LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto I, abaixo, para responder às questões de 1 a 3.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto I, abaixo, para responder às questões de 1 a 3."

Transcrição

1 TEMAS PARA REDAÇÃO T eresina -PI - 10 / 11 / 2013 PRODUÇÃO DE TEXTO Escolha UM DOS TEMAS seguintes e elabore sua dissertação na forma de texto argumentativo em prosa. Dê um título ao texto e observe o mínimo de 20 linhas e o máximo de 30 linhas. TEMA 1 Nos últimos dez anos, a frota de veículos no Brasil cresceu em 400%. Mobilidade urbana e meio ambiente: Como uma cidade pode crescer, gerar renda, emprego e, ao mesmo tempo renovar suas estruturas de transporte, respeitando o meio ambiente? TEMA 2 Os perigos da alimentação moderna Mais de 90% dos jovens brasileiros não se alimentam de forma saudável As redes de fast-food ganharam o mundo no fim dos anos 80 comercializando comida não saudável, mas rápida e fácil de comer: o junk food, ou traduzindo para o português: comida lixo. Há, nessa realidade, toda uma política econômica e cultural que proporciona a manutenção desse quadro preocupante. Em sua opinião, o que pode ser feito para que o sabor e a pressa não envenenem o cardápio do jovem brasileiro? 2

2 LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto I, abaixo, para responder às questões de 1 a 3. TEXTO I OS AUTOMÓVEIS IRÃO PARA O INFERNO O papa Francisco não gosta de carros de luxo. Ao passear pelo Brasil, dispensou os carrões mais caros e fez uma opção por modelos simples. Feliz da vida, ele se aninhava no banco de trás e sorria para a janela aberta, com o cotovelo para fora. Bem que poderiam ter colado um adesivo no vidro traseiro: "Meu outro carro é um Papamóvel". Mas a ideia não ocorreu a ninguém. O ponto que interessa é que o papa abomina a ostentação e amaldiçoa as máquinas possantes. Estas, pobrezinhas, desgraçadas, aos poucos vão se tornando símbolos de futilidade, desperdício, vaidade, quando não de crime, corrupção e da mais desbragada bandidagem. Ainda esses dias, uma quadrilha - mais uma - que desviava dinheiro público foi desbaratada numa dessas - mais uma - superoperações da Polícia Federal. Houve prisões e apreensões em várias cidades. Um dos chefões tinha uma coleção de SUVs e esportivos. O Jornal Nacional mostrou em close. Lá pelas tantas, os telespectadores puderam ver cenas melancólicas. Policiais reviravam armários, gavetas e até geladeiras de uma concessionária, em busca das chaves dos reluzentes bólidos em exposição, que seriam imediatamente conduzidos para a cadeia. (...) Assim começa o século XXI: mandando para o inferno uma das mais festejadas inovações do século XX. Em 1908, Henry Ford tinha um sonho. Queria que todo americano pudesse comprar uma unidade de seu Ford T (...). Desde então, muita carroceria rolou em cima da ponte. James Dean se espatifou numa trombada de frente, o Fusca alemão virou astro de cinema nos Estúdios Disney, e Ayrton Senna deu a vida na batalha de levar os motores além dos limites de seus cavalos que zuniam. O século XX passou a 120 por hora na Rua Augusta e no planeta inteiro. John Kennedy foi baleado porque desfilava sem capota, casamentos começaram no banco de trás de um Simca Chambord ou no banco da frente de um Fiat 147. Convenções de partidos clandestinos aconteceram dentro de uma Kombi, um presidente brasileiro disse que a indústria nacional só fabricava carroças, outro desfilou dentro de um Fusca, que prometeu ressuscitar. Veio o século XXI. Um novo presidente aliviou a carga tributária das montadoras e inundou as cidades de carcaças cinzentas e negras (isso foi no tempo em que as lojas só dispunham de veículos em duas cores, preto ou prata, numa escala cromática em que só variavam as vogais). A partir daí, o carro, essa entidade mítica que já tinha sido o signo por excelência da liberdade individual, virou sinônimo de cárcere em pleno logradouro público. Motoristas solitários, com GPS, ar-condicionado dual Teresina-P I - 10 / 11 / 2013 zone, câmbio de oito marchas e rodas aro 18, são miseráveis prisioneiros enfileirados, vítimas de uma inovação que envelheceu, necrosou e entrou em colapso total. Numa cidade como São Paulo, tentar percorrer 100 metros num automóvel de luxo é como se refestelar num iate encalhado bem no meio do Rio Tietê, com sua fedentina pestilenta. Por isso, além de símbolo de pecados veniais, vaidade, desperdício, bandidagem e corrupção, o carro vai virando também um estigma de estupidez paralisante. E de breguice. Em pouco tempo, bem pouco, as celebridades grã-finas, até elas, passarão a se envergonhar de ter um Bentley no jardim e inventarão outras alternativas de exibicionismo: bicicletas com pneus cor de abacate, por exemplo. Assim como o cigarro, que saiu da boca dos símbolos sexuais mais incendiários para ir parar na "área de fumantes", depois também banida para todo o sempre, o automóvel despencará do Olimpo na direção do castigo eterno - e em altíssima velocidade. Isso será bom? Para a qualidade do ar, talvez. Para o que agora chamam de "mobilidade urbana", também é provável. Ônibus e metrô terão de melhorar, o que também será positivo. Agora, para quem amou (e ainda ama) esse invento que nos deu de presente a emoção de deslizar pela estrada ouvindo música, vendo o pôr do sol e pensando na vida, doerá um bocado. Por Eugênio Bucci Revista Época, 30 de Setembro de 2013, nº De acordo com o autor, a superimportância que a sociedade de consumo dá aos carros luxuosos é a mais completa prova do declínio e da degradação do ser humano. Qual dos pensamentos abaixo vai de encontro à visão exposta pelo autor? A) Os amigos que eu tenho valem muito mais que todos os rostos esnobes que vejo nas ruas e carros importados. (Andreza Filizzola) B) O Deus que eu conheço não daria um carro zero quilômetro a um líder religioso; ele dividiria o dinheiro do carro entre os seus seguidores que lhe pediram com fé para não faltar o pão do dia seguinte. (Juliana Ladeira) C) Não me venha com incríveis carros do ano, restaurantes badalados, quinquilharias digitais e passaportes cheios de carimbos exóticos. Luxo é ter o tempo e o silêncio que se quer e precisa. (Humberto Gessinger) D) Há muitos miseráveis no território da emoção andando em carros luxuosos, usando joias caras, roupas de marca e saindo nas colunas sociais. Os verdadeiramente ricos fazem muito do pouco, extraem prazer das coisas simples. (Augusto Cury) E) Cada pessoa pensa como pode, mas o topo de tudo é alcançar a humildade dirigindo uma Ferrari. (D.Oliveira)

3 LÍNGUA PORTUGUESA 02. Abaixo foram feitos comentários acerca das estruturas linguísticas do texto. Observe-os com atenção e marque aquele em que houve falha. Teresina-P I - 10 / 11 / 2013 E) a frase A Claro lhe deixa 24h conectado. Monta teu plano sob medida está adequada ao padrão culto da língua portuguesa. A) O vocábulo que (l. 43 e l. 45) introduz orações com valores sintáticos distintos. B) Os parênteses, empregados nas linhas 48 a 51, visam a tecer um comentário sarcástico sobre algo escrito anteriormente. C) Em Houve prisões e apreensões em várias cidades ( l. 18), caberia a substituição da forma verbal destacada por houveram, já que a oração apresenta sujeito composto. D) As vírgulas presentes nas linhas 52 e 53 isolam um termo com função explicativa. E) O conector como (l. 60) estabelece um confronto entre dois elementos. 03. No fragmento Por isso, além de símbolo de pecados veniais, vaidade, desperdício, bandidagem e corrupção (ls. 63 a 65), a palavra sublinhada pode ser substituída, sem prejuízo de valor, por A) palpáveis. B) execrável. C) ínfimos. D) abomináveis. E) perdoáveis. Considere a peça publicitária abaixo para responder à próxima questão. Leia os textos II e III para responder à questão 05. TEXTO II TEXTO III Famosa canção brasileira do compositor, músico, arranjador, cantor e maestro Tom Jobim, de A canção foi lançada inicialmente no compacto simples Disco de Bolso, o Tom de Jobim e o Tal de João Bosco e, no ano seguinte, no álbum Matita Perê. Em 1974, uma versão em dueto com Elis Regina foi lançada no LP Elis & Tom. Posteriormente, Tom Jobim compôs uma versão em língua inglesa, que manteve a estrutura e a metáfora central do significado da letra. 05. A relação entre os dois textos NÃO deixa nítida a noção de Disponível em coletivo.maiscomunidade.com. Acesso em 14/10/ Acerca da estrutura linguística da publicidade, é possível afirmar que A) ocorre um desvio quanto à norma culta, porque as formas pronominais empregadas não correspondem à uniformidade exigida por ela. B) o texto verbal, como um todo, atende à norma culta. C) a forma verbal escolha (canto superior direito) encontra-se na 2ª pessoa do singular do imperativo afirmativo. D) erros de português em peças publicitárias são inaceitáveis, uma vez que comprometem o entendimento desses textos. 4 A) complementaridade. B) condicionamento. C) aditamento. D) ampliação. E) dissonância. Usar os textos IV e V para responder à questão 06 : TEXTO IV TEXTO V Tire o seu piercing do caminho Que eu quero passar Quero passar com a minha dor (Zeca Baleiro, Piercing) Tire seu sorriso do caminho Que eu quero passar com a minha dor Hoje pra você eu sou espinho Espinho não machuca a flor. (A. Caminha, Nelson Cavaquinho e G. de Brito, A flor e o espinho) 06. Pode-se definir a intertextualidade como a construção de um texto a partir de outro já existente. Conforme a situação, apresenta funções diferentes que dependem muito dos textos/contextos em que

4 LÍNGUA PORTUGUESA ela é inserida. Evidentemente, esse fenômeno está associado ao "conhecimento do mundo", que deve ser compartilhado, ou seja, comum ao produtor e ao receptor de textos. O diálogo pode ocorrer ou não em diversas áreas do conhecimento, não se restringindo única e exclusivamente a textos literários. A influência da obra de Nelson Cavaquinho sobre o texto de Zeca Baleiro é notória. Porém, além da autoria, outras diferenças podem ser detectadas como Teresina-P I - 10 / 11 / 2013 Leia, a seguir, parte do sumário de uma revista e responda à questão 08. ANTROPOLOGIA As fronteiras da physis e tékhne: com técnicas avançadas de cirurgias plásticas, o que se busca é a imitação, não mais do humano, mas de avatares, seres virtuais. Segundo Sloterdijk, este é apenas o resultado do natural projeto eugenista, que ocorre pela evolução humana e pela universalização do capital. Filosofia Ciência e Vida, janeiro de 2013, n.º 78. A) seleção lexical e reiteração. B) pares sinonímicos e reiteração. C) pares antonímicos e reiteração. D) reiteração e uniformidade de tratamento. E) seleção lexical e uniformidade de tratamento. Leia a charge e o texto VI, abaixo, para responder à questão 07. CHARGE 08. Em se tratando de um sumário, Antropologia [De antropo- + -log(o)- + -ia, ciência que se ocupa com o homem] especifica uma seção da revista. Essa palavra, nesse caso, não poderia ser substituída por Antropogenia [De antropo- + -geno- + -ia, estudo da evolução do homem], porque A) são palavras sinônimas em diferentes contextos. B) sendo antônimas se opõem ou se excluem. C) antropologia, nesse contexto, é hiperônimo de antropogenia. D) não pertencem ao mesmo campo semântico. E) antropologia tem sentido mais amplo, logo é hipônimo. As questões de 09 a 10 têm como referência os textos a seguir. TEXTO VII TEXTO VI Pelo Decreto n , de 29 de setembro de 2008, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva promulgou o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de Observando a charge e aplicando conhecimentos sobre figuras de linguagem, podemos dizer que, com relação à promulgação do acordo ortográfico por Lula e o conteúdo veiculado pelo balão da charge, teríamos A nova Constituição, promulgada em 5 de outubro de 1988, garantia uma gama de direitos individuais, sociais e políticos inédita na história do Brasil. Era uma grande conquista para um país que, com apenas 99 anos de história republicana, acabara de sair de seu segundo período ditatorial. Na semana passada, a Constituição brasileira completou 25 anos, num país de comprovados avanços, mas ainda em busca de uma clara identidade. Após um quarto de século, o Brasil gerado a partir da Constituição reproduz as contradições do documento. [ ] (Por Leandro Loyola, Revista Época, 17de outubro de 2013, n.º 802.) TEXTO VIII A) ideia reiterada. B) ar hiperbólico. C) relação paradoxal. D) um caráter metonímico. E) personificação de anseios. (JOTA A. Traço e Riso. Teresina, p.21) 5

5 LÍNGUA PORTUGUESA 09. Com relação à leitura de cada um dos textos, é correto afirmar que A) o texto VIII dialoga com o texto VII, à medida que constitui uma paráfrase. B) o texto VII trata o tema com parcialidade, acrítico, diferentemente do texto VIII. C) os textos não se diferenciam quanto aos propósitos comunicativos. D) ocorre entre os dois textos interdiscursividade. E) nos dois textos, os conteúdos expressos não dialogam. 10. Considere as seguintes afirmações sobre a pontuação dos trechos a seguir. TEXTO X Teresina-P I - 10 / 11 / 2013 O mundo que venci deu-me um amor, Um troféu perigoso, este cavalo Carregado de infantes couraçados. O mundo que venci deu-me um amor, Alado galoupando em céus irados, Por cima de qualquer muro de credo, Por cima de qualquer fosso de sexo. O mundo que venci deu-me um amor Amor feito de insulto e pranto e riso, Amor que força as portas dos infernos, Amor que galga o cume ao paraíso. Amor que dorme e treme. Que desperta E torna contra mim, e me devora E me rumina em cantos de vitória. I. A nova Constituição, promulgada em 5 de outubro de 1988, garantia uma gama de direitos (O par de vírgulas separa orações coordenadas). II. Na semana passada, a Constituição brasileira completou 25 anos, num país (As vírgulas separam termos de mesma função sintática). III. [ ], mas ainda em busca de uma clara identidade. (Emprego da vírgula por força da conjunção adversativa). Está (ão) INCORRETA(S) A) apenas a afirmativa I. B) apenas a afirmativa II. C) a afirmativa I e a II. D) apenas a afirmativa III. E) a afirmativa II e a III. Textos para as questões de 11 a 13. TEXTO IX SONETO DO AMOR TOTAL Amo-te tanto, meu amor... não cante O humano coração com mais verdade... Amo-te como amigo e como amante Numa sempre diversa realidade. Amo-te afim, de um calmo amor prestante E te amo além, presente na saudade Amo-te, enfim, com grande liberdade Dentro da eternidade e a cada instante. (FAUSTINO, Mário. Poesia completa. São Paulo: Max Limonad, 1985) 11. Os dois poemas do carioca Vinícius de Moraes e do piauiense Mário Faustino, respectivamente, expressam um ponto de vista semelhante a respeito do amor. Considerando a temática comum apresentada pelos dois poetas modernistas, concluise que ambos retratam A) por meio da ironia o fato de se amar e não ser amado. B) a consciência e a intensidade do sentimento amoroso. C) o erotismo gerado pela predominância da atração física. D) a melancolia e o desejo de morte diante do fim do relacionamento. E) o caráter antitético do sentimento amoroso: sinceridade X falsidade. 12. Considerando a progressão temática, a organização e a estruturação do texto literário, conclui-se que os textos A) apresentam versos isométricos, decassílabos e sem rimas. B) utilizam estruturas estróficas semelhantes, mas diferentes na métrica. C) representam a forma lírica, soneto, no entanto, de diferente distribuição dos versos. D) são exemplos do gênero lírico, caracterizado pela objetividade na utilização da metáfora. E) denotam o tipo lírico ode poema de versos brancos com caráter de tristeza e melancolia amorosa. Amo-te como um bicho, simplesmente De um amor sem mistério e sem virtude Com um desejo maciço e permanente. E de te amar assim, muito e amiúde É que um dia em teu corpo de repente Hei de morrer de amar mais do que pude. (MORAES, Vinícius de. Livro de sonetos. São Paulo: Cia. das Letras, 2009) Vinícius de Moraes ( ), além da obra poética, tem uma extensa produção musical. Juntamente com parceiros como Tom Jobim, Baden Powell, Carlos Lira, Toquinho e outros, é responsável por muitas das belas canções de nossa música popular, incluindo Garota de Ipanema, mundialmente conhecida. Considerando a participação efetiva do Poeta da paixão na música popular brasileira, conclui-se que Vinícius

6 LÍNGUA PORTUGUESA A) esteve ao lado de Luiz Gonzaga, no movimento denominado Baião nos anos 40. B) participou de forma intensa do Tropicalismo nos anos 60, época de repressão cultural. C) participou do movimento Jovem Guarda que foi destaque nos anos 60 e 70. D) foi um dos idealizadores do movimento denominado Bossa Nova que ocorreu no final dos anos 50. E) foi um dos participantes da geração dos anos 80, marcadamente influenciada pelo Rock and Roll de protesto político. 14. Entendemos que vários romances de Permínio de Carvalho Asfora ( ), o Permínio Asfora, que nasceu no hoje município de Pimenteiras (PI), são romances que refletem os grandes temas sociais da ficção iniciada a partir da década de 1930, isto é, o chamado pela crítica, Romance de 30, ou Romance Regionalista de 30, ou período também chamado Neorrealista. Tipos como, migrantes, trabalhadores do eito, beatos, coronéis, senhores de engenho, cangaceiros e tantos outros tipos humanos característicos da região nordestina desde a zona da mata canavieira ao semiárido piauiense, foram inseridos nas páginas da ficção de um dos mais significativos romances, A) Fogo Verde. B) Somos Todos Inocentes. C) Parabélum. D) Um Manicaca. E) Palha de Arroz. Leia o texto abaixo. Teresina-P I - 10 / 11 / Em 2013, o país celebra o centenário de nascimento de um grande artista e letrista - Vinícius de Moraes - o poeta múltiplo e o músico que participou da renovação do samba e da sofisticação da música brasileira. Samba da Bênção foi mais uma das grandes produções do artista. Nessa composição é possível reconhecer EXCETO A) o tom intimista que é também perceptível na poesia neossimbolista da 2ª fase modernista brasileira. B) um tom suave, maneiro, que sugere um cantar quase dialogado, como prescrevia o ideário da Bossa Nova. C) a linguagem disciplinada, substantiva e direta em que se verifica função referencial. D) a linguagem fortemente poética que apresenta antítese, comparação, metáfora e prosopopeia. E) a metalinguagem recurso linguístico que verificamos em poetas Parnasianos, Modernistas e Pós Modernos. 16. Assinale a alternativa, a seguir, que apresenta INADEQUAÇÃO entre a imagem e o texto verbal que a representa. A) Texto XI : Samba da Bênção É melhor ser alegre que ser triste Alegria é a melhor coisa que existe É assim como a luz no coração Mas pra fazer um samba com beleza É preciso um bocado de tristeza É preciso um bocado de tristeza Senão, não se faz um samba não Fazer samba não é contar piada E quem faz samba assim não é de nada O bom samba é uma forma de oração B) A vós correndo vou, braços sagrados, Nessa cruz sacrossanta descobertos; Que, para receber-me, estais abertos E, por não castigar-me, estais cravados. ( Gregório de Matos) Porque o samba é a tristeza que balança E a tristeza tem sempre uma esperança A tristeza tem sempre uma esperança De um dia não ser mais triste não [... ] ( Vinícius de Moraes ) Que bem é ver nos campos, trasladado No gênio do Pastor, o da inocência! ( Tomás Antônio Gonzaga ) 7

7 C) D) E) Boa noite, Maria! Eu vou-me embora. A lua nas janelas bate em cheio... Boa noite, Maria! É tarde... é tarde... Não me apertes assim contra teu seio. ( Castro Alves ) LÍNGUA PORTUGUESA Longe do estéril turbilhão da rua, Beneditino, escreve! No aconchego Do claustro, na paciência e no sossego, Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua! ( Olavo Bilac ) Quando Ismália enlouqueceu, Pôs-se na torre a sonhar... Viu uma lua no céu, Viu outra lua no mar. As asas que Deus lhe deu Ruflaram de par em par... Sua alma subiu ao céu, Seu corpo desceu ao mar... ( Alphonsus de Guimaraens ) 8 Teresina-P I - 10 / 11 / As alternativas a seguir referem - se a obras e autores importantes da literatura piauiense. Analiseas, cuidadosamente, e assinale a alternativa INCORRETA. A) Um Manicaca, de Abdias Neves é exemplo de narrativa documental voltada para o atraso da cidade de Teresina, na virada do século XIX para o século XX. Seu autor, influenciado por Eça de Queirós, denuncia a péssima influência do clero frente à sociedade local. B) Sangue, de Da Costa e Silva foi a obra de estreia do autor.o título sugere tratar se de obra reveladora da essência do poeta, que tem como núcleo temático, seus amores : a mãe, a terra natal e o rio Parnaíba. C) O Homem e sua Hora foi a única obra publicada por Mário Faustino. Trata-se de obra poética complexa que nos permite conviver em comunhão entre a tradição e a modernidade, em exercício metafórico e metalinguístico constante. D) Beira rio beira vida é um romance de dimensão política. Nele, Assis Brasil apresenta a sociedade brasileira na época do regime ditatorial e através de Jeremias, podemos vivenciar o sofrimento dos que desafiaram o sistema. E) Palha de Arroz é um documento literário dos incêndios criminosos que ocorreram em Teresina na década de 40 do século passado. Leia o texto abaixo para responder às questões 18 e 19. Texto XII : O Rapto de Joana do Tarugo Enfrentei fosso muralha e os ferros dos portais Só pela graça da gentil senhora Filtrando a vida pelos grãos de ampulhetas mortais D'além de trás dos montes venho Por campos de justas honrando este amor Me expondo à sanha sanguinária de côrtes cruéis Enfrentei vilões no Algouço e em Senhores de Biscaia Fidalgos corpos de armas brunhidas Não temo escorpiões cruéis carrascos vosso pai Enfreado à porta de castelo Tenho meu murzelo ligeiro e alazão Que em lidas sangrentas bateu mil mouros infiéis Ó Senhora dos Sarsais Minh'alma só teme o Rei dos reis Deixa a alcova vem-me à janela Ó Senhora dos Sarsais Só por vosso amor e nada mais Desça da torre Naíla donzela Venho d'um reino distante, errante e menestrel Inda esta noite eu tenho esta donzela Minha espada empenho a uma deã mais pura das vestais Aviai pois a viagem é longa Já vim preparado para vos levar

8 LÍNGUA PORTUGUESA Já tarda e quase que o minguante está a morrer nos céus Ó Senhora dos Sarsais Minh'alma só teme o Rei dos Reis Deixa a alcova vem-me à janela Ó Senhora dos Sarsais Só por vosso amor e nada mais Desça da torre Joana tão bela Naíla donzela, Joana tão bela. (Elomar Figueira Mello) Campos de justas: campos de batalha, onde comumente travavam-se as chamadas Guerras Santas empreendidas pela Igreja Católica. Murzelo: cavalo Senhora dos Sarsais: em Portugal é comum o castelo está cercado por um campo de sarsas. Naíla donzela: nome próprio. 18. A canção do músico e compositor de Vitória da Conquista (BA), Elomar Figueira Mello, é uma das significativas expressões da música brasileira surgidas a partir da década de A respeito do texto, levando-se em consideração as informações lexicais e a temática aludida, pode-se inferir que A) refere-se a uma desavença amorosa deflagrada pelo impedimento do pai da moça, fato demonstrado no 9º verso. B) a moça a que se refere o texto já tivera um encontro amoroso com o declarante. C) trata-se do relato de um amor impossível, considerando-se que o raptor era um mouro devotado a uma cristã. D) o velho tema do cavaleiro e moça na janela é revisitado num contexto que remete à idade média. E) ainda que se perceba a expressão de amor do cavaleiro, a cena romântica é atroz, pois a moça seria levada contra a sua vontade. 19. A canção O Rapto de Joana do Tarugo, surgida em 1976, mostra claramente a influência da cultura ibérica no Nordeste brasileiro. Na sequência de itens abaixo, marque a afirmativa que NÃO é verdadeira quanto ao que reportam seus traços estilísticos e temáticos. A) Quanto à forma, é visível a retomada das cantigas de amigo, em que o vassalo apenas contempla a mulher amada. B) Os valores medievos de cavalheirismo e heroísmo são evidenciados na letra da música de Elomar como indícios da influência portuguesa no Nordeste brasileiro. C) A canção evoca uma fase heroica da Península Ibérica, os valores do cavalheirismo e as justas do mundo feudal. D) O fundo histórico da canção relembra a luta contra os árabes, na reconquista, fator marcante na formação cultural Ibérica. E) A temática de O Rapto de Joana do Tarugo remete a elementos das cantigas trovadorescas líricas, tais como o elemento religioso, o ambiente palaciano e o amor idealizado. 9 Teresina-P I - 10 / 11 / 2013 O texto abaixo se refere à questão 20. QUANDO VIER Alberto Caeiro/ heterônimo de Fernando Pessoa Quando vier a primavera, Se eu já estiver morto, As flores florirão da mesma maneira E as árvores não serão menos verdes que na primavera passada. A realidade não precisa de mim. Sinto uma alegria enorme Ao pensar que a minha morte não tem importância nenhuma. Se soubesse que amanhã morria E a primavera era depois de amanhã, Morreria contente, porque ela era depois de amanhã. Se esse é o seu tempo, quando havia ela de vir senão no seu tempo? Gosto que tudo seja real e que tudo esteja certo; E gosto porque assim seria, mesmo que eu não gostasse. Por isso, se morrer agora, morro contente, Porque tudo é real e tudo está certo. Podem rezar latim sobre o meu caixão, se quiserem. Se quiserem, podem dançar e cantar à roda dele. Não tenho preferências para quando já não puder ter preferências. O que for, quando for, é que será o que é. 20. A respeito do poema é correto afirmar que A) o poema revela sutil visão da natureza que transpõe a concretude das coisas. B) Alberto Caeiro choca os olhares metafísicos que enxergam na morte uma simbólica significação. C) os versos de Caeiro são uma negação de que as coisas não têm significado: tem existência. D) nesse poema, a certeza/incerteza da estação das flores está entrelaçada à condição do eu lírico. E) o verso o que for, quando for,é que será o que é coaduna-se com a frase: o homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são, enquanto são, e das coisas que não são, enquanto não são.

9 INSTRUÇÃO: Leia o texto I para responder às questões de número 21 a 24. TEXTO I : Scientists find gene that erases memories 25th September, 2013 Researchers from the Massachusetts Institute of Technology have found the gene that could help people forget traumatic experiences. They say the research could benefit people with painful memories. Soldiers, crime victims and people who survived natural disasters are some of the people this research could help. Many of these people suffer from very bad stress because of their memories. It is an illness called post-traumatic stress disorder (PTSD). The scientists found the memory gene in mice. They hope that one day they can erase painful memories in humans. They think they can replace upsetting memories with more positive thoughts and feelings. This would help millions of people who suffer from PTSD. The head researcher, Li-Huei Tsai, did many tests to make mice forget their fear. Scientists put the mice into a cage and gave them a small electric shock. After many shocks, the mice became afraid of the cage. They were stressed when they saw it. Once the mice had "cage shock," the scientists put the mice in the cage again but didn't give them an electric shock. After a period of time, the mice no longer feared the cage. Positive feelings replaced their stress and fear. The scientists looked at the brain activity when the mice were afraid and when they were not afraid. They were surprised to find the gene that replaced old memories with new ones. They will now try to find this gene in humans. (Sources: 21) Pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology descobriram um gene que A) pode causar experiências traumáticas em pessoas que possuam memórias dolorosas. B) pode fazer soldados, vítimas de crimes e de desastres naturais sobreviverem a experiências traumáticas sem lesões físicas. C) esperam, um dia, encontrar em humanos e possibilitar que memórias ruins sejam apagadas. D) diferencia os ratos dos humanos uma vez que esses não tem memórias que precisem ser apagadas. E) pode causar uma doença pós-traumática conhecida em PTSD. 22) Os ratos usados na experiência a que se refere o texto A) nasceram em cativeiro e tinham medo de sair de suas gaiolas. B) receberam choques para sentirem medo de ficar em suas gaiolas. C) foram colocados juntos com gatos nas mesmas gaiolas para sentirem medo. INGLÊS 10 D) ficavam estressados quando saiam de suas gaiolas. E) recebiam um choque e eram colocados em suas gaiolas. 23) O tempo verbal usado na sentença Researchers from the Massachusetts Institute of Technology have found the gene é A) Present Perfect. B) Simple Past. C) Past Perfect. D) Simple Present. E) Present Continuous. 24) If they the gene that replaces old memories they humans to live better. A alternativa que preenche correta e respectivamente a sentença anterior é A) find; will help. B) will find, help. C) found, helped. D) had found, would help. E) find; helps. Com base no TEXTO SEGUINTE, responda às questões 25 a 27. TEXTO II Reproductive Medicine s : 5 Million Babies Methods like IVF have brought 2.5 million babies into the world in the last six years alone Getty Images About 5 million babies have been born with the help of advanced reproductive medicine since 1978, a medical group said Tuesday. The International Committee for the Monitoring of Assisted Reproductive Technology, which represents fertility groups, unveiled the estimate at a reproductive medicine meeting in Boston. So-called Assisted

10 Reproductive Technology (ART) includes fertility treatments like in vitro fertilization, among others. The number of babies born through ART is now about the same as the population of a U.S. state such as Colorado, or a country such as Lebanon or Ireland, Richard Kennedy, a committee board member, said in a statement. This is a great medical success story. According to group s calculations, the number of ART babies grew rapidly over the last few decades. By 1990, there had been an estimated 90,000 births worldwide with the help of ART; by 2000, 900,000 births; and by 2007, 2.5 million births. More than half of the 5 million ART babies were born in the last six years. FONTE: million-babies/#ixzz2i0ervth3 INGLÊS CARTOON 25. Levando em consideração o assunto abordado, no texto, a palavra que melhor completa o espaço deixado no título é A) job. B) gift. C) task. D) obstacle. E) challenge. 26. Assinale a alternativa que apresenta a ideia central do texto. A) Destacar os tratamentos de fertilização como uma escolha segura para ter filhos. B) Ressaltar que a fertilização in vitro é o método mais seguro entre os de fertilização. C) Identificar os métodos de fertilização mais empregados pelos casais atualmente. D) Avaliar a escolha dos pais pelos métodos de fertilização como forma de superar a dificuldade de ter filhos. E) Mostrar que o número de bebês que nascem a partir da utilização dos métodos de fertilização vem crescendo nos últimos anos. 28. O cartunista demonstra, a partir do cartoon A) o difícil papel dos pais no mundo atual. B) a preocupação com o aumento populacional. C) a infelicidade do homem atual em tornar-se pai. D) a alegria que o nascimento de uma criança traz. E) a necessidade de cuidarmos melhor das crianças. As questões de números 29 e 30 referem-se ao fragmento de texto a seguir. Why Brazil Is Importing Cuban Doctors Amid Protests Sep. 8, 2013 By SANTIAGO WILLS 27. Tomando como base seu conhecimento linguístico da língua inglesa, assinale a alternativa correta. A) Others, empregado no segundo parágrafo, refere-se a fertility groups. B) O pronome relativo which, destacado no texto, poderia ser substituído por that. C) O termo unveiled, segundo parágrafo do texto, pode ser compreendido como revelou. D) Such as foi empregado no texto para comparar a população entre os estados americanos. E) Success em: This is a great medical success story, desempenha a função de substantivo. 11 Doctors hold a coffin with the picture of Brazilian President Dilma Rousseff as they protest (29) the hiring of foreign medical doctors for Brazil's health care system, in Sao Paulo, (29) July 16, Nelson Almeida/AFP/Getty Images Last week, Brazilian medical associations and human-rights groups greeted Cuban doctors who have been hired (29) the federal government to bolster that country's ailing health system with accusations of entering the country to steal Brazilians' jobs. The Brazilian government has condemned the demonstrations, and officials have repeatedly tried to convince medical associations of the

11 necessity of importing doctors as part of an initiative called Mais Médicos (More Doctors). The public program aims to send health professionals to some of the country's poorest and most remote areas. Brazil has one of the worst patient-tophysician ratios of all the major economies, according to World Bank data. While Spain has four doctors for every 1,000 citizens, Brazil has 1.8. Cuba, meanwhile, has a large amount of doctors, (29) its numerous economic problems, with 6.7 physicians for every 1,000 people. INGLÊS 29. Preposição é a classe gramatical que liga palavras entre si. É invariável e estabelece relação de vários sentidos entre as palavras que liga. Escolha a alternativa que preenche as lacunas do fragmento de texto e da legenda com as preposições corretas. A) against in to besides. B) for on by before. C) against on for in spite of. D) in favor of on by - despite. E) against on by despite. 30. Segundo o governo brasileiro, o programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), em áreas remotas. Observando a imagem e as informações contidas na legenda, pode-se inferir que A) os médicos brasileiros manifestaram um sentimento de apatia diante do programa implantado pelo governo federal. B) os médicos cubanos foram ovacionados pelos médicos brasileiros. C) a manifestação dos médicos brasileiros em São Paulo demonstrou um sentimento de repúdio em relação à contratação dos médicos cubanos. D) a associação médica brasileira homenageou a presidente Dilma Rousseff pela implantação do programa Mais Médicos. E) a associação médica e o governo brasileiro corroboram as mesmas opiniões quanto ao programa Mais Médicos. 12

12 Analise o cartograma abaixo e responda à questão 31. GEOGRAFIA A) Apenas os itens I e II estão corretos. B) Apenas os itens II e V estão corretos. C) Apenas os itens I, II e III estão corretos. D) Apenas os itens I, II e IV estão corretos. E) Apenas os itens II, III e IV estão corretos. 31. A partir da observação do cartograma e dos conhecimentos sobre a questão da água no planeta, julgue os itens abaixo e, assinale a alternativa correta. I- Especialistas apontam a escassez do ouro azul como um dos principais problemas ambientais a serem enfrentados pela humanidade ao longo do século XXI. Atualmente, o problema da falta de água figura como uma das prioridades ambientais do mundo. II- A água potável é um recurso natural que se reparte muito desigualmente pela superfície do planeta. Por seu ciclo natural, a água é um recurso renovável, mas suas reservas não são ilimitadas. III- A imensa parcela de água doce acessível ao ser humano cerca de 75 % está presente nos rios, lagos, aquíferos e atmosfera. O restante do estoque de água doce do mundo (25%), está imobilizado nas geleiras, calotas polares e lençóis subterrâneos profundos. IV- Atualmente, por conta das limitações físicas das reservas superficiais e subterrâneas de água em relação às necessidades da população, pelo menos metade das terras emersas já enfrenta problema de penúria em água o chamado estresse hídrico. V- A escassez de água no planeta resulta da combinação de aspectos naturais, demográficos, socioeconômicos e até culturais. Além disso, o ouro azul está distribuído de forma equânime pelas regiões do mundo, acarretando uma situação de pobreza de água. 32. Partindo da análise dos gráficos 1 e 2, acima, julgue os itens sobre a evolução e/ou dinâmica demográfica do Brasil e assinale V (verdadeiro) ou F (falso). I- ( ) Segundo o IBGE, a população brasileira continuará a crescer até 2042, quando atingirá o teto máximo de 228,3 milhões de habitantes, começando a diminuir a partir daí. II- ( ) As projeções do IBGE indicam para 2060 uma população de 218,1 milhões, patamar demográfico bastante parecido com o da atualidade. III- ( ) As projeções do IBGE relacionadas à forte redução da taxa de mortalidade infantil no Brasil evidenciam melhorias médicosanitárias no país. IV- ( ) As projeções feitas pelo IBGE indicam que o aumento da expectativa de vida da população reflete em um rejuvenescimento demográfico, em que o Brasil vem se destacando. Assinale a alternativa correta. A) Apenas o item I está correto. B) Apenas o item III está correto. C) Apenas os itens I e III estão corretos. D) Apenas os itens II e IV estão corretos. E) Apenas os itens II e III estão corretos. 13

13 33. O acidente nuclear de Fukushima I diz respeito a uma série de falhas de equipamentos da Central Nuclear de Fukushima I, no Japão, e do lançamento de materiais radioativos no ambiente em consequência dos danos causados pelo sismo de Tohoku, seguido de tsunami, que ocorreu em março de O vazamento de material radioativo em Fukushima I contribuiu para reacender as discussões a respeito da questão nuclear no planeta, dividindo opiniões acerca das vantagens e desvantagens da utilização da energia nuclear na matriz energética dos países. GEOGRAFIA E) A formação de tecnopolos e o aumento da oferta de mão de obra adequada às indústrias high tech em todas as regiões do país. 35. Observe a foto abaixo. Um dos argumentos defendidos para a manutenção da construção de usinas e produção de energia nuclear reside no fato de que A) com as novas tecnologias de fusão do átomo radioativo não há necessidade de armazenamento de resíduos radioativos. B) com a emissão de clorofluorcabonos (CFCs) na atmosfera, os resíduos nucleares deixam de interferir nos ecossistemas locais. C) a construção de centrais nucleares apresenta um menor custo, quando comparadas às fontes alternativas de energia. D) a fissão do átomo não emite os gases do efeito estufa, contribuindo para reduzir o aquecimento global. E) a energia nuclear se caracteriza por apresentar uma baixa produção de resíduos emissores de radioatividade. 34. Observe a charge abaixo. Fósseis no Parque Municipal da Floresta Fóssil do Rio Poti, localizado no município de Teresina-PI. Os fósseis, palavra derivada do termo latino fossilis que significa desenterrado ou extraído da terra, são restos de seres vivos ou evidências de suas atividades biológicas preservadas em diversos materiais. Essa preservação ocorre principalmente em rochas A) magmáticas intrusivas. B) magmáticas extrusivas. C) metamórficas. D) sedimentares. E) cristalinas. 36. Leia a reportagem abaixo. Dilma diz que transposição do São Francisco será concluída em 2015 São fatores da desconcentração industrial no Brasil nas últimas décadas, EXCETO. A) O deslocamento das fábricas para locais onde contam com financiamento por dinheiro público e recebem incentivos fiscais. B) A fuga das empresas industriais das grandes cidades, onde os sindicatos são mais fortes e os custos de benefícios trabalhistas são mais baixos. C) A criação planejada de polos de desenvolvimento industrial no interior do país, como por exemplo, a Zona Franca de Manaus. D) O estrangulamento estrutural de algumas metrópoles brasileiras, como por exemplo, o congestionamento do trânsito. 14 Durante sua coluna semanal Conversa com a Presidente, publicada no site do planalto, Dilma Rousseff defendeu as obras de transposição do Rio São Francisco, que se arrastam há seis anos. Segundo ela, em 2014, 100 km estarão prontos e em 2015 a obra estará concluída. Quando a obra foi lançada, o então presidente Lula prometia entregar o primeiro canal da transposição, o eixo leste, em Toda a transposição ficaria pronta em 2012, por R$ 4,6 bilhões. Fonte: jornal opinião e notícia. Acesso em Sobre a transposição do Rio São Francisco, é correto afirmar que I. A realização das obras de transposição tem recebido o apoio unânime da sociedade civil brasileira, conforme demonstram as manifestações favoráveis de intelectuais, políticos e religiosos, como o padre paraibano,

14 II. Djacy Pereira Brasileiro, que fez um ato em defesa da transposição do Rio São Francisco às Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional, em frente ao Palácio do Planalto. Um dos pontos polêmicos do projeto está relacionado a sua área de abrangência já que não estão incluídos o centro oeste baiano e o norte de Minas Gerais, região reconhecida como parte do polígono das secas, mas, apenas, os estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará. III. O projeto prevê a construção de canais que de imediato levariam as águas do leito original para os leitos de rios nos estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Piauí, este último considerado pela Organização das Nações Unidas, como um dos mais pobres do país. IV. Para a Caravana Nacional em Defesa do Rio São Francisco, que percorreu vários estados do Brasil, mobilizando comunidades e incentivando o debate em torno do projeto, a transposição beneficiaria quase que exclusivamente os grandes proprietários de terra e negócios predatórios, como a criação de camarões, que consome cerca de 50 mil litros de água para a produção de um quilo do pescado. Estão corretas: A) I e IV. B) III e IV. C) II e IV. D) I e II. E) II, III e IV. 37. O Brasil possui diferentes tipos de vegetação. Os principais são: Floresta Amazônica no norte; Mata dos Cocais no meio-norte; Mata Atlântica desde o nordeste até o sul; Mata das Araucárias (Mata dos Pinhais) no sul; Caatinga no nordeste; Cerrado no centro; Complexo do Pantanal no sudoeste; campos no extremo sul, com manchas esparsas em alguns estados do país e Vegetação Litorânea desde o Amapá até o Rio Grande do Sul. Sobre a vegetação brasileira, é INCORRETO afirmar que A) a Mata dos Cocais é uma formação vegetal encravada entre a Floresta Amazônica, o cerrado e a caatinga. É, portanto, uma mata de transição entre formações bastante distintas, constituída por palmeiras ou palmáceas. B) nas áreas mais altas do pantanal matogrossense há campos inundáveis, floresta tropical e até cerrado. O Pantanal, portanto, não é uma formação vegetal, mas um complexo que agrupa várias formações em seu interior. C) mata de galeria ou mata ciliar é a que acompanha os rios e lagos, ficando permanentemente alagada. Nela se GEOGRAFIA 15 reproduzem milhares de espécies de peixes, moluscos e crustáceos. Ela também é conhecida pelo nome de mangue. D) os campos naturais são formações rasteiras ou herbáceas, constituídas por gramíneas que atingem até 60 cm de altura. Sua origem pode estar associada a solos rasos ou a temperaturas baixas, em regiões de altitudes elevadas, a áreas sujeitas à inundação periódica ou ainda a solos arenosos. E) o cerrado é muito parecido com a savana africana, é constituído por uma vegetação caducifólia, predominantemente arbustiva, de raízes profundas, galhos retorcidos e casca grossa, que retém mais água. 38. Cartografia é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. O vocábulo foi proposto pela primeira vez pelo historiador português, Manuel Francisco Carvalhosa, 2.º Visconde de Santarém, numa carta datada de 8 de dezembro de 1839, de Paris, e endereçada ao historiador brasileiro, Francisco Adolfo de Varnhagen, vindo a ser internacionalmente consagrado pelo uso. Sobre aspectos cartográficos, assinale a afirmativa correta. A) As elevações do relevo são representadas por linhas isobáricas que ligam pontos ou cotas de igual altitude em intervalos iguais. B) O elemento que estabelece a relação ou a proporção entre a dimensão real de um lugar e sua representação no mapa é denominado escala. C) Escalas pequenas (1/2.000 ou 1/10.000) são utilizadas para os mapas de áreas urbanas e escalas grandes (1/ ou 1/ ) para os mapas de áreas de estados, países, continentes ou mesmo o mapa-múndi. D) Os mapas temáticos tratam de temas específicos como relevo, clima, solo, hidrografia, sem abordar temas econômicos, políticos e sociais. E) Uma escala gráfica é representada sob a forma de uma razão (1:50.000) ou de uma proporção (1/50.000), uma escala numérica se expressa por meio de uma linha reta graduada. 39. Leia a reportagem abaixo. Leilão de Libra foi um sucesso, diz Mantega Após um consórcio formado pela Petrobras ter arrematado o campo de Libra, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira (21), que o leilão foi um sucesso. "O governo está muito satisfeito com o leilão de Libra, o leilão foi um sucesso, é o maior do gênero que já tivemos no país", afirmou.

15 GEOGRAFIA conhecida como bipolaridade e iniciando uma nova fase, a multipolaridade. E) o desenvolvimento tecnológico associado às condições políticas mundiais das últimas décadas do século XX intensificou o processo de globalização. Fonte: Acesso em 29/10/2013 Com relação à camada Pré-Sal podemos afirmar que A) as reservas do pré-sal recebem essa denominação por estarem localizadas abaixo do nível do mar, constituindo-se na maior jazida de sal descoberta até hoje, cujas camadas podem chegar a ter até 2 km de espessura. B) os técnicos ainda não conseguiram estimar a quantidade total de gás natural a ser extraído, pois não se sabe exatamente qual a intensidade da camada pré-sal. Nos dois campos a serem explorados a estimativa é de que as reservas cheguem a 12 bilhões de toneladas. C) a camada pré-sal é um gigantesco reservatório de petróleo e gás natural, localizado nas Bacias de Santos, Campos e Espírito Santo, região litorânea entre os estados de Santa Catarina e o Espírito Santo. D) em abril de 2008, a Petrobras começou a explorar petróleo da camada pré-sal em altíssimas quantidades. Essa exploração vem ocorrendo no Campo de Tupi, 3 a 5 mil metros abaixo do nível do mar. E) a produção na camada pré-sal se justifica por investimentos de baixo custo tecnológico necessários para a exploração do petróleo, em função da rasa profundidade das reservas, que chegam a alcançar menos de mil metros abaixo do nível do mar. 40. A globalização é um sistema internacional. E, assim como a Guerra Fria, ela também tem suas regras, sua lógica, com pressões e oportunidades que afetam a nossa vida. Sobre esse fenômeno, é correto afirmar que A) sua emergência tornou obsoletos os blocos econômicos regionais, pois facilitou o comércio direto de país para país. B) uma das consequências políticas do fortalecimento desse fenômeno foi a transferência da soberania nacional para organismos supranacionais, a exemplo da ONU. C) as fronteiras nacionais perderam suas funções legais de controle de fluxos. D) a causa da globalização foi a queda do muro de Berlim, dando fim à divisão do mundo, O território piauiense possui 86% de áreas constituídas por terrenos sedimentares, cuja formação teve início durante o ordonviciano e continua sedimentando até hoje. O restante do referido território apresenta terrenos cristalinos 14% ricos em minerais metálicos. Recentemente, prospecções, dão conta de que há grandes reservas de um mineral metálico, numa faixa que vai de Paulistana a Simões, no sudeste do Estado, fato que coloca o Piauí entre as unidades da Federação com reservas significativas de A) urânio, produto exportado para o estado do Rio de Janeiro, onde ocorre o seu enriquecimento e consequente utilização nas usinas nucleares de Angra I e II. B) ferro, cujo processamento ocorre nas guseiras da própria região, sendo em seguida exportado através da Transnordestina. C) ferro, porém o processo de extração aguarda decisões políticas e criação de infraestrutura adequada. D) cobre, em fase de produção e exportação pelo porto de Itaqui, em São Luís MA. E) manganês, mas não há nenhuma previsibilidade para o início da produção. 42. Observe a imagem. Fonte: Google imagens, acesso em 20 de Sabendo que esse processo é remanescente de falhamento geológico, pode-se afirmar que A) a presente estrutura é composta por rochas friáveis. B) no conjunto, Serra da Mantiqueira, há um arqueamento dômico. C) o vale do rio Paraíba (SP/RJ) se encontra posicionado no graben. D) na base da Serra do Mar ocorre um capeamento denominado de cornija. E) a sequência dos falhamentos configuram um horst.

16 43. Os problemas ambientais, embora de forma diferenciada, estão presentes em todos os espaços do mundo, sendo que atingem áreas rurais e áreas urbanas por motivos, em geral, diferentes. Destacando esses problemas, pode-se afirmar que A) no subsolo, onde se localizam os lixões urbanos, há predominância de um dejeto que contamina os lenções subterrâneos, denominada de necrochorume. B) cidades muito poluídas, devido à intensa produção industrial, tendem a chover mais do que os seus entornos, mesmo que estes sejam florestados. C) a impermeabilização dos solos urbanos favorece a potencialização das chuvas orográficas, mas minimiza a ocorrência de chuvas convectivas. D) nas áreas rurais o cultivo de pastagens induz a perda de solos, mas o cultivo de culturas temporárias protege eficazmente os espaços edáficos. E) as áreas desmatadas contribuem para a infiltração das águas oriundas das chuvas no solo e, consequente, percolação para o subsolo. 44. Leia o texto. Europa nos trata como criminosos, diz imigrante GEOGRAFIA A respeito dos refugiados sírios, pode-se afirmar que A) parte deles buscou abrigo em Israel. B) são remanescentes da Guerra dos Seis Dias. C) são fugitivos dos ataques realizados pelo Hezbollah à Síria. D) a Europa, especialmente a França, é o grande centro de recolhimento deles. E) desde 2011, início da guerra civil na Síria, rompem fronteiras para escapar da morte. 45. Observe o desenho a seguir Fonte: Google imagens, acesso em 20 de Sabendo que a presente ilustração se trata de uma forma de relevo denominada cuesta, analise as afirmativas a seguir. I Esse tipo de relevo é típico de terrenos cristalinos matamorfizados. II Apresenta frente suave e reverso escarpado. III A sua constituição é do tipo sedimentar com alternância de camadas. IV Na parte interna da referida forma de relevo, há, em geral, uma bacia hidrográfica. Estão corretos os itens: A) I e IV. B) I e III. C) II e III. D) III e IV. E) I e II. CALAIS, FRANÇA - Calais tem fama de ser uma cidade exposta em demasia a invasores. Mas a lenda lhe atribui méritos heroicos. No século XIX, Auguste Rodin esculpiu o imponente monumento Os burgueses de Calais para honrar a memória de seis notáveis que se entregaram aos ingleses para salvar os habitantes do ataque em A lenda cresceu em 1944, quando soldados resistiram ao assalto das divisões Panzer durante um mês. Hoje, a cidade francesa mais próxima do Reino Unido, apenas a 34 Km, se transformou em uma triste e demolidora metáfora da traição da União Europeia aos seus valores fundamentais de humanismo, paz e solidariedade. Fonte: <http://oglobo.globo.com/mundo>, acesso em 22 de outubro de

17 46. Os fragmentos seguintes tratam das propostas de um dos grupos protagonistas da Revolução Francesa ( ). I - É preciso fixar invariavelmente os preços dos gêneros de primeira necessidade, os salários do trabalho, os lucros da empresa e os ganhos do comércio. (1793) II Que o máximo das fortunas será fixado (...). Que o mesmo indivíduo só poderá possuir um máximo (...). Que ninguém possa manter para alugar mais terra do que é necessário para a quantidade de charrua determinada (...). Que o mesmo cidadão só possa ter um estabelecimento comercial ou uma oficina. III - Um movimento sobretudo urbano, de trabalhadores pobres, pequenos artesãos, lojistas, artífices, pequenos empresários etc. (...) Eram organizados (...) nas seções de Paris e nos clubes políticos locais e forneciam a principal força de choque da revolução e eram eles os verdadeiros manifestantes, agitadores, construtores de barricada. (Eric Hobsbawm). As características descritas acima vão de encontro ao grupo A) dos Realistas, que vivenciavam a realidade da exploração exercida pelos poderosos. B) dos Sans-culottes, que apoiavam as medidas populares implantadas pelos Jacobinos. C) dos Jacobinos, que implantaram a democratização da Revolução com o voto censitário. D) da baixa nobreza, que sofria com a exploração dos grandes proprietários, como o Clero. E) dos Girondinos, que buscavam espaço público numa França envolta em privilégios sócioeconômicos. 47. Analise a imagem do então presidente da Venezuela, Hugo Chaves e leia, em seguida, o texto de Simón Bolívar. HISTÓRIA Bolívar, elaborado com base em estudos forenses e antropológicos do crânio do libertador sul-americano iniciados em (fontes: É uma ideia grandiosa pretender formar de todo o Novo Mundo uma única nação com um único vínculo que ligue as partes entre si e com o todo. Já que tem uma só origem, uma só língua, os mesmos costumes e uma só religião, deveria, por conseguinte, ter um só governo que confederasse os diferentes Estados que haverão de se formar. (Simón Bolívar. Carta da Jamaica, 1815). Hugo Chaves foi grande entusiasta do Bolivarismo e renasceu certa veneração ao líder venezuelano que sonhava com uma América Hispânica independente, unida e fortalecida. Entretanto, a proposta bolivarista (pan-americanismo) de Simón Bolívar não se concretizou, devido às forças contrárias. Dentre estas forças, pode(m)-se citar A) os interesses locais, das elites criollas, sobrepôs-se à ideia de unidade proposta por Simón Bolívar, apesar do apoio do Império do Brasil e da Espanha ao bolivarismo. B) as rivalidades, aliadas às diferenças e às dificuldades de comunicação entre as regiões, o caudilhismo e as pressões contrárias da Inglaterra e dos Estados Unidos inviabilizaram a união. C) as diferenças econômicas e culturais da América Hispânica foram obstáculos à unidade proposta por Simón Bolívar à medida que inviabilizavam as relações entre os países recém emancipados. D) a América para os americanos, proposta na Doutrina Monroe dos Estados Unidos, estabelecia uma negativa às pretensões recolonizadoras europeias e às propostas unificadoras da América Hispânica. E) a forma político-administrativa implantada pelos espanhóis ao longo do período colonial, baseada na centralização do Governo Geral, não resistiu aos interesses das elites criollas que ambicionavam o poder regional. 48. A História, como ciência viva e provocante de discussões e em permanente mutação, possibilita, muitas vezes, comparações entre contextos e acontecimentos históricos, entre fatos passados e relatos presentes. Por vezes, acontecimentos e personagens, mesmo distantes no tempo e no espaço, apresentam semelhanças quanto ao significado para suas sociedades. Sabedor disso, analise os acontecimentos citados a seguir: O Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, revelou hoje ( ) uma reconstrução facial digitalizada, em três dimensões, do rosto de Simón 18 Revolta de Espártacus na Roma Antiga; Quilombo de Palmares e o Quilombismo; A Revolução Haitiana; Nelson Mandela durante o Apartheid na África do Sul.

18 Qual o nexo de semelhança que melhor aproxima essas citações? A) Lutas do negro contra o preconceito dos brancos. B) Revoltas antiescravas comandadas pelo negro. C) Combate ao preconceito racial. D) Formas de busca da liberdade. E) Busca da emancipação negra. 49. Fragmentos do Código Civil brasileiro de HISTÓRIA 50. Veja a distribuição de parques indígenas. CAPÍTULO II : Dos Direitos e Deveres do Marido Art O marido é o chefe da sociedade conjugal. Compete-lhe: I. A representação legal da família. IV. O direito de autorizar a profissão da mulher e a sua residência fora do teto conjugal. V. Prover à manutenção da família, (...). Art A obrigação de sustentar a mulher cessa, para o marido, quando ela abandona sem justo motivo a habitação conjugal, e a esta recusa voltar. Neste caso, o juiz pode, segundo as circunstâncias, ordenar, em proveito do marido e dos filhos, o sequestro temporário de parte dos rendimentos particulares da mulher. (http://www.mundovestibular.com.br/articles/4266/1/terras-indigenas-sao-12-do- BRASIL/Paacutegina1.html, 27/10/13) CAPÍTULO III : Dos Direitos e Deveres da Mulher Art A mulher assume, pelo casamento, com os apelidos (sobrenome) do marido, a condição de sua companheira, consorte e auxiliar nos encargos da família. CAPÍTULO VI : Do Casamento Nulo e Anulável Art É anulável o casamento contraído com infração de qualquer dos nºs IX a XII do art Art Considera-se erro essencial sobre a pessoa do outro cônjuge: IV. O defloramento da mulher, ignorado pelo marido. Baseando-se nos conhecimentos da sociedade brasileira à época em que o Código foi aprovado, é correto afirmar que A) a sociedade tinha caráter machista e a mulher era considerada inferior ao homem. B) o legislador imprimiu ao Código uma equiparação conjugal entre homens e mulheres. C) o machismo se apresentava nas relações conjugais, mas não se irradiava a outros setores sociais. D) os brasileiros consideravam as mulheres inferiores aos homens, destituindo-a de qualquer direito. E) o Código Civil atendia aos anseios sociais daquele momento, resultando em completa harmonia social. (http://www.nre.seed.pr.gov.br/cascavel/modules/conteudo/conteudo.php?c onteudo=137, acesso em 27.out.2013) Os mapas mostram a distribuição de tribos e reservas indígenas pelo território brasileiro. Um contribuinte à inexistência delas no Piauí se explica A) pelo extermínio das populações nativas ocorrido no processo de devassamento do território. B) pela atuação bandeirante durante a fase colonial, que exterminou todas as tribos indígenas do Piauí. C) pela atuação dos pecuaristas no período colonial, que exploravam exclusivamente a mão de obra indígena. D) pela precariedade da pesquisa, que, na falta de dados consistentes, desconsiderou a existência de tribos indígenas no Piauí. 19

19 E) pela incorporação da população nativa à sociedade na fase colonial, período em que se consolidou de forma harmônica a integração indígena à população piauiense. 51. A história de Roma depois do fracasso da experiência reformista dos irmãos Graco foi marcada por dois processos interligados: o exército substituiu o Senado como núcleo de poder e o exercício desse poder passou dos senadores para um ditador e, mais tarde, para um imperador. Em suma, a República foi substituída pelo Império. KOSHIBA, Luiz. História. Origens, estruturas e processos. Atual Editora, p 96. Com base no texto acima e nos conhecimentos sobre a história da Roma Antiga, podemos afirmar corretamente que A) a decadência das instituições republicanas foi resultado direto do embate entre o Senado romano e o exército, o que fez esvaziar as funções desse último. B) durante a ditadura o exército esvaziou-se de sua função militar e assumiu um papel político que contribuiu para a falência das estruturas republicanas. C) a República romana encontrou na ditadura seu momento de decadência e a fase seguinte, a monarquia, o esplendor dessa civilização. D) foi o fracasso das reformas dos irmãos Graco o fator condicionante da decadência das instituições republicanas. E) a ditadura foi aos poucos corroendo as bases da República e preparando terreno para a implantação da monarquia imperial. HISTÓRIA B) a Reforma Religiosa encontra ressonância nas manifestações liberais burguesas, que atingem a Europa provocando profundas transformações políticas e sociais. Integrante desse contexto, a Reforma Religiosa e o Iluminismo provocaram a decadência da força da Igreja Católica. C) a falência moral da Igreja Católica, em meio a corrupção clerical e suas atividades, provocaram um movimento contínuo na Europa de rebeldia à autoridade do Papa. Esse movimento foi potencializado com a eclosão da Revolução Francesa que defendeu um estado laico. D) a conjuntura social, econômica e política era favorável à eclosão do movimento. Não podemos potencializar apenas as questões religiosas que levaram as críticas à Igreja, mas é preciso inserir esse acontecimento nas grandes transformações que ocorriam na Europa. E) o advento da imprensa, com um grande número de exemplares da Bíblia e de outras obras iluministas, tornou acessível o saber para os fiéis mais comuns. Essa maior facilidade de leitura gerou uma grande inquietação espiritual na Europa levando a questionamentos sobre a infalibilidade da Igreja. 53. Observe a imagem a seguir. 52. Mesmo durante a Idade Média, o Catolicismo sempre foi alvo de movimentos que buscavam resgatar a pureza do Cristianismo primitivo. Porém esses movimentos sempre foram idealizados por sacerdotes ligados à instituição, que tinham como desejo livrar a Igreja da corrupção e não romper diretamente com ela, formando assim outra igreja. Por isso esses movimentos jamais alcançaram seus objetivos, pois a grande maioria do clero sempre foi contra tais mudanças, já que eram os maiores beneficiados das atividades praticadas. Somente durante o século XVI, as insatisfações e críticas contra a Igreja tornaram-se tão fortes que desencadearam um movimento de ruptura com a instituição. acessado em 06/10/2013. Uma explicação para que a Reforma Religiosa somente tenha ocorrido no início da Idade Moderna é A) o choque entre as recém surgidas monarquias nacionais e a Igreja Católica concorreu para a eclosão do momento reformista, afinal essas monarquias procuravam romper com os privilégios feudais do clero, provocando uma reação contundente do alto clero, e a separação do poder real e do poder clerical. https://www.google.com.br/search?q=charge+fim+da+urss. Acessado em 09/10/2013. A imagem acima retrata um dos episódios mais chocantes da história contemporânea, a Guerra do Vietnã, a qual está inserida no contexto A) da Segunda Guerra Mundial. B) do Período entre Guerras. C) da Desintegração do socialismo soviético. D) da Formação dos blocos econômicos. E) da Guerra Fria. 54. Robert A. Lewis foi um oficial da força aérea americana, que serviu no Pacífico durante a segunda guerra mundial. No dia 6 de agosto de 1945, aos 26 anos, Lewis foi copiloto da aeronave Engola Gay, que bombardeou a cidade japonesa de Hiroshima. Naquele mesmo dia, pouco depois do 20

20 lançamento da bomba, às 08h15 da manhã, Lewis deu as seguintes declarações sobre o fato: O clarão foi terrível. Quando viramos o avião e pudemos observar os resultados da nossa ação, vimos a maior explosão que o homem já testemunhou. Mais de 90% da cidade estava coberta de fumaça, e por uma coluna de nuvem branca que em menos de três minutos alcançou 30 mil pés. Tenho certeza que toda a tripulação experimentou uma sensação maior do que qualquer ser humano podia suportar. É impossível de compreender. Quantas pessoas nós matamos? Meu Deus, o que fizemos? Se eu viver 100 anos, nunca vou tirar aqueles poucos minutos da minha cabeça. acessado em 14/10/2013. A Segunda Grande Guerra Mundial foi um dos episódios mais horrendos da história da humanidade. É necessário discuti-la para que possamos aprender com nosso passado. A esse respeito, podemos entender, como motivação, que levaram os Estados Unidos a bombardear o Japão HISTÓRIA A) B) (Acesso: 27 de Outubro de 2013). A) derrotar o principal aliado nazista dentro da Segunda Guerra Mundial e assim evitar que o Japão construísse na Ásia uma extensão do império alemão. A derrota do totalitarismo no oriente era fundamental para a derrota de Hitler na Europa. B) responder ao ataque nipônico à base naval de Pear Habour o qual havia provocado um duro golpe nas forças armadas norte-americanas fragilizadas com os constates ataques nazistas. C) uma forma de os Estados Unidos se protegerem da força militar japonesa, que naquele momento, avançava sobre o território americano e estava a poucos meses de uma vitória incondicional. D) além de abreviar a guerra, o bombardeio atômico sobre o Japão tinha como motivação fazer frente ao avanço da influência soviética na Europa diante de sua participação na derrota do nazismo. E) a vitória de Hitler na Europa e a expansão militar do Japão sobre as ilhas do pacífico não deixaram os Estados Unidos com muitas opções. Para evitar a derrota iminente puseram em prática o Projeto Manhattan: usar a bomba atômica no Japão. C) (Acesso: 27 de Outubro de 2013). (Acesso: 27 de Outubro de 2013). D) 55. (...) entre os escravos existiram distinções. Algumas se referiam ao trabalho exercido, pois havia diferenças entre servir na casa-grande ou trabalhar no campo, ser escravo na grande propriedade ou escravo de ganho (...). FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo: Fundação do Desenvolvimento da Educação, 6ª ed., 1998, p. 69. Como se observa no fragmento textual acima, havia distinções entre os escravos africanos no Brasil. Observando as imagens a seguir, assinale a que ilustra, explicitamente, os escravos de ganho de Outubro de 2013).

1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil.

1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil. Marque com um a resposta correta. 1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil. I. A região Nordeste é a maior região do país, concentrando

Leia mais

Formação das Rochas. 2.Rochas sedimentares: formadas pela deposição de detritos de outras rochas,

Formação das Rochas. 2.Rochas sedimentares: formadas pela deposição de detritos de outras rochas, Relevo Brasileiro 1.Rochas magmáticas ou ígneas, formadas pela solidificação do magma.podem ser intrusivas formadas dentro da crosta terrestre ou extrusivas na superfície. Formação das Rochas 2.Rochas

Leia mais

Biomas Brasileiros. 1. Bioma Floresta Amazônica. 2. Bioma Caatinga. 3. Bioma Cerrado. 4. Bioma Mata Atlântica. 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense

Biomas Brasileiros. 1. Bioma Floresta Amazônica. 2. Bioma Caatinga. 3. Bioma Cerrado. 4. Bioma Mata Atlântica. 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense Biomas Brasileiros 1. Bioma Floresta Amazônica 2. Bioma Caatinga 3. Bioma Cerrado 4. Bioma Mata Atlântica 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense 6. Bioma Pampas BIOMAS BRASILEIROS BIOMA FLORESTA AMAZÔNICA

Leia mais

Domínios Morfoclimáticos

Domínios Morfoclimáticos Domínios Morfoclimáticos Os domínios morfoclimáticos representam a interação e a integração do clima, relevo e vegetação que resultam na formação de uma paisagem passível de ser individualizada. Domínios

Leia mais

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso TEXTO 1 Leia o texto abaixo e nas alternativas de múltipla escolha, assinale a opção correta. INTERCÂMBIO BOA VIAGEM 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Cursos de intercâmbio são uma

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br PROFESSOR ALUNO ANA CAROLINA DISCIPLINA GEOGRAFIA A TURMA SIMULADO: P3 501 Questão

Leia mais

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R:

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R: Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 7 ANO A Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1-(1,0) A paisagem brasileira está dividida em domínios morfoclimáticos.

Leia mais

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA Atividade de Ciências 5º ano Nome: ATIVIDADES DE ESTUDO Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA FLORESTA AMAZÔNICA FLORESTA ARAUCÁRIA MANGUEZAL PANTANAL CAATINGA CERRADO

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

BIOMAS DO BRASIL. Ecologia Geral

BIOMAS DO BRASIL. Ecologia Geral BIOMAS DO BRASIL Ecologia Geral Biomas do Brasil segundo classificação do IBGE Segundo a classificação do IBGE, são seis os biomas do Brasil: Mata Atlântica Cerrado Amazônia Caatinga Pantanal Pampa O

Leia mais

CP/CAEM/2005 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 2005 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO

CP/CAEM/2005 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 2005 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO CP/CAEM/05 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 05 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA DO BRASIL 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatores fisiográficos do espaço territorial do Brasil, concluindo sobre a influência

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 4 o BIMESTRE DE 2012

PROVA DE GEOGRAFIA 4 o BIMESTRE DE 2012 PROVA DE GEOGRAFIA 4 o BIMESTRE DE 2012 PROF. FERNANDO NOME N o 1 a SÉRIE A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias.

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias. 01 - (UDESC 2008) Para classificar o relevo, deve-se considerar a atuação conjunta de todos fatores analisados a influência interna, representada pelo tectonismo, e a atuação do clima, nos diferentes tipos

Leia mais

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Professor: Josiane Vill Disciplina: Geografia Série: 1ª Ano Tema da aula: Dinâmica Climática e Formações Vegetais no Brasil Objetivo da aula: conhecer a diversidade

Leia mais

Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013

Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013 Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013 CAP. 02 O território brasileiro e suas regiões.( 7º ano) *Brasil é dividido em 26 estados e um Distrito Federal (DF), organizados em regiões. * As divisões

Leia mais

2012 1ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA

2012 1ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 7º Turma: Data: 24/03/2012 Nota: Professor(a): Valor da Prova: 40 pontos Orientações gerais: 1) Número de

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões 1 e 2. O MELHOR DE CALVIN /Bill Watterson MÃE, O

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7º ano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

LÍNGUA PORTUGUESA 7º ano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. Você aprendeu que o sujeito é o termo da oração que informa de que ou de quem se fala e que o predicado é o termo que contém uma informação sobre o sujeito. Nas orações abaixo, transcreva e classifique

Leia mais

Respostas das questões sobre as regiões do Brasil

Respostas das questões sobre as regiões do Brasil Respostas das questões sobre as regiões do Brasil Região Norte 1. Qual a diferença entre região Norte, Amazônia Legal e Amazônia Internacional? A região Norte é um conjunto de 7 estados e estes estados

Leia mais

Águas do Planeta. Nascente Curso Superior Margem Direita Meandro Curso Médio Margem Esquerda Afluente Curso Inferior Foz Em Delta Foz Em Estuário

Águas do Planeta. Nascente Curso Superior Margem Direita Meandro Curso Médio Margem Esquerda Afluente Curso Inferior Foz Em Delta Foz Em Estuário PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= Águas do Planeta

Leia mais

Nosso Território: Ecossistemas

Nosso Território: Ecossistemas Nosso Território: Ecossistemas - O Brasil no Mundo - Divisão Territorial - Relevo e Clima - Fauna e Flora - Ecossistemas - Recursos Minerais Um ecossistema é um conjunto de regiões com características

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - PORTUGUÊS - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== BRINCADEIRA Começou

Leia mais

Os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais

Os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais Os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais Dois trópicos e dois círculos Polares Tipos de Escalas Gráfica Numérica 1 : 100.000 Principais projeções cartográficas Cilíndrica Cônica Azimutal ou Plana

Leia mais

Cap. 26 De norte a sul, de leste a oeste: os biomas brasileiros. Sistema de Ensino CNEC Equipe de Biologia. Bioma

Cap. 26 De norte a sul, de leste a oeste: os biomas brasileiros. Sistema de Ensino CNEC Equipe de Biologia. Bioma Cap. 26 De norte a sul, de leste a oeste: os biomas brasileiros Sistema de Ensino CNEC Equipe de Biologia Bioma Conjunto de vida, vegetal e animal, constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação, condições

Leia mais

FERNANDA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO

FERNANDA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Aluno (a): Disciplina GEOGRAFIA Curso Professor ENSINO MÉDIO FERNANDA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Série 1ª SÉRIE Número: 1 - Conteúdo: Domínios morfoclimáticos - estudar as interrelações

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 9 GEOGRAFIA Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao primeiro bimestre escolar ou à Unidade 1 do Livro do Aluno. Avaliação Geografia NOME: TURMA: escola: PROfessOR: DATA:

Leia mais

Núcleo União Pró-Tietê. Água : O ouro azul do planeta

Núcleo União Pró-Tietê. Água : O ouro azul do planeta Núcleo União Pró-Tietê Água : O ouro azul do planeta Água A água é um mineral, elemento químico simples (H 2 O) fundamental para o planeta. Forma oceanos, geleiras, lagos e rios. Cobre ¾ da superfície

Leia mais

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS GEOGRAFIA 1 GRUPO CV 10/2009 RESOLUÇÕES E RESPOSTAS QUESTÃO 1: a) Os gráficos destacam que conforme ocorreu o aumento da população na grande São Paulo aumentaram também o número de viagens da população

Leia mais

Nome: N.º: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões 1 e 2. PLANETA sustentável QUANTO SE GASTA DE ÁGUA

Leia mais

O B r a s i l e a S e g u r a n ç a d o A t l â n t i c o S u l *

O B r a s i l e a S e g u r a n ç a d o A t l â n t i c o S u l * O B r a s i l e a S e g u r a n ç a d o A t l â n t i c o S u l * Wilson Barbosa Guerra Vice Almirante, Ministério da Defesa do Brasil * Comunicação efectuada no Seminário Internacional sobre O Futuro

Leia mais

03. Resposta: E. Página 552 02.

03. Resposta: E. Página 552 02. Orações coordenadas Página 550 a) O aquecimento excessivo do planeta é um fato incontestável [1], por isso muitos países já implantaram programas de redução de poluentes [2], mas / porém / no entanto o

Leia mais

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Biomas Brasileiros I Floresta Amazônica Caatinga Cerrado Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Floresta Amazônica Localizada na região norte e parte das regiões centro-oeste e nordeste;

Leia mais

1ª PARTE - OBJETIVA ESPECIFICA (Valendo 05 pontos cada questão)

1ª PARTE - OBJETIVA ESPECIFICA (Valendo 05 pontos cada questão) PREFEITURA DE VÁRZEA ALEGRE CE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 01/2014 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONTRATAÇÂO TEMPORÁRIA - PROVA DE GEOGRAFIA PROFESSOR DE GEOGRAFIA (6º ao 9º ANO) ASSINATURA DO

Leia mais

Mobilidade Urbana COMO SE FORMAM AS CIDADES? 06/10/2014

Mobilidade Urbana COMO SE FORMAM AS CIDADES? 06/10/2014 Mobilidade Urbana VASCONCELOS, Eduardo Alcântara de. Mobilidade urbana e cidadania. Rio de Janeiro: SENAC NACIONAL, 2012. PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL LUCIANE TASCA COMO SE FORMAM AS CIDADES? Como um

Leia mais

CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL

CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL GEOGRAFIA CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL 1. ASPECTOS GERAIS O Brasil atualmente apresenta-se como o quinto país mais populoso do mundo, ficando atrás apenas da China, Índia, Estados Unidos e Indonésia.

Leia mais

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente 7. o ANO FUNDAMENTAL Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas

Leia mais

Aulas de Ciências de 12 a 21 5ª série. A Biosfera A terra, um planeta habitado. Biomas e ambientes aquáticos. Os biomas terrestres

Aulas de Ciências de 12 a 21 5ª série. A Biosfera A terra, um planeta habitado. Biomas e ambientes aquáticos. Os biomas terrestres Aulas de Ciências de 12 a 21 5ª série A Biosfera A terra, um planeta habitado De todos os planetas conhecidos do Sistema Solar, a Terra é o único que apresenta uma biosfera, onde a vida se desenvolve.

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro As festas juninas fazem parte da tradição católica, mas em muitos lugares essas festas perderam essa característica.

Leia mais

Paisagens Climatobotânicas do Brasil

Paisagens Climatobotânicas do Brasil Paisagens Climatobotânicas do Brasil 1. (UEL-2012) Os domínios morfoclimáticos brasileiros são definidos a partir da combinação dos elementos da natureza, como os climáticos, botânicos, pedológicos, hidrológicos

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs UMA IDEIA TODA AZUL

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs UMA IDEIA TODA AZUL Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: UMA IDEIA TODA AZUL Um dia o Rei teve uma ideia. Era a primeira da vida

Leia mais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais 1. Observe o mapa a seguir. As partes destacadas no mapa indicam: a) Áreas de clima desértico. b) Áreas de conflito. c) Áreas

Leia mais

GEOGRAFIA. Professora Bianca

GEOGRAFIA. Professora Bianca GEOGRAFIA Professora Bianca TERRA E LUA MOVIMENTO DA LUA MOVIMENTOS DA TERRA TEMPO E CLIMA Tempo é o estado da atmosfera de um lugar num determinado momento. Ele muda constantemente. Clima é o conjunto

Leia mais

Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil

Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil A classificação morfoclimática reúne grandes combinações de fatos geomorfológicos, climáticas, hidrológicos, pedológicos e botânicos que por sua relativa homogeinidade,

Leia mais

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS 1 LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS Lc 19 1 Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2 Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores

Leia mais

Unidade I Geografia física mundial e do Brasil.

Unidade I Geografia física mundial e do Brasil. Unidade I Geografia física mundial e do Brasil. 2 2.2 Conteúdo: Os Grandes Biomas no Brasil. 3 2.2 Habilidade: Comparar as formações vegetais existentes no Brasil e seus diferentes biomas. 4 Biomas da

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Álbum: O caminho é o Céu

Álbum: O caminho é o Céu Álbum: O caminho é o Céu ETERNA ADORAÇÃO Não há outro Deus que seja digno como tu. Não há, nem haverá outro Deus como tu. Pra te adorar, te exaltar foi que eu nasci, Senhor! Pra te adorar, te exaltar foi

Leia mais

Provão. História 5 o ano

Provão. História 5 o ano Provão História 5 o ano 61 Os reis portugueses governaram o Brasil à distância, até o século XIX, porém alguns acontecimentos na Europa mudaram essa situação. Em que ano a família real portuguesa veio

Leia mais

3ª Série / Vestibular. 21. Vegetação típica do Brasil central, os cerrados caracterizam-se por:

3ª Série / Vestibular. 21. Vegetação típica do Brasil central, os cerrados caracterizam-se por: 3ª Série / Vestibular 21. Vegetação típica do Brasil central, os cerrados caracterizam-se por: (a) árvores de grande porte, matas densas, fechadas e úmidas; (b) vegetação heterogênea, com árvores que perdem

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 9º Turma: Data: / /2012 Nota: Professor(a): Edvaldo Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1)

Leia mais

Página 1 de 8-01/04/2014-5:59

Página 1 de 8-01/04/2014-5:59 PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 4 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 LIXO NO LIXO Dá para

Leia mais

Biomas, Domínios e Ecossistemas

Biomas, Domínios e Ecossistemas Biomas, Domínios e Ecossistemas Bioma, domínio e ecossistema são termos ligados e utilizados ao mesmo tempo nas áreas da biologia, geografia e ecologia, mas, não significando em absoluto que sejam palavras

Leia mais

B I O G E O G R A F I A

B I O G E O G R A F I A B I O G E O G R A F I A FLORESTA AMAZÔNICA 2011 Aula XII O bioma Amazônia representa aproximadamente 30% de todas as florestas tropicais remanescentes do mundo e nele se concentra a maioria das florestas

Leia mais

Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil:

Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil: Questão 01 Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil: FONTE: MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, DOS RECURSOS HÍDRICOS E DA AMAZÔNIA LEGAL.

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA 2011/HIST8ANOEXE2-PARC-1ºTRI-I AVALIAÇÃO PARCIAL 1º TRIMESTRE

Leia mais

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA?

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? A UNIÃO DOS ELEMENTOS NATURAIS https://www.youtube.com/watch?v=hhrd22fwezs&list=plc294ebed8a38c9f4&index=5 Os seres humanos chamam de natureza: O Solo que é o conjunto

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012 REFERÊNCIA DE CORREÇÃO DA PROVA DE GEOGRAFIA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012 REFERÊNCIA DE CORREÇÃO DA PROVA DE GEOGRAFIA Questão 1 Leia o seguinte texto: No último mês de março, a Terra teve um de seus piores desastres naturais: o Japão foi atingido pelo maior terremoto de sua história, seguido por um tsunami, que varreu

Leia mais

Região Norte P1 4 Bimestre. Geografia 7 ano manhã e tarde

Região Norte P1 4 Bimestre. Geografia 7 ano manhã e tarde Região Norte P1 4 Bimestre Geografia 7 ano manhã e tarde A Região Norte é a maior região brasileira em área. Apresenta população relativamente pequena, é a região com a menor densidade demográfica. Um

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- O desenvolvimento

Leia mais

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE. DA REPRODUÇÃO DA VIDA E PODE SER ANALISADO PELA TRÍADE HABITANTE- IDENTIDADE-LUGAR. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A. Caracterizar o fenômeno da urbanização como maior intervenção humana

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Geografia 7 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Nome: Data: 1. Complete o quadro com as características dos tipos de clima da região Nordeste. Tipo de clima Área de ocorrência Características

Leia mais

Amazônia e aquecimento global - 14/02/2007

Amazônia e aquecimento global - 14/02/2007 Amazônia e aquecimento global - 14/02/2007 Local: Brasília - DF Fonte: Agência Amazônia Link: http://www.agenciaamazonia.com.br/ Reconhecido especialista em aquecimento global, o cientista Philip Fearnside

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA Questões Objetivas

LÍNGUA PORTUGUESA Questões Objetivas LÍNGUA PORTUGUESA Questões Objetivas As questões 1 a 7 referem-se ao texto 1. Texto 1 NÃO HÁ ESTRANHOS, APENAS AMIGOS. Susan Andrews Revista Época, 17 de setembro de 2007. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA ATENÇÃO: Este trabalho deverá ser realizado em casa, trazendo as dúvidas para serem sanadas durante as aulas de plantão. Aluno (a): 5º ano Turma: Professora:

Leia mais

Vegetação. Solo. Relevo. Clima. Hidrografia

Vegetação. Solo. Relevo. Clima. Hidrografia Vegetação Solo Relevo Clima Hidrografia VEGETAÇÃO E SOLOS HETEROGÊNEA CALOR E UMIDADE RÁPIDA DECOMPOSIÇÃO/FERTILIDADE. NUTRIENTES ORGÂNICOS E MINERAIS (SERRAPILHEIRA). EM GERAL OS SOLOS SÃO ÁCIDOS E INTEMPERIZADOS.

Leia mais

Oficina Índice de Desenvolvimento Humano IDH

Oficina Índice de Desenvolvimento Humano IDH Oficina Índice de Desenvolvimento Humano IDH Oficina CH/EM Caro Aluno, Esta oficina tem por objetivo analisar as principais características de um dos principais indicadores socioeconômicos utilizados na

Leia mais

#101r. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar.

#101r. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar. #101r Na aula passada, iniciamos o estudo do cap13 de Apocalipse, onde, como falamos de certa forma descreve o personagem mais importante da

Leia mais

BIOMA. dominante. http://www.brazadv.com/passeios_ecol %C3%B3gicos_mapas/biomas.asp

BIOMA. dominante. http://www.brazadv.com/passeios_ecol %C3%B3gicos_mapas/biomas.asp BIOMAS DO BRASIL BIOMA Definição: Bioma, ou formação planta - animal, deve ser entendido como a unidade biótica de maior extensão geográfica, compreendendo varias comunidades em diferentes estágios de

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA OBSERVE A FIGURA ABAIXO E RESPONDA À QUESTÃO 16.

PROVA DE GEOGRAFIA OBSERVE A FIGURA ABAIXO E RESPONDA À QUESTÃO 16. 13 PROVA DE GEOGRAFIA OBSERVE A FIGURA ABAIXO E RESPONDA À QUESTÃO 16. Escala: 1:160 000 Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte QUESTÃO 16 O mapa representa Belo Horizonte e sua divisão administrativa regional.

Leia mais

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 7º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da Recuperação Industrialização Urbanização População 1- A função urbana de uma cidade diz respeito

Leia mais

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL 1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL LUGAR: EUNÁPOLIS(BA) DATA: 05/11/2008 ESTILO: VANEIRÃO TOM: G+ (SOL MAIOR) GRAVADO:16/10/10 PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL VOCÊ É O BERÇO DO NOSSO PAIS. PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS Como pode cair no enem? (FUVEST) Estas fotos retratam alguns dos tipos de formação vegetal nativa encontrados no território

Leia mais

Língua Portuguesa RESOLUÇÃO

Língua Portuguesa RESOLUÇÃO PROCESSO SELETIVO/2009 CADERNO 2 Respostas da 2. a Fase Língua Portuguesa RESOLUÇÃO FGVS-2.ªFase/2.ºCad-Língua Portuguesa-Resolução-manhã 2 LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto para responder às questões de

Leia mais

Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à obra!

Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à obra! ROTEIRO DE ESTUDOS DE LITERATURA PARA A 3ª ETAPA 2ª SÉRIE Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à

Leia mais

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE Conceitos Diversos Estado É uma organização políticoadministrativa da sociedade. Estado-nação - Quando um território delimitado é composto de um governo e uma população

Leia mais

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro;

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro; EIXO TEMÁTICO: 1 TEXTO LITERÁRIO E NÃO LITERÁRIO 1) Analisar o texto em todas as suas dimensões: semântica, sintática, lexical e sonora. 1. Diferenciar o texto literário do não-literário. 2. Diferenciar

Leia mais

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS O que você deve saber sobre DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS Segundo o geógrafo Aziz Ab Sáber, um domínio morfoclimático é todo conjunto no qual haja interação entre formas de relevo, tipos de solo,

Leia mais

Discurso da Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, Profª Doutora Elvira

Discurso da Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, Profª Doutora Elvira Discurso da Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, Profª Doutora Elvira Fortunato Lamego, 10 de Junho de 2015 Senhor Presidente

Leia mais

CPV O cursinho que mais aprova na fgv

CPV O cursinho que mais aprova na fgv CPV O cursinho que mais aprova na fgv FGV economia 1 a Fase 05/dezembro/2010 GEOGRAFIA 61. O mundo necessita de novas fontes de energia, entre as quais o aproveitamento do lixo. Observe o mapa. 62. Analise

Leia mais

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões de 1 a 7. AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Há três coisas para

Leia mais

HISTÓRIA E NARRAÇÃO NEGRA: O DIÁRIO DE CAROLINA MARIA DE JESUS

HISTÓRIA E NARRAÇÃO NEGRA: O DIÁRIO DE CAROLINA MARIA DE JESUS HISTÓRIA E NARRAÇÃO NEGRA: O DIÁRIO DE CAROLINA MARIA DE JESUS Aline Cavalcante e Silva (Bolsista PIBIC/CNPq/UFPB) aline.mbz@hotmail.com Orientador: Dr. Elio Chaves Flores (PPGH/UFPB) elioflores@terra.com.br

Leia mais

Casa Publicadora Brasileira Editora dos Adventistas do Sétimo Dia

Casa Publicadora Brasileira Editora dos Adventistas do Sétimo Dia TE QUERO VERDE Autoria: Ieda Martins de Oliveira Editora: Casa Publicadora Brasileira Turmas: 3º ao 7º ano Temas: Arte, Geografia, História, Ciências, Língua Portuguesa, Meio Ambiente, Pluralidade Cultural,

Leia mais

Prova bimestral 5 o ano 2 o Bimestre

Prova bimestral 5 o ano 2 o Bimestre Prova bimestral 5 o ano 2 o Bimestre geografia Escola: Nome: Data: / / Turma: Leia o trecho da letra da música abaixo e, em seguida, responda às questões. [...] Eu já cantei no Pará Toquei sanfona em Belém

Leia mais

REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH

REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH 01. (UDESC_2011_2) Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), existem no Brasil oito Bacias Hidrográficas. Assinale a alternativa

Leia mais

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos POPULAÇÃO BRASILEIRA Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos Desde a colonização do Brasil o povoamento se concentrou no litoral do país. No início do século XXI, a população brasileira ainda

Leia mais

MATÉRIA 6º 2º Dez/13 NOTA

MATÉRIA 6º 2º Dez/13 NOTA Valores eternos. TD Recuperação MATÉRIA Geografia ANO/TURMA SEMESTRE DATA 6º 2º Dez/13 ALUNO(A) PROFESSOR(A) Tiago Bastos TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS NOTA VISTO DOS PAIS/RESPONSÁVEIS 1. Analise e

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA Aluno (a): 4º ano Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Conteúdo de Recuperação Sistema Solar. Mapa político do Brasil: Estados e capitais. Regiões

Leia mais

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Sustentabilidade significa permanecer vivo. Somos mais de 7 bilhões de habitantes e chegaremos a 9 bilhões em 2050, segundo a ONU. O ambiente tem limites e é preciso fazer

Leia mais

HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL

HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL QUESTÃO 01 - A Terra é, dentro do sistema solar, o único astro que tem uma temperatura de superfície que permite à água existir em seus três estados: líquido, sólido e gasoso.

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 7º Turma: Data: 02/06/2012 Nota: Professor(a): EDVALDO DE OLIVEIRA Valor da Prova: 40 pontos Orientações

Leia mais

Construção do Espaço Africano

Construção do Espaço Africano Construção do Espaço Africano Aula 2 Colonização Para melhor entender o espaço africano hoje, é necessário olhar para o passado afim de saber de que forma aconteceu a ocupação africana. E responder: O

Leia mais

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Grande extensão territorial Diversidade no clima das regiões Efeito no clima sobre fatores socioeconômicos Agricultura População Motivação! Massas de Ar Grandes

Leia mais

Quem mora na Zona Norte na Zona Sul é quem tem mais din-dim. Na Zona Su na Zona Norte é quem tem menos recursos.

Quem mora na Zona Norte na Zona Sul é quem tem mais din-dim. Na Zona Su na Zona Norte é quem tem menos recursos. Rio, de norte a sul Aproximando o foco: atividades RESPOSTAS Moradores da Zona Norte e da Zona Sul O din-dim 1. Ouça Kedma e complete as lacunas: Quem mora na Zona Norte na Zona Sul é quem tem mais din-dim.

Leia mais

Tovadorismo. 2 - (UFPA - 2010) Das estrofes abaixo, a que apresenta traços da estética do Trovadorismo é:

Tovadorismo. 2 - (UFPA - 2010) Das estrofes abaixo, a que apresenta traços da estética do Trovadorismo é: Tovadorismo 1 - (PUC-Camp - 2011) A poesia medieval procurou enaltecer os valores e as virtures do cavaleiro. Nessa poesia, o amor cortês, referido no texto, pressupunha uma concepção mítica do amor, que

Leia mais

Português. 1. Leia os seguintes poemas e faça o que se pede:

Português. 1. Leia os seguintes poemas e faça o que se pede: Português Leitura de texto 3 os anos Wilton fev/11 Nome: Nº: Turma: 1. Leia os seguintes poemas e faça o que se pede: Longe do estéril turbilhão da rua, Beneditino escreve! No aconchego Do claustro, na

Leia mais

OFICINA DAS MENINAS. O homem sonha, Deus quer e a obra nasce. F. Pessoa.

OFICINA DAS MENINAS. O homem sonha, Deus quer e a obra nasce. F. Pessoa. OFICINA DAS MENINAS O homem sonha, Deus quer e a obra nasce. F. Pessoa. O fruto de experiências vividas por anos de trabalho na rede social de Araraquara, legou-nos uma bagagem de inquietações que foram

Leia mais

América Latina: quadro natural e exploração dos recursos naturais

América Latina: quadro natural e exploração dos recursos naturais Yiannos1/ Dreamstime.com América Latina: quadro natural e exploração dos recursos naturais Imagem de satélite do continente americano. Allmaps Allmaps Divisão Política (por localização) América do Norte

Leia mais

Biomas Brasileiros. Profa. Elisa Serena Gandolfo Martins Fevereiro/2015

Biomas Brasileiros. Profa. Elisa Serena Gandolfo Martins Fevereiro/2015 Biomas Brasileiros Profa. Elisa Serena Gandolfo Martins Fevereiro/2015 Bioma Bioma é um conjunto de diferentes ecossistemas, que possuem certo nível de homogeneidade. O termo "Bioma" (bios, vida, e oma,

Leia mais

copyright Todos os direitos reservados

copyright Todos os direitos reservados 1 2 Espaço das folhas 3 copyright Todos os direitos reservados 4 Autor Jorge Luiz de Moraes Minas Gerais 5 6 Introdução Folha é apenas uma folha, uma branca cor cheia de paz voltada para um querer, um

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES GEOGRAFIA DESAFIO DO DIA. Aula 21.1 Conteúdo. Região Sudeste

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES GEOGRAFIA DESAFIO DO DIA. Aula 21.1 Conteúdo. Região Sudeste CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 21.1 Conteúdo Região Sudeste 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Leia mais