PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO Prova Objetiva

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO. 001. Prova Objetiva"

Transcrição

1 PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO Concurso Público 001. Prova Objetiva Agente Comunitário de Saúde Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 50 questões objetivas. Confira seu nome e número de inscrição impressos na capa deste caderno e na folha de respostas. Quando for permitido abrir o caderno, verifique se está completo ou se apresenta imperfeições. Caso haja algum problema, informe ao fiscal da sala. Leia cuidadosamente todas as questões e escolha a resposta que você considera correta. Marque, na folha de respostas, com caneta de tinta azul, preferencialmente, ou preta, a letra correspondente à alternativa que você escolheu. A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo para o preenchimento da folha de respostas. Só será permitida a saída definitiva da sala e do prédio após transcorridos 75% do tempo de duração da prova. Deverão permanecer em cada uma das salas de prova os 3 últimos candidatos, até que o último deles entregue sua prova, assinando termo respectivo. Ao sair, você entregará ao fiscal a folha de respostas e este caderno, podendo levar apenas o rascunho de gabarito, localizado em sua carteira, para futura conferência. Até que você saia do prédio, todas as proibições e orientações continuam válidas. Aguarde a ordem do fiscal para abrir este caderno de questões

2 Conhecimentos Gerais 02. Conforme o texto, os profissionais da maledicência (A) alteram a realidade dos fatos. Língua Portuguesa Leia o texto para responder às questões de números 01 a 06. Como um ácido que corrói Em muitas empresas, há um grupo de profissionais da maledicência e da fofoca, especialistas em distorcer os fatos e passar mentiras por verdades. Ninguém escapa. Alguns resistem, ficando indiferentes, apáticos, outros aderem. E há os que são devastados em suas privacidades e detonados em suas imagens e autoestima, sem direito à defesa ou a explicações, apunhalados pelas costas até por pessoas que consideravam íntimas e amigas. Essa é uma das distorções de comportamento mais antigas e poderosas que existem. Já derrubou impérios, culturas e pessoas que poderiam ter feito mais pela humanidade do que lhes foi possível. É um desvio de conduta que, como um ácido, corrói as relações e entrava o fluxo do bem. Quando o ser humano não se transforma para melhor, é porque está reforçando o que tem de pior. É como um tiro no pé, pois quem é autor hoje poderá ser vítima amanhã. A maledicência, ação ou ato de falar mal dos outros, é uma atitude condenável, pois sua ação multiplica-se quando é feita em público ou através dos meios de comunicação, não havendo mais controle. Infelizmente, é utilizada como arma por muitas pessoas para destruir vidas e, até mesmo, bons trabalhos. Não há agrupamento humano livre da maledicência, que pode estar presente até em instituições inspiradas em ideais religiosos a serviço do bem. Geralmente, o maledicente não percebe que seu vício gera um clima de autodestruição, pois incomoda-lhe o brilho das outras pessoas. Muitos evitam a amizade dos maledicentes, receosos de que suas deficiências sejam expostas. Do mesmo modo que existe um tipo de julgamento feito para prejudicar e afastar pessoas, existe, por outro lado, o oposto, falar bem, edificando, transformando, reaproximando e retendo o que é bom. Certamente essa escolha tornaria a vida de todos mais edificante. (Revista Cidade Nova. jun Adaptado) 01. De acordo com o texto, é correto afirmar que (A) algumas pessoas conseguem escapar da fofoca. (B) a imagem e a autoestima são afetadas com as fofocas, mas a privacidade é mantida. (C) quem faz fofoca não está livre de sofrê-la. (D) pessoas próximas e amigas não fazem fofoca. (E) a maledicência não chega a ser considerada um desvio de comportamento. (B) não traem os próprios chefes. (C) preocupam-se com a autoestima dos amigos. (D) evitam falar mal quando estão em ambientes religiosos. (E) tornam as vítimas pessoas muito revoltadas. 03. A comparação da maledicência com o ácido, segundo o texto, deve-se ao poder de ambos para (A) expandir. (B) dilatar. (C) propagar. (D) destruir. (E) expelir. 04. No trecho é uma atitude condenável, a palavra destacada pode ser substituída, sem alteração de sentido, por (A) invejável. (B) reprovável. (C) intrigante. (D) irrecusável. (E) irrepreensível. 05. Na frase existe, por outro lado, o oposto, falar bem, edificando, a palavra destacada apresenta sentido contrário de (A) melhorando. (B) acrescentando. (C) construindo. (D) interpretando. (E) arrasando. 06. Assinale a alternativa que apresenta palavra empregada em sentido figurado. (A) Alguns resistem, ficando indiferentes (B) A maledicência, ação ou ato de falar mal dos outros (C) A fofoca é um ácido que corrói as relações. (D) quem é autor hoje poderá ser vítima amanhã. (E) Muitos evitam a amizade dos maledicentes... PMRP1401/001-AgenteComunitárioSaúde 2

3 07. Assinale a alternativa em que a pontuação está de acordo com a norma padrão da língua. (A) Falar mal dos colegas, é falta de ética. (B) A inveja, causa problemas, nas relações humanas. (C) É difícil: mudar comportamentos, ruins. (D) A fofoca, comportamento humano deplorável, deve ser evitada. (E) As vítimas, da maledicência, não podem se defender. 08. No trecho Quando o ser humano não se transforma para melhor, é porque está reforçando o que tem de pior., as palavras destacadas, respectivamente, estabelecem sentido de (A) tempo e explicação. Matemática 11. Em uma cidade, um surto de dengue hemorrágica vitimou das pessoas que contraíram o vírus. Considerando que o número de vítimas desse vírus, nessa cidade, foi de 30 pessoas, conclui-se que o número de pessoas que contraiu o vírus foi: (A) 195. (B) 210. (C) 225. (D) 240. (E) 255. (B) adição e conclusão. (C) condição e tempo. (D) finalidade e adição. (E) explicação e consequência. 09. Assinale a alternativa em que a colocação dos pronomes e o uso do acento indicador da crase estão de acordo com a norma padrão da língua. (A) De setembro à novembro, a empresa oferecerá treinamento aos funcionários que encontrarem-se aptos ao novo cargo. (B) O diretor dirigiu-se à secretária para informar-lhe que não se lembrou de telefonar a um dos clientes que o havia procurado. (C) Aqui trabalha-se muito de 2.ª à sábado e ninguém tem tempo para maledicências. (D) Nos informaram que a data de entrega das mercadorias foi alterada devido à um imprevisto na estrada. (E) Se fala muito desse assunto quando à diretora está viajando, o que demonstra que as pessoas não têm respeito por ela. Na questão de número 10, assinale a alternativa que preenche as lacunas, correta e respectivamente, considerando a norma padrão da língua. 10. são as pessoas que falar mal dos outros, pois não têm consciência de que é uma atitude prejudicial todos. 12. Uma vacina deve ser mantida num recipiente refrige rado de 5 ºC a 5 ºC. Um lote dessa vacina era mantido a 3 ºC, quando houve uma interrupção no forneci mento de energia elétrica. Dessa forma, a cada 45 minutos a temperatura desse recipiente subiu 1 ºC. Para que esse lote de vacinas não estrague, é necessário que a energia elétrica seja reestabelecida (A) em até 6 h. (B) entre 6,5 h e 7 h. (C) entre 7,5 h e 8 h. (D) entre 8,5 h e 9 h. (E) entre 9,5 h e 10 h. 13. No século passado, constatou-se que um cuidado simples como lavar as mãos diminuía muito a contaminação de pessoas por bactérias. Se em um hospital o número de pessoas contamindas passou de 120 para 18 por dia, pode-se afirmar que essa diminuição foi de (A) 82%. (B) 85%. (C) 88%. (D) 90%. (E) 92%. (A) Pouca evita de (B) Pouca evitam com (C) Poucas evita para (D) Poucas evitam em (E) Poucas evitam a 3 PMRP1401/001-AgenteComunitárioSaúde

4 14. Uma pessoa com desnutrição estava 8 kg abaixo do peso ideal. Após um tratamento, sem orientação médica, ela está, hoje, com um sobrepeso de 6 kg. Sabendo-se que o que ela engordou representa do peso ideal, o peso r a s c u n h o dessa pessoa, hoje, é: (A) 72 kg. (B) 73 kg. (C) 74 kg. (D) 75 kg. (E) 76 kg. 15. O gráfico a seguir mostra o número de pessoas que contraíram infecção hospitalar em um determinado hospital, e o número de pessoas que foram curadas totalmente. Preto = contaminadas Cinza = curadas Do total de pessoas contaminadas nesse período, as que ficaram com alguma sequela representam: (A) 20%. (B) 22%. (C) 24%. (D) 25%. (E) 26%. 16. Cada cama hospitalar mede 0,60 m de largura por 1,80 m de comprimento. Em uma sala retangular, medindo 3,60 m de largura por 5,40 m de comprimento, foram instaladas 10 dessas camas. A área que sobrou nessa sala para a circulação dos enfermeiros foi: (A) 8,16 m 2. (B) 8,36 m 2. (C) 8,64 m 2. (D) 8,76 m 2. (E) 8,96 m 2. PMRP1401/001-AgenteComunitárioSaúde 4

5 17. A tabela a seguir mostra o número de chamadas que um Agente Comunitário recebeu no mês passado. r a s c u n h o Chamada (aviso de) Quantidade despejo de lixo 15 bueiro sem tampa 20 vazamentos 25 esgoto sem canalização 30 No mesmo período do ano passado, o total de chamadas foi 60. Isso significa que a razão entre o número de aumento de chamadas deste ano e o número de chamadas do ano passado pode ser representada pela fração: (A) (B) (C) (D) (E) 18. Os cuidados com a saúde, saneamento básico e higiene pessoal reduziram em 95% os casos de pessoas com infecção intestinal, em uma cidade do norte do país. No mês passado, após uma campanha com esses cuidados, o número de casos de pessoas com essa infecção foi 13. Se esses cuidados não fossem tomados, seria esperado um número de infectados na ordem de (A) 260. (B) 270. (C) 280. (D) 290. (E) PMRP1401/001-AgenteComunitárioSaúde

6 19. O governo gastou 465 milhões de reais na compra de 15 milhões de doses de vacina contra a HPV. Com e ssas vacinas ele conseguiu imunizar 5 milhões de jovens. Para a imunização de cada uma dessas jovens, o governo gastou: (A) R$ 87,00. (B) R$ 93,00. Atualidades 21. A questão está relacionada à imagem obtida em 03 de julho. Médicos e residentes protestam em Rio Preto (C) R$ 97,00. (D) R$ 103,00. (E) R$ 107, Em uma caixa de isopor A, no formato de paralelepípedo reto retângulo, representada na figura, é possível acomodar até 500 ampolas de um medicamento. O número máximo dessas mesmas ampolas, colocadas da mesma forma, possível de serem acomodadas na caixa B, de mesmo formato que a caixa A, é de (http://www.diarioweb.com.br/novoportal/noticias/saude/142422,,medicos+e+ residentes+protestam+em+rio+preto.aspx) Rio Preto está entre as 33 cidades da região que aderiram ao Programa Mais Médicos, em lista de 215 municípios paulistas que participam do Programa do Ministério da Saúde. Esse Programa, lançado pelo governo federal, tem recebido inúmeras críticas, entre elas, o fato de (A) (B) (C) (D) (E) r a s c u n h o (A) muitos dos participantes ainda estarem cursando medicina. (B) os novos médicos não poderem receitar antibióticos e antivirais. (C) boa parte dos médicos serem estrangeiros, principalmente cubanos. (E) os médicos permanecerem apenas 4 horas diárias nos postos de saúde. 22. Anunciou-se nesta terça (15/07), no Centro de Eventos de Fortaleza, a sede e a presidência do Novo Banco de Desenvolvimento do Brics. O capital subscrito, igualmente distribuído entre os cinco países que integram o Brics, será US$ 50 bilhões. (D) os médicos terem sido reprovados em concursos públicos. (http://tvdiario.verdesmares.com.br/noticias/economia/brics-cria-banco-de- -desenvolvimento-apos-reuniao-de-cupula-em-fortaleza #sthash. OlFKsQI3.dpuf (Adaptado)) Além do Brasil, também compõe o Brics (A) a China. (B) a Itália. (C) o México. (D) a Síria. (E) a Bélgica. PMRP1401/001-AgenteComunitárioSaúde 6

7 23. Num espaço de tempo curto, perdemos, nós brasileiros, e a literatura brasileira, três homens que deixam seu legado: a poesia, a prosa, o conto, a crônica e a crítica literária. Mais do que isso: a genialidade de escrever, descrever e adentrar na alma humana. (http://oglobo.globo.com/pais/moreno/posts/2014/07/23/a-literatura-esta-de- -luto asp) O texto, escrito em julho de 2014, refere-se à morte de três importantes figuras da literatura brasileira, sendo uma delas (A) Jorge Amado. (B) Vinícius de Moraes. (C) Josué de Castro. (D) Carlos Drummond de Andrade. (E) Ariano Suassuna. 24. Observe a imagem de manifestação contra a Copa do mundo em uma cidade brasileira no dia 15 de maio. 25. Considere a notícia: Seca encalha hidrovia, prejudica indústria e já quebra safras A falta de chuvas espalha prejuízos por todo o interior do Estado de São Paulo. O transporte de cargas pela hidrovia está paralisado no noroeste paulista. O prejuízo direto chega a 200 milhões de reais. As cargas de grãos e outros insumos estão seguindo para Santos pelas rodovias. De janeiro a junho deste ano, o volume de cargas transportadas pela hidrovia caiu de 2,69 milhões para 2,33 milhões de toneladas. A diferença, de 360 mil toneladas, equivale a 10 mil caminhões. (http://veja.abril.com.br/noticia/economia/seca-encalha-hidrovia-prejudica- -industria-e-ja-quebra-safras (Adaptado)) A hidrovia afetada pela seca e citada na notícia é (A) Grande - Paraná. (B) Paranapanema. (C) Paraíba do Sul. (D) Tietê Paraná. (E) Ribeira de Iguape. Noções de Informática 26. Um agente comunitário, após preparar alguns arquivos em seu computador com MS-Windows XP, em sua configuração padrão, excluiu alguns arquivos antigos e, sem perceber, excluiu alguns recentes que não deveriam ser excluídos. (http://www.radioteofilotoni.com.br/v2/outros-locais/1534-a-28-dias-para-a- -copa,-movimentos-v%c3%a3o-%c3%a0s-ruas-protestar-contra-evento.html) Entre os motivos para a realização das manifestações populares, destaca-se (A) o fato de a seleção brasileira ser composta de jogadores estrangeiros. (B) o protesto contra o alto custo da construção dos estádios de futebol. (C) a concentração dos ingressos para os jogos nas mãos de cambistas. (D) a dificuldade de acesso aos estádios, devido à precariedade dos transportes. (E) o elevado custo dos ingressos dos jogos da seleção brasileira. Assinale a alternativa que contém o nome do recurso do MS-Windows XP que permite recuperar arquivos apagados, que ainda não foram excluídos permanentemente. (A) Lixeira. (B) Internet Explorer. (C) Paint. (D) Área de Transferência. (E) Diretório. 27. Assinale a alternativa que contém uma extensão característica de arquivo que pode ser aberto pelo aplicativo acessório Paint, do MS-Windows 7, em sua configuração padrão. (A) txt (B) bmp (C) ppt (D) doc (E) docx 7 PMRP1401/001-AgenteComunitárioSaúde

8 28. Um agente comunitário tem acesso ao recurso de copiar e colar um arquivo no MS-Windows 7, em sua configuração padrão. Assinale a alternativa que contém o nome do recurso do MS-Windows que permite fazer o armazenamento necessário para uso das ações de copiar, recortar e colar. (A) Barra de Tarefas. (B) Painel de Controle. (C) Área de Trabalho. (D) Área de Transferência. (E) Botão Iniciar. 29. Assinale a alternativa que contém apenas campos utilizados para o preenchimento de endereços de destinatários de um que está sendo preparado para envio. conhecimentos Específicos 31. A Lei n.º 8.080/90, em seu art 7.º, trata da universalidade do Sistema Único de Saúde (SUS), importante marco no atendimento à saúde,. Assinale a alternativa que completa corretamente a frase. (A) possibilitando que todos os indivíduos do mundo t enham direito de ser tratados com recursos federais (B) enfatizando a descentralização dos serviços de saúde para os municípios (C) afirmando o direito à informação às pessoas assistidas, sobre sua saúde (D) estabelecendo o acesso aos serviços de saúde em todos os níveis de assistência (E) integrando, em nível executivo, as ações de saúde, de meio ambiente e de saneamento básico (A) Para; Assunto. (B) Anexo; CC. 32. Observe as figuras. (C) CCO; Assunto. (D) Para; Assinatura. (E) CC; CCO. 30. é o endereço de na internet. Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas. (A) URL um em outra linguagem (B) Site um link desconhecido (C) URL um site (D) Página um link (E) Site um em outra linguagem (Papini, 2005) As imagens apresentadas relacionam-se ao controle (A) da leptospirose. (B) da asma. (C) da dengue. (D) da gripe. (E) da raiva. PMRP1401/001-AgenteComunitárioSaúde 8

9 33. A atuação do Agente Comunitário de Saúde é importante no território, pois (A) possibilita a condição de saúde nas relações com o meio físico, econômico e sociocultural, identificando fatores de risco à saúde. (B) conhece as formas de acesso aos recursos da c omunidade e as possibilidades de utilização dos serviços de educação sanitária disponíveis à população. (C) permite o cadastramento de todas as famílias, independente da renda, nos programas sociais de educação, saúde e transporte. (D) atua como intermediário nos agendamentos de consultas tanto em unidades de saúde da região como em grandes hospitais de referência. (E) ao adotar hábitos de autocuidado e higiene que respeitam os limites do próprio corpo, passa a ser um exemplo de comportamento para a coletividade. 34. Nas visitas domiciliares, é possível que o Agente Comunitário de Saúde perceba condições insalubres da residência, por exemplo, edificação (A) exposta a correntes de ar. (B) no alto de morros. (C) com quintal em chão de terra. (D) com apenas 2 cômodos. (E) em terreno úmido ou alagadiço. 35. Em uma discussão com a comunidade, um Agente C omunitário de Saúde propôs ações de manejo ambiental, como: acondicionamento adequado do lixo, remoção de entulho e materiais dos quintais, reparação dos danos estruturais das residências e manutenção de ruas e terrenos limpos. As ações propostas (A) dificultam a transmissão de algumas doenças, como sarampo, rubéola e coqueluche. (B) facilitam a permanência de moradores de áreas l ivres que vivem na região. (C) permitem que os moradores da região façam economia, não precisando pagar tarifas de limpeza pública. (D) visam melhorar o aspecto da região para valorizar os imóveis. (E) evitam a presença e proliferação de ratos e de outros animais nocivos. 36. A participação social e o controle social em saúde, especificamente na Unidade Básica de Saúde com modelo Estratégia Saúde da Família, podem ser exercidos por meio de conselhos (A) locais. (B) municipais. (C) intermunicipais. (D) estaduais. (E) federais. 37. Em locais onde não existe distribuição de água tratada nem coleta de esgotos, poços para captação de água d evem ser construídos (A) no local mais baixo do terreno, assim não serão muito profundos. (B) próximos dos banheiros e da cozinha, para baratear a construção. (C) distantes da fossa séptica, para evitar contaminação. (D) na base de taludes (barrancos), para maior proteção da estrutura. (E) em madeira, para manter a água fresca. 38. Cuidados com higiene, manipulação segura de água e alimentos, e destino adequado do lixo e dejetos são m edidas que contribuem para prevenir (A) sarna. (B) diarreia. (C) dengue. (D) bronquite. (E) tuberculose. 39. O Agente Comunitário de Saúde deve identificar situações de risco na comunidade. São exemplos de situações de risco individual e coletivo, correta e respectivamente: (A) crianças desnutridas; filhos de mães que fumam ou usam drogas na gravidez. (B) trincas no solo; bebês que nascem com menos de 2,5 kg. (C) deformações no leito da rua; rachaduras nas paredes e pisos de casas. (D) pessoas acamadas; muros de arrimo com barrigas. (E) árvores inclinadas; água minando na base do barranco. 40. Uma das ações do Agente Comunitário de Saúde é a observação da existência de trabalho infantil nas famílias, pois o Estatuto da Criança e do Adolescente estabelece que (A) se o trabalho for considerado penoso, crianças m enores de 10 anos não poderão atuar. (B) é proibida qualquer atividade profissional remunerada a menores de 18 anos. (C) nas atividades profissionais consideradas perigosas, somente maiores de 16 anos poderão atuar. (D) menores de 14 anos podem exercer atividade profissional remunerada, desde que seja no período diurno. (E) é proibido qualquer trabalho profissional a menores de 14 anos, exceto na condição de aprendiz. 9 PMRP1401/001-AgenteComunitárioSaúde

10 41. O Agente Comunitário de Saúde, durante as visitas a idosos que fazem uso de diferentes medicamentos de uso contínuo, deve: (A) prescrever a receita de modo que facilite a leitura do nome do medicamento, do intervalo entre as doses e do modo de usar. (B) orientar os familiares para que deixem somente a ú ltima receita médica na caixa de medicamentos, evitando confusão. (C) avaliar se o medicamento pode afetar o sono, o estado de alerta, a capacidade de locomoção e de dirigir veículos. (D) dizer qual providência deverá ser tomada se o idoso esqueceu de tomar alguma dose de um dos medicamentos usados. (E) orientar o idoso sobre o medicamento em uso: pode ser partido, dissolvido ou misturado com bebidas. 42. Aumento na taxa de natalidade e de imigração, associado com diminuição na taxa de mortalidade e de emigração, leva supor que nessa região a população esteja (A) envelhecendo. (B) enriquecendo. (C) diminuindo. (D) estável. (E) aumentando. 44. O acompanhamento das crianças é uma etapa fundamental e prioritária do trabalho do Agente Comunitário de Saúde. Entre as ações de prevenção de doenças e promoção da saúde, estão: (A) agendar as consultas na Unidade Básica de Saúde de escolha da família e realizar o teste do olhinho. (B) realizar o teste do pezinho, durante as visitas domiciliares, e orientar sobre a higiene do corpo do bebê. (C) observar sinais indicativos de violência na criança e inscrever a família no programa Bolsa Família. (D) orientar a família sobre a higienização bucal das crianças e prescrever dieta para crianças de baixo peso ou muito baixo peso. (E) busca ativa dos faltosos às vacinas e consultas na Unidade de Saúde, e incentivo ao aleitamento materno. 45. O Agente Comunitário de Saúde verifica se a gestante está comparecendo às consultas de pré-natal; caso não esteja, deve, primeiramente: (A) informar a Unidade Básica de Saúde de referência. (B) descadastrá-la do Programa Saúde da Família. (C) comunicá-la que, sem o pré-natal, ela não terá direito ao enxoval do bebê. (D) orientá-la sobre a importância dessas consultas para a sua saúde e a do bebê (E) notificar o caso no Sistema de Notificação de Gestantes. 43. O trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Controle de Endemias envolve, entre outras ações, a orientação à comunidade para manter e conservar os quintais limpos e não deixar pneus, latas, garrafas e outros objetos que possam acumular água. Essas orientações estão diretamente relacionadas ao controle de: (A) moscas. (B) aranhas. (C) mosquitos. (D) ratos. (E) escorpiões. 46. O Brasil tem apresentado uma diminuição em um dos principais indicadores de saúde. Trata-se (A) da mortalidade infantil. (B) de mortes por acidentes de trânsito. (C) de novos casos de AIDS. (D) do número de consultas de pré-natal. (E) da expectativa de vida. 47. Na ausência temporária de fornecimento de água pelo sistema de abastecimento, o Agente Comunitário de Saúde deve, primeiramente, orientar as pessoas a (A) ferver a água que será usada para consumo e preparo de alimentos. (B) procurar os meios de comunicação para divulgação do problema. (C) construir poços rasos para captação de água para consumo. (D) colocar cloro e inseticidas na água que será usada para todas as finalidades. (E) armazenar água da chuva e água de reuso em tambores, para consumo humano. PMRP1401/001-AgenteComunitárioSaúde 10

11 48. Os gráficos mostram a distribuição de causa de violência/acidentes nas diferentes faixas etárias, em uma d eterminada região de atuação do Agente Comunitário de Saúde. 50. Observe o que segue: I. (Papini, 2005) II. (Papini, 2005) É correto afirmar que (A) acidentes de trânsito e autoagressões são mais frequentes em adultos do que as demais causas. (B) agressões por terceiros são mais frequentes em crianças do que em adultos e idosos. III. (Papini, 2005) IV. (Cruz, 2014) (C) os acidentes de trânsito predominam em todas faixas etárias. (D) nessa população, autoagressão é uma das causas mais comuns em adultos. (E) crianças e idosos sofrem menos acidentes de trânsito do que outros acidentes. 49. Uma importante diretriz do Sistema Único de Saúde é a participação comunitária e a criação dos conselhos, v alorizando a ideia de democracia participativa. A participação comunitária (A) será ou não implantada, dependendo de decisão em n ível Municipal. (B) para ocorrer, depende da presença de Estratégia de Saúde da Família. (C) é facultativa aos serviços públicos de saúde. (D) foi assegurada por lei federal (n.º 8.142/1990). V. (Papini, 2005) As fotos mostram diferentes situações de risco à saúde. Analise-as e assinale a alternativa correta em relação a um importante criadouro do vetor (transmissor) da dengue. (A) Imagem I, pois mostra uma das deficiências do esgotamento sanitário. (B) Imagem II, pois mostra acúmulo de inservíveis, incluindo pneus. (C) Imagem III, pois mostra acúmulo de madeira e teias de aranha. (D) Imagem IV, pois mostra equipamentos de segurança residencial e comercial que podem causar machucados na pele. (E) Imagem V, pois mostra a atuação de pessoas contribuindo para alimentar os pombos. (E) deve ocorrer nas unidades locais de saúde, mas não necessariamente nas demais esferas de atendimento. 11 PMRP1401/001-AgenteComunitárioSaúde

12

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO. 002. Prova Objetiva

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO. 002. Prova Objetiva PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO Concurso Público 002. Prova Objetiva Agente de Combate às Endemias Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 50 questões

Leia mais

Prova do Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate de Endemias. SEMSA - Ponte Nova MG

Prova do Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate de Endemias. SEMSA - Ponte Nova MG Prova do Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate de Endemias. SEMSA - Ponte Nova MG Nome: Nota: INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA (LEIA ATENTAMENTE!) 1. A prova é individual

Leia mais

O curativo do umbigo

O curativo do umbigo Higiene do bebê O curativo do umbigo Organizo meu futuro porque o presente já passou. O curativo do umbigo deve ser feito todos os dias, depois do banho, até que o cordão do umbigo seque e caia. Isso leva

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

I. INFORMAÇÕES GERAIS Município: Distrito: Localidade:

I. INFORMAÇÕES GERAIS Município: Distrito: Localidade: I. INFORMAÇÕES GERAIS Município: Distrito: Localidade: Data do Relatório: (dd:mm:aa) Entrevistador (a) N O. QUEST.: II. CARACTERÍTICAS DOS MORADORES DO DOMICÍLIO Nome do chefe da família: SEXO: 1. M 2.

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 -

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Auxiliar de Mecânico

Leia mais

A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano

A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano Nossa Realidade 57% da população brasileira não possui coleta de esgoto (SNIS 2008) O Brasil é o 9º

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE CURUÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CURUÁ - CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2009 REALIZAÇÃO DA PROVA OBJETIVA: 23 de Agosto de 2009 NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE

Leia mais

Caderno de Prova. Agente Comunitário de Saúde. 1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. mais de uma alternativa em uma mesma questão.

Caderno de Prova. Agente Comunitário de Saúde. 1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. mais de uma alternativa em uma mesma questão. Caderno de Prova Agente Comunitário de Saúde 1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2. Confira seu número de inscrição e nome. Assine no local indicado. 3. A interpretação das questões

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO MARÇO DE 2012 JOB2178 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Entender como a população brasileira percebe questões relacionadas

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE O ACOMPANHAMENTO DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL (PUERICULTURA)

ORIENTAÇÕES SOBRE O ACOMPANHAMENTO DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL (PUERICULTURA) ORIENTAÇÕES SOBRE O ACOMPANHAMENTO DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL (PUERICULTURA) I- Introdução O acompanhamento do crescimento e desenvolvimento, do nascimento até os 5 anos de idade, é de fundamental

Leia mais

Página 1 de 8-01/04/2014-5:59

Página 1 de 8-01/04/2014-5:59 PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 4 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 LIXO NO LIXO Dá para

Leia mais

Saneamento Básico e Saúde

Saneamento Básico e Saúde Conferência Nacional de Segurança Hídrica Uberlândia - MG Saneamento Básico e Saúde Aparecido Hojaij Presidente Nacional da Assemae Sobre a Assemae A Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento

Leia mais

Saneamento Básico COMPLEXO ARAUCÁRIA

Saneamento Básico COMPLEXO ARAUCÁRIA Saneamento Básico COMPLEXO ARAUCÁRIA Olá, caros Alunos, Na aula de hoje, vamos aprender mais sobre o Saneamento Básico, Um novo projeto desenvolvido aqui em nosso Município, chamado COMPLEXO ARAUCÁRIA

Leia mais

CONFERÊNCIA LATINO-AMERICANA SOBRE MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL WORKSHOP: OS OITO OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO

CONFERÊNCIA LATINO-AMERICANA SOBRE MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL WORKSHOP: OS OITO OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO CONFERÊNCIA LATINO-AMERICANA SOBRE MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL WORKSHOP: OS OITO OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO Belo Horizonte, outubro de 2007 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS

ORIENTAÇÕES SOBRE APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS ORIENTAÇÕES SOBRE APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS 1) PAB FIXO Podem ser custeados com o PAB-FIXO, todos os procedimentos pertinentes à atenção básica da saúde (ambulatorial),

Leia mais

ANÁLISE DA INCIDÊNCIA DE DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA NA REGIÃO DE JACARAÍPE E NOVA ALMEIDA, SERRA, ES. DEVAIR VIAL BRZESKY

ANÁLISE DA INCIDÊNCIA DE DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA NA REGIÃO DE JACARAÍPE E NOVA ALMEIDA, SERRA, ES. DEVAIR VIAL BRZESKY ANÁLISE DA INCIDÊNCIA DE DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA NA REGIÃO DE JACARAÍPE E NOVA ALMEIDA, SERRA, ES. DEVAIR VIAL BRZESKY Importância da água para a vida: Higiene pessoal. Preparação dos alimentos.

Leia mais

CONHECIMENTOS BÁSICOS

CONHECIMENTOS BÁSICOS Esta prova tem 75 itens. Para cada item, você encontra na folha de respostas, três opções: C, E e SR. Marque C, caso julgue o item CERTO; e marque E, caso julgue o item ERRADO. Você deve marcar SR quando

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DO OESTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DO OESTE PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DO OESTE PROCESSO SELETIVO Nº001/2010 AUXILIARES DE SERVIÇOS GERAIS NOME DO CANDIDAT0: ASSINATURA: RIO DO OESTE 27 DE JANEIRO DE 2010 Instruções: Antes de começar a realizar

Leia mais

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade.

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade. No programa de governo do senador Roberto Requião, candidato ao governo do estado pela coligação Paraná Com Governo (PMDB/PV/PPL), consta um capítulo destinado apenas à universalização do acesso à Saúde.

Leia mais

Prefeitura Municipal de Saltinho Estado de Santa Catarina AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS INSTRUÇÕES AO CANDIDATO

Prefeitura Municipal de Saltinho Estado de Santa Catarina AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Prefeitura Municipal de Saltinho Estado de Santa Catarina 1 CADERNO DE PROVA PROCESSO SELETIVO 002/2014 AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS INSTRUÇÕES AO CANDIDATO 01 Este caderno contém 20 (vinte) questões. Se

Leia mais

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO PROJETO DE EXTENSÃO EDITAL N.º 05/2010 PROJETO RONDON- JULHO 2011 A Universidade Metodista de São Paulo concorrerá a quatro operações nacionais no mês de Julho de 2011.

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AMAVI ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO ALTO VALE DO ITAJAÍ MANUAL DE ORIENTAÇÃO FORMULÁRIO PARA ELABORAÇÃO DO DIAGNÓSTICO HABITACIONAL Este manual tem por finalidade orientar os cadastradores no preenchimento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ASSISTENTE SOCIAL CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ASSISTENTE SOCIAL CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

Coleção Verdeamarelo O que é a Coleção Verdeamarelo?

Coleção Verdeamarelo O que é a Coleção Verdeamarelo? Coleção Verdeamarelo O que é a Coleção Verdeamarelo? A Coleção Verdeamarelo é composta por material institucional de apoio pedagógico, elaborado na forma de HQ Histórias em Quadrinhos coloridos, para serem

Leia mais

PROVA PRÁTICA ACS CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE MARACANAÚ

PROVA PRÁTICA ACS CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE MARACANAÚ QUESTÃO 01 O Agente Comunitário de Saúde tem como objetivo principal contribuir para a qualidade de vida das pessoas e da comunidade. Analise as opções abaixo e marque a alternativa incorreta: A) Conhecer

Leia mais

O curativo do umbigo

O curativo do umbigo Higiene do bebê O curativo do umbigo Organizo meu futuro porque o presente já passou. A presença de pus ou de vermelhidão ao redor do umbigo sugere infecção e deve ser avaliada pelo profissional de saúde.

Leia mais

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE-PSF. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE-PSF. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40 CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO PRETO - SC AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE-PSF Nome do (a) Candidato (a) Número de Inscrição Este caderno de questões está assim constituído: DISCIPLINAS

Leia mais

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR Candidato: inscrição - nome do candidato Opção: código - nome / turno - cidade Local de Prova:

Leia mais

Prova do Nível 1 (resolvida)

Prova do Nível 1 (resolvida) Prova do Nível (resolvida) ª fase 0 de novembro de 0 Instruções para realização da prova. Verifique se este caderno contém 0 questões e/ou qualquer tipo de defeito. Se houver algum problema, avise imediatamente

Leia mais

CENTRAL DE CONVÊNIOS PROCESSO SELETIVO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE DE RIO GRANDE DA SERRA EDITAL Nº 01/2015. Agente Comunitário de Saúde

CENTRAL DE CONVÊNIOS PROCESSO SELETIVO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE DE RIO GRANDE DA SERRA EDITAL Nº 01/2015. Agente Comunitário de Saúde www.gsaconcursos.com.br CENTRAL DE CONVÊNIOS PROCESSO SELETIVO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE DE RIO GRANDE DA SERRA EDITAL Nº 01/2015 Agente Comunitário de Saúde A formiga e a pomba Uma formiga sedenta chegou

Leia mais

L E I. Art. 2º. Os demais artigos das leis permanecem inalterados. Art. 3º. Esta Lei entrará em vigor na data de sua Publicação.

L E I. Art. 2º. Os demais artigos das leis permanecem inalterados. Art. 3º. Esta Lei entrará em vigor na data de sua Publicação. LEI Nº 1362 de 21 de maio de 2010 Altera dispositivos das Leis: 536/95, 931/03, 935/03 e 1302/09, alterando as atribuições de cargos existentes, na estrutura do quadro de funcionários efetivos e dá outras

Leia mais

A INSERÇÃO DA SAÚDE NO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA ESCOLA

A INSERÇÃO DA SAÚDE NO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA ESCOLA A INSERÇÃO DA SAÚDE NO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA ESCOLA Carlos Silva 1 Objetivo: Favorecer o desenvolvimento de ações pedagógicas em saúde a partir da inserção das questões de saúde no Projeto Político

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ATRIBUIÇÕES DO MÉDICO I- Realizar consultas clínicas aos usuários de sua área adstrita; II- Participar das atividades de grupos de controle

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE Prefeitura Municipal de Afonso Cláudio Estado do Espírito Santo

SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE Prefeitura Municipal de Afonso Cláudio Estado do Espírito Santo ATA DE REUNIÃO DE ORIENTAÇÃO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA NO MUNICÍPIO DE AFONSO CLÁUDIO E DIVULGAÇÃO DO MUTIRÃO DE LIMPEZA DE QUINTAIS E TERRENOS, REALIZADA COM OS MORADORES DOS BAIRROS BOA

Leia mais

TEMA: POPULAÇÃO JOVEM DE 16 A 24 ANOS

TEMA: POPULAÇÃO JOVEM DE 16 A 24 ANOS Em 5 de agosto de 2013 foi sancionado o Estatuto da Juventude que dispõe sobre os direitos da população jovem (a Cidadania, a Participação Social e Política e a Representação Juvenil, a Educação, a Profissionalização,

Leia mais

1 SADS- Serviço de Atendimento Domiciliar em Saúde. 1 Projeto Dengue. 1 Consultório na Rua. 1 Central de Ambulâncias

1 SADS- Serviço de Atendimento Domiciliar em Saúde. 1 Projeto Dengue. 1 Consultório na Rua. 1 Central de Ambulâncias Equipamentos de Saúde Gerenciados pelo CEJAM em Embu das Artes 11 Unidades Básicas de Saúde com 25 equipes de Estratégia Saúde da Família 1 SADS- Serviço de Atendimento Domiciliar em Saúde 1 Projeto Dengue

Leia mais

MELHORIAS SANITÁRIAS E SEUS USOS EM COMUNIDADES NO ESTADO DA BAHIA

MELHORIAS SANITÁRIAS E SEUS USOS EM COMUNIDADES NO ESTADO DA BAHIA MELHORIAS SANITÁRIAS E SEUS USOS EM COMUNIDADES NO ESTADO DA BAHIA Silvio Roberto Magalhães Orrico Jennifer Conceição Carvalho Teixeira de Matos Ricardo Silveira Bernardes Patrícia Campos Borja Cristiane

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4.º ANO/EF 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados na

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA PREFEITURA E DOS VIZINHOS NO COMBATE À DENGUE!

A IMPORTÂNCIA DA PREFEITURA E DOS VIZINHOS NO COMBATE À DENGUE! A IMPORTÂNCIA DA PREFEITURA E DOS VIZINHOS NO COMBATE À DENGUE! O mosquito da Dengue se prolifera em "em silêncio". Gosta de "sombra e água limpa". O melhor jeito de combatê-lo é eliminando os criadouros

Leia mais

003. segunda prova escrita. juiz de direito substituto. (segunda etapa sentença cível) Concurso Público TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ

003. segunda prova escrita. juiz de direito substituto. (segunda etapa sentença cível) Concurso Público TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ Concurso Público 003. segunda prova escrita (segunda etapa sentença cível) Assinatura do Candidato juiz de direito substituto Você recebeu este caderno contendo um

Leia mais

Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social

Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social Flávia J.Rodrigues de Sá Pinheiro de Melo Assistente Social Especialista em Saúde Mental e Moléstias Infecciosas - Unicamp Serviço Atenção

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Auxiliar de Serviços

Leia mais

O que é saneamento básico?

O que é saneamento básico? O que é saneamento básico? Primeiramente, começaremos entendendo o real significado de saneamento. A palavra saneamento deriva do verbo sanear, que significa higienizar, limpar e tornar habitável. Portanto,

Leia mais

OPERÁRIO BRAÇAL. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40

OPERÁRIO BRAÇAL. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40 CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO PRETO - SC OPERÁRIO BRAÇAL Nome do (a) Candidato (a) Número de Inscrição Este caderno de questões está assim constituído: DISCIPLINAS Nº QUESTOES

Leia mais

CD 2010 - QUESTIONÁRIO BÁSICO

CD 2010 - QUESTIONÁRIO BÁSICO 1 CD 2010 - QUESTIONÁRIO BÁSICO 1 2 IDENTIFICAÇÃO - CNEFE CARACTERÍSTICAS DO DOMICÍLIO 2.01 ESTE DOMICÍLIO É: 1- PRÓPRIO DE ALGUM MORADOR JÁ PAGO 4 - CEDIDO POR EMPREGADOR 2 - PRÓPRIO DE ALGUM MORADOR

Leia mais

O PACTO PELA VIDA É UM DOS SUBCOMPONENTES DO PACTO PELA SAÚDE PORTARIA 399/06. É O MARCO JURÍDICO DA PRIORIZAÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO NO BRASIL

O PACTO PELA VIDA É UM DOS SUBCOMPONENTES DO PACTO PELA SAÚDE PORTARIA 399/06. É O MARCO JURÍDICO DA PRIORIZAÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO NO BRASIL SAÚDE DO IDOSO CURSO ESPECÍFICOS ENFERMAGEM - A Saúde do Idoso aparece como uma das prioridades no Pacto pela Vida, o que significa que, pela primeira vez na história das políticas públicas no Brasil,

Leia mais

EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO SUS BINGO DA ÁGUA

EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO SUS BINGO DA ÁGUA EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO SUS Desenvolver ações educativas e de mobilização social é disseminar informações visando o controle de doenças e agravos à saúde e fomentar nas pessoas o senso de responsabilidade

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 001 /2007

LÍNGUA PORTUGUESA PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 001 /2007 LÍNGUA PORTUGUESA Para responder às questões de 01 a 09, leia o texto que se segue. 1 2 3 4 5 6 (C) representando uma peça teatral. (D) tentando convencer um ao outro. QUESTÃO 04 No quadrinho 1, sem mudar

Leia mais

PALESTRA Tecnologias e processos inovadores no abastecimento de água em comunidades isoladas SEMINÁRIO

PALESTRA Tecnologias e processos inovadores no abastecimento de água em comunidades isoladas SEMINÁRIO PALESTRA Tecnologias e processos inovadores no abastecimento de água em comunidades isoladas Daniel Kuchida SEMINÁRIO Segurança da Água para Consumo Humano. Como moldar o futuro da água para as partes

Leia mais

39 Por que ferver a água antes de beber?

39 Por que ferver a água antes de beber? A U A UL LA Por que ferver a água antes de beber? Todo ano seu Antônio viaja para o litoral com a família e enfrenta sempre os mesmos problemas: congestionamento na estrada, praias lotadas e sujas que,

Leia mais

Nas cidades brasileiras, 35 milhões de pessoas usam fossa séptica para escoar dejetos

Nas cidades brasileiras, 35 milhões de pessoas usam fossa séptica para escoar dejetos Nas cidades brasileiras, 35 milhões de usam fossa séptica para escoar dejetos Presentes em 21,4% dos lares brasileiros, tais instalações são consideradas inadequadas no meio urbano, pois podem contaminar

Leia mais

OBJETIVO REDUZIR A MORTALIDADE

OBJETIVO REDUZIR A MORTALIDADE pg44-45.qxd 9/9/04 15:40 Page 44 44 OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO BRASIL OBJETIVO REDUZIR A MORTALIDADE NA INFÂNCIA pg44-45.qxd 9/9/04 15:40 Page 45 45 4 " META 5 REDUZIR EM DOIS TERÇOS, ENTRE

Leia mais

Sua empresa é CIDADÃ?

Sua empresa é CIDADÃ? Sua empresa é CIDADÃ? A Câmara de Comércio e Indústria do Estado do Rio de Janeiro (CAERJ) em uma iniciativa inédita está compilando informações corporativas de todos os segmentos: indústria, comércio

Leia mais

Estado do Piauí PI Prefeitura Municipal de Castelo do Piauí Plano Municipal de Saneamento Básico

Estado do Piauí PI Prefeitura Municipal de Castelo do Piauí Plano Municipal de Saneamento Básico QUESTIONÁRIO-MOBILIZAÇÃO SOCIAL Nome: Endereço: Município: Bairro: CEP: Quanto tempo reside nessa localidade? 1. ÁGUA AGESPISA ( ) PIPA ( ) BICA COLETOR ( ) POÇO ( ) OUTROS Você limpa sua cisterna e ou

Leia mais

22 o. Prêmio Expressão de Ecologia

22 o. Prêmio Expressão de Ecologia 22 o. Prêmio Expressão de Ecologia 2014-2015 Feira Feira Comunidade troca lixo reciclável por alimentos Feira Fotos: Projeto: Lixo que Vale: Faça Sua Parte, Faça a Diferença Organização: Prefeitura Municipal

Leia mais

IDENTIFICÃO E PROPOSTA DE MELHORIAS DAS CONDIÇÕES SANITÁRIAS DO MERCADO PÚBLICO DA TORRE - JOÃO PESSOA, PB.

IDENTIFICÃO E PROPOSTA DE MELHORIAS DAS CONDIÇÕES SANITÁRIAS DO MERCADO PÚBLICO DA TORRE - JOÃO PESSOA, PB. IDENTIFICÃO E PROPOSTA DE MELHORIAS DAS CONDIÇÕES SANITÁRIAS DO MERCADO PÚBLICO DA TORRE - JOÃO PESSOA, PB. Mariana Moreira de OLIVEIRA 1, José Vicente Damante Ângelo e SILVA 2, Elisângela Maria Rodrigues

Leia mais

Expectativa de vida do brasileiro cresce mais de três anos na última década

Expectativa de vida do brasileiro cresce mais de três anos na última década 1 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO PROFESSOR BAHIA TEXTO DE CULTURA GERAL FONTE: UOL COTIDIANO 24/09/2008 Expectativa de vida do brasileiro cresce mais de três anos na última década Fabiana Uchinaka Do UOL Notícias

Leia mais

DIAGNÓSTICO DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA EM SANTA TEREZINHA DE ITAIPU - PR. Coleta Seletiva, nem tudo é lixo, pense, separe, recicle e coopere.

DIAGNÓSTICO DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA EM SANTA TEREZINHA DE ITAIPU - PR. Coleta Seletiva, nem tudo é lixo, pense, separe, recicle e coopere. DIAGNÓSTICO DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA EM SANTA TEREZINHA DE ITAIPU - PR Coleta Seletiva, nem tudo é lixo, pense, separe, recicle e coopere. Março de 2015 DESCRIÇÃO DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA HISTÓRICO

Leia mais

Autor(es) MARIANA APARECIDA RODRIGUES. Co-Autor(es) MARCIA ALVES DE MATOS MARIANA RODRIGUES UBICES. Orientador(es) ANGELA MARCIA FOSSA. 1.

Autor(es) MARIANA APARECIDA RODRIGUES. Co-Autor(es) MARCIA ALVES DE MATOS MARIANA RODRIGUES UBICES. Orientador(es) ANGELA MARCIA FOSSA. 1. 7º Simpósio de Ensino de Graduação AVALIAÇÃO DO RISCO PARA MORTALIDADE PÓS-NEONATAL EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DE PIRACICABA, INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Autor(es) MARIANA APARECIDA RODRIGUES Co-Autor(es)

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA ALFA Título do Perímetro e área em situações reais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA ALFA Título do Perímetro e área em situações reais SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA ALFA Título do Perímetro e área em situações reais Podcast Área Matemática Segmento Ensino Fundamental Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos Duração 6min32seg

Leia mais

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: português desafio nota: Texto para a questão 1. (Disponível em: )

Leia mais

Núcleo Regional de Rio Branco do Sul

Núcleo Regional de Rio Branco do Sul Núcleo Regional de Rio Branco do Sul Municípios participantes Adrianópolis Bocaiúva do Sul Cerro Azul Doutor Ulysses Rio Branco do Sul Tunas do Paraná Itaperuçu Campo Magro Colombo Almirante Tamandaré

Leia mais

Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I. Atenção Básica e a Saúde da Família 1

Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I. Atenção Básica e a Saúde da Família 1 Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I Atenção Básica e a Saúde da Família 1 O acúmulo técnico e político dos níveis federal, estadual e municipal dos dirigentes do SUS (gestores do SUS) na implantação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

QUEM É A PESSOA IDOSA?

QUEM É A PESSOA IDOSA? INTRODUÇÃO Líder, este caderno é seu, para cadastrar e acompanhar as pessoas idosas no domicílio. Ele contém os principais indicadores que nos levam a conhecer a realidade na qual vivem as pessoas, permitindo

Leia mais

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Resumo Este projeto propõe a discussão da Década de Ações para a Segurança no Trânsito e a relação dessa com o cotidiano dos alunos, considerando como a prática

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Cargo: ENFERMEIRO/ÁREA 1. DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO: Prestar assistência ao paciente e/ou usuário em clínicas, hospitais, ambulatórios, navios, postos de saúde e em domicílio, realizar consultas e procedimentos

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. Qual das opções abaixo relacionadas constitui as Leis Orgânicas da Saúde do Brasil: a) Lei Federal nº 8.689/93 e Lei Federal nº 8.080/90; b) Lei Federal nº 8.112/90 e Lei

Leia mais

OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO

OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO HISTÓRICO HISTÓRICO ACOMPANHAMENTO DAS METAS DO MILÊNIO NO ESTADO DA BAHIA Meta 1 - Reduzir à metade, entre 1990 e 2015 a proporção da população com renda inferior

Leia mais

Segurança Alimentar e Nutricional

Segurança Alimentar e Nutricional Segurança Alimentar e Nutricional Coordenação Geral da Política de Alimentação e Nutrição/ DAB/ SAS Ministério da Saúde Afinal, o que é Segurança Alimentar e Nutricional? Segurança Alimentar e Nutricional

Leia mais

C A D E R N O D E P R O V A

C A D E R N O D E P R O V A C A D E R N O D E P R O V A Município de Bombinhas Concurso Público Edital 002/2015 http://bombinhas.fepese.org.br F14 Agente de Combate às Endemias Instruções Confira o número que você obteve no ato da

Leia mais

Agente de Combate a Endemias

Agente de Combate a Endemias Leia atentamente o texto a seguir para responder às questões de 01 a 08. TEXTO: Agente de Combate a Endemias 5 10 15 20 Vistoria de residências, depósitos, terrenos baldios e estabelecimentos comerciais

Leia mais

Processo Seletivo Público para contratação de Agentes de Combate as Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS)

Processo Seletivo Público para contratação de Agentes de Combate as Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) PREFEITURA MUNICIPAL DE CANTAGALO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE Processo Seletivo Público para contratação de Agentes de Combate as Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) 1. De acordo com

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas. Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas. Nº de Inscrição Nome ASSINALE A RESPOSTA

Leia mais

PROVA OBJETIVA. Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde - Nova Bassano/RS - Edital 04/2015. Nome do(a) candidato(a): ESF de Abrangência:

PROVA OBJETIVA. Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde - Nova Bassano/RS - Edital 04/2015. Nome do(a) candidato(a): ESF de Abrangência: PROVA OBJETIVA Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde - Nova Bassano/RS - Edital 04/2015 Nome do(a) candidato(a): ESF de Abrangência: Fique atento para as instruções abaixo: - As questões a

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Do Sr. Marco Tebaldi) Dispõe sobre o Programa de agendamento de consultas e entrega domiciliar de medicamentos de uso contínuo às pessoas portadoras de necessidades especiais

Leia mais

Colorir. Vamos Cantar. Querido Amiguinho! Preste atenção! Pinte os espaços pontilhados e descubra o transmissor da dengue!

Colorir. Vamos Cantar. Querido Amiguinho! Preste atenção! Pinte os espaços pontilhados e descubra o transmissor da dengue! Olá, Querido Amiguinho! É com imensa alegria que preparamos esta revista para que você possa aprender mais sobre a Dengue e, assim, ajudar Limeira a combater esta doença. Colorir Pinte os espaços pontilhados

Leia mais

Manual e Normas Sistema Disciplina Online

Manual e Normas Sistema Disciplina Online Manual e Normas Sistema Disciplina Online 2011-2 1 SUMÁRIO Pág. 1. Sistema Disciplina Online - Aluno (UNIP). 05 1.1. Acesso ao sistema Disciplina Online - Aluno (UNIP). 05 1.2. Observações. 05 2. Sistema

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AO SEGUINTE CARGO: Auxiliar de Serviços Gerais I PROVAS DE

Leia mais

É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus.

É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. Chikungunya O QUE É O que é Chikungunya? É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. O que significa o nome? Significa

Leia mais

o pensar e fazer educação em saúde 12

o pensar e fazer educação em saúde 12 SUMÁRIO l' Carta às educadoras e aos educadores.................5 Que história é essa de saúde na escola................ 6 Uma outra realidade é possível....... 7 Uma escola comprometida com a realidade...

Leia mais

REVISÃO 2º BIMESTRE LIXO E SEU DESTINO

REVISÃO 2º BIMESTRE LIXO E SEU DESTINO REVISÃO 2º BIMESTRE LIXO E SEU DESTINO 1) Analise as alternativas sobre aspectos relacionados ao lixo e marque (V) para as verdadeiras e (F) para as falsas. ( ) O lixo é caracterizado como tudo aquilo

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: PROBLEMAS E PRIORIDADES DO BRASIL PARA 2014 FEVEREIRO/2014

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: PROBLEMAS E PRIORIDADES DO BRASIL PARA 2014 FEVEREIRO/2014 16 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: PROBLEMAS E PRIORIDADES DO BRASIL PARA 2014 FEVEREIRO/2014 16 Retratos da Sociedade Brasileira: Problemas e Prioridades do Brasil para 2014 CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA

Leia mais

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE - PROVA TIPO 2 CONHECIMENTOS GERAIS. Vida e Morte

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE - PROVA TIPO 2 CONHECIMENTOS GERAIS. Vida e Morte AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE - PROVA TIPO 2 CONHECIMENTOS GERAIS PORTUGUÊS Vida e Morte A grande produção de armas nucleares, com seu incrível potencial destrutivo, criou uma situação ímpar na história

Leia mais

LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014.

LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014. LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014. DISPÕE SOBRE O SERVIÇO VOLUNTÁRIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE IRAMAIA, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara

Leia mais

Diretoria de Ensino Região de Guaratinguetá Programa Escola da Família Projeto APE Ações Preventivas na Escola

Diretoria de Ensino Região de Guaratinguetá Programa Escola da Família Projeto APE Ações Preventivas na Escola Janeiro Calendário da Saúde e do Meio Ambiente 01 Dia Internacional da Paz / Confraternização Universal 02 - Dia do Sanitarista 02 - Dia da Abreugrafia 04 - Dia do Hemofílico 11 Dia do Controle da Poluição

Leia mais

Plano de Metas para uma Porto Alegre mais Sustentável.

Plano de Metas para uma Porto Alegre mais Sustentável. Plano de Metas para uma Porto Alegre mais Sustentável. EXPEDIENTE Realização: Prefeitura Municipal de Porto Alegre (PMPA) José Fortunati - Prefeito Secretaria Municipal de Governança Local (SMGL) Cezar

Leia mais

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO Para o ajuizamento de ação no JEF e encaminhamento de manifestações/documentos para os JEFs, sem advogado, via internet. O mesmo atendimento que é feito no setor

Leia mais

82,5% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada

82,5% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada Saneamento no Brasil Definição: Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), saneamento é o controle de todos os fatores do meio físico do homem que exercem ou podem exercer efeitos nocivos sobre o bem

Leia mais

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGEMHARIA CADERNO: 2 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGEMHARIA CADERNO: 2 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA ENGEMHARIA Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES CADERNO: 2 AGENDA 1 - A duração da prova é de 3 (três) horas, já incluído o tempo de preenchimento do

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS (ANO)

PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS (ANO) PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS (ANO) Mês e Ano de elaboração MODELO PARA ELABORAÇÃO DA PAS 2014: Gerência de Programação em Saúde- DEPLAN/SUSAM 1 SUMÁRIO IDENTIFICAÇÃO DO MUNICÍPIO...3 ELABORAÇÃO...4

Leia mais

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA CADERNO: 1 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA CADERNO: 1 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA ENGENHARIA Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES CADERNO: 1 AGENDA 1 - A duração da prova é de 3 (três) horas, já incluído o tempo de preenchimento do

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA PROCESSO SELETIVO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 30 (trinta) questões

Leia mais

VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE

VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE Um modelo de assistência descentralizado que busca a integralidade, com a participação da sociedade, e que pretende dar conta da prevenção, promoção e atenção à saúde da população

Leia mais