Tecnologia nos Municípios Brasileiros

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tecnologia nos Municípios Brasileiros"

Transcrição

1 PREFEITURA DE ITABORAÍ SECRETARIA DE FAZENDA ASSCT&I & (COBRA/BANCO DO BRASIL) DIRETORIA DE SISTEMAS INTEGRADOS Tecnologia nos Municípios Brasileiros

2 O TERMO CIDADE DIGITAL Uma Cidade Digital muitas vezes é definida como uma reconstrução virtual de uma cidade, ou como uma cidade virtual (Droege, 1997). O termo já foi usado como um equivalente de: cidade digital, cidade da informação, cidade conectada, telecidade, cidade baseada no conhecimento, comunidade eletrônica, espaço comunitário eletrônico etc., cobrindo uma ampla gama de aplicações eletrônicas e digitais, relacionadas ao espaço digital de cidades e comunidades.

3 CIDADE DIGITAL PARA O MUNICIPÍO? Um Projeto de Cidade Digital prevê que o município terá em grande parte de sua área, uma infra-estrutura de telecomunicações e Internet para acesso público (escolas, hospitais, bibliotecas, postos de saúde, centro de inclusão digital, repartições públicas). Disponibilizando à sua população informações e serviços públicos e privados em ambiente virtual.

4 A ESTRUTURA Cidade Digital e-gov Infra-estrutura e-gov: Infra-estrutura Sistema de Gestão Municipal; Serviços Online; Ouvidoria; Redes; Servidores e Link; VoIP;

5 QUEM É O MEU PÚBLICO ALVO? Empresas e munícipes tanto como: usuários avançados de computadores, como usuários básicos. Alunos e professores da rede pública, associação de moradores, entidades de apoio à pequena e micro empresa. Inclusão de jovens e pessoas da terceira idade.

6 O QUE PODE SER FEITO? Governo: Modernização da administração pública, com a integração, via computador, de todas as entidades diretas e indiretas; integração das estruturas tributária, financeira e administrativa; aumento da arrecadação tributária; melhoria da fiscalização; acesso mais imediato às informações e serviços; comunicação via VoIP e redução de gastos. Obs.: A implantação ou ampliação da Cidade Digital deve ser encarada como investimento e não o gasto de recursos públicos.

7 Cidadania: Instalação de telecentros e quiosques a custos reduzidos; disseminação de terminais para consultas e reclamações por parte dos cidadãos; acesso à Internet para os cidadãos, produção de conhecimento. Obs.: Os telecentros permitem a capacitação de pessoas e formação de monitores que podem replicar o conhecimento.

8 Educação: Integração das escolas a outras instituições de pesquisa e ensino; laboratórios de informática; acesso a acervos de livros e documentos históricos; capacitação dos professores. Obs.: Capacitar principalmente os jovens para ter oportunidades de competir no mercado de trabalho.

9 Saúde: Gestão integrada dos centros de assistência à saúde; interligação com serviços de emergência como o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil; uso de novas tecnologias, tais como videoconferência e telemedicina. Obs.: Diminuir o tempo de espera para a marcação e realização da consulta médica desta forma a marcação de consultas fica mais rápida e com maior comodidade para o cidadão, sem perda de tempo e dinheiro com deslocamentos para a sede do município.

10 Segurança: Interligação via computadores de órgãos como as polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros; Obs.: Instalação de câmeras de vigilância via Internet em pontos mais vulneráveis da cidade.

11 Economia: Acesso à Internet sem fio para pequenos empresários; comunicação mais barata com entidades de classe ou empresários de outra cidade/região através da Internet ou da telefonia VoIP; incentivo ao turismo. Obs.: O empreendorismo digital deve ser estimulado visando crescimento da economia local e a geração de emprego e renda e etc.

12 CIDADE DIGITAL NA CORÉIA Imagine uma cidade toda planejada digitalmente, em que tudo está conectado à internet de tal forma que quem recicla lixo ganha automaticamente créditos junto à prefeitura e os engarrafamentos do trânsito são evitados porque todos os carros tem chips e o sistema da cidade consegue prever o engarrafamento antes de ele acontecer. Sim, a cidade existe e se chama Nova Songdo. Localizada na Coréia do Sul, a cidade tem apenas 6 km² e fica a 1 (uma) hora da Capital Seul.

13 A IMPORTÂNCIA DO PROJETO PILOTO Interligação de 150mt entre a Secretaria de Fazenda e o Centro Administrativo na PMI. PROBLEMAS DETECTADOS: Escolha de tecnologia adequada; Inexperiência dos usuários; Ansiedade para utilização dos Sistemas; Falta de Planejamento para Suporte e Manutenção; Downloads sem controle.

14

15 BENEFÍCIOS DA INTERLIGAÇÃO Implantação do Sistema de Gestão Municipal. SEMAD - Departamento de Pagamento de Pessoal, com o modulo Folha de Pagamento. Sistematização do Protocolo Geral e Implantação. SEMFA - parametrização do modulo Contábil, sendo possível importar diretamente os dados gerados pelo Departamento de Pagamento Pessoal.

16 Segurança das informações através da configuração de 02 Servidores de Proxy s. Bloqueio de acesso a sites com o conteúdo para bate papo, filmes, relacionamento e etc. Aumento de velocidade e melhor acesso no trafego de rede. Gerencia dos usuários e recursos.

17 A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS Plano de Expansão para Rede de Fibra Óptica PMI

18 Nos municípios em que a receita é um fator crítico, é possível pensar em um projeto de acesso e informações digitais. O segredo é saber onde buscar recursos. Algumas fontes de financiamento disponíveis atualmente são: MINISTÉRIO DA FAZENDA PNAFM; BNDES PMAT; CAIXA PNAFM; MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GESAC; Obs.: Dentre outras linhas e convênios disponíveis.

19 GOVERNO FEDERAL Ministério do Planejamento 4CMBr: É importante registrar o papel que tem realizado no sentido de disseminar os conceitos de tecnologia da informação para os municípios. Tendo agora iniciado esforços para contribuir na implantação de Cidades Digitais. SUGESTÕES DE AÇÕES: Criação da Comunidade Cidade Digital ; Disponibilizar Atas de Registro de Preços; Implantar um Cadastro de Fornecedores e Prestadores de Serviços; Disponibilizar links para informações.

20 OBRIGADO! DJONES BRAZ (21) ROBERTO SALLES (21) JOÃO CASSINO (61)

PROJETO CIDADE DIGITAL. CIDADE ONLINE e Internet para todos

PROJETO CIDADE DIGITAL. CIDADE ONLINE e Internet para todos PROJETO CIDADE DIGITAL CIDADE ONLINE e Internet para todos 2 PROJETO CIDADE DIGITAL CIDADE(nome da cidade) ONLINE e Internet para todos 3 CONCEITO Em termos técnicos, uma CIDADE DIGITAL é a interconexão

Leia mais

INCLUSÃO DIGITAL COMO FORMA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL CANELA - RS

INCLUSÃO DIGITAL COMO FORMA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL CANELA - RS INCLUSÃO DIGITAL COMO FORMA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL CANELA - RS DADOS ESTATÍSTICOS População 2010: 39.238 Área da unidade territorial (km²): 254 EMEF: 12 EMEE: 1 EMEI: 10 UBS: 7 Parques Municipais:

Leia mais

Secretaria para Assuntos Estratégicos

Secretaria para Assuntos Estratégicos Secretaria para Assuntos Estratégicos DO DESAFIO A REALIDADE Nosso desafio: 399 municípios conectados por uma internet rápida, que oportuniza a aproximação da gestão pública com o cidadão. O projeto Rede399

Leia mais

Internet Cidadão Quissamã

Internet Cidadão Quissamã Internet Cidadão Quissamã Agenda Introdução Internet Cidadão Rede Prefeitura Situação Internet Cidadão Setembro de 2005 Ausência de provedores locais de acesso à Internet 2 Empresas de Informática (cerca

Leia mais

www.cidadedigitalbrasil.com.br ( 35 ) 3431-2777

www.cidadedigitalbrasil.com.br ( 35 ) 3431-2777 www.cidadedigitalbrasil.com.br ( 35 ) 3431-2777 Cidade Digital - Objetivos : Modernizar a estrutura pública Redução de custos Prover novos serviços à população Cidade Digital Sistemas contemplados : -

Leia mais

PMAT Gestão Municipal e Simplificação dos Procedimentos de Licenciamento

PMAT Gestão Municipal e Simplificação dos Procedimentos de Licenciamento PMAT Gestão Municipal e Simplificação dos Procedimentos de Licenciamento PMAT Ambiente de Negócios PMAT Ambiente de negócios Implantação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas Capacitação de Servidores

Leia mais

REDE COMUNITÁRIA DE TELECOMUNICAÇÕES SEM FIO LAGUNA DIGITAL

REDE COMUNITÁRIA DE TELECOMUNICAÇÕES SEM FIO LAGUNA DIGITAL REDE COMUNITÁRIA DE TELECOMUNICAÇÕES SEM FIO LAGUNA DIGITAL PROJETO Inicial Básico SITUAÇÃO ATUAL IMPLEMENTADA Autorização ANATEL ATO No- 3.543, DE 16 DE JUNHO DE 2008 Processo no- 53500.011016/ 2008.

Leia mais

Importância e Implementação

Importância e Implementação Importância e Implementação O que é? Sub-área da inclusão social. Democratização do acesso às tecnologias de informação. Melhorar as condições de vida de uma comunidade com ajuda da tecnologia. Utilização

Leia mais

Da cidade de pedra à cidade virtual

Da cidade de pedra à cidade virtual Cidades Infovia Inteligentes Municipal (Uma nova revolução social) Da cidade de pedra à cidade virtual Prof. Leonardo Mendes Departamento de Comunicações Fac. Engenharia Elétrica e de Computação UNICAMP

Leia mais

Telebras Institucional

Telebras Institucional Telebras Institucional Ibirubá-RS, Setembro 2011 A Telebrás Quem somos A TELEBRAS é uma S/A de economia mista, vinculada ao Ministério das Comunicações, autorizada a usar e manter a infraestrutura e as

Leia mais

Caminhos para as cidades digitais no Brasil. Campinas, 26 de março de 2009

Caminhos para as cidades digitais no Brasil. Campinas, 26 de março de 2009 Caminhos para as cidades digitais no Brasil Campinas, 26 de março de 2009 Atualmente, faz-se necessário o exame de meios que estimulem a difusão de cidades digitais sustentáveis pelo país, porque, além

Leia mais

11.253.503. 3.100.000 Contribuintes. São Paulo em Números 60.000 200.000. 70.000 Logradouros Públicos. 2.000.000 Lotes. Quadras.

11.253.503. 3.100.000 Contribuintes. São Paulo em Números 60.000 200.000. 70.000 Logradouros Públicos. 2.000.000 Lotes. Quadras. São Paulo em Números 3.100.000 Contribuintes 2.000.000 Lotes 25 Secretarias 1.530 km 2 Área Municipal 96 Distritos 31 Subprefeituras 34 Autarquias, Empresas e outros 11.253.503 Habitantes 60.000 Quadras

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Formulação de Conteúdos Educacionais Programa Nacional de Tecnologia Educacional

Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Formulação de Conteúdos Educacionais Programa Nacional de Tecnologia Educacional Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Formulação de Conteúdos Educacionais Programa Nacional de Tecnologia Educacional SEB DCE CGMID COGTEC PROINFO SEB SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo

Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo Data:17 de Julho de 2009 Índice 01 Evolução da Internet - História (comercialização dos Backbones)

Leia mais

Projeto MIDAS Município Integrado Digital com Aplicações Sociais

Projeto MIDAS Município Integrado Digital com Aplicações Sociais Projeto MIDAS Município Integrado Digital com Aplicações Sociais Objetivos do Projeto MIDAS Desenvolver uma infraestrutura de intranet via rádio de baixo custo para integração digital total de municípios

Leia mais

www.internetsul.org.br Prefeituras Parceria e Oportunidade Provedor X Mantenedor Porto Alegre Wireless Março/2008

www.internetsul.org.br Prefeituras Parceria e Oportunidade Provedor X Mantenedor Porto Alegre Wireless Março/2008 Internetsul www.internetsul.org.br Prefeituras Parceria e Oportunidade Provedor X Mantenedor Porto Alegre Wireless Março/2008 Objetivos 1 Inclusão Digital / Social 2 Prefeituras 3 Parcerias e Oportunidades

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Redes de Computadores 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Redes de Computadores 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Redes de Computadores 2011-2 EXPANSÃO E MELHORIA NA REDE DE COMPUTADORES DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA

AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA PARQUE TECNOLÓGICO DA BAHIA ÁREAS DE ATUAÇÃO BIOTECNOLOGIA E SAÚDE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ENERGIAS E ENGENHARIAS TECNOCENTRO

Leia mais

Ministério das Comunicações. Secretaria de Inclusão Digital

Ministério das Comunicações. Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Comunicações Secretaria de Inclusão Digital Computadores para a Inclusão Os Centros de Recondicionamento de Computadores (CRCs) são parte do projeto Computadores para Inclusão, que promove

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Ministério das Comunicações Desafios para a melhoria da infraestrutura: Ampliação das comunicações móveis Diagnóstico Fonte: Cetic.br Tic Domicílios Diagnóstico Fonte: Cetic.br Tic Domicílios Diagnóstico

Leia mais

implantado nas áreas administrativa, contábil, financeira, pessoal e tributária. Meta: Programa integrado de gestão municipal

implantado nas áreas administrativa, contábil, financeira, pessoal e tributária. Meta: Programa integrado de gestão municipal PROGRAMA: 003 - ADIMINISTRAR PARA CRESCER OBJETIVO: Modernizar a administração municipal; Valorizar o servidor público; Adequar o quadro funcional; Elevar a arrecadação da receita própria; e Promover a

Leia mais

População. Cidade de São Paulo. 11 milhões de habitantes. Portugal 10,7 milhões de habitantes. Suécia 9 milhões de habitantes

População. Cidade de São Paulo. 11 milhões de habitantes. Portugal 10,7 milhões de habitantes. Suécia 9 milhões de habitantes População Portugal 10,7 milhões de habitantes Suécia 9 milhões de habitantes Suíça 7,5 milhões de habitantes Cidade de São Paulo 11 milhões de habitantes Dinamarca 5,2 milhões de habitantes Uruguai 3,5

Leia mais

O Compartilhamento de Infraestrutura de Rede como Estratégia Pública

O Compartilhamento de Infraestrutura de Rede como Estratégia Pública O Compartilhamento de Infraestrutura de Rede como Estratégia Pública 1 Vantagens do Programa Para as Prefeituras Administração mais Eficiente Redução de Gastos Para os Provedores Melhoria da Infraestrutura

Leia mais

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal de comunicação Objetivo Principal Prover uma solução de baixo custo para Identificação, localização, bloqueio e recuperação de veículos roubados ou procurados, através de micro circuitos embarcados de

Leia mais

Você pode não perceber, mas nós estamos sempre presentes

Você pode não perceber, mas nós estamos sempre presentes Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina Você pode não perceber, mas nós estamos sempre presentes Missão Marco Legal Atuação do CIASC Sistemas Data Center Rede Governo Responsabilidade

Leia mais

O P apel do Governo Federal nas Cidades Digitais

O P apel do Governo Federal nas Cidades Digitais O P apel do Governo Federal nas Cidades Digitais Mercado Mundial de Banda Larga Fonte: I DC/ Barômetro Cisco Mercado de Banda Larga no Brasil Distribuição Geográfica Dez/ 2007 7,49 milhões conexões crescimento

Leia mais

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO 1. DIMENSÃO PEDAGÓGICA 1.a) ACESSIBILIDADE SEMPRE ÀS VEZES NUNCA Computadores, laptops e/ou tablets são recursos que estão inseridos na rotina de aprendizagem dos alunos, sendo possível

Leia mais

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal Mapa de obras contratadas pela CEF, em andamento com recursos do Governo Federal 5.048

Leia mais

Plano Nacional. de Banda Larga. Brasília, 05 de maio de 2010

Plano Nacional. de Banda Larga. Brasília, 05 de maio de 2010 Plano Nacional de Banda Larga Brasília, 05 de maio de 2010 Sumário 1. Importância Estratégica 2. Diagnóstico 3. Objetivos e Metas 4. Ações 5. Investimento 6. Governança e Fórum Brasil Digital 2 1. Importância

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Ministério das Comunicações Secretaria de Inclusão Digital 1º Fórum Regional de Cidades Digitais Foz do Rio Itajaí Itajaí, 26 de março de 2015 _cidades digitais construindo um ecossistema de inovação e

Leia mais

CidadesDigitais. A construção de um ecossistema de cooperação e inovação

CidadesDigitais. A construção de um ecossistema de cooperação e inovação CidadesDigitais A construção de um ecossistema de cooperação e inovação CidadesDigitais PRINCÍPIOs 1. A inclusão digital deve proporcionar o exercício da cidadania, abrindo possibilidades de promoção cultural,

Leia mais

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente Documentos formam a grande massa de conhecimentos de uma organização seja ela privada ou pública, esses documentos em sua maioria são parte do seu patrimônio. A Gestão

Leia mais

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA 115 ANOS. Nova Visão de Gestão Modelo Público Privada

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA 115 ANOS. Nova Visão de Gestão Modelo Público Privada JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA 115 ANOS Nova Visão de Gestão Modelo Público Privada Inovação no Setor PúblicoP Uma administração mais próxima de cidadãos e empresas JUCESC Projeto de Governo

Leia mais

III Seminário de Gestão e. Arrecadação Municipal

III Seminário de Gestão e. Arrecadação Municipal III Seminário de Gestão e iza Arrecadação Municipal Modernização dos Instrumentos de Arrecadação Fontes de Financiamento para Fazendas Públicas Municipais. Temas abordados no evento: 1. Alternativas de

Leia mais

Software Público Brasileiro/4CMBr e Dados Abertos

Software Público Brasileiro/4CMBr e Dados Abertos Software Público Brasileiro/4CMBr e Dados Abertos Luis Felipe Costa Brasília, Janeiro de 2013 ENCONTRO NACIONAL COM PREFEITOS E PREFEITAS Vamos falar sobre: Conceito de Dados Abertos Conceito de Software

Leia mais

Overview. Distribuidora de equipamentos

Overview. Distribuidora de equipamentos Mikrotik Solutions on Digital Cities applications Overview Distribuidora de equipamentos Wireless, dowi-fiaowimax Monitoramento por câmeras, do Analógico ao IP Telefonia sobre IP, do ATA ao IP-PABX Especializada

Leia mais

O Portal da Prefeitura de Assunção foi construído levando em conta: Livre acesso sem necessidade de cadastro prévio ou senha.

O Portal da Prefeitura de Assunção foi construído levando em conta: Livre acesso sem necessidade de cadastro prévio ou senha. Prefeitura Municipal de Assunção MANUAL PRÁTICO DE NAVEGAÇÃO APRESENTAÇÃO Este é o Manual de Navegação da Prefeitura Municipal da cidade de Assunção - PB. Tem linguagem simples e é ilustrado para que você,

Leia mais

O que é o PMAT e qual o seu objetivo

O que é o PMAT e qual o seu objetivo BNDES PMAT O que é o PMAT e qual o seu objetivo É uma modalidade de financiamento do BNDES, que tem como objetivo auxiliar na modernização da administração tributária e a melhoria da qualidade do gasto

Leia mais

PATI - PROGRAMA MUNICIPAL DE AUTONOMIA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PATI - PROGRAMA MUNICIPAL DE AUTONOMIA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Autonomia se estrutura com liberdade de gestão e segurança tecnológica. Os limites da Lei não impõe dependência, semeiam a compreensão de que o município deve gerir seus recursos com o domínio inteligente

Leia mais

Trabalhando em conjunto com os municípios pela melhoria da qualidade da educação pública brasileira

Trabalhando em conjunto com os municípios pela melhoria da qualidade da educação pública brasileira Trabalhando em conjunto com os municípios pela melhoria da qualidade da educação pública brasileira CONHECENDO O FNDE O FNDE é uma Autarquia Federal vinculada ao Ministério da Educação. Sua missão é prestar

Leia mais

Telecom Social. Responsabilidade Social Corporativa: Inclusão Social pela Inclusão Digital

Telecom Social. Responsabilidade Social Corporativa: Inclusão Social pela Inclusão Digital Responsabilidade Social Corporativa: Inclusão Social pela Inclusão Digital Sérgio E. Mindlin Diretor Presidente Brasília 04/05/2005 Telecom Social Responsabilidade Social Empresarial (RSE) Partes interessadas

Leia mais

Linha de Financiamento para a Modernização da Gestão Tributária e dos Setores Sociais Básicos

Linha de Financiamento para a Modernização da Gestão Tributária e dos Setores Sociais Básicos BNDES PMAT Linha de Financiamento para a Modernização da Gestão Tributária e dos Setores Sociais Básicos Encontro Nacional de Tecnologia da Informação para os Municípios e do Software Público Brasileiro

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 04 DE NOVEMBRO DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

TE155-Redes de Acesso sem Fios Inclusão Digital usando Redes sem Fios

TE155-Redes de Acesso sem Fios Inclusão Digital usando Redes sem Fios Inclusão Digital usando Redes sem Fios Ewaldo Luiz de Mattos Mehl Universidade Federal do Paraná Departamento de Engenharia Elétrica mehl@eletrica.ufpr.br Inclusão Digital usando Redes sem Fios Conceito

Leia mais

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO Tipo: 1 - Finalístico Programa: 5140 - ESPAÇO ABERTO Objetivo: PROMOVER A INTEGRAÇÃO ENTRE O PODER PÚBLICO MUNICIPAL E OS MUNÍCIPES EM CONJUNTO COM OS DEMAIS ORGÃOS QUE COMPÕE A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL.

Leia mais

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico RESUMO EXECUTIVO Objetivo Melhorar a vida dos moradores e ajudálos a serem bem-sucedidos na

Leia mais

SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES

SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES Introdução A questão dos recursos humanos na área de Tecnologia da Informação é assunto de preocupação permanente no Colégio de

Leia mais

Documento de Referência do Projeto de Cidades Digitais Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Comunicações

Documento de Referência do Projeto de Cidades Digitais Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Comunicações Documento de Referência do Projeto de Cidades Digitais Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Comunicações CIDADES DIGITAIS CONSTRUINDO UM ECOSSISTEMA DE COOPERAÇÃO E INOVAÇÃO Cidades Digitais Princípios

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ABAETETUBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ABAETETUBA PREFEITURA MUNICIPAL DE ABAETETUBA Francineti Maria Rodrigues Carvalho PREFEITA MUNICIPAL DE ABAETEUBA Jacilene Ferreira Negrão SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E-mail: jaci.negrão@bol.com.br TEL:

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

Projeto Cidade Inteligente e Sustentável Smart City Módulo 1 CIS APPs

Projeto Cidade Inteligente e Sustentável Smart City Módulo 1 CIS APPs Projeto Cidade Inteligente e Sustentável Smart City Módulo 1 CIS APPs Projeto Cidade Inteligente O que é O Projeto Cidade Inteligente e Sustentável - Smart City é uma ação focada no uso da tecnologia e

Leia mais

Comissão Especial PL nº 1.481/2007. AUDIÊNCIA PÚBLICA 13 de Maio de 2008. Vilson Vedana Presidente do Conselho Consultivo da Anatel

Comissão Especial PL nº 1.481/2007. AUDIÊNCIA PÚBLICA 13 de Maio de 2008. Vilson Vedana Presidente do Conselho Consultivo da Anatel Comissão Especial PL nº 1.481/2007 AUDIÊNCIA PÚBLICA 13 de Maio de 2008 Vilson Vedana Presidente do Conselho Consultivo da Anatel 1 O QUE É O CONSELHO CONSULTIVO DA ANATEL Art.33 da Lei nº 9.472, de 1997:

Leia mais

BNDES PMAT Linha de Financiamento para a Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos

BNDES PMAT Linha de Financiamento para a Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos BNDES PMAT Linha de Financiamento para a Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos Jorge Henrique de Araújo Souza DEPARTAMENTO DE GESTÃO PÚBLICA E AVALIAÇÃO DE IMPACTOS

Leia mais

XII Congresso Catarinense de Municípios

XII Congresso Catarinense de Municípios XII Congresso Catarinense de Municípios Linha de Financiamento para Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos - BNDES PMAT e BNDES PMAT Automático O que é o PMAT?

Leia mais

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social II Fórum de Informação em Saúde IV Encontro da Rede BiblioSUS O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social Maria de Fátima Ramos Brandão Outubro/2007 1 Apresentação O Projeto Casa Brasil Modelos

Leia mais

PREFEITURA DE XINGUARA

PREFEITURA DE XINGUARA 50/000-20 Anexo IV - Programas, Metas e Ações - (PPA Inicial) Página de 5 Programa: 000 AÇÃO LEGISLATIVA Manutenção da CMX através do apoio financeiro às atividades legislativas, custeio de despesas administrativas,

Leia mais

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO Tipo: 1 - Finalístico Programa: 5224 - NÚCLEO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO Objetivo: CRIAR UM NÚCLEO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO CAPAZ DE MAPEAR, CATEGORIZAR, ORGANIZAR E DISTRIBUIR INFORMAÇÕES PARA OS DIVERSOS

Leia mais

O direito à tecnologia da informação: perspectivas e desafios. Prof. José Carlos Vaz EACH-USP

O direito à tecnologia da informação: perspectivas e desafios. Prof. José Carlos Vaz EACH-USP O direito à tecnologia da informação: perspectivas e desafios Prof. José Carlos Vaz EACH-USP 1 1. A importância da democratização do acesso à TI A desigualdade no acesso à tecnologia é um fator adicional

Leia mais

ALTEROSA CIDADE DIGITAL Inclusão Digital e Inclusão Social

ALTEROSA CIDADE DIGITAL Inclusão Digital e Inclusão Social ALTEROSA CIDADE DIGITAL Inclusão Digital e Inclusão Social PROF. DIMAS DOS REIS RIBEIRO MESTRE EM HISTÓRIA E CULTURA E DOUTORANDO EM SERVIÇO SOCIAL MUNDO DO TRABALHO E QUESTÃO SOCIAL UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

Faça seu provedor crescer. Quer saber?

Faça seu provedor crescer. Quer saber? Faça seu provedor crescer Quer saber? Edmilson José de Almeida Filho Consultor e Gestor ISP Suporte a Provedores desde 2001 Suporte Linux desde 2001 Suporte Mikrotik desde 2007 Visão geral VISÃO As pessoas

Leia mais

Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SISTEMA SAÚDE EM REDE - SISREDE

Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SISTEMA SAÚDE EM REDE - SISREDE Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SISTEMA SAÚDE EM REDE - SISREDE Belo Horizonte Pop. estimada: 2.375.151 hab. (estimativas IBGE 2010) Informatização da Rede

Leia mais

Localização: - Região Norte Fluminense do Rio de Janeiro. -População de 180 mil habitantes (censo de 2007-IBGE ) -Capital nacional do Petróleo.

Localização: - Região Norte Fluminense do Rio de Janeiro. -População de 180 mil habitantes (censo de 2007-IBGE ) -Capital nacional do Petróleo. Localização: - Região Norte Fluminense do Rio de Janeiro. -População de 180 mil habitantes (censo de 2007-IBGE ) -Capital nacional do Petróleo. Após a instalação da Petrobrás em Macaé, em 1978, a pequena

Leia mais

Cidades Inteligentes

Cidades Inteligentes Cidades Inteligentes Além das Cidades Digitais Plenas Juliano Castilho Dall Antonia CTI 15/05/14 Conceituação Publicado em 2006 Creative Commons Você pode copiar, distribuir e exibir Você pode criar obras

Leia mais

Proposta de Adequação Tecnológica da Área de Segurança

Proposta de Adequação Tecnológica da Área de Segurança Proposta de Adequação Tecnológica da Área de Segurança 1 Mapeamento dos pilares da Segurança prestada atualmente Serviço de Segurança Patrimonial; Ronda perimetral, muros e cercas; Ronda nas Alamedas;

Leia mais

2. O que informatizar?

2. O que informatizar? A INFORMÁTICA NO CONSULTÓRIO MÉDICO No fascículo anterior, comentamos como a gestão de custos, mesmo sendo feita de maneira simplista, auxilia o consultório a controlar e avaliar seus resultados, permitindo

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

Prefeitura Municipal de Japeri Estado do Rio de Janeiro

Prefeitura Municipal de Japeri Estado do Rio de Janeiro 01 CÂMARA MUNICIPAL DE JAPERI 01.001 CÂMARA MUNICIPAL DE JAPERI 2.001 MANUTENÇÃO E OPERACIONALIZAÇÃO DA CÂMARA 02 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPI 02.001 PREVIJAPERI 2.002 MANUTENÇÃO

Leia mais

REDE IP WAVENET INFRA-ESTRUTURA MULTISERVIÇOS IP WIRELESS

REDE IP WAVENET INFRA-ESTRUTURA MULTISERVIÇOS IP WIRELESS REDE IP WAVENET INFRA-ESTRUTURA MULTISERVIÇOS IP WIRELESS TÓPICOS - INTRODUÇÃO - HISTÓRICO - INTERNET PONTO A PONTO - INTERNET PONTO MULTIPONTO - TECNOLOGIA WI-MESH - REDE MULTISERVIÇOS IP - CASOS PRÁTICOS

Leia mais

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social Programa 0465 SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO - INTERNET II Objetivo Incrementar o grau de inserção do País na sociedade de informação e conhecimento globalizados. Público Alvo Empresas, usuários e comunidade

Leia mais

ENAUTI - 24 e 25/mai/2012. Augusto Gonçalves

ENAUTI - 24 e 25/mai/2012. Augusto Gonçalves Augusto Gonçalves Objetivo do Sistema MIRANTE Disponibilizar informações úteis, armazenadas na BASE GOVERNO, para a tomada de decisões no planejamento e execução de auditoria, com recursos de Business

Leia mais

Sistema Registro Integrado REGIN

Sistema Registro Integrado REGIN Sistema Registro Integrado REGIN ÍNDICE 1. Apresentação... 2 2. O que é o projeto REGIN?... 2 3. Objetivo do REGIN... 3 4. Funcionamento do REGIN... 3 5. Módulos do REGIN... 4 6. Pedido de Viabilidade

Leia mais

UMA INTERNET PARA TODOS E O FUST

UMA INTERNET PARA TODOS E O FUST UMA INTERNET PARA TODOS E O FUST FORUM NACIONAL do CONSECTI - Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I - SALVADOR - 08/07/2008 Vilson Vedana Consultor Legislativo 1 Câmara dos Deputados

Leia mais

Como a Tecnologia pode democratizar o acesso à saúde

Como a Tecnologia pode democratizar o acesso à saúde Como a Tecnologia pode democratizar o acesso à saúde Smartcity Business América 2015 Curitiba PR Brazil Maio de 2015 Sociedades Inteligentes e Governaça Airton Coelho, MsC, PMP Secretário de Ciência e

Leia mais

PROJETO DE GESTÃO DE APOIO À SAÚDE

PROJETO DE GESTÃO DE APOIO À SAÚDE PROJETO DE GESTÃO DE APOIO À SAÚDE maio/2015 CONSULTORIA DE PROJETOS Consultoria nasceu com o objetivo de ajudar as Prefeituras a: Captarem recursos junto ao BID. Criarem e viabilizarem projetos de investimentos.

Leia mais

O QUE É ACESSO LIVRE?

O QUE É ACESSO LIVRE? O QUE É ACESSO LIVRE? Trata-se da criação de infra-estrutura, serviços e acesso público em uma determinada área urbana para o uso das novas tecnologias e redes telemáticas. O objetivo é criar interfaces

Leia mais

aumentar a arrecadação?

aumentar a arrecadação? Como aumentar a arrecadação? Como economizar recursos públicos? Como modernizar a Gestão Pública? Como oferecer melhores serviços ao cidadão? Melhoria da Gestão com o uso de Tecnologia da Informação Melhore

Leia mais

Digital para a Redução das

Digital para a Redução das Secretaria de Inclusão Digital i Contribuições da Política de Inclusão Digital para a Redução das Desigualdades Regionais Brasília, Junho de 2011 Sociedade idd do Conhecimento Não quero que a minha casa

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS PODER EXECUTIVO

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS PODER EXECUTIVO QUADRO I - RECEITA ORÇAMENTÁRIA POR CATEGORIA E FONTE 1. RECEITAS CORRENTES 3.770.007.000 Receita Tributária 976.512.000 Receita de Contribuições 251.081.000 Receita Patrimonial 76.136.000 Receita de Serviços

Leia mais

Projetos Nova Alvorada do Sul - MS

Projetos Nova Alvorada do Sul - MS Projetos Nova Alvorada do Sul - MS Projeto Cursos Profissionalizantes Para atender à demanda de profissionais das indústrias de Nova Alvorada do Sul e região, a Comissão Temática de Educação elaborou o

Leia mais

V CINFORM Encontro Nacional de Ciência da Informação. Política de Informação Pública

V CINFORM Encontro Nacional de Ciência da Informação. Política de Informação Pública V CINFORM Encontro Nacional de Ciência da Informação Política de Informação Pública Salvador, 28 a 30 de junho de 2004 Política de Informação Pública Inclusão Digital de Micro e Pequeno Empresa Telecentros

Leia mais

Diretoria de Informática

Diretoria de Informática Diretoria de Informática Estratégia Geral de Tecnologias de Informação para 2013-2015 EGTI 2013-2015 Introdução: Este documento indica quais são os objetivos estratégicos da área de TI do IBGE que subsidiam

Leia mais

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. COM PLATAFORMA DE MOBILIDADE, SEPLAN AMPLIA NÚMERO E QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. COM PLATAFORMA DE MOBILIDADE, SEPLAN AMPLIA NÚMERO E QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. COM PLATAFORMA DE MOBILIDADE, SEPLAN AMPLIA NÚMERO E QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS Perfil O Decreto nº 32.716/2011 fixou a nova estrutura do Poder

Leia mais

Trilha 4 Diversidade e Conteúdo Matriz GERAL de sistematização

Trilha 4 Diversidade e Conteúdo Matriz GERAL de sistematização Trilha 4 Diversidade e Conteúdo Matriz GERAL de sistematização coordenador: Lisandro Zambenedetti Granville relatores: Francele Cocco e Lucas Farinella Pretti A) Questões-chave SUSTENTABILIDADE DE PRODUTORES

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL

CERTIFICAÇÃO DIGITAL CERTIFICAÇÃO DIGITAL LADO BOM Conecta milhões de pessoas pelo mundo Uso diversificado Conforto e agilidade Internet LADO RUIM Risco aos usuários Ataque de hackers Falsificação de documentos Incerteza quanto

Leia mais

Panorama Projeto STID Soluções de Telecomunicações para Inclusão Digital. Campinas, 26 de março de 2009

Panorama Projeto STID Soluções de Telecomunicações para Inclusão Digital. Campinas, 26 de março de 2009 Panorama Projeto STID Soluções de Telecomunicações para Inclusão Digital Campinas, 26 de março de 2009 STID Soluções de Telecomunicações para Inclusão Digital Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento, conduzido

Leia mais

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de:

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: Soluções Completas Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: - Conexões compartilhada (.IP) e dedicada (.LINK); - Data Center com servidores virtuais

Leia mais

PATRUS ANANIAS DE SOUZA Ministro de Estado do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

PATRUS ANANIAS DE SOUZA Ministro de Estado do Desenvolvimento Social e Combate à Fome apresentação do programa Brasília, maio 2007 PATRUS ANANIAS DE SOUZA Ministro de Estado do Desenvolvimento Social e Combate à Fome ONAUR RUANO Secretário Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional CRISPIM

Leia mais

Políticas de formação e valorização profissional em Segurança Pública

Políticas de formação e valorização profissional em Segurança Pública Ministério da Justiça Políticas de formação e valorização profissional em Segurança Pública SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA Diagnóstico da Formação em Segurança Pública (2001-2003) 2003) Cenário

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento

Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento 1 Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento I Congresso Informação de Custos e Qualidade do Gasto no Setor Público Oficina II Informação de Custo para

Leia mais

Software Livre. Agência de Tecnologia da Informação de Sergipe

Software Livre. Agência de Tecnologia da Informação de Sergipe Software Livre Governo do Estado de Sergipe Apresentação AGETIS Situação Encontrada e Motivação SL no Governo de Sergipe Decisão Governamental Decreto 23.706 de 10 de Março de 2006 Projetos Conclusão AGETIS

Leia mais

de ligação telefônica ou SMS, ligado,

de ligação telefônica ou SMS, ligado, O mercado de rastreamento de veículos tem tido nos últimos anos um crescimento constante e essa demanda vem aumentando a cada dia. Porém para poder explorar este mercado fantástico ainda é necessário alto

Leia mais

PDTI - Definição. Instrumento de diagnóstico, planejamento e

PDTI - Definição. Instrumento de diagnóstico, planejamento e PDTI - Definição Instrumento de diagnóstico, planejamento e gestão dos recursos e processos de Tecnologia da Informação que visa atender às necessidades tecnológicas e de informação de um órgão ou entidade

Leia mais

Política de Software e Serviços: Ações MCT 2007-2010

Política de Software e Serviços: Ações MCT 2007-2010 Política de Software e Serviços: Ações MCT 2007-2010 Encontro da Qualidade e Produtividade em Software - EQPS Manaus, novembro/2007 Antenor Corrêa Coordenador-Geral de Software e Serviços Ministério da

Leia mais

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA 3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA Legislação: Lei nº 15.506, de 31 de julho de 1991; Decreto nº 15.813, de 24 de abril de 1992; Lei nº 15.738, de

Leia mais

Soluções em TI ao alcance de todos

Soluções em TI ao alcance de todos Você sabia que a sua prefeitura, independentemente do tamanho, pode ser beneficiada com o uso de mais de 50 aplicações que fazem parte do Portal do Software Público Brasileiro? Soluções em TI ao alcance

Leia mais

MANUAL DO CIDADÃO MÓDULO NFSe SEFAM

MANUAL DO CIDADÃO MÓDULO NFSe SEFAM MANUAL DO CIDADÃO MÓDULO NFSe SEFAM Índice Introdução 3 Legislação 4 A quem se destina o Módulo Cidadão SEFAM NFSe 5 Configuração Mínima para acesso ao SEFAM NFSe 6 Como ter acesso ao produto SEFAM NFSe

Leia mais

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Tecnologia da Informação CAASP DIS Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Introdução...03 Projetos e Fatos Relevantes 2008...03 Raio X de Investimentos e Custos...10 Considerações

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Institucional Integrado

Programa de Desenvolvimento Institucional Integrado Programa de Desenvolvimento Institucional Integrado TCE-MT e a modernização Ø Em 2006 o TCE-MT aderiu a administração pública gerencial e implantou o primeiro Plano Estratégico Ø Passou a medir em 2008

Leia mais

ESTRUTURA ADMINISTRATIVA. Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado

ESTRUTURA ADMINISTRATIVA. Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado ESTRUTURA ADMINISTRATIVA Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado LEGISLAÇÃO ADMINISTRATIVA BÁSICA Estrutura administrativa Estatuto dos servidores Estatuto do magistério PCS dos servidores comissionados PCS dos

Leia mais