INTERCULTURAL LIVING

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INTERCULTURAL LIVING"

Transcrição

1 INTERCULTURAL LIVING HABITAÇÃO E INTEGRAÇÃO EM VIENA ANTÓNIO FERNANDO COVAS JORGE RESUMO ALARGADO EXTENDED ABSTRACT JÚRI PRESIDENTE:! ORIENTADOR:! VOGAL:! PROF. ANTÓNIO BARREIROS FERREIRA PROF.ª DR.ª TERESA TOJAL DE VALSASSINA HEITOR PROF. MANUEL CORREIA GUEDES NOVEMBRO DE 2010

2 TABLE OF CONTENTS 3! Resumo alargado [pt] 4! Capítulo 1 - Introdução 4! Capítulo 2 - Interculturalidade como motor de desenvolvimento 5! Capítulo 3 - Habitação social no contexto urbano de Viena 6! Capítulo 4 - Integração, Habitação e Vizinhança 7! Capítulo 5 - Projecto de integração Intercultural Living 8! Capítulo 6 - Conclusão 9! Extended abstract [en] 10! Chapter 1 - Introduction 10! Chapter 2 - Interculturalism an instrument of development 11! Chapter 3 - Social housing in Viennaʼs urban context 12! Chapter 4 - Integration, Housing and Neighborhood 13! Chapter 5 - Integration project Intercultural Living 14! Chapter 6 - Conclusion

3 RESUMO ALARGADO RESUMO ALARGADO 3

4 RESUMO ALARGADO! CAPÍTULO 1! INTRODUÇÃO! O documento consiste num relatório que descreve o trabalho de Projecto Final desenvolvido no ano lectivo 2009/10, no âmbito do programa de mobilidade Erasmus na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Graz. O projecto enquadra-se em torno do tema da habitação intercultural no contexto da cidade de Viena, na Áustria.! A questão da integração social através de modelos específicos de habitação intercultural assume-se como importante no panorama urbano vienense. Procuram-se soluções que respondam às solicitações de minorias sociais, nas quais se inclui tanto a população imigrante como austríaca, com estilos de vida não convencionais.! Pretende-se com este trabalho o confronto destas matérias com a proposta desenvolvida, para melhor compreender a viabilidade da resposta do projecto ao problema.! CAPÍTULO 2! INTERCULTURALIDADE COMO MOTOR DE DESENVOLVIMENTO! A interculturalidade, ou interacção cultural, é uma condição da sociedade actual e multicultural. Constitui um desafio lançado pela globalização e defende uma sociedade integradora, equitativa, justa, responsável e solidária com todos os seus cidadãos, independentemente da sua origem étnico-cultural.! Na Europa, vários são os conceitos associados a esta questão e à classificação das diferentes minorias, entre eles estrangeiro, imigrante ou minorias étnico-culturais. A utilização destas terminologias nem sempre é feita do modo mais correcto, correndo-se o risco de não se compreender exactamente o seu significado ou a que grupo social se referem. Todos os cidadãos têm uma localização étnica que contribui para a heterogeneidade da sociedade. A actual diversidade cultural na Europa é, em parte, resultado do desenvolvimento de minorias étnicas e linguísticas ao longo de vários séculos e do actual crescimento da globalização. O fenómeno da imigração constitui um grande desafio para os governos europeus visto cerca de 5% da população residente na União Europeia não corresponder a cidadãos nacionais dos Estados Membros.! Na Áustria, a diversidade cultural assume um papel preponderante no desenvolvimento do país desde o final do séc. XIX. Apesar da longa história de imigração, a Áustria não se caracteriza como um país de imigração tradicional. A queda do império Austro-Húngaro, as Grandes Guerras, os períodos de recessão económica e outras mudanças na sociedade durante o século XX, conduziram a uma instabilidade e ambivalência das políticas de imigração 4

5 RESUMO ALARGADO que afectou as correntes migratórias. No entanto, os registos estatísticos nacionais apontam para um crescimento actual dos níveis de imigração, o que mantém o país em alerta para o desenvolvimento de políticas de integração social dos imigrantes.! As mudanças na sociedade verificam-se a vários níveis - social, económico e demográfico. As condições económicas actuais, definidas pela crise financeira, re-estruturam o mercado de trabalho e afectam o modo de vida dos cidadãos. A estratificação da sociedade em classes sociais não é mais o reflexo de uma população que se assume com estilos de vida específicos. Estes estilos de vida representam a liberdade de concepção e de afirmação dos seus ideais perante a restante sociedade. A estrutura tradicional de família, previamente concebida, dá lugar a outras tipologias familiares definidas pela relação entre pessoas que partilham o espaço da habitação.! CAPÍTULO 3! HABITAÇÃO SOCIAL NO CONTEXTO URBANO DE VIENA! A capital austríaca encontra-se numa situação única ao manter tanto o estatuto de cidade como de província estatal, o que influencia o modo como as políticas de habitação actuam.! A evolução da habitação social de Viena constitui um caso estudo europeu. No período entre a revolução industrial e a Primeira Guerra Mundial, Viena foi a capital do império Austro- Húngaro. A cidade era o destino escolhido por milhares de imigrantes que colonizavam o território suburbano com altos níveis de densidade populacional. As más condições habitacionais contribuíram para o aparecimento e alastramento de doenças. Após a Primeira Guerra Mundial, a Áustria forma-se como República, e o Estado Austríaco desenvolve cerca de 400 projectos para habitação social, designados por super blocos. Estes projectos previam a redução da densidade populacional e a re-estruturação urbana dos espaços da cidade. Durante a Segunda Guerra Mundial, as políticas de habitação social cessam devido ao governo socialista alemão, e grande parte da cidade é destruída. A sua re-estruturação intensiva, durante a década de 50, propõe a construção de complexos auto-suficientes, como cidadessatélite, contemplando todos os serviços necessários ao quotidiana. Nas últimas décadas do século XX, novas tipologias de edifícios surgem como resposta à habitação social. O aumento demográfico da cidade reflecte-se num crescimento vertical das edificações através da construção de torres de habitação. O projecto de Donau City é disso um exemplo.! Actualmente, o quadro da habitação social em Viena é liderado pela iniciativa municipal ou por instituições sem fins lucrativos, que detêm 60% da habitação. De modo geral, toda a 5

6 RESUMO ALARGADO habitação construída actualmente se destina ao arrendamento, existindo apenas 12% da população com habitação própria. As políticas de habitação regulamentam as rendas e o acesso à habitação social. As empresas imobiliárias apostam cada vez mais na habitação destinada a um grupo com características específicas. Para os imigrantes - não autorizados à habitação social por parte do estado - o melhor modo de conseguir habitação na capital austríaca é através de habitação subsidiada ou de edifícios centenários com más condições habitacionais.! CAPÍTULO 4! INTEGRAÇÃO, HABITAÇÃO E VIZINHANÇA! A integração requer acima de tudo uma vontade. Em primeiro lugar, tem de haver disponibilidade por parte do grupo minoritário para integrar uma sociedade já existente, e igualmente é esperado que a sociedade esteja preparada para acolher os estranhos e darlhes iguais oportunidades em todas as áreas. A despreocupação com esta questão conduz à segregação social, e consequentemente à discriminação e exclusão social.! A tolerância pela diferença desenvolve-se através do contacto social entre todos os cidadãos. No entanto, deve-se procurar o equilíbrio para a vivência social, pois o contacto excessivo pode causar o conflito. A vizinhança assume um papel importante na aceitação social e nas condições habitacionais.! O espaço da habitação para as famílias com baixo poder aquisitivo e com estilos de vida específicos deve igualmente garantir resposta às necessidade básicas. Para tal, a área do espaço da habitacional é frequentemente reduzida, permitindo a redução do valor da renda e maior densidade habitacional. A procura do espaço mínimo da habitação tem sido alvo de estudos para definir os valores mínimos habitáveis. A resposta está presente na flexibilidade do espaço, ou seja, a combinação da várias funções no mesmo compartimento ou o reajuste dos espaço interior de acordo com a função prioritária.! Em Viena, modelos de habitação para integração social de minorias étnicas têm surgido actualmente. Mais do que propostas de habitação, estes modelos são propostas urbanísticas para as infra-estruturas do bairro em que se inserem, incorporando serviços úteis à sociedade, desempenhados pelos próprios residentes. As unidades habitacionais contemplam áreas reduzidas, mas garantem frequentemente a satisfação dos seus residentes.! Dois exemplos destes modelos de habitação são o Inter-ethnische Nachbarschaft e o Sargfabrik. Este modelos, ambos referências no panorama da habitação para integração social de minorias étnico-culturais, localizam-se em contextos urbanos distintos. 6

7 RESUMO ALARGADO O Sargfabrik integra-se no logradouro do quarteirão através de blocos com apartamentos duplex possíveis de agrupar. Vários serviços são prestados à sociedade, entre eles, jardim de infância, piscina e restaurante. O Inter-ethnische Nachbarschaft enquadra-se num plano urbanístico para a área suburbana em que insere. É constituído por quatro blocos, com 140 unidade habitacionais, dispostos em torno de um pátio central ajardinado, contemplando vários serviços comunitários. A população residente é bastante variada do ponto de vista étnico, pois tal como o projecto definiu inicialmente, 50% da população é austríaca e 50% é oriunda de 18 países diferentes.! CAPÍTULO 5! PROJECTO DE INTEGRAÇÃO INTERCULTURAL LIVING! O exercício de projecto considerou a concepção de cinquenta habitações para ocupação interétnica e respectivas estruturas complementares, desde a sua inserção urbana à organização espacial interior. As habitações deveriam responder às necessidades específicas dos residentes. Neste contexto, seleccionou-se como público-alvo um grupo relacionado profissional ou pessoalmente com a música, a sua produção e execução.! O projecto insere-se junto ao Museumsquartier, em Viena, numa zona caracterizada maioritariamente pelo uso comercial, cultural e localização de serviços em edifícios de grande porte. A população residente local caracteriza-se por uma faixa etária jovem-adulta e bastante diversa do ponto de vista étnico.! A situação urbana de intersecção de eixos viários e de diferentes realidades encaminhou a proposta para um edifício de excepção no contexto envolvente. A proposta considera todas as pré-existências construídas, assim como o espaço público, e desenvolve três edifícios tipo torre com um embasamento com define um espaço exterior central. Este espaço central consiste num auditório descoberto que permite o acontecimento de espectáculos no exterior. Os edifícios torre assumem uma posição e localização estratégica de acordo com os acesos ao quarteirão dos museus e com os fluxos de circulação pedonal. Dois dos edifícios constituem a fachada inexistente do eixo comercial Mariahilfer Straße, enquanto o terceiro localiza-se no extremo oposto do espaço exterior central, definindo o volume tridimensional do espaço aéreo.! Os volumes edificados apresentam uma forma inspirada conceptualmente na música, mas que reflecte preocupações técnicas de melhoramento das condições acústicas interiores. A circulação vertical do edifício é anexa exteriormente como elemento escultórico, conseguindose um ganho de área interior.! Nos pisos inferiores, o espaço é destinado a serviços e funções partilhados com a sociedade, entre eles estúdios de música, auditórios, loja de música e cafetarias. Nos pisos 7

8 RESUMO ALARGADO superiores, o espaço é dividido e organizado de modo intrincado pelas unidades habitacionais. Procurou-se uma diversidade tipológica para dar resposta às necessidades especificas dos residentes, relacionadas com o seu estilo de vida. No total, são propostas 46 unidades habitacionais de área reduzida, nas quais se trabalhou a flexibilidade espacial. O projecto contempla ainda um importante espaço comunitário em galeria vertical, que permite a comunicação física entre habitações e a utilização como espaço de lazer ou de criação/ expressão musical.! CAPÍTULO 6! CONCLUSÃO! Conclui-se neste relatório que a proposta desenvolvida constitui um exemplo funcional de habitação intercultural. Apesar da resposta adequada ao problema, outras opções de projecto poderiam contribuir para o seu melhoramento, atendendo à redefinição do grupo-alvo, à flexibilidade do espaço interior da habitação e à concepção geométrica e funcional dos edifícios de habitação.! Considerando a possibilidade de uma melhor opção de integração, definem-se estratégias de projecto como contributo a futuros modelos de integração social. À escala urbana, este tipo de projectos deve considerar o estudo sobre o quadro da habitação social e da população local, a introdução de serviços e funções úteis à sociedade e a partilha do espaço comunitário para promover o contacto social. À escala da habitação, deve-se procurar desenvolver o espaço mínimo e flexível da habitação, organizar as unidades habitacionais de acordo com um módulo, estabelecer prioridades de funções para racionar a estrutura e dos espaços interiores e, finalmente, garantir a relação e o equilíbrio entre o espaço da habitação e o espaço comunitário. 8

9 EXTENDED ABSTRACT EXTENDED ABSTRACT 9

10 EXTENDED ABSTRACT! CHAPTER 1! INTRODUCTION! The document consists on a report, which describes the final project developed in the academic year of 2009/10, according to the Erasmus mobility program that took place in the Architecture Department of Technical University of Graz. The project fits the intercultural housing issue in the urban context of Vienna, in Austria.! The social integration through specific intercultural housing models is an important issue for the city of Vienna. New architectural solutions are being developed for specific needs of social minorities, including the native population and immigrants, with non-conventional lifestyles.! The intention of this report is to confront this issue with the developed project to understand better the capacity of response to the problem.! CHAPTER 2! INTERCULTURALISM AS AN INSTRUMENT OF DEVELOPMENT! Interculturalism, or cultural interaction, is a status of the present multicultural society. It consists in a challenge set by the globalization process and stands for an integrator, equitable, fair and responsible society to all its citizens, independently of their ethnic-cultural origin.! In Europe, there are many terminologies related with the categorization of different minorities, such as the foreigner, the immigrant or the ethnic-cultural minorities. This terminologies are often used incorrectly; sometimes is not possible to understand their real meaning or which social group are they referring to. Every citizen has an ethnic location and contributes to an heterogenous society. The current cultural diversity in Europe is, mainly, the consequence of ethnic and linguistic minorities development, along many centuries, and the late growth of globalization. Migration phenomenon makes up a big challenge for the European governments, because 5% of the European Union population donʼt have a European nationality.! In Austria, since the late nineteen century, the cultural diversity is an important ingredient for the development of the country. Although the long immigration history, Austria is not a country of traditional migration. The collapse of the Austro-Hungarian Empire, the Great World Wars, the economic crisis periods and other society changes during the twentieth century, contributed to the unstable and ambivalent migration policies, which affects migratory flows. However, the current statistical results point out to a current growth of immigration levels, which keeps the country alert to new policies for immigrantsʼ social integration.! Changes in the society happen socially, economically and demographically. The current economic conditions, set up by the financial crisis, are responsible for the job market 10

11 EXTENDED ABSTRACT reorganization and the changes in citizens way of living. The society stratification in socialeconomic groups is no longer the reflex of a population with single and specific lifestyles. These lifestyles represent the freedom of conception and statement of their ideas before the society. The traditional familyʼs structure is slightly replaced by other family typologies, defined through the relation between the people that share the living space.! CHAPTER 3! SOCIAL HOUSING IN VIENNAʼS URBAN CONTEXT! The Austrian capital city keeps, simultaneously, the status of city and state province, which influence the way housing policies take place.! The evolution of social housing of Vienna represents a European case-study. In the period between the Industrial Revolution and the First World War, Vienna was the capital of the Austrian-Hungarian Empire. The city was the main destination chosen by thousands of migrants, which settled in the suburban territory with high density levels of construction. The bad living conditions led to the development of new urban diseases. After the First World War, Austria turns into a Republic, and the Austrian Government develops about 400 projects of social housing - the super blocks. This projects prevented the high levels of density and helped to rebuild the city. During the Second World War, the housing policies stopped because of the german socialist government, and a big part of the city is, again, destroyed. The city was rebuilt intensively during the 50ʼs with large self-sufficient complexes, contemplating all the services for the everyday living. In the last decades of the twentieth century, new building typologies have been developed for social housing. The late growth of the population led to vertical construction solutions - the towers. The Donau City project is an example on this issue.! Nowadays, 60% of social housing in Vienna is mainly managed by the municipal initiative or by nonprofit organizations. Generally, all housing projects built presently are made for renting; only 12% of the population occupy their own house. The housing policies regulate the rents and the access to the social housing. The housing companies are changing their marketing strategy and start to focus on the housing issues of specific groups with specific needs. The immigrants are still not allowed to participate in the state social housing; their best option to achieve housing in Vienna is through subsidized housing or old buildings with bad structure conditions. 11

12 EXTENDED ABSTRACT! CHAPTER 4! INTEGRATION, HOUSING AND NEIGHBORHOOD! Integration requires, more than anything, a will. This is a two-way process, where a minority group should be available to integrate an existing society, and, at the same time, the mainstream population should be ready to welcome the strangers and give them equal opportunities. Disregarding this issue is help the social segregation, and consequently, the discrimination and social exclusion.! The tolerance about the difference can be worked out through the social contact between all the citizens. However, itʼs important to achieve the balance in the social living, because the excessive contact can lead to the conflict. The neighborhood represents an important role on the social acceptance and the living conditions.! The living space for the families with low incomes and with specific lifestyles should provide good conditions in response to the basic needs. Thus, the living space areas are usually reduced to achieve a low rent and increase the housing density. The minimum housing space has been the target of many researches, in the way to set up the minimum living areas. The space flexibility can help this issue through the combination of functions in the same compartment or readjusting the spaces according to their priority.! In Vienna, specific housing models for social integration of ethnic minorities have been developed. More than housing proposals, these models represent urban projects for the neighborhood infrastructures, considering useful functions to the society fulfilled by the residents. The housing units contemplate reduced areas, but assure the satisfaction of the residents.! Two examples of this models are the Inter-ethnische Nachbarschaft and the Sargfabrik. Both models are references in the panorama of housing for social integration of minorities. Sargfabrik is developed in the interior of a city quarter. The apartments are duplex housing units with merging possibility. Facilities as kindergarten, swimming pool or restaurant are open to the city. The Inther-ethnische Nachbarschaft fits an urban plan for the whole suburban area. Four blocks, arranged around an inner courtyard, contain 140 housing units. The ethnic diversity in the resident population, as the project predicts initially, is achieved through the combination of 50% of Austrians and 50% of immigrants with 18 different nationalities. 12

13 EXTENDED ABSTRACT! CHAPTER 5! INTEGRATION PROJECT INTERCULTURAL LIVING! The exercise of project considers the conception of fifty housing units for inter-ethnical occupation and complementary structures, developed from the urban scale the interior detail. The housing units should respond to the specific needs of the residents. In this context, a group related, personally or professionally, with the production and execution of music was chosen.! The project takes place next to the Museumsquartier, in Vienna. The surrounding area is characterized, mainly, by the commercial uses and the presence of monumental building for cultural and other facilities purposes. The local resident population fits a young-adult rate and is very diverse ethnically.! Regarding an urban situation of important streets intersection and the combinations of different realities, the proposal was led to an exception building. Every existent buildings and public spaces are considered for the development of three towers, surrounding a central exterior space. This central space consists in an open-air auditorium, which empower exterior events to take place. The location of the towers and the access to this inner yard and to the Museumsquartier were strategically developed. Two of the towers define the missing facade of the commercial street Mariahilfer Straße, while the third one locates itself in the opposite side of the central space and helps defining the tridimensional areal space.! The shape of the volumes were inspired conceptually in the music, reflecting also a technical concerning for the interior space acoustic improvement. The vertical accesses were attached exteriorly to the main volume, saving the interior space for the housing units.! In the lower floors, the space is occupied by facilities - music studios, an auditorium, a music shop and cafeterias - shared with mainstream population. In the upper floors, the space is divided and organized by the housing units in a puzzled way. The diversity of typologies fits the residentsʼ specifics needs, related with their lifestyle. Forty-six units are proposed with a minimum living flexible space. The project also considers an important communal space, developed in a vertical gallery, which provides access and communication between the housing units and enable the musical creation and expression of the residents.! CHAPTER 6! CONCLUSION! In conclusion, the project reveals itself as a functional model of intercultural housing. Despite the satisfactory result, other options could help its improvement, regarding the redefinition of the 13

14 EXTENDED ABSTRACT target group, the flexibility of the living space and the geometric and functional conception of the housing buildings.! The possibility of better integration options led to the definition of strategies, as a contribution to future intercultural housing models for social integration. At the urban scale level, this kind of projects should regard the research of social housing situation and local population, the introduction of useful services and functions to the society and the sharing of the communal space to reinforce the social contact. At the housing unit scale level, should be developed the minimum and flexible living space, organize the housing units according to a module, set priorities between functions to help control the structure and the interior spaces, and, finally, develop the relation and balance between the living space and the communal space. 14

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

Integração de Imigrantes

Integração de Imigrantes Integração de Imigrantes ODEMIRA INTEGRA It is a project born from the need to improve and increase support measures, reception and integration of immigrants. 47% of immigrants registered in the district

Leia mais

A Institucionalização da Pessoa Idosa

A Institucionalização da Pessoa Idosa UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Ciências Sociais e Humanas A Institucionalização da Pessoa Idosa Ana Paula Leite Pereira de Carvalho Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Empreendedorismo e Serviço

Leia mais

IVO DANIEL VALENTE FONSECA O USO DE DISPOSITIVOS MULTITÁCTEIS PARA A INFOINCLUSÃO DO SÉNIOR. Universidade de Aveiro 2011

IVO DANIEL VALENTE FONSECA O USO DE DISPOSITIVOS MULTITÁCTEIS PARA A INFOINCLUSÃO DO SÉNIOR. Universidade de Aveiro 2011 Universidade de Aveiro 2011 Departamento de Comunicação e Arte IVO DANIEL VALENTE FONSECA O USO DE DISPOSITIVOS MULTITÁCTEIS PARA A INFOINCLUSÃO DO SÉNIOR Universidade de Aveiro 2011 Departamento de Comunicação

Leia mais

Arqueologia de emergência em Portugal Dissertação apresentada com vista à obtenção do grau de mestre em Arqueologia

Arqueologia de emergência em Portugal Dissertação apresentada com vista à obtenção do grau de mestre em Arqueologia Universidade do Algarve Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Departamento de História, Arqueologia e Património Mestrado em Teoria e Métodos da Arqueologia Dissertação apresentada com vista à obtenção

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA. Departamento de Comunicação e Arte !!!!!!!!!

ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA. Departamento de Comunicação e Arte !!!!!!!!! Universidade de Aveiro 2012 Departamento de Comunicação e Arte RENATO MIGUEL SILVA COSTA ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NOTICIOSA EM COMUNIDADE ONLINE PARA O SÉNIOR RENATO MIGUEL SILVA COSTA Universidade de

Leia mais

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS SANDRA MARIA MORAIS VALENTE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Área de

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES

OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA CENTRO REGIONAL DE BRAGA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES II Ciclo de Estudos em Ciências da

Leia mais

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16 Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito Unidade curricular História do Direito Português I (1º sem). Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Unidade curricular História do Direito Português I (Doutoramento - 1º semestre) Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines basic concepts Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Um produto www.usm.maine.edu

Leia mais

Participatory Map of Rio de Janeiro

Participatory Map of Rio de Janeiro Leandro Gomes Souza Geographer Luiz Roberto Arueira da Silva Director of City Information Pereira Passos Institute - City of Rio de Janeiro About us Pereira Passos Institute (IPP) is Rio de Janeiro municipal

Leia mais

LOCALIZAÇÃO VELOSO. Fernão Veloso. Nacala Velha. Baía de Fernão Veloso. Nacala NOVO PORTO

LOCALIZAÇÃO VELOSO. Fernão Veloso. Nacala Velha. Baía de Fernão Veloso. Nacala NOVO PORTO VELOSO Fernão Veloso 517 AEROPORTO EN8 NOVO PORTO 514 517 Nacala Velha PORTO ACTUAL Nacala EN8 Baía de Fernão Veloso LOCALIZAÇÃO Localizadas em Fernão Veloso, a mais exclusiva área de Nacala, as residências

Leia mais

A. Situação / Situation

A. Situação / Situation A. Situação / Situation A Assembleia Mundial da Saúde (OMS) aprova em 1969 o Regulamento Sanitário Internacional, revisto pela quarta vez em 2005. Esta última versão entrou em vigor no plano internacional

Leia mais

Português 207 Portuguese for Business

Português 207 Portuguese for Business Português 207 Portuguese for Business Spring 2012: Porugal and the EU Instructor: Jared Hendrickson Office: 1149 Van Hise Office Hours: Monday and Thursday, 11:00 am-12:00 pm e-mail: jwhendrickso@wisc.edu

Leia mais

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica Normalização e interoperabilidade da informação geográfica perspetivas para a formação em Engenharia Geográfica João Catalão Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia Faculdade de Ciências

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

Projeto de Serviços: proposta de modelo teórico para sites de compras coletivas

Projeto de Serviços: proposta de modelo teórico para sites de compras coletivas Iris Campos Martins Projeto de Serviços: proposta de modelo teórico para sites de compras coletivas Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre

Leia mais

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA.

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. TORREZANI, Samuel Paulo 1 PAZINATO, Mateus Francisco 2 TRINDADE, Flavio Hubner 3 NEVES, Bianca Pereira das 4 RESUMO: O presente trabalho

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES

DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES Palavras cognatas, palavras repetidas e marcas tipográficas UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES Fatos: A língua inglesa teve origem

Leia mais

NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

PROJETO / PROJECT. Um edifício exclusivo numa zona vibrante. O local de eleição para a sua loja.

PROJETO / PROJECT. Um edifício exclusivo numa zona vibrante. O local de eleição para a sua loja. PROJETO / PROJECT Um edifício exclusivo numa zona vibrante. O local de eleição para a sua loja. Na Praça dos Restauradores, em pleno centro de Lisboa, estão a surgir dois novos espaços comerciais. Localizam-se

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO PREVISÃO DA VULNERABILIDADE FINANCEIRA NO SETOR SEM FINS LUCRATIVOS

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO PREVISÃO DA VULNERABILIDADE FINANCEIRA NO SETOR SEM FINS LUCRATIVOS UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO PREVISÃO DA VULNERABILIDADE FINANCEIRA NO SETOR SEM FINS LUCRATIVOS João Pedro Pereira da Silva UNIVERSIDADE DOS AÇORES

Leia mais

Descrição das actividades

Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Em Acção Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos Guião D 1.º MOMENTO Intervenientes

Leia mais

Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação

Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação Renata Céli Moreira da Silva Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE INCLUSIVIDADE PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA VISUAL NO ESPAÇO CONSTRUIDO

ESTRATÉGIAS DE INCLUSIVIDADE PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA VISUAL NO ESPAÇO CONSTRUIDO ESTRATÉGIAS DE INCLUSIVIDADE PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA VISUAL NO ESPAÇO CONSTRUIDO ESTUDOS DE CASO EM ESPAÇO ESCOLAR Luís Manuel Brilhante da Silva Resumo da Dissertação para obtenção do Grau de Mestre

Leia mais

O digital e as novas formas de, e para, aprender

O digital e as novas formas de, e para, aprender O digital e as novas formas de, e para,... O digital e as novas formas de, e para, aprender Luis Borges Gouveia lmbg@ufp.pt http://www.ufp.pt/~lmbg Universidade Fernando Pessoa Ficará tudo igual com o

Leia mais

Planejamento de Comunicação Organizacional: uma releitura da estrutura, enriquecida pelos modelos de análise de marketing.

Planejamento de Comunicação Organizacional: uma releitura da estrutura, enriquecida pelos modelos de análise de marketing. Universidade de São Paulo Escola de Comunicações e Artes - ECA Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação Planejamento de Comunicação Organizacional:

Leia mais

Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles

Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles Adcley Souza (adcley.souza@hotmail.com) Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric

Leia mais

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment SAFIRA is an IT consulting boutique known for transforming the way organizations do business, or fulfil their missions,

Leia mais

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them?

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them? GUIÃO A Prova construída pelos formandos e validada pelo GAVE, 1/7 Grupo: Chocolate Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas 1º Momento Intervenientes

Leia mais

Profª. Vera Maria Ramos de Vasconcellos Instituto de Psicologia - UFF

Profª. Vera Maria Ramos de Vasconcellos Instituto de Psicologia - UFF Suely de Almeida Batista Dessandre A educação moral possível: o conflito como estratégia para a autonomia Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies)

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies) IMPACT INVESTING WE STARTED... A Venture Capital Fund Focused on Impact Investing Suport: Financial TA Criterias to select a company: Social Impact Profitabilty Scalability Investment Thesis (Ed, HC,

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

Hotel Cruz Alta Repouse com serenidade e conforto / Rest with serenity and comfort

Hotel Cruz Alta Repouse com serenidade e conforto / Rest with serenity and comfort A MAIOR OFERTA hoteleira em fátima FATIMA S LARGEST HOTEL GROUP Localização / Location (N39 o 37 42 W8 o 40 30 ) Junto ao jardins do Santuário de Fátima e da nova Basílica da Santíssima Trindade muita

Leia mais

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water André Rauen Leonardo Ribeiro Rodnei Fagundes Dias Taiana Fortunato Araujo Taynah Lopes de Souza Inmetro / Brasil

Leia mais

Estudo sobre a reconversão do Quartier du Moulin Architectural study on the urban development of the Quartier du Moulin

Estudo sobre a reconversão do Quartier du Moulin Architectural study on the urban development of the Quartier du Moulin Estudo sobre a reconversão do Quartier du Moulin Architectural study on the urban development of the Quartier du Moulin figueiredo+pena arquitetos rua elísio de melo 28, sala 29, 4000-196 porto garagem@figueiredo-pena.com

Leia mais

Saulo de Souza Ladeira. Técnica, território e ensino a distância: Articulações histórico-teóricas. Dissertação de Mestrado

Saulo de Souza Ladeira. Técnica, território e ensino a distância: Articulações histórico-teóricas. Dissertação de Mestrado Saulo de Souza Ladeira Técnica, território e ensino a distância: Articulações histórico-teóricas Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação em Geografia da PUC-Rio como

Leia mais

Carreiras e a Nova Geração Produtiva: Quais as Expectativas de Carreira de Jovens Profissionais?

Carreiras e a Nova Geração Produtiva: Quais as Expectativas de Carreira de Jovens Profissionais? Patrícia Freitas de Sá Carreiras e a Nova Geração Produtiva: Quais as Expectativas de Carreira de Jovens Profissionais? Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação em Administração

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

Normas Gráficas do Símbolo e Logótipo aicep Portugal Global aicep Portugal Global Symbol and Logo Graphic Guidelines Capítulo 1 Chapter 1

Normas Gráficas do Símbolo e Logótipo aicep Portugal Global aicep Portugal Global Symbol and Logo Graphic Guidelines Capítulo 1 Chapter 1 Normas Gráficas do Símbolo e Logótipo aicep Portugal Global aicep Portugal Global Symbol and Logo Graphic Guidelines Capítulo 1 Chapter 1 Introdução Introduction Normas Gráficas Este manual fornece os

Leia mais

o seu futuro apartamento em Albufeira your future apartment in Albufeira

o seu futuro apartamento em Albufeira your future apartment in Albufeira Praialgarve, SA Praia da Oura, Apartado 827 8200-911 Albufeira Tel.: +351 289 543 108 freeholdsales@leisuredimensions.com http://www.petcheyleisure.com/bayview/ o seu futuro apartamento em Albufeira your

Leia mais

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Instituto Superior Miguel Torga Escola Superior de Altos Estudos Cláudia Sofia da Costa Duarte As Novas Tecnologias como componente da Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Dissertação de Mestrado em

Leia mais

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual IPortalMais: a «brainware» company FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Easy Linux! Title: Subject: Client: Reference: Funambol Client for Mozilla Thunderbird Doc.: Jose Lopes Author: N/Ref.: Date: 2009-04-17 Rev.:

Leia mais

Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures

Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures GeoInfo - 2006 Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures Leonardo Lacerda Alves Clodoveu A. Davis Jr. Information Systems Lab

Leia mais

URBAN AGE SOUTH AMERICA CONFERENCE DECEMBER 2008

URBAN AGE SOUTH AMERICA CONFERENCE DECEMBER 2008 URBAN AGE SOUTH AMERICA CONFERENCE DECEMBER 2008 Maria Ruth Amaral de Sampaio Winner of the Urban Age Deutsche Bank Award From the Slum Tenement of Solon Street to the Union Building All rights are reserved

Leia mais

FACULDADE DE ARQUITECTURA

FACULDADE DE ARQUITECTURA MUSEU DA CIDADE Um Crescimento Ilimitado Ampliação e Reestruturação dos núcleos dos séculos XX e XXI Ângela dos Santos Faria (Licenciada) Mestrado Integrado em Arquitectura Orientador Científico: Especialista

Leia mais

Guião N. Descrição das actividades

Guião N. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: 006 Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião N Intervenientes

Leia mais

GT-Mconf: Sistema de Multiconferência para acesso interoperável web e dispositivos móveis

GT-Mconf: Sistema de Multiconferência para acesso interoperável web e dispositivos móveis Proposta de Serviço Piloto Grupo de Trabalho Segunda Fase GT-Mconf: Sistema de Multiconferência para acesso interoperável web e dispositivos móveis http://www.mconf.org Valter Roesler: roesler@inf.ufrgs.br

Leia mais

A solução para todas as famílias The solution for every family. www.tecdream.com. info@tecdream.com

A solução para todas as famílias The solution for every family. www.tecdream.com. info@tecdream.com A solução para todas as famílias The solution for every family www.tecdream.com info@tecdream.com A solução para qualquer família The solution for every family Descubra mais sobre o projecto HomeKit Find

Leia mais

Edifícios de Habitação Residential Buildings. Inovação & Qualidade

Edifícios de Habitação Residential Buildings. Inovação & Qualidade Edifícios de Habitação Residential Buildings Inovação & Qualidade Índice Table of Contents 01 Edifícios de Habitação Residential Buildings 5 02 Referências Main Projects 6 Ínsua Bentos Coimbra Ínsua Bentos

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

T Ã O B O M Q U A N T O N O V O

T Ã O B O M Q U A N T O N O V O D I S S E R T A Ç Ã O D E M E S T R A D O M A S T E R I N G D I S S E R T A T I O N A V A L I A Ç Ã O D A C O N D I Ç Ã O D E T Ã O B O M Q U A N T O N O V O U M A A P L I C A Ç Ã O E N V O L V E N D O

Leia mais

Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom systems

Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom systems Tecnologia de instalações electrónicas Training systems / trainers for electrical wiring/building management systems: Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom

Leia mais

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy Compartilhando Energia Humana Sharing Human Energy A Chevron Brasil tem como estratégia e valor um plano de investimento social voltado para o incentivo à qualificação profissional e ao empreendedorismo

Leia mais

A AUSTERIDADE CURA? A AUSTERIDADE MATA?

A AUSTERIDADE CURA? A AUSTERIDADE MATA? A AUSTERIDADE CURA? A AUSTERIDADE MATA? 29.Nov.2013 Financiamento Sector público é a principal fonte de financiamento de cuidados de saúde. Apenas EUA e México apresentam menos de 50% de financiamento

Leia mais

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425 CMDB no ITIL v3 Miguel Mira da Silva mms@ist.utl.pt 919.671.425 1 CMDB v2 Configuration Management IT components and the services provided with them are known as CI (Configuration Items) Hardware, software,

Leia mais

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census Authors: Nilza Oliveira Martins Pereira (principal author), Tereza Cristina Nascimento Araujo, Valéria Beiriz, Antonio Florido- IBGE The definition

Leia mais

AVALIAÇÃO DA COBERTURA PARA O CONFORTO TÉRMICO DE UM AMBIENTE ESCOLAR EM CUIABÁ-MT

AVALIAÇÃO DA COBERTURA PARA O CONFORTO TÉRMICO DE UM AMBIENTE ESCOLAR EM CUIABÁ-MT AVALIAÇÃO DA COBERTURA PARA O CONFORTO TÉRMICO DE UM AMBIENTE ESCOLAR EM CUIABÁ-MT Laís Braga Caneppele (1) ; Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira (2) ; Luciane Cleonice Durante (2) ; Ivan Júlio

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Pedro Gomes Moscoso Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia de Redes de Comunicações Presidente: Orientador: Co-Orientador:

Leia mais

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks Conteúdo: Reading - Typographic Marks Habilidades: Utilizar as Marcas Tipográficas para facilitar a compreensão e também chamar a atenção do leitor. Typographic Marks O que são marcas tipográficas? As

Leia mais

Semestre do plano de estudos 1

Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Inglês CU Name Código UC 6 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 54 ECTS 2 Horas de contacto TP - 22,5 Observações n.a. Docente responsável

Leia mais

Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra Institute of Systems Engineering and Computers INESC - Coimbra

Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra Institute of Systems Engineering and Computers INESC - Coimbra Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra Institute of Systems Engineering and Computers INESC - Coimbra António Manuel Almeida António Gomes Martins O RSECE e a Iluminação - Uma contribuição

Leia mais

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office DPI Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office Apresentação/Presentation Criado em 1 de março de 2011, o Núcleo de

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

RELEMR WORKSHOP, Lisbon 26-29 October 2009. Field Trip Notes on the building visited at Recolhimento Street, S. Jorge Castle area

RELEMR WORKSHOP, Lisbon 26-29 October 2009. Field Trip Notes on the building visited at Recolhimento Street, S. Jorge Castle area Field Trip Notes on the building visited at Recolhimento Street, S. Jorge Castle area The intervention carried out in the building located at Recolhimento Street n.º 28 to 36 in the S. Jorge Castle Residential

Leia mais

6 Só será permitido o uso de dicionário INGLÊS/INGLÊS.

6 Só será permitido o uso de dicionário INGLÊS/INGLÊS. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

Comportamento do Shopper no Varejo

Comportamento do Shopper no Varejo Seminário GVcev Comportamento do Shopper no Varejo Case Dafiti Malte Huffmann A Dafiti traz alegria na hora de comprar We deliver fashion & lifestyle products conveniently and accessibly at one click This

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM. Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 61/2013. TEXTO In Ten Years of Bolsa Família, Federal Expenses with Assistance Triple

WWW.ADINOEL.COM. Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 61/2013. TEXTO In Ten Years of Bolsa Família, Federal Expenses with Assistance Triple TEXTO In Ten Years of Bolsa Família, Federal Expenses with Assistance Triple In the ten years of the Bolsa Familia program, completed on Sunday, the biggest change in the federal government's budget was

Leia mais

DOCUMENTOS DE PREVENÇÃO DE RISCOS PROFISSIONAIS NA CONSTRUÇÃO NA TRANSPOSIÇÃO DAS DIRETIVAS COMUNITÁRIAS PARA PORTUGAL

DOCUMENTOS DE PREVENÇÃO DE RISCOS PROFISSIONAIS NA CONSTRUÇÃO NA TRANSPOSIÇÃO DAS DIRETIVAS COMUNITÁRIAS PARA PORTUGAL DOCUMENTOS DE PREVENÇÃO DE RISCOS PROFISSIONAIS NA CONSTRUÇÃO NA TRANSPOSIÇÃO DAS DIRETIVAS COMUNITÁRIAS PARA PORTUGAL Susana Sousa 1 José M. Cardoso Teixeira 2 RESUMO A Diretiva Comunitária nº 92/57/CEE

Leia mais

ANO I Abertura Opening Os primeiros movimentos do jogo Há um ano, três advogados vindos de renomados escritórios de advocacia, onde exerciam funções de destaque, se reuniram em torno de uma idéia:

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS UMA VANTAGEM COMPETITIVA COM A TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS AMANDA ZADRES DANIELA LILIANE ELIANE NUNES ELISANGELA MENDES Guarulhos

Leia mais

A elaboração da presente dissertação foi apoiada, em parte, por um financiamento da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, no

A elaboração da presente dissertação foi apoiada, em parte, por um financiamento da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, no Dissertação de Mestrado em Psicologia, especialização em Psicologia Desportiva, sob a orientação conjunta do Prof. Doutor José Fernando da Silva Azevedo Cruz e do Prof. Doutor Leandro da Silva Almeida.

Leia mais

architecture and urbanism portfolio portfólio de arquitectura e urbanismo

architecture and urbanism portfolio portfólio de arquitectura e urbanismo isabelsantos architecture and urbanism portfolio portfólio de arquitectura e urbanismo about perfil Since I remember myself as a thoughtful human being, I remember myself drawing. In the floor, walls,

Leia mais

COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA.

COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA. COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA. PAULO RICARDO H. BALDUINO 0 Conteúdo 1. Introdução

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

Recognition of the academic qualifications of immigrant doctors and nurses Luísa Valle,* Rosário Farmhouse** e Vera Marques**

Recognition of the academic qualifications of immigrant doctors and nurses Luísa Valle,* Rosário Farmhouse** e Vera Marques** VALLE, Luísa, FARMHOUSE, Rosário e MARQUES, Vera (2008), Reconhecimento de habilitações académicas de médicos e de enfermeiros imigrantes, in PEIXOTO, João (org.), Revista Migrações - Número Temático Imigração

Leia mais

CULTURAS, POLÍTICAS E PRÁTICAS INCLUSIVAS NO SECTOR PÚBLICO E PRIVADO UM ESTUDO DE CASO EM DUAS ESCOLAS DO 1.º CICLO, DO CONCELHO DE SINTRA

CULTURAS, POLÍTICAS E PRÁTICAS INCLUSIVAS NO SECTOR PÚBLICO E PRIVADO UM ESTUDO DE CASO EM DUAS ESCOLAS DO 1.º CICLO, DO CONCELHO DE SINTRA UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA CULTURAS, POLÍTICAS E PRÁTICAS INCLUSIVAS NO SECTOR PÚBLICO E PRIVADO UM ESTUDO DE CASO EM DUAS ESCOLAS DO 1.º CICLO, DO CONCELHO DE SINTRA

Leia mais

CELSO GALLIZA PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO PREDIAL NO PODER JUDICIÁRIO DE SANTA CATARINA

CELSO GALLIZA PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO PREDIAL NO PODER JUDICIÁRIO DE SANTA CATARINA CELSO GALLIZA PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO PREDIAL NO PODER JUDICIÁRIO DE SANTA CATARINA FLORIANÓPOLIS SC 2008 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS DA

Leia mais

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO CENTRO UNIVERSITÁRIO FIEO Osasco 2009 MARLI DA COSTA RAMOS

Leia mais

A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing

A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing Marcello de Lima Azambuja A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing Dissertação de Mestrado Dissertation presented to the Postgraduate Program in Informatics of the Departamento

Leia mais

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo PRESS RELEASE 8 de Dezembro de 2009 Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo FNABA representou Portugal, em Pequim (China), na First Global Conference da World Business

Leia mais

Santa Casa PDF ebooks Download

Santa Casa PDF ebooks Download Santa Casa PDF ==>Download: Santa Casa PDF ebook Santa Casa PDF - Are you searching for Santa Casa Books? Now, you will be happy that at this time Santa Casa PDF is available at our online library. With

Leia mais

MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA

MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA Universidade de Lisboa Faculdade de Medicina de Lisboa MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA Catarina Isabel Fonseca Paulos Mestrado em Medicina Legal e Ciências Forenses 2005 Esta dissertação

Leia mais

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF ==> Download: BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF - Are you searching for Brigham And Ehrhardt Books? Now, you will be happy that at this time Brigham And Ehrhardt

Leia mais

Relatório de Acção Action Report

Relatório de Acção Action Report Relatório de Acção Action Report CasA+ Building Codes 17 Novembro Expo Energia 09 16 de Dezembro de 2009 Data: 17 Novembro Título: Casas dos anos 70 e 90 revelam mais ineficiência energética Meio: Rádio

Leia mais

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development?

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Emerson Murphy-Hill Thomas Zimmermann and Nachiappan Nagappan Guilherme H. Assis Abstract

Leia mais