ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE PEIXE TAMBAQUI (Colossoma macropomum) NO ENTREPOSTO DO MUNICÍPIO DE TERESINA-PI

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE PEIXE TAMBAQUI (Colossoma macropomum) NO ENTREPOSTO DO MUNICÍPIO DE TERESINA-PI"

Transcrição

1 ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE PEIXE TAMBAQUI (Colossoma macropomum) NO ENTREPOSTO DO MUNICÍPIO DE TERESINA-PI C.S. Soares 1, A.C.J.N. Oliveira 2, M.L.C. Mesquita 3, P.L.A. Ferreira 4, K.M.R. Silva 5 1- Biomédica. Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Costa Alvarenga LACEN/PI. Teresina-PI, Brasil, Telefone: (86) Estudante de Nutrição. Universidade Federal do Piauí- UFPI. Teresina-PI, Brasil, Telefone: (86) Estudante de Nutrição. Universidade Federal do Piauí- UFPI. Teresina-PI, Brasil, Telefone: (86) Estudante de Nutrição. Universidade Federal do Piauí-UFPI. Teresina-PI, Brasil, Telefone: (86) Biomédica. Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Costa Alvarenga LACEN/PI. Teresina-PI, Brasil, Telefone: (86) RESUMO O tambaqui (Colossoma macropomum) é um alimento muito nutritivo, porém, de fácil deterioração devido ao ph e sua composição. O pescado pode alojar agentes microbianos por contaminação ou multiplicação da sua flora. O objetivo foi verificar se os peixes tambaqui comercializados no entreposto no município de Teresina-PI estavam dentro dos padrões estabelecidos pela legislação brasileira. Em todas as amostras realizou-se a pesquisa de Salmonella sp e Staphylococcus coagulase positiva, com base na RDC 12 de janeiro de Os resultados obtidos foram que todas as amostras não apresentaram Salmonella sp. Já para a pesquisa de Staphylococcus coagulase positiva houve o crescimento em 60% amostras analisadas, sendo que destas 3% estavam acima do valor permitido pela legislação vigente, este índice pode indicar risco à saúde dos consumidores visto que são responsáveis por intoxicação alimentares. ABSTRACT Tambaqui (Colossoma macropomum) is a very nutritious food, however, has easy deterioration due to the ph and his composition. The fish can host microbial agents by contamination or multiplication of your microbiota. The objective was to verify if the tambaqui fish marketed in the warehouse of the city of Teresina -PI were within the established standards under brazilian law. In all samples was performed research of Salmonella sp and coagulase positive Staphylococcus, based in the RDC 12 of January The results obtained showed that any samples no contained Salmonella sp. As for the Staphylococcus coagulase positive research there was growth in 60% of samples, and among these, 3% were above the amount allowed by law. This ratio may indicate health risk to consumers because they are responsible for food poisoning. PALAVRAS-CHAVE: peixe, tambaqui, análise microbiológica, qualidade KEYWORDS: fish, tambaqui, microbiological analysis, quality. I. INTRODUÇÃO

2 O tambaqui (Colossoma macropomum) é um peixe das espécies com maior facilidade de adaptação em ambientes de cultivo de água doce, tem origem brasileira e se tornou importante fonte de renda na região do rio Amazonas. (Cartonilho, 2011). O pescado é um alimento rico em proteínas, caracterizado pela alta digestibilidade e valor biológico, além de elevado teor de ácidos graxos poli-insaturados, sendo considerado um alimento muito saudável do ponto de vista nutritivo. Apesar disso, o pescado é um alimento com maior poder de deterioração, devido ao seu ph próximo a neutralidade, alta concentração de nutrientes usados por microrganismos e rápida ação das enzimas destrutivas presentes nos tecidos e vísceras do peixe (Soares, 2012). A qualidade e segurança dos produtos alimentares é um assunto de grande importância atualmente, isso é evidenciado pelo grande número de leis que exigem a qualidade dos alimentos nas várias etapas da cadeia produtiva. (Soares, 2012). Por ser um dos alimentos mais perecíveis, o pescado necessita de cuidados adequados desde a captura até chegar ao consumidor. A forma como este pescado é manipulado durante todo o processo determina a intensidade com que se apresentam as alterações enzimáticas, oxidativas e/ou bacterianas. A rapidez com que essas alterações se desenvolvem depende de como realizado o procedimento de conservação dos alimentos, a espécie do peixe e dos métodos de pesca (Argenta, 2012). O peixe tambaqui pode alojar agentes microbianos por contaminação ou por multiplicação da flora microbiana original. Baseado nisso, a legislação sanitária estabelece limites à presença de microrganismos, patogênicos ou deterioradores, afim de garantir a segurança alimentar e a qualidade deste alimento (Farias, 2008). Diante do exposto, o objetivo será verificar se os peixes comercializados frescos no Entreposto Pesqueiro no município de Teresina estão dentro dos padrões estabelecidos pela legislação brasileira. II. MATERIAL E MÉTODOS Foram coletadas 10 amostras do peixe tambaqui no período de 18 de abril de 2016 a 06 de junho de 2016, comercializados no entreposto pesqueiro (mercado do peixe) localizado no município de Teresina-PI. As amostras foram coletadas em sacos estéreis, acondicionadas em recipientes isotérmicos com gelo e encaminhado para o Laboratório Central Dr. Costa Alvarenga LACEN-PI para posterior análise. Em todas as amostras realizou-se a pesquisa de Salmonella sp e Staphylococcus coagulase positiva, com base na RDC 12 de janeiro de Para a detecção de Staphylococcus aureus, foi preparado o homogenato adicionando 25g do pescado em 225mL de Água Peptonada 1% (diluição 10-1) e homogeneizado por 30 segundos. A partir da diluição 10-1 foram preparadas as diluições seriadas (10-2 e 10-3 ) transferindo 1mL da última diluição para tubos de diluição contendo 9mL de Água Peptonada. Para cada diluição preparada, foi distribuído alíquotas de 0,1mL na superfície de três placas de Ágar Braid Parker e espalhado em toda superfície do meio. Em seguida, as placas foram incubadas a 35 C por 48 horas em posição invertida. Se verificado crescimento, contar as colônias circulares, negras, rodeadas por um halo transparente e proceder o teste de coagulase para confirmação. Para a análise de Salmonella sp., foi pesado 25g da amostra e transferido para 225 ml de ADTP 1% (caldo de pré-enriquecimento) e homogeneizado por 30 minutos. Após incubação a 35 C por 24 horas, foi transferido 0,1mL do homogeneizado para o caldo Rappaport vassiliads e 1 ml para o meio tetrationato com 5 gotas de solução de lugol a 2% e, em seguida, incubados por 24 horas em banho-maria a 44 C. Logo após esse período, semeou-se em placas contendo os meios Ágar SS (Salmonella- Shigella) e Ágar HE (Hectoen Enteric Agar) por esgotamento de estrias e incubado em estufa a 35 C por 24 horas. Posteriormente, verificou-se se houve crescimento de colônias características de Salmonella (colônias negras com halo transparente no meio SS e colônias transparentes, verde-azuladas, com ou sem centro preto no meio HE), e nas amostras com caso

3 suspeito, as colônias foram repicadas para o meio IAL e incubados a 35 C por 24 horas para análise das provas bioquímicas. III. RESULTADOS E DISCUSSÃO Visando a saúde da população, a RDC n 12 de 02 de janeiro de 2001 da ANVISA, define que a tolerância é máxima e os padrões são mínimos para os diferentes grupos de produtos alimentícios para fins de registro e fiscalização de produtos alimentícios. No caso de análise de pescado, ovas de peixes, crustáceos e moluscos cefalópodes "in natura", resfriados ou congelados não consumido cru os limites para Staphylococcus coagulase positiva é de 10³ UFC/g e Salmonella sp deve estar ausente em 25g do alimento. Estes limites e critérios podem ser complementados quando do estabelecimento de programas de vigilância e rastreamento de microrganismos patogênicos e de qualidade higiênica e sanitária de produtos. A pesquisa de Salmonella sp. em peixe tambaqui mostrou que todas as amostras analisadas estavam em conformidade com o padrão microbiológico oficial de ausência de Salmonella sp. em 25g do alimento. Já para a pesquisa de Staphylococcus coagulase positiva os resultados podem ser vistos na tabela 1. Tabela 1. Resultados da avaliação microbiológica em amostras de peixe tambaqui Amostra Salmonella Staphylococcus coagulase positiva (UFC/g) 01 Ausência 6,5x10 2 UFC/g 02 Ausência 2,5x10 2 UFC/g 03 Ausência < 10 UFC/g 04 Ausência 3,1x10 4 UFC/g 05 Ausência < 10 UFC/g 06 Ausência 1,1x10 3 UFC/g 07 Ausência < 10 UFC/g 08 Ausência 6,5x10 2 UFC/g 09 Ausência 2,6x10 5 UFC/g 10 Ausência < 10 UFC/g UFC/g: Unidade Formadora de Colônias por grama Com base nos resultados, houve o crescimento em 6 das 10 amostras analisadas, onde amostras que não verificou-se crescimento foram reportadas como < 10 UFC/g. De acordo com o valor de referência, 10 3 UFC/g, estabelecido pela RDC nº 12/2001 para a pesquisa de Staphylococcus coagulase positiva, foi identificado que 3 amostras estavam acima do valor permitido pela legislação vigente. A figura 1 mostra a porcentagem de amostras que foram satisfatória e insatisfatória para a pesquisa de Staphylococcus coagulase positiva. Figura 1. Percentual para a pesquisa de Staphylococcus coagulase positiva em peixe tambaqui

4 De acordo com Ribeiro (2014), o pescado pode atuar como potencial veiculador de microrganismos patogênicos para o homem, como as bactérias Staphylococcus coagulase positiva, Escherichia coli, Salmonella sp., Clostridium perfringens, entre outros. A presença desses microrganismos evidencia deficiência em algumas etapas do processamento ou na conservação do produto final, que comprometem a qualidade e o grau de frescor, evidenciando a importância de um controle higiênicosanitário nos estabelecimentos industriais e comerciais, quanto a mão-de-obra, equipamentos e superfícies que entram em contato com o pescado (Farias, 2008). Apesar de apenas 3% das amostras analisadas estarem em desacordo com a RDC nº 12 (2001), este índice pode indicar risco à saúde dos consumidores, pois os Estafilococos coagulase positiva são responsáveis por intoxicação alimentares. Além da possibilidade de contaminação cruzada devido serem armazenados em gelo junto com outros produtos (Luciano, 2009). Portanto, a segurança do pescado quanto ao padrão microbiológico é de suma importância, visto que as doenças transmitidas por alimentos têm sempre ocorrido em decorrência da falta de cuidados e de controle desde a aquisição da matéria-prima até a manipulação e o processamento (Soares, 2012). IV. CONCLUSÃO O peixe tambaqui constitui uma importante fonte de nutrientes para o homem, porém, é um produto com elevado poder de deterioração necessitando de cuidados em todas as etapas da cadeia produtiva. A manipulação do pescado durante todo o processo e a inadequada refrigeração são alguns dos fatores que podem contribuir para o crescimento microbiano no alimento. Baseado na RDC nº 12/2001 (ANVISA), as amostras foram analisadas quanto a presença de Estafilococos coagulase positiva e de Salmonella sp., sendo que esta última não foi identificada em nenhuma das amostras. Quanto a pesquisa de Estafilococos coagulase positiva 30% das amostras estavam acima do valor permitido pela legislação. A presença dessa bactéria para ocasionar ainda contaminação cruzada, o que se pode evidenciar um controle dos ambientes envolvidos no processo para evitar riscos à saúde do consumidor. IV. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARGENTA, Fernando Froner. Tecnologia de Pescado: Características e processamento da matéria-prima. In: Monografia apresentada no grau de especialista em produção em tecnologia e higiene de alimentos de origem animal. Porto Alegre p

5 BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução - RDC nº 12, de 2 de janeiro de Regulamento técnico sobre padrões microbiológicos para alimentos. Diário Oficial da União da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 10 jan CARTONILHO, Mônica Maciel; JESUS, Rogério Souza. Qualidade de cortes congelados de tambaqui cultivado. Pesq. agropec. bras., Brasília, v.46, n.4, p , abr FARIAS, Maria do Carmo Andion; FREITAS, José de Arimatéia. Qualidade microbiológica de pescado beneficiado em indústrias Paraenses. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 67(2): , LUCIANO, Luanne Gianjoppe. Qualidade microbiológica de peixes e frutos do mar em Botucatu, SP. In: Monografia apresentada ao Departamento de Microbiologia/Imunologia do Instituto de Biociências UNESP. São Paulo p RIBEIRO, Ana Lúcia Medeiros dos Santos; OLIVEIRA, Gesilene Mendonça; FERREIRA, Vanessa de Magalhães; PEREIRA, Milena Marcela Domingues; SILVA, Pedro Paulo de Oliveira. Avaliação microbiológica da qualidade do pescado processado, importado no estado do Rio de Janeiro. R. bras. Ci. Vet., Rio de Janeiro, v. 16, n. 3, p , set./dez SOARES, Karoline Mikaelle de Paiva; GONÇALVES, Alex Augusto. Qualidade e segurança do pescado. Rev Inst Adolfo Lutz, v.71, n.1, p

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE MÃOS DE MANIPULADORES, MÁQUINAS DE MOER CARNE E FACAS DE CORTE, EM SUPERMERCADOS DA CIDADE DE APUCARANA- PR

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE MÃOS DE MANIPULADORES, MÁQUINAS DE MOER CARNE E FACAS DE CORTE, EM SUPERMERCADOS DA CIDADE DE APUCARANA- PR ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE MÃOS DE MANIPULADORES, MÁQUINAS DE MOER CARNE E FACAS DE CORTE, EM SUPERMERCADOS DA CIDADE DE APUCARANA- PR SOUZA M. C; TOLEDO E. A Resumo Este trabalho teve como objetivo identificar

Leia mais

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE ALIMENTOS GELADOS COMESTÍVEIS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS

Leia mais

Avaliação da qualidade microbiológica do leite pasteurizado tipo C produzido na região de Araguaína-TO

Avaliação da qualidade microbiológica do leite pasteurizado tipo C produzido na região de Araguaína-TO Avaliação da qualidade microbiológica do leite pasteurizado tipo C produzido na região de Araguaína-TO Iangla Araújo de Melo ¹, Maykon Jhuly Martins de Paiva 1, Ricardo Consigliero Guerra 2 ¹ Acadêmica

Leia mais

10º ENTEC Encontro de Tecnologia: 28 de novembro a 3 de dezembro de 2016 QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE ÁGUA MINERAL DO TRIANGULO MINEIRO

10º ENTEC Encontro de Tecnologia: 28 de novembro a 3 de dezembro de 2016 QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE ÁGUA MINERAL DO TRIANGULO MINEIRO QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE ÁGUA MINERAL DO TRIANGULO MINEIRO Bruna Santos Morais 1, Danusa Carolina Santos Fernandes 2, Thaís Cristina Carneiro Gonçalves 3, Elizabeth Uber Bucek 4, Ana Claudia Chesca

Leia mais

Disciplina: Controle de Qualidade Série: 2ª Turmas: L/N/M/O. Curso: Técnico em Agroindústria. Professora: Roberta M. D.

Disciplina: Controle de Qualidade Série: 2ª Turmas: L/N/M/O. Curso: Técnico em Agroindústria. Professora: Roberta M. D. Disciplina: Controle de Qualidade Série: 2ª Turmas: L/N/M/O Segurança Alimentar e Curso: Técnico em Agroindústria Professora: Roberta M. D. Cardozo Segurança Alimentar Grupos ou espécies de microrganismos

Leia mais

TÍTULO: ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE ESPONJAS UTILIZADAS NA HIGIENIZAÇÃO DE UTENSÍLIOS DE COZINHA DE RESTAURANTES DO MUNICÍPIO DE ANÁPOLIS-GO

TÍTULO: ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE ESPONJAS UTILIZADAS NA HIGIENIZAÇÃO DE UTENSÍLIOS DE COZINHA DE RESTAURANTES DO MUNICÍPIO DE ANÁPOLIS-GO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE ESPONJAS UTILIZADAS NA HIGIENIZAÇÃO DE UTENSÍLIOS DE COZINHA DE RESTAURANTES

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

PROJETO DE PESQUISA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROJETO DE PESQUISA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Análise microbiológica de alimentos em restaurantes self-service localizados no bairro de Taguatinga em Brasília, Distrito Federal. Aluna: Elaine Márcia Morais

Leia mais

OCORRÊNCIA DE COLIFORMES TERMOTOLERANTES E SALMONELLA spp. EM SUSHIS COMERCIALIZADOS NAS CIDADES DE JOÃO PESSOA E CAMPINA GRANDE/PB

OCORRÊNCIA DE COLIFORMES TERMOTOLERANTES E SALMONELLA spp. EM SUSHIS COMERCIALIZADOS NAS CIDADES DE JOÃO PESSOA E CAMPINA GRANDE/PB OCORRÊNCIA DE COLIFORMES TERMOTOLERANTES E SALMONELLA spp. EM SUSHIS COMERCIALIZADOS NAS CIDADES DE JOÃO PESSOA E CAMPINA GRANDE/PB T.P. Lucena 1, C.R.M. Silva Filho 2, C.D.L. Araújo 3, W.S. Morais 4 1-

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO GELO UTILIZADO NA CONSERVAÇÃO DOS PESCADOS DO MERCADO ALBANO FRANCO, NO CENTRO DE ARACAJU, SE

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO GELO UTILIZADO NA CONSERVAÇÃO DOS PESCADOS DO MERCADO ALBANO FRANCO, NO CENTRO DE ARACAJU, SE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO GELO UTILIZADO NA CONSERVAÇÃO DOS PESCADOS DO MERCADO ALBANO FRANCO, NO CENTRO DE ARACAJU, SE Sara Dayan Da Silva Oliveia¹, Isabella Cícera Dias Miranda², Alice Tâmara De Carvalho

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 7CTDTQAMT06-p AVALIAÇÃO HIGIÊNICO-SANITÁRIA DE 10 AMOSTRAS DE SORVETE DE CHOCOLATE FABRICADO POR UMA INDÚSTRIA DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA PB Dayana do Nascimento Ferreira (1) ; Natália Pires Ramos (1),

Leia mais

Avaliação da Qualidade Microbiológica de Manteigas Artesanais Comercializadas no Estado de Alagoas

Avaliação da Qualidade Microbiológica de Manteigas Artesanais Comercializadas no Estado de Alagoas Avaliação da Qualidade Microbiológica de Manteigas Artesanais Comercializadas no Estado de Alagoas Elaine Gonzaga Oliveira 1, Elizeu Toledo Oliveira 1, Eriane Alves da Silva 2, Angela Froehlich 3 1 Graduandos

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Disponível em: .

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Disponível em: <http://www.pubvet.com.br/texto.php?id=375>. PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Disponível em: . Enumeração de coliformes termotolerantes em pescados frescos e congelados Vera Lúcia

Leia mais

TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DA POPULAÇÃO DE STAPHYLOCOCCUS EM PATÊ DE PEITO DE PERU SABOR DEFUMADO DURANTE 45 DIAS DE ARMAZENAMENTO

TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DA POPULAÇÃO DE STAPHYLOCOCCUS EM PATÊ DE PEITO DE PERU SABOR DEFUMADO DURANTE 45 DIAS DE ARMAZENAMENTO TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DA POPULAÇÃO DE STAPHYLOCOCCUS EM PATÊ DE PEITO DE PERU SABOR DEFUMADO DURANTE 45 DIAS DE ARMAZENAMENTO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS

Leia mais

Pesquisa de microrganismos indicadores de condições higiênico sanitárias em água de coco

Pesquisa de microrganismos indicadores de condições higiênico sanitárias em água de coco Pesquisa de microrganismos indicadores de condições higiênico sanitárias em água de coco Nome dos autores: Carolina Rosa Carrilho de Castro Carolina Rosa Carrilho de Castro; Aluna do Curso de Engenharia

Leia mais

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE HORTALIÇAS SERVIDAS NO RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO DA UFPEL, CAMPUS CAPÃO DO LEÃO. 1. INTRODUÇÃO

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE HORTALIÇAS SERVIDAS NO RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO DA UFPEL, CAMPUS CAPÃO DO LEÃO. 1. INTRODUÇÃO ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE HORTALIÇAS SERVIDAS NO RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO DA UFPEL, CAMPUS CAPÃO DO LEÃO. SILVA, Vanessa Silva da 1 ; LOPES, Caroline de Paula 1 ; RIBEIRO, Gladis Aver 1 1 Laboratório

Leia mais

Qualidade microbiológica de queijos coloniais comercializados em Francisco Beltrão, Paraná

Qualidade microbiológica de queijos coloniais comercializados em Francisco Beltrão, Paraná Qualidade microbiológica de queijos coloniais comercializados em Francisco Beltrão, Paraná luana Antonello 1 Ana Kupkovski 2 Claudia Castro Bravo 3 Resumo: Avaliou-se a qualidade microbiológica de quatro

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO LEITE PASTEURIZADO COMERCIALIZADO EM JUIZ DE FORA NO

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO LEITE PASTEURIZADO COMERCIALIZADO EM JUIZ DE FORA NO QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO LEITE PASTEURIZADO COMERCIALIZADO EM JUIZ DE FORA NO ANO DE 2004 SOB INSPEÇÃO MUNICIPAL MICROBIOLOGICAL QUALITY OF THE PASTEURIZED MILK MARKETED IN JUIZ DE FORA IN THE YEAR

Leia mais

Alves, E.N.; Henriques, L.S.V.; Azevedo, H.S.; Pinto, J.C.C.; Henry, F.C.

Alves, E.N.; Henriques, L.S.V.; Azevedo, H.S.; Pinto, J.C.C.; Henry, F.C. AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DA CARNE OVINA (Ovis aries) OBTIDA EM CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ Alves, E.N.; Henriques, L.S.V.; Azevedo, H.S.; Pinto, J.C.C.; Henry, F.C. Laboratório de Tecnologia de Alimentos

Leia mais

AVALIAÇÃO DE COLIFORMES EM ÁGUA MINERAL COMERCIALIZADA NO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ/RN

AVALIAÇÃO DE COLIFORMES EM ÁGUA MINERAL COMERCIALIZADA NO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ/RN AVALIAÇÃO DE COLIFORMES EM ÁGUA MINERAL COMERCIALIZADA NO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ/RN Manoel Marcelino da Silva (1); Alanna Oliveira Cortez (2); Caio Sergio Santos (3); Francisco Marlon Carneiro Feijó (4).

Leia mais

Pesquisa de Staphylococcus coagulase positiva em queijo Minas Frescal artesanal

Pesquisa de Staphylococcus coagulase positiva em queijo Minas Frescal artesanal PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Pesquisa de Staphylococcus coagulase positiva em queijo Minas Frescal artesanal Renata Marques Ferreira 1 ; Janise De Castro Moraes Spini 1 ; Leonardo

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE MANTEIGAS COMERCIALIZADAS EM VIÇOSA (MG) 1. Introdução

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE MANTEIGAS COMERCIALIZADAS EM VIÇOSA (MG) 1. Introdução 531 QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE MANTEIGAS COMERCIALIZADAS EM VIÇOSA (MG) 1 Natália Mara dos Santos 2 ; Jéssica Pires Ávila Rasmini 2, Isabela de Castro Oliveira 2, Cíntia da Cunha Abreu 2, Eduardo Nogueira

Leia mais

Análise Técnica. Segurança Microbiológica de Molhos Comercializados em Embalagens Tipo Sache: Avaliação de um Abridor de Embalagens

Análise Técnica. Segurança Microbiológica de Molhos Comercializados em Embalagens Tipo Sache: Avaliação de um Abridor de Embalagens Análise Técnica Segurança Microbiológica de Molhos Comercializados em Embalagens Tipo Sache: Avaliação de um Abridor de Embalagens Coord. Prof. Dr. Marco Antônio Lemos Miguel Equipe: Carolina Beres & Priscila

Leia mais

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE CACHORROS QUENTE COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE UBERABA, MG.

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE CACHORROS QUENTE COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE UBERABA, MG. ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE CACHORROS QUENTE COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE UBERABA, MG. ALVES, P. T. 1 ; JARDIM, F. B. B. 2 1 Engenheira de alimentos; Especialização em Controle de Qualidade na Indústria

Leia mais

CONTAMINAÇÃO EM EMBALAGENS DE ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS CONTAMINATION IN PACKAGING FOOD INDUSTRIALIZED

CONTAMINAÇÃO EM EMBALAGENS DE ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS CONTAMINATION IN PACKAGING FOOD INDUSTRIALIZED www4.fsanet.com.br/revista Rev. Saúde em foco, Teresina, v. 2, n. 2, art. 8, p. 107-114, ago./dez. 2015 ISSN Eletrônico: 2358-7946 CONTAMINAÇÃO EM EMBALAGENS DE ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS CONTAMINATION

Leia mais

Avaliação da qualidade microbiológica de sushi comercializado em restaurantes de Aracaju, Sergipe

Avaliação da qualidade microbiológica de sushi comercializado em restaurantes de Aracaju, Sergipe SCIENTIA PLENA VOL. 8, NUM. 3 2012 www.scientiaplena.org.br Avaliação da qualidade microbiológica de sushi comercializado em restaurantes de Aracaju, Sergipe A. A. Santos¹; G. T. N. Simões¹; M. M. Cruz

Leia mais

ANÁLISE DE BOLORES E LEVEDURAS EM QUEIJOS TIPO MINAS, PRODUZIDOS ARTESANALMENTE E COMERCIALIZADOS EM FEIRAS LIVRES NA CIDADE DE PELOTAS / RS.

ANÁLISE DE BOLORES E LEVEDURAS EM QUEIJOS TIPO MINAS, PRODUZIDOS ARTESANALMENTE E COMERCIALIZADOS EM FEIRAS LIVRES NA CIDADE DE PELOTAS / RS. ANÁLISE DE BOLORES E LEVEDURAS EM QUEIJOS TIPO MINAS, PRODUZIDOS ARTESANALMENTE E COMERCIALIZADOS EM FEIRAS LIVRES NA CIDADE DE PELOTAS / RS. Autor(es): BAIRROS, Jacqueline Valle; DESTRI, Kelli; VARGAS,

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO MEL DE ABELHA Apis mellifera DO SERTÃO PARAIBANO

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO MEL DE ABELHA Apis mellifera DO SERTÃO PARAIBANO QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO MEL DE ABELHA Apis mellifera DO SERTÃO PARAIBANO MELO, F. S. N. MELO 1, W. F. MARTINS 2, G. NICOLETTI 2, C. SILVEIRA 2, M. S. A. RODRIGUES 3, S. S. MARTINS 3 e A. dos S. ARAUJO

Leia mais

Condições higiênico-sanitárias de cenouras minimanente processadas. Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia, MG, Brasil (UFU- MG).

Condições higiênico-sanitárias de cenouras minimanente processadas. Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia, MG, Brasil (UFU- MG). PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Condições higiênico-sanitárias de cenouras minimanente processadas Patrícia Ferreira Lacerda 1 ; Letícia Ríspoli Coelho 1,2 ; Eliane Pereira Mendonça

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS DEPARTAMENTO Engenharia de Alimentos

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO CALDO DE CANA EM FEIRAS LIVRES DO ESTADO DE RONDÔNIA

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO CALDO DE CANA EM FEIRAS LIVRES DO ESTADO DE RONDÔNIA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO CALDO DE CANA EM FEIRAS LIVRES DO ESTADO DE RONDÔNIA INTRODUÇÃO Fernanda Rosan Fortunato Seixas 1 Bruna Leticia de Souza Nascimento; Elisangela dos Santos Vicente 2 A garapa

Leia mais

TÍTULO: ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE EMBUTIDOS CÁRNEOS DO TIPO PRESUNTO COMERCIALIZADOS EM SÃO PAULO/SP

TÍTULO: ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE EMBUTIDOS CÁRNEOS DO TIPO PRESUNTO COMERCIALIZADOS EM SÃO PAULO/SP TÍTULO: ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE EMBUTIDOS CÁRNEOS DO TIPO PRESUNTO COMERCIALIZADOS EM SÃO PAULO/SP CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: BIOMEDICINA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

TÍTULO: QUALIDADE MICROBIOLÓGICA E CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DE PESCADO COMERCIALIZADO NO MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA RJ

TÍTULO: QUALIDADE MICROBIOLÓGICA E CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DE PESCADO COMERCIALIZADO NO MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA RJ TÍTULO: QUALIDADE MICROBIOLÓGICA E CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DE PESCADO COMERCIALIZADO NO MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA RJ CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: BIOMEDICINA

Leia mais

André Fioravante Guerra Enumeração de Estafilococos Coagulase Positiva e Negativa Valença, 1ª Edição, p. Disponível em:

André Fioravante Guerra Enumeração de Estafilococos Coagulase Positiva e Negativa Valença, 1ª Edição, p. Disponível em: çã André Fioravante Guerra Enumeração de Estafilococos Coagulase Positiva e Negativa Valença, 1ª Edição, 2016. 11p. Disponível em: www.microbiologia-de-alimentos.com çã ENUMERAÇÃO DE ESTAFILOCOCOS COAGULASE

Leia mais

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 ANÁLISE DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DA ÁGUA, AO LONGO DA CADEIA PRODUTIVA DE TILÁPIA DO NILO (Oreochromis niloticus), NA REGIÃO NORTE DO ESTADO DO PARANÁ

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 7CTDTQAMT05-P QUALIDADE HIGIÊNICO-SANITÁRIA DE 10 AMOSTRAS DE POLPA DE AÇAÍ CONGELADA FABRICADA POR UMA INDÚSTRIA DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA PB Natália Pires Ramos (1), Dayana do Nascimento Ferreira (1),

Leia mais

Controle de qualidade na produção leiteira: Análises Microbiológicas

Controle de qualidade na produção leiteira: Análises Microbiológicas na produção leiteira: Análises Microbiológicas Profa. Dra. Vanerli Beloti LIPOA UEL lipoa.uel@gmail.com vbeloti@uel.br www.uel.br/laboratorios/inspecao Microbiologia Técnico preparado Cada passo pode significar

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DE BANCAS INTERNAS DA 236ª FEIRA DO PEIXE DE PORTO ALEGRE-RS

AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DE BANCAS INTERNAS DA 236ª FEIRA DO PEIXE DE PORTO ALEGRE-RS AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DE BANCAS INTERNAS DA 236ª FEIRA DO PEIXE DE PORTO ALEGRE-RS B.K. Vargas¹, D.L. Perotto 1, S. Cardoso 1 1-Centro de Ensino, Pesquisa e Tecnologia de Carnes

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE LINGÜIÇAS MISTAS DO TIPO FRESCAL PRODUZIDAS NA CIDADE DE PELOTAS (RS)

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE LINGÜIÇAS MISTAS DO TIPO FRESCAL PRODUZIDAS NA CIDADE DE PELOTAS (RS) QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE LINGÜIÇAS MISTAS DO TIPO FRESCAL PRODUZIDAS NA CIDADE DE PELOTAS (RS) WLADIMIR PADILHA DA SILVA * ELIEZER AVILA GANDRA ** EDUARDA HALLAL DUVAL *** MÁRCIA MONKS JANTZEN ****

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS AÇÕES DE VIGILÂNCIA DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO NO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO-ACRE.

AVALIAÇÃO DAS AÇÕES DE VIGILÂNCIA DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO NO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO-ACRE. AVALIAÇÃO DAS AÇÕES DE VIGILÂNCIA DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO NO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO-ACRE. Lúcia Monteiro Dias Gomes 1 ; Maura Regina Ribeiro 2 & Vanuza Salgado Moreira 3 RESUMO Este estudo

Leia mais

Challenge testing and shelf-life studies

Challenge testing and shelf-life studies Challenge testing and shelf-life studies 20 Junho 2008 Gonçalo Almeida e Tim Hogg Escola Superior de Biotecnologia, Universidade Católica Portuguesa Segurança Alimentar Garantir que os alimentos não apresentam

Leia mais

Universidade Estadual do Norte do Paraná/Campus Luiz Meneghel. Ciências Agrárias, Medicina Veterinária

Universidade Estadual do Norte do Paraná/Campus Luiz Meneghel. Ciências Agrárias, Medicina Veterinária PESQUISA E IDENTIFICAÇÃO DE ENTEROBACTÉRIAS ISOLADAS DE QUEIJOS ARTESANAIS COMERCIALIZADOS EM FEIRAS LIVRES E MERCADOS MUNICIPAIS NOS ESTADOS DE SÃO PAULO E PARANÁ Marcela Spinelli Flores de Tulio (Pibic/UENP),

Leia mais

CONTROLE MICROBIOLÓGICO DA VIDA DE PRATELEIRA DE RICOTA CREMOSA

CONTROLE MICROBIOLÓGICO DA VIDA DE PRATELEIRA DE RICOTA CREMOSA CONTROLE MICROBIOLÓGICO DA VIDA DE PRATELEIRA DE RICOTA CREMOSA Microbiological assessment of creamy ricota during shelf-life Ana Cristina Ribeiro 1, Simone Cristina Marques 2, Arthur de Freitas Sodré

Leia mais

DETERIORANTES E INDICADORES DE HIGIENE AROMAS

DETERIORANTES E INDICADORES DE HIGIENE AROMAS ll WORKSHOP DE MICROBIOLOGIA EUROFINS DETERIORANTES E INDICADORES DE HIGIENE AROMAS Aromas - conceitos O que são aromas? São substâncias ou misturas com propriedades odoríferas, capazes de conferir, mascarar

Leia mais

Análise microbiológica da água de coco...

Análise microbiológica da água de coco... PESQUISA Análise Microbiológica da Água de Coco Industrializada Microbiological Analysis of Coconut Water Industrialized Análisis Microbiológico del Agua de Coco Industrializados Elimar Alves da Silva¹,

Leia mais

Comida de rua comercializada em São Luís/MA: Diagnóstico higiênico-sanitário

Comida de rua comercializada em São Luís/MA: Diagnóstico higiênico-sanitário Comida de rua comercializada em São Luís/MA: Diagnóstico higiênico-sanitário RESUMO O consumo de alimentos fora de casa tem sido um hábito frequente pela sociedade atual, o que tem favorecido o aumento

Leia mais

André Fioravante Guerra NMP/g ou ml de Coliformes a 35 e 45 C Valença, 1ª Edição, p. Disponível em:

André Fioravante Guerra NMP/g ou ml de Coliformes a 35 e 45 C Valença, 1ª Edição, p. Disponível em: André Fioravante Guerra NMP/g ou ml de Coliformes a 35 e 45 C Valença, 1ª Edição, 2015. 15p. Disponível em: www.microbiologia-de-alimentos.com çã NÚ MERO MAIS PROVA VEL (NMP/g ou ml) DE COLIFORMES A 35

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 6CCSDNMT06-P AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE ÁGUA, SALADA DE FRUTAS E LEITE COMERCIALIZADOS EM LANCHONETES DO CAMPUS I DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Dêmia Kellyani Eleoterio Veiga (2), Cássia de Andrade

Leia mais

Curso Técnico em Análises Químicas Microbiologia. Meios de cultura

Curso Técnico em Análises Químicas Microbiologia. Meios de cultura Curso Técnico em Análises Químicas Microbiologia Meios de cultura DEFINIÇÃO: Formulações químicas (associação qualitativa e quantitativa) Nutrientes necessários Multiplicação (desenvolvimento, cultivo)

Leia mais

Palavras-chave: Análise microbiológica. Vigilância sanitária. Staphylococcus aureus. Salmonella. Coliformes.

Palavras-chave: Análise microbiológica. Vigilância sanitária. Staphylococcus aureus. Salmonella. Coliformes. Análise microbiológica do acarajé comercializado numa feira de arte e artesanato de Belo Horizonte, MG Daniela Almeida do Amaral * Eric Liberato Gregório * Margaret Silva * Júlio Henrique Mendes Oliveira

Leia mais

PERFIL MICROBIOLÓGICO DE AMOSTRAS DE LEITE PASTEURIZADO DE ACORDO COM AS ESPECIFICAÇÕES MUNICIPAIS (SIM) E ESTADUAIS (IMA)

PERFIL MICROBIOLÓGICO DE AMOSTRAS DE LEITE PASTEURIZADO DE ACORDO COM AS ESPECIFICAÇÕES MUNICIPAIS (SIM) E ESTADUAIS (IMA) PERFIL MICROBIOLÓGICO DE AMOSTRAS DE LEITE PASTEURIZADO DE ACORDO COM AS ESPECIFICAÇÕES MUNICIPAIS (SIM) E ESTADUAIS (IMA) Microbiological Profile of pasteurized milk samples in accordance with the municipal

Leia mais

Qualidade microbiológica do queijo de manteiga comercializado em supermercados e feiras livres da cidade de Natal, RN.

Qualidade microbiológica do queijo de manteiga comercializado em supermercados e feiras livres da cidade de Natal, RN. Qualidade microbiológica do queijo de manteiga comercializado em supermercados e feiras livres da cidade de Natal, RN. Allyne Cristina Alves de Azevedo Jéssica Caroline de Oliveira Pereira Leonardo Bruno

Leia mais

COMPARAÇÃO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE CHÁS INDUSTRIALIZADOS E IN NATURA MICROBIOLOGICAL QUALITY COMPARISON OF INDUSTRIALIZED TEAS AND IN NATURA

COMPARAÇÃO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE CHÁS INDUSTRIALIZADOS E IN NATURA MICROBIOLOGICAL QUALITY COMPARISON OF INDUSTRIALIZED TEAS AND IN NATURA COMPARAÇÃO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE CHÁS INDUSTRIALIZADOS E IN NATURA MICROBIOLOGICAL QUALITY COMPARISON OF INDUSTRIALIZED TEAS AND IN NATURA Resumo Daiane Teles de Oliveira (1) Paulo Henrique M.

Leia mais

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE CHURRASQUINHO DA FEIRA DE ARTESANATO DE BELO HORIZONTE MG

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE CHURRASQUINHO DA FEIRA DE ARTESANATO DE BELO HORIZONTE MG ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE CHURRASQUINHO DA FEIRA DE ARTESANATO DE BELO HORIZONTE MG J.C.B.C.L. de Almeida 1, A. O. de Jesus 2, A. D. C. Pereira 3, E. G. Liberato 4, F. M. Delvivo 5 1- Instituto de Ciências

Leia mais

CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DE CACHORROS QUENTES AMBULANTES DO MUNICÍPIO DE APUCARANA- PR

CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DE CACHORROS QUENTES AMBULANTES DO MUNICÍPIO DE APUCARANA- PR CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DE CACHORROS QUENTES AMBULANTES DO MUNICÍPIO DE APUCARANA- PR Melo, H. K.; Toledo, E. A. RESUMO As condições higiênico-sanitárias de cachorro-quente ambulante possuem uma

Leia mais

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS 16 TÍTULO: PERFIL MICROBIOLÓGICO DE AMOSTRAS DE SONHO DE PADARIA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: BIOMEDICINA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS

Leia mais

Doenças Transmitidas por Alimentos. Prof.: Alessandra Miranda

Doenças Transmitidas por Alimentos. Prof.: Alessandra Miranda Doenças Transmitidas por Alimentos Prof.: Alessandra Miranda Origem das Doenças Biológica Química Físicas Grupos Vulneráveis Crianças de 0 a 5 anos Mulheres grávidas Doentes e pessoas com baixa imunidade

Leia mais

PERFIL HIGIÊNICO-SANITÁRIO DE QUINDINS COMERCIALIZADOS EM PELOTAS/RS

PERFIL HIGIÊNICO-SANITÁRIO DE QUINDINS COMERCIALIZADOS EM PELOTAS/RS PERFIL HIGIÊNICO-SANITÁRIO DE QUINDINS COMERCIALIZADOS EM PELOTAS/RS Graziele Guimarães GRANADA* Carla Rosane Barboza MENDONÇA** Camila PORTO*** Fernanda ROSA*** Edilson SILVA*** Wladimir Padilha Da SILVA*

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL EM PEQUENAS AGROINDÚSTRIAS DA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SANTA CATARINA.

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL EM PEQUENAS AGROINDÚSTRIAS DA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SANTA CATARINA. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL EM PEQUENAS AGROINDÚSTRIAS DA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SANTA CATARINA. Autor 1 Leania Maria Fabbi E-mail: leania@sc.senai.br Autor 2

Leia mais

Avaliação de parâmetros de qualidade de doce em massa e das matérias primas utilizadas na formulação

Avaliação de parâmetros de qualidade de doce em massa e das matérias primas utilizadas na formulação RESUMO Avaliação de parâmetros de qualidade de doce em massa e das matérias primas utilizadas na formulação Cristina Pereira de SÁ 1 ; Cláudia Helena de MAGALHÃES 2, Wellingta C. Almeida do Nascimento

Leia mais

NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA FICHA DE ESPECIFICAÇÃO. BemVital Espessare

NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA FICHA DE ESPECIFICAÇÃO. BemVital Espessare FICHA DE ESPECIFICAÇÃO BemVital Espessare IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA NOME DA EMPRESA: NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA Endereço: Rua Pitangui, n 77 Bairro Concórdia, Belo Horizonte MG CNPJ. 04.040.657/0001-33

Leia mais

Medicina Veterinária, Recife, v.3, n.1, p.31-36, jan-mar, 2009 ISSN

Medicina Veterinária, Recife, v.3, n.1, p.31-36, jan-mar, 2009 ISSN ISSN 1809-4678 Pesquisa de Salmonella spp. e coliformes termotolerantes em carcaças de frangos in natura comercializados no Distrito Sanitário V da Cidade do Recife PE (Search of Salmonella spp. and heat

Leia mais

CONTROLE DE QUALIDADE DE AMOSTRAS DE SALMÃO (Salmo salar) IMPORTADO DO CHILE E COMERCIALIZADO EM RECIFE-PE

CONTROLE DE QUALIDADE DE AMOSTRAS DE SALMÃO (Salmo salar) IMPORTADO DO CHILE E COMERCIALIZADO EM RECIFE-PE CONTROLE DE QUALIDADE DE AMOSTRAS DE SALMÃO (Salmo salar) IMPORTADO DO CHILE E COMERCIALIZADO EM RECIFE-PE R. Costa 1, G.N. da Cruz Ximenes 2, N.M.S. Cortez 3, A.C.M. Nunes 4, J.M. Campos 5 1- Universidade

Leia mais

Boas práticas de manipulação e qualidade higienicossanitária de preparações alimentícias de escolas públicas do município de Pelotas RS

Boas práticas de manipulação e qualidade higienicossanitária de preparações alimentícias de escolas públicas do município de Pelotas RS Boas práticas de manipulação e qualidade higienicossanitária de preparações alimentícias de escolas públicas do município de Pelotas RS C. P. Neves¹, A. C. Morais², G. V. Antunes³, G. R. Pegoraro 4, M.

Leia mais

Avaliação da qualidade microbiológica de queijo Minas Padrão produzido no município de Januária - MG

Avaliação da qualidade microbiológica de queijo Minas Padrão produzido no município de Januária - MG 57 Avaliação da qualidade microbiológica de queijo Minas Padrão produzido no município de Januária - MG Cynthia Ryanne Ferreira Rodrigues 1, Luiz Carlos Ferreira 2 * Resumo O queijo Minas Padrão é um produto

Leia mais

AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA E FÍSICO QUÍMICA DE CARNE MOIDA IN NATURA COMERCIALIZADA EM VARZEA GRANDE, MT

AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA E FÍSICO QUÍMICA DE CARNE MOIDA IN NATURA COMERCIALIZADA EM VARZEA GRANDE, MT AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA E FÍSICO QUÍMICA DE CARNE MOIDA IN NATURA COMERCIALIZADA EM VARZEA GRANDE, MT T.S.A. Barros¹, F.G.G. Pedro², A.P. Oliveira 3, A.S. David 4, E.C. Rodrigues 5, R. A. P. G. Farias

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE AMOSTRAS DE SALAME

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE AMOSTRAS DE SALAME QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE AMOSTRAS DE SALAME FERNANDO LEITE HOFFMANN * CRISPIN HUMBERTO GARCIA-CRUZ * TÂNIA MARIA VINTURIM * MURILO TONIOLO CARMELLO * Verificou-se a qualidade microbiológica de amostras

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA E FÍSICO-QUÍMICA DO LEITE EM UM ENTREPOSTO

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA E FÍSICO-QUÍMICA DO LEITE EM UM ENTREPOSTO QUALIDADE MICROBIOLÓGICA E FÍSICO-QUÍMICA DO LEITE EM UM ENTREPOSTO VINÍCIUS LOURENÇO FALEIRO CASTRO, VERÔNICA ORTIZ ALVARENGA, VALÉRIA RIBEIRO MAITAN Resumo: avaliou-se as características físico-químicas

Leia mais

CARACTERÍSTICAS MICROBIOLÓGICAS DO LEITE PASTEURIZADO TIPO C PRODUZIDO E COMERCIALIZADO NA CIDADE DE IMPERATRIZ/MA

CARACTERÍSTICAS MICROBIOLÓGICAS DO LEITE PASTEURIZADO TIPO C PRODUZIDO E COMERCIALIZADO NA CIDADE DE IMPERATRIZ/MA ARS VETERINARIA, Jaboticabal, SP, Vol. 18, nº 2, 137-141, 2002. ISSN 0102-6380 CARACTERÍSTICAS MICROBIOLÓGICAS DO LEITE PASTEURIZADO TIPO C PRODUZIDO E COMERCIALIZADO NA CIDADE DE IMPERATRIZ/MA (MICROBIOLOGICAL

Leia mais

10º Encontro de Higienização e Lavanderia Hospitalar da Região Sul AÇÃO DESINFETANTE NO PROCESSO DE LAVAGEM EM ROUPAS HOSPITALARES

10º Encontro de Higienização e Lavanderia Hospitalar da Região Sul AÇÃO DESINFETANTE NO PROCESSO DE LAVAGEM EM ROUPAS HOSPITALARES 10º Encontro de Higienização e Lavanderia AÇÃO DESINFETANTE NO PROCESSO DE LAVAGEM EM ROUPAS HOSPITALARES CONTROLE MICROBIOLÓGICO NO PROCESSO DE LAVAGEM DE ROUPAS HOSPITALARES AVALIAÇÃO DOS RISCOS BIOLÓGICOS

Leia mais

ALTERNATIVA PARA DESINFECÇÃO E RECICLAGEM DE SACOS PLÁSTICOS UTILIZADOS PARA O ACONDICIONAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE (RSSS)

ALTERNATIVA PARA DESINFECÇÃO E RECICLAGEM DE SACOS PLÁSTICOS UTILIZADOS PARA O ACONDICIONAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE (RSSS) ALTERNATIVA PARA DESINFECÇÃO E RECICLAGEM DE SACOS PLÁSTICOS UTILIZADOS PARA O ACONDICIONAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE (RSSS) Francisco José Moreira Chaves 1 Messias Borges Silva 2 Palavras-chave:

Leia mais

Análise microbiológica do recheio de salgados de uma fábrica em Brasília, Distrito Federal*

Análise microbiológica do recheio de salgados de uma fábrica em Brasília, Distrito Federal* DOI: 10.5102/ucs.v12i1.2453 Análise microbiológica do recheio de salgados de uma fábrica em Brasília, Distrito Federal* Microbiological analysis of filling appetizers from a factory in Brasília, Federal

Leia mais

Tecnologia de Produtos de Oi Origem Animal. Eng. Agrônomo MSc. 2007

Tecnologia de Produtos de Oi Origem Animal. Eng. Agrônomo MSc. 2007 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA-UESB DEPARTAMENTO DE ENGNEHARIA AGRICOLA A E SOLOS- OS DEAS Tecnologia de Produtos de Oi Origem Animal Prof. Daniel M. Tapia T. Eng. Agrônomo MSc. 2007 Tecnologia

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DE CONSUMO NO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DE CONSUMO NO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DE CONSUMO NO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA RESUMO - Alimentos e água são elementos primordiais à vida e todos os seres humanos devem ter acesso com valor nutricional adequado e de

Leia mais

NORMAS TÉCNICAS REDEBLH-BR PARA BANCOS DE LEITE HUMANO:

NORMAS TÉCNICAS REDEBLH-BR PARA BANCOS DE LEITE HUMANO: NORMAS TÉCNICAS REDEBLH-BR PARA BANCOS DE LEITE HUMANO: Controle Sanitário de Leite Humano Ordenhado BLH-IFF/NT- 40.05 Teste Simplificado para Detecção de Coliformes Totais FEV 2005 BLH-IFF/NT- 40.05 Rede

Leia mais

Vigilância Sanitária de Alimentos. Bactérias causadoras de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs)

Vigilância Sanitária de Alimentos. Bactérias causadoras de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs) Vigilância Sanitária de Alimentos Bactérias causadoras de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs) Doenças Transmitidas por Alimentos Surto: Dois ou mais envolvidos que ingeriram um alimento em comum

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Ensino Técnico. Engenharia de Alimentos.

PALAVRAS-CHAVE Ensino Técnico. Engenharia de Alimentos. 14. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido - ISSN 2238-9113 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO A DESINFECÇÃO DOS INSTRUMENTOS

MICROPROPAGAÇÃO A DESINFECÇÃO DOS INSTRUMENTOS MICROPROPAGAÇÃO A DESINFECÇÃO DOS INSTRUMENTOS Como indicado no Guia 8 0: Micropropagação no laboratório de ensino, as técnicas de cultivo de tecidos vegetais consistem na transferência de um explante

Leia mais

LEITE,C.C.*; GUIMARÃES, A.G.; ASSIS, P. N.; SILVA, M.D.; ANDRADE, C. S.0

LEITE,C.C.*; GUIMARÃES, A.G.; ASSIS, P. N.; SILVA, M.D.; ANDRADE, C. S.0 Qualidade bacteriológica do leite integral (tipo C) comercializado em Salvador Bahia Bacteriological quality of whole milk type c commercialized in Salvador -Bahia LEITE,C.C.*; GUIMARÃES, A.G.; ASSIS,

Leia mais

Qualidade do Pescado

Qualidade do Pescado Qualidade do Pescado A importância da qualidade do pescado para comercialização Produção pesqueira atingiu seu limite de captura Incertezas : Processadores Atacadistas Pescado : Quantidade necessária Qualidade

Leia mais

AVALIAÇÃO MICROBIOLOGICA DE PRESUNTO COZIDO FATIADO COMERCIALIZADO EM SUPERMERCADOS DE ARACAJU-SE.

AVALIAÇÃO MICROBIOLOGICA DE PRESUNTO COZIDO FATIADO COMERCIALIZADO EM SUPERMERCADOS DE ARACAJU-SE. AVALIAÇÃO MICROBIOLOGICA DE PRESUNTO COZIDO FATIADO COMERCIALIZADO EM SUPERMERCADOS DE ARACAJU-SE. T.A.C. Aquino 1, R.A. Nascimento 2, J. Serio 3 1- Graduanda em Tecnologia em Alimentos Instituto Federal

Leia mais

Análise de coliformes totais e termotolerantes em leites in natura do comércio informal no município de Currais Novos.

Análise de coliformes totais e termotolerantes em leites in natura do comércio informal no município de Currais Novos. Análise de coliformes totais e termotolerantes em leites in natura do comércio informal no município de Currais Novos. Maria Cecília Galdino de ARAÚJO 1 ; Alinne Louise Feliciano DANTAS 1 ; Regina Célia

Leia mais

MICROBIOLOGIA DE FRUTAS E HORTALIÇAS MINIMAMENTE PROCESSADAS

MICROBIOLOGIA DE FRUTAS E HORTALIÇAS MINIMAMENTE PROCESSADAS MICROBIOLOGIA DE FRUTAS E HORTALIÇAS MINIMAMENTE PROCESSADAS Prof. Assoc. Mariza Landgraf Depto Alimentos e Nutrição Experimental/FCF/USP e-mail: landgraf@usp.br I Simpósio Ibero-Americano de Frutas e

Leia mais

CONTAMINAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE ALIMENTOS EM SERVIÇOS DE HOTELARIA

CONTAMINAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE ALIMENTOS EM SERVIÇOS DE HOTELARIA CONTAMINAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE ALIMENTOS EM SERVIÇOS DE HOTELARIA D.M. Vilas Boas 1, J.C.N. Nascimento ¹, C.M. Lima¹, C.C. Leite¹ 1- Laboratório de Microbiologia de Alimentos - Departamento de Análises

Leia mais

TRATAMENTO TÉRMICO DO LEITE ACONDICIONADO EM FILME PLÁSTICO EM BANHO-MARIA

TRATAMENTO TÉRMICO DO LEITE ACONDICIONADO EM FILME PLÁSTICO EM BANHO-MARIA TRATAMENTO TÉRMICO DO LEITE ACONDICIONADO EM FILME PLÁSTICO EM BANHO-MARIA AJ.de OLIVEIRA; C.R. GALLO; C.M.de CARVALHO Departamento de Ciência e Tecnologia Agroindustrial - ESALQ/USP - C.P. 9 - CEP: 13418-900

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE DIFERENTES MARCAS COMERCIAIS DE SUCO FRESCO DE LARANJA INTEGRAL

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE DIFERENTES MARCAS COMERCIAIS DE SUCO FRESCO DE LARANJA INTEGRAL QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE DIFERENTES MARCAS COMERCIAIS DE SUCO FRESCO DE LARANJA INTEGRAL FERNANDO LEITE HOFFMANN * CRISPIN HUMBERTO GARCIA-CRUZ * TÂNIA MARIA VINTURIM * GEISA SIMPLÍCIO DE OLIVEIRA PAZZOTI

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE ÁGUAS MINERAIS COMERCIALIZADAS EM BOA VISTA-RR

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE ÁGUAS MINERAIS COMERCIALIZADAS EM BOA VISTA-RR QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE ÁGUAS MINERAIS COMERCIALIZADAS EM BOA VISTA-RR Bruna Karla Miller de Souza 1 Janaina Dorneles Mahlke 2 RESUMO: Águas minerais são aquelas que por sua composição química ou características

Leia mais

A.C.M. de Melo, L.M.C. Alves, F.N. Costa

A.C.M. de Melo, L.M.C. Alves, F.N. Costa Avaliação da qualidade microbiológica do ARTIGO queijo tipo CIENTÍFICO Minas Padrão comercializado na Cidade de São Luis, MA. 547 AVALIAÇÃO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DO QUEIJO TIPO MINAS PADRÃO COMERCIALIZADO

Leia mais

Qualidade microbiológica da água de queijarias da microrregião Campo das Vertentes

Qualidade microbiológica da água de queijarias da microrregião Campo das Vertentes Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 10., 2013, Belo Horizonte Qualidade microbiológica da água de queijarias da microrregião Campo das Vertentes Gisele Nogueira Fogaça (1), Daniel Arantes

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 7CTDTQAMT03-P ASPECTO SANITÁRIO DE 10 AMOSTRAS DE DOCE DE LEITE FABRICADO POR UMA INDÚSTRIA DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA PB Giulianna Angélica Piason de Brito (2) ; Dayana do Nascimento Ferreira (1) ; Natália

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE SUCOS IN NATURA COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE JUAZEIRO DO NORTE-CE

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE SUCOS IN NATURA COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE JUAZEIRO DO NORTE-CE Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR Campus Ponta Grossa - Paraná - Brasil ISSN: 1981-3686 / v. 06, n. 01: p. 665-670, 2012 D.O.I: 10.3895/S1981-36862012000100005 Revista Brasileira de Tecnologia

Leia mais

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE POLPAS DE FRUTAS CONGELADAS COMERCIALIZADAS NO MUNICÍPIO DE CUIABÁ-MT

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE POLPAS DE FRUTAS CONGELADAS COMERCIALIZADAS NO MUNICÍPIO DE CUIABÁ-MT QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE POLPAS DE FRUTAS CONGELADAS COMERCIALIZADAS NO MUNICÍPIO DE CUIABÁ-MT P. V. Zamboni 1, S. Dovadoni 2, L. J. Rodrigues 3 1 - Departamento de Ciência e Tecnologia de Alimentos

Leia mais

TÍTULO: PESQUISA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS, ESCHERICHIA COLI E SALMONELLA SPP EM KETCHUPS E MAIONESES EMBALADOS EM SACHÊS.

TÍTULO: PESQUISA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS, ESCHERICHIA COLI E SALMONELLA SPP EM KETCHUPS E MAIONESES EMBALADOS EM SACHÊS. TÍTULO: PESQUISA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS, ESCHERICHIA COLI E SALMONELLA SPP EM KETCHUPS E MAIONESES EMBALADOS EM SACHÊS. CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: BIOMEDICINA INSTITUIÇÃO:

Leia mais

AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE COMPONENTES DE PRATOS ÁRABES A MICROBIOLOGICAL EVALUATION OF COMPONENTS OF ARABIAN DISHES

AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE COMPONENTES DE PRATOS ÁRABES A MICROBIOLOGICAL EVALUATION OF COMPONENTS OF ARABIAN DISHES CDD: 576 AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE COMPONENTES DE PRATOS ÁRABES A MICROBIOLOGICAL EVALUATION OF COMPONENTS OF ARABIAN DISHES Luciana Furlaneto 1, Dayane Simões Corrêa 2 1 Autor para contato: Universidade

Leia mais

Unidade de Saúde Pública PREPARAÇÃO E CONFECÇÃO DE ALIMENTOS

Unidade de Saúde Pública PREPARAÇÃO E CONFECÇÃO DE ALIMENTOS PREPARAÇÃO E CONFECÇÃO DE ALIMENTOS PREPARAÇÃO E CONFECÇÃO DE ALIMENTOS Os cuidados de higiene durante a preparação e confecção dos alimentos tem como objectivo evitar a sua contaminação e preservar a

Leia mais

UFPB PRG X ENCONTRO DE INICIAÇÃO À DOC

UFPB PRG X ENCONTRO DE INICIAÇÃO À DOC 7CTDTQAMT04.P QUALIDADE HIGIÊNICO SANITÁRIO DE EQUIPAMENTOS E UTENSÍÍLIOS EM ALGUMAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTOS DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA PB. Angela Lima Menêses de Queiroz (2) ; Ana Maria Vieira de Castro

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE PRODUTO FINAL

FICHA TÉCNICA DE PRODUTO FINAL DESCRIÇÃO: Produto preparado a partir das cultivares de Solanum tuberosum. Deverão apresentar-se frescas, limpas, sãs, no estado de maturação industrial conveniente, lavadas, peladas, cortadas, calibradas

Leia mais

Avaliação da qualidade microbiológica de produtos artesanais comercializados na cidade de Canoinhas-SC.

Avaliação da qualidade microbiológica de produtos artesanais comercializados na cidade de Canoinhas-SC. Avaliação da qualidade microbiológica de produtos artesanais comercializados na cidade de Canoinhas-SC. Ana Paula Verdan (2) ; Graciele Viccini Isaka (3). Resumo Expandido (1) Trabalho executado com recursos

Leia mais

Microbilogia de Alimentos I - Curso de Engenharia de Alimentos Profª Valéria Ribeiro Maitan

Microbilogia de Alimentos I - Curso de Engenharia de Alimentos Profª Valéria Ribeiro Maitan 32 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PUC Goiás ESCOLA DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS Aula nº 7 e 8 Quantificação de Microrganismos: Diluição e Plaqueamento Spreader Plate e Pour

Leia mais

AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DA ÁGUA DE COCO OBTIDA POR DIFERENTES MÉTODOS DE CONSERVAÇÃO NO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, RONDÔNIA.

AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DA ÁGUA DE COCO OBTIDA POR DIFERENTES MÉTODOS DE CONSERVAÇÃO NO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, RONDÔNIA. AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DA ÁGUA DE COCO OBTIDA POR DIFERENTES MÉTODOS DE CONSERVAÇÃO NO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, RONDÔNIA. MICROBIOLOGICAL EVALUATION OF COCONUT WATER CONSERVATION OBTAINED BY DIFFERENT

Leia mais

HIDROSFERA: 3/4 DO PLANETA

HIDROSFERA: 3/4 DO PLANETA HIDROSFERA: 3/4 DO PLANETA DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA E INDICADORES MICROBIOLÓGICOS 97,4% : Águas marinhas 1,8% : Águas congeladas 0.8% : Águas doces DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA Doenças causadas pelo

Leia mais