ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO"

Transcrição

1 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Licenciatura Habilitação: Aluno(a):

2

3 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO IDENTIFICAÇÃO DO ALUNO Curso - Habilitação: Nome do(a) Aluno(a): Orientador de Estágio:

4 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Orientação Geral 1. Definição de Estágio Curricular Supervisionado De acordo com a Lei , de 25 de setembro de 2008, define-se como Estágio o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam freqüentando o ensino regular em instituições de educação superior (Art. 1º). 2. Da exigência do Estágio Curricular Supervisionado O Estágio Curricular Supervisionado caracteriza-se como requisito obrigatório para a obtenção de grau nos cursos de Licenciatura, devendo ser cumprido pelos alunos regularmente matriculados na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Nossa Senhora Aparecida, no decorrer do curso de graduação, fazendo parte do projeto pedagógico do curso, além de integrar o itinerário formativo do educando (Art. 1º 1º). De acordo com a legislação, Estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma (Art. 2º 1º). Portanto, a expedição do diploma de Licenciado fica condicionada ao cumprimento integral da carga horária fixada para o estágio, constante no projeto pedagógico do respectivo curso de Licenciatura. 3. Do funcionamento O Estágio Curricular Supervisionado deverá ser cumprido antes da conclusão do curso, em uma ou mais instituições, sendo facultado ao aluno apresentar uma programação igual ou superior à exigência legal e de acordo com o projeto pedagógico do curso. O estagiário contará com a orientação de um professor da instituição, devidamente designado para tal como Orientador de Estágio, e com a supervisão de um profissional, designado pela instituição concedente do estágio, devidamente habilitado para a função e designado como Supervisor de Estágio. 4. Modalidades São consideradas modalidades desejáveis para o Estágio Curricular Supervisionado, para os cursos de Licenciatura da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, as seguintes:

5 4.1 Estágios de Observação: são destinados a tomada de contato com a realidade educacional, devendo o estagiário, nesta modalidade, perceber e sentir a escola como um todo, especialmente o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem. 4.2 Estágios de Participação: são aqueles que permitirão ao aluno estagiário tomar parte em atividades educacionais, isto é, colaborar, na medida do possível, com os profissionais em exercício. 4.3 Estágios de Regência: são aqueles que darão oportunidades aos alunos estagiários de ministrar aulas das disciplinas da área de concentração, sob a orientação técnica e pedagógica do orientador ou supervisor de estágio e com autorização do professor que permitir esta modalidade em suas aulas. 5. Objetivos do Estágio Curricular Supervisionado conscientizar o aluno estagiário sobre a missão do professor no processo educativo e da escola na comunidade; reconhecer que a ação educativa deve ser planejada e ser capaz de elaborar um plano de ensino; conhecer o campo de sua atuação profissional, através de um relacionamento teóricoprático, dos conhecimentos adquiridos nas diversas disciplinas com a realidade vivencial; e criar condições para que o aluno estagiário se torne capaz de diagnosticar situações e realidades, dando-lhes oportunidades para uma criatividade didática. 6. Carga Horária De acordo com a Legislação, os alunos estão obrigados ao cumprimento de uma carga horária mínima determinada para cada curso ou habilitação. As atividades correspondentes a estas horas serão discriminadas e orientadas pelo Orientador de Estágios. 7. Horário O horário para a realização das atividades do Estágio Curricular Supervisionado é de livre escolha do estagiário, não podendo, contudo, coincidir com o horário de trabalho e de aula do aluno estagiário. De acordo com a legislação, a jornada diária do estagiário não poderá ultrapassar 06 (seis) horas diárias e 30 (trinta) horas semanais, no caso de estudantes do ensino superior (Art. 10 inciso II).

6 8. Termo de Compromisso de Estágio Curricular Supervisionado O aluno estagiário deverá, previamente, certificar-se com segurança em que estabelecimento(s) irá realizar o Estágio Curricular Supervisionado para, em seguida, preencher corretamente o termo de compromisso solicitando a realização do estágio Formalidades essenciais dos documentos Não será recebido o Caderno de Estágio que deixar de constar: - a assinatura do professor e diretor com respectivo carimbo da escola em que estagiou na ficha de registro (ANEXO A); - a assinatura do diretor e respectivo carimbo nos atestados (ANEXO I); - relatórios, avaliações e auto-avaliação, devidamente preenchidos e assinados pelo estagiário (ANEXOS C, D, E, F, G e H) e - quaisquer outras que forem exigidas pelo Orientador de Estágio. 9. Cronograma de Atividades A realização do Estágio Curricular Supervisionado importará no cumprimento das atividades estabelecidas pelo Orientador de Estágio, obedecidos rigorosamente os prazos fixados através de instruções expedidas. 10. Avaliação A avaliação do Estágio Curricular Supervisionado será feita pelo(a) Orientador(a) de Estágio que, para isso, levará em consideração todos os aspectos e as formalidades relacionadas com as atividades do estágio. Não será recebido o Caderno de Estágio em que constar rasura, que não estiver devidamente preenchido e que deixar de constar as devidas assinaturas e carimbos, além dos seguintes componentes: - ficha de Registro de Estágio (ANEXO A); - ficha de Plano de Aula para Estágio de Regência (ANEXO B); - relatórios de observação referentes às aulas (ANEXO C); - relatório de observação referente à Instituição (ANEXO D); - avaliação do Estágio de Observação (ANEXO E);

7 - avaliação do Estágio de Participação (ANEXO F); - avaliação de estágio de regência (ANEXO G); - auto-avaliação (ANEXO H); - Atestado de cumprimento do Estágio Curricular Supervisionado (ANEXO I); e - Declaração de APROVAÇÃO no Estágio Curricular Supervisionado (ANEXO J). 10. Disposições Finais Todas as questões relacionadas ao Estágio Curricular Supervisionado estão a cargo do Orientador de Estágios, devendo ser, a este, submetidos.

8 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Instituição de Ensino: Endereço: Fone: Diretoria de Ensino: Diretor(a) da Instituição: Supervisor de Estágio na Instituição: Nível de Ensino: Período Semestre/Ano:

9 ANEXO A Registro de Estágio ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação: Supervisor(a) de Estágio: Data de Início: / / Término: / / Nome da Instituição: Diretoria de Ensino: Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

10 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

11 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

12 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Assinatura do Diretor e carimbo da Instituição Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

13 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO A Registro de Estágio Estagiário(a): Curso/Habilitação: Supervisor(a) de Estágio: Data de Início: / / Término: / / Nome da Instituição: Diretoria de Ensino: Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

14 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

15 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

16 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Assinatura do Diretor e carimbo da Instituição Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

17 ANEXO B Plano de Aula para Estágio de Regência ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação Orientador de Estágio: Supervisor de Estágio: Instituição de Ensino: Diretoria de Ensino: Componente Curricular: Turma: Ensino: Data: / / CONTEÚDO OBJETIVO ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO

18 ANEXO B Plano de Aula para Estágio de Regência ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação Orientador de Estágio: Supervisor de Estágio: Instituição de Ensino: Diretoria de Ensino: Componente Curricular: Turma: Ensino: Data: / / CONTEÚDO OBJETIVO ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO

19 ANEXO B Plano de Aula para Estágio de Regência ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação Orientador de Estágio: Supervisor de Estágio: Instituição de Ensino: Diretoria de Ensino: Componente Curricular: Turma: Ensino: Data: / / CONTEÚDO OBJETIVO ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO

20 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

21 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

22 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

23 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

24 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

25 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

26 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

27 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

28 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

29 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

30 ANEXO D Relatório de Observação referente à Instituição 1. Nome da Instituição: 2. Endereço: Fone: ( ) 3. Diretoria de Ensino: 4. Diretor(a): O estagiário deverá relatar dados observados na Instituição de Ensino onde realizou as atividades de Estágio Curricular Supervisionado, quanto à comunidade onde está inserida, perfil do cidadão a ser formado, papel da escola na comunidade, proposta pedagógica da escola, sistema e critério de avaliação e recuperação, Conselho de Classe, recursos humanos, assistência pedagógica ao aluno, entidade mantenedora, estrutura da escola, existência e funcionamento de associações e grêmios, modalidades de ensino e horário de funcionamento, além de outras observações que considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

31 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO E Avaliação do Estágio de Observação 1. Instituição de Ensino: 2. Diretoria de Ensino: 3. Componente curricular: Nível de Ensino: 4. Estágio - Início: / / Término: / / O estagiário deverá avaliar o período de Estágio Curricular Supervisionado, na modalidade Observação, quanto ao planejamento, conteúdo e metodologia das aulas, além de coerência entre a teoria estudada e prática observada; quanto à execução das aulas, devem ser avaliadas: quantidade e qualidade do conteúdo, motivação, técnica, material didático, aprendizagem, participação dos alunos e avaliação. Quanto às atitudes do(a) professor(a), devese avaliar: apresentação, utilização da voz e linguagem, domínio da classe e do conhecimento. Quanto aos alunos, a avaliação deve se referir a: respeito, relação professor-aluno e aluno-aluno, disciplina, desempenho, interesse e participação. Além dos dados solicitados, o estagiário tem liberdade de avaliar outros quesitos que considerar relevantes.

32 Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a) ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

33 ANEXO F Avaliação do Estágio de Participação 1. Instituição: 2. Diretoria de Ensino: Nível de Ensino: 3. Estágio de Participação - Início: / / Término: / / 4. Componente curricular: O estagiário deverá avaliar o estágio de Participação, quanto ao tipo de participação efetivada, a forma como foi recebido, orientações recebidas pelo professor responsável e/ou supervisor, a relevância da participação para sua formação profissional, o relato das atividades realizadas e outras considerações que considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a)

34 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO G Avaliação de Estágio de Regência Apresente seu parecer sobre o estágio de Regência, quanto a: receptividade na escola, coerência entre a teoria estudada e a prática realizada (planejamento, execução, metodologia, disciplina, aproveitamento dos alunos, avaliação etc.), dificuldades encontradas e alternativas buscadas para sanar essas dificuldades, aproveitamento para a sua formação profissional, além de outras considerações e reflexões. Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a)

35 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO H Auto Avaliação Inicie o processo de auto-avaliação, fazendo uma reflexão sobre a importância dos trabalhos realizados em seu processo formativo, a partir dos referenciais teóricos estudados e sua observação prática durante o estágio. Em seguida, redija sua auto-avaliação, considerando sua atuação no campo de estágio, seu relacionamento com os profissionais atuantes em seu campo de estágio, a relevância de cada modalidade efetivada para sua formação profissional, a aplicabilidade dos referenciais teóricos para a prática profissional cotidiana, suas expectativas para sua área de atuação, além de outras considerações que considerar relevantes. Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a)

36 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO I Atestado de cumprimento de Estágio Curricular Supervisionado Atesto para os devidos fins, que o(a) aluno(a): R.G: do curso de, compareceu a esta instituição de ensino, cumprindo um total de horas de Estágio Curricular Supervisionado no Ensino entre o período de / / a / /. Assinatura e Carimbo do (a) Diretor (a) Atesto para os devidos fins, que o(a) aluno(a): R.G: do curso de, compareceu a esta instituição de ensino, cumprindo um total de horas de Estágio Curricular Supervisionado no Ensino entre o período de / / a / /. Assinatura e Carimbo do (a) Diretor (a)

37 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO J Declaração de APROVAÇÃO SEMESTRAL no Estágio Curricular Supervisionado Declaro, para os devidos fins a que se refere, que, RG, aluno(a) regular do curso habilitação: apresentou nesta data, seu Caderno de Estágio Curricular Supervisionado, devidamente preenchido e em tempo hábil, tendo cumprido seu estágio nas Instituições discriminadas a seguir: Nome da Instituição Carga Horária Cumprida Nível de Ensino Habilitação CARGA HORÁRIA TOTAL: Declaro, ainda, que o(a) aluno(a) cumpriu os objetivos propostos, tendo sido considerado APROVADO no Estágio Curricular Supervisionado, referente ao semestre do curso de. Por ser verdade firmo a presente. Data: / / Assinatura e carimbo do(a) Orientador(a) de Estágio ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

38 Instituição de Ensino: Endereço: Fone: Diretoria de Ensino: Diretor(a) da Instituição: Supervisor de Estágio na Instituição: Nível de Ensino: Período Semestre/Ano:

39 ANEXO A Registro de Estágio ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação: Supervisor(a) de Estágio: Data de Início: / / Término: / / Nome da Instituição: Diretoria de Ensino: Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

40 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

41 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

42 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Assinatura do Diretor e carimbo da Instituição Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

43 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO A Registro de Estágio Estagiário(a): Curso/Habilitação: Supervisor(a) de Estágio: Data de Início: / / Término: / / Nome da Instituição: Diretoria de Ensino: Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

44 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

45 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

46 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Assinatura do Diretor e carimbo da Instituição Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

47 ANEXO B Plano de Aula para Estágio de Regência ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação Orientador de Estágio: Supervisor de Estágio: Instituição de Ensino: Diretoria de Ensino: Componente Curricular: Turma: Ensino: Data: / / CONTEÚDO OBJETIVO ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO

48 ANEXO B Plano de Aula para Estágio de Regência ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação Orientador de Estágio: Supervisor de Estágio: Instituição de Ensino: Diretoria de Ensino: Componente Curricular: Turma: Ensino: Data: / / CONTEÚDO OBJETIVO ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO

49 ANEXO B Plano de Aula para Estágio de Regência ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação Orientador de Estágio: Supervisor de Estágio: Instituição de Ensino: Diretoria de Ensino: Componente Curricular: Turma: Ensino: Data: / / CONTEÚDO OBJETIVO ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO

50 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

51 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

52 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

53 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

54 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

55 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

56 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

57 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

58 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

59 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

60 ANEXO D Relatório de Observação referente à Instituição 1. Nome da Instituição: 2. Endereço: Fone: ( ) 3. Diretoria de Ensino: 4. Diretor(a): O estagiário deverá relatar dados observados na Instituição de Ensino onde realizou as atividades de Estágio Curricular Supervisionado, quanto à comunidade onde está inserida, perfil do cidadão a ser formado, papel da escola na comunidade, proposta pedagógica da escola, sistema e critério de avaliação e recuperação, Conselho de Classe, recursos humanos, assistência pedagógica ao aluno, entidade mantenedora, estrutura da escola, existência e funcionamento de associações e grêmios, modalidades de ensino e horário de funcionamento, além de outras observações que considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

61 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO E Avaliação do Estágio de Observação 1. Instituição de Ensino: 2. Diretoria de Ensino: 3. Componente curricular: Nível de Ensino: 4. Estágio - Início: / / Término: / / O estagiário deverá avaliar o período de Estágio Curricular Supervisionado, na modalidade Observação, quanto ao planejamento, conteúdo e metodologia das aulas, além de coerência entre a teoria estudada e prática observada; quanto à execução das aulas, devem ser avaliadas: quantidade e qualidade do conteúdo, motivação, técnica, material didático, aprendizagem, participação dos alunos e avaliação. Quanto às atitudes do(a) professor(a), devese avaliar: apresentação, utilização da voz e linguagem, domínio da classe e do conhecimento. Quanto aos alunos, a avaliação deve se referir a: respeito, relação professor-aluno e aluno-aluno, disciplina, desempenho, interesse e participação. Além dos dados solicitados, o estagiário tem liberdade de avaliar outros quesitos que considerar relevantes.

62 Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a) ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

63 ANEXO F Avaliação do Estágio de Participação 1. Instituição: 2. Diretoria de Ensino: Nível de Ensino: 3. Estágio de Participação - Início: / / Término: / / 4. Componente curricular: O estagiário deverá avaliar o estágio de Participação, quanto ao tipo de participação efetivada, a forma como foi recebido, orientações recebidas pelo professor responsável e/ou supervisor, a relevância da participação para sua formação profissional, o relato das atividades realizadas e outras considerações que considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a)

64 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO G Avaliação de Estágio de Regência Apresente seu parecer sobre o estágio de Regência, quanto a: receptividade na escola, coerência entre a teoria estudada e a prática realizada (planejamento, execução, metodologia, disciplina, aproveitamento dos alunos, avaliação etc.), dificuldades encontradas e alternativas buscadas para sanar essas dificuldades, aproveitamento para a sua formação profissional, além de outras considerações e reflexões. Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a)

65 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO H Auto Avaliação Inicie o processo de auto-avaliação, fazendo uma reflexão sobre a importância dos trabalhos realizados em seu processo formativo, a partir dos referenciais teóricos estudados e sua observação prática durante o estágio. Em seguida, redija sua auto-avaliação, considerando sua atuação no campo de estágio, seu relacionamento com os profissionais atuantes em seu campo de estágio, a relevância de cada modalidade efetivada para sua formação profissional, a aplicabilidade dos referenciais teóricos para a prática profissional cotidiana, suas expectativas para sua área de atuação, além de outras considerações que considerar relevantes. Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a)

66 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO I Atestado de cumprimento de Estágio Curricular Supervisionado Atesto para os devidos fins, que o(a) aluno(a): R.G: do curso de, compareceu a esta instituição de ensino, cumprindo um total de horas de Estágio Curricular Supervisionado no Ensino entre o período de / / a / /. Assinatura e Carimbo do (a) Diretor (a) Atesto para os devidos fins, que o(a) aluno(a): R.G: do curso de, compareceu a esta instituição de ensino, cumprindo um total de horas de Estágio Curricular Supervisionado no Ensino entre o período de / / a / /. Assinatura e Carimbo do (a) Diretor (a)

67 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO J Declaração de APROVAÇÃO SEMESTRAL no Estágio Curricular Supervisionado Declaro, para os devidos fins a que se refere, que, RG, aluno(a) regular do curso habilitação: apresentou nesta data, seu Caderno de Estágio Curricular Supervisionado, devidamente preenchido e em tempo hábil, tendo cumprido seu estágio nas Instituições discriminadas a seguir: Nome da Instituição Carga Horária Cumprida Nível de Ensino Habilitação CARGA HORÁRIA TOTAL: Declaro, ainda, que o(a) aluno(a) cumpriu os objetivos propostos, tendo sido considerado APROVADO no Estágio Curricular Supervisionado, referente ao semestre do curso de. Por ser verdade firmo a presente. Data: / / Assinatura e carimbo do(a) Orientador(a) de Estágio ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

68 Instituição de Ensino: Endereço: Fone: Diretoria de Ensino: Diretor(a) da Instituição: Supervisor de Estágio na Instituição: Nível de Ensino: Período Semestre/Ano:

69 ANEXO A Registro de Estágio ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação: Supervisor(a) de Estágio: Data de Início: / / Término: / / Nome da Instituição: Diretoria de Ensino: Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

70 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

71 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

72 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Assinatura do Diretor e carimbo da Instituição Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

73 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO A Registro de Estágio Estagiário(a): Curso/Habilitação: Supervisor(a) de Estágio: Data de Início: / / Término: / / Nome da Instituição: Diretoria de Ensino: Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

74 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

75 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

76 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Assinatura do Diretor e carimbo da Instituição Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

77 ANEXO B Plano de Aula para Estágio de Regência ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação Orientador de Estágio: Supervisor de Estágio: Instituição de Ensino: Diretoria de Ensino: Componente Curricular: Turma: Ensino: Data: / / CONTEÚDO OBJETIVO ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO

78 ANEXO B Plano de Aula para Estágio de Regência ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação Orientador de Estágio: Supervisor de Estágio: Instituição de Ensino: Diretoria de Ensino: Componente Curricular: Turma: Ensino: Data: / / CONTEÚDO OBJETIVO ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO

79 ANEXO B Plano de Aula para Estágio de Regência ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação Orientador de Estágio: Supervisor de Estágio: Instituição de Ensino: Diretoria de Ensino: Componente Curricular: Turma: Ensino: Data: / / CONTEÚDO OBJETIVO ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO

80 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

81 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

82 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

83 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

84 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

85 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

86 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

87 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

88 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

89 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO C Relatório de Observação referente às Aulas: 1. Estagiário(a): 2. Instituição: 3. Componente Curricular: 4. Professor responsável pela sala: 5. Série: Nível de Ensino: Data: / / O estagiário deve descrever as atividades observadas, na referida aula, quanto ao planejamento, execução da aula, atitudes do(a) professor(a), comportamento e desempenho dos alunos e avaliação. Podem, ainda, ser relatadas outras observações que o estagiário considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

90 ANEXO D Relatório de Observação referente à Instituição 1. Nome da Instituição: 2. Endereço: Fone: ( ) 3. Diretoria de Ensino: 4. Diretor(a): O estagiário deverá relatar dados observados na Instituição de Ensino onde realizou as atividades de Estágio Curricular Supervisionado, quanto à comunidade onde está inserida, perfil do cidadão a ser formado, papel da escola na comunidade, proposta pedagógica da escola, sistema e critério de avaliação e recuperação, Conselho de Classe, recursos humanos, assistência pedagógica ao aluno, entidade mantenedora, estrutura da escola, existência e funcionamento de associações e grêmios, modalidades de ensino e horário de funcionamento, além de outras observações que considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do Estagiário:

91 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANEXO E Avaliação do Estágio de Observação 1. Instituição de Ensino: 2. Diretoria de Ensino: 3. Componente curricular: Nível de Ensino: 4. Estágio - Início: / / Término: / / O estagiário deverá avaliar o período de Estágio Curricular Supervisionado, na modalidade Observação, quanto ao planejamento, conteúdo e metodologia das aulas, além de coerência entre a teoria estudada e prática observada; quanto à execução das aulas, devem ser avaliadas: quantidade e qualidade do conteúdo, motivação, técnica, material didático, aprendizagem, participação dos alunos e avaliação. Quanto às atitudes do(a) professor(a), devese avaliar: apresentação, utilização da voz e linguagem, domínio da classe e do conhecimento. Quanto aos alunos, a avaliação deve se referir a: respeito, relação professor-aluno e aluno-aluno, disciplina, desempenho, interesse e participação. Além dos dados solicitados, o estagiário tem liberdade de avaliar outros quesitos que considerar relevantes.

92 Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a) ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

93 ANEXO F Avaliação do Estágio de Participação 1. Instituição: 2. Diretoria de Ensino: Nível de Ensino: 3. Estágio de Participação - Início: / / Término: / / 4. Componente curricular: O estagiário deverá avaliar o estágio de Participação, quanto ao tipo de participação efetivada, a forma como foi recebido, orientações recebidas pelo professor responsável e/ou supervisor, a relevância da participação para sua formação profissional, o relato das atividades realizadas e outras considerações que considerar pertinentes. Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a)

94 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO G Avaliação de Estágio de Regência Apresente seu parecer sobre o estágio de Regência, quanto a: receptividade na escola, coerência entre a teoria estudada e a prática realizada (planejamento, execução, metodologia, disciplina, aproveitamento dos alunos, avaliação etc.), dificuldades encontradas e alternativas buscadas para sanar essas dificuldades, aproveitamento para a sua formação profissional, além de outras considerações e reflexões. Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a)

95 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO H Auto Avaliação Inicie o processo de auto-avaliação, fazendo uma reflexão sobre a importância dos trabalhos realizados em seu processo formativo, a partir dos referenciais teóricos estudados e sua observação prática durante o estágio. Em seguida, redija sua auto-avaliação, considerando sua atuação no campo de estágio, seu relacionamento com os profissionais atuantes em seu campo de estágio, a relevância de cada modalidade efetivada para sua formação profissional, a aplicabilidade dos referenciais teóricos para a prática profissional cotidiana, suas expectativas para sua área de atuação, além de outras considerações que considerar relevantes. Data: / / Assinatura do(a) estagiário(a)

96 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO I Atestado de cumprimento de Estágio Curricular Supervisionado Atesto para os devidos fins, que o(a) aluno(a): R.G: do curso de, compareceu a esta instituição de ensino, cumprindo um total de horas de Estágio Curricular Supervisionado no Ensino entre o período de / / a / /. Assinatura e Carimbo do (a) Diretor (a) Atesto para os devidos fins, que o(a) aluno(a): R.G: do curso de, compareceu a esta instituição de ensino, cumprindo um total de horas de Estágio Curricular Supervisionado no Ensino entre o período de / / a / /. Assinatura e Carimbo do (a) Diretor (a)

97 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ANEXO J Declaração de APROVAÇÃO SEMESTRAL no Estágio Curricular Supervisionado Declaro, para os devidos fins a que se refere, que, RG, aluno(a) regular do curso habilitação: apresentou nesta data, seu Caderno de Estágio Curricular Supervisionado, devidamente preenchido e em tempo hábil, tendo cumprido seu estágio nas Instituições discriminadas a seguir: Nome da Instituição Carga Horária Cumprida Nível de Ensino Habilitação CARGA HORÁRIA TOTAL: Declaro, ainda, que o(a) aluno(a) cumpriu os objetivos propostos, tendo sido considerado APROVADO no Estágio Curricular Supervisionado, referente ao semestre do curso de. Por ser verdade firmo a presente. Data: / / Assinatura e carimbo do(a) Orientador(a) de Estágio ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

98 Instituição de Ensino: Endereço: Fone: Diretoria de Ensino: Diretor(a) da Instituição: Supervisor de Estágio na Instituição: Nível de Ensino: Período Semestre/Ano:

99 ANEXO A Registro de Estágio ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estagiário(a): Curso/Habilitação: Supervisor(a) de Estágio: Data de Início: / / Término: / / Nome da Instituição: Diretoria de Ensino: Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

100 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

101 Dia Mês Carga Horária Assunto Modalidade do Estágio Nível de Ensino Série Assinatura do(a) Professor(a) responsável pela Classe Legenda: NÍVEL DE ENSINO: Utilizar as seguintes siglas: Educação Infantil (E.I.); Ensino Fundamental (E.F.); Ensino Médio (E.M.); Gestão Escolar (G.E.)

REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÂO CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÂO CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DAGA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Telefone: (41) 3360-4360 Fax: (41) 3360-4360 REGULAMENTO DE

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE)

PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) Núcleo de Apoio à Prática Profissional das Licenciaturas CURSOS DE LICENCIATURAS PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Atualizado em 17 jun 2016 5º. PERÍODO 4º. PERÍODO

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO SÃO PAULO. Relatório de Estágio Supervisionado

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO SÃO PAULO. Relatório de Estágio Supervisionado FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO SÃO PAULO Relatório de Estágio Supervisionado 2011 1. O Estágio segundo a LEI 11.788/08 RELATÓRIO DE ESTÁGIO Segundo a Lei 11.788/08 em seu artigo 1º, a definição de estágio

Leia mais

CAPÍTULO II DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO II DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente instrumento dispõe sobre as normas e procedimentos a serem observados

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA ESCOLA DE MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA ESCOLA DE MATEMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA ESCOLA DE MATEMÁTICA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA O presente

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS ALUNOS DO CURSO DE PEDAGOGIA APRESENTAÇÃO Este manual destina-se a todos os alunos do Curso de Pedagogia da Faculdade Tijucussu.

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINALIDADES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1 - O Estágio Supervisionado,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE

PLANO DE TRABALHO DOCENTE PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1. IDENTIFICAÇÃO DO DOCENTE DOCENTE: NICOLLE MARRA IVANOSKI SIAPE: 2213521 REGIME DE TRABALHO: ( X ) Dedicação Exclusiva ( X ) 40 h ( ) 20 h CONTRATO: ( X ) EFETIVO ( ) TEMPORÁRIO

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: 03.117.139/0001-08 FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: 03.117.139/0001-08 FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: 03.117.139/0001-08 FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA GESTÃO ESCOLAR Ilha Solteira SP 2014

Leia mais

Estágio Supervisionado Educação Especial. Roteiro para a Elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado: Desenvolvimento.

Estágio Supervisionado Educação Especial. Roteiro para a Elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado: Desenvolvimento. Estágio Supervisionado Educação Especial Teleaula 3 Profa. Me. Cristina Rolim Chyczy Bruno tutoriapedagogia@grupouninter.com.br Roteiro para a Elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado: Desenvolvimento

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Bragança Paulista, 30 de maio de 2016. Profa. Márcia Aparecida Antônio Presidente

R E S O L U Ç Ã O. Bragança Paulista, 30 de maio de 2016. Profa. Márcia Aparecida Antônio Presidente RESOLUÇÃO CONSEACC/BP 16/2016 APROVA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVIONADO DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO, DO CAMPUS BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. A Presidente do Conselho Acadêmico

Leia mais

ESTÁGIO DOCÊNCIA DO PPG-CIPET

ESTÁGIO DOCÊNCIA DO PPG-CIPET Objetivo ESTÁGIO DOCÊNCIA DO PPG-CIPET O Estágio de Docência tem por objetivo contribuir com a formação docente do aluno de pós-graduação e atender às exigências da CAPES para o seu Programa de Demanda

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento de Monitoria para os cursos de graduação das Faculdades Integradas Sévigné.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento de Monitoria para os cursos de graduação das Faculdades Integradas Sévigné. RESOLUÇÃO CSA 08/2009 APROVA O REGULAMENTO DE MONITORIA PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DAS. O Presidente do Conselho Superior de Administração CSA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 6º, II, do

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 01/2016 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 01/2016 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 01/2016 A Coordenação do Curso de Engenharia de Produção da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

PROCESSO N. 1346/11 PROTOCOLO N.º 11.217.550-4 PARECER CEE/CEB N.º 1116/11 APROVADO EM 08/12/11

PROCESSO N. 1346/11 PROTOCOLO N.º 11.217.550-4 PARECER CEE/CEB N.º 1116/11 APROVADO EM 08/12/11 PROCESSO N. 1346/11 PROTOCOLO N.º 11.217.550-4 PARECER CEE/CEB N.º 1116/11 APROVADO EM 08/12/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: SENAI - CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE CASCAVEL MUNICÍPIO: CASCAVEL

Leia mais

Supervisão de Estágios

Supervisão de Estágios Supervisão de s Orientações ao estagiários A Coordenação de Curso tem como objetivos, orientar, esclarecer e fazer o encaminhamento documental do estágio, de forma a viabilizar a realização do estágio

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO. Estágio no exterior para alunos em intercâmbio

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO. Estágio no exterior para alunos em intercâmbio REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO Estágio no exterior para alunos em intercâmbio o Documentos comprobatórios o Relatório de Estágio Estágio realizado anteriormente o Documentos comprobatórios

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE FLORESTAS AA031 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA FLORESTAL

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE FLORESTAS AA031 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA FLORESTAL GUIA RESUMIDO DE PROCEDIMENTOS A) PARA MATRICULAR NA DISCIPLINA AA031 E REALIZAR O ESTÁGIO DURANTE O PERÍODO LETIVO: 1 ) O aluno interessado no estágio obrigatório deverá providenciar os seguintes documentos,

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO Este documento tem por objetivo orientar a estruturação e formatação do relatório de estágio. O texto está dividido em duas partes: 1) Normas de formatação,

Leia mais

Orientações para o Estágio

Orientações para o Estágio Orientações para o Estágio DIREC 2015 Câmpus Guarapuava LEI Nº 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Estágio Disponível em: http://www.utfpr.edu.br/estrutura-universitaria/proreitorias/prograd/legislacao/arquivos/lei11788_estagio.pdf

Leia mais

CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Versão final MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DA UNOESC CAPÍTULO I DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Art. 1º O Estágio Curricular Supervisionado

Leia mais

EDITAL N 002/2015 CURSO DE BIOLOGIA (EaD) SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIO

EDITAL N 002/2015 CURSO DE BIOLOGIA (EaD) SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CÂMPUS DE PORTO NACIONAL CURSO DE LICENCIATURA EM BIOLOGIA (EaD) Rua 03, Quadra 17, s/nº, Jardim dos Ipês 77500-000 Porto Nacional/TO (63) 2112-2216 www.uft.edu.br coordbioead@uft.edu.br

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS 2016 SUMÁRIO

MANUAL DE ESTÁGIOS 2016 SUMÁRIO MANUAL DE ESTÁGIOS 2016 SUMÁRIO 1. Introdução 2. Professores orientadores de estágio 3. Relatório de estágio 3.1 Apresentação do relatório 4. Roteiro do relatório de estágio 4.1 Estagiário 4.2 Funcionário

Leia mais

Anexo 03 Normas para a realização de Estágio

Anexo 03 Normas para a realização de Estágio Anexo 03 Normas para a realização de Estágio REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Capítulo I DA NATUREZA Art. 1º. O Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Civil do Setor de Tecnologia

Leia mais

Manual de Estágio. Gestor

Manual de Estágio. Gestor Manual de Estágio Gestor SUMÁRIO Introdução...3 1. Concepção didático-pedagógica da Escola Técnica Residência Técnica...4 2. Quais as obrigações dos gestores de ensino em relação aos estagiários?...4 3.

Leia mais

CADASTRO DO ESTAGIÁRIO. DADOS PESSOAIS Nome: Ano de Ingresso: Nº da matrícula: Módulo: Turma:

CADASTRO DO ESTAGIÁRIO. DADOS PESSOAIS Nome: Ano de Ingresso: Nº da matrícula: Módulo: Turma: CADASTRO DO ESTAGIÁRIO DADOS PESSOAIS Nome: Ano de Ingresso: Nº da matrícula: Módulo: Turma: Bairro: Cidade: UF: CEP: Telefone: Celular E-mail: DADOS DA EMPRESA Nome/Razão Social: CNPJ: Ramo de Negócios:

Leia mais

Regimento de Atividades Complementares do Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina.

Regimento de Atividades Complementares do Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina. Regimento de Atividades Complementares do Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina. CAPÍTULO I Das Disposições Iniciais Art.1º - Observando o disposto no Artigo 08º da Resolução

Leia mais

167673 Estágio Curricular Estágio Obrigatório Graduação em Enga. Mecatrônica

167673 Estágio Curricular Estágio Obrigatório Graduação em Enga. Mecatrônica 167673 Estágio Curricular Estágio Obrigatório Graduação em Enga. Mecatrônica Prof. Eduardo Stockler Tognetti (coordenador de estágio) Departamento de Engenharia Elétrica Universidade de Brasília UnB 1

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS RESOLUÇÃO Nº. 69 DE 21 DE JUNHO DE 2012. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº. 32/2012

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC DE NOVA ODESSA Código: 234 Município: Nova Odessa Eixo Tecnológico: Segurança Habilitação Profissional: Técnico em Segurança do Trabalho Qualificação:

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSO DE ENGENHARIA METALÚRGICA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSO DE ENGENHARIA METALÚRGICA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSO DE ENGENHARIA METALÚRGICA 2012 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVOS... 3 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL... 4 4. ATRIBUIÇÕES... 4 5. LOCAIS DE ESTÁGIO E AGENTES DE INTEGRAÇÃO...

Leia mais

EDITAL INTERNO FAP Nº 001/2015 DISPÕE SOBRE A INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA ESTÁGIO PROFISSIONALIZANTE EM PSICOLOGIA/FAP

EDITAL INTERNO FAP Nº 001/2015 DISPÕE SOBRE A INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA ESTÁGIO PROFISSIONALIZANTE EM PSICOLOGIA/FAP EDITAL INTERNO FAP Nº 001/2015 DISPÕE SOBRE A INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA ESTÁGIO PROFISSIONALIZANTE EM PSICOLOGIA/FAP A Diretora Geral da Faculdade de Pimenta Bueno no uso de suas atribuições

Leia mais

Anexo 2 Normas de Estágio Curricular do Bacharelado em Sistemas de Informação

Anexo 2 Normas de Estágio Curricular do Bacharelado em Sistemas de Informação Anexo 2 Normas de Estágio Curricular do Aprova as Normas de Estágio Curricular do Bacharelado em Sistemas de Informação, em conformidade com a Lei de Estágio - Lei Federal Nº 11.788 de 25 de setembro de

Leia mais

REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO

REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO PORTO ALEGRE 2014 SUMÁRIO CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E SUAS

Leia mais

PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2015

PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2015 PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2015 I. Professor orientador: Leonardo Santos Bordoni. II. Disciplina de atuação: Anatomia do Aparelho Locomotor. III. Justificativa

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE-FESURV FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MANUAL DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE-FESURV FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MANUAL DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE DE RIO VERDE-FESURV FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MANUAL DE ESTÁGIO Os Estágios Curriculares Obrigatórios do Curso de Ciências Biológicas- Licenciatura e Bacharelado, visam à capacitação

Leia mais

PORTARIA CEETEPS Nº 343, de 19 de agosto de 2009

PORTARIA CEETEPS Nº 343, de 19 de agosto de 2009 PORTARIA CEETEPS Nº 343, de 19 de agosto de 2009 Dispõe sobre a minuta de Contrato de Aprendizagem, a que se referem os dispositivos da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, alterados pela Lei Federal

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O Nº 044/2016

R E S O L U Ç Ã O Nº 044/2016 R E S O L U Ç Ã O Nº 044/2016 Aprova o Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso de Administração da Faculdade de Tecnologia La Salle Estrela. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE), face

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Este Regulamento estabelece as normas para o cumprimento da carga horária mínima

Leia mais

EDITAL - SELEÇÃO PARA ESTÁGIO NO DEPARTAMENTO JURÍDICO

EDITAL - SELEÇÃO PARA ESTÁGIO NO DEPARTAMENTO JURÍDICO EDITAL - SELEÇÃO PARA ESTÁGIO NO DEPARTAMENTO JURÍDICO 1. PREÂMBULO 1.1. Tornamos público que, por autorização do Senhor Diretor Superintendente, encontra-se aberto, nesta Companhia, processo seletivo

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 - Atendendo a Resolução CNE/CES 10 de 16 de dezembro de 2004, e ao Projeto Pedagógigo do Curso de Ciências Contábeis o

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO)

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA PROFª MS. ELAINE CRISTINA SIMOES BRAGANÇA PAULISTA 2013 O estágio é um ato educativo supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO

CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ZOOTECNIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (FZEA/USP) Aprovado na 190ª reunião da C.G de

Leia mais

PORTARIA Nº 078-R, DE 28 DE JUNHO DE 2016. O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe foi conferida pela Lei Nº. 3.

PORTARIA Nº 078-R, DE 28 DE JUNHO DE 2016. O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe foi conferida pela Lei Nº. 3. PORTARIA Nº 078-R, DE 28 DE JUNHO DE 2016. Dispõe sobre o Calendário Escolar/2º semestre letivo 2016 do ensino fundamental e médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos, nas unidades escolares

Leia mais

ESTAGIÁRIO 3.1 3.2 3.3 3.4 3.5

ESTAGIÁRIO 3.1 3.2 3.3 3.4 3.5 III ESTAGIÁRIO 3.1 Formulário de Identificação 3.2 Autorização de uso de imagem organizacional 3.3 Autorização de uso de imagem pessoal 3.4 Requisitos e diretrizes para o relatório e evidências 3.5 Avaliação

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Osasco 2013 Apresentação O presente instrumento regulamenta o exercício e a validação dos Estágios Supervisionados Curriculares e

Leia mais

Carta de Apresentação

Carta de Apresentação Carta de Apresentação Rio de Janeiro,... de... de... Do: Professor de Estágio Supervisionado da UNISUAM Ao(à): Sr(a) Diretor(a) do(a)... Assunto: Apresentação de Estagiário Senhor(a) Diretor(a): Apresentamos

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS E PADRÕES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS E PADRÕES ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS E PADRÕES SÃO PAULO 2016 Pg 1/5 Este conjunto de normas e procedimentos tem por objetivo normalizar as Atividades Complementares como componente curricular dos cursos de

Leia mais

Para a Lei 11.788/2008, a jornada de estágio é de, no máximo 6 horas diárias, e semanalmente no mínimo 20 e no máximo 30 horas.

Para a Lei 11.788/2008, a jornada de estágio é de, no máximo 6 horas diárias, e semanalmente no mínimo 20 e no máximo 30 horas. 1. A partir de quando posso estagiar? Alunos dos Cursos Superiores: a partir do segundo período. Alunos dos Cursos Técnicos Integrados: a partir do segundo ano. Alunos dos Cursos Técnicos Subsequentes:

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE FACULDADE DE TURISMO E HOTELARIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO NITERÓI 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCIONAL GUAXUPÉ CURSO DE ENGENHARIA CIVIL. Regulamento das Atividades Complementares

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCIONAL GUAXUPÉ CURSO DE ENGENHARIA CIVIL. Regulamento das Atividades Complementares CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCIONAL GUAXUPÉ CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Regulamento das s Complementares Capítulo 1 Diretrizes Preliminares Art. 1º As atividades complementares, constantes nas Diretrizes

Leia mais

CARTILHA DO ESTAGIÁRIO

CARTILHA DO ESTAGIÁRIO CARTILHA DO ESTAGIÁRIO Rua Dr. Alberto Ferreira, 179 - Centro - 13480-074 - Limeira/SP - (19) 3404.9634 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO:... 3 2. PERGUNTAS E RESPOSTAS:... 3 3. SÃO OBRIGAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES DE

Leia mais

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO SUL-3

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO SUL-3 DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO SUL-3 INSCRIÇÕES PARA CEL EDITAL 2015 O Dirigente Regional de Ensino da Diretoria de Ensino Região Sul-3, em atendimento às disposições da Resolução SE 03, de 28/01/2011, Resolução

Leia mais

Interdisciplinar II Módulo CST: GESCOM

Interdisciplinar II Módulo CST: GESCOM UniãoMetropolitana deeducaçãoecultura Interdisciplinar II Módulo CST: GESCOM Lauro de Freitas - BAHIA 2013 2 JUSTIFICATIVA A principal justificativa para o desenvolvimento e implementação do projeto interdisciplinar

Leia mais

EDITAL Nº 012/2015 - DIRGRAD PROGRAMA DE DUPLA DIPLOMAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL - UTFPR CÂMPUS CAMPO MOURÃO E INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO - PORTUGAL

EDITAL Nº 012/2015 - DIRGRAD PROGRAMA DE DUPLA DIPLOMAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL - UTFPR CÂMPUS CAMPO MOURÃO E INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO - PORTUGAL EDITAL Nº 012/2015 - DIRGRAD PROGRAMA DE DUPLA DIPLOMAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL - UTFPR CÂMPUS CAMPO MOURÃO E INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO - PORTUGAL O Diretor de Graduação e Educação Profissional da Universidade

Leia mais

DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO INTRODUÇÃO O curso de Engenharia de Produção da Escola Superior de Tecnologia e Educação de

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA É o documento que visa apresentar a descrição do local onde foi realizado o estágio, o período de duração e as atividades desenvolvidas pelo estagiário.

Leia mais

PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA

PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA MANUAL DO PROJETO PEDAGÓGICO PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA LICENCIATURA Ribeirão Pires Missão da FIRP Alcançar a oferta e a prática de uma educação solidária, possibilitando

Leia mais

RESOLUÇÃO CGRAD 020/08, DE 16 DE JULHO DE 2008

RESOLUÇÃO CGRAD 020/08, DE 16 DE JULHO DE 2008 RESOLUÇÃO CGRAD 020/08, DE 16 DE JULHO DE 2008 Aprova o Regulamento Geral dos Estágios Curriculares dos Cursos de Graduação do CEFET-MG A PRESIDENTE DO DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO EM INSTITUIÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL Anexo à Resolução Nº 26 de 21 de junho de 2013. REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL CAPÍTULO I - DO CONCEITO, FINALIDADES E OBJETIVOS CAPÍTULO II - DAS ÁREAS, CAMPOS E ATIVIDADES

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 1º semestre

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 1º semestre Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Turismo, Hospitalidade e Lazer CURSO: Técnico em Eventos FORMA/GRAU:( )integrado ( X )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Turismo, Hospitalidade e Lazer CURSO: Técnico em Eventos FORMA/GRAU:( X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

RESOLUÇÃO N 59/2009/CONEPE. O CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO da UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE, no uso de suas atribuições legais,

RESOLUÇÃO N 59/2009/CONEPE. O CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO da UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE, no uso de suas atribuições legais, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 59/2009/CONEPE Aprova as Normas Específicas do Estágio Curricular

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO RADIOLOGIA

MANUAL DE ESTÁGIO RADIOLOGIA MANUAL DE ESTÁGIO RADIOLOGIA Aluno (a): Curso: Nº: Turma: Telefones: Residencial Celular E-mail: 1. APRESENTAÇÃO O Estágio Profissional supervisionado constitui um dos requisitos mínimos obrigatórios a

Leia mais

EDITAL 006/2015 DG/CEPR PROCESSO CLASSIFICATÓRIO PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CURSOS TÉCNICOS - INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO - 2016

EDITAL 006/2015 DG/CEPR PROCESSO CLASSIFICATÓRIO PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CURSOS TÉCNICOS - INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO - 2016 EDITAL 006/2015 DG/CEPR PROCESSO CLASSIFICATÓRIO PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CURSOS TÉCNICOS - INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO - 2016 A Direção Geral do Colégio Estadual do Paraná Ensino Fundamental, Médio e

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: AMBIENTE E SAÚDE Habilitação Profissional: Técnico em Farmácia Qualificação: Auxiliar

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Didática II Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 5º 1 - Ementa (sumário, resumo) Compreensão dos conceitos de competências

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO 3 - CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO E RENOVAÇÃO

ORDEM DE SERVIÇO 3 - CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO E RENOVAÇÃO OS-006 /SR-1/2013 01/05 1 - FINALIDADE A presente Ordem de Serviço tem como finalidade modificar a OS-006-/SR-1/08 e regulamentar a operacionalização do Programa de Estágio Interno Complementar. 2 - OBJETIVO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E TRABALHO Parecer nº 036/09 DET /SEED Curitiba, 29 de

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E TRABALHO Parecer nº 036/09 DET /SEED Curitiba, 29 de SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E TRABALHO Parecer nº 036/09 DET /SEED Curitiba, 29 de Janeiro, de 2009. Protocolo: nº 07.328.702-2 Interessado: Colégio

Leia mais

GERÊNCIA DE ENSINO Coordenação do Curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês CONCURSO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO PPP III CIRCUITO 9

GERÊNCIA DE ENSINO Coordenação do Curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês CONCURSO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO PPP III CIRCUITO 9 GERÊNCIA DE ENSINO Coordenação do Curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês CONCURSO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO PPP III CIRCUITO 9 SALVADOR - BAHIA - BRASIL 2009 CONCURSO PARA ESCOLHA DO MELHOR PROJETO

Leia mais

REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE MARECHAL RONDON REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENFERMAGEM São Manuel 2016 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DA FMR As Atividades Complementares, conforme

Leia mais

ANEXO F - DURAÇÃO E CARGA HORÁRIA DOS CURSOS DE LICENCIATURA

ANEXO F - DURAÇÃO E CARGA HORÁRIA DOS CURSOS DE LICENCIATURA ANEXO F - DURAÇÃO E CARGA HORÁRIA DOS CURSOS DE LICENCIATURA 67 68 ANEXO G NORMATIZAÇÃO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES ICED/UFOPA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS. Lei de estágio 11.788/08

MANUAL DE ESTÁGIOS. Lei de estágio 11.788/08 MANUAL DE ESTÁGIOS Lei de estágio 11.788/08 O QUE É ESTÁGIO O estágio tem por finalidade proporcionar a complementação da formação acadêmica e permite que o estudante tenha acesso ao campo de sua futura

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: ADMINISTRAÇÃO MANUAL DO ALUNO. APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres)

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: ADMINISTRAÇÃO MANUAL DO ALUNO. APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres) INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: MANUAL DO ALUNO APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres) SDE SIMULAÇÃO DE ESTRATÉGIA DISCIPLINA-ÂNCORA GESTÃO MERCADOLÓGICA SÃO PAULO

Leia mais

ENSINO SUPERIOR E REFORMULAÇÃO CURRICULAR

ENSINO SUPERIOR E REFORMULAÇÃO CURRICULAR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº76/2011

Leia mais

EDITAL PARA O PROCESSO DE ADMISSÃO DE CANDIDATOS À VAGA ESCOLAR-2016 - INSCRIÇÃO E MATRÍCULA

EDITAL PARA O PROCESSO DE ADMISSÃO DE CANDIDATOS À VAGA ESCOLAR-2016 - INSCRIÇÃO E MATRÍCULA EDITAL PARA O PROCESSO DE ADMISSÃO DE CANDIDATOS À VAGA ESCOLAR-2016 - INSCRIÇÃO E MATRÍCULA A Diretoria do Colégio São José de Ensino Fundamental e Médio informa e divulga o processo de inscrição e matrícula

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 03, 19 DE JULHO DE 2013

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 03, 19 DE JULHO DE 2013 COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 03, 19 DE JULHO DE 2013 Institui as normas e as atividades aprovadas para o aproveitamento de carga horária para compor Atividades Complementares

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Estabelece normas e procedimentos para realização de Atividades Complementares pelos

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ Dispõe sobre a estruturação e operacionalização do Núcleo de Prática Jurídica (Escritório de Assistência Jurídica EAJ).

Leia mais

Disposições preliminares

Disposições preliminares REGIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DA UNICAMP Disposições preliminares Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é atividade obrigatória do Curso

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Institui as normas para a realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e as condições de aproveitamento, para

Leia mais

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES APRESENTAÇÃO As atividades complementares têm por objetivo enriquecer o processo de ensino-aprendizagem, privilegiando a complementação da formação social e profissional.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio em Marketing

Leia mais

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO RIBEIRÃO PRETO 2013 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Aluno: RA: Ano/semestre: Período letivo: 2 SUMÁRIO ORIENTAÇÕES

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I

CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I Aluno (a): R.A.: Período Letivo: Ano/Sem.: Ribeirão Preto 2015 SUMARIO 1. APRESENTAÇÃO 3 2. O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANTIDA PELA INSTITUIÇÃO PAULISTA DE ENSINO E CULTURA - IPEC REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA TUPÃ SP 2016 LEGISLAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO

Leia mais

LICENCIATURA EM BIOLOGIA MARINHA

LICENCIATURA EM BIOLOGIA MARINHA LICENCIATURA EM BIOLOGIA MARINHA REGULAMENTO DO ESTÁGIO CIENTÍFICO Conteúdos e objectivos 1. O estágio da licenciatura em Biologia Marinha funciona como uma disciplina para todos os efeitos académicos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO RESOLUÇÃO N.o 2628, DE 08 DE SETEMBRO DE 2005 Dispõe sobre a regulamentação das Atividades Complementares nos currículos dos Cursos de Graduação da UNIRIO. o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, em

Leia mais

Cod. 101 De graduação (15)

Cod. 101 De graduação (15) ANEXO 1 FICHA DE AUTO- AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE PROFESSORES (Catedrático, Associado e Auxiliar) Órgão Nome Categoria Função Regime laboral (tempo inteiro/parcial) Ano lectivo Indicadores Parâmetros Cod

Leia mais

DOSSIER DE ACREDITAÇÃO PARA FORMAÇÃO EM SIV

DOSSIER DE ACREDITAÇÃO PARA FORMAÇÃO EM SIV Instituto Nacional de Emergência Médica, I.P. DOSSIER DE ACREDITAÇÃO PARA FORMAÇÃO EM SIV Maio de 2012 Departamento de Formação em Emergência Médica Rua Almirante Barroso, n.º 36, 4º Piso 1000-013 Lisboa

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MINEIROS

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MINEIROS CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MINEIROS DEPARTAMENTO DE ESTÁGIOS CURRICULARES SUPERVISIONADOS OBRIGATÓRIOS, TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (T.C.C) E ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL PRÁTICO MINEIROS - GOIÁS 2014

Leia mais

NORMAS PARA AS DISCIPLINAS OPTATIVAS E ESTÁGIOS EXTERNOS DO CURSO DE MEDICINA

NORMAS PARA AS DISCIPLINAS OPTATIVAS E ESTÁGIOS EXTERNOS DO CURSO DE MEDICINA NORMAS PARA AS DISCIPLINAS OPTATIVAS E ESTÁGIOS EXTERNOS DO Facimed/Medicina - 2012. 1 INTRODUÇÃO As disciplinas optativas são períodos de inserção do acadêmico em áreas específicas da prática profissional,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DO DIREITO DA FIB

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DO DIREITO DA FIB REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DO DIREITO DA FIB A Diretora da Faculdade de Direito das Faculdades Integradas Brasileiras - FIB, nos termos do artigo 12, inciso XXIII do Regimento Geral

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD-UENP. EDITAL PROGRAD/PIBID nº 09/2013

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD-UENP. EDITAL PROGRAD/PIBID nº 09/2013 EDITAL PROGRAD/PIBID nº 09/2013 SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) - PIBID/UENP A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP),

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2012

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2012 Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/86 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 3.648 de 17/10/2005 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/00 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

EDITAL DE EXTENSÃO Nº 02/2016 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA IDIOMAS APLICADOS A SERVIÇO DE TURISMO

EDITAL DE EXTENSÃO Nº 02/2016 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA IDIOMAS APLICADOS A SERVIÇO DE TURISMO EDITAL DE EXTENSÃO Nº 02/2016 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA IDIOMAS APLICADOS A SERVIÇO DE TURISMO A Pró-Reitora de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

EDITAL Nº 001 / 2008

EDITAL Nº 001 / 2008 PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS EDITAL Nº 001 / 2008 A comunica aos interessados que estão abertas as inscrições para seleção simplificada de candidatos(as) para preencher cadastro reserva para contratação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 193/2009/CONEPE

RESOLUÇÃO Nº 193/2009/CONEPE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 193/2009/CONEPE Aprova as Normas de Atividades Complementares para

Leia mais