Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Janeiro de de 2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Janeiro de de 2010"

Transcrição

1

2 Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para São Paulo Janeiro de de 2010

3 Back Ground A Pesquisa de Imagem dos Transportes na Região Metropolitana de São Paulo vem sendo realizada anualmente, desde 1985, pela ANTP e empresas responsáveis pelo transporte coletivo na Região Metropolitana de São Paulo. O estudo no ano de 2009, foi conduzido pela Toledo & Associados- Instituto de Pesquisa de Mercado e Opinião Pública a que atua há 30 anos no Brasil e América Latina. A pesquisa foi realizada em 02 etapas: Em Setembro/2009- realizamos uma Fase qualitativa com grupos de discussão- com o objetivo de tirar percepções sobre os diversos meios de transporte coletivo E na sequência em Novembro/2009-realizamos a Pesquisa Quantitativa que apresentaremos a seguir:

4 Objetivos Obter a imagem e avaliar o transporte coletivo na na cidade de de São Paulo e Região Metropolitana, dos seguintes meios: Metrô Trem Municipal Microônibus Municipal Ônibus Corredores Metropolitano Perfil Perfil dos dos usuários do do transporte público público O Transporte coletivo- Importância,Melhorias e Prioridades Nível Nível de de satisfação com com os os serviços prestados Percepção de de preços preços do do transporte coletivo

5 Metodologia Pesquisa Pesquisa Quantitativa, Quantitativa, domiciliar domiciliar e probabilística, probabilística, realizada realizada na na cidade cidade de de São São Paulo Paulo e demais demais cidades cidades da da Região Região Metropolitana. Metropolitana. Amostra Foram Foram selecionadas selecionadas 2 tipos tipos de de amostra: amostra: Domiciliar: Domiciliar: onde onde realizamos realizamos entrevistas entrevistas na na capital capital e nos nos demais demais municípios municípios da da RMSP. RMSP. Intencional Intencional por por cotas:por cotas:por meio meio de de intercept intercept entrevistamos entrevistamos segundo segundo cotas cotas de de classe, classe, sexo, sexo, idade, idade, local local e linhas linhas de de embarque, embarque, usuários usuários de: de: CPTM CPTM (562 (562 entrevistas) entrevistas) EMTU EMTU (100 (100 entrevistas) entrevistas) Ônibus Ônibus dos dos corredores corredores da da capital capital (362 (362 entrevistas) entrevistas) Qualificação do entrevistado Nas Nas entrevistas entrevistas domiciliares domiciliares bastava bastava ter ter mais mais de de anos. anos. Nas Nas intencionais intencionais era era necessário necessário ser ser usuário usuáriofrequente frequentedo do meio meio de de transporte transporte analisado. analisado. A margem margem de de erro erro foi foi de de 2.0% 2.0% (significância (significância de de 95%). 95%). Dados Técnicos Margem de erro

6 Agenda da apresentação O perfil perfil da da amostra amostra O cidadão e os problemas urbanos As prioridades e melhorias do transporte coletivo Avaliação dos meios de transporte A percepção de preços dos transportes coletivos

7 Perfil da amostra Sexo Sexo Média de idade 41 anos Homens Homens Mulheres Mulheres 21% 20% 19% 16% 12% 11% 47% 47% 53% 53% 16 a a a a a ou mais Escolaridade Escolaridade Primário incompleto 14% Primário Completo / Básico incompleto 23% Básico completo / Médio incompleto. 20% Médio Compl/ Superior Incompleto 35% Superior Completo 8% Estado Estado Civil Civil Casados / Vivem juntos 54% Solteiros 32% Separados 7% Viúvos 7% Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares

8 Perfil da amostra Renda Renda Renda familiar média Renda pessoal média Em Em média média 2,0 2,0 pessoas pessoas compõe compõe a Renda Renda Familiar Familiar R$ 1.558,00 R$ 772,00 Classe Classe Sócio Sócio econômica econômica CLASSE A/B 35% CLASSE C 53% CLASSE D/E 12% Posse de Bens Posse de Bens Imóvel = 74% Média = 1,1 imóveis Carro = 45% Média = 1,2 carros Bicicleta = 30% Média = 1,4 bicicletas TV assinatura = 22% A informatização A informatização Computador na Residência = 43% Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares Internet na Residência 81% Banda Larga 87% Discado 13%

9 Informação Sobre Transportes Meios Meios utilizados utilizados para para se se informar informar sobre sobre transportes transportes Televisão 56% Boca-a-boca Internet Rádio Jornais 16% 16% 15% 10% Em Em média média buscam uma uma única única Fonte Fonte de de informação Centrais de inf. nas empresas Telefone 156 / 121 5% 4% 10% 10% não não se se informam Não me informo 10% Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares IM: 1.2

10 Agenda da apresentação O perfil da amostra O cidadão cidadão e os os problemas problemas urbanos urbanos As prioridades e melhorias do transporte coletivo Avaliação dos meios de transporte A percepção de preços dos transportes coletivos

11 O Desrespeito no trânsito Os Os motociclistas motociclistas são são os os grandes grandes vilões vilões no no trânsito, trânsito, porém porém os os motoristas motoristas de de ônibus ônibus são são bastante bastante citados. citados. Motociclistas Motoristas de lotação Motoristas de ônibus 12% 19% 40% 28% 28% entre entre usuários usuários de de vans vans e e microônibus microônibus Motoristas de caminhão e veículos de serviço 12% Motoristas de carro 10% Pedestres 4% Motoristas de taxi 2% Ciclistas 1% Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares

12 Meio ambiente O transporte transporte público público impacta impacta o meio meio ambiente, ambiente, para para 61% 61% dos dos entrevistados entrevistados da da seguinte seguinte maneira: maneira: 82% Poluindo o ar com emissão de gases/(fumaça preta) Não 39% Sim 61% 9% Má conservação veiculos aumentando a emissão de gases 9% Poluição sonora/ ônibus barulhentos/ buzina P4A. De que maneira o transporte coletivo afeta o meio ambiente? Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares

13 A vida na metrópole Está muito difícil O TRANSPORTE COLETIVO FAZ FAZ PARTE PORÉM posiciona-se de de duas duas maneiras, como como fruto fruto de de INSATISFAÇÃO = muita muita gente, gente, superlotação, stress stress e GRATIDÃO = ele ele existe, existe, pode-se contar contar com com ele, ele, vai vai passar passar O clima clima é de de TENSÃO Em uma rotina cansativa o usuário vive O espírito é de de LUTA LUTA O sentimento é de de ESPERANÇA no no TRANSPORTE COLETIVO. ACREDITAM NAS NAS MELHORIAS

14 Agenda da apresentação O perfil da amostra O cidadão e os problemas urbanos As As prioridades prioridades e melhorias melhorias do do transporte transporte coletivo coletivo Avaliação dos meios de transporte A percepção de preços dos transportes coletivos

15 Importância dos transportes coletivos Muito importante Importante 39% 47% 86% 86% Nem muito, nem pouco importante 5% Pouco importante 6% Nada importante 3% P3. Considerando uma escala de importância, onde 5 = Muito Importante e 1 = Nada Importante. O(a) Sr(a) diria: Qual o grau de importância do transporte coletivo em sua vida? Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares

16 Prioridade no transporte A prioridade prioridade dos dos Governos Governos para para os os próximos próximos anos anos deve deve ser ser o transporte transporte coletivo. coletivo. Transporte coletivo 88% Transporte individual 4% Ambos 8% P1A. Em sua opinião, qual deve ser a prioridade dos governos nos próximos anos para o transporte da população? (RU) (Estimulada) Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares

17 Melhorias no trânsito As As medidas medidas mais mais recomendadas recomendadas pela pela população população são são o o aumento aumento das das linhas linhas de de trens trens e e metrô metrô e e de de construir construir ou ou ampliar ampliar mais mais corredores corredores de de ônibus. ônibus. Em Em um um segundo segundo nível nível aparecem aparecem a a necessidade necessidade de de fiscalizar fiscalizar o o trânsito trânsito e e construir construir mais mais ruas. ruas. Por Por fim fim vemos vemos medidas medidas que que visam visam restringir restringir o o uso uso de de automóveis automóveis particulares, particulares, como como o o aumento aumento de de rodízio rodízio e e a a construção construção de de ciclovias. ciclovias. Primeiro Segundo Terceiro Construir mais linhas de metrô / trem 33% 30% 11% 74% Construir mais/ ampliar corredores de ônibus 38% 22% 13% 73% Fiscalizar o trânsito 9% 14% 23% 46% Construir mais vias e ruas 7% 13% 18% 38% Sincronizar semáforos 4% 5% 14% 23% Aumentar rodízio para 2 dias 5% 7% 9% 21% Construir ciclovias 3% 8% 9% 20% P.5 A. Quais medidas deveriam ser adotadas para diminuir os congestionamentos? (RM) (ESTIMULADA) P.6. E o que deve ser prioridade, em primeiro lugar, em segundo e em terceiro? Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares

18 Importância da integração A integração integração é muito muito importante importante para para a população. população. Muito importante Importante 38% 54% 92% 92% Nem muito, nem pouco importante 3% Pouco importante 4% Nada importante 2% P.7. Considerando uma escala de importância, onde 5 = Muito importante e 1 = Nada Importante. Como o (a) sr (a) definiria a importância da integração dos transportes coletivos para o (a) sr. (a) se movimentar na cidade, diria que ela é...? Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares

19 Vantagens da integração Economia Economia é é o o grande grande benefício benefício da da integração. integração. A rapidez rapidez do do sistema, sistema, mesmo mesmo fazendo fazendo a a baldeação, baldeação, também também é é ressaltada. ressaltada. Por Por fim, fim, os os entrevistados entrevistados reconhecem reconhecem a a abrangência abrangência da da integração integração e e vêem vêem benefícios benefícios como como segurança segurança Primeiro Segundo Terceiro Gasto menos em condução 55% 12% 11% 78% É mais rápido 13% 30% 18% 61% É mais fácil ir onde preciso ou quero ir 12% 23% 13% 48% Atende um número maior de pessoas 10% 10% 27% 47% É fácil fazer baldeação 6% 15% 16% 37% É mais seguro 4% 9% 15% 26% P.8. Gostaria que o sr. (a) colocasse em ordem de importância alguns benefícios da integração do transporte. Qual é o mais importante, em primeiro lugar? E em segundo, assim até o 3º lugar. (ESTIMULADA) Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares

20 Agenda da apresentação O perfil da amostra O cidadão e os problemas urbanos As prioridades e melhorias do transporte coletivo Avaliação Avaliação dos dos meios meios de de transporte transporte A percepção de preços dos transportes coletivos

21 Usuários --Utilizaram nos nos últimos 3 meses... Utilização dos meios Ônibus municipal da capital 51% 51% Ônibus nos corredores da capital 5% 7% Microônibus na capital 23% 34% 2009 Ônibus metropolitano 19% 22% 2008 Expresso Tiradentes 3% Ônibus Corr. S. Mateus-Jabaquara 5% 14% Ônibus municipal de outra cidade 22% 25% CPTM 34% 28% Metrô 49% 43% Carro particular 35% 37% P.9A. Quais desses meios o(a) Sr (a) usou nos últimos 3 meses? Base Amostra 2352 entrevistas domiciliares

22 AVALIAÇÃO DO METRÔ

23 Avaliação do do Metrô Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

24 Avaliação do do Metrô Linha 1, 1, Azul, Norte-Sul Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

25 Avaliação do do Metrô Linha 2, 2, Verde, Paulista Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

26 Avaliação do do Metrô Linha 3, 3, Vermelha, Leste-Oeste Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

27 Avaliação do do Metrô Linha 5, 5, Lilás, C. C. Redondo- Largo Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

28 Avaliação do do Metrô por por Linha Usuários % % % LINHA 1 Azul Norte-Sul LINHA 3 Vermelha Leste-Oeste % % % LINHA 5 Lilás C. Redondo-Lgo 13 P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo? (% de excelente/ bom). LINHA 2 Verde Paulista % % % % % %

29 AVALIAÇÃO DA CPTM

30 Avaliação da da CPTM Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

31 Avaliação da da Linha 7, 7, Rubi, Luz-F. Morato Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

32 80 Avaliação da da Linha 8, 8, Diamante, J. J. Prestes-Itapevi Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

33 Avaliação da da Linha 9, 9, Esmeralda, Osasco-Grajau Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

34 80 Avaliação da da Linha 10, 10, Turquesa, Luz-R.G da da Serra Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

35 Avaliação da da Linha 11, 11, Coral, Luz-Guaianazes Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

36 80 Avaliação da da Linha 11, 11, Coral, Guaianazes-Estudantes Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

37 Avaliação da da Linha 12, 12, Safira, Brás-Calmon Viana Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

38 Avaliação da da CPTM por por Linha Usuários Linha 7 - Rubi Luz- F. Morato % % % Linha 8 - Diamante Julio Prestes Itapevi % % % Linha 12 Safira Brás Calmon Viana % % % Linha 11 - Coral Guaianazes Estudantes % % % Linha 9 - Esmeralda Osasco Grajau % % % Linha 10 - Turquesa Luz R. G. da Serra % % % Linha 11 - Coral Luz Guaianazes % % %

39 AVALIAÇÃO DO ÔNIBUS MUNICIPAL

40 Avaliação dos dos Ônibus Municipais da da Capital --Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

41 Avaliação dos dos Ônibus Municipais por por Área de de Concessão --Usuários % % % % % % % % % ÁREA 1 ÁREA 8 ÁREA 2 ÁREA CENTRAL ÁREA 5 ÁREA 3 ÁREA % % % % % % % % % % % % % % % ÁREA 7 ÁREA % % % P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo? (% de excelente/ bom). Bases: clientes de cada meio

42 AVALIAÇÃO DO MICROÔNIBUS

43 Avaliação dos dos Microônibus da da Capital --Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

44 Avaliação dos dos Microônibus por por Área de de Concessão --Usuários % % % % % % % % ÁREA 1 ÁREA 8 ÁREA 2 ÁREA CENTRAL ÁREA 5 ÁREA 3 ÁREA % % % % % % ÁREA % % % % ÁREA 6 P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo? (% de excelente/ bom).

45 AVALIAÇÃO DO ÔNIBUS DOS CORREDORES

46 Avaliação dos dos Ônibus nos nos Corredores Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

47 AVALIAÇÃO DO CORREDOR SÃO MATEUS JABAQUARA

48 Avaliação dos dos Ônibus do docorr. S. S. Mateus-Jabaquara Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

49 AVALIAÇÃO DO ÔNIBUS METROPOLITANO

50 Avaliação dos dos Ônibus Metropolitanos Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

51 Avaliação dos dos Ônibus Metropolitanos por por Área de de Concessão -- Usuários % % % ÁREA 3 ÁREA % % % ÁREA % % % ÁREA 1 ÁREA % % % % % % P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo? (% de excelente/ bom).

52 AVALIAÇÃO DO ÔNIBUS MUNICIPAL DE OUTRAS CIDADES

53 Avaliação dos dos Ônibus de de Outras Cidades Usuários Excelente / Bom Ruim / Péssimo Saldo P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo?

54 Avaliação dos dos Ônibus de de Outras Cidades por por Área Usuários % % % ÁREA 2 ÁREA % % % ÁREA % % % ÁREA 1 ÁREA % % % % % % P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo? (% de excelente/ bom).

55 Agenda da apresentação O perfil da amostra O cidadão e os problemas urbanos As prioridades e melhorias do transporte coletivo Avaliação dos meios de transporte A percepção percepção de de preços preços dos dos transportes transportes coletivos coletivos

56 Avaliação do do Preço em em Relação à Renda do do Usuário (quanto maior o percentual, pior pior a avaliação) Todos Todos os os meios meios melhoraram melhoraram em em relação relação a 2008, 2008, à exceção exceção dos dos ônibus ônibus nos nos corredores corredores da da capital, capital, que que pioraram pioraram 2% 2% em em relação relação a Preço caro / muito caro em relação ao que ganha (% sobre clientes de cada meio) Ônibus municipal da capital Ônibus nos corredores da capital Microônibus na capital Ônibus metropolitano Expresso Tiradentes 40 Ônibus Corr. S. Mateus-Jabaquara Ônibus municipal de outra cidade CPTM Metrô P.12. Eu gostaria que o(a) Sr..(a) pensasse no preço dos meios de transporte... Qual dessas frases melhor descreve o preço do (TRANSPORTE). O meio é muito caro, um pouco caro, nem caro, nem barato, um pouco barato, muito barato?

57 Evolução Geral Avaliação (% de valiações excelente/ bom) Metrô CPTM Ônibus Municipal da capital Microônibus na capital Ônibus nos corredores da capital Expresso Tiradentes Ônibus c orredor São Mateus Jabaquara Ônibus Metropolitano Ônibus Municipal de outra cidade P.11. O meio é excelente, bom, ruim ou péssimo? (% de excelente/ bom).

58 Realizado por: com exclusividade para:

Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Fevereiro de de 2011

Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Fevereiro de de 2011 Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para São Paulo Fevereiro de de 2011 Background A Pesquisa de Imagem dos Transportes na Região Metropolitana de São Paulo vem sendo realizada

Leia mais

PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa. ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos

PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa. ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos 1 Aspectos técnicos da pesquisa Background A Pesquisa de Imagem dos Transportes na Região Metropolitana de São Paulo 2012

Leia mais

PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa. ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos

PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa. ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos PESQUISA IMAGEM 2012- Quantitativa ANTP - Associação Nacional Transportes Públicos 1 Aspectos técnicos da pesquisa Background A Pesquisa de Imagem dos Transportes na Região Metropolitana de São Paulo 2012

Leia mais

Metodologia. MARGEM DE ERRO O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Metodologia. MARGEM DE ERRO O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Metodologia COLETA Entrevistas domiciliares com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA Município de São Paulo. UNIVERSO moradores de 16 anos ou mais. PERÍODO DE CAMPO de 26 de setembro a 1º de outubro

Leia mais

Job 150904 Setembro / 2015

Job 150904 Setembro / 2015 Job 50904 Setembro / Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 6 anos ou mais de

Leia mais

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado.

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. Job 44/4 Setembro/04 Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 6 anos ou mais de

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública sobre Transportes Coletivos

Pesquisa de Opinião Pública sobre Transportes Coletivos Pesquisa de Opinião Pública sobre Transportes Coletivos Realizada por encomenda da Especificações Período de campo: setembro de 2004 Universo: população geral, com idade entre 16 e 64 anos (inclusive),

Leia mais

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado.

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. Job 1566/10 Setembro/ Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 16 anos ou mais

Leia mais

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado.

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. Job 64/ Setembro/ Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 6 anos ou mais de São

Leia mais

A TV no Metrô. Apresentação Corporativa TV MINUTO

A TV no Metrô. Apresentação Corporativa TV MINUTO A TV no Metrô É a maior empresa de mídia digital OOH da América Latina (5.280 monitores dentro dos trens do Metrô de São Paulo) Associada ao Grupo Bandeirantes Conteúdos real time Conteúdo Notícias nacionais

Leia mais

Pesquisa de Satisfação QualiÔnibus. Cristina Albuquerque Engenheira de Transportes EMBARQ Brasil

Pesquisa de Satisfação QualiÔnibus. Cristina Albuquerque Engenheira de Transportes EMBARQ Brasil Pesquisa de Satisfação QualiÔnibus Cristina Albuquerque Engenheira de Transportes EMBARQ Brasil Qualificar o serviço de transporte coletivo por ônibus para manter e atrair novos usuários ao sistema e tornar

Leia mais

Transmitância Luminosa e sua Segurança no Trânsito

Transmitância Luminosa e sua Segurança no Trânsito l.a.falcão bauer centro tecnológico de controle de qualidade PROJETO WINDOW FILM Transmitância Luminosa e sua Segurança no Trânsito 3. Pesquisa Aplicada - Questionário São Paulo: Rua Aquinos, 111 SP Cep

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: LOCOMOÇÃO URBANA AGOSTO/2011

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: LOCOMOÇÃO URBANA AGOSTO/2011 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: LOCOMOÇÃO URBANA AGOSTO/2011 PESQUISA CNI-IBOPE CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Robson Braga de Andrade Presidente Diretoria Executiva - DIREX José Augusto Coelho

Leia mais

MULHER NO MERCADO DE TRABALHO

MULHER NO MERCADO DE TRABALHO MULHER NO MERCADO DE TRABALHO Tâmara Freitas Barros A mulher continua a ser discriminada no mercado de trabalho. Foi o que 53,2% dos moradores da Grande Vitória afirmaram em recente pesquisa da Futura,

Leia mais

Mobilidade urbana e a emissão do gases de efeito estufa GEE na região central de Porto Alegre

Mobilidade urbana e a emissão do gases de efeito estufa GEE na região central de Porto Alegre Pesquisa de Opinião Mobilidade urbana e a emissão do gases de efeito estufa GEE na região central de Porto Alegre Soluções e desafios na busca de uma melhor qualidade do ar. Sumário 1. Objetivos 3 2. Metodologia

Leia mais

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 1 Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 2013 Índice 2 OBJETIVO E PÚBLICO ALVO METODOLOGIA PLANO DE SAÚDE O MERCADO DE PLANO DE SAÚDE PERFIL

Leia mais

Os espectadores da Mídia Digital of Home em ônibus e metrô

Os espectadores da Mídia Digital of Home em ônibus e metrô Os espectadores da Mídia Digital of Home em ônibus e metrô Amostra Total: 360 entrevistas realizadas entre 10/07 e 10/08 / A Via TV Mídia prima pela excelência do Transporte Público Brasileiro, atuando

Leia mais

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões OBJETIVOS CONSULTAR A OPINIÃO DOS BRASILEIROS SOBRE A SAÚDE NO PAÍS, INVESTIGANDO A SATISFAÇÃO COM SERVIÇOS PÚBLICO E PRIVADO, ASSIM COMO HÁBITOS DE SAÚDE PESSOAL E DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS METODOLOGIA

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil CONSELHO DE CLASSE A visão dos professores sobre educação no Brasil INTRODUÇÃO Especificações Técnicas Data do Campo 19/06 a 14/10 de 2014 Metodologia Técnica de coleta de dados Abrangência geográfica

Leia mais

MORADORES DE RUA E FLANELINHAS

MORADORES DE RUA E FLANELINHAS 1 MORADORES DE RUA E FLANELINHAS Leandro de Souza Lino À margem da sociedade, a quantidade de moradores de rua tem sido crescente no cotidiano das grandes cidades. E aliado a isso, a presença de flanelinhas

Leia mais

PESQUISA DE MOBILIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO PRINCIPAIS RESULTADOS PESQUISA DOMICILIAR DEZEMBRO DE 2013

PESQUISA DE MOBILIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO PRINCIPAIS RESULTADOS PESQUISA DOMICILIAR DEZEMBRO DE 2013 PESQUISA DE MOBILIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO PRINCIPAIS RESULTADOS PESQUISA DOMICILIAR DEZEMBRO DE 2013 SUMÁRIO Página Capítulo 3 Objetivos, conceitos utilizados e metodologia 12 Dados socioeconômicos

Leia mais

A+B1 B2+C DE 58 Estações 04 Linhas 900 Carros Linha 1 - Azul 2,200.000 Linha 2 - Verde 1,200.000 Linha 3 - Vermelha 3,000.000 Linha 5 - Lilás 563.000 Estações Fluxo Estações Fluxo Estações Fluxo Estações

Leia mais

Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa APRESENTAÇÃO SMT 09 02 2012 RT DT/SPT 09/12

Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa APRESENTAÇÃO SMT 09 02 2012 RT DT/SPT 09/12 MOBILIDADE (e ACESSIBILIDADE) URBANA NO CONTEXTO DO PLANO ESTRATÉGICO SP2040 Superintendência de Planejamento de Transporte Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa planejamento@sptrans.com.br

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE. Leandro de Souza Lino

PLANOS DE SAÚDE. Leandro de Souza Lino 1 PLANOS DE SAÚDE Leandro de Souza Lino Na atualidade, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a qualidade de vida e, por sua vez, com a saúde. Assim, a necessidade de ter planos de saúde se faz

Leia mais

Mobilidade Urbana Urbana

Mobilidade Urbana Urbana Mobilidade Urbana Urbana A Home Agent realizou uma pesquisa durante os meses de outubro e novembro, com moradores da Grande São Paulo sobre suas percepções e opiniões em relação à mobilidade na cidade

Leia mais

IMAGEM DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS NO BRASIL

IMAGEM DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS NO BRASIL IMAGEM DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS NO BRASIL PESQUISA QUANTITATIVA APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS PÚBLICOS-ALVO: POPULAÇÃO e FORMADORES DE OPINIÃO FÓRUM VOLVO DE SEGURANÇA NO TRÂNSITO 24 DE SETEMBRO

Leia mais

PLANO DE SAÚDE SETEMBRO DE 2011 1

PLANO DE SAÚDE SETEMBRO DE 2011 1 PLANO DE SAÚDE SETEMBRO DE 2011 1 CRESCEU O NÚMERO DE USUÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Emmanuelle Serrano Queiroz Segundo reportagem publicada pela revista Exame, o crescimento dos gastos com saúde é tendência

Leia mais

Plano de Transporte Coletivo da Cidade de Bauru RESULTADOS DA PESQUISA DE IMAGEM DO SERVIÇO

Plano de Transporte Coletivo da Cidade de Bauru RESULTADOS DA PESQUISA DE IMAGEM DO SERVIÇO Plano de Transporte Coletivo da Cidade de Bauru PTC Bauru RESULTADOS DA PESQUISA DE IMAGEM DO SERVIÇO Objetivo: obter a avaliação das condições do serviço de transporte coletivo sob o ponto de vista da

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS E INVASÃO DE PRIVACIDADE

NOVAS TECNOLOGIAS E INVASÃO DE PRIVACIDADE NOVAS TECNOLOGIAS E INVASÃO DE PRIVACIDADE Leandro de Souza Lino Com o advento das novas tecnologias, como telefones celulares equipados com câmeras fotográficas e/ou filmadoras, além das câmeras de segurança

Leia mais

SEXO Sexo 1.masculino 2.feminino Caracterização Sócio-Econômica ESCO Nivel de escolaridade 1. Analfabeto até 4ª série do 1º grau (primário)

SEXO Sexo 1.masculino 2.feminino Caracterização Sócio-Econômica ESCO Nivel de escolaridade 1. Analfabeto até 4ª série do 1º grau (primário) SIPS- BASE SOBRE MOBILIDADE URBANA Nome Campo Descrição Valores atribuídos Local de Moradia REGI Região 1.Região Sul 2.Região Sudeste 3.Região Centro-Oeste 4.Região Nordeste 5.Região Norte ESTA Estado

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO MARÇO DE 2012 JOB2178 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Entender como a população brasileira percebe questões relacionadas

Leia mais

PARA MUDAR DE VERDADE

PARA MUDAR DE VERDADE PARA MUDAR DE VERDADE os transportes Nos 20 anos de sucessivos governos, o PSDB foi incapaz de enfrentar o colapso da mobilidade urbana com políticas compatíveis com a gravidade do problema, sobretudo

Leia mais

7º Concurso de Monografia CBTU 2011 A Cidade nos Trilhos

7º Concurso de Monografia CBTU 2011 A Cidade nos Trilhos 7º Concurso de Monografia CBTU 2011 A Cidade nos Trilhos Desenvolvimento de um novo padrão urbano sustentável: o papel do transporte de passageiros sobre tilhos UM NOVO PADRÃO DE DESLOCAMENTOS DOS USUÁRIOS

Leia mais

Avaliação de Planos de Saúde. Maio de 2015

Avaliação de Planos de Saúde. Maio de 2015 Avaliação de Planos de Saúde Maio de 2015 Índice OBJETIVO METODOLOGIA PLANO DE SAÚDE O Mercado de plano de saúde Perfil do beneficiário vs Não beneficiário Beneficiários Satisfação, Recomendação, Continuidade

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA SETEMBRO DE 2008 JOB796 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto à população da área em estudo opiniões relacionadas à Ilhabela. Ilhabela

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS SETEMBRO DE 2011 JOB1696 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO Levantar um conjunto de informações sobre o clima da opinião

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA. Janeiro/2015

Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA. Janeiro/2015 Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA Janeiro/2015 OBJETIVOS Objetivo Principal: Esta estudo teve como objetivo principal verificar e quantificar a opinião pública brasileira quanto ao tema Segurança

Leia mais

Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde. Apresentação em Agosto de 2012

Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde. Apresentação em Agosto de 2012 1 Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde Apresentação em Agosto de 2012 Índice 2 Objetivo Metodologia Perfil do médico associado Avaliação das operadoras de planos de saúde

Leia mais

Viajantes da noite: quem são os usuários de ônibus na madrugada de São Paulo.

Viajantes da noite: quem são os usuários de ônibus na madrugada de São Paulo. Viajantes da noite: quem são os usuários de ônibus na madrugada de São Paulo. Christina Maria De Marchiori Borges (1); Paulo Bossi (2); Leonardo Lemos de Oliveira (3) SPTrans São Paulo Transporte- Assessoria

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS E INVASÃO DE PRIVACIDADE

NOVAS TECNOLOGIAS E INVASÃO DE PRIVACIDADE NOVAS TECNOLOGIAS E INVASÃO DE PRIVACIDADE Leandro de Souza Lino Com a onda de violência que gira em torno dos grandes centros urb, é cada vez mais comum encontrar câmeras de segurança instaladas em diversos

Leia mais

METODOLOGIA E AMOSTRA

METODOLOGIA E AMOSTRA SOBRE A PESQUISA METODOLOGIA E AMOSTRA Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral O projeto tem por objetivo geral mapear as percepções,

Leia mais

Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais.

Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Espírito Santo Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais.!"#$& "' "" ""() *'+#',- &',,,."/ "0112 *"#/3'""45'6'" ')$'"+789#&' &'&*"#" *"',01.

Leia mais

Reforma Política. Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil

Reforma Política. Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Reforma Política Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Introdução 2 Objetivos Abrangência Geográfica Método de coleta Datas

Leia mais

Ciclo de Debates sobre Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo

Ciclo de Debates sobre Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo Ciclo de Debates sobre Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo Integração Metropolitana do Transporte Público pelo Bilhete Único e Sistemas Estadual e Metropolitano de Transporte

Leia mais

Pesquisa de Satisfação do Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas

Pesquisa de Satisfação do Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas Pesquisa de Satisfação do Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas Estudo realizado pelo Instituto Futura a pedido da Vale. Novembro de 2013 Pesquisa de Satisfação do Trem de Passageiros

Leia mais

Pesquisa de Levantamento e Percepções sobre o Estacionamento de Veículos no Centro de Campo Grande - MS

Pesquisa de Levantamento e Percepções sobre o Estacionamento de Veículos no Centro de Campo Grande - MS Pesquisa de Levantamento e Percepções sobre o Estacionamento de Veículos no Centro de Campo Grande - MS Julho de 2012 1 Catalogação Bibliográfica Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Campo

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O DIA MUNDIAL SEM CARRO SETEMBRO/ OUTUBRO DE 2007 JOB939 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto à população da área em estudo opiniões relacionadas

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O USO DA ÁGUA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O USO DA ÁGUA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O USO DA ÁGUA FEVEREIRO DE 2011 JOB087 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O projeto tem por objetivo geral mapear as percepções, opiniões e atitudes da

Leia mais

Seminário: Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo

Seminário: Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo : Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo Tema: Uma Agenda para a Mobilidade Urbana da Metrópole Planejamento Urbano, Mobilidade e Modos Alternativos de Deslocamento Engº Jaime

Leia mais

METODOLOGIA & PERFIL

METODOLOGIA & PERFIL Maio2010 JOB 100283 METODOLOGIA & PERFIL Metodologia e Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral Levantar um conjunto de informações

Leia mais

Pesquisa de opinião pública. sobre. Energia elétrica. Brasil

Pesquisa de opinião pública. sobre. Energia elétrica. Brasil 2ª Pesquisa de opinião pública sobre Energia Elétrica Brasil Julho de 2015 Pesquisa de opinião pública sobre Energia elétrica Brasil Junho de 2014 IBOPE Metodologia Pesquisa quantitativa com aplicação

Leia mais

SIPS. Paulo Corbucci

SIPS. Paulo Corbucci SIPS Educação Paulo Corbucci Brasília lia,, 28 de fevereiro de 2011 SOBRE O SIPS O Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS), elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), é uma

Leia mais

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04 Pesquisa de Opinião Pública sobre as Campanhas Educativas para o Trânsito & da I m a g e m I n s t i t u c i o n a l da CET- RIO Relatório de Pesquisa 2008 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 03 PRINCIPAIS RESULTADOS

Leia mais

Crédito de Carbono - Bens de consumo - Bens duráveis - Imóveis. Job 15-0163 Março / 2015

Crédito de Carbono - Bens de consumo - Bens duráveis - Imóveis. Job 15-0163 Março / 2015 Crédito de Carbono - Bens de consumo - Bens duráveis - Imóveis Job 15-0163 Março / 2015 Especificações técnicas Objetivo Identificar e quantificar o apelo da ideia de comprar imóveis ou outros bens duráveis/consumo

Leia mais

Pesquisa IBOPE Ambiental. Setembro de 2011

Pesquisa IBOPE Ambiental. Setembro de 2011 Pesquisa IBOPE Ambiental Setembro de 2011 Com quem falamos? Metodologia & Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas telefônicas. Objetivo geral Identificar

Leia mais

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Introdução Este material surge como resultado do acompanhamento das apresentações do Plano de Mobilidade

Leia mais

Seguros de Vida no Mercado Brasileiro

Seguros de Vida no Mercado Brasileiro Seguros de Vida no Mercado Brasileiro São Paulo, /06/0 Job -034743 Nobody s Unpredictable Objetivos e metodologia Metodologia Quantitativa, por meio de pesquisa amostral com questionário estruturado a

Leia mais

RADIOGRAFIA DO INVESTIDOR DE FUNDOS NO BRASIL. IBOPE Opinião

RADIOGRAFIA DO INVESTIDOR DE FUNDOS NO BRASIL. IBOPE Opinião RADIOGRAFIA DO INVESTIDOR DE FUNDOS NO BRASIL METODOLOGIA 1. Estimativa de Investidores Pessoas Físicas 1.000 entrevistas telefônicas com população brasileira de 18 anos ou mais das classes ABC. Margem

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ENSINO BÁSICO JULHO DE 2006 OPP165 OBJETIVO LOCAL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA Levantar junto à população da área em estudo opiniões relacionadas ao ensino básico.

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS MARÇO DE 2014 JOB0402 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Avaliar a atual administração do município de Acopiara. Acopiara

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

Metodologia e Amostra

Metodologia e Amostra Metodologia e Amostra 1. Estimativa de Investidores Pessoas Físicas 1.000 entrevistas telefônicas com população brasileira de 18 anos ou mais das classes ABC Margem de erro amostral máxima estimada para

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA DESENVOLVIMENTO DE LAY-OUT DE PROPOSTA ALTERNATIVA PARA O SISTEMA G DE TRANSPORTE PÚBLICO MULTIMODAL PARA A REGIÃO METROPOLITANA DA GRANDE VITÓRIA GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

Leia mais

Sexualidade União estável para casais do mesmo sexo. Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO +55 62 3541.6556 www.institutoverus.com.

Sexualidade União estável para casais do mesmo sexo. Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO +55 62 3541.6556 www.institutoverus.com. Sexualidade União estável para casais do mesmo sexo Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO +55 62 3541.6556 www.institutoverus.com.br 1 1 Pesquisa de opinião Pesquisa Quantitativa Instituto Verus Assessoria

Leia mais

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 A gestão pública brasileira é marcada pela atuação setorial, com graves dificuldades

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES JULHO 2015 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS URBANO Fonte: Pesquisa de mobilidade 2012 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS

Leia mais

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - MOSSORÓ

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - MOSSORÓ PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - MOSSORÓ Mossoró, setembro de 2015 1 Sumário 1. Aspectos Metodológicos... 3 2. Descrição dos Resultados... 4 Itens de comemoração... 4 Gastos com presente... 4 Local e quando

Leia mais

TRANSPORTE COLETIVO DE ALTA QUALIDADE. Luis Antonio Lindau, PhD Diretor Presidente

TRANSPORTE COLETIVO DE ALTA QUALIDADE. Luis Antonio Lindau, PhD Diretor Presidente TRANSPORTE COLETIVO DE ALTA QUALIDADE Luis Antonio Lindau, PhD Diretor Presidente Fonte: capa do livro Viação ilimitada (Brasileiro, Henry, 999) Divisão modal nas cidades brasileiras Ônibus Fonte: Associação

Leia mais

cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485

cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485 cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485 Este encarte Tendências aborda as manifestações populares que tomaram as grandes cidades brasileiras em junho

Leia mais

PESQUISA. Avaliação do BRT TransOeste. Abril 2013

PESQUISA. Avaliação do BRT TransOeste. Abril 2013 PESQUISA Avaliação do BRT TransOeste Abril 2013 1 METODOLOGIA Objetivo: levantar informações sobre as viagens no BRT TransOeste, avaliar a satisfação com este modal, bem como as máquinas de recarga do

Leia mais

Esta é a pesquisa de satisfação

Esta é a pesquisa de satisfação Esta é a pesquisa de satisfação dos usuários de saneamento básico realizada entre a categoria residencial dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário regulados pela Agência em 244 municípios

Leia mais

Metodologia e Amostra

Metodologia e Amostra Metodologia e Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral Levantar o nível de satisfação dos estudantes com relação às FATECs

Leia mais

DELIVERY. Revieni Chisté Zanotelli. Revieni Chisté Zanotelli é economista e analista de pesquisas da Futura

DELIVERY. Revieni Chisté Zanotelli. Revieni Chisté Zanotelli é economista e analista de pesquisas da Futura DELIVERY Revieni Chisté Zanotelli O serviço de entrega de produtos (delivery) foi criado para proporcionar comodidade às pessoas e, também, para aqueles que estão sem tempo de ir até ao estabelecimento

Leia mais

abril/2013 CICLOVIA ZONA NORTE

abril/2013 CICLOVIA ZONA NORTE abril/2013 CICLOVIA ZONA NORTE introdução Das temáticas de crise das grandes cidades nos dias de hoje, uma das questões mais contundentes é a mobilidade urbana. A cidade de São Paulo, metrópole que sofre

Leia mais

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Conselho Regional de Medicina rayer@usp.br

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Conselho Regional de Medicina rayer@usp.br Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Conselho Regional de Medicina rayer@usp.br RELAÇÃO DOS MÉDICOS COM A INDÚSTRIA DE MEDICAMENTOS, ÓRTESES/ PRÓTESE E EQUIPAMENTOS MÉDICO-HOSPITALARES Conhecer

Leia mais

As condições de acessibilidade e mobilidade nas cidades receptoras. Diretoria de Engenharia - DE

As condições de acessibilidade e mobilidade nas cidades receptoras. Diretoria de Engenharia - DE As condições de acessibilidade e mobilidade nas cidades receptoras Diretoria de Engenharia - DE Cidades candidatas e seus aeroportos Aeroportos da INFRAERO primeira e última imagem que o turista estrangeiro

Leia mais

SUSTENTÁVEL. Unidade Senac: Santa Cecília. Data: 24/08/2015. Daniela Ades, Guilherme Checco e Juliana Cibim

SUSTENTÁVEL. Unidade Senac: Santa Cecília. Data: 24/08/2015. Daniela Ades, Guilherme Checco e Juliana Cibim SUSTENTÁVEL Unidade Senac: Santa Cecília Data: 24/08/2015 Daniela Ades, Guilherme Checco e Juliana Cibim Imagem retirada de Debate de Bolso, em http://debatedebolso.com. Creative Commons BY-NC-ND 3.0 Plataforma

Leia mais

CELULAR CONTINUA NA MODA

CELULAR CONTINUA NA MODA CELULAR CONTINUA NA MODA Emmanuelle Serrano Queiroz Novas tecnologias são lançadas no mercado diariamente e pensando nisso a Futura foi às ruas da Grande Vitória para descobrir a opinião dos moradores

Leia mais

Uso de Serviços Públicos de Saúde

Uso de Serviços Públicos de Saúde Uso de Serviços Públicos de Saúde Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. OBJETIVO GERAL Levantar junto à população da área em estudo

Leia mais

RELATÓRIO TARIFÁRIO - RMSP

RELATÓRIO TARIFÁRIO - RMSP EXTENSÃO ABC COMUM 195 - - SAO BERNARDO DO CAMPO (TERMINAL METROPOLITANO FERRAZOPOLIS)- DIADEMA (TERMINAL METROPOLITANO 13,096PIRAPORINHA) 3,55 via SAO -BERNARDO DO - CAMPO (BAIRRO 3,55 DOS CASA) - - ABC

Leia mais

MAIS DE 70% NÃO SABEM DENUNCIAR UMA OBRA IRREGULAR

MAIS DE 70% NÃO SABEM DENUNCIAR UMA OBRA IRREGULAR MAIS DE 70% NÃO SABEM DENUNCIAR UMA OBRA IRREGULAR Emmanuelle Serrano Queiroz O tema fiscalização de obras está bastante estampado na mídia devido aos vários acontecimentos. Pelo fato de o assunto ter

Leia mais

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Introdução A proposta de Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes

Leia mais

MAIS DA METADE DOS CAPIXABAS NÃO POSSUI PLANO DE SAÚDE

MAIS DA METADE DOS CAPIXABAS NÃO POSSUI PLANO DE SAÚDE MAIS DA METADE DOS CAPIABAS NÃO POSSUI PLANO DE SAÚDE Emmanuelle Serrano Queiroz Em alguns países, as despesas com saúde já correspondem a mais de 10% do PIB. E, um fator que será determinante para o aumento

Leia mais

Número 1 Violência no trânsito: o goianiense e a Lei Seca. Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO Fone: 62 3541.6556 www.institutoverus.com.

Número 1 Violência no trânsito: o goianiense e a Lei Seca. Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO Fone: 62 3541.6556 www.institutoverus.com. Número 1 Violência no trânsito: o goianiense e a Lei Seca Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO Fone: 62 3541.6556 www.institutoverus.com.br 0 Estudos de Opinião Número 1 Violência no trânsito: o goianiense

Leia mais

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 Frota antiga e tecnologia obsoleta; Serviço irregular de vans operando em todo o DF 850 veículos; Ausência de integração entre os modos e serviços; Dispersão das linhas;

Leia mais

São Paulo 2022. Metodologia de para monitoramento do comportamento da Cidade de São Paulo por Indicadores e Metas

São Paulo 2022. Metodologia de para monitoramento do comportamento da Cidade de São Paulo por Indicadores e Metas São Paulo 2022 Metodologia de para monitoramento do comportamento da Cidade de São Paulo por Indicadores e Metas Cidade Democrática, participativa e descentralizada Transformando São Paulo pela mudança

Leia mais

A Curitiba de 2024. Entenda

A Curitiba de 2024. Entenda Emendas ao Plano Direitor propõem a paulistinização do trânsito em Curitiba Gazeta do Povo - Curitiba/PR - HOME - 04/10/2015-21:49:00 Modelo em gestão de mobilidade urbana para o restante do país nas décadas

Leia mais

Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização:

Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização: Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização: PRINCIPAL OBJETIVO PESQUISA QUANTITATIVA Fornecer informações sobre o conhecimento acerca do GREENPEACE e suas

Leia mais

PLANOS DE MOBILIDADE URBANA

PLANOS DE MOBILIDADE URBANA IMPLANTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA: PLANOS DE MOBILIDADE URBANA RENATO BOARETO Brasília, 28 de novembro de 2012 Organização Não Governamental fundada em 2006 com a missão de apoiar a

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS JULHO DE 2013 JOB2726-8 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Trata-se de uma pesquisa de acompanhamento da opinião pública

Leia mais

Transporte Coletivo da Região Metropolitana de São Paulo: Imagem em Queda desde 1999.

Transporte Coletivo da Região Metropolitana de São Paulo: Imagem em Queda desde 1999. Transporte Coletivo da Região Metropolitana de São Paulo: Imagem em Queda desde 1999. Autor 001: Helcio Raymundo R&B Engenharia e Arquitetura Ltda. Rua Marques de Cascais, 178 047-030 - Brooklin São Paulo

Leia mais

Será uma carta entregue em mãos após uma marcha que terá início em São Paulo logo após a eleição e terminará no Palácio do Planalto em Brasília.

Será uma carta entregue em mãos após uma marcha que terá início em São Paulo logo após a eleição e terminará no Palácio do Planalto em Brasília. Pesquisa de Opinião CONTEXTO Carta de um Brasileiro é um movimento de mobilização social com objetivo de entregar à Presidente da República eleita em outubro de 2010 os principais desejos e necessidades

Leia mais

PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS. Instituto de Engenharia

PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS. Instituto de Engenharia PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS Instituto de Engenharia Introdução quem é a EMTU/SP Estrutura Organizacional EMTU/SP responsabilidades Gerenciamento do sistema de transporte público intermunicipal

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS JUNHO DE 2012 JOB1291 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto aos eleitores da área em estudo opiniões relacionadas

Leia mais

A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana?

A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana? A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana? IDELT Dr. Joaquim Lopes da Silva Junior Maio/2012 prioridade para o transporte coletivo Corredores de ônibus metropolitanos REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

Leia mais

SABESPREV: PESQUISA DE IMAGEM E SATISFAÇÃO 2011 TOTAL

SABESPREV: PESQUISA DE IMAGEM E SATISFAÇÃO 2011 TOTAL TOTAL Objetivos: avaliar o processo de Comunicação da SABESPREV; avaliar o processo de Atendimento Pessoal e Telefônico aos Beneficiários e Participantes da SABESPREV; avaliar o processo de atendimento

Leia mais

Indicadores de Percepção da Cidade de São Paulo JANEIRO DE 2009

Indicadores de Percepção da Cidade de São Paulo JANEIRO DE 2009 Indicadores de Percepção da Cidade de São Paulo JANEIRO DE 2009 1 Recortes por região e renda familiar 2 Pertencimento à cidade de São Paulo Numa escala de 1 a, em que 1 significa que para você a cidade

Leia mais

O trajeto. Podemos dividir o trajeto em 4 partes:

O trajeto. Podemos dividir o trajeto em 4 partes: 01 O que é? A Rota Marcia Prado é uma proposta de caminho cicloturístico que possa ser percorrida por todo tipo de ciclista por um trajeto de São Paulo a Santos, pedalando pelo mínimo de rodovias possíveis,

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS FEVEREIRO DE 2008 JOB294 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto à população da área em estudo opiniões relacionadas

Leia mais

IQV INDICADORES DE QUALIDADE DE VIDA SUMÁRIO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA JOINVILLE, FLORIANÓPOLIS, BLUMENAU, CHAPECÓ, TUBARÃO

IQV INDICADORES DE QUALIDADE DE VIDA SUMÁRIO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA JOINVILLE, FLORIANÓPOLIS, BLUMENAU, CHAPECÓ, TUBARÃO IQV INDICADORES DE QUALIDADE DE VIDA SUMÁRIO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA JOINVILLE, FLORIANÓPOLIS, BLUMENAU, CHAPECÓ, TUBARÃO Qualidade de vida é ter condições de vida plena, gozar de saúde e respeito,

Leia mais