PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ ,00. Sala das Sessões (RI), 12 de dezembro de /24. N A MARIA M ELO NETTO OLIVEIRA Presidente e Relatora

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 17.000,00. Sala das Sessões (RI), 12 de dezembro de 2014. /24. N A MARIA M ELO NETTO OLIVEIRA Presidente e Relatora"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA FAZENDA r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 208 Sessão Processo SUSEP / RECORRENTE: RECORRIDA: YASUDA SEGUROS S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Seguro de vida com cláusula de Invalidez Permanente por Doença. Descumprimento contratual. Negativa de pagamento de indenização sob a justificativa de tratar-se de invalidez parcial. Recurso conhecido e improvido. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ ,00. BASE NORMATIVA: Art. 88 do Decreto-Lei n 73/66. ACÓRDÃO /CRSNSP N 5102/14. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos, decidem os membros do Conselho de Recursos do Sistema Nacional de Seguros Privados, de Previdência Privada Aberta e de Capitalização, por maioria, negar provimento ao recurso da Yasuda Seguros S.A., nos termos do voto da Relatora, vencido o Conselheiro André Leal Faoro, que votou pelo provimento do recurso. Presente a advogada Dra. Shana Araújo que sustentou oralmente em favor da recorrente, intervindo nos termos do Regimento Interno deste Conselho a Senhora representante da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Dra. Maria Eh Trachtenberg. Participaram do julgamento os Conselheiros Ana Maria Melo Netto Oliveira, Claudio Carvalho Pacheco, Carmen Diva Beltrão Monteiro, Paulo Antonio Costa de Almeida Penido, Marcelo Augusto Camacho Rocha e André Leal Faoro. Presentes a Senhora Representante da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Dra. Maria Eli Trachtenberg, e a Secretária-Executiva, Senhora Theresa Christina Cunha Martins. Sala das Sessões (RI), 12 de dezembro de /24 N A MARIA M ELO NETTO OLIVEIRA Presidente e Relatora MARIA J4IIMtTENBERG Procuradora da Fazenda Nacional

2 MINISTÉRIO DA FAZENDA DE-PREVIDÊNCIA PRWADAABERTAKDLCAPJTÁL1ZÁÇÀO Recurso n Processo SUSEP n / RECURSO ADMINISTRA11VO Recorrente: Recorrido: Interessado: Yasuda Seguros S.A. Superintendência de Seguros Privados - SUSEP Helina Maria Malacrida RELATÓRIO Em 04 de maio de 2006, foi protocolada por parte da interessada reclamação contra a seguradora Yasuda Seguros S.A., relatando a recusa do pagamento de indenização de seguro de vida em grupo a que teria direito em virtude de Invalidez Permanente Total por Doença. A reclamante anexou aos autos, juntamente com o aviso de sinistro, de 20/ (fi. 10), a cópia do certificado e dos 3 últimos descontos em contracheque do seguro (fls. 05/08), a carta de concessão de aposentadoria por invalidez pelo INSS, vigente a partir de 29/04/2005 (fi. 09), e a justificativa da seguradora para o não pagamento da indenização relativa à Invalidez Permanente Total por Doença (fi. 11). A recusa da seguradora ao pagamento da referida indenização foi baseada na conclusão de que a doença da reclamante era parcialmente incapacitante. A seguradora, às fls. 20/103, informou que a segurada não se enquadrava na definição de Invalidez Permanente Total por Doença contida no manual do seguro contratado, anexando aos autos para tanto o parecer médico, de 16/08/2005, que definiu a doença da reclamante como parcialmente incapacitante (fi. 22), além de cópias dos exames efetuados pela segurada e a documentação referente ao seguro. A SUSEP, em correspondência de fi. 107, solicitou à reclamante a apresentação de laudo médico que atestasse ser a invalidez permanente. A f dos autos, a reclamante, atendendo a requisição da SUSEP, apresentou cópia do relatório médico, datado de 11/07/2005, preenchido no aviso de sinistro, do qual constam se extrai, pelas respostas assinaladas pelo médico,

3 * MINISTÉRIO DA FAZENDA ----DE-PREVLDÊNCIAYRWADAABERTA E DECApITALIzA.ÇÂO que a segurada estaria totalmente inválida para atividades laborais e que tratarse-ia de invalidez definitiva. Em defesa, às fls dos autos, a seguradora informou que, ao ter solicitado à reclamante a apresentação do laudo médico que atestasse ser sua invalidez permanente, a mesma anexou aos autos apenas "... declaração de próprio punho alegando que se tratava de uma invalidez permanente". Argumenta que a reclamante não comprovou que sua invalidez é efetivamente permanente e total, e que, por meio de parecer médico, da MAG Assessoria Médica, ficou demonstrado que a doença é apenas parcialmente incapacitante. Acrescentou, inclusive, que a declaração do INSS que informou que a segurada estava aposentada perante a Previdência Social poderia ser questionada, em virtude da prova em contrário provida pelo parecer médico da MAG Assessoria Médica. Destacou que o pagamento da indenização securitária exigiria o quadro de invalidez permanente e total, não demonstrado pela reclamante, que seria incapacitada definitiva, porém parcialmente; em decorrência do parecer médico da MAG Assessoria Médica e da falta de seu enquadramento na definição contratual de Invalidez Permanente Total por Doença, a saber: "invalidez definitiva para a qual não se possa esperar recuperação ou reabilitação com os recursos terapêuticos disponíveis no momento de sua constatação e que impeça o segurado de exercer qualquer atividade labora tiva condizente com sua idade, profissão e condição cultural", nos termos das cláusulas constantes do Capítulo 1 (Perguntas e Respostas sobre o Seguro de Vida, questão 35) e do Capítulo li (Resumo das Garantias do Seguro, item 2 - Garantias Adicionais, subitem Invalidez Permanente Total por Doença (IPD)) do Manual do Segurado (fls. 66 e 76). O parecer do DEFIS de fls conclui que, embora não tenham sido apresentados laudos os exames médicos pela reclamante, o relatório médico de fi. 114 indica de forma suficiente tratar-se de invalidez total e definitiva. O parecer registra ainda que a seguradora não cumpriu os compromissos assumidos no contrato de seguro relativos ao subitem (Divergências sobre a causa) do Capítulo II (Resumo das Garantias do Seguro, item 2 - Garantias Adicionais, subitem Invalidez Permanente Total por Doença (IPD)) do manual do segurado, pelo qual é necessária "..a submissão da availação da incapacidade a uma junta médica constituída de 3 (três) membros, sendo um nomeado pela seguradora, outro pelo segurado e um terceiro, desempatador, escolhido pelos dois nomeados". Na medida em que a 2

4 2 j27 MINISTÉRIO DA FAZENIM DE PREVWÊNCIA.PRIVADA.ABERTA EDE CAPITALIZAÇÃO cláusula contratual está de acordo com o art. 40 da Circular SUSEP n 17/92, vigente à época do sinistro, a reclamada não teria, portanto, cumprido a legislação de seguros privados no qu tange à necessidade de submissão a uma junta médica em caso de divergência sobre a avaliação da incapacidade, não tendo, dessa forma, utilizado todôs os recursos disponíveis a fim de se apurar o direito à indenização secutitária, mormente havendo nos autos informações divergentes no relatório :médico apresentado por ocasião do sinistro e no parecer médico da asessória contratada pela seguradora. Dessa forma, o parecer opina pela procedência da denúncia, por entender que a seguradora "não seguiu o que está determinado pela legislação de seguros privados para o caso de divergência sobre a avaliação da incapacidade com consequente não cumprimento dos compromissos assumidos no contrato de seguro, o que constitui infração ao art 8 do Decreto-lei n. 73/66'. A Procuradoria Federal Especializada, por meio do PARECERISUSEP/PRGERISP N /07, às fls. 130/137, corrobora as conclusões do parecer técnico, e acrecenta que o art. 50 da Circular SUSEP 17/92 em nenhum momento condiciona a caracterização da invalidez permanente por doença à incapacidadà de exercer toda e qualquer laborativa, de que possa advir remuneração ou lucro para a segurada. Colaciona diversos precedentes do Superior Tribunal de Justiça firmando o entendimento de que a incapacidade laboral permanente decla'rada pelo instituto de previdência oficial é prova suficiente para reconhecer o dever da seguradora ao pagamento da idenização securitária a que que se 'obrigou contratualmente por invalidez permanente total Arremata afirmando que: "Caso prevalecesse tal entendimento, no sentido de que 4 invalidez permanente total não foi demonstrada, pois depende de comprovação da perda total e definitiva da capacidade de um segurado de desempenhar quaisquer atividades, somente os segurados que estivessem em estado vegetativo poderiam receber a indenização decorrente da aludida invalidez, uma vez que mesmo uma pessoa portadora de graves deficiências físicas pode pode ainda, em tese, como demonstram excepcionais exemplos do cotidiano, desempenhar atividades remuneradas específicas. Tal posicionimento seda inadmissível." Adotando os fundamentos dos pareceres técnico e jurídico, a Coordenação-Geral de Julgamentos da SUSEP julgou procedente a denúncia (fi. 141), condenando a seguradora por infração ao art. 88 do Decreto-Lei n 73/66, ao pagamento de multa prevista no art. 50, inciso IV, alínea "g" da Resolução CNSP n 60/01, relativa ao não cumprimento de compromissos resultantes de contrato de seguro. Não foram aplicadas agravantes ou atenuantes.

5 a MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS FRWADOS, - - Em 22 de abril de 2010, a Recorrente apresentou suas razões recursais (fls. 152/1 58), só então fazendo menção ao Relatório Médico apresentado pela reclamante à fi. 114 dos autos e o reconhecendo como tal. Porém, alega que tal relatório não seria divergente do parecer apresentado pela empresa MAG Assessoria Médica, porquanto teria consignado que haveria "perda de força em todo MSB de caráter definitivo e forma parcia!', admitindo, portanto, que a segurada estaria parcialmente inválida por doença e "não totalmente inválida como prevê e exige a cobertura de!pd". Acrescentou que o documento apresentado pela segurada à fi. 114 não atenderia, todavia, à exigência do Manual do Segurado para a constatação da Invalidez Total e Permanente por Doença, relativa ao Relatório Médico. O Relatório Médico, nos termos do item 6.9 (Procedimentos em caso de Sinistro - Invalidez Total e Permanente por Doença) (fi. 81) do Manual do Segurado, seria um documento à parte do Formulário fornecido pela Cia Seguradora, cujo verso, entretanto, possui a denominação de "Relatório Médico", a ser preenchido pelo médico assistente do sinistrado, com firma reconhecida da assinatura do mesmo. Os requisitos exigidos contratualmente para o Relatório Médico a ser entregue separadamente seriam os seguintes: assinatura e carimbo pelo médico assistente, com firma reconhecida, detalhando o início da incapacidade, data da invalidez, evolução da doença e justificativa para a invalidez. Destacou que a própria circular SUSEP n 302/2005, art. 50, Parágrafo Unico, "determina que a concessão do beneficio previdenciá rio não caracteriza por si só o estado de invalidez", sendo "os critérios utilizados pela Previdência Social para a determinação de invalidez diferentes dos utilizados pelas Companhias de Seguro que atuam no ramo dos Seguros Privados". Relatou que o ad. 47 da Lei n 8.213/91 inclusive esclarece que "a concessão da aposentadoria pelo Ói'gão Oficial persistirá mesmo que o segurado retorne às suas atividades laborais, enquanto a apólice de seguro de invalidez por doença exige que não haja possibilidade de reabilitação ou de tratamento para a doença", além da "incapacidade para o exercício de qualquer atividade laborativa". Concluiu que a cobertura securitária não será, portanto, devida sempre que houver a concessão da aposentadoria pelo órgão Oficial, devendo o contrato de seguro ser analisado em conformidade com as normas de direito privado e não com as de direito previdenciário. Ao fim, pediu provimento ao seu recurso, com vistas à declaração da nulidade integral da penalidade de multa imposta. 4

6 /13 MINISTÉRIO DA FAZENDA»EflyIflçI4j11yA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO Em seu parecer (fis. 163/164), a Douta Representação da PGFN neste Conselho manifestou pelo juízo positivo de conhecimento e negativo de provimento ao recurso, em razão do descabimento das alegações da sociedade seguradora. É o relatório. Rio de Janeiro, 23 de maio de i 'AÀ NA MARIA MELO NETTO OLIVEIRA Relatora Representante do Ministério da Fazenda A- 5

7 MINISTÉRIO DA FAZENDA - DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA EDE CAPITALIZAÇÃO Recurso n Processo SUSEP no RECURSO ADMINISTRATIVO Recorrente: Recorrido: Interessado: Yasuda Seguros S.A. Superintendência de Seguros Privados - SUSEP Helina Maria Malacrida EMENTA Descumprimento de condições contratuais. Invalidez Permanente Total por Doença. Aposentadoria por invalidez concedida pelo órgão previdenciário oficial. Recusa de pagamento de indenização. Alegação de que a segurada não se encontra totalmente incapacitada. Não provimento do recurso. VOTO O recurso é tempestivo e atende todos os requisitos que dele se espera. Conheço do mesmo. No mérito, entendo que, diferentemente do alegado pela reclamada, houve o atendimento pela segurada da cláusula contratual do Manual do Segurado para a análise do sinistro de Invalidez Total e Permanente por Doença, já que foram realizados os procedimentos e preenchidas as condições formais necessárias para tal análise, inclusive em relação ao Relatório Médico, do qual constam os requisitos exigidos para o Relatório Médico a ser entregue separadamente, discriminados nos itens 36 (Como se fará a constatação da Invalidez Total e Permanente por Doença?) do Capítulo 1 (Perguntas e Respostas sobre Seguro de Vida) (fi. 66) e 6.9 (Procedimentos em caso de Sinistro - Invalidez Total e Permanente por Doença) do Capítulo II (Resumo das Garantias do Seguro) (fi. 81). Cotejando o documento de fi. 114, vejo que preenche os requisitos exigidos contratualmente para o Relatório Médico elencados pela seguradora, a saber: assinatura e carimbo pelo médico assistente, com firma reconhecida, detalhando o início da incapacidade, data da invalidez, evolução da doença e justificativa para a invalidez. 1

8 e MINISTÉRIO DA FAZENDA DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO Considerando o documento de fi. 114 como documento válido, impende examinar se as informações ali contidas são convergentes com as informações prestadas pela assessoria médica contratada pela seguradora. Entendo que a informação aposta no formulário médico atesta a caracterização de invalidez total, vez que há resposta afirmativa para a pergunta "está o segurado totalmente inválido para atividades laboriais". Dessa forma, não pode a seguradora proceder a uma leitura enviezada do referido documento, para dele extrair as informações necessárias a justificar a recusa do pagamento da indenização. A informação literal que consta do relatório de fi. 114 é de que a "perda de força" é de caráter definitivo e parcial. Pode-se inferir, do documento, que a invalidez seria total, ainda que a perda de força tenha sido parcial. Essas informações sugerem que seria indispensável que a seguradora tivesse promovido a junta médica com a finalidade de dissipar as divergências entre o relatório médico e o parecer da assessoria. Entendo que a não propositura da junta médica, na vigência da Circular SUSEP n. 17/92, e da cláusula contratual que consta do item do Manual do Segurado, constitui fundamento suficiente para a condenação da seguradora, por descumprimento das condições contratuais, nos termos delineados pela decisão de primeira instância. Entendo, assim, que houve da parte da reclamada o descumprimento do subitem (Divergências sobre a causa) do Capítulo II (Resumo das Garantias do Seguro, item 2 - Garantias Adicionais, subitem Invalidez Permanente Total por Doença (IPD)), consonante com o art. 40 da circular SUSEP n 17/1992, vigente à época dos fatos, relativo à necessidade de submissão a uma junta médica em casos de 't..divergências sobre a causa, natureza ou extensão das lesões, bem como a avaliação da incapacidade... '1 Por todo o exposto, nego provimentd ao recurso, mantendo na íntegra a decisão de primeira instância. É o voto. Em 12 de dezembro de ANA MARIA MELO NETTO OLIVEIRA Relatora Representante do Ministério da Fazenda ,

W PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O8 Sessão Recurso n 5443 Processo SUSEP n 15414.

W PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O8 Sessão Recurso n 5443 Processo SUSEP n 15414. . MINISTÉRIO DA FAZENDA W PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O8 Sessão Recurso n 5443 Processo SUSEP n 15414.004535/2002-35 RECORRENTE: RECORRIDA: COMPANIIIA DE SEGUROS

Leia mais

(4' IRA DE ALMEIDA Presidente

(4' IRA DE ALMEIDA Presidente (çk - MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP--- --- -- 196 Sessão Recurso n 5886 Processo SUSEP n

Leia mais

Vida Seguradora S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. Sala das Sessões (Ri), 12 de dezembro de 2014.

Vida Seguradora S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. Sala das Sessões (Ri), 12 de dezembro de 2014. CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, - CRSNSP 208' Sessão Recurso n 5898 Processo SUSEP n 15414.100701/2008-19 RECORRENTE: RECORRIDA: Vida Seguradora S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 17.000,00.

PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 17.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA 1 r. CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS... PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O8 Sessão Recurso n 6382 Processo SUSEP n 15414.003591/2008-48

Leia mais

COMPANHIA DE SEGUROS PREVIDÊNCIA DO SUL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. BASE NORMATIVA: Art. 88 do Decreto-Lei n 73/66.

COMPANHIA DE SEGUROS PREVIDÊNCIA DO SUL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. BASE NORMATIVA: Art. 88 do Decreto-Lei n 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃOa CRSNSP J95 Sessão Recurso n 4232 Processo SUSEP n 15414.00134 1/2006-lO RECORRENTE: RECORRIDA: COMPANHIA DE SEGUROS PREVIDÊNCIA

Leia mais

4t PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO -

4t PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS 4t PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 195 Sessão Recurso n 5404 Processo SUSEP n RECORRENTE: RECORRIDA:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO RELATÓRIO

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO RELATÓRIO MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO Recurso n2 5.550 - CRSNSP Processo n2 15414.005009/2005-35- SUSEP Recorrente

Leia mais

J CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS

J CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS MINISTÉRIO DA FAZENDA J CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, - CRSNSP 208 Sessão Recurso n 5753 Processo SUSEP no 15414.300042/2005-76 RECORRENTE: RECORRIDA: AMERICAN LIFE COMPANHIA

Leia mais

4 PRIVAI)OS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO -

4 PRIVAI)OS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - 4 PRIVAI)OS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O6 Sessão Recurso n 5762 Processo SUSEI' n 15414.004002/2006-87 RECORRENTE: RECORRII)A: SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 153ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 32.115,68.

ACÓRDÃOS DA 153ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 32.115,68. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 3258 Processo SUSEP nº 010-00195/00 ACÓRDÃOS DA 153ª

Leia mais

ASTRAU - ASSOCIAÇÃO DOS TRANSPORTADORES DE CARGAS DO NORDESTE PAULISTA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS -

ASTRAU - ASSOCIAÇÃO DOS TRANSPORTADORES DE CARGAS DO NORDESTE PAULISTA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - J MINISTÉRIO DA FAZENDA I'RIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O9 Sessão Recurso n 6085 Processo SUSEP n 15414.004044/2010-02 RECORRENTE: RECORRIDA: ASTRAU - ASSOCIAÇÃO DOS

Leia mais

r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS.. PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP

r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS.. PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP MINISTERIO DA FAZENDA r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS.. PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 213' Sessão Recurso n 5818 Processo SUSEP n 15414.003205/2008-18

Leia mais

PINALII)ADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. BASE NORMATIVA: 1 do art. 17 da Resolução CNSP n 1172004.

PINALII)ADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. BASE NORMATIVA: 1 do art. 17 da Resolução CNSP n 1172004. MINISTÉRIO DA FAZENI)A CONSELHO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O6 Sessão Recurso n 6092 Processo SUSEP n 15414.002217/2011-21

Leia mais

MINISTERIO DA FAZENDA / Y CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 18.000,00.

MINISTERIO DA FAZENDA / Y CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 18.000,00. MINISTERIO DA FAZENDA / Y CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS d 4W PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 214 Sessão Recurso n 5859 Processo SUSEP n i 5414.00404/2005-95

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 52.000,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 52.000,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. Recurso nº 1643 Processo SUSEP nº 15414.002059/2002-18 ITAÚ SEGUROS S.A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atender as solicitações feitas por meio da Carta SUSEP/DETEC/GEBER/DICEB Nº 578/2002.

Leia mais

UNIAO DOS PREVIDENCIARIOS DO BRASIL SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PR! VADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 20.674,58.

UNIAO DOS PREVIDENCIARIOS DO BRASIL SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PR! VADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 20.674,58. 1 oministerio DA FAZENDA PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 199' Sessão Recurso n 5229 Processo SUSEP n 15414.000912/2007-71 RECORRENTE: RECORRIDA: UNIAO DOS PREVIDENCIARIOS

Leia mais

EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 8.000,00. BASE NORMATIVA: Arts. 36 e 88 do Decreto-Lei n 73/66.

EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 8.000,00. BASE NORMATIVA: Arts. 36 e 88 do Decreto-Lei n 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS W>' PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 21P Sessão Recurso n 6719 Processo SIJSEP n 154 14.000299/2012-50

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. COMPANI lia DE SEGUROS PREV1I)INCIA 1)0 SUL

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. COMPANI lia DE SEGUROS PREV1I)INCIA 1)0 SUL 11 MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS -f PRIVADOS, DE PREVII)ÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - (;RSNSP I99 Sessão Recurso n 5954 Processo SUSEJ n 15414.200189/2007-29

Leia mais

RECORRENTE: COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 64.000,00.

RECORRENTE: COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 64.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 206 Sessão Recurso n 4703 Processo SUSEP n 15414.100262/2005-00 RECORRENTE: COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL

Leia mais

MINISTERIO DA FAZENDA - CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS, PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP

MINISTERIO DA FAZENDA - CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS, PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP - CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS, PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 213' Sessão Recurso n 5464 Processo SUSEP n 15414.200152/2004-58 RECORRENTE:

Leia mais

ITAU XL SEGUROS CORPORATIVOS S.A. SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00.

ITAU XL SEGUROS CORPORATIVOS S.A. SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 2O7 Sessão Recurso no 4676 Processo SUSEP no 15414.000468/2007-94 RECORRENTE: RECORRIDA: ITAU XL SEGUROS CORPORATIVOS S.A. SUPERINTENDENCIA

Leia mais

202a SessAo Recurso no 6352 Processo SUSEP n 15414.100238/2008-13 RECORRENTE BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS

202a SessAo Recurso no 6352 Processo SUSEP n 15414.100238/2008-13 RECORRENTE BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS I * L-.AQ MINISTERIO PA FAZENDA CONSELSO DE RECUIISOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 202a SessAo Recurso no 6352 Processo SUSEP n 15414.100238/2008-13

Leia mais

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. Sala das Sessões (RJ) 8 de maio de 2014. IRA DE ALMEIDA President e Relator

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. Sala das Sessões (RJ) 8 de maio de 2014. IRA DE ALMEIDA President e Relator MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP i96sessão Recurso n 1608 Processo SUSEP no 10.006118/99-27

Leia mais

ÇflJ4 CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURO fi! PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO -

ÇflJ4 CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURO fi! PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - MINISTÉRIO DA FAZENDA ÇflJ4 CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURO fi! PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 194' Sessão Recurso n 4699 Processo SUSEP no i 5414.000246/2003-48

Leia mais

CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO.

CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO. CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO. Processo SUSEP n 10.006508/0 1-48 Recurso ao CRSNSP n 5745 Recorrente: Nelson Gregory Giaretta

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 75ª Sessão Recurso nº 1130 Processo SUSEP nº 001-06805/96 PORTO

Leia mais

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00.

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. Recurso nº 1847 Processo SUSEP nº 15414.002869/2002-74 SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atender à Carta SUSEP/DECON/GERES/DISEC/ nº 352/02.

Leia mais

SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRJVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 3 8.000,00. BASE NORMATIVA: Art. 88 do Decreto-Lei n 73/66.

SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRJVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 3 8.000,00. BASE NORMATIVA: Art. 88 do Decreto-Lei n 73/66. IN. *r- MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE capitalizacao - CRSNSP 207k Sessão Recurso n 6687 RECORRENTE: HSBC VIDA

Leia mais

PREVIMAX PREVIDÊNCIA PRIVADA E SEGURADORA S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 16.000,00.

PREVIMAX PREVIDÊNCIA PRIVADA E SEGURADORA S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 16.000,00. Recurso nº 4481 Processo SUSEP nº 15414.004750/2006-60 PREVIMAX PREVIDÊNCIA PRIVADA E SEGURADORA S.A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Realizar operação financeira com pessoa jurídica ligada

Leia mais

ACÓRDÃOS 100ª SESSÃO RECURSO ADMINISTRATIVO COMPANHIA DE SEGUROS MINAS BRASIL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP

ACÓRDÃOS 100ª SESSÃO RECURSO ADMINISTRATIVO COMPANHIA DE SEGUROS MINAS BRASIL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 1205 Processo SUSEP nº 010-0018/00 ACÓRDÃOS 100ª SESSÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0871 Processo SUSEP nº 001-04106/96 81ª SESSÃO DE

Leia mais

a MINISTERIO DA FAZENDA

a MINISTERIO DA FAZENDA 32 a MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS FRI VADOS, DE PREVIDENCIA FRI VADA ABERTA E DE capitalizacac) - CRSNSP 204' Sessão Recurso no 6670 Processo SUSEP no 15414.005872/2011-3

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: 2º do art. 801 do Código Civil.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: 2º do art. 801 do Código Civil. Recurso nº 5656 Processo SUSEP nº 15414.004271/2007-24 FEDERAL DE SEGUROS S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Alterar unilateralmente apólice de seguro de vida em grupo. Recurso conhecido e PENALIDADE

Leia mais

TAT CORRETORA DE SEGUROS SC LTI)A EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Advertência. BASE NORMATIVA: Art. 8 da Circular SUSEP n 127/2000.

TAT CORRETORA DE SEGUROS SC LTI)A EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Advertência. BASE NORMATIVA: Art. 8 da Circular SUSEP n 127/2000. MINISTERIO DA FAZENDA CONSELhO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS I'RIVADOS, DE PREVII)ÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CA11TALIZAÇÃ0 - CRSNSP 209' Sessão Recurso n 6062 Processo SUSEP n 15414.000572/2008-60

Leia mais

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. SUPERiNTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00.

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. SUPERiNTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA -. CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 208 Sessão Recurso n 6602 RECORRENTE: RECORRIDA: BRADESCO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP r MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS ' PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA I'RIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 195 Sessão Recurso n 5868 Processo SUSEP n 15414.002771/2006-41

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 161ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

ACÓRDÃOS DA 161ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0753 Processo SUSEP nº 15414.002596/97-94 ACÓRDÃOS

Leia mais

MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS, PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP

MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS, PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP , PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 213 Sessão Recurso no 6346 Processo SUSEP no 15414.100179/2011-71 RECORRENTE: RECORRIDA: ALIANA DO BRASIL SEGUROS S/A SUPERINTENDENCIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S/A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP RECORRIDA:

MINISTÉRIO DA FAZENDA BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S/A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP RECORRIDA: MINISTÉRIO DA FAZENDA r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSI 2O9 Sessão Recurso 0 6629 Processo SUSEP n i 5414.001578/2008-54

Leia mais

RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 16.057,84. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 16.057,84. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 88ª SESSÃO Recurso nº 0754 Processo SUSEP nº 15414.005763/97-31

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 34.000,00. Sala dassõ,de evereiro e 20 5. WALDIR QUINTILIA O DA SILVA res4te ;RRe a

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 34.000,00. Sala dassõ,de evereiro e 20 5. WALDIR QUINTILIA O DA SILVA res4te ;RRe a MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA I'RIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O9 Sessão Recurso n 6538 Processo SUSEP n0 15414.005489/2011-82

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 99ª SESSÃO Recurso nº 1662 Processo SUSEP nº 15414.002046/2002-49

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 77ª Sessão Recurso nº 0479 Processo SUSEP nº 15414.001740/97-93

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 5.000,00. Sala das Sessões (RJ), 2 de fevereiro de 2015. ANA MARIA MELO NETTO OLIVEIRA PresidenteÁ Relatora

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 5.000,00. Sala das Sessões (RJ), 2 de fevereiro de 2015. ANA MARIA MELO NETTO OLIVEIRA PresidenteÁ Relatora 3á2o MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O9 Sessão Recurso n 6443 Processo SUSEP n 154 14.400007/2008-07

Leia mais

of PENALJJ)ADE ORIGINAL: Multa 110 valor de R$ 34.000,00.

of PENALJJ)ADE ORIGINAL: Multa 110 valor de R$ 34.000,00. MINISTERIO DA FAZENI)A t.... 4 PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVAI)A ABERTA E DE capitalizaca0 - CRSNSP 200' Sessão Recurso n 5924 Processo SUSEI n 1 5414.001466/2005-51 RECORRENTE: RECORRIDA: MAPFRE VERA

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 97ª SESSÃO Recurso nº 0739 Processo SUSEP nº 15414.003029/97-18

Leia mais

COMPANHIA EXCELSIOR DE SEGUROS SUPERINTENDI.LNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 18.000.00.

COMPANHIA EXCELSIOR DE SEGUROS SUPERINTENDI.LNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 18.000.00. c35i. MJNISTERIO DA FAZENDA CONSELUO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 215 Sessão Recurso n 6628 Processo SUSEP no 15414.005212/2011-50

Leia mais

15414.003223/2005-57. SUL AMERICA CAPITALIZAcAO S.A. RECORRENTE: SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP RECORRIDA:

15414.003223/2005-57. SUL AMERICA CAPITALIZAcAO S.A. RECORRENTE: SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP RECORRIDA: 1 MINISTERIO 1)A FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 200' Sessão Recurso no 3946 Processo SUSEP RECORRENTE:

Leia mais

MINISTERIO PA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITAUZAcAO - CRSNSP

MINISTERIO PA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITAUZAcAO - CRSNSP i& fla MINISTERIO PA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITAUZAcAO - CRSNSP 204' Sessâo Recurso n 5999 Processo SUSEP n 15414.003673/2006-21

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 162ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

ACÓRDÃOS DA 162ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 1715 Processo SUSEP nº 15414.100907/2002-53 ACÓRDÃOS

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 87ª SESSÃO RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 8.028,92.

ACÓRDÃOS DA 87ª SESSÃO RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 8.028,92. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 1056 Processo SUSEP nº 001-00687/96 ACÓRDÃOS DA 87ª

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 163ª SESSÃO CHUBB DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 8.028,92.

ACÓRDÃOS DA 163ª SESSÃO CHUBB DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 8.028,92. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 2642 Processo SUSEP nº 006-00311/00 ACÓRDÃOS DA 163ª

Leia mais

SICURA CORRETORA DE SEGUROS LTDA. PENALIDADE ORIGINAL: Cancelamento de registro. Sala das SessOes (RJ), 7 de outubro de 2014.

SICURA CORRETORA DE SEGUROS LTDA. PENALIDADE ORIGINAL: Cancelamento de registro. Sala das SessOes (RJ), 7 de outubro de 2014. 10 MINISTERIO DA FAZENDA : CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS FRI VADOS, DE PREVIDENCIA FRI VADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSF 2O4 Sessao Recurso no 5655 Processo SUSEP n i 5414.100660/2006-07

Leia mais

82ª SESSÃO DE JULGAMENTO - ACÓRDÃOS RECURSO ADMINISTRATIVO COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP.

82ª SESSÃO DE JULGAMENTO - ACÓRDÃOS RECURSO ADMINISTRATIVO COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0765 Processo SUSEP nº 10.005600/99-59 82ª SESSÃO

Leia mais

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. Sala das Sessões (RJ), 12 de dezembro de 2014.

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. EMENTA: RECURSO. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. Sala das Sessões (RJ), 12 de dezembro de 2014. MINISTÉRIO DA FAZENDA - CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 208 Sessão Recurso n 6220 Processo SUSEP 0 15414.002477/2009-8

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0056 Processo SUSEP nº 15414.000079/97-71 80ª SESSÃO

Leia mais

INDIANA SEGUROS S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 34.000,00. Sala das Sessões (RJ), 22 de maio de 2014. 'i-áj Q

INDIANA SEGUROS S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 34.000,00. Sala das Sessões (RJ), 22 de maio de 2014. 'i-áj Q MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 197 Sessão Recurso n 5932 Processo SUSEP n 15414.200419/2007-50

Leia mais

BRADESCO AUTO/RE CIA DE SEGUROS SUPER[NTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP

BRADESCO AUTO/RE CIA DE SEGUROS SUPER[NTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PR! VADA ABERTA E DE cap!talizaca0 - CRSNSP 20O Sessão Recurso n 6025 Processo SUSEP n 15414.002800/2006-74

Leia mais

COMPANHIA DE SEGUROS DO ESTADO DE SÃO PAULO - COSESP SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 64.231,36.

COMPANHIA DE SEGUROS DO ESTADO DE SÃO PAULO - COSESP SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 64.231,36. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 142ª SESSÃO Recurso nº 1740 Processo SUSEP nº 10.002636/00-03

Leia mais

RECORRENTE: BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00.

RECORRENTE: BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA : r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS. PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 208 Sessão Recurso n 6202 Processo SUSEP n 15414.000936/2010-26

Leia mais

SCI-IMITZ CORRETORA DE SEGUROS LTDA SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Cancelamento de registro.

SCI-IMITZ CORRETORA DE SEGUROS LTDA SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Cancelamento de registro. MINISTERIO DA FAZENDA Sj4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 2O3 Sessäo Recurso n 5946 Processo SUSEP n 15414.200323/2006-19 RECORRENTE: RECORRIDA: SCI-IMITZ CORRETORA

Leia mais

MINISTERLO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVAI)A ABERTA E DE capjtalizacao - CRSNSP

MINISTERLO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVAI)A ABERTA E DE capjtalizacao - CRSNSP MINITERLO DA FAZENDA CONELHO DE RECURO DO ITEMA NACIONAL DE EGURO PRIVADO, DE PREVIDENCIA PRIVAI)A ABERTA E DE capjtalizacao - CRNP 212' essão Recurso n 3113 Processo UEP n 10.003464/00-87 RECORRENTE:

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 149ª SESSÃO PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP

ACÓRDÃOS DA 149ª SESSÃO PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP Recurso nº 1538 Processo SUSEP nº 15414.002160/2002-79 ACÓRDÃOS DA 149ª SESSÃO PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não remeter à SUSEP, no prazo determinado,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃO DA 98ª SESSÃO Recurso nº 0684 Processo SUSEP nº 15414.003257/97-34

Leia mais

SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. BASE LEGAL: Art. 24 do Decreto-Lel no 73/66. Sala das Sessoes (RJ), 31 dejulho de 2014.

SUPERINTENDENCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP. BASE LEGAL: Art. 24 do Decreto-Lel no 73/66. Sala das Sessoes (RJ), 31 dejulho de 2014. W.r...$ MIMSTERIO DA FAZENIA CONSELBO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 199 Sessao Recurso n 5894 Processo SUSEP 0 15414.000844/2003-17

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. SaIa das Sessões (Ri), 10 de abril de 2014. 'ANA M!ARIA DE MItLO NETTO OLIVEIRA Presidente

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. SaIa das Sessões (Ri), 10 de abril de 2014. 'ANA M!ARIA DE MItLO NETTO OLIVEIRA Presidente k42-( MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURO PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP / 195 Sessão Recurso n 6169 Processo SUSEP n 15414.003019/2009-60

Leia mais

PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 212' Sessão Recurso n 6840 Processo SUSEP no 15414.

PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 212' Sessão Recurso n 6840 Processo SUSEP no 15414. MINISTERIO DA FAZENDA r CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PR! VADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 212' Sessão Recurso n 6840 Processo SUSEP no 15414.001829/2011-04

Leia mais

MINISTERIO l)a FAZENI)A CONSELHO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PR! VAI)A ABERTA E DE capitalizaca0 - CRSNSP

MINISTERIO l)a FAZENI)A CONSELHO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PR! VAI)A ABERTA E DE capitalizaca0 - CRSNSP n MINISTERIO l)a FAZENI)A CONSELHO DE RECURSOS 1)0 SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PR! VAI)A ABERTA E DE capitalizaca0 - CRSNSP 210 Sessão Recurso n 6170 l'rocesso SUSEP n 15414.100475/2008-76

Leia mais

W>4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO -

W>4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS W>4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAçAO - CRSNSP 223' Sessão Recurso n 6171 Processo SUSEP n 15414.002104/201

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS I I'RIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS I I'RIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS I I'RIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 210' Sessão Recurso n 6781 Processo SUSEP n 15414.200195/2012-43

Leia mais

4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO -

4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - t MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS 4 PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 212' Sessão Recurso no 5958 Processo SUSEP n 15414.002074/2009-32

Leia mais

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00.

BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. PENALIDADE ORIGINAL: Multa de R$ 9.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 208 Sessão Recurso n 6083 Processo SUSEP n 154 14.002279/2009-18

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 966.736 - RS (2007/0152846-0) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO RECORRENTE : PAULO GILBERTO ALTMANN ADVOGADO : ANDRE ROBERTO MALLMANN RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO

Leia mais

RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 32.115,68. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

RECURSO ADMINISTRATIVO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: multa de R$ 32.115,68. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 89ª Sessão Recurso nº 0864 Processo SUSEP nº 010-0147/99 COMPANHIA

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 154ª SESSÃO PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP

ACÓRDÃOS DA 154ª SESSÃO PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 1088 Processo SUSEP nº 15414.000337/98-46 ACÓRDÃOS

Leia mais

SEGURO PRESTAMISTA IPTA - CARTÃO DE CRÉDITO. Condições Especiais

SEGURO PRESTAMISTA IPTA - CARTÃO DE CRÉDITO. Condições Especiais SEGURO PRESTAMISTA IPTA - CARTÃO DE CRÉDITO Condições Especiais Processo SUSEP 15414. 004450/2009-23 Companhia de Seguros Aliança do Brasil - CNPJ 28.196.889/0001-43 Central de Atendimento aos Clientes:

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 151ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 16.057,84.

ACÓRDÃOS DA 151ª SESSÃO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 16.057,84. Recurso nº 1628 Processo SUSEP nº 15414.003515/97-28 ACÓRDÃOS DA 151ª SESSÃO FEDERAL DE SEGUROS S.A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Negar pagamento de indenização referente a seguro de vida

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 34.000,00. Saia das Sessões (RJ), 6 de novembro de 2014. NA MARIA MELO ÊDITALIVEIRA Presidente e R1atora

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 34.000,00. Saia das Sessões (RJ), 6 de novembro de 2014. NA MARIA MELO ÊDITALIVEIRA Presidente e R1atora - CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 206' Sessão Recurso n 5843 Processo SUSEP n 15414.003992/2005-55 RECORRENTE: RECORRIDA:

Leia mais

RECURSO ADMINISTRATIVO. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atendeu a carta SUSEP. Recurso conhecido e provido.

RECURSO ADMINISTRATIVO. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atendeu a carta SUSEP. Recurso conhecido e provido. ,çt MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS E.. PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÀO - CRSNSP 32 Sessão Recurso n 1065 Processo SUSEP n 10.004903/00-5

Leia mais

MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONALESEIIIJROScAPITALIzAcA0 RECORRENTE: CLUBE SUL AMERICA SAJDE, VIDA E PREVIDENCIA

MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONALESEIIIJROScAPITALIzAcA0 RECORRENTE: CLUBE SUL AMERICA SAJDE, VIDA E PREVIDENCIA MINISTERIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONALESEIIIJROScAPITALIzAcA0-10,7~ CRSNSP 2O4 Sessäo Recurso O 4747 Proccsso SUSEP n 15414.200092/2006-35 - Apenso Recurso n. 4738 - Processo Susep

Leia mais

RECURSO ADMINISTRATIVO ONIX CORRETORA DE SEGUROS S/C LTDA. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP

RECURSO ADMINISTRATIVO ONIX CORRETORA DE SEGUROS S/C LTDA. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUR OS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 93ª SESSÃO Recursonº 0534 Processo SUSEP nº 15414.005198/97-48

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso n.º 269 Processo SUSEP nº 15414.004089/97-77 45ª SESSÃO

Leia mais

181ª Sessão Recurso nº 1971 Processo SUSEP nº 10.002142/99-60 Apenso: Processo Susep nº 10.003049/01-96 SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP

181ª Sessão Recurso nº 1971 Processo SUSEP nº 10.002142/99-60 Apenso: Processo Susep nº 10.003049/01-96 SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP Recurso nº 1971 Processo SUSEP nº 10.002142/99-60 Apenso: Processo Susep nº 10.003049/01-96 FEDERAL DE SEGUROS S/A EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Denúncia. Pagar indenização em valor menor que o devido,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 43ª SESSÃO DE JULGAMENTO - ACÓRDÃOS Recurso Nº 0352 Processo

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 123ª SESSÃO

ACÓRDÃOS DA 123ª SESSÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0267 Processo SUSEP nº 005-00288/91 II volumes ACÓRDÃOS

Leia mais

VISTOS, relatados e discutidos estes autos, em que são partes as acima identificadas:

VISTOS, relatados e discutidos estes autos, em que são partes as acima identificadas: . ' ESTADO DA PARAÍBA t-n " PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Apelação Civel n 200.2004.038313-1/001 Relator: Des. Luiz Silvio Ramalho Júnior Apelante: Executivos Administração e Promoção de Seguros

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP PAUTA DE JULGAMENTO DA 210 a SESSÃO Pauta de Julgamento de

Leia mais

f PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO -

f PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - , r1 MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS f PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O9 Sessão Recurso n 5513 Processo SUSEP n 15414.001732/2003-83

Leia mais

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 32.000,00. \J&NA MARIA MELO NETTO OLIVEIRA Presidente e Relatora

PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 32.000,00. \J&NA MARIA MELO NETTO OLIVEIRA Presidente e Relatora MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS L... PRIVADOS, - CRSNSP 206 Sessão Recurso n 5829 Processo SUSEP n 15414. 100349/2006-50 RECORRENTE: RECORRIDA: BRADESCO AUTO/RE

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA CONTRATO DE SEGURO DE VIDA E INVALIDEZ PERMANENTE EM GRUPO. PRESCRIÇÃO. INOCORRÊNCIA. SEGURADO COM LESÃO NEUROLÓGICA QUE

DECISÃO MONOCRÁTICA CONTRATO DE SEGURO DE VIDA E INVALIDEZ PERMANENTE EM GRUPO. PRESCRIÇÃO. INOCORRÊNCIA. SEGURADO COM LESÃO NEUROLÓGICA QUE DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO N.º 0402603-95.2008.8.19.0001 APELANTE: SULAMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDENCIA APELADO: FRANCISCO DE SOUZA COELHO JUNIOR RELATOR: DES. LINDOLPHO MORAIS MARINHO DECISÃO

Leia mais

fl CONSELITIO DE RECURSOS DO SJSTEMA NACIONAL DE SEGUROS WT PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRJVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP

fl CONSELITIO DE RECURSOS DO SJSTEMA NACIONAL DE SEGUROS WT PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRJVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP i L.thS MINJSTERIO DA FAZENDA fl CONSELITIO DE RECURSOS DO SJSTEMA NACIONAL DE SEGUROS WT PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRJVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 2O4 Sessao Recurso n 5446 Processo SUSEP n

Leia mais

R E L A T Ó R I O A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA BARBOSA MAGGI (RELATORA CONVOCADA): É o relatório.

R E L A T Ó R I O A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA BARBOSA MAGGI (RELATORA CONVOCADA): É o relatório. APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO 6263 - PE (20088300010216-6) PROC ORIGINÁRIO : 9ª VARA FEDERAL DE PERNAMBUCO R E L A T Ó R I O A EXMA SRA DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA (RELATORA CONVOCADA): Trata-se

Leia mais

69ª SESSÃO DE JULGAMENTO - ACÓRDÃOS

69ª SESSÃO DE JULGAMENTO - ACÓRDÃOS MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso n.º 0703 Processo SUSEP nº 10.001414/00-38 69ª SESSÃO

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 115ª SESSÃO

ACÓRDÃOS DA 115ª SESSÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 0411 Processo SUSEP nº 15414.003240/98-12 ACÓRDÃOS

Leia mais

Nova Lista de Verificação Seguro de Auto Versão 01 (julho/2012)

Nova Lista de Verificação Seguro de Auto Versão 01 (julho/2012) LISTA DE VERIFICAÇÃO CIRCULARES SUSEP N os 256 e 269/04 E OUTROS NORMATIVOS DESCRIÇÃO ATENÇÃO: No preenchimento da Lista de Verificação, para os itens informativos, a coluna Fls. deverá ser marcada com

Leia mais

DBASIS CORRETORA DE SEGUROS E MARLY APARECIDA MACHADO ESTE VES. PENALIDADE ORIGINAL: Cancelamento de registro.

DBASIS CORRETORA DE SEGUROS E MARLY APARECIDA MACHADO ESTE VES. PENALIDADE ORIGINAL: Cancelamento de registro. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS 4 PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP 2O9 Sessão Recurso n 5994 Processo SUSEP n 15414.100180/2007-19

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO AGRAVO LEGAL EM APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000720-74.2007.4.03.9999/SP 2007.03.99.000720-4/SP RELATOR : Juiz Federal Convocado Silvio Gemaque APELANTE :

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP PAUTA DE JULGAMENTO DA 187 a SESSÃO Pauta de Julgamento de

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 68.000,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 68.000,00. BASE LEGAL: Art. 88 do Decreto-Lei nº 73/66. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP ACÓRDÃOS DA 145ª SESSÃO Recurso nº 1972 Processo SUSEP nº 15414.000408/2002-67

Leia mais

ACÓRDÃOS DA 164ª SESSÃO COMPANHIA DE SEGUROS GRALHA AZUL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 52.000,00.

ACÓRDÃOS DA 164ª SESSÃO COMPANHIA DE SEGUROS GRALHA AZUL SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE: Multa no valor de R$ 52.000,00. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP Recurso nº 2030 Processo SUSEP nº 15414.002077/2003-81 ACÓRDÃOS

Leia mais