ORÇAMENTO PROGRAMA QUADRO GERAL DA RECEITA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORÇAMENTO PROGRAMA QUADRO GERAL DA RECEITA"

Transcrição

1 CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA EXERCÍCIO DO ESTADO 2016 ORÇA PROGRAMA QUADRO GERAL DA RECEITA 5.2 ORÇA APROVADO , PREVISÃO DA RECEITA , PREVISÃO INICIAL DA RECEITA , RECEITA CORRENTE , RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES , CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS , CONTRIBUIÇÕES , ANUIDADES , Pessoa Física , Pessoa Jurídica , RECEITA PATRIMONIAL , EXPLORAÇÃO DE BENS , RECEITAS IMOBILIARIAS Aluguéis RECEITAS MOBILIARIAS , Correção Monetária Caderneta de Poupança 5.000, Juros Caderneta de Poupança , Correção Monetária Aplicações CDB/RDB 8.000, Juros Aplicações CDB/RDB , Videoteca - DATA DA EMISSÃO 01/10/2015 FOLHA 01/07

2 Outros Rendimentos DIVIDENDOS Dividendos Recebidos RECEITA DE SERVIÇOS , EXPLORAÇÃO DE SERVIÇOS , EMOLUS COM INSCRIÇÕES , Pessoa Física , Pessoa Jurídica , EMOLUS COM EXPEDIÇÕES DE CARTEIRAS , Pessoa Física , EMOLUS COM EXPEDIÇÕES DE CERTIDÕES , Pessoa Física , Pessoa Jurídica , RECEITAS DE EXAME DE SUFICIÊNCIA Pessoa Física RECEITAS DE EXAME DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA (CNAI) Pessoa Física RECEITAS DIVERSAS , Inscrições (Congressos/Convenções/Eventos Similares/Seleções) Stand (Congressos/Convenções/Eventos Similares/Seleções) Cursos , Anúncio Publicitário e Patrocínio Apostilas/Livros/Revistas/Fotocópias Relatórios e Etiquetas 1.000, Receita de Ônus de Sucumbência 2.000, Recuperação com Custos de Cobrança 5.000, Convênio Outras Receitas Diversas 2.000,00 FOLHA 02/07

3 SERVIÇOS FINANCEIROS EMPRÉSTIMOS CONCEDIDOS JUROS E ENCARGOS SOBRE EMPRÉSTIMOS CONCEDIDOS Juros Sobre Empréstimos Encargos Sobre Empréstimos TRANSFERÊNCIAS CORRENTES TRANSFERÊNCIAS INTRAGOVERNAMENTAIS TRANSFERÊNCIAS DE INSTITUIÇÕES PÚBLICAS COTA PARTE DOS CONSELHOS REGIONAIS DE FARMÁCIA Conselho Regional de Farmácia TRANSFERÊNCIAS INTERGOVERNAMENTAIS TRANSFERÊNCIAS DE OUTRAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS TRANSFERÊNCIAS DIVERSAS Transferências ou Auxílios da União Transferências de Outras Entidades Públicas TRANSFERÊNCIAS DE INSTITUIÇÕES PRIVADAS TRANSFERÊNCIAS DE DIVERSAS INSTITUIÇÕES TRANSFERÊNCIA DIVERSAS Tranferências de Entidades Sindicais Transferências de Outras Entidades Privadas TRANSFERÊNCIAS DE PESSOAS FÍSICAS TRANSFERÊNCIAS DE DIVERSAS PESSOAS TRANSFERÊNCIAS DIVERSAS Transferências de Pessoas Físicas TRANSFERÊNCIAS DE CONVÊNIOS TRANSFERÊNCIAS DE DIVERSOS CONVÊNIOS TRANSFERÊNCIAS DIVERSAS Convênios - FOLHA 03/07

4 CÓDIGO E S P E C I F I C A Ç Ã O OUTRAS RECEITAS CORRENTES , MULTAS E JUROS , MULTAS E JUROS DE MORA/CORREÇÃO , Multa por Infração do Art. 24 Lei 3.820/ , Multas de Processos Éticos , Multas Eleitorais Multas sobre Anuidades 5.000, Juros de Mora 3.000, Correção Monetária 2.000, INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 4.000, INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 4.000, Indenizações 2.000, Restituições 2.000, RECEITA DA DÍVIDA ATIVA , RECEITA DA DÍVIDA ATIVA EM FASE ADMINISTRATIVA , Anuidades de Exercícios Anteriores , Multa por Infração do Art. 24 Lei 3.820/ , Multas de Processos Éticos Multas Eleitorais Multas sobre Anuidades 5.000, Juros de Mora 3.000, Correção Monetária 2.000, Débitos Consolidados REFIS Conselho Regional de Farmácia RECEITA DA DÍVIDA ATIVA EM FASE EXECUTIVA , Anuidades de Exercícios Anteriores , Multa por Infração do Art. 24 Lei 3.820/ , Multas de Processos Éticos - FONTES FOLHA 04/07

5 CÓDIGO QUADRO GERAL DA RECEITA E S P E C I F I C A Ç Ã O Multas Eleitorais 5.000, Multas sobre Anuidades 5.000, Juros de Mora 3.000, Correção Monetária 2.000, OUTRAS RECEITAS DIVERSAS 3.000, RECEITAS NÃO IDENTIFICADAS 1.000, Receitas não Identificadas 1.000, RECEITAS DIVERSAS 2.000, Assinatura de Revista Livros Receitas de Exercícios Anteriores Receitas sobre Horas Faltas Receitas Diversas 2.000, RECEITA DE CAPITAL , OPERAÇÕES DE CRÉDITO OPERAÇÕES DE CRÉDITOS INTERNAS OPERAÇÕES DE CRÉDITOS INTERNAS EMPRÉSTIMOS TOMADOS Empréstimos para Despesas de Custeio Empréstimos P/ Aquisição, Constr. E Reforma de Sede ALIENAÇÃO DE BENS , ALIENAÇÃO DE BENS MÓVEIS , EQUIPAS E MATERIAIS PERMANENTES , Veículos , Máquinas e Aparelhos de Escritório Biblioteca e Videoteca Obras de Arte e Decoração Mobiliário em Geral e Utensílios de Escritório - FONTES FOLHA 05/07

6 Aparelhos e Utensílios de Copa e Cozinha Equipamentos de Informática e Periféricos Equipamentos de Áudio, Foto e Vídeo Equipamentos, Ferramentas e Utensílios p/ Oficina Outros Bens Móveis ALIENAÇÕES DE BENS IMÓVEIS ALIENAÇÕES DE BENS IMÓVEIS Prédios, Salas, Casas e Apartamentos Terrenos Outros Bens Imóveis ALIENAÇÕES DE TÍTULOS E AÇÕES ALIENAÇÕES DE TÍTULOS E AÇÕES TÍTULOS DE RENDA Títulos de Renda AÇÕES QUADRO GERAL DA RECEITA Ações AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMO AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉST. A ÓRGÃOS DE FISC DE EXERC AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS DOS CRF'S Conselho Regional de Farmácia OUTRAS AMORTIZAÇÕES EMPREST A ENTIDADES PÚBLICAS AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS CONCEDIDOS Empréstimos para Despesas de Custeio Empréstimos P/ Aquisição, Constr. E Reforma de Sede TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL Transferências Intragovernamentais - - FOLHA 06/07

7 Transferências Intergovernamentais Transferências de Inst. Privadas Transferências de Pessoas Físicas Transferências de Outras Instituições Públicas Transferências de Convênios OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES Indenizações Restituições AMORTIZAÇÃO CARTEIRAS/CÉDULAS A ÓRGÃOS DE FISC DE EXERC AMORTIZAÇÃO DE CARTEIRAS/CÉDULAS DOS CRF'S Conselho Regional de Farmácia - TOTAL DAS RECEITAS ,00 Local e Data, Fortaleza, 01 de outubro de 2015 Ass. Responsável Orçamento Ass. do Presidente FOLHA 07/07

Total 883.647.943,61 Total 883.647.943,61

Total 883.647.943,61 Total 883.647.943,61 Anexo 01 Demonstrativo da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas RECEITA DESPESA RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES RECEITA PATRIMONIAL 2.017.196,11 JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA 0,00 RECEITA

Leia mais

Conselho Regional de Corretores de Imóveis - CRECI / DF SISCONTW - v1.06 Balancete Analítico de Verificação Período: 01/02/2011 a 28/02/2011

Conselho Regional de Corretores de Imóveis - CRECI / DF SISCONTW - v1.06 Balancete Analítico de Verificação Período: 01/02/2011 a 28/02/2011 Folha: 1 2 SISTEMA FINANCEIRO 1.906.387,90D 1.675.420,32 1.499.489,71 2.082.318,51D 2.1 ATIVO FINANCEIRO 2.510.142,26D 661.967,14 609.867,96 2.562.241,44D 2.1.1 DISPONÍVEL 2.505.864,48D 659.552,76 609.805,77

Leia mais

Relatório da Proposta Orçamentária

Relatório da Proposta Orçamentária CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMOVEIS 15 REGIÃO/CE RUA PE. LUIS FIGUEIRAS, 324 FORTALEZA-CE Telefone: (85) 3031-3062 Relatório da Proposta Orçamentária Ano do Exercício: 2016 Número da Conta Descrição

Leia mais

CRO/RJ. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Odontologia CNPJ: 33.947.102/0001-78. Página:1/5. Abono Pecuniário de Férias (10 dias)

CRO/RJ. Comparativo da Despesa Paga. Conselho Regional de Odontologia CNPJ: 33.947.102/0001-78. Página:1/5. Abono Pecuniário de Férias (10 dias) Conselho Regional de Odontologia CNPJ: 33.947.102/0001-78 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 14.622.545,78 505.442,23 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 14.569.359,98 14.065.734,75 14.065.734,75

Leia mais

CRO/PE Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco CNPJ: 11.735.263/0001-65

CRO/PE Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco CNPJ: 11.735.263/0001-65 Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco CNPJ: 11.735.263/0001-65 Balancete Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 4.424.204,80D 1.347.894,06 1.155.995,02 4.616.103,84D 1.1 - ATIVO CIRCULANTE

Leia mais

CRO/PE Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco CNPJ: 11.735.263/0001-65

CRO/PE Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco CNPJ: 11.735.263/0001-65 Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco CNPJ: 11.735.263/0001-65 Balancete Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 4.616.103,84D 823.206,08 747.448,36 4.691.861,56D 1.1 - ATIVO CIRCULANTE 3.851.305,39D

Leia mais

PLANO DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

PLANO DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS 1. 0. 0. 0. 0. 00. 00. 00. 00 - ATIVO 1. 1. 0. 0. 0. 00. 00. 00. 00 - ATIVO CIRCULANTE 1. 1. 1. 0. 0. 00. 00. 00. 00 - CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 1. 1. 1. 1. 0. 00. 00. 00. 00 - CAIXA E EQUIVALENTES

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei nº 8.429/92 e Decreto nº 5.483/05) Declaração de Ingresso Preencher os itens 1, 2, 8, 9, 11 e 12 Declaração

Leia mais

CAU - RN. Comparativo da Receita. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: /

CAU - RN. Comparativo da Receita. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: / Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: 14.829.126/0001-88 Comparativo da RECEITA REALIZADA 1.868.185,06 688.293,65 RECEITA CORRENTE 1.131.994,00-47.897,41 RECEITAS DE

Leia mais

Prefeitura Municipal da Estância Turística de Holambra

Prefeitura Municipal da Estância Turística de Holambra (A prefeitura municipal não repassou os dados referentes às receitas ) 1000.00.00.00 Receitas Correntes 1100.00.00.00 Receita Tributária 1110.00.00.00 Impostos 1112.00.00.00 Impostos s/ Patrimônio e a

Leia mais

ANEXO I - PT/MPS Nº 95, DE 06 DE MARÇO DE 2007 DOU DE 07.03.07 ESTRUTURA DO PLANO DE CONTAS

ANEXO I - PT/MPS Nº 95, DE 06 DE MARÇO DE 2007 DOU DE 07.03.07 ESTRUTURA DO PLANO DE CONTAS CÒDIGO SISTEMA DE CONTA ANEXO I - PT/MPS Nº 95, DE 06 DE MARÇO DE 2007 DOU DE 07.03.07 ESTRUTURA DO PLANO DE CONTAS CONTA 1.0.0.0.0.00.00 ATIVO 1.1.0.0.0.00.00 ATIVO CIRCULANTE 1.1.1.0.0.00.00 DISPONÍVEL

Leia mais

Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público - DCASP

Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público - DCASP Secretaria de Estado da Fazenda Coordenação da Administração Financeira do Estado Divisão de Contabilidade Geral Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público - DCASP III. a) Balanço Orçamentário

Leia mais

PLANO DE CONTAS - RECEITAS - 2011

PLANO DE CONTAS - RECEITAS - 2011 1000.00.00 Receitas Correntes Sintética 1100.00.00 Receita Tributária Sintética 1110.00.00 Impostos Sintética 1112.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e a Renda Sintética 1112.01.00 ITR - Imposto sobre a

Leia mais

TABELA DE COMPATIBILIZAÇÃO DAS FONTES DE RECURSOS VÁLIDO A PARTIR DE 2013

TABELA DE COMPATIBILIZAÇÃO DAS FONTES DE RECURSOS VÁLIDO A PARTIR DE 2013 1000.00.00 Receitas Correntes Sintética 1100.00.00 Receita Tributária Sintética 1110.00.00 Impostos Sintética 1112.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e a Renda Sintética 1112.01.00 ITR - Imposto sobre a

Leia mais

Comparativo da Receita TAXAS PELO EXERCÍCIO DO PODER DE POLICIA ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA. Anotação de Responsabilidade Técnica

Comparativo da Receita TAXAS PELO EXERCÍCIO DO PODER DE POLICIA ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA. Anotação de Responsabilidade Técnica Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 9ª Região CNPJ: 00.577.473/0001-56 Comparativo da RECEITA REALIZADA 2.297.759,00 1.349.249,37 RECEITA CORRENTE 1.567.759,00 619.249,37 RECEITA TRIBUTÁRIA

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 1. CONTEXTO OPERACIONAL O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) foi criado pelo Decreto-Lei nº 9.295/46, com alterações,

Leia mais

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ LEGISLAÇÃO Lei Complementar nº 749, de 2008. Lei Complementar nº 771, de 2009. Lei Complementar nº 856, de 2010. Lei Complementar

Leia mais

TABELA DE CODIFICAÇÃO DAS RECEITAS VÁLIDO A PARTIR DE 2015

TABELA DE CODIFICAÇÃO DAS RECEITAS VÁLIDO A PARTIR DE 2015 1000.00.00 Receitas Correntes Sintética 1100.00.00 Receita Tributária Sintética 1110.00.00 Impostos Sintética 1112.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e a Renda Sintética 1112.01.00 ITR - Imposto sobre a

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Balancete Unidade Gestora

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Balancete Unidade Gestora Balancete 1 ATIVO 12.779.116,51 D 96.339.184,48 D 89.099.911,87 C 49.339.893,30 D 49.924.653,41 C 145.679.077,78 D 139.024.565,28 C 19.433.629,01 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.645.992,11 D 96.309.100,61 D 89.099.911,87

Leia mais

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ LEGISLAÇÃO Lei Complementar nº 749, de 2008. Lei Complementar nº 771, de 2009. Lei Complementar nº 856, de 2010. Lei Complementar

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 05/2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 05/2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 05/2011 Dispõe sobre a padronização dos códigos de receita, despesa, fonte e destinação de recursos para fins de prestação de contas, controle e acompanhamento da execução orçamentária

Leia mais

Serviço Autônomo de Água e Esgoto

Serviço Autônomo de Água e Esgoto 1.0.0.0.0.00.00 Ativo 47.847.241,97 2.918.524,45 2.359.963,02 48.442.859,64 1.1.0.0.0.00.00 Ativo Circulante 4.019.462,20 917.703,39 820.794,61 4.116.370,98 1.1.1.0.0.00.00 Disponível 3.018.543,61 497.836,30

Leia mais

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ LEGISLAÇÃO Lei Complementar nº 749, de 2008. Lei Complementar nº 771, de 2009. Lei Complementar nº 856, de 2010. Lei Complementar

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - PARA Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Novembro / 2012.

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - PARA Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Novembro / 2012. ATIVO Pág. : 1 1 ATIVO 16.611.913,16 1.144.680,78 1.255.841,25 16.500.752,69 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 6.840.495,36 666.073,17 734.945,16 6.771.623,37 D 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 2.134.620,90 384.925,39

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CÓD. 14

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CÓD. 14 1 Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome PROVA DE CONHECIMENTOS

Leia mais

OS MECANISMOS INSTITUCIONAIS DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE DO SISTEMA ECONÔMICO

OS MECANISMOS INSTITUCIONAIS DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE DO SISTEMA ECONÔMICO OS MECANISMOS INSTITUCIONAIS DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE DO SISTEMA ECONÔMICO As Autoridades Econômicas do Brasil se utilizam de diversos INSTRUMENTOS INSTITUCIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E CONTROLE do

Leia mais

Empregado Doméstico Trimestral - NIT/PIS/PASEP - (que recebe até um salário mínimo)

Empregado Doméstico Trimestral - NIT/PIS/PASEP - (que recebe até um salário mínimo) CÓDIGO DE GUIAS GPS Recolhimento Relação de Códigos de Pagamento Código Descrição 1007 Contribuinte Individual - Recolhimento Mensal NIT/PIS/PASEP 1104 Contribuinte Individual - Recolhimento Trimestral

Leia mais

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP:91010-001

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP:91010-001 1 ATIVO 1.01 ATIVO CIRCULANTE 1.01.01 DISPONIBILIDADES 1.01.01.01 CAIXA GERAL 1.01.01.01.01 Caixa Matriz 1.01.01.01.02 Caixa Filiais 1.01.01.02 DEPÓSITOS BANCÁRIOS - NO PAÍS 1.01.01.02.01 Bancos Conta

Leia mais

PLANO DE CONTAS APLICADO AO SETOR PÚBLICO 1.1.1.1.1.01.00 CAIXA D S P F NIS B NENC S N S 1.1.1.1.1.02.00 CONTA ÚNICA D S P F NIS B NENC S N S

PLANO DE CONTAS APLICADO AO SETOR PÚBLICO 1.1.1.1.1.01.00 CAIXA D S P F NIS B NENC S N S 1.1.1.1.1.02.00 CONTA ÚNICA D S P F NIS B NENC S N S NAT. 1.0.0.0.0.00.00 ATIVO N 1.1.0.0.0.00.00 ATIVO CIRCULANTE N 1.1.1.0.0.00.00 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA N 1.1.1.1.0.00.00 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL N 1.1.1.1.1.00.00 CAIXA E

Leia mais

GOVERNO MUNICIPAL DE HORIZONTE 01/03/2010 A 30/04/2010

GOVERNO MUNICIPAL DE HORIZONTE 01/03/2010 A 30/04/2010 GOVERNO MUNICIPAL DE HORIZONTE 01/03/2010 A 30/04/2010 CONSOLIDADO Adendo III Anexo 2, da Lei nº 4320, de 17/03/64. (Portaria SOF nº 8, de 04/02/85) Em R$ 1,00 ASPEC RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS

Leia mais

RELAÇÃO DE CÓDIGOS DE PAGAMENTO

RELAÇÃO DE CÓDIGOS DE PAGAMENTO RELAÇÃO DE CÓDIGOS DE PAGAMENTO Código Descrição 1007 Contribuinte Individual Recolhimento Mensal NIT/PIS/PASEP 1104 Contribuinte Individual Recolhimento Trimestral NIT/PIS/PASEP 1120 Contribuinte Individual

Leia mais

****************************************************( XXXXX )****************************************************

****************************************************( XXXXX )**************************************************** Balancete Analítico de 01/02/2016 até 29/02/2016 Diário:26 Folha: 1 ATIVO - [12439] ATIVO CIRCULANTE - [12446] Disponivel - [12453] Caixa e Equivalentes de caixa - [13311] Caixa - [12467] Caixa Econômica

Leia mais

LEI Nº 002/2006. O PREFEITO MUNICIPAL DE SANTIAGO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, FAZ SABER,

LEI Nº 002/2006. O PREFEITO MUNICIPAL DE SANTIAGO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, FAZ SABER, LEI Nº 002/2006 CRIA O FUNDO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO FUMDUR E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS O PREFEITO MUNICIPAL DE SANTIAGO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município,

Leia mais

BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008

BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008 BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008 CÓDIGO CONTAS ACTIVO ANO ACTIVO BRUTO AMORTIZAÇÃO ACUMULADA ANO-ACTIVO LIQUIDO ANO ANTERIOR 10 01 Caixa e Disponibilidades 70.895,07 70.895,07 114.143,22 12 02 Disponib.à

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM R$ EM R$

BALANÇO PATRIMONIAL EM R$ EM R$ RELATÓRIO DA DIRETORIA Em cumprimento as disposições legais e estatutárias, apraz-nos apresentar para a devida apreciação o Balanço Patrimonial e Demonstrativos Financeiros, relativo ao exercício findo

Leia mais

Proposta de Harmonização Demonstrativo do Resultado Primário dos Estados, DF e Municípios

Proposta de Harmonização Demonstrativo do Resultado Primário dos Estados, DF e Municípios Proposta de Harmonização Demonstrativo do Resultado Primário dos Estados, DF e Municípios Grupo Técnico de Padronização de Relatórios GTREL BRASÍLIA Abril, 2014 Acórdão TCU nº 1.776/2012 Acórdão TCU nº

Leia mais

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES IDENTIFICAÇÃO DO CONTRIBUINTE Nome: CHIANG YING YI Data de Nascimento: 13/07/1974 Título Eleitoral: 281390630116 Houve mudança de endereço? Não Endereço: Rua VER. LUPERCIO DIAS DE CAMPOS Número: 61 BUENO

Leia mais

TCE-RS Ciências Contábeis

TCE-RS Ciências Contábeis TCE-RS Ciências Contábeis Pessoal, vou comentar as questões da prova da área contábil. 46. Considere as seguintes informações extraídas de demonstrativos contábeis do primeiro semestre de 2014 de determinada

Leia mais

ÍNDICE GERAL. CP-cp 1:CP-cp 1.qxd 08-09-2011 15:59 Página 5 1. CONTABILIDADE PÚBLICA... 13

ÍNDICE GERAL. CP-cp 1:CP-cp 1.qxd 08-09-2011 15:59 Página 5 1. CONTABILIDADE PÚBLICA... 13 CP-cp 1:CP-cp 1.qxd 08-09-2011 15:59 Página 5 1. CONTABILIDADE PÚBLICA...................................... 13 1.1 Características......................................... 15 1.2 Princípios contabilísticos..................................

Leia mais

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES IDENTIFICAÇÃO DO CONTRIBUINTE Nome: CHIANG YING YI Data de Nascimento: 13/07/1974 Título Eleitoral: 281390630116 Houve mudança de endereço? Não Endereço: Rua VER. LUPERCIO DIAS DE CAMPOS Número: 61 BUENO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL Emissão: 24/03/16 14:24 Balancete. Folha: 1 Período: 01/01/16 a 31/01/16. Saldo Anterior.

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL Emissão: 24/03/16 14:24 Balancete. Folha: 1 Período: 01/01/16 a 31/01/16. Saldo Anterior. Folha: 1 Débitos Créditos Atual A T I V O ATIVO CIRCULANTE DISPONIVEL Caixa 6.445,20 56.739,37 60.742,77 2.441,80 ** total de DISPONIVEL 6.445,20 56.739,37 60.742,77 2.441,80 BANCOS CONTA MOVIMENTO Banco

Leia mais

INFORMAÇÕES CONCEITUAIS QUANTO AO F100

INFORMAÇÕES CONCEITUAIS QUANTO AO F100 INFORMAÇÕES CONCEITUAIS QUANTO AO F100 Neste bloco serão informadas pela pessoa jurídica, as demais operações geradoras de contribuição ou de crédito, não informadas nos Blocos A, C e D: Onde esta localizado

Leia mais

ALINHAMENTO TÉCNICO E PEDAGÓGICO EM DEMONSTRATIVOS FISCAIS

ALINHAMENTO TÉCNICO E PEDAGÓGICO EM DEMONSTRATIVOS FISCAIS Subsecretaria de Contabilidade Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicada à Federação ALINHAMENTO TÉCNICO E PEDAGÓGICO EM DEMONSTRATIVOS FISCAIS Resultado Primário e Resultado Nominal Programa

Leia mais

BALANÇO EM 2014.12.31 BRUTO E PROVISÕES LÍQUIDO LÍQUIDO VALOR VALOR

BALANÇO EM 2014.12.31 BRUTO E PROVISÕES LÍQUIDO LÍQUIDO VALOR VALOR BALANÇO EM 2014.12.31 2014 2013 2014 2013 DESCRIÇÃO ACTIVO AMORTIZAÇÕES ACTIVO ACTIVO DESCRIÇÃO BRUTO E PROVISÕES LÍQUIDO LÍQUIDO VALOR VALOR IMOBILIZAÇÕES FUNDOS CORPÓREAS - Jóias 19 031,21 18 891,21

Leia mais

CONTA DE EXPLORAÇÃO PREVISIONAL 2011 MOEDA: EUROS ( ) CONTA CUSTOS E PERDAS Valores em milhares - euros 61 61611 CUSTO MERCADORIAS VEND. MAT. CONSUMIDAS Géneros Alimentares... 420.965 6162141 Material

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro Plano de Contas 01 a 31 de Janeiro de 2015 Folha: 1 Camara Municipal de Tangua. Unidade Gestora: CÂMARA MUNICIPAL DE TANGUÁ

Estado do Rio de Janeiro Plano de Contas 01 a 31 de Janeiro de 2015 Folha: 1 Camara Municipal de Tangua. Unidade Gestora: CÂMARA MUNICIPAL DE TANGUÁ Estado do Rio de Janeiro Plano de Contas 01 a 31 de Janeiro de 2015 Folha: 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO 188.517,84D 249.103,95 163.587,81 274.033,98D 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE 22.816,55D

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - PORTO SEGURO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - PORTO SEGURO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

V - LISTA DE CONTAS PARAMETRIZADA CLASSE 3 - RECURSOS ALHEIOS 30 - RECURSOS DE INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO NO PAÍS

V - LISTA DE CONTAS PARAMETRIZADA CLASSE 3 - RECURSOS ALHEIOS 30 - RECURSOS DE INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO NO PAÍS Anexo à Instrução nº 4/96 V - LISTA DE CONTAS PARAMETRIZADA CLASSE 3 - RECURSOS ALHEIOS TABELAS 30 - RECURSOS DE INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO NO PAÍS 300 - Banco de Portugal 3000 - Mercado monetário interbancário

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2015 Folha: 1 Camara Municipal de Tangua. Unidade Gestora: CÂMARA MUNICIPAL DE TANGUÁ

Estado do Rio de Janeiro Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2015 Folha: 1 Camara Municipal de Tangua. Unidade Gestora: CÂMARA MUNICIPAL DE TANGUÁ Estado do Rio de Janeiro Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2015 Folha: 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO 274.420,11D 306.106,05 284.589,88 295.936,28D 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE 108.718,82D

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DA MULHER

SECRETARIA MUNICIPAL DA MULHER SECRETARIA MUNICIPAL DA MULHER LEGISLAÇÃO: Lei Municipal nº 8.834 de 01/07/2002 e Decreto nº 525 de 09/08/2002. ATRIBUIÇÕES: 1500 - SECRETARIA MUNICIPAL DA MULHER Compete propor, coordenar e acompanhar

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00867-2 LA FONTE PARTICIPAÇÕES S/A 60.543.816/0001-93 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00867-2 LA FONTE PARTICIPAÇÕES S/A 60.543.816/0001-93 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/26 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Livro Razão. Conselho Regional de Odontologia de Rondônia CNPJ: 05.896.444/0001-70. Período: 01/01/2014 a 31/01/2014. Página:1/91

Livro Razão. Conselho Regional de Odontologia de Rondônia CNPJ: 05.896.444/0001-70. Período: 01/01/2014 a 31/01/2014. Página:1/91 CNPJ: 05.896.444/0001-70 Período: 01/01/2014 a 1.1.1.1.1.02.01 - Banco Brasil S/A - C/C 31.589-3 9.958,33D 282 Transferencias Financeiras a Cielo, boleto N.º 104.128.099 60,89 60,89 10.019,22D 06/01/2014

Leia mais

Valores expressos em reais BALANÇO PATRIMONIAL

Valores expressos em reais BALANÇO PATRIMONIAL CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO CNPJ 63.002.141/0001-63 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS RELATIVAS AO EXERCÍCIO SOCIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 Valores expressos em reais BALANÇO PATRIMONIAL

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS CEMITÉRIOS E SERVIÇOS FUNERÁRIOS DE LONDRINA - ACESF

ADMINISTRAÇÃO DOS CEMITÉRIOS E SERVIÇOS FUNERÁRIOS DE LONDRINA - ACESF ADMINISTRAÇÃO DOS CEMITÉRIOS E SERVIÇOS FUNERÁRIOS DE LONDRINA - ACESF LEGISLAÇÃO: Leis Municipais nº 2.837 de 01/12/1977, nº 8.834 de 01/07/2002 e Decreto nº 792 de 19/12/2002. ATRIBUIÇÕES: 20 - ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

ROSSI RESIDENCIAL S. A. COMENTÁRIOS SOBRE O DESEMPENHO CONSOLIDADO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2.003

ROSSI RESIDENCIAL S. A. COMENTÁRIOS SOBRE O DESEMPENHO CONSOLIDADO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2.003 ROSSI RESIDENCIAL S. A. COMENTÁRIOS SOBRE O DESEMPENHO CONSOLIDADO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2.003 PRODUTOS, LANÇAMENTOS E PERFORMANCE COMERCIAL: Durante o primeiro trimestre de 2003, a Rossi Residencial

Leia mais

Siglas deste documento:

Siglas deste documento: O CAUC possui 13 itens a serem observados para a efetivação de uma transferência voluntária. Veja adiante a legislação relativa a cada um desses itens. Siglas deste documento: CADIN Cadastro Informativo

Leia mais

Orçamento da Segurança Social - 2012 Mapa XIII. Receitas do Sistema de de Protecção Social de Cidadania - Subsistema de Solidariedade

Orçamento da Segurança Social - 2012 Mapa XIII. Receitas do Sistema de de Protecção Social de Cidadania - Subsistema de Solidariedade Receitas do Sistema de de Protecção Social de Cidadania - Subsistema de Solidariedade Receitas Correntes 4.413.043.743,00 04 Taxas multas e Outras penalidades 13.500,00 02 Multas e outras penalidades 13.500,00

Leia mais

03/03/2010 - Quarta-feira. 10/03/2010 - Quarta-feira. 15/03/2010 - Segunda-feira

03/03/2010 - Quarta-feira. 10/03/2010 - Quarta-feira. 15/03/2010 - Segunda-feira Obrigação Histórico Documento/ Formulário Código 03/03/2010 - Quarta-feira Pagamento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos IRRF geradores ocorridos no período de 21/02/10 a 28/02/10,

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Gest ão em Cooper at i vi smo Demonstrações Contábeis Dirceu Granado de Souza Dinâmica Patrimonial Consult & Assess Empresarial www.dinamicapatrimonial.com.br 1 A escrituração contábil e a emissão de relatórios,

Leia mais

AULA 17: Prova Comentada

AULA 17: Prova Comentada AULA 17: Prova Comentada Contabilidade Pública p/ INMETRO 26 Em relação à contabilidade pública, analise as afirmativas. I. A contabilidade aplicada ao setor público é um ramo da ciência contábil que tem

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA 5 REGIÃO - BA, SE Sistema de Contabilidade Relatório de Controle de Projetos 2004 - OBRIGAÇÕES LEGAIS

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA 5 REGIÃO - BA, SE Sistema de Contabilidade Relatório de Controle de Projetos 2004 - OBRIGAÇÕES LEGAIS 8 2004 - OBRIGAÇÕES LEGAIS s Garantir qualidade e confiabilidade nos processos e nos procedimentos do Sistema CFB/CRB Em cumprimento à legislação, os ordenadores de despesa são responsáveis pelo recolhimento

Leia mais

Rotina de Contabilização

Rotina de Contabilização Trata a presente rotina dos procedimentos quanto ao registro de Financiamento Concedido a Mutuários do Sistema Financeiro de Habitação - SFH. Esta Rotina visa padronizar os procedimentos de registro no

Leia mais

1. GPS- CÓDIGOS DE PAGAMENTO

1. GPS- CÓDIGOS DE PAGAMENTO PARTE 1 OBRIGAÇÕES PREVINCIÁRIAS TABELAS PRÁTICAS 1. GPS- CÓDIGOS PAGAMENTO ITEM CÓDIGO RECEITA (GPS) ESPECIFICAÇÃO DA RECEITA 1 1007 Contribuinte Individual - Recolhimento Mensal NIT/PIS/PASEP 2 1104

Leia mais

MAPA I RECEITAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS, POR CLASSIFICAÇÃO ECONÓMICA. [Alínea a) do n.º 1 do artigo 1.º] DESIGNAÇÃO DAS RECEITAS RECEITAS CORRENTES

MAPA I RECEITAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS, POR CLASSIFICAÇÃO ECONÓMICA. [Alínea a) do n.º 1 do artigo 1.º] DESIGNAÇÃO DAS RECEITAS RECEITAS CORRENTES MAPA I RECEITAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS, CLASSIFICAÇÃO ECONÓMICA [Alínea a) do n.º 1 do artigo 1.º] CAPÍ- IMTÂNCIAS EM EUROS GRU CAPÍ RECEITAS CORRENTES 01 IMTOS DIRECTOS 01 Sobre o Rendimento 01 Imposto

Leia mais

SEFAZ/PE. Pessoal, vou comentar as questões da prova.

SEFAZ/PE. Pessoal, vou comentar as questões da prova. SEFAZ/PE Pessoal, vou comentar as questões da prova. 61. Sobre os Princípios de Contabilidade sob a Perspectiva do Setor Público, considere: I. O Princípio da Entidade se afirma, para o ente público, pela

Leia mais

MAPA I RECEITAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS, POR CLASSIFICAÇÃO ECONÓMICA. [Alínea a) do n.º 1 do artigo 1.º] DESIGNAÇÃO DAS RECEITAS

MAPA I RECEITAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS, POR CLASSIFICAÇÃO ECONÓMICA. [Alínea a) do n.º 1 do artigo 1.º] DESIGNAÇÃO DAS RECEITAS MAPA I RECEITAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS, CLASSIFICAÇÃO ECONÓMICA [Alínea a) do n.º 1 do artigo 1.º] CAPÍ- IMTÂNCIAS EM EUROS GRU ARTI CAPÍ RECEITAS CORRENTES 01 IMTOS DIRECTOS 01 Sobre o Rendimento 01

Leia mais

Superintendência de Administração e Finanças - SAF Gerência de Administração e Desenvolvimento de Pessoas - D E C L A R A Ç Ã O

Superintendência de Administração e Finanças - SAF Gerência de Administração e Desenvolvimento de Pessoas - D E C L A R A Ç Ã O Superintendência de Administração e Finanças - SAF Gerência de Administração e Desenvolvimento de Pessoas - D E C L A R A Ç Ã O Eu,, nascido(a) em / /, na cidade de,, filiação e, residente no(a),, portador(a)

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL. GPS - Códigos de Recolhimento

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL. GPS - Códigos de Recolhimento VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL GPS - Códigos de Recolhimento Orientador Empresarial ATO DECLARATÓRIO EXECUTIVO CODAC nº 79/2010 - DOU: 28.10.2010

Leia mais

MODELO DE PLANO DE CONTAS PARA EMPRESAS DE GRANDE PORTE

MODELO DE PLANO DE CONTAS PARA EMPRESAS DE GRANDE PORTE MODELO DE PLANO DE CONTAS PARA EMPRESAS DE GRANDE PORTE Balancete Analítico Trimestral Trimestre Nome da Empresa: Logradouro: Número: Município: Telefone: E-Mail: CNPJ Obs.: prencher somente os campos

Leia mais

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES IDENTIFICAÇÃO DO CONTRIBUINTE Nome: ROBERTO REQUIÃO DE MELLO E SILVA Data de Nascimento: 05/03/1941 Título Eleitoral: 0000087950655 Houve mudança de endereço? Não Um dos declarantes é pessoa com doença

Leia mais

Telefone: 067 3248 1040 Página 1 de 11

Telefone: 067 3248 1040 Página 1 de 11 Página 1 de 11 Criado pela Lei nº 047 de 10 de Setembro de 2013. ED. Nº 482/2015 ANO I I I PARAÍSO DAS ÁGUAS MS, QUARTA-FEIRA, 02 DE DEZEMBRO DE 2015 PODER EXECUTIVO MUNICIPAL Prefeito Municipal Ivan da

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE ELETRO BRÁS TERM ONUCLEAR S.A. CNPJ: 42. 540.2 11/0001-67 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO A T I V O Numerário disponível 15.650 27.050 Aplicações financeiras 104.077 36.869 Concessionárias

Leia mais

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte UNIDADE -

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte UNIDADE - 1.0.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES LEI FEDERAL 4320/1964; LEI MUNICIPAL 1310/1966; LEI FEDERAL 5172/1966; LEI FEDERAL 406/1968; CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1/1988 CONSTITUIÇÃO ESTADUAL 1/1989; LEI MUNICIPAL 1/1990;

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.979/2011 (Publicada no D.O.U. 13 dez. 2011. Seção I, p.224-225) Fixa os valores das anuidades e taxas para o exercício de 2012, revoga as Resoluções CFM

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02221-7 BRASIL INSURANCE PART. E ADM. S.A. 11.721.921/0001-60 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02221-7 BRASIL INSURANCE PART. E ADM. S.A. 11.721.921/0001-60 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

RECEITA PÚBLICA. a) realizam extorsões sobre outros ou deles recebem doações voluntárias;

RECEITA PÚBLICA. a) realizam extorsões sobre outros ou deles recebem doações voluntárias; RECEITA PÚBLICA Conceito Meios de obter receitas Em um sentido amplo, diz-se que todas as entradas nos cofres públicos constituem receitas públicas, resultantes ou independentes da execução orçamentária.

Leia mais

CRESS/RJ - 7ª Região Conselho Regional de Serviço Social CNPJ: 33.673.237/0001-92

CRESS/RJ - 7ª Região Conselho Regional de Serviço Social CNPJ: 33.673.237/0001-92 Conselho Regional de Serviço Social CNPJ: 33.673.237/0001-92 Balanço Patrimonial ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE Especificação CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA CRÉDITOS A CURTO PRAZO Exercício Atual 1.566.424,19

Leia mais

Estado de Santa Catarina PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO OESTE

Estado de Santa Catarina PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO OESTE LEI Nº 832 Anula e/ou reduz dotações do orçamento vigente para suplementação da Reserva de Contingência e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO OESTE: FAÇO saber a todos os habitantes

Leia mais

Avaliação a Distância AD2. Período - 2012/2º. Disciplina: CONTABILIDADE GERAL II. Coordenadora: TEREZA DE JESUS RAMOS DA SILVA

Avaliação a Distância AD2. Período - 2012/2º. Disciplina: CONTABILIDADE GERAL II. Coordenadora: TEREZA DE JESUS RAMOS DA SILVA Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro Avaliação a Distância AD2 Período - 2012/2º Disciplina:

Leia mais

Plano de Contas Despesa Orçamentária

Plano de Contas Despesa Orçamentária 3 DESPESAS CORRENTES 31 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS 3120 TRANSFERÊNCIAS À UNIÃO 312041 CONTRIBUIÇÕES 312092 DESPESAS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES 3130 TRANSFERÊNCIAS A ESTADOS E AO DISTRITO FEDERAL 313041 CONTRIBUIÇÕES

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO Demonstrativo Contábil da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964

PREFEITURA MUNICIPAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO Demonstrativo Contábil da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 (art. 102 da Lei n.º 4.320/1964) DESPESAS Dotação Inicial (d) Demonstrativo Contábil da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 Créditos Adicionais (e) BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS - CONSOLIDADO Dotação

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Monica

Prefeitura Municipal de Santa Monica FINANCEIRO DISPONÍVEL BANCOS CONTA MOVIMENTO BB C/C I.T.R. - 10180-X BB C/C - FDO EXPORTAÇÃO - 2831430 BB C/C - I.P.V.A. - 9352-1 BB C/C - IPI EXPORT- ESTADO - 69981 BB C/C - CEX COMP FIN ESF EXP - 8041-1

Leia mais

GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2005 e de 2004 e parecer dos auditores independentes

GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2005 e de 2004 e parecer dos auditores independentes GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2005 e de 2004 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes Aos Administradores

Leia mais

MUNICÍPIO DE AZAMBUJA Departamento Administrativo e Financeiro

MUNICÍPIO DE AZAMBUJA Departamento Administrativo e Financeiro FLUXOS DE CAIXA 2010 RECEBIMENTOS SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR 3.592.185,57 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL 2.993.241,06 OPERAÇÕES DE TESOURARIA 598.944,51 RECEITAS ORÇAMENTAIS 16.514.477,26 01 IMPOSTOS DIRECTOS 4.236.098,52

Leia mais

Orçamento de Caixa. Prof. Alexandre Silva de Oliveira, Dr.

Orçamento de Caixa. Prof. Alexandre Silva de Oliveira, Dr. Orçamento de Caixa Prof. Alexandre Silva de Oliveira, Dr. Orçamento de Caixa Conceito: - Conjunto de ingressos e desembolsos de numerários ao longo do período - Representação dinâmica da situação financeira

Leia mais

Evolução do Déficit em Transações Correntes: decomposição por principais contas, financiamento e determinantes

Evolução do Déficit em Transações Correntes: decomposição por principais contas, financiamento e determinantes Evolução do Déficit em Transações Correntes: decomposição por principais contas, financiamento e determinantes Francisco Eduardo Pires de Souza (BNDES) e Marcelo Machado Nascimento (BNDES) Exposição na

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Manual de Acesso ao Portal da Transparência do Governo do Estado do Amazonas

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Manual de Acesso ao Portal da Transparência do Governo do Estado do Amazonas Manual de Acesso ao Portal da Transparência do Governo do Estado do Amazonas Senhores usuários o objetivo deste manual é tornar acessível para o público em geral as informações disponibilizadas no Portal

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E URBANISMO

SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E URBANISMO SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E URBANISMO LEGISLAÇÃO Lei Complementar nº 931, de 2012. Lei Complementar nº 937, de 2012. Lei Complementar nº 950, de 2013. CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL Lei

Leia mais

Anexo 11 - Lei 4320 Comparativo da Despesa Autorizada com a Realizada

Anexo 11 - Lei 4320 Comparativo da Despesa Autorizada com a Realizada 01.000.0000.0000 01.031.0000.0000 Comparativo da Despesa com a Página: 1 LEGISLATIVA 19.485.000,00 0,00 19.485.000,00 19.422.000,29 62.999,71 AÇÃO LEGISLATIVA 19.485.000,00 0,00 19.485.000,00 19.422.000,29

Leia mais

Município de Pitanga - PR PAGAMENTO

Município de Pitanga - PR PAGAMENTO Página: 1 / 6 004338 17/05/2013 004338 4018 / 2013 3162 / 2013 002682 C. K. YOKOTA MÓVEIS RUA ALCIONE BASTOS, 1085 Guarapuava / PR ALTO DA XV 04.340.669/0001-83 85065020 63975-3 4230357315 4236245754 4.4.90.52.42.00

Leia mais

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação!

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Para realizar sua contemplação providenciar a documentação solicitada abaixo e levar até uma loja do Magazine Luiza ou representação autorizada

Leia mais

Relatório de Endividamento e Disponibilidades

Relatório de Endividamento e Disponibilidades Relatório de Endividamento e Disponibilidades Dezembro 2014 DMAG DMAG DFP DFP DPCO DPCO ÍNDICE Endividamento 3 Capital em Dívida de Empréstimos 4 Evolução Mensal da Liquidez do Município 6 Evolução da

Leia mais

Município de Carlópolis - PR LIQUIDAÇÃO

Município de Carlópolis - PR LIQUIDAÇÃO LIQUAÇÃO Página: 1 / 30 Empenho Nº 002790 002806 0102 - MANUT.E CONSERV.DE ESTRADAS E VIAS BATISTA & CAMILO LTDA RDV BR 153 - KM 40, 01 Santo Antônio da Platina / PR TREVO DA PLATINA 86430-000 187924-3

Leia mais

PROFESSOR DOCENTE I - CONTABILIDADE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. Com base nas informações abaixo, responda às questões de nº 26 a 30.

PROFESSOR DOCENTE I - CONTABILIDADE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. Com base nas informações abaixo, responda às questões de nº 26 a 30. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Com base nas informações abaixo, responda às questões de nº 26 a 30. ELEMENTOS DE GASTOS VALOR EM R$ Matéria-prima consumida 10.000 Aluguel da loja comercial 5.000 Energia da

Leia mais

Companhia de Serviço de Água, Esgoto e Resíduos de Guaratinguetá Rua Xavantes, 1.880 - Jd. Aeroporto - 12512-010 CNPJ: 09.134.

Companhia de Serviço de Água, Esgoto e Resíduos de Guaratinguetá Rua Xavantes, 1.880 - Jd. Aeroporto - 12512-010 CNPJ: 09.134. Demonstrativo da Execução da Liquidada Paga a 1.1.4.01.000000 Impostos a Recuperar 566,12 1.039,33 1.1.4.01.000002 IRPJ a Recuperar (0023-6) 1.1.4.01.000003 CSLL a Recuperar (0024-1) 1.1.4.01.000004 COFINS

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Plano de Saúde, Serviços Hospitalares e Farmacêuticos BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS RGPS - CFF

Comparativo da Despesa Paga. Plano de Saúde, Serviços Hospitalares e Farmacêuticos BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS RGPS - CFF CONSELHO REGIONAL DE FARMACIA DO AMAPA CNPJ: 12.967.467/0001-94 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 1.066.322,00 986.698,34 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESAS CORRENTES 804.332,00 724.708,34 PESSOAL

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA NAS FREGUESIAS DA REGIÃO CENTRO. A cooperação técnica e financeira entre a CCDRC e as Freguesias da Região Centro.

GESTÃO FINANCEIRA NAS FREGUESIAS DA REGIÃO CENTRO. A cooperação técnica e financeira entre a CCDRC e as Freguesias da Região Centro. GESTÃO FINANCEIRA A cooperação técnica e financeira entre a CCDRC e as Freguesias da Região Centro NAS FREGUESIAS DA REGIÃO CENTRO CCDRCentro 2011 Matriz da acção de formação O MODELO FINANCEIRO DAS FREGUESIAS

Leia mais

339039 Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Jurídica Total do Localizador Físico Servidor capacitado (Unidade)

339039 Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Jurídica Total do Localizador Físico Servidor capacitado (Unidade) Orçamento 1 Poder Legislativo Esfera/Programa/Acão/Localizador/NatDesp Função Subfunção/Fonte 1 01101 ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO AMAZONAS 3168 CAPACITAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO 2002 Capacitação

Leia mais

Página: 1 de 8 23/01/2015 14:47

Página: 1 de 8 23/01/2015 14:47 Página: 1 de 8 1-RECEITAS DE IMPOSTOS RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS (caput do art. 212 da Constituição) PREVISÃO PREVISÃO 4.563.250,00 4.563.250,00 1.072.219,54 5.951.109,36 130,41 1.1-Receita Resultante

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2011 BALANÇO 5. Divisão Administrativa, Financeira e de Apoio ao Cidadão daf@cm-cinfaes.pt 5

RELATÓRIO DE GESTÃO 2011 BALANÇO 5. Divisão Administrativa, Financeira e de Apoio ao Cidadão daf@cm-cinfaes.pt 5 BALANÇO 5 Divisão Administrativa, Financeira e de Apoio ao Cidadão daf@cm-cinfaes.pt 5 BALANÇO FINAL MUNICÍPIO DE CINFÃES CÓDIGO DAS CONTAS ACTIVO EXERCÍCIOS 2011 2010 AB A/P AL AL Imobilizado: Bens de

Leia mais