Água, Riscos e a Relação com o Negócio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Água, Riscos e a Relação com o Negócio"

Transcrição

1 Água, Riscos e a Relação com o Negócio

2 Por que água? Por que agora? Medidas de conservação serão voluntárias ou obrigatórias? Os mercados emergentes serão os mais afetados? Onde serão sentidos os impactos nos negócios? Regulamentação? Custos? Interrupções? Considerando o melhor cenário, é possível que a água não seja um problema? Uso Mundial de Agua Estimado (Km3 por año) Demanda Projetada (6,900 km3) Fornecimento Anual (4,200 km3) Legenda Perdas em Reservatórioss Municipal Industria Agricultura 2

3 Entendimento do Desafio a Longo Prazo Se as mudanças climáticas são um tubarão, então a água são os seus dentes e este é um tema sobre o qual as empresas necessitam de maiores níveis de conscientização e compreensão. - Paul Dickinson, Diretor Executivo Carbon Disclosure Project Quase todos os recursos ou produtos básicos (petróleo, alimentos, etc.) no mundo de hoje podem ser transferidos, deslocados e, transportados para onde quer que seja necessário. Mas a água não. Consistentemente subvalorizada e cara para se transportar, não existe um mercado global e muito pouco intercâmbio internacional. - Professor Cluckie, Universidade de Bristol País Gap agregado estimado para 2030 India 50%; 744 Bilhão m³ China 25%; 619 Bilhão m³ México 25%; 23 Bilhão m³ África do Sul Brasil (São Paulo) 17%; 19 Bilhão m³ 14%; 15 Bilhão m³ Impulsores do Gap Crescimento agrícola; demanda municipal Crescimento industrial e urbano; ligação complexa entre águaenergia Uso agrícola, públicourbano, industrial Uso industrial, municipal, doméstico Uso industrial, municipal, doméstico Charting Our Water Future, 2030 Water Resources Group,

4 Elementos para a uma Tempestade Perfeita Recurso Crítico 40% de gap com a demanda projetada para o ano de 2030 a nível mundial, sendo os mercados emergentes os mais estressados Era de Transparência Dados de risco detalhados e informação corporativa a disposição do público Expectativas Corporativas Expectativas crescentes de divulgação de dados sobre água, responsabilidade e compromisso no nível local 4

5 Entendendo as Condições Locais Duas instalações com um uso de água quase idêntico poderiam ser consideradas similares dos pontos de vista de rendimento, maturidade e perpectivas. Mas será que são? Contexto Natural Objetivos do Negócio Avaliação de Níveis Múltiplos Grupos de Interesse Marco Regulatório 5

6 Água A Nova Energia. Certo? Bem... Tudo que temos que fazer é replicar nosso programa de energia? Não é tão fácil, há diferenças fundamentais! Energia Água Construindo a Estratégia de Água: Conservação de Água Oportunidades de Gestão de Riscos Operação dos Negócios Alinhamento com a Comunidade Cadeia de Fornecimento

7 Estratégia Corporativa e Suporte Global Governança e Estratégias Existentes Obter materiais selecionados que proporcionem uma visão consolidada Utilizar marcos de ação reconhecidos Análises de Gaps Estratégia de Água Intercâmbios com Lideranças Avaliar a importância estratégica relativa da água como um assunto de negócios Referências Parceiros e Grupos de Interesse Conseguir uma visão clara sobre as necessidades de suporte, as mudanças esperadas, desafios e aspirações futuras. 8

8 Mudanças de Perspectiva Gestão de Água na Fábrica Planos de Proteção da Fonte de Água (SWPP) Estratégias de Conservação de Água Equipes de Água e Embaixadores Kits de Ferramentas de Água e Capacitação Mapeamento de Grupos de Interesse e Compromisso Identificação dos principais grupos de interesse Avaliação de interesses vs impacto para priorizar Estabelecimento de relações e alianças adequadas Reabastecimento e Projetos de Água da Comunidade Avaliação de preocupações e necessidades de água da comunidade Desenho de projetos de água eficientes para a comunidade Quantificação dos benefícios, incluindo a neutralidade

9 Reduzir Custos, Gerir Riscos, Promover a Marca DESAFIO Podemos proteger ativos importantes e nossas operações nas economias emergentes e de rápido crescimento, onde a eminente escassez de água e seus aspectos socioeconômicos associados representam um risco significativo para os negócios? Podemos fortalecer nosso negócio e entender melhor como mitigar e/ou gerenciar o risco envolvendo os grupos de interesse chave e criando análises de cenários detalhadas? 10

10 Seria útil...? Poder desenvolver uma estratégia operacional e analisar os riscos de negócio para criar uma gestão dos recursos hídricos em escala global, com enfoque e entendimentos locais? Otimizar e identificar as práticas de ponta para alcançar benefícios sociais, ambientais e ecológicos dos esforços de redução de recursos e riscos? Investigar impactos do uso de água e identificar as prioridades futuras com alinhamento com a estratégia empresarial, criando diálogo com os principais grupos de interesse ao longo da cadeia de suprimento?

11 E onde reside o valor? Aplicação de perspectiva e experiência para formar enfoques duradouros e eficazes para a gestão dos recursos hídricos Percepções amplas de risco de negócio para gerenciar com eficácia as necessidades de recursos hídricos Identificação e priorização de oportunidades de conservação e eficiência para otimizar o rendimento da empresa Mapeamento do uso da água e seus impactos na cadeia de valor alinhados com as prioridades atuais e com as oportunidades de amanhã Proteção e segurança de recursos hídricos sustentáveis para produtos, processos, e parceiros na cadeia de fornecimento

12 A Importância da Informação Para melhorar o desempenho é necessário primeiro medir o desempenho. As empresas podem se beneficiar de muitas formas ao reportar de maneira mais oportuna e refinada sobre o valor com o qual a água contribui para a suas atividades. 13

13 Importância da água como um recurso Mito da abundância Estresse hídrico global no radar em todo o mundo Conhecer e gerenciar melhor todos os aspectos do risco hídrico Transparência nos riscos e no uso de água A responsabilidade é chave para a prosperidade Por que buscar referência comparativa? Sem Sin agua, água, no não temos tenemos produto un producto 14

14 Água: Um Mundo de Grupos de Iniciativas Regionais Consumidores Clientes Ativistas Interesse Promovendo normatização dos relatórios e transparência Promovendo ferramentas de avaliação do risco hídrico Promovendo metodologías de contabilidade de água - quantidade e impacto 15

15 Um enfoque holístico para a água 1. É mais do que escassez física 2. Requer uma perspectiva além das 4 paredes Uma fábrica perfeita em uma bacia de alto risco é uma aposta segura? 3. Visão local das bacias hidrográficas é fundamental 4. Riscos e oportunidades - Priorizar, priorizar, priorizar 5. Uma vez definido o modelo de negócio, avançar nas iniciativas de gestão de água 16

16 Enfoque Holístico Confiabilidade da Fonte Qualida de Eficiência de Uso de Água Corpo Receptor de Descarga e Impactos no Ecossistema Capacidade da bacia Impactos na Cadeia de Valor e Vulnerabilidades Cadeia de Valor da Empresa Sociedade & Mídia Custos Capacidade de Infraestrutura e Confiabilidade Legislação e Regulamentações 17

17 Ferramentas de Gestão de Água Detecção dos Riscos de Água Pegada Hídrica/Contabilidade Avaliação de Vulnerabilidade da Fonte Custo Real da Água

18 Razões para uma Ação Afirmativa Os riscos podem ser únicos para cada lugar... Estresse Hídrico para o negócio tem muitas facetas e não deve ser definido unicamente como a escassez física Disponibilidade Física Qualidade da Água Capacidade da Infraestrutura Preços Secas/inundações Usos concorrentes Demanda crescente Mudanças Climáticas Políticas públicas - regulação Gestão de capacidades Licença social 19

19 Pegada Hídrica Desenvolver uma orientação pragmática e definições Monitoramento e participação, incluindo metodologias de ponta, como ISO, UNEP, Water Footprint Network, World Business Council e outros A capacidade de uma empresa de desenvolver com precisão um inventário de água em sua cadeia de valor, em escala de bacias locais é um componente crítico na determinação de impactos potenciais ao negócio, riscos, oportunidades e opções de mitigação (www.waterfootprint.org)

20 SOLUÇÃO Avaliação de Vulnerabilidade da Fonte Uma Avaliação de Vulnerabilidade da Fonte de Água (SVA) fornece informações sobre riscos fisicos e sócio-econômicos de uma fonte ou fornecimento de água, identifica as vulnerabilidades e oportunidades em uma bacia hidrográfica para impulsionar ações concretas com resultados para o negócio e com a identificação de oportunidades de colaboração. (SVA) DESAFIO Avaliar os riscos de negócio: 1) Físicos; 2) Regulatórios; e 3) Sociais/Reputacionais. Gerar informação essencial para a implantação das iniciativas globais de gestão de água e/ou de mitigação dos riscos relacionados à água

21 Custo Real de Água HOJE O que você PENSA que paga O que REALMENTE paga O que você PODERIA pagar O que você PODE pagar AMANHÃ CUSTO REAL DA ÁGUA CONTABILIDADE DE CUSTO TOTAL PREÇO CUSTO VALOR Nunca sabemos o valor da água até que o poço esteja seco. Thomas Fuller 23

22 Cálculo do Custo Real de Água DESAFIO A água é uma prioridade estratégica, mas os investimentos associados comumente não apresentam elevadas taxas de Retorno do Investimento (ROI) para as empresas devido aos custos inicialmente subestimados de água e capacidade limitada para quantificar plenamente o custo real da água SOLUCÃO Implantar métodos de contabilidade para calcular o "custo real" de água com uma perspectiva operacional (intramuros) e externa (bacias e ecosistemas). HOJE ANÁLISE DE CENÁRIO E PROBABILIDADE Custos Usuais (diretos) (Pagamento direto de tarifas medidorese volumes outorgados) + Custos ocultos (indiretos) (O e M, tratamento, energia, regulamentação) + Custos Contingentes (Melhorias de infraestrutura, fontes de água alternativas, continuidade do negócio) + Custos Menos Tangíveis (Reputação, publicidade negativa, participação na comunidade) CUSTO REAL DEL AGUA AMANHÃ CONTABILIDADE DE CUSTO TOTAL 24

23 Custos Reais, Soluções Reais Modelamento de cenários futuros de risco situações de risco de negócio, custos e alternativas de solução = Monetarização da decisão de investimento 25

24 Estudo de Caso Valor Agregado Ao final de de 2011, Cummins, o fabricante mundial de sistemas de energia, começou a desenvolver una estratégia integral de gestão de água, reconhecendo a água como um crescente problema mundial, especialmente em mercardos emergentes chave como a Índia Trabalhando com a Antea Group, a equipe da Cummins se utilizou da plataforma Ceres Aqua Gauge como um primeiro passo no processo de desenvolvimento de estratégias. Aqua Gauge nos proporcionou uma visão flexível e integral de todas as perspectivas do gerenciamento de água, que nos ajudou a consolidar nossas discussões para priorizar nossas ações em uma sequência lógica aplicável a nosso negócio. Todd Swingle Diretor de Estratégia Ambiental Cummins 26

25 Caso de estudo Abastecimento Hídrico e Comunidade Caso de Estudio Etiópia Heineken lançou com vários parceiros um projeto de equilíbrio de água na região etíope de Harar. Facilitar o acceso á água para pessoas em zonas rurais através da construção de diques de areia par armazenamento sustentável de água subterrânea; Capacitação das autoridades rurais locais sobre abastecimento de água; Implantação de um sistema de monitoramento de água subterrânea. Objetivo final: Reduzir o estresse de água e melhorar o acesso de água para pessoas em

26 Exercício: Mapeamento de Situação da Empresa

27 Muchas gracias / Muito obrigado / Thanks Hilton Lucio Inogen Environmental Alliance Angel Ambiental (+55)

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Janeiro 2011 Exclusivamente para empresas de médio porte Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Relatório para o Brasil Panorama global: Pesquisa com 2.112 líderes do mercado de

Leia mais

Empresas e as mudanças climáticas

Empresas e as mudanças climáticas Empresas e as mudanças climáticas O setor empresarial brasileiro, por meio de empresas inovadoras, vem se movimentando rumo à economia de baixo carbono, avaliando seus riscos e oportunidades e discutindo

Leia mais

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation.

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. O SoftExpert PPM Suite é a solução mais robusta, funcional e fácil para priorizar, planejar, gerenciar e executar projetos, portfólios

Leia mais

GIRH como Ferramenta de Adaptação às Mudanças Climáticas. Adaptação em Gestão das Águas

GIRH como Ferramenta de Adaptação às Mudanças Climáticas. Adaptação em Gestão das Águas GIRH como Ferramenta de Adaptação às Mudanças Climáticas Adaptação em Gestão das Águas Meta e objetivos da sessão Meta considerar como a adaptação às mudanças climáticas pode ser incorporada na gestão

Leia mais

WWDR4 Resumo histórico

WWDR4 Resumo histórico WWDR4 Resumo histórico Os recursos hídricos do planeta estão sob pressão do crescimento rápido das demandas por água e das mudanças climáticas, diz novo Relatório Mundial das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento

Leia mais

Pressão sobre os recursos nos mercados globais de commodities afeta economia global

Pressão sobre os recursos nos mercados globais de commodities afeta economia global Pressão sobre os recursos nos mercados globais de commodities afeta economia global Conclusão é do novo relatório do Earth Security Group, lançado hoje em São Paulo na sede da Cargill São Paulo, 23 de

Leia mais

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Iniciativas Globais Aliança do Setor Privado para a Redução do

Leia mais

Canais de diálogo com públicos impactados e mediação para resolução de conflitos. Junho, 2013

Canais de diálogo com públicos impactados e mediação para resolução de conflitos. Junho, 2013 Canais de diálogo com públicos impactados e mediação para resolução de conflitos Junho, 2013 1 Contexto Concentração espacial, econômica e técnica; Indústria é de capital intensivo e business to business

Leia mais

PROGRAMA BRASILEIRO GHG PROTOCOL. Utilizando o inventário de emissões de GEE como ferramenta de gestão corporativa

PROGRAMA BRASILEIRO GHG PROTOCOL. Utilizando o inventário de emissões de GEE como ferramenta de gestão corporativa PROGRAMA BRASILEIRO GHG PROTOCOL Utilizando o inventário de emissões de GEE como ferramenta de gestão corporativa São Paulo, 03 de setembro de 2013 VI SEMINÁRIO HOSPITAIS SAUDÁVEIS - SHS 2013 EMISSÕES

Leia mais

A crescente importância de uma adequada gestão da água

A crescente importância de uma adequada gestão da água www.pwc.pt A crescente importância de uma adequada gestão da água CDP Spring Workshop 2015 19 de março 2015 Índice 1. Porque é que a água é cada vez mais relevante? 2. Quais os riscos para o negócio? 3.

Leia mais

Política Ambiental das Empresas Eletrobras

Política Ambiental das Empresas Eletrobras Política Ambiental das Empresas Eletrobras Versão 2.0 16/05/2013 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Princípios... 3 3 Diretrizes... 3 3.1 Diretrizes Gerais... 3 3.1.1 Articulação Interna... 3 3.1.2 Articulação

Leia mais

Padrão de Príncipes, Critérios e Indicadores para Florestas Modelo. Rede Ibero-Americana de Florestas Modelo 2012

Padrão de Príncipes, Critérios e Indicadores para Florestas Modelo. Rede Ibero-Americana de Florestas Modelo 2012 Meta superior (RIABM 2011): A Floresta Modelo é um processo em que grupos que representam uma diversidade de atores trabalham juntos para uma visão comum de desenvolvimento sustentável em um território

Leia mais

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Análise de Maturidade de Governança

Leia mais

Inovação e Empreendedorismo

Inovação e Empreendedorismo Inovação e Empreendedorismo Kami Saidi Diretor de Operações & Sustentabilidade HP Brasil 09-maio-13 HP Commitment Many assume, wrongly, that a company exists simply to make money... the real reason HP

Leia mais

Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de geração de valor. Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa

Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de geração de valor. Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de geração de valor Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB)

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB) A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação Maio de 2014 O novo comprador de tecnologia e a mentalidade de aquisição Existe hoje um novo comprador de tecnologia da informação Esse comprador

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FORTALEZA UM CHAMADO PARA A AÇÃO

DECLARAÇÃO DE FORTALEZA UM CHAMADO PARA A AÇÃO DECLARAÇÃO DE FORTALEZA Segunda Conferência Internacional sobre Clima, Sustentabilidade e Desenvolvimento em Regiões Semiáridas (ICID 2010) Fortaleza, Ceará, Brazil 16 20 de Agosto, 2010 UM CHAMADO PARA

Leia mais

SUSTENTABILIDADE: estratégia de geração de valor para a MMX. Agosto 2013

SUSTENTABILIDADE: estratégia de geração de valor para a MMX. Agosto 2013 SUSTENTABILIDADE: estratégia de geração de valor para a MMX Agosto 2013 ESTRATÉGIA EM SUSTENTABILIDADE Visão Uma estratégia de sustentabilidade eficiente deve estar alinhada com o core business da empresa

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Geraldo Soares IBRI; Haroldo Reginaldo Levy Neto

Leia mais

Carbon Disclosure Project Supply Chain CDP na cadeia de suprimentos

Carbon Disclosure Project Supply Chain CDP na cadeia de suprimentos w Gestão Ambiental na Sabesp Workshop Carbon Disclosure Project Supply Chain CDP na cadeia de suprimentos Sup. Wanderley da Silva Paganini São Paulo, 05 de maio de 2011. Lei Federal 11.445/07 Lei do Saneamento

Leia mais

Política Ambiental janeiro 2010

Política Ambiental janeiro 2010 janeiro 2010 5 Objetivo Orientar o tratamento das questões ambientais nas empresas Eletrobras em consonância com os princípios da sustentabilidade. A Política Ambiental deve: estar em conformidade com

Leia mais

O papel do CFO na estratégia corporativa

O papel do CFO na estratégia corporativa O papel do CFO na estratégia corporativa Paola Sardi Madueño, Diretora de Estratégia da Monitor Deloitte Dezembro 2014 Tendências globais (1/2) Embora com pesos diferentes, existem algumas tendências globais

Leia mais

ISO 14001:2015 SAIBA O QUE MUDA NA NOVA VERSÃO DA NORMA

ISO 14001:2015 SAIBA O QUE MUDA NA NOVA VERSÃO DA NORMA ISO 14001:2015 SAIBA O QUE MUDA NA NOVA VERSÃO DA NORMA SUMÁRIO Apresentação ISO 14001 Sistema de Gestão Ambiental Nova ISO 14001 Principais alterações e mudanças na prática Estrutura de alto nível Contexto

Leia mais

GERENCIANDO SERVIÇOS DE MENSAGENS OTT PARA UM PROVEDOR DE TELECOM GLOBAL

GERENCIANDO SERVIÇOS DE MENSAGENS OTT PARA UM PROVEDOR DE TELECOM GLOBAL GERENCIANDO SERVIÇOS DE MENSAGENS OTT PARA UM PROVEDOR DE TELECOM GLOBAL A Sytel Reply foi comissionada por uma grande operadora global de Telecom para o fornecimento de um Service Assurance de qualidade.

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Seu futuro é o nosso compromisso. O presente documento visa trazer em seu conteúdo o posicionamento do INFRAPREV frente aos desafios propostos e impostos pelo desenvolvimento sustentável. Para formular

Leia mais

Curso Agenda 21. Resumo da Agenda 21. Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS

Curso Agenda 21. Resumo da Agenda 21. Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS Resumo da Agenda 21 CAPÍTULO 1 - Preâmbulo Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS CAPÍTULO 2 - Cooperação internacional para acelerar o desenvolvimento sustentável dos países em desenvolvimento e políticas

Leia mais

ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo

ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo With the support of the European Commission and the Belgian Presidency of the European Union Porquê Enterprise 2020? Os desafios económicos, sociais e

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit.

1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit. 1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit. 2 Regras e Instruções: Antes de começar a fazer a avaliação leia as instruções

Leia mais

CAF: Um banco de desenvolvimento ao serviço da água na América Latina

CAF: Um banco de desenvolvimento ao serviço da água na América Latina CAF: Um banco de desenvolvimento ao serviço da água na América Latina Apoio financeiro e técnico no setor água O CAF apoia os esforços que os países da região realizam para garantir que toda a população

Leia mais

38º Café com Sustentabilidade FEBRABAN

38º Café com Sustentabilidade FEBRABAN 38º Café com Sustentabilidade FEBRABAN THE NATURE CONSERVANCY - TNC Programa de Conservação Floresta Atlântica e Savana Central Samuel Barrêto 10 de Junho 2014 TNC no mundo O que mudou na agenda hídrica?

Leia mais

O futuro da área de finanças Simplificação, eficiência e produtividade. Othon de Almeida 1 de julho de 2015

O futuro da área de finanças Simplificação, eficiência e produtividade. Othon de Almeida 1 de julho de 2015 O futuro da área de finanças Simplificação, eficiência e produtividade Othon de Almeida 1 de julho de 2015 Os desafios da área de finanças Os desafios da área de finanças em um ambiente competitivo Acompanhamento

Leia mais

INTRODUÇÃO. Copyright 2015 Todos os direitos reservados. Capacitação e Certificação COBIT 4.1 Foundation

INTRODUÇÃO. Copyright 2015 Todos os direitos reservados. Capacitação e Certificação COBIT 4.1 Foundation Apresentação Inicial BEM-VINDO!!! Por favor, descreva o seu atual conhecimento sobre Governança de TI 1 INTRODUÇÃO 2 Introdução do Curso Bem vindo ao Controle de Objetivos de informação e Tecnologia (COBIT)

Leia mais

Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2011

Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2011 Inventário Corporativo de Emissões Diretas e Indiretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) Ano referência: Emissões de 2011 Resumo Este documento apresenta o Inventário corporativo de Emissões Diretas e Indiretas

Leia mais

um RH estratégico para hoje e para o futuro Construindo

um RH estratégico para hoje e para o futuro Construindo Construindo um RH estratégico para hoje e para o futuro ado o crescente foco executivo no capital humano, o RH tem uma oportunidade sem precedentes de se posicionar como um verdadeiro parceiro estratégico

Leia mais

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com 1 Information Technology Infrastructure Library 2 O que é o? Information Technology Infrastructure Library é uma biblioteca composta por sete livros

Leia mais

GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGUROS

GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGUROS GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGUROS 2015 E m um período de profundas mudanças socioambientais, torna-se ainda mais estratégico incluir a sustentabilidade

Leia mais

A Sustentabilidade no HSL. Diretoria de Filantropia e Responsabilidade Social

A Sustentabilidade no HSL. Diretoria de Filantropia e Responsabilidade Social A Sustentabilidade no HSL Diretoria de Filantropia e Responsabilidade Social Sustentabilidade HSL Panorama Geral Desequilíbrio do processo econômico Fonte: New Scientist (18 October 2008, p 40). Legenda:

Leia mais

DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS DA UNILEVER

DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS DA UNILEVER DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS DA UNILEVER Acreditamos que as empresas só podem florescer em sociedades nas quais os direitos humanos sejam protegidos e respeitados. Reconhecemos que as empresas

Leia mais

4 por 1 000. Os solos em prol da segurança alimentar e do clima

4 por 1 000. Os solos em prol da segurança alimentar e do clima Junte-se à iniciativa 4 por 1 000 Os solos em prol da segurança alimentar e do clima Baseada em uma documentação científica sólida e em ações de campo concretas, a iniciativa "4 por 1000" visa mostrar

Leia mais

Os participantes concordaram em nove tópicos-chave nos quais houve semelhanças em problemas de água e gestão. São estes:

Os participantes concordaram em nove tópicos-chave nos quais houve semelhanças em problemas de água e gestão. São estes: A Academia Brasileira de Ciências (ABC), em parceria com o Instituto Internacional de Ecologia (IIE) - e com o suporte da Rede Interamericana de Academias de Ciências (IANAS), da Rede Africana de Academias

Leia mais

Manual de Gestão de Crises para Relações com Investidores Comunicação e estratégia para a preservação de valor

Manual de Gestão de Crises para Relações com Investidores Comunicação e estratégia para a preservação de valor Manual de Gestão de Crises para Relações com Investidores Comunicação e estratégia para a preservação de valor Sumário 1. Introdução... 2 2. Operação padrão (dia a dia) versus cenários de crise... 2 3.

Leia mais

NOSSA ASPIRAÇÃO JUNHO/2015. Visão Somos uma coalizão formada por associações

NOSSA ASPIRAÇÃO JUNHO/2015. Visão Somos uma coalizão formada por associações JUNHO/2015 NOSSA ASPIRAÇÃO Visão Somos uma coalizão formada por associações empresariais, empresas, organizações da sociedade civil e indivíduos interessados em contribuir para a promoção de uma nova economia

Leia mais

Documento Regional Europeu quinto Fórum Mundial da Água Sumário Executivo

Documento Regional Europeu quinto Fórum Mundial da Água Sumário Executivo O Documento Regional Europeu para o quinto Fórum Mundial da Água descreve os principais desafios que a Europa atravessa bem como as soluções desenvolvidas de modo a supera-los. O Documento foi escrito

Leia mais

Ministério das Relações Exteriores. Declaração Conjunta Brasil-Estados Unidos sobre Mudança do Clima Washington, D.C., 30 de junho de 2015

Ministério das Relações Exteriores. Declaração Conjunta Brasil-Estados Unidos sobre Mudança do Clima Washington, D.C., 30 de junho de 2015 Ministério das Relações Exteriores Assessoria de Imprensa do Gabinete Nota nº 259 30 de junho de 2015 Declaração Conjunta Brasil-Estados Unidos sobre Mudança do Clima Washington, D.C., 30 de junho de 2015

Leia mais

Introdução da Responsabilidade Social na Empresa

Introdução da Responsabilidade Social na Empresa Introdução da Responsabilidade Social na Empresa Vitor Seravalli Diretoria Responsabilidade Social do CIESP Sorocaba 26 de Maio de 2009 Responsabilidade Social Empresarial (RSE) é uma forma de conduzir

Leia mais

Política Ambiental do Sistema Eletrobrás

Política Ambiental do Sistema Eletrobrás Política Ambiental do Sistema Eletrobrás POLÍTICA AMBIENTAL DO SISTEMA ELETROBRÁS 5 OBJETIVO Orientar o tratamento das questões ambientais nas empresas do Sistema Eletrobrás em consonância com os princípios

Leia mais

I WORKSHOP FNCC. Governança da TI. Mário Sérgio Ribeiro Sócio-Diretor mario.ribeiro@enigmaconsultoria.com.br (11) 2338-1666 (11) 9-9845-7396

I WORKSHOP FNCC. Governança da TI. Mário Sérgio Ribeiro Sócio-Diretor mario.ribeiro@enigmaconsultoria.com.br (11) 2338-1666 (11) 9-9845-7396 I WORKSHOP FNCC Governança da TI Mário Sérgio Ribeiro Sócio-Diretor mario.ribeiro@enigmaconsultoria.com.br (11) 2338-1666 (11) 9-9845-7396 São Paulo, 22 de setembro de 2015 1 OBJETIVO Apresentar a Enigma

Leia mais

Rumo a um Mundo Verde, Limpo e Resiliente para Todos

Rumo a um Mundo Verde, Limpo e Resiliente para Todos 80483 Rumo a um Mundo Verde, Limpo e Resiliente para Todos Estratégia Ambiental do Grupo do Banco Mundial 2012 2022 THE WORLD BANK ii Rumo a um Mundo Verde, Limpo e Resiliente para Todos Resumo Executivo

Leia mais

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos As organizações em torno do mundo estão implantando processos e disciplinas formais

Leia mais

Conferencia Regional ACI Américas 8 de Outubro 2013 Guarujá São Paulo, Brasil

Conferencia Regional ACI Américas 8 de Outubro 2013 Guarujá São Paulo, Brasil Sustentabilidade do modelo Cooperativo Agroalimentar na América Latina e no Caribe e a Segurança Alimentar Conferencia Regional ACI Américas 8 de Outubro 2013 Guarujá São Paulo, Brasil 1 CONTEÚDOS Vivemos

Leia mais

Oportunidades de Mercado na Visão do Serviço Florestal Brasileiro

Oportunidades de Mercado na Visão do Serviço Florestal Brasileiro Oportunidades de Mercado na Visão do Serviço Florestal Brasileiro - 2º Congresso Florestal do Tocantins - André Luiz Campos de Andrade, Me. Gerente Executivo de Economia e Mercados do Serviço Florestal

Leia mais

Auditoria e Gestão de Riscos no Conceito da Sustentabilidade das Organizações

Auditoria e Gestão de Riscos no Conceito da Sustentabilidade das Organizações Auditoria e Gestão de Riscos no Conceito da Sustentabilidade das Organizações Paulo Vanca Diretor do AUDIBRA / IIA Brasil Consultor da Junho de 2009 PwC Agenda Sustentabilidade Verdades e mitos Os 3 Pilares

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions ISO 9001 Relatórios A importância do risco em gestao da qualidade Abordando a mudança BSI Group BSI/UK/532/SC/1114/en/BLD Contexto e resumo da revisão da ISO 9001:2015 Como uma Norma internacional, a ISO

Leia mais

PAINEL III. Mobilidade Internacional: uma área estratégica das empresas

PAINEL III. Mobilidade Internacional: uma área estratégica das empresas PAINEL III Mobilidade Internacional: uma área estratégica das empresas MAIO 2011 Atuação A atuação da Área de Negócio Internacional abrange as operações da indústria de petróleo e energia como exploração

Leia mais

Segurança Hídrica. Encob- 2015 Caldas Novas. Marília Carvalho de Melo Especialista em Recursos Hídricos

Segurança Hídrica. Encob- 2015 Caldas Novas. Marília Carvalho de Melo Especialista em Recursos Hídricos Segurança Hídrica Encob- 2015 Caldas Novas Marília Carvalho de Melo Especialista em Recursos Hídricos Tópicos a serem abordados -Conceito de Segurança Hídrica -O Brasil no contexto internacional -O Panorama

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

Política de mudanças climáticas. Versão resumida

Política de mudanças climáticas. Versão resumida Política de mudanças climáticas Versão resumida 29/06/2015 objetivo A política de Mudanças Climáticas da Oi visa estabelecer o direcionamento estratégico e orientar as decisões relativas à temática da

Leia mais

GIRH como Instrumento de Adaptação às Mudanças Climáticas. Instrumentos e Medidas de Adaptação

GIRH como Instrumento de Adaptação às Mudanças Climáticas. Instrumentos e Medidas de Adaptação GIRH como Instrumento de Adaptação às Mudanças Climáticas Instrumentos e Medidas de Adaptação Objetivos desta sessão Ao fim desta sessão, os participantes poderão: Compreender o conceito de adaptação às

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

ISO 26000: Diretrizes sobre Responsabilidade Social

ISO 26000: Diretrizes sobre Responsabilidade Social ISO 26000: Diretrizes sobre Responsabilidade Social Características essenciais de Responsabilidade Social Incorporação por parte da organização de considerações sociais e ambientais nas suas decisões tornando-se

Leia mais

RHIND Group. Rhind Group. Nossa Equipe. Nosso objetivo

RHIND Group. Rhind Group. Nossa Equipe. Nosso objetivo Rhind Group É uma empresa estruturada para prover soluções em consultoria e assessoria empresarial aos seus clientes e parceiros de negócios. Com larga experiência no mercado, a Rhind Group tem uma trajetória

Leia mais

SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF.

SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF. SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF. SKF 2011 Os direitos autorais desta publicação pertencem ao editor e seu conteúdo não pode ser reproduzido (mesmo em parte) sem uma permissão por escrito.

Leia mais

As melhores oportunidades de negócios a partir de análises das novas demandas do país

As melhores oportunidades de negócios a partir de análises das novas demandas do país A nova unidade de negócios da Urban Systems Brasil APRESENTAÇÃO 5 de maio de 2009 As melhores oportunidades de negócios a partir de análises das novas demandas do país Thomaz Assumpção Marco Versiani Modelo

Leia mais

Políticas de Segurança da Informação. Aécio Costa

Políticas de Segurança da Informação. Aécio Costa Aécio Costa A segurança da informação é obtida a partir da implementação de um conjunto de controles adequados, incluindo políticas, processos, procedimentos, estruturas organizacionais e funções de software

Leia mais

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO 2014 GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE O modelo de Gestão da Sustentabilidade do GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE é focado no desenvolvimento de

Leia mais

A Chevron e Angola. Parceiros de Longa Data

A Chevron e Angola. Parceiros de Longa Data A Chevron e Angola Parceiros de Longa Data As oportunidades de crescimento e progresso nunca foram tão vastas nas seis décadas de história da Chevron em Angola. Biliões de dólares estão a ser investidos

Leia mais

Manual de Gestão de Crises para Relações com Investidores Comunicação e estratégia para a preservação de valor

Manual de Gestão de Crises para Relações com Investidores Comunicação e estratégia para a preservação de valor Manual de Gestão de Crises para Relações com Investidores Comunicação e estratégia para a preservação de valor Sumário Introdução... 02 Operação padrão (dia a dia) versus cenários de crise... 03 A relevância

Leia mais

+Gás Brasil. A energia que pode revolucionar a economia brasileira. São Paulo, 17 de Outubro de 2012

+Gás Brasil. A energia que pode revolucionar a economia brasileira. São Paulo, 17 de Outubro de 2012 +Gás Brasil A energia que pode revolucionar a economia brasileira São Paulo, 17 de Outubro de 2012 A hora do gás na agenda nacional Mudanças tecnológicas, econômicas e políticas globais e locais impõem

Leia mais

Aquisição planejada do negócio de servidores x86 combinará fortalezas da IBM e da Lenovo para maximizar valor para clientes.

Aquisição planejada do negócio de servidores x86 combinará fortalezas da IBM e da Lenovo para maximizar valor para clientes. Aquisição planejada do negócio de servidores x86 combinará fortalezas da IBM e da Lenovo para maximizar valor para clientes Abril de 2014 Conteúdo Resumo Executivo 3 Introdução 3 IBM recebe alta pontuação

Leia mais

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com Conceito Com base nas definições podemos concluir que: Governança de de TI TI busca o compartilhamento de de decisões de de TI TI com os os demais dirigentes

Leia mais

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA ENTREGA ESPECIAL Na economia globalizada 24/7 de hoje, a logística e a gestão de armazéns eficientes são essenciais para o sucesso operacional. O BEUMER Group possui

Leia mais

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos Terceirização de Processos Empresariais da Capgemini Um componente da área de Serviços Públicos da Capgemini As concessionárias de serviços

Leia mais

Escolhendo a melhor opção para sua empresa

Escolhendo a melhor opção para sua empresa www.pwc.com.br Escolhendo a melhor opção para sua empresa Auditoria Interna Auditoria Interna - Co-sourcing atende/supera as expectativas da alta administração? A função de Auditoria Interna compreende

Leia mais

utilizando o catálogo de serviços para expandir seus negócios como provedor de serviços gerenciados

utilizando o catálogo de serviços para expandir seus negócios como provedor de serviços gerenciados DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 utilizando o catálogo de serviços para expandir seus negócios como provedor de serviços gerenciados agility made possible sumário resumo executivo 3 Introdução 3 O

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCO - PGR

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCO - PGR POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCO - PGR DATASUS Maio 2013 Arquivo: Política de Gestão de Riscos Modelo: DOC-PGR Pág.: 1/12 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO...3 1.1. Justificativa...3 1.2. Objetivo...3 1.3. Aplicabilidade...4

Leia mais

Life Sciences Cyber Security

Life Sciences Cyber Security Life Sciences Cyber Security Março de 2015 kpmg.com/br 2X ORGANIZAÇÕES DE SAÚDE RELATAM PERDA DE DADOS E INCIDENTES DE ROUBO A DUAS VEZES A TAXA DE OUTRAS INDÚSTRIAS Fonte: Verizon s 2014 Data Breach Investigations

Leia mais

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP Soluções integradas para a Indústria do turismo empresarial THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP A equipa da XYM Hospitality e os seus parceiros possuem vastos conhecimentos sobre a

Leia mais

Certificação. Segurança e Saúde no Trabalho. Soluções para a Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho

Certificação. Segurança e Saúde no Trabalho. Soluções para a Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho Qualidade Meio Ambiente Segurança Responsabilidade Social Certificação Segurança e Saúde no Trabalho Soluções para a Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho Por que implantar e certificar OSHAS 18001?

Leia mais

Observatórios Socioambientais

Observatórios Socioambientais Observatórios Socioambientais Angelo José Rodrigues Lima Programa Água para a Vida Superintendência de Conservação WWF Brasil Uberlândia, 18 de setembro de 2014 Missão do WWF-Brasil Contribuir para que

Leia mais

CASO DE SUCESSO. Processando Grandes Metas. A Microware atendeu nossas expectativas MICROWARE

CASO DE SUCESSO. Processando Grandes Metas. A Microware atendeu nossas expectativas MICROWARE CASO DE SUCESSO MICROWARE CLIENTE: FD DO BRASIL PROCESSAMENTO DE DADOS - FIRST DATA SEGMENTO: Tecnologia da Informação e Telecomunicação. Processando Grandes Metas Para tornar o Brasil um de seus destinos

Leia mais

Oficina de Gestão de Portifólio

Oficina de Gestão de Portifólio Oficina de Gestão de Portifólio Alinhando ESTRATÉGIAS com PROJETOS através da GESTÃO DE PORTFÓLIO Gestão de portfólio de projetos pode ser definida como a arte e a ciência de aplicar um conjunto de conhecimentos,

Leia mais

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO Introdução Escopo A Carta de Bangkok identifica ações, compromissos e promessas necessários para abordar os determinantes da saúde em

Leia mais

Temas: Recomendações: Observações:

Temas: Recomendações: Observações: TI12653 CONFERÊNCIA DA UA DOS MINISTROS DA INDÚSTRIA (CAMI) Recomendações da 18 a Sessão Ordinária da Conferência dos Ministros da Indústria da UA (CAMI 18) a Nível de Altos Funcionários Durban, República

Leia mais

Recife (Pernambuco), Brazil

Recife (Pernambuco), Brazil Recife (Pernambuco), Brazil Relatório do progresso local sobre a implementação do Quadro de Ação de Hyogo (2013-2014) Prefeito: Geraldo Julio de Melo Filho Nome do ponto focal: Adalberto Freitas Ferreira

Leia mais

Soluções completas em tecnologia Convergência natural entre negócios e TI

Soluções completas em tecnologia Convergência natural entre negócios e TI Soluções completas em tecnologia Convergência natural entre negócios e TI Abordagem multidisciplinar e equipe especializada em integração tecnológica A dinâmica e as mudanças dos negócios têm tornado a

Leia mais

Conhecendo os Serviços Ecossistêmicos

Conhecendo os Serviços Ecossistêmicos Os materiais de treinamento da ESR foram preparados para empresários e gerentes de negócios interessados em aprender e compartilhar em suas empresas a metodologia da ESR. Estes materiais fornecem conhecimento

Leia mais

SÍNTESE DA COMPATIBILIZAÇÃO E ARTICULAÇÃO

SÍNTESE DA COMPATIBILIZAÇÃO E ARTICULAÇÃO SÍNTESE DA COMPATIBILIZAÇÃO E ARTICULAÇÃO Esta síntese objetiva apresentar de forma resumida o que foi produzido na fase B do plano de bacia, permitindo uma rápida leitura das principais informações sobre

Leia mais

A gestão de risco, no topo da agenda

A gestão de risco, no topo da agenda A gestão de risco, no topo da agenda 4 KPMG Business Magazine Ambiente de incertezas e estagnação econômica traz novos desafios em GRC O gerenciamento de riscos permanece no topo da agenda corporativa

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

Contribuição de Hidroeléctricas e Barragens para o Desenvolvimento Sustentável em África

Contribuição de Hidroeléctricas e Barragens para o Desenvolvimento Sustentável em África Contribuição de Hidroeléctricas e Barragens para o Desenvolvimento Sustentável em África Madalena Dray Consultora Socio-Ambiental Luanda, 24 a 27 de Setembro de 2013 CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE ENERGIA

Leia mais

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br COBIT Governança de TI Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br Sobre mim Juvenal Santana Gerente de Projetos PMP; Cobit Certified; ITIL Certified; OOAD Certified; 9+ anos de experiência em TI; Especialista

Leia mais

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Em 2013, a Duratex lançou sua Plataforma 2016, marco zero do planejamento estratégico de sustentabilidade da Companhia. A estratégia baseia-se em três

Leia mais

LOGÍSTICA CONFIÁVEL PARA A INDÚSTRIA EÓLICA. Segue

LOGÍSTICA CONFIÁVEL PARA A INDÚSTRIA EÓLICA. Segue LOGÍSTICA CONFIÁVEL PARA A INDÚSTRIA EÓLICA Segue Conteúdo Nós compreendemos NÓS COMPREENDEMOS SUAS EXIGÊNCIAS Nós compreendemos Você está em uma posição invejável. Crescendo em média 25% ao ano ao longo

Leia mais

O Módulo Risk Manager fornece workflow para tratamento dos riscos identificados nas avaliações e priorização das ações.

O Módulo Risk Manager fornece workflow para tratamento dos riscos identificados nas avaliações e priorização das ações. GRC - Governança, Riscos e Compliance já é uma realidade nas organizações. Sua adoção, no entanto, implica no desenvolvimento e na manutenção de um framework que viabilize a integração e colaboração entre

Leia mais

Automação de Almoxarifado Com Mobilidade

Automação de Almoxarifado Com Mobilidade SAP FORUM 2014 Automação de Almoxarifado Com Mobilidade Daniel Costa Bezerra ArcelorMittal Tubarão - Especialista de TI Ricardo Rodrigues Grizotti ArcelorMittal Tubarão - Especialista de Suprimentos 11/02/2014

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 51/2008. Institui a Política Estadual de Combate e Prevenção à Desertificação e dá outras providências.

PROJETO DE LEI Nº 51/2008. Institui a Política Estadual de Combate e Prevenção à Desertificação e dá outras providências. PROJETO DE LEI Nº 51/2008 Institui a Política Estadual de Combate e Prevenção à Desertificação e dá outras providências. A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO DECRETA: Art. 1º Esta lei institui

Leia mais

Estruturando a TI com COBIT, PMBOK e ITIL

Estruturando a TI com COBIT, PMBOK e ITIL Estruturando a TI com COBIT, PMBOK e ITIL Palestrante: Alisson Teixeira (MSc., PMP, ITIL e COBIT) Patrocínio Diamante Patrocínio Ouro Governança X Gestão Governança X Gestão Governança - assegura que as

Leia mais