DANO AMBIENTAL E RESPONSABILIDADE CIVIL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DANO AMBIENTAL E RESPONSABILIDADE CIVIL"

Transcrição

1 DANO AMBIENTAL E RESPONSABILIDADE CIVIL

2 DANO AMBIENTAL PODE TRAZER CONSEQUÊNCIAS DE ORDEM CIVIL ADMINISTRATIVA E PENAL

3 DANO É O PREJUÍZO CAUSADO A ALGUÉM PELA DETERIORAÇÃO OU INUTILIZAÇÃO DE BENS SEUS

4 DANO: PERDA DESTRUIÇÃO PREJUÍZO DIMINUIÇÃO DE UTILIDADE, CAPACIDADE OU FUNÇÃO OFENSA DETERIORAÇÃO INUTILIZAÇÃO ESTRAGO DEFEITO LESÃO A BEM JURIDICAMENTE PROTEGIDO

5 NA ESFERA CIVIL, DANO PODE SER MATERIAL MORAL

6 DANO MATERIAL TAMBÉM CHAMADO REAL OU PATRIMONIAL DANO EM COISA CORPÓREA OFENSA À PESSOA OU COISA REFLEXO NO PATRIMÔNIO DA PESSOA

7 DANO MORAL TAMBÉM CHAMADO IMATERIAL OU EXTRAPATRIMONIAL ATINGE A INTEGRIDADE PSICOLÓGICA OU A IMAGEM DE ALGUÉM NÃO REFLETE NA SITUAÇÃO ECONÔMICA DO LESADO

8 PRINCÍPIO JURÍDICO GERAL QUEM CAUSA O DANO DEVE REPARÁ-LO (ART. 927, CÓDIGO CIVIL) DESCUMPRIMENTO DE UM DEVER

9 SUJEITO DE DIREITO CAPACIDADE PARA ASSUMIR DIREITOS E DEVERES NOÇÃO DE RESPONSABILIDADE CADA UM RESPONDE POR SEUS ATOS

10 TODO ATO QUE CAUSAR PREJUÍZO INJUSTIFICADO A OUTREM: ILICITUDE UMA PESSOA NÃO PODE ARCAR COM OS ÔNUS DA AÇÃO OU OMISSÃO DE OUTRA

11 CÓDIGO CIVIL Art Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito.

12 CÓDIGO CIVIL Art Também comete ato ilícito o titular de um direito que, ao exercêlo, excede manifestamente os limites impostos pelo seu fim econômico ou social, pela boa-fé ou pelos bons costumes.

13 CÓDIGO CIVIL Art Não constituem atos ilícitos: I - os praticados em legítima defesa ou no exercício regular de um direito reconhecido; II - a deterioração ou destruição da coisa alheia, ou a lesão a pessoa, a fim de remover perigo iminente.

14 CÓDIGO CIVIL Art. 188, Parágrafo único. No caso do inciso II, o ato será legítimo somente quando as circunstâncias o tornarem absolutamente necessário, não excedendo os limites do indispensável para a remoção do perigo.

15 PRINCÍPIO GERAL:QUEM CAUSA O DANO DEVE REPARÁ-LO (RESPONSABILIDADE PESSOAL) EXCEÇÕES: I - os pais, pelos filhos menores que estiverem sob sua autoridade e em sua companhia;

16 II - o tutor e o curador, pelos pupilos e curatelados, que se acharem nas mesmas condições; III - o empregador ou comitente, por seus empregados, serviçais e prepostos, no exercício do trabalho que lhes competir, ou em razão dele;

17 IV - os donos de hotéis, hospedarias, casas ou estabelecimentos onde se albergue por dinheiro, mesmo para fins de educação, pelos seus hóspedes, moradores e educandos; V - os que gratuitamente houverem participado nos produtos do crime, até a concorrente quantia.

18 ELEMENTOS DA RESPONSABILIDADE CIVIL AÇÃO OU OMISSÃO CULPA OU DOLO DANO NEXO CAUSAL

19 RESPONSABILIDADE OBJETIVA INDEPENDE DA CULPA/DOLO ÚN., ART. 927: Haverá obrigação de reparar o dano, independentemente de culpa, nos casos especificados em lei, ou quando a atividade normalmente desenvolvida pelo autor do dano implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem 3º, ART. 225, CR 1º, ART. 14, LEI Nº 6.938/81

20 DANO AMBIENTAL DEGRADAÇÃO DA QUALIDADE AMBIENTAL EFEITOS NOCIVOS À SAÚDE DAS PESSOAS FATO + DANO + NEXO

21 DANO AMBIENTAL ATINGE A COLETIVIDADE DIFUSO COLETIVO INDIVIDUAL HOMOGÊNEO

22 DIFUSOS: transindividuais, natureza indivisível, pessoas indeterminadas ligadas por circunstâncias de fato; Ex.: direito a respirar um ar puro, a um meio ambiente equilibrado, à qualidade de vida, à propagenda verdadeira; pertencem a todos indistintamente, enquanto gênero humano. Não têm valor individual.

23 COLETIVOS: transindividuais, natureza indivisível, Titularidade de um grupo de pessoas (determináveis...) ligadas entre si (ou com a parte contrária) por uma relação jurídica base. Ex.: contribuintes, membros de determinada categoria, classe, grupo com alguma ligação jurídica

24 INDIVIDUAIS HOMOGÊNEOS: Os decorrentes de origem comum Vítimas de um mesmo ato ou evento Experimentam prejuízo individual, mas podem agir coletivamente

25 QUANTO À RECOMPOSIÇÃO: REPARAÇÃO regresso ao statu quo ante, restabelecimento das condições anteriores COMPENSAÇÃO indenização, caráter supletivo

26 QUEM ESTÁ OBRIGADO A REPARAR O DANO AMBIENTAL: Pessoa física Pessoa jurídica Privada Associações, empresas, cooperativas, entidades privadas Pública (direta/indiretamente) art. 37, 6º, CR União Estados Municípios Demais entes

27 REPARAÇÃO EM PECÚNIA NOS DANOS COLETIVOS/DIFUSOS FUNDO ESPECIAL ART. 13, LEI DA AÇÃO CIVIL PÚBLICA (7.347/85) dimensão territorial do dano SOBREPOSIÇÃO DE INDENIZAÇÕES Difuso, coletivo, individuais

28 DIREITO DE AÇÃO PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS DIRETAMENTE ATINGIDAS ASSOCIAÇÕES ESPECIALIZADAS COM MAIS DE UM ANO DE EXISTÊNCIA MP

29 LOCAL DE AÇÃO TERRITÓRIO DO DANO Local Justiça Estadual na comarca Regional Justiça Estadual na capital Mais de um Estado Distrito Federal Justiça comum X Justiça Federal (art. 109, CR)

30 SEGURO CONTRA DANOS AMBIENTAIS MERCADO INCIPIENTE NO BRASIL PROJETO DE LEI Nº 2.313/2003

CÓDIGO CIVIL. Livro III. Dos Fatos Jurídicos TÍTULO III. Dos Atos Ilícitos

CÓDIGO CIVIL. Livro III. Dos Fatos Jurídicos TÍTULO III. Dos Atos Ilícitos CÓDIGO CIVIL Livro III Dos Fatos Jurídicos TÍTULO III Dos Atos Ilícitos Art. 186. Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que

Leia mais

Responsabilidade Objetiva dos Administradores

Responsabilidade Objetiva dos Administradores Responsabilidade Objetiva dos Administradores Richard Blanchet (11) 98426-1866 rblanchet@uol.com.br São Paulo, 19 de março de 2014 Carlos Eduardo Lessa Brandão 02/03/2011 1 Agenda Introdução Responsabilidade

Leia mais

7. Tópicos Especiais em Responsabilidade Civil. Tópicos Especiais em Direito Civil

7. Tópicos Especiais em Responsabilidade Civil. Tópicos Especiais em Direito Civil 7. Tópicos Especiais em Responsabilidade Civil Tópicos Especiais em Direito Civil Introdução A Responsabilidade Civil surge em face de um descumprimento obrigacional pela desobediência de uma regra estabelecida

Leia mais

Mini Curículo: Graduado pela UNIT (2002), pós-graduado em Direito

Mini Curículo: Graduado pela UNIT (2002), pós-graduado em Direito Contatos: Site: www.diogocalasans.com E-mail: contato@diogocalasans.com Facebook: www.facebook.com/ diogocalasans Twitter: http://twitter.com/@diogocalasans 1 Mini Curículo: Graduado pela UNIT (2002),

Leia mais

RESPONSABILIDADE TÉCNICA DO NUTRICIONISTA: QUESTÃO ÉTICA, LEGAL E CIVIL

RESPONSABILIDADE TÉCNICA DO NUTRICIONISTA: QUESTÃO ÉTICA, LEGAL E CIVIL RESPONSABILIDADE TÉCNICA DO NUTRICIONISTA: QUESTÃO ÉTICA, LEGAL E CIVIL LEGISLAÇÃO PERTINENTE AO EXERCÍCIO PROFISSIONAL; RESPONSABILIDADE ÉTICA; RESPONSABILIDADE TÉCNICA; REPONSABILIDADE CIVIL; RESPONSABILIDADE

Leia mais

AULA 07. CONTEÚDO DA AULA: Abuso de Direito Final. Art. 927, Parágrafo único. Art. 931. Responsabilidade pelo fato de terceiro 932 até Inciso III.

AULA 07. CONTEÚDO DA AULA: Abuso de Direito Final. Art. 927, Parágrafo único. Art. 931. Responsabilidade pelo fato de terceiro 932 até Inciso III. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Responsabilidade Civil / Aula 07 Professora: Andréa Amim Monitora: Mariana Simas de Oliveira AULA 07 CONTEÚDO DA AULA: Abuso de Direito Final. Art. 927, Parágrafo

Leia mais

Prof. Adilson Crepaldi

Prof. Adilson Crepaldi Aula nº 2 RESPONSABILIDADE CIVIL Prof. Adilson Crepaldi CONCEITO DE RESPONSABILIDADE: É a obrigação que pode incumbir uma pessoa a reparar o prejuízo causado à outra, por fato próprio, ou por fato de pessoas

Leia mais

COMEMORAÇÃO DO DIA DO CONTADOR

COMEMORAÇÃO DO DIA DO CONTADOR COMEMORAÇÃO DO DIA DO CONTADOR 1 DECRETO-LEI Nº 9295/46, ALTERADO PELA LEI 12.249/2010 Art. 6º São atribuições do Conselho Federal de Contabilidade:... f) regular acerca dos princípios contábeis, do Exame

Leia mais

Lei 12.846/13 Lei Anticorrupção - Aplicação para casos tributários. Camila Abrunhosa Tapias ctapias@tozzinifreire.com.

Lei 12.846/13 Lei Anticorrupção - Aplicação para casos tributários. Camila Abrunhosa Tapias ctapias@tozzinifreire.com. Lei 12.846/13 Lei Anticorrupção - Aplicação para casos tributários Camila Abrunhosa Tapias ctapias@tozzinifreire.com.br Setembro, 2013 Introdução Nova Lei Anticorrupção se estende aos ilícitos tributários?

Leia mais

Este estudo foi elaborado pelo DEJUR - Departamento Jurídico do CREA-PR

Este estudo foi elaborado pelo DEJUR - Departamento Jurídico do CREA-PR MÓDULO 01 AULA 03 RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL Temos a satisfação de apresentar o módulo de RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL em nosso Programa de Excelência em Projetos. Nele será possível entender as obrigações

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL DO EMPREGADOR O DANO MORAL

RESPONSABILIDADE CIVIL DO EMPREGADOR O DANO MORAL Profa. Dra. Débora Vanessa Caús Brandão Doutora e Mestre em Direito Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Professora Titular de Direito Civil da Faculdade de Direito de São Bernardo

Leia mais

Prova de Direito Civil Comentada Banca FUNDATEC

Prova de Direito Civil Comentada Banca FUNDATEC Prova de Direito Civil Comentada Banca FUNDATEC 2014) QUESTÃO 54 Analise as seguintes assertivas sobre as causas de exclusão de ilicitude no Direito Civil: I. A legítima defesa de terceiro não atua como

Leia mais

DOS FATOS JURÍDICOS. FATO JURÍDICO = é todo acontecimento da vida relevante para o direito, mesmo que seja fato ilícito.

DOS FATOS JURÍDICOS. FATO JURÍDICO = é todo acontecimento da vida relevante para o direito, mesmo que seja fato ilícito. DOS FATOS JURÍDICOS CICLO VITAL: O direito nasce, desenvolve-se e extingue-se. Essas fases ou os chamados momentos decorrem de fatos, denominados de fatos jurídicos, exatamente por produzirem efeitos jurídicos.

Leia mais

Osvaldo Albuquerque Sousa Filho Presidente do Coren-CE

Osvaldo Albuquerque Sousa Filho Presidente do Coren-CE Osvaldo Albuquerque Sousa Filho Presidente do Coren-CE História / Relação: (Antiguidade) (Início séc. XX) (Atualmente) Relação religiosa/ mágico/ desígnios de Deus. Relação de amigo/ confiança conselheiro

Leia mais

ERROS NOS PROCEDIMENTOS DE ENFERMAGEM CONTEXTO, CONDIÇÕES DE TRABALHO E RESPONSABILIDADES

ERROS NOS PROCEDIMENTOS DE ENFERMAGEM CONTEXTO, CONDIÇÕES DE TRABALHO E RESPONSABILIDADES ERROS NOS PROCEDIMENTOS DE ENFERMAGEM CONTEXTO, CONDIÇÕES DE TRABALHO E RESPONSABILIDADES Palestrante: Cláudio Márcio de Oliveira Leal Procurador Geral COREN/PI FUNDAMENTOS LEGAIS DO REGISTRO DE ENFERMAGEM.

Leia mais

Prof. Alexandre Lugon LEI FATO GERADOR DEVER JURÍDICO = PRESTAÇÃO TRIBUTO SANÇÃO DO ATO ILÍCITO

Prof. Alexandre Lugon LEI FATO GERADOR DEVER JURÍDICO = PRESTAÇÃO TRIBUTO SANÇÃO DO ATO ILÍCITO UNIDADE IV OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA LEI FATO GERADOR SUJEITO ATIVO SUJEITO PASSIVO DEVER JURÍDICO = PRESTAÇÃO Obrigação Trib Principal Prestação DE DAR: TRIBUTO SANÇÃO DO ATO ILÍCITO PENALIDADE PECUNIÁRIA

Leia mais

VOTO EM SEPARADO DO DEPUTADO ALOYSIO NUNES FERREIRA

VOTO EM SEPARADO DO DEPUTADO ALOYSIO NUNES FERREIRA (PROJETO DE LEI Nº 4.747, DE 1998) Acrescenta artigo ao Código Civil (Lei nº 3.071, de 1º de janeiro de 1916) e parágrafo ao art. 129 do Código Penal (Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940). VOTO

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE A RESPONSABILIDADE RESPONSABILIDADE TÉCNICA OU ÉTICO-PROFISSIONAL RESPONSABILIDADE CIVIL

CONSIDERAÇÕES SOBRE A RESPONSABILIDADE RESPONSABILIDADE TÉCNICA OU ÉTICO-PROFISSIONAL RESPONSABILIDADE CIVIL CONSIDERAÇÕES SOBRE A RESPONSABILIDADE A vida em sociedade somente é possível através dos relacionamentos entre as pessoas. Seja do ponto de vista pessoal ou profissional, todos os atos praticados implicam

Leia mais

ATO ILÍCITO E RESPONSABILIDADE CIVIL

ATO ILÍCITO E RESPONSABILIDADE CIVIL ATO ILÍCITO E RESPONSABILIDADE CIVIL Professor Dicler ATO ILÍCITO E RESPONSABILIDADE CIVIL Ato ilícito é o ato praticado em desacordo com a ordem jurídica, violando um direito (art. 186 do CC) ou abusando

Leia mais

ASPECTOS JURÍDICOS ASSÉDIO MORAL

ASPECTOS JURÍDICOS ASSÉDIO MORAL ASPECTOS JURÍDICOS ASSÉDIO MORAL COMO ESTÃO OS PROCESSOS DE ASSÉDIO NO BRASIL. Atualmente, processos judiciais que envolvem assédio moral estão cada vez mais presentes na Justiça do Trabalho. No Brasil,

Leia mais

Responsabilidade Civil

Responsabilidade Civil Responsabilidade Civil Trabalho de Direito Civil Curso Gestão Nocturno Realizado por: 28457 Marco Filipe Silva 16832 Rui Gomes 1 Definição: Começando, de forma, pelo essencial, existe uma situação de responsabilidade

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º, DE 2010. (Do Sr. Vanderlei Macris)

PROJETO DE LEI N.º, DE 2010. (Do Sr. Vanderlei Macris) PROJETO DE LEI N.º, DE 2010. (Do Sr. Vanderlei Macris) Acrescenta parágrafo único ao Art. 932, da Lei 10.406, de 10 de janeiro de 2002 Código Civil, dispondo sobre a responsabilidade dos locatários de

Leia mais

Do Dano. Do Dano. Artigo 163 CP ( Dano Simples) Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia: Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa.

Do Dano. Do Dano. Artigo 163 CP ( Dano Simples) Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia: Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa. Direito Penal - Parte Especial Professor Sandro Caldeira Dos - Parte II Crimes Contra o Patrimônio Artigo 163 CP ( Dano Simples) Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia: Pena - detenção, de um

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL

RESPONSABILIDADE CIVIL O que é responsabilidade? É um substantivo feminino cuja origem vem do latim e que demonstra a qualidade do que é responsável, ou obrigação de responder por atos próprios ou alheios, ou por uma coisa confiada.

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL E CRIMINAL DOS ACIDENTES DE TRABALHO PERANTE A NOVA CONSTITUIÇÃO ACIDENTE NÃO ACONTECE POR ACONTECER EXISTE UMA CAUSA EXISTEM RESPONSABILIDADES EXISTEM RESPONSÁVEIS O PRIMEIRO CASO

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução.

Copyright Proibida Reprodução. RESPONSABILDADE CIVIL DO DANO AMBIENTAL Prof. Éder Responsabilidade Clementino dos civil Santos INTRODUÇÃO Evolução da sociedade: séc. XX (novas tecnologias x modelo de vida); Inércia do Estado: auto-tutela;

Leia mais

Responsabilidade Civil

Responsabilidade Civil Responsabilidade Civil Apontamentos por José Roberto Monteiro 4º semestre 2012 02/08 /12 Apresentação e bibliografia 09/08/12 1. Significado 2. Responsabilidade Civil X Moral 3. Diferença entre obrigações

Leia mais

O MEIO AMBIENTE E A LEI DOS CRIMES AMBIENTAIS. João Batista Machado Barbosa

O MEIO AMBIENTE E A LEI DOS CRIMES AMBIENTAIS. João Batista Machado Barbosa O MEIO AMBIENTE E A LEI DOS CRIMES AMBIENTAIS João Batista Machado Barbosa DIREITO PENAL AMBIENTAL OBJETIVO Fazer com que a audiência compreenda os princípios e normas que constituem o Direito Penal Ambiental

Leia mais

RESPONSABILIDADE DOS ATORES POLÍTICOS E PRIVADOS

RESPONSABILIDADE DOS ATORES POLÍTICOS E PRIVADOS SEGURANÇA DE BARRAGENS DE REJEITOS RESPONSABILIDADE DOS ATORES POLÍTICOS E PRIVADOS SIMEXMIN OURO PRETO 18.05.2016 SERGIO JACQUES DE MORAES ADVOGADO DAS PESSOAS DAS PESSOAS NATURAIS A vida é vivida por

Leia mais

Aula 5 Pressupostos da responsabilidade civil (Culpa).

Aula 5 Pressupostos da responsabilidade civil (Culpa). Aula 5 Pressupostos da responsabilidade civil (Culpa). Pressupostos da responsabilidade civil subjetiva: 1) Ato ilícito; 2) Culpa; 3) Nexo causal; 4) Dano. Como já analisado, ato ilícito é a conduta voluntária

Leia mais

ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL

ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL Centro de Ensino Superior do Amapá-CEAP Curso: Arquitetura e Urbanismo Disciplina: Ética e Legislação Profissional Assunto: Responsabilidades do Profissional Prof. Ederaldo

Leia mais

Classificação da pessoa jurídica quanto à estrutura interna:

Classificação da pessoa jurídica quanto à estrutura interna: Classificação da pessoa jurídica quanto à estrutura interna: São consideradas universitas personarum, quando forem uma associação de pessoas, atenderem aos fins e interesses dos sócios. (fins mutáveis)

Leia mais

Edital 2/2013 Concurso Cultural Livro Antologia: Contos, crônicas e poemas Capa Edição Especial

Edital 2/2013 Concurso Cultural Livro Antologia: Contos, crônicas e poemas Capa Edição Especial Edital 2/2013 Concurso Cultural Livro Antologia: Contos, crônicas e poemas Capa Edição Especial A comissão responsável pela organização do Projeto do Concurso e do Lançamento do Livro Antologia: Contos,

Leia mais

FATO TÍPICO CONDUTA. A conduta é o primeiro elemento integrante do fato típico.

FATO TÍPICO CONDUTA. A conduta é o primeiro elemento integrante do fato típico. TEORIA GERAL DO CRIME FATO TÍPICO CONDUTA A conduta é o primeiro elemento integrante do fato típico. Na Teoria Causal Clássica conduta é o movimento humano voluntário produtor de uma modificação no mundo

Leia mais

ASPECTOS DA DESAPROPRIAÇÃO POR NECESSIDADE OU UTILIDADE PÚBLICA E POR INTERESSE SOCIAL.

ASPECTOS DA DESAPROPRIAÇÃO POR NECESSIDADE OU UTILIDADE PÚBLICA E POR INTERESSE SOCIAL. ASPECTOS DA DESAPROPRIAÇÃO POR NECESSIDADE OU UTILIDADE PÚBLICA E POR INTERESSE SOCIAL. Por Osvaldo Feitosa de Lima, Advogado e mail: drfeitosalima@hotmail.com Em razão do princípio da supremacia do interesse

Leia mais

Faz os seguintes questionamentos:

Faz os seguintes questionamentos: PARECER CFM nº 9/16 INTERESSADO: 1ª Vara da Fazenda da Comarca de Joinville/SC ASSUNTO: Dúvidas quanto à necessidade de especialidade médica para realização de exame pericial e determinação de capacidade

Leia mais

Direito do Consumidor: Responsabilidade Civil e o Dever de Indenizar

Direito do Consumidor: Responsabilidade Civil e o Dever de Indenizar Direito do Consumidor: Responsabilidade Civil e o Dever de Indenizar Formação de Servidores do PROCON RJ - 2012 RESUMO Finalidade da Responsabilidade Civil Segurança Jurídica Sistema de Garantias Tutela

Leia mais

TESTE RÁPIDO DIREITO PENAL CARGO TÉCNICO LEGISLATIVO

TESTE RÁPIDO DIREITO PENAL CARGO TÉCNICO LEGISLATIVO TESTE RÁPIDO DIREITO PENAL CARGO TÉCNICO LEGISLATIVO COMENTADO DIREITO PENAL Título II Do Crime 1. (CESPE / Defensor DPU / 2010) A responsabilidade penal do agente nos casos de excesso doloso ou culposo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA 2014/2 CURSO DE DIREITO 3º PERÍODO

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA 2014/2 CURSO DE DIREITO 3º PERÍODO ª Questão Quanto à finalidade, as constituições podem ser: i) constituição-garantia; ii) constituição-dirigente; iii) constituição-balanço. Para os doutrinadores brasileiros, a Constituição da República

Leia mais

A responsabilidade civil do engenheiro eletricista na atualidade

A responsabilidade civil do engenheiro eletricista na atualidade A responsabilidade civil do engenheiro eletricista na atualidade Acimarney Correia Silva Freitas¹, Celton Ribeiro Barbosa², Rafael Santos Andrade 3, Hortência G. de Brito Souza 4 ¹Orientador deste Artigo

Leia mais

ACIDENTE DO TRABALHO. Fernanda Pereira Costa, adv. Ailza Santos Silva, est. Sumário:

ACIDENTE DO TRABALHO. Fernanda Pereira Costa, adv. Ailza Santos Silva, est. Sumário: ACIDENTE DO TRABALHO Fernanda Pereira Costa, adv. Ailza Santos Silva, est. Sumário: I- Introdução II- Conceito III. Responsabilidade civil do empregador pelo acidente do trabalho IV- Competência para apreciar

Leia mais

NEGÓCIO JURÍDICO Conceito MANIFESTAÇÃO DE VONTADE + FINALIDADE NEGOCIAL (aquisição, conservação, modificação e extinção de direitos)

NEGÓCIO JURÍDICO Conceito MANIFESTAÇÃO DE VONTADE + FINALIDADE NEGOCIAL (aquisição, conservação, modificação e extinção de direitos) NEGÓCIO JURÍDICO Conceito MANIFESTAÇÃO DE VONTADE + FINALIDADE NEGOCIAL (aquisição, conservação, modificação e extinção de direitos) INTERPRETAÇÃO Boa-fé e usos do lugar CC113 Os negócios jurídicos devem

Leia mais

PRINCÍPIOS DE DIREITO AMBIENTAL

PRINCÍPIOS DE DIREITO AMBIENTAL PRINCÍPIOS DE DIREITO AMBIENTAL PRINCÍPIOS INTEGRAM O DIREITO NÃO-ESCRITOS ESCRITOS ESTABELECEM PADRÕES DE CONDUTA VALORES FUNDAMENTAIS EXEMPLOS: PRINCÍPIO DA LEGALIDADE (art. 5º, II, CR) PRINCÍPIO DA

Leia mais

Considerando a importância da divulgação de imagens das unidades de conservação para sensibilização da sociedade sobre o tema;

Considerando a importância da divulgação de imagens das unidades de conservação para sensibilização da sociedade sobre o tema; PORTARIA Nº 19/2011 O PRESIDENTE DO INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE INSTITUTO CHICO MENDES, nomeado pela Portaria nº 532, de 30 de julho de 2008, da Ministra de Estado Chefe da

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL NO DIREITO AMBIENTAL

RESPONSABILIDADE CIVIL NO DIREITO AMBIENTAL RESPONSABILIDADE CIVIL NO DIREITO AMBIENTAL O ordenamento jurídico pátrio, em matéria ambiental, adota a teoria da responsabilidade civil objetiva, prevista tanto no art. 14, parágrafo 1º da Lei 6.938/81

Leia mais

CONCORRÊNCIA DESLEAL, APROPRIAÇÃO DE SEGREDOS INDUSTRIAIS, COMERCIAIS, ESPIONAGEM: FORMAS DE PREVENÇÃO DESSES EVENTOS

CONCORRÊNCIA DESLEAL, APROPRIAÇÃO DE SEGREDOS INDUSTRIAIS, COMERCIAIS, ESPIONAGEM: FORMAS DE PREVENÇÃO DESSES EVENTOS Brasil 01452-002 SP CONCORRÊNCIA DESLEAL, APROPRIAÇÃO DE SEGREDOS INDUSTRIAIS, COMERCIAIS, ESPIONAGEM: FORMAS DE PREVENÇÃO DESSES EVENTOS Ana Carolina Rovida de Oliveira acoliveira@almeidalaw.com.br I

Leia mais

NOVA LEI ANTICORRUPÇÃO

NOVA LEI ANTICORRUPÇÃO NOVA LEI ANTICORRUPÇÃO O que muda na responsabilização dos indivíduos? Código Penal e a Lei 12.850/2013. MARCELO LEONARDO Advogado Criminalista 1 Regras Gerais do Código Penal sobre responsabilidade penal:

Leia mais

Lucro e a sua contabilização, distribuição e responsabilidades

Lucro e a sua contabilização, distribuição e responsabilidades Lucro e a sua contabilização, distribuição e responsabilidades Prof. MSc. Wilson Alberto Zappa Hoog i Resumo: Os estudos da contabilidade estão em constante evolução e, para que a manifestação de seus

Leia mais

Empregador é responsável por danos ao ambiente de trabalho e à saúde

Empregador é responsável por danos ao ambiente de trabalho e à saúde REFLEXÕES TRABALHISTAS Empregador é responsável por danos ao ambiente de trabalho e à saúde 01 de agosto de 2014, 08:00h Por Raimundo Simão de Melo No Brasil, até 1988, o enfoque principal sobre o meio

Leia mais

06/03/2012. Legislação Tributária. Dn. Paulo Cesar Chagas Rodrigues paulo.rodrigues@ifsp.edu.br Doutorando em Engenharia Mecânica

06/03/2012. Legislação Tributária. Dn. Paulo Cesar Chagas Rodrigues paulo.rodrigues@ifsp.edu.br Doutorando em Engenharia Mecânica Dn. Paulo Cesar Chagas Rodrigues paulo.rodrigues@ifsp.edu.br Doutorando em Engenharia Mecânica 1 Código Tributário Nacional Lei nº 5. 172, de 25 de Outubro de 1966 Denominado CÓDIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EAD

CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EAD CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EAD CONTRATANTE: A PESSOA FÍSICA identificada no formulário de matrícula do curso, que, para todos os efeitos,

Leia mais

Dano Moral no Direito do Consumidor. HÉCTOR VALVERDE SANTANA hvs jur@ho tm ail.c o m

Dano Moral no Direito do Consumidor. HÉCTOR VALVERDE SANTANA hvs jur@ho tm ail.c o m Dano Moral no Direito do Consumidor HÉCTOR VALVERDE SANTANA hvs jur@ho tm ail.c o m RELAÇÃO JURÍDICA DE CONSUMO Consumidor padrão ou standard : art. 2º, caput Consumidor por equiparação: arts. 2º, parágrafo

Leia mais

VI Exame OAB 2ª FASE Padrão de correção Direito Empresarial

VI Exame OAB 2ª FASE Padrão de correção Direito Empresarial VI Exame OAB 2ª FASE Padrão de correção Direito Empresarial Peça O examinando deverá demonstrar conhecimento acerca do direito societário, notadamente da disciplina da responsabilidade civil dos administradores

Leia mais

Resumo Aula-tema 05: Direito de Família e das Sucessões.

Resumo Aula-tema 05: Direito de Família e das Sucessões. Resumo Aula-tema 05: Direito de Família e das Sucessões. Para o autor do nosso livro-texto, o Direito de família consiste num complexo de normas que regulam a celebração do casamento e o reconhecimento

Leia mais

DIREITO AMBIENTAL NA LEGISLAÇÃO

DIREITO AMBIENTAL NA LEGISLAÇÃO DIREITO AMBIENTAL NA LEGISLAÇÃO FUNDAMENTOS DE DIREITO AMBIENTAL LEGISLAÇÃO NACIONAL Didaticamente podemos dividir o estudo do Direito em duas grandes áreas: o público e o privado. No direito público tratamos

Leia mais

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE JULHO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2011 TRIBUTOS FEDERAIS ICMS - BA

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE JULHO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2011 TRIBUTOS FEDERAIS ICMS - BA ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE JULHO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2011 TRIBUTOS FEDERAIS CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - ALGUMAS CONSIDERAÇÕES Introdução - Autoridades Administrativas e o Abuso de

Leia mais

Espelho Administrativo Peça

Espelho Administrativo Peça Espelho Administrativo Peça A medida judicial a ser proposta é uma ação de responsabilidade civil / ação indenizatória pelo rito ordinário em face da União Federal, tendo em vista o dano sofrido por João

Leia mais

Programa Brasil Transparente Módulo I: Transparência Ativa

Programa Brasil Transparente Módulo I: Transparência Ativa Programa Brasil Transparente Módulo I: Transparência Ativa Rodrigo Paiva Data: 26/08/2015 CAPACITAÇÃO Objetivo do Programa: Conscientizar e capacitar servidores públicos para que atuem como agentes de

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL CANTO DA TORCIDA - SC

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL CANTO DA TORCIDA - SC REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL CANTO DA TORCIDA - SC 1. Objeto e Prazo 1.1. O Concurso Cultural CANTO DA TORCIDA - SC será promovido, pela RBS PARTICIPAÇÕES S/A (RBS TV DE FLORIANÓPOLIS), inscrita no

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL BOLSA DE INGLÊS NO YÁZIGI

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL BOLSA DE INGLÊS NO YÁZIGI REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL BOLSA DE INGLÊS NO 1. Objeto e Prazo YÁZIGI 1.1. O Concurso Cultural BOLSA DE INGLÊS NO YÁZIGI será promovido pela RÁDIO ELDORADO FM JOINVILLE LTDA., inscrita no CNPJ sob

Leia mais

À guisa de prefácio (à 1a edição), xvii. 1 Âmbito do direito das obrigações, 1 1 Generalidades, 1 2 Âmbito, 2 3 Quadro da matéria, 3

À guisa de prefácio (à 1a edição), xvii. 1 Âmbito do direito das obrigações, 1 1 Generalidades, 1 2 Âmbito, 2 3 Quadro da matéria, 3 À guisa de prefácio (à 1a edição), xvii 1 Âmbito do direito das obrigações, 1 1 Generalidades, 1 2 Âmbito, 2 3 Quadro da matéria, 3 2 Posição do direito das obrigações no Código Civil brasileiro, 4 1 Código

Leia mais

L G E ISL S A L ÇÃO O ES E P S EC E IAL 1ª ª-

L G E ISL S A L ÇÃO O ES E P S EC E IAL 1ª ª- DIREITO PENAL IV LEGISLAÇÃO ESPECIAL 1ª - Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 TEORIA GERAL DO CRIME REVISÃO CRIME É : FATO TÍPICO CONDUTA - DOLO E CULPA NEXO CAUSAL/NEXO DE IMPUTAÇÃO RESULTADO TIPICIDADE

Leia mais

1) Pressupostos da responsabilidade civil: Conduta: ação ou omissão, própria ou alheia. Responsabilidade in vigilando e in eligendo.

1) Pressupostos da responsabilidade civil: Conduta: ação ou omissão, própria ou alheia. Responsabilidade in vigilando e in eligendo. 1 PONTO 1: Pressupostos da responsabilidade civil 1) Pressupostos da responsabilidade civil: Conduta: ação ou omissão, própria ou alheia. Responsabilidade in vigilando e in eligendo. Dano: material, moral

Leia mais

Responsabilidade Civil dos Administradores das Sociedades. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Responsabilidade Civil dos Administradores das Sociedades. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Responsabilidade Civil dos Administradores das Sociedades Administrador Administrador é a pessoa a quem se comete a direção ou gerência de qualquer negócio ou serviço, seja de caráter público ou privado,

Leia mais

A Responsabilidade civil objetiva no Código Civil Brasileiro: Teoria do risco criado, prevista no parágrafo único do artigo 927

A Responsabilidade civil objetiva no Código Civil Brasileiro: Teoria do risco criado, prevista no parágrafo único do artigo 927 A Responsabilidade civil objetiva no Código Civil Brasileiro: Teoria do risco criado, prevista no parágrafo único do artigo 927 Marcela Furtado Calixto 1 Resumo: O presente artigo visa discutir a teoria

Leia mais

São Paulo - SP Av. Nove de Julho, 5.109 3º Andar (55 11) 3254 0050 www.porto.adv.br

São Paulo - SP Av. Nove de Julho, 5.109 3º Andar (55 11) 3254 0050 www.porto.adv.br São Paulo - SP Av. Nove de Julho, 5.109 3º Andar (55 11) 3254 0050 www.porto.adv.br Associação Brasileira de Engenharia Industrial ABEMI Lei Anticorrupção Lei nº 12.846, de 01/08/2013 PORTO ADVOGADOS www.porto.adv.br

Leia mais

Coordenação Geral de Tributação

Coordenação Geral de Tributação Fl. 19 Fls. 1 Coordenação Geral de Tributação Solução de Consulta Interna nº 15 Data 28 de junho de 2013 Origem COORDENAÇÃO GERAL DE GESTÃO DE CADASTRO (COCAD) Assunto: Imposto sobre a Propriedade Territorial

Leia mais

A Lei Anticorrupção: Panorama geral e visão de sua aplicação

A Lei Anticorrupção: Panorama geral e visão de sua aplicação 6º AUDITE Seminário Nacional de Auditoria das Empresas do Setor Energético A Lei Anticorrupção: Panorama geral e visão de sua aplicação Marcos Paulo Verissimo 11-08-2015 Roteiro Panorama geral da Lei n.

Leia mais

Sumário. Apresentação... 21. Prefácio da Obra... 23

Sumário. Apresentação... 21. Prefácio da Obra... 23 Sumário Nota do autor à 1ª edição... 15 Nota do autor à 3ª edição... 19 Apresentação... 21 Prefácio da Obra... 23 Capítulo I Princípios Constitucionais no Direito Civil Contemporâneo... 25 1. Introdução...

Leia mais

A nova responsabilidade civil escolar

A nova responsabilidade civil escolar A nova responsabilidade civil escolar Introdução Atualmente, constata-se enorme dificuldade em relação à busca e à definição dos reais limites da responsabilidade civil das escolas particulares e públicas

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Requisitos para Caracterização do Dano Moral Alessandro Meyer da Fonseca* O instituto do dano moral cujo direito a reparabilidade durante muitos anos foi objeto de debates pelos

Leia mais

Contabilidade Básica do Terceiro Setor. Benildo Rocha Costa

Contabilidade Básica do Terceiro Setor. Benildo Rocha Costa Contabilidade Básica do Terceiro Setor Benildo Rocha Costa O que é o terceiro setor? Terceiro Setor é um termo usado para fazer referência ao conjunto de sociedades privadas ou associações que atuam no

Leia mais

OS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E A DEFESA DOS INTERESSES DA UNIÃO

OS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E A DEFESA DOS INTERESSES DA UNIÃO OS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E A DEFESA DOS INTERESSES DA UNIÃO Artigo jurídico apresentado por MARCELO THIMOTI DA SILVA, professor, especialista em Direito Administrativo, Constitucional

Leia mais

FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL MUNICIPAL 18º ENCONTRO ANUAL DO CONDIMMA/RS 05.08.2105

FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL MUNICIPAL 18º ENCONTRO ANUAL DO CONDIMMA/RS 05.08.2105 FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL MUNICIPAL 18º ENCONTRO ANUAL DO CONDIMMA/RS 05.08.2105 RESPONSABILIDADE AMBIENTAL ARTIGO 225 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado,

Leia mais

Grupo de Trabalho Transversal de Direitos Autorais. Reunião final de elaboração de Subsídios para o Plano Nacional de Cultura.

Grupo de Trabalho Transversal de Direitos Autorais. Reunião final de elaboração de Subsídios para o Plano Nacional de Cultura. Grupo de Trabalho Transversal de Direitos Autorais Reunião final de elaboração de Subsídios para o Plano Nacional de Cultura. Brasília, 10 de outubro de 2006. Participantes presentes: Câmaras Setoriais:

Leia mais

Convenção de Condomínio. Diovani Santa Bárbara diovanisb@gmail.com

Convenção de Condomínio. Diovani Santa Bárbara diovanisb@gmail.com Convenção de Condomínio Diovani Santa Bárbara diovanisb@gmail.com Conceito A convenção de condomínio é documento escrito que A convenção de condomínio é documento escrito que estabelece as regras de convivência

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL E PENAL NA ÁREA DA SEGURANÇA DO TRABALHO

RESPONSABILIDADE CIVIL E PENAL NA ÁREA DA SEGURANÇA DO TRABALHO RESPONSABILIDADE CIVIL E PENAL NA ÁREA DA SEGURANÇA DO TRABALHO RESPONSABILIDADE CIVIL E CRIMINAL DECORRENTE DE ACIDENTES DE TRABALHO Constituição Federal/88 Art.1º,III A dignidade da pessoa humana. art.5º,ii

Leia mais

Art. 6 o O SNUC será gerido pelos seguintes órgãos, com as respectivas atribuições:

Art. 6 o O SNUC será gerido pelos seguintes órgãos, com as respectivas atribuições: SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO CF/88 art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao

Leia mais

LEI 10.073. Parágrafo único - São consideradas atividades do Agente Comunitário

LEI 10.073. Parágrafo único - São consideradas atividades do Agente Comunitário LEI 10.073 Regulamenta o exercício das atividades de Agente Comunitário de Saúde e de Agente de Combate às Endemias no âmbito do Município e dá outras providências. O Povo do Município de Uberaba, Estado

Leia mais

Passivos Ambientais Mineração. Marcelo Jorge Medeiros Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano

Passivos Ambientais Mineração. Marcelo Jorge Medeiros Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano Passivos Ambientais Mineração Marcelo Jorge Medeiros Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano ATIVIDADE DE MINERAÇÃO A mineração está sempre entre as atividades para as quais, em quase todos os

Leia mais

DA RESPOSABILIDADE CIVIL DO ESTADO (PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS)

DA RESPOSABILIDADE CIVIL DO ESTADO (PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS) DA RESPOSABILIDADE CIVIL DO ESTADO (PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS) Toda lesão de direito deve ser reparada. A lesão pode decorrer de ato ou omissão de uma pessoa física ou jurídica. Quando o autor da lesão

Leia mais

PONTO 1: Litisconsórcio na Seara Laboral PONTO 2: Sucessão Trabalhista PONTO 3: Terceirização 1. LITISCONSÓRCIO NA SEARA LABORAL

PONTO 1: Litisconsórcio na Seara Laboral PONTO 2: Sucessão Trabalhista PONTO 3: Terceirização 1. LITISCONSÓRCIO NA SEARA LABORAL 1 DIREITO DO TRABALHO PONTO 1: Litisconsórcio na Seara Laboral PONTO 2: Sucessão Trabalhista PONTO 3: Terceirização 1. LITISCONSÓRCIO NA SEARA LABORAL 1.1 FORMAÇÃO DE LITISCONSÓRCIO PASSIVO FACULTATIVO

Leia mais

Regulamenta o art. 21 da Lei no 9.985, de 18 de julho de 2000, que dispõe sobre o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza.

Regulamenta o art. 21 da Lei no 9.985, de 18 de julho de 2000, que dispõe sobre o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza. DECRETO Nº 5.746, DE 5 DE ABRIL DE 2006 Regulamenta o art. 21 da Lei no 9.985, de 18 de julho de 2000, que dispõe sobre o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 2.299, DE 3 DE OUTUBRO DE 2012

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 2.299, DE 3 DE OUTUBRO DE 2012 Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 2.299, DE 3 DE OUTUBRO DE 2012 Redefine o Projeto Olhar Brasil. OS MINISTROS DE ESTADO DA SAÚDE E DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições

Leia mais

PRINCÍPIO DA IGUALDADE DIREITOS INDIVIDUAIS PRINCÍPIO DA ISONOMIA. Estrangeiro Não residente. Princípio da Legalidade.

PRINCÍPIO DA IGUALDADE DIREITOS INDIVIDUAIS PRINCÍPIO DA ISONOMIA. Estrangeiro Não residente. Princípio da Legalidade. DIREITOS INDIVIDUAIS PRINCÍPIO DA IGUALDADE Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do

Leia mais

DECRETO N.º 9.829, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2000. (DOE n.º 5215 de 2 de marco de 2000 p.7/9)

DECRETO N.º 9.829, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2000. (DOE n.º 5215 de 2 de marco de 2000 p.7/9) DECRETO N.º 9.829, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2000. (DOE n.º 5215 de 2 de marco de 2000 p.7/9) Dispõe sobre as consignações em folha de pagamento de servidores públicos civis e militares da Administração Direta,

Leia mais

O SEGURO AMBIENTAL COMO REQUISITO PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL

O SEGURO AMBIENTAL COMO REQUISITO PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL O SEGURO AMBIENTAL COMO REQUISITO PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL PNRS POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS LEI N 13.577/2009 PROTEÇÃO DA QUALIDADE DO SOLO E GERENCIAMENTO DE ÁREAS CONTAMINADAS (SP) O

Leia mais

UM ENSAIO SOBRE ADMINISTRAÇÃO. Marcos A. Perillo

UM ENSAIO SOBRE ADMINISTRAÇÃO. Marcos A. Perillo UM ENSAIO SOBRE ADMINISTRAÇÃO Marcos A. Perillo 26 anos de experiência em finanças, Ganhador do prêmio O Equilibrista 2012 dado pelo IBEF PR; VicePresidenteTécnicodoIBEFPR gestão2013 2015; Conselheiro

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL CNPJ: 75771204/0001-25

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL CNPJ: 75771204/0001-25 CONTRATO Nº. 48/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE JANDAIA DO SUL E A EMPRESA PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS O Município de Jandaia do Sul pessoa jurídica

Leia mais

Sumário PARTE I TEORIA GERAL DA RESPONSABILIDADE CIVIL

Sumário PARTE I TEORIA GERAL DA RESPONSABILIDADE CIVIL Sumário Palavras Prévias 3ª edição... 23 Prefácio... 29 PARTE I TEORIA GERAL DA RESPONSABILIDADE CIVIL Capítulo I Conceito da Responsabilidade Civil... 33 Capítulo II Princípios da Responsabilidade Civil...

Leia mais

DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA E BAIXA DE SOCIEDADE

DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA E BAIXA DE SOCIEDADE DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA E BAIXA DE SOCIEDADE É sabido - e isso está a dispensar considerações complementares - que a pessoa jurídica tem vida distinta da dos seus sócios e administradores.

Leia mais

Atualização Sobre Legislação a Respeito de Testagem de Álcool e Outras Drogas

Atualização Sobre Legislação a Respeito de Testagem de Álcool e Outras Drogas Atualização Sobre Legislação a Respeito de Testagem de Álcool e Outras Drogas Marcos Legais LEI Nº 11.343, DE 23 DE AGOSTO DE 2006. Institui o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas Art. 18.

Leia mais

ROJETO DE LEI Nº, de 2015. (Do Sr. Deputado Marcos Rotta)

ROJETO DE LEI Nº, de 2015. (Do Sr. Deputado Marcos Rotta) ROJETO DE LEI Nº, de 2015 (Do Sr. Deputado Marcos Rotta) Dispõe sobre segurança, danos materiais, furtos e indenizações, correspondentes a veículos nos estacionamento de estabelecimentos comerciais, shoppings

Leia mais

DANO AMBIENTAL AUTOR: RILDO BARROS FERREIRA RESUMO

DANO AMBIENTAL AUTOR: RILDO BARROS FERREIRA RESUMO DANO AMBIENTAL AUTOR: RILDO BARROS FERREIRA RESUMO A proteção ao meio ambiente passou a ser uma preocupação nos últimos tempos. Atualmente a defesa do meio ambiente tem como escopo a conservação dos recursos

Leia mais

A ilegalidade da revenda do GLP e as ações de Polícia Judiciária pertinentes Palestra ENAGÁS SETEMBRO DE 2014

A ilegalidade da revenda do GLP e as ações de Polícia Judiciária pertinentes Palestra ENAGÁS SETEMBRO DE 2014 A ilegalidade da revenda do GLP e as ações de Polícia Judiciária pertinentes Palestra ENAGÁS SETEMBRO DE 2014 Atingimento de milhões de consumidores Produto barato com uso em residências e comércios Fomento

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS LEI 12.305/2010

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS LEI 12.305/2010 POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS LEI 12.305/2010 I RESUMO EXECUTIVO O que muda com a Lei 12.305/2010? Lixões a céu aberto e aterros controlados ficam proibidos. A Lei, determina que todas as administrações

Leia mais

CASES DE RESPONSABILIDADE CIVIL CONTRA O SÍNDICO - Saiba como se prevenir

CASES DE RESPONSABILIDADE CIVIL CONTRA O SÍNDICO - Saiba como se prevenir CASES DE RESPONSABILIDADE CIVIL CONTRA O SÍNDICO - Saiba 1-) Legislação aplicável (básica): Código Civil (CC) Lei nº 4.591/64, no que não contrariar o CC 2-) DEFINIÇÃO Administrador condominial O síndico

Leia mais

CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES Niterói RJ: ANINTER-SH/ PPGSD-UFF, 03 a 06 de Setembro de 2012, ISSN 2316-266X

CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES Niterói RJ: ANINTER-SH/ PPGSD-UFF, 03 a 06 de Setembro de 2012, ISSN 2316-266X CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES Niterói RJ: ANINTER-SH/ PPGSD-UFF, 03 a 06 de Setembro de 2012, ISSN 2316-266X SUGESTÃO DE METODOLOGIA PARA INVENTÁRIO DE PATRIMÔNIO CULTURAL

Leia mais

DEVERES DOS AGENTES PÚBLICOS

DEVERES DOS AGENTES PÚBLICOS AGENTES PÚBLICOS José Carlos de Oliveira Professor de Direito Administrativo na graduação e no Programa de Pós-Graduação do Curso de Direito da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Unesp/Franca No

Leia mais

REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011

REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011 REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011 Autoriza o Poder Executivo a criar a empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares EBSERH; acrescenta dispositivos ao Decreto-Lei

Leia mais