Projeto de Tele Emergência e Tele UTI

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto de Tele Emergência e Tele UTI"

Transcrição

1 Projeto de Tele Emergência e Tele UTI Múcio Tavares de Oliveira Jr. Coordenador do Grupo de Trabalho Tele Emergência / Tele UTI Diretor da Unidade de Emergencia do InCor

2 Necessidades do Sistema de Atendimento de Emergências Profissionais inadequadamente treinados para atuação em Unidades de Emergência e UTIs: Crescimento das DCNT Plantonistas: pediatras, ginecologistas, ortopedistas, clínicos, etc. Solidão

3 Necessidades do Sistema de Atendimento de Emergências Impossibilidade de contato rápido com especialistas Altas inadequadas Transferências inadequadas Retardo no tratamento adequado Óbitos e complicações

4 Necessidades do Sistema de Atendimento de Emergências Treinamentos presenciais ou não presenciais são efetivos Projeto Infarto da SOCESP reduziu mortalidade Alta rotatividade da equipe reduz a efetividade Novas rodadas de treinamento tem que ser frequentes

5 Necessidades do Sistema de Atendimento de Emergências Melhora da resolutividade diagnóstica com transmissão de ECG é efetivo e reduz mortalidade Experiência da UNIFESP / PMSP na redução da mortalidade do IAM com transmissão ECG acompanhada de contato nos casos indicados

6 Integrated STEMI network in Sao Paulo November 2008 to May 2010: 3,752 prehospital ECG s from EMS 60,250 prehospital ECG s from GP units All In-Hospital Mortality Hospital Ermelino Matarazzo Mortality 26,1% 16,0% 6,8% 7,3% Matos LN, Carvalho AC, et al. ESC Congress 2011

7 Dor Torácica no Brasil Número de atendimentos ~ 2 milhões/ano 5% são IAM com supra 25% destes pacientes tem SCA Sem supra Entre 2 e 10% são liberados inadvertidamente e são SCA A taxa de mortalidade deste grupo é duas vezes maior que os internados.

8 IAM no Brasil IAMs internados no SUS em mortes por IAM 50% das mortes antes da chegada ao hospital Total de mortes por IAM ~ / ano 45 a 60% das mortes ocorrem na 1a hora do início dos sintomas 80% nas 1as 24 horas

9 EDUCATION AND TELEMEDICINE Excelent hospitals Well-trained staff Staff interaction Universities More money

10 EDUCATION AND TELEMEDICINE Primary centers Less trained staff NO staff interaction Solitude Much less money

11 EDUCATION AND TELEMEDICINE

12 Iniciativas de sucesso

13 Iniciativas de sucesso

14 Piloto de Telemedicina PS InCor e PS Lapa: Plataforma: Adobe Connect ECG Dixtal modificado para transmissão Treinamento dos 2 serviços Equipamento fixo nas 2 pontas: computador, camera, fone

15 Interação InCor / PS Lapa Projeto De Peito Aberto

16 Tela de Envio do ECG

17 Resultado do Exame

18 Troca de Mensagem

19 Demanda do MS Como um centro espacializado poderia ajudar? Projeto Tele Emegência e Tele UTI

20 Plataforma MedCast Desenvolvido entre Instituto do Coração e Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) Marco Antonio Gutierrez e Ramon Moreno (InCor) Vinicius Lima e Isidro Lopes (CPqD)

21 Adaptação do Sistema MedCast Via Internet independente de outros softwares Anonimização Permite vídeo/áudio e chat Permite registro de todos os eventos Permite integração com equipamentos médicos (ECG, imagens DICOM) Independe de produtos e serviços de terceiros (Skype, Adobe Connect, MSN)

22 Adaptação do Sistema MedCast Servidor: Desenvolvido com Flex (Adobe Systems Open Source) mesmo do YouTube; Servidor de Streaming: Red5 (Open source hosted Google Code); Broker Web Service Java 1.6; Cliente: Cliente Web necessita somente do Flash Player (Adobe Systems ) instalado.

23 Modelo de Cart

24 Tela de Comunicação do MedCast

25 Template de Dados do Paciente

26 Metodologia de Implantação Fase I Centralização InCor UEm UEm UEm UEm UEm UEm UEm UEm UEm UEm

27 Metodologia de Implantação Fase II Formação de Rede

28 Unidades Componentes Unidade Central / Centros Especializados Call center Cardiologista de plantão 24X7 Unidade Remota Cart Notebook, câmera, headset, ECG Módulo de comunicação

29 Metodologia de Implantação Credenciamento de Unidades de Emergência e UTIs Credenciamento de centros especializados

30 Grupo de Trabalho Alfredo Fernandes Chao Lung Wen Fernanda Viana Jeanne Pilli Ludhmila Hajar Marco Gutierrez Mucio Tavares Rosângela Gundin William Chalela

31 Obrigado pela atenção

Sistema Colaborativo para Discussão de Casos Clínicos

Sistema Colaborativo para Discussão de Casos Clínicos Sistema Colaborativo para Discussão de Casos Clínicos Ramon A. Moreno 1, Vinicius Lima 2, Isidro Lopes 2, Marco Antonio Gutierrez 1 1 Instituto do Coração (InCor)- HC FMUSP 2 Centro de Pesquisa e Desenvolvimento

Leia mais

Antonio Luiz Pinho Ribeiro

Antonio Luiz Pinho Ribeiro Antonio Luiz Pinho Ribeiro Março de 2013 586.528 km² (> Espanha) 19.597.330 habitantes 853 cidades 93% cidades < 50 mil hab, Minas Gerais PNUD, 2004 IDH em Minas Gerais Doenças cardiovasculares: principal

Leia mais

Resumo do Projeto Nacional de Atendimento ao Acidente Vascular Cerebral

Resumo do Projeto Nacional de Atendimento ao Acidente Vascular Cerebral MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO ESPECIALIZADA COORDENAÇÃO GERAL DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA Resumo do Projeto Nacional de Atendimento ao Acidente Vascular Cerebral

Leia mais

esaúde Medigraf - Sistema de Telemedicina e Telediagnóstico BEYOND INNOVATION

esaúde Medigraf - Sistema de Telemedicina e Telediagnóstico BEYOND INNOVATION esaúde Medigraf - Sistema de Telemedicina e Telediagnóstico BEYOND INNOVATION PRÉMIOS AfricaCom 2013 - Categoria Changing Lives Reconhece uma iniciativa com um impacto significativo nas telecomunicações

Leia mais

Experiência do SAMU Metropolitano Salvador. Segmento ST Com utilização da Telemedicina. Coordenador Central

Experiência do SAMU Metropolitano Salvador. Segmento ST Com utilização da Telemedicina. Coordenador Central Experiência do SAMU Metropolitano Salvador no Tratamento do Infarto com Supradesnivelamento do Segmento ST Com utilização da Telemedicina IVAN PAIVA FILHO IVAN PAIVA FILHO Coordenador Central SAMU no Estado

Leia mais

PRÓTOTIPO MÓVEL DE TELEMEDICINA PARA AUXILIO DE DIAGNOSTICO CARDIACO COM ECG EM CARATER EMERGENCIAL

PRÓTOTIPO MÓVEL DE TELEMEDICINA PARA AUXILIO DE DIAGNOSTICO CARDIACO COM ECG EM CARATER EMERGENCIAL PRÓTOTIPO MÓVEL DE TELEMEDICINA PARA AUXILIO DE DIAGNOSTICO CARDIACO COM ECG EM CARATER EMERGENCIAL Adson Diego Dionisio da SILVA 1, Saulo Soares de TOLEDO², Luiz Antonio Costa Corrêa FILHO³, Valderí Medeiros

Leia mais

Estudos de análise das teleconsultorias

Estudos de análise das teleconsultorias Estudos de análise das teleconsultorias Tabela - Municípios que solicitaram teleconsultorias no período de abril 2007 a setembro de 2013 segundo categoria populacional. População Proporção entre os municípios

Leia mais

CURSO NACIONAL DE ATUALIZAÇÃO EM EMERGÊNCIAS CLÍNICAS

CURSO NACIONAL DE ATUALIZAÇÃO EM EMERGÊNCIAS CLÍNICAS CURSO NACIONAL DE ATUALIZAÇÃO EM EMERGÊNCIAS CLÍNICAS www.emergenciasclinicas.com.br HISTÓRICO DO EVENTO Em virtude da carência no ensino de urgências e emergências em algumas Faculdades de Medicina de

Leia mais

Programa de Pós Graduação em Enfermagem

Programa de Pós Graduação em Enfermagem UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Programa de Pós Graduação em Enfermagem GIATE - Grupo de Pesquisa em Tecnologias, Informações e Informática em Saúde e Enfermagem Mestranda: Camila Rosalia Antunes

Leia mais

Intervenção Coronária Percutânea de Salvamento, Facilitada e Tardia (> 12 horas), no Infarto Agudo do Miocárdio.

Intervenção Coronária Percutânea de Salvamento, Facilitada e Tardia (> 12 horas), no Infarto Agudo do Miocárdio. Intervenção Coronária Percutânea de Salvamento, Facilitada e Tardia (> 12 horas), no Infarto Agudo do Miocárdio. Dr. Maurício de Rezende Barbosa Cordenador do Departamento de Hemodinâmica no Hospital Biocor

Leia mais

Serviços de TIC Soluções e demandas

Serviços de TIC Soluções e demandas Serviços de TIC Soluções e demandas Superintendência de Governança Eletrônica e de Tecnologia da Informação e Comunicação (SeTIC/UFSC) 16/07/2015 CSS/SeTIC 1 Agenda SeTIC Apresentação dos serviços, por

Leia mais

Tecnologias Móveis de Transmissão de Dados Aplicadas ao Tratamento do Infarto Agudo do Miocárdio

Tecnologias Móveis de Transmissão de Dados Aplicadas ao Tratamento do Infarto Agudo do Miocárdio Tecnologias Móveis de Transmissão de Dados Aplicadas ao Tratamento do Infarto Agudo do Miocárdio Antônio Tadeu A. Gomes Artur Ziviani {atagomes,ziviani}@lncc.br http://martin.lncc.br Introdução O Infarto

Leia mais

MEDIGRAF - TELEMEDICINA SUSTENTABILIDADE 2013

MEDIGRAF - TELEMEDICINA SUSTENTABILIDADE 2013 MEDIGRAF - TELEMEDICINA SUSTENTABILIDADE 2013 Enquadramento A plataforma de telemedicina Medigraf é uma solução idealizada e desenvolvida pela PT no âmbito de uma necessidade identificada junto dos profissionais

Leia mais

Telebrasil 2006. TeleComunicações para a Inclusão Social. Prefeitura Municipal de São Paulo Secretaria Municipal de Saúde (SMS-SP)

Telebrasil 2006. TeleComunicações para a Inclusão Social. Prefeitura Municipal de São Paulo Secretaria Municipal de Saúde (SMS-SP) Telebrasil 2006 PANORAMA DA REGULAÇÃO SMS-SP Diagnóstico Não possui dados sistematizados; TeleComunicações para a Inclusão Social não existe uma uniformidade nas ações; as atividades da área, não estão

Leia mais

Atualmente, as organizações de saúde estão reavaliando seus modelos de negócios tendo em vista as regulamentações governamentais, pressões das fontes

Atualmente, as organizações de saúde estão reavaliando seus modelos de negócios tendo em vista as regulamentações governamentais, pressões das fontes Atualmente, as organizações de saúde estão reavaliando seus modelos de negócios tendo em vista as regulamentações governamentais, pressões das fontes pagadoras e a exigência dos pacientes por serviços

Leia mais

Sistema Gerenciador de Unidades de Saúde. Descritivo

Sistema Gerenciador de Unidades de Saúde. Descritivo Sistema Gerenciador de Unidades de Saúde Descritivo SIGUS Sistema Gerenciador de Unidades de Saúde Visando atender as demandas de informatização dos estabelecimentos das redes públicas de saúde, a Attiva

Leia mais

Tutorial Webconferência EaD/UFGD. Elaborado por Equipe da TI EaD UFGD

Tutorial Webconferência EaD/UFGD. Elaborado por Equipe da TI EaD UFGD Tutorial Webconferência EaD/UFGD Elaborado por Equipe da TI EaD UFGD Tópicos da Parte I 1. Introdução 1.1 Salas de Webconferência 1.2 Webconferência e RNP 1.3 Adobe Connect 1.4 Uso adequado da Webconferência

Leia mais

Data da realização: de 26/08 à 10/09/2008. Meio de pesquisa: Aplicada pelo RH da Sabesp e retorno via Malote.

Data da realização: de 26/08 à 10/09/2008. Meio de pesquisa: Aplicada pelo RH da Sabesp e retorno via Malote. PESQUISA DE SATISFAÇÃO REDE CREDENCIADA NA CIDADE DE ITATIBA E REGIÃO Objetivos: - Levantamento das necessidades dos clientes para especialidades que se julgam carentes; - Aprimorar o atendimento médico

Leia mais

Aplicabilidade do Tele Eletrocardiograma nos serviços públicos de saúde

Aplicabilidade do Tele Eletrocardiograma nos serviços públicos de saúde Aplicabilidade do Tele Eletrocardiograma nos serviços públicos de saúde Franco, SOB - Sidnei Otávio Vicente Franco SMSDC RJ Rendeiro, MMP Márcia Maria Pereira Rendeiro SMSDC RJ / UERJ Maia ER - Eduardo

Leia mais

INSTITUTO DE DOENÇAS CARDIOLÓGICAS

INSTITUTO DE DOENÇAS CARDIOLÓGICAS Página: 1/7 1- CONSIDERAÇÕES GERAIS 1.1- As doenças cardiovasculares são, ainda hoje, as principais responsáveis pela mortalidade na população geral, no mundo ocidental. Dentre as inúmeras patologias que

Leia mais

TELESSAÚDE NA EDUCAÇÃO PERMANENTE DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE PEP 2005 São Paulo, 18 a 20 setembro de 2005 Telessaúde na UFMG Histórico Projeto BH TELEMED Videoconferências Internato Rural Estágio Metropolitano

Leia mais

Solução de monitoramento digital de imagens para veículos. Uni3 - Unidade de Navegação Inteligente 2012 - Todos os direito reservados

Solução de monitoramento digital de imagens para veículos. Uni3 - Unidade de Navegação Inteligente 2012 - Todos os direito reservados Solução de monitoramento digital de imagens para veículos Uni3 - Unidade de Navegação Inteligente 2012 - Todos os direito reservados Quem é a Uni3 A Uni3 é uma empresa especializada em tecnologia de câmeras

Leia mais

22 DICAS para REDUZIR O TMA DO CALL CENTER. em Clínicas de Imagem

22 DICAS para REDUZIR O TMA DO CALL CENTER. em Clínicas de Imagem para REDUZIR O TMA DO CALL CENTER em Clínicas de Imagem Objetivo Um atendimento eficiente e personalizado é um dos principais fatores que o cliente leva em consideração ao iniciar um processo de fidelização

Leia mais

Sistema Online de Gerenciamento de Dados Clínicos Utilizando RIA (Rich Internet Applications)

Sistema Online de Gerenciamento de Dados Clínicos Utilizando RIA (Rich Internet Applications) Sistema Online de Gerenciamento de Dados Clínicos Utilizando RIA (Rich Internet Applications) ANTUNES, M. S.¹, SILVA, R. E. S. 2 (orientadora) ¹ Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas RS (FATEC-PEL) Rua

Leia mais

Produtos ehealth. Desenvolvimento de negócios ehealth Diretoria P&S Verticais

Produtos ehealth. Desenvolvimento de negócios ehealth Diretoria P&S Verticais Produtos ehealth Desenvolvimento de negócios ehealth Diretoria P&S Verticais 1 Participação da Telefônica Vivo nas Instituições de Saúde TIC TIC TIC TIC Telemedicina TIC Telemedicina Desenvolvimento de

Leia mais

Redes de Computadores Aula 3

Redes de Computadores Aula 3 Redes de Computadores Aula 3 Aula passada Comutação: circuito x pacotes Retardos e perdas Aula de hoje Protocolo em camadas Aplicações C/S x P2P Web Estruturando a Rede Como organizar os serviços de uma

Leia mais

Relatório de. Gestão

Relatório de. Gestão Relatório de Gestão Sumário Apresentação... 2 Serviços Ofertados... 3 Recursos Humanos... 4 Análise Operacional... 5... U RGÊNCIA E EMERGÊNCIA... 5... A MBULATÓRIO... 6... I NTERNAÇÃO... 7... D ESEMPENHO

Leia mais

HEALTHNET : um Sistema Integrado de Telediagnóstico e Segunda Opinião Médica

HEALTHNET : um Sistema Integrado de Telediagnóstico e Segunda Opinião Médica HEALTHNET : um Sistema Integrado de Telediagnóstico e Segunda Opinião Médica Profa. Magdala de Araújo Novaes, PhD Grupo de Tecnologias da Informação em Saúde (TIS), UFPE Email : magdala@telesaude.com.br

Leia mais

Sumário. 1. A Empresa 2. O Produto = Medsoft 3. As Modalidades de Suporte 4. As Especialidades 5. Medsoft Corporativo 6. Contatos. www.gentus.com.

Sumário. 1. A Empresa 2. O Produto = Medsoft 3. As Modalidades de Suporte 4. As Especialidades 5. Medsoft Corporativo 6. Contatos. www.gentus.com. Sumário 1. A Empresa 3. As Modalidades de Suporte 4. As Especialidades 5. Medsoft Corporativo 6. Contatos 1. A Empresa A Gentus Automação de Processos na Medicina é resultado da união entre profissionais

Leia mais

ClasseV. Quadro branco

ClasseV. Quadro branco ClasseV 1. Introdução ClasseV é um módulo do Moodle, baseado no Covcell 1, que promove a videoconferência dentro desse ambiente. Seus requisitos são poucos, necessitando apenas do ambiente Moodle, um navegador

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO NA ÁREA DE ARRITMIAS, ELETROFISIOLOGIA E ESTIMULAÇÃO CARDÍACA ARTIFICIAL DO HOSPITAL DO CORAÇÃO

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO NA ÁREA DE ARRITMIAS, ELETROFISIOLOGIA E ESTIMULAÇÃO CARDÍACA ARTIFICIAL DO HOSPITAL DO CORAÇÃO REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO NA ÁREA DE ARRITMIAS, ELETROFISIOLOGIA E ESTIMULAÇÃO CARDÍACA ARTIFICIAL DO HOSPITAL DO CORAÇÃO CAPÍTULO I Conceito Art. 1º - O Programa de Aprimoramento

Leia mais

A Internet facilitando tratamentos médicos

A Internet facilitando tratamentos médicos VIII WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DO CENTRO PAULA SOUZA São Paulo, 9 e 10 de outubro de 2013 Sistemas produtivos: da inovação à sustentabilidade ISSN: 2175-1897 A Internet facilitando tratamentos

Leia mais

Sistema de Registro Eletrônico de Saúde : a Experiência do Hospital Moinhos de Vento. Hospital Moinhos de Vento

Sistema de Registro Eletrônico de Saúde : a Experiência do Hospital Moinhos de Vento. Hospital Moinhos de Vento Sistema de Registro Eletrônico de Saúde : a Experiência do Hospital Moinhos de Vento Dra. Sandra Abrantes Krug Seabra Coordenadora da Comissão de Prontuários Hospital Moinhos de Vento Porto Alegre RS Setembro

Leia mais

Plataforma Interativa de Vídeo

Plataforma Interativa de Vídeo Plataforma Interativa de Vídeo Milonga DWM Soluções em Comunicação e Tecnologia Interativa, empresa do Grupo Ciclotron. Desenvolvemos soluções com foco na experiência do usuário, implantado um novo conceito

Leia mais

Teleassistência em rede para regiões remotas: melhorando o acesso da população à Atenção Especializada em Saúde

Teleassistência em rede para regiões remotas: melhorando o acesso da população à Atenção Especializada em Saúde Teleassistência em rede para regiões remotas: melhorando o acesso da população à Atenção Especializada em Saúde Hospital das Clínicas Universidade Federal de Minas Gerais A iniciativa, implementada em

Leia mais

Várias Facilidades, Única Solução.

Várias Facilidades, Única Solução. Várias Facilidades, Única Solução. Soluções inovadoras para ampliar e dinamizar o relacionamento com o seu cliente, utilizando as facilidades da comunicação digital. PORTAL CELULAR Primeiro Portal Celular

Leia mais

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar as principais características de uma Aplicação Internet Rica.

Leia mais

Oficina de. Webconferência. Webconferência

Oficina de. Webconferência. Webconferência Universidade Federal de São Paulo Oficina de Tatiana Patricia Reinaldo Gimenez (Gerente do LAT) Paulo Lopes (Coordenador do SET) Universidade Federal de São Paulo AGENDA Objetivo da oficina Definições:

Leia mais

CONSULTORIA E SOLUÇÕES INTEGRADAS PARA GESTÃO INTELIGENTE DE REDES Julho 2015

CONSULTORIA E SOLUÇÕES INTEGRADAS PARA GESTÃO INTELIGENTE DE REDES Julho 2015 CONSULTORIA E SOLUÇÕES INTEGRADAS PARA GESTÃO INTELIGENTE DE REDES Julho 2015 1 Sumário Quem Somos Produtos e Soluções Descrição do Produto Contato 2 Quem somos BRSIG é uma empresa de Gestão de Informações

Leia mais

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014 CATEGORIA_DIVULGAÇÃO ESPECIALIDADE_DIVULGAÇÃO NOME_FANTASIA_PONTO BAIRRO_PONTO SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO LABORATORIO / ANATOMIA PATOLOGICA CEDACLIN CENTRO SERVIÇO DE TERAPIA FISIOTERAPIA CEMED IMAGEM CENTRO

Leia mais

Manual Operacional AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem)

Manual Operacional AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) Manual Operacional AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) ead.clinicajulioperes.com.br Sumário navegável Como acesso o ambiente?... Como assisto aos vídeos?... Como preencher meu perfil?...

Leia mais

"Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade?" Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES

Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade? Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES "Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade?" Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES AGENDA Programação do Evento - Histórico do Centro Integrado de Atenção a

Leia mais

ÍNDICE. Foto: João Borges. 2 Hospital Universitário Cajuru - 100% SUS

ÍNDICE. Foto: João Borges. 2 Hospital Universitário Cajuru - 100% SUS ÍNDICE Apresentação...03 Hospital Universitário Cajuru...04 Estrutura...04 Especialidades Atendidas...05 Diferenças entre atendimento de urgência, emergência e eletivo...06 Protocolo de Atendimento...07

Leia mais

Sistema Gerenciador de Clínica Médica Automatizando a Clínica Cardiomed Implantação

Sistema Gerenciador de Clínica Médica Automatizando a Clínica Cardiomed Implantação Sistema Gerenciador de Clínica Médica Automatizando a Clínica Cardiomed Implantação Acadêmico: Giuliano Márcio Stolf Orientador: Ricardo Alencar de Azambuja Apresentação Clínica médica SI na área da saúde

Leia mais

HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha.

HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha. HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha. Qualidade máxima e confiança são fundamentais no momento de escolher um hospital, e você precisa do que há de melhor na área médica. Por isso, prepare-se para

Leia mais

O que é o Boleto Online?

O que é o Boleto Online? Com experiência de mais de 15 anos em SAP, a Bertholdo Consultoria está comprometida em ajudar seus clientes a implementar soluções inovadoras e eficazes que agregam valor ao negócio. A estratégia da Bertholdo

Leia mais

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

O MUNDO MUDOU. #fato

O MUNDO MUDOU. #fato DO GIZ AO BYTE O MUNDO MUDOU #fato Sociedade da Informação Informação como recurso estratégico Uso intensivo das TIC Interação digital Diversas formas de fazer as mesmas, ou novas coisas Qual é a sua?

Leia mais

Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia PPGEPI Faculdade de Medicina FAMED

Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia PPGEPI Faculdade de Medicina FAMED Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia PPGEPI Faculdade de Medicina FAMED Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS PROGRAMA NACIONAL

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Informática em Saúde

Programa de Pós-graduação em Informática em Saúde Programa de Pósgraduação em Informática em Saúde Informática em Saúde 27 Maio 2007 Club Transatlântico São Paulo Programa de Pósgraduação em Informática em Saúde Telemedicina Prática A Prática Médica Digital

Leia mais

Qualihosp. T e c n o l o g i a e i n o v a ç ã o e m s a ú d e. Desenvolvimento de negócios ehealth Diretoria P&S Verticais

Qualihosp. T e c n o l o g i a e i n o v a ç ã o e m s a ú d e. Desenvolvimento de negócios ehealth Diretoria P&S Verticais Qualihosp T e c n o l o g i a e i n o v a ç ã o e m s a ú d e Estamos evoluindo para um mundo digital Número de dispositivos Em 2020, serão 10 dispositivos por pessoa, somando 50 bilhões de dispositivos

Leia mais

Gestão das Tecnologias da Informação em Saúde: Novas Tecnologias e Novos Rumos. Renato M.E. Sabbatini UNICAMP Instituto Edumed

Gestão das Tecnologias da Informação em Saúde: Novas Tecnologias e Novos Rumos. Renato M.E. Sabbatini UNICAMP Instituto Edumed Gestão das Tecnologias da Informação em Saúde: Novas Tecnologias e Novos Rumos Renato M.E. Sabbatini UNICAMP Instituto Edumed Informações em Saúde Clínicas Administrativas Operacionais Financeiras Os Focos

Leia mais

Plataforma de Telemedicina para Aplicações de Telemonitoração

Plataforma de Telemedicina para Aplicações de Telemonitoração Plataforma de Telemedicina para Aplicações de Telemonitoração Heloísa Melo Hertzog, Jorge Guedes Silveira Grupo de Pesquisas Avançadas em Redes de Comunicação e Tecnologia da Informação Programa de Pós-Graduação

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DR. JOSÉ DE FILIPPI JR. COORDENADORIA REGIONAL DE SAÚDE SUDESTE DRª KARINA BARROS CALIFE BATISTA SUPERVISÃO TÉCNICA DE

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DR. JOSÉ DE FILIPPI JR. COORDENADORIA REGIONAL DE SAÚDE SUDESTE DRª KARINA BARROS CALIFE BATISTA SUPERVISÃO TÉCNICA DE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DR. JOSÉ DE FILIPPI JR. COORDENADORIA REGIONAL DE SAÚDE SUDESTE DRª KARINA BARROS CALIFE BATISTA SUPERVISÃO TÉCNICA DE SAÚDE PENHA DR. CELSO GALHARDO MONTEIRO SAS SECONCI

Leia mais

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros.

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros. 3 - Introdução 4 - Quais são as métricas para alcançar uma boa ÍNDICE As Métricas Fundamentais da Gestão Hospitalar gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos 11 - Indicadores operacionais 14 - Indicadores

Leia mais

ISSN 18094589 ANO VII Nº 13 - DEZEMBRO DE 2011 P. 79 86

ISSN 18094589 ANO VII Nº 13 - DEZEMBRO DE 2011 P. 79 86 ÁGORA Revista Eletrônica, objetivando a valorização do debate regional contextualizado, promotor de questionamentos e problematizações, almejando transformações sócio-econômicas, atenta às demandas populares

Leia mais

Formação do Médico Paliativista FÓRUM DE CUIDADOS PALIATIVOS CREMERS - 2010

Formação do Médico Paliativista FÓRUM DE CUIDADOS PALIATIVOS CREMERS - 2010 Formação do Médico Paliativista FÓRUM DE CUIDADOS PALIATIVOS CREMERS - 2010 Maria goretti maciel Conselho Consultivo da ANCP Diretora do Serviço de Cuidados Paliativos do HSPE Coordenadora do Programa

Leia mais

CARTILHA DO SISTEMA DE CONFERÊNCIA WEB. Núcleo de Tecnologia da Informação da Comunicação

CARTILHA DO SISTEMA DE CONFERÊNCIA WEB. Núcleo de Tecnologia da Informação da Comunicação CARTILHA DO SISTEMA DE CONFERÊNCIA WEB Núcleo de Tecnologia da Informação da Comunicação 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA UNIPAMPA NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NTIC CARTILHA DO

Leia mais

NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES

NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES Conceitos CONSULTAS Atendimentos sem urgência por ordem de chegada. Não existe dentro do Pronto-Socorro e em nenhum local do hospital prévia marcação de

Leia mais

RAZÕES PARA ADQUIRIR O TECLAN IPACK UNIFIED

RAZÕES PARA ADQUIRIR O TECLAN IPACK UNIFIED Por que adquirir o Teclan IPack Unified? Além de dispor de todos os recursos necessários às operações de telesserviços em uma única suíte, o Teclan IPack Unified proporciona economia nos custos das ligações,

Leia mais

Várias Facilidades, Única Solução.

Várias Facilidades, Única Solução. Várias Facilidades, Única Solução. SEJA BEM VINDO A VEUS TECHNOLOGY! Nossa empresa está empenhada em atender as suas expectativas para os serviços contratados e sempre oferecer inovações. Esta apresentação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE Instituto Nacional de Cardiologia Rio de Janeiro Marisa Santos Instituto Nacional de Cardiologia (INC) Rede própria do Ministério

Leia mais

IMPACTOS DA IMPLANTAÇÃO DO TELECARDIO II: UMA NOVA REALIDADE

IMPACTOS DA IMPLANTAÇÃO DO TELECARDIO II: UMA NOVA REALIDADE ANAIS - I Congresso Norte Mineiro de Medicina de Emergência - Outubro de 2015 Montes Claros, MG. p. 1 IMPACTOS DA IMPLANTAÇÃO DO TELECARDIO II: UMA NOVA REALIDADE LEAL, Lorenna Rabelo Oliveira* LIMA, Thaisa

Leia mais

DoctorClean Controle de Infecção Hospitalar

DoctorClean Controle de Infecção Hospitalar DoctorClean Controle de Infecção Hospitalar Aspectos Técnicos - Especificação Funcional InfoMed Systems Cetarius A solução InfoMed Systems-Cetarius para Serviços de Controle de Infecção Hospitalar promove

Leia mais

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Agenda Introdução Aplicações interativas de TV Digital Desafios de layout e usabilidade Laboratório de usabilidade Desafios

Leia mais

Franquia AMIGO COMPUTADOR

Franquia AMIGO COMPUTADOR Franquia AMIGO COMPUTADOR Grupo Zaiom Artur Hipólito e Marco Imperador, em meados de 2008, criaram o Grupo Zaiom oferecendo aos empreendedores brasileiros um modelo dinâmico, desafiador e de baixo investimento

Leia mais

SPPA - T3000 Automação para Usinas de Geração de Energia

SPPA - T3000 Automação para Usinas de Geração de Energia Siemens Power Generation 2005. All Rights Reserved SPPA - T3000 Automação para Usinas de Geração de Energia Eder Saizaki - Energy Fossil Instrum. e Elétrica A história do SDCD SIEMENS em Plantas de Geração

Leia mais

GLOSSÁRIO ESTATÍSTICO. Este glossário apresenta os termos mais significativos das tabelas do Relatório Estatístico Mensal.

GLOSSÁRIO ESTATÍSTICO. Este glossário apresenta os termos mais significativos das tabelas do Relatório Estatístico Mensal. ANEXO I GLOSSÁRIO ESTATÍSTICO Este glossário apresenta os termos mais significativos das tabelas do Relatório Estatístico Mensal. 1 - MOVIMENTO DE PACIENTES 1.1 - Internação Hospitalar (Portaria MS n 312/02)

Leia mais

Provedor de Digital Signage. Apresentação Comercial. contato@rj21.net www.rj21.net

Provedor de Digital Signage. Apresentação Comercial. contato@rj21.net www.rj21.net Apresentação Comercial contato@rj21.net www.rj21.net O que é Digital Signage? Uma mídia dinâmica e interativa Exibe mensagens digitais em pontos de venda, espaços públicos, transportes, TVs corporativas,

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

Implantação de Rede de Telesaúde para Atenção Primária no Sistema Único de Saúde

Implantação de Rede de Telesaúde para Atenção Primária no Sistema Único de Saúde Implantação de Rede de Telesaúde para Atenção Primária no Sistema Único de Saúde SANTOS, A.F. 1, ALKMIM, M.B.M. 1, MOREIRA JÚNIOR, I.M. 3, SOUZA, C. 2, CARVALHO, O S.F. 5, FIGUEIREDO, R.C.P. 1, MAGALHÃES

Leia mais

Mais recursos para professores. Maior controle para TI.

Mais recursos para professores. Maior controle para TI. Acronus System Mais recursos para professores. Maior controle para TI. Características do produto Controle de hardware Permite desligar a internet, pen drive, teclado, mouse e monitor. Transferência de

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL PARA OS HOSPITAIS DE PEQUENO PORTE PARÂMETROS ASSISTENCIAIS. BASE DE CONSULTA: PORTARIA 1.101, de 12 de junho de 2002.

POLÍTICA NACIONAL PARA OS HOSPITAIS DE PEQUENO PORTE PARÂMETROS ASSISTENCIAIS. BASE DE CONSULTA: PORTARIA 1.101, de 12 de junho de 2002. POLÍTICA NACIONAL PARA OS HOSPITAIS DE PEQUENO PORTE PARÂMETROS ASSISTENCIAIS BASE DE CONSULTA: PORTARIA 1.101, de 12 de junho de 2002. Parâmetros Assistenciais para os HPPs Os parâmetros apresentados

Leia mais

Aplicação de Tecnologias de Informação e Comunicação na Saúde: Experiência do Centro de Telessaúde do Hospital das Clínicas da UFMG

Aplicação de Tecnologias de Informação e Comunicação na Saúde: Experiência do Centro de Telessaúde do Hospital das Clínicas da UFMG Dossiê Informática Pública ano 10 (2): 105-114, 2008 Aplicação de Tecnologias de Informação e Comunicação na Saúde: Experiência do Centro de Telessaúde do Hospital das Clínicas da UFMG Ma r i a Be at r

Leia mais

O Que é Videoconferência e Como Funciona

O Que é Videoconferência e Como Funciona O Que é Videoconferência e Como Funciona Renato M.E. Sabbatini, PhD O objetivo da videoconferência é colocar em contato, através de um sistema de vídeo e áudio, duas ou mais pessoas separadas geograficamente.

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

GESTÃO EM SAÚDE. cuidando de você, onde quer que você esteja!

GESTÃO EM SAÚDE. cuidando de você, onde quer que você esteja! GESTÃO EM SAÚDE cuidando de você, onde quer que você esteja! Editorial Royal Life É com muito orgulho que a Royal Life apresenta ao mercado de emergências médicas a sua frota. São ambulâncias montadas

Leia mais

Integração de exames de holter 24 horas com o Registro Eletrônico de Saúde do paciente.

Integração de exames de holter 24 horas com o Registro Eletrônico de Saúde do paciente. Integração de exames de holter 24 horas com o Registro Eletrônico de Saúde do paciente. Integrating 24 hour Holter examinations with patients electronic medical record Admar Longo Jr. 1, Ramon Alfredo

Leia mais

Sigla do Indicador. TDIHCVC UTI Adulto. TDIHCVC UTI Pediátrica. TDIHCVC UTI Neonatal. TCVC UTI Adulto

Sigla do Indicador. TDIHCVC UTI Adulto. TDIHCVC UTI Pediátrica. TDIHCVC UTI Neonatal. TCVC UTI Adulto Sigla do Indicador Domínio do Indicador Taxa de densidade de incidência de infecção de corrente sanguínea associada a cateter venoso central (CVC) na UTI Adulto TDIHCVC UTI Adulto SEGURANÇA Taxa de densidade

Leia mais

COORDENADOR: PROF. LUIZ F. SALAZAR DISCIPLINA: SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR

COORDENADOR: PROF. LUIZ F. SALAZAR DISCIPLINA: SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR PROCAPE / - CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA ANO: 0 HORÁRIO: 07:30 HS. ( em ponto) COORNADOR: PROF. LUIZ F. SALAZAR DISCIPLINA: SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR 07.0 ª A ANAMNESE EM CARDIOLOGIA SINTOMAS Dr.Luiz

Leia mais

Recuperação de imagens médicas em bases de dados distribuídas

Recuperação de imagens médicas em bases de dados distribuídas Recuperação de imagens médicas em bases de dados distribuídas Vágner Nepumuceno Guimarães Orient.: Paulo Eduardo Ambrósio Introdução O avanço tecnológico vem influenciando cada vez mais na área médica.

Leia mais

SISTEMA INFORMATIZADO DE REGULAÇÃO E AVALIAÇÃO DO SAMU NO ESTADO DE SANTA CATARINA

SISTEMA INFORMATIZADO DE REGULAÇÃO E AVALIAÇÃO DO SAMU NO ESTADO DE SANTA CATARINA Centro de Ciências da Saúde Departamento de Enfermagem GIATE Grupo de Pesquisa em Tecnologias, Informações e Informática em Saúde SISTEMA INFORMATIZADO DE REGULAÇÃO E AVALIAÇÃO DO SAMU NO ESTADO DE SANTA

Leia mais

ANEXO I Descrição dos Cargos

ANEXO I Descrição dos Cargos ANEXO I Descrição dos Cargos DESCRIÇÃO: 1. - Auxiliar de Enfermagem: Prestar cuidados diretos de enfermagem ao paciente, por delegação e sob a supervisão do enfermeiro e do médico. Administrar medicação

Leia mais

Consultório Online Maio 2014

Consultório Online Maio 2014 Consultório Online Maio 2014 O que é? O Consultório Online é uma recurso operacional utilizado diretamente nos consultórios médicos ou prestadores por meio de uma interface web (internet) em conformidade

Leia mais

MUNCÍPIO DE BRASÍLIA DE MINAS MG CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS EDITAL 1/2015 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DOS CARGOS

MUNCÍPIO DE BRASÍLIA DE MINAS MG CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS EDITAL 1/2015 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DOS CARGOS DISTRIBUIÇÃO DAS VAGAS TOTAIS: Total das vagas oferecidas no Concurso Público. GERAIS: Vagas de ampla concorrência. RESERVA: Vaga destinada à pessoa com deficiência (subitem 3.2 do Edital). DO EXIGÊNCIAS

Leia mais

Simple Storage. Storage Orientado ao objeto: Armazenamento de arquivos com a segurança e a economia que sua empresa precisa

Simple Storage. Storage Orientado ao objeto: Armazenamento de arquivos com a segurança e a economia que sua empresa precisa Simple Storage Storage Orientado ao objeto: Armazenamento de arquivos com a segurança e a economia que sua empresa precisa Simple Storage Storage Orientado ao objeto: Armazenamento de arquivos com a segurança

Leia mais

REDES DE ATENDIMENTO NO ESTADO DE SÃO PAULO

REDES DE ATENDIMENTO NO ESTADO DE SÃO PAULO REDES DE ATENDIMENTO NO ESTADO DE SÃO PAULO SANTA CASA SUSTENTÁVEL wpollara@saude.sp.gov.br 3% 97% Km 2 21% Estado de São Paulo 79% BRASIL 33% 67% $ São Paulo 44% da Alta Complexidade Do Brasil + 8.514.876

Leia mais

Uso da Plataforma Moodle para o Desenvolvimento de um Portal de Educação a Distância em Hepatites Virais

Uso da Plataforma Moodle para o Desenvolvimento de um Portal de Educação a Distância em Hepatites Virais Uso da Plataforma Moodle para o Desenvolvimento de um Portal de Educação a Distância em Hepatites Virais Denise de Cássia Moreira Zornoff NEAD.TIS FMB UNESP 2008 Introdução Hepatites virais no Mundo (OMS)

Leia mais

O estado da arte em telemedicina no Brasil

O estado da arte em telemedicina no Brasil O estado da arte em telemedicina no Brasil A experiência da UFMG Humberto José Alves humalves@ufmg.br TELESSAÚDE UFMG OBJETIVOS Pesquisar, desenvolver, implantar e avaliar modelos de atenção à saúde utilizando

Leia mais

Solução Nucleo Media WebTV Profissional Corporativa V 1.8 24/06/2012

Solução Nucleo Media WebTV Profissional Corporativa V 1.8 24/06/2012 Solução Nucleo Media WebTV Profissional Corporativa V 1.8 24/06/2012 COMUNICAÇÃO MULTIPLATAFORMA Oferecemos a solução completa, incluindo software e equipamentos, assessoria de comunicação e canais de

Leia mais

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

Ref.: Consulta Pública Solução Educacional

Ref.: Consulta Pública Solução Educacional Belo Horizonte, 11 de junho de 2013 À Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais Rod. Pref. Américo Gianetti, Serra Verde - Prédio Minas, 11º andar 31.630-900 Belo Horizonte Minas Gerais Ref.: Consulta

Leia mais

WRNP 6 o Workshop RNP ONCONET. Rede Piloto Tele-Saúde em Oncologia Pediátrica. Marcelo Knörich Zuffo mkzuffo@lsi. lsi.usp..usp.br. http://www.

WRNP 6 o Workshop RNP ONCONET. Rede Piloto Tele-Saúde em Oncologia Pediátrica. Marcelo Knörich Zuffo mkzuffo@lsi. lsi.usp..usp.br. http://www. WRNP 6 o Workshop RNP ONCONET Rede Piloto Tele-Saúde em Oncologia Pediátrica 10 de Maio de 2005 Fortaleza Marcelo Knörich Zuffo mkzuffo@lsi lsi.usp..usp.br http://www. ://www.lsi.usp.br/interativos Meios

Leia mais

Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios

Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios Medware Clínicas Sistema de Gerenciamento de Clínicas e Consultórios A Empresa MEDWARE Sistemas Médicos Ltda A Medware Sistemas Médicos é uma empresa de desenvolvimento de sistemas voltada para a criação

Leia mais

INTEGRAÇÃO DOS HOSPITAIS, AMBULATÓRIOS E CENTROS PÚBLICOS DE SAÚDE DO ESTADO COM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE IMAGENS MÉDICAS

INTEGRAÇÃO DOS HOSPITAIS, AMBULATÓRIOS E CENTROS PÚBLICOS DE SAÚDE DO ESTADO COM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE IMAGENS MÉDICAS INTEGRAÇÃO DOS HOSPITAIS, AMBULATÓRIOS E CENTROS PÚBLICOS DE SAÚDE DO ESTADO COM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE IMAGENS MÉDICAS Introdução O objetivo deste trabalho é apresentar um modelo de central de laudos

Leia mais

XXVII Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS RUE

XXVII Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS RUE XXVII Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS RUE Marcos Calvo Secretário de Saúde de Santos A organização da Rede de Atenção às Urgências

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RESSONÂNCIA E TOMOGRAFIA CARDIOVASCULAR

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RESSONÂNCIA E TOMOGRAFIA CARDIOVASCULAR CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RESSONÂNCIA E TOMOGRAFIA CARDIOVASCULAR Coordenadores: Drs. Clerio Azevedo e Marcelo Hadlich 1. Objetivos do Programa Proporcionar, aos pós-graduandos, formação especializada

Leia mais

Departamento de Informática em Saúde Universidade Federal de São Paulo UNIFESP

Departamento de Informática em Saúde Universidade Federal de São Paulo UNIFESP Oficina de Trabalho sobre o Serviço de da Unifesp (Streaming) Paulo Lopes e Tatiana Patricia telemedicina@unifesp.br Setor de Telemedicina Universidade Federal de São Paulo 14 de junho de 2013 Objetivo

Leia mais

Páginas Amarelas como ferramenta para mapeamento do conhecimento tácito

Páginas Amarelas como ferramenta para mapeamento do conhecimento tácito Páginas Amarelas como ferramenta para mapeamento do conhecimento tácito 1. INTRODUÇÃO O setor de energia sofreu, nos últimos anos, importantes modificações que aumentaram sua complexidade. Para trabalhar

Leia mais

Indicadores hospitalares

Indicadores hospitalares Indicadores hospitalares Núcleo de Informação em Saúde de- NIS Hospital das Clínicas - FMUSP Departamento de Medicina Preventiva Faculdade de Medicina USP Hospital das Clinicas - FMUSP Complexo hospitalar

Leia mais