Manual da Construção. Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual da Construção. Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico"

Transcrição

1 Manual da Construção Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico

2 APRESENTAÇÃO A presente cartilha é uma contribuição da Prefeitura Municipal de Viana, através da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, no sentido de orientar os melhores procedimentos e as melhores práticas na compra de terrenos ou imóveis, contratação de profissionais, reformas e construção de edificações. A ideia é oferecer informações básicas, esclarecimentos legais e conscientização geral sobre a importância de se exigir, junto aos órgãos e entidades competentes, a devida habilitação técnica, além da documentação legal. O nosso compromisso é disponibilizar informações e conteúdo de qualidade, capazes de agregar economia, segurança e valorização aos seus projetos. Construir ou reformar seu imóvel está longe de ser uma tarefa difícil; pode até se tornar prazerosa desde que fique atento às orientações e faça tudo legalmente. Esperamos que esta cartilha possa ajudar e colaborar com informações relevantes para sua construção. Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico

3 ANTES DE COMPRAR UM TERRENO É necessário obter algumas informações para uma melhor aquisição do terreno. Faça uma consulta à prefeitura para verificar a legalidade do loteamento. Solicite a Certidão de ônus reais no cartório de registro geral de imóveis, constando a averbação do lote, observando se existe hipoteca, penhora ou vinculação. Faça uma consulta prévia, junto à prefeitura, para saber se é possível construir o que você pretende. É importante conferir se há algum decreto de desapropriação, alterando as condições originais de aproveitamento do lote. Antes de comprar um lote em áreas próximas a rios, florestas ou áreas sujeitas a alagamentos ou enchentes, consultar a prefeitura da sua cidade. Verifique se constam dívidas junto à prefeitura.

4 ANTES DE COMPRAR UM IMÓVEL Antes de comprar um imóvel você deve observar alguns pontos para evitar problemas futuros. Verifique junto a Prefeitura se o imóvel tem o Habite se e se há multas pendentes ou processo de regularização em relação a acréscimos irregulares. Cheque também se não há projeto aprovado e se o zoneamento permite, no local, a atividade desejada. Exija ainda certidões negativas do imóvel e do proprietário. Verifique as instalações elétricas, de esgoto e hidráulicas. No caso de dúvidas, procure o auxílio de um profissional registrado no CAU Conselho de Arquitetura e Urbanismo ou CREA Conselho Regional de Engenharia e Agronomia. Se existirem rachaduras, recomenda se procurar um profissional registrado no CAU/CREA, para que ele forneça um laudo técnico. Solicite a Certidão do Registro Geral de Imóveis (RGI), constando a averbação do imóvel ou unidade. Para realizar acréscimos numa edificação, é necessário conhecer a legislação em vigor para o local, ou seja, se as obras serão autorizadas.

5 APROVAÇÃO DE PROJETOS E LICENÇA PARA CONSTRUÇÃO Toda e qualquer obra só poderá ser iniciada com a anuência da prefeitura, através da aprovação do projeto arquitetônico e da expedição do alvará de licença de construção. Deve se protocolar processo na prefeitura com a seguinte documentação: Requerimento em formulário devidamente preenchido e assinado pelo proprietário ou procurador (se houver procurador); Fotocópia da carteira de um documento de identificação oficial e CPF do requerente e do procurador (se houver procurador); Procuração registrada em cartório (se for o caso); Cópia autenticada do documento de propriedade do imóvel; Resposta da consulta prévia (se for o caso); Projeto arquitetônico (uma via em sulfite e após as devidas correções serão solicitadas as demais vias); Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) ou Anotação de Re s p o n s a b i l i d a d e Té c n i ca ( A RT) d e a u toria d o p ro j eto e execução/responsabilidade técnica com comprovante de pagamento; Cópia do recolhimento do ISS do profissional responsável técnico pelo projeto e pela obra. Projeto devidamente aprovado no Corpo de Bombeiros (será solicitado se for o caso); Estudo de impacto de vizinhança (EIV) (será solicitado se for o caso);

6 OBSERVAÇÕES GERAIS Se houver necessidade de alterações no projeto arquitetônico durante a execução da obra, estas alterações deveram ser apresentadas imediatamente ao Departamento de Aprovação de Projetos da SEMPLADE para a análise e parecer. Para aprovação do projeto arquitetônico deve se atender a legislação vigente, tais como: Lei 1.876/2006 (Plano Diretor Municipal) Lei 1.299/1995 (Código de Obras) e outras pertinentes.

7 OS PROJETOS ARQUITETÔNICOS Os projetos arquitetônicos deverão conter: Assinaturas do proprietário e do responsável técnico do projeto e da execução da obra; Planta de situação do imóvel informando as dimensões do terreno, a distância da esquina mais próxima e as confrontações nas escalas compreendidas entre 1:50 ou 1:500; Projeto de calçada padrão, apresentando cota de nível na escala 1:50; Planta baixa dos pavimentos, na escala 1:50; Seções e cortes longitudinais e transversais da construção com indicação obrigatória do perfil do terreno e do meio fio, na escala 1:50; Planta de elevação das fachadas voltadas para o logradouro público com indicação da linha de declive ou aclive da rua, a escala 1:50; Legendas e carimbo conforme o padrão da Associação Brasileira de Normas Técnicas ABNT; Quadro geral de áreas com indicação dos índices urbanísticos, principalmente a taxa de ocupação do terreno e taxa de permeabilidade.

8 O QUE É LICENÇA DE OBRA? Licença de obra é o documento concedido pela Prefeitura (Alvará de licença de obra) que permite o cidadão construir e realizar acréscimo em edificações existentes, lotear ou se instalar comercialmente de acordo com a legislação. Licença de instalação comercial autoriza o uso da edificação existente para a atividade comercial que se deseja exercer. Licença para a transformação de uso permite ao cidadão dar um outro tipo de uso a um imóvel existente (exemplos: imóvel residencial para comercial ou para o uso exclusivo de clínica médica / imóvel comercial para residencial). Prorrogação de Licença se a sua obra não estiver concluída no prazo determinado na licença, é preciso pedir sua prorrogação, mediante o preenchimento de requerimento.

9 LICENÇA DE OBRA Obras que dependem de licença da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico Obras de engenharia em geral, como construções de edificações residenciais, industriais e comerciais. Obra de construção total ou parcial, modificação, acréscimo, reforma e conserto de edificações em geral, marquises e muros. Obras de contenção do solo e de drenagem. Abertura de logradouros. Modificações do uso das edificações. Obras, reformas ou modificação de uso em imóveis situados em áreas de proteção ambiental ou em área tombada. Demolição. Obras que NÃO dependem de licença da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico Acréscimo de até 30 m², desde que a obra original tenha projeto aprovado (desde que respeite a taxa de ocupação). Serviços de remendo e de substituição de revestimentos de muro substituição de telhas partidas, de calhas e condutores em geral. Construção de calçadas no interior dos terrenos edificados. Serviços de pintura. Reparos em pisos. Revestimentos das edificações.

10 O QUE É EIV? Será identificada a necessidade do EIV após pré análise pelo Departamento de aprovação de projetos da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico. EIV Estudo de Impacto de Vizinhança é o conjunto de estudos e informações técnicas relativas à identificação, avaliação, prevenção, mitigação e compensação dos impactos na vizinhança de um empreendimento. O EIV tem por objetivo previnir que a implantação de empreendimentos ou atividades geradoras de impactos ocorram sem prejuízo a qualidade de vida da população residente na área e em suas proximidades.

11 PARALISAÇÃO DA OBRA A paralisação de qualquer obra deverá ser informada a Prefeitura para que esta emita o Certificado de Paralisação. Caso a Prefeitura não seja informada, o requerente ao reiniciar sua obra e solicitar licença para construir deverá pagar a licença por todo o período paralisado. No caso de se verificar a paralisação de uma obra por mais de 180 dias, deverá ser feito o fechamento do terreno, no alinhamento do logradouro, por meio de paredes de vedação dotadas de portão de entrada. Nos casos das obras apresentarem alvenaria e cobertura executadas no alinhamento, deverá ser feito o fechamento dos vãos com madeira.

12 INÍCIO DA OBRA Agora que você possui o Alvará de Construção, já está em condições de iniciar sua obra. Para tanto mantenha no local da construção: O Alvará de Licença de Obra; Uma via de todas as RRTs/ARTs recolhidas; Placa de Identificação da obra conforme orientação no Decreto Nº 040 S /2013; Uma cópia de todos os projetos (arquitetônico e complementares). Estes documentos deverão ficar à disposição da fiscalização e para consulta dos profissionais. Para qualquer alteração na obra, deve se sempre consultar o responsável pela elaboração dos projetos. O Arquiteto ou Engenheiro deve apresentar um Projeto Modificativo à Prefeitura para que este seja aprovado.

13 OBRIGAÇÕES DURANTE A CONSTRUÇÃO A obra deverá ser executada integralmente de acordo com o projeto aprovado pela prefeitura municipal e o Alvará de licença de obras deverá permanecer obrigatoriamente nas obras junto com as cópias do projeto aprovado. Providencias que devem ser tomadas para preservar a segurança e a tranquilidade durante a obra: Manter os trechos de logradouros adjacentes à obra permanentemente desobstruídos e limpos; Instalar tapumes e andaimes, dentro das condições estabelecidas pelo Código de Obras; Evitar ruído excessivo ou desnecessário.

14 HABITE-SE O QUE É: Um documento emitido pela prefeitura que autoriza e atesta a legalidade do imóvel, ou seja, a sua existência do ponto de vista jurídico. A ausência do Habite se inviabiliza a aquisição do imóvel por financiamento, impede a sua venda (caso você já o tenha comprado), a doação ou a inclusão em herança. Quando o imóvel estiver pronto e a documentação tiver sido apresentada, você deve solicitar a vistoria para concessão do Habite se. Junto com o Habitese a Prefeitura emite a Certidão Detalhada que possibilitará o registro do imóvel junto ao Cartório de Registro de Imóveis. Para expedição do Habite se será obrigatório a apresentação dos documentos abaixo relacionados: Habite se Sanitário; Certificado da vistoria do Corpo de Bombeiros (se for o caso); Certificado de funcionamento de elevadores (se for o caso). Para imóveis com mais de uma unidade autônoma, deverá ser feito o calculo de áreas e frações ideais, assinado por um profissional registrado no CAU ou CREA.

15 Idealização: Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico Secretário Henrique Casamata Produção: Secretaria de Comunicação Secretária Daniele Bolonha Projeto Gráfico: Maikon Linhaus Realização: Prefeitura de Viana Prefeito Gilson Daniel Batista Vice Prefeito José dos Santos da Silva (Faustão)

16 Departamento de Aprovação de Projetos Ouvidoria Não jogue este impresso em vias públicas

CONSTRUÇÃO E REFORMA. Cartilha de orientação ao cidadão MÃOS À OBRA. INFORMAÇÕES: www.vilavelha.es.gov.br Tel: 3149-7293

CONSTRUÇÃO E REFORMA. Cartilha de orientação ao cidadão MÃOS À OBRA. INFORMAÇÕES: www.vilavelha.es.gov.br Tel: 3149-7293 CONSTRUÇÃO E REFORMA MÃOS À OBRA INFORMAÇÕES: www.viaveha.es.gov.br Te: 3149-7293 Cartiha de orientação ao cidadão Apresentação Habite-se A Prefeitura Municipa de Via Veha, por intermédio da Secretaria

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GRAVATÁ Secretaria de Planejamento e Orçamento Secretaria Executiva de Planejamento Urbano

PREFEITURA MUNICIPAL DE GRAVATÁ Secretaria de Planejamento e Orçamento Secretaria Executiva de Planejamento Urbano PREFEITURA MUNICIPAL DE GRAVATÁ Secretaria de Planejamento e Orçamento Secretaria Executiva de Planejamento Urbano 2014 CONCEITOS GERAIS DOS SERVIÇOS E Lei nº 3401/06 ( Plano Diretor), Lei nº 3420/07 (Código

Leia mais

ir l Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente Manual da Construção Legal

ir l Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente Manual da Construção Legal ASCOM t ru ir l e g a legal construir cons Quero l Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente Elaboração: Lilian Márcia Neves Haddad Arquiteta Urbanista, CREA 90.776/D MG - Especialista em Planejamento

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH Documentos pessoais do requerente; Certidão Negativa do IPTU; Documento de responsabilidade técnica emitido pelo CREA ou CAU; Declaração do engenheiro ou arquiteto responsável pela obra; Aprovação do projeto

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação. Documentação para aprovação

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação. Documentação para aprovação PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação DIRETORIA DE APROVAÇÃO DE PROJETOS Onde requerer: Praça de Atendimento 2 - Centro Administrativo Térreo Endereço: Avenida

Leia mais

O Prefeito Municipal de Joinville, no exercício de suas atribuições, e com fundamento no inciso IX, do art. 68, da Lei Orgânica do Município,

O Prefeito Municipal de Joinville, no exercício de suas atribuições, e com fundamento no inciso IX, do art. 68, da Lei Orgânica do Município, DECRETO Nº 18.250, de 15 de setembro de 2011. Regulamenta o processo administrativo de aprovação de projetos, alvará para construção, reforma, ampliação, demolição, e vistoria final de edificações, uniformizando

Leia mais

SUPERINTENDENCIA ADMINISTRATIVA DE CONTROLE, FISCALIZAÇÃO E OBRAS SACFO. Município de Sumaré MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PROFISSIONAL

SUPERINTENDENCIA ADMINISTRATIVA DE CONTROLE, FISCALIZAÇÃO E OBRAS SACFO. Município de Sumaré MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PROFISSIONAL SUPERINTENDENCIA ADMINISTRATIVA DE CONTROLE, FISCALIZAÇÃO E OBRAS SACFO. Município de Sumaré MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PROFISSIONAL 1 APROVAÇÃO DE PROJETOS TRANSCRIÇÃO DE TRECHOS LEGISLAÇÃO PERTINENTE CÓDIGO

Leia mais

EMPRESA MUNICIPAL DE OBRAS E URBANIZAÇÃO COORDENADORIA DE CONTROLE URBANO ANUÊNCIA PRÉVIA PARA CONSTRUÇÃO INICIAL DE EDIFICAÇÃO NÃO RESIDENCIAL

EMPRESA MUNICIPAL DE OBRAS E URBANIZAÇÃO COORDENADORIA DE CONTROLE URBANO ANUÊNCIA PRÉVIA PARA CONSTRUÇÃO INICIAL DE EDIFICAÇÃO NÃO RESIDENCIAL ANUÊNCIA PRÉVIA PARA CONSTRUÇÃO INICIAL DE EDIFICAÇÃO NÃO RESIDENCIAL 1. Requerimento assinado pelo proprietário ou procurador legalmente constituído. 2. Nº da inscrição cadastral do imóvel para prova

Leia mais

Roteiros de Processos PASSO A PASSO

Roteiros de Processos PASSO A PASSO SECRETARIA DE PLANEJAMENTO Roteiros de Processos PASSO A PASSO Roteiro dos Processos da SEPLAN À Secretaria de Planejamento compete formular, planejar e implementar a política de planejamento e desenvolvimento

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROJETOS E OBRAS PARTICULARES JUNDIAÍ cartilha_obras_pmj.indd 1 09/10/09 20:03 cartilha_obras_pmj.indd 2 09/10/09 20:03 ÍNDICE APRESENTAÇÃO [pag. 1] SERVIÇOS PRESTADOS PELA DIRETORIA

Leia mais

DECRETO Nº 37426 DE 11 DE JULHO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, e

DECRETO Nº 37426 DE 11 DE JULHO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, e DECRETO Nº 37426 DE 11 DE JULHO DE 2013 Regulamenta a aplicação da Lei Complementar nº 126/13 e da Lei nº 6400/13, que instituem, por AUTOVISTORIA, a obrigatoriedade de realização de vistorias técnicas

Leia mais

Rio de Janeiro: Decreto Regulamentador de Autovistoria

Rio de Janeiro: Decreto Regulamentador de Autovistoria Rio de Janeiro: Decreto Regulamentador de Autovistoria Regulamenta a aplicação da Lei Complementar 126 de 26 de março de 2013 e da Lei 6400 de 05 de março de 2013, que instituem a obrigatoriedade de realização

Leia mais

APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR

APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR 1. Formulário Padrão (fornecido pelo IMPLURB) devidamente preenchido, sendo imprescindível conter o nome do interessado, número do telefone, número do celular

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS DA PREFEITURA

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS DA PREFEITURA PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS DA PREFEITURA IMÓVEIS - EDIFICAÇÕES E LOTEAMENTOS A Prefeitura Municipal de Aracaju fiscaliza e licencia obras de edificação e de parcelamento do solo

Leia mais

Simone Weber Ivana Guimarães Elizane Souza

Simone Weber Ivana Guimarães Elizane Souza Simone Weber Ivana Guimarães Elizane Souza -Dimensões - Localização (Zoneamento PMC) - Topografia e árvores - Insolação (Norte) - Construções vizinhas - Guia Amarela HEMISFÉRIO SUL FACHADA NORTE No

Leia mais

REGULARIZAÇÃO POSTO DE ABASTECIMENTO E SERVIÇOS DE VEÍCULOS

REGULARIZAÇÃO POSTO DE ABASTECIMENTO E SERVIÇOS DE VEÍCULOS POSTO DE ABASTECIMENTO E SERVIÇOS DE VEÍCULOS I- Requerimento (modelo fornecido pela EMURB), assinado pelo proprietário ou procurador legalmente constituído. II- Número da inscrição cadastral do imóvel

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA SANTA CEP 33400-000 - ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA SANTA CEP 33400-000 - ESTADO DE MINAS GERAIS PORTARIA Nº. 24, DE 14 DE SETEMBRO DE 2011. Regulamenta o artigo 18 da Lei nº 2.863/2008 Código de Obras e dá providências para avaliação e aprovação de Projetos de Edificações. O Secretário Municipal

Leia mais

Construção Civil - DISO- ART ARO - Regularização de Obras - Alterações na IN RFB 971 09

Construção Civil - DISO- ART ARO - Regularização de Obras - Alterações na IN RFB 971 09 Construção Civil - DISO- ART ARO - Regularização de Obras - Alterações na IN RFB 971 09 Instrução Normativa RFB nº 1.477/2014 - DOU: 04.07.2014 Altera a Instrução Normativa RFB nº 971, de 13 de novembro

Leia mais

Cartilha para Aprovação de Projetos Habitacionais do Distrito Federal

Cartilha para Aprovação de Projetos Habitacionais do Distrito Federal Secretaria de Estado de Gestão do Território e Habitação Segeth Cartilha para Aprovação de Projetos Habitacionais do Distrito Federal Orientada pela Central de Aprovação de Projetos (CAP) CARTILHA PARA

Leia mais

Estado de Mato Grosso Município de Tangará da Serra Assessoria Jurídica

Estado de Mato Grosso Município de Tangará da Serra Assessoria Jurídica MENSAGEM PROJETO DE LEI xxx/gp/2012 Tangará da Serra/MT, xx de xxxxxxxxxx de 2012. Excelentíssimo Senhor Presidente, Excelentíssimos (a) Senhores (a) Vereadores (a), Cumprimentando-o cordialmente, vimos

Leia mais

MANUAL PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS

MANUAL PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS MANUAL PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS ORIENTAÇÕES SOBRE OS PROCEDIMENTOS REALIZADOS E OS SERVIÇOS PRESTADOS PELA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVILVIMENTO URBANO SMDU, PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS NO MUNICÍPIO

Leia mais

Sociedade loteamento MONT BLANC PROCEDIMENTO PARA INÍCIO DE OBRA

Sociedade loteamento MONT BLANC PROCEDIMENTO PARA INÍCIO DE OBRA PROCEDIMENTO PARA INÍCIO DE OBRA 1. Apresentar cópia de Planta Aprovada pela Prefeitura Municipal de Campinas, cópia do Alvará de Execução para liberação de obra e cópia da ART recolhida do responsável

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS 2007 PMA

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS 2007 PMA PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS 2007 PMA IMÓVEIS - EDIFICAÇÕES E LOTEAMENTOS A Prefeitura Municipal de Aracaju fiscaliza e licencia obras de edificação e de parcelamento do solo através

Leia mais

CONSTRUÇÃO E REFORMA MÃOS À OBRA. Cartilha de orientação ao cidadão

CONSTRUÇÃO E REFORMA MÃOS À OBRA. Cartilha de orientação ao cidadão CONSTRUÇÃO E REFORMA MÃOS À OBRA Cartiha de orientação ao cidadão Apresentação A Prefeitura Municipa de Via Veha, por intermédio da Secretaria Municipa de Desenvovimento Urbano, apresenta esta cartiha

Leia mais

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Heber Xavier Ferreira Coordenador do COPLAN/ALTO VALE

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Heber Xavier Ferreira Coordenador do COPLAN/ALTO VALE RESOLUÇÃO COPLAN Nº 001/2012 O Coordenador do COPLAN/ALTO VALE, no exercício de suas atribuições e, atendendo a deliberação ocorrida na reunião ordinária do dia 07/12/2011, resolve: Art. 1º Fica aprovado,

Leia mais

Resolução SMU nº 728 de 10 de julho de 2007

Resolução SMU nº 728 de 10 de julho de 2007 Resolução SMU nº 728 de 10 de julho de 2007 Altera a Resolução SMU n.º 703 de 29/12/2006 que consolida, organiza e atualiza as normas, os procedimentos e a padronização para a elaboração e aprovação dos

Leia mais

Contrate um Arquiteto ou Engenheiro

Contrate um Arquiteto ou Engenheiro CONSTRUÇÃO É COISA SÉRIA Contrate um Arquiteto ou Engenheiro Evite surpresas desagradáveis Construção é coisa séria: evite surpresas desagradáveis Organização: expediente AEAM - Associação de Engenheiros

Leia mais

Lei Municipal N.º 1413

Lei Municipal N.º 1413 1 EMENTA: -- Disciplina o parcelamento da terra no Município de Volta Redonda, Estado do Rio de Janeiro. A Câmara Municipal Aprova e Eu Sanciono a Seguinte Lei: -- CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art.

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS LEI COMPLEMENTAR Nº. 003/2010, de 24 de Março de 2010. INSTITUI O CÓDIGO DE OBRAS E EDIFICAÇÕES DO MUNICÍPIO DE PETROLÂNDIA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. ERIMAR JOSÉ SENEN, Prefeito do Município de Petrolândia,

Leia mais

196,6 referente à habitação unifamiliar isolada e habitação multifamiliar única e isolada R$ 196,60.

196,6 referente à habitação unifamiliar isolada e habitação multifamiliar única e isolada R$ 196,60. ANEXO XII LICENÇA PARA EXECUÇÃO DE OBRAS OU SERVIÇOS DE ENGENHARIA 1.0 TERRENO R$ 1.0.1 Análise de terreno referente a desmembramento, remembramento e demarcação, com 163,89 área até 5.000m². 1.0.2 Análise

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO DE REGISTRO CADASTRAL 1 Preenchimento pela Prefeitura Municipal de Viana

ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO DE REGISTRO CADASTRAL 1 Preenchimento pela Prefeitura Municipal de Viana ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO DE REGISTRO CADASTRAL 1 Preenchimento pela Prefeitura Municipal de Viana São campos de informações, destinado exclusivamente a Prefeitura Municipal de Viana.

Leia mais

DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO DE OBRAS

DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO DE OBRAS DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO DE OBRAS HABITE-SE CERTIDÃO RETIFICAÇÃO DE NÚMERO E DE ENDEREÇO CERTIDÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO PARA EMPREENDIMENTO DE USO RESIDENCIAL E NÃO RESIDENCIAL RENOVAÇÃO DE HABITE-SE/

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA SECRETARIA DE PLANEJAMENTO -SEPLAN DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA EMISSÕES DE:

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA SECRETARIA DE PLANEJAMENTO -SEPLAN DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA EMISSÕES DE: DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA EMISSÕES DE: 1. ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO / AMPLIAÇÃO /REFORMA / REGULARIZAÇÃO de Deve ter os dados do proprietário, dimensões do lote e ser registrada em cartório. Será aceito dimensões

Leia mais

270 mil. Edificações no Rio de Janeiro. Total de edificações na cidade 875 mil. Edificações sujeitas à autovistoria:

270 mil. Edificações no Rio de Janeiro. Total de edificações na cidade 875 mil. Edificações sujeitas à autovistoria: Edificações no Rio de Janeiro Total de edificações na cidade 875 mil * Edificações sujeitas à autovistoria: 270 mil ** * Fonte: IBGE ** Estimativa com base nas informações do IBGE Riscos das Edificações

Leia mais

Autores: Deputado SAMUEL MALAFAIA, Deputado LUIZ PAULO A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLVE:

Autores: Deputado SAMUEL MALAFAIA, Deputado LUIZ PAULO A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLVE: PROJETO DE LEI Nº 2584/2013 EMENTA: DETERMINA QUE SEGUROS IMOBILIÁRIOS DE CONDOMÍNIOS, PRÉDIOS RESIDENCIAIS, COMERCIAIS E PÚBLICOS SOMENTE SEJAM EMITIDOS MEDIANTE O CUMPRIMENTO DA LEI Nº6400, DE 05 DE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA PUBLICADO NO DOM N o 80 DE 20 / OUTUBRO / 2005 DECRETO N o 1.255 Regulamenta a Lei n o 11.035/04 e dispõe sobre a instalação de Cercas Energizadas destinadas à proteção

Leia mais

Planejamento Online. www.guaratingueta.sp.gov.br

Planejamento Online. www.guaratingueta.sp.gov.br Planejamento Online www.guaratingueta.sp.gov.br FICHA TÉCNICA CARTILHA DE PROCEDIMENTOS PREFEITO MUNICIPAL DE GUARATINGUETÁ Francisco Carlos Moreira dos Santos SECRETÁRIO DE PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO

Leia mais

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em Cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos obrigatórios

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA REPRESENTAÇÕES DE DESENHO TÉCNICO E APROVAÇÃO DE PROJETOS SETOR DE ENGENHARIA

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA REPRESENTAÇÕES DE DESENHO TÉCNICO E APROVAÇÃO DE PROJETOS SETOR DE ENGENHARIA ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA REPRESENTAÇÕES DE DESENHO TÉCNICO E APROVAÇÃO DE PROJETOS SETOR DE ENGENHARIA ANEXO II DO DECRETO N 80/2011 DE 02/05/2011 PARTE 01: OBRA NOVA OU AMPLIAÇÃO 1. Planta de situação

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS GABINETE DO VEREADOR ISAAC TAYAH

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS GABINETE DO VEREADOR ISAAC TAYAH PROJETO DE LEI Nº. 138/2015 CRIA LAUDO TÉCNICO DE VISTORIA PREDIAL (LTVP) NO MUNICIPIO DE MANAUS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Art. 1º Fica instituída, no Município de Manaus, a obrigatoriedade de autovistoria,

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura III. Memorial de Cálculo de Área Construída e Memorial de Cálculo de Área

Leia mais

DICAS PARA COMPRAR UM TERRENO

DICAS PARA COMPRAR UM TERRENO DICAS PARA COMPRAR UM TERRENO Informações úteis para uma boa escolha do terreno Jamais desconsidere a assistência técnica de um profissional na avaliação do terreno que se pretende adquirir Na escolha

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Este informativo foi elaborado visando a padronização para a Apresentação de Projetos junto ao da Associação, para que a análise e a aprovação de projetos transcorram de forma mais rápida e eficiente.

Leia mais

LEI 1620 DE 23.10.1997 Define disposições relativas à aprovação de edificações residenciais unifamiliares

LEI 1620 DE 23.10.1997 Define disposições relativas à aprovação de edificações residenciais unifamiliares LEI 1620 DE 23.10.1997 Define disposições relativas à aprovação de edificações residenciais unifamiliares Lei 1620/1997 - Secretaria de Urbanismo e Controle Urbano - www.urbanismo.niteroi.rj.gov.br 0 Lei

Leia mais

MINUTA DE DECRETO. atribuição que lhe confere o art. 41, VI, da Lei Orgânica Municipal;

MINUTA DE DECRETO. atribuição que lhe confere o art. 41, VI, da Lei Orgânica Municipal; MINUTA DE DECRETO INSTITUI A APROVAÇÃO SIMPLIFICADA DE PROJETOS, REGULAMENTANDO A LEI COMPLEMENTAR Nº 102, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2003 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE CUIABÁ-MT, no uso

Leia mais

FACULDADE BARÃO DE RIO BRANCO UNINORTE CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA - TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO 1 (AULA 02) WILLIAN ABREU

FACULDADE BARÃO DE RIO BRANCO UNINORTE CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA - TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO 1 (AULA 02) WILLIAN ABREU FACULDADE BARÃO DE RIO BRANCO UNINORTE CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA - TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO 1 (AULA 02) INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Conjunto de atividades que visa a realização de obras de

Leia mais

ORDEM DO DIA FLS.394 , ESTADO DE SÃO PAULO. OFíCIO GP. N. 196/2012 Proc. n", 3194/96. Senhor Presidente,

ORDEM DO DIA FLS.394 , ESTADO DE SÃO PAULO. OFíCIO GP. N. 196/2012 Proc. n, 3194/96. Senhor Presidente, ORDEM DO DIA FLS.394 "R" U~,.-:.-L.C. _~"'''' "'-'~ (".':N,~ -..,.~:..:-.;::..-

Leia mais

Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO

Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO I NTRODUÇÃO Caro empreendedor, elaboramos esta cartilha com o objetivo de auxiliá-lo na abertura de novas empresas, licenciamentos e renovações de alvarás.

Leia mais

DECRETO Nº 3941, DE 11 DE JANEIRO DE 2.012. APROVA A CARTILHA PARA PARCELAMENTO DO SOLO (LOTEAMENTOS E CONDOMÍNIOS URABANÍSTICOS).

DECRETO Nº 3941, DE 11 DE JANEIRO DE 2.012. APROVA A CARTILHA PARA PARCELAMENTO DO SOLO (LOTEAMENTOS E CONDOMÍNIOS URABANÍSTICOS). DECRETO Nº 3941, DE 11 DE JANEIRO DE 2.012. APROVA A CARTILHA PARA PARCELAMENTO DO SOLO (LOTEAMENTOS E CONDOMÍNIOS URABANÍSTICOS). O Prefeito Municipal de Uberaba, Estado de Minas Gerais, no uso das atribuições

Leia mais

Manual de Aprovação Eletrônica de Projetos

Manual de Aprovação Eletrônica de Projetos Manual de Aprovação Eletrônica de Projetos 1 Conteúdo Apresentação... 1 O que é a aprovação eletrônica de projetos?... 2 Quais os serviços disponíveis?... 3 Como cadastrar sua senha web?... 4 Aprovação

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS 1 1. AUTORIZAÇÕES E CADASTRAMENTO: Para entrada de profissionais e execução de serviços como LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO e SONDAGEM, será necessária a autorização

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS 1 AUTORIZAÇÕES E CADASTRAMENTO Para entrada de profissionais e execução de serviços como LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO e SONDAGEM, será necessária a autorização por

Leia mais

Tema: Aprovação de Loteamentos Município de Franca. Palestrante: Nicola Rossano Costa

Tema: Aprovação de Loteamentos Município de Franca. Palestrante: Nicola Rossano Costa Tema: Aprovação de Loteamentos Município de Franca Palestrante: Nicola Rossano Costa Leis Municipais Plano diretor Lei Complementar nº 050/2003 e posteriores alterações Plano viário Lei complementar nº

Leia mais

DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO.

DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO. DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO. PESSOA JURÍDICA: a) instrumento de constituição primitivo e respectivas alterações, se houver, admitindo-se a Última alteração quando consolidada,

Leia mais

TABELA ANEXA. QUADRO II Taxa devida pela emissão de alvará de licença ou admissão de comunicação prévia de obras de urbanização

TABELA ANEXA. QUADRO II Taxa devida pela emissão de alvará de licença ou admissão de comunicação prévia de obras de urbanização TABELA ANEXA QUADRO I Taxa devida pela emissão de alvará, licença ou admissão de comunicação prévia de loteamento com ou sem obras de urbanização 1 Emissão do alvará de licença ou admissão de comunicação

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DCU - SIMPLES

MANUAL DE INSTRUÇÕES DCU - SIMPLES PROCEDIMENTOS PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS E EMISSÃO DE ALVARÁ DE OBRA MANUAL DE INSTRUÇÕES DCU - SIMPLES 2002 P DEPARTAMENTO DE CONTROLE URBANÍSTICO 1 A edição do Manual de Instruções e Procedimentos para

Leia mais

do Município de Londrina

do Município de Londrina Jornal Pág. 1 Oficial do Município de Londrina IMPRENSA OFICIAL DO MUNICÍPIO DE LONDRINA ANO XVIII N 2645 Publicação Diária DECRETO Nº 109, DE 29 DE JANEIRO DE 2015 JORNAL DO EXECUTIVO ATOS LEGISLATIVOS

Leia mais

PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DE POMERODE

PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DE POMERODE PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DE POMERODE Aprovado em 12 de dezembro de 2008. Com as alterações da Lei Complementar n 227 de 23 de dezembro de 2011. LEI COMPLEMENTAR Nº 163/08, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2008.

Leia mais

ORIENTAÇÕES INICIAIS PARA PROPRIETÁRIOS E ARQUITETOS

ORIENTAÇÕES INICIAIS PARA PROPRIETÁRIOS E ARQUITETOS 1. ROTEIRO PARA APROVAÇÃO E LIBERAÇÃO DE PROJETOS E OBRAS: PROJETOS A. Aprovação do Projetos pelo Depto. Técnico da Associação B. Aprovação do Projeto e Solicitação de Alvará de Construção na Prefeitura

Leia mais

TABELA ANEXA DE TAXAS

TABELA ANEXA DE TAXAS TABELA ANEXA DE TAXAS Actualizada de acordo com o artigo 80º (De Fev. 2008 a Fev. 2009) QUADRO I Emissão de alvará de licença ou autorização de loteamento e de obras de urbanização 1. Emissão do alvará

Leia mais

Câmara de Vereadores de Ouro Pr'Qi'

Câmara de Vereadores de Ouro Pr'Qi' Câmara de Vereadores de Ouro Pr'Qi' ~,,!)JJ bii9'!fi CUIDANDO DO NOSSO'MAIOR PATRIMÔNIO: AS PESSOAS PROPOSIÇÃO DE LEI N 67/2009 REGULAMENTA O ART. 58 DA LEI COMPLEMENTAR N 29, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2006,

Leia mais

COTAS DE RESERVA AMBIENTAL. O que são e como criá-las

COTAS DE RESERVA AMBIENTAL. O que são e como criá-las COTAS DE RESERVA AMBIENTAL O que são e como criá-las COTAS DE RESERVA AMBIENTAL O que são e como criá-las! Olá! Você já ouviu falar das Cotas de Reserva Ambiental (CRAs)? O que são Cotas de Reserva Ambiental?

Leia mais

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013.

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. Disciplina a liberação, o cancelamento e a baixa de Alvará de Localização e Funcionamento no município de Erechim. O Prefeito Municipal de Erechim, Estado do

Leia mais

CONCESSÃO DE VIABILIDADE TÉCNICA PARA NOVOS EMPREENDIMENTOS ENG.006.03.2015

CONCESSÃO DE VIABILIDADE TÉCNICA PARA NOVOS EMPREENDIMENTOS ENG.006.03.2015 CONCESSÃO DE VIABILIDADE TÉCNICA PARA NOVOS EMPREENDIMENTOS ENG.006.03.2015 OBJETIVO Estabelecer as regras e procedimentos para concessão de viabilidade técnica, aprovação de projetos e acompanhamento

Leia mais

CHEK LIST DE DOCUMENTAÇÕES PARA ABERTURA DE PROCESSOS COORDENADORIA DE URBANISMO ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO - UNIFAMILIAR

CHEK LIST DE DOCUMENTAÇÕES PARA ABERTURA DE PROCESSOS COORDENADORIA DE URBANISMO ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO - UNIFAMILIAR ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE MUNICÍPIO DE PARNAMIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE E DO DESENVOLVIMENTO URBANO CHEK LIST DE DOCUMENTAÇÕES PARA ABERTURA DE PROCESSOS COORDENADORIA DE URBANISMO

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA, Estado do Piauí Faço saber que a Câmara Municipal de Teresina aprovou e eu sanciono a seguinte Lei Complementar:

O PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA, Estado do Piauí Faço saber que a Câmara Municipal de Teresina aprovou e eu sanciono a seguinte Lei Complementar: 1 LEI COMPLEMENTAR Nº 4.729, DE 10 DE JUNHO DE 2015. Dispõe sobre o Código de Obras e Edificações de Teresina e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA, Estado do Piauí Faço saber que

Leia mais

Lei Complementar Nº 6/1996

Lei Complementar Nº 6/1996 Lei Complementar Nº 6/1996 DISPÕE SOBRE O CÓDIGO DE OBRAS E EDIFICAÇÕES DO MUNICÍPIO DE ROLÂNDIA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A CÂMARA MUNICIPAL DE ROLÂNDIA, ESTADO DO PARANÁ, aprovou e eu, PREFEITO MUNICIPAL,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2011. x Obras e Instalações Prestação de Serviços INFORMAÇÕES

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2011. x Obras e Instalações Prestação de Serviços INFORMAÇÕES TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2011 Projeto: FORTALECIMENTO DO PARQUE ESTADUAL DA PEDRA BRANCA - PEPB: OBRAS DE RECUPERAÇÃO E AQUISIÇÃO DE MOBILIÁRIO E EQUIPAMENTOS Protocolo nº: 20110302174043107 Assunto:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Deus seja louvado MINUTA DE PROJETO DE LEI N XXX/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Deus seja louvado MINUTA DE PROJETO DE LEI N XXX/2014 MINUTA DE PROJETO DE LEI N XXX/2014 DÁ NOVA REDAÇÃO A LEI 1674/1977 QUE DISPÕE SOBRE O CÓDIGO DE EDIFICAÇÕES GERAIS DO MUNICÍPIO DE VILA VELHA,. O Prefeito Municipal da Vila Velha, Estado do Espírito Santo,

Leia mais

Roccato. Um guia para construir oque é necessário antes de começar a obra. Documentos obrigatórios Licenças, ART s, Projetos e Profissionais

Roccato. Um guia para construir oque é necessário antes de começar a obra. Documentos obrigatórios Licenças, ART s, Projetos e Profissionais Um guia para construir oque é necessário antes de começar a obra Documentos obrigatórios Licenças, ART s, Projetos e Profissionais Aprovações necessárias Copel, Sanepar, Prefeitura, Bombeiros Descubra

Leia mais

LEI Nº 2.087, DE 23 DE JANEIRO DE 2009. AUTOR: PREFEITO MUNICIPAL, FERNANDO ANTÔNIO CECILIANO JORDÃO

LEI Nº 2.087, DE 23 DE JANEIRO DE 2009. AUTOR: PREFEITO MUNICIPAL, FERNANDO ANTÔNIO CECILIANO JORDÃO AUTOR: PREFEITO MUNICIPAL, FERNANDO ANTÔNIO CECILIANO JORDÃO A CÂMARA MUNICIPAL DE ANGRA DOS REIS APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: DISPÕE SOBRE O CÓDIGO DE OBRAS DO MUNICÍPIO DE ANGRA DOS REIS. CAPÍTULO

Leia mais

LEI N.º 1.721/2007. CAPÍTULO I. Da Aprovação do Projeto de Parcelamento. I consulta prévia por parte do interessado à Prefeitura Municipal;

LEI N.º 1.721/2007. CAPÍTULO I. Da Aprovação do Projeto de Parcelamento. I consulta prévia por parte do interessado à Prefeitura Municipal; LEI N.º 1.721/2007. Ementa: Dispõe sobre a instituição de NORMAS GERAIS QUE VISAM REGULAMENTAR A LEI DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO URBANO, O CÓDIGO DE OBRAS E O CÓDIGO DE POSTURAS NO QUE DIZ RESPEITO À APROVAÇÃO

Leia mais

Processos Realizados pela Secretaria de Planejamento

Processos Realizados pela Secretaria de Planejamento Processos Realizados pela Secretaria de Planejamento Área de Planejamento Aprovação e Ampliação de Projeto: Aprovação de Projetos de Construção Residencial, Comercial, de Serviços e Industriais; 1. Requerimento

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura 1 via; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e Memorial de Cálculo

Leia mais

VISTORIA PREVIA ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO (INICIO DE ATIVIDADE)

VISTORIA PREVIA ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO (INICIO DE ATIVIDADE) VISTORIA PREVIA REQUERIMENTO PREENCHIDO E ASSINADO PELO REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA DECLARACAO A PROPRIO PUNHO INFORMANDO O RAMO DE ATIVIDADE GUIA DE IPTU DO ULTIMO ANO QUITADA LISTA DE DOCUMENTOS DISPONIVEL

Leia mais

Análise de Viabilidade de Empreendimentos Habitacionais Programa Minha Casa Minha Vida

Análise de Viabilidade de Empreendimentos Habitacionais Programa Minha Casa Minha Vida Análise de Viabilidade de Empreendimentos Habitacionais Programa Minha Casa Minha Vida APRESENTAÇÃO 9h00 até 9h30: Abertura 9h30 até 11h15: Critérios gerais de análise técnica 11h15 até 11h30: Coffee-break

Leia mais

Manual de Anistia de Edificações

Manual de Anistia de Edificações Manual de Anistia de Edificações 1 Conteúdo Apresentação...1 O que é a Anistia de Edificações?...2 Quais os benefícios?...3 Histórico de Leis...4 Anistia - Leis 13.558/03 e 13.876/04...5 Não são passíveis

Leia mais

Sumário Introdução 1. Escorço histórico 2. Condomínio edilício 3. Direitos e deveres no condomínio edilício

Sumário Introdução 1. Escorço histórico 2. Condomínio edilício 3. Direitos e deveres no condomínio edilício Sumário Introdução 13 1. Escorço histórico 15 1.1. O surgimento da propriedade horizontal no mundo 16 1.2. Condomínio edilício no Brasil 17 2. Condomínio edilício 20 2.1. A questão do nome do instituto

Leia mais

O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, Faço saber que a Câmara Legislativa do Distrito Federal decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, Faço saber que a Câmara Legislativa do Distrito Federal decreta e eu sanciono a seguinte Lei: PROJETO LEI COMPLEMENTAR Nº (Autoria do Projeto: Poder Executivo) Dispõe sobre loteamento fechado e alienação de lotes ou parcelas de terras públicas no território do Distrito Federal e dá outras providências.

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENAÇÃO DOS INSTITUTOS DE PESQUISA CENTRO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENAÇÃO DOS INSTITUTOS DE PESQUISA CENTRO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENAÇÃO DOS INSTITUTOS DE PESQUISA Portaria CVS 15, de 26 de Dezembro de 2002. Define diretrizes, critérios e procedimentos para a avaliação físico funcional de projetos

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO LUIS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO SEMURH

PREFEITURA DE SÃO LUIS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO SEMURH Projeto de Lei nº, de de de Institui o primeiro plano municipal de incentivo à construção civil, e dá outras providências. O PREFEITO DE SÃO LUÍS, Capital do Estado do Maranhão Faço saber a todos os seus

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul DECRETO N 17.078, DE 16 DE JULHO DE 2014. Aprova a atualização do Plano de Classificação e da Tabela de Temporalidade de s da Secretaria Municipal de Urbanismo SMU, atividades-fim, e revoga o Decreto nº

Leia mais

I seja aprovado o projeto arquitetônico;

I seja aprovado o projeto arquitetônico; PROJETO DE LEI Nº 106/2015. INSTITUI A LICENÇA PRÉVIA PARA FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS QUE ESPECIFICA, EM IMÓVEIS E EDIFICAÇÕES QUE NÃO CUMPRAM OS REQUISITOS EXIGIDOS PELA LEGISLAÇÃO EM VIGOR PARA

Leia mais

II Desenho na escala de 1:100 (uma para cem); III Cotas necessárias à perfeita compreensão do projeto; 1º - O projeto simplificado deverá apresentar:

II Desenho na escala de 1:100 (uma para cem); III Cotas necessárias à perfeita compreensão do projeto; 1º - O projeto simplificado deverá apresentar: Institui Projeto Simplificado e dispõe sobre a forma de apresentação de projetos de construção de edificações residenciais unifamiliares, e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE GUARATINGUETÁ

Leia mais

Comprar e construir legal

Comprar e construir legal Comprar e construir legal Adquirir um imóvel ou terreno de forma legal, com critérios básicos de segurança, economia e qualidade é um desafio. Pensando em prover à sociedade informações e orientações sobre

Leia mais

COTAS DE RESERVA AMBIENTAL. O que são, como cria-las e como negocia-las

COTAS DE RESERVA AMBIENTAL. O que são, como cria-las e como negocia-las COTAS DE RESERVA AMBIENTAL O que são, como cria-las e como negocia-las COTAS DE RESERVA AMBIENTAL O que são, como cria-las e como negocia-las! 3 Olá! Você já ouviu falar das Cotas de Reserva Ambiental

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE ATIVIDADES EM GERAL

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE ATIVIDADES EM GERAL TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE ATIVIDADES EM GERAL O processo administrativo para aprovação e licenciamento de atividades em geral junto à Prefeitura Municipal de Santa Clara do Sul

Leia mais

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO (LI) LAVA JATO E SIMILARES ( ) Este documento;

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO (LI) LAVA JATO E SIMILARES ( ) Este documento; I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO (LI) LAVA JATO E SIMILARES ( ) Este documento; () () () () () Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal; deve ser preenchido

Leia mais

DECRETO N.º 93/2004. Considerando a adoção de novo fluxo para emissão das licenças, resolve:

DECRETO N.º 93/2004. Considerando a adoção de novo fluxo para emissão das licenças, resolve: PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DO URBANISMO DECRETO N.º 93/2004 Regulamenta o artigo 1º da Lei N.º 10.914/03 e dispõe sobre a instalação de Cercas Energizadas destinadas à proteção

Leia mais

ANEXO AO COMUNICADO: RECEITA FEDERAL ALTERA PROCEDIMENTOS REFERENTES A CONSTRUÇÃO CIVIL.

ANEXO AO COMUNICADO: RECEITA FEDERAL ALTERA PROCEDIMENTOS REFERENTES A CONSTRUÇÃO CIVIL. ANEXO AO COMUNICADO: RECEITA FEDERAL ALTERA PROCEDIMENTOS REFERENTES A CONSTRUÇÃO CIVIL. Abrangência: pessoas jurídicas responsáveis pela regularização de obra de construção civil. Conteúdo: documentação

Leia mais

PROJETO LEI Nº Autoria do Projeto: Senador José Sarney

PROJETO LEI Nº Autoria do Projeto: Senador José Sarney PROJETO LEI Nº Autoria do Projeto: Senador José Sarney Dispõe sobre loteamento fechado de áreas consolidadas regularizadas ou em fase de regularização, altera em parte as Leis n 6.766/79 e n 6.015/73 e

Leia mais

CARTILHA CAU/RS 2014 INSTRUÇÕES PARA ARQUITETURA DE INTERIORES SHOPPING CENTER

CARTILHA CAU/RS 2014 INSTRUÇÕES PARA ARQUITETURA DE INTERIORES SHOPPING CENTER CARTILHA CAU/RS 2014 INSTRUÇÕES PARA ARQUITETURA DE INTERIORES SHOPPING CENTER APRESENTAÇÃO O CAU/RS Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul, na qualidade de Autarquia Federal deve na

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura via física e via digital; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e

Leia mais

O Feirão DA SUA CASA.

O Feirão DA SUA CASA. O Feirão DA SUA CASA. Tudo o que você queria saber sobre o financiamento da CAIXA para comprar, construir ou reformar sua casa. E tudo sobre o Programa Minha Casa Minha Vida para quem ganha até R$ 4.900,00.

Leia mais

Sumario. 1. Contrato 1.1 Assinatura 1.2 Recebimento 1.3 Cessão de Direitos Transferência 1.4 Distrato Reincidir

Sumario. 1. Contrato 1.1 Assinatura 1.2 Recebimento 1.3 Cessão de Direitos Transferência 1.4 Distrato Reincidir CARTILHA DO CLIENTE 1. Contrato 1.1 Assinatura 1.2 Recebimento 1.3 Cessão de Direitos Transferência 1.4 Distrato Reincidir Sumario 2. Planta e Acabamento 2.1 Opções de planta 2.2 Opções de Kit de Acabamento

Leia mais

Versão consolidada do diploma que aprova os elementos Instrutórios dos procedimentos previstos no Regime Jurídico da Urbanização e Edificação Não

Versão consolidada do diploma que aprova os elementos Instrutórios dos procedimentos previstos no Regime Jurídico da Urbanização e Edificação Não ELEMENTOS INSTRUTÓRIOS DOS PROCEDIMENTOS PREVISTOS NO REGIME JURÍDICO DA URBANIZAÇÃO E EDIFICAÇÃO APROVADO PELA PORTARIA N.º 113/2015, DE 22 DE ABRIL ALTERADO/A PELOS SEGUINTES DIPLOMAS: - abril de 2015

Leia mais

COTAS DE RESERVA AMBIENTAL

COTAS DE RESERVA AMBIENTAL ASA Paragominas Agência de Serviços Ambientais de Paragominas COTAS DE RESERVA AMBIENTAL O que são, como criá-las e como negociá-las ASA Paragominas Agência de Serviços Ambientais de Paragominas COTAS

Leia mais