Bom Saber Palestras para participantes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Bom Saber Palestras para participantes"

Transcrição

1 ANO XIV Nº 226 JUNHO 2014 Palavra da Valia É hora de mudar 2 Bom Saber Palestras para participantes Vida Saudável Na Copa, torça com saúde 8 Tecnovalia DDA à disposição de autopatrocinados 13 Projeto Futuro Entenda o que é cálculo atuarial 11

2 Palavra da Valia Por Eustáquio Lott, diretor-superintendente da Valia É hora de mudar Depois de quase 16 anos à frente da Valia, estou retornando à empresa patrocinadora Vale S/A, minha empregadora de origem. Lembro-me bem de quando chegamos aqui, em setembro de 1998, Manoel Cordeiro, Ricardo Ballvé e eu, com pouco conhecimento de previdência complementar, mas muita disposição para trabalhar e aprender. Pouco tempo depois Ballvé nos deixava, com muitas saudades, e era sucedido por Edécio Brasil. Estas pessoas, cada uma a seu modo, todos nós com a parceria de uma equipe inteiramente comprometida com o trabalho e profunda conhecedora do assunto, botamos mãos à obra e buscamos transformar a Valia em uma entidade mais moderna, mais robusta, com saúde financeira e atuarial que lhe permitisse cumprir sem sobressaltos os seus compromissos futuros. Foi dessa forma que o plano de Benefício Definido, com déficit superior a R$ 400 milhões à época, possui hoje mais de R$ 1,8 bilhão de resultados positivos; o patrimônio consolidado da Entidade saltou de R$ 1,86 bilhão para R$ 17,32 bilhões; a rentabilidade média consolidada dos ativos, no período dos últimos 13 anos, foi de 18,29%, muito superior à meta atuarial estabelecida; e o número de participantes passou de cerca de 30 mil para quase 115 mil, aproximadamente. Novos planos, Vale Mais e Valiaprev, com características mais modernas, foram criados, além de inúmeras outras ações e medidas modernizadoras e de segurança, como o mapeamento e padronização de processos que viabilizaram a certificação com o selo da ISO Passamos por várias crises nacionais e internacionais, sem maiores sobressaltos, saindo delas sempre incólumes. Tudo isto, aliado a uma administração rígida do passivo atuarial e a uma criteriosa análise e gerenciamento dos investimentos, fez com que fosse iniciada em 2007 a distribuição do superávit do plano de Benefício Definido e a majoração em 35%, de forma vitalícia, do Benefício Proporcional do plano Vale Mais. Os perfis de investimento dos planos de renda (Vale Mais e Valiaprev), bem como as diversas formas de recebimento da aposentadoria, permitiram flexibilidade e liberdade aos participantes desses planos, tornando-os cada dia mais protagonistas da sua vida e do seu futuro. Enfim, temos uma entidade sólida, que desfruta da confiança dos participantes, dos patrocinadores e do reconhecimento do mercado. Muito foi feito, mas ainda há muito o que fazer. Uma das coisas que aprendi é que a previdência complementar é dinâmica e desafiadora. Por isto mesmo, Elisabete Teixeira e Maurício Wanderley, dois profissionais experientes e reconhecidos, estarão aqui, juntamente com a Maria Gurgel, que irá me substituir. Maria era até agora diretora de Recursos Humanos da Vale, onde está há quase dez anos, com vasta experiência no Grupo e em outras empresas. É uma pessoa que conheço e em quem tenho a mais absoluta confiança. Eu, na condição agora apenas de participante ativo, que nunca deixei de ser, fico tranquilo com o Grupo Dirigente e com a fabulosa equipe de profissionais que aqui trabalha. A todos, os meus agradecimentos sinceros pela dedicação, lealdade e paciência, bem como pela oportunidade da troca de ensinamentos e aprendizado mútuo. 2 I Revista Valia

3 Vale Mais e Valiaprev têm benefícios reajustados em junho Conhecimento Geral Os benefícios dos aposentados e pensionistas dos planos Vale Mais e Valiaprev serão reajustados na folha de junho, como está previsto nos regulamentos dos dois planos. Assim que os índices forem divulgados, eles serão publicados no site da Fundação. Livro sobre os 40 anos da Valia pode ser solicitado Você sabe como a Valia foi criada? E quais foram seus principais desafios nestes 40 anos? Quem foi o seu primeiro diretor-superintendente? Estas e outras curiosidades podem ser conferidas no livro de 40 anos da Valia, escrito por Luiz Edmundo de Andrade, o qual foi lançado com o intuito de contar a trajetória da Entidade. Os participantes que desejarem um exemplar impresso do livro Valia 40 anos na espiral do tempo podem solicitar a publicação por meio dos canais de atendimento da Fundação (agências e postos, Fale Conosco - - e Disque Valia ou (21) , para ligações de celular ou do exterior). Revista Valia I 3

4 Bom Saber Palestras para participantes A Valia tem sido, com frequência, convidada a fazer palestras nas empresas, abordando questões de interesse dos empregados relacionadas ao benefício da previdência complementar. Este ano, já foram realizados 34 encontros - em Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Pará e Maranhão -, enquanto em 2013 foram ministradas, no total, 110 palestras. Segundo Alessandra Lemelle, gerente da área de Arrecadação e Relações com Patrocinadores, em geral os empregados demonstram interesse especial sobre esse assunto, por se tratar do seu futuro e de suas famílias. Sempre surgem muitas perguntas e, ao final de cada bate-papo, percebemos que os empregados passam a entender melhor e valorizar o benefício oferecido pela sua empresa e ficam realmente mais conscientes de que são protagonistas desse planejamento, diz Alessandra. Em uma apresentação na Vale para a equipe da Diretoria de Vendas América do Sul e Administração Comercial de Minério de Ferro, no Rio de Janeiro, o diretor da área, Roberto Gottschalk, disse: Trimestralmente, promovemos encontros que envolvem a maioria dos empregados para disseminar conhecimentos de interesse da equipe, sejam eles sobre minério de ferro e outros negócios da Vale, ou ligados à saúde e segurança e a assuntos gerais, como RH, benefícios e políticas da Vale. A escolha da Valia se deu porque o assunto interessava a todos. Na oportunidade, os temas abordados foram Educação Previdenciária e o plano Vale Mais. Segundo o diretor, a palestra foi avaliada como ótima numa pesquisa interna feita com a equipe. Para o grupo, as questões mais sensíveis relacionadas à previdência complementar são o montante a ser aplicado, embora, no caso da Valia, a opção de praticamente todos seja pelo percentual que garanta a contrapartida máxima da empresa, condições e prazo para benefícios e rendimentos, falou Gottschalk. Nesses encontros também são apresentados alguns cenários e fatores socioeconômicos que levam os empregados a refletir sobre a necessidade cada vez maior de formar uma poupança previdenciária e de incorporar esse tema no seu dia a dia. 4 I Revista Valia

5 Atendimento Itinerante da Valia dá suporte aos participantes Outra forma de a Valia levar aos empregados dos patrocinadores informações sobre os planos de previdência é o Atendimento Itinerante, que visa a um contato mais direto com os participantes e ao esclarecimento de dúvidas. Quando o empregado da Fundação percebe que há dúvidas frequentes sobre um tema específico durante os atendimentos, ele pode promover palestras ou rodas de conversa para compartilhar o assunto. Esse tipo de ação é bem recebida pelos nossos participantes, diz Liliane Lima Monteiro, gerente de Atendimento Corporativo e Comunicação da Fundação. Em 2013, foram realizados atendimentos itinerantes em localidades como Alagoinha, São Paulo, Itacuruçá, Porto de Itaguaí, Catalão, Santa Barbara, Porto de Barcarena, Porto de Trombetas, São Pedro de Água Branca, Parauapebas, Marabá, Ourilândia do Norte, Monte Dourado, São Luís, Açailândia, Aracaju, Paragominas e Belém. Nesse contato, o enfoque principal é o planejamento de futuro, abordando-se as características do plano, mercado de investimentos e simulação de renda. Além deste serviço, para esclarecer suas dúvidas, os participantes dispõem do Disque Valia, das agências e postos de atendimento, do Fale Conosco (no site) e dos Consultores Valia, parceiros que atuam nos próprios patrocinadores. Revista Valia I 5

6 Jurídico de A a Z Incidência de IR no superávit O Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) é um imposto federal aplicável a todas as pessoas que tenham obtido um ganho, renda ou proventos acima de um determinado valor previsto na legislação. O Código Tributário Nacional estabelece que esse imposto, de competência da União, tem como fato gerador: i) a renda, assim entendido o produto do capital, do trabalho ou da combinação de ambos; ii) os proventos de qualquer natureza, assim entendidos os acréscimos patrimoniais não compreendidos no inciso anterior. Nesse sentido, as pessoas físicas domiciliadas ou residentes no Brasil, titulares de disponibilidade econômica ou jurídica de renda ou proventos de qualquer natureza, inclusive rendimentos e ganhos de capital, são contribuintes do Imposto de Renda, sem distinção da nacionalidade, sexo, idade, estado civil ou profissão (Lei nº 4.506, de 30 de novembro de 1964, art. 1º, Lei nº 5.172, de 25 de outubro de 1966, art. 43, e Lei nº 8.383, de 30 de dezembro de 1991, art. 4º). O imposto será devido à medida que os rendimentos e ganhos de capital forem percebidos, sem prejuízo do ajuste feito quando da Declaração Anual de Rendimentos. Em razão de dúvidas de alguns participantes relativas à incidência ou não do Imposto de Renda na parcela recebida a título de superávit, paga no plano de Benefício Definido, é importante entender a legislação que trata do assunto. Para tal, visando sempre à atualização de informações aos nossos participantes, é ilustrativa a recentíssima decisão do Tribunal Regional Federal que tratou da matéria, ao julgar ação tributária promovida por um grupo de participantes exclusivamente em face da União Federal pretendendo a não incidência do IR no superávit pago pela Valia. 6 I Revista Valia

7 A referida Jurisprudência assim definiu: Tributário. Imposto de renda. Previdência privada. Leis 7.713/88 e 9.250/95. Superávit no resultado dos planos de previdência privada. LC 109/2001. Rateio do patrimônio com participantes e beneficiários. Incidência do imposto de renda. Em seus fundamentos, o Tribunal destacou que a doutrina é unânime em pontuar que a hipótese de incidência do Imposto de Renda é, portanto, a renda, sendo entendida esta como acréscimo patrimonial do produto do capital, do trabalho ou da combinação de ambos e também os proventos (outras espécies de acréscimo patrimonial não compreendidas no conceito de renda). Aplicando a fundamentação acima, no caso concreto do superávit pago pela Valia no plano de Benefício Definido, o Tribunal concluiu que a incidência de Imposto de Renda, na hipótese, segue o ordenamento jurídico tributário, destacando que as parcelas de superávit, ao constituírem em acréscimo patrimonial ao patrimônio já existente, são fatos geradores de IR e, portanto, sujeitas à incidência de tributação do referido imposto.* Seguindo esse mesmo entendimento, o Supremo Tribunal Federal já havia decidido por unanimidade no RE n.º /SP que a expressão renda e provento de qualquer natureza significa sempre acréscimo patrimonial. *(TRF - 2ª Região - 4ª Turma Apelação Cível - n , relator Des. Federal Luiz Antônio Soares, D.O. 15/04/2014) Revista Valia I 7

8 Vida Saudável Torcida com saúde na Copa do Mundo A Copa do Mundo é sempre uma oportunidade de comemorar. Se o time brasileiro vai bem e vence a competição, a festa está garantida antes, durante e após os jogos, mas, mesmo quando o resultado não é o que desejamos, a disputa permite a reunião de amigos e familiares para assistir ao que o futebol mundial tem a oferecer de melhor. Nessas datas festivas, é preciso, no entanto, ter cuidado redobrado com a saúde. A ingestão de bebida alcoólica, por exemplo, aumenta bastante e, com ela, os riscos associados ao consumo excessivo. Um levantamento realizado pelo Ministério da Saúde no ano passado, em que foram entrevistadas 47 mil pessoas em 71 hospitais de todas as capitais do país, chegou à conclusão de que uma em cada cinco vítimas de acidente de trânsito havia ingerido álcool. No Brasil, há por ano 42 mil mortes em acidentes de trânsito, o que nos coloca em quinto lugar entre as nações mais violentas nesse quesito. As bebidas não são perigosas apenas para os motoristas, motociclistas e as vítimas de sua imprudência e irresponsabilidade, mas também para pedestres. Para que as pessoas possam torcer com mais segurança, a cardiologista Emmanuelle Cerqueira, que trabalha na Clínica Pasa Saúde de São Luís (MA), fala sobre como proceder. 8 I Revista Valia

9 Nos jogos do Brasil durante a Copa, certamente haverá, como sempre acontece, pessoas muito tensas. Quais cuidados devem ser tomados antes e durante as partidas para evitar que essa tensão acabe gerando problemas de saúde? Tudo que causa expectativa leva a algum grau de ansiedade. Durante a Copa cada torcedor espera que o Brasil vença seus jogos e esse anseio pelo resultado positivo normalmente eleva o nervosismo. O nível de ansiedade vai variar de pessoa para pessoa, podendo até ser ausente ou oscilar entre leve e grave. Algumas dicas para controlar essa sensação, que tende a ser maior nos mais ansiosos: pratique atividade física regular, depois de liberado pelo cardiologista, o que diminui o estresse independentemente da causa; respire profundamente, inspirando e expirando lentamente, antes de a partida iniciar, durante alguns minutos; evite bebidas estimulantes, como café, chá mate, refrigerantes à base de cola (contêm cafeína em grande quantidade); evite excessos com bebidas alcoólicas. Pessoas com histórico de doenças cardiológicas devem ter mais atenção? Que cuidados extras precisam tomar? As pessoas cardiopatas têm mais chances de apresentar complicações durante situações de ansiedade importante. Elas não devem se esquecer de tomar suas medicações nos horários habituais, além de evitar excesso ao comer, principalmente sal e alimentos gordurosos, e não ingerir bebida alcoólica. Se sentirem qualquer mal-estar, palpitações, falta de ar, dor no peito, precisam procurar imediatamente um pronto-socorro. Quais são os problemas de saúde mais associados ao estresse intenso? Pessoas que vivem sob condições estressantes constantes estão mais sujeitas a ter hipertensão arterial, infarto do miocárdio (coração), sistema imunológico (de defesa) ineficiente, câncer, distúrbios do sono, entre outros. O estresse agudo pode dar sensação de falta de ar, palpitações, dor no peito, diarreia, desmaio. É importante ressaltar que, habitualmente, só um médico pode diferenciar entre sintomas relacionados à ansiedade ou sintomas que determinam doença física. Conhece alguma estatística que associe infartos, por exemplo, à intensa emoção durante jogos ou isso está só no imaginário popular? As pessoas que sofrem de ansiedade intensa de longa data (crônica) têm cerca de 30% a 40% de chance de ter um infarto agudo do miocárdio, mesmo que não tenham outros fatores de risco cardiovasculares (como tabagismo, diabetes, hipertensão, colesterol alto, etc.), comparadas àquelas que têm um grau de ansiedade normal. Em se tratando de uma condição de estresse importante agudo (o que pode ocorrer durante um jogo), não há estatística, mas podemos dizer que quanto maior o nível de estresse, maior a possibilidade de complicações cardiovasculares, principalmente em pacientes cardiopatas (vale lembrar que muitas pessoas são cardiopatas e não sabem). Em relação à alimentação e ao consumo de bebidas alcoólicas pré e pós-jogo, o que recomendaria? Alimentos leves, como saladas e frutas, evitando muita comida e pratos gordurosos e salgados. O álcool em excesso pode levar, entre outras coisas, à elevação da pressão arterial, à perda dos reflexos neurológicos e a palpitações. Então, é recomendado moderação. Em vez de apenas churrascos, feijoadas e salgadinhos, que tal usar a imaginação? Um dia de massas, outro de frutas da época, sucos variados, há muitas opções saudáveis que podem entrar no cardápio. E não se esqueça de beber muita água. Revista Valia I 9

10 Aldeia Global Como a economia mundial afeta o Brasil A expressão mundo globalizado é lida e ouvida com muita frequência para explicar a dependência crescente entre os países, sobretudo no que diz respeito à cultura e economia. Cada vez mais, o que ocorre em outras nações traz consequências para o nosso dia a dia. A área de Investimentos no Exterior da Valia fez uma análise para ajudar os participantes a entenderem como o atual cenário da economia internacional reflete no Brasil. De acordo com a análise da área, os Estados Unidos sofreram recuo em sua atividade econômica em 2008 e 2009, mas conseguiram se recuperar e crescer em média mais de 2% nos últimos quatro anos. A expectativa para 2014 é de que os bons resultados se mantenham. Contudo, essa melhora levou o Banco Central Americano a diminuir os estímulos à economia, o que reduziu a quantidade de dinheiro em circulação no mundo. Isso afetou os chamados países emergentes, entre os quais está o Brasil, pois os investidores tiraram seus recursos das regiões consideradas mais arriscadas. Na Europa, a chamada Zona do Euro (composta pelos países que adotaram essa moeda única) está em processo de recuperação. A região sofreu mais com a crise global e muitos países precisaram adotar medidas fortes para reduzir suas dívidas. Após dois anos seguidos de redução de sua economia, a expectativa é de que ocorra crescimento próximo de 1% este ano. Apesar das boas projeções, ainda há riscos na região. O setor bancário está fragilizado, realizando poucos empréstimos, e a inflação segue muito baixa, inferior a 1% ao ano. Inflação alta é um perigo, mas baixa demais significa pouco vigor econômico. A China, por sua vez, passa por um momento delicado. O governo local iniciou uma série de reformas para tornar o desenvolvimento do país mais sustentável. A projeção é de que o crescimento da economia seja inferior ao do ano passado e fique entre 7% e 7,5%. É um resultado alto em comparação com outros países, mas baixo em relação ao histórico chinês. Essa desaceleração é preocupante para o Brasil, na medida em que nosso país é um forte exportador de commodities (mercadorias básicas, geralmente matérias-primas, como o minério de ferro) e a China é o maior consumidor mundial desses produtos. Se os chineses compram menos, o preço das commodities tende a cair e diminuir o valor final das exportações brasileiras. Atualmente, os investidores globais, aqueles que colocam seus recursos nos mercados mais atraentes, estão preocupados com as nações emergentes. Brasil, Índia, Rússia, Turquia, entre outras, sofreram em 2013 com queda no crescimento e aumento da inflação. Este ano, o Brasil pode se beneficiar da recuperação das regiões desenvolvidas e do câmbio desvalorizado (o real, nossa moeda, valendo menos) bom para os setores exportadores, já que nossos produtos ficam mais baratos para quem os compra. Mas o real desvalorizado tem um lado negativo, pois encarece as importações, gerando mais inflação. Então, a previsão é de que, pela influência dos cenários externo e interno, os juros básicos de nossa economia se mantenham elevados e a taxa de crescimento do país, ligeiramente menor do que a do ano passado. 10 I Revista Valia

11 Projeto Futuro Junho/2014 Educação Previdenciária A importância do cálculo atuarial Os participantes que acompanham seus investimentos e os canais de comunicação da Valia constantemente leem sobre a situação atuarial dos planos, tratada em pareceres, balanços e matérias. Mas nem todos entendem, na prática, o que é um cálculo atuarial e qual o objetivo de ele ser feito. Cálculo atuarial é uma ciência que une matemática financeira e probabilidades para definir um pagamento que será ou poderá ser feito ao fim de um determinado período de tempo. Explicado desta forma, parece complicado, mas com exemplos fica mais fácil de compreender. A definição do custo anual de um seguro de carro está entre aquelas situações que dependem de cálculo atuarial. Para saber quanto cada motorista pagará para fazer este tipo de apólice para o automóvel, são levadas em consideração questões como idade, sexo e os índices de furto e roubo na região de residência. Isso porque homens jovens, por exemplo, se envolvem em acidentes mais graves do que outros grupos; enquanto há cidades com baixa estatística de roubos e furtos a veículos, há outras em que esse crime é comum. O atuário, profissional responsável pelos cálculos, utiliza os índices de que dispõe para definir o quanto a seguradora deverá cobrar para garantir o pagamento em caso de sinistro (acidente, roubo ou furto). Além deste, os demais tipos de seguros, como de vida e residenciais, também empregam cálculos atuariais. No caso dos planos de previdência, tanto públicos quanto privados, o princípio é o mesmo, mas o número de variáveis (questões que precisam ser consideradas) e o período de tempo são maiores e mais complexos. Quantos anos as pessoas viverão, provavelmente; qual será a remuneração estimada no momento da aposentadoria; quantas pessoas sairão dos planos antes desse período; e outras possibilidades entram no cálculo atuarial. Uma vez ao ano, a Valia refaz essa conta para avaliar o equilíbrio financeiro dos planos, ou seja, se os recursos do plano (recebidos e planejados para entrarem no futuro) são suficientes para pagar os benefícios dos participantes agora e no futuro, e quais as medidas, eventualmente, precisam ser tomadas para corrigir desequilíbrios. Assim, o cálculo atuarial se mostra um instrumento básico e fundamental para os participantes terem segurança de que seus planos estão ajustados e todos poderão receber o valor esperado ao se aposentar.

12 Projeto Futuro Educação Financeira O que são investimentos em Renda Fixa Ao aplicar em Renda Fixa, na prática, está se emprestando dinheiro ao emissor do título em troca de um rendimento. Os emissores podem ser o governo, por exemplo, por meio do Tesouro Nacional, ou podem ser empresas privadas. O retorno destes papéis pode ser pré ou pós-fixado. No pré-fixado, as aplicações têm rentabilidade preestabelecida. Já nos pós-fixados, o rendimento dele é conhecido apenas no momento do resgate, pois são reajustados por um indexador que é atualizado diariamente ou periodicamente. Um exemplo de operação pré-fixada seria uma LTN (Letra do Tesouro Nacional), título público cujo valor de resgate é de R$ 1.000,00, com vencimento em um ano. Se ele for comprado ao preço de R$ 900,00, o retorno será de 11,11% neste período. No entanto, cabe frisar que, até o vencimento, o saldo da aplicação pode oscilar por questões econômicas. Se o mercado de títulos de Renda Fixa passar a pedir um rendimento maior para se investir nesta mesma LTN, digamos de 11,20%, o valor do mesmo cairá para R$ 899,28, gerando uma perda momentânea de 0,08%. Da mesma forma, se o mercado passar a exigir um rendimento menor para este papel, digamos 11%, ele passará a valer R$ 900,90, gerando um ganho de 0,10%. Assim, mesmo que o valor do título possa oscilar de um dia para o outro, na data do vencimento já se conhece a quantia a ser resgatada, garantindo, dessa forma, que o rendimento final atinja os 11,11% contratados no momento da aplicação. Existe também outro tipo de aplicação, que possui parte do rendimento pré-fixado, mas que também é reajustada pela inflação. Um exemplo é NTN-B (Nota do Tesouro Nacional série B). Adicionalmente, outra modalidade da Renda Fixa incluiu operações baseadas nas taxas de juros de um dia, reajustadas pelo CDI (Certificado de Depósito Interbancário), o indexador mais utilizado pelo mercado. Por, em geral, se valorizar todo dia, este tipo de produto é considerado de menor risco, já que o investidor sabe que, passado algum tempo, terá um recurso maior do que o valor inicial aplicado. Outro fator que deve ser considerado ao investir em Renda Fixa é o risco de o emissor não honrar o pagamento da dívida, chamado de risco de crédito. No Brasil, os papéis do Tesouro Nacional são considerados os mais seguros. Mas há a possibilidade de investir em títulos emitidos por empresas privadas (títulos privados), com baixo risco de crédito. A Valia também investe em títulos privados, após realizar uma minuciosa avaliação da capacidade de pagamento do banco ou da empresa emissora. Quando se considera um horizonte mais longo, como é o caso da previdência complementar, o ideal é investir em uma carteira diversificada, composta por alocações atreladas ao CDI, à inflação e pré-fixadas, com uma parte investida em títulos privados de baixo risco de crédito. É dessa forma que são realizados os investimentos da Valia em Renda Fixa. Fontes: Banco Central e sites de instituições financeiras

13 Tecnovalia Autopatrocinados podem usar o DDA Os participantes autopatrocinados também podem usar a opção de Débito Direto Autorizado (DDA), um instrumento criado pelo sistema financeiro para permitir que os clientes dos bancos tenham acesso, de forma eletrônica (por telefone, internet, caixa eletrônico), a suas contas a pagar, sem que seja necessário receber em casa os boletos. Para usufruir dessa facilidade, basta procurar a opção de adesão ao DDA no site da instituição financeira da qual é cliente ou se dirigir à agência em que tem conta. Entre as vantagens desse sistema, estão a agilidade, a garantia de recebimento da cobrança, o fim da solicitação de segundas vias e da perda de tempo em filas. Há ainda o ganho ambiental, porque deixa de existir a necessidade de impressão de papel e envio pelos Correios. Mas, é importante ressaltar, o DDA não funciona como o débito em conta. O participante terá que autorizar mensalmente o pagamento, quando visualizar a cobrança no banco, que aparece bem antes da data de vencimento, para evitar atrasos e facilitar o agendamento. Além disso, quem faz a opção pelo DDA passa a acessar pelo sistema todas as outras cobranças registradas que estiverem em seu nome, de qualquer cedente. O participante que escolher essa modalidade deixará de receber o boleto em casa, mas pode ter acesso a ele, sempre que desejar, pelo site da Valia, no Portal do Participante. Em caso de dúvidas, é possível recorrer ao Disque Valia, Fale Conosco ou ir às agências e postos de atendimento. Boleto de autopatrocínio por SMS Além da facilidade do DDA, desde abril, os autopatrocinados podem receber também o código de pagamento do boleto por mensagem de SMS. Para isso, basta fazer a opção no Portal do Participante, seguindo o passo a passo: Código de acesso e senha > Produtos e Serviços: inclusão de telefone (incluir DDI e DDD) > Marque como principal > Confirmar > Inclusão de Produto: Boleto Autopatrocínio > Confirmar. Revista Valia I 13

14 Seção Valor Valia José Wilson Etevaldo Baptista Entre os participantes da Valia que possuem ingressos para os jogos da Copa do Mundo, está José Wilson Alvarenga, operador de equipamentos no Complexo de Tubarão, em Vitória (ES). Ele assistirá à partida disputada por Colômbia e Grécia, no dia 14 de junho, em Belo Horizonte. Capixaba de nascimento e torcedor do Fluminense do Rio de Janeiro, ele não tem o hábito de ir a estádios, mas está ansioso por ver uma partida da Copa do Mundo. Casado e pai de duas filhas, está com grande expectativa para o jogo. Estou feliz e espero, quem sabe, ser visto pela família e pelos colegas durante a transmissão do evento. Ricardo Silva Araujo Copa: participantes assistirão aos jogos nos estádios Também morador de Vitória, mas torcedor do Flamengo, o participante Etevaldo Baptista é técnico em eletrônica da Vale e vai ao jogo da Argentina contra o Irã, em Belo Horizonte (MG), no dia 21 de junho. A sensação de estar dentro de um estádio assistindo a uma disputa e poder sentir a vibração de um grupo imenso de pessoas torcendo não dá para descrever. A emoção cresce a cada dia. Amigos e parentes perguntam sobre o jogo, dão dicas, pedem para eu tirar fotos, tentar falar com jogadores, e isso tudo faz com que a expectativa fique intensa e, claro, aumenta a responsabilidade de chegar lá conhecendo todos os jogadores dos dois times. O dever de casa tem que ser feito, afirma. Para Etevaldo, nossa seleção é favorita para conquistar o título, seguida da Argentina. Apaixonado por futebol desde criança e torcedor do Atlético Mineiro, o Galão da Massa, o eletricista Ricardo Araujo, de Conselheiro Lafaiete (MG), também assistirá à disputa entre Argentina e Irã. Terei a honra de ver um jogo da Copa do Mundo em meu estado e estou muito feliz, diz. Para ele, além dos argentinos e brasileiros, o time da Alemanha está entre os favoritos ao título. Teremos uma Copa muito disputada, prevê o atleticano, que realizará o sonho de milhões de torcedores e de milhares de participantes ao estar presente em uma partida da Copa do Mundo. Para contribuir com esta seção, envie um com sugestões para 14 I Revista Valia

15 Quadrinhos Revista Valia I 15

16 imaginatto Participante VALIA, é hora de proteger seu carro e seu orçamento Descontos exclusivos para você no Seguro Auto SulAmérica Participante* VALIA pensa no futuro, mas pode aproveitar vantagens especiais agora mesmo. Contrate um dos melhores seguros do Brasil com desconto, atendimento personalizado e cobertura nacional. *Ativos, assistidos e beneficiários. O Seguro Auto SulAmérica é extensivo ao titular, cônjuge, ascendentes e descendentes. Faça uma cotação agora com a JLCS Corretora de Seguros ** ou (21) / ** Atendimento para todo o Brasil, não é necessário digitar o DDD. Expediente DIRETOR-SUPERINTENDENTE: Eustáquio Coelho Lott DIRETORA DE SEGURIDADE: Maria Elisabete Silveira Teixeira DIRETOR DE INVESTIMENTOS E FINANÇAS: Maurício da Rocha Wanderley GERENTE DE ATENDIMENTO CORPORATIVO E COMUNICAÇÃO: Liliane Monteiro (MTB ) ANALISTA DE COMUNICAÇÃO: Aline Abreu, Paloma Cunha e Talita Vasconcelos ESTAGIÁRIA DE COMUNICAÇÃO: Luiza Richer CONSELHO EDITORIAL: Alessandra Lemelle, Maria Elisabete Silveira Teixeira, Isaura Rodrigues, Milena Miranda, Juliana Maciel, Lygia Avena, Leonardo Koifman e Gelson Felix PROJETO GRÁFICO: Casa do Cliente DIAGRAMAÇÃO: Invitro Comunicação PRODUÇÃO EDITORIAL: Tempero Comunicação. CANAIS DE ATENDIMENTO: Disque Valia ( ) Ligações de celular ou do exterior (0xx ) Fale Conosco Site Valia (www.valia.com.br) ENDEREÇO PARA DEVOLUÇÃO: VALIA Av. das Américas, º andar salas 301 e 302 Barra da Tijuca Rio de Janeiro RJ CEP: Mudou-se Não procurado Endereço insuficiente Não existe o número indicado Ausente Desconhecido Recusado Falecido Inf.esc. porteiro/síndico Outros:

Escolha o seu e comece a construir o futuro que você quer ter

Escolha o seu e comece a construir o futuro que você quer ter Escolha o seu e comece a construir o futuro que você quer ter Valia Fix, Valia Mix 20, Valia Mix 35 e Valia Ativo Mix 40 Quatro perfis de investimento. Um futuro cheio de escolhas. Para que seu plano de

Leia mais

Perfis de Investimento

Perfis de Investimento Perfis de Investimento Manual Perfis de Investimento Manual Perfis de Investimento Índice Objetivo... 3 Introdução... 3 Falando sobre sua escolha e seu plano... 3 Perfis de Investimento... 5 Principais

Leia mais

CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTO VALIA FAÇA A SUA ESCOLHA. VALIA FIX VALIA MIX 20 VALIA MIX 35

CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTO VALIA FAÇA A SUA ESCOLHA. VALIA FIX VALIA MIX 20 VALIA MIX 35 CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTO VALIA VALIA FIX VALIA MIX 20 VALIA MIX 35 O melhor perfi l de investimento é o que mais se parece com você. FAÇA A SUA ESCOLHA. A Valia está disponibilizando três perfis

Leia mais

plano Taesaprev Editada em fevereiro de 2012

plano Taesaprev Editada em fevereiro de 2012 plano Taesaprev Editada em fevereiro de 2012 Apresentação Ativo, rentabilidade, renda fixa, perfil de investimento... Se você tem o hábito de se informar sobre como anda o dinheiro investido no seu plano

Leia mais

Aprenda a fazer uma pequena quantia de sua renda crescer

Aprenda a fazer uma pequena quantia de sua renda crescer Veículo: Diário do Comércio Data: 24/10/15 Aprenda a fazer uma pequena quantia de sua renda crescer Para obter um retorno próximo (ou superior) aos 14,25% da Selic, o investidor deve descobrir o prazo

Leia mais

Jonatam Cesar Gebing. Tesouro Direto. Passo a passo do Investimento. Versão 1.0

Jonatam Cesar Gebing. Tesouro Direto. Passo a passo do Investimento. Versão 1.0 Jonatam Cesar Gebing Tesouro Direto Passo a passo do Investimento Versão 1.0 Índice Índice 2 Sobre o autor 3 O Tesouro Direto 4 1.1 O que é? 4 1.2 O que são Títulos Públicos? 5 1.3 O que é o grau de investimento?

Leia mais

Versão atualizada em março de 2011

Versão atualizada em março de 2011 Versão atualizada em março de 2011 Apresentação Ativo, rentabilidade, renda fixa, perfil de investimento... Se você tem o hábito de se informar sobre como anda o dinheiro investido no seu plano previdenciário,

Leia mais

Plano de Contribuição Definida

Plano de Contribuição Definida Plano de Contribuição Definida Gerdau Previdência CONHEÇA A PREVIDÊNCIA REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Oferecido pelo setor privado, com adesão facultativa, tem a finalidade de proporcionar uma proteção

Leia mais

Perfis de Investimento. GEBSA Prev

Perfis de Investimento. GEBSA Prev Perfis de Investimento GEBSA Prev 2 GEBSA-PREV INTRODUÇÃO Esta cartilha reúne as principais informações relacionadas aos Perfis de Investimento da GEBSA PREV e vai lhe ajudar a identificar alguns aspectos

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV Material Explicativo Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV 2 GEBSA-PREV O PLANO GEBSA-PREV VAI AJUDAR VOCÊ A CONSTRUIR SEU FUTURO! Preocupada com a tranquilidade e o bem estar de seus funcionários, a GE oferece

Leia mais

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar.

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. FUNDO REFERENCIADO DI Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. Para tal, investem no mínimo 80% em títulos públicos federais

Leia mais

PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI

PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI UVERGS PREVI A União dos Vereadores do Estado do Rio Grande do Sul visa sempre cuidar do futuro de seus associados Por conta disso, está lançando um Programa de Benefícios

Leia mais

Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012

Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012 Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012 Analistas indicam quais cuidados tomar no mercado financeiro em 2012 e quais investimentos oferecem menor probabilidade

Leia mais

Ministério da Fazenda

Ministério da Fazenda Ministério da Fazenda Belo Horizonte, outubro de 2006 Visão Geral do Programa Vantagens do Tesouro Direto Entendendo o que altera o preço Calculadora do Tesouro Direto O que é Tesouro Direto? Em 07 de

Leia mais

Principais Destaques

Principais Destaques Aumento do Patrimônio Atingimento da Meta Atuarial Principais Destaques 1. Perfil Institucional A Fundação CAGECE de Previdência Complementar CAGEPREV, criada através da Lei Estadual nº 13.313, de 30 de

Leia mais

Gestão de Benefícios

Gestão de Benefícios Gestão de Benefícios 2EASY GESTÃO DE BENEFÍCIOS A 2Easy Benefícios é uma unidade de negócios da 2Easy Solutions, reconhecida pelo seu know how em Soluções para Gestão de Pessoas. A 2Easy Benefícios nasceu

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão -

PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão - PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão - O que é o plano PreVisão? O plano PreVisão é o novo plano de benefícios administrado pela Visão Prev, resultado de estudos realizados no intuito de buscar uma solução

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução 4 Sobre o Plano Previplan 5 Adesão 5 Benefícios do Plano 6 Entenda o Plano 7 Rentabilidade 8 Veja como funciona a Tributação 9 O que acontece

Leia mais

Manual Perfis de Investimentos

Manual Perfis de Investimentos Manual Perfis de Investimentos 2015 Manual de Perfis de Investimentos Índice Perfi s de Investimentos Avonprev... 4 Por que existem os Perfi s de Investimentos... 5 O que são Perfi s de Investimentos...

Leia mais

INFORMA REDUÇÃO DO CUSTEIO ADMINISTRATIVO - QUE DIFERENÇA FAZ?

INFORMA REDUÇÃO DO CUSTEIO ADMINISTRATIVO - QUE DIFERENÇA FAZ? INFORMA Edição nº 4 Dezembro/2015 REDUÇÃO DO CUSTEIO ADMINISTRATIVO - QUE DIFERENÇA FAZ? Para administrar os planos de benefícios, a Regius utiliza os recursos advindos do custeio administrativo previdencial,

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O futuro que você faz agora FUNPRESP-JUD Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Judiciário 2 Funpresp-Jud seja bem-vindo(a)! A Funpresp-Jud ajudará

Leia mais

Especialistas ensinam como é possível arcar com as despesas escolares da criança sem causar grandes estragos no orçamento

Especialistas ensinam como é possível arcar com as despesas escolares da criança sem causar grandes estragos no orçamento Veículo: Bebê.com.br Data: 03/02/10 Poupe pelo futuro do seu filho Especialistas ensinam como é possível arcar com as despesas escolares da criança sem causar grandes estragos no orçamento Assim que a

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Funbep II 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 06 Na hora da aposentadoria... 08 Cuide bem

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão O que é A SISTEL? A Fundação Sistel de Seguridade Social foi criada em 1977 e possui expressiva experiência em Planos de Previdência Privada. A Sistel atua no desenvolvimento de soluções previdenciais

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

E-book de Fundos de Investimento

E-book de Fundos de Investimento E-book de Fundos de Investimento O QUE SÃO FUNDOS DE INVESTIMENTO? Fundo de investimento é uma aplicação financeira que funciona como se fosse um condomínio, onde as pessoas somam recursos para investir

Leia mais

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO D Cartilha - Plano D INTRODUÇÃO Você está recebendo a Cartilha do Plano D. Nela você encontrará um resumo das principais características do plano. O Plano D é um plano moderno e flexível

Leia mais

Plano TELOS Contribuição Variável - I

Plano TELOS Contribuição Variável - I Plano TELOS Contribuição Variável - I A sua empresa QUER INVESTIR NO SEU FUTURO, E VOCÊ? A sua empresa sempre acreditou na importância de oferecer um elenco de benefícios que pudesse proporcionar a seus

Leia mais

Planejamento Financeiro

Planejamento Financeiro Planejamento Financeiro Planejamento financeiro é um processo Existe disponibilidade de recursos para isto? racional de administrar sua renda, seus investimentos, De onde virão os recursos para o crescimento

Leia mais

TÍTULO: DE POUPADOR A INVESTIDOR DESPERTANDO O GÊNIO FINANCEIRO DE INVESTIDORES CONSERVADORES

TÍTULO: DE POUPADOR A INVESTIDOR DESPERTANDO O GÊNIO FINANCEIRO DE INVESTIDORES CONSERVADORES TÍTULO: DE POUPADOR A INVESTIDOR DESPERTANDO O GÊNIO FINANCEIRO DE INVESTIDORES CONSERVADORES CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: CIÊNCIAS CONTÁBEIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE

Leia mais

Guia PCD. Conheça melhor o Plano

Guia PCD. Conheça melhor o Plano Guia PCD Conheça melhor o Plano Índice De olho no Futuro...3 Quem é a Fundação Centrus?...5 Conhecendo o Plano de Contribuição Definida - PCD...6 Contribuições do Participante...7 Saldo de Conta...8 Benefícios

Leia mais

FAPI (Fundo de Aposentadoria Programada Individual) FASB (Financial Accounting Standards Board) Fato relevante Fator Fator Atuarial

FAPI (Fundo de Aposentadoria Programada Individual) FASB (Financial Accounting Standards Board) Fato relevante Fator Fator Atuarial 1. FAPI (Fundo de Aposentadoria Programada Individual): Modalidade de fundo de aposentadoria que tem como objetivo a acumulação de recursos a partir, exclusivamente, dos aportes feitos pelo titular do

Leia mais

Os resultados de 2013 e as perspectivas para 2014

Os resultados de 2013 e as perspectivas para 2014 w w w. f u n b e p. c o m. b r Informativo bimestral do FUNBEP - Fundo de Pensão Multipatrocinado março/abril 2014 ano12 nº64 Fechamento autorizado. Pode ser aberto pela ECT. Os resultados de 2013 e as

Leia mais

[CONFIDENCIAL] Tesouro Direto. Títulos Públicos

[CONFIDENCIAL] Tesouro Direto. Títulos Públicos 1 Tesouro Direto Títulos Públicos Títulos Públicos Os títulos públicos possuem a finalidade primordial de captar recursos para o financiamento da dívida pública. Comprando títulos públicos, você emprestará

Leia mais

Material Explicativo Centrus

Material Explicativo Centrus Material Explicativo Centrus De olho no futuro! É natural do ser humano sempre pensar em situações que ainda não aconteceram. Viagem dos sonhos, o emprego ideal, casar, ter filhos, trocar de carro, comprar

Leia mais

RAÏSSA LUMACK, Vice-Presidente de RH da Coca-Cola Brasil.

RAÏSSA LUMACK, Vice-Presidente de RH da Coca-Cola Brasil. 1 RAÏSSA LUMACK, Vice-Presidente de RH da Coca-Cola Brasil. O Informativo Previcoke (Fundo de Pensão da Coca-Cola Brasil) é feito para quem já pensa no amanhã e para quem quer começar a pensar. Aqui, você

Leia mais

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas.

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. O Itaú quer estar presente em todos os momentos da sua vida. Por isso, criou este material para ajudar você com as

Leia mais

PERFIS DE INVESTIMENTO

PERFIS DE INVESTIMENTO PERFIS DE INVESTIMENTO Índice 3 Apresentação 3 Como funciona a ELETROS? 4 Como são os investimentos em renda variável? 5 Como são os investimentos em renda fixa? 6 Como são os investimentos nos demais

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 5: Serviços Bancários

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 5: Serviços Bancários Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 5: Serviços Bancários Objetivo Conscientizar nossos clientes sobre os serviços bancários e as funções de cada funcionário O conteúdo deste material é baseado

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante FenacorPrev Índice Introdução... 3 O Programa de Previdência FenacorPrev... 3 Contribuições... 4 Investimentos... 5 Benefício Fiscal... 6 Benefícios

Leia mais

Cartilha. Perfis de Investimento. FUNDAÇÃO previdenciária IBM

Cartilha. Perfis de Investimento. FUNDAÇÃO previdenciária IBM Cartilha Perfis de Investimento FUNDAÇÃO previdenciária IBM 2015 Índice A escolha do seu Perfil de Investimento...4 O que é um Perfil de investimento?...5 Opções de Investimento...6 Perfis de Investimento

Leia mais

Seus projetos para o futuro começam a ser construídos no presente

Seus projetos para o futuro começam a ser construídos no presente Seus projetos para o futuro começam a ser construídos no presente Um plano de previdência comprometido com o seu Caro(a) colaborador(a), futuro Este Termo de Adesão é o caminho para que você se torne um

Leia mais

A seguir demonstraremos os passos a serem seguidos para uma seleção adequada e que atenda as expectativas dos investidores:

A seguir demonstraremos os passos a serem seguidos para uma seleção adequada e que atenda as expectativas dos investidores: Como escolher um Fundo de Investimento (Suitability) Tão importante quanto conhecer os Fundos de Investimento oferecidos é conhecer o seu perfil de investimento. Feito isso, você poderá selecionar corretamente

Leia mais

em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Sul

em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Sul em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Sul O desempenho e os resultados alcançados pelo Sicoob Sul em comprovam as vantagens do trabalho coletivo em cooperativa. Mesmo num ano de muitas incertezas

Leia mais

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. C/C Itaú. Quando e como receberei o meu benefício?

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. C/C Itaú. Quando e como receberei o meu benefício? Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. O Itaú quer estar presente em todos os momentos da sua vida. Por isso, criamos este material para ajudar você com

Leia mais

INVESTIMENTOS CONSERVADORES

INVESTIMENTOS CONSERVADORES OS 4 INVESTIMENTOS CONSERVADORES QUE RENDEM MAIS QUE A POUPANÇA 2 Edição Olá, Investidor. Esse projeto foi criado por Bruno Lacerda e Rafael Cabral para te ajudar a alcançar mais rapidamente seus objetivos

Leia mais

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD MATERIAL EXPlICatIvo Plano BAYER CD 1 Prezado Colaborador! você, que está sendo admitido agora ou ainda não aderiu ao Plano de Previdência oferecido pelo Grupo Bayer, tem a oportunidade de conhecer, nas

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Gestão Financeira Prof. Marcelo Cruz Fundos de Investimento 3 Uma modalide de aplicação financeira Decisão de Investimento 1 Vídeo: CVM Um fundo de investimento é um condomínio que reúne recursos de um

Leia mais

em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Norte

em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Norte em números Relatório de Prestação de Contas Sicoob Norte O desempenho e os resultados alcançados pelo Sicoob Norte em comprovam as vantagens do trabalho coletivo em cooperativa. Mesmo num ano de muitas

Leia mais

1 - A MUTUANTE concede ao MUTUÁRIO um empréstimo no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo.

1 - A MUTUANTE concede ao MUTUÁRIO um empréstimo no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo. Folha 1 DE 6 Cláusulas e Condições Gerais do Contrato de Mútuo que entre si fazem a Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social - VALIA e seus participantes na forma do seu Regulamento Básico. Fundação

Leia mais

PERFIL DE INVESTIMENTOS PERFIL DE INVESTIMENTO

PERFIL DE INVESTIMENTOS PERFIL DE INVESTIMENTO PERFIL DE INVESTIMENTOS O QUE É? É a opção dada ao participante para que indique os percentuais de seu saldo que devem ser alocados em Renda Fixa e em Renda Variável (ações), de acordo com a sua aptidão

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM Material Explicativo Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil FUNDAÇÃO previdenciária IBM 2 Material Explicativo Fundação Previdenciária IBM A DIREÇÃO DO SEU FUTURO Lembre-se! O objetivo

Leia mais

O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II

O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II ReckittPrev Reckitt Benckiser Sociedade Previdenciária O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II Material Explicativo do Plano de Benefícios II Sumário Carta da diretoria O futuro

Leia mais

JORNAL. O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6

JORNAL. O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6 JORNAL n o 30 ano X 1 o quadrimestre de 2014 Uma Publicação da Fundação Atlântico de Seguridade Social O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6 Comunicação

Leia mais

SOBRE O AUTOR. Leonardo Rocha é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

SOBRE O AUTOR. Leonardo Rocha é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). SOBRE O AUTOR Leonardo Rocha é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Iniciou seu aprendizado em 2007, quando começou a estudar sobre o mercado financeiro.

Leia mais

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada Aceprev Acesita Previdência Privada Aperam Inox América do Sul S.A. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS Aceprev Acesita Previdência Privada DIRETORIA EXECUTIVA Nélia Maria de Campos Pozzi -

Leia mais

Banco do Brasil - Cartilha de Fundos de Investimento Fundos de Investimento

Banco do Brasil - Cartilha de Fundos de Investimento Fundos de Investimento Fundos de Investimento O que é?...2 Tipos de Fundos...2 Fundos de curto prazo...2 Fundos renda fixa...2 Fundos referenciados DI...2 Fundos multimercado...3 Fundos de ações...3 Fundos da dívida externa...3

Leia mais

RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais

CARTILHA PLANO CELPOS CD

CARTILHA PLANO CELPOS CD CARTILHA PLANO CELPOS CD ORIGINAL PLUS O QUE É O PLANO CELPOS CD? O Plano Misto I de Benefícios CELPOS CD é um plano de previdência complementar cujo benefício de aposentadoria programada é calculado de

Leia mais

Perspectivas da economia em 2012 e medidas do Governo Guido Mantega Ministro da Fazenda

Perspectivas da economia em 2012 e medidas do Governo Guido Mantega Ministro da Fazenda Perspectivas da economia em 2012 e medidas do Governo Guido Mantega Ministro da Fazenda Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal Brasília, 22 de maio de 2012 1 A situação da economia internacional

Leia mais

Com você. In for mativo Fundação I taú Un ibanco edição especial setemb ro 201 3. investimento

Com você. In for mativo Fundação I taú Un ibanco edição especial setemb ro 201 3. investimento w w w. f u n d a c a o i t a u u n i b a n c o. c o m. b r Com você Fundação In for mativo Fundação I taú Un ibanco edição especial setemb ro 201 3 Fechamento autorizado. Pode ser aberto pela ECT. Perfil

Leia mais

PARECER MENSAL - 6/2015 20/07/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO

PARECER MENSAL - 6/2015 20/07/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO PARECER MENSAL - 6/2015 20/07/2015 Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO Prezado(a) Diretor(a) Executivo(a), Sr(a). Adélio Dalmolin; Atendendo a necessidade do Instituto

Leia mais

Plano PAI. material explicativo

Plano PAI. material explicativo Plano PAI material explicativo Conheça melhor o Plano PAI e veja como o tempo pode ser seu maior aliado Grande parte dos trabalhadores sonha em ter uma aposentadoria estável e aproveitar essa fase para

Leia mais

VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE.

VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE. VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE. ACESSO WEB QUEM PODE ENTRAR NA ÁREA RESTRITA ATRAVÉS DO SITE FBSS? Participantes Ativos Assistidos (Aposentados e Pensionistas) Importante: Dependentes e pessoas que

Leia mais

André Proite. Novembro de 2012

André Proite. Novembro de 2012 Tesouro Direto André Proite Rio de Janeiro, Novembro de 2012 Princípios da Gestão da Dívida Visão Geral do Programa Vantagens do Tesouro Direto Entendendo o que altera o preço Simulador do Tesouro Direto

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Vivo Prev

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Vivo Prev Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios Vivo Prev Exercício: 2013 e 2012 dezembro R$ Mil Descrição 2013 2012 Variação (%) Relatório Anual 2013 Visão Prev 1. Ativos Disponível Recebível Investimento

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA MUNICIPAL DE NOVA PRATA RS RELATÓRIO BIMESTRAL 01/2015 JANEIRO E FEVEREIRO DE 2015

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA MUNICIPAL DE NOVA PRATA RS RELATÓRIO BIMESTRAL 01/2015 JANEIRO E FEVEREIRO DE 2015 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA MUNICIPAL DE NOVA PRATA RS RELATÓRIO BIMESTRAL 01/2015 JANEIRO E FEVEREIRO DE 2015 Como Presidente e Gestora do Instituto de Previdência

Leia mais

Meu interesse está no futuro, pois é lá que vou passar o resto de minha vida C K

Meu interesse está no futuro, pois é lá que vou passar o resto de minha vida C K Meu interesse está no futuro, pois é lá que vou passar o resto de minha vida C K A principal função do OABPrev-SC é auxiliar o advogado a criar uma poupança previdenciária para dar suporte aos riscos

Leia mais

Tesouro Direto. Segurança, Rentabilidade, Praticidade, Diversidade e Baixo Risco!

Tesouro Direto. Segurança, Rentabilidade, Praticidade, Diversidade e Baixo Risco! Tesouro Direto Segurança, Rentabilidade, Praticidade, Diversidade e Baixo Risco! Escolha a melhor instituição para você Ela ajuda em cada etapa antes de seu primeiro investimento e está sempre ao seu lado,

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: SUPREV 2- CÓDIGO: 00984 3- RAZÃO SOCIAL: SUPREV-FUNDACAO MULTIPATROCINADA SUPLEMENTAÇAO PREVIDENCIARIA

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: SUPREV 2- CÓDIGO: 00984 3- RAZÃO SOCIAL: SUPREV-FUNDACAO MULTIPATROCINADA SUPLEMENTAÇAO PREVIDENCIARIA FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 8 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 19.810.009-92 - PLANO DE BENEFÍCIOS N.º 001 - BROOKLYN 12- OBSERVAÇÕES: ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Visão Multi

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Visão Multi Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios Visão Multi Exercício: 013 e 01 dezembro R$ Mil Descrição 013 01 Variação (%) Relatório Anual 013 Visão Prev 1. Ativos Recebível Investimento Ações

Leia mais

Perfis de Investimento PrevMais

Perfis de Investimento PrevMais Cartilha Perfis de Investimento PrevMais [1] Objetivo Geral O regulamento do PREVMAIS prevê exclusivamente para o Benefício de Renda Programada a possibilidade de os participantes optarem por perfis de

Leia mais

Semana Nacional de Educação Financeira Tema. Opções de investimentos em um cenário de juros em elevação

Semana Nacional de Educação Financeira Tema. Opções de investimentos em um cenário de juros em elevação Tema Opções de investimentos em um cenário de juros em elevação Apresentação JOCELI DA SILVA SILVA Analista Administrativo/Gestão Pública Lotado na Assessoria de Coordenação 3ª CCR Especialização UNB Clube

Leia mais

Projeto Futuro. Conhecimento Geral. Tecnovalia. Vida Saudável. Palavra da Valia Valia tem resultados positivos na pesquisa de satisfação 2

Projeto Futuro. Conhecimento Geral. Tecnovalia. Vida Saudável. Palavra da Valia Valia tem resultados positivos na pesquisa de satisfação 2 Projeto Futuro ANO XIV Nº 223 MARÇO 2014 Consumo com consciência econômica e ambiental Conhecimento Geral Ganhe o livro em comemoração aos 40 anos da Valia 3 Tecnovalia Participantes que recebem a Revista

Leia mais

FUNDAMENTOS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil

FUNDAMENTOS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil FUNDAMENTOS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários

Leia mais

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência No dia 21 de julho, o RH do Banco Bradesco e diretores do Bradesco Previdência expuseram, a cerca de 50 dirigentes sindicais, as mudanças no plano de

Leia mais

Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz. Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento

Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz. Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento Cenário A Seguradora Aegon realizou, no período entre janeiro e fevereiro de 2015, uma pesquisa entre quinze

Leia mais

BRADESCO VISA NACIONAL. Índice. Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência

BRADESCO VISA NACIONAL. Índice. Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência BRADESCO VISA NACIONAL Índice Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência Formas de Pagamento Parcelamento de Compras Crédito Rotativo Parcelamento

Leia mais

Planejamento Financeiro Pessoal

Planejamento Financeiro Pessoal Planejamento Financeiro Pessoal 1 Porque pensar no assunto? Você é uma pessoa livre? Tem certeza? De acordo com o dicionário, a palavra liberdade significa: Possibilidade que tem o indivíduo de exprimir-se

Leia mais

Por favor, mantenham seus celulares desligados ou no modo silencioso.

Por favor, mantenham seus celulares desligados ou no modo silencioso. Por favor, mantenham seus celulares desligados ou no modo silencioso. Nossa equipe Carla Rejane Gomes Benites Alexandre Conte Luiz Eduardo Motta Itapuã Molina Berchon Manuel Valente Janice Antonia Fortes

Leia mais

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO Estas são as condições gerais do Empréstimo, solicitado e contratado por você. Leia atentamente estas condições gerais, que serão aplicáveis durante todo o período

Leia mais

Tesouro Direto. Rentabilidade Segurança Comodidade Diversidade Baixo risco

Tesouro Direto. Rentabilidade Segurança Comodidade Diversidade Baixo risco Tesouro Direto Rentabilidade Segurança Comodidade Diversidade Baixo risco TesouroDireto.indd 1 2/21/11 3:30 PM 1Conheça o Tesouro Direto Criado pelo Tesouro Nacional em 2002, em parceria com a BM&FBOVESPA,

Leia mais

APRENDIZADO QUE VALE OURO!

APRENDIZADO QUE VALE OURO! APRENDIZADO QUE VALE OURO! Introdução A aposentadoria chega mais rápido do que a gente imagina. Nem sempre a Previdência Social atende às nossas necessidades financeiras e projetos nessa fase da vida.

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante Benefício definido (Eletra 01) BENEFICIO DEFINIDO Cartilha do Participante Introdução A ELETRA Fundação Celg de Seguros e Previdência é uma entidade fechada de previdência privada, de fins previdenciários

Leia mais

Nosso presente é cuidar do seu futuro

Nosso presente é cuidar do seu futuro Nosso presente é cuidar do seu futuro Quem quer ser um milionário? Investimento Mensal - R$ 1.000,00 R$ 1.200.000,00 Evolução Patrimonial R$ 1.000.000,00 R$ 800.000,00 R$ 600.000,00 R$ 400.000,00 R$ 200.000,00

Leia mais

guia prático volume I finanças

guia prático volume I finanças guia prático volume I finanças Manter-se bem informado para gerenciar seu consultório ou clínica da melhor maneira possível é fundamental para o sucesso. Dessa forma, além de obter um resultado final mais

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O FUTURO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL O déficit da previdência social coloca em risco o direito à aposentadoria Fatores que agravam a situação: Queda da taxa de natalidade Aumento da

Leia mais

CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTOS

CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTOS CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTOS OBJETIVO GERAL O PrevMais prevê para o Benefício de Renda Programada a possibilidade de que os participantes optem por perfis de investimento, em épocas préestabelecidas,

Leia mais

Perfil de investimentos

Perfil de investimentos Perfil de investimentos O Fundo de Pensão OABPrev-SP é uma entidade comprometida com a satisfação dos participantes, respeitando seus direitos e sempre buscando soluções que atendam aos seus interesses.

Leia mais

Rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV no 1º Trimestre de 2014

Rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV no 1º Trimestre de 2014 Investimentos Rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV no 1º Trimestre de 2014 Como forma de manter os Participantes informados sobre a evolução do seu Plano no que diz respeito à rentabilidade dos

Leia mais