7º Concurso de Monografia CBTU 2011 A Cidade nos Trilhos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "7º Concurso de Monografia CBTU 2011 A Cidade nos Trilhos"

Transcrição

1 7º Concurso de Monografia CBTU 2011 A Cidade nos Trilhos Desenvolvimento de um novo padrão urbano sustentável: o papel do transporte de passageiros sobre tilhos UM NOVO PADRÃO DE DESLOCAMENTOS DOS USUÁRIOS DE TRANSPORTE PÚBLICO URBANO REGIDO POR UMA REDE SOBRE TRILHOS PROPOSTA PARA A REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Sílvio Rogério Tôrres

2 SUMÁRIO 1. Introdução 2. Sistema Atual do Transporte sobre Trilhos na RMSP Cenário 1 3. Rede de Trilhos Futura Proposta para o Estudo de Caso Cenário 2 4. Avaliação dos Padrões de Deslocamento 5. Considerações Finais e Conclusões

3 1. INTRODUÇÃO Organização do sistema de transporte na RMSP e na cidade de São Paulo

4 2. SISTEMA ATUAL DO TRANSPORTE SOBRE TRILHOS Rede de Metrô (2007) Linha Denominação Intervalo Pass. Dia Extensão Linha 1 Azul Tucuruvi / Jabaquara 120 seg ,2 km Linha 2 Verde Vila Madalena / Imigrantes 150 seg ,7 km Linha 3 Vermelha Itaquera / Barra Funda 109 seg ,0 km Linha 5 Lilás Capão Redondo Largo Treze 309 seg ,4 km Total 4 linhas ,3 km

5 2. SISTEMA ATUAL DO TRANSPORTE SOBRE TRILHOS Rede da Trem da CPTM (2007) Linha Denominação Intervalo Pass. Dia Extensão Linha 7 Rubi Luz / Francisco Morato 420 seg ,5 km Linha 8 Diamante Júlio Prestes / Itapevi 420 seg ,3 km Linha 9 Esmeralda Osasco / Jurubatuba 360 seg ,3 km Linha 10 Turquesa Luz / Rio Grande da Serra 420 seg ,2 km Linha 11 Coral Luz / Estudantes 360 seg ,8 km Linha 12 Safira Brás / Calmon Viana 360 seg ,8 km Total 6 linhas ,9 km

6 3. REDE DE TRILHOS PROPOSTA PARA A RMSP Rede de Metrô Rede Essencial (2020) Linha Denominação Intervalo Extensão Linha 1 Azul Tucuruvi / Jabaquara 95 seg 20,2 km Linha 2 Verde Vila Madalena / Imigrantes 126 seg 27,2 km Linha 3 Vermelha Itaquera / Barra Funda 85 seg 22,0 km Linha 4 Amarela Luz / Vila Sônia 108 seg 12,9 km Linha 5 Lilás Capão Redondo Chácara Klabin 126 seg 19,9 km Linha 6 Laranja (a) Brasilândia Oratório 240 seg 20,5 km Linha 6 Laranja (b) Cachoeirinha Oratório 240 seg 20,3 km Linha Cinza Dutra Água Espraiada 126 seg 18,4 km Total 8 linhas 161,4 km

7 3. REDE DE TRILHOS PROPOSTA PARA A RMSP Rede de Trem Modernizada (2020) Linha Denominação Intervalo Extensão Linha 7 Rubi Luz / Francisco Morato 180 seg 60,5 km Linha 8 Diamante Júlio Prestes / Amador Bueno 180 seg 41,6 km Linha 9 Esmeralda Osasco / Grajaú 180 seg 31,8 km Linha 10 Turquesa Luz / Rio Grande da Serra 420 seg 37,2 km Linha 11 Coral Luz / Estudantes 300 seg 50,8 km Linha 12 Safira Brás / Calmon Viana 240 seg 38,8 km Total 6 linhas 260,7 km

8 4. AVALIAÇÃO DOS PADRÕES DE DESLOCAMENTOS Alguns metrôs no mundo Londres, México e São Paulo Fontes: Metropolitan Networks(SORT, 2006) e SILVEIRA (2008).

9 4. AVALIAÇÃO DOS PADRÕES DE DESLOCAMENTOS Alguns metrôs no mundo Cidade População Definição Área (km²) País Extensão I1 (ext/hab) I2 (ext/raio) I3 (I1xI2) Berlim Cidade e estado da Alemanha 892 Alemanha ,6 19, Madri Município 698 Espanha ,9 19, Londres Grande Londres Reino Unido ,2 17,9 954 Nova Iorque Cidade própria 789 Estados Unidos ,3 21,3 857 Seul Cidade Especial 605 Coreia do Sul ,3 22,8 692 Xangai Distritos centrais + subúrbios China 424,8 30,7 17,1 527 Moscou Cidade própria (inclui Zelenograd) Rússia 301,02 28,5 16,2 462 Tóquio bairros especiais 617 Japão 195,1 22,0 13,9 306 Deli Corporação Municipal 431 Índia 189,63 15,1 16,2 244 Hong Kong Região Administrativa Especial China 174,4 24,9 9,4 233 Singapura Cidade-estado 710 Singapura 113,2 22,7 7,5 171 Cidade do México Distrito Federal México 176,8 19,9 8,1 162 Busan Cidade Metropolitana 765 Coreia do Sul 95 26,4 6,1 161 Buenos Aires Distrito Federal 203 Argentina 47,5 15,6 5,9 92 Cairo Governorate 214 Egito 65,5 9,7 7,9 77 Yokohama Cidade própria 437 Japão 57,6 15,7 4,9 77 Santiago Província Chile 83 16,6 3,3 54 Los Angeles Cidade própria Estados Unidos 59,3 15,4 2,9 45 Tianjin Distritos centrais + subúrbios China 71,98 12,4 2,8 35 Teerã Cidade própria 760 Irã 50,5 6,4 3,2 21 Chennai Corporação Municipal 187 Índia 27 5,9 3,5 21 São Paulo Município Brasil 70,6 6,3 3,2 20

10 4. AVALIAÇÃO DOS PADRÕES DE DESLOCAMENTOS

11 4. AVALIAÇÃO DOS PADRÕES DE DESLOCAMENTOS Cenário 1 Atual (2007) Cenário 2 Essencial (2020) Metrô Cenário 1 Cenário 2 Linha Linha Linha Linha Linha Linha 6a Linha 6b Linha Cinza Total CPTM Cenário 1 Cenário 2 Linha Linha Linha Linha Linha Linha Total

12 4. AVALIAÇÃO DOS PADRÕES DE DESLOCAMENTOS Impactos nos padrões de deslocamentos alívio dos corredores de ônibus

13 4. AVALIAÇÃO DOS PADRÕES DE DESLOCAMENTOS Impactos nos padrões de deslocamentos participação dos modos Modo de Transporte *Realizado Cenário 1 Cenário 2 Metrô Trem CPTM Ônibus Município de São Paulo SPTrans Ônibus EMTU + RM (outros municípios) Total na RMSP Percentuais por modo rede atual (cen. 1) Percentuais por modo rede proposta (cen. 2)

14 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS E CONCLUSÕES Foi possível demonstrar que se já estivesse implantada hoje a rede proposta para 2020, com todas as melhorias operacionais previstas, certamente o papel do transporte sobre trilhos teria destaque como sistema de alta capacidade. Os ônibus (municipais e intermunicipais) deixariam de transportar os 3/4 da demanda e passariam a exercer a função de alimentar as linhas de trem e metrô, complementando o sistema de transporte coletivo. Dessa forma, teríamos um novo padrão de deslocamentos para a população, com menos veículos à diesel nas ruas, com menos emissão de poluentes, menos congestionamentos, menos acidentes, proporcionando melhor qualidade ao desenvolvimento urbano regional de maneira sustentável. Este trabalho pretendeu mostrar como uma rede de trilhos mais densa poderia alterar significativamente o padrão de deslocamentos na RMSP, contribuindo para a estruturação dos modos na consolidação de uma rede de transporte hierarquizada, eficiente e sustentável.

15 CONTATO Sílvio Rogério Tôrres Engenheiro Civil Especialista em Transporte

Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Janeiro de de 2010

Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Janeiro de de 2010 Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para São Paulo Janeiro de de 2010 Back Ground A Pesquisa de Imagem dos Transportes na Região Metropolitana de São Paulo vem sendo realizada anualmente,

Leia mais

Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Fevereiro de de 2011

Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Fevereiro de de 2011 Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para São Paulo Fevereiro de de 2011 Background A Pesquisa de Imagem dos Transportes na Região Metropolitana de São Paulo vem sendo realizada

Leia mais

PERSPECTIVAS DE AMPLIAÇÃO DA MALHA FERROVIÁRIA DO CENTRO-OESTE

PERSPECTIVAS DE AMPLIAÇÃO DA MALHA FERROVIÁRIA DO CENTRO-OESTE PERSPECTIVAS DE AMPLIAÇÃO DA MALHA FERROVIÁRIA DO CENTRO-OESTE . Em 1956, o Governo Juscelino Kubitscheck (1956-1961), tendo em vista a urgência do seu Programa de Metas, solicitou e obteve a aprovação

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO. As cidades e os. Mobilidade Urbana

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO. As cidades e os. Mobilidade Urbana As cidades e os desafios da Mobilidade Urbana Mobilidade é o deslocamento de pessoas e bens nas cidades. É sustentável quando: Valoriza o deslocamento do pedestre. Proporciona mobilidade às pessoas com

Leia mais

A infraestrutura de transporte ferroviário como fator de desenvolvimento Marcus Quintella, D.Sc.

A infraestrutura de transporte ferroviário como fator de desenvolvimento Marcus Quintella, D.Sc. A infraestrutura de transporte ferroviário como fator de desenvolvimento Marcus Quintella, D.Sc. Consultor em transportes da FGV Projetos Professor e Coordenador Acadêmico da FGV Management Marcus.Quintella@fgv.br

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 TM GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 SOLUÇÕES ENCAMINHADAS Constituição do COMITÊ PAULISTA (Grupo Executivo

Leia mais

PESQUISA DE MOBILIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO PRINCIPAIS RESULTADOS PESQUISA DOMICILIAR DEZEMBRO DE 2013

PESQUISA DE MOBILIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO PRINCIPAIS RESULTADOS PESQUISA DOMICILIAR DEZEMBRO DE 2013 PESQUISA DE MOBILIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO PRINCIPAIS RESULTADOS PESQUISA DOMICILIAR DEZEMBRO DE 2013 SUMÁRIO Página Capítulo 3 Objetivos, conceitos utilizados e metodologia 12 Dados socioeconômicos

Leia mais

A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana?

A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana? A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana? IDELT Dr. Joaquim Lopes da Silva Junior Maio/2012 prioridade para o transporte coletivo Corredores de ônibus metropolitanos REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

Leia mais

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Náutica Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro para

Leia mais

O trajeto. Podemos dividir o trajeto em 4 partes:

O trajeto. Podemos dividir o trajeto em 4 partes: 01 O que é? A Rota Marcia Prado é uma proposta de caminho cicloturístico que possa ser percorrida por todo tipo de ciclista por um trajeto de São Paulo a Santos, pedalando pelo mínimo de rodovias possíveis,

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13

Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13 Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

FORMAS DE ACESSO ÀS ESTAÇÕES E PLATAFORMAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA OU MOBILIDADE REDUZIDA

FORMAS DE ACESSO ÀS ESTAÇÕES E PLATAFORMAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA OU MOBILIDADE REDUZIDA FORMAS DE ACESSO ÀS ESTAÇÕES E PLATAFORMAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA OU MOBILIDADE REDUZIDA LINHA 1-AZUL TUCURUVI Av. Dr. Antônio Maria de Laet PARADA INGLESA Terminal Urbano Av. Luiz Dumont Villares,

Leia mais

PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa. ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos

PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa. ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos 1 Aspectos técnicos da pesquisa Background A Pesquisa de Imagem dos Transportes na Região Metropolitana de São Paulo 2012

Leia mais

GUIA PRÁTICO DO PARTICIPANTE

GUIA PRÁTICO DO PARTICIPANTE GUIA PRÁTICO DO PARTICIPANTE Santo André 2014 INFORMAÇÕES ÚTEIS: Saiba a melhor maneira de chegar ao Evento e as opções de trajeto utilizando o transporte público. Locais dos Eventos: Universidade Federal

Leia mais

Perfil dos Turistas estrangeiros para São Paulo: Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 TM

Perfil dos Turistas estrangeiros para São Paulo: Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 TM Perfil dos Turistas estrangeiros para São Paulo: Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 TM OBSERVATÓRIO DO TURISMO DA CIDADE DE SÃO PAULO SÃO PAULO TURISMO Baseando-se em consultas realizadas nos bancos de

Leia mais

Perspectivas para a Economia e as Finanças de São Paulo

Perspectivas para a Economia e as Finanças de São Paulo Perspectivas para a Economia e as Finanças de São Paulo Apresentação para SINICESP Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo Andrea Calabi Secretário da Fazenda do Estado de São

Leia mais

PROPOSTA DE EXPANSÃO DA PONTE ORCA: ENTRE O MUSEU DO IPIRANGA E A ESTAÇÃO ALTO DO IPIRANGA DO METRÔ RESUMO

PROPOSTA DE EXPANSÃO DA PONTE ORCA: ENTRE O MUSEU DO IPIRANGA E A ESTAÇÃO ALTO DO IPIRANGA DO METRÔ RESUMO PROPOSTA DE EXPANSÃO DA PONTE ORCA: ENTRE O MUSEU DO IPIRANGA E A ESTAÇÃO ALTO DO IPIRANGA DO METRÔ RESUMO Utilizando um modelo de transporte público existente, denominado Ponte Orca, gerenciado pela EMTU,

Leia mais

Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Geografia. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Geografia. Não abra o caderno antes de receber autorização. EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 GEOGRAFIA Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Geografia. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

Criada pela Lei Estadual nº 7.861 de 28 de Maio de 1.992. - CBTU STU/SP absorvida em 03 de Agosto de 1.993

Criada pela Lei Estadual nº 7.861 de 28 de Maio de 1.992. - CBTU STU/SP absorvida em 03 de Agosto de 1.993 HISTÓRICO Criada pela Lei Estadual nº 7.861 de 28 de Maio de 1.992. - CBTU STU/SP absorvida em 03 de Agosto de 1.993 linha 7 - Rubi - 60,4 Km 17 estações linha 10 - Turquesa - 37,2 Km 14 estações linha

Leia mais

DOIS MUNDOS EM UM PLANETA

DOIS MUNDOS EM UM PLANETA DOIS MUNDOS EM UM PLANETA 9. Fluxos Financeiros. 10. Comércio Mundial. 11. Empresas Transnacionais. Geografia em Mapas (pgs. 04 e 05 e 10) 9º ANO 1º BIMESTRE - TU 902 AULA 5 INTRODUÇÃO Recordando Aula

Leia mais

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana PAC 2 SÃO PAULO R$ 241,5 bilhões R$ milhões Eixo 2011-2014 Pós 2014 TOTAL Transportes 55.427 2.169 57.596 Energia 57.578 77.936 135.513 Cidade Melhor

Leia mais

Portfólio. Elaboração do projeto básico para implantação de esteiras rolantes para o túnel deligação entre as Estações Consolação e Paulista.

Portfólio. Elaboração do projeto básico para implantação de esteiras rolantes para o túnel deligação entre as Estações Consolação e Paulista. 44 Elaboração de projeto básico de sistemas auxiliares da Linha 5 Lilás. Descrição dos Serviços: Elaboração de projeto básico de sistemas auxiliares do trecho Campo Belo-Chácara Klabin da Linha 5 Lilás,

Leia mais

O Projeto Millennium divulga a mais recente edição do relatório O Estado do Futuro

O Projeto Millennium divulga a mais recente edição do relatório O Estado do Futuro O Projeto Millennium divulga a mais recente edição do relatório O Estado do Futuro 15ª edição de aniversário O Estado do Futuro 2011 constata que o mundo está ficando mais rico, mais saudável, mais educado,

Leia mais

Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP

Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP Mancha Urbana da MMP e Sistema Viário PIB da MMP 2009/2010 (em milhões correntes) PIB 2009 PIB 2010 29.758 55.595 27.886 39.993 34.178 6.303 4.790 RMSP RMC

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes.

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes. 3. Geografia Turística 3.1 Geografia Turística: Brasil de Ponta a Ponta Proporcionar ao participante melhor compreensão geográfica do país; Apresentar as principais especificidades existentes nos continentes

Leia mais

RELAÇÃO DOS FESTIVAIS INTERNACIONAIS POR CATEGORIA

RELAÇÃO DOS FESTIVAIS INTERNACIONAIS POR CATEGORIA PROGRAMA DE APOIO À PARTICIPAÇÃO DE FILMES BRASILEIROS EM FESTIVAIS INTERNACIONAIS EM 2007 RELAÇÃO DOS FESTIVAIS INTERNACIONAIS POR CATEGORIA Apoio A Concessão de cópia legendada, envio de cópia e passagem

Leia mais

A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional

A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional Lisboa, 25 de Janeiro de 2013 A crescente influência dos Estados nas economias emergentes. A

Leia mais

Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 2014

Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 2014 Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 214 Mapa do Transporte Metropolitano Rede 214 Fonte: STM EMTU PROGRAMA DE INVESTIMENTOS PROGRAMA DE INVESTIMENTOS 211-214 - EMTU Corredor

Leia mais

URBAN AGE SOUTH AMERICA CONFERENCE DECEMBER 2008

URBAN AGE SOUTH AMERICA CONFERENCE DECEMBER 2008 URBAN AGE SOUTH AMERICA CONFERENCE DECEMBER 2008 José Luis Portella Secretary of Transport, State São Paulo The São Paulo 2025 Transport Strategy All rights are reserved by the presenter www.urban-age.net

Leia mais

Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa APRESENTAÇÃO SMT 09 02 2012 RT DT/SPT 09/12

Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa APRESENTAÇÃO SMT 09 02 2012 RT DT/SPT 09/12 MOBILIDADE (e ACESSIBILIDADE) URBANA NO CONTEXTO DO PLANO ESTRATÉGICO SP2040 Superintendência de Planejamento de Transporte Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa planejamento@sptrans.com.br

Leia mais

Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras

Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras nº 342 outubro 2014 Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras Odebrecht 70 anos: projetos que contribuem para melhorar as opções de mobilidade urbana das comunidades Odebrecht Infraestrutura Brasil

Leia mais

URBANIZAÇÃO E REDES URBANAS

URBANIZAÇÃO E REDES URBANAS URBANIZAÇÃO E REDES URBANAS Professor: Cláudio Custódio Curiosidades históricos: Campo e a revolução neolítica (domesticação e agricultura) 1300 d. C., Pequim tinha entre 500 e 600 mil habitantes; Na idade

Leia mais

INVESTIMENTOS NO METRÔ DE SÃO PAULO

INVESTIMENTOS NO METRÔ DE SÃO PAULO INVESTIMENTOS NO METRÔ DE SÃO PAULO Fonte: Relatório 2001 do Governo do Estado de SP O sistema metroviário de São Paulo paga suas operações e ainda devolve aos cofres do Estado os investimentos realizados.

Leia mais

PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa. ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos

PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa. ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos 1 Aspectos técnicos da pesquisa Background A Pesquisa de Imagem dos Transportes na Região Metropolitana de São Paulo 2012

Leia mais

Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS)

Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS) Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS) África do Sul: Taxa predominante cobrada pelos bancos de contas garantidas prime. Alemanha: Taxa sobre crédito de conta-corrente de

Leia mais

Desafios das Megacidades frente às Mudanças Climáticas

Desafios das Megacidades frente às Mudanças Climáticas Desafios das Megacidades frente às Mudanças Climáticas Oswaldo Massambani Professor Titular do IAG-USP Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano Prefeitura da Cidade de São Paulo 23 de Setembro de

Leia mais

1ª Semana Europeia das PME Workshop Internacionalização

1ª Semana Europeia das PME Workshop Internacionalização 1ª Semana Europeia das PME Workshop Internacionalização Faro, 7 de Maio de 2009 Índice Posicionamento AICEP AICEP - Produtos e Serviços Apoios à Internacionalização Posicionamento AICEP Posicionamento

Leia mais

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES 05/07/11 02/08/11 30/08/11 27/09/11 25/10/11 22/11/11 20/12/11 17/01/12 14/02/12 13/03/12 10/04/12 08/05/12 05/06/12 03/07/12 31/07/12 28/08/12 25/09/12

Leia mais

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 A gestão pública brasileira é marcada pela atuação setorial, com graves dificuldades

Leia mais

Indicadores Anefac dos países do G-20

Indicadores Anefac dos países do G-20 Indicadores Anefac dos países do G-20 O Indicador Anefac dos países do G-20 é um conjunto de resultantes de indicadores da ONU publicados pelos países: África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina,

Leia mais

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Vendas Novas - 02 de julho de 2013 aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro

Leia mais

Setor de Incorporadoras no Brasil. Junho, 2012

Setor de Incorporadoras no Brasil. Junho, 2012 Setor de Incorporadoras no Brasil Junho, 2012 Agenda Mercado Imobiliário Brasileiro - 2011 Desempenho das Incorporadoras Listadas Fundamentos do Setor 2 Mercado Imobiliário Brasileiro - 2011 VGV Lançado

Leia mais

22/08/12 A CIDADE É O PRINCIPAL LUGAR DE REALIZAÇÃO DA ARQUITETURA ARQUITETURA CIDADE ARQUITETURA CIDADE ARQUITETURA CIDADE PUC GOIÁS PROJETO 1

22/08/12 A CIDADE É O PRINCIPAL LUGAR DE REALIZAÇÃO DA ARQUITETURA ARQUITETURA CIDADE ARQUITETURA CIDADE ARQUITETURA CIDADE PUC GOIÁS PROJETO 1 PUC GOIÁS PROJETO 1 Dragonfly A CIDADE É O PRINCIPAL LUGAR DE REALIZAÇÃO DA ARQUITETURA Paris - França 1 A CIDADE É O PRINCIPAL LUGAR DE REALIZAÇÃO DA ARQUITETURA PLANEJAMENTO URBANO DESENHO URBANO PROJETOS

Leia mais

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES 05/11/10 05/12/10 05/01/11 05/02/11 05/03/11 05/04/11 05/05/11 05/06/11 05/07/11 05/08/11 05/09/11 05/10/11 05/11/11 05/12/11 05/01/12 05/02/12 05/03/12

Leia mais

ARGÉLIA ALEMANHA ARGENTINA AUSTRÁLIA. África. Europa. Capital. Argel. Berlim. Capital. árabe. Idioma. Idioma. alemão. Extensão territorial

ARGÉLIA ALEMANHA ARGENTINA AUSTRÁLIA. África. Europa. Capital. Argel. Berlim. Capital. árabe. Idioma. Idioma. alemão. Extensão territorial ALEMANHA ARGÉLIA Berlim Argel alemão árabe cerca de 8 milhões de habitantes cerca de 6 milhões de habitantes 17 Curiosidade: Existem mais de 1.5 Curiosidade: A seleção de futebol da Argélia é conhecida

Leia mais

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil Uma Contribuição para as Discuções sobre o Tema. O crescimento da urbanização da população brasileira, os incentivos generosos do governo federal

Leia mais

Seu manual do usuário SEIKO 8F56 ANALOG QUARTZ http://pt.yourpdfguides.com/dref/3011168

Seu manual do usuário SEIKO 8F56 ANALOG QUARTZ http://pt.yourpdfguides.com/dref/3011168 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para SEIKO 8F56 ANALOG QUARTZ. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no

Leia mais

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012 Ação Cultural Externa Relatório Anual 0 Indicadores DSPDCE 0 .Iniciativas apoiadas pelo IC a) Número (total): 0 b) Montante global:.0,0,* Áreas Geográficas África América Ásia Europa Médio Oriente e Magrebe

Leia mais

Transporte. Velocidade e Eficiência por Meio do Avanço Tecnológico

Transporte. Velocidade e Eficiência por Meio do Avanço Tecnológico Transporte Velocidade e Eficiência por Meio do Avanço Tecnológico O trem-bala Shinkansen O trem-bala Hayabusa, que viaja entre Tóquio e Aomori, tem uma velocidade máxima de 320km/h. (Photo: cortesia do

Leia mais

A TV no Metrô. Apresentação Corporativa TV MINUTO

A TV no Metrô. Apresentação Corporativa TV MINUTO A TV no Metrô É a maior empresa de mídia digital OOH da América Latina (5.280 monitores dentro dos trens do Metrô de São Paulo) Associada ao Grupo Bandeirantes Conteúdos real time Conteúdo Notícias nacionais

Leia mais

Exportação Brasileira de Tangerinas por País de Destino 2010

Exportação Brasileira de Tangerinas por País de Destino 2010 Exportação Brasileira de Laranjas por País de Destino 2010 ESPANHA 5.293.450 12.795.098 PAISES BAIXOS (HOLANDA) 4.669.412 10.464.800 REINO UNIDO 2.015.486 5.479.520 PORTUGAL 1.723.603 3.763.800 ARABIA

Leia mais

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB O NÚCLEO DE ECONOMIA EMPRESARIAL ESPM-SUL PESQUISA E APOIO 1. Despesas em

Leia mais

FURB UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS Disciplina: SOCIAIS APLICADAS Planejamento Urbano DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO MBA - GESTÃO PÚBLICA Unidade 1 - Planejamento Regional 1 0,9 0,8

Leia mais

Inovação como diferencial para MPE S. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br

Inovação como diferencial para MPE S. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br Inovação como diferencial para MPE S O sonho dos brasileiros (2013) A proporção dos brasileiros que deseja de ter o próprio negócio (34,6%) é superior a dos que desejam fazer carreira em empresas (18,8%)

Leia mais

Ciclo de Debates sobre Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo

Ciclo de Debates sobre Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo Ciclo de Debates sobre Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo Integração Metropolitana do Transporte Público pelo Bilhete Único e Sistemas Estadual e Metropolitano de Transporte

Leia mais

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 01 CONHECENDO A GEOGRAFIA URBANA: CONCEITOS

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 01 CONHECENDO A GEOGRAFIA URBANA: CONCEITOS GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 01 CONHECENDO A GEOGRAFIA URBANA: CONCEITOS 1792 1900 1953 1992 Como pode cair no enem (ENEM) As cidades não são entidades isoladas, mas interagem entre si e articulam-se de

Leia mais

Uso de Serviços Públicos de Saúde

Uso de Serviços Públicos de Saúde Uso de Serviços Públicos de Saúde Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. OBJETIVO GERAL Levantar junto à população da área em estudo

Leia mais

A importância das Agencias Governamentais na Localização dos Data Center"

A importância das Agencias Governamentais na Localização dos Data Center "A importância dos agentes governamentais na definição do Local dos Data Centers" Painel A importância das Agencias Governamentais na Localização dos Data Center" Tópicos: A DCT Realty gostaria de promover

Leia mais

A URBANIZAÇÃO E SEUS IMPACTOS CAP. 25. Prof. Jeferson C. de Souza

A URBANIZAÇÃO E SEUS IMPACTOS CAP. 25. Prof. Jeferson C. de Souza A URBANIZAÇÃO E SEUS IMPACTOS CAP. 25 Prof. Jeferson C. de Souza Qual é o perfil das cidades que mais crescem? O QUE CARACTERIZA UMA CIDADE? Vida sedentária Aglomerações; Conjunto de serviços; Produção

Leia mais

Números Significativos: Certificados emitidos

Números Significativos: Certificados emitidos Números Significativos: Certificados emitidos Qualidade: 24.672 ISO 9000 523 ISO/TS 16949 86 EN 9100 MEIO AMBIENTE: 5.923 ISO 14000 99 Cadeia de Custodia madeira 553 EMAS 1.069.038,29 Ha Gestão Florestal

Leia mais

Seminário 2013. Mercado de Tintas

Seminário 2013. Mercado de Tintas Seminário 2013 Mercado de Tintas Luso - 22 de Março de 2013 Transferência de riqueza do Ocidente para o Oriente Evolução do Consumo da Classe Média 2000 a 2050 Outros países 2012 União Europeia EUA Japão

Leia mais

Global leader in hospitality consulting. Global Hotel Market Sentiment Survey 1 Semestre 2014 BRASIL

Global leader in hospitality consulting. Global Hotel Market Sentiment Survey 1 Semestre 2014 BRASIL Global leader in hospitality consulting Global Hotel Market Sentiment Survey 1 Semestre 2014 BRASIL % DE RESPOSTAS POR REGIÃO INTRODUÇÃO Américas 19% Ásia 31% A pesquisa global de opinião sobre o mercado

Leia mais

CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE

CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE AGOSTO 2014 PROGRAMA DE METAS IMPLANTAR UMA REDE DE 400KM DE VIAS CICLÁVEIS. PROPICIA MAIOR EQUIDADE NO USO DA VIA PÚBLICA GANHOS SOCIO-AMBIENTAIS

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2013

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2013 MENSAGEM DO PRESIDENTE Desafios do Metrô em ficará marcado na história do Metrô como o ano em que as obras de expansão da malha foram intensificadas, com quatro linhas sendo construídas simultaneamente.

Leia mais

TRANSPORTE TRENS REGIONAIS

TRANSPORTE TRENS REGIONAIS TRANSPORTE TRENS REGIONAIS Eng. Peter Alouche Consultor de Transporte São Paulo 08/05/2014 Claude Monet É DA JANELA DO TREM RODANDO A 80 KM POR HORA QUE NASCEU NO SÉCULO XIX A PINTURA IMPRESSIONISTA Camille

Leia mais

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC-60 Torre Luminosa Compacta Desenvolvida para ser a melhor opção em custo/benefício, a Torre Luminosa Compacta - TLC-60 combina tecnologia e performance na medida ideal

Leia mais

Transporte Urbano sobre Trilhos Fonte: Concessionárias

Transporte Urbano sobre Trilhos Fonte: Concessionárias Transporte Urbano sobre Trilhos Fonte: Concessionárias Os números consideram os passageiros transportados, incluindo as transferências entre linhas. JANEIRO 01/10 01/11 % Acumulado no ano até Jan % Metrô-SP

Leia mais

Workshop Reforma tributária: reflexos sobre empresas e regiões

Workshop Reforma tributária: reflexos sobre empresas e regiões Departamento Jurídico - DEJUR Workshop Reforma tributária: reflexos sobre empresas e regiões Painel - Reforma Tributária à luz do desenvolvimento regional Helcio Honda O que a Sociedade espera de uma Reforma

Leia mais

Transporte. Deslocamento: Campus São Bernardo do Campo

Transporte. Deslocamento: Campus São Bernardo do Campo Transporte Haverá transporte dos hotéis indicados e do Terminal Santo André ao local do evento. Mais detalhes em breve. De carro Deslocamento: Campus São Bernardo do Campo Via Anchieta Se optar pela via

Leia mais

Egon Zehnder International. As TIC para a Empregabilidade e Inovação

Egon Zehnder International. As TIC para a Empregabilidade e Inovação Egon Zehnder International As TIC para a Empregabilidade e Inovação Luísa Campos Lopes Lisboa, 16 de Janeiro de 2013 Egon Zehnder International uma Firma global A Egon Zehnder International tem 65 escritórios

Leia mais

Nosso Negócio. Tintas líquidas e em pó e vernizes eletroisolantes. Serviços. Variação de Velocidade. Geração De Energia. Subestações.

Nosso Negócio. Tintas líquidas e em pó e vernizes eletroisolantes. Serviços. Variação de Velocidade. Geração De Energia. Subestações. 1. INSTITUCIONAL Nosso Negócio Serviços Geração De Energia Variação de Velocidade Subestações Motores Transformadores Componentes elétricos Geradores Quadros Elétricos Automação Industrial Tintas líquidas

Leia mais

BANCO DO BRASIL APRESENTACÃO ABIMAQ 12/07/2011

BANCO DO BRASIL APRESENTACÃO ABIMAQ 12/07/2011 BANCO DO BRASIL APRESENTACÃO ABIMAQ 12/07/2011 Maior rede de atendimento do País: 50.588 pontos*, presentes em todos os municípios do Brasil. Maior rede de TAA s da América Latina: 44.340 terminais. Gerências

Leia mais

GUIA DO UTILIZADOR. Caixa Totta GOLD O MUNDO NA SUA MÃO

GUIA DO UTILIZADOR. Caixa Totta GOLD O MUNDO NA SUA MÃO GUIA DO UTILIZADOR Caixa Totta GOLD O MUNDO NA SUA MÃO 01. Introdução 02. Operações que pode realizar 03. Como regularizar a dívida do seu cartão 04. A segurança do seu Caixa Totta Gold 05. Serviços de

Leia mais

UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI VIVIAN MARMORE ANÁLISE EVOLUTIVA DO PLANO INTEGRADO DE TRANSPORTES URBANOS PARA 2020 PITU 2020

UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI VIVIAN MARMORE ANÁLISE EVOLUTIVA DO PLANO INTEGRADO DE TRANSPORTES URBANOS PARA 2020 PITU 2020 UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI VIVIAN MARMORE ANÁLISE EVOLUTIVA DO PLANO INTEGRADO DE TRANSPORTES URBANOS PARA 2020 PITU 2020 SÃO PAULO 2006 VIVIAN MARMORE ANÁLISE EVOLUTIVA DO PLANO INTEGRADO DE TRANSPORTES

Leia mais

SAO PAULO, BRAZIL AND SOUTH AMERICA

SAO PAULO, BRAZIL AND SOUTH AMERICA SAO PAULO, BRAZIL AND SOUTH AMERICA Brazil Sao Paulo State Area (km²)¹ Population (thousand inhab)² % Population Brazil 8.514.877 183.987 - Sao Paulo 248.210 39.827 21,65% RMSP 7.944 19.221 10,44% ¹ IBGE

Leia mais

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões:

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões: Electrolux AB 1. Principais Características Matriz: Electrolux AB Localização: Estocolmo, Suécia Ano de fundação: 1901 Internet: www.electrolux.com Faturamento (2000): US$ 11.537 mi Empregados (2000):

Leia mais

Volvo Buses Volvo Buses

Volvo Buses Volvo Buses O Grupo Volvo é um dos líderes mundiais na fabricação de caminhões, ônibus, equipamentos de construção, motores marítimos e industriais. Volvo na América dos Sul Volvo Colômbia Bogotá Volvo Peru Lima Mack

Leia mais

Toshiba Corporation. Faturamento (2000): US$ 47.950 mi. Empregados (2000): 190.870

Toshiba Corporation. Faturamento (2000): US$ 47.950 mi. Empregados (2000): 190.870 Toshiba Corporation 1. Principais Características Matriz: Toshiba Corporation Localização: Minato-Ku, Tóquio, Japão Ano de fundação: 1875 Internet: www.toshiba.co.jp Faturamento (2000): US$ 47.950 mi Empregados

Leia mais

Bodega: Ruta Nacional 143, entre calle 5 y 6, San Rafael, Mendoza. Argentina Oficina Buenos Aires: Humboldt 1550, 4 - Of 411 - (1425) Buenos Aires

Bodega: Ruta Nacional 143, entre calle 5 y 6, San Rafael, Mendoza. Argentina Oficina Buenos Aires: Humboldt 1550, 4 - Of 411 - (1425) Buenos Aires Bodega: Ruta Nacional 143, entre calle 5 y 6, San Rafael, Mendoza. Argentina Oficina Buenos Aires: Humboldt 1550, 4 - Of 411 - (1425) Buenos Aires Tel: +54 11 4777 7872 E-mail: info@bodegamarcozunino.com

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00 Almoço

Leia mais

WORLD INVESTMENT REPORT 2013 Cadeias de Valor Global: Investimento e Comércio para o Desenvolvimento

WORLD INVESTMENT REPORT 2013 Cadeias de Valor Global: Investimento e Comércio para o Desenvolvimento WORLD INVESTMENT REPORT 2013 Cadeias de Valor Global: Investimento e Comércio para o Desenvolvimento Sobeet São Paulo, 26 de junho de 2013 EMBARGO 26 Junho 2013 12:00 horas Horário de Brasília 1 Recuperação

Leia mais

Preçário dos Cartões Telefónicos PT

Preçário dos Cartões Telefónicos PT Preçário dos Cartões Telefónicos PT Cartão Telefónico PT 5 e (Continente)... 2 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma dos Açores)... 6 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma da Madeira)... 10 Cartão

Leia mais

FORD C-MAX + FORD GRAND C-MAX CMAX_Main_Cover_2014_V3.indd 1-3 23/08/2013 10:01:48

FORD C-MAX + FORD GRAND C-MAX CMAX_Main_Cover_2014_V3.indd 1-3 23/08/2013 10:01:48 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 12,999,976 km 9,136,765 km 1,276,765 km 499,892 km 245,066 km 112,907 km 36,765 km 24,159 km 7899 km 2408 km 76 km 12 14 16 9 10 1 8 12 7 3 1 6 2 5 4 3 11 18 20 21 22 23 24 26 28 30

Leia mais

Começar Global e Internacionalização

Começar Global e Internacionalização Começar Global e Internacionalização Artur Alves Pereira Assessor do Conselho de Administração, AICEP Portugal Global Fevereiro 06, 2014 1 A aicep Portugal Global Missão. A aicep Portugal Global é uma

Leia mais

Desafios para Implementação da Gestão de Energia Dificuldades e incentivos para implementar a ISO 50.001

Desafios para Implementação da Gestão de Energia Dificuldades e incentivos para implementar a ISO 50.001 Desafios para Implementação da Gestão de Energia Dificuldades e incentivos para implementar a ISO 50.001 George Alves Soares Chefe da Assessoria Corporativa e de Novos Negócios em Eficiência Energética

Leia mais

19ª REUNIÃO DOS COMITÊS TÉCNICOS DA ALAMYS EMPREENDIMENTOS ASSOCIADOS METRÔ DE SÃO PAULO

19ª REUNIÃO DOS COMITÊS TÉCNICOS DA ALAMYS EMPREENDIMENTOS ASSOCIADOS METRÔ DE SÃO PAULO 19ª REUNIÃO DOS COMITÊS TÉCNICOS DA ALAMYS EMPREENDIMENTOS ASSOCIADOS METRÔ DE SÃO PAULO Cidade do Panamá 25 a 28 de maio de 2014 MACROMETRÓPOLE PAULISTA 173 municípios 30 milhões de habitantes (74% do

Leia mais

Memória do Ciclo Infra-estrutura Urbana na Área Central de São Paulo

Memória do Ciclo Infra-estrutura Urbana na Área Central de São Paulo PAINÉIS VIVA O CENTRO Painel Estrutura de Transportes Memória do Ciclo Infra-estrutura Urbana na Área Central de São Paulo São Paulo, outubro de 1997 1 2 ABERTURA Marco Antonio Ramos de Almeida Presidente

Leia mais

Mobilidade Urbana Sustentável

Mobilidade Urbana Sustentável Mobilidade Urbana Sustentável A Green Mobility Negócios é uma organização Inovadores ECOGERMA 2010 especializada no desenvolvimento de projetos sustentáveis com o objetivo de melhorar a mobilidade das

Leia mais

Configuração e tipologias

Configuração e tipologias OsE s p a ç o sp ú b l i c o ses u ai n f l u ê n c i an ame l h o r i ad aq u a l i d a d ed ev i d a O que são Espaços Públicos? P O espaço público é considerado como aquele que, dentro do território

Leia mais

ESQUEMAS DE PARTICIPACÍON PÚBLICA Y PRIVADA EN EL DISEÑO, FINANCIACIÓN, CONSTRUCCIÓN, OPERACIÓN Y GESTIÓN

ESQUEMAS DE PARTICIPACÍON PÚBLICA Y PRIVADA EN EL DISEÑO, FINANCIACIÓN, CONSTRUCCIÓN, OPERACIÓN Y GESTIÓN ESQUEMAS DE PARTICIPACÍON PÚBLICA Y PRIVADA EN EL DISEÑO, FINANCIACIÓN, CONSTRUCCIÓN, OPERACIÓN Y GESTIÓN José Kalil Neto jkalil@metrosp.com.br Bogotá Colombia 08 y 09 de septiembre de 2008 MAPA DO TRANSPORTE

Leia mais

SERVICE. manual do usuário. Version 1.0 FLM 020001

SERVICE. manual do usuário. Version 1.0 FLM 020001 Version 1.0 FLM 020001 INTRODUÇÃO DEFINIÇÃO DO SERVIÇO REQUISITOS BÁSICOS RECOMENDAÇÕES COMO FAZER O REGISTRO NO SERVIÇO FLIP COMO FAZER SUAS LIGAÇÕES COMO RECEBER SUAS LIGAÇÕES COMO TRANSFERIR AS LIGAÇÕES

Leia mais

Financiamento ao comércio exterior e apoio aos negócios internacionais

Financiamento ao comércio exterior e apoio aos negócios internacionais Financiamento ao comércio exterior e apoio aos negócios internacionais Bento Gonçalves RS Novembro de 2012 Participação de mercado (janeiro a outubro de 2012) Grandes números Adiantamento sobre Contrato

Leia mais

MAIOR POPULAÇÃO NEGRA DO PAÍS

MAIOR POPULAÇÃO NEGRA DO PAÍS MAIOR POPULAÇÃO NEGRA DO PAÍS A população brasileira foi estimada em 184,4 milhões de habitantes, em 2005, segundo a PNAD, sendo que 91 milhões de pessoas se declararam de cor/raça parda ou preta, aproximando-se

Leia mais

Mercedes-Benz é a marca líder no segmento de onibus urbanos e em Sistemas BRT no Brasil

Mercedes-Benz é a marca líder no segmento de onibus urbanos e em Sistemas BRT no Brasil Ônibus Mercedes-Benz é a marca líder no segmento de onibus urbanos e em Sistemas BRT no Brasil Informação à Imprensa 02 de junho de 2014 Ônibus Mercedes-Benz foram os primeiros a operar no BRT Transoeste

Leia mais

Iniciativa Compras Sustentáveis & Grandes Eventos

Iniciativa Compras Sustentáveis & Grandes Eventos Iniciativa Compras Sustentáveis & Grandes Eventos Grupo Processo Premissa Fonte Água e efluentes Água Consumo de água nos sanitários e o eventual tratamento de esgoto. Foi considerado uso de 7 litros por

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO Programas de Estimulo e Medidas de Apoio

INTERNACIONALIZAÇÃO Programas de Estimulo e Medidas de Apoio INTERNACIONALIZAÇÃO Programas de Estimulo e Medidas de Apoio Viseu, 18 de Junho de 2012 A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global aicep Portugal Global missão é: é uma agência pública de natureza

Leia mais

Indicador ANEFAC dos países do G-20 Edição 2013. Por Roberto Vertamatti*

Indicador ANEFAC dos países do G-20 Edição 2013. Por Roberto Vertamatti* Indicador ANEFAC dos países do G-20 Edição 2013 Por Roberto Vertamatti* Brasil recua novamente para a 15ª posição por não melhorar índices de saúde, educação e renda e piorar em relação a pobreza e desigualdade

Leia mais

VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO

VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO 1 - CHINA 2 - ESTADOS UNIDOS 2014 34.292 84,4 4.668 11,5 1.625 4,0 6.370 23,6 5.361 19,8 13.667 50,6 2013 38.973 84,7 5.458 11,9

Leia mais

Tributação Internacional Junho 2014

Tributação Internacional Junho 2014 www.pwc.pt/tax Tributação Internacional Junho 2014 Perante a aldeia global em que vivemos, atuar apenas no mercado doméstico não é suficiente. De facto, a internacionalização é um requisito obrigatório

Leia mais