Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores"

Transcrição

1 Campos extraídos diretamente Título Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores Huang, Chin-Yu and Lin, Chu-Ti Ano de publicação 2006 Fonte de publicação IEEE Transactions on Reliability Abstract Over the past 30 years, many software reliability growth models (SRGM) have been proposed. Often, it is assumed that detected faults are immediately corrected when mathematical models are developed. This assumption may not be realistic in practice because the time to remove a detected fault depends on the complexity of the fault, the skill and experience of personnel, the size of debugging team, the technique(s) being used, and so on. During software testing, practical experiences show that mutually independent faults can be directly detected and removed, but mutually dependent faults can be removed iff the leading faults have been removed. That is, dependent faults may not be immediately removed, and the fault removal process lags behind the fault detection process. In this paper, we will first give a review of fault detection & correction processes in software reliability modeling. We will then illustrate the fact that detected faults cannot be immediately corrected with several examples. We also discuss the software fault dependency in detail, and study how to incorporate both fault dependency and debugging time lag into software reliability modeling. The proposed models are fairly general models that cover a variety of known SRGM under different conditions. Numerical examples are presented, and the results show that the proposed framework to incorporate both fault dependency and debugging time lag for SRGM has a better prediction capability. In addition, an optimal software release policy for the proposed models, based on cost-reliability criterion, is proposed. The main purpose is to minimize the cost of software development when a desired reliability objective is given IEEE. Máquina de Busca IEEE Campos extraídos a partir do entendimento Tipo de Critério Apriorístico. Minimiza custo restrito à confiabilidade prédeterminada Caracterização do software Níveis de testes Modelo Utilizado Nenhum Habilidades Necessárias Nenhuma Contexto de aplicação Princípio do critério Modelo de confiabilidade. O artigo apresenta uma maneira de incorporar dependência entre falhas e tempo de depuração em modelos de confiabilidade Objetivo do critério Atingir nível de confiabilidade prédeterminado Minimizar o custo Minimizar custo total restrito a uma confiabilidade Considera depuração perfeita Não Confiabilidade pré-determinada Sim Orçamento para testes é pré-determinado Não Tempo para testes pré-determinado Não Número de faltas pré-determinado Sim

2 Taxa de identificação de falhas prédeterminada Sim Considera qualidade dos casos de testes Não Considera atividade de testes isolada Sim Diferencia taxa de detecção de falhas Não Modelo de confiabilidade base Multi modelo (Diversos modelos podem ser utilizados) Modelo de Custo base Okumoto and Goel (1979) Distribuição de Falhas NHPP Unidade de Medida de Falhas Não aplicável (depende do modelo de confiabilidade escolhido) Tipo de modelo de confiabilidade Modelo de estimativa de confiabilidade Variações do critério 3. Atingir nível de confiabilidade prédeterminado Minimizar o custo Minimizar custo total restrito a uma confiabilidade Suposições Modelar detecção de faltas e Processo de correção Considerando dependencia entre faltas e debugging time lag na modelagem de confiabilidade do software

3 Parâmetros do critério C 1 Custo de correção de uma falta durante a fase de testes C 2 Custo de correção de uma falta durante a fase de operação C 3 Custo de teste por unidade de tempo T LC tamanho do ciclo de vida do software N número total de parâmetros no modelo a 1 número total de faltas principais a 2 número total de faltas dependentes Critério O artigo apresenta um estudo sobre dependência de falhas em software. É apresentado como incorporar dependência de faltas e tempo de debugging na modelagem de confiabilidade. Os modelos propostos são bastantes gerais que cobrem uma grande variedades de SRGM (Software Reliability Growth Model) sobre diferentes condições. Utilizando o modelo proposto é apresentado três formas diferentes de calcular os pontos de parada de testes. 1. Tempo de parada baseado no critério de confiabilidade: 2. Tempo de parada baseado no critério de custo:

4 3. Tempo de parada baseado no critério de custo e confiabilidade: Onde:

5 Critérios de Avaliação A 0 B 1 C 0 D 2 E 1 F 1 Total 5

Critérios para Apoiar a Decisão Sobre o Momento de Parada dos Testes de Software

Critérios para Apoiar a Decisão Sobre o Momento de Parada dos Testes de Software Critérios para Apoiar a Decisão Sobre o Momento de Parada dos Testes de Software Victor Vidigal Ribeiro Guilherme Horta Travassos {vidigal, ght}@cos.ufrj.br Agenda Introdução Resultados da revisão Corpo

Leia mais

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH Duolao Wang; Ameet Bakhai; Angelo Del Buono; Nicola Maffulli Muscle, Tendons and Ligaments Journal, 2013 Santiago A. Tobar L., Dsc. Why to determine the

Leia mais

T Ã O B O M Q U A N T O N O V O

T Ã O B O M Q U A N T O N O V O D I S S E R T A Ç Ã O D E M E S T R A D O M A S T E R I N G D I S S E R T A T I O N A V A L I A Ç Ã O D A C O N D I Ç Ã O D E T Ã O B O M Q U A N T O N O V O U M A A P L I C A Ç Ã O E N V O L V E N D O

Leia mais

Técnicas de modelagem do improvement para construção de tábuas geracionais

Técnicas de modelagem do improvement para construção de tábuas geracionais Raquel Rodrigues Santos Técnicas de modelagem do improvement para construção de tábuas geracionais Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de Mestre

Leia mais

Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016

Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016 Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016 Instruções aos candidatos: (1) Preencher somente o número de inscrição em todas as folhas. (2) Usar caneta preta ou azul. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS Ana Helena da Silva, MCI12017 Cristiana Coelho, MCI12013 2 SUMMARY 1. Introduction 2. The importance of IT in Organizations 3. Principles of Security 4. Information

Leia mais

Margarida Isabel A Auditoria Tributária e a Deteção. Melo de Oliveira de Comportamento Evasivo

Margarida Isabel A Auditoria Tributária e a Deteção. Melo de Oliveira de Comportamento Evasivo Universidade de Aveiro Instituto Superior de Contabilidade e Administração 2012 Margarida Isabel A Auditoria Tributária e a Deteção Melo de Oliveira de Comportamento Evasivo 1 Universidade de Aveiro Instituto

Leia mais

Modelamento Banco de Dados e modelos de tendencia

Modelamento Banco de Dados e modelos de tendencia Modelamento Banco de Dados e modelos de tendencia NOTA: Cada barra representa o grau de partidas de uma determinada origem de um conhecido percurso. Por exemplo, em Dezembro o fator sazonal para Chicago

Leia mais

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Raquel Jauffret Guilhon Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

Uma arquitetura baseada em agentes de software para a automação de processos de gerênciadefalhasemredesde telecomunicações

Uma arquitetura baseada em agentes de software para a automação de processos de gerênciadefalhasemredesde telecomunicações Adolfo Guilherme Silva Correia Uma arquitetura baseada em agentes de software para a automação de processos de gerênciadefalhasemredesde telecomunicações Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada

Leia mais

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Pedro Gomes Moscoso Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia de Redes de Comunicações Presidente: Orientador: Co-Orientador:

Leia mais

LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS

LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS Fabiana Fraga Ferreira Bacharelanda em Sistemas de Informação Bolsista de Iniciação Científica

Leia mais

Componentes Cerâmicos em Substituições Articulares Protéticas: Onde estamos hoje?

Componentes Cerâmicos em Substituições Articulares Protéticas: Onde estamos hoje? Venha buscar o seu Voucher para 1 Pendrive. Para todos os participantes. Componentes Cerâmicos em Substituições Articulares Protéticas: Onde estamos hoje? Simpósio 4 de Setembro de 2015, das 12:30 as 14:00

Leia mais

silviaheld@usp.br Italiano, Isabel Cristina. Profa. Dra. - Têxtil e Moda - Escola de Artes, Ciências e RESUMO ABSTRACT

silviaheld@usp.br Italiano, Isabel Cristina. Profa. Dra. - Têxtil e Moda - Escola de Artes, Ciências e RESUMO ABSTRACT MAPEAMENTO DE PROCESSOS DE CONFECÇÃO PARA IDENTIFICAÇÃO DE PONTOS CRÍTICOS DA PRODUÇÃO Espinosa, Caroline Stagi - Bacharel em Têxtil e Moda - Escola de Artes, Ciências e Humanidades - Universidade de São

Leia mais

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE E SEU USO NO EXÉRCITO BRASILEIRO

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE E SEU USO NO EXÉRCITO BRASILEIRO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE E SEU USO NO EXÉRCITO BRASILEIRO LAURO DE SOUZA SILVA * Resumo: O presente trabalho versa sobre a importância de um processo de desenvolvimento padronizado na instituição

Leia mais

Análise e Desenvolvimento de Sistema de Estimação de Modelos da Classe STAR-TREE

Análise e Desenvolvimento de Sistema de Estimação de Modelos da Classe STAR-TREE Bernardo da Rocha Spindel Análise e Desenvolvimento de Sistema de Estimação de Modelos da Classe STAR-TREE Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO AMBIENTE EXPSEE SEGUNDO O MÉTODO CATALYSIS

ESPECIFICAÇÃO DO AMBIENTE EXPSEE SEGUNDO O MÉTODO CATALYSIS ESPECIFICAÇÃO DO AMBIENTE EXPSEE SEGUNDO O MÉTODO CATALYSIS RESUMO Este artigo apresenta a especificação de um sistema gerenciador de workflow, o ExPSEE, de acordo com a abordagem de desenvolvimento baseado

Leia mais

Online Collaborative Learning Design

Online Collaborative Learning Design "Online Collaborative Learning Design" Course to be offered by Charlotte N. Lani Gunawardena, Ph.D. Regents Professor University of New Mexico, Albuquerque, New Mexico, USA July 7- August 14, 2014 Course

Leia mais

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA Revista Brasileira de Energia, Vol. 17, N o. 1, 1 o Sem. 2011, pp. 73-81 73 POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA André Luiz Zanette 1 RESUMO

Leia mais

Modelagem e Simulação de Incêndios. Fire dynamics. Carlos André Vaz Junior

Modelagem e Simulação de Incêndios. Fire dynamics. Carlos André Vaz Junior Modelagem e Simulação de Incêndios Fire dynamics Carlos André Vaz Junior INTRODUÇÃO Fire dynamics is a very quantitative and mathematically complex subject. The term fire dynamics came into common use

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Cigré/Brasil. CE B5 Proteção e Automação. Seminário Interno de Preparação para a Bienal de 2008

Cigré/Brasil. CE B5 Proteção e Automação. Seminário Interno de Preparação para a Bienal de 2008 Cigré/Brasil CE B5 Proteção e Automação Seminário Interno de Preparação para a Bienal de 2008 Rio de Janeiro, 26-27 de junho de 2008 B5-201 Dados do Artigo Exploiting the IEC61850 Potential for New Testing

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PROCISA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PROCISA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PROCISA THALES FREDERICO RIBEIRO FONSECA O SIGNIFICADO DAS VIVÊNCIAS E PERCEPÇÕES DE PACIENTES

Leia mais

REAPROVEITAMENTO DE RESÍDUOS LENHOSOS EM PROPRIEDADES PARTICULARES REUSING WOOD DEBRIS FROM PRIVATE PROPERTIES

REAPROVEITAMENTO DE RESÍDUOS LENHOSOS EM PROPRIEDADES PARTICULARES REUSING WOOD DEBRIS FROM PRIVATE PROPERTIES REAPROVEITAMENTO DE RESÍDUOS LENHOSOS EM PROPRIEDADES PARTICULARES REUSING WOOD DEBRIS FROM PRIVATE PROPERTIES APRESENTAÇÃO O designer Hugo França propõe um melhor reaproveitamento para resíduos lenhosos

Leia mais

Conteúdo Programático Anual

Conteúdo Programático Anual INGLÊS 1º BIMESTRE 5ª série (6º ano) Capítulo 01 (Unit 1) What s your name? What; Is; My, you; This; Saudações e despedidas. Capítulo 2 (Unit 2) Who s that? Who; This, that; My, your, his, her; Is (afirmativo,

Leia mais

Restrições intrapessoais para o lazer em turismo

Restrições intrapessoais para o lazer em turismo Renato das Chagas Benevenuto Restrições intrapessoais para o lazer em turismo por idosos no Rio de Janeiro Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Administração

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE MÉTODOS DE DECISÃO MULTICRITÉRIO. Roterdan Moura da Silva, Mischel Carmen Neyra Belderrain, IC

CONSIDERAÇÕES SOBRE MÉTODOS DE DECISÃO MULTICRITÉRIO. Roterdan Moura da Silva, Mischel Carmen Neyra Belderrain, IC CONSIDERAÇÕES SOBRE MÉTODOS DE DECISÃO MULTICRITÉRIO Roterdan Moura da Silva, Mischel Carmen Neyra Belderrain, IC Instituto Tecnológico de Aeronáutica / Divisão de Engenharia Mecânica-Aeronáutica, roterdan05@hotmail.com;

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Profissional em Administração

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Profissional em Administração 11 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Profissional em Administração UNIVERSIDADES CORPORATIVAS - DO SONHO DA IMPLANTAÇÃO AO DESAFIO DA

Leia mais

Avaliação de Investimentos em Tecnologia da Informação: uma Perspectiva de Opções Reais

Avaliação de Investimentos em Tecnologia da Informação: uma Perspectiva de Opções Reais André Fichel Nascimento Avaliação de Investimentos em Tecnologia da Informação: uma Perspectiva de Opções Reais Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós-graduação em Engenharia

Leia mais

Definição de Critérios para Análise Comparativa de Modelos de Referência para Desenvolvimento Global de Software

Definição de Critérios para Análise Comparativa de Modelos de Referência para Desenvolvimento Global de Software Definição de Critérios para Análise Comparativa de Modelos de Referência para Desenvolvimento Global de Software Leonardo Pilatti, Jorge Luis Nicolas Audy Faculdade de Informática Programa de Pós Graduação

Leia mais

Processo de Teste de Software

Processo de Teste de Software Processo de Teste de Software Introdução Auri Marcelo Rizzo Vincenzi Gilcimar Divino de Deus Instituto de Informática Universidade Federal de Goiás 22 de agosto de 2008 Organização Teste Desafios do Teste

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. ENGENHARIA DE SOFTWARE I Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 /

Leia mais

MATHEUS DE ALMEIDA GOMES NATHAN DANIEL GOMES SANTOS RENAN HENRIQUE SANTOS DA SILVA ITIL/COBIT

MATHEUS DE ALMEIDA GOMES NATHAN DANIEL GOMES SANTOS RENAN HENRIQUE SANTOS DA SILVA ITIL/COBIT MATHEUS DE ALMEIDA GOMES NATHAN DANIEL GOMES SANTOS RENAN HENRIQUE SANTOS DA SILVA ITIL/COBIT São Paulo 2015 Faculdade de Tecnologia de São Caetano do Sul ITIL/COBIT Monografia submetida como exigência

Leia mais

desenvolvimento de software em indústria, comunidades acadêmicas e científicas uma fábrica de software?... joa@ufrpe.br silvio@cesar.org.

desenvolvimento de software em indústria, comunidades acadêmicas e científicas uma fábrica de software?... joa@ufrpe.br silvio@cesar.org. desenvolvimento de software em indústria, comunidades acadêmicas e científicas uma fábrica de software?... joa@ufrpe.br silvio@cesar.org.br laboratórios de desenvolvimento... Produção de Software: histórico

Leia mais

Redes Neurais na Manutenção Preditiva de Caminhões Fora de Estrada

Redes Neurais na Manutenção Preditiva de Caminhões Fora de Estrada Felipe Miana de Faria Furtado Redes Neurais na Manutenção Preditiva de Caminhões Fora de Estrada Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo

Leia mais

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA KELLIN PIVATTO

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA KELLIN PIVATTO UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA KELLIN PIVATTO ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE IMPLANTES CÔNICOS E IMPLANTES CILÍNDRICOS PASSO FUNDO 2008 KELLIN

Leia mais

Contribution of the top boat game for learning production engineering concepts

Contribution of the top boat game for learning production engineering concepts Contribution of the top boat game for learning production engineering concepts Carla Sena Batista, Fabiana Lucena Oliveira, Enily Vieira do Nascimento, Viviane Da Silva Costa Novo Research Problem: How

Leia mais

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 APRESENTAÇÃO ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 Instalações elétricas de baixa tensão NBR 5410:1997 NBR 5410:2004

Leia mais

versão 2.0 do BABOK Cover this area with a picture related to your presentation. It can

versão 2.0 do BABOK Cover this area with a picture related to your presentation. It can Uma visão geral da versão 2.0 do BABOK Cover this area with a picture related to your presentation. It can be humorous. Make sure you look at the Notes Pages for more information about how to use the template.

Leia mais

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census Authors: Nilza Oliveira Martins Pereira (principal author), Tereza Cristina Nascimento Araujo, Valéria Beiriz, Antonio Florido- IBGE The definition

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO José Carlos Franco de Abreu Neto Quantificação do Risco de Crédito: Uma abordagem utilizando o modelo estrutural de Merton Dissertação de Mestrado Dissertação

Leia mais

What is Bullying? Bullying is the intimidation or mistreating of weaker people. This definition includes three important components:1.

What is Bullying? Bullying is the intimidation or mistreating of weaker people. This definition includes three important components:1. weaker people. This definition includes three important components:1. Bullying is aggressive behavior that involves unwanted, negative actions. 2. Bullying involves a pattern of behavior repeated over

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL SUPERINTENDÊNCIA DE AERONAVEGABILIDADE

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL SUPERINTENDÊNCIA DE AERONAVEGABILIDADE AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL SUPERINTENDÊNCIA DE AERONAVEGABILIDADE PROPOSTA DE RESOLUÇÃO PARA ESTABELECIMENTO DE CONDIÇÃO ESPECIAL A SER INCORPORADA À BASE DE CERTIFICAÇÃO DO PROJETO DE TIPO DO AVIÃO

Leia mais

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância?

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? por Manuel Neves-e-Castro,M.D. Clinica de Feminologia Holistica Website: http://neves-e-castro.pt Lisboa/Portugal Evento Cientifico Internacional

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Transformação de um Modelo de Empresa em Requisitos de Software

Transformação de um Modelo de Empresa em Requisitos de Software Transformação de um Modelo de Empresa em Requisitos de Software Fábio Levy Siqueira 1 and Paulo Sérgio Muniz Silva 2 1 Programa de Educação Continuada da Poli-USP, São Paulo, Brazil 2 Escola Politécnica

Leia mais

MÉTODO DE ANÁLISE DA VULNERABILIDADE COSTEIRA À EROSÃO

MÉTODO DE ANÁLISE DA VULNERABILIDADE COSTEIRA À EROSÃO MÉTODO DE ANÁLISE DA VULNERABILIDADE COSTEIRA À EROSÃO João Thadeu de Menezes; Antonio Henrique da Fontoura Klein. Laboratório de Oceanografia Geológica.- Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do

Leia mais

A Importância da Informática na Contabilidade

A Importância da Informática na Contabilidade A Importância da Informática na Contabilidade Douglas Pedro Simas Herbert Esdras Alves Wesslyne K. Ribeiro Geraldes Cabral Unirondon Centro Universitário Cuiabá MT Brasil douglas_simas@hotmail.com h.cic@hotmail.com

Leia mais

Utilização de FMEA nos Processos de Desenvolvimento e Teste de Software

Utilização de FMEA nos Processos de Desenvolvimento e Teste de Software Utilização de FMEA nos Processos de Desenvolvimento e Teste de Software Bolívar Arthur Butzke 1, Karine Baiotto 1, Msc. Adalberto Lovato 1, Msc. Vera Lúcia Lorenset Benedetti 1 1 Sistemas de Informação

Leia mais

Cigré/Brasil. CE B5 Proteção e Automação. Seminário Interno de Preparação para o Colóquio do SC B5 2009

Cigré/Brasil. CE B5 Proteção e Automação. Seminário Interno de Preparação para o Colóquio do SC B5 2009 Cigré/Brasil CE B5 Proteção e Automação Seminário Interno de Preparação para o Colóquio do SC B5 2009 Rio de Janeiro, 15-16 de setembro de 2009 Dados do Artigo Número: PS1 107 Título: Client Conformance

Leia mais

COMPANY PRESENTATION

COMPANY PRESENTATION COMPANY PRESENTATION THE COMPANY First Portuguese company treating and recovering industrial oils «in situ» years know-how and expertise PURIFICADORA with its own process and technology developed over

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues:

booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues: booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues: What would be the impact of additional traffic on car delays? Would adding Simulação

Leia mais

Um Modelo de Componentes de Software com Suporte a Múltiplas Versões

Um Modelo de Componentes de Software com Suporte a Múltiplas Versões Hugo Roenick Um Modelo de Componentes de Software com Suporte a Múltiplas Versões Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós graduação em Informática do Departamento de Informática

Leia mais

SIMULAÇÃO APLICADA À ANÁLISE DE LAYOUT

SIMULAÇÃO APLICADA À ANÁLISE DE LAYOUT SIMULAÇÃO APLICADA À ANÁLISE DE LAYOUT Jacomo Dimmit Boca Piccolini Universidade Federal de São Carlos - Departamento de Engenharia de Produção Caixa Postal 676 CEP: 13565-905 São Carlos - São Paulo jack@ldi.dm.ufscar.br

Leia mais

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH ÍNDICE PORTUGUÊS 1. Características... 2 2. Conteúdo da Embalagem... 3 3. Como usar o Receptor de TV Digital... 3 4. Tela de Vídeo... 6 5.Requisitos Mínimos... 6 6. Marcas Compatíveis... 8 INDEX ENGLISH

Leia mais

NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS

MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS 127 MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS VISUAL MODELING OF SOFTWARE FOR COMMUNICATION MANAGEMENT IN PROJECT MANAGEMENT Ricardo Rall 1 Arilson José

Leia mais

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

UMA BIBLIOTECA PARA CÁLCULO DO SPI NO R JOSEMIR A. NEVES (1), GILMAR BRISTOT (2), ALEXANDRE S. SANTOS (3), UELITON PINHEIRO (2)

UMA BIBLIOTECA PARA CÁLCULO DO SPI NO R JOSEMIR A. NEVES (1), GILMAR BRISTOT (2), ALEXANDRE S. SANTOS (3), UELITON PINHEIRO (2) UMA BIBLIOTECA PARA CÁLCULO DO SPI NO R JOSEMIR A. NEVES (1), GILMAR BRISTOT (2), ALEXANDRE S. SANTOS (3), UELITON PINHEIRO (2) (1) Matemático, Pesquisador III, Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE MODELOS, TÉCNICAS E APLICAÇÕES PARA ARRANJO DE SENSORES JOÃO PAULO CARVALHO LUSTOSA DA COSTA

DESENVOLVIMENTO DE MODELOS, TÉCNICAS E APLICAÇÕES PARA ARRANJO DE SENSORES JOÃO PAULO CARVALHO LUSTOSA DA COSTA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DESENVOLVIMENTO DE MODELOS, TÉCNICAS E APLICAÇÕES PARA ARRANJO DE SENSORES JOÃO PAULO CARVALHO LUSTOSA DA COSTA ORIENTADOR:

Leia mais

A Teoria de Opções Reais: Uma Abordagem para Avaliar Investimentos da Indústria de Venture Capital

A Teoria de Opções Reais: Uma Abordagem para Avaliar Investimentos da Indústria de Venture Capital Rafael Campos Laskier A Teoria de Opções Reais: Uma Abordagem para Avaliar Investimentos da Indústria de Venture Capital Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

Processo Seletivo 2013-2 - Inglês. Para a primeira questão, os critérios de correção foram definidos como seguem, abaixo:

Processo Seletivo 2013-2 - Inglês. Para a primeira questão, os critérios de correção foram definidos como seguem, abaixo: 1) Gabarito oficial definitivo - Questão 1 Para a primeira questão, os critérios de correção foram definidos como seguem, abaixo: Quando o candidato redigiu: (Because) gut microbe may fight obesity and

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS POLÍTICAS ESPECIALIZAÇÃO EM MARKETING POLÍTICO. Fabiana Caroline Caldeira

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS POLÍTICAS ESPECIALIZAÇÃO EM MARKETING POLÍTICO. Fabiana Caroline Caldeira UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS POLÍTICAS ESPECIALIZAÇÃO EM MARKETING POLÍTICO Fabiana Caroline Caldeira ESTRATÉGIA POLÍTICA DE UMA CAMPANHA PARA O CANDIDATO FELIPE MOTA A

Leia mais

A Gerência em Redes de Computadores

A Gerência em Redes de Computadores A Gerência em Redes de Computadores Gerência de Redes Redes Ferramenta fundamental Tecnicamente: constante expansão, tanto fisicamente como em complexidade. O que o usuário espera da rede? Disponibilidade

Leia mais

MODELOS DE REFERÊNCIA PARA BIBLIOTECAS: a experiência do SIBi/USP

MODELOS DE REFERÊNCIA PARA BIBLIOTECAS: a experiência do SIBi/USP MODELOS DE REFERÊNCIA PARA BIBLIOTECAS: a experiência do SIBi/USP Teresinha das Graças Coletta 1, Maria Helena Di Francisco 2, Fabio Muller Guerrini³, Thyerre de Castro Ramazzi 4 1 Mestrado, Escola de

Leia mais

Prevendo Defeitos de Software I: Avaliação da Qualidade

Prevendo Defeitos de Software I: Avaliação da Qualidade Prevendo Defeitos de Software I: Avaliação da Qualidade Esta série de tutoriais sobre Defeitos de Software apresentará técnicas de prevenção desses defeitos usando os resultados obtidos na fase de testes.

Leia mais

UAb Session on Institutional Change Students and Teachers. Lina Morgado

UAb Session on Institutional Change Students and Teachers. Lina Morgado UAb Session on Institutional Change Students and Teachers Lina Morgado Lina Morgado l SUMMARY 1 1. Pedagogical Model : Innovation Change 2. The context of teachers training program at UAb.pt 3. The teachers

Leia mais

Andrew Diniz da Costa. Automação do Processo de Gerência do Teste de Software. Tese de Doutorado

Andrew Diniz da Costa. Automação do Processo de Gerência do Teste de Software. Tese de Doutorado Andrew Diniz da Costa Automação do Processo de Gerência do Teste de Software Tese de Doutorado Tese apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Doutor pelo Programa de Pós-graduação em

Leia mais

INTRODUÇÃO: MATERIAL E MÉTODOS:

INTRODUÇÃO: MATERIAL E MÉTODOS: MODELAGEM DO POTENCIA EÓLICO DO NORDESTE BRASILEIRO SOB CONDIÇÕES ATUAIS E DE AQUECIMENTO GLOBAL BRUNO LOPES DE FARIA 1 FLAVIO JUSTINO 2 LUANE INES B. MONTEIRO 2 MARCIO ARÊDES 4 1 Aluno de mestrado meteorologia

Leia mais

Processo de Desenvolvimento II. Processo de Desenvolvimento

Processo de Desenvolvimento II. Processo de Desenvolvimento Processo de Desenvolvimento II Processo de Desenvolvimento Street Java Engenharia de Software 2 Capítulo 2 & 3 3 Espiral Barry Bohem 4 Espiral DETERMINAR OBJECTIVOS, ALTERNATIVAS, RESTRIÇÕES Orçamento

Leia mais

Palavras chave: trabalho colaborativo, desenvolvimento profissional, articulação curricular, tarefas de investigação e exploração.

Palavras chave: trabalho colaborativo, desenvolvimento profissional, articulação curricular, tarefas de investigação e exploração. RESUMO Esta investigação, tem como objectivo perceber como é que o trabalho colaborativo pode ajudar a melhorar as práticas lectivas dos professores, favorecendo a articulação curricular entre ciclos na

Leia mais

Análise de Ponto de Teste. Uma proposta de adaptação

Análise de Ponto de Teste. Uma proposta de adaptação Análise de Ponto de Teste Uma proposta de adaptação Agenda Histórico O que é Análise de Ponto de Teste (APT)? A Técnica APT Dificuldades no uso da APT Proposta de adaptação Análise de Ponto de Teste Adaptada

Leia mais

Slide do Prof. Silvio Meira. http://www.innosight.com/documents/diprimer.pdf

Slide do Prof. Silvio Meira. http://www.innosight.com/documents/diprimer.pdf Slide do Prof. Silvio Meira http://www.innosight.com/documents/diprimer.pdf Slide do Prof. Silvio Meira http://www.innosight.com/documents/diprimer.pdf Slide do Prof. Silvio Meira Slide do Prof. Silvio

Leia mais

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial Métodos Formais em Engenharia de Software VDMToolTutorial Ana Paiva apaiva@fe.up.pt www.fe.up.pt/~apaiva Agenda Install Start Create a project Write a specification Add a file to a project Check syntax

Leia mais

Inspecções de software usando modelos de capturarecaptura

Inspecções de software usando modelos de capturarecaptura Actas do XV Congresso Anual da SPE 83 Inspecções de software usando modelos de capturarecaptura na estimação de falhas Russell Alpizar-Jara Universidade de Évora, DMAT e CIMA - alpizar@uevora.pt Paulo

Leia mais

Modelagem de Sistemas Computacionais. Seleção de Carga de Trabalho Aula 04 Profa. Priscila Solís Barreto

Modelagem de Sistemas Computacionais. Seleção de Carga de Trabalho Aula 04 Profa. Priscila Solís Barreto Modelagem de Sistemas Computacionais Seleção de Carga de Trabalho Aula 04 Profa. Priscila Solís Barreto Servicos Exercidos SUT = System Under Test CUS = Component Under Study Serviços Exercidos Não confundir

Leia mais

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps Mariane Alves Dal Santo marianedalsanto@udesc.br Francisco Henrique de Oliveira chicoliver@yahoo.com.br Carlos Loch cloch@ecv.ufsc.br Laboratório de Geoprocessamento GeoLab Universidade do Estado de Santa

Leia mais

IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DOCENTE PARA A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA PÚBLICA

IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DOCENTE PARA A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA PÚBLICA IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DOCENTE PARA A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA PÚBLICA Adriana Richit, Bárbara Pasa, Valéria Lessa, Mauri Luís Tomkelski, André Schaeffer, Andriceli Richit, Angélica Rossi

Leia mais

Normas Técnicas SWP Safe Working Periods General overhaul

Normas Técnicas SWP Safe Working Periods General overhaul Normas Técnicas SWP Safe Working Periods General overhaul 21 21 Demag Cranes & Components 2012 NR18 Desde de dezembro de 2011 a norma NR18 foi revisada no item 18.14.1 e aplica-se também a equipamentos

Leia mais

INVESTIMENTOS HOTELEIROS EM CABO VERDE: O CASO DO RIU HOTELS & RESORTS

INVESTIMENTOS HOTELEIROS EM CABO VERDE: O CASO DO RIU HOTELS & RESORTS INVESTIMENTOS HOTELEIROS EM CABO VERDE: O CASO DO RIU HOTELS & RESORTS Minarvino Filomeno Silva Furtado Caso de Estudo Mestrado em Finanças Orientadora: Prof. Doutora Clara Raposo, Prof. Associada, ISCTE

Leia mais

Maria Amália Silva Costa ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA E GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS: O CASO POLICARBONATOS

Maria Amália Silva Costa ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA E GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS: O CASO POLICARBONATOS Maria Amália Silva Costa ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA E GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS: O CASO POLICARBONATOS Salvador, 2003 MARIA AMÁLIA SILVA COSTA A D M I N I S T R A Ç Ã O E S T R A T É G I C A E

Leia mais

Objetivos & Motivação

Objetivos & Motivação Roteiro Tecnologia do Processo de Software Estado da Arte! Objetivos da Aula!! Slides! Leitura adicional recomendada quites@computer.org 2 Objetivos Objetivos &! Apresentar uma visão panorâmica do assunto

Leia mais

GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE

GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE Fonte: http://www.testexpert.com.br/?q=node/669 1 GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE Segundo a NBR ISO 9000:2005, qualidade é o grau no qual um conjunto de características

Leia mais

2 - MATERIAL E MÉTODOS

2 - MATERIAL E MÉTODOS Previsão de Curto Prazo de Eventos Extremos utilizando Redes Neurais Artificiais para o Aeroporto de Guarulhos-SP Juliana Hermsdorff Vellozo de Freitas 1,Phd. Gutemberg Borges França 1, DSc. Manoel Valdonel

Leia mais

Modelos matemáticos que descrevem o crescimento populacional: aplicados e contextualizados aos dados do município de Osório

Modelos matemáticos que descrevem o crescimento populacional: aplicados e contextualizados aos dados do município de Osório Modelos matemáticos que descrevem o crescimento populacional: aplicados e contextualizados aos dados do município de Osório Bruna Pagani Pugens 1 Juarez Ferri da Silva 1 Rosa da Rocha Fernandes 1 Darlan

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

SOAR Data Quality Management: A Brazilian SOAR Data Archive. Iranderly Fernandes de Fernandes UEFS

SOAR Data Quality Management: A Brazilian SOAR Data Archive. Iranderly Fernandes de Fernandes UEFS SOAR Data Quality Management: A Brazilian SOAR Data Archive Iranderly Fernandes de Fernandes UEFS O que é Data Quality É o desagradável ser que fica apontando os defeitos no conjunto de dados? Prefiro

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

Análise Probabilística de Semântica Latente aplicada a sistemas de recomendação

Análise Probabilística de Semântica Latente aplicada a sistemas de recomendação Diogo Silveira Mendonça Análise Probabilística de Semântica Latente aplicada a sistemas de recomendação Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de

Leia mais

BENEFÍCIOS DO ALEITAMENTO MATERNO EXLUSIVO ATÉ O SEXTO MÊS DE VIDA, E AS PRINCIPAIS CAUSAS DO DESMAME PRECOCE

BENEFÍCIOS DO ALEITAMENTO MATERNO EXLUSIVO ATÉ O SEXTO MÊS DE VIDA, E AS PRINCIPAIS CAUSAS DO DESMAME PRECOCE BENEFÍCIOS DO ALEITAMENTO MATERNO EXLUSIVO ATÉ O SEXTO MÊS DE VIDA, E AS PRINCIPAIS CAUSAS DO DESMAME PRECOCE MARIN, T; MORAES, A.C.S. Resumo:O aleitamento materno consiste na prática alimentar ideal para

Leia mais

@georgeguimaraes. Integração Discreta. melhorando a Integração Contínua e ganhando em colaboração

@georgeguimaraes. Integração Discreta. melhorando a Integração Contínua e ganhando em colaboração @georgeguimaraes Integração Discreta melhorando a Integração Contínua e ganhando em colaboração @georgeguimaraes George Guimarães co-fundador da Plataformatec entrega de projetos Posicionamento único

Leia mais

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br Preposições na língua inglesa geralmente vem antes de substantivos (algumas vezes também na frente de verbos no gerúndio). Algumas vezes é algo difícil de se entender para os alunos de Inglês pois a tradução

Leia mais