MANUAL DE INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO NOS JEFs E TURMAS RECURSAIS DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO PAULO Resoluções nº e nº

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO NOS JEFs E TURMAS RECURSAIS DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO PAULO Resoluções nº 486435 e nº 511363"

Transcrição

1 1 MANUAL DE INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO NOS JEFs E TURMAS RECURSAIS DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO PAULO Resoluções nº e nº Srs. Advogados, O sistema de peticionamento online (Res. nº ) foi instituído com o fito de se agilizar a análise das iniciais e otimizar o processamento dos feitos, com base no artigo 98 da Constituição Federal que define a competência dos Juizados Especiais Federais para causas de menor complexidade e nos princípios da Lei 9.099/95, artigo 2º: oralidade, simplicidade, informalidade, economia processual e celeridade. Além disso, a iniciativa teve o objetivo de desonerar o sistema, uma vez que os anexos recebidos seriam exclusivamente os dos documentos imprescindíveis, e facilitar o trabalho dos advogados, que não mais precisam juntar a petição aos documentos para envio em único arquivo, o que muitas vezes resultava em dificuldades por conta de limites técnicos. Em poucos dias, verificamos que 80% dos advogados atuantes nos JEFs se adequaram à nova interface, com medidas simples, como a omissão de inteiro teor de acórdãos, leis, ementas, etc, bastando a menção ao número do dispositivo legal ou do julgado. A despeito disso, atendendo a pedidos de representantes da classe advocatícia, o sistema anterior foi redisponibilizado (Res. nº ) em concomitância com o atual, ficando a critério do advogado optar pelo peticionamento por digitalização da inicial, sujeito aos limites técnicos, ou por preenchimento dos campos que geram uma petição inicial automaticamente. 1. ACESSO AO SISTEMA: Para o peticionamento eletrônico, o advogado deve possuir login (CPF) e senha válidos, nos termos da Resolução nº 473/ DICA: O campo AVISOS contém informações atualizadas e relevantes acerca do funcionamento e utilização do sistema, com resposta a dúvidas frequentes. 1 A senha de acesso é obtida pelo cadastro em a ser validado mediante comparecimento à Subseção da Justiça Federal da 3ª Região mais próxima, nos termos da Resolução n.º 473/2012-CJF3. OABs que não sejam do Estado de São Paulo devem receber validação em um Juizado Especial Federal da 3ª Região mais próximo.

2 2 2. CADASTRO DO PROCESSO E ENVIO DE PETIÇÕES, APÓS LOGIN: Selecione para cadastrar dados das partes, preencher a inicial e enviar documentos. 3. CLASSIFICAÇÃO DO PROCESSO: O usuário deverá selecionar o destino, equivalente ao endereçamento (Juizados e Turmas Recursais), e as classes de ação disponíveis de interposição pela web, a saber: - JEF: PROCEDIMENTO DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL - Turma Recursal: MANDADO DE SEGURANÇA RECURSO DE MEDIDA CAUTELAR Outras classes serão disponibilizadas oportunamente. 4. CADASTRAR MATÉRIA E ASSUNTO O usuário deverá classificar a matéria e o assunto do processo, selecionando uma das opções disponibilizadas. Os assuntos obedecem à tabela do CNJ.

3 3 Após a inclusão do assunto o sistema disponibiliza tela com a descrição, habilitando a opção remover, caso a seleção esteja equivocada. DICA: ações referentes a FGTS devem ser cadastradas pela matéria ADMINISTRATIVO, e não CIVIL. 5. PETIÇÃO INICIAL: Escolha o tipo de petição inicial que pretende gerar: - PETIÇÃO INICIAL CÍVEL - PETIÇÃO INICIAL CÍVEL COM TUTELA/LIMINAR/CAUTELAR - PETIÇÃO INICIAL DPU GT RUA - PETIÇÃO INICIAL PREVIDENCIÁRIA - PETIÇÃO INICIAL PREVIDENCIÁRIA COM TUTELA/LIMINAR/CAUTELAR 6. SELEÇÃO DO TIPO DE PETICIONAMENTO: Anteriormente, a petição inicial era digitalizada com os documentos para envio. Nos termos da Resolução , as petições iniciais poderão ser geradas pelo preenchimento de um editor de texto online, onde o advogado indica os fatos e fundamentos, o pedido e as provas que pretende apresentar. Atualmente o usuário pode optar pelo preenchimento do editor de texto, que gerará uma petição inicial nos termos exatos inseridos; ou pelo envio de petição em PDF, juntamente com os documentos. Este campo define o tipo de peticionamento escolhido: preenchimento online ou PDF. Com a opção marcada, o usuário deverá preencher os três campos Fatos e fundamentos, Pedido e Provas. Neste caso, os arquivos anexos deverão conter SOMENTE os documentos que legitimam a propositura da ação. Petições anexas nesta opção serão descartadas. O usuário que optar por enviar a inicial em PDF deverá desmarcar a opção. Com isso, o sistema omitirá os campos do parágrafo anterior, e o arquivo anexo deverá conter a petição inicial e os documentos necessários, todos compondo um único PDF.

4 4 6.1 Petição Inicial gerada pelo editor de texto online: Caso tenha optado pela petição gerada diretamente, basta preencher os campos disponíveis. O texto admitirá apenas caracteres simples (letras, números, pontuação e sinais), sem formatação. Não serão admitidos caracteres especiais, ou negrito, itálico ou sublinhado. É possível copiar e colar textos de outros documentos, mas lembre-se de que o texto perderá eventual formatação especial. Dedique esse espaço exclusivamente à descrição objetiva dos fatos e fundamentos jurídicos que ensejam a propositura da ação. Não é necessário qualificar partes ou mencionar pedidos de preferência e tutela antecipada. As indicações no cadastramento já preenchem tais informações no documento a ser analisado pelo juízo. Ainda, para aproveitamento de conteúdo, sugerimos que dispense a transcrição de leis, súmulas, ementas, etc. bastando a menção ao número do dispositivo legal ou do julgado. A descrição dos Fatos/Fundamentos tem um limite de caracteres, que é equivalente a oito páginas de uma petição feita em editor de texto padrão. Dedique esse espaço exclusivamente à descrição objetiva dos pedidos da ação, de preferência, em forma de itens. Dispense expressões do tipo ISTO POSTO, REQUER:, pois o sistema as inclui automaticamente na geração da petição final, conforme pode ser verificado no exemplo de petição gerada, ao final deste manual. Não é necessário indicar o valor causa neste campo. Ele deverá ser indicado em campo específico. A descrição dos Pedidos terá um limite de caracteres, que é equivalente a uma página de petição feita em editor de texto padrão. ATENÇÃO: Preencha corretamente os campos disponíveis. ELES NÃO PODERÃO SER SUBSTITUÍDOS OU COMPLEMENTADOS POR PETIÇÕES EM ANEXO. O que for digitado nesses campos é precisamente o que constará do documento a ser analisado pelo juízo, sob pena de indeferimento da inicial ou extinção do processo, obrigando o advogado a novo cadastramento de ação.

5 5 Dedique esse espaço exclusivamente ao elenco das provas juntadas ao cadastramento da ação, de preferência, em forma de itens. Dispense as expressões do tipo Dentre as provas documentais apresentadas, junta-se a esta inicial:, pois o sistema as inclui automaticamente na geração da petição final. A indicação das provas terá um limite de caracteres. 7. ANEXAÇÃO DE DOCUMENTOS: ATENÇÃO: Ao optar pela EDIÇÃO ONLINE de petição, anexe SOMENTE DOCUMENTOS (Res ). Os documentos básicos devem ser enviados neste momento, podendo o usuário encaminhar outros arquivos a qualquer tempo, mesmo antes da distribuição do processo, ou por petição de aditamento, após a distribuição do processo. Optando pelo envio da petição digitalizada (desmarcando a opção do item 6), cuide para que a mesma esteja legível, unificada aos documentos compondo um único arquivo em PDF. Os arquivos anexos (documentos isolados ou acompanhados de petição) devem ser enviados em arquivo único, no formato PDF com tamanho não superior a 10Mb. Lembre-se que arquivos contendo petição e documentos juntos são maiores e mais pesados que os mesmos contendo apenas documentos, o que pode tornar mais difícil e demorada a anexação ao cadastro. Caso esteja encontrando dificuldades, disponibilizamos no quadro de avisos da página do peticionamento eletrônico um manual básico para digitalização de documentos e petições, contendo respostas às questões mais recorrentes apresentadas pelos advogados. 8. CADASTRAR DEMAIS DADOS DO PROCESSO: Na sequência o usuário deve preencher outras informações, também obrigatórias:

6 6 ATENÇÂO: a correta classificação da ação, da matéria e do assunto, bem como o preenchimento das opções do cadastro, geram informações no SISJEF (sistema interno dos Juizados e Turmas Recursais) que interferem diretamente na análise dos autos. 9. CADASTRO DE PÓLO ATIVO O usuário deverá selecionar o tipo de pessoa (física ou jurídica), conforme a classe selecionada, e clicar no botão cadastrar Pessoa Física: O CPF é obrigatório. Havendo a necessidade de interposição de ação sem CPF, esta deverá ser feita pessoalmente, mediante autorização do juízo. Ao informar o CPF, caso a pessoa esteja cadastrada na base de dados do JEF o sistema buscará as informações já registradas e não permitirá a alteração pelo usuário, pois o banco de dados de pessoas no sistema é unificado e eventual alteração pode afetar outro processo. A alteração dos dados desses campos somente poderá ser feita por meio de petição ao Juiz da Causa.

7 7 Indicando um CPF válido, mas que não tenha dados na base do JEF ou do CJF (webservice da Receita Federal), o sistema possibilitará a inclusão das informações de forma manual, e este novo cadastro integrará a base do JEF da forma como foi criado pelo usuário. São obrigatórios para cadastro de pessoa física: - Nome - CPF - Endereço - Data de nascimento - Nome da mãe 9.2. Pessoa Jurídica = pessoa jurídica de direito privado O CNPJ é obrigatório. Na hipótese de distribuição de ação sem CNPJ, esta deverá ser feita diretamente no JEF, mediante autorização do juiz. Se o CNPJ informado estiver na base de dados do JEF, o sistema mostrará os dados e não permitirá qualquer alteração pelo usuário externo, o que só será possível mediante peticionamento específico. Indicando um CNPJ válido, mas que não tenha dados na base do JEF, o sistema possibilitará a inclusão das informações e este novo cadastro integrará a base do JEF. O sistema não permitirá a alteração dos dados puxados da base do JEF, mas possibilitará a inclusão de outro endereço, a ser cadastrado pelo usuário. São obrigatórios para cadastro de pessoa jurídica: Nome Endereço CNPJ Clicando em Vincular ao Processo o usuário receberá uma mensagem de confirmação, e o polo ativo constará da seguinte forma:

8 8 Concluída a inclusão, o sistema possibilita ao usuário: 1- Vincular advogado; Insira a OAB conforme o exemplo. 2- Informar representante e/ou tutor; 3- Indicar um número de benefício vinculado ao processo, no caso de assuntos previdenciários; 4- Definir a pessoa principal do pólo, em caso de litisconsórcio (a primeira pessoa inserida é anotada automaticamente como principal). ATENÇÃO: A vinculação de mais de um autor é possível SOMENTE em caso de LITISCONSÓRCIO ATIVO NECESSÁRIO. Nos demais casos, deve ser cadastrada uma ação para cada autor. Tela de cadastro do Polo Ativo concluída

9 9 10. CADASTRO DO POLO PASSIVO Nos termos do art. 6º, II da Lei /2001, no pólo passivo das ações dos JEFs devem OBRIGATORIAMENTE constar a União, autarquias, fundações e/ou empresas públicas federais. Nesses casos o usuário deve selecionar a opção ENTIDADE e Cadastrar. Na tela seguinte (exemplo a seguir), deverá pesquisar pelo nome, entre as entidades pré-cadastradas (CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, INSS, etc.), selecionando a opção desejada. A inclusão de pessoa física ou jurídica no pólo passivo segue a mesma forma do pólo ativo. Mas é imprescindível que ao menos um dos réus seja cadastrado como ENTIDADE. Para que apareçam todas as opções, clique em BUSCAR ENTIDADE e, após selecionar a desejada, Vincular Entidade. Por fim, grave o cadastro e confirme na tela seguinte. Tela de Confirmação do Cadastro do Processo Após a conclusão, um automático é enviado, confirmando os dados acima. Sugerimos que guarde esses dados, para acompanhamento da análise do cadastro (aceite ou descarte), conforme será mostrado no item 10 deste manual.

10 COMO FICARÁ A PETIÇÃO GERADA DIRETAMENTE: Dados informados no cadastro da ação. Texto padrão gerado pelo sistema Matéria, assunto e complemento selecionados pelo advogado. Conteúdo do campo Fatos/ Fundamentos ATENÇÃO: Preencha corretamente o campo dos fatos e fundamentos. ELES NÃO PODERÃO SER SUBSTITUÍDOS OU COMPLEMENTADOS POR PETIÇÕES EM ANEXO. O que for digitado nesses campos é precisamente o que constará do documento a ser analisado pelo juízo, sob pena de indeferimento da inicial ou extinção do processo, obrigando o advogado a novo cadastramento de ação.

11 11 Conteúdo do campo Fatos/ Fundamentos Texto padrão gerado pelo sistema Conteúdo do campo Pedidos ATENÇÃO: Preencha corretamente o campo dos pedidos. ELES NÃO PODERÃO SER SUBSTITUÍDOS OU COMPLEMENTADOS POR PETIÇÕES EM ANEXO. O que for digitado nesses campos é precisamente o que constará do documento a ser analisado pelo juízo, sob pena de indeferimento da inicial ou extinção do processo, obrigando o advogado a novo cadastramento de ação.

12 12 Conteúdo do campo Pedidos Texto padrão gerado pelo sistema

13 13 Conteúdo do campo Provas Informação gerada pelo sistema ATENÇÃO: As petições, uma vez cadastradas, não podem ser devolvidas ou alteradas pelo sistema. Todos os dados apresentar-se-ão ao Juízo exatamente como informados pelo usuário.

14 ANÁLISE E REENVIO DE PETIÇÕES: Concluído o cadastro do processo, a unidade de destino fará conferência dos dados informados, registrando o aceite ou o descarte dos anexos. O usuário poderá acompanhar a distribuição do processo na opção Consulta Processo JEF. Haverá publicação da ata de distribuição automática pela unidade, assim que for concluída. Nos termos do art. 7º da Resolução n.º 529/2014-CJF3, o JEF poderá rejeitar os arquivos enviados no momento do cadastro do processo ao analisar o arquivo. Art. 7º (...) Parágrafo único. Serão descartados(as): I - petições iniciais ou pedidos de abertura de reclamação pré-processual com páginas incompletas, ilegíveis, em branco ou com defeito no arquivo; II - petições iniciais ou pedidos de abertura de reclamação pré-processual que contenham nome de parte ou número de processo/reclamação diversos daqueles indicados no cadastro; III - petições iniciais ou pedidos de abertura de reclamação pré-processual que não indiquem o número do CPF; IV - cadastro de processo/reclamação ou pedidos de abertura de reclamação pré-processual acompanhados de documento diverso da petição inicial; V - o cadastro do processo acompanhado de petição inicial com mais de um autor, exceto nos casos de litisconsórcio ativo necessário. Outros motivos de descarte estão relacionados nas Resoluções nºs e

15 15 A mensagem de descarte da petição inicial pode não ser encaminhada na seqüência ao cadastro, pois dependerá da análise da petição, no JEF. No caso de descarte em análise posterior do JEF, será enviado um de notificação ao advogado. O acompanhamento pode ser feito na opção Consulta de Petições : Rejeitada a petição inicial, o usuário que optou pelo envio de petição em PDF deverá realizar novo cadastro e reenviar os arquivos, repetindo os passos do início deste manual. O usuário que optou pelo editor online poderá aproveitar o cadastro em até 30 dias, precisando apenas reenviar os documentos, corrigidos os motivos de descarte. Para isso, deverá acessar a opção envio de petições, informar o número do cadastro, selecionar o tipo Documentos Anexos da Petição inicial no menu e enviar novo arquivo. 1

16 Novo protocolo provisório será gerado, podendo ser acompanhado em Consulta de Petições. 13. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Ao cadastrar novo processo, preencha atentamente todos os campos e, antes de enviar os anexos, confirme se o arquivo se enquadra nos limites descritos no item 7deste manual. Dicas para transformação, compressão e agrupamento em PDF estão no seguinte manual: Dificuldades ou dúvidas acerca dos procedimentos aqui descritos devem ser encaminhadas à Coordenadoria dos Juizados Especiais Federais da 3ª Região, pelo com relato do problema e, se o caso, print screen da tela que contenha mensagem de erro.

MANUAL DE INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO NOS JEFs E TURMAS RECURSAIS DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO PAULO

MANUAL DE INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO NOS JEFs E TURMAS RECURSAIS DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO PAULO 1 MANUAL DE INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO NOS JEFs E TURMAS RECURSAIS DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO PAULO Srs. Advogados, O sistema de peticionamento online foi instituído com o fito de agilizar a análise das iniciais

Leia mais

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO Para o ajuizamento de ação no JEF e encaminhamento de manifestações/documentos para os JEFs, sem advogado, via internet. O mesmo atendimento que é feito no setor

Leia mais

Guia Básico de Utilização do Sistema de Peticionamento Eletrônico

Guia Básico de Utilização do Sistema de Peticionamento Eletrônico 2014 Guia Básico de Utilização do Sistema de Peticionamento Eletrônico Vs 01 Núcleo de Práticas Jurídicas 27/02/2014 Conteúdo PÁGINA INICIAL... 3 TELA DE LOGIN... 4 TELA DE CADASTRO... 5 TELA PETIÇÃO INICIAL

Leia mais

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE Para o ajuizamento de ação sem advogado, via internet.

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE Para o ajuizamento de ação sem advogado, via internet. 1 Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE Para o ajuizamento de ação sem advogado, via internet. O Serviço de Atermação Online (SAO) é o novo jeito que você tem de buscar atendimento do Juizado Especial

Leia mais

Manual do Advogado Passo a passo

Manual do Advogado Passo a passo PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL NO CEARÁ PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe Manual do Advogado Passo a passo Conteúdo: PARTE 01 - Respostas às principais dúvidas PARTE 02 - Como cadastrar um processo PARTE

Leia mais

GUIA PARA AJUIZAMENTO DE AÇÕES

GUIA PARA AJUIZAMENTO DE AÇÕES GUIA PARA AJUIZAMENTO DE AÇÕES Natal/RN - Janeiro de 2015 Bem vindo ao PJe O Processo Judicial Eletrônico (PJe) projeto do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é um sistema de informação que permite a prática

Leia mais

Manual de Distribuição Processual Eletrônica

Manual de Distribuição Processual Eletrônica Manual do Usuário Manual de Distribuição Processual Eletrônica Portal de Serviços Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Distribuição Eletrônica... 3 1.1 1.2 Acesso ao Sistema... 3 Distribuindo Eletronicamente

Leia mais

Bem vindo ao PJE ajuizamento de ação.

Bem vindo ao PJE ajuizamento de ação. Bem vindo ao PJE O Processo Judicial Eletrônico (PJe) projeto do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é um sistema de informação que permite a prática de atos pelos magistrados, servidores, advogados e demais

Leia mais

MANUAL DE PETICIONAMENTO DE MANDADO DE SEGURANÇA PARA O 2º GRAU NO PJe-JT. Autor: TRT 5ª REGIÃO

MANUAL DE PETICIONAMENTO DE MANDADO DE SEGURANÇA PARA O 2º GRAU NO PJe-JT. Autor: TRT 5ª REGIÃO MANUAL DE PETICIONAMENTO DE MANDADO DE SEGURANÇA PARA O 2º GRAU NO PJe-JT Autor: TRT 5ª REGIÃO Informações iniciais! A distribuição de um mandado de segurança no PJe-JT é simples e se resume ao preenchimento

Leia mais

Sistema Projudi - Manual do Projudi Cadastro de Nova Ação

Sistema Projudi - Manual do Projudi Cadastro de Nova Ação Para o cadastro de uma nova ação no PROJUDI, primeiramente acessamos a tela inicial através do endereço, https://portal.tjpr.jus.br/projudi/, onde para entrarmos no sistema utilizamos o usuário e senha

Leia mais

Tribunal Regional Federal da 1 a Região

Tribunal Regional Federal da 1 a Região Tribunal Regional Federal da 1 a Região Sistema de Transmissão Eletrônica de Atos Processuais e-proc Manual do Usuário 1 1. Disposições Provisórias O Sistema de Transmissão Eletrônica de Atos Processuais

Leia mais

Justiça Federal Subseção Judiciária de Santa Maria. http://www.jef-rs.gov.br

Justiça Federal Subseção Judiciária de Santa Maria. http://www.jef-rs.gov.br http://www.jef-rs.gov.br VANTAGENS DO SISTEMA ELETRÔNICO: DIRETAS INDIRETAS Diminuição de custos com papel, impressão, fotocópias; deslocamentos ao JEF; comodidade do acesso imediato aos autos no momento

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Guia Rápido do PJe Para Advogados Porto Alegre 2015 SUMÁRIO Introdução... 3 Requisitos mínimos... 3 Cadastramento no sistema... 3 Visão geral

Leia mais

Guia Rápido do PJe Para Advogados

Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA Guia Rápido do PJe Para Advogados Belo Horizonte 2014 Sumário 1. Introdução 2. Requisitos mínimos 3. Cadastramento no sistema

Leia mais

Portaria nº 126 de 12 de março de 2014 DOU 13.03.14

Portaria nº 126 de 12 de março de 2014 DOU 13.03.14 Portaria nº 126 de 12 de março de 2014 DOU 13.03.14 Sistema Eletrônico de Informações SEI O que é o SEI? SEI Sistema Eletrônico de Informações é a plataforma adotada pelo Ministério das Comunicações para

Leia mais

PORTAL PROCESSUAL E AJUIZAMENTO ELETRÔNICO

PORTAL PROCESSUAL E AJUIZAMENTO ELETRÔNICO PORTAL PROCESSUAL E AJUIZAMENTO ELETRÔNICO A partir do dia 17/09/2012 foi disponibilizado, no site da SJES, o acesso ao Portal Processual, que consolida as principais funcionalidades do sistema de acompanhamento

Leia mais

ÍNDICE 1. SEJA BEM-VINDO... 2 SOBRE O SISTEMA... 3 2. FUNCIONALIDADES DO SISTEMA... 4

ÍNDICE 1. SEJA BEM-VINDO... 2 SOBRE O SISTEMA... 3 2. FUNCIONALIDADES DO SISTEMA... 4 ÍNDICE 1. SEJA BEM-VINDO... 2 1.1 Seja Bem-Vindo!... 2 SOBRE O SISTEMA... 3 1.2 Sobre o sistema... 3 1.3 Navegação... 3 2. FUNCIONALIDADES DO SISTEMA... 4 2.1 Efetuar Login Internet... 4 2.1.1 Efetuar

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Amapá Secretaria de Gestão Processual Eletrônica. Tucujuris Web Contato: tucujuris@tjap.jus.br

Tribunal de Justiça do Estado do Amapá Secretaria de Gestão Processual Eletrônica. Tucujuris Web Contato: tucujuris@tjap.jus.br A funcionalidade proporciona aos advogados o peticionamento inicial e o peticionamento incidental somente para os juizados virtuais da Justiça do Estado do Amapá. Procedimentos: 1. Acessar o site do Tribunal

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA. Guia Rápido do PJe Para Advogados

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA. Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA Guia Rápido do PJe Para Advogados Belo Horizonte 2015 Sumário 1. Introdução 2. Requisitos mínimos 3. Cadastramento no sistema

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE REFERÊNCIA DE CUSTOS Orientações para cadastro de fornecedores

MANUAL DO SISTEMA DE REFERÊNCIA DE CUSTOS Orientações para cadastro de fornecedores SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA MANUAL DO SISTEMA DE REFERÊNCIA DE CUSTOS Orientações para cadastro de fornecedores Secretaria de Gestão, Controles e Normas Departamento de

Leia mais

PORTAL DE SERVIÇOS Processo Eletrônico

PORTAL DE SERVIÇOS Processo Eletrônico danielvermersch@tjrj.jus.br PORTAL DE SERVIÇOS Processo Eletrônico Ano 2014 Sumário 1. Acesso ao Portal de Serviços 2. Perfis de Usuários 3. Portlets 4. Consultas Processuais 5. Distribuição Eletrônica

Leia mais

CARTILHA DISTRIBUIÇÃO E ATENDIMENTO GERAL

CARTILHA DISTRIBUIÇÃO E ATENDIMENTO GERAL CARTILHA DISTRIBUIÇÃO E ATENDIMENTO GERAL CADASTRO E ALTERAÇÃO DE PROCESSOS - CLASSES E ASSUNTOS DO CNJ Aracaju, agosto de 2015. 1 SUMÁRIO 1. Introdução...3 1.1. Classes Processuais...3 1.2. Assuntos Processuais...5

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO COORDENADORIA DOS JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO COORDENADORIA DOS JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO COORDENADORIA DOS JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS Coordenador dos Juizados Especiais Federais da 4ª Região: Desembargador Federal EDGARD ANTÔNIO LIPPMANN JÚNIOR Coordenador

Leia mais

Texto. Anexar petições/documentos. 1 de 20

Texto. Anexar petições/documentos. 1 de 20 Anexar petições/documentos 1 de 20 Acervo Geral: Uma vez que um processo é protocolizado pelo advogado ou este é habilitado a atuar no processo (como advogado de uma das partes), este processo é inserido

Leia mais

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Usuário Anônimo Versão 1.3 11/02/2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Objetivos... 3 1. Solicitação de CeC... 4 1.1. Cadastro de Pessoas Físicas... 6 1.1.1 Cadastro de

Leia mais

Ambiente de Pagamentos

Ambiente de Pagamentos GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃOTRIBUTÁRIA DIRETORIA DE INFORMAÇÕES Ambiente de Pagamentos Manual do Contribuinte Versão 26/09/2011 Índice Analítico 1.

Leia mais

PEA. Portal Eletronico do Advogado www.pea.tjmt.jus.br. Setor de Qualidade de Software Tribunal de Justiça de Mato Grosso TJMT 14/08/2013

PEA. Portal Eletronico do Advogado www.pea.tjmt.jus.br. Setor de Qualidade de Software Tribunal de Justiça de Mato Grosso TJMT 14/08/2013 2013 PEA Portal Eletronico do Advogado www.pea.tjmt.jus.br Setor de Qualidade de Software Tribunal de Justiça de Mato Grosso TJMT 14/08/2013 1- Introdução 3 2- PEA PORTAL ELETRÔNICO DO ADVOGADO... 3 3-

Leia mais

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0 MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS Versão 1.0 1 >> 1º Passo: Para acessar o SalicWeb Para inscrever a sua iniciativa cultural nos editais do Ministério da Cultura acesse o Sistema SalicWeb no endereço

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Execução Cotação Eletrônica de Preços. Entidades Privadas sem Fins Lucrativos. Manual do Usuário

Portal dos Convênios SICONV. Execução Cotação Eletrônica de Preços. Entidades Privadas sem Fins Lucrativos. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Execução Cotação Eletrônica de Preços

Leia mais

Receber intimações: poderão receber intimações em processos eletrônicos nos quais estejam vinculados.

Receber intimações: poderão receber intimações em processos eletrônicos nos quais estejam vinculados. INTRODUÇÃO O tribunal de Justiça de Santa Catarina, em um processo de evolução dos serviços disponíveis no portal e-saj, passa a disponibilizar a peritos, leiloeiros, tradutores e administradores de massas

Leia mais

PROGAM Programa para a Governança Municipal Sistema Tributário on-line. Sistema Tributário On-line. Recadastramento

PROGAM Programa para a Governança Municipal Sistema Tributário on-line. Sistema Tributário On-line. Recadastramento Sistema Tributário On-line Recadastramento Introdução O PROGAM Programa de Governança Municipal desenvolveu o Sistema Tributário on-line com objetivo de aperfeiçoar a administração tributária no tocante

Leia mais

Manual para Envio de Petição Inicial

Manual para Envio de Petição Inicial Manual para Envio de Petição Inicial 1. Após abrir a página do PROJUDI, digite seu usuário e senha 1.1. Para advogados o usuário é o cpf.adv (ex: 12345678900.adv) 1.2. Após digitar os dados (login e senha),

Leia mais

Cadastro Avaliação 2013 Manual de Instruções

Cadastro Avaliação 2013 Manual de Instruções Cadastro Avaliação 2013 Manual de Instruções Manual de instruções Cadastro Avaliação 2013 Caro Usuário, Este manual contém todas as instruções necessárias para preenchimento dos dados de sua escola e alunos.

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Amapá Secretaria de Gestão Processual Eletrônica. Tucujuris Web Contato: tucujuris@tjap.jus.br

Tribunal de Justiça do Estado do Amapá Secretaria de Gestão Processual Eletrônica. Tucujuris Web Contato: tucujuris@tjap.jus.br 1. Para protocolar recursos ou demais petições nos processos em trâmite, deve-se acessar o menu Peticionamento e depois escolher a opção Peticionamento Incidental. Atenção: o peticionamento eletrônico

Leia mais

Sistema Eletrônico de Informações - Notificação de ato de concentração ordinário 1

Sistema Eletrônico de Informações - Notificação de ato de concentração ordinário 1 Sistema Eletrônico de Informações - Notificação de ato de concentração ordinário 1 Sistema Eletrônico de Informações Guia para notificação de atos de concentração 2 Notificação Eletrônica de Ato de Concentração

Leia mais

MANUAL DE INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO NOS JEFs E TURMAS RECURSAIS DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO PAULO

MANUAL DE INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO NOS JEFs E TURMAS RECURSAIS DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO PAULO 1 MANUAL DE INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO NOS JEFs E TURMAS RECURSAIS DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO PAULO Srs. Advogados, O sistema de peticionamento online (Res. nº 486435) foi instituído com o fito de se agilizar

Leia mais

Passo a passo de Alteração de Responsáveis Técnico e Legal na AFE e AE.

Passo a passo de Alteração de Responsáveis Técnico e Legal na AFE e AE. Passo a passo de Alteração de Responsáveis Técnico e Legal na AFE e AE. Gerência de Autorização de Funcionamento GEAFE Brasília, junho de 2014 1º passo: acesse o sítio da ANVISA através do endereço eletrônico

Leia mais

Inscrição On-line Vision ERP

Inscrição On-line Vision ERP Inscrição On-line Vision ERP Este documento não pode ser copiado ou cedido fora dos termos contratuais. 1/17 www.icoms.com.br Índice 1. Introdução... 3 2. Logando no Sistema... 3 3. Cadastros... 3 3.1.

Leia mais

anexar documentos? Justiça Federal da 5ª Região Tribunal Regional Federal da 5ª Região

anexar documentos? Justiça Federal da 5ª Região Tribunal Regional Federal da 5ª Região Como peticionar e anexar documentos? Para anexar documentos,escolhao processo e clique em 2 O usuário será direcionado para a tela Processo 1. Observe que, do seu lado direito, há a aba Anexar Documentos

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DE ALUNOS - DGA

DIRETORIA DE GESTÃO DE ALUNOS - DGA DIRETORIA DE GESTÃO DE ALUNOS - DGA SETOR DE REGISTRO DIPLOMAS - SRD MANUAL DE ENVIO DE PROCESSOS MÓDULO SOLICITANTE - SICP Versão 2 CUIABÁ-MT Setembro / 2014 1 ÍNDICE GERAL APRESENTAÇÃO...03 INSTRUÇÕES

Leia mais

PASSO A PASSO DO PETICIONAMENTO INDICE. Modalidades de Peticionamento 1. Acesso ao Sistema de Peticionamento 1

PASSO A PASSO DO PETICIONAMENTO INDICE. Modalidades de Peticionamento 1. Acesso ao Sistema de Peticionamento 1 PASSO A PASSO DO PETICIONAMENTO INDICE Modalidades de Peticionamento 1 Acesso ao Sistema de Peticionamento 1 Petição Eletrônica e Pagamento de Taxa 3 Petição e Protocolo Eletrônico 7 Petição Manual e Pagamento

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Protocolo Eletrônico. Ministério da Justiça. Sistema Eletrônico de Informações

Protocolo Eletrônico. Ministério da Justiça. Sistema Eletrônico de Informações Protocolo Eletrônico Ministério da Justiça Sistema Eletrônico de Informações Sumário 1. Processo Eletrônico Nacional 2. Protocolo Eletrônico do Ministério da Justiça 3. Cadastro de Pessoa Física 4. Cadastro

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET I Sumário 1. Objetivo do Documento... 1 2. Início... 1 3. Cadastro de Pessoa Física... 3 3.1. Preenchimentos Obrigatórios.... 4 3.2. Acesso aos Campos

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO MANUAL DO ADVOGADO E DO PROCURADOR MÓDULO 1 Sumário 1 Acesso ao sistema3 11 Acessando o PJe3 12 Quadro de Aviso5 13 Identificando

Leia mais

Sistema Projudi - Manual do Projudi Manifestação em Processo

Sistema Projudi - Manual do Projudi Manifestação em Processo Para manifestação em ações em trâmite ou para que a parte anexe outros documentos, primeiramente acessamos a tela inicial através do endereço, https://portal.tjpr.jus.br/projudi/, onde para entrarmos no

Leia mais

Manual de Cadastramento de Elaboradores e Revisores

Manual de Cadastramento de Elaboradores e Revisores Manual de Cadastramento de Elaboradores e Revisores Para que um elaborador e/ou revisor possam ter acesso ao Sistema de controle de Produção de Itens para o Inep é necessário que realize a sua inscrição.

Leia mais

Sistema de Prestação de Contas Siprec

Sistema de Prestação de Contas Siprec Sistema de Prestação de Contas Siprec Manual de Utilização Perfil Beneficiário Versão 1.3.4 Agosto de 2013 1 SUMÁRIO Manual do Usuário... 3 1. Objetivo do manual... 3 2. Sobre o sistema... 3 3. Quem deve

Leia mais

TUTORIAL PARA O MÉDICO PROJETO DE INTERVENÇÃO PROVAB 2014

TUTORIAL PARA O MÉDICO PROJETO DE INTERVENÇÃO PROVAB 2014 PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O MÉDICO PROJETO DE INTERVENÇÃO PROVAB 2014 Brasília/DF, 17 de setembro de 2014. 1 APRESENTAÇÃO Senhor (a) Médico (a) participante

Leia mais

MANUAL Inclusão de Proposta para licitação" Operando o Portal do Cidadão

MANUAL Inclusão de Proposta para licitação Operando o Portal do Cidadão MANUAL Inclusão de Proposta para licitação" Operando o Portal do Cidadão Para efetuar esta operação o usuário deverá acessar o portal guaramirim.atende.net rolar a página até o final, clicando na aba Enviar

Leia mais

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar:

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar: SOLICITAÇÃO DE FOMENTO on-line MANUAL DO USUÁRIO 1 CONTATOS... 2 2 ANTES DE COMEÇAR... 2 3 ENTRAR NO SISTEMA INFAPERJ... 3 3.1 ACESSO AO SISTEMA...3 3.2 LOGIN...4 4 APRESENTAÇÃO GERAL DA INTERFACE... 5

Leia mais

PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro

PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro www.anvisa.gov.br Para acessar o cadastro

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Departamento de Administração Gabinete do Vice-Reitor

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Departamento de Administração Gabinete do Vice-Reitor UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Departamento de Administração Gabinete do Vice-Reitor Tendo em vista a necessidade de modernização dos sistemas corporativos e as dificuldades de implementar manutenções preventivas,

Leia mais

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE. Baixa Simplificada de Empresas

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE. Baixa Simplificada de Empresas PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE Baixa Simplificada de Empresas 2 Sumário 1 Como preparar o computador para uso do certificado digital...04 2 Primeiro Acesso: Cadastro

Leia mais

cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP e CESDI) e servir como apoio nas ações diárias.

cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP e CESDI) e servir como apoio nas ações diárias. MANUAL DO USUÁRIO - CARTÓRIOS VERSÃO 1.0 Objetivo: Este documento tem como objetivo apresentar aos usuários dos cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP

Leia mais

TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO

TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A Maplo traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo de pré-matrícula em nossos

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA 1 NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA ANO 2012 2 Sumário 1 Nota Fiscal de Serviços eletrônica - NFS-e... 3 1.1 Considerações Iniciais... 3 1.2 Legislação... 3 1.3 Definição...

Leia mais

Manual do Usuário (Perfil TJ) Sistema de Solicitação de Indicação

Manual do Usuário (Perfil TJ) Sistema de Solicitação de Indicação Manual do Usuário (Perfil TJ) Sistema de Solicitação de Indicação A Defensoria Pública do Estado, por meio de sua Assessoria de Convênios, comunica que desenvolveu sistema denominado Sistema de Solicitação

Leia mais

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/AEB/FINEP/FNDCT Subvenção Econômica à Inovação Transferência de Tecnologia do SGDC 01/2015 Transferência de Tecnologia Espacial no Âmbito do Decreto nº 7.769 de 28/06/2012

Leia mais

Faturamento Eletrônico - CASSEMS

Faturamento Eletrônico - CASSEMS 1 Conteúdo 1. Informações Iniciais... 3 1.1. Sobre o documento... 3 1.2. Organização deste Documento... 3 2. Orientações Básicas... 3 2.1. Sobre o Faturamento Digital... 3 3. Instalação do Sistema... 4

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DEATE Departamento de Suporte e Atendimento DICAD Divisão de Suporte Técnico de Gestão SEPOR Serviço de

Leia mais

PROCESSO ELETRÔNICO NA JUSTIÇA FEDERAL

PROCESSO ELETRÔNICO NA JUSTIÇA FEDERAL PROCESSO ELETRÔNICO NA JUSTIÇA FEDERAL CONFORTO, AGILIDADE, ECONOMIA, SEGURANÇA 1ª Edição dezembro de 2009 Elaboração e Projeto Gráfico Subsecretaria de Informação e Documentação SID Arte Cristina Gerheim

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ORDEM DE SERVIÇO (SOSI) STI Unesp - Campus Experimental de Ourinhos

PROCEDIMENTOS PARA A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ORDEM DE SERVIÇO (SOSI) STI Unesp - Campus Experimental de Ourinhos PROCEDIMENTOS PARA A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ORDEM DE SERVIÇO (SOSI) STI Unesp - Campus Experimental de Ourinhos 1 SISTEMA DE ORDEM DE SERVIÇO DE INFORMÁTICA Este documento tem o objeto

Leia mais

Manual para emissão do CPF na CRC Nacional versão 1.1

Manual para emissão do CPF na CRC Nacional versão 1.1 Normatização: Manual para emissão do CPF na CRC Nacional versão 1.1 Instrução Normativa Receita Federal Brasileira nº 1548/2015 Art. 3º Estão obrigadas a inscrever-se no CPF as pessoas físicas: V - registradas

Leia mais

Escolhendo um modelo de edital no BBMNET

Escolhendo um modelo de edital no BBMNET Como criar e publicar um edital Escolhendo um modelo de edital no BBMNET Para criar e publicar um edital, escolha primeiro entre as opções Licitação PÚBLICA ou PRIVADA (conforme a situação jurídica do

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO A marca do melhor atendimento. Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3.

Leia mais

Atualizado em 22/07/2015 PROCEDIMENTO PARA CADASTRO DE GERADOR DE MATERIAL SECUNDÁRIO

Atualizado em 22/07/2015 PROCEDIMENTO PARA CADASTRO DE GERADOR DE MATERIAL SECUNDÁRIO Atualizado em 22/07/2015 PROCEDIMENTO PARA CADASTRO DE GERADOR DE MATERIAL SECUNDÁRIO CADASTRO DA SOLICITAÇÃO 1. Acessar www.agricultura.gov.br => Serviços e Sistemas => Sistemas => Sistemas Integrado

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL. PTU Web

MANUAL OPERACIONAL. PTU Web MANUAL OPERACIONAL PTU Web Versão 8.0 24/08/2011 ÍNDICE Índice... 2 PTU Web... 4 O que é o PTU Web?... 4 Como acessar o PTU Web?... 4 Listagem de arquivos enviados e recebidos... 5 Unimeds disponíveis

Leia mais

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores 2014 Sistema de Solicitação Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 04/11/2014 Sumário 1- SPF Solicitação.... 3 1.1 Acesso ao sistema:... 3 1.2 Ferramentas do sistema:... 5 2- Abertura

Leia mais

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E.

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. P á g i n a 1 26 Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A SEED Business Group traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão: 24/05/2010 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

MANUAL PASSO-A-PASSO DO SISTEMA ONLINE

MANUAL PASSO-A-PASSO DO SISTEMA ONLINE MANUAL PASSO-A-PASSO DO SISTEMA ONLINE Junho 2015 Editor, ler com atenção as orientações informadas neste manual. Informamos que documentação preenchida incompleta e/ou que não atenda as normas da Agência

Leia mais

Manual. E-proc v2. Para Advogados

Manual. E-proc v2. Para Advogados Manual Do E-proc v2 Para Advogados FEVEREIRO/2010 1 S U M Á R I O 1. Acesso ao site 2. Cadastro no sistema 2.1. Validação do Cadastro 3. Acesso ao sistema 4. Painel do Advogado 4.1. Processos pendentes

Leia mais

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Manual CeC

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Manual CeC CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Manual CeC Atualizado em 21/02/2013 APRESENTAÇÃO Este manual apresenta a estrutura e a forma de utilização do módulo Cadastro eletrônico de Contribuintes CeC, o

Leia mais

Roteiro de orientações para uso do Contas Online

Roteiro de orientações para uso do Contas Online FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO FNDE Roteiro para registro de Prestação de Contas PNAE/2013 no SiGPC Contas Online Atualização: Agosto de 2013 Roteiro de orientações para uso do Contas Online

Leia mais

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2. 1 Manual do Usuário VEXPRESSCRM Automação da força de vendas MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.0 2 Acesso Para acessar o sistema VEXPRESS-CRM é necessário

Leia mais

MANUAL do SNGPC Software CADASTRO

MANUAL do SNGPC Software CADASTRO MANUAL do SNGPC Software CADASTRO Entre no site www.sngpc.com.br, Clique em Cadastre-se para fazer o seu cadastro. Feito isso, informe o seu CNPJ e o código de segurança e clique em ENTRAR. Insira todas

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

Módulo NF-e. Manual de Utilização

Módulo NF-e. Manual de Utilização Módulo NF-e Manual de Utilização 1 Conteúdo Passo-a-passo para emissão de NF-e... 3 1. Obtendo seu Certificado Digital... 3 2. Registrando-se na Secretaria da Fazenda para Homologação (testes)... 4 3.

Leia mais

Procedimento de anexação de peças e envio

Procedimento de anexação de peças e envio 2014 Manual prático de Ajuizamento de Petições Intercorrentes Portal Processual Eletrônico Procedimento de anexação de peças e envio Orientações gerais para anexar arquivos e enviar petições intercorrentes

Leia mais

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras P á g i n a 1 SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Manual Operacional Cadastro e Habilitação P á g i n a 2 SUMÁRIO 1 Orientações gerais... 3 1.1 O que são Pessoas Obrigadas?... 4 1.2 O

Leia mais

CADASTRO NACIONAL DE CONDENAÇÕES CÍVEIS POR ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA E INELEGIBILIDADE MANUAL DO USUÁRIO

CADASTRO NACIONAL DE CONDENAÇÕES CÍVEIS POR ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA E INELEGIBILIDADE MANUAL DO USUÁRIO CADASTRO NACIONAL DE CONDENAÇÕES CÍVEIS POR ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA E INELEGIBILIDADE MANUAL DO USUÁRIO Sumário 1. Tela de login do Sistema de Controle de Acesso...3 2. Tela de seleção dos sistemas...4

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Orientações/Passo a Passo. Credenciamento de Proponente

Portal dos Convênios SICONV. Orientações/Passo a Passo. Credenciamento de Proponente Portal dos Convênios SICONV Orientações/Passo a Passo Credenciamento de Proponente Administração Pública Estadual, Municipal ou do Distrito Federal, Consórcio Público, Entidade Privada sem fins lucrativos

Leia mais

Novo Guia de uso rápido do PROJUDI

Novo Guia de uso rápido do PROJUDI 1. O que é o PROJUDI? Novo Guia de uso rápido do PROJUDI O Processo Judicial Digital PROJUDI, também chamado de processo virtual ou de processo eletrônico, pode ser definido como um software que reproduz

Leia mais

Setor de Administração Federal Sul (SAFS), Quadra 8 - Lote 1, Bloco A, sala 510 Brasília DF 70.070-600 Telefone: (61) 3043.4005

Setor de Administração Federal Sul (SAFS), Quadra 8 - Lote 1, Bloco A, sala 510 Brasília DF 70.070-600 Telefone: (61) 3043.4005 Peticionamento avulso Manual de uso Versão - 1.0 Data - 09/05/2013 70.070-600 Telefone: (61) 3043.4005 Sumário 1. Histórico de Alterações...3 2. Nomenclaturas...4 3. Visão Geral...5 4. Atores envolvidos...5

Leia mais

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor Orientações para o Lançamento de Notas Diretor 1 CONTEÚDO Conteúdo... 2 Como acessar o Conexão Educação... 3 Lançamento de Notas... 5 Notas por Turma... 5 Liberação de Lançamento de Notas... 13 2 COMO

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: PROPOSTAS VERSÃO 1.1 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 10/11/2011 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 07/01/2013 1.1 Atualização do

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SAJPG5 PROCESSOS EM PAPEL E PROCESSOS DIGITAIS

IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SAJPG5 PROCESSOS EM PAPEL E PROCESSOS DIGITAIS IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SAJPG5 PROCESSOS EM PAPEL E PROCESSOS DIGITAIS ORIENTAÇÕES GERAIS No decorrer do ano de 2012/2013 o Plano PUMA implantou sistema único em todo o Estado. Tal sistema abrange área

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRANDO-SE NO SISTEMA... 4 CADASTRANDO UM FAMILIAR... 7 ACESSANDO O SISTEMA já sou cadastrado... 8 COMO AGENDAR UMA CONSULTA pesquisar horários...

Leia mais

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012)

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012) NFE Nota Fiscal eletrônica Versão 2.0 (07/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 2 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 3 2º VIA DE SOLICITAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS...

Leia mais

PROPOSTA DE PROCEDIMENTO Cliente: 122 FIT TELECOM Atendimento/Projeto: Proposta

PROPOSTA DE PROCEDIMENTO Cliente: 122 FIT TELECOM Atendimento/Projeto: Proposta Cliente: FIT TELECOM Data: Junho/0 Página: de.cadastrar cliente É sugerido o cadastro do cliente pelo Comercial no Integrator Web INTEGRATOR WEB/NOVO CLIENTE ) Após selecionar o ícone Novo Cliente, na

Leia mais

Juizado Especial Digital - Creta v2.6

Juizado Especial Digital - Creta v2.6 Tribunal Regional Federal - 5ª Região Juizado Especial Digital - Creta v2.6 I Índice Parte I Manual do Advogado 2 1 Acesso ao Sistema... 2 2 Petição... 3 Petição Inicial... 4 Petição Inicial... (1/5)

Leia mais

1. NOVIDADES DO NÚMERO ÚNICO DE PROCESSO. 1.1 Resolução nº 65 do CNJ. 1.2 Conversão do Número do Processo. 1.3 Novos ícones

1. NOVIDADES DO NÚMERO ÚNICO DE PROCESSO. 1.1 Resolução nº 65 do CNJ. 1.2 Conversão do Número do Processo. 1.3 Novos ícones 1. NOVIDADES DO NÚMERO ÚNICO DE PROCESSO 1.1 Resolução nº 65 do CNJ 1.2 Conversão do Número do Processo 1.3 Novos ícones 1 Tela Antiga Tela Nova 2 2. NOVIDADES DA VISUALIZAÇÃO DAS FILAS DE TRABALHO 2.1

Leia mais

P r a t i c i d a d e no envio e recebimento das Vistas pelos Promotores;

P r a t i c i d a d e no envio e recebimento das Vistas pelos Promotores; Resumo Este documento contém orientações sobre como utilizar o sistema SAJPG5 para gerar Vistas ao Ministério Público do Estado de São Paulo através do conceito de Intimações Eletrônicas - Portal. Principais

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE Tefefone: (16)37119000 email: recam@franca.sp.gov. Sumário 1. Endereço para acessar o sistema... 3 2. Tipos de acesso ao sistema... 3 3. Termo de acesso cadastrado

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA EDITAL N.º 07/2015-CONCILIADOR E JUIZ LEIGO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA EDITAL N.º 07/2015-CONCILIADOR E JUIZ LEIGO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL EDITAL N.º 07/2015-CONCILIADOR E JUIZ LEIGO PROCESSO SELETIVO UNIFICADO PARA AS FUNÇÕES DE CONCILIADOR E JUIZ LEIGO EDITAL DE ABERTURA DE PRAZO PARA MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO MANUAL DO ADVOGADO E DO PROCURADOR MÓDULO 4 Sumário 1 Assistente de Advogado3 11 Cadastro de Pessoa Assistente de Advogado3 111 Aba

Leia mais

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS 5. PARTICIPANTES DA DISCIPLINA 6. ENVIAR MENSAGENS 7. PARTICIPAÇÃO NO FÓRUM 8.

Leia mais