Caracterização dos servidores de

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Caracterização dos servidores de email"

Transcrição

1 Caracterização dos servidores de Neste documento é feita a modulação de um servidor de , com isto pretende-se descrever as principais funcionalidades e características que um servidor de deve possuir. As funcionalidades necessárias: 1. Filas para a recepção/envio de mensagens de Suporte às diversas caixas de (mailbox). 3. Funcionamento correcto com o protocolo de transporte de mensagens (SMTP). 4. Funcionamento com todos os MUA (Mail User Agent). 5. Recepção/envio de mensagens com anexos, onde estes podem ter diferentes tamanhos. 6. Filtros para as mensagens não solicitadas (spam). 7. Listas de . E as características gerais : Ser facilmente configurável. Controlo do seu estado (stoped, running, ). Possibilidade de funcionamento como servidor 'relay', para o reencaminhamento de (dependente do tipo de servidor). Utilização de multi-task que permite um aumento das funcionalidades e melhora a gestão dos processos. Garantir a segurança/privacidade das mensagens de Possibilidade de interagir com base de dados. De seguida apresenta-se a descrição de cada funcionalidade necessária, tendo em conta sempre os três casos de estudo. 1. Filas para a recepção/envio de mensagens de O MTA pode ter várias filas contendo mensagens a serem enviadas ou mensagens recentemente recebidas. Uma fila, tipicamente contém mensagens com diferentes prioridades. Como o protocolo SMTP não oferece nenhum mecanismo de escalonamento, este pode ser feito localmente em função do destino ou do tamanho da mensagem. Servidor MTA deve voltar a colocar na fila, uma mensagem que não foi entregue devido a um erro qualquer. Se a mensagem a enviar tiver múltiplos destinatários, devem ser colocadas na fila as mensagens que não são entregues imediatamente. Assim como, se uma mensagem permanecer muito tempo na fila, esta deve ser eliminada. Uma opção de implementação é o envio de uma mensagem de erro ao remetente de que a mensagem ainda está pendente e que esta vai ser eliminada. (falta falar da capacidade das filas) Use of Caching Como o servidor de DNS pode manter uma cache com as recentes informações, o servidor MTA também mantém duas caches adicionais. Na primeira cache deve guardar os IPs dos servidores que têm o serviço SMTP disponível. Assim evita-se o tráfego na procura desses servidores. Na segunda cache guarda as informações das sessões SMTP existentes. Após o envio da mensagem e antes de terminar a sessão SMTP, deve ser verificado se existe na fila mais mensagens para o mesmo destino. Deste modo aproveita-se a sessão já existente.

2 sendmail O sendmail guarda em uma ou mais filas e utiliza um conceito de grupos para cada fila. No mínimo existe uma fila, normalmente referenciada pela directoria mqueue. Cada mensagem só pode pertencer a uma fila única, e o sendmail pode ser configurado para que escolha uma única fila baseando no tipo de grupo a que a mensagem pertence. Figura 1: Quando as mensagens são guardas na fila, esta é dividida por pedaços. Cada pedaço é que é guardado na fila como ficheiros separados. Isto é, o header e e outras informações sobre a mensagem são guardadas em um ficheiro, enquanto o body (que contem a parte do conteúdo) é guardada noutro ficheiro. Existem definidos 6 tipos de ficheiros que podem aparecer na directoria da fila. Sendo o tipo de cada ficheiro definido pelas duas primeiras letras no nome do mesmo. Type df lf nf tf xf qf Description Data (message body) Lock file (obsolete as of V5.62) ID creation file (obsolete as of V5.62) Temporary qf rewrite image Transcript file Queue control file (and headers) Figura 2: Queue File Types (explicar melhor o conceito de grupos)

3 Postfix O gestor de filas do Postfix tem quatro diferentes tipos de filas: incoming, active, deferred, e corrupt (maildrop). Depois de tratamento inicial de cleanup, a fila incoming recebe as novas mensagens. Assumindo que os recursos do sistema estão disponíveis, o gestor de filas move a mensagem para a fila active e chama um agente para fazer o entrega da mensagem. Se este não conseguir fazer a entrega da mensagem, move a mensagem para a fila deferred onde permanece algum tempo até que seja entregue. Figura 3: Filas em Postfix Figura 4: Mover para a fila "hold" Se haver necessidade de guardar a mensagem por um tempo indefinido, deve-se mover a mensagem para a fila hold. Permanece nesta fila até que seja dito explicitamente para apagar ou mover para outra fila.

4 MS Exchange O MS Exchange considera que as mensagens transferidas de um processo para outro devem ser colocadas em filas até que o processo destino aceite a mensagem. Figura 5: Internal transport architecture for Exchange Server 2003 As mensagens podem passar pelo Exchange por três maneiras diferentes. A primeira através do serviço SMTP (as mensagens de ). Na segunda a troca de mensagens criadas por Microsoft Outlook (MAPI) client or an Outlook Web Access (OWA) client. E a terceira, são as mensagens que recebe através dos MTAs. O Exchange suporta vários tipos de filas para guardar as mensagens. O número exacto e o tipo das filas depende do que pretende implementar. Exchange uses two types of queues: System queues. Before a message can be sent from one system to another, several processes examine and prepare the message for its journey over the network. These system processes include activities such as message categorization, address resolution, content conversion, and next-hop routing calculation. System queues hold messages awaiting this type of processing. System queues are always visible using ESM. If messages remain in the system queues for long periods, it can be an indication of problems with the system's messaging processes. Link queues. Sending a message from one system to another often requires that the message be relayed through one or more intermediate servers in its journey to its final destination. The next server in the journey is known as the next-hop server. Once the routing engine has determined the next-hop server for a message, the message is added to a link queue for the next-hop server. All messages destined for the same nexthop server are queued to the same link queue. Messages remain in a link queue until Exchange can establish an active connection with and can transfer the message to the next-hop server. Link queues are named for the next-hop server. For example, SMTP messages queued for delivery to recipients on company.com will be added to a link queue named company.com (Remote delivery). These next-hop link queues are created and removed as needed. For example, if the next-hop for a message is the company.com domain, the virtual server will create a temporary link queue for the company.com domain. Once all messages in the link queue have been transferred to company.com, the virtual server removes the queue. If the messages cannot be transferred to the next-hop (e.g., company.com), they are requeued for later retry.

5 Figura 6: 2. Suporte às diversas caixas de (mailbox) MS Exchange

Caracterização de um Servidor de Email - Estudo detalhado do seu funcionamento -

Caracterização de um Servidor de Email - Estudo detalhado do seu funcionamento - Caracterização de um Servidor de Email - Estudo detalhado do seu funcionamento - Neste documento pretende-se descrever de uma forma detalhada o funcionamento de um servidor de email. Esta descrição tem

Leia mais

Equipa de Informática. E-mail

Equipa de Informática. E-mail Equipa de Informática E-mail Conteúdo - Serviço de Email Página a. E-mail ESEL (utilizador@esel.pt) i. Outlook. Computadores da ESEL.... Computadores fora da ESEL..6. Enviar um E-mail pesquisando um contacto

Leia mais

1. Posso proteger qualquer tipo de conta de correio com este serviço?

1. Posso proteger qualquer tipo de conta de correio com este serviço? 1 2 Conteúdo 1. Posso proteger qualquer tipo de conta de correio com este serviço?... 3 2. Como posso subscrever este serviço?... 3 3. O que é feito pelo PANDA MANAGED EMAIL PROTECTION ao spam detectado

Leia mais

Manual de Utilizador - Configurações

Manual de Utilizador - Configurações SETEMBRO DE 2015 SEMAIT MANAGEMENT SERVICES AND IT Índice Índice... 1 CloudPanel Admin Website... 2 Adicionar contactos a lista de contactos da sua empresa.... 2 Adicionar novo domínio.... 4 Criar modelo

Leia mais

Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho

Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho Obs: Não há necessidade de entregar a lista Questões do livro base (Kurose) Questões Problemas

Leia mais

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático Nota Introdutória: Este documento destina-se a guiá-lo(a) através dos vários procedimentos necessários para configurar a sua caixa de correio da Ordem dos Advogados, no programa Outlook Express, bem como

Leia mais

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático Nota Introdutória: Este documento destina-se a guiá-lo(a) através dos vários procedimentos necessários para configurar a sua caixa de correio da Ordem dos Advogados, no programa Microsoft Outlook 2007,

Leia mais

Por razões de segurança não guardamos as passwords (palavra-passe) dos acessos aos sites. Será necessário gerar uma nova password.

Por razões de segurança não guardamos as passwords (palavra-passe) dos acessos aos sites. Será necessário gerar uma nova password. 1 de 7 11-11-2010 09:17 Painel de Administração cpanel Instruções Iniciais Estamos muito gratos por ter escolhido alojar o seu site na IBERWEB. Em caso de dúvidas, por favor contacte de imediato o nosso

Leia mais

DAS5331 - Sistemas Distribuídos & Redes

DAS5331 - Sistemas Distribuídos & Redes DAS5331 - Sistemas Distribuídos & Redes Trabalho prático Emerson Ribeiro de Mello emerson@das.ufsc.br Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina Outubro de 2005 emerson@das.ufsc.br

Leia mais

SYSTEM STATISTICS systemmemorytable systemmemoryentry

SYSTEM STATISTICS systemmemorytable systemmemoryentry NAME SYNTAX DESCRIPTION ====================================================================================================================================== SYSTEM sysdesc DisplayString Descrição textual

Leia mais

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Servidor E-mails e Protocolo SMTP Professor: João Paulo Brito Gonçalves Disciplina: Serviços Res Definições Servidor Mensagens Um servidor mensagens é responsável

Leia mais

Conteúdos. Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático

Conteúdos. Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático Conteúdos Correio Electrónico Protocolos POP3 e SMTP Endereços de correio electrónico Trabalho Prático O desejo de comunicar é a essência das redes. As pessoas sempre desejaram corresponder entre si através

Leia mais

Redes de Computadores 1

Redes de Computadores 1 Universidade Federal do Piauí UESPI Centro de Tecnologia e Urbanismo CTU Ciências da Computação Redes de Computadores 1 Prof. José BRINGEL Filho bringeluespi@gmail.com h?p://bringel.webnode.com/ Capitulo

Leia mais

Serviço e-mail Postfix. Instalação e configuração do serviço e-mail Postfix.

Serviço e-mail Postfix. Instalação e configuração do serviço e-mail Postfix. Serviço e-mail Postfix agosto/2013 Instalação e configuração do serviço e-mail Postfix. 1 Histórico O correio eletrônico [e-mail] foi uma das primeiras aplicações práticas utilizadas no início da internet

Leia mais

LAB07 Correio Electrónico. Protocolo SMTP e POP3. Servidor Sendmail.

LAB07 Correio Electrónico. Protocolo SMTP e POP3. Servidor Sendmail. LAB07 Correio Electrónico. Protocolo SMTP e POP3. Servidor Sendmail. A. Protocolo SMTP Neste exercício vamos utilizar o protocolo SMTP para enviar uma mensagem de correio electrónico. 1. Liga-te à porta

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO -ZIMBRA- Ajuda na configuração e utilização do cliente de correio eletrónico

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO -ZIMBRA- Ajuda na configuração e utilização do cliente de correio eletrónico MANUAL DE CONFIGURAÇÃO -ZIMBRA- Ajuda na configuração e utilização do cliente de correio eletrónico Índice Autenticação Pela Primeira Vez... 3 Utilização do Zimbra... 4 Como Aceder... 4 Como fazer Download

Leia mais

TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador)

TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador) Protocolos de Aplicação (Telnet, FTP, SMTP, POP, HTTP) TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador) TCP UDP ICMP IP ARP Acesso à rede Secção de Redes de Comunicação de Dados Redes de Computadores Correio Electrónico

Leia mais

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático Nota Introdutória: Este documento destina-se a guiá-lo(a) através dos vários procedimentos necessários para configurar a sua caixa de correio da Ordem dos Advogados, no programa Microsoft Outlook 2003,

Leia mais

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015)

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Correio eletrónico. Protocolos SMTP, POP3 e IMAP. Formato MIME 1 Correio eletrónico O objectivo do correio eletrónico é o envio de mensagens off-line (não interactivo)

Leia mais

Servidor de Correio Eletrônico Postfix

Servidor de Correio Eletrônico Postfix Servidor de Correio Eletrônico Postfix IFSC UNIDADE DE SÃO JOSÉ CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE DE TELECOMUNICAÇÕES! Prof. Tomás Grimm Protocolos de correio Protocolos de correio SMTP (Simple Mail Transfer Protocol)

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Módulo A REDES DE COMPUTADORES Protocolos de Rede FALANDO A MESMA LÍNGUA Um protocolo pode ser comparado a um idioma, onde uma máquina precisa entender o idioma de outra máquina

Leia mais

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Servidor de E-mails e Protocolo SMTP Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Definições Servidor de Mensagens Um servidor de

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Camada de Aplicação A camada de Aplicação é a que fornece os serviços Reais para os usuários: E-mail, Acesso a Internet, troca de arquivos, etc. Portas

Leia mais

PROTOCOLOS DE COMUNICAÇÃO

PROTOCOLOS DE COMUNICAÇÃO PROTOCOLOS DE COMUNICAÇÃO 3º ANO / 2º SEMESTRE 2014 INFORMÁTICA avumo@up.ac.mz Ambrósio Patricio Vumo Computer Networks & Distribution System Group Descrição do File Transfer Protocol - FTP FTP significa

Leia mais

SOLUÇÕES PARA SERVIÇOS DE WEBMAIL

SOLUÇÕES PARA SERVIÇOS DE WEBMAIL SOLUÇÕES PARA SERVIÇOS DE WEBMAIL Maicon de Vargas Pereira Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS (FATEC PELOTAS) Rua Gonçalves Chaves, 602 96.015-000

Leia mais

SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS

SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS Com o objetivo de manter um alto nível no serviço de e-mails, a SOPHUS TECNOLOGIA disponibiliza soluções voltadas para cada necessidade de seus clientes.

Leia mais

Message Oriented Middleware (MOM)

Message Oriented Middleware (MOM) Message Oriented Middleware (MOM) March 24, 2010 Comunicação Assíncrona Problema: Nem sempre as entidades comunicantes estão disponíveis simultaneamente. Por exemplo, um servidor de submissão pode estar

Leia mais

GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1)

GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1) GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1) MICROSOFT OUTLOOK 2003 - OBJECTIVOS OBJECTIVOS: Enumerar as principais funcionalidades do Outlook; Demonstrar a utilização das ferramentas do correio electrónico;

Leia mais

Redes de Computadores Camada de Aplicação. Prof. MSc. Hugo Souza

Redes de Computadores Camada de Aplicação. Prof. MSc. Hugo Souza Redes de Computadores Camada de Aplicação Prof. MSc. Hugo Souza É a camada que dispõe a programação para as aplicações de rede através dos protocolos de aplicação; Provém a implantação da arquitetura de

Leia mais

NOVO SISTEMA DE CORREIO ELETRONICO PARA OS DOMINIOS ic.uff.br & dcc.ic.uff.br

NOVO SISTEMA DE CORREIO ELETRONICO PARA OS DOMINIOS ic.uff.br & dcc.ic.uff.br NOVO SISTEMA DE CORREIO ELETRONICO PARA OS DOMINIOS ic.uff.br & dcc.ic.uff.br A partir de 28/07/2004 (quarta-feira), ás 17:30 hs estaremos trocando nossos servidores de correio para ambos os domínios ic.uff.br

Leia mais

Intranets. Servidor de Correio Eletrônico

Intranets. Servidor de Correio Eletrônico Intranets Servidor de Correio Eletrônico Hamilton Lima - athanazio@pobox.com 2004 versão 2 Correio eletrônico Email siginifica eletronic mail O @ em inglês significa at, ou em tal servidor, joao@nono.com

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES CAMADA DE APLICAÇÃO Teresa Vazão 2 INTRODUÇÃO Internet para todos.. 1979 Tim Burners Lee (invesngador do CERN): Inventor do conceito de navegação por hyper- texto 25

Leia mais

Office 365 com Cisco Unity Connection 8.6(2) 14 de março de 2013

Office 365 com Cisco Unity Connection 8.6(2) 14 de março de 2013 Sobre o Office 365? Microsoft Office 365 é a mais nova solução da Microsoft baseado nuvem, inclui a suíte de aplicativos de desktop e versões hospedadas de produtos do servidor do Microsoft (Exchange Server),

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE

COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE Mayara Dos Santos Marinho¹, Julio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR - Brasil mayara-marinho@hotmail.com

Leia mais

RE: EMEL - Plataforma epark de novo disponível 12 mensagens

RE: EMEL - Plataforma epark de novo disponível 12 mensagens mail - RE: EMEL - Plataforma epark de novo disponível of 15 07-05-2015 14:43 Jorge Orge RE: EMEL - Plataforma epark de novo disponível 12 mensagens EMEL 23 de fevereiro

Leia mais

Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ)

Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ) Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ) Aula 8: 2 de maio de 2016 Aplicações de email Eletronic mail é uma forma de comunicação assíncrona (pessoas não precisam coordenar/sincronizar o tempo de envio e recebimento

Leia mais

Manual de Importação do WebMail para o Exchange

Manual de Importação do WebMail para o Exchange Este documento irá ajudá-lo na importação das pastas existentes no Webmail para o novo servidor de correio electrónico (Exchange). A partir do momento em que o novo sistema comece a funcionar, os e-mails

Leia mais

Arquitectura de Redes

Arquitectura de Redes Arquitectura de Redes Domain Name System DNS 1 Objectivo / Motivação 2 'What's the use of their having names the Gnat said, 'if they won't answer to them?' Alice no País das Maravilhas Resolução de nomes

Leia mais

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud

Leia mais

Correio Electrónico. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores

Correio Electrónico. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Correio Electrónico Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores Arquitectura Diferentes cenários possíveis

Leia mais

CONFIGURAÇÕES DE SERVIDORES DE CORREIO ELECTRÓNICO

CONFIGURAÇÕES DE SERVIDORES DE CORREIO ELECTRÓNICO CONFIGURAÇÕES DE SERVIDORES DE CORREIO ELECTRÓNICO Pedro Vale Pinheiro 1, Mário Bernardes 2 Centro de Informática da Universidade de Coimbra 3000 COIMBRA vapi@student.dei.uc.pt, mjb@ci.uc.pt Sumário Este

Leia mais

Sistemas Multimédia. Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações

Sistemas Multimédia. Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações Sistemas Multimédia Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP Redes e Comunicações Francisco Maia famaia@gmail.com Já estudado... Motivação Breve História Conceitos Básicos Tipos de Redes Componentes

Leia mais

Escola Profissional Vasconcellos Lebre

Escola Profissional Vasconcellos Lebre CURSO UNIDADE LOCAL DE FORMAÇÃO DURAÇÃO FORMADORA EFA-NS/NÍVEL 3 TEC. INF. GESTÃO DE REDES FT8 PROTOCOLOS DE REDES INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE 50 HORAS Diogo Lourenço

Leia mais

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

Tópicos Especiais em Redes de Computadores. Servidor de Correio Eletrônico (Sendmail) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes

Tópicos Especiais em Redes de Computadores. Servidor de Correio Eletrônico (Sendmail) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes Tópicos Especiais em Redes de Computadores Servidor de Correio Eletrônico (Sendmail) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes Roteiro Objetivos Instalação (projetos envolvidos) Definições, Características

Leia mais

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTG]

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTG] [Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTG] Unidade De Administração de Sistemas Serviços Informáticos Instituto Politécnico de Leiria 10-07-2009 Controlo do Documento Autor

Leia mais

JANELA PRINCIPAL...31 JANELA DE MENSAGEM...31

JANELA PRINCIPAL...31 JANELA DE MENSAGEM...31 ÍNDICE PROTOCOLOS DE EMAIL...3 ENVIO DE MENSAGEM - SAÍDA...3 SMTP...3 RECEBIMENTO DE MENSAGEM - ENTRADA...3 POP3...3 IMAP4...3 O E-MAIL...3 ENTENDENDO O ENDEREÇO ELETRÔNICO...3 PERFIL DE SEGURANÇA...4

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira Wireshark Captura de Protocolos da camada de aplicação Maicon de Vargas Pereira Camada de Aplicação Introdução HTTP (Hypertext Transfer Protocol) 2 Introdução Camada de Aplicação Suporta os protocolos

Leia mais

Teleprocessamento e Redes

Teleprocessamento e Redes Teleprocessamento e Redes Aula 21: 06 de julho de 2010 1 2 3 (RFC 959) Sumário Aplicação de transferência de arquivos de/para um host remoto O usuário deve prover login/senha O usa duas conexões TCP em

Leia mais

Calendarização Cursos Microsoft para SNS

Calendarização Cursos Microsoft para SNS Calendarização Cursos Microsoft para SNS Curso Faro Lisboa Porto Coimbra Workshop Windows Server 2003/2008 Workshop Exchange Workshop Active Directory Workshop SharePoint 2007 Workshop Windows Office 2007

Leia mais

Correio Electrónico. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores

Correio Electrónico. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Correio Electrónico Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores Correio electrónico: user agent Três

Leia mais

Análise de Desempenho de Políticas de Segurança em Servidores de Correio Eletrônico

Análise de Desempenho de Políticas de Segurança em Servidores de Correio Eletrônico Análise de Desempenho de Políticas de Segurança em Servidores de Correio Eletrônico Gustavo Rodrigues Ramos Thiago Alves Siqueira Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian Coordenador ACME! Computer Security Research

Leia mais

Documento de ajuda para utilizadores de Office 2010/2007

Documento de ajuda para utilizadores de Office 2010/2007 Documento de ajuda para utilizadores de Office 2010/2007 Pág. 3 - MUDANÇAS NO CORREIO ELETRÓNICO OFFICE 365 Pág. 8 - DIFICULDADES OU DÚVIDAS Este documento destina-se a ajudar utilizadores em migração

Leia mais

Sistemas Empresariais Integrados

Sistemas Empresariais Integrados Departamento de Engenharia Informática 2010/2011 Sistemas Empresariais Integrados Tutorial do Adaptador SQL 2º semestre Considere uma base de dados com uma tabela account que guarda o número de conta,

Leia mais

E por que, mesmo seguindo as melhores práticas, isso acontece?

E por que, mesmo seguindo as melhores práticas, isso acontece? Entregabilidade Caixa de Spam é um termo que causa calafrios em todos que trabalham com email marketing. Mesmo quando seguimos as melhores práticas de email, ainda assim pode acontecer de não conseguirmos

Leia mais

Tipos de Redes. Dois tipos fundamentais de redes

Tipos de Redes. Dois tipos fundamentais de redes Redes de Tipos de Redes Dois tipos fundamentais de redes LAN = Local Area Network Interliga um conjunto de computadores locais, próximos Tecnologias mais típicas: Ethernet / FastEthernet / GigabitEthernet

Leia mais

Formador: Paulo Ramos IGRI13: Rui Bárcia Nº15. Windows 2008 Server. Módulo 16. Instalação e configuração

Formador: Paulo Ramos IGRI13: Rui Bárcia Nº15. Windows 2008 Server. Módulo 16. Instalação e configuração Formador: Paulo Ramos IGRI13: Rui Bárcia Nº15 Módulo 16 Windows 2008 Server Instalação e configuração Roles DNS Nº 001 Começamos por selecionar o Server Manager. Roles DNS Nº 002 Visualização da janela

Leia mais

Nome do estudante:...

Nome do estudante:... Nome do estudante:... Escreva o nome no cabeçalho de todas as folhas de exame que entregar; Apresente as respostas na sua folha de exame segundo a ordem correspondente do enunciado; Leia atentamente o

Leia mais

Tipos de Redes. Redes de Dados. Comunicação em Rede Local. Redes Alargadas. Dois tipos fundamentais de redes

Tipos de Redes. Redes de Dados. Comunicação em Rede Local. Redes Alargadas. Dois tipos fundamentais de redes Tipos de Redes Redes de Sistemas Informáticos I, 2005-2006 Dois tipos fundamentais de redes LAN = Local Area Network Interliga um conjunto de computadores locais, próximos Tecnologias mais típicas: Ethernet

Leia mais

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual IPortalMais: a «brainware» company FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Easy Linux! Title: Subject: Client: Reference: Funambol Client for Mozilla Thunderbird Doc.: Jose Lopes Author: N/Ref.: Date: 2009-04-17 Rev.:

Leia mais

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System Redes - Internet 9º C 2008 09 24 Sumário } Estrutura baseada em camadas } Endereços IP } DNS -Domain Name System } Serviços, os Servidores e os Clientes } Informação Distribuída } Principais Serviços da

Leia mais

TCP/IP. Luís Moreira 2014/2015 Módulo 8 - IMEI

TCP/IP. Luís Moreira 2014/2015 Módulo 8 - IMEI TCP/IP Luís Moreira 2014/2015 Módulo 8 - IMEI Protocolo TCP/IP Em 1974, Vinton Cerf e Bob Kahn definiram o TCP (Transmission Control Protocol); Largamente usado hoje em dia, nomeadamente na INTERNET. Conjunto

Leia mais

Configuração de e-mail. Treinamento OTRS Help Desk

Configuração de e-mail. Treinamento OTRS Help Desk Configuração de e-mail Treinamento OTRS Help Desk Sumário Recebimento de Email...4 Envio de Email... 5 FAQs Complemento relacionadas...7 Recebimento de Email O OTRS permite criar emails a partir de uma

Leia mais

Concretização de um protocolo de difusão atómica em sistemas com ligações intermitentes

Concretização de um protocolo de difusão atómica em sistemas com ligações intermitentes Concretização de um protocolo de difusão atómica em sistemas com ligações intermitentes Sérgio Cardoso Escola Sup. Gestão de Santarém Politécnico de Santarém s.cardoso@mail.telepac.pt Luís Rodrigues Faculdade

Leia mais

booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues:

booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues: booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues: What would be the impact of additional traffic on car delays? Would adding Simulação

Leia mais

Implementando Políticas ANTI-SPAM

Implementando Políticas ANTI-SPAM POP-RS / CERT-RS Implementando Políticas ANTI-SPAM Émerson Virti emerson@tche.br Resumo Motivação - Problemática do Spam Os Remetentes Formas de Controle de Spam Controlando Spam no POP-RS Conclusões Reunião

Leia mais

O que são DNS, SMTP e SNM

O que são DNS, SMTP e SNM O que são DNS, SMTP e SNM O DNS (Domain Name System) e um esquema de gerenciamento de nomes, hierárquico e distribuído. O DNS define a sintaxe dos nomes usados na Internet, regras para delegação de autoridade

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

Plataforma de correio eletrónico Microsoft Office 365

Plataforma de correio eletrónico Microsoft Office 365 1 Plataforma de correio eletrónico Microsoft Office 365 A plataforma Microsoft Office 365 disponibiliza a toda a comunidade académica um conjunto de recursos que permite suportar o trabalho colaborativo

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE DE CONTAS DE EMAIL

MANUAL DO CLIENTE DE CONTAS DE EMAIL MANUAL DO CLIENTE DE CONTAS DE EMAIL Índice 1 Introdução 2 2 Contas de Emails 2 3 Conceitos do Serviço de Emails 2 4 Acesso Webmail 3 6 Alterar Senha Via Web 9 7 Solução de Problemas 10 ocedimento 11 8

Leia mais

MoreDoc. Guia de Instalação. Edição Community Versão 3.0

MoreDoc. Guia de Instalação. Edição Community Versão 3.0 MoreDoc Guia de Instalação Edição Community Versão 3.0 Índice 1 Histórico de Alterações...3 2 Sobre o Guia...4 3 Como começar...5 Software Necessário...5 Descompactação de arquivos...5 Carregamento da

Leia mais

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2.

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2. TeamSpeak PORTUGUES ENGLISH Tutorial de registo num servidor de TeamSpeak Registration tutorial for a TeamSpeak server Feito por [WB ].::B*A*C*O::. membro de [WB ] War*Brothers - Non Dvcor Dvco Made by:

Leia mais

Configuração do Mac Mail para Exchange. Configuração do aplicativo Mail do Mac OS X para o novo sistema de e-mail da UTAD

Configuração do Mac Mail para Exchange. Configuração do aplicativo Mail do Mac OS X para o novo sistema de e-mail da UTAD Configuração do aplicativo Mail do Mac OS X para o novo sistema de e-mail da UTAD Equipa de Sistemas SIC UTAD Julho 2010 Índice de conteúdos Notas iniciais...1 Adicionar a conta...2 Informações Gerais...4

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº7

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº7 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. de Electrónica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº7 Análise do tráfego na rede Protocolos TCP e UDP Objectivo Usar o Ethereal para visualizar

Leia mais

CONHEÇA O GOOGLE APPS

CONHEÇA O GOOGLE APPS CONHEÇA O GOOGLE APPS O QUE É GOOGLE APPS? É um serviço do Google baseada na internet (web), que utiliza o seu domínio de internet (Ex: empresa.com) em diversas aplicações tais como: Google mail Google

Leia mais

A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação

A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação privadas, satélites e outros serviços de telecomunicação. Hardware

Leia mais

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Manual do Utilizador

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Manual do Utilizador BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Manual do Utilizador Publicado: 2014-01-09 SWD-20140109134740230 Conteúdos 1 Como começar... 7 Acerca dos planos de serviço de mensagens para o BlackBerry Internet

Leia mais

LICENCIATURA EM ENG. DE SISTEMAS E INFORMÁTICA Redes e Serviços de Banda Larga. Laboratório 4. OSPF Backbone

LICENCIATURA EM ENG. DE SISTEMAS E INFORMÁTICA Redes e Serviços de Banda Larga. Laboratório 4. OSPF Backbone Laboratório 4 OSPF Backbone Equipamento necessário: Três OmniSwitches Objectivo: Este laboratório tem como objectivo familiarizar os alunos com as configurações RIP em comutadores OmniSwitch. Sintaxe dos

Leia mais

Plataforma de correio eletrónico Microsoft Office 365

Plataforma de correio eletrónico Microsoft Office 365 1 Plataforma de correio eletrónico Microsoft Office 365 A plataforma Microsoft Office 365 disponibiliza a toda a comunidade académica um conjunto de recursos que permite suportar o trabalho colaborativo

Leia mais

efagundes com Como funciona a Internet

efagundes com Como funciona a Internet Como funciona a Internet Eduardo Mayer Fagundes 1 Introdução à Internet A Internet é uma rede de computadores mundial que adota um padrão aberto de comunicação, com acesso ilimitado de pessoas, empresas

Leia mais

Diagrama lógico da rede da empresa Fácil Credito

Diagrama lógico da rede da empresa Fácil Credito Diagrama lógico da rede da empresa Fácil Credito Tabela de endereçamento da rede IP da rede: Mascara Broadcast 192.168.1.0 255.255.255.192 192.168.1.63 Distribuição de IP S na rede Hosts IP Configuração

Leia mais

CONSULGAL, S.A. Config_OUTLOOK2003_ DSI_08.pdf 1

CONSULGAL, S.A. Config_OUTLOOK2003_ DSI_08.pdf 1 Configuração do OUTLOOK 2003 Cliente de E-mail CONSULGAL, S.A. Config_OUTLOOK2003_ DSI_08.pdf 1 Configuração do OUTLOOK 2003 Cliente de E-mail 1. CONFIGURAÇÃO DO MICROSOFT OUTLOOK 2003 DOMINIO consulgal.pt

Leia mais

DNS Domain Name System

DNS Domain Name System Departamento de Engenharia de Teleunicações - UFF Protocolos de Nível de Disciplina: Nível de de, Correio Eletrônico,, Profa. Profa. Débora Débora Muchaluat Saade Saade deborams@tele.uff. Enlace Física

Leia mais

Mecanismos de Autenticação dos Emails

Mecanismos de Autenticação dos Emails Mecanismos de Autenticação dos Emails De uma forma generalizada, pode-se identificar os seguintes problemas relacionados com a autenticidade dos emails: Envio de mensagens não solicitadas (spam), que pode

Leia mais

Introdução : 1. Temas Abordados no Livro 1. Novidades no Excel 2010 2. 1. Explorando o ExceI2010... 3. 1.1. O Microsoft Excel 3

Introdução : 1. Temas Abordados no Livro 1. Novidades no Excel 2010 2. 1. Explorando o ExceI2010... 3. 1.1. O Microsoft Excel 3 ~ Indice Introdução : 1 Temas Abordados no Livro 1 Novidades no Excel 2010 2 1. Explorando o ExceI2010...... 3 1.1. O Microsoft Excel 3 1.2. Acesso ao Microsoft Excel 3 1.3. Componentes do Ecrã de Abertura

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Principais protocolos da Internet. Alexandre Gonçalves Xavier

Principais protocolos da Internet. Alexandre Gonçalves Xavier Principais protocolos da Internet Servidor x Serviço O que é um serviço em uma rede? Servidores Cliente x Servidor Rede Serviços Visualização de Páginas É um serviço baseado em hipertextos que permite

Leia mais

Departamento de Informática

Departamento de Informática Departamento de Informática Licenciatura em Engenharia Informática Sistemas Distribuídos 1ª chamada, 9 de Janeiro de 2009 1º Semestre, 2009/2010 NOTAS: Leia com atenção cada questão antes de responder.

Leia mais

Configuração de servidores SMTP e POP3

Configuração de servidores SMTP e POP3 Configuração de servidores SMTP e POP3 Disciplina: Serviços de Rede Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Configuração Postfix O servidor SMTP usado na

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Arquitectura de Redes

Arquitectura de Redes Arquitectura de Redes Domain Name System Arq. de Redes - Pedro Brandão - 2004 1 Objectivo / Motivação Resolução de nomes (alfanuméricos) para endereços IPs Será que 66.102.11.99 é mais fácil de decorar

Leia mais

Web Services e SOAP. Alexandre Zua CaldeiraTecnologias de Middleware 2006/2007 20.10.2006. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Web Services e SOAP. Alexandre Zua CaldeiraTecnologias de Middleware 2006/2007 20.10.2006. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Alexandre Zua Caldeira Tecnologias de Middleware 2006/2007 Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa 20.10.2006 1 Introdução Definições Limitações do Middleware Estudado Integração com Web Services

Leia mais

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG]

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG] [Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG] Unidade De Administração de Sistemas Serviços Informáticos Instituto Politécnico de Leiria 09-06-2010 Controlo do Documento Autor

Leia mais

Tolerância a Faltas nos Web Services

Tolerância a Faltas nos Web Services Tolerância a Faltas nos Web Services Reliable Messaging Protocol - RMP RMP Tolerar faltas temporárias na comunicação Garantir a semântica da invocação do Web Service independentemente do protocolo de transporte

Leia mais

COMPUTAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

COMPUTAÇÃO E PROGRAMAÇÃO COMPUTAÇÃO E PROGRAMAÇÃO 1º Semestre 2010/2011 MEMec, LEAN Ficha da Aula Prática 3: Entrada/saída de dados. Scripts e funções. Estruturas de selecção. Sumário das tarefas e objectivos da aula: 1. Utilizar

Leia mais