Conclusão. Maria José de Oliveira Lima

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conclusão. Maria José de Oliveira Lima"

Transcrição

1 Conclusão Maria José de Oliveira Lima SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros LIMA, MJO. As empresas familiares da cidade de Franca: um estudo sob a visão do serviço social [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, p. ISBN Available from SciELO Books <http://books.scielo.org>. All the contents of this chapter, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-Non Commercial-ShareAlike 3.0 Unported. Todo o conteúdo deste capítulo, exceto quando houver ressalva, é publicado sob a licença Creative Commons Atribuição - Uso Não Comercial - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não adaptada. Todo el contenido de este capítulo, excepto donde se indique lo contrario, está bajo licencia de la licencia Creative Commons Reconocimento-NoComercial-CompartirIgual 3.0 Unported.

2 CONCLUSÃO O presente estudo sobre o processo de modernização da gestão das organizações empresariais do tipo familiar da cidade de Franca/SP não tem a pretensão de apresentar uma conclusão no sentido de ponto final do processo. Tendo em vista a riqueza de dados e fatos, a amplitude do tema e o desdobramento de indicadores ainda a serem incorporados nas análises, não cabe finalizála, pelo contrário, remete-se a algumas considerações compreendidas ao longo da investigação e que devem ser ponto de partida para outras pesquisas vinculadas ao objeto de estudo em questão. A investigação trouxe reflexões acerca do perfil dos empresários, da caracterização das empresas familiares da cidade de Franca/SP e a explicação da modernização da gestão dessas empresas no decorrer do processo de reestruturação produtiva e administrativa. Durante o percurso da pesquisa, houve a percepção de que não existe um modelo de gestão próprio e exclusivo que atenda às demandas do mercado globalizado nem formas e alternativas comuns em busca de atualização da gestão. Cada segmento empresarial apresenta situação particular e diferenciada diante do mercado e se manifesta através de atitudes em continuidade às normas, às regras, às estratégias que regem a política e a cultura da empresa familiar.

3 226 MARIA JOSÉ DE OLIVEIRA LIMA A cultura organizacional configura as relações de poder e representa o modo de ser, pensar e agir das organizações. No caso da empresa familiar, a cultura organizacional se constitui de um conjunto de saberes, significações, hábitos e valores vinculados à instituição familiar, como harmonia, união, respeito, confiança, ética e moral, através dos quais interagem todos os membros em torno dos mesmos objetivos e modos de agir. A cultura organizacional retrata a identidade da organização que se constrói ao longo do tempo. A cultura da empresa familiar é transmitida de geração para geração e é resultante de um processo de aprendizagem. Em busca de padrões para alcançar a modernização da gestão das empresas familiares no sentido de garantir a sobrevivência no mercado globalizado torna-se imprescindível a mudança de alguns princípios inscritos na cultura organizacional. A alteração da cultura da empresa familiar atinge as relações internas e externas, como políticas, econômicas, sociais e culturais refletindo diretamente na vida e no sucesso das organizações empresariais. A pesquisa partiu da compreensão de que a empresa familiar é predominante na cidade de Franca, mas, ao longo do processo investigativo, por meio de estudos teóricos, documentais e de campo, confirmou-se que o número de empresas familiares, nesse município, não é expressivo. O universo da pesquisa estava constituído por 40 (quarenta) empresas privadas de médio e grande portes nos ramos de atividades de produção e de comércio. Desse total, apenas 15 (quinze) empresas, no momento da investigação, se caracterizavam pela gestão familiar e por serem originárias da cidade. Mas, entre as 15 (quinze), 3 (três) não estavam em funcionamento e uma passou de médio para pequeno porte em razão da redução do quadro de funcionários. Desta forma, apenas 11 (onze) empresas foram identificadas como organizações do tipo familiar. Esse fato expressa que o número de empresas familiares, de grande e médio portes, que se originaram e existem hoje na cidade de Franca não é predominante. Contudo, a cultura empresarial fami-

4 AS EMPRESAS FAMILIARES NA CIDADE DE FRANCA 227 liar está presente na gestão das empresas investigadas refletindo atitudes ora tradicionais ora modernizantes. Essa situação implica, muitas vezes, dificuldades para absorver e implementar mudanças culturais necessárias ao enfrentamento dos desafios impostos pela atual realidade dos mercados. Os tempos mudaram e a gestão das empresas deveria se adequar aos paradigmas que se apresentam no mundo globalizado. A resistência à mudança é comum entre a cultura empresarial familiar mais tradicional, pois modificar estruturas sólidas construídas ao longo de muitos anos reflete insegurança, fragilidade e ameaças diante do diferente, mas precisa ser enfrentado com ousadia e investimentos em ideias e em pessoas. As empresas familiares da cidade de Franca, parte integrante da amostra do presente estudo, foram criadas em períodos propícios que possibilitaram seu crescimento e desenvolvimento. Na década de 1970, as indústrias orientaram a produção para atender o mercado externo e, durante quase duas décadas, a indústria calçadista e as correlatas conseguiram alcançar o auge de produção, considerando o volume significativo das exportações que, nos anos 1980, atingiram 35% da produção. No início da década de 1990, as organizações empresariais, de modo geral, passavam por momentos de transição diante do processo de globalização, dinâmica internacional dos mercados, abertura da economia e políticas econômicas voltadas para a estabilização da economia brasileira. Nesse contexto, as empresas foram obrigadas a se reestruturarem para atender à realidade de concorrência nos mercados, na expectativa de conseguir oferecer produtos mais sofisticados, com maior qualidade e menor preço. As empresas familiares da cidade de Franca, nesse mesmo contexto, foram drasticamente atingidas pelas consequências provocadas pelo cenário mundial, considerando sua posição peculiar pela ausência de políticas de proteção da reserva de mercados. Essas organizações atravessaram períodos de dificuldades, pois não estavam preparadas para as mudanças em pleno processo de evolução. Tam-

5 228 MARIA JOSÉ DE OLIVEIRA LIMA bém não estavam acostumadas a conviver com a concorrência do mercado e, a partir de então, os produtos fabricados nas empresas francanas passaram a competir com os produzidos na China. A desvalorização do dólar foi outro fator preponderante que reduzia, ainda mais, as possibilidades de concorrência no mercado externo, devido à perda da competitividade em relação ao custo. Diante desse quadro de alterações no mercado, as empresas familiares da cidade de Franca iniciaram o processo de reestruturação administrativa e produtiva. Pode-se dizer que houve mudanças, mas nem todas conseguiram efetivar modificações estruturais através da automação, da flexibilização administrativa e da desverticalização da esfera produtiva. As medidas mais utilizadas foram a redução de mão de obra e, em alguns casos, a retração da produção. As empresas do setor industrial estão trabalhando com sua capacidade mínima de produção, devido à diminuição das exportações. Apesar do conhecimento e da consciência da importância de mudanças nas estruturas organizacionais, deixando-as mais flexíveis e com níveis de autoridade mais democráticos, estimulando a gestão participativa, não efetivaram processos e procedimentos a partir dos conceitos e práticas vinculados à reestruturação empresarial. As empresas familiares investigadas, de grande porte, estão se destacando na aplicação de alguns conceitos. A mudança da cultura organizacional deve partir da iniciativa dos empresários. Desta forma, torna-se elemento fundamental a mudança de mentalidade desses homens de negócios para alavancar outras modificações estratégicas nas empresas. Assim a compreensão da importância da materialização de mecanismos como a implantação de boas práticas de governança corporativa contribuiu para que as empresas conseguissem incorporar também conceitos e princípios advindos do processo de reestruturação produtiva e administrativa. Nessas organizações, houve alterações nas estruturas organizacionais caracterizadas por políticas internas mais flexíveis ao processo decisório, de controle e de execução favorecendo a agilidade de decisões, a eficiência e os resultados do conjunto de todos os processos. Es-

6 AS EMPRESAS FAMILIARES NA CIDADE DE FRANCA 229 sas empresas também estão conseguindo, aos poucos, implementar tecnologia e automação. Por outro lado, as empresas familiares de médio porte encontraram maiores dificuldades na assimilação das mudanças e, sobretudo, na implementação de medidas de reorganização produtiva e administrativa. O setor industrial despertou maior atenção para alterações na linha de produção, principalmente na prática do processo de terceirização dos serviços, que reduz a complexidade da dinâmica produtiva e da mão de obra empregada, garantindo a diminuição dos custos. Em relação à implementação de tecnologia mais moderna, ainda existe certa distância da realidade e da própria necessidade das indústrias locais, pois consideram que o custo-benefício da automação não traz relação satisfatória às empresas de médio porte. O setor de comércio partiu para adoção de um conjunto de medidas direcionadas à reorganização das estruturas administrativas, apostando nos mecanismos de gestão das pessoas: relacionamento, comunicação, treinamento e qualificação do corpo sócio-funcional. Entretanto, as empresas familiares da cidade de Franca estão acreditando em possibilidades de novos investimentos com perspectivas de médio e longo prazos, tendo em vista o controle da inflação que permite planejamento mais preciso. Apesar do otimismo percebido entre os empresários em relação ao negócio, a realidade das empresas do ramo industrial apresenta-se com maior complexidade diante da grande concorrência da China. A indústria calçadista, representativa na área de produção na cidade de Franca, vem se modernizando aos poucos e por etapas. Esse conjunto empresarial tem conseguido garantir qualidade de seus produtos e serviços, contudo, o preço representa obstáculos na concorrência do mercado. O processo de produção de sapatos mantém forte caráter artesanal e se caracteriza pela produção descontínua, ou seja, algumas fases do processo produtivo são essencialmente artesanais e dependem de habilidade da mão de obra empregada. Esse aspecto limita a absorção e incremento de automação pelas empresas e, ainda, o custo dessa mão de obra constitui fator determinante de competitividade.

7 230 MARIA JOSÉ DE OLIVEIRA LIMA Esse fato estimula a terceirização dos serviços que representa a subcontratação de parte da produção para outras microempresas especializadas em determinada etapa da fabricação do sapato, diminuindo-se, assim, custos de mão de obra. Essas empresas terceiras se caracterizam por empreendimentos de baixo investimento e, geralmente, são organizações empresariais formadas por pequenos grupos de pessoas, principalmente por membros da família. Essas organizações, com o tempo, vão se caracterizando em novas unidades fabris do tipo familiar. A cidade de Franca conta com instituições corporativas como Senai, Senac, Sebrae, além das universidades que favorecem o desenvolvimento de inovações tecnológicas nas organizações empresariais. Nota-se, porém, que a presença da cultura empresarial familiar, por vezes, dificulta a difusão de práticas de gestão mais inovadoras, flexíveis e participativas quando essas empresas deixam de observar, implementar e investir na formação de um corpo sóciofuncional de acordo com as regras de qualificação internacional. A forte presença da cultura familiar nas empresas da cidade de Franca determina também a compreensão que os empresários têm sobre a responsabilidade social. As empresas familiares dessa cidade ainda não conseguiram atentar-se às normas mundiais, exigências do mercado, com preocupações em respeitar pessoas, comunidades e meio ambiente através de atitudes e ações éticas, responsáveis e compromissadas. A responsabilidade social, muitas vezes, faz parte apenas dos discursos dos empresários reproduzindo comportamentos de homens de negócios através de ações individuais, filantrópicas e assistencialistas como doações e participações em eventos na comunidade. Essas empresas, caso almejem a expansão dos negócios em âmbito global, precisam adotar padrões éticos e morais abrangendo noções internacionais a respeito dos direitos humanos, do exercício da cidadania, da participação na sociedade, da defesa e da preservação do meio ambiente. A busca pela modernização, inovação, competitividade e lucratividade inclui a necessidade de assumirem a responsabilidade so-

8 AS EMPRESAS FAMILIARES NA CIDADE DE FRANCA 231 cial como modelo de gestão. As empresas precisam incorporar, em seu cotidiano, a ética nos relacionamentos com seus públicos, interno e externo, e essa postura requer mudança cultural e gerencial. Nesse sentido, a prática da responsabilidade social se incorpora à gestão empresarial através das decisões e do planejamento estratégico, na prática do gerenciamento, de processos e técnicas que desenvolvam a sustentabilidade das populações para as quais direcionam as suas ações. Durante a realização dessa investigação, conseguiu-se, então, atingir o objetivo inicialmente proposto: conhecer e compreender o processo de modernização administrativo para explicar o decurso da gestão das empresas familiares da cidade de Franca/SP. Nesse sentido, ficou nítido que cada setor empresarial vem se reestruturando de forma peculiar a partir de suas prioridades e de acordo com as possibilidades e limites que são colocados pelo mercado, pelos governos, pelo capital financeiro e tecnológico, como também pela própria cultura organizacional. A busca pela superação das dificuldades e dos obstáculos torna-se constante e faz parte da preocupação dos empresários. A luta para a permanência no mercado competitivo revela atitude de persistência, de ousadia e de humildade diante da necessidade de vencer. Verifica-se que as empresas familiares, ainda, têm muito que avançar, principalmente em relação à concepção mais integradora e estratégica da gestão das pessoas, aderindo à tendência de valorizar e reconhecer os seres humanos como dotados de habilidades e capacidades intelectuais, capazes de contribuir para a inovação dos processos, das metodologias, das técnicas, dos produtos e dos serviços. Merece incluir a necessidade em adquirir compreensão mais abrangente sobre o movimento da responsabilidade social, abrindo espaço para expansão dos conceitos e práticas que vão além da filantropia e do cumprimento da função social para alcançar posição de responsabilidade social corporativa, desta forma, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da organização e do planeta Terra. Depois de todas as reflexões realizadas voltadas ao conhecimento e à compreensão do universo empresarial, vale destacar a impor-

9 232 MARIA JOSÉ DE OLIVEIRA LIMA tância da atuação do profissional de Serviço Social nas organizações empresariais. Esse profissional consegue efetivar suas ações nesse espaço de trabalho quando tem domínio do conhecimento organizacional complexo e consegue, através de negociação, atender às demandas da empresa e de toda a cadeia produtiva. Ao diagnosticar os ambientes interno e externo, o assistente social tem capacidade de fazer leitura crítica da realidade social e apontar possibilidades para o desenvolvimento de ações sociais junto a toda a malha produtiva, ou seja, não somente aos funcionários da empresa, mas extensivos aos acionistas, aos fornecedores, aos prestadores de serviços e terceiros, aos clientes e à comunidade, na qual a empresa está inserida. Essa ação profissional pode também contribuir no assessoramento do planejamento estratégico da empresa, incluindo posturas inovadoras de gestão de pessoas através de treinamento, da capacitação, dos planos de carreira, do recrutamento e seleção, dos benefícios, além de criar espaços para reflexões sobre a própria cultura organizacional através da visão, da missão e dos objetivos institucionais. Os assistentes sociais podem se destacar através da gestão de políticas empresariais, pela habilidade no planejamento, na organização, na direção, no controle e avaliação, e pelo trabalho específico e especializado relacionado à realidade. Ao finalizar essas reflexões, considera-se que muitas são as temáticas que deveriam ser examinadas em profundidade a partir dos conhecimentos construídos nesta pesquisa, principalmente considerando o universo empresarial como importante espaço de trabalho profissional para o Serviço Social.

Introdução. Maria José de Oliveira Lima

Introdução. Maria José de Oliveira Lima Introdução Maria José de Oliveira Lima SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros LIMA, MJO. As empresas familiares da cidade de Franca: um estudo sob a visão do serviço social [online]. São Paulo: Editora

Leia mais

Conclusão. Patrícia Olga Camargo

Conclusão. Patrícia Olga Camargo Conclusão Patrícia Olga Camargo SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros CAMARGO, PO. A evolução recente do setor bancário no Brasil [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica,

Leia mais

Mestrado profissionalizante em saúde coletiva

Mestrado profissionalizante em saúde coletiva Mestrado profissionalizante em saúde coletiva Moisés Goldbaum SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros LEAL, MC., and FREITAS, CM., orgs. Cenários possíveis: experiências e desafios do mestrado profissional

Leia mais

Apresentação. Ronir Raggio Luiz Claudio José Struchiner

Apresentação. Ronir Raggio Luiz Claudio José Struchiner Apresentação Ronir Raggio Luiz Claudio José Struchiner SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros LUIZ, RR., and STRUCHINER, CJ. Inferência causal em epidemiologia: o modelo de respostas potenciais [online].

Leia mais

Apresentação. Rosana Fiorini Puccini Lucia de Oliveira Sampaio Nildo Alves Batista (Orgs.)

Apresentação. Rosana Fiorini Puccini Lucia de Oliveira Sampaio Nildo Alves Batista (Orgs.) Apresentação Rosana Fiorini Puccini Lucia de Oliveira Sampaio Nildo Alves Batista (Orgs.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros PUCCINI, RF., SAMPAIO, LO., and BATISTA, NA., orgs. A formação médica

Leia mais

Apresentação do desenvolvimento da pesquisa: métodos, ambientes e participantes

Apresentação do desenvolvimento da pesquisa: métodos, ambientes e participantes Apresentação do desenvolvimento da pesquisa: métodos, ambientes e participantes Mariângela Spotti Lopes Fujita SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros FUJITA, MSL., org., et al. A indexação de livros:

Leia mais

Apresentação. Marizilda dos Santos Menezes Luis Carlos Paschoarelli (orgs.)

Apresentação. Marizilda dos Santos Menezes Luis Carlos Paschoarelli (orgs.) Apresentação Marizilda dos Santos Menezes Luis Carlos Paschoarelli (orgs.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros MENEZES, MS., and PASCHOARELLI, LC., orgs. Design e planejamento: aspectos tecnológicos

Leia mais

Questionário aplicado

Questionário aplicado Questionário aplicado Leôncio Martins Rodrigues SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros RODRIGUES, LM. Questionário aplicado. In: Industrialização e atitudes operárias: estudo de um grupo de trabalhadores

Leia mais

Considerações finais

Considerações finais Considerações finais Rodrigo Pelloso Gelamo SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros GELAMO, RP. O ensino da filosofia no limiar da contemporaneidade: o que faz o filósofo quando seu ofício é ser professor

Leia mais

Apresentação. Maria do Carmo Leal Carlos Machado de Freitas (Orgs.)

Apresentação. Maria do Carmo Leal Carlos Machado de Freitas (Orgs.) Apresentação Maria do Carmo Leal Carlos Machado de Freitas (Orgs.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros LEAL, MC., and FREITAS, CM., orgs. Cenários possíveis: experiências e desafios do mestrado

Leia mais

Apresentações. Luiz Tarcísio Mossato Pinto Manoel Arlindo Zaroni Torres Lindolfo Zimmer

Apresentações. Luiz Tarcísio Mossato Pinto Manoel Arlindo Zaroni Torres Lindolfo Zimmer Apresentações Luiz Tarcísio Mossato Pinto Manoel Arlindo Zaroni Torres Lindolfo Zimmer SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros PINTO, LTM., TORRES, MAS., and ZIMMER, L. Apresentações. In BAUMGARTNER,

Leia mais

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros QUEIROZ, MS., and PUNTEL, MA. A endemia hansênica: uma perspectiva multidisciplinar [online]. Rio

Leia mais

Introdução. Ronir Raggio Luiz Claudio José Struchiner

Introdução. Ronir Raggio Luiz Claudio José Struchiner Introdução Ronir Raggio Luiz Claudio José Struchiner SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros LUIZ, RR., and STRUCHINER, CJ. Inferência causal em epidemiologia: o modelo de respostas potenciais [online].

Leia mais

Prefácio. Eduardo Silva

Prefácio. Eduardo Silva Prefácio Eduardo Silva SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros SILVA, E. Prefácio. In: ARAÚJO, DO. O tutu da Bahia: transição conservadora e formação da nação, 1838-1850. Salvador: EDUFBA, 2009, pp.

Leia mais

CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO 30 FORTALECIMENTO DO PAPEL DO COMÉRCIO E DA INDÚSTRIA INTRODUÇÃO

CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO 30 FORTALECIMENTO DO PAPEL DO COMÉRCIO E DA INDÚSTRIA INTRODUÇÃO CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO 30 FORTALECIMENTO DO PAPEL DO COMÉRCIO E DA INDÚSTRIA INTRODUÇÃO 30.1. O comércio e a indústria, inclusive as empresas transnacionais,

Leia mais

Introdução. Maria Cristina Piana

Introdução. Maria Cristina Piana Introdução Maria Cristina Piana SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros PIANA, MC. A construção do perfil do assistente social no cenário educacional [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo:

Leia mais

Prefácio. Paulo Marchiori Buss

Prefácio. Paulo Marchiori Buss Prefácio Paulo Marchiori Buss SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros LEAL, MC., and FREITAS, CM., orgs. Cenários possíveis: experiências e desafios do mestrado profissional na saúde coletiva [online].

Leia mais

BIODIESEL O ÓLEO FILOSOFAL. Jozimar Paes de Almeida BIBLIOTECA VIRTUAL DE CIÊNCIAS HUMANAS

BIODIESEL O ÓLEO FILOSOFAL. Jozimar Paes de Almeida BIBLIOTECA VIRTUAL DE CIÊNCIAS HUMANAS BIBLIOTECA VIRTUAL DE CIÊNCIAS HUMANAS BIODIESEL O ÓLEO FILOSOFAL Desafios para a educação ambiental no caldeirão do Desenvolvimento Sustentável Jozimar Paes de Almeida Front Matter / Elementos Pré-textuais

Leia mais

Sobre os autores. Maria Dilma Simões Brasileiro Julio César Cabrera Medina Luiza Neide Coriolano (orgs.)

Sobre os autores. Maria Dilma Simões Brasileiro Julio César Cabrera Medina Luiza Neide Coriolano (orgs.) Sobre os autores Maria Dilma Simões Brasileiro Julio César Cabrera Medina Luiza Neide Coriolano (orgs.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros BRASILEIRO, MDS., MEDINA, JCC., and CORIOLANO, LN.,

Leia mais

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Adm.Walter Lerner 1.Gestão,Competência e Liderança 1.1.Competências de Gestão Competências Humanas e Empresariais são Essenciais Todas as pessoas estão, indistintamente,

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

Curso de Graduação. Dados do Curso. Administração. Contato. Modalidade a Distância. Ver QSL e Ementas. Universidade Federal do Rio Grande / FURG

Curso de Graduação. Dados do Curso. Administração. Contato. Modalidade a Distância. Ver QSL e Ementas. Universidade Federal do Rio Grande / FURG Curso de Graduação Administração Modalidade a Distância Dados do Curso Contato Ver QSL e Ementas Universidade Federal do Rio Grande / FURG 1) DADOS DO CURSO: COORDENAÇÃO: Profª MSc. Suzana Malta ENDEREÇO:

Leia mais

Anexos. Flávia Cristina Oliveira Murbach de Barros

Anexos. Flávia Cristina Oliveira Murbach de Barros Anexos Flávia Cristina Oliveira Murbach de Barros SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros BARROS, FCOM. Cadê o brincar?: da educação infantil para o ensino fundamental [online]. São Paulo: Editora

Leia mais

Valorizar o Brasil para servir à humanidade

Valorizar o Brasil para servir à humanidade Valorizar o Brasil para servir à humanidade José Marques de Melo SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros MELO, JM. Cidadania glocal, identidade nordestina: ética da comunicação na era da internet

Leia mais

Empreendedorismo social Missão social Concebe a riqueza como meio para alcançar determinado fim.

Empreendedorismo social Missão social Concebe a riqueza como meio para alcançar determinado fim. Empreendedorismo privado geração de riquezas Empreendedorismo social Missão social Concebe a riqueza como meio para alcançar determinado fim. 1 Modelo de gestão com mais de 80 anos, originalmente relacionado

Leia mais

CONCEITOS FUNDAMENTAIS PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO RESPEITAR PONTO DE VISTA. Material preparado e de responsabilidade de Júlio Sérgio de Lima

CONCEITOS FUNDAMENTAIS PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO RESPEITAR PONTO DE VISTA. Material preparado e de responsabilidade de Júlio Sérgio de Lima INDICADORES DE RH E METAS ORGANIZACIONAIS JÚLIO SÉRGIO DE LIMA Blumenau SC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PLANEJAMENTO ESTRATEGICO E PERSPECTIVAS DE NEGOCIO, ARQUITETURA DE MEDIÇÃO DO DESEMPENHO E NIVEIS DOS

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Sobre os autores. Itania Maria Mota Gomes

Sobre os autores. Itania Maria Mota Gomes Sobre os autores Itania Maria Mota Gomes SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros GOMES, IMM., org. Sobre os autores. In: Gênero televisivo e modo de endereçamento no telejornalismo [online]. Salvador:

Leia mais

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. A saúde no Brasil em 2030 - prospecção estratégica do sistema de saúde brasileiro:

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ÍNDICE em ordem alfabética: Artigo 1 - ENDOMARKETING: UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA PARA DESENVOLVER O COMPROMETIMENTO... pág. 2 Artigo 2 - MOTIVANDO-SE... pág. 4 Artigo 3 - RECURSOS

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores!

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Empreendedores Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Por meio de um método de aprendizagem único,

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 350-GR/UNICENTRO, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013. Aprova, ad referendum do CEPE, o Curso de Especialização em MBA em Gestão Estratégica de Organizações, modalidade regular, a ser ministrado no

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

A importância da Educação para competitividade da Indústria

A importância da Educação para competitividade da Indústria A importância da Educação para competitividade da Indústria Educação para o trabalho não tem sido tradicionalmente colocado na pauta da sociedade brasileira, mas hoje é essencial; Ênfase no Direito à Educação

Leia mais

Gestão estratégica em finanças

Gestão estratégica em finanças Gestão estratégica em finanças Resulta Consultoria Empresarial Gestão de custos e maximização de resultados A nova realidade do mercado tem feito com que as empresas contratem serviços especializados pelo

Leia mais

Sobre os autores. Maria Couto Cunha (org.)

Sobre os autores. Maria Couto Cunha (org.) Sobre os autores Maria Couto Cunha (org.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros CUNHA, MC., org. Gestão Educacional nos Municípios: entraves e perspectivas [online]. Salvador: EDUFBA, 2009. 366

Leia mais

Criando Oportunidades

Criando Oportunidades Criando Oportunidades Clima, Energia & Recursos Naturais Agricultura & Desenvolvimento Rural Mercados de Trabalho & Sector Privado e Desenvolvimento Sistemas Financeiros Comércio & Integração Regional

Leia mais

OS PROCESSOS DE TRABALHO DO SERVIÇO SOCIAL EM UM DESENHO CONTEMPORÂNEO

OS PROCESSOS DE TRABALHO DO SERVIÇO SOCIAL EM UM DESENHO CONTEMPORÂNEO OS PROCESSOS DE TRABALHO DO SERVIÇO SOCIAL EM UM DESENHO CONTEMPORÂNEO Karen Ramos Camargo 1 Resumo O presente artigo visa suscitar a discussão acerca dos processos de trabalho do Serviço Social, relacionados

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Apresentação O programa de MBA em Estratégia e Liderança Empresarial tem por objetivo preparar profissionais para

Leia mais

V. Experiência de trabalho

V. Experiência de trabalho V. Experiência de trabalho Sonia Altoé SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros ALTOÉ, S. Experiência de trabalho. In: De "menor" a presidiário: a trajetória inevitável? [online]. Rio de Janeiro: Centro

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E DE ESTRATÉGIA. Profª. Danielle Valente Duarte

GESTÃO EMPRESARIAL INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E DE ESTRATÉGIA. Profª. Danielle Valente Duarte GESTÃO EMPRESARIAL INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E DE ESTRATÉGIA Profª. Danielle Valente Duarte 2014 Os Estudos e a Prática da Gestão Estratégica e do Planejamento surgiram no final da década

Leia mais

FATORES PARA A INCLUSÃO NO MERCADO DE TRABALHO: EDUCAÇÃO, CIDADANIA E DESENVOLVIMENTO DAS QUALIDADES PESSOAIS

FATORES PARA A INCLUSÃO NO MERCADO DE TRABALHO: EDUCAÇÃO, CIDADANIA E DESENVOLVIMENTO DAS QUALIDADES PESSOAIS 1 FATORES PARA A INCLUSÃO NO MERCADO DE TRABALHO: EDUCAÇÃO, CIDADANIA E DESENVOLVIMENTO DAS QUALIDADES PESSOAIS MAURICIO SEBASTIÃO DE BARROS 1 RESUMO Este artigo tem como objetivo apresentar as atuais

Leia mais

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica por Camila Hatsumi Minamide* Vivemos em um ambiente com transformações constantes: a humanidade sofre diariamente mudanças nos aspectos

Leia mais

Gestão. Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Gestão. Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da Qualidade Gestão O tecnólogo em Gestão da Qualidade é o profissional que desenvolve avaliação sistemática dos procedimentos, práticas e rotinas internas e externas de uma entidade, conhecendo e aplicando

Leia mais

Atitude Empreendedora: Uma competência estratégica ao profissional de treinamento e desenvolvimento.

Atitude Empreendedora: Uma competência estratégica ao profissional de treinamento e desenvolvimento. Atitude Empreendedora: Uma competência estratégica ao profissional de treinamento e desenvolvimento. Por PAULA FRANCO Diante de um cenário empresarial extremamente acirrado, possuir a competência atitude

Leia mais

Governança Clínica. As práticas passaram a ser amplamente utilizadas em cuidados de saúde à partir de 1.995.

Governança Clínica. As práticas passaram a ser amplamente utilizadas em cuidados de saúde à partir de 1.995. Governança Clínica As práticas passaram a ser amplamente utilizadas em cuidados de saúde à partir de 1.995. O Modelo de Gestão Atual foi desenvolvido a 100 anos. Repensar o Modelo de Gestão nos serviços

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

Estimativas Profissionais Plano de Carreira Empregabilidade Gestão de Pessoas

Estimativas Profissionais Plano de Carreira Empregabilidade Gestão de Pessoas By Marcos Garcia Como as redes sociais podem colaborar no planejamento e desenvolvimento de carreira (individual e corporativo) e na empregabilidade dos profissionais, analisando o conceito de Carreira

Leia mais

Prefácio. Sérgio Capparelli

Prefácio. Sérgio Capparelli Prefácio Sérgio Capparelli SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros CAPPARELLI, S. Prefácio. In: JAMBEIRO, O. Regulando a TV: uma visão comparativa no Mercosul [online]. Salvador: EDUFBA, 2000, pp.

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis APRESENTAÇÃO A FGV é uma instituição privada sem fins lucrativos, fundada em

Leia mais

na questão da interdisciplinaridade, da multidisciplinaridade. Não devemos nos restringir ao específico, mas não tenho a menor dúvida de que o

na questão da interdisciplinaridade, da multidisciplinaridade. Não devemos nos restringir ao específico, mas não tenho a menor dúvida de que o A questão tecnológica e a qualificação profissional Debate Marília Bernardes Rogério Valle SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros AMÂNCIO FILHO, A., and MOREIRA, MCGB., orgs. Saúde, trabalho e formação

Leia mais

Parte I - A perspectiva ciência, tecnologia, sociedade e ambiente (CTSA) no ensino de Ciências e as questões sociocientíficas (QSC)

Parte I - A perspectiva ciência, tecnologia, sociedade e ambiente (CTSA) no ensino de Ciências e as questões sociocientíficas (QSC) Parte I - A perspectiva ciência, tecnologia, sociedade e ambiente (CTSA) no ensino de Ciências e as questões sociocientíficas (QSC) 2. A perspectiva histórica da filosofia da ciência como crítica à visão

Leia mais

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO COMO AS MUDANÇAS NAS ORGANIZAÇÕES ESTÃO IMPACTANDO A ÁREA DE RECURSOS HUMANOS Paola Moreno Giglioti Administração

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Princípios de Finanças

Princípios de Finanças Princípios de Finanças Apostila 03 O objetivo da Empresa e as Finanças Professora: Djessica Karoline Matte 1 SUMÁRIO O objetivo da Empresa e as Finanças... 3 1. A relação dos objetivos da Empresa e as

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 42-CEPE/UNICENTRO, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2012. Aprova o Curso de Especialização MBA em Gestão Estratégica de Organizações, modalidade regular, a ser ministrado no Campus Santa Cruz, da UNICENTRO.

Leia mais

Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005.

Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005. Cooperação empresarial, uma estratégia para o sucesso Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005. É reconhecida a fraca predisposição

Leia mais

Conclusão. Maria Cristina Piana

Conclusão. Maria Cristina Piana Conclusão Maria Cristina Piana SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros PIANA, MC. A construção do perfil do assistente social no cenário educacional [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo:

Leia mais

FUNÇÕES MOTORAS (Produtos e Serviços)

FUNÇÕES MOTORAS (Produtos e Serviços) FUNÇÕES MOTORAS (Produtos e Serviços) 1. MÉTODO MENTOR - Modelagem Estratégica Totalmente Orientada para Resultados Figura 1: Método MENTOR da Intellectum. Fonte: autor, 2007 O método MENTOR (vide o texto

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL Introdução A partir da década de 90 as transformações ocorridas nos aspectos: econômico, político, social, cultural,

Leia mais

Escolha os melhores caminhos para sua empresa

Escolha os melhores caminhos para sua empresa Escolha os melhores caminhos para sua empresa O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio

Leia mais

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edson Crisostomo dos Santos Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES edsoncrisostomo@yahoo.es

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DO CONHECIMENTO NAS PEQUENAS ORGANIZAÇÕES: UM MODELO DE ABORDAGEM ABRAHAM B. SICSÚ

GESTÃO ESTRATÉGICA DO CONHECIMENTO NAS PEQUENAS ORGANIZAÇÕES: UM MODELO DE ABORDAGEM ABRAHAM B. SICSÚ GESTÃO ESTRATÉGICA DO CONHECIMENTO NAS PEQUENAS ORGANIZAÇÕES: UM MODELO DE ABORDAGEM ABRAHAM B. SICSÚ 1 Contextualizando a Apresentação Gestão do Conhecimento, primeira abordagem: TI + Tecnologias Organizacionais

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Concepção do Curso de Administração A organização curricular do curso oferece respostas às exigências impostas pela profissão do administrador, exigindo daqueles que integram a instituição

Leia mais

Américo da Costa Ramos Filho 22 de março de 2010.

Américo da Costa Ramos Filho 22 de março de 2010. O Global e o Contextualtual no Aprendizado Gerencial de Multinacionais Uma Perspectiva Brasileira Américo da Costa Ramos Filho 22 de março de 2010. Américo da Costa Ramos Filho 22 de março de 2010. OBJETIVO

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL MBA e Pós-Graduação Cursos inovadores e alinhados às tendências globais Nossos cursos seguem modelos globais e inovadores de educação. Os professores

Leia mais

Causalidade e epidemiologia

Causalidade e epidemiologia Causalidade e epidemiologia Ronir Raggio Luiz Claudio José Struchiner SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros LUIZ, RR., and STRUCHINER, CJ. Inferência causal em epidemiologia: o modelo de respostas

Leia mais

ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1

ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1 ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1 ARQUITETURA E URBANISMO Graduar arquitetos e urbanistas com uma sólida formação humana, técnico-científica e profissional,

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre.

R E S O L U Ç Ã O. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre. RESOLUÇÃO CONSEPE 30/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão Estratégica de Negócios tem por objetivo desenvolver a

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Sistema de Gestão Ambiental

Sistema de Gestão Ambiental Objetivos da Aula Sistema de Gestão Ambiental 1. Sistemas de gestão ambiental em pequenas empresas Universidade Federal do Espírito Santo UFES Centro Tecnológico Curso de Especialização em Gestão Ambiental

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL FUNDAMENTOS DA GESTÃO ESTRATÉGICA. Profª. Danielle Valente Duarte

GESTÃO EMPRESARIAL FUNDAMENTOS DA GESTÃO ESTRATÉGICA. Profª. Danielle Valente Duarte GESTÃO EMPRESARIAL FUNDAMENTOS DA GESTÃO ESTRATÉGICA Profª. Danielle Valente Duarte 2014 Abrange três componentes interdependentes: a visão sistêmica; o pensamento estratégico e o planejamento. Visão Sistêmica

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA Executivo em Saúde Coordenação Acadêmica: Drª Tânia Regina da Silva Furtado

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA Executivo em Saúde Coordenação Acadêmica: Drª Tânia Regina da Silva Furtado CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA Executivo em Saúde Coordenação Acadêmica: Drª Tânia Regina da Silva Furtado APRESENTAÇÃO A FGV é uma instituição privada sem fins lucrativos, fundada

Leia mais

Apresentação. Wendel Henrique

Apresentação. Wendel Henrique Apresentação Wendel Henrique SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros HENRIQUE, W. O direito à natureza na cidade. Salvador: EDUFBA, 2009. 186 p. ISBN 978-85- 232-0615-4. Available from SciELO Books

Leia mais

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve.

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve. Balanced Scorecard BSC 1 2 A metodologia (Mapas Estratégicos e Balanced Scorecard BSC) foi criada por professores de Harvard no início da década de 90, e é amplamente difundida e aplicada com sucesso em

Leia mais

As Novas Profissões em Computação. Integrantes Eder Leão Leonardo Jorente Rafael Stéfano Vinícius Akihiro Kuwabara

As Novas Profissões em Computação. Integrantes Eder Leão Leonardo Jorente Rafael Stéfano Vinícius Akihiro Kuwabara As Novas Profissões em Integrantes Eder Leão Leonardo Jorente Rafael Stéfano Vinícius Akihiro Kuwabara Tópicos Contextualização Novas Profissões Impacto Conclusões Referências Contextualização (Histórico

Leia mais

Conclusão. João Afonso Zavattini

Conclusão. João Afonso Zavattini Conclusão João Afonso Zavattini SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros ZAVATTINI, JA. As chuvas e as massas de ar no estado de Mato Grosso do Sul: estudo geográfico com vista à regionalização climática

Leia mais

XXXII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica

XXXII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica XXXII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica Mesa-Redonda: Responsabilidade Social Empresarial 23-24 de Novembro de 2006 Mário Páscoa (Wyeth/ Painel Febrafarma) E-mail: pascoam@hotmail.com

Leia mais

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI Grupo Acadêmico Pedagógico - Agosto 2010 O Projeto Pedagógico Institucional (PPI) expressa os fundamentos filosóficos,

Leia mais

Tramita no Congresso Nacional a Proposta de Emenda

Tramita no Congresso Nacional a Proposta de Emenda Redução da jornada de trabalho - Mitos e verdades Apresentação Jornada menor não cria emprego Tramita no Congresso Nacional a Proposta de Emenda à Constituição 231/95 que reduz a jornada de trabalho de

Leia mais

Apresentação. Neide Esterci (org.)

Apresentação. Neide Esterci (org.) Apresentação Neide Esterci (org.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros ESTERCI, N., org. Apresentação. In: Cooperativismo e coletivização no campo: questões sobre a prática da Igreja Popular no

Leia mais

A educação sexual para pessoas com distúrbios genéticos

A educação sexual para pessoas com distúrbios genéticos A educação sexual para pessoas com distúrbios genéticos Lília Maria de Azevedo Moreira SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros MOREIRA, LMA. A educação sexual para pessoas com distúrbios genéticos.

Leia mais

considerações finais

considerações finais Considerações finais Lucimary Bernabé Pedrosa de Andrade SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros ANDRADE, LBP. Educação infantil: discurso, legislação e práticas institucionais [online]. São Paulo:

Leia mais

Business & Executive Coaching - BEC

Business & Executive Coaching - BEC IAC International Association of Coaching Empresas são Resultados de Pessoas José Roberto Marques - JRM O Atual Cenário no Mundo dos Negócios O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo, nesse

Leia mais

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Nome Desarrollo de Sistemas de Gobierno y Gestión en Empresas de Propiedad Familiar en el Perú Objetivo Contribuir

Leia mais

Apresentação. Simone Gonçalves de Assis

Apresentação. Simone Gonçalves de Assis Apresentação Simone Gonçalves de Assis SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros ASSIS, SG. Traçando caminhos em uma sociedade violenta: a vida de jovens infratores e de seus irmãos não-infratores [online].

Leia mais

AUDITORIA INTERNA DA ATLAS

AUDITORIA INTERNA DA ATLAS AUDITORIA INTERNA DA ATLAS A auditoria interna serve à administração como meio de identificação de que todos os processos internos e políticas definido pela ATLAS, assim como sistemas contábeis e de controle

Leia mais

IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012

IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012 IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012 Rosely Vieira Consultora Organizacional Mestranda em Adm. Pública Presidente do FECJUS Educação

Leia mais

Apresentação. Ucy Soto Mônica Ferreira Mayrink Isadora Valencise Gregolin

Apresentação. Ucy Soto Mônica Ferreira Mayrink Isadora Valencise Gregolin Apresentação Ucy Soto Mônica Ferreira Mayrink Isadora Valencise Gregolin SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros SOTO, U., MAYRINK, MF., and GREGOLIN, IV., orgs. Linguagem, educação e virtualidade

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Projetos tem por fornecer conhecimento teórico instrumental que

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Programa de Capacitação em Gestão da Responsabilidade Social Empresarial e Desenvolvimento PETROBRÁS

Programa de Capacitação em Gestão da Responsabilidade Social Empresarial e Desenvolvimento PETROBRÁS Programa de Capacitação em Gestão da Responsabilidade Social Empresarial e Desenvolvimento PETROBRÁS OFICINA 2 Professora: Izabel Portela izabel@institutoiris.org.br Novembro - 2007 1 M A R K E T I N G

Leia mais

Código de Ética do IBCO

Código de Ética do IBCO Código de Ética do IBCO Qua, 14 de Novembro de 2007 21:00 O papel do consultor de organização, no desempenho de suas atividades, é o de assistir aos clientes na melhoria do seu desempenho, tanto nos aspectos

Leia mais