Ensino Fundamental II 7º, 8º e 9º anos 2016

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ensino Fundamental II 7º, 8º e 9º anos 2016"

Transcrição

1 Ensino Fundamental II 7º, 8º e 9º anos 2016

2 Equipe Pedagógica Direção Pedagógica - Verinha Affonseca - Mariana Guaraná - Cintia Areno Coordenação Pedagógica - Leandro Rubino - Patrícia Iser Orientação Educacional - Thaísa Maia

3 Rotina Assiduidade e pontualidade às aulas; Cumprir o calendário; 6 tempos de 45. Vestir- se devidamente uniformizado. São proibidos: chicletes, celulares, objetos ou substâncias de manejo perigoso.

4 Comunicados Os responsáveis receberão através de o acompanhamento pedagógico referentes à: Falta de dever de casa Falta de material (livro, caderno, jaleco, etc) Conduta inadequada As retiradas de sala serão feitas com formulário de acompanhamento pedagógico

5 Orientação Educacional Compromissos, direitos e deveres, regras e atitudes. Rotina de estudo, organização Representantes de turma e suas funções. Monitoria (semana de provas).

6 Sistema de avaliação Avaliação Qualitativa: Resultado do acompanhamento diário do trabalho do aluno (atitude, participação, responsabilidade no cumprimento de tarefas, organização...). Essa avaliação qualitativa terá reflexo nos conselhos de classe e na reunião com os pais.

7 Avaliação Quantitativa: Sistema de avaliação Teste + avaliações diversificadas (trabalhos de casa, de aula, cópia, participação em aula, trabalhos em grupo...) = 40% da nota bimestral. Prova bimestral = 60% da nota bimestral.

8 AVALIAÇÕES VALOR TOTAL NA MÉDIA TESTE 10,0 PONTOS 2,0 PONTOS AD 10,0 PONTOS 2,0 PONTOS PROVA 10,0 PONTOS 6,0 PONTOS 2,0 pontos das AD s são para o caderno.

9 Entendendo o sistema de avaliação O sistema de avaliação escolar é constituído de 4 notas bimestrais, Recuperação Parcial e Recuperação Final. Média Semestral (MS) MS = [(2 x B1) + (3 x B2)]: 5 Recuperação Parcial (RP), opcional, a ser aplicada no início do segundo semestre (sem 2º chamada).

10 O Resultado Semestral (RS) RS = [(6 x MS) + (4 x RP)]: 10 Este resultado (RS) tem 7,0 (sete) como grau máximo. Média Anual (MA) MA = [(5 x RS) + (2 x B3) + (3 x B4)]: 10 Recuperação Final MF= {[(6 x MA) + (4 x RF)]:10} 5,0 Média Anual (MA) de 3,0 a 6,99 fará prova de Recuperação.

11 Justificar a falta. Prova de segunda chamada Realizadas após a semana de provas no contra turno. A matéria desta prova é a do bimestre. Não há uma 3ª chamada.

12 Simulando algumas situações: Simulação 1 1º Bim: 6,0 2º Bim: 3,0 MS = 4,2 MS: média semestral RP: recuperação parcial RS: resultado semestral Hipótese: RP = 7,0 RS = 5,32

13 Simulação 2 1º Bim: 3,0 2º Bim: 6,0 MS = 4,8 MS: média semestral RP: recuperação parcial RS: resultado semestral Hipótese: RP = 8,0 RS = 6,08

14 Trabalho de campo No FII os alunos passam a se deparar com questões cada vez mais complexas, que exigem um posicionamento crítico, ético e reflexivo. Para tanto, os alunos devem amadurecer emocional e intelectualmente. É um instrumento didático que tem sido amplamente utilizado na Escola Nova. Relaciona os temas estudados em sala com o que ocorre fora dela. A proposta é associar teoria e prática.

15 Viagens 6º ano: Itatiaia (5, 6 e 7 de julho) 7º ano: Região dos lagos (21, 22 e 23 de setembro) 8º ano: Tiradentes (5, 6 e 7 de julho) 9 ano: Acampamento (4, 5 e 6 de outubro)

16 Semana literária (interno) Projetos Permanentes Feira de Ciências Orgânicos e Biodinâmicos - 04 de junho Festa Junina - 02 de julho Espaço Lonier Feira Cultural - 01 de outubro Olimpíada escolar (interno) Show de talentos (interno)

17 Projeto de leitura complementar Redação semanal Olimpíada de Matemática (interna e externa OMERJ) Olimpíada brasileira de Astronomia (OBA) Prova de atualidades e conhecimentos gerais Maratona de História Clube do filme Plantão dos professores: (1 e 2 de agosto).

18 Novidades para 2016 LUDZ (6º e 7º anos): Plataforma educacional baseada em jogos matemáticos. - Diagnóstico; sistema adaptativo; de acordo com o currículo; acompanhamento em tempo real.

19 Educação Financeira / Empreendedorismo (7º ano) Atitudes empreendedoras planejamento, resolução de problema Orçamento, oferta e demanda Visão crítica, trabalho em equipe Consumo consciente

20 Novidades para 2016 Aulas temáticas com os tópicos mais importantes de cada disciplina Matemática e Português. Nivelamento de Matemática do 9º ano.

21 Redação: disciplina independente; texto dissertativo em todas as séries no 1º bimestre. Texto dissertativo para as disciplinas de História, Geografia e Ciências (parceria com Redação). Expressões em todas as provas de Matemática Livro de Literatura no 9º ano (o mesmo do EM) Livro de Física e Química no lugar de apostila

Ensino Fundamental II 6 ano 2016

Ensino Fundamental II 6 ano 2016 Ensino Fundamental II 6 ano 2016 Direção Pedagógica - Verinha Affonseca verinha@escolanova.com.br - Mariana Guaraná marianaguarana@escolanova.com.br - Cintia Areno cintia@escolanova.com.br Coordenação

Leia mais

Direção Pedagógica Coordenação Pedagógica Orientação Educacional

Direção Pedagógica Coordenação Pedagógica Orientação Educacional 4º ano 2016 Equipe Pedagógica Direção Pedagógica - Verinha Affonseca verinha@escolanova.com.br - Mariana Guaraná marianaguarana@escolanova.com.br - Cintia Areno cintia@escolanova.com.br Coordenação Pedagógica

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Equipe pedagógica: Coordenador: Rubino Auxiliar de coordenação: Patrícia Orientadora educacional: Thaísa Panorama geral do EF II: 6º ano: 4 turmas 7º ano: 3 turmas 8º ano: 3 turmas

Leia mais

Calendário Escolar 2016 6º ao 9ºano do Ensino Fundamental e Ensino Médio 2 Semestre

Calendário Escolar 2016 6º ao 9ºano do Ensino Fundamental e Ensino Médio 2 Semestre Escola Santa Bárbara Calendário Escolar 2016 6º ao 9ºano do e 2 Semestre Tema Gerador: Casa comum, nossa responsabilidade (A mãe Terra) 3 BIMESTRE: (2ª Parte) Tema: Um planeta contraditório (antangônico):

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS - 2016 2º ano A. CALENDÁRIO DE PROVAS - 2016 3º ano A

CALENDÁRIO DE PROVAS - 2016 2º ano A. CALENDÁRIO DE PROVAS - 2016 3º ano A 2º ano A Português 18/fev 31/mar 05/mai 06/jun 11/ago 08/set 06/out 03/nov História 23/fev 05/abr 10/mai 14/jun 16/ago 13/set 11/out 08/nov Geografia 04/mar 15/abr 20/mai 10/jun 20/ago 16/set 21/out 11/nov

Leia mais

Calendário de provas 1 a e 2 a séries 2016

Calendário de provas 1 a e 2 a séries 2016 15/2 seg 7h15 Início das aulas 17/2 qua 7h15 Maxi Avaliação (diagnóstica) 24/2 qua 7h15 Português (subjetiva) 27/2 sáb 8h Biologia e Inglês (subjetiva) 2/3 qua 7h15 Redação e Arte (subjetiva) 5/3 sáb 8h

Leia mais

Reforço em Matemática. Professora Daniela Eliza Freitas. Disciplina: Matemática

Reforço em Matemática. Professora Daniela Eliza Freitas. Disciplina: Matemática Reforço em Matemática Professora Daniela Eliza Freitas Disciplina: Matemática PROPOSTA PEDAGÓGICA Justificativa: Existe um grande número de alunos que chegam no ensino médio sem saberem a matemática básica

Leia mais

PLANTÃO PROFESSORES ENSINO FUNDAMENTAL II / MÉDIO

PLANTÃO PROFESSORES ENSINO FUNDAMENTAL II / MÉDIO Belo Horizonte novembro de 2015. Prezados Pais e/ ou Responsáveis, Abaixo estão algumas informações referentes aos últimos eventos pedagógicos de seu filho no IEMP. Leia com atenção, e havendo dúvidas,

Leia mais

PORTARIA Nº 078-R, DE 28 DE JUNHO DE 2016. O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe foi conferida pela Lei Nº. 3.

PORTARIA Nº 078-R, DE 28 DE JUNHO DE 2016. O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe foi conferida pela Lei Nº. 3. PORTARIA Nº 078-R, DE 28 DE JUNHO DE 2016. Dispõe sobre o Calendário Escolar/2º semestre letivo 2016 do ensino fundamental e médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos, nas unidades escolares

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 21/2015/ PRG/ UFPB/PROMEB

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 21/2015/ PRG/ UFPB/PROMEB UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 21/2015/ PRG/ UFPB/PROMEB A Pró-Reitoria de Graduação torna público o presente Edital e convida os professores de Licenciaturas da UFPB

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE)

PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) Núcleo de Apoio à Prática Profissional das Licenciaturas CURSOS DE LICENCIATURAS PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Atualizado em 17 jun 2016 5º. PERÍODO 4º. PERÍODO

Leia mais

Admite-se atraso de 10 min, sendo necessário a autorização da Coordenação para o aluno entrar para a sala de aula.

Admite-se atraso de 10 min, sendo necessário a autorização da Coordenação para o aluno entrar para a sala de aula. 1 - HORÁRIOS Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) Início 7h20min Término 11h50min Atrasos - 1º horário Admite-se atraso de 10 min, sendo necessário a autorização da Coordenação para o aluno entrar para a

Leia mais

Curso de Ballet Clássico

Curso de Ballet Clássico Informações da Escola de dança para pais e alunos Curso de Ballet Clássico Baby Class 3 e 4 anos 2 h/aulas por semana de 50 minutos Iniciantes 5 a 6 anos 3 h/aulas por semana de 40 minutos Preparatórios

Leia mais

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. Parecer nº 131/2000-CEDF Processo n.º 030.010231/98 Interessado: Centro Educacional Caiçaras

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. Parecer nº 131/2000-CEDF Processo n.º 030.010231/98 Interessado: Centro Educacional Caiçaras CONLHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL Homologado em 13/7/2000, publicado no DODF, de 17/7/2000, p.9. Portaria nº 147, de 8/8/2000, publicada no DODF nº 152, de 9/8/2000, p. 11. Parecer nº 131/2000-CEDF

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores METODOLOGIA CIENTÍFICA Redes de Computadores Metodologia e Introdução à Pesquisa AULA Inaugural AGENDA EMENTA OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA COMPETÊNCIAS REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

Leia mais

ESCOLA DOMINGOS SÁVIO REGIMENTO ESCOLAR

ESCOLA DOMINGOS SÁVIO REGIMENTO ESCOLAR ESCOLA DOMINGOS SÁVIO REGIMENTO ESCOLAR Título VI Da Organização Pedagógica Capítulo IV Do Sistema de Avaliação Art.61- No Ensino Fundamental a verificação do rendimento escolar compreende a avaliação

Leia mais

DIVISÃO DE NOTAS 1º TRIMESTRE / 2016

DIVISÃO DE NOTAS 1º TRIMESTRE / 2016 Professor (a): Elizangela/ Adriana Componente Curricular: Língua Portuguesa Série: 9º TIPO DE VALOR CONTEÚDO DATA AV1 2,5 - Diferença entre frase, oração e período. - Período composto por subordinação.

Leia mais

RESOLUÇÃO SE Nº 7, DE 19 DE JANEIRO DE 1998. A Secretária da Educação considerando:

RESOLUÇÃO SE Nº 7, DE 19 DE JANEIRO DE 1998. A Secretária da Educação considerando: RESOLUÇÃO SE Nº 7, DE 19 DE JANEIRO DE 1998 Estabelece diretrizes para a reorganização curricular dos cursos de ensino médio da rede estadual de ensino e dá providências correlatas A Secretária da Educação

Leia mais

Funções Assegurar a racionalização, organização e coordenação do trabalho Docente, permitindo ao Professor e Escola um ensino de qualidade, evitando

Funções Assegurar a racionalização, organização e coordenação do trabalho Docente, permitindo ao Professor e Escola um ensino de qualidade, evitando Funções Assegurar a racionalização, organização e coordenação do trabalho Docente, permitindo ao Professor e Escola um ensino de qualidade, evitando a improvisação e a rotina. Explicitar princípios, diretrizes

Leia mais

CAPÍTULO II DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO II DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente instrumento dispõe sobre as normas e procedimentos a serem observados

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Turismo, Hospitalidade e Lazer CURSO: Técnico em Eventos FORMA/GRAU:( X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA

PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA MANUAL DO PROJETO PEDAGÓGICO PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA LICENCIATURA Ribeirão Pires Missão da FIRP Alcançar a oferta e a prática de uma educação solidária, possibilitando

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E TRABALHO Parecer nº 036/09 DET /SEED Curitiba, 29 de

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E TRABALHO Parecer nº 036/09 DET /SEED Curitiba, 29 de SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E TRABALHO Parecer nº 036/09 DET /SEED Curitiba, 29 de Janeiro, de 2009. Protocolo: nº 07.328.702-2 Interessado: Colégio

Leia mais

ÍNDICE GERAL CONCURSOS 2016/2017 - ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO SISTEMA DE ADAPTAÇÃO

ÍNDICE GERAL CONCURSOS 2016/2017 - ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO SISTEMA DE ADAPTAÇÃO Nº 02 - MAIO DE 2016 ÍNDICE GERAL 1 - CONCURSOS 2015/2016 - ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO...pág. 01 2 - SISTEMA DE ADAPTAÇÃO...pág. 01 3 - MONITORIA/2015-6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL A 2ª SÉRIE DO

Leia mais

JANEIRO DE 2016 9 CARNAVAL 10 CARNAVAL 8 CARNAVAL. 27 Diagnóstica. 22 23 24 25 26 Diagnóstica (9º e 1º) Tarde. Manhã

JANEIRO DE 2016 9 CARNAVAL 10 CARNAVAL 8 CARNAVAL. 27 Diagnóstica. 22 23 24 25 26 Diagnóstica (9º e 1º) Tarde. Manhã CALENDÁRIO DO ENSINO MÉDIO OBSERVAÇÃO: SUJEITO A ALTERAÇÕES NO DECORRER DO ANO 2016 JANEIRO DE 2016 1 2 3 4 5 6 7 8 CARNAVAL 9 CARNAVAL 10 CARNAVAL 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 Diagnóstica

Leia mais

AGENDA ESCOLAR II UNIDADE 8º ANO A

AGENDA ESCOLAR II UNIDADE 8º ANO A AGENDA ESCOLAR II UNIDADE 8º ANO A 30/04 (Segunda) PORTUGUÊS Atividade das pp. 84 a 87. (L.P.) HISTÓRIA Pesquise sobre Tiradentes e sua era participação na Inconfidência Mineira. Entregar dia 07/15/12.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA ESCOLA DE MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA ESCOLA DE MATEMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA ESCOLA DE MATEMÁTICA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA O presente

Leia mais

Aula Ensino: planejamento e avaliação. Profª. Ms. Cláudia Benedetti

Aula Ensino: planejamento e avaliação. Profª. Ms. Cláudia Benedetti Aula Ensino: planejamento e avaliação Profª. Ms. Cláudia Benedetti Profa. M.a. Cláudia Benedetti Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1998). Mestre

Leia mais

Curso: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Curriculo: 100-177/13 DISCIPLINAS EM OFERTA 1ºº Semestre de 2016 - NOTURNO

Curso: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Curriculo: 100-177/13 DISCIPLINAS EM OFERTA 1ºº Semestre de 2016 - NOTURNO GR01156 GR01443 GR02648 GR01560 GR02671 GR01195 1º PERÍODO Carga Horária Docentes Biologia Educacional 36.00 Cornelio Schwambach Didática 72.00 Silvia Iuan Lozza Estudo do Homem Contemporâneo - Humanas

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Didática II Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 5º 1 - Ementa (sumário, resumo) Compreensão dos conceitos de competências

Leia mais

Grade Curricular QUÍMICA USP

Grade Curricular QUÍMICA USP Grade Curricular QUÍMICA USP SEMESTRE 1 5910261 Elementos de Cálculo e Aplicações 8 0 8 5910267 Informática Instrumental 5931001 Química Geral Experimental 8 0 8 5931002 Iniciação à Química 8 0 8 5931003

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE

PLANO DE TRABALHO DOCENTE PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1. IDENTIFICAÇÃO DO DOCENTE DOCENTE: NICOLLE MARRA IVANOSKI SIAPE: 2213521 REGIME DE TRABALHO: ( X ) Dedicação Exclusiva ( X ) 40 h ( ) 20 h CONTRATO: ( X ) EFETIVO ( ) TEMPORÁRIO

Leia mais

RESOLUÇÃO N 031, DE 13 DE JUNHO DE 2016

RESOLUÇÃO N 031, DE 13 DE JUNHO DE 2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 031, DE 13 DE JUNHO DE 2016 Aprova o alinhamento da matriz do curso de Ciências Biológicas

Leia mais

Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior Cód. 152900. CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO

Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior Cód. 152900. CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2014/2015 Sendo a avaliação um «processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar

Leia mais

DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO INTRODUÇÃO O curso de Engenharia de Produção da Escola Superior de Tecnologia e Educação de

Leia mais

ERRATA AO EDITAL DA SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 001/2016 SME

ERRATA AO EDITAL DA SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 001/2016 SME ERRATA AO EDITAL DA SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 00/206 SME A PREFEITURA MUNICIPAL DO CABO DE SANTO AGOSTINHO/PE, no uso de suas atribuições, resolve SUPRIMIR o item.0 do Edital da Seleção Pública Simplificada

Leia mais

OLIMPÍADA DO CONHECIMENTO INTERGEO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS, ANOS FINAIS E ENSINO MÉDIO (1ª E 2ª SÉRIES) REGULAMENTO - ESCOLA

OLIMPÍADA DO CONHECIMENTO INTERGEO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS, ANOS FINAIS E ENSINO MÉDIO (1ª E 2ª SÉRIES) REGULAMENTO - ESCOLA OLIMPÍADA DO CONHECIMENTO INTERGEO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS, ANOS FINAIS E ENSINO MÉDIO (1ª E 2ª SÉRIES) REGULAMENTO - ESCOLA Art. 1º Estabelecemos, a partir deste regulamento, a OLIMPÍADA

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Ciências Contábeis

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Ciências Contábeis MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS GRADE 9 Currículo Pleno aprovado pelo Conselho de Curso para o ano de 2013 Cód. Disc. DISCIPLINAS 1º SEMESTRE CRÉD. CH TOTAL TEÓRICA PRÁTICA 3201-1 Matemática

Leia mais

Regimento de Atividades Complementares do Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina.

Regimento de Atividades Complementares do Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina. Regimento de Atividades Complementares do Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina. CAPÍTULO I Das Disposições Iniciais Art.1º - Observando o disposto no Artigo 08º da Resolução

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA Este documento contempla as linhas gerais de orientação, para uniformização

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 1º semestre

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 1º semestre Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Turismo, Hospitalidade e Lazer CURSO: Técnico em Eventos FORMA/GRAU:( )integrado ( X )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 1 ano EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 1 ano EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Informática FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

SIMULADO DO ENEM 2014

SIMULADO DO ENEM 2014 SIMULADO DO ENEM 2014 Para participar do Simulado do Enem 2014 não é necessário agendamento, antes feito pelo professor, para realização das provas. Os alunos participarão de forma independente e de acordo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS RESOLUÇÃO Nº. 69 DE 21 DE JUNHO DE 2012. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº. 32/2012

Leia mais

MARATONA ENEM 2016 REGULAMENTO LOCAL

MARATONA ENEM 2016 REGULAMENTO LOCAL MARATONA ENEM 2016 REGULAMENTO LOCAL O Colégio Londrinense realiza a sua 9ª edição da Maratona Enem, em parceria com o Sistema Anglo de Ensino, no dia 03 de setembro de 2016 das 13h às 17h visando oferecer

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: ADMINISTRAÇÃO MANUAL DO ALUNO. APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres)

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: ADMINISTRAÇÃO MANUAL DO ALUNO. APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres) INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: MANUAL DO ALUNO APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres) SDE SIMULAÇÃO DE ESTRATÉGIA DISCIPLINA-ÂNCORA GESTÃO MERCADOLÓGICA SÃO PAULO

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Tal competência será desenvolvida a partir das seguintes habilidades:

PLANO DE ENSINO. Tal competência será desenvolvida a partir das seguintes habilidades: PLANO DE ENSINO CURSO: Psicologia DISCIPLINA: Técnicas de Entrevista e Observação SÉRIE: 3º período TURNO: Diurno e Noturno CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 horas CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 40 horas PROFESSOR.:

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFRA ESTRUTURA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES FORMA/GRAU:(X)integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE RESOLUÇÃO N o XX/0xx-CONSUP Natal (RN), xx de xx de 0xx. Aprova as Normas relativas à carga horária docente

Leia mais

GRADE CURRICULAR LICENCIATURA EM MATEMÁTICA I MATÉRIAS OBRIGATÓRIAS

GRADE CURRICULAR LICENCIATURA EM MATEMÁTICA I MATÉRIAS OBRIGATÓRIAS GRADE CURRICULAR LICENCIATURA EM MATEMÁTICA MATÉRIAS DISCIPLINA I MATÉRIAS OBRIGATÓRIAS 1. Álgebra - Álgebra Elementar - Álgebra I - Álgebra II - Álgebra Linear - Lógica Matemática - Teoria dos Números

Leia mais

Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n.º 9.394 de 20 de dezembro de 1996

Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n.º 9.394 de 20 de dezembro de 1996 Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional Lei n.º 9.394 de 20 de dezembro de 1996 Tramitação 1988 Promulgação da Constituição Federal 1988 a 1991 Início de discussão do projeto Jorge Hage na Câmara

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA. ANEXO À PORTARIA n 01/2016 - FEG-DTA

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA. ANEXO À PORTARIA n 01/2016 - FEG-DTA 2 JANEIRO ANEXO À PORTARIA n 01/2016 - FEG-DTA 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 1 Feriado - Confraternização Universal 5 Prazo final para entrega de documentos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1ºCICLO INTRODUÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1ºCICLO INTRODUÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1ºCICLO INTRODUÇÃO A avaliação constitui um processo regulador das aprendizagens, orientador do percurso escolar e certificador das diversas aquisições realizadas pelo aluno ao longo

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SEED SUPERINTENDÊNCIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUED CURSO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SEED SUPERINTENDÊNCIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUED CURSO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS Este material foi elaborado como requisito de avaliação final da Oficina de Softwares Educacionais JClic, sob orientação da docente e assessora pedagógica Adriana Regina Perez Rech, da equipe da Coordenação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC DE NOVA ODESSA Código: 234 Município: Nova Odessa Eixo Tecnológico: Segurança Habilitação Profissional: Técnico em Segurança do Trabalho Qualificação:

Leia mais

1º Ciclo. Componentes do currículo Áreas disciplinares de frequência obrigatória (a):

1º Ciclo. Componentes do currículo Áreas disciplinares de frequência obrigatória (a): 1º Ciclo Componentes do currículo Áreas disciplinares de frequência obrigatória (a): Áreas não disciplinares (b): Português Matemática Estudo do Meio Expressões: Artísticas Físico-motoras Área de projeto

Leia mais

AVALIAÇÕES DIVERSIFICADAS: Matemática

AVALIAÇÕES DIVERSIFICADAS: Matemática AVALIAÇÕES DIVERSIFICADAS: Matemática DISCIPLINA: Matemática Data: 07/05/2016 Tema: Projeto Institucional Familiação Objetivo: estimular os estudantes a prática voluntária de solidariedade e dos cuidados

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA

ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA O artigo 8º da RESOLUÇÃO CNE/CES 2, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002 do CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR institui que o projeto pedagógico

Leia mais

PLANO DE AÇÃO. Equipe Pedagógica

PLANO DE AÇÃO. Equipe Pedagógica PLANO DE AÇÃO Equipe Pedagógica I DADOS Estabelecimento: Escola Estadual José Ribas Vidal Ensino Fundamental Município: Campo Largo Núcleo: Área Metropolitana - Sul Pedagogas: Cristiane Rodrigues de Jesus

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas Projeto Curricular de Escola Ensino Secundário - 2011 / 2012. Projeto Curricular. do Ensino Secundário

Escola Básica e Secundária de Velas Projeto Curricular de Escola Ensino Secundário - 2011 / 2012. Projeto Curricular. do Ensino Secundário Projeto Curricular do Ensino Secundário Ano Letivo 2011/2012 1 1- Introdução De acordo com o Decreto -Lei n.º 74/ 2004, de 26 de março, com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei nº 24/2006, de 6

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática

Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática Faculdade de Física Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e comunicação CURSO: Técnico em Informática FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

CMM INTERATIVO CANAL DO APRENDER COMITÊ GESTOR DE ALUNOS 04-06-16

CMM INTERATIVO CANAL DO APRENDER COMITÊ GESTOR DE ALUNOS 04-06-16 CMM INTERATIVO CANAL DO APRENDER COMITÊ GESTOR DE ALUNOS 04-06-16 COMITÊ GESTOR DE ALUNOS Valorizar o protagonismo estudantil; Participar das ações da Escola; Orientar e apoiar os estudantes. PLANO DE

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 912 de 13 de dezembro de 2011.

LEI COMPLEMENTAR Nº 912 de 13 de dezembro de 2011. LEI COMPLEMENTAR Nº 912 de 13 de dezembro de 2011. ANEXO VIII TABELAS DE FORMAS DE AVALIAÇÃO PARA FINS DE CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS PARA EVOLUÇÃO VERTICAL Agente Administrativo funções no cargo; cargo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ CÂMPUS MACAPÁ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ CÂMPUS MACAPÁ RESOLUÇÃO Nº 004 DE 03 DE DEZEMBRO DE 2012 Dispõe sobre a regulamentação das normas para realização do Conselho de Classe no âmbito do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amapá Câmpus

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA. Cinemática, Dinâmica,Trabalho e Energia,Princípios de Conservação (Energia e Momentum).

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA. Cinemática, Dinâmica,Trabalho e Energia,Princípios de Conservação (Energia e Momentum). Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Curso Superior Licenciatura em Matemática CURSO: Matemática FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura (

Leia mais

Resolução UNICASTELO GR/nº 021/CONSUN/2015

Resolução UNICASTELO GR/nº 021/CONSUN/2015 a) atender o disposto no estatuto, regimento e normas internas sobre planejamento e organização interna; RESOLVE: Resolução UNICASTELO GR/nº 021/CONSUN/2015 O Presidente do Conselho Universitário - CONSUN

Leia mais

GUIA DO PROFESSOR SHOW DA QUÍMICA

GUIA DO PROFESSOR SHOW DA QUÍMICA Conteúdos: Tempo: Objetivos: Descrição: Produções Relacionadas: Estudo dos gases Uma aula de 50 minutos SHOW DA QUÍMICA Testar o conhecimento do aluno quanto à teoria dos gases. Os alunos de um colégio

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Resolução nº 001/2012 do Departamento de Educação sobre o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) 2012

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Resolução nº 001/2012 do Departamento de Educação sobre o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) 2012 DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Resolução nº 001/2012 do Departamento de Educação sobre o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) 2012 A coordenação do Departamento de Educação e a Coordenação de Trabalho de Conclusão

Leia mais

Atividades Complementares

Atividades Complementares UNIP Universidade Paulista Engenharia Atividades Complementares O QUE SÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBJETIVOS DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CONTEÚDOS GERAIS PONTUAÇÕES DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ORIENTAÇÕES

Leia mais

COLÉGIO CARLOS BRUNETTI. Rua Hirovo Kaminobo, 1061 A Itaquera São Paulo SP CEP 08260-160 Fone-Fax.: 2521-6086 www.ccbrunetti.com.

COLÉGIO CARLOS BRUNETTI. Rua Hirovo Kaminobo, 1061 A Itaquera São Paulo SP CEP 08260-160 Fone-Fax.: 2521-6086 www.ccbrunetti.com. COLÉGIO COLÉGIO CARLOS BRUNETTI Rua Hirovo Kaminobo, 1061 A Itaquera São Paulo SP CEP 08260-160 Fone-Fax.: 2521-6086 www.ccbrunetti.com.br São Paulo, 02 de fevereiro de 2015. Circular: 001/2015 Assunto:

Leia mais

E D I T A L. I. estiver regularmente matriculado nas Faculdades Integradas Sévigné;

E D I T A L. I. estiver regularmente matriculado nas Faculdades Integradas Sévigné; EDITAL SA N.º 06/2009 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE INSCRIÇÃO PARA A AVALIAÇÃO DE SUFICIÊNCIA E O EXAME DE PROFICIÊNCIA DAS FACULDADES INTEGRADAS SÉVIGNÉ. O Secretário Acadêmico das Faculdades Integradas

Leia mais

Quarta - Feira Data: 11/11/2015 Local: EE Marcílio Dias Rua Ernestina Amadeo Santos, Nº 50 - Vila Alice - Vicente de Carvalho - Guarujá

Quarta - Feira Data: 11/11/2015 Local: EE Marcílio Dias Rua Ernestina Amadeo Santos, Nº 50 - Vila Alice - Vicente de Carvalho - Guarujá Quarta - Feira Data: 11/11/2015 Local: EE Marcílio Dias Rua Ernestina Amadeo Santos, Nº 50 - Vila Alice - Municipío Nome da Escola Data Disciplina Tipo de Série Turno Qtde Aulas 2º Feira 3º Feira 4º Feira

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO Curso: Pedagogia PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Disciplina: Estrutura e Funcionamento da Educação Básica II Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 4º 1 - Ementa (sumário, resumo)

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Gestão Escolar II Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 5º 1 - Ementa (sumário, resumo) Gestão escolar democrática: aspectos

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 2014 / 2015. PORTUGUÊS 5.º e 6.º Anos

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 2014 / 2015. PORTUGUÊS 5.º e 6.º Anos Disciplina: PORTUGUÊS 5.º e 6.º Anos - Responsabilidade: (6%) assiduidade/pontualidade (2%) material (2%) organização do caderno diário (2%) - Comportamento: (5%) cumpre as regras estabelecidas - Empenho/Participação:

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina 0003805A - Metodologia da Pesquisa em Arte

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina 0003805A - Metodologia da Pesquisa em Arte Curso null - null Ênfase Identificação Disciplina 0003805A - Metodologia da Pesquisa em Arte Docente(s) Joedy Luciana Barros Marins Bamonte Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS

PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS PCN - PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS 01. O que são os Parâmetros Curriculares Nacionais? (A) Um documento com leis educacionais. (B) Um livro didático para ser aplicado em sala. (C) Um referencial para

Leia mais

CONCURSO de PARÓDIAS - 2011

CONCURSO de PARÓDIAS - 2011 CONCURSO de PARÓDIAS - 2011 OBJETIVOS Inovar o trabalho com os alunos. Trabalhar a interdisciplinaridade com todo o Ensino Médio. Resgatar as virtudes da nossa sociedade como: carisma, espiritualidade,

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Licenciatura Habilitação: Aluno(a): ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO IDENTIFICAÇÃO DO ALUNO Curso - Habilitação: Nome do(a) Aluno(a): Orientador de Estágio: ESTÁGIO

Leia mais

Professor(es) Apresentador(es): Margareth Alves Leite de Siqueira Bittencourt. Realização:

Professor(es) Apresentador(es): Margareth Alves Leite de Siqueira Bittencourt. Realização: 8 jeitos de mudar o mundo meta 7 dos objetivos do milênio Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente Práticas Experimentais E. E. Alfredo Paulino Sala 3 2ª Sessão Professor(es) Apresentador(es): Margareth

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 01/2016 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 01/2016 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 01/2016 A Coordenação do Curso de Engenharia de Produção da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

TESTE Língua Portuguesa/Inglês 07/03 Matemática 08/03 Geografia/Cidadania 09/03 História 10/03 Ciências/Filosofia 11/03 Redação 18/03

TESTE Língua Portuguesa/Inglês 07/03 Matemática 08/03 Geografia/Cidadania 09/03 História 10/03 Ciências/Filosofia 11/03 Redação 18/03 Salvador, 29 de fevereiro de 2016. Prezado (a) Aluno (a) A avaliação tem uma função prognóstica, a fim de verificar se absorveu todos os conhecimentos e adquiriu as habilidades previstas nos objetivos

Leia mais

REGULAMENTO DOS CONSELHOS DE CLASSE

REGULAMENTO DOS CONSELHOS DE CLASSE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE QUÍMICA DE NILÓPOLIS - RJ REGULAMENTO DOS CONSELHOS DE CLASSE Anexo à Portaria nº 093,

Leia mais

REGIMENTO DA COORDENAÇÃO DO NÚCLEO DE PRÁTICA PROFISSIONAL E EMPREENDEDORISMO (NUPPE)

REGIMENTO DA COORDENAÇÃO DO NÚCLEO DE PRÁTICA PROFISSIONAL E EMPREENDEDORISMO (NUPPE) APROVADO Alterações aprovadas na 30ª reunião do Conselho Superior realizada em 18/12/2015. REGIMENTO DA COORDENAÇÃO DO NÚCLEO DE PRÁTICA PROFISSIONAL E EMPREENDEDORISMO (NUPPE) DA ESTRUTURA Art. 1º - A

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO ESPECIAL DE BOLSAS DESAFIO TOP 35

REGULAMENTO DO CONCURSO ESPECIAL DE BOLSAS DESAFIO TOP 35 REGULAMENTO DO CONCURSO ESPECIAL DE BOLSAS DESAFIO TOP 35 O que é o DESAFIO TOP 35 do Objetivo Guarulhos DESAFIO TOP 35 é um concurso especial para concessão de 35 bolsas de estudos EXCLUSIVAMENTE para

Leia mais

1º E 2º TRIMESTRES/2015 - ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS 1º AO 3º ANO TIPO DE AVALIAÇÃO ATIVIDADES 1 e 2 TRIM. 1ª Prova

1º E 2º TRIMESTRES/2015 - ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS 1º AO 3º ANO TIPO DE AVALIAÇÃO ATIVIDADES 1 e 2 TRIM. 1ª Prova 2 SIS TEMA DE AVALIAÇÃO PADRONIZADO O ano letivo será dividido em 3 trimestres: 1º Trimestre: 30 pontos; 2º Trimestre: 30 pontos; 3º Trimestre: 40 pontos. 1º E 2º TRIMESTRES/2015 - ENSINO FUNDAMENTAL ANOS

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS ALUNOS DO CURSO DE PEDAGOGIA APRESENTAÇÃO Este manual destina-se a todos os alunos do Curso de Pedagogia da Faculdade Tijucussu.

Leia mais

Estrutura curricular da Licenciatura em Educação Básica 2015/2016

Estrutura curricular da Licenciatura em Educação Básica 2015/2016 Estrutura curricular da Licenciatura em Educação Básica 2015/2016 Sigla Obrigatórios Optativos Educação FEG 18 2 Português FAD 30 Matemática FAD 30 5 Estudo do Meio FAD 30 Expressão Físico-Motora FAD 6

Leia mais

19 - Avaliações - Ensino Fundamental II. 16 a 22 - Avaliações - Ensino Fundamental 17 e 18 - Avaliações - Ensino Fundamental II

19 - Avaliações - Ensino Fundamental II. 16 a 22 - Avaliações - Ensino Fundamental 17 e 18 - Avaliações - Ensino Fundamental II CALENDÁRIO ESCOLAR 2016 JANEIRO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 FEVEREIRO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28

Leia mais

Colégio Integrado de Guarulhos

Colégio Integrado de Guarulhos Sob Medida Biologia & Química Geografia & Filosofia História & Sociologia Redação & Literatura Matemática & Física Colégio Integrado de Guarulhos Lista de Material 2016 Ensino Médio 1ª Série MATERIAL DIDÁTICO

Leia mais

CONSIDERANDO as políticas educacionais do Estado da Paraíba e do Governo Federal relativas à melhoria da qualidade e da avaliação do Ensino Médio;

CONSIDERANDO as políticas educacionais do Estado da Paraíba e do Governo Federal relativas à melhoria da qualidade e da avaliação do Ensino Médio; P á g i n a 1 RESOLUÇÃO/UEPB/CONSEPE/087/2016. REGULAMENTA O PROCESSO SELETIVO DE ACESSO AOS S DE GRADUAÇÃO, MODALIDADE PRESENCIAL, NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Presidente

Leia mais

PAAF - PLANO ANUAL DE ATIVIDADES FAINTVISA 2013

PAAF - PLANO ANUAL DE ATIVIDADES FAINTVISA 2013 ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO DIREÇÃO ACADÊMICA - COORDENAÇÃO GERAL DE GRADUAÇÃO ANO DE REFERÊNCIA: PAAF - PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS FACULDADE DE FILOSOFIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS FACULDADE DE FILOSOFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS FACULDADE DE FILOSOFIA REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BACHARELADO EM FILOSOFIA PREÂMBULO Este Regulamento

Leia mais

SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS

SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS Ano letivo 2015-2016 SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS E.B.1/P.E de Ponta do Sol PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2015-2016 Página 1 de 11 Índice 1-Identificação------------------------------------------------------------------------------------------pg.3

Leia mais

Aula 1 Estatística e Probabilidade

Aula 1 Estatística e Probabilidade Aula 1 Estatística e Probabilidade Anamaria Teodora Coelho Rios da Silva Aula 1 Plano de ensino Planejamento das aulas Referências Bibliográficas Atividades de Aprendizagem Orientadas Sistema de Avaliação

Leia mais

Relação de Material 2015 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Relação de Material 2015 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL Relação de Material 2015 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN DISCIPLINA LIVROS / MATERIAIS As OBRAS LITERÁRIAS do 1º Período serão divulgadas no início do ano letivo. LÍNGUA PORTUGUESA

Leia mais

CALENDÁRIO - PED ENSINO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA Grupo 092 - Janeiro/2012

CALENDÁRIO - PED ENSINO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA Grupo 092 - Janeiro/2012 Grupo 85 - CALENDÁRIO - PED ENSINO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA CursoID 422 - GradeID 520 Estrutura do Calendário Antes de utilizar o Calendário do Curso, leia atentamente o Manual do Aluno de EAD para que

Leia mais

COLÉGIO REGINA PACIS Cuidando hoje, transformando sempre.

COLÉGIO REGINA PACIS Cuidando hoje, transformando sempre. COLÉGIO REGINA PACIS Cuidando hoje, transformando sempre. Planejamento da 3ª etapa 9º Ano do Ensino Fundamental II LEIA COM ATENÇÃO! Pontos distribuídos = 35 pontos Média mínima = 21 pontos. Datas de prova

Leia mais

Público Alvo: Critérios de admissão para o curso:

Público Alvo: Critérios de admissão para o curso: A Faculdade AIEC, mantida pela Associação Internacional de Educação Continuada AIEC, iniciou, em 2002, o curso de Bacharelado em Administração, na metodologia semipresencial. Foi pioneira e até hoje é

Leia mais