ROBERTO DE SOUZA. Sustentabilidade Conceitos gerais e a realidade no mercado brasileiro da construção

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ROBERTO DE SOUZA. Sustentabilidade Conceitos gerais e a realidade no mercado brasileiro da construção"

Transcrição

1 ROBERTO DE SOUZA Sustentabilidade Conceitos gerais e a realidade no mercado brasileiro da construção

2 SUSTENABILIDADE Roberto de Souza

3 Empresa atuando há 19 anos na cadeia produtiva da Construção Civil, nas áreas de gestão empresarial, sustentabilidade, gerenciamento, negócios imobiliários, aplicativos WEB e cursos e eventos O CTE émembro ativo das seguintes entidades: Mais de clientes atendidos em 18 estados do Brasil Mais de empresas preparadas em gestão empresarial e certificadas (ISO9001, ISO14001, OHSAS18001 e PBQP H) Consultoria para mais de 60 empreendimentos em Construção Sustentável Mais de 2 milhões de m² de empreendimentos e obras em processo de gerenciamento Mais de profissionais capacitados em cursos e eventos usuários dos aplicativos WEB AUTODOC Equipe com 85 profissionais sendo 55 consultores Empresa certificada ISO 9001, ISO e OHSAS 18001

4 CONSULTORIA EM SUSTENTABILIDADE Consultoria para Certificação (LEED ou AQUA) Declarações de Sustentabilidade de Empreendimentos (DSE) Programa de Sustentabilidade de Obras PSO Estudos Técnicos de Eficiência Energética e Conforto Estudos Técnicos de Redução de Consumo de água e reuso Certificação PROCEL Edifica Consultoria para Fabricantes e Entidades Programa de Sustentabilidade Corporativa

5 A CRISE ÉSÓ FINANCEIRA?

6 Posicionamento do Pacto Global (ONU) em 17/10/08: Numa economia globalizada, o sucesso e valor dos negócios e sua perpetuidade estão diretamente ligados às questões ambientais, sociais e econômicas na gestão da corporação e de suas operações e serviços. Esse éo movimento da sustentabilidade.

7 SOMOS SUSTENTÁVEIS?

8 (IN) SUSTENTÁVEL?

9 (IN) SUSTENTÁVEL?

10 O que estamos fazendo com o ambiente construído? 5

11

12 A SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO: UMA VISÃO DE FUTURO Uma visão global com ação local do empreendedor aspectos econômicos aspectos ambientais aspectos sociais COLABORADORES E FORNECEDORES SUSTENTABILIDADE CLIENTES, COMUNIDADE, GOVERNO E SOCIEDADE

13 Sustentabilidade e o mercado da construção A Sustentabilidade éum conceito que estimula o mercado a adotar formas inovadoras para lidar com as empresas, os empreendimentos, os projetos, os materiais, os equipamentos e as obras, trazendo resultados para os acionistas, colaboradores, meio ambiente, sociedade e gerações futuras

14 Fonte CBCS Impactos da Construção

15 Sustentabilidade no setor da construção Sustentabilidade corporativa; Sustentabilidade em empreendimentos e obras; Sustentabilidade no planejamento urbano; Sustentabilidade no desenvolvimento de projetos; Sustentabilidade na fabricação de materiais e equipamentos; Sustentabilidade e certificação; Sustentabilidade e políticas públicas; Sustentabilidade setorial.

16 Normas e Referências para a Sustentabilidade

17 Normas e Referências para a Sustentabilidade ISO ISO 14000

18 O PROGRAMA DE SUSTENTABILIDADE CORPORATIVA O Programa de Sustentabilidade Corporativa permite que a empresa implemente os conceitos de sustentabilidade na sua estratégia geral, permeando as unidades de negócios, as diferentes áreas e níveis hierárquicos, criando um diferencial competitivo já cobrado pelo mercado de construção e por toda a sociedade

19 Quanto tempo é necessário para tornar a empresa e seus produtos mais sustentáveis? Como a empresa quer ser lembrada daqui alguns anos? Há uma Agenda da Sustentabilidade? Quais os benefícios para a empresa?

20 Benefícios e resultados Sustentabilidade como valor estratégico da empresa; Difusão dos conceitos de sustentabilidade na organização; Diferenciais competitivos a serem percebidos pelos seus clientes e partes envolvidas; Oportunidades de otimização dos processos e redução de custos corporativos e de processos, como economia de água, energia, etc.; Padronização e controle do desempenho econômico, ambiental e social dos processos e serviços; Desenvolvimento e seleção de fornecedores de materiais, serviços e equipamentos que atendam às diretrizes ambientais e critérios sociais; Melhoria nas relações com as partes envolvidas e na imagem corporativa da empresa; Atendimento a normas, certificações e exigências de clientes

21 DEFINIÇÃO DAS DIRETRIZES E POLÍTICAS DA EMPRESA MAPEAMENTO DOS STAKEHOLDERS QUAL ÉO CAMINHO? PRIORIDADES E LINHAS DE ATUAÇÃO PLANEJAMENTO DOS RESULTADOS E INDICADORES Estruturação de projetos corporativos PLANEJAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES Redesenho dos processos conceitos de sustentabilidade MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS E AÇÕES COMUNICAÇÃO (Relatórios)

22

23 Evolução em quatro fases estratégicas PROGRAMA DE SUSTENTABILIDADE CORPORATIVA

24 Relatórios de Sustentabilidade Medir, divulgar e prestar contas àsociedade sobre o desempenho da empresa em relação as dimensões econômica, social e ambiental.

25 Relatório de Sustentabilidade PERFIL: estratégias e governança FORMA DE GESTÃO: metodologia INDICADORES: desempenho

26 DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DO PROGRAMA ANÁLISE E MELHORIA CONTÍNUA VISÃO ESTRATÉGIA MONITORAMENTO E CONTROLE PLANEJAMENTO IMPLEMENTAÇÃO ALINHAMENTO ORGANIZACIONAL

27 O Panorama da Sustentabilidade de Empreendimentos Uso e Ocupação Educação ambiental Coleta Seletiva Manual do Proprietário Concepção Diretrizes sócio ambientais Definição do produto Escolha do terreno Construção Menor produção de resíduos Controle de poluição Redução dos Impactos na vizinhança Projeto Escolha de materiais Eficiência energética Redução do consumo de água

28 Declaração de Sustentabilidade do Empreendimento

29 Sustentabilidade de empreendimentos Riviera de São Lourenço Sobloco Região: Baixada Santista município de Bertioga Início: 1979 Área total: m² 1/3 de áreas verdes 1600 casas/ 33 cond. Horizontais/ 152 cond. verticais Reserva do Paiva Odebrecht Região Metropolitana do Recife, município do Cabo de Santo Agostinho. Início: 2003 Área total: mais de 2/3 de áreas verdes casas/ marina/ hotel/ comercio/ etc.

30 Sustentabilidade de empreendimentos Projeto Gênesis Takaoka Mundo APTO Setin ISO ª. Incorporadora e Construtora a ter a certificação Implantação de ações desde a concepção do empreendimento Foco: no produto (empreendimento) Redes subterrâneas de energia elétrica Estação de tratamento de esgoto Sistema de drenagem de águas pluviais Compra do terreno (análise do passivo ambiental) Execução de obra eficiente (uso racional de água, energia e entulho) Espaços para coleta seletiva durante o uso do edifício Aquecimento de água através de energia solar e gás natural

31 Declaração Ambiental Edifício Actual Bairro: Água Branca São Paulo SP Construtora: Tarjab

32

33 DECLARAÇÃO DE SUSTENTABILIDADE DO EMPREENDIMENTO EMPREENDIMENTO MO.R.E Alphaville Av. Ômega, 598 Melville Empresarial Alphaville Barueri SP EMPREENDEDORES BKO Engenharia: realização e construção Pombeva Incorporadora: realização Brazilian Mortgages: participação Agra Incorporadora: participação DATA 04/09/2007

34 Certificações de empreendimentos no Brasil Norma americana criada pelo US Green Building Council na década de 90: Incentiva e impulsiona a adoção de práticas ambientalmente inovadoras Cria e implementa normas, ferramentas e critérios de desempenho ambiental Reconhece os empreendimentos ambientalmente sustentáveis LEED NC Novas construções LEED CS Envoltória e áreas comuns LEED CI Interiores LEED EB&OM Ed. Existentes operação e manutenção LEED H For Homes Casas residenciais LEED ND Desenvolvimento de bairros

35 LEED NC versão 2.2 SUSTAINABLE SITES Escolha do terreno Capítulos MATERIALS & RESOURCES Materiais e recursos WATER EFFICIENCY Uso racional da água INDOOR ENVIRONMENT QUALITY Qualidade do ambiente construído ENERGY & ATMOSPHERE Eficiência energética INNOVATION IN DESIGN Inovação em projetos

36 LEED NC v2.2 Níveis de Certificação CERTIFIED 7 Pré requisitos pontos SILVER 7 Pré requisitos pontos GOLD 7 Pré requisitos pontos PLATINUM 7 Prérequisitos pontos

37 Projetos em certificação Ventura Corporate Towers

38 Projetos em certificação Eldorado Business Tower

39 Projetos em certificação REC Berrini

40 Projetos em certificação E BUSINESS PARK

41 Projetos em certificação

42 Projeto certificado LEED NC Silver

43 Projeto certificado LEED CI Silver

44 Sustentabilidade no canteiro de obras 1 relacionamento com a comunidade 8 madeira certificada 2 alfabetização nas obras 9 qualidade do ar 3 educação socioambiental 10 gestão de resíduos 4 5 certificação profissional inclusão digital preservação do solo uso de energias renováveis economia de água 6 ginástica laboral 14 materiais sustentáveis 7 desenvolvimento humano 15 neutralização do carbono

45 Área verde no canteiro e talude com camada vegetal replantada.

46 Caixas de decantação e caixa filtro para escoamento da água do lava rodas.

47 Lava rodas para evitar sujeira na rua e carreamento do solo.

48 Coleta seletiva de resíduos nos pavimentos da obra.

49 Central de triagem de resíduos no canteiro de obras.

50 Portas, batentes e quadros de madeira certificada FSC.

51 Estoque de tintas da obra em ambientes ventilados.

52 Compra de tinta, selantes, adesivos e espumas com baixo teor de VOC.

53 Caixa de decantação: lava bica do caminhão betoneira.

54 Processo de reciclagem do entulho de demolição da obra e fabricação de placas de concreto para calçada.

55 Temos capacidade e competência empreendedora, em projeto, fabricação de materiais, equipamentos e execução de obras para posicionar o setor e as empresas da cadeia produtiva da construção como sustentáveis do ponto de vista econômico, ambiental e social Roberto de Souza

TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO. Roberto de Souza Diretor do CTE

TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO. Roberto de Souza Diretor do CTE TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO Roberto de Souza Diretor do CTE RESULTADOS O CTE atua desde 1990 na cadeia produtiva da construção. Hoje contamos com uma equipe multidisciplinar

Leia mais

ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO INOVAÇÃO, SUSTENTABILIDADE E PRODUTIVIDADE

ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO INOVAÇÃO, SUSTENTABILIDADE E PRODUTIVIDADE ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO INOVAÇÃO, SUSTENTABILIDADE E PRODUTIVIDADE Por Roberto Souza CONSULTORIA E GERENCIAMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA CONSTRUÇÃO 1. EMPREENDIMENTOS 5. USO E OPERAÇÃO

Leia mais

de empresas, empreendimentos, projetos e obras: tendências e práticas

de empresas, empreendimentos, projetos e obras: tendências e práticas ENCONTRO DE DIRETORES E GESTORES DA CONSTRUÇÃO Planejamento, gestão e governança corporativa de empresas, empreendimentos, projetos e obras: tendências e práticas Por Roberto Souza CONSULTORIA E GERENCIAMENTO

Leia mais

OFICINA TEMÁTICA Canteiros de obras sustentáveis: inovação, redução de custos e riscos. Por Roberto Souza

OFICINA TEMÁTICA Canteiros de obras sustentáveis: inovação, redução de custos e riscos. Por Roberto Souza OFICINA TEMÁTICA Canteiros de obras sustentáveis: inovação, redução de custos e riscos Por Roberto Souza CONSULTORIA E GERENCIAMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA CONSTRUÇÃO 1. EMPREENDIMENTOS 5. USO E OPERAÇÃO

Leia mais

Apresentação Aliança Consultoria. José Carlos de Oliveira e Marcus Vinicius Abrahão Porto Silva

Apresentação Aliança Consultoria. José Carlos de Oliveira e Marcus Vinicius Abrahão Porto Silva Apresentação Aliança Consultoria José Carlos de Oliveira e Marcus Vinicius Abrahão Porto Silva SOBRE A ALIANÇA Empresa fundada em 1993, através de uma parceria com a Fundação Christiano Otoni da Universidade

Leia mais

OFICINA TEMÁTICA Industrialização da construção: sistemas e soluções aplicadas em empreendimentos. Por Roberto Souza

OFICINA TEMÁTICA Industrialização da construção: sistemas e soluções aplicadas em empreendimentos. Por Roberto Souza OFICINA TEMÁTICA Industrialização da construção: sistemas e soluções aplicadas em empreendimentos Por Roberto Souza CONSULTORIA E GERENCIAMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA CONSTRUÇÃO 1. EMPREENDIMENTOS 5. USO

Leia mais

Desempenho, gestão e controle da qualidade na construção e a satisfação do cliente

Desempenho, gestão e controle da qualidade na construção e a satisfação do cliente OFICINA TEMÁTICA Desempenho, gestão e controle da qualidade na construção e a satisfação do cliente Por Roberto Souza CONSULTORIA E GERENCIAMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA CONSTRUÇÃO 1. EMPREENDIMENTOS 5.

Leia mais

CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL CDES GT MATRIZ ENERGÉTICA PARA O DESENVOLVIMENTO COM EQUIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL CDES GT MATRIZ ENERGÉTICA PARA O DESENVOLVIMENTO COM EQUIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL CDES GT MATRIZ ENERGÉTICA PARA O DESENVOLVIMENTO COM EQUIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL COLÓQUIO EMPREGOS VERDES E CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS 20.08.2009

Leia mais

INSPIRANDO NOVOS MATERIAIS & EMPREENDIMENTOS ROBERTO DE SOUZA

INSPIRANDO NOVOS MATERIAIS & EMPREENDIMENTOS ROBERTO DE SOUZA INSPIRANDO NOVOS MATERIAIS & EMPREENDIMENTOS ROBERTO DE SOUZA CONSULTORIA E GERENCIAMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA CONSTRUÇÃO CIVIL EMPREENDIMENTOS PROJETOS USO E OPERAÇÃO MATERIAIS E EQUIPAMENTOS CONSTRUÇÃO

Leia mais

CERTIFICAÇÃO LEED O QUE CERTIFICA E COMO E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL

CERTIFICAÇÃO LEED O QUE CERTIFICA E COMO E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL CERTIFICAÇÃO LEED O QUE CERTIFICA E COMO E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL Introdução: A tendência de sustentabilidade e respeito ao meio ambiente estão tomando conta de diversos setores

Leia mais

ANEXO 4 ETIQUETAGEM DE EDIFICAÇÕES COMERCIAIS

ANEXO 4 ETIQUETAGEM DE EDIFICAÇÕES COMERCIAIS ANEXO 4 ETIQUETAGEM DE EDIFICAÇÕES COMERCIAIS Com o objetivo de melhorar a eficiência energética das edificações no país foi criada a etiquetagem de eficiência energética de edificações do INMETRO, como

Leia mais

21/03/2012. Arquitetura e Urbanismo Tópicos Especiais em Preservação Ambiental

21/03/2012. Arquitetura e Urbanismo Tópicos Especiais em Preservação Ambiental Arquitetura e Urbanismo Tópicos Especiais em Preservação Ambiental Prof. João Paulo O LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) é um sistema de certificação e orientação ambiental de edificações.

Leia mais

A Straub Sustentabilidade tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil.

A Straub Sustentabilidade tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil. 1. Quem somos A Straub Sustentabilidade tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil. Nossa política é agir com ética, consciência, transparência,

Leia mais

CONSTRUÇÃO EM UM MERCADO

CONSTRUÇÃO EM UM MERCADO CAMINHOS PARA A GESTÃO DA CONSTRUÇÃO EM UM MERCADO COM GRAVES RESTRIÇÕES ROBERTO DE SOUZA CONSULTORIA E GERENCIAMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA CONSTRUÇÃO CIVIL EMPREENDIMENTOS PROJETOS USO E OPERAÇÃO MATERIAIS

Leia mais

www.srvc.com.br Fone: (61) 3327-0725 Endereço: SHCN CL 201, Bloco C, Sala 216 - Brasília DF CEP: 70.832-530

www.srvc.com.br Fone: (61) 3327-0725 Endereço: SHCN CL 201, Bloco C, Sala 216 - Brasília DF CEP: 70.832-530 www.srvc.com.br Fone: (61) 3327-0725 Endereço: SHCN CL 201, Bloco C, Sala 216 - Brasília DF CEP: 70.832-530 Apresentação da Empresa A SCOM AMBIENTAL é uma empresa estruturada para atender diversos serviços

Leia mais

ARQUITETANDO O FUTURO

ARQUITETANDO O FUTURO ARQUITETANDO O FUTURO Arq. Emílio Ambasz T J D F T ASSESSORIA DA SECRETARIA GERAL DA PRESIDÊNCIA Objetivos do TJDFT Cumprir o mandamento constitucional de defesa e preservação do meio ambiente para as

Leia mais

Eficiência Energética x Certificações Ambientais: Uma abordagem prática. Lenita Pimentel Rafael M. Laurindo

Eficiência Energética x Certificações Ambientais: Uma abordagem prática. Lenita Pimentel Rafael M. Laurindo Eficiência Energética x Certificações Ambientais: Uma abordagem prática Apresentação A Método Estrutura Organizacional Certificações Ambientais LEED HQE Exemplos Práticos Cenário Contexto de atuação Cadeia

Leia mais

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Atuação da Organização 1. Qual(is) o(s) setor(es) de atuação da empresa? (Múltipla

Leia mais

Sustentabilidade no Grupo Boticário. Atuação com a Rede de Franquias

Sustentabilidade no Grupo Boticário. Atuação com a Rede de Franquias Sustentabilidade no Grupo Boticário Atuação com a Rede de Franquias Mais de 6.000 colaboradores. Sede (Fábrica e Escritórios) em São José dos Pinhais (PR) Escritórios em Curitiba (PR) e São Paulo (SP).

Leia mais

ENCONTRO SOBRE INOVAÇÃO E CRITÉRIOS SUSTENTÁVEIS NA CONSTRUÇÃO CIVIL

ENCONTRO SOBRE INOVAÇÃO E CRITÉRIOS SUSTENTÁVEIS NA CONSTRUÇÃO CIVIL ENCONTRO SOBRE INOVAÇÃO E CRITÉRIOS SUSTENTÁVEIS NA CONSTRUÇÃO CIVIL Majestic Palace Hotel 16 I out I 2012 19h I 22h consultores Promover o desenvolvimento de forma sustentável, surgiu a necessidade de

Leia mais

Gestão da inovação, sustentabilidade e novos modelos de negócios na construção ELISA MACEDO

Gestão da inovação, sustentabilidade e novos modelos de negócios na construção ELISA MACEDO Gestão da inovação, sustentabilidade e novos modelos de negócios na construção ELISA MACEDO Consultoria e gerenciamento na Cadeia Produtiva da Construção Civil Empreendimentos Projetos Uso e operação Materiais

Leia mais

EMISSÕES DE CO2 USO DE ENERGIA RESÍDUOS SÓLIDOS USO DE ÁGUA 24% - 50% 33% - 39% 40% 70%

EMISSÕES DE CO2 USO DE ENERGIA RESÍDUOS SÓLIDOS USO DE ÁGUA 24% - 50% 33% - 39% 40% 70% USO DE ENERGIA EMISSÕES DE CO2 USO DE ÁGUA RESÍDUOS SÓLIDOS 24% - 50% 33% - 39% 40% 70% Certificado Prata Ouro Platina Prevenção de Poluição nas Atividades de Construção: Escolha do terreno Densidade

Leia mais

Sustentabilidade como diferencial competitivo na gestão de fornecedores

Sustentabilidade como diferencial competitivo na gestão de fornecedores Sustentabilidade como diferencial competitivo na gestão de fornecedores Webinar DNV O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações 04/09/2013 Associação civil, sem fins

Leia mais

UMA VISÃO SISTÊMICA SOBRE A SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO. por Roberto de Souza presidente do CTE Centro de Tecnologia de Edificações

UMA VISÃO SISTÊMICA SOBRE A SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO. por Roberto de Souza presidente do CTE Centro de Tecnologia de Edificações UMA VISÃO SISTÊMICA SOBRE A SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO por Roberto de Souza presidente do CTE Centro de Tecnologia de Edificações Nos últimos cinco anos, a sustentabilidade vem ganhando força significativa

Leia mais

GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future

GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future "Desenvolver a indústria da construção sustentável no país, utilizando as forças Visão de mercado do GBC para conduzir Brasil a adoção (Sonho

Leia mais

Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil

Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil Texto Preliminar Completo - Agosto 2011 INTRODUÇÃO Começam a existir no Brasil um bom número de edifícios com

Leia mais

A StraubJunqueira tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil.

A StraubJunqueira tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil. 1. Quem somos A StraubJunqueira tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil. Nossa política é agir com ética, consciência, transparência,

Leia mais

PLANEJAMENTO & CONTROLE DE OBRAS

PLANEJAMENTO & CONTROLE DE OBRAS OFICINA TEMÁTICA PLANEJAMENTO & CONTROLE DE OBRAS PRAZOS, CUSTOS, QUALIDADE & MEIO AMBIENTE ROBERTO DE SOUZA CONSULTORIA E GERENCIAMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA CONSTRUÇÃO CIVIL EMPREENDIMENTOS PROJETOS

Leia mais

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Introdução A consulta a seguir é um novo passo em direção às melhores práticas

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

SUSTENTABILIDADE: estratégia de geração de valor para a MMX. Agosto 2013

SUSTENTABILIDADE: estratégia de geração de valor para a MMX. Agosto 2013 SUSTENTABILIDADE: estratégia de geração de valor para a MMX Agosto 2013 ESTRATÉGIA EM SUSTENTABILIDADE Visão Uma estratégia de sustentabilidade eficiente deve estar alinhada com o core business da empresa

Leia mais

BRASIL - 170 MILHÕES DE HABITANTES. - Taxa média de crescimento nos últimos 10 anos: 1,5 %

BRASIL - 170 MILHÕES DE HABITANTES. - Taxa média de crescimento nos últimos 10 anos: 1,5 % REALIZAÇÃO GLOBAL BRASIL - 170 MILHÕES DE HABITANTES - Taxa média de crescimento nos últimos 10 anos: 1,5 % - Previsão de crescimento da população: 2,5 milhões habitantes/ano ESTADO DE SÃO PAULO -35,1

Leia mais

Automação para desempenho ambiental e desenho universal

Automação para desempenho ambiental e desenho universal Automação para desempenho ambiental e desenho universal 58 pontos providos por sistemas de e equipamentos periféricos Eng. Gabriel Peixoto G. U. e Silva Selos verdes AQUA (selo francês HQE) Alta Qualidade

Leia mais

Francisco Cardoso SCBC08

Francisco Cardoso SCBC08 Formando profissionais para a sustentabilidade Prof. Francisco CARDOSO Escola Politécnica da USP Francisco Cardoso SCBC08 1 Estrutura da apresentação Objetivo Metodologia Resultados investigação Conclusão:

Leia mais

A Produção de Empreendimentos Sustentáveis

A Produção de Empreendimentos Sustentáveis A Produção de Empreendimentos Sustentáveis Arq. Daniela Corcuera arq@casaconsciente.com.br www.casaconsciente.com.br A construção sustentável começa a ser praticada no Brasil, ainda com alguns experimentos

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Sustentabilidade em Edificações Públicas Entraves e Perspectivas

Sustentabilidade em Edificações Públicas Entraves e Perspectivas Câmara dos Deputados Grupo de Pesquisa e Extensão - Programa de Pós-Graduação - CEFOR Fabiano Sobreira SEAPS-NUARQ-CPROJ-DETEC Valéria Maia SEAPS-NUARQ-CPROJ-DETEC Elcio Gomes NUARQ-CPROJ-DETEC Jacimara

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

DELOITE TOUCHE TOHMATSU Código PO-SIGA POLITICA CORPORATIVA Revisão 02

DELOITE TOUCHE TOHMATSU Código PO-SIGA POLITICA CORPORATIVA Revisão 02 Pagina 1/6 ÍNDICE 1. OBJETIVO...3 2. ABRANGÊNCIA / APLICAÇÃO...3 3. REFERÊNCIAS...3 4. DEFINIÇÕES...3 5. DIRETRIZES E RESPONSABILIDADES...4 5.1 POLITICAS...4 5.2 COMPROMISSOS...4 5.3 RESPONSABILIDADES...5

Leia mais

OS DESAFIOS DA PERFORMANCE DE EDIFICAÇÕES SUSTENTÁVEIS: PREVISTO X REALIZADO

OS DESAFIOS DA PERFORMANCE DE EDIFICAÇÕES SUSTENTÁVEIS: PREVISTO X REALIZADO OS DESAFIOS DA PERFORMANCE DE EDIFICAÇÕES SUSTENTÁVEIS: PREVISTO X REALIZADO Leticia Neves Gerente de Eficiência Energética Wagner Oliveira Coordenador de P&D SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CIVIL: CERTIFICAÇÕES

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Síntese O Compromisso ALIANSCE para a Sustentabilidade demonstra o nosso pacto com a ética nos negócios, o desenvolvimento das comunidades do entorno de nossos empreendimentos,

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

APRESENTAÇÃO QUEM SOMOS... MISSÃO... VISÃO... POLÍTICA DA QUALIDADE... VALORES...

APRESENTAÇÃO QUEM SOMOS... MISSÃO... VISÃO... POLÍTICA DA QUALIDADE... VALORES... APRESENTAÇÃO QUEM SOMOS... A L3 Engenharia Ambiental é uma empresa de consultoria, serviços, desenvolvimento e execução de projetos ambientais, que possui como foco o desenvolvimento sustentável e desenvolve

Leia mais

Programa Brasileiro de Etiquetagem de Edificações: PBE-Edifica

Programa Brasileiro de Etiquetagem de Edificações: PBE-Edifica Programa Brasileiro de Etiquetagem de Edificações: PBE-Edifica Jefferson Alberto Prestes Analista Executivo de Metrologia e Qualidade Inmetro Inmetro Base de dados: 64,9% das pessoas que já ouviram falar

Leia mais

INCA. coleta seletiva de lixo e gestão de resíduos, coletor solar para pré-aquecimento da água, células fotovoltaicas

INCA. coleta seletiva de lixo e gestão de resíduos, coletor solar para pré-aquecimento da água, células fotovoltaicas Durante a execução dos projetos de hospitais como Sírio-Libanês, Hospital Alemão Oswaldo Cruz e Santa Catarina, a MHA instituiu a sua área de Gerenciamento de Obras, até hoje um importante serviço oferecido

Leia mais

A RESPONSABILIDADE SOCIAL INTEGRADA ÀS PRÁTICAS DA GESTÃO

A RESPONSABILIDADE SOCIAL INTEGRADA ÀS PRÁTICAS DA GESTÃO A RESPONSABILIDADE SOCIAL INTEGRADA ÀS PRÁTICAS DA GESTÃO O que isto tem a ver com o modelo de gestão da minha Instituição de Ensino? PROF. LÍVIO GIOSA Sócio-Diretor da G, LM Assessoria Empresarial Coordenador

Leia mais

EVENTOS 2009 ENCONTRO INTERNACIONAL SOBRE SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO. Ruth Goldberg. 04 de junho de 2009

EVENTOS 2009 ENCONTRO INTERNACIONAL SOBRE SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO. Ruth Goldberg. 04 de junho de 2009 Responsabilidade Social Empresarial em Empresas Construtoras case Even Ruth Goldberg 04 de junho de 2009 Alinhando conceitos: SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL E C O N Ô

Leia mais

PACTO GLOBAL 2014 5º COP. Communication on Progress

PACTO GLOBAL 2014 5º COP. Communication on Progress PACTO GLOBAL 2014 5º COP Communication on Progress 2 MENSAGEM DO PRESIDENTE Nossas estratégias e ações empresariais alinhadas aos princípios do Pacto Global Ao longo de seus 25 anos, o CTE desenvolveu

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

Política Ambiental das Empresas Eletrobras

Política Ambiental das Empresas Eletrobras Política Ambiental das Empresas Eletrobras Versão 2.0 16/05/2013 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Princípios... 3 3 Diretrizes... 3 3.1 Diretrizes Gerais... 3 3.1.1 Articulação Interna... 3 3.1.2 Articulação

Leia mais

OFICINA TEMÁTICA Eficiência energética e comissionamento em empreendimentos comerciais. Por Roberto Souza

OFICINA TEMÁTICA Eficiência energética e comissionamento em empreendimentos comerciais. Por Roberto Souza OFICINA TEMÁTICA Eficiência energética e comissionamento em empreendimentos comerciais Por Roberto Souza CONSULTORIA E GERENCIAMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA CONSTRUÇÃO 1. EMPREENDIMENTOS 5. USO E OPERAÇÃO

Leia mais

Sustentabilidade Gestão de Energia, Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional e Mudanças Climáticas

Sustentabilidade Gestão de Energia, Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional e Mudanças Climáticas Sustentabilidade Gestão de Energia, Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional e Mudanças Climáticas 2 www.nbs.com.br Soluções eficazes em Gestão de Negócios. Nossa Visão Ser referência em consultoria

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

Otimização do uso do solo

Otimização do uso do solo Otimização do uso do solo Criamos uma cidade compacta, adensada, próxima de meios de transporte de alta capacidade, paisagens e ecossistemas visualmente atraentes e que agregam valor à comunidade. Urbanização

Leia mais

AMBIENTE EFICIENTE Consultoria

AMBIENTE EFICIENTE Consultoria AMBIENTE EFICIENTE Consultoria ESCOPO DOS SERVIÇOS CERTIFICAÇÃO LEED A certificação LEED pode ser aplicada no Brasil em oito tipologias: Novas Construções (New Construction) Edifícios Existentes Operação

Leia mais

Benchmarking consumo de energia em edificações

Benchmarking consumo de energia em edificações Benchmarking consumo de energia em edificações O que é Benchmarking? Benchmarking é a criação de um referencial de mercado Benchmarks definem um nível típico de consumo, permitindo a rápida comparação,

Leia mais

O mercado da Construção Sustentável e as oportunidades com as crises hídricas e elétricas

O mercado da Construção Sustentável e as oportunidades com as crises hídricas e elétricas O mercado da Construção Sustentável e as oportunidades com as crises hídricas e elétricas Engº. Marcos Casado Diretor Técnico Comercial Sustentech Coordenador MBA Construções Sustentáveis INBEC/UNICID

Leia mais

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DOS EMPREGOS VERDES. Alcir Vilela Junior

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DOS EMPREGOS VERDES. Alcir Vilela Junior AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DOS EMPREGOS VERDES Alcir Vilela Junior ROTEIRO DA CONVERSA Nossa perspectiva ao abordar o tema Como se configura este mercado O perfil profissional e o design instrucional Os resultados

Leia mais

Processo AQUA. Alta Qualidade Ambiental

Processo AQUA. Alta Qualidade Ambiental Processo AQUA Alta Qualidade Ambiental Processo AQUA o que é? O Processo AQUA é um Processo de Gestão Total do Projeto para obter a Alta Qualidade Ambiental do seu Empreendimento de Construção. Essa qualidade

Leia mais

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO TAREFAS ESTRUTURA PESSOAS AMBIENTE TECNOLOGIA ÊNFASE NAS TAREFAS Novos mercados e novos conhecimentos ÊNFASE

Leia mais

[RELATÓRIO PACTO GLOBAL CTE]

[RELATÓRIO PACTO GLOBAL CTE] 2009-2010 CTE Centro de Tecnologia de Edificações [RELATÓRIO PACTO GLOBAL CTE] 1º. COP COMMUNICATION ON PROGRESS. Documento que apresenta o posicionamento do CTE e sua política de gestão, baseado nos 10

Leia mais

Reestruturação dos Negócios para a Sustentabilidade. Rafael Tello nhk Sustentabilidade

Reestruturação dos Negócios para a Sustentabilidade. Rafael Tello nhk Sustentabilidade Reestruturação dos Negócios para a Sustentabilidade Rafael Tello nhk Sustentabilidade Reestruturação dos Negócios para a Sustentabilidade Goiânia 10 de junho de 2015 Sobre a nhk Sustentabilidade Empresa

Leia mais

GESTÃO DE EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS

GESTÃO DE EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS GESTÃO DE EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS DA CONCEPÇÃO E IMPLANTAÇÃO À GESTÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E SEUS DESAFIOS: MEGACONDOMINIOS, CONDOMINIOS INTELIGENTES, MIX-USED E OUTRAS TENDENCIAS PALESTRANTE:

Leia mais

SELO CASA AZUL CAIXA. Mara Luísa Alvim Motta Gerente Executiva Gerência Nacional de Meio Ambiente

SELO CASA AZUL CAIXA. Mara Luísa Alvim Motta Gerente Executiva Gerência Nacional de Meio Ambiente Mara Luísa Alvim Motta Gerente Executiva Gerência Nacional de Meio Ambiente Cases empresariais- SBCS10 São Paulo, 9/NOV/2010 A sustentabilidade Demanda mudanças de hábitos, atitudes conscientes e corajosas

Leia mais

cidades verdes OUTUBRO 2014

cidades verdes OUTUBRO 2014 cidades verdes ESPAÇOS DE QUALIDADE OUTUBRO 2014 Edifício Cidade Nova Universidade Petrobras 1987 Ano de Fundação Parque Madureira Rio+20 1999 2007 2010 Alinhamento com Agenda 21 1 o LEED NC Core & Shell

Leia mais

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL ATRAVÉS DA CERTIFICAÇÃO Leticia Neves

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL ATRAVÉS DA CERTIFICAÇÃO Leticia Neves EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL ATRAVÉS DA CERTIFICAÇÃO Leticia Neves CTE CONSULTORIA EM GREEN BUILDING DOS 203 EMPREENDIMENTOS CERTIFICADOS LEED, O CTE PRESTOU CONSULTORIA PARA 95

Leia mais

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2013 Este Relatório foi elaborado com base nas diretrizes do GRI Global Reporting Initiative com a finalidade de demonstrar o desempenho econômico, social e ambiental do CTE

Leia mais

Sustentabilidade e Responsabilidade Social no Setor Elétrico Brasileiro: Novos Desafios

Sustentabilidade e Responsabilidade Social no Setor Elétrico Brasileiro: Novos Desafios Sustentabilidade e Responsabilidade Social no Setor Elétrico Brasileiro: Novos Desafios Lisangela da Costa Reis Novembro/ 2008 Introdução Forte associação entre RSC e Sustentabilidade Construção de agendas

Leia mais

Categoria Franqueador Pleno

Categoria Franqueador Pleno PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2013 Dados da empresa FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Pleno Razão Social: Astra Rio Saneamento Básico Ltda Nome fantasia: Astral Saúde Ambiental

Leia mais

QUALIVERDE. Legislação para Construções Verdes NOVEMBRO DE 2012

QUALIVERDE. Legislação para Construções Verdes NOVEMBRO DE 2012 QUALIVERDE Legislação para Construções Verdes NOVEMBRO DE 2012 Legislação para Construções Verdes Concessão de benefícios às construções verdes, de modo a promover o incentivo à adoção das ações e práticas

Leia mais

09:00h Abertura: Alex Costa Cavalcante Gerente Executivo de Compras Bradesco. 09:10h Vídeo Institucional do Bradesco

09:00h Abertura: Alex Costa Cavalcante Gerente Executivo de Compras Bradesco. 09:10h Vídeo Institucional do Bradesco Agenda 09:00h Abertura: Alex Costa Cavalcante Gerente Executivo de Compras Bradesco 09:10h Vídeo Institucional do Bradesco 09:20h CDP Mudanças Climáticas e CDP SupplyChain: Marcelo Rocha -Diretor do CDP

Leia mais

Índice. 3 Resultados da pesquisa. 17 Conclusão. 19 Questionário utilizado na pesquisa

Índice. 3 Resultados da pesquisa. 17 Conclusão. 19 Questionário utilizado na pesquisa Índice 3 Resultados da pesquisa 17 Conclusão 19 Questionário utilizado na pesquisa Esta pesquisa é uma das ações previstas no Plano de Sustentabilidade para a Competitividade da Indústria Catarinense,

Leia mais

Nossas soluções para o setor sucroenergético

Nossas soluções para o setor sucroenergético www.pwc.com.br Nossas soluções para o setor sucroenergético Centro PwC de Serviços em Agribusiness Outubro de 2013 Agrícola Gestão de fornecedores de cana Revisão da estrutura de relacionamento entre usina

Leia mais

Otimização do uso do solo

Otimização do uso do solo Otimização do uso do solo Criamos uma cidade compacta, adensada, próxima de meios de transporte de alta capacidade e de paisagens e ecossistemas visualmente atraentes que agregam valor à comunidade. Urbanização

Leia mais

ABCE REVITALIZADA PLANEJAMENTO 2011-2015

ABCE REVITALIZADA PLANEJAMENTO 2011-2015 ABCE REVITALIZADA PLANEJAMENTO 2011-2015 1 Destaques do levantamento de referências de associações internacionais Além dos membros associados, cujos interesses são defendidos pelas associações, há outras

Leia mais

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS Gestão de Administração e Finanças Gerência de Desenvolvimento Humano e Responsabilidade Social Junho/2014 Desenvolvimento Sustentável Social Econômico

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 336/2014

RESOLUÇÃO N.º 336/2014 MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 336/2014 EMENTA: Estabelece o currículo do Curso de Pós-graduação, nível Especialização, MBA em Desenvolvimento Gerencial

Leia mais

Carbon Disclosure Project Supply Chain CDP na cadeia de suprimentos

Carbon Disclosure Project Supply Chain CDP na cadeia de suprimentos w Gestão Ambiental na Sabesp Workshop Carbon Disclosure Project Supply Chain CDP na cadeia de suprimentos Sup. Wanderley da Silva Paganini São Paulo, 05 de maio de 2011. Lei Federal 11.445/07 Lei do Saneamento

Leia mais

SBCS 08 I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável O PROFISSIONAL DE FACILITIES E A GESTÃO AMBIENTAL DE EDIFÍCIOS EM USO.

SBCS 08 I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável O PROFISSIONAL DE FACILITIES E A GESTÃO AMBIENTAL DE EDIFÍCIOS EM USO. SBCS 08 I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável O PROFISSIONAL DE FACILITIES E A GESTÃO AMBIENTAL DE EDIFÍCIOS EM USO Amilcar João Gay Filho Associação Brasileira de Facilities Fórum de Conhecimento

Leia mais

Conjunto de pessoas que formam a força de trabalho das empresas.

Conjunto de pessoas que formam a força de trabalho das empresas. 1. OBJETIVOS Estabelecer diretrizes que norteiem as ações das Empresas Eletrobras quanto à promoção do desenvolvimento sustentável, buscando equilibrar oportunidades de negócio com responsabilidade social,

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 1.205 de 27/08/10 DOU Nº 166 de 30/08/10. Componente Curricular: SUSTENTABILIDADE NO AMBIENTE CONSTRUÍDO

Autorizado pela Portaria nº 1.205 de 27/08/10 DOU Nº 166 de 30/08/10. Componente Curricular: SUSTENTABILIDADE NO AMBIENTE CONSTRUÍDO C U R S O D E A R Q U I T E T U R A E U R B A N I S M O Autorizado pela Portaria nº 1.205 de 27/08/10 DOU Nº 166 de 30/08/10 Componente Curricular: SUSTENTABILIDADE NO AMBIENTE CONSTRUÍDO Código: ARQ057

Leia mais

9) Política de Investimentos

9) Política de Investimentos 9) Política de Investimentos Política e Diretrizes de Investimentos 2010 Plano de Benefícios 1 Segmentos Macroalocação 2010 Renda Variável 60,2% 64,4% 28,7% 34,0% Imóveis 2,4% 3,0% Operações com Participantes

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (SMS) Sustentabilidade

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (SMS) Sustentabilidade POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (SMS) Sustentabilidade POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (SMS) A CONCERT Technologies S.A. prioriza a segurança de seus Colaboradores, Fornecedores,

Leia mais

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 Critérios Descrições Pesos 1. Perfil da Organização Breve apresentação da empresa, seus principais produtos e atividades, sua estrutura operacional

Leia mais

Gestão da Qualidade PBQP-H

Gestão da Qualidade PBQP-H Gestão da Qualidade PBQP-H 2 www.nbs.com.br Soluções eficazes em Gestão de Negócios. Nossa Visão Ser referência em consultoria de desenvolvimento e implementação de estratégias, governança, melhoria de

Leia mais

O PAPEL DO SECRETARIADO NA IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS SUSTENTÁVEIS. Cláudia Kniess e Maria do Carmo Todorov

O PAPEL DO SECRETARIADO NA IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS SUSTENTÁVEIS. Cláudia Kniess e Maria do Carmo Todorov O PAPEL DO SECRETARIADO NA IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS SUSTENTÁVEIS Cláudia Kniess e Maria do Carmo Todorov AGENDA INTRODUÇÃO Conceitos de Sustentabilidade x Desenvolvimento Sustentável Projetos Sustentáveis

Leia mais

A Sustentabilidade no HSL. Diretoria de Filantropia e Responsabilidade Social

A Sustentabilidade no HSL. Diretoria de Filantropia e Responsabilidade Social A Sustentabilidade no HSL Diretoria de Filantropia e Responsabilidade Social Sustentabilidade HSL Panorama Geral Desequilíbrio do processo econômico Fonte: New Scientist (18 October 2008, p 40). Legenda:

Leia mais

OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SUSTENTÁVEIS

OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SUSTENTÁVEIS OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SUSTENTÁVEIS Objetivos da Gestão Sustentável 1 Manter o padrão de excelência para a qual foi projetada 2 Conforto e saúde dos ocupantes e usuários 3 Custos operacionais reduzidos

Leia mais

PUC Goiás. Prof. Ricardo Resende Dias, MSc.

PUC Goiás. Prof. Ricardo Resende Dias, MSc. PUC Goiás Prof. Ricardo Resende Dias, MSc. 1 2 3 4 RAZÕES PARA ADOÇÃO DE PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS AUMENTAR A QUALIDADE DO PRODUTO AUMENTAR A COMPETITIVIDADE DAS EXPORTAÇÕES ATENDER O CONSUMIDOR COM PREOCUPAÇÕES

Leia mais

PORFOLIO DE SERVIÇOS. www.qualicall.com.br

PORFOLIO DE SERVIÇOS. www.qualicall.com.br PORFOLIO DE SERVIÇOS www.qualicall.com.br Visão O mercado industrial, de serviços e e-business reconhecerão a QUALICALL como uma empresa pequena, coesa e competitiva, porém muito grande na sua base de

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

Política Ambiental janeiro 2010

Política Ambiental janeiro 2010 janeiro 2010 5 Objetivo Orientar o tratamento das questões ambientais nas empresas Eletrobras em consonância com os princípios da sustentabilidade. A Política Ambiental deve: estar em conformidade com

Leia mais

Sustentabilidade Empresarial

Sustentabilidade Empresarial Política de Sustentabilidade como Instrumento de Competitividade São Paulo Out/2010 Laercio Bruno Filho 1 Desenvolvimento Sustentável 2 Aquecimento Global Word Population WORLD GDP 3 Questões Críticas

Leia mais

Inovação, tecnologia e sustentabilidade na construção. Roberto de Souza Diretor Presidente CTE

Inovação, tecnologia e sustentabilidade na construção. Roberto de Souza Diretor Presidente CTE Inovação, tecnologia e sustentabilidade na construção Roberto de Souza Diretor Presidente CTE Atuação O CTE oferece aos seus clientes serviços e consultorias de forma integrada em quatro áreas: e mantém

Leia mais

ABNT NBR 16001:2004 Os Desafios e Oportunidades da Inovação

ABNT NBR 16001:2004 Os Desafios e Oportunidades da Inovação ABNT NBR 16001:2004 Os Desafios e Oportunidades da Inovação A Dinâmica da Terra é uma empresa onde o maior patrimônio é representado pelo seu capital intelectual. Campo de atuação: Elaboração de estudos,

Leia mais

SUSTENTABILIDADE 2014

SUSTENTABILIDADE 2014 SUSTENTABILIDADE 2014 Rutivo de no CONSTRUIR, PLANTAR E TRANSFORMAR Nosso objetivo vai além de ser responsável pelo processo construtivo de nossas obras, procuramos estimular e disseminar o conceito de

Leia mais

CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL IMPLANTAÇÃO DA AGÊNCIA GRANJA VIANA

CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL IMPLANTAÇÃO DA AGÊNCIA GRANJA VIANA IMPLANTAÇÃO DA AGÊNCIA GRANJA VIANA CONCEITO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL CONSTRUÇÃO ECOLÓGICA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL PROMOVE INTERVENÇÕES CONSCIENTES SOBRE O MEIO AMBIENTE, ADAPTANDO-O PARA AS NECESSIDADES

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 3. Gestão empresarial 3.1 Gestão empresarial Objetivo: prover

Leia mais

Único Membro Pleno Brasileiro da IQNet, que tem mais de 1/3 das certificações de SG do mundo. Em 2008 fundou e tem assento no Board da SBAlliance,

Único Membro Pleno Brasileiro da IQNet, que tem mais de 1/3 das certificações de SG do mundo. Em 2008 fundou e tem assento no Board da SBAlliance, CERTIFICAÇÃO Atua desde 1967 formada e mantida pelos professores da Eng. Produção Escola Politécnica USP Há mais de 15 anos certifica Sistemas de Gestão (Q/MA/SSO/RS) e produtos da Construção Civil Único

Leia mais

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6.

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6. Sumário Resumo de Qualificações... 2 Atuação no Mercado... 3 Formação Profissional... 5 Contatos... 6 Página 1 de 6 Resumo de Qualificações Consultora responsável pela organização e gestão da RHITSolution,

Leia mais