Sobre o Movimento é uma ação de responsabilidade social digital pais (família), filhos (jovem de 6 a 24 anos), escolas (professores e diretores)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sobre o Movimento é uma ação de responsabilidade social digital pais (família), filhos (jovem de 6 a 24 anos), escolas (professores e diretores)"

Transcrição

1 1

2 Sobre o Movimento O Movimento é uma ação de responsabilidade social digital; Visa a formação de usuários digitalmente corretos Cidadania Digital, através de uma campanha de conscientização direcionada para: pais (família), filhos (jovem de 6 a 24 anos), escolas (professores e diretores); O foco é educar sobre o uso ético, seguro e legal da Internet e das novas tecnologias para garantir a forma;ao de indivíduos digitalmente corretos e um Brasil mais sustentável; É realizado um trabalho contínuo e gratuito de capacitação de professores e voluntários, que já alcança mais de 350 municípios no Brasil, 65 países e conta com participantes; Através do site são distribuídos materiais pedagógicos gratuitos para provocar mobilização e disseminação nos idiomas português, inglês e espanhol. 2

3 O que é a Pesquisa Panorama de Educação Digital no Brasil O Movimento criou o panorama com o intuito de lançar um indicador inédito sobre a Educação em Ética Digital no Brasil e os efeitos da tecnologia no ambiente de ensino; Para tanto, foi respondido um questionário com 46 perguntas por mais de escolas, públicas e privadas, em mais de 20 Estados Brasileiros, entre os meses de junho a setembro de 2012; O Panorama tem como objetivo servir como termômetro social sobre os impactos da tecnologia na sala de aula e também como ferramenta para planejar ações que permitam maior inclusão digital acompanhada com educação adequada, em especial em segurança digital para evitar incidentes.

4 4 Mantenedores 2012 Falta você!

5 1 - Qual o nível de educação formal de quem respondeu a Pesquisa em nome da Escola? Doutorado; 1% Magistério; 4% Mestrado; 7% Não tenho graduação; 7% Educação Superior; 49% Especialização; 30%

6 2 Qual a função que a pessoa exerce na escola? Vice-diretor; 3% Professor coordenador; 6% Outras; 37% Diretor; 21% Coordenador pedagógico; 7% Professor responsável pelo laboratório de informática; 25%

7 3 - Qual a 1ª formação de graduação de quem respondeu a pesquisa? Ciencias Fisicas e biologicas; 1% Analista; 1% Pedagogia; 33% Ciências Sociais; 1% Filosofia; 1% Bacharel em História; 2% Direto; 2% Geografia; 2% Matemática; 2% Educação Física; 3% Magistério; 3% Administração; 5% Letras; 8% Ciencia da Computação; 16% Outros; 10% Sistemas de Informação; 8%

8 4 - Em sua opinião, quanto que a sua formação o preparou para o uso de tecnologia da informação na educação (nota de 1 a 10)? 18% 16% 14% 12% 10% 8% 6% 4% 2% 0% 16% 16% 12% 13% 10% 7% 8% 9% 4% 5%

9 5 Você possui conexão para acessar internet em sua casa? Não; 4% Sim; 96%

10 6 Você representa uma Escola Pública ou Privada? Pública; 58% Privada; 42%

11 Acre Amapá Espírito Santo Mato Grosso Pernambuco Piauí Rio Gande do Norte Roraima Ceará Distrito Federal Goiás Pará Sergipe Santa Catarina Maranhão Rio de Janeiro Bahia Parana Minas Gerais Rio Grande do Sul São Paulo 7 Que Estados Brasileiros participaram da Pesquisa (Abrangência Nacional)? 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 2% 2% 3% 3% 4% 4% 7% 8% 56%

12 8- Qual o grau de escolaridade oferecido pela Escola? 25% 22% 20% 15% 10% 5% 1% 2% 4% 4% 5% 6% 8% 10% 10% 12% 15% 0%

13 9 - Quantos turnos tem a sua escola atualmente? 1 Turno; 12% 2 Turnos; 58% 3 Turnos ; 30%

14 10 - Qual o número aproximado de alunos matriculados? 25% 20% 19% 15% 11% 10% 6% 7% 7% 8% 9% 9% 5% 0% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 1% 2% 2% 4% 4%

15 11- Qual o número aproximado professores na escola? 60% 52% 50% 40% 30% 23% 20% 10% 0% 9% 5% 0% 1% 2% 3% 3% até de até 550 de 141 a 200 de 61 a 80 de 81 a 100 de 41 a 60 de 21 a 40 até 20

16 12- Qual das alternativas abaixo melhor descreve a comunidade na qual a escola está localizada? 34% 4% 15% Um vilarejo, distrito ou comunidade rural (menos de 500 habitantes) Uma cidade grande (acima de habitantes) 19% Uma metrópole (acima de de habitantes) Uma cidade média (de a habitantes) 32% Uma cidade pequena (de 500 a habitantes)

17 13 - A sua escola possui Biblioteca, Sala de Leitura ou Laboratório de Informática? 3% 3% 95% Biblioteca/ Sala de Leitura Laboratório de Informática Não sabe informar

18 14 - Em relação a equipamentos tecnológicos, sua escola possui? [Computadores de mesa] Não sei/ Não possui; 1% Não sei; 3% De 5 a 10; 7% Mais de 20; 41% de 1 a 5; 23% De 10 a 20; 25%

19 15 - Em relação a equipamentos tecnológicos, sua escola possui? [Computadores portáteis (notebook/netbook)] 4% 6% 51% 8% 26% 9% Não sei/ Não possui De 10 a 20 Mais de 20 De 5 a 10 Não sei De 1 a 5

20 16 - Qual sistema operacional é utilizado nos computadores de sua escola? Outro ; 1% Não Sei Informar; 4% Linux; 23% Windows; 72%

21 17 -A escola possui acesso à internet em algum local, seja ele qual for? 1% 3% Não Não sabe Sim 96%

22 18 - Caso haja acesso à internet, qual ou quais os locais em que existe o acesso? 17% laboratórios de informática 46% Toda a Escola 36% Secretaria, Biblioteca, Sala de Informática, Sala dos Professores, Diretoria

23 19 - A escola possui acesso à internet sem fio (wireless)? Não sei informar; 8% Sim; 63% Não; 29%

24 20 - Caso possua acesso à internet sem fio (wireless), relacione os locais em que está disponível: 17% laboratórios de informática 46% Toda a Escola 36% Secretaria, Biblioteca, Sala de Informática, Sala dos Professores, Diretoria

25 21 - A escola possui website na internet? Não sei informar; 2% Sim; 55% Não; 43%

26 22 - O Laboratório de informática possui acesso a internet? Não; 11% Sim; 89%

27 23 Qual a quantidade de computadores no laboratório de informática? Mais de 30; 12% Até 15 ; 40% De 15 a 30; 48%

28 24 Você acha que a quantidade de computadores é suficiente para atender os alunos? Não; 44% Sim; 56%

29 25 - O laboratório é disponibilizado para os alunos e professores realizarem pesquisas e trabalhos, fora do horário normal das aulas? Não; 28% Sim, com acompanhamento de monitor.; 72%

30 26 - O acesso a internet do laboratório é disponibilizado para alunos e/ou comunidade para lazer? sim; 21% não; 79%

31 27 - Que nota, de 0 a 10, você daria para o laboratório de informática de sua escola? nota 1; 2% nota 4; 2% nota 2; 3% nota zero; 6% nota 8; 21% nota 3; 6% nota 10; 18% nota 6; 8% nota 5; 9% nota 7; 15% nota 9; 9%

32 28 - O número de computadores disponíveis aos professores em sua escola é: 1% 51% 47% Há mais computadores do que necessário Suficiente para os professores Insuficiente para os professores

33 29 - Quantos professores consideram o uso dos computadores no planejamento de conteúdo de suas disciplinas? 4% 5% 54% 37% Nenhum professor Não sei informar Alguns professores A maioria dos professores

34 30 - Os professores receberam algum tipo de orientação voltado ao assunto Educação em Ética e Segurança Digital para capacitar e discutir o tema com os alunos? Não sei informar; 11% Não; 49% Sim; 40%

35 31 Quais instituições ofereceram cursos relacionados ao assunto de Educação em Cidadania, Ética e Segurança Digital para a sua escola?

36 32 - Quais profissionais da escola frequentaram este tipo de curso (no caso de ter sido realizado)? 3% 4% 9% 46% 38% Responsáveis Pedagógicos Outros Professores de Informática Não sei informar Professores

37 33 - Em sua opinião, você considera que os cursos de capacitação de professores que já são realizados: 27% 45% Deu a base necessária apenas sobre o assunto Educação Digital, mas o tema precisa ser desenvolvido. Não prepararam os profissionais da escola sobre o assunto Educação Digital. 28% Prepararam de modo satisfatório os profissionais da escola.

38 34 - O uso dos computadores faz parte do Projeto Pedagógico da escola? Não; 20% Sim; 80%

39 35 - A escola tem alguma aula sobre Educação em Cidadania, Ética e Segurança Digital dentro do conteúdo programático (grade curricular)? 11% 13% Não sei informar Sim, com grade fixa 55% 22% Sim, com discussões eventuais Não

40 36 - Em relação ao uso dos computadores, os alunos utilizam os computadores da escola para: 8% Não sei informar 63% 29% Para atividades escolares e pessoais Apenas para atividades escolares

41 37 - Em sua opinião, com nota de 1 a 5, o uso da tecnologia durante as atividades escolares melhora a capacidade de aprendizado do aluno? 1% 4% 8% 71% 16% nota 1 nota 2 nota 3 nota 4 nota 5

42 38 - Em sua opinião, com nota de 1 a 5, o uso da tecnologia durante as atividades escolares torna as aulas dos professores mais interessantes? 0% 1% 7% 73% 19% nota 1 nota 2 nota 3 nota 4 nota 5

43 39 - Em sua opinião, com nota de 1 a 5, o uso da tecnologia durante as atividades escolares motiva os alunos no trabalho de pesquisa? 1% 1% 8% 16% nota 1 nota 2 nota 3 nota 4 nota 5 75%

44 40 - Em sua opinião, com nota de 1 a 5, o uso da tecnologia durante as atividades escolares motiva os alunos no trabalho de pesquisa? 1% 1% 6% 73% 19% nota 1 nota 2 nota 3 nota 4 nota 5

45 41 - Em sua opinião, com nota de 1 a 5, o tema Educação em Cidadania, Ética e Segurança Digital é importante em minha escola? 1% 4% 3% 10% nota 1 nota 2 nota 3 nota 4 nota 5 81%

46 42 - Em sua opinião, com nota de 1 a 5, o tema Educação em Cidadania, Ética e Segurança Digital é importante para os pais (famíliares) dos alunos? 0% 3% 13% 72% 13% nota 1 nota 2 nota 3 nota 4 nota 5

47 43 - Em sua opinião, com nota de 1 a 5, o tema Educação em Cidadania, Ética e Segurança Digital é considerado importante pelos alunos? 3% 4% 60% 16% 17% nota 1 nota 2 nota 3 nota 4 nota 5

48 44 - A escola realiza algum tipo de evento ou palestra direcionado aos pais e à comunidade para a discussão do assunto Inclusão com Educação Digital? 6% 22% Não sei informar Sim Não 72%

49 45 - A escola já teve algum incidente de cyberbullying (bullying/ intimidação/ agressão/ calúnia praticado pela internet) ou outro tipo de incidente envolvendo o uso de internet por alunos (uso inadequado de redes sociais, imagens, celular)? 24% 48% Não sei informar Sim Não 28%

50 46 - A escola já recebeu a palestra Ética e Cidadania Digital realizada pelo Movimento da Família mais Segura na internet? 6% 11% Não sei informar Sim Não 84%

51 Conclusão da Pesquisa Panorama de Educação Digital no Brasil O uso do computador na sala de aula já se tornou essencial para o processo pedagógico de ensino no Brasil; A maioria das escolas brasileiras já conta com computadores, acesso a internet e wireless (sem fio); Ainda não é feito um treinamento formal dos professores sobre o tema de Educação em Cidadania, Ética e Segurança Digital, apesar do mesmo ser considerado extremamente importante pela maioria dos entrevistados, seja para ser ministrado para os professores, para os alunos e também para os pais; Uma boa parte das escolas já tiveram algum incidente digital, seja uso indevido de celular em sala de aula até cyberbullying.

52 52 Entre em contato Acesse o site Fone: (55 11) Patrícia Peck Pinheiro Maria Aparecida Blasio

Panorama Educação Digital no Brasil 2013-14 (2ª.ed)

Panorama Educação Digital no Brasil 2013-14 (2ª.ed) 1 Panorama Educação Digital no Brasil 2013-14 (2ª.ed) Como estão as Escolas Brasileiras: 93% já possuem laboratório de informática. 79% possuem internet sem fio (wireless). 56% usam algum tipo de monitoramento.

Leia mais

EDUCAÇÃO EM GOIÁS. Secretária de Estado: Raquel Teixeira

EDUCAÇÃO EM GOIÁS. Secretária de Estado: Raquel Teixeira EDUCAÇÃO EM GOIÁS Secretária de Estado: Raquel Teixeira 1. Regulamentação de objetivos comuns de aprendizagem e sistema de avaliação SAEGO SISTEMA DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL 1. Regulamentação de objetivos

Leia mais

Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012

Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012 Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012 Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Quadro Resumo- Estatísticas Gerais da Educação Superior por Categoria Administrativa - - 2012 Categoria

Leia mais

Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores

Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores Total de profissionais, independentemente da escolaridade 2003 2007 2008 Professores da Ed Básica (públicas não

Leia mais

A PERSPECTIVA DOS PROFESSORES DA ESCOLA BÁSICA SOBRE A EDUCAÇÃO FINANCEIRA INFANTIL

A PERSPECTIVA DOS PROFESSORES DA ESCOLA BÁSICA SOBRE A EDUCAÇÃO FINANCEIRA INFANTIL A PERSPECTIVA DOS PROFESSORES DA ESCOLA BÁSICA SOBRE A EDUCAÇÃO FINANCEIRA INFANTIL ZUZA, Antonio. F. G. 1 PEREIRA, Gênesis. M. 2 SILVA, Mª Daniella. O. P. 3 LUCENA, Wenner G. L. 4 Resumo O presente resumo

Leia mais

Coletiva de Imprensa Apresentação de resultados São Paulo, 23 de maio de 2013

Coletiva de Imprensa Apresentação de resultados São Paulo, 23 de maio de 2013 Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação Pesquisa TIC Educação 2012 Pesquisa sobre o uso das TIC nas escolas brasileiras Coletiva de Imprensa Apresentação de resultados

Leia mais

Sala de Imprensa Notícias do Enem

Sala de Imprensa Notícias do Enem Imprimir Fechar janela Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Sala de Imprensa Notícias do En 07 de fevereiro de 2007 Inep divulga os resultados do En 2006 por UF e Maioria

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

NÚMERO DE ACIDENTES POR DIA DA SEMANA

NÚMERO DE ACIDENTES POR DIA DA SEMANA RODOVIÁRIAS Quadro 13 - UF: ACRE Ano de 211 82 5 6 8 9 5 3 14 4 11 9 4 4 63 2 4 7 6 6 9 4 8 4 4 3 6 68 4 2 8 3 1 8 4 9 2 6 7 5 63 3 6 3 2 13 9 8 7 5 1 5 1 67 4 2 9 6 8 5 5 7 6 6 4 5 85 3 7 1 1 4 7 9 6

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

Pactuação do processo de construção da Estratégia de Educação Permanente do Sisan para os próximos 4 anos. 9º Encontro Caisan 11/03/2015

Pactuação do processo de construção da Estratégia de Educação Permanente do Sisan para os próximos 4 anos. 9º Encontro Caisan 11/03/2015 Pactuação do processo de construção da Estratégia de Educação Permanente do Sisan para os próximos 4 anos 9º Encontro Caisan 11/03/2015 Contribuição das Conferências de SAN ao debate da educação e formação

Leia mais

RANKING NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009)

RANKING NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009) NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009) População Ocupada 5 a 17 anos 2008 Taxa de Ocupação 2008 Posição no Ranking 2008 População Ocupada 5 a 17

Leia mais

II Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias e IV Fórum Prazeres da Leitura. Acessibilidade Brasil

II Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias e IV Fórum Prazeres da Leitura. Acessibilidade Brasil II Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias e IV Fórum Prazeres da Leitura Acessibilidade Brasil Acessibilidade em Bibliotecas Acessibilidade Brasil A Importância da Acessibilidade

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ1127/SETEC EDITAL Nº 03/2009 1. Perfil: ACOMPANHAMENTO DA GESTÃO EM PROJETOS - PERFIL I Ministério da Educação. Especialização na área de educação,

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE AGOSTO/2014

SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE AGOSTO/2014 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE AGOSTO/2014 COMENTÁRIOS Índice Nacional da Construção Civil varia 0,52% em agosto O Índice Nacional da Construção

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES Barbara Christine Nentwig Silva Professora do Programa de Pós Graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Social /

Leia mais

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 0 0,00 0 0 0 0,00 Rondônia

Leia mais

Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009

Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação detrabalho e Rendimento Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009

Leia mais

O uso dos computadores e da internet nas escolas públicas de capitais brasileiras

O uso dos computadores e da internet nas escolas públicas de capitais brasileiras O uso dos computadores e da internet nas escolas públicas de capitais brasileiras A Fundação Victor Civita, que tem por missão contribuir para a melhoria da qualidade da Educação Básica no Brasil, produzindo

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE JUNHO/2014

SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE JUNHO/2014 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE JUNHO/2014 COMENTÁRIOS Índice Nacional da Construção Civil varia 0,59% em Junho O Índice Nacional da Construção

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS

Leia mais

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA -

Leia mais

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008 (continua) Produção 5 308 622 4 624 012 4 122 416 3 786 683 3 432 735 1 766 477 1 944 430 2 087 995 2 336 154 2 728 512 Consumo intermediário produtos 451 754 373 487 335 063 304 986 275 240 1 941 498

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura SISTEMA NACIONAL DE CULTURA Processo de articulação, gestão, comunicação e de promoção conjunta de políticas públicas de cultura, mediante a pactuação federativa. Objetivo Geral do SNC Implementar políticas

Leia mais

EQUIPE: ANA IZABEL DAYSE FRANÇA JENNIFER MARTINS MARIA VÂNIA RENATA FREIRE SAMARA ARAÚJO

EQUIPE: ANA IZABEL DAYSE FRANÇA JENNIFER MARTINS MARIA VÂNIA RENATA FREIRE SAMARA ARAÚJO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA DISCIPLINA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO II PROFESSORA: PATRÍCIA

Leia mais

FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos Unidades da Federação 1980 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002

Leia mais

Apresentação. A AMIB (Associação de Medicina Intensiva. Brasileira) elaborou o primeiro estudo que visa. apresentar uma visão do cenário das Unidades

Apresentação. A AMIB (Associação de Medicina Intensiva. Brasileira) elaborou o primeiro estudo que visa. apresentar uma visão do cenário das Unidades Apresentação A AMIB (Associação de Medicina Intensiva Brasileira) elaborou o primeiro estudo que visa apresentar uma visão do cenário das Unidades de Terapias Intensivas (UTI) no país. Objetivos Elaborar

Leia mais

CASE SENAD. Viva Voz

CASE SENAD. Viva Voz CASE SENAD. Viva Voz Problema A SENAD - Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - subordinada ao Ministério da Justiça, trabalha, incansavelmente, no sentido da prevenção e combate ao uso de drogas.

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA ADJUNTA DE ENSINO SECRETARIA ADJUNTA DE PROJETOS ESPECIAIS QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO URE: ESCOLA:

Leia mais

Carnê da Cidadania do MEI

Carnê da Cidadania do MEI Carnê da Cidadania do MEI NOTÍCIAS ATENÇÃO: Vários empreendedores do Paraná começaram a receber o carnê!!! A Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República (SMPE/PR) vai enviar, pelos

Leia mais

Nome e contato do responsável pelo preenchimento deste formulário: Allyson Pacelli (83) 88252115 e Mariana Oliveira.

Nome e contato do responsável pelo preenchimento deste formulário: Allyson Pacelli (83) 88252115 e Mariana Oliveira. Dados da empresa PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Razão Social: Capacita Empreendimentos Educacionais Nome Fantasia: SOS Educação Profissional

Leia mais

USO DA INFORMÁTICA COMO FERRAMENTA DIDÁTICA NO ENSINO DE CIÊNCIAS NO 9º ANO

USO DA INFORMÁTICA COMO FERRAMENTA DIDÁTICA NO ENSINO DE CIÊNCIAS NO 9º ANO USO DA INFORMÁTICA COMO FERRAMENTA DIDÁTICA NO ENSINO DE CIÊNCIAS NO 9º ANO Luciano Bernardo Ramo; Maria Betania Hermenegildo dos Santos Universidade Federal da Paraíba. luciano_bernardo95@hotmail.com

Leia mais

IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca

IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DOS EGRESSOS O Instituto de Ensino de Garça,

Leia mais

Erradicação do Trabalho Infantil. Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Fiscalização do Trabalho

Erradicação do Trabalho Infantil. Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Fiscalização do Trabalho Erradicação do Trabalho Infantil Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Fiscalização do Trabalho Estrutura do MTE para o Combate ao Trabalho Infantil a Serviço da Rede de Proteção à Infância.

Leia mais

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO 1. DIMENSÃO PEDAGÓGICA 1.a) ACESSIBILIDADE SEMPRE ÀS VEZES NUNCA Computadores, laptops e/ou tablets são recursos que estão inseridos na rotina de aprendizagem dos alunos, sendo possível

Leia mais

Figura 1: Distribuição de CAPS no Brasil, 25. RORAIMA AMAPÁ AMAZONAS PARÁ MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE DO NORTE PAIUÍ PERNAMBUCO ACRE ALAGOAS SERGIPE TOCANTINS RONDÔNIA PARAÍBA BAHIA MATO GROSSO DISTRITO

Leia mais

INCLUSÃO DIGITAL ATRAVÉS DE CURSOS DE INFORMÁTICA NA ULBRA CAMPUS GUAÍBA

INCLUSÃO DIGITAL ATRAVÉS DE CURSOS DE INFORMÁTICA NA ULBRA CAMPUS GUAÍBA INCLUSÃO DIGITAL ATRAVÉS DE CURSOS DE INFORMÁTICA NA ULBRA CAMPUS GUAÍBA Daniele Pinto Andres RESUMO Este artigo aborda uma análise das atividades realizadas na ULBRA de Guaíba sobre os cursos de informática

Leia mais

Cursos de Graduação a Distância

Cursos de Graduação a Distância de Graduação a Distância 427 428 7 - de Graduação a Distância 7.1 -,,, por Vestibular e Outros Processos Seletivos (*), e nos de Graduação a Distância, segundo as Instituições Brasil 2004 (continua) Instituições

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2014 UNIDADES ESCOLARES

PLANO DE AÇÃO 2014 UNIDADES ESCOLARES PLANO DE AÇÃO 2014 UNIDADES ESCOLARES Apresentação da Unidade Escolar Responsável pelo preenchimento: Salete Merussi Coutinho Unidade Escolar: Francisco Prestes Maia, Engº Diretor da Escola: Salete Merussi

Leia mais

ID Proponente UF CURSO TIPO

ID Proponente UF CURSO TIPO PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO ID Proponente UF CURSO TIPO 1 CEFET-AL ALAGOAS Hotelaria Tecnólogo 2 CEFET-CE CEARÁ Hospedagem Tecnólogo 3 CEFET-CE CEARÁ Matemática

Leia mais

Educação: Que futuro nos espera? Mozart Neves Ramos mozart@ias.org.br

Educação: Que futuro nos espera? Mozart Neves Ramos mozart@ias.org.br Educação: Que futuro nos espera? Mozart Neves Ramos mozart@ias.org.br PIB e anos de estudo Anos de estudo no Brasil Ano Anos de Estudo da população com 15 anos ou mais de idade 2000 5,0 2010 7,3 Impactos

Leia mais

Inventar com a diferenca,

Inventar com a diferenca, Inventar com a diferenca, cinema e direitos humanos PATROCÍNIO APOIO REALIZAÇÃO Fundação Euclides da Cunha O que é Inventar com a diferença: cinema e direitos humanos O projeto visa oferecer formação e

Leia mais

Dimensão social. Educação

Dimensão social. Educação Dimensão social Educação 218 Indicadores de desenvolvimento sustentável - Brasil 2004 36 Taxa de escolarização Representa a proporção da população infanto-juvenil que freqüenta a escola. Descrição As variáveis

Leia mais

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos A presente pesquisa foi realizada em junho de 2011, no Campus

Leia mais

QUESTIONÁRIO DO PROFESSOR. 01. Você já acessou a página www.educacaoanguera.ba.gov.br? O que achou? Tem sugestões a apresentar?.........

QUESTIONÁRIO DO PROFESSOR. 01. Você já acessou a página www.educacaoanguera.ba.gov.br? O que achou? Tem sugestões a apresentar?......... ESCOLA: PROFESOR (A): TURNO: ( )M ( )V TURMA: ( )SERIADA ( )MULTISERIADA QUESTIONÁRIO DO PROFESSOR TECNOLOGIA 01. Você já acessou a página www.educacaoanguera.ba.gov.br? O que achou? Tem sugestões a apresentar?

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CAPÍTULO I DEFINIÇÕES GERAIS E OBJETIVOS Art. 1º - As presentes normas têm por objetivo organizar e disciplinar o Estágio Curricular Supervisionado

Leia mais

UM RETRATO DAS MUITAS DIFICULDADES DO COTIDIANO DOS EDUCADORES

UM RETRATO DAS MUITAS DIFICULDADES DO COTIDIANO DOS EDUCADORES Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias novembro/2011 página 1 UM RETRATO DAS MUITAS DIFICULDADES DO COTIDIANO DOS EDUCADORES Claudia Davis: É preciso valorizar e manter ativas equipes bem preparadas

Leia mais

IX Congresso Mundial da AIMFR EDUCAÇÃO EM ALTERNÂNCIA PARA O DESENVOLVIMENTO RURAL. 22, 23 e 24 de Setembro de 2010. Lima -Perú. Os CEFFA no Brasil

IX Congresso Mundial da AIMFR EDUCAÇÃO EM ALTERNÂNCIA PARA O DESENVOLVIMENTO RURAL. 22, 23 e 24 de Setembro de 2010. Lima -Perú. Os CEFFA no Brasil IX Congresso Mundial da AIMFR EDUCAÇÃO EM ALTERNÂNCIA PARA O DESENVOLVIMENTO RURAL 22, 23 e 24 de Setembro de 2010 Lima -Perú Os CEFFA no Brasil Os Centros Educativos Familiares de Formação em Alternância

Leia mais

AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante

AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante AVALIE ENSINO MÉDIO 2013 Questionário do Estudante Caro Estudante, O Projeto Avalie pretende conhecer melhor o perfil do estudante do Ensino Médio da Bahia, por isso a sua participação representa a garantia

Leia mais

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012 Contas Regionais do Brasil 2012 (continua) Brasil Agropecuária 5,3 Indústria 26,0 Indústria extrativa 4,3 Indústria de transformação 13,0 Construção civil 5,7 Produção e distribuição de eletricidade e

Leia mais

Parceiros. Apoio. Consed Rede Andi Brasil Todos pela Educação. Canal Futura Congemas Undime

Parceiros. Apoio. Consed Rede Andi Brasil Todos pela Educação. Canal Futura Congemas Undime Objetivo : Identificar, reconhecer, dar visibilidade e estimular o trabalho de ONGs que contribuem, em articulação com as políticas públicas de educação e de assistência social, para a educação integral

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: Técnico em Informática na Formação de Instrutores Carga Horária: 1000 horas Estágio Curricular:

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRA4007 EDITAL Nº 3/2010 1. Perfil: no. 1 Sol e Praia 3. Qualificação educacional: Pós-graduação em turismo, geografia, educação ambiental, recreação

Leia mais

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO

Leia mais

Centro Universitário de Brusque Unifebe

Centro Universitário de Brusque Unifebe 1 Edital Proppex n 17/2012 Seleção de Candidatos - Projetos Sociais e de Extensão (Atividades Complementares) 2º Semestre Letivo de 2012 A Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, no uso de suas

Leia mais

I P E S Q U I S A E D U C A Ç Ã O D I G I T A L N A S E S C O L A S B R A S I L E I R A S

I P E S Q U I S A E D U C A Ç Ã O D I G I T A L N A S E S C O L A S B R A S I L E I R A S a I P E S Q U I S A E D U C A Ç Ã O D I G I T A L N A S E S C O L A S B R A S I L E I R A S U N I V E R S O P E S Q U I S A D O 400 instituições de ensinos primário e médio Abril/2015 Estado de São Paulo

Leia mais

O seu negócio, ao alcance da sua mão! Elaborado por TT Marketing

O seu negócio, ao alcance da sua mão! Elaborado por TT Marketing O seu negócio, ao alcance da sua mão! Um site que oferece espaço para outras empresas anunciarem seus produtos e serviços em todo território nacional, este é o Meu Guia.com. Nosso objetivo é estar sempre

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP Alunos apontam melhorias na graduação Aumenta grau de formação dos professores e estudantes mostram que cursos possibilitam

Leia mais

Oi FUTURO ABRE INSCRIÇÕES PARA EDITAL DO PROGRAMA Oi NOVOS BRASIS 2012

Oi FUTURO ABRE INSCRIÇÕES PARA EDITAL DO PROGRAMA Oi NOVOS BRASIS 2012 Oi FUTURO ABRE INSCRIÇÕES PARA EDITAL DO PROGRAMA Oi NOVOS BRASIS 2012 Programa vai selecionar projetos socioambientais para receberem apoio técnico e financeiro Instituto de responsabilidade social da

Leia mais

ANEXO I DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS TABELA A ATRIBUIÇÕES DO CARGO PROFESSOR E PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA 20 HORAS

ANEXO I DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS TABELA A ATRIBUIÇÕES DO CARGO PROFESSOR E PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA 20 HORAS ANEXO I DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS TABELA A ATRIBUIÇÕES DO CARGO PROFESSOR E PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA 20 HORAS CARGO: PROFESSOR E PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA 20 HORAS - Ministrar aulas de

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

2.2.5. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes em EaD.

2.2.5. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes em EaD. 2.2.5. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes em EaD. Este questionário é um instrumento de coleta de informações para a realização da auto avaliação da UFG que tem como objetivo conhecer a opinião

Leia mais

Encontro de alunos EaD e presencial da UFRRJ. A educação a distancia no Consórcio CEDERJ: Alguns dados

Encontro de alunos EaD e presencial da UFRRJ. A educação a distancia no Consórcio CEDERJ: Alguns dados Encontro de alunos EaD e presencial da UFRRJ A educação a distancia no Consórcio CEDERJ: Alguns dados Masako Oya Masuda Vice-Presidente de Educação a Distância O que é o Consórcio CEDERJ? Consórcio das

Leia mais

Educação e trabalho em saúde

Educação e trabalho em saúde Educação e trabalho em saúde Dra. Celia Regina Pierantoni, MD, DSc Professora Associada do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva do IMS/UERJ. Coordenadora Geral do ObservaRH. Diretora do Centro Colaborador

Leia mais

Categoria Fornecedores BB

Categoria Fornecedores BB Categoria Fornecedores BB Empresa Boa Vista Serviços Nome do Projeto: Acertando suas Contas Localização: São Paulo - Capital O projeto visa proporcionar de maneira mais harmoniosa e com um contexto de

Leia mais

POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG

POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014 Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG Avaliação Institucional Processos de avaliação institucional Interna Relatórios da CPA Externa

Leia mais

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

ESTUDO SOBRE ARRECADAÇÃO DE IPVA E SUA PROPORCIONALIDADE EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO BRASILEIRA

ESTUDO SOBRE ARRECADAÇÃO DE IPVA E SUA PROPORCIONALIDADE EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO BRASILEIRA ESTUDO SOBRE ARRECADAÇÃO DE IPVA E SUA PROPORCIONALIDADE EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO BRASILEIRA JOÃO ELOI OLENIKE GILBERTO LUIZ DO AMARAL LETÍCIA MARY FERNANDES DO AMARAL FERNANDO STEINBRUCH

Leia mais

O maior portal de finanças e investimentos independente do país.

O maior portal de finanças e investimentos independente do país. O maior portal de finanças e investimentos independente do país. O Portal InfoMoney Com mais de 11 anos no ar e pioneiro nesse mercado, InfoMoney é o maior portal de finanças e investimentos independente

Leia mais

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE NIVELAMENTO CAPÍTULO I DA NATUREZA

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE NIVELAMENTO CAPÍTULO I DA NATUREZA FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE NIVELAMENTO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º. A Faculdade Moraes Júnior Mackenzie Rio FMJ Mackenzie Rio, proporcionará aulas de Nivelamento

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil CONSELHO DE CLASSE A visão dos professores sobre educação no Brasil INTRODUÇÃO Especificações Técnicas Data do Campo 19/06 a 14/10 de 2014 Metodologia Técnica de coleta de dados Abrangência geográfica

Leia mais

Lançamento do Planejamento Estratégico Nacional Brasília, 09 de novembro de 2011

Lançamento do Planejamento Estratégico Nacional Brasília, 09 de novembro de 2011 Lançamento do Planejamento Estratégico Nacional Brasília, 09 de novembro de 2011 1 Lançamento do Planejamento Estratégico Nacional Brasília, 09 de novembro de 2011 2 Planejamento Estratégico Nacional do

Leia mais

Boletim Informativo* Agosto de 2015

Boletim Informativo* Agosto de 2015 Boletim Informativo* Agosto de 2015 *Documento atualizado em 15/09/2015 (Erratas páginas 2, 3, 4 e 9) EXTRATO GERAL BRASIL 1 EXTRATO BRASIL 396.399.248 ha 233.712.312 ha 58,96% Número de Imóveis Cadastrados²:

Leia mais

ESTUDO SOBRE IPVA EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO

ESTUDO SOBRE IPVA EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO 1 ESTUDO SOBRE IPVA EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO - O IPVA é o tributo estadual, cuja arrecadação é a segunda mais importante, depois do ICMS; - A estimativa de arrecadação de IPVA (Imposto

Leia mais

ENADE 2014 CRONOGRAMA UNEB (Com fulcro na LEI Nº 10.861/ 2004 / PORTARIA NORMATIVA Nº 40/2007 / PORTARIA NORMATIVA Nº 08/ 2014)

ENADE 2014 CRONOGRAMA UNEB (Com fulcro na LEI Nº 10.861/ 2004 / PORTARIA NORMATIVA Nº 40/2007 / PORTARIA NORMATIVA Nº 08/ 2014) Site para os acessos: http://enade.inep.gov.br 04 a 10/06/2014 ENADE 2014 CRONOGRAMA UNEB (Com fulcro na LEI Nº 10.861/ 2004 / PORTARIA NORMATIVA Nº 40/2007 / PORTARIA NORMATIVA Nº 08/ 2014) Data Assunto

Leia mais

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI Grupo Acadêmico Pedagógico - Agosto 2010 O Projeto Pedagógico Institucional (PPI) expressa os fundamentos filosóficos,

Leia mais

Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes)

Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Perguntas frequentes 1. ENADE 1.1. Qual a legislação pertinente ao ENADE? Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Portaria Normativa

Leia mais

International Institute of Business Analysis Capítulo de São Paulo

International Institute of Business Analysis Capítulo de São Paulo International Institute of Business Analysis Capítulo de São Paulo Missão: Desenvolver e manter padrões para a prática de análise de negócio e para a certificação de profissionais Formação de Comitês de

Leia mais

FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA FASI DIRETORIA DE EXTENSÃO

FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA FASI DIRETORIA DE EXTENSÃO FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA FASI DIRETORIA DE EXTENSÃO EDITAL PARA SELEÇÃO DE MONITORIA ACADÊMICA 05/23 A Diretoria de Extensão e a Coordenação do Curso de Graduação em Farmácia, no uso de suas atribuições

Leia mais

Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nas Escolas Brasileiras TIC Educação

Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nas Escolas Brasileiras TIC Educação Pesquisa TIC Educação 2010 Coletiva de Imprensa Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nas Escolas Brasileiras TIC Educação São Paulo, 09 de Agosto de 2011 CGI.br Comitê Gestor

Leia mais

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO PROJETO DE EXTENSÃO EDITAL N.º 05/2010 PROJETO RONDON- JULHO 2011 A Universidade Metodista de São Paulo concorrerá a quatro operações nacionais no mês de Julho de 2011.

Leia mais

Pesquisa TIC Educação 2013

Pesquisa TIC Educação 2013 Pesquisa TIC Educação 2013 Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nas Escolas Brasileiras Apresentação dos principais resultados São Paulo, 15 de julho de 2014 CGI.br Comitê Gestor

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET PROJETO INTERDISCIPLINAR O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA

ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET PROJETO INTERDISCIPLINAR O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET PROJETO INTERDISCIPLINAR O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA IVINHEMA/MS 2015 ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET PROJETO INTERDISCIPLINAR O USO DO CELULAR EM SALA DE

Leia mais

1- Apoiar a construção coletiva e a implementação do Plano Municipal de Educação. 2 - Educação Inclusiva

1- Apoiar a construção coletiva e a implementação do Plano Municipal de Educação. 2 - Educação Inclusiva Projeto do Plano Conferência Projeto realizado Conferência realizada Elaborar o Plano com ampla participação dos setores da sociedade Realizar a Conferência com a participação de todos os setores da sociedade

Leia mais

PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO

PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO PLANILHA DE CONTROLE - OFERTA DE CURSOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO ID Proponente UF CURSO 1 CEFET-AL ALAGOAS Hotelaria 2 CEFET-CE CEARÁ Hospedagem 3 CEFET-CE CEARÁ Matemática 4 CEFET-ES ESPÍRITO

Leia mais

Indústria de Agregados do Brasil: Avanços rumo à sustentabilidade.

Indústria de Agregados do Brasil: Avanços rumo à sustentabilidade. Hércio Akimoto Indústria de Agregados do Brasil: Avanços rumo à sustentabilidade. Uma outra maneira de pensar. Você sabe o quanto de alimento é necessário para alimentar o mundo? Uma reflexão... Um brasileiro

Leia mais

Curso de Capacitação em Bullying

Curso de Capacitação em Bullying Curso de Capacitação em Bullying Segundo pesquisa do Instituto Cidadania e da Fundação Perseu Abramo, a violência é o tema que mais preocupa os brasileiros entre 15 e 24 anos (55% do total), à frente de

Leia mais

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Nós promovemos o desenvolvimento sustentável de diversas maneiras Uma delas é por meio do Investimento Social INVESTIMENTO INVESTIENTO SOCIAL - Estratégia

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de INFORMÁTICA II - FERRAMENTAS PARA ESCRITÓRIO. Parte 1 (Solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de INFORMÁTICA II - FERRAMENTAS PARA ESCRITÓRIO. Parte 1 (Solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO

MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO CARO ALUNO, Seja Bem-Vindo às Escolas e Faculdades QI! Desejamos a você uma excelente jornada de estudos e evolução, tanto no campo profissional, como pessoal. Recomendamos

Leia mais

As Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) nas MPEs brasileiras. Observatório das MPEs SEBRAE-SP

As Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) nas MPEs brasileiras. Observatório das MPEs SEBRAE-SP As Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) nas MPEs brasileiras Observatório das MPEs SEBRAE-SP 2008 1 Características da pesquisa Objetivos: Identificar o grau de utilização de equipamentos das

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Diretoria de Estatísticas Educacionais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Diretoria de Estatísticas Educacionais Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Diretoria de Estatísticas Educacionais RESULTADO DO CENSO DA EDUCAÇÃO BÁSICA 2009 O Censo Escolar, realizado anualmente pelo

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE FISIOTERAPIA

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE FISIOTERAPIA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE FISIOTERAPIA MONTES CLAROS - MG SUMÁRIO 1. Introdução 4 2. Obrigatoriedade das atividades complementares 5 3. Modalidades de Atividades Complementares

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

HISTÓRIA ÁREA: TRIÊNIO 2007-2010. Coordenador: Raquel Glezer. Coordenador-Adjunto: Luiz Carlos Soares. Ministério da Educação

HISTÓRIA ÁREA: TRIÊNIO 2007-2010. Coordenador: Raquel Glezer. Coordenador-Adjunto: Luiz Carlos Soares. Ministério da Educação Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação ÁREA: HISTÓRIA Coordenador: Raquel Glezer TRIÊNIO 2007-2010 2010 Coordenador-Adjunto: Luiz Carlos

Leia mais

Um programa que fala diretamente com quem trabalha no setor.

Um programa que fala diretamente com quem trabalha no setor. Um programa que fala diretamente com quem trabalha no setor. Simpatia e hospitalidade são os aspectos do povo brasileiro mais valorizados pelos turistas estrangeiros. Já imaginou quantas novas oportunidades

Leia mais