRFRS nº 17/2007. Recurso conhecido e provido parcialmente. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3814/13. Vistos, relatados, discutidos e em prosseguimento ao julgamento iniciado na 159ª Sessão decidem, os membros do Conselho de Recursos do Sistema Nacional de Seguros Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, dar provimento parcial ao recurso da Brasilveículos Companhia de Seguros para limitar o valor da multa ao dobro do valor base, nos termos do art. 108, 5º do Decreto-Lei nº 73/66, alterado pela Lei Complementar nº 126/2007. Registre-se, ainda, que a limitação da pena encontra amparo no princípio constitucional da isonomia, pois a própria Autarquia vem, no exercício de sua atuação punitiva, adotando essa prática com base no contido na Nota PF-SUSEP/Subprocuradoria de Contencioso Administrativo nº 44/2010, que gerou, inclusive, o Parecer de Orientação nº 19/2010. Presente a advogada Dra. Shana Araújo de Almeida que sustentou oralmente em favor da recorrente, intervindo nos termos do Regimento Interno deste Conselho o Senhor representante da Procuradoraia-Geral da Fazenda Nacional, Dr. José Eduardo de Araújo Duarte. MARCELO AUGUSTO CAMACHO ROCHA JOSÉ EDUARDO DE ARAÚJO DUARTE Procurador da Fazenda Nacional

22 Recurso nº 5505 Processo SUSEP nº / BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Descumprimento das condições contratuais, caracterizado pelo não pagamento de duas indenizações relativas a plano previdenciário. Recurso conhecido e provido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 6º c/c art. 7º c/c 1º do art. 68 da Lei Complementar nº 109/2001. ACÓRDÃO/ Nº 3815/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, dar provimento ao recurso da Bradesco Vida e Previdência S/A, uma vez que apresenta sentença da ação penal que coloca a beneficiária como uma das cúmplices do homicídio do participante. Asssim, não há que se falar em quebra contratual no tocante a um contrato securitário celebrado com vício de nulidade. Presente o advogado Dr. Daniel Matias Schmitt Silva que sustentou oralmente em favor da recorrente, intervindo nos termos do Regimento Interno deste Conselho o Senhor representante da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Dr. José Eduardo de Araújo Duarte. HENRIQUE FINCO MARIANI JOSÉ EDUARDO DE ARAÚJO DUARTE Procurador da Fazenda Nacional

23 Recurso nº 5541 Processo SUSEP nº / PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Recusar indenização em seguro DPVAT, sob o argumento de que a morte do segurado não seria decorrente de acidente e sim de doença. Recurso conhecido e provido parcialmente. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 5º, 1º da Lei nº 6.194/74. ACÓRDÃO/ Nº 3816/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, dar provimento parcial ao recurso da Porto Seguro Companhia de Seguros Gerais para limitar o valor da multa ao dobro do valor base, nos termos do art. 108, 5º do Decreto-Lei nº 73/66, alterado pela Lei Complementar nº 126/2007. Registre-se, ainda, que a limitação da pena encontra amparo no princípio constitucional da isonomia, pois a própria Autarquia vem, no exercício de sua atuação punitiva, adotando essa prática com base no contido na Nota PF-SUSEP/Subprocuradoria de Contencioso Administrativo nº 44/2010, que gerou, inclusive, o Parecer de Orientação nº 19/2010. Presente a advogada Dra. Lívia Lapoente Peixoto que sustentou oralmente em favor da recorrente, intervindo nos termos do Regimento Interno deste Conselho o Senhor representante da Procuradoraia-Geral da Fazenda Nacional, Dr. José Eduardo de Araújo Duarte. HENRIQUE FINCO MARIANI JOSÉ EDUARDO DE ARAÚJO DUARTE Procurador da Fazenda Nacional

24 Recurso nº 5569 Processo SUSEP nº / MARÍTIMA SEGUROS S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Auto de Infração. item 1 não atender à solicitação do item 1 do Ofício/Susep/Defis/Gefis/1801/07 no prazo estipulado; item 4 erro no Quadro 19A do FIP relativo a março de 2007; item 5 apresentar irregularidade no Registro Contábil Auxiliar Obrigatório referente a tabela RESPREM.DBF do anexo IX da Circular Susep nº 335/07; item 6 - apresentar irregularidade no Registro Contábil Auxiliar Obrigatório referente a tabela PREMIT.DBF do anexo IX da Circular Susep nº 335/07; item 7 - apresentar irregularidade no Registro Contábil Auxiliar Obrigatório referente a tabela PREMREC.DBF do anexo IX da Circular Susep nº 335/07; item 8 - apresentar irregularidade no Registro Contábil Auxiliar Obrigatório referente a tabela SINAVCED.DBF do anexo IX da Circular Susep nº 335/07; item 9 - apresentar irregularidade no Registro Contábil Auxiliar Obrigatório referente a tabela SINLQCED.DBF do anexo IX da Circular Susep nº 335/07; item 10 ausência do Registro Contábil Auxiliar Obrigatório em meio magnético PREMCED de janeiro de 2007; item 11 - ausência do Registro Contábil Auxiliar Obrigatório em meio magnético PREMCED de fevereiro de 2007; e item 12 - ausência do Registro Contábil Auxiliar Obrigatório em meio magnético PREMCED de março de Recurso conhecido e provido parcialmente. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00 para o item 1, R$ ,00 para o item 4 e R$ ,00 para os itens 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11 e 12. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3817/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, dar provimento parcial aos itens 1 e 4 do Auto de Infração lavrado contra a Marítima Seguros S/A, já que as reincidências devem ser limitadas ao dobro do valor base, conforme disposto no art. 108, 5º do Decreto-Lei nº 73/66, alterado pela Lei Complementar nº 126/2007. Em relação aos itens 5 a 9, permanece a decisão recorrida pois os pedidos de aglutinação não podem prosperar, uma vez que não se pode penalizar igualmente as companhias que deixam de fornecer todos os arquivos solicitados e aquelas que deixam de fornecer apenas um dos arquivos. No que diz respeito à concessão de atenuantes, o parecer, de fls. 699/712, não confirma a informação de que os registros magnéticos foram regularizados em abril de No tocante aos itens 10 a 12, como a remessa é mensal e os meses da inadequação são distintos, concluí-se que a empresa repetiu a infração nos meses seguintes e, por isso, foi penalizada, não se enquadrando, portanto, no conceito de prática continuada. Quanto às reincidências apuradas, os argumentos não são aptos a afastar a sua incidência, já que obedecidos os requesitos normativos. Presente a advogada Dra. Suelly Molina Valladares de Lacerda Rocha que sustentou oralmente em favor das recorrentes, intervindo nos termos do Regimento Interno deste Conselho a Senhora representante da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Dra. Maria Eli Trachtenberg.

25 (Continuação do acórdão referente ao recurso nº 5569) MARCELO AUGUSTO CAMACHO ROCHA

26 Recurso nº 5669 Processo SUSEP nº / FEDERAL DE SEGUROS S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Cancelar seguro sem a autorização da reclamante. Recurso conhecido e provido parcialmente. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3818/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por maioria, dar provimento parcial ao recurso da Federal de Seguros S/A para adequar a penalidade apurada àquela descrita no artigo 5º, inciso VII das Normas Anexas à Resolução CNSP nº 14/95 e suas posteriores alterações já que a infração ocorreu em dezembro de Em que pese a necessidade de retificar o tipo pelo qual a recorrente foi condenada, a nulidade arguida relativa à inadequação da penalidade imposta não merece acolhida por inexistência de ofensa aos princípios da ampla defesa e do contraditório, porquanto é ônus do fiscalizado, no processo administrativo, impugnar e se defender dos fatos e, sobre eles, a recorrente não apresenta razões tendentes a enfrentar o mérito tratado neste procedimento. Importa destacar que era do conhecimento da recorrente os fatos que lhe eram imputados, conforme prova o documento de fls. 117/118. A representação da FENASEG votou pela nulidade da Representação, uma vez que o enquadramento da penalidade não se coaduna com a realidade dos fatos. MARCELO AUGUSTO CAMACHO ROCHA

27 Recurso nº 5686 Processo SUSEP nº / BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atender a determinação contida na Carta Susep/Detec/Diceb nº 731/2008. Recurso conhecido e provido parcialmente. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3819/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, dar provimento parcial ao recurso da Bradesco Auto/Re Companhia de Seguros para limitar o valor da multa ao dobro do valor base, nos termos do art. 108, 5º do Decreto-Lei nº 73/66, alterado pela Lei Complementar nº 126/2007. Registre-se, ainda, que a limitação da pena encontra amparo no princípio constitucional da isonomia, pois a própria Autarquia vem, no exercício de sua atuação punitiva, adotando essa prática com base no contido na Nota PF-SUSEP/Subprocuradoria de Contencioso Administrativo nº 44/2010, que gerou, inclusive, o Parecer de Orientação nº 19/2010. Presente o advogado Dr. Daniel Matias Schmitt Silva que sustentou oralmente em favor da recorrente, intervindo nos termos do Regimento Interno deste Conselho o Senhor representante da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Dr. José Eduardo de Araújo Duarte. MARCELO AUGUSTO CAMACHO ROCHA JOSÉ EDUARDO DE ARAÚJO DUARTE Procurador da Fazenda Nacional

28 Recurso nº 5830 Processo SUSEP nº / BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Recusar pagamento de indenização por morte em seguro de vida. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ ,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. ACÓRDÃO/ Nº 3820/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao Bradesco Vida e Previdência S/A porque não conseguiu estabelecer o nexo causal entre o óbito e a história clinica do segurado para provar não só a preexistência da doença como também a má-fé do segurado quando da contratação dos seguros. Presente o advogado Dr. Daniel Matias Schmitt Silva que sustentou oralmente em favor da recorrente, intervindo nos termos do Regimento Interno deste Conselho o Senhor representante da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Dr. José Eduardo de Araújo Duarte. ANDRÉ LEAL FAORO JOSÉ EDUARDO DE ARAÚJO DUARTE Procurador da Fazenda Nacional

29 Recurso nº 5957 Processo SUSEP nº / AVS SEGURADORA S/A EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Negar pagamento de seguro DPVAT. Recurso conhecido e indeferido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. BASE LEGAL: Art. 5º, 1º da Lei nº 6.194/74, com nova redação dada pela Lei nº 8.441/92. ACÓRDÃO/ Nº 3821/13. Vistos, relatados e discutidos os Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por unanimidade, negar provimento ao recurso da AVS Seguradora S/A Em Liquidação Extrajudicial, visto que não apresenta razões tendentes ao enfrentamento do mérito posto nos autos. Apenas protesta pela suspensão da exigibilidade da pena pecuniária enquanto perdurar a situação de liquidação extrajudicial. Ora, a legislação determina que a pena de multa se aplica também às sociedades em liquidação, não correndo contra ela, porém, juros e permancendo sua exigibilidade suspensa enquanto perdurar o estado de liquidação. MARCELO AUGUSTO CAMACHO ROCHA

30

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00.

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. Recurso nº 1847 Processo SUSEP nº 15414.002869/2002-74 SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atender à Carta SUSEP/DECON/GERES/DISEC/ nº 352/02.

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 52.000,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 52.000,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. Recurso nº 1643 Processo SUSEP nº 15414.002059/2002-18 ITAÚ SEGUROS S.A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atender as solicitações feitas por meio da Carta SUSEP/DETEC/GEBER/DICEB Nº 578/2002.

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: 2º do art. 801 do Código Civil.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: 2º do art. 801 do Código Civil. Recurso nº 5656 Processo SUSEP nº 15414.004271/2007-24 FEDERAL DE SEGUROS S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Alterar unilateralmente apólice de seguro de vida em grupo. Recurso conhecido e PENALIDADE

Leia mais

PREVIMAX PREVIDÊNCIA PRIVADA E SEGURADORA S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 16.000,00.

PREVIMAX PREVIDÊNCIA PRIVADA E SEGURADORA S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 16.000,00. Recurso nº 4481 Processo SUSEP nº 15414.004750/2006-60 PREVIMAX PREVIDÊNCIA PRIVADA E SEGURADORA S.A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Realizar operação financeira com pessoa jurídica ligada

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 163ª SESSÃO CHUBB DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 8.028,92.

ACÓRDÃOS DA 163ª SESSÃO CHUBB DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 8.028,92. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 2642 Processo SUSEP nº 006-00311/00 ACÓRDÃOS DA 163ª

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO RELATÓRIO

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO RELATÓRIO MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO Recurso n2 5.550 - CRSNSP Processo n2 15414.005009/2005-35- SUSEP Recorrente

Leia mais

(4' IRA DE ALMEIDA Presidente

(4' IRA DE ALMEIDA Presidente (çk - MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP--- --- -- 196 Sessão Recurso n 5886 Processo SUSEP n

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 87ª SESSÃO RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 8.028,92.

ACÓRDÃOS DA 87ª SESSÃO RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 8.028,92. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 1056 Processo SUSEP nº 001-00687/96 ACÓRDÃOS DA 87ª

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 162ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

ACÓRDÃOS DA 162ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 1715 Processo SUSEP nº 15414.100907/2002-53 ACÓRDÃOS

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 153ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 32.115,68.

ACÓRDÃOS DA 153ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 32.115,68. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 3258 Processo SUSEP nº 010-00195/00 ACÓRDÃOS DA 153ª

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0056 Processo SUSEP nº 15414.000079/97-71 80ª SESSÃO

Leia mais

4t PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO -

4t PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS 4t PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 195 Sessão Recurso n 5404 Processo SUSEP n RECORRENTE: RECORRIDA:

Leia mais

W PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O8 Sessão Recurso n 5443 Processo SUSEP n 15414.

W PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O8 Sessão Recurso n 5443 Processo SUSEP n 15414. . MINISTÉRIO DA FAZENDA W PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O8 Sessão Recurso n 5443 Processo SUSEP n 15414.004535/2002-35 RECORRENTE: RECORRIDA: COMPANIIIA DE SEGUROS

Leia mais

ACÓRDÃOS 100ª SESSÃO RECURSO ADMINISTRATIVO COMPANHIA DE SEGUROS MINAS BRASIL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP

ACÓRDÃOS 100ª SESSÃO RECURSO ADMINISTRATIVO COMPANHIA DE SEGUROS MINAS BRASIL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 1205 Processo SUSEP nº 010-0018/00 ACÓRDÃOS 100ª SESSÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0871 Processo SUSEP nº 001-04106/96 81ª SESSÃO DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 97ª SESSÃO Recurso nº 0739 Processo SUSEP nº 15414.003029/97-18

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 75ª Sessão Recurso nº 1130 Processo SUSEP nº 001-06805/96 PORTO

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 149ª SESSÃO PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP

ACÓRDÃOS DA 149ª SESSÃO PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP Recurso nº 1538 Processo SUSEP nº 15414.002160/2002-79 ACÓRDÃOS DA 149ª SESSÃO PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não remeter à SUSEP, no prazo determinado,

Leia mais

82ª SESSÃO DE JULGAMENTO - ACÓRDÃOS RECURSO ADMINISTRATIVO COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP.

82ª SESSÃO DE JULGAMENTO - ACÓRDÃOS RECURSO ADMINISTRATIVO COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0765 Processo SUSEP nº 10.005600/99-59 82ª SESSÃO

Leia mais

ASTRAU - ASSOCIAÇÃO DOS TRANSPORTADORES DE CARGAS DO NORDESTE PAULISTA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS -

ASTRAU - ASSOCIAÇÃO DOS TRANSPORTADORES DE CARGAS DO NORDESTE PAULISTA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - J MINISTÉRIO DA FAZENDA I'RIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O9 Sessão Recurso n 6085 Processo SUSEP n 15414.004044/2010-02 RECORRENTE: RECORRIDA: ASTRAU - ASSOCIAÇÃO DOS

Leia mais

COMPANHIA DE SEGUROS PREVIDÊNCIA DO SUL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. BASE NORMATIVA: Art. 88 do Decreto-Lei n 73/66.

COMPANHIA DE SEGUROS PREVIDÊNCIA DO SUL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. BASE NORMATIVA: Art. 88 do Decreto-Lei n 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃOa CRSNSP J95 Sessão Recurso n 4232 Processo SUSEP n 15414.00134 1/2006-lO RECORRENTE: RECORRIDA: COMPANHIA DE SEGUROS PREVIDÊNCIA

Leia mais

4 PRIVAI)OS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO -

4 PRIVAI)OS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - 4 PRIVAI)OS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O6 Sessão Recurso n 5762 Processo SUSEI' n 15414.004002/2006-87 RECORRENTE: RECORRII)A: SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 161ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

ACÓRDÃOS DA 161ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0753 Processo SUSEP nº 15414.002596/97-94 ACÓRDÃOS

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 151ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 16.057,84.

ACÓRDÃOS DA 151ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 16.057,84. Recurso nº 1628 Processo SUSEP nº 15414.003515/97-28 ACÓRDÃOS DA 151ª SESSÃO FEDERAL DE SEGUROS S.A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Negar pagamento de indenização referente a seguro de vida

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 99ª SESSÃO Recurso nº 1662 Processo SUSEP nº 15414.002046/2002-49

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 115ª SESSÃO

ACÓRDÃOS DA 115ª SESSÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0411 Processo SUSEP nº 15414.003240/98-12 ACÓRDÃOS

Leia mais

Vida Seguradora S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. Sala das Sessões (Ri), 12 de dezembro de 2014.

Vida Seguradora S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. Sala das Sessões (Ri), 12 de dezembro de 2014. CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, - CRSNSP 208' Sessão Recurso n 5898 Processo SUSEP n 15414.100701/2008-19 RECORRENTE: RECORRIDA: Vida Seguradora S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 17.000,00.

PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 17.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA 1 r. CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS... PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O8 Sessão Recurso n 6382 Processo SUSEP n 15414.003591/2008-48

Leia mais

RECORRENTE: COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 64.000,00.

RECORRENTE: COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 64.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 206 Sessão Recurso n 4703 Processo SUSEP n 15414.100262/2005-00 RECORRENTE: COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL

Leia mais

COMPANHIA DE SEGUROS DO ESTADO DE SÃO PAULO - COSESP SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 64.231,36.

COMPANHIA DE SEGUROS DO ESTADO DE SÃO PAULO - COSESP SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 64.231,36. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 142ª SESSÃO Recurso nº 1740 Processo SUSEP nº 10.002636/00-03

Leia mais

RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 32.115,68. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 32.115,68. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 89ª Sessão Recurso nº 0864 Processo SUSEP nº 010-0147/99 COMPANHIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. COMPANI lia DE SEGUROS PREV1I)INCIA 1)0 SUL

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. COMPANI lia DE SEGUROS PREV1I)INCIA 1)0 SUL 11 MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS -f PRIVADOS, DE PREVII)ÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - (;RSNSP I99 Sessão Recurso n 5954 Processo SUSEJ n 15414.200189/2007-29

Leia mais

EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 8.000,00. BASE NORMATIVA: Arts. 36 e 88 do Decreto-Lei n 73/66.

EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 8.000,00. BASE NORMATIVA: Arts. 36 e 88 do Decreto-Lei n 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS W>' PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 21P Sessão Recurso n 6719 Processo SIJSEP n 154 14.000299/2012-50

Leia mais

RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 16.057,84. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 16.057,84. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 88ª SESSÃO Recurso nº 0754 Processo SUSEP nº 15414.005763/97-31

Leia mais

MINISTERIO DA FAZENDA / Y CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 18.000,00.

MINISTERIO DA FAZENDA / Y CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 18.000,00. MINISTERIO DA FAZENDA / Y CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS d 4W PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 214 Sessão Recurso n 5859 Processo SUSEP n i 5414.00404/2005-95

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 154ª SESSÃO PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP

ACÓRDÃOS DA 154ª SESSÃO PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 1088 Processo SUSEP nº 15414.000337/98-46 ACÓRDÃOS

Leia mais

141ª Sessão Recurso nº 1162 Processo SUSEP nº 10.002336/01-42 apenso Processo SUSEP nº 10.002333/01-54

141ª Sessão Recurso nº 1162 Processo SUSEP nº 10.002336/01-42 apenso Processo SUSEP nº 10.002333/01-54 ACÓRDÃOS DA 141ª SESSÃO Recurso nº 1162 Processo SUSEP nº 10.002336/01-42 apenso Processo SUSEP nº 10.002333/01-54 BOZANO, SIMONSEN SEGURADORA S.A, EM FASE DE ALTERAÇÃO DE DENOMINAÇÃO SOCIAL PARA SANTANDER

Leia mais

ITAU XL SEGUROS CORPORATIVOS S.A. SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00.

ITAU XL SEGUROS CORPORATIVOS S.A. SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 2O7 Sessão Recurso no 4676 Processo SUSEP no 15414.000468/2007-94 RECORRENTE: RECORRIDA: ITAU XL SEGUROS CORPORATIVOS S.A. SUPERINTENDENCIA

Leia mais

a MINISTERIO DA FAZENDA

a MINISTERIO DA FAZENDA 32 a MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS FRI VADOS, DE PREVIDENCIA FRI VADA ABERTA E DE capitalizacac) - CRSNSP 204' Sessão Recurso no 6670 Processo SUSEP no 15414.005872/2011-3

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃO DA 98ª SESSÃO Recurso nº 0684 Processo SUSEP nº 15414.003257/97-34

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 164ª SESSÃO COMPANHIA DE SEGUROS GRALHA AZUL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 52.000,00.

ACÓRDÃOS DA 164ª SESSÃO COMPANHIA DE SEGUROS GRALHA AZUL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 52.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 2030 Processo SUSEP nº 15414.002077/2003-81 ACÓRDÃOS

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 34.000,00. Sala dassõ,de evereiro e 20 5. WALDIR QUINTILIA O DA SILVA res4te ;RRe a

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 34.000,00. Sala dassõ,de evereiro e 20 5. WALDIR QUINTILIA O DA SILVA res4te ;RRe a MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA I'RIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O9 Sessão Recurso n 6538 Processo SUSEP n0 15414.005489/2011-82

Leia mais

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. Sala das Sessões (RJ) 8 de maio de 2014. IRA DE ALMEIDA President e Relator

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. Sala das Sessões (RJ) 8 de maio de 2014. IRA DE ALMEIDA President e Relator MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP i96sessão Recurso n 1608 Processo SUSEP no 10.006118/99-27

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 77ª Sessão Recurso nº 0479 Processo SUSEP nº 15414.001740/97-93

Leia mais

SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 9.367,07.

SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 9.367,07. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 1279 Processo SUSEP nº 10.002878/01-15 SUL AMÉRICA

Leia mais

CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO.

CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO. CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO. Processo SUSEP n 10.006508/0 1-48 Recurso ao CRSNSP n 5745 Recorrente: Nelson Gregory Giaretta

Leia mais

69ª SESSÃO DE JULGAMENTO - ACÓRDÃOS

69ª SESSÃO DE JULGAMENTO - ACÓRDÃOS MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso n.º 0703 Processo SUSEP nº 10.001414/00-38 69ª SESSÃO

Leia mais

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. SUPERiNTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00.

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. SUPERiNTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA -. CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 208 Sessão Recurso n 6602 RECORRENTE: RECORRIDA: BRADESCO

Leia mais

MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS, PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP

MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS, PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP , PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 213 Sessão Recurso no 6346 Processo SUSEP no 15414.100179/2011-71 RECORRENTE: RECORRIDA: ALIANA DO BRASIL SEGUROS S/A SUPERINTENDENCIA

Leia mais

RECURSO ADMINISTRATIVO ONIX CORRETORA DE SEGUROS S/C LTDA. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP

RECURSO ADMINISTRATIVO ONIX CORRETORA DE SEGUROS S/C LTDA. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUR OS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 93ª SESSÃO Recursonº 0534 Processo SUSEP nº 15414.005198/97-48

Leia mais

UNIAO DOS PREVIDENCIARIOS DO BRASIL SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PR! VADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 20.674,58.

UNIAO DOS PREVIDENCIARIOS DO BRASIL SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PR! VADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 20.674,58. 1 oministerio DA FAZENDA PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 199' Sessão Recurso n 5229 Processo SUSEP n 15414.000912/2007-71 RECORRENTE: RECORRIDA: UNIAO DOS PREVIDENCIARIOS

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 68.000,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 68.000,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 145ª SESSÃO Recurso nº 1972 Processo SUSEP nº 15414.000408/2002-67

Leia mais

SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRJVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 3 8.000,00. BASE NORMATIVA: Art. 88 do Decreto-Lei n 73/66.

SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRJVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 3 8.000,00. BASE NORMATIVA: Art. 88 do Decreto-Lei n 73/66. IN. *r- MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE capitalizacao - CRSNSP 207k Sessão Recurso n 6687 RECORRENTE: HSBC VIDA

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 2.676,30. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 2.676,30. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 1176 Processo SUSEP nº 10.004885/01-51 AXA SEGUROS

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 74ª Sessão Recurso n.º 0799 Processo SUSEP nº 15414.006688/98-33

Leia mais

202a SessAo Recurso no 6352 Processo SUSEP n 15414.100238/2008-13 RECORRENTE BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS

202a SessAo Recurso no 6352 Processo SUSEP n 15414.100238/2008-13 RECORRENTE BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS I * L-.AQ MINISTERIO PA FAZENDA CONSELSO DE RECUIISOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 202a SessAo Recurso no 6352 Processo SUSEP n 15414.100238/2008-13

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP r MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS ' PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA I'RIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 195 Sessão Recurso n 5868 Processo SUSEP n 15414.002771/2006-41

Leia mais

ÇflJ4 CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURO fi! PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO -

ÇflJ4 CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURO fi! PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - MINISTÉRIO DA FAZENDA ÇflJ4 CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURO fi! PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 194' Sessão Recurso n 4699 Processo SUSEP no i 5414.000246/2003-48

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 123ª SESSÃO

ACÓRDÃOS DA 123ª SESSÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0267 Processo SUSEP nº 005-00288/91 II volumes ACÓRDÃOS

Leia mais

15414.003223/2005-57. SUL AMERICA CAPITALIZAcAO S.A. RECORRENTE: SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP RECORRIDA:

15414.003223/2005-57. SUL AMERICA CAPITALIZAcAO S.A. RECORRENTE: SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP RECORRIDA: 1 MINISTERIO 1)A FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 200' Sessão Recurso no 3946 Processo SUSEP RECORRENTE:

Leia mais

MINISTERLO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVAI)A ABERTA E DE capjtalizacao - CRSNSP

MINISTERLO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVAI)A ABERTA E DE capjtalizacao - CRSNSP MINITERLO DA FAZENDA CONELHO DE RECURO DO ITEMA NACIONAL DE EGURO PRIVADO, DE PREVIDENCIA PRIVAI)A ABERTA E DE capjtalizacao - CRNP 212' essão Recurso n 3113 Processo UEP n 10.003464/00-87 RECORRENTE:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS I I'RIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS I I'RIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS I I'RIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 210' Sessão Recurso n 6781 Processo SUSEP n 15414.200195/2012-43

Leia mais

J CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS

J CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS MINISTÉRIO DA FAZENDA J CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, - CRSNSP 208 Sessão Recurso n 5753 Processo SUSEP no 15414.300042/2005-76 RECORRENTE: RECORRIDA: AMERICAN LIFE COMPANHIA

Leia mais

SICURA CORRETORA DE SEGUROS LTDA. PENALIDADE ORIGINAL: Cancelamento de registro. Sala das SessOes (RJ), 7 de outubro de 2014.

SICURA CORRETORA DE SEGUROS LTDA. PENALIDADE ORIGINAL: Cancelamento de registro. Sala das SessOes (RJ), 7 de outubro de 2014. 10 MINISTERIO DA FAZENDA : CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS FRI VADOS, DE PREVIDENCIA FRI VADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSF 2O4 Sessao Recurso no 5655 Processo SUSEP n i 5414.100660/2006-07

Leia mais

INDIANA SEGUROS S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 34.000,00. Sala das Sessões (RJ), 22 de maio de 2014. 'i-áj Q

INDIANA SEGUROS S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 34.000,00. Sala das Sessões (RJ), 22 de maio de 2014. 'i-áj Q MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 197 Sessão Recurso n 5932 Processo SUSEP n 15414.200419/2007-50

Leia mais

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00.

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 208 Sessão Recurso n 6083 Processo SUSEP n 154 14.002279/2009-18

Leia mais

r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS.. PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP

r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS.. PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP MINISTERIO DA FAZENDA r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS.. PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 213' Sessão Recurso n 5818 Processo SUSEP n 15414.003205/2008-18

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso n.º 269 Processo SUSEP nº 15414.004089/97-77 45ª SESSÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 43ª SESSÃO DE JULGAMENTO - ACÓRDÃOS Recurso Nº 0352 Processo

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP PAUTA DE JULGAMENTO DA 187 a SESSÃO Pauta de Julgamento de

Leia mais

MINISTERIO DA FAZENDA - CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS, PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP

MINISTERIO DA FAZENDA - CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS, PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP - CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS, PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 213' Sessão Recurso n 5464 Processo SUSEP n 15414.200152/2004-58 RECORRENTE:

Leia mais

4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO -

4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - t MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS 4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 212' Sessão Recurso no 5958 Processo SUSEP n 15414.002074/2009-32

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 17.000,00. Sala das Sessões (RI), 12 de dezembro de 2014. /24. N A MARIA M ELO NETTO OLIVEIRA Presidente e Relatora

PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 17.000,00. Sala das Sessões (RI), 12 de dezembro de 2014. /24. N A MARIA M ELO NETTO OLIVEIRA Presidente e Relatora MINISTÉRIO DA FAZENDA r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 208 Sessão Processo SUSEP 0 15414.100329/2006-89 RECORRENTE:

Leia mais

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. Sala das Sessões (RJ), 12 de dezembro de 2014.

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. Sala das Sessões (RJ), 12 de dezembro de 2014. MINISTÉRIO DA FAZENDA - CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 208 Sessão Recurso n 6220 Processo SUSEP 0 15414.002477/2009-8

Leia mais

COMPANHIA EXCELSIOR DE SEGUROS SUPERINTENDI.LNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 18.000.00.

COMPANHIA EXCELSIOR DE SEGUROS SUPERINTENDI.LNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 18.000.00. c35i. MJNISTERIO DA FAZENDA CONSELUO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 215 Sessão Recurso n 6628 Processo SUSEP no 15414.005212/2011-50

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 5.000,00. Sala das Sessões (RJ), 2 de fevereiro de 2015. ANA MARIA MELO NETTO OLIVEIRA PresidenteÁ Relatora

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 5.000,00. Sala das Sessões (RJ), 2 de fevereiro de 2015. ANA MARIA MELO NETTO OLIVEIRA PresidenteÁ Relatora 3á2o MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O9 Sessão Recurso n 6443 Processo SUSEP n 154 14.400007/2008-07

Leia mais

RECORRENTE: BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00.

RECORRENTE: BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA : r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 208 Sessão Recurso n 6202 Processo SUSEP n 15414.000936/2010-26

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 94ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Recurso não conhecido.

ACÓRDÃOS DA 94ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Recurso não conhecido. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0813 Processo SUSEP nº 15414.000939/98-49 ACÓRDÃOS

Leia mais

TAT CORRETORA DE SEGUROS SC LTI)A EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Advertência. BASE NORMATIVA: Art. 8 da Circular SUSEP n 127/2000.

TAT CORRETORA DE SEGUROS SC LTI)A EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Advertência. BASE NORMATIVA: Art. 8 da Circular SUSEP n 127/2000. MINISTERIO DA FAZENDA CONSELhO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS I'RIVADOS, DE PREVII)ÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CA11TALIZAÇÃ0 - CRSNSP 209' Sessão Recurso n 6062 Processo SUSEP n 15414.000572/2008-60

Leia mais

SCI-IMITZ CORRETORA DE SEGUROS LTDA SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Cancelamento de registro.

SCI-IMITZ CORRETORA DE SEGUROS LTDA SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Cancelamento de registro. MINISTERIO DA FAZENDA Sj4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 2O3 Sessäo Recurso n 5946 Processo SUSEP n 15414.200323/2006-19 RECORRENTE: RECORRIDA: SCI-IMITZ CORRETORA

Leia mais

PINALII)ADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. BASE NORMATIVA: 1 do art. 17 da Resolução CNSP n 1172004.

PINALII)ADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. BASE NORMATIVA: 1 do art. 17 da Resolução CNSP n 1172004. MINISTÉRIO DA FAZENI)A CONSELHO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O6 Sessão Recurso n 6092 Processo SUSEP n 15414.002217/2011-21

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. SaIa das Sessões (Ri), 10 de abril de 2014. 'ANA M!ARIA DE MItLO NETTO OLIVEIRA Presidente

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. SaIa das Sessões (Ri), 10 de abril de 2014. 'ANA M!ARIA DE MItLO NETTO OLIVEIRA Presidente k42-( MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURO PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP / 195 Sessão Recurso n 6169 Processo SUSEP n 15414.003019/2009-60

Leia mais

of PENALJJ)ADE ORIGINAL: Multa 110 valor de R$ 34.000,00.

of PENALJJ)ADE ORIGINAL: Multa 110 valor de R$ 34.000,00. MINISTERIO DA FAZENI)A t.... 4 PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVAI)A ABERTA E DE capitalizaca0 - CRSNSP 200' Sessão Recurso n 5924 Processo SUSEI n 1 5414.001466/2005-51 RECORRENTE: RECORRIDA: MAPFRE VERA

Leia mais

BRADESCO AUTO/RE CIA DE SEGUROS SUPER[NTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP

BRADESCO AUTO/RE CIA DE SEGUROS SUPER[NTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE cap!talizaca0 - CRSNSP 20O Sessão Recurso n 6025 Processo SUSEP n 15414.002800/2006-74

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. Recurso nº 2478 Processo SUSEP nº 10.006100/99-61 BRADESCO SEGUROS S.A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Auto de Infração. 1 conceder crédito a prazo para outra empresa do grupo; 2 insuficiência de cobertura

Leia mais

MINISTERIO PA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITAUZAcAO - CRSNSP

MINISTERIO PA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITAUZAcAO - CRSNSP i& fla MINISTERIO PA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITAUZAcAO - CRSNSP 204' Sessâo Recurso n 5999 Processo SUSEP n 15414.003673/2006-21

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 162, DE 2006.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 162, DE 2006. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 162, DE 2006. Institui regras e procedimentos para a constituição das provisões técnicas das sociedades seguradoras, entidades

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP PAUTA DE JULGAMENTO DA 193 a SESSÃO Comunicamos que nos dias

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 255, de 4 de junho de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 255, de 4 de junho de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 255, de 4 de junho de 2004. Dispõe sobre a atualização de valores relativos às operações de seguros, de previdência complementar aberta e de capitalização, e dá outras providências.

Leia mais

CIRCULAR Nº 255, DE 4 DE JUNHO DE 2004

CIRCULAR Nº 255, DE 4 DE JUNHO DE 2004 SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR Nº 255, DE 4 DE JUNHO DE 2004 Dispõe sobre a atualização de valores relativos às operações de seguros, de previdência complementar aberta e de capitalização,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP PAUTA DE JULGAMENTO DA 210 a SESSÃO Pauta de Julgamento de

Leia mais

MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONALESEIIIJROScAPITALIzAcA0 RECORRENTE: CLUBE SUL AMERICA SAJDE, VIDA E PREVIDENCIA

MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONALESEIIIJROScAPITALIzAcA0 RECORRENTE: CLUBE SUL AMERICA SAJDE, VIDA E PREVIDENCIA MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONALESEIIIJROScAPITALIzAcA0-10,7~ CRSNSP 2O4 Sessäo Recurso O 4747 Proccsso SUSEP n 15414.200092/2006-35 - Apenso Recurso n. 4738 - Processo Susep

Leia mais

104ª SESSÃO DE JULGAMENTO ACÓRDÃOS

104ª SESSÃO DE JULGAMENTO ACÓRDÃOS MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 104ª SESSÃO DE JULGAMENTO ACÓRDÃOS RECURSO Nº 0592 Processo SUSEP

Leia mais

MINISTERIO l)a FAZENI)A CONSELHO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PR! VAI)A ABERTA E DE capitalizaca0 - CRSNSP

MINISTERIO l)a FAZENI)A CONSELHO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PR! VAI)A ABERTA E DE capitalizaca0 - CRSNSP n MINISTERIO l)a FAZENI)A CONSELHO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PR! VAI)A ABERTA E DE capitalizaca0 - CRSNSP 210 Sessão Recurso n 6170 l'rocesso SUSEP n 15414.100475/2008-76

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 110ª SESSÃO

ACÓRDÃOS DA 110ª SESSÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0766 Processo SUSEP nº 10.005440/99-84 ACÓRDÃOS DA

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S/A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP RECORRIDA:

MINISTÉRIO DA FAZENDA BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S/A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP RECORRIDA: MINISTÉRIO DA FAZENDA r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSI 2O9 Sessão Recurso 0 6629 Processo SUSEP n i 5414.001578/2008-54

Leia mais

PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 212' Sessão Recurso n 6840 Processo SUSEP no 15414.

PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 212' Sessão Recurso n 6840 Processo SUSEP no 15414. MINISTERIO DA FAZENDA r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 212' Sessão Recurso n 6840 Processo SUSEP no 15414.001829/2011-04

Leia mais

f PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO -

f PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - , r1 MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS f PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O9 Sessão Recurso n 5513 Processo SUSEP n 15414.001732/2003-83

Leia mais

W>4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO -

W>4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS W>4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 223' Sessão Recurso n 6171 Processo SUSEP n 15414.002104/201

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DA TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DA TRIBUTAÇÃO CONSELHO DE RECURSOS FISCAIS R E L A T Ó R I O Consta que contra a autuada acima qualificada, foi lavrado o Auto de Infração n 415/2010 1ª URT, onde se denuncia: I) Saída de mercadoria desacompanhada de nota fiscal, apurada através

Leia mais