3. Actividade Pedagógica e Cientifica. 1) Experiência no Ensino Superior Ao Nível do 2º Ciclo do Ensino Superior:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3. Actividade Pedagógica e Cientifica. 1) Experiência no Ensino Superior Ao Nível do 2º Ciclo do Ensino Superior:"

Transcrição

1 1. Informação Biográfica Naturalidade: Coimbra (Sé Nova) Data de Nascimento: 10 de Fevereiro de 1970 Bilhete de Identidade: de 12/10/2004 Coimbra Nacionalidade: Portuguesa Estado Civil: casada 2. Habilitações Académicas/Formação Licenciatura em Serviço Social pelo Instituto Superior Bissaya Barreto de Coimbra Mestrado em Famílias e Sistemas Sociais pelo Instituto Superior Miguel Torga. Em Outubro de 1999 apresentou a sua tese de mestrado intitulada A influência do Sistema familiar na Integração Social da criança sob orientação do Prof. Doutor Eduardo Santos Doutoramento em Serviço Social - Pela Universidade Católica Portuguesa, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas do campus Universitário de Lisboa no curso de Doutoramento em Serviço Social, sob orientação da Profª Doutora Maria Teresa Seródio Rosa e Profª Doutora Isabel Guerra com a tese intitulada As identidades Profissionais de Serviço Social. 1) Formação Especializada: Curso de Especialização em Intervenção Sistémica e Familiar pela Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar. 3. Actividade Pedagógica e Cientifica 1) Experiência no Ensino Superior Ao Nível do 2º Ciclo do Ensino Superior:

2 1.1. Mestrado de Serviço Social (2º Ciclo) Desenvolveu os curricula científicos e pedagógicos e foi docente das seguintes unidades curriculares deste Mestrado no Instituto Superior Miguel Torga (2º Ciclo) Avaliação de Programas e Serviços Sociais - leccionado em 2006/2007 Adequação das orientações para o 2º Ciclo do Mestrado em Serviço Social de acordo com as orientações de Bolonha. Avaliação de Programas, Serviços e Politicas Sociais Leccionada em 2007/2008, 2008/2009 Construção do Núcleo de Estudos e Investigação em Serviço Social - Leccionado em 2007/2008, 2008/ Mestrado de Famílias e Sistemas Sociais e Mestrado de Sociopsicologia da Saúde (2º Ciclo) e Mestrado de Psicologia Ramo de Família e Intervenção Sistémica (2º Ciclo) -Psicologia e Psicopatologia Familiar (45 h Teórico-práticas) leccionada em 2004/ 2005 e 2005/ Orientação de Teses de Mestrado - Colaboração no ano lectivo de 2006 com o Instituto Superior de Ciências do Trabalho e de Empresa (ISCTE) de Lisboa na Orientação do Mestrado em Serviço Social da aluna Mariana Amaral que concluiu em Dezembro de 2007 a sua dissertação de Mestrado intitulada A Construção de Aprendizagem em Serviço Social. - Orientação de 11 trabalhos de investigação no âmbito do Mestrado em Serviço Social no Instituto Superior Miguel Torga, de 1 dissertação de Mestrado no Instituto Superior Miguel Torga no âmbito do Mestrado de Famílias e Sistemas Sociais e de 2 trabalhos de investigação para o desenvolvimento do trabalho de Mestrado no âmbito da Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional no Instituto Superior Miguel Torga. Nestas duas últimas colaborações a modalidade de participação baseou-se, essencialmente, ao nível do apoio em termos de enquadramento metodológico, procedimentos e métodos de investigação científica Coordenação de Mestrados e Pós Graduações - Coordenadora da Pós Graduação em Gerontologia Social

3 - Coordenadora da Pós Graduação em Serviço Social, Políticas e Risco Social - Coordenadora do Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional Ao Nível do 1º Ciclo do Ensino Superior: Durante a sua colaboração com o Instituto Superior Miguel Torga foi responsável pela criação dos curricula académicos e respectiva leccionação das seguintes unidades Curriculares: a) Licenciatura em Serviço Social (1º Ciclo) - Estratégias de Intervenção Comunitária Leccionado em 2002/2003 e 2003/2004 (30 horas teórico-práticas) - Metodologias do Planeamento em Acção Social (45 horas teórico-práticas) - leccionada em 2004/05; 2005/2006 -Politicas Sociais e Serviço Social II Módulo de Poder Local (45 horas teórico-práticas) - leccionada em 2004/05; 2005/2006; -Serviço Social e Políticas Sociais II Módulo de Poder Local (45 horas teórico-práticas) Leccionada em 2007/2008 e 2008/ Planeamento e Avaliação de Programas e Serviços Sociais (45 horas teórico-práticas) leccionada em 2006/2007 e 2007/2008 e 2008/2009 -Seminário de Investigação em Serviço Social Módulo de Territórios de Exclusão (30 horas teórico-práticas) leccionada em 2006/2007 b) Licenciatura em Psicologia (1º Ciclo) - A Epistemologia em Ciências Humanas (30 horas teórico-práticas) leccionada em 2006/2007; 2007/2008 c) No ano lectivo 2007/2008 e 2008/2009 é convidada pelo Conselho Directivo do Instituto Superior Miguel Torga para coordenar em regime de colaboração com a Prof. Doutora Helena Mouro a Licenciatura em Serviço Social 2. Criação e Implementação de Projectos e Iniciativas no Ensino Superior: - Implementação do Gabinete de Apoio ao Estudante no Instituto Superior Miguel Torga.

4 - Integra a comissão de Organização no ano lectivo de 2007/2008 do evento Serviço Social, Formação, Investigação, Qualidade & Desenvolvimento - Seminário Euro-Brasileiro de Serviço Social. - Organiza o Colóquio no ano lectivo de 2007 e no âmbito do Mestrado em Recursos Humanos e Comportamento Organizacional Globalização, Organizações e Flexisegurança. - Organiza as Jornadas Luso-Ibéricas no ano lectivo de 2008 e no âmbito da coordenação da Licenciatura sob o tema Investigação e Formação em Serviço Social intitulado Novas Fragrâncias em Serviço Social 3. Licenciatura em Serviço Social (1º Ciclo) na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra. Em Julho de 2008 inicia colaboração com a Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, no âmbito do 1º Ciclo em Serviço Social como professora convidada, ficando responsável pelas seguintes Unidades Curriculares: - Metodologias e Práticas Profissionais II (60h TP) ; - Serviço Sectorial I (45 h TP) - Supervisão de Estágios (11 Estagiários) 3.1. Participação em Projectos e Actividades na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação: a) Participação na Organização das Jornadas Internacionais da Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação da Universidade de Coimbra no quadro do 1º Ciclo de Serviço Social sob o tema Inovação e Empreendedorismo Social. Nestas mesmas jornadas fica responsável pela moderação da mesa redonda intitulada Empreendedorismo Social: perspectivas, debates, controvérsias. b) Participação na Organização e Consolidação das Reuniões de Especialistas em Serviço Social em Portugal que conta com a presença dos doutorados em Serviço Social em Portugal no sentido de promover um espaço de reflexão e análise sobre a formação e investigação em Serviço Social na actualidade em Portugal.

5 c) Participação na Organização do Curso/Universidade de Verão da Faculdade de Psicologia e Ciência de Educação para divulgação do 1º Ciclo de Serviço Social na FPCE em conjunto com o 1º Ciclo das Ciências de Educação. 4. Outras funções no domínio da educação, nomeadamente no Ensino Superior Grupos de Trabalho: - Fez parte do grupo de trabalho e investigação do Instituto Superior Miguel Torga Núcleo de Investigação, Formação e Observação Sócio Psicológica (NIFOSP) dedicado à intervenção familiar e individual sistémica - Fez parte do grupo de trabalho responsável pela organização do processo de acreditação da licenciatura em Serviço Social ao processo de Bolonha 1º Ciclo. - Fez parte do projecto de protocolo com a Faculdade de Escada (Brasil Recife) para a implementação do Mestrado de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional - Faz parte do projecto da Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação Universidade de Coimbra das Reuniões de Especialistas em Serviço Social em Portugal para a promoção de um espaço de reflexão e análise sobre a formação e investigação em Serviço Social na actualidade em Portugal. - Colaboradora Externa como elemento da área de Serviço Social da Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação em projectos de investigação, nomeadamente no Projecto Transições Psicossociais no Contexto de Sistemas de Desenvolvimento e Multiculturais: A Pesquisa pela Qualidade aprovado pela Fundação de Ciência e Tecnologia - Colaboradora enquanto Docente no Mestrado de Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo, parceria da Faculdade de Ciências de Educação e Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra na Unidade Curricular Gestão e Avaliação de Programas e Projectos Sociais, 45 H TP.

6 5) Participação, como docente e/ou especialista, em outras actividades pedagógicas relevantes 2005/2007 Participa como convidada no Projecto de Intervenção com as Comissões de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Gaia e Porto em colaboração com o Instituto Politécnico do Porto numa formação para os técnicos das autarquias e pertencentes às Comissões de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo sobre Perspectivas e Metodologias de Intervenção em Rede Secundária. 2006/2007 Responsável por um módulo de 28 horas no curso Intervenção Sistémica em Contextos Diferenciados desenvolvido pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA) em Lisboa Convidada pela Associação INACTUS para implementar, coordenar e avaliar projecto de intervenção social na área do apoio a crianças, jovens com Necessidades Educativas Especiais e respectivas Famílias Convidada Pela impressa da Universidade de Coimbra para apreciação crítica do livro de Sónia Guadalupe: Redes Sociais.

7 5. Actividade Científica Monografias, Comunicações e Publicações. a) Comunicações 1998 Participou como prelector e organizadora do colóquio A Intervenção Comunitária em Comunidades de Risco, do Projecto de Intervenção Comunitária: Projecto Crescer Bem da Fundação do Instituto Politécnico do Porto no Instituto Superior de Engenharia do Porto. (Por Convite sem Comissão Cientifica, publicação em actas) Animadora do Workshop Transição versus Inserção no mercado de trabalho organizado pela Fundação do Instituto Politécnico do Porto no Instituto Superior de Engenharia do Porto. (Por Convite sem Comissão Cientifica) 1999 Participou como prelector na Conferência Trajectórias do Serviço Social nas Família, no dia 13 de Novembro de 1999, no âmbito das Comemorações do Dia Europeu do Assistente Social. (Por Convite com Comissão Cientifica, publicação em actas) Participou na organização e como Prelector no Colóquio Mecanismos Locais de Inclusão Social realizado pelo Projecto de Luta Contra a Pobreza de Condeixa no Auditório Municipal. (Por Convite sem Comissão Cientifica) Participou como prelector no Colóquio Saúde Mental do Idoso realizado pela Universidade Moderna do Porto com a comunicação intitulada: Redes de Apoio Social ao Idoso em Novembro de (Por Convite com Comissão Cientifica) Participou como Prelector no Colóquio Trajectórias do Serviço Social organizado pela Rede Nacional de Escolas de Serviço Social na Reitoria da Universidade de Lisboa com a comunicação intitulada Processos de inclusão social. (Por Convite com Comissão Cientifica com publicação em actas) Participou como prelector no Colóquio Violência e Maus-tratos Infantis organizado pelo Instituto Superior Miguel Torga com a comunicação A Intervenção Social com Famílias Maltratantes em Fevereiro de (Por Convite sem Comissão Cientifica)

8 Participou como prelector no Colóquio Problemática das Crianças Institucionalizadas organizado pela Santa Casa da Misericórdia de Santarém com a comunicação A Intervenção Social junto das Famílias e das Redes Sociais das Crianças Institucionalizadas. (Por Convite com Comissão Cientifica, com publicação em Actas) Participou como prelector na formação das Comissões de Protecção de Menores e Jovens em Perigo de Vila Nova de Gaia e do Porto sobre Metodologia de Projecto Social e Intervenção em Rede. (Por Convite sem Comissão Cientifica) Participou como prelector no Colóquio Intervenção Precoce: Retratos de Vida organizado pela Comissão de intervenção Precoce de Rio Maior com a comunicação Características das Famílias Multi-problemáticas. (Por Convite sem Comissão Cientifica) Participou como participante no Seminário de Comemoração dos 70 anos do ISSSC organizado pelo ISMT com o material direccionado para as Práticas Profissionais de Serviço Social. (Por Convite com Comissão Cientifica com publicação em Actas) Participou como prelector no Colóquio Exclusões sociais organizado pela Associação Goltz de Carvalho com a comunicação Intervenção Social com Famílias em Situação de Pobreza Extrema. (Por Convite sem Comissão Cientifica) Participou como prelector no Colóquio Encontro Mundial de Serviço Social. São Salvador - Brasil. Com a comunicação Elementos Constituintes da Identidade Profissional de Serviço Social. (Por candidatura com Comissão Cientifica com publicação em Actas) Participou como prelector no Colóquio As Trajectórias da Identidade de Serviço Social em Portugal. Universidade Católica Portuguesa Lisboa. Com a comunicação Trajectórias e Identidades do Serviço Social em Portugal. (Por Convite com Comissão Cientifica) 2009 (col. Joana Sequeira) - Participou como prelector no Seminário Internacional Combater a Reprodução Intergeracional da Pobreza e da Exclusão Social: que intervenções? no Instituto Superior de Serviço Social do Porto, com a

9 comunicação: A transgeracionalidade da pobreza, configurações familiares e instrumentos de avaliação e intervenção. (Por Convite com Comissão Cientifica com Publicação em Actas) b) Publicações b.1 Publicações em periódicos (indexado com Comissão Cientifica) 1998 A história de um Projecto Pequena publicação sobre o projecto Crescer Bem Porto: Editora do Instituto Politècnico do Porto A Influência Familiar na Integração Social da Criança Revista Interacções, nº 4: Abril Coimbra: Edições Quarteto O Serviço Social e o Modelo Sistémico Rascunhos. Maio de Coimbra: NIFOS: ISMT A Construção Social da Identidade Profissional Revista Interacções, nº 7: Dezembro Coimbra: Edições Quarteto Accountability and Teaching - Resenha. Revista Interacções, nº 7: Dezembro Coimbra: Edições Quarteto Metodologia Participativa de Avaliação de Projectos de Intervenção Social - Resenha. Revista Interacções, nº 10: Dezembro Coimbra: Edições Quarteto A intervenção com as famílias das crianças institucionalizadas. Trabalho e Experiências com Crianças em Risco. Lisboa: Climepsi (artigo em Livro) b.2 Publicação em Livro (livro). Santos, C (2008) Retratos de uma Profissão: A identidade Profissional do Serviço Social em Portugal. Coimbra: Editora Quarteto: 253 páginas (livro). Santos, C (2009) Para uma compreensão analítica do conceito de Profissão. In Press. 120 páginas

10 6. Actividade Profissional como Assistente Social Coordenadora Técnica da Santa Casa da Misericórdia de Condeixa, onde participou na Comissão de Protecção de Menores e no PDIAS (Projecto de Desenvolvimento Integrado de Acção Social) cujo principal objectivo era a inserção sócio-económica de famílias desfavorecidas e o seu apoio psicossocial Fundação do Instituto Politécnico do Porto, Unidade de Educação para a Saúde, onde trabalhou no Projecto de Intervenção Comunitária: Projecto Crescer Bem: Promovendo a Saúde na Comunidade. As principais funções prendiam-se com o apoio a famílias de risco, o trabalho articulado com as escolas locais, nomeadamente, às crianças desintegradas de apoios educativos formais e oriundos de famílias com graves problemas funcionais. Paralelamente, desempenhou funções de assistente de coordenação na vertente do apoio técnico e administrativo do Projecto, assim como principal elo entre a equipa de terreno do projecto e a equipa de coordenação com preocupação dos ajustes contínuos (avaliação) das intenções às práticas. Simultaneamente, apoiou o Território Educativo de Intervenção Prioritária (TEIP) do bairro do Cerco- Porto num programa de aproximação da família à escola, com intervenções pontuais em casos de menores/famílias cujo funcionamento intervêm de forma directa no percurso escolar e no desenvolvimento integral da criança. Posteriormente elaborou e coordenou o Projecto SERIS (Sensibilizar, Educar, Responsabilizar indivíduos seropositivos) no âmbito do Programa CRIA É convidada a participar no Projecto de Luta Contra a Pobreza de Condeixa como assistente social. No âmbito do Projecto de Luta Contra a Pobreza realizou as seguintes candidaturas e implementou os seguintes projectos:

11 1. Candidatura ao Eixo 2 (Programa Operacinal Emprego, Formação e Desenvolvimento Social - POEFDS)- Curso de Reciclagem para os activos semiqualificados da Santa Casa da Misericórdia de Condeixa. Aprovada 2. Candidatura ao Eixo 5 (Programa Operacinal Emprego, Formação e Desenvolvimento Social - POEFDS)- Curso de Educação e Formação de Adultos, medida Aprovada 3. Elaboração de Plano de Formação às medidas 5.1. e 5.3. do Programa Operacinal Emprego, Formação e Desenvolvimento Social - POEFDS, com a criação do Centro de Rede de Apoio à Inclusão Social. Aprovada 4. Candidatura ao Programa Unidade de Inserção na Vida Activa (UNIVA) para implementação de uma UNIVA na Santa Casa. Aprovada 5. Candidatura e Revitalização da Empresa de Inserção Santa Cristina na área da Empresa. Aprovada 6. Candidatura à implementação de um Centro de Reconhecimento e Validação de Competências e Conhecimentos adquiridos, (RVCC) à Agência Nacional de Educação e Formação de Adultos. Aprovada 7. Candidatura ao Programa Rede Social para a Câmara Municipal de Condeixa-a- Nova tendo sido aprovada em Em Janeiro de 2003 é convidada para assumir as funções de Directora Técnica da Santa Casa da Misericórdia de Condeixa as quais abandona em Julho de 2003 por iniciativa própria, com objectivo de maior investimento na vida académica.

jacfmarques@gmail.com

jacfmarques@gmail.com CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada MARQUES, Jacqueline Ferreira Rua Padre Donaciano Abreu Freire, n.º 12-A 2º esquerdo 3860-384 Estarreja Telemóvel 938 111 853 Correio electrónico Nacionalidade

Leia mais

Com a publicação dos novos Estatutos da Escola -Diário da República, 2ª série, nº 164, 25 de Agosto de 2009, por iniciativa do Conselho de Direcção,

Com a publicação dos novos Estatutos da Escola -Diário da República, 2ª série, nº 164, 25 de Agosto de 2009, por iniciativa do Conselho de Direcção, Com a publicação dos novos Estatutos da Escola -Diário da República, 2ª série, nº 164, 25 de Agosto de 2009, por iniciativa do Conselho de Direcção, iniciou-se um trabalho de reflexão e discussão, tendo

Leia mais

Mestrado em Gerontologia Social

Mestrado em Gerontologia Social Mestrado em Gerontologia Social Apresentação O Programa de Mestrado em Gerontologia Social do Instituto Superior Bissaya Barreto (ISBB), com estrutura curricular e plano de estudos constantes do Despacho

Leia mais

Ramos Coelho, Cristina Maria

Ramos Coelho, Cristina Maria Curriculum EUROPASSE Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada Ramos Coelho, Cristina Maria Avenida Pio XII, Lt A, 5º D, 7300-073 Portalegre Telefone 245362348 / 933410973 Endereço

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Manuel Joaquim Flores Fernandes NOME

CURRICULUM VITAE. Manuel Joaquim Flores Fernandes NOME CURRICULUM VITAE NOME Manuel Joaquim Flores Fernandes Naturalidade: Rossas - Vieira do Minho Data de Nascimento: 31 de Outubro de 1969 Bilhete de Identidade Nº 8423421 - emitido em 04/07/2007 pelo Arquivo

Leia mais

Curriculum Vitae. Informação pessoal. Graça, Tânia. Experiência profissional. Apelido / Nome(s)

Curriculum Vitae. Informação pessoal. Graça, Tânia. Experiência profissional. Apelido / Nome(s) Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido / Nome(s) Morada Rua Ricardo Durão,79 2090-137 Alpiarça Telemóvel 926944712 Correio electrónico taniagraca@gmail.com Nacionalidade Portuguesa de nascimento 26.08.1982

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DOS SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO

REGIMENTO INTERNO DOS SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO REGIMENTO INTERNO DOS SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO Artigo 1º Objectivo e Âmbito 1. Os (SPO) constituem um dos Serviços Técnico-Pedagógicos previsto no artigo 25º alínea a) do Regulamento Interno

Leia mais

PORTEFÓLIO. Escola Secundária José Saramago - Mafra

PORTEFÓLIO. Escola Secundária José Saramago - Mafra PORTEFÓLIO Ana Lúcia Reis Ferreira Cardoso ana.ferreiracardoso1@sapo.pt 917606856 Mafra Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos nº. 5347 Certificado de Competências Pedagógicas de Formador EXPERIÊ CIA PROFISSIO

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido (s) / Nome (s) próprio (s) Pronto, Joana Morada (s) Nº 2 R/C D T O, Praceta S. Lazaro, 227-2000 Santarém Nº 5 1º D T O, Rua Actor Epifânio, 1750 -Lisboa

Leia mais

Gestão Curricular na Educação Pré-Escolar. e no Ensino Básico Relatório-Síntese. Agrupamento de Escolas n.º 1 de Évora

Gestão Curricular na Educação Pré-Escolar. e no Ensino Básico Relatório-Síntese. Agrupamento de Escolas n.º 1 de Évora Gestão Curricular na Educação Pré-Escolar e no Ensino Básico Relatório-Síntese Agrupamento de Escolas n.º 1 de Évora AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE ÉVORA CÓDIGO 135537 CONCELHO DE ÉVORA DELEGAÇÃO REGIONAL

Leia mais

INÊS NOBRE MARTINS CAMACHO CURRICULUM VITAE

INÊS NOBRE MARTINS CAMACHO CURRICULUM VITAE INÊS NOBRE MARTINS CAMACHO CURRICULUM VITAE Informação Pessoal Nome Morada INÊS NOBRE MARTINS CAMACHO Av. 25 de Abril nº 32 5º D 2800-299 ALMADA Telemóvel Correio electrónico, icamacho@fmh.utl.pt de nascimento

Leia mais

Critérios e metodologia de admissão e de classificação e ordenação dos candidatos

Critérios e metodologia de admissão e de classificação e ordenação dos candidatos CONCURSO DOCUMENTAL PARA UM LUGAR DE PROFESSOR COORDENADOR PARA O SETOR DE ÁREAS DISCIPLINARES DE PSICOLOGIA E CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ÁREA DISCIPLINAR PSICOLOGIA SOCIAL, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL.

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular METODOLOGIAS DE INVESTIGAÇÃO AVANÇADA EM SERVIÇO SOCIAL Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular METODOLOGIAS DE INVESTIGAÇÃO AVANÇADA EM SERVIÇO SOCIAL Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Serviço Social (2º Ciclo) UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA Programa da Unidade Curricular METODOLOGIAS DE INVESTIGAÇÃO AVANÇADA EM SERVIÇO SOCIAL Ano Lectivo 2012/2013 2. Curso Mestrado

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2011

PLANO DE ACTIVIDADES 2011 PLANO DE ACTIVIDADES 2011 MARÇO DE 2011 Este documento apresenta os objectivos estratégicos e as acções programáticas consideradas prioritárias para o desenvolvimento da ESE no ano 2011. O Plano de Actividades

Leia mais

MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES GUIA DE ORGANIZAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DOS ESTÁGIOS

MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES GUIA DE ORGANIZAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DOS ESTÁGIOS INSTI INSTUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DO TRABALHO E DA EMPRESA DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES GUIA DE ORGANIZAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO

Leia mais

Filiação: José da Encarnação Correia Cintra e de Liberdade das Dores Ferreira Cintra. Carta de Condução: FA 37991 Ligeiros, Pesados e Motociclos

Filiação: José da Encarnação Correia Cintra e de Liberdade das Dores Ferreira Cintra. Carta de Condução: FA 37991 Ligeiros, Pesados e Motociclos CURRICULUM VITAE Mário José Ferreira Cintra, nasceu em 1954, em Ferragudo, Concelho de Lagoa. Filho de José da Encarnação Correia Cintra, já falecido, marinheiro/pescador e de Liberdade das Dores Ferreira

Leia mais

Novembro de 2008 ISBN: 978-972-614-430-4. Desenho gráfico: WM Imagem Impressão: Editorial do Ministério da Educação Tiragem: 5 000 exemplares

Novembro de 2008 ISBN: 978-972-614-430-4. Desenho gráfico: WM Imagem Impressão: Editorial do Ministério da Educação Tiragem: 5 000 exemplares Título: Educação em Números - Portugal 2008 Autoria: Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (GEPE)/Ministério da Educação Edição: Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (GEPE)/Ministério

Leia mais

Candidatura de. António Dourado Pereira Correia. a Director da FCTUC. Programa de acção do Director da FCTUC

Candidatura de. António Dourado Pereira Correia. a Director da FCTUC. Programa de acção do Director da FCTUC Candidatura de António Dourado Pereira Correia a Director da FCTUC Programa de acção do Director da FCTUC No momento em que as regras de gestão da nossa Faculdade se alteram tão profundamente, centrando-a

Leia mais

CAPÍTULO I. Denominação, Natureza, Âmbito, Duração, Sede e Objecto

CAPÍTULO I. Denominação, Natureza, Âmbito, Duração, Sede e Objecto REGULAMENTO DO CENTRO DE INVESTIGAÇÃO CAPÍTULO I Denominação, Natureza, Âmbito, Duração, Sede e Objecto Artigo 1º (Denominação, natureza e âmbito) 1. O Instituto Superior de Ciências Educativas e o Instituto

Leia mais

Introdução Freguesia de Odivelas Junta Freguesia de Odivelas Comissão Social de Freguesia de Odivelas

Introdução Freguesia de Odivelas Junta Freguesia de Odivelas Comissão Social de Freguesia de Odivelas Introdução A Freguesia de Odivelas é uma realidade complexa que a todos diz respeito, uma realidade que deve ser alvo de uma intervenção de todos que nela participam para que seja executado um trabalho

Leia mais

Síntese Curricular Maria de Fátima Paiva Santos Coelho (Fátima Paiva Coelho) Habilitações. Domínios de Especialização. fatimapaivacoelho@kie.

Síntese Curricular Maria de Fátima Paiva Santos Coelho (Fátima Paiva Coelho) Habilitações. Domínios de Especialização. fatimapaivacoelho@kie. Síntese Curricular Maria de Fátima Paiva Santos Coelho (Fátima Paiva Coelho) e-mail fatimapaivacoelho@kie.pt Habilitações 2012 Doutoramento em Intervenção Psicopedagógica e Educação Especial da Universidade

Leia mais

Cursos de Doutoramento

Cursos de Doutoramento PROSPECTO FACULDADE DE ECONOMIA Cursos de Doutoramento CONTACTOS FACULDADE DE ECONOMIA Av. Julius Nyerere, Campus Universitário, 3453 Tel: +258 21 496301 Fax. +258 21 496301 1 MENSAGEM DO DIRECTOR Sejam

Leia mais

Educação Formação Avançada

Educação Formação Avançada ISEC Instituto Superior de Educação e Ciências Educação Formação Avançada ISEC Instituto Superior de Educação e Ciências Educação Formação Avançada Unidade Científico- Pedagógica de Ciências da Educação

Leia mais

O Plano Regional Integra:

O Plano Regional Integra: O Plano Regional Integra: 1. Acções estratégicas de combate à pobreza e exclusão social com efeitos a médio e longo prazo; 2. Acções/eventos com o objectivo de mobilizar e envolver a sociedade civil desenvolvidas

Leia mais

TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS (1º CICLO), ADEQUADO A BOLONHA

TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS (1º CICLO), ADEQUADO A BOLONHA TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS (1º CICLO), ADEQUADO A BOLONHA O presente de regime de transição entrará em vigor, na Universidade Aberta, no ano

Leia mais

Apresentado por Ana Paula de Jesus Almeida e Silva

Apresentado por Ana Paula de Jesus Almeida e Silva Apresentado por Ana Paula de Jesus Almeida e Silva O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), criado em 1979 (Decreto-Lei nº 519-A2/79, de 29 de Dezembro), é um organismo público, sob a tutela

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-ACÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)?

O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)? O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)? São unidades especializadas de apoio educativo multidisciplinares que asseguram o acompanhamento do aluno, individualmente ou em grupo, ao longo

Leia mais

Plano de Actividades 2009

Plano de Actividades 2009 Plano de Actividades 2009 Introdução No prosseguimento da sua missão consultiva, instituída no quadro da Lei de Bases do Sistema Educativo de 1986, e tendo por referência a Lei Orgânica (Decreto-lei nº

Leia mais

NCE/15/00099 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/15/00099 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/15/00099 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Instituto Politécnico De Setúbal

Leia mais

Agrupamento de Escolas n.º 2 de Beja. Regulamento Interno. Biblioteca Escolar

Agrupamento de Escolas n.º 2 de Beja. Regulamento Interno. Biblioteca Escolar Agrupamento de Escolas n.º 2 de Beja Regulamento Interno 2014 1. A 1.1. Definição de A é um recurso básico do processo educativo, cabendo-lhe um papel central em domínios tão importantes como: (i) a aprendizagem

Leia mais

INSTITUTO INÁCIO DE LOYOLA CERNACHE COIMBRA. nep.010.1 Página 1 de 9

INSTITUTO INÁCIO DE LOYOLA CERNACHE COIMBRA. nep.010.1 Página 1 de 9 COLÉGIO DA IMACULADA CONCEIÇÃO REGULAMENTO Serviços de Psicologia e de Orientação INSTITUTO INÁCIO DE LOYOLA CERNACHE COIMBRA nep.010.1 Página 1 de 9 Índice Índice... 2 1. Definição dos Serviços... 3 2.Objectivos....3

Leia mais

MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS (i.é. ANÁLISES QUÍMICO-BIOLÓGICAS)

MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS (i.é. ANÁLISES QUÍMICO-BIOLÓGICAS) MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS (i.é. ANÁLISES QUÍMICO-BIOLÓGICAS) º Ciclo Bolonha Aviso n.º/0 (D.R. N.º,.ª série, de Dezembro de 0) Registo DGES: / (DR) Extracto do Regulamento Geral de Mestrados do ISCSEM

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Psicologia e Educação

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Psicologia e Educação UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Psicologia e Educação Regulamento de Estágios 2º Ciclo em Psicologia da Universidade da Beira Interior Artigo 1.º

Leia mais

NCE/11/00731 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/11/00731 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/11/00731 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Instituto Politécnico De Coimbra A.1.a.

Leia mais

CEF/0910/25776 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/25776 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/25776 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/25776 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento Decisão de

Leia mais

NCE/14/01786 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/14/01786 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/14/01786 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade De Évora A.1.a. Outra(s)

Leia mais

Cascais Desenvolve Alcabideche e São Domingos de Rana Comissão Social de Freguesia de São Domingos de Rana

Cascais Desenvolve Alcabideche e São Domingos de Rana Comissão Social de Freguesia de São Domingos de Rana Cascais Desenvolve Alcabideche e São Domingos de Rana Comissão Social de Freguesia de São Domingos de Rana Março 2015 (FEDER, Fundo de Coesão, FSE, FEADER e FEAMP) DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA

Leia mais

SESSÃO: ACÇÕES INOVADORAS E ENVELHECIMENTO ACTIVO. Maria Helena Patrício Paes CENTRO ISMAILI, LISBOA 12 DE OUTUBRO DE 2012. mhpaes@prosalis.

SESSÃO: ACÇÕES INOVADORAS E ENVELHECIMENTO ACTIVO. Maria Helena Patrício Paes CENTRO ISMAILI, LISBOA 12 DE OUTUBRO DE 2012. mhpaes@prosalis. CENTRO ISMAILI, LISBOA 12 DE OUTUBRO DE 2012 SESSÃO: ACÇÕES INOVADORAS E ENVELHECIMENTO ACTIVO Maria Helena Patrício Paes mhpaes@prosalis.pt Unidos por uma causa, por causa de quem precisa! Introdução

Leia mais

Perspectivas da Educação Inclusiva. Seminário Uma Escola Para Todos São Miguel 22/23 de Fevereiro 2008

Perspectivas da Educação Inclusiva. Seminário Uma Escola Para Todos São Miguel 22/23 de Fevereiro 2008 Perspectivas da Educação Inclusiva Seminário Uma Escola Para Todos São Miguel 22/23 de Fevereiro 2008 DA INTEGRAÇÃO À EDUCAÇÃO INCLUSIVA Ano Internacional do Deficientes 1981 Normas das N.U. sobre a Igualdade

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO

PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO 22000:2005 Lead Auditor Training course ENTIDADES PARCEIRAS SGS PORTUGAL SOCIEDADE GERAL DE SUPERINTENDÊNCIA, S.A. O Grupo SGS Société

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012 INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS 1.ª Edição 2011-2012 Nos termos do disposto no artigo 8.º, n.º 1, a), do Regime Jurídico das Instituições do Ensino Superior, aprovado

Leia mais

Crescer Saudável. Promover e proteger a saúde e prevenir a doença na comunidade educativa.

Crescer Saudável. Promover e proteger a saúde e prevenir a doença na comunidade educativa. Administração Regional de Saúde do Alentejo, IP Centro de Saúde de Montemor-o-Novo Crescer Saudável O Programa de Educação para a Saúde Crescer Saudável surge no âmbito do Programa Nacional de Saúde r

Leia mais

Revisor Oficial de Contas, desde 1990.

Revisor Oficial de Contas, desde 1990. 1. Dados pessoais Nome: Vitor Manuel Batista de Almeida Data de nascimento: 14 de Julho de 1956 Naturalidade: Lisboa Residência: Calçada das Lages, Lote 3, Nº 61-A, 14º C 1900-291 Lisboa Telefone casa:

Leia mais

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015 CURRICULUM VITAE DE José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá Lisboa, Fevereiro de 2015 I - DADOS PESSOAIS NOME - José Carlos Salgueiro de Vasconcelos e Sá MORADA - Rua Prof. Henrique Vilhena 11, 1 - D 1600

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2013/2014

PLANO DE AÇÃO 2013/2014 Plano de Ação 2013/ PLANO DE AÇÃO 2013/ 1 Plano de Ação 2013/ Eixo de Desenvolvimento: Promover a qualificação escolar/profissional, o empreendedorismo e a empregabilidade. Objetivo geral: Dinamização

Leia mais

Projecto de Lei n.º 54/X

Projecto de Lei n.º 54/X Projecto de Lei n.º 54/X Regula a organização de atribuição de graus académicos no Ensino Superior, em conformidade com o Processo de Bolonha, incluindo o Sistema Europeu de Créditos. Exposição de motivos

Leia mais

Relatório de Avaliação

Relatório de Avaliação PDS Plano de Acção 2005 Relatório de Avaliação Rede Social CLAS de Vieira do Minho Introdução Este documento pretende constituir-se como um momento de avaliação e análise do trabalho que tem vindo a ser

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR ANO LECTIVO: 2013/2014 FICHA DE UNIDADE CURRICULAR MESTRADO/LICENCIATURA 1.Unidade Curricular Nome: PSICOLOGIA DO ENVELHECIMENTO Área Científica: Psicologia Curso: Mestrado em Gerontologia Social Semestre:

Leia mais

A Implementação do Processo de Bolonha em Portugal e os Relatórios Institucionais da sua Concretização uma Análise Exploratória

A Implementação do Processo de Bolonha em Portugal e os Relatórios Institucionais da sua Concretização uma Análise Exploratória A Implementação do Processo de Bolonha em Portugal e os Relatórios Institucionais da sua Concretização uma Análise Exploratória António M. Magalhães CIPES/FPCEUP Apresentação: 1. A implementação do Processo

Leia mais

PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA 2013-2015

PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA 2013-2015 PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA 2013-2015 APROVADO EM SESSÃO PLENÁRIA DO CLAS 21 DE MAIO DE 2013 1 NOTA INTRODUTÓRIA O Diagnóstico Social constituiu a base de trabalho da ação dos Parceiros Locais.

Leia mais

DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES. Mestrado em Psicologia Política

DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES. Mestrado em Psicologia Política DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES Mestrado em Psicologia Política 2009/2010 DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES Objectivos O Mestrado em Psicologia Política procura

Leia mais

SOMOS. Programa Municipal de. Educação para a Cidadania Democrática. e Direitos Humanos. Câmara Municipal de Lisboa

SOMOS. Programa Municipal de. Educação para a Cidadania Democrática. e Direitos Humanos. Câmara Municipal de Lisboa SOMOS Programa Municipal de Educação para a Cidadania Democrática e Direitos Humanos Câmara Municipal de Lisboa Ficha Técnica Presidente da CML: Fernando Medina Vereador dos Direitos Sociais: João Carlos

Leia mais

CURSO DE VERÃO E&O Formação em Elaboração de Candidaturas / Gestão Ciclo de Projecto

CURSO DE VERÃO E&O Formação em Elaboração de Candidaturas / Gestão Ciclo de Projecto CURSO DE VERÃO E&O Formação em Elaboração de Candidaturas / Gestão Ciclo de Projecto INTRODUÇÃO A necessidade sentida por um cada vez maior número de técnicos de diversas áreas disciplinares nas vertentes

Leia mais

Programa para o Departamento de Engenharia Cerâmica e do Vidro Mário Guerreiro Silva Ferreira

Programa para o Departamento de Engenharia Cerâmica e do Vidro Mário Guerreiro Silva Ferreira Programa para o Departamento de Engenharia Cerâmica e do Vidro Mário Guerreiro Silva Ferreira. 2011-2014 1 Programa de acção Um programa de acção para qualquer unidade orgânica deve atender aos objectivos

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Dados Pessoais: Habilitações académicas: Dados Profissionais: Outras Funções Profissionais:

CURRICULUM VITAE. Dados Pessoais: Habilitações académicas: Dados Profissionais: Outras Funções Profissionais: CURRICULUM VITAE Dados Pessoais: - António de Sousa Marinho e Pinto, (também usa assinar António Marinho e Pinto ou apenas António Marinho), divorciado, nascido a 10 de Setembro de 1950, na freguesia de

Leia mais

GESTÃO MESTRADO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO. REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos OBJETIVOS DO CURSO

GESTÃO MESTRADO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO. REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos OBJETIVOS DO CURSO MESTRADO GESTÃO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos O mestrado em Gestão é uma novidade da oferta formativa da ESTG, para o

Leia mais

OPTIMIZAR A INTERVENÇÃO EM ÁREAS DE SAÚDE E CONFORTO. Ordem dos Farmacêuticos (Rua da Sociedade Farmacêutica 18, 1169-075 Lisboa)

OPTIMIZAR A INTERVENÇÃO EM ÁREAS DE SAÚDE E CONFORTO. Ordem dos Farmacêuticos (Rua da Sociedade Farmacêutica 18, 1169-075 Lisboa) Título Farmácia Comunitária OPTIMIZAR A INTERVENÇÃO EM ÁREAS DE SAÚDE E CONFORTO Local Ordem dos Farmacêuticos (Rua da Sociedade Farmacêutica 18, 1169-075 Lisboa) Datas 26 de Março a 6 de Junho 2012 Organização

Leia mais

(Des)Enlace entre cidadãos e sistemas sociais: em torno dos laços sociais na intervenção dos assistentes sociais.

(Des)Enlace entre cidadãos e sistemas sociais: em torno dos laços sociais na intervenção dos assistentes sociais. 2013 1ª Conferência 20 de Março, das 14:30 às 17:00 h Cidadania em tempos de crise: Implicações para a intervenção educativa, social e comunitária Isabel Menezes. Professora Associada com Agregação da

Leia mais

RESPOSTA AO RELATÓRIO de

RESPOSTA AO RELATÓRIO de RESPOSTA AO RELATÓRIO de Comissão Externa de Avaliação Comissão D. Educação Subcomissão D.4.1 Educação de Infância + 1º Ciclo Do Curso de Licenciatura de Educação de Infância Da Escola Superior de Educação

Leia mais

*B08023049E* Data: 07-03-2008

*B08023049E* Data: 07-03-2008 *B08023049E* C I R C U L A R Nº B08023049E Data: 07-03-2008 Serviço de Origem: DIRECÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSUNTOS JURÍDICOS E CONTENCIOSO ENVIADA PARA: Inspecção Geral da Educação Direcções Gerais Direcções

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Desde 1997 Professora-Adjunta (de nomeação definitiva) da Escola Superior de Educação e Comunicação da Universidade do Algarve.

CURRICULUM VITAE. Desde 1997 Professora-Adjunta (de nomeação definitiva) da Escola Superior de Educação e Comunicação da Universidade do Algarve. CURRICULUM VITAE 1. IDENTIFICAÇÃO E CONTACTOS Nome: Maria Leonor Alexandre Borges Santos Terremoto Mail: mlborges@ualg.pt Local de trabalho: Escola Superior de Educação e Comunicação, da Universidade do

Leia mais

Lisboa Porto. Planeamento e Gestão da Formação. Pós Graduação EDIÇÕES 2013

Lisboa Porto. Planeamento e Gestão da Formação. Pós Graduação EDIÇÕES 2013 Pós Graduação Planeamento e Gestão da Formação EDIÇÕES 2013 Lisboa Porto Rua Manuel Pacheco Miranda, 29 D 4200 804 Porto Telefone: 225 091 225 email: info@e comenius.com Planeamento e Gestão da Formação

Leia mais

Escola Secundária da Ramada. Plano Plurianual de Atividades. Pro Qualitate (Pela Qualidade)

Escola Secundária da Ramada. Plano Plurianual de Atividades. Pro Qualitate (Pela Qualidade) Escola Secundária da Ramada Plano Plurianual de Atividades Pro Qualitate (Pela Qualidade) 2014 A Escola está ao serviço de um Projeto de aprendizagem (Nóvoa, 2006). ii ÍNDICE GERAL Pág. Introdução 1 Dimensões

Leia mais

REGULAMENTO DA PRÁTICA PEDAGÓGICA

REGULAMENTO DA PRÁTICA PEDAGÓGICA REGULAMENTO DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS CURSOS DE MESTRADO QUE CONFEREM HABILITAÇÃO PROFISSIONAL PARA A DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E NO ENSINO BÁSICO O presente regulamento estabelece o enquadramento

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão. Dados pessoais. Habilitações literárias

CURRICULUM VITAE. Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão. Dados pessoais. Habilitações literárias CURRICULUM VITAE Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão Dados pessoais Data de Nascimento: 8 de Abril de 1973 Local de Nascimento: Lisboa Nacionalidade: Portuguesa Estado Civil: Casada Habilitações

Leia mais

O QREN e a Coesão Social em Portugal

O QREN e a Coesão Social em Portugal 8 de janeiro de 213 O QREN e a Coesão Social em Portugal 1. A coesão social no âmbito do QREN A coesão social constitui uma das cinco prioridades estratégicas do Quadro de Referência Estratégico Nacional

Leia mais

III Simpósio Nacional Desafios do Profissional de Serviço Social

III Simpósio Nacional Desafios do Profissional de Serviço Social III Simpósio Nacional Desafios do Profissional de Serviço Social Porto, 12 de Fevereiro de 2009 A Importância da Inserção dos Técnicos de Serviço Social nas Escolas Miguel Ângelo F. M. Valério Trabalhador

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Presidente do Instituto Politécnico da Guarda

Presidente do Instituto Politécnico da Guarda Pós-Graduações A formação ao longo da vida é hoje uma necessidade indiscutível que constitui uma oportunidade a não perder por parte da instituição. A aposta nas pós-graduações deve ser incrementada, e

Leia mais

Avanços e retrocessos na área da saúde mental dos imigrantes em Portugal: a perspectiva do GIS

Avanços e retrocessos na área da saúde mental dos imigrantes em Portugal: a perspectiva do GIS Iolanda Évora Avanços e retrocessos na área da saúde mental dos imigrantes em Portugal: a perspectiva do GIS Apresentado no 9º Encontro de Saúde Mental de Cascais a 14 de Novembro de 2008 O CEsA não confirma

Leia mais

M ODELO EUROPEU DE INFORMAÇÃO PESSOAL EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL CURRICULUM VITAE

M ODELO EUROPEU DE INFORMAÇÃO PESSOAL EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL CURRICULUM VITAE M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Matos Castro, Maria da Luz de Deus Morada Rua Ilha dos Amores, Lte 04.09.01A.-1ºC, 1990-119 Lisboa Telefone 218966325 / 939738237 Fax Correio

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 609/XI/2.ª

PROJECTO DE LEI N.º 609/XI/2.ª Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 609/XI/2.ª Cria o Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família Exposição de motivos A Escola defronta-se hoje com uma multiplicidade de tarefas a que a sociedade e principalmente

Leia mais

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Relatório Resumo Junho de 2012 Índice 1. Objectivo... 3 2. Enquadramento... 3 3. Trabalho realizado... 3 4. Dados síntese da Licenciatura

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES DO MTSS - 2009

PLANO DE ACTIVIDADES DO MTSS - 2009 1.4 UNIVA 2.4 Intervenção Comunitária Apoiar educandos na definição e desenvolvimento do seu percurso de inserção ou reinserção no mercado de trabalho Promover o desenvolvimento sustentado e a inserção

Leia mais

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração:

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração: EngIQ Programa de Doutoramento em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química Uma colaboração: Associação das Indústrias da Petroquímica, Química e Refinação (AIPQR) Universidade de Aveiro Universidade

Leia mais

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra Artigo 1.º Âmbito O presente Regulamento fixa as normas gerais relativas a matrículas e inscrições nos cursos do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra. Artigo 2.º Definições De

Leia mais

NCE/10/01746 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/10/01746 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/10/01746 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Instituto Politécnico De Coimbra

Leia mais

Implementação do Processo de Bolonha a nível nacional. Grupos por Área de Conhecimento CIÊNCIAS SOCIAIS

Implementação do Processo de Bolonha a nível nacional. Grupos por Área de Conhecimento CIÊNCIAS SOCIAIS Implementação do Processo de Bolonha a nível nacional Grupos por Área de Conhecimento CIÊNCIAS SOCIAIS Coordenador: Prof. Doutor Manuel Braga da Cruz Dezembro de 2004 1/10 AREA DAS CIÊNCIAS SOCIAIS PARECER

Leia mais

Proposta de Despacho de Criação do

Proposta de Despacho de Criação do UNIVERSIDADE DE AVEIRO Secção Autónoma de Ciências da Saúde Proposta de Despacho de Criação do MESTRADO EM GERIATRIA E GERONTOLOGIA Despacho nº: Sob proposta do Conselho Científico, ao abrigo da alínea

Leia mais

Rede Social PLANO DE AÇÃO

Rede Social PLANO DE AÇÃO Rede Social PLANO DE AÇÃO 2011 R E D E SOCIAL DO CONCELHO DE VILA DO BISPO 1 Rede Social Rede Social do Concelho de Vila do PLANO DE ACÇÃO 2011 Ficha Técnica Entidade Promotora: Câmara Municipal de Vila

Leia mais

Rita Maria Espanha Pires Chaves Torrado da Silva CURRICULUM VITAE

Rita Maria Espanha Pires Chaves Torrado da Silva CURRICULUM VITAE Rita Maria Espanha Pires Chaves Torrado da Silva CURRICULUM VITAE FEVEREIRO 2003 I. Dados Pessoais Nome: Rita Maria Espanha Pires Chaves Torrado da Silva Local e Data de Nascimento: Lisboa, 13 de Setembro

Leia mais

PLANO DE AUTOAVALIAÇÃO

PLANO DE AUTOAVALIAÇÃO AE de maximinos EQUIPA DE AUTOAVALIAÇÃO PLANO DE AUTOAVALIAÇÃO 2012/2013 Equipa de Autoavaliação Alcina Pires Ana Paula Couto Antonieta Silva António Rocha Beatriz Gonçalves José Pedrosa Paula Mesquita

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2011-2013)

EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2011-2013) EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2011-2013) Nos termos do Decreto-Lei n.º 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de Março, com as

Leia mais

Regulamento de Avaliação de Desempenho dos Docentes da Universidade Europeia

Regulamento de Avaliação de Desempenho dos Docentes da Universidade Europeia Regulamento de Avaliação de Desempenho dos Docentes da Universidade Europeia CAPITULO I Disposições gerais Artigo 1º Objecto 1. O presente regulamento tem como objectivo definir o processo de avaliação

Leia mais

Psicologia Aplicada em Portugal

Psicologia Aplicada em Portugal Psicologia Aplicada em Portugal Áreas Técnicos de Saúde Mental Psicologia Educacional Psicologia do Trabalho Psicologia Profissional Psicologia Clínica Psicologia Criminal Psicologia Desportiva Psicólogo

Leia mais

Bairro. Normas Orientadoras BAIRRO. Co-financiamento

Bairro. Normas Orientadoras BAIRRO. Co-financiamento Normas Orientadoras BAIRRO Co-financiamento Índice Capítulo I - Âmbito...1 Artigo 1.º - Objecto...1 Artigo 2.º - Definições...1 Artigo 3º - Apelos Bairro 21...1 Artigo 4.º - Objectivos dos Apelos Bairro

Leia mais

Rede Social do Concelho de Pampilhosa da Serra

Rede Social do Concelho de Pampilhosa da Serra Rede Social do Concelho de Pampilhosa da Serra O Plano de para o ano de 2006 constitui-se enquanto instrumento de trabalho tendo sido construído com base no Plano Desenvolvimento Social. Apresenta um conjunto

Leia mais

A rádio como atividade pedagógica de integração das ciências da comunicação na formação dos nutricionistas

A rádio como atividade pedagógica de integração das ciências da comunicação na formação dos nutricionistas Minayo, M.C.S. (2010). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 12. ed. São Paulo: HUCITEC. Parecer CNE/CES 3, de 7 de novembro de 2001. (2001). Ministério da Educação. Conselho Nacional

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS. ESCOLA SECUNDÁRIA QUINTA do MARQUÊS

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS. ESCOLA SECUNDÁRIA QUINTA do MARQUÊS REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS ESCOLA SECUNDÁRIA QUINTA do MARQUÊS Artigo 1º - Definição A Biblioteca Escolar - Centro de Recursos Educativos da Escola Secundária Quinta

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA Nº (reservado aos serviços) A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome PEREIRA, LUCÍLIA DOS SANTOS NUNES Morada 301, ORTIGOSA, EDIFÍCIO OÁSIS, 5100-076, LAMEGO, PORTUGAL Telefone 254 688 476 Telemóvel 963 481 872

Leia mais

MESTRADO EM MARKETING E COMUNICAÇÃO

MESTRADO EM MARKETING E COMUNICAÇÃO MESTRADO EM MARKETING E COMUNICAÇÃO 1. Estabelecimento de ensino: INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA 2. Unidade orgânica (faculdade, escola, instituto, etc.): ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO de COIMBRA e ESCOLA

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO

PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO Instituto Politécnico de Santarém Escola Superior de Desporto de Rio Maior PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO REGULAMENTO Artigo 1.º Designação A Escola Superior de Desporto de

Leia mais

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social A investigação do Serviço Social em Portugal: potencialidades e constrangimentos Jorge M. L. Ferreira Professor Auxiliar Universidade Lusíada Lisboa (ISSSL) Professor Auxiliar Convidado ISCTE IUL Diretor

Leia mais

O Programa CLDS: Abrir Caminhos para a Inovação Maria José Maia 3º SECTOR: CONTRIBUTOS PARA A INOVAÇÃO. Odivelas, 31 de Março de 2011

O Programa CLDS: Abrir Caminhos para a Inovação Maria José Maia 3º SECTOR: CONTRIBUTOS PARA A INOVAÇÃO. Odivelas, 31 de Março de 2011 O Programa CLDS: Abrir Caminhos para a Inovação Maria José Maia 3º SECTOR: CONTRIBUTOS PARA A INOVAÇÃO Odivelas, 31 de Março de 2011 1 3º SECTOR REFERENCIAL TEORICO- CONCEPTUAL Conceito utilizado pela

Leia mais

Índice. 1. Elementos de Identificação. p.2. 2. Formação Académica. pp. 2. 3. Formação Complementar p.2

Índice. 1. Elementos de Identificação. p.2. 2. Formação Académica. pp. 2. 3. Formação Complementar p.2 Índice 1. Elementos de Identificação. p.2 2. Formação Académica. pp. 2 3. Formação Complementar p.2 4. Experiência Pedagógica e de Investigação p.3-5 4.1 Actividade Docente. p.3 4.1.1 Instituto Politécnico

Leia mais

PO AÇORES 2020 FEDER FSE

PO AÇORES 2020 FEDER FSE Apresentação pública PO AÇORES 2020 FEDER FSE Anfiteatro C -Universidade dos Açores -Ponta Delgada 04 de marçode 2015 8EIXO EMPREGO E MOBILIDADE LABORAL > Administração regional Objetivo Específico 8.1.1

Leia mais

3ª Edição 2010/2011 FEUC. mestrado. em marketing

3ª Edição 2010/2011 FEUC. mestrado. em marketing 3ª Edição 2010/2011 FEUC mestrado em marketing APRESENTAÇÃO Como Coordenadores dos programas de formação para executivos desta Faculdade,, damos-lhe as boas vindas a esta nova edição do programa de Mestrado

Leia mais