Uma análise apurada da redação feita pela estudante Bianca Peixoto Pinheiro Lucena no Enem 2011 aponta para um erro grave na atribuição da nota.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Uma análise apurada da redação feita pela estudante Bianca Peixoto Pinheiro Lucena no Enem 2011 aponta para um erro grave na atribuição da nota."

Transcrição

1 Avaliação da redação Professor 1 Uma análise apurada da redação feita pela estudante Bianca Peixoto Pinheiro Lucena no Enem 2011 aponta para um erro grave na atribuição da nota. Para perceber isso, basta verificar a enorme discrepância na nota atribuída pelos dois primeiros avaliadores: 800 e 000. Embora bastante questionável, a nota 800 ao menos demonstra o resultado de uma avaliação real, realizada por um corretor do exame. A nota 000, por sua vez, evidencia uma falha grave, na medida em que nenhum corretor, mesmo desatento ou destreinado, pode argumentar a favor de uma anulação de um texto em que há uma clara adequação ao tipo de texto exigido (dissertação) e ao tema proposto ( Viver em rede no século XXI: o limite entre o público e o privado ). De fato, pelos anos de trabalho com avaliação de redações de ensino médio e cursos preparatórios para vestibulares e Enem, pela experiência como corretor do Enem em 2009 e pela participação no treinamento realizado pela banca de correção desse exame no mesmo ano, posso afirmar com absoluta convicção que não há qualquer embasamento para a nota 000. Além de a redação ser obviamente adequada, vale lembrar que existe uma orientação da própria banca de correção para que os corretores atribuam nota mínima apenas a textos que sequer tangenciem a discussão proposta e o tipo de texto, o que ocorre somente em casos considerados absurdos. Nesse caso, minha hipótese é a de que o resultado do avaliador 2 não tenha sido fruto de uma correção mal feita, e sim de um erro no sistema. Nesse caso, a necessidade de revisão torna-se inquestionável. A atuação de um avaliador final, que supostamente resolveria o problema, não invalida essa necessidade, pois o resultado acabou por criar um novo erro e uma nova injustiça. A nota 440 está longe de reproduzir o nível de exigência da correção do Enem (ou de qualquer banca de vestibulares), especialmente ao se considerar que a média histórica das notas de redação desse exame gira em torno de 600. Qualquer professor com o mínimo de experiência ou mesmo qualquer cidadão crítico concordará que o texto da aluna Bianca Peixoto Pinheiro Lucena apresenta qualidades muito superiores à média nacional, ainda mais em um país em que ano a ano se evidencia a precariedade da educação. Para perceber isso, basta analisar a redação em cada uma das cinco competências: - COMPETÊNCIA I (NORMA CULTA): A redação demonstra muito bom domínio da norma culta, sem nenhuma falha grave de modalidade escrita. Com adequação de questões como grafia, concordância, regência, pontuação e acentuação, por exemplo, não há justificativa para a subtração de pontos. Nesse caso, tampouco há um questionamento dos próprios avaliadores, na medida em que todos, à exceção do avaliador 2 atribuíram nota máxima a essa competência. NOTA SUGERIDA: COMPETÊNCIA II (COMPREENSÃO DA PROPOSTA DE REDAÇÃO): O texto aborda o tema corretamente, como fica evidente inicialmente pela apresentação de uma tese (a frase final do parágrafo de introdução): Nessa perspectiva, o indivíduo do século XXI, mergulhado na era da internet, encontra dificuldades para delimitar a sua privacidade e a sua vida pública, seja pela eficiência da globalização ou pela lógica individualista. A expressão o indivíduo do século XXI, mergulhado na era da internet aponta para uma óbvia adequação da discussão ao trecho viver em rede no século XXI, presente no tema. Igualmente, o fragmento encontra dificuldades para delimitar sua privacidade e sua vida pública atende à segunda parte do tema: os limites entre o público e o privado. Mais do que isso: a sugestão de que há dificuldades a esse respeito direciona o tratamento que será dado ao tema, inclusive com a antecipação dos prismas que serão avaliados nos dois parágrafos de desenvolvimento: a influência da globalização e a presença de uma lógica individualista. No que diz respeito ao respeito aos padrões dissertativos, da mesma maneira, a redação é perfeitamente adequada em todos os aspectos: um claro teor argumentativo, com a apresentação de opiniões, análises e justificativas de base principalmente indutiva; uma estrutura pertinente, com uma divisão coerente, funcional e regular dos parágrafos de introdução, desenvolvimento e conclusão; e a linguagem impessoal e objetiva típica das dissertações. NOTA SUGERIDA: COMPETÊNCIA III (SELEÇÃO/ORGANIZAÇÃO DE ARGUMENTOS): A dissertação apresenta argumentos pertinentes ao tema, coerentes interna e externamente. Embora não surpreenda pela originalidade, é uma argumentação clara, organizada e eficiente. Após apresentar seu direcionamento na introdução, o texto analisa estrategicamente, nos dois primeiros parágrafos de desenvolvimento, duas causas da dificuldade do homem contemporâneo na separação entre o

2 público e o privado. Trata-se de uma estratégia eficaz, na medida em que se demonstra a compreensão do problema e se dá sentido à necessária proposta de intervenções, uma exigência da competência 5, posteriormente cumprida. O terceiro parágrafo de desenvolvimento, de modo orgânico, avalia as conseqüências do fenômeno discutido, a partir das causas identificadas, e introduz os primeiros meios de reduzir o problema. NOTA SUGERIDA: COMPETÊNCIA IV (CONSTRUÇÃO DA ARGUMENTAÇÃO): Trata-se de uma redação formalmente correta, com frases sintaticamente bem construídas, com períodos de tamanho adequado, que facilitam a compreensão e permitem a fluência do texto. Além disso, faz bom uso dos recursos coesivos, sem ambiguidades e com emprego diversificado de conectivos. NOTA SUGERIDA: COMPETÊNCIA V (PROPOSTA DE INTERVENÇÃO): Após avaliar causas e consequências da dificuldade que o homem do século XXI demonstra para delimitar público e privado, o texto sugere mecanismos para que esse problema seja resolvido ou, ao menos, amenizado. De maneira breve, talvez devido à limitação de linhas, são identificados os possíveis papéis de cinco agentes: governo, ONGs, mídia, escola e família. Em todos os casos, o foco das propostas de intervenção recai sobre a questão da conscientização. Embora pareça genérico, trata-se de uma escolha em sintonia com a abordagem apresentada, já que, em última instância, o indivíduo muitas vezes opta por ter sua intimidade exposta em redes de diversas naturezas. NOTA SUGERIDA: Além de atender objetivamente às competências do Enem, a redação apresenta qualidades diferenciadas e incomuns no cenário nacional de ensino. Devem ser destacadas, nessa perspectiva, as referências históricas, culturais e interdisciplinares presentes de modo circular na introdução, na conclusão e no título. Por tudo isso, uma nota certamente mais adequada às exigências da correção do Enem ficaria entre 920 e Rafael Pinna Sousa (Professor e coordenador de Redação do colégio e curso _A_Z e do Pré-vestibular Social do Cederj, mestre em Linguística pela PUC-RJ e corretor do Enem em 2009)

3 Avaliação da redação Professor 2 Análise da redação da aluna Bianca Peixoto Pinheiro Lucena Desde o ano de 2010 venho acompanhando por meio de aulas particulares o desenvolvimento das redações da referida aluna. Bianca que sempre apresentou notas acima de 7,5, não só em redação, mas em boa parte das disciplinas do currículo da educação básica não poderia ser, agora, avaliada com uma nota na Prova de Redação do Exame Nacional do Ensino Médio. Suas médias nas outras disciplinas avaliadas pelo exame foram satisfatórias, porém AA nota de redação foi inconsistente com o desempenho que sempre apresentou. Além disso, a nota inviabiliza sua concorrência a vaga ao curso de medicina em universidades públicas federais de todo o Brasil. É fato que desde 2008, quando optou pela carreira de medicina, orientou-se pelos programas e provas do ENEM para estudar e por tal motivo conseguiu desenvolver uma escrita que atendesse ao que solicita a prova. Logo, esperava-se que sua nota fosse algo superior as médias que vinha recebendo de seus professores e/ou avaliadores. Ao ler o arquivo solicitado pela candidata por meio judicial e prontamente enviado pelo INEP, pude verificar inconsistências quanto à avaliação feita pelos três professores. A redação apresentada pela estudante à banca do INEP é, em minha avaliação, muito boa e trata o tema sugerido de maneira criativa e coerente com tudo aquilo que é solicitado pelo ENEM. Não se feriram os Diretos Humanos, não houve falhas quanto à Norma Culta, não ocorreram construções frasais ou de parágrafos que deponham contra a coesão e coerência macro e micro textuais. A proposta de intervenção, que é a grande chave para a redação, encontra-se bem apresentada nos quarto e quinto parágrafos. Logo uma avaliação que dê ao texto da aluna apenas torna-se uma avaliação equivocada. Competência I A Norma Culta da Língua figura-se atualmente nas avaliações de redações e textos em geral como recurso importante para a boa leitura dos mesmos. Além de mostrar que o autor do texto domina bem as regras da gramática tradicional, também nos diz que esse aluno/candidato/autor deseja que seu texto seja profundamente compreendido, visto que o uso da variante culta traz ao texto maior clareza. É claro para todo aquele que deseja redigir um bom texto que os recursos de coesão e coerência estão ligados a questão do uso da norma. A avaliação da competência fez-se nesse caso correta, de acordo com o esperado pela candidata, logo não há questionamento a ser feito em relação este. Nota mantida: Competência II A redação da aluna atende perfeitamente ao tema solicitado pela banca do concurso: VIVER EM REDE NO SÉCULO XXI: OS LIMITES ENTRE O PÚBLICO E O PRIVADO, não sendo, portanto permitido que a ela seja dada uma nota baixa no critério ao qual se refere ao tema. Quando a estudante busca na disciplina Literatura o estilo de época Barroco para construir sua tese, versando sobre o conceito de dualidade proposto por esta escola literária em que as contradições eram comuns faz seu

4 primeiro eixo interdisciplinar, conectando essa idéia ao conceito de globalização, aqui extraído da geografia. Isso promove uma releitura da realidade atual, que segundo ela, vive um conflito por ocasião da perda da noção dos espaço público e privado na grande rede. Assim pode-se perceber que a fuga total ao tema defendida pelo avaliador 2 (dois) não é possível, bem como considerar a abordagem feita pela candidata como parcial. Portanto, percebe-se que há uma falha na construção da nota da candidata que pode ter ocorrido por uma falha do avaliador do texto, que entendeu a abordagem de forma equivocada ou ainda uma falha de ordem técnica na colocação da nota do avaliador no sistema. Defendo que pela abordagem feita à candidata obtenha pontuação adequada, isto é, 180,00 pontos. Competência III Nesta competência foi dada por um avaliador a nota e por outro a nota 0.00, ou seja, duas pessoas viram a Seleção/Organização de Argumento de maneira diferente, contudo isso sinaliza para um grave problema, pois diante disso somente dois avaliadores puderam olhar os argumentos utilizados pela aluna, visto que o avaliador de nº2 zerou a redação por fuga ao tema e, portanto, não pôde analisar esta competência. De um ponto vista técnico da redação não há nenhum problema na construção e/ou seleção argumentativa apresentada. As estratégias que a prova do ENEM solicita aos candidatos, por exemplo, usar conhecimentos adquiridos ao longo de sua formação escolar e apresentar senso crítico, além da voz de autoria estão presentes em todo o texto, assim avaliar a competência com a nota zero como fez o avaliador final é uma grande falha. Logo, sugere-se uma revisão da nota atribuída para um valor acima de pontos, a fim de dar-lhe a pontuação que penso ser adequada, Competência IV Esta competência tem por objetivo analisar as construções frasais e as conexões feitas pelo candidato por meio dos recursos de coesão e coerência. Nesta perspectiva é fato que pela leitura do texto não se percebe nenhuma falha ou conjunto de falhas que possam depor contra o texto. Logo a avaliação pela banca, conferindo a redação na referida competência torna-se coerente, porém, por não apresentar problemas em relação aos aspectos da construção textual, acredito que seja mais coerente com o que foi mostrado pela candidata por meio de seu texto uma revisão da nota a fim de fazê-la ser um valor maior que somente Nota Sugerida: Competência V De todas as competências exigidas na redação, acredito que a proposta de intervenção seja a mais importante, visto que nela o candidato mostrar-se-á como um verdadeiro agente de transformação do meio social. Apresentar aspectos como valorização da cidadania, inclusão social por meio de ações que visem à inserção de todos os cidadãos de maneira igualitária e a difusão da educação são fatores essenciais para construção da proposta. As propostas defendidas pela aluna em seu texto atendem a todos esses critérios, que a meu ver são essenciais para a compreensão global do tema da prova. Logo para que um candidato receba a nota nessa competência, este deve ter simplesmente citado algo que não tenha uma boa conexão com o tema. Defender a atuação de agentes transformadores com soluções a curto prazo, a união entre o governo e a sociedade para campanhas de conscientização da própria sociedade sobre a necessidade se ter limites na rede e unir escola e família para sedimentação desses limites, parecem-me propostas que tenham tudo o que é exigido pela banca. Assim, há real necessidade de se alterar a nota atribuída a competência para algo acima dos pontos, ou seja, 200,00.

5 Nota final sugerida: entre 900 e Conclusão do Parecer: Pede-se a Banca do ENEM que reavalie a redação da aluna Bianca Peixoto Pinheiro Lucena a fim de que se possa dar à candidata a chance de concorrer a uma vaga ao curso de medicina em nossas universidades federais. Não se deseja aqui simplesmente questionar o trabalho já feito por três avaliadores, mas necessita-se exigir uma reavaliação para ser atribuída uma nota que seja condizente com aquilo que foi desenvolvimento pela estudante em seu texto. Saber-se que o trabalho feito pelo MEC para inserção do ENEM como meio de ingresso nas universidades federais tem como base a inclusão social, ou seja, para que todos os candidatos ao fazerem o exame que tem iguais e reais possibilidades de entrada. Logo, um novo olhar sobre a redação da aluna trar-lheia a chance de poder participar de todo o processo. Prof. Luiz Herculano de Sousa Guilherme Membro do Fórum de Ensino da Escrita (CFCH/UFRJ) desde 2009 Graduado em Letras pela UFRJ Mestrando em Letras pela PUC- Rio Professor do Sistema Elite Rio e da Escola Municipal Professora Amélia Araujo

*MÓDULO 1* *MÓDULO 2* *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM*

*MÓDULO 1* *MÓDULO 2* *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM* *MÓDULO 1* Redação 1 Resposta pessoal. Redação 2 Resposta pessoal. *MÓDULO 2* Atividade 1 Resposta pessoal. Atividade 2 Resposta pessoal. Atividade 3 Resposta pessoal. *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO

Leia mais

OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM

OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM Disciplina Curso Profª Série REDACÃO Ensino Médio Silvia Zanutto 3º Lembre-se: ESTUDO APROVAÇÃO SUCESSO OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM Aluno,LEIA COM ATENÇÃO! Na redação, o ENEM avalia

Leia mais

PROVA DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR DA UFSM 2014

PROVA DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR DA UFSM 2014 1 PROVA DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR DA UFSM 2014 Prova de redação na perspectiva de gênero textual Com o propósito de avaliar a proficiência dos candidatos na leitura e na escrita pelo uso da língua portuguesa

Leia mais

Escreva seu futuro nas Faculdades Integradas - 4ª edição - ano 2014

Escreva seu futuro nas Faculdades Integradas - 4ª edição - ano 2014 Escreva seu futuro nas Faculdades Integradas - 4ª edição - ano 2014 Justificativa Procurando manter um canal de comunicação entre a Instituição de Ensino Superior e as escolas de Educação Básica, bem promover

Leia mais

COMO SERÁ ELABORADA A PROPOSTA DE TEMA PARA A REDAÇÃO DO ENEM?

COMO SERÁ ELABORADA A PROPOSTA DE TEMA PARA A REDAÇÃO DO ENEM? COMO SERÁ ELABORADA A PROPOSTA DE TEMA PARA A REDAÇÃO DO ENEM? A proposta para a redação do Enem é elaborada de forma a possibilitar que os participantes, a partir dos subsídios oferecidos, realizem uma

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO Inscrição: 15602625057-3 (Liminar) - MANTIDA de dissertação, cujos critérios de análise estavam descritos no edital de abertura que rege

Leia mais

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP Singular-Anglo Vestibulares Professora Natália Sanches Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. Retirado do site oficial do vestibular. FUVEST e UNESP Na correção, três

Leia mais

1. Linguagens e Códigos; 2. Raciocínio Lógico e Matemática; 3. Leitura e Interpretação de Textos; 4. Atualidades.

1. Linguagens e Códigos; 2. Raciocínio Lógico e Matemática; 3. Leitura e Interpretação de Textos; 4. Atualidades. ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS GERAIS E DE REDAÇÃO Prova (Todos os Cursos) Trabalhando em consonância com as diretrizes curriculares nacionais, o UNIFEMM entende que as avaliações do processo

Leia mais

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco REDAÇÃO AULA 5 Professora Sandra Franco DISSERTAÇÃO 1. Definição de Dissertação. 2. Roteiro para dissertação. 3. Partes da dissertação. 4. Prática. 5. Recomendações Gerais. 6. Leitura Complementar. 1.

Leia mais

ANÁLISE DOS TEXTOS PRODUZIDOS POR UMA TURMA DO 3ºANO DO ENSINO MÉDIO À LUZ DOS CRITÉRIOS DO ENEM

ANÁLISE DOS TEXTOS PRODUZIDOS POR UMA TURMA DO 3ºANO DO ENSINO MÉDIO À LUZ DOS CRITÉRIOS DO ENEM ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA ANÁLISE DOS TEXTOS PRODUZIDOS POR UMA TURMA DO 3ºANO DO ENSINO

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG T exto dissertativo: ponto de vista acerca de um tema Profa. Ketiuce Ferreira Silva ketiuce@yahoo.com.br www.ketiuce.com.br Algumas perguntas O quê? Por quê? Para quê?

Leia mais

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO Ano: 3º ANO Disciplina: História Professor Responsável: Wladson Quiozine OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO 1. Retomar os aspectos essenciais do conteúdo programático da disciplina de História do Ensino

Leia mais

A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011

A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011 A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011 Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Malvina Tania Tuttman Diretora de Avaliação da Educação Básica Maria

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS MANDE BEM NA REDAÇÃO! PARA COMEÇAR! Fonte: Guia do Participante, ENEM, 2013, p.7. TIPOLOGIA TEXTUAL Fonte: Guia do Participante, ENEM, 2013, p.16. (Anexo) RECONHECENDO O CAMPO... 1998 - Viver e aprender

Leia mais

ATIVIDADES DISCURSIVAS 2 E POSSIBILIDADES DE RESPOSTAS

ATIVIDADES DISCURSIVAS 2 E POSSIBILIDADES DE RESPOSTAS ATIVIDADES DISCURSIVAS 2 E NED Núcleo de Estudos Dirigidos ED 2/ED Comunicação e Expressão /2012/2 Prof. Cleuber Cristiano de Sousa ATIVIDADE DISCURSIVA 2 Habilidade: ED 2: Compreender e expressar Temáticas

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

COLETÂNEA CONTINUA...

COLETÂNEA CONTINUA... Natal, 05 de abril de 2011 PROVA DE REDAÇÃO A prova de redação apresenta uma proposta de construção textual: uma CARTA ABERTA. Com a finalidade de auxiliá-lo(a) na compreensão prévia da temática em foco,

Leia mais

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José?

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José? Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM E agora José? Respondam Rápido: O que encanta um homem? O que encanta uma mulher? E o que ENCANTA um corretor do ENEM?

Leia mais

Caderno de Redação. 8ª série Ensino Fundamental. Aluno(a):... 27/09/2011

Caderno de Redação. 8ª série Ensino Fundamental. Aluno(a):... 27/09/2011 Caderno de Redação 8ª série Ensino Fundamental Aluno(a):... 27/09/2011 Este Caderno de Redação segue as novas diretrizes estabelecidas pela portaria nº 109, emitida em 27/05/2009, no Diário Oficial da

Leia mais

Prof. Volney Ribeiro

Prof. Volney Ribeiro A REDAÇÃO NO ENEM Prof. Volney Ribeiro Professor de língua portuguesa Especialista em Gestão Educacional Mestrando em Letras A prova de redação exigirá de você a produção de um texto em prosa, do tipo

Leia mais

Dissertar é expor determinada opinião em relação a um tema e defendê-la através de argumentos coerentes com a realidade.

Dissertar é expor determinada opinião em relação a um tema e defendê-la através de argumentos coerentes com a realidade. PROF. BRUNO AUGUSTO Dissertar é expor determinada opinião em relação a um tema e defendê-la através de argumentos coerentes com a realidade. Deve apresentar uma linguagem clara e condizente aopúblicoemqueotextoserádestinado.

Leia mais

AS NOVAS DIRETRIZES PARA O ENSINO MÉDIO E SUA RELAÇÃO COM O CURRÍCULO E COM O ENEM

AS NOVAS DIRETRIZES PARA O ENSINO MÉDIO E SUA RELAÇÃO COM O CURRÍCULO E COM O ENEM AS NOVAS DIRETRIZES PARA O ENSINO MÉDIO E SUA RELAÇÃO COM O CURRÍCULO E COM O ENEM MARÇO/ABRIL/2012 Considerações sobre as Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio Resolução CNE/CEB

Leia mais

Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada.

Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada. Toque de Mestre 16 Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada. Profa. Júnia Andrade Viana profajunia@gmail.com face: profajunia Autora do livro Redação para Concursos

Leia mais

REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1 A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE ACORDO

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Ivaiporã - PR Faculdades Integradas do Vale do Ivaí - UNIVALE COMISSÃO DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR 2016 MATRÍCULA DOS APROVADOS NO VESTIBULAR A matrícula

Leia mais

Edital para o Processo Seletivo ISITEC 2016 ORIENTAÇÕES GERAIS

Edital para o Processo Seletivo ISITEC 2016 ORIENTAÇÕES GERAIS Edital para o Processo Seletivo ISITEC 2016 ORIENTAÇÕES GERAIS O presente documento estabelece normas, dispõe sobre as disciplinas e respectivos programas para o Processo Seletivo de 2016/1 do Instituto

Leia mais

Diretrizes Curriculares ENADE 2012. Curso de: Ciências Contábeis

Diretrizes Curriculares ENADE 2012. Curso de: Ciências Contábeis Diretrizes Curriculares ENADE 2012 Curso de: Ciências Contábeis MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA MEC Nº207 DE 22 DE JUNHO DE 2012 O

Leia mais

Portaria Inep nº 190 de 12 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 13 de julho de 2011, Seção 1, pág. 13

Portaria Inep nº 190 de 12 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 13 de julho de 2011, Seção 1, pág. 13 Portaria Inep nº 190 de 12 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 13 de julho de 2011, Seção 1, pág. 13 A Presidenta do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015

EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015 EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015 A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática PPGECM/UFPR, conforme decisão do Colegiado, torna pública a abertura de inscrições à seleção

Leia mais

EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO DE DIREITO - 2014 EDITAL N.º

EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO DE DIREITO - 2014 EDITAL N.º EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO DE DIREITO - 2014 EDITAL N.º /2013 O Reitor do Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

A GENÉTICA NAS PROVAS DO ENEM: DADOS PRELIMINARES

A GENÉTICA NAS PROVAS DO ENEM: DADOS PRELIMINARES A GENÉTICA NAS PROVAS DO ENEM: DADOS PRELIMINARES Edson Klug Bartz (Acadêmico de Licenciatura em Ciências Biológicas Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense/IFSul Bolsista

Leia mais

Diretrizes Curriculares ENADE 2012. Curso de: Publicidade e Propaganda

Diretrizes Curriculares ENADE 2012. Curso de: Publicidade e Propaganda Diretrizes Curriculares ENADE 2012 Curso de: Publicidade e Propaganda MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA MEC Nº207 DE 22 DE JUNHO DE

Leia mais

Filosofia e Redação Interpretação, Argumentação e Produção Textual. Analisando o Conteúdo Filosófico Presente nas Redações nota 1000 do ENEM

Filosofia e Redação Interpretação, Argumentação e Produção Textual. Analisando o Conteúdo Filosófico Presente nas Redações nota 1000 do ENEM Filosofia e Redação Interpretação, Argumentação e Produção Textual Analisando o Conteúdo Filosófico Presente nas Redações nota 1000 do ENEM Projeto de Produção Discente Elaborado pelo Departamento de Filosofia

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE INGRESSO INSTRUÇÕES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE INGRESSO INSTRUÇÕES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTRUÇÕES 1 1. Confira seu nome e número de inscrição no cartão-resposta. Se houver algum erro, comunique-o ao fiscal de sala. Assine o cartão-resposta no campo indicado. 2. No

Leia mais

A CITOLOGIA NAS PROVAS DO ENEM: DADOS PRELIMINARES

A CITOLOGIA NAS PROVAS DO ENEM: DADOS PRELIMINARES A CITOLOGIA NAS PROVAS DO ENEM: DADOS PRELIMINARES Tailene Kommling Behling(Acadêmica de Licenciatura em Ciências Biológicas Universidade Católica de Pelotas/UCPEL Bolsista PRONECIM) Viviane Barneche Fonseca

Leia mais

MUDANÇA NO VESTIBULAR DA UDESC Florianópolis, agosto de 2011. Sandra Makowiecky PROEN Comissão Permanente do Vestibular da UDESC

MUDANÇA NO VESTIBULAR DA UDESC Florianópolis, agosto de 2011. Sandra Makowiecky PROEN Comissão Permanente do Vestibular da UDESC MUDANÇA NO VESTIBULAR DA UDESC Florianópolis, agosto de 2011 Sandra Makowiecky PROEN Comissão Permanente do Vestibular da UDESC As mudanças propostas para o concurso do Vestibular da UDESC, do Edital 2011/2,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA INTERATIVIDADE FINAL DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES AULA. AULA: 23.1 Conteúdo: Texto dissertativo-argumentativo

LÍNGUA PORTUGUESA INTERATIVIDADE FINAL DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES AULA. AULA: 23.1 Conteúdo: Texto dissertativo-argumentativo : 23.1 Conteúdo: Texto dissertativo-argumentativo Habilidades: Perceber como se organizam os parágrafos de um texto dissertativo-argumentativo. Texto dissertativo O texto dissertativo é um tipo de texto

Leia mais

Projeto: Atualização em Língua Portuguesa

Projeto: Atualização em Língua Portuguesa Projeto: Atualização em Língua Portuguesa 1-Apresentação O Projeto Atualização em Língua Portuguesa - ALP que está integrado ao aspecto interdisciplinar das atividades complementares oferecidas pela Vice-Reitoria

Leia mais

OLIVEIRA, Luciano Amaral. Coisas que todo professor de português precisa saber: a teoria na prática. São Paulo: 184 Parábola Editorial, 2010.

OLIVEIRA, Luciano Amaral. Coisas que todo professor de português precisa saber: a teoria na prática. São Paulo: 184 Parábola Editorial, 2010. Resenha OLIVEIRA, Luciano Amaral. Coisas que todo professor de português precisa saber: a teoria na prática. São Paulo: 184 Parábola Editorial, 2010. Leticia Macedo Kaeser * leletrasufjf@gmail.com * Aluna

Leia mais

MÓDULO 5 O SENSO COMUM

MÓDULO 5 O SENSO COMUM MÓDULO 5 O SENSO COMUM Uma das principais metas de alguém que quer escrever boas redações é fugir do senso comum. Basicamente, o senso comum é um julgamento feito com base em ideias simples, ingênuas e,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 141, DE 24 DE JUNHO DE 2009

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 141, DE 24 DE JUNHO DE 2009 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 141, DE 24 DE JUNHO DE 2009 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

Cadernos do CNLF, Vol. XVII, Nº 04. Rio de Janeiro: CiFEFiL, 2013.

Cadernos do CNLF, Vol. XVII, Nº 04. Rio de Janeiro: CiFEFiL, 2013. 122 Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos LER, ESCREVER E REESCREVER NO ENSINO MÉDIO POR MEIO DOS CLÁSSICOS DA LITERATURA BRASILEIRA José Enildo Elias Bezerra (IFAP) enildoelias@yahoo.com.br

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC de Nova Odessa Código: 234 Município: Nova Odessa Eixo Tecnológico: Segurança no Trabalho Habilitação Profissional: Técnico em Segurança do Trabalho Qualificação:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 138, DE 24 DE JUNHO DE 2009

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 138, DE 24 DE JUNHO DE 2009 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 138, DE 24 DE JUNHO DE 2009 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES - FACELI FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES - FACELI

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES - FACELI FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES - FACELI FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES - FACELI FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES - FACELI CURSO DE PEDAGOGIA PROJETO DE EXTENSÃO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DAS

Leia mais

ENTREVISTA. COM o Dr. Rildo Cosson. POR Begma Tavares Barbosa* begma@acessa.com

ENTREVISTA. COM o Dr. Rildo Cosson. POR Begma Tavares Barbosa* begma@acessa.com Entrevista ENTREVISTA 146 COM o Dr. Rildo Cosson. POR Begma Tavares Barbosa* begma@acessa.com * Dra. em Letras pela PUC/RJ e professora do Colégio de Aplicação João XXIII/UFJF. Rildo Cosson Mestre em Teoria

Leia mais

As Formas de Ingresso em Universidades Públicas e Privadas através do ENEM

As Formas de Ingresso em Universidades Públicas e Privadas através do ENEM As Formas de Ingresso em Universidades Públicas e Privadas através do ENEM Prof. Ph. D. João Benedito dos Santos Jr. Prof. M. Sc. Will Ricardo dos Santos Machado Curso de Bacharelado em Ciência da Computação

Leia mais

difusão de idéias AS ESCOLAS TÉCNICAS SE SALVARAM

difusão de idéias AS ESCOLAS TÉCNICAS SE SALVARAM Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 AS ESCOLAS TÉCNICAS SE SALVARAM Celso João Ferretti: o processo de desintegração da educação atingiu em menor escala as escolas técnicas.

Leia mais

AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA AVALIAÇÕES INTERDISCIPLINARES. Paripiranga 2014

AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA AVALIAÇÕES INTERDISCIPLINARES. Paripiranga 2014 1 AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA AVALIAÇÕES INTERDISCIPLINARES Paripiranga 2014 2 SUMÁRIO 1. DEFINIÇÃO... 3 2. CURSOS, PERÍODOS E/OU TURMAS QUE SÃO INTERDISCIPLINARES...

Leia mais

ENEM, o que é, o que objetiva?

ENEM, o que é, o que objetiva? ENEM, o que é, o que objetiva? Enem Exame Nacional do Ensino Médio Criado em 1998 com o objetivo de diagnosticar a qualidade do ensino médio no país. Em 2009, o exame ganhou uma nova função: selecionar

Leia mais

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE OUTUBRO DE 2012 EREM JOAQUIM NABUCO

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE OUTUBRO DE 2012 EREM JOAQUIM NABUCO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CÍCERO WILLIAMS DA SILVA EMERSON LARDIÃO DE SOUZA MARIA DO CARMO MEDEIROS VIEIRA ROBERTO GOMINHO DA SILVA

Leia mais

Alfabetizar e promover o ensino da linguagem oral e escrita por meio de textos.

Alfabetizar e promover o ensino da linguagem oral e escrita por meio de textos. Alfabetizar e promover o ensino da linguagem oral e escrita por meio de textos. Daiane Pacheco-USC pedagogia - daiaspacheco@gmail.com; Carla Viviana-USC pedagogia- vivianamaximino@hotmail.com; Kelly Rios-USC

Leia mais

Sumário. Parte I As exigências básicas das provas discursivas

Sumário. Parte I As exigências básicas das provas discursivas Sumário Prefácio à 2 a edição, revista e atualizada Apresentação XVII XXI Parte I As exigências básicas das provas discursivas Introdução 2 I. Itens mais gerais estipulados pelas bancas 2 II. Dois editais

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS S DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DISCIPLINA: COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO Leitura e compreensão de textos. Gêneros textuais. Linguagem verbal e não verbal. Linguagem

Leia mais

SELEÇÃO/2015 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES VISUAIS EBA-UFBA EDITAL DOUTORADO

SELEÇÃO/2015 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES VISUAIS EBA-UFBA EDITAL DOUTORADO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES VISUAIS SELEÇÃO/2015 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES VISUAIS EBA-UFBA EDITAL DOUTORADO O Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade Federal da Bahia

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO. Curso: Bacharelado em Administração de Empresas

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO. Curso: Bacharelado em Administração de Empresas PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO Curso: Bacharelado em Administração de Empresas São Paulo 2014 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Objetivos... 3 3. Política de Nivelamento... 3 4. Diretrizes do Nivelamento...

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. Informação Agrupamento de Escolas de Samora Correia Data: Maio 2012 Escola E. B. 2,3 Prof. João Fernandes Pratas Exame de Equivalência à Frequência de Inglês 2º Ciclo - 6.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei

Leia mais

Ministrantes: Aline Brancate e Josiene Duarte/ Luana Dantas e Stella Oliveira

Ministrantes: Aline Brancate e Josiene Duarte/ Luana Dantas e Stella Oliveira 1º CURSO DE REDAÇÃO Ministrantes: Aline Brancate e Josiene Duarte/ Luana Dantas e Stella Oliveira Programa de Educação Tutorial Ciência, Tecnologia e Inovação Grupo PET- CTI pet-grupocti@ufabc.edu.br GRUPO

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA. Antonio Joaquim Severino 1. Um projeto de bem elaborado desempenha várias funções:

PROJETO DE PESQUISA. Antonio Joaquim Severino 1. Um projeto de bem elaborado desempenha várias funções: PROJETO DE PESQUISA Antonio Joaquim Severino 1 Um projeto de bem elaborado desempenha várias funções: 1. Define e planeja para o próprio orientando o caminho a ser seguido no desenvolvimento do trabalho

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS DISCIPLINAS DE MATEMÁTICA E FÍSICA NO ENEM: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO CURSO PRÉ- UNIVERSITÁRIO DA UFPB LITORAL NORTE

A IMPORTÂNCIA DAS DISCIPLINAS DE MATEMÁTICA E FÍSICA NO ENEM: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO CURSO PRÉ- UNIVERSITÁRIO DA UFPB LITORAL NORTE A IMPORTÂNCIA DAS DISCIPLINAS DE MATEMÁTICA E FÍSICA NO ENEM: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO CURSO PRÉ- UNIVERSITÁRIO DA UFPB LITORAL NORTE ALMEIDA 1, Leonardo Rodrigues de SOUSA 2, Raniere Lima Menezes de PEREIRA

Leia mais

MANUAL DE TRABALHO INTERDISCIPLINAR TI - INTEGRADOR FAN CEUNSP

MANUAL DE TRABALHO INTERDISCIPLINAR TI - INTEGRADOR FAN CEUNSP MANUAL DE TRABALHO INTERDISCIPLINAR TI - INTEGRADOR FAN CEUNSP Salto 2010 MANUAL DE TRABALHO INTERDISCIPLINAR TI / INTEGRADOR 0 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 2 TRABALHO INTERDISCIPLINAR (TI)... 3 ORGANIZAÇÃO...

Leia mais

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES EDIT MARIA ALVES SIQUEIRA (UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA). Resumo Diferentes instrumentos de avaliação (ENEM, SIMAVE) tem diagnosticado o despreparo dos alunos

Leia mais

PROJETO DE ESTÁGIO CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 5º

PROJETO DE ESTÁGIO CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 5º PROJETO DE ESTÁGIO CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 5º Caro (a) aluno (a), Esta atividade, de caráter teórico-reflexivo, deverá

Leia mais

REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1. Das Disposições Preliminares Art. 1 o. Este Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15

Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15 C U R S O D E E N G E N H A R I A C I V I L Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15 Componente Curricular: PORTUGUÊS INSTRUMENTAL Código: ENG. 000 Pré-requisito: ----- Período Letivo:

Leia mais

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (Acesso aos mestrados profissionalizantes) 2.ª chamada

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (Acesso aos mestrados profissionalizantes) 2.ª chamada INSTITUTO POLITÉCNICO DE LISBOA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE LISBOA 2015 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (Acesso aos mestrados profissionalizantes) 2.ª chamada CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO I. Leitura (80 )

Leia mais

ATIVIDADES DISCURSIVAS 1 E POSSIBILIDADES DE RESPOSTAS

ATIVIDADES DISCURSIVAS 1 E POSSIBILIDADES DE RESPOSTAS ATIVIDADES DISCURSIVAS 1 E NED Núcleo de Estudos Dirigidos ED 2/ ED Comunicação e Expressão 2012/2 Prof. Cleuber Cristiano de Sousa ATIVIDADE DISCURSIVA 1 Habilidade: ED 2: Compreender e expressar Temáticas

Leia mais

REGULAMENTO PROJETOS INTERDISCIPLINARES

REGULAMENTO PROJETOS INTERDISCIPLINARES REGULAMENTO PROJETOS INTERDISCIPLINARES 1 1. DAS CARACTERÍSTICAS DO PROJETO INTERDISCIPLINAR Trata-se de unidade curricular que compõe o processo curricular dos Cursos de Graduação que possuem tal componente

Leia mais

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação I - Proposta de Redação INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação A proposta de redação do vestibular do ITA pode ser composta de textos verbais, não verbais (foto ou ilustração,

Leia mais

O Texto Dissertativo. Redação 07/07/2015. Enem 15 Semanas. A organização discursiva do texto

O Texto Dissertativo. Redação 07/07/2015. Enem 15 Semanas. A organização discursiva do texto O Texto Dissertativo A organização discursiva do texto Nas aulas de redação do Ensino Fundamental, você deve ter aprendido que existem três modalidades chamadas clássicas de organização discursiva de um

Leia mais

Curso de Aperfeiçoamento Linguístico: o que é?

Curso de Aperfeiçoamento Linguístico: o que é? Curso de Aperfeiçoamento Linguístico. A gramática é um ponto de (des)encontro mesmo entre quem a estuda. Hífen, vírgula, acentos só não movem guerras porque são muito pequenos para isso, mas mal colocados,

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO FACULDADE PIO XII REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ( 6º PERÍODO/2013-7º PERÍODO/2014-8º PERÍODO/2014 ) Cariacica 2013/2014 FACULDADE DE ESTUDOS

Leia mais

Palavras-chave: Leitura. Oralidade. (Re)escrita. Introdução

Palavras-chave: Leitura. Oralidade. (Re)escrita. Introdução 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA OS TEXTOS

Leia mais

PROJETO ABC DA ENERGIA. Gerência de Relacionamento com Cliente

PROJETO ABC DA ENERGIA. Gerência de Relacionamento com Cliente PROJETO ABC DA ENERGIA Gerência de Relacionamento com Cliente Agosto/2015 Projeto ABC da Energia A Celpa, Centrais Elétricas do Pará, promove, através do projeto ABC da energia, a gincana com a temática:

Leia mais

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA A EVOLUÇÃO DA ESCRITA Percebemos a partir da observação das imagens exibidas no vídeo A EVOLUÇÃO DA ESCRITA que o homem sempre buscou muitas formas de transmitir pensamentos. O texto é uma das formas mais

Leia mais

48 Os professores optaram por estudar a urbanização, partindo dos espaços conhecidos pelos alunos no entorno da escola. Buscavam, nesse projeto, refletir sobre as características das moradias existentes,

Leia mais

Reflexões sobre as dificuldades na aprendizagem de Cálculo Diferencial e Integral

Reflexões sobre as dificuldades na aprendizagem de Cálculo Diferencial e Integral III Mostra de Pesquisa da Pós-Graduação PUCRS Reflexões sobre as dificuldades na aprendizagem de Cálculo Diferencial e Integral Marcelo Cavasotto, Prof.ª Dra. Ruth Portanova (orientadora) Mestrado em Educação

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2. OBJETO DE AVALIAÇÃO

1. INTRODUÇÃO 2. OBJETO DE AVALIAÇÃO INFORMAÇÃO-Prova de Equivalência à Frequência 2º Ciclo do Ensino Básico Despacho Normativo nº 6-A/2015 de 5 de março Disciplina: INGLÊS Código: 06 Tipo de Prova: ESCRITA E ORAL (Língua Estrangeira I, Nível

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 136, DE 24 DE JUNHO DE 2009

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 136, DE 24 DE JUNHO DE 2009 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 136, DE 24 DE JUNHO DE 2009 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

Deixe o #mimimi de lado e venha aprender de verdade!

Deixe o #mimimi de lado e venha aprender de verdade! Deixe o #mimimi de lado e venha aprender de verdade! CaLL. Prepara você pra qualquer prova. O mundo não tem mais fronteiras para quem está preparado. O conhecimento é a bagagem. A língua, o passaporte

Leia mais

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO)

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) Processo Avaliativo Unidade Didática PRIMEIRA UNIDADE Competências e Habilidades Aperfeiçoar a escuta de textos orais - Reconhecer

Leia mais

Revista. fl À Ÿ ø ø ø ª ± ª ø Ʊ ø ºª Œªºø9=± ª æ øæ ºª ªÆ ± Ó ÔÌ

Revista. fl À Ÿ ø ø ø ª ± ª ø Ʊ ø ºª Œªºø9=± ª æ øæ ºª ªÆ ± Ó ÔÌ Revista fl À Ÿ ø ø ø ª ± ª ø Ʊ ø ºª Œªºø9=± ª æ øæ ºª ªÆ ± Ó ÔÌ Fezse admirável no seu modo de ser, no exemplo de vida Maria Francisca Moro Flávio José Schibinski Caro (a) Leitor (a) É com entusiasmo

Leia mais

Caderno de Redação. 3º ano Ensino Médio. Aluno(a):... 28/09/2011

Caderno de Redação. 3º ano Ensino Médio. Aluno(a):... 28/09/2011 Caderno de Redação 3º ano Ensino Médio Aluno(a):... 28/09/2011 Este Caderno de Redação segue as novas diretrizes estabelecidas pela portaria nº 109, emitida em 27/05/2009, no Diário Oficial da União, para

Leia mais

VESTIBULAR 2015/2 MANUAL DO CANDIDATO

VESTIBULAR 2015/2 MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR 2015/2 MANUAL DO CANDIDATO PREZADO ALUNO, Encontre conosco o que busca para sua realização profissional e pessoal. Leia e reflita sobre nossos Cursos: O Curso de Licenciatura em Pedagogia forma

Leia mais

Língua Portuguesa 1ºEM

Língua Portuguesa 1ºEM ASSESSORIA DE EDUCAÇÃO PROVÍNCIA DO PARANÁ Colégio Social Madre Clélia Língua Portuguesa 1ºEM Prof. Eliana Martens A prova de redação é extremamente importante em vestibulares e em concursos Avalia diferentes

Leia mais

Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador

Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador Alfabetização de Crianças O Professor Alfabetizador é o profissional responsável por planejar e implementar ações pedagógicas que propiciem,

Leia mais

Enem, fantasias e verdades. Rommel Fernandes

Enem, fantasias e verdades. Rommel Fernandes 2014 Enem, fantasias e verdades. Rommel Fernandes Enem, fantasias e verdades. 3 Eu sou Rommel Fernandes, Diretor de Ensino do Bernoulli, e vou expor um tema interessantíssimo, que envolve o Enem. O exame

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec:Paulino Botelho/ Professor E.E. Arlindo Bittencourt (extensão) Código: 092-2 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação

Leia mais

OS MECANISMOS DE COESÃO EM CAMPANHAS DE SAÚDE

OS MECANISMOS DE COESÃO EM CAMPANHAS DE SAÚDE OS MECANISMOS DE COESÃO EM CAMPANHAS DE SAÚDE Kleiton Cassemiro do Nascimento¹ DLLEM / UFRN Kleitoncass@gmail.com RESUMO Este trabalho tem como objetivo fazer uma análise dos mecanismos de coesão adotados

Leia mais

EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1

EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1 EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1 A FACULDADE TERRA NORDESTE - FATENE, credenciada pelo MEC, portaria n 1.246 de 14/10/2008, torna pública a abertura de inscrições para o processo seletivo dos

Leia mais

SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE

SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE Adriele Albertina da Silva Universidade Federal de Pernambuco, adrielealbertina18@gmail.com Nathali Gomes

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima

Leia mais

PROVA UNIJUÍ. Locais de Realização da Prova Câmpus/Polo Ijuí, Câmpus Santa Rosa, Câmpus Panambi e Câmpus Três Passos.

PROVA UNIJUÍ. Locais de Realização da Prova Câmpus/Polo Ijuí, Câmpus Santa Rosa, Câmpus Panambi e Câmpus Três Passos. PROVA UNIJUÍ Data 08 de fevereiro de 2015 (domingo) Modalidades e Horários Cursos EaD Prova da Unijuí (Redação) Início às 8h30min e término às 11h30min. Cursos Presenciais Prova da Unijuí (Redação e 40

Leia mais

O interesse por atividades práticas contribuindo na alfabetização através do letramento

O interesse por atividades práticas contribuindo na alfabetização através do letramento O interesse por atividades práticas contribuindo na alfabetização através do letramento A contribuição do interesse e da curiosidade por atividades práticas em ciências, para melhorar a alfabetização de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II O Prefeito do Município de São Gonçalo dos Campos, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais, retifica o Edital 001/2014

Leia mais

O CONCEITO DE AUTORIA EM REDAÇÕES DE VESTIBULAR

O CONCEITO DE AUTORIA EM REDAÇÕES DE VESTIBULAR O CONCEITO DE AUTORIA EM REDAÇÕES DE VESTIBULAR Resumo: Doutoranda Giovana Dragone Rosseto Antonio i (UNICAMP)... A prova de redação exerce um papel de extrema importância nos resultados dos vestibulares

Leia mais

EDITAL N 56/2013 UEPA PRÊMIO MELHOR TCC 2012

EDITAL N 56/2013 UEPA PRÊMIO MELHOR TCC 2012 A Universidade do Estado do Pará, por meio da Pró-Reitoria de Graduação, torna público no âmbito desta Instituição o processo de seleção de Trabalhos de conclusão de Curso produzidos por estudantes de

Leia mais

EDITAL N /2015 PROCESSO SELETIVO 2015.1

EDITAL N /2015 PROCESSO SELETIVO 2015.1 EDITAL N /2015 PROCESSO SELETIVO 2015.1 A FACULDADE TERRA NORDESTE - FATENE, credenciada pelo MEC, portaria n 1.246 de 14/10/2008, torna pública a abertura de inscrições para o processo seletivo dos cursos

Leia mais