PATI - PROGRAMA MUNICIPAL DE AUTONOMIA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PATI - PROGRAMA MUNICIPAL DE AUTONOMIA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO"

Transcrição

1 Autonomia se estrutura com liberdade de gestão e segurança tecnológica. Os limites da Lei não impõe dependência, semeiam a compreensão de que o município deve gerir seus recursos com o domínio inteligente de suas informações. Esse novo ambiente deve ser construído com utilização de mão de obra local, de forma a promover a continuidade administrativa com identidade própria, o que viabiliza a governança pública e promove o desenvolvimento econômico. Educação para o Consumo através do software público com códigos livres. 1 - JUSTIFICATIVAS A conjuntura atual, com perdas de receitas do FUNDAP e dos ROYALTIES do petróleo, impõe que os municípios revejam suas estruturas de custos, promovendo cortes e imprimindo maior eficiência na administração dos seus recursos. O propósito é conferir agilidade e transparência aos processos, com o apoio de infraestrutura e softwares modulares que alcancem os vários setores da gestão municipal. 2 - OBJETIVOS Reduzir despesa mensal de cada prefeitura e motivar a prospecção das receitas de arrecadação com a implantação sistema de gestão pública e-cidade, isento de pagamento de licença e com custo mensal de manutenção menor, devido ao licenciamento do software ser chancelado pelo Governo Federal, através do Ministério do Planejamento. 3 VOLUME TECNOLÓGICO TRANSFERIDO AO MUNICÍPIO programas (309 arquivos e tabelas, 123 Consultas, 617 Procedimentos, 577 Relatórios) Esta tecnologia custou R$ ,00 para ser construída, com 12 programadores, 4 anos de construção com salário de R$ 4.000,00 mês. A tecnologia será transferida com capacitação da equipe de TI da Prefeitura. IMPORTANTE: O Município está isento desse custo, ou seja, os sistemas serão transferidos à sua propriedade gratuitamente. Apenas as despesas de implantação, customização e treinamento serão cobradas, numa proporção de 2,38% a 6,94% (dependendo do porte do nº de habitantes - referidos no item 11.1) do valor dispendido na construção dos referidos sistemas. 4 SISTEMA e-cidade 4.1 e-cidade Gestor Alcança a gestão de todas as rotinas da Prefeitura. Composto de 36 módulos: Área RH (Estágio Probatório; Pessoal folha pagamento, RH Funcional); Área Financeira (Orçamento; Caixa; Empenho; Contabilidade); Área Patrimonial (Compras, Contratos, Licitações, Materiais, Ouvidoria, Patrimônio, Protocolo) Área tributária (Água; Arrecadação: Cadastro Imobiliário, Contribuição Melhoria, Dívida Ativa e fiscal; ISSQN; ITBI; Jurídico e Notificações; Projetos); Área Educação (Escola; Secretaria; Alimentação; Biblioteca);

2 PATI - PROGRAMA MUNICIPAL DE AUTONOMIA NA Área Saúde (Agendamento; Ambulatorial; Farmácia; Laboratório; TFD; Vacinas). 4.2 e-cidade Transparência. Permite consultas online a receitas e despesas da Prefeitura. 4.3 e-cidade Cidadão e Fornecedor. Permite aos cidadãos e fornecedores acesso aos processos. 4.4 Business Intelligence. Através de gráficos, facilita o gerenciamento das informações CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 100 % livre de licença de software; 100% web; Executa na intranet e internet; Banco de dados único; Sistema integrado, interliga todas as Secretarias; Interliga Prefeitura e Câmara, multi-instituições; Portal da Transparência; Permite aos cidadãos e fornecedores acessarem informações na Prefeitura; Elabora gráficos para os gestores. 5 BENEFÍCIOS GERAIS Autonomia sobre a base de dados da prefeitura, via utilização de software livre, com apropriação de melhorias construídas pelas comunidades que interagem através do Portal do Software Público Brasileiro. São ganhos que vão da redução efetiva dos custos, passando pelo aproveitamento da mão de obra do município, até a melhoria da qualidade dos serviços prestados à população. 6 RECURSOS FÍSICOS A DISPONIBILIZAR Infraestrutura do PRODEST ou DATACI em redundância, como forma de hospedar o sistema e o banco de dados de cada município; Gestão da implantação do Sistema e-cidade, treinamento e manutenções evolutivas e corretivas futuras. 7 CRONOGRAMA Implantação por área, uma após outra, ou em paralelo. Duração total de 6 meses (instalar, capacitar e migrar todos os 36 módulos). Sequência de Implantação:(RH, Finanças, Patrimonial, Tributário;) Educação e Saúde em paralelo. Prefeitura realiza termo de parceira com a OSCIP, que já possui parceira com a escola do e-cidade. Serão instalados programas e os 309 arquivos e tabelas. A escola do e-cidade realiza o treinamento e a transferência tecnológica. 8 ESTRATÉGIA DE EXECUÇÃO A metodologia prevê a elaboração de CD com manuais e apostilas sobre cada módulo do e-cidade.

3 Através de seleção nos municípios, será possível disponibilizar treinamento à distância pela escola do e-cidade, para que atuem como multiplicadores locais, o que deve agilizar o processo de implantação simultânea dos módulos em vários municípios e permitir capacitação de pessoas locais. 9 PÚBLICO ALVO As prefeituras, com uma ferramenta de gestão integrada; Os profissionais de TIC que operam as soluções existentes; Os estudantes recrutados no universo acadêmico local, tanto para operação dos sistemas, quanto para fixação da cultura do software público, objeto de transformação contínua. 10 RESPONSABILIDADES Infraestrutura (servidores, hospedagem, links de comunicação) Prodest e Dataci; Upgrades de versões Ministério do Planejamento; Implantação, migração e customização OSCIP CABURE; Capacitação e transferência da Tecnologia - Escola do e-cidade CPD-MUNICIPAL; Suporte OSCIP CABURE. 11 CUSTOS E FORMA DE PAGAMENTO 11.1 CUSTOS DA IMPLANTAÇÃO, CAPACITAÇÃO E MIGRAÇÃO Duração: 6 meses. Opção: pagamento em 6 parcelas; OBS: a proposta prevê que a prefeitura REDUZA EM 20% SUAS DESPESAS DE MANUTENÇÃO ATUAIS. Essa economia distribuída num fluxo financeiro futuro, vai zerar o desembolso inicial com a implantação, o que confere liquidez ao projeto, além da propriedade do conjunto de soluções modulares disponibilizados ao executivo municipal. Município por faixa IMPLANTAÇÃO CAPACITAÇÃO MIGRAÇÃO TOTAL Até 30 mil habs R$ R$ R$ R$ mil a 60 mil habs R$ R$ R$ R$ mil a 90 mil habs R$ R$ R$ R$ mil a 120 mil habs R$ R$ R$ R$ mil a 150 mil habs R$ R$ R$ R$ mil a 180 mil habs R$ R$ R$ R$ Acima de 180 mil habs R$ R$ R$ R$ Importante observar que as despesas apresentadas acima representam um desembolso pequeno (2,38% até 30 mil hab e 6,94% acima de 180 mil hab), quando comparados aos custos do desenvolvimento referidos no item 3 (R$ ,00). Outros fatos ampliam esses ganhos: a solução e-cidade passa à propriedade do município e a economia de 30% sobre o suporte atual zera essa despesa. Custo do suporte atual Custo da migração paga com a economia do novo suporte Custo do novo suporte = atual - 30%

4 A tecnologia da arquitetura do software será transferida com capacitação da equipe de TI da Prefeitura, pelo período de 24 meses. A equipe de TI da Prefeitura capacitada, ajuda no suporte, reduzindo o seu custo mensal CUSTOS DO SUPORTE MENSAL POR 24 MESES COM TRANSFERÊNCIA DA TECNOLOGIA DO SISTEMA DESCRIÇÃO SUPORTE MENSAL 0 a 30 mil habs 80% do custo atual com soft proprietário 30 mil a 60 mil habs 80% do custo atual com soft proprietário 60 mil a 90 mil habs 80% do custo atual com soft proprietário 90 mil a 120 mil habs 80% do custo atual com soft proprietário 120 mil a 150 mil habs 80% do custo atual com soft proprietário 150 mil a 180 mil habs 80% do custo atual com soft proprietário Acima de 180 mil habs 80% do custo atual com soft proprietário A economia de 20% no valor do suporte deve ser considerada como liquidez para pagamento das despesas elencadas no item 11.1 Quem banca os 20% de desenvolvimento é o Governo Federal. 12 VALOR AGREGADO COM O USO DO e-cidade Qualidade na gestão e na entrega de serviços à população, com reflexo positivo na arrecadação municipal. O e-cidade deve ser integrado em banco de dados único, multi-instituição, 100 % web, o que aumenta a possibilidade de GEORREFERENCIAR informações, indicando maior produtividade no uso da base tecnológica. 13 FONTES DE RECURSOS Bandes, Banestes; Fundos federais PMAT, PNAFM. 14 BENEFÍCIOS PARA O PRODEST Aumento do escopo de atendimento às políticas públicas do ES; Viabiliza uma POLÍTICA DE ESTADO, em favor de uma autonomia tecnológica dos municípios, com efeitos positivos, sobre a performance de arrecadação e melhoria na qualidade dos serviços entregues a população. 15 BENEFÍCIOS PARA O GOVERNO DO ESTADO Viabiliza instrumentos de governança municipal através da consolidação de sistemas próprios de gestão pública, contribuindo para o aumento da receita, via arrecadação tributária (ex: nota fiscal eletrônica).

5 16 PARTICIPAÇÃO DATACI Disponibiliza know-how na execução do projeto, baseado no seu modelo de soluções construídas para gestão pública municipal; Oferece infraestrutura de hospedagem, em redundância, seja para o e-cidade ou para os sistemas de gestão que fazem parte do seu portfólio de produtos, os quais também devem se juntar ao e-cidade na suite de soluções a serem ofertada. 17 ESCOLA DO E-CIDADE Possui uma biblioteca com a arquitetura do sistema e cursos sobre o uso do e-cidade. Vai permitir a divulgação dos conhecimentos sobre o sistema via web e ensino a distância, além de capacitar jovens nos municípios para, seja para inserção no mercado de trabalho ou como mão de obra da prefeitura nos destinos do e-cidade. Cursos de capacitação e suporte: Experiência de implantação em municípios de Minas Gerais, Goiás, Roraima, Espírito Santo. Contador especializado. Portal Escola Localização em Vitória, no Polo de Tecnologia 18 VERSÃO CAPIXABA DO e-cidade Sistema e-cidade (Sistema de gestão publica municipal, fornecido e mantido pelo governo federal, através do portal com membros na comunidade) Sistema e-cidade-es, customizado para as demandas do TC-ES, Sedu, Secsaude, pela escola do e-cidade. 19 SISTEMA DE GERAÇÃO DOS RELATÓRIOS PARA O TRIBUNAL DE CONTAS 20 FORMAS DE CONTRATAÇÃO ATA de Registro de preço Licitação

6 20 ARQUITETURA DA SOLUÇÃO Diagrama da arquitetura da solução, envolvendo Prodest, Dataci, Escola do e-cidade

7

O SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO, no uso da atribuição que lhe é conferida pelo Decreto n 15.348, de 06 de agosto de 2014, resolve expedir a seguinte,

O SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO, no uso da atribuição que lhe é conferida pelo Decreto n 15.348, de 06 de agosto de 2014, resolve expedir a seguinte, INSTRUÇÃO Nº 011/2015 Orienta os órgãos e entidades da Pública do Poder Executivo Estadual sobre os procedimentos referentes às contratações de serviços da Companhia de Processamento de Dados do Estado

Leia mais

SEMINÁRIO REGIONAL DE DISSEMINAÇÃO DO URBEM-CNM

SEMINÁRIO REGIONAL DE DISSEMINAÇÃO DO URBEM-CNM SEMINÁRIO REGIONAL DE DISSEMINAÇÃO DO URBEM-CNM PROJETO O Projeto de Integração e Institucionalização da Lei Geral na gestão Municipal é uma parceria firmada entre o SEBRAE e a CNM: Objetivo de institucionalizar,

Leia mais

Implantação do Sistema SIG/UFRN na UNIFESP

Implantação do Sistema SIG/UFRN na UNIFESP Implantação do Sistema SIG/UFRN na UNIFESP Assessoria de Planejamento Departamento de Tecnologia da Informação DTI Maio/2013 Assessoria de Planejamento - DTI Planejar e gerenciar as atividades de governança

Leia mais

PROJETO DE MODERNIZAÇÃO DO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS Planejamento da implantação do novo software Reunião Geral: 05 de setembro de 2013 14h00 -Início PROPOSTA DE AGENDA Encontro de Operadores:

Leia mais

Somos uma empresa formada por equipes especialistas em programação, webdesigner, publicidade e consultores

Somos uma empresa formada por equipes especialistas em programação, webdesigner, publicidade e consultores GESTORSITES GESTORSITES QUEM SOMOS Somos uma empresa formada por equipes especialistas em programação, webdesigner, publicidade e consultores de negócios com o propósito de agregar valor aos negócios de

Leia mais

Contrato de Empréstimo n.º 980/OC-BR. República Federativa do Brasil e o Banco Interamericano de Desenvolvimento

Contrato de Empréstimo n.º 980/OC-BR. República Federativa do Brasil e o Banco Interamericano de Desenvolvimento TERMO DE REFERÊNCIA Projeto BRA/97/032 Coordenação do Programa de Modernização Fiscal dos Estados Brasileiros - PNAFE Contrato de Empréstimo n.º 980/OC-BR entre a República Federativa do Brasil e o Banco

Leia mais

EMENTA CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO

EMENTA CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICO-ALVO: Os Cursos Técnicos são destinados a todos que estão cursando o 2º ano ou já completaram o Ensino Médio e que desejam aprender uma profissão, entrar no mercado de trabalho ou buscar uma melhor

Leia mais

A INSTITUIÇÃO TESOURO ESTADUAL EM TEMPO DE AMEAÇAS ÀS FINANÇAS CAPIXABAS*

A INSTITUIÇÃO TESOURO ESTADUAL EM TEMPO DE AMEAÇAS ÀS FINANÇAS CAPIXABAS* A INSTITUIÇÃO TESOURO ESTADUAL EM TEMPO DE AMEAÇAS ÀS FINANÇAS CAPIXABAS* Marcos Bragatto O sucesso da gestão de qualquer instituição se fundamenta na eficiência do desempenho do tripé métodos, meios e

Leia mais

Orientações Estruturantes

Orientações Estruturantes Ministério do Esporte Programa Esporte e Lazer da Cidade PELC & Vida Saudável Orientações Estruturantes 2016 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO E PROJETO TÉCNICO PEDAGÓGICO...3 3. RELAÇÃO

Leia mais

TELESSAÚDE BRASIL REDES NA ATENÇÃO BÁSICA

TELESSAÚDE BRASIL REDES NA ATENÇÃO BÁSICA MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA TELESSAÚDE BRASIL REDES NA ATENÇÃO BÁSICA MANUAL INSTRUTIVO Sumário Introdução... 3 Atividades a serem desenvolvidas dentro

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO CGU-REGIONAL/MT

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO CGU-REGIONAL/MT PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO CGU-REGIONAL/MT METODOLOGIA DE TRABALHO E USO DE FERRAMENTAS DE TI APLICADAS À AUDITORIA Outubro/2013 1. ESTRUTURA

Leia mais

Soluções para Administração Municipal. Outubro 2010

Soluções para Administração Municipal. Outubro 2010 Soluções para Administração Municipal Outubro 2010 Entre as maiores de TI no país Do tamanho do Brasil Sede: Jacarepaguá, Rio de Janeiro Sedes Regionais - Rio, São Paulo, Brasília, Curitiba e Recife 28

Leia mais

I Efetivação do compromisso social do IFAL com o Estado de Alagoas;

I Efetivação do compromisso social do IFAL com o Estado de Alagoas; PROGRAMA DE APOIO AO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES INTEGRADAS PROIFAL 1. OBJETIVO Apoiar o Instituto Federal de Alagoas IFAL nas atividades de ensino, pesquisa e extensão

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ESPECIALIZADOS CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ESPECIALIZADOS CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS Este 1. Termo APRESENTAÇÃO para Consórcio realizar de estudos, referência visando se aplica à avaliação à contratação da estrutura de serviços técnica técnicos e administrativa especializados município

Leia mais

PROGRAMA DESENVOLVIMENTO ADMINISTRATIVO E TECNOLÓGICO CONSELHO DIRETOR

PROGRAMA DESENVOLVIMENTO ADMINISTRATIVO E TECNOLÓGICO CONSELHO DIRETOR PROGRAMA DESENVOLVIMENTO ADMINISTRATIVO E TECNOLÓGICO CONSELHO DIRETOR TERMO DE ABERTURA Preparado por: Cláudio França de Araújo Gestor do Programa CD Aprovado por: Ricardo Antônio de Arruda Veiga Representante

Leia mais

DAS JUNTAS DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA

DAS JUNTAS DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA Projeto Conciliar PROPOSTA PARA CRIAÇÃO DE MECANISMOS DE FORMAÇÃO E CONTROLE DAS JUNTAS DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA Parceiros 1. Índice 1. Apresentação do INQJ... 2. Objeto do Documento... 3. Análise do Contexto...

Leia mais

Projeto: Sistema de Gestão S.G.

Projeto: Sistema de Gestão S.G. Projeto: Sistema de Gestão S.G. Universidade Federal de Uberlândia 1/11 Histórico de revisão Versão 1.0 Data Ve rsão Descrição Autores 012 09/07/2 1.0 Descrição do Projeto de desenvolvimento do Sistema

Leia mais

SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DA SECRETARIA DA SAUDE PROJETO DE TRABALHO

SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DA SECRETARIA DA SAUDE PROJETO DE TRABALHO SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DA SECRETARIA DA SAUDE PROJETO DE TRABALHO INTRODUÇÃO O avanço da tecnologia trouxe inúmeros benefícios à população. Quando usada de maneira saudável e inteligente, auxilia na

Leia mais

Curso de Especialização em FORMAÇÃO DE CONSULTORES EM ORGANIZAÇÕES

Curso de Especialização em FORMAÇÃO DE CONSULTORES EM ORGANIZAÇÕES Curso de Especialização em FORMAÇÃO DE CONSULTORES EM ORGANIZAÇÕES ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Formação de Consultores em Organizações.

Leia mais

Secretaria Municipal de Fazenda

Secretaria Municipal de Fazenda ANEXO VI TERMO DE REFERENCIA 1. Justificativa A Secretaria Municipal de Fazenda, no cumprimento de sua missão institucional é responsável por garantir a arrecadação dos tributos municipais e de outras

Leia mais

Questionário de Governança de TI 2016

Questionário de Governança de TI 2016 Questionário de Governança de TI 2016 De acordo com o Referencial Básico de Governança do Tribunal de Contas da União, a governança no setor público compreende essencialmente os mecanismos de liderança,

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

Processo de Crédito. Setor Público. Implementação de Medidas Estruturantes. XI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios.

Processo de Crédito. Setor Público. Implementação de Medidas Estruturantes. XI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Processo de Crédito Setor Público Implementação de Medidas Estruturantes XI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios - Abril /2008 - Agenda 1 Operações de Crédito com ente público 2 Parceria Público

Leia mais

certisign.com.br Apresentação de Serviço Certificação Digital para Escritórios Contábeis

certisign.com.br Apresentação de Serviço Certificação Digital para Escritórios Contábeis Apresentação de Serviço Certificação Digital para Escritórios Contábeis certisign.com.br Apresentação A Certificação Digital é apoiada pelos principais órgãos, entidades reguladoras e organizações de classe

Leia mais

CATÁLOGO DE SERVIÇOS DIRETORIA DE SUPORTE COMPUTACIONAL VERSÃO 1.0

CATÁLOGO DE SERVIÇOS DIRETORIA DE SUPORTE COMPUTACIONAL VERSÃO 1.0 CATÁLOGO DE SERVIÇOS DIRETORIA DE SUPORTE COMPUTACIONAL VERSÃO 1.0 2011 1 1. APRESENTAÇÃO No momento de sua concepção não haviam informações detalhadas e organizadas sobre os serviços de Tecnologia da

Leia mais

www.softwarepublico.gov.br Paulo Ricardo da Silva Coordenador do e-cidade Nº 1 www.dbseller.com.br

www.softwarepublico.gov.br Paulo Ricardo da Silva Coordenador do e-cidade Nº 1 www.dbseller.com.br www.softwarepublico.gov.br Paulo Ricardo da Silva Coordenador do e-cidade Nº 1 Histórico e-cidade Software Público de Gestão Municipal DBSeller Serviços de Informática Ltda Porto Alegre - RS Início em

Leia mais

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Itajubá/MG Fevereiro de 2012 Plano Anual de 2 de 11 Revisão 01 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1 OBJETIVO GERAL... 4 2

Leia mais

Conselheiro José Carlos Novelli Presidente do TCE-MT

Conselheiro José Carlos Novelli Presidente do TCE-MT Conselheiro José Carlos Novelli Presidente do TCE-MT Conceito Segundo Jorge Ulisses Jacoby Fernandes: [...] desenvolvimento institucional compreende o crescimento e o progresso de qualquer coisa em que

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. 11 4963-5400 / 11 4963-6242 www.gruposec.com.br

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. 11 4963-5400 / 11 4963-6242 www.gruposec.com.br APRESENTAÇÃO COMERCIAL Porque o GrupoSec? Grande parte do combustível das empresas são os seus colaboradores. Para contratá-los e mantê-los treinados e eficientes é trabalhoso e custa caro? E se dissermos

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC METODOLOGIA PARA O ENSINO DE LINGUA PORTUGUESA. Parte 1 (solicitante)

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC METODOLOGIA PARA O ENSINO DE LINGUA PORTUGUESA. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFENCIA EM FORMAÇÃO E APOIO

Leia mais

O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino

O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino Escolher o Sponte Educacional é escolher inteligente Sistema web para gerenciamento de instituições

Leia mais

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal Mapa de obras contratadas pela CEF, em andamento com recursos do Governo Federal 5.048

Leia mais

Conquistamos ao longo de nossa trajetória mais de 30.000 licenças em operação em 6.500 clientes ativos.

Conquistamos ao longo de nossa trajetória mais de 30.000 licenças em operação em 6.500 clientes ativos. Institucional Perfil A ARTSOFT SISTEMAS é uma empresa brasileira, fundada em 1986, especializada no desenvolvimento de soluções em sistemas integrados de gestão empresarial ERP, customizáveis de acordo

Leia mais

Principais Responsabilidades:

Principais Responsabilidades: DESENHO DE CARGO E TAREFAS DO DESENVOLVEDOR WEB Conhecimento dos sistemas gerenciadores de banco (MySQL), modelagem de dados, inglês técnico. Conhecimento em plataformas e metodologias de desenvolvimento

Leia mais

Unidade de Medida: % de execução física Especificação do Produto

Unidade de Medida: % de execução física Especificação do Produto Programa 0565 - Prestação Jurisdicional do Supremo Tribunal Federal Número de Ações 13 Tipo: Operações Especiais 09HB - Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de

Leia mais

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. SEGPLAN DISPONIBILIZA SERVIÇOS ELETRÔNICOS VIA WEB E DISPOSITIVOS MÓVEIS

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. SEGPLAN DISPONIBILIZA SERVIÇOS ELETRÔNICOS VIA WEB E DISPOSITIVOS MÓVEIS Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. SEGPLAN DISPONIBILIZA SERVIÇOS ELETRÔNICOS VIA WEB E DISPOSITIVOS MÓVEIS Perfil A Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan)

Leia mais

Associação Beneficente Salvare ANEXO I FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS

Associação Beneficente Salvare ANEXO I FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS Associação Beneficente Salvare ANEXO I FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS DADOS DA ORGANIZAÇÃO PROPONENTE Razão Social CNPJ Endereço Completo Inscrição Telefone Email Representante Legal

Leia mais

Gestão de Processos de RH

Gestão de Processos de RH Gestão de Processos de RH A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores competências

Leia mais

Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PÚBLICA

Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PÚBLICA Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PÚBLICA ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração Empresarial. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em MBA Executivo em Gestão Pública.

Leia mais

Aplicação FUNCIONALIDADES

Aplicação FUNCIONALIDADES O sistema Advice é uma solução Corpdigital baseada na web que centraliza, de forma totalmente integrada, as atividades de um conselho de fiscalização profissional. A ferramenta apresenta módulos integrados

Leia mais

TCC CURSO POS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO DESIGN INSTRUCIONAL ROTEIRO DO PROJETO DE DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO

TCC CURSO POS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO DESIGN INSTRUCIONAL ROTEIRO DO PROJETO DE DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO TCC CURSO POS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO DESIGN INSTRUCIONAL ROTEIRO DO PROJETO DE DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO 1. INTRODUÇÃO 1.1. CONTEXTO EM QUE O PROJETO SERÁ REALIZADO: Dados Gerais sobre a instituição

Leia mais

Municipais. Tribunal de Contas do Estado da Paraíba

Municipais. Tribunal de Contas do Estado da Paraíba Encontro de Gestores Públicos Municipais Tribunal de Contas do Estado da Paraíba Desafios para a nova gestão Receitas Municipais Despesas Municipais FPM IPTU ISS ITBI Taxas Repasses Estaduais Repasses

Leia mais

Tecnologia nos Municípios Brasileiros

Tecnologia nos Municípios Brasileiros PREFEITURA DE ITABORAÍ SECRETARIA DE FAZENDA ASSCT&I & (COBRA/BANCO DO BRASIL) DIRETORIA DE SISTEMAS INTEGRADOS Tecnologia nos Municípios Brasileiros O TERMO CIDADE DIGITAL Uma Cidade Digital muitas vezes

Leia mais

Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas. Eng. Alison Rabelo arabelo@next.org.br

Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas. Eng. Alison Rabelo arabelo@next.org.br Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas Eng. Alison Rabelo arabelo@next.org.br Objetivo do Núcleo O - Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas - tem como objetivo a melhoria contínua da qualidade

Leia mais

Relatório de Gestão 30 dias 2015

Relatório de Gestão 30 dias 2015 COMPANHIA RIO-GRANDENSE DE ARTES GRÁFICAS CORAG Relatório de Gestão 30 dias 2015 O mês de março marca um novo ciclo de transformação na Corag, com a verificação de que temos potencial para ampliar nosso

Leia mais

Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal. Banco do Setor público

Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal. Banco do Setor público Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal Banco do Setor público 2 Sumário Introdução 04 Cartão de Pagamento do Governo Federal CPGF 04 Passo a Passo 10 Perguntas e Respostas 12 Legislação I Ementa

Leia mais

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação)

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação) DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação) OBJETIVOS E METAS 1. Garantir a inclusão digital, instalando computadores nas escolas públicas de ensino fundamental

Leia mais

PLANO DE TRABALHO RESOLUÇÃO Nº 90 DE 2009 DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA

PLANO DE TRABALHO RESOLUÇÃO Nº 90 DE 2009 DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA PLANO DE TRABALHO RESOLUÇÃO Nº 90 DE 2009 DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA Estrutura: 1. Método de elaboração deste Plano de Trabalho e do respectivo Cronograma. 2. Cronograma. 3. Detalhamento das atividades

Leia mais

CONCEITOS RELACIONADOS ÀS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NOS EPISÓDIOS 1, 2 E 3.

CONCEITOS RELACIONADOS ÀS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NOS EPISÓDIOS 1, 2 E 3. CONCEITOS RELACIONADOS ÀS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NOS EPISÓDIOS 1, 2 E 3. PROBLEMA: É UM OBSTÁCULO QUE ESTÁ ENTRE O LOCAL ONDE SE ESTÁ E O LOCAL EM QUE SE GOSTARIA DE ESTAR. ALÉM DISSO, UM PROBLEMA

Leia mais

SOLICITAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÕES DE INTERESSE Nº 020/2015 PROGRAMA IPEA PESQUISA SELEÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL

SOLICITAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÕES DE INTERESSE Nº 020/2015 PROGRAMA IPEA PESQUISA SELEÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL SOLICITAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÕES DE INTERESSE Nº 020/2015 PROGRAMA IPEA PESQUISA SELEÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL Contrato de Empréstimo de Cooperação Técnica nº 1841/OC-BR Projeto: Migração

Leia mais

Curso de Especialização EM GESTÃO DE PESSOAS

Curso de Especialização EM GESTÃO DE PESSOAS Curso de Especialização EM GESTÃO DE PESSOAS ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão de Pessoas. OBJETIVO DO CURSO: Formar e preparar

Leia mais

ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA. Declaração de trabalho, serviços e especificações

ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA. Declaração de trabalho, serviços e especificações PROCESSO 026-2013 ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA Declaração de trabalho, serviços e especificações A Contratada deverá executar o trabalho e realizar os serviços a seguir, indicados de acordo com as especificações

Leia mais

Curso: Obtenção de Novo Título

Curso: Obtenção de Novo Título GUIA INFORMATIVO Curso: Obtenção de Novo Título Impressão e Editoração 31 3667-2062 / 0800 0055151 Rua Zacarias Roque - Nº 63 - Centro - Coronel Fabriciano-MG - CEP 35.170-025 Prezado (a) aluno (a), seja

Leia mais

SUMÁRIO. White Paper - NETGLOBE 2

SUMÁRIO. White Paper - NETGLOBE 2 SUMÁRIO Conhecendo a Telepresença... 3 A nova era da Videoconferência: Telepresença... 3 Como viabilizar um projeto de Telepresença... 4 Telepresença oferece excelente qualidade em uma fantástica experiência,

Leia mais

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES NECTAR.

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES NECTAR. ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES NECTAR. OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA CONSTRUÇÃO DO PORTAL E AQUISIÇÃO DE SOFTWARE DE GESTÃO DE

Leia mais

Um passo inicial para aplicação do gerenciamento de projetos em pequenas empresas

Um passo inicial para aplicação do gerenciamento de projetos em pequenas empresas Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão de Projetos Aperfeiçoamento/GPPP1301 T132 09 de outubro de 2013 Um passo inicial para aplicação do gerenciamento de s em pequenas empresas Heinrich

Leia mais

TERMOS DE USO DE SOFTWARE, PRIVACIDADE, TREINAMENTO E SUPORTE TÉCNICO

TERMOS DE USO DE SOFTWARE, PRIVACIDADE, TREINAMENTO E SUPORTE TÉCNICO 04/08/2015 07:47 1/6 TERMOS DE USO DE SOFTWARE, PRIVACIDADE, TREINAMENTO E SUPORTE TÉCNICO TERMOS DE USO DE SOFTWARE, PRIVACIDADE, TREINAMENTO E SUPORTE TÉCNICO 1. DO OBJETO Pelo presente TERMO DE USO,

Leia mais

ANEXO II REQUISITOS, ATRIBUIÇÕES E REMUNERAÇÕES DOS CARGOS

ANEXO II REQUISITOS, ATRIBUIÇÕES E REMUNERAÇÕES DOS CARGOS CARGO/GRUPO Analista Informática Sistemas ANEXO II REQUISITOS, ATRIBUIÇÕES E REMUNERAÇÕES DOS CARGOS ATRIBUIÇÕES Codificar e manter aplicações e classes Executar análise, diagnóstico e correção problemas

Leia mais

EDITAL N 211/2011 RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 203/11.

EDITAL N 211/2011 RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 203/11. EDITAL N 211/2011 RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 203/11. ANDERSON JOSÉ TOMIELLO HOFFMEISTER, Prefeito de Tramandaí, no uso de suas atribuições, torna público, para conhecimento dos interessados,

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Introdução as redes de comunicação e redes de computadores Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza

Sistemas de Informações Gerenciais Introdução as redes de comunicação e redes de computadores Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Sistemas de Informações Gerenciais Introdução as redes de comunicação e redes de computadores Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão reservados

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

Boas Práticas em Contratação de Soluções de TI Riscos e Controles para o planejamento da Contratação

Boas Práticas em Contratação de Soluções de TI Riscos e Controles para o planejamento da Contratação Tribunal de Contas da União Boas Práticas em Contratação de Soluções de TI Riscos e Controles para o planejamento da Contratação Carlos Mamede, MSc, CISA, CGEIT Tribunal de Contas da União - TCU Secretaria

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO DE PROVIDÊNCIAS INICIAIS Março/2014 V 1.1 REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO DE AGRONEGÓCIOS E LEGISLAÇÃO AMBIENTAL

Curso de Especialização em GESTÃO DE AGRONEGÓCIOS E LEGISLAÇÃO AMBIENTAL Curso de Especialização em GESTÃO DE AGRONEGÓCIOS E LEGISLAÇÃO AMBIENTAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração Meio Ambiente. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão de

Leia mais

Curso de Especialização em CONTABILIDADE PÚBLICA E LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

Curso de Especialização em CONTABILIDADE PÚBLICA E LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL Curso de Especialização em CONTABILIDADE PÚBLICA E LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração - Gestão Pública. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização

Leia mais

GIPS -uma ferramenta para gerenciamento integrado de projetos de software baseada no MPS.BR. Autores

GIPS -uma ferramenta para gerenciamento integrado de projetos de software baseada no MPS.BR. Autores GIPS -uma ferramenta para gerenciamento integrado de projetos de software baseada no MPS.BR Autores Jorge L. Cruz Miriane R. Bocchio Márcio F. C. Ricardo 1 Agenda IMA breve apresentação GIPS o Ambiente

Leia mais

Nota Orientadora Pronatec-Tec e Idiomas nº 05/2013 Assunto: - Processo de Ingresso Pronatec-Tec/RS e Idiomas 02/2013

Nota Orientadora Pronatec-Tec e Idiomas nº 05/2013 Assunto: - Processo de Ingresso Pronatec-Tec/RS e Idiomas 02/2013 Nota Orientadora Pronatec-Tec e Idiomas nº 05/2013 Assunto: - Processo de Ingresso Pronatec-Tec/RS e Idiomas 02/2013 1- Encontros de Formação Regional de Gestores Locais Pronatec Tec e Idiomas nas CREs

Leia mais

RDI-011. HC UFMG Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Relatório de Diagnóstico para Implantação

RDI-011. HC UFMG Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Relatório de Diagnóstico para Implantação HC UFMG Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Relatório de Diagnóstico para Implantação RDI-011 Coordenadoria de Desenvolvimento de Sistemas da Informação DGPTI Diretoria de Gestão

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICA 2006

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICA 2006 PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICA 2006 Curitiba, dezembro de 2005 APRESENTAÇÃO Em atendimento ao disposto na legislação, bem como no Estatuto, a Diretoria Executiva do PARANACIDADE submete, à apreciação e conseqüente

Leia mais

Produtos do Inmetro - Metodologia dos Eixos Estruturantes do Grupo de Trabalho Permanente do Mdic (GTP APL)

Produtos do Inmetro - Metodologia dos Eixos Estruturantes do Grupo de Trabalho Permanente do Mdic (GTP APL) Produtos do - Metodologia dos Eixos Estruturantes do Grupo de Trabalho Permanente do Mdic (GTP APL) EIXO FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO Categoria Instituições Instrumento Descrição Como Acessar Formação (1) Formação

Leia mais

..: FormSus :.. http://formsus.datasus.gov.br/site/popup_unidade_detalhe.php?id_aplica...

..: FormSus :.. http://formsus.datasus.gov.br/site/popup_unidade_detalhe.php?id_aplica... 1 de 1 3/1/212 17:2 EGTI 211/212 - Autodiagnostico 21 Imprimir Identificação 1. Qual a identificação do órgão? Agência Nacional de Saúde Suplementar 2. Qual o âmbito de preenchimento do formulário? Órgão

Leia mais

PERGUNTA: [...] 1. Entendemos que a abrangência do trabalho deve considerar os seguintes órgãos do MEC:

PERGUNTA: [...] 1. Entendemos que a abrangência do trabalho deve considerar os seguintes órgãos do MEC: ESCLARECIMENTO II AOS INTERESSADOS. Brasília, 24 de outubro de 2008. REFERÊNCIA: PREGÃO 45/2008 Proc. nº: 23000.011534/2008-22 ASSUNTO: Respostas aos Questionamentos. Prezados Senhores interessados, Em

Leia mais

PLANO DE AÇÃO GESTÃO 2016 2020 APRESENTAÇÃO

PLANO DE AÇÃO GESTÃO 2016 2020 APRESENTAÇÃO Eu queria uma escola que lhes ensinasse a pensar, a raciocinar, a procurar soluções (...) Eu também queria uma escola que ensinasse a conviver, cooperar, a respeitar, a esperar, saber viver em comunidade,

Leia mais

Serviço de gestão, operação, monitoramento e. atividades do datacenter interno

Serviço de gestão, operação, monitoramento e. atividades do datacenter interno Serviço de gestão, operação, monitoramento e documentação das atividades do datacenter interno VISÃO POR TECNOLOGIA MODELO DE OPERAÇÃO IN LOCO -ASSISTIDA A LPCti disponibiliza uma equipe de profissionais

Leia mais

EDITAL SGP Nº 001/2014 CADASTRAMENTO INTERNO DE INSTRUTORES PARA MINISTRAR CURSOS DE CAPACITAÇÃO. PLANO DE CAPACITAÇÃO/2014 DA UNIVASF.

EDITAL SGP Nº 001/2014 CADASTRAMENTO INTERNO DE INSTRUTORES PARA MINISTRAR CURSOS DE CAPACITAÇÃO. PLANO DE CAPACITAÇÃO/2014 DA UNIVASF. EDITAL SGP Nº 001/2014 CADASTRAMENTO INTERNO DE INSTRUTORES PARA MINISTRAR CURSOS DE CAPACITAÇÃO. PLANO DE CAPACITAÇÃO/2014 DA UNIVASF. A Secretária de Gestão de Pessoas, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica Edital 1/2014 Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica A (PoloSul.org) torna pública a presente chamada e convida os interessados para apresentar propostas de incubação

Leia mais

A organização como fundamento da administração escolar

A organização como fundamento da administração escolar A organização como fundamento da administração escolar Introdução A pré-escola tem papel de destaque na formação da criança. Além de estimular o desenvolvimento motor, cognitivo, afetivo e social, o ensino

Leia mais

Ministério Público do Estado de Goiás

Ministério Público do Estado de Goiás Ministério Público do Estado de Goiás Apresentação Inicial PMO Institucional MP-GO 1 Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. Em muitos casos

Leia mais

Contrato de ATER. Contratos Individuais com recursos para Investimentos Básicos CPR-SIB, CAF e NPT

Contrato de ATER. Contratos Individuais com recursos para Investimentos Básicos CPR-SIB, CAF e NPT CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM E, COM A INTERVENIENCIA DA UNIDADE TÉCNICA ESTADUAL - UTE DO PROGRAMA NACIONAL DE CRÉDITO FUNDIÁRIO DO ESTADO, VOLTADA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ATER ÀS FAMÍLIAS FINANCIADAS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. MODALIDADE VAGAS: Produto 1 (uma) vagas

TERMO DE REFERÊNCIA. MODALIDADE VAGAS: Produto 1 (uma) vagas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Esplanada dos Ministérios Bloco L, Edifício Sede 4º Andar Bairro Zona Cívico Administrativa, Brasília/DF, CEP 70047 900 Telefone: 2022 8581 e Fax: 2022 8582 http://www.mec.gov.br

Leia mais

SOLUÇÃO SUA GESTÃO COMEÇA AQUI

SOLUÇÃO SUA GESTÃO COMEÇA AQUI A SOLUÇÃO PARA SUA GESTÃO COMEÇA AQUI A realidade do mercado corporativo atual exige que as empresas invistam cada vez mais em sistemas de informação que garantam suporte confiável para tomada de decisões.

Leia mais

Boas práticas, vedações e orientações para contratação de serviços de desenvolvimento e manutenção de software (Fábrica de Software)

Boas práticas, vedações e orientações para contratação de serviços de desenvolvimento e manutenção de software (Fábrica de Software) MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Tecnologia da Informação Departamento de Infraestrutura e Serviços de Tecnologia da Informação Departamento de Governança e Sistemas de Informação

Leia mais

Software Público Brasileiro/4CMBr e Dados Abertos

Software Público Brasileiro/4CMBr e Dados Abertos Software Público Brasileiro/4CMBr e Dados Abertos Luis Felipe Costa Brasília, Janeiro de 2013 ENCONTRO NACIONAL COM PREFEITOS E PREFEITAS Vamos falar sobre: Conceito de Dados Abertos Conceito de Software

Leia mais

Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação

Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação Projeto Básico (pdf) A Gerência de Sistemas GESIS, da Gerência Geral de Gestão do Conhecimento e Documentação- GGCON, tem como objetivo Implantar

Leia mais

INFORMATIVO CURSO DE EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA, FINANCEIRA E CONTÁBIL NO SIAFE-RIO (EXOFIC-01 E EXOFIC-02)

INFORMATIVO CURSO DE EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA, FINANCEIRA E CONTÁBIL NO SIAFE-RIO (EXOFIC-01 E EXOFIC-02) GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA INFORMATIVO CURSO DE EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA, FINANCEIRA E CONTÁBIL NO SIAFE-RIO (EXOFIC-01 E EXOFIC-02) 1. OBJETIVO Atualizar, aperfeiçoar

Leia mais

FUNDAÇÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA GUAMÁ

FUNDAÇÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA GUAMÁ ANEXO I ATO CONVOCATÓRIO Nº 002/2012 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: Contratação de Empresa para Recrutamento, Seleção e Contratação de Pessoal para Treinamento, Capacitação e Consultoria à Fundação de Ciência

Leia mais

ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA II Prestação de Serviço referente à Agência Digital e Desenvolvimento do Site Web do CAU/SC

ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA II Prestação de Serviço referente à Agência Digital e Desenvolvimento do Site Web do CAU/SC ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA II Prestação de Serviço referente à Agência Digital e Desenvolvimento do Site Web do CAU/SC 1. DA JUSTIFICATIVA O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Santa Catarina para

Leia mais

MODELO: TERMO DE ABERTURA DE PROJETO

MODELO: TERMO DE ABERTURA DE PROJETO MODELO: TERMO DE ABERTURA DE PROJETO Instituição Executora: GTI Soluções inteligentes Título do Projeto: Sistema de controle de questões e avaliações Cliente: FACULDADE SENAC-DF Termo de Abertura do Projeto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROJETO DE RESIDÊNCIA EM SOFTWARE PÚBLICO BRASILEIRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROJETO DE RESIDÊNCIA EM SOFTWARE PÚBLICO BRASILEIRO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROJETO DE RESIDÊNCIA EM SOFTWARE PÚBLICO BRASILEIRO Filipe Henrique S. G. de Oliveira, Eugênio Cézar Maciel Marques, Francisco Caio Silva Ladislau, Jorge

Leia mais

Plano de Parcerias BuenitStore

Plano de Parcerias BuenitStore Plano de Parcerias Agências, Desenvolvedores e Designers 18.03.2015 v.2 Objetivo Apresentar ao mercado de criação digital a nossa proposta de parceria e colaboração técnica para criação de projetos de

Leia mais

Soluções de Inteligência de Negócio e Mercado

Soluções de Inteligência de Negócio e Mercado Soluções de Inteligência de Negócio e Mercado Fernando Garre e Majela Fortes Especialistas em consultoria de Business Intelligence / Data Warehouse Consultoria focada nas Soluções de Business Intelligence

Leia mais

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO 1. LICENCIAMENTO 1.1. Todos os componentes da solução devem estar licenciados em nome da CONTRATANTE pelo período de 36 (trinta e seis) meses; 1.2. A solução deve prover suporte técnico 8 (oito) horas

Leia mais

Há mais de 20 anos ajudando a construir o seu projeto de vida.

Há mais de 20 anos ajudando a construir o seu projeto de vida. Há mais de 20 anos ajudando a construir o seu projeto de vida. A Anhanguera Educacional nasceu em Leme (SP), em 1994, com a missão de formar e capacitar jovens estudantes para o mercado de trabalho. Alinhada

Leia mais

A experiência de quem trouxe a internet para o Brasil agora mais perto de você

A experiência de quem trouxe a internet para o Brasil agora mais perto de você A experiência de quem trouxe a internet para o Brasil agora mais perto de você A Escola A Escola Superior de Redes da RNP privilegia um ensino totalmente prático. Os laboratórios são montados de forma

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Item Descrição Unidade

TERMO DE REFERÊNCIA. Item Descrição Unidade TERMO DE REFERÊNCIA 1 OBJETO 1.1 Descrição: Renovação de subscrição do software Citrix XenApp (360 licenças) 1.2 Detalhamento dos Bens e Serviços que compõem a Solução: Item Descrição Unidade 1 2 3 4 5

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS GEO 01 01 Vaga

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS GEO 01 01 Vaga INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS GEO 01 01 Vaga 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultoria para apoiar as ações do Programa Nacional de Crédito Fundiário

Leia mais

COLETA DE PREÇOS PARA REGISTRO DE PREÇOS CP- 02/2015

COLETA DE PREÇOS PARA REGISTRO DE PREÇOS CP- 02/2015 COLETA DE PREÇOS PARA REGISTRO DE PREÇOS CP- 02/2015 Objetivo Geral Contratação, por registro de preços, de serviços técnicos especializados de auditoria independente a serem prestados à EMBRAPII, compreendendo

Leia mais

Projeto BRA 04/033 Coordenação do Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros - PNAFM TERMO DE REFERÊNCIA

Projeto BRA 04/033 Coordenação do Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros - PNAFM TERMO DE REFERÊNCIA Projeto BRA 04/033 Coordenação do Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros - PNAFM TERMO DE REFERÊNCIA Contrato por Produto Nacional 1. Função no Projeto:

Leia mais

Proposta 063.10. Desenvolvimento Website

Proposta 063.10. Desenvolvimento Website Proposta Desenvolvimento Website 063.10 www.iwcomunicacao.com.br 1 ÍNDICE 1 Apresentação 03 2 Projeto 04 3 Etapas de Desenvolvimento 07 4 Cronograma 07 5 Investimento 08 6 Âmbito de intervenção do cliente

Leia mais

METAS PROAD. META: Aumentar a frota dos veículos oficiais em função da expansão da Universidade e conseqüentes demandas por diversos serviços.

METAS PROAD. META: Aumentar a frota dos veículos oficiais em função da expansão da Universidade e conseqüentes demandas por diversos serviços. 1 de 9 30/09/2011 16:41 Metas para o PDI 2011-2020 UNIRIO Imprimir Dados Institucionais Unidade Organizacional: Pró-Reitoria de Administração Nome do responsável pelo preenchimento: Núria Mendes Sánchez

Leia mais