APOSTAMOS NAS PESSOAS PLANO DE FORMAÇÃO 2013 ESTER ASSOCIAÇÃO PARA A FORMAÇÃO TECNOLÓGICA NO SECTOR. Departamento de Formação DF M_57 - V_1.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APOSTAMOS NAS PESSOAS PLANO DE FORMAÇÃO 2013 ESTER ASSOCIAÇÃO PARA A FORMAÇÃO TECNOLÓGICA NO SECTOR. Departamento de Formação DF M_57 - V_1."

Transcrição

1 ESTER ASSOCIAÇÃO PARA A FORMAÇÃO TECNOLÓGICA NO SECTOR DAS ROCHAS ORNAMENTAIS E INDUSTRIAIS APOSTAMOS NAS PESSOAS Departamento de

2 APRESENTAÇÃO No actual contexto Económico, Político e Social, a capacidade de programar e desenvolver uma estratégia empresarial competitiva e empreendedora, capaz de gerar mais-valias, é um requisito fundamental em termos de mercado. Cada vez mais, a aposta em novos produtos e mercados alternativos são elementos chave para a dinamização económica. É nesta perspectiva que a formação e a apropriação de conhecimento são ferramentas essenciais para o futuro. As empresas necessitam de desenvolver estratégias competitivas e facilitadoras de um crescimento sustentável capaz de fazer face aos constrangimentos económicos que o mercado, e este sector, em particular atravessam. Mais do que uma obrigatoriedade, a formação tem de ser encarada como uma oportunidade de crescimento e valorização dos recursos humanos, tendo em conta uma estratégia colectiva de crescimento. Ao longo dos anos, o CEVALOR e a ESTER, têm procurado elaborar Planos de que visam a competitividade da Pedra Natural, tentando imprimir ao sector uma maior capacidade de adaptação, criando valências que permitam o ajuste a um mercado de trabalho cada vez mais limitado e exigente. Tendo em conta as prioridades detectadas pelo tecido empresarial, o CEVALOR e a ESTER procuraram no Plano de de 2013 promover a formação em áreas consideradas importantes, sem esquecer a missão de cada uma das entidades, e os vários níveis operacionais e estratégicos das empresas. Em 2013, o CEVALOR e a ESTER têm disponíveis propostas diversificadas e flexíveis, as quais abrangem um vasto leque de modalidades formativas, tendo em conta os vários públicos-alvo. Além de preencherem as necessidades formativas das empresas, revestem-se de uma mais-valia, tendo em conta as exigências da Regulamentação do Trabalho. Estas valências permitem assim a Qualificação Inicial, a Adaptabilidade e Aprendizagem ao Longo da Vida, a Especialização Tecnológica, o Aperfeiçoamento de Activos Empregados e a Avançada. Embora o Plano de 2013 apresente uma oferta abrangente e diversificada, não podemos deixar de pensar nas necessidades específicas de cada empresa que só podem, muitas das vezes, ser colmatadas com Planos de por medida ( Internas às Empresas INTRA). O CEVALOR, com a elaboração de diagnósticos personalizados para cada organização, pretende assim dar respostas concretas para problemas específicos e individualizados, de acordo com as várias estratégias empresariais. Nelson Cristo Departamento de

3 FORMAÇÃO INTER E INTRA EMPRESAS - CEVALOR Curso pedagógica de formadores - inicial Activos empregados / desempregados com habilitações minímas - O formador no contexto da formação profissional ao nível da escolaridade obrigatória mas preferencialmente - Planificação da formação bacharelato ou licenciatura e/ou experiência profissional em - Acompanhamento e avaliação da formação funções de chefia e/ou coordenação. - Simulação pedagógica autoscopias iniciais Objectivos - Factores e processos de aprendizagem - Preparar formadores, formação inicial, para o desempenho - Relação pedagógica da função, na vertente pedagógica; - Métodos e técnicas pedagógicas - Distinguir o contexto da formação, situar o papel do - Objectivos pedagógicos formador e definir o seu perfil de competências; - Avaliação da aprendizagem - Preparar, desenvolver e avaliar sessões de formação; - Exploração de audiovisuais - Plano de sessão 90 Horas - Simulação pedagógica autoscopias finais - Proposta de intervenção pedagógica Pós-Laboral das 19h00 às 22h00-2ª a 6ª feira; Sábados das 9h30 às 12h30 e/ou das 14h00 às 17h00 Porto, Porto de Mós, Borba e Algarve Inscrições abertas todo o ano civil. TOTAL: 90 Hs Preço: 300,00 Curso A gestão de vendas Empresários, gestores comerciais e supervisores de vendas - Os sistemas de marketing e vendas; Objectivos - O planeamento de vendas; - Avaliar a interligação do sistema de marketing e das vendas com - A organização das vendas; os passos necessários para a orientação da força de vendas face - A negociação e as técnicas de vendas; aos objectivos estratégicos da empresa; - O controlo do esforço de vendas. - Saber simular a procura de produtos e serviços através do TOTAL: 35 Hs esforço de um força de vendas interventora e pro-activa, orientada para os resultados; - Analisar as medidas de desempenho efectuadas, fruto das políticas e orientações estratégicas desenvolvidas e propor novas formas de intervenção. 35 Horas Inscrições abertas todo o ano civil Preço: 280,00 Departamento de

4 Curso Comportamento organizacional Gestores e quadros - Comunicação interpessoal; Objectivos - A assertividade como técnica fundamental de comunicação; No final desta acção os participantes deverão ser capazes de - Resolução de conflitos nas relações interpessoais; explicar os comportamentos das pessoas em contexto - Comunicação interpessoal no acto de liderança; organizacional salientado o seu impacto para o funcionamento - Prática simulada. e desenvolvimento das organizações. 60 Horas Inscrições abertas todo o ano civil. TOTAL: 60 Hs Preço: 390,00 Curso Como melhorar a comunicação e o relacionamento interpessoal na empresa Gestores e quadros - A importância da percepção e da comunicação nas relações Objectivos interpessoais; - Identificar os elementos essenciais do processo de comunicação; - A dinâmica do comportamento humano e o processo de - Desenvolver competências de comunicações; desenvolvimento interpessoal; - Desenvolver as capacidades de percepção e de auto - A comunicação verbal e não-verbal. Os meios e as conhecimento de modo a potencializar a capacidade de intervenção; técnicas de expressão comunicacional; - A comunicação interpessoal: AT-Análise Transaccional, - Estabelecer relações pessoais construtivas. Assertividade, PNL-Programação Neuro-Linguística; - Os factores que influenciam a comunicação nas empresas; 24 Horas - As redes de comunicação: comunicação ascendente, descendente, diagonal e intra e inter empresariais; - Os boatos e as intrigas. Formas de actuação; - O conflito e as principais orientações no relacionamento humano; - O processo de negociação em acção: A gestão construtiva desacordos ; - As barreiras à comunicação interpessoal eficaz; Inscrições abertas todo o ano civil. - A prestação de serviços; - A qualidade do serviço e a satisfação do cliente. TOTAL: 24 Hs Preço: 210,00 Departamento de

5 Curso Desenvolvimento de competências das chefias intermédias Encarregados, supervisores e chefias intermédias - A empresa num mundo em mudança; Objectivos - Gestão de pessoas; - Dotar os participantes de conhecimentos, métodos, técnicas e - Planeamento de actividades e de recursos; instrumentos que conduzam a uma mais ajustada gestão - A organização do trabalho; técnica e comportamental na área da gestão da produção; - Motivação, negociação e gestão de conflitos; - Reconhecer a importância fundamental das chefias intermédias - Análise dos dados da produção; no atingir dos objectivos da Empresa, num contexto operativo - Análise e resolução de problemas (M.A.R.P.). em permanente mudança, e saber assumir igualmente como assumir igualmente como seus esses objectivos; TOTAL: 24 Hs - Identificar as competências de chefias requeridas pelo seu posto de trabalho e reconhecer o seu estilo de liderança. 24 Horas Inscrições abertas todo o ano civil Preço: 210,00 Curso Liderança e trabalho de equipa Quadros superiores, chefias, chefes de equipa e outros activos - Desenvolvimento e valorização pessoal; das empresas. - Liderar através da inteligência emocional (I.E); Objectivos - Gerir equipas de trabalho. - No final desta acção os participantes deverão ter desenvolvido TOTAL: 60 Hs Inteligência Emocional, bem como técnicas de comunicação eficazes ao desenvolvimento de equipas de trabalho. 60 Horas envolvidas Todo o País. Inscrições abertas todo o ano civil Preço: 390,00 Departamento de

6 Curso Processador de texto - processamento e edição - UFCD n.º 0777 Todos as pessoas que desempenhem ou venham a desempenhar - Processador de texto - conceitos gerais funções em que necessitem de formação específica na área. - Edição e correcção de textos Objectivos - Formatação de textos - Utilizar aplicações informáticas de processamento de texto. - Configuração de páginas - Criação de uma tabela 50 Horas - Inclusão de imagens - Técnicas de impressão de documentos Pós-Laboral - Criação de modelos de documentos - Criação automática de correio - Utilitário Draw - Automatização de tarefas A definir posteriormente TOTAL: 50 Hs Co-financiado Curso Preparação e orçamentação de obras Activos das empresas do sector das rochas ornamentais e - Noções gerais de desenho técnico: industriais, que desempenhem funções nas quais é necessária a - Peças escritas e desenhadas; preparação e orçamentação de obras. - Escalas; Objectivos - regras de cotagem; - Adquirir oções básicas e ferramentas de desenho técnico e CAD; - Controle de cotas nas peças desenhadas; - Adquirir e aplicar as noções e ferramentas de medição; - Medições directas e indirectas; - Saber decompor a obra em operações. - Sinais convencionais. - Medições: 60 Horas - Teoria das medições; - Regras gerais; - Estaleiro; - Trabalhos preparatórios; - Técnicas de medição e seu registro; - Folha de cálculo (tipo excel). - Decomposição da obra em operações. Inscrições abertas todo o ano civil TOTAL: 60 Hs Preço: 360,00 Departamento de

7 Curso Marcação CE - rochas ornamentais Todos os colaboradores envolvidos no processo de controlo de - Marcação CE - enquadramento legal. Requisitos das normas produção em fábrica. dos produtos EN 1469:2004, EN 12057:2004 e EN 12058:2004; Objectivos - Sistema de controlo de produção em fábrica; - Conhecer o enquadramento legal; - Controlo dimensional dos produtos de rochas ornamental - Conhecer os requisitos das normas dos produtos; (EN ); - Conhecer e aplicar as NP EN 1469:2004, EN 12957:2004 e EN - Plano de inspecção e ensaio dos produtos. Noções básicas de 12058:2004; metrologia. Calibração de equipamentos de medida; - Conhecer e aplicar um sistema de controlo de produção em - Marcação e etiquetagem dos produtos (normas dos produtos fábrica. e EN 12440:2000); - Declaração de conformidade. 35 Horas TOTAL: 35 Hs Inscrições abertas todo o ano civil Preço: 280,00 Curso Técnicas e práticas de transformação de rochas Todos os colaboradores das empresas que desempenhem funções - Comportamento de tecnologia de corte: na área de transformação de pedra natural. - Elemento de corte; Objectivos - Planitude e tensão mecânica. - Compreender o comportamento da tecnologia de corte; - Funcionalidade dos equipamentos em termos mecânicos: - Compreender a funcionalidade dos equipamentos em termos - Órgãos e estruturas dos equipamentos; mecânicos e da importância das folgas e dos seus valores na - Reflexo no corte e tolerâncias dos movimentos. consequente performance do corte; - Composição, funcionalidade e tolerâncias das ferramentas: - Compreender a composição, funcionalidade e tolerâncias das - Metodologias das montagens; ferramentas e os reflexos na performance do corte; - Tolerâncias de montagem. - Compreender a importância da metodologia de controlo de - Controlo, medição, mapas e registos: medidas e produtividade e a elaboração de mapas e registos. - Controlo de medição e rigor dimensional; - Tolerâncias; 35 Horas - Elaboração de mapas; - Registos de produtividade. Inscrições abertas todo o ano civil TOTAL: 35 Hs Preço: 280,00 Departamento de

8 Curso Técnicas e práticas de extracção de rochas Todos os colaboradores das empresas que desempenhem funções - Noções básicas de minerologia e comportamento mecânico na área extractiva. das rochas; Objectivos - Técnicas e práticas de extracção de rochas: - Compreender, para melhor desempenhar as suas funções, o - Tecnologia de corte comportamento da tecnologia do corte; - Funcionalidades dos equipamentos; - Compreender a funcionalidade dos equipamentos em termos - Folgas nos equipamentos; mecânicos e da importância das folgas e dos seus valores na - Tolerâncias dos movimentos mecânicos dos equipamentos; consequente performance do corte; - Gestão do processo: - Compreender a importância da metodologia de controlo de - Controlo de medidas; medidas e produtividade e a elaboração de mapas e registos. - Produtividade; - Elaboração da mapas; 35 Horas - Registo da produtividade. Inscrições abertas todo o ano civil TOTAL: 35 Hs Preço: 280,00 Activos das empresas do sector das rochas ornamentais e Curso Primeiros socorros - Sistema Integrado de assitência médica; industriais - com escolaridade mínima obrigatória à idade. - Exame de vitima; Objectivos - Reanimação cardio-pulmonar; - Habilitar os formandos com os conhecimentos teóricos e práticos - Hemorragias; que lhes permitam prestar a primeira assitência a sinistrados. - Choque; - Doenças súbitas; 21 Horas - Intoxicações; - Lesões dos tecidos moles; 5 manhãs ou 5 tardes (das 08h30 ás 12h30 ou das 14h00 às 18h00) - Traumatismos; - Técnicas de imobilização de vítimas; - Lesões ambientais; Inscrições abertas todo o ano civil TOTAL: 21 Hs Preço: 245,00 Departamento de

9 Curso Saúde, higiene e segurança do trabalho Todos os trabalhadores - Legislação e regulamentação aplicável; Objectivos - Gestão e organização da segurança; - Identificar os fundamentos de segurança do trabalho; - Riscos gerais na indústria; - Avaliar os riscos profissionais; - Riscos específicos dos postos de trabalho; - Identificar procedimentos de prevenção e correcção de potenciais - Procedimentos de segurança; situações de acidente; - Medidas de protecção colectiva; - aplicar os conhecimentos adquiridos na protecção dos - Plano de evacuação e emergência. trabalhadores da sua empresa. 35 Horas Inscrições abertas todo o ano civil TOTAL: 35 Hs Preço: 280,00 Curso Segurança na construção civil, obras e trabalhos públicos Técnicos e Técnicos Superiores de Segurança e Higiene no Trabalho - Informação e actualização da legislação e regulamentação e Outros Quadros Técnicos de Empresas da Construção Civil e Obras Públicas ou Outras relacionadas com o Sector da aplicável; - Acidentes de trabalho e plano de emergência; Construção e Obras Públicas em processo de Renovação do seu CAP. - AUTOCAD Nível I; Objectivos - Avaliação e controlo de riscos: actualização; - de técnicos especializados, ao nível da segurança e - Métodos de construção especiais para pontes, viadutos e outras higiene no trabalho; Obras Públicas; - vocacionada para a fileira dos materiais de construção do - Construção e reparação de rede viária; qual faz parte o Sector das Rochas Ornamentais e Industriais; - Desenvolvimento do plano de segurança e saúde em fase de obra (PSS); - para aquisição de competências especificas no domínio - Especificação de equipamentos de protecção individual; da prevenção de riscos profissionais. - Exercício final individual. 129 Horas Pós-Laboral Porto/Borba A definir posteriormente TOTAL: 129 Hs Preço: 500,00 Departamento de

10 Curso Segurança e saúde do trabalho: actualização Técnicos e Técnicos Superiores de Segurança e Higiene do Trabalho - Informação e actualização da legislação e regulamentação aplicável; que tenham exercido a profissão por um período igual ou superior a - Acidentes de trabalho e plano de emergência; 2 anos, durante a validade do seu CAP. - Desenvolvimento do plano de segurança e saúde (PSS); Objectivos - Especificação de equipamentos de protecção individual. - de técnicos especializados, ao nível da segurança e TOTAL: 30 Hs saúde do trabalho; - vocacionada para o Sector das Rochas Ornamentais e Industriais, mas podendo incluir outros sectores de actividade: - para aquisição de competências especificas no domínio da prevenção de riscos profissionais. 30 Horas Pós-Laboral Borba Março/Abril Preço: 250,00 Departamento de

11 APRENDIZAGEM Curso Técnico/a de medições e orçamentos Alunos com o 9º ano completo. Sociocultural Objectivos - Viver em português; - Realizar medições com vista à execução de uma obra; - Comunicar em língua inglesa; - Efectuar orçamentos estabelecendo as quantidades de materiais, - Mundo atual; e representando a empresa no acto público de abertura de propostas. - Desenvolvimento social e pessoal; execução da obra; - TIC; - Acompanhar a preparação e a execução da obra; Científica - Participar na elaboração de propostas para concursos, recolhendo, - Matemática e realidade; junto dos diferentes serviços da empresa, a documentação solicitada nos programas de concurso, procedendo à sua organização - Física e Química; Tecnológica e representando a empresa no acto público de abertura de propostas. - Desenho técnico normas e projecções ortogonais ; - Projecto de arquitectura/estruturas leitura e interpretação; Horas - Organização de projectos; - Elementos de topografia; Laboral - Implantação de obra e estrutura; - Elementos de construção revestimentos e acabamentos, Borba - Infra estruturas técnicas; - Introdução ao CAD construção civil; A definir posteriormente - CAD projecto de construção civil; - Cálculo e geometria; - Medições estaleiros e trabalhos preparatórios; - Medições movimentações de terras e fundações; - Medições betão e cofragens em elementos de estrutura; - Medições armaduras em elementos de estrutura ; - Medições pré-fabricados e estruturas metálicas; - Medições alvenarias e elementos de construção; - Medições isolamentos, revestimentos e acabamentos; - Medições infra-estruturas técnicas; - Legislação, preparação de propostas e revisão de preços; - Processos de consulta; - Elaboração de orçamentos; - Orçamentação programada; - Análise de erros e omissões e autos de medição; - Planeamento e controlo de obra; - Planeamento e controlo de obra aplicações informáticas. Prática - Infra estruturas rodoviárias; - Medições infra-estruturas rodoviárias e paisagistas; - Segurança, higiene e saúde no trabalho - construção civil - Prática em contexto de trabalho TOTAL: Hs Co-financiado Departamento de

12 FORMAÇÃO INTER E INTRA EMPRESAS ESTER/ETP ESTER/ETP Curso Marketing para não especialistas Gestores e quadros - O marketing industrial: conceitos, sistemas e decisões; Objectivos - A pesquisa de marketing industrial e os sistemas de - Definir o conceito de marketing e a sua importância no meio de informação de marketing; actuação; - O comportamento do comprador industrial; - Identificar e segmentar o mercado; - A segmentação de mercado, o posicionamento e o - Identificar os principais eixos e benefícios do posicionamento; planeamento de marketing; - Analisar o comportamento do consumidor; - As politicas do produto e novo produti industrial; - Definir o conceito de marketing mix; - A determinação de preços e as politicas de preços; - Analisar as principais variáveis de marketing e sua importância. - O canal de distribuição e a distribuição fisica. A politica de distribuição; 4 Horas - A politica da comunicação no marketing industrial. A propaganda e a promoção de vendas; Laboral - A venda pessoal, a gestão de vendas industrial e o marketing internacional; - A organização e o controlo de marketing. Realidade e perspectivas. TOTAL: 50 Hs Inscrições abertas todo o ano civil Preço: 80,00 ESTER/ETP Curso Recursos humanos - relatório único - UFCD n.º 6736 Todos as pessoas que desempenhem ou venham a desempenhar - Relatório Único: funções em que necessitem de formação específica na área. - Anexo A Quadro de pessoal/reportado ao mês de Outubro; Objectivos - Anexo B Fluxo de entrada ou saída de trabalhadores; - Preencher e analisar o relatório único, dando cumprimento às - Anexo C Relatório anual da formação contínua; obrigações legais. - Anexo D Relatório anual da actividade do serviço de segurança e saúde no trabalho; 25 Horas - Anexo E Greves; - Anexo F Informação sobre prestadores de serviço. Pós-Laboral TOTAL: 25 Hs Borba A definir posteriormente Co-financiado Departamento de

13 Curso Estratégia e desenvolvimento empresarial Gestores e quadros - A natureza e o âmbito do planeamento; Objectivos - O triângulo do planeamento; - Evidenciar a importância dos modelos mentais e paradigmas na - Os planeamentos estratégico e operacional; formulação de uma estratégia empresarial vencedora e criar um ambiente propício à aprendizagem do processo e da prática da - Os objectivos, os resultados e o empenhamento; - A eficiência e eficácia de gestão; politica de negócios. - A formulação de directrizes; - Os pressupostos, premissas e o processo de planeamento 4 Horas formal; - Avaliação e controlo dos resultados. Laboral ESTER/ETP Inscrições abertas todo o ano civil. TOTAL: 4 Hs Preço: 80,00 Curso Planeamento estratégico Gestores e quadros - O conceito de planeamento, as fases do planeamento formal Objectivos e os tipos de planeamento; - Actualização sobre conhecimentos e técnicas de planeamento - A visão, missão, definição do negócio, cultura empresarial, estratégico; objectivos empresariais e as características dos objectivos; - Conceitos necessários para o início do projecto de implantação - O conceito de estratégia empresarial e as características das estratégias; do planeamento estratégico; - Discutir os passos para elaboração, implementação e - O planeamento estratégico e os planeamentos operacionais. monitorização das estratégias adoptadas. As razões para a implementação do planeamento estratégico: melhor funcionamento e sensibilidade às mudanças ambientais; 4 Horas - A criatividade, a participação e a inovação como contributos ESTER/ETP para o desenvolvi-mento empresarial; Laboral - Os métodos de formulação de uma estratégia e a abordagem normal do planeamento estratégico. Os passos para a implementação do planeamento estratégico; - O lugar do planeamento estratégico nas empresas. As vantagens e desvantagens do planeamento estratégico; Inscrições abertas todo o ano civil. - Avaliação e controlo da estratégia implementada. TOTAL: 4 Hs Preço: 80,00 Departamento de

14 ESTER/ETP Curso Qualidade e aspectos comportamentais - UFCD n.º 0714 Todos as pessoas que desempenhem ou venham a desempenhar - Motivação para a qualidade: funções em que necessitem de formação específica na área. - Motivação para a qualidade; Objectivos - Cultura da empresa - valores, crenças e atitudes; - Interpretar os critérios de sucesso de integração organizacional; - Influência de agentes externos na organização; - Identificar e caracterizar as diferentes atitudes na organização; - Práticas e rituais da empresa; - Identificar as formas de comunicar e interagir; - Resistência cultural; - Identificar os seus pontos fortes e os aspectos a melhorar na - Propensão para o sucesso; comunicação; - Integração entre a qualidade e a cultura da empresa; - Avaliar a importância da comunicação nas interacções pessoais; - Trabalho em equipa: - Reconhecer as vantagens do trabalho em equipa; - Introdução - factores emocionais na comunicação e - Identificar os diferentes estilos de liderança. dinamização de equipas; - Trabalho em equipa - factores de eficácia do trabalho em 50 Horas equipa; - Comunicação como ferramenta de dinamização de equipas; Pós-Laboral - Comunicação e as estratégias de negociação e resolução de conflitos; Borba - Comunicação interpessoal: - Processo comunicacional; A definir posteriormente - Barreiras à comunicação e formas de as ultrapassar; - Técnica a utilizar para o aumento da eficácia comunicacional; - Modelo da assertividade; - Liderança: - Papéis de liderança; - Conjunção de esforços para o cumprimento de objectivos comuns, através da liderança; - Diferentes estilos de liderança; - Processo de delegação como elemento essencial para a eficácia da liderança. TOTAL: 50 Hs Co-financiado ESTER/ETP Curso Segurança no trabalho - avaliação e controlo de riscos - UFCD n.º 3781 Todos as pessoas que desempenhem ou venham a desempenhar - Avaliação e controlo de riscos associados; funções em que necessitem de formação específica na área. - Avaliação e controo de riscos específicos. Objectivos TOTAL: 50 Hs - Avaliar e proceder ao controlo de riscos, de âmbito geral e específico, associados às condições de segurança do trabalho. 50 Horas Pós-Laboral Borba A definir posteriormente Co-financiado Departamento de

15 ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA ESTER/ETP industriais e ornamentais" Alunos do sistema formal de ensino que finalizaram o 12º ano de - Língua e Cultura Portuguesa; escolaridade. Titulares de Diplomas de Qualificação de Nível III - Relações Humanas e Organizações; de Escolas Profissionais. - Física; Objectivos - Química; Técnicos que assumam de forma geralmente autónoma, - Língua Portuguesa - Comunicação; responsabilidades de coordenação, concepção, direcção ou apoio à CET Técnico especialista em produção industrial - rochas - Inglês em Contexto Socioprofissional; gestão industrial das empresas das Pedras Naturais. - Matemática; - Estudo da Empresa; Horas - Informática Aplicada; - Desenho Assistido por Computador Aplicado ao Sector das Rochas Laboral Ornamentais e Industriais; - Sistemas de Informação Geográfica para o Sector das Rochas Borba Ornamentais e Industriais; - C.N.C. Comando Numérico por Computador; A definir posteriormente - Desenho Técnico; - Geologia Geral; - Geologia de Engenharia; - Geologia do Ambiente; - Segurança e Saúde no Trabalho; - Resistência de Materiais e Materiais de Construção; - Concepção e Manutenção Mecânica; - Gestão da Inovação e Tecnologia; - Sistema de Gestão da Qualidade ISO 9001; - Análise de Valor; - Análise de Dados de Produção; - Planeamento Estratégico; - Organização e Gestão da Produção na Empresa; - Tecnologia de Extracção de Pedra Natural; - Tecnologia de Transformação de Pedra Natural; - Prática em Contexto de Trabalho (Estágio). TOTAL: Hs Co-financiado Departamento de

16 ESTER/ETP CET Técnico especialista de auditoria a sistemas de gestão" Alunos do sistema formal de ensino que finalizaram o 12º ano de - Língua Portuguesa Escrita de Textos escolaridade. Titulares de Diplomas de Qualificação de Nível III - Língua Inglesa no quotidiano de Escolas Profissionais. - Comportamento humano nas organizações Objectivos - Introdução à Gestão das organizações Técnicos com a missão de participar na avaliação de sistemas de - Matemática e estatística gestão, nomeadamente ao nível do planeamento, execução e - Sistema de gestão da qualidade ISO 9001 controlo do processo de auditoria verificando se as actividades e os - Gestão de Processos e implementação de indicadores resultados relativos aos sistemas de gestão, documentos de - Sistema de Gesta Ambiental ISO referência, legislação e regulamentação estão conformes com os - Legislação Ambiental critérios da auditoria. - Sistema de gestão da segurança e saúde no Trabalho OSHAS Legislação sobre segurança e saúde no trabalho Horas - Sistema de gestão da segurança alimentar ISO Perigos e pontos críticos de controlo Sistema HACCP Laboral - Sistema de acreditação de laboratórios ISO/IEC Sistema de ética e responsabilidade social Borba - Gestão de Recursos Humanos - Integração de sistemas de gestão A definir posteriormente - Gestão e motivação para a qualidade - Ferramentas da qualidade - Métodos estatísticos: SPC- controlo estatístico do processo - Ciclo de avaliação da satisfação do cliente - Dispositivos de medição e calibração - Comunicação e comportamento em auditorias - Técnicas e instrumentos em auditorias ISO Auditorias da qualidade - Auditorias Ambientais - Auditorias de segurança e saúde no trabalho - Auditorias de segurança alimentar - Auditorias de acreditação de laboratórios - Inspecções técnicas em higiene e segurança no trabalho - Projecto sobre referenciais e legislação aplicáveis em auditorias a sistemas de gestão - Projecto sobre a estruturação de um esquema documental para a implementação de um sistema integrado - Projecto em auditorias a um sistema integrado de gestão - Projecto da implementação da metodologia PDCA no processo de auditorias a sistemas de gestão - em contexto de trabalho TOTAL: Hs Co-financiado Departamento de

17 A ESTER/ETP CET Técnico especialista de turismo ambiental" Alunos do sistema formal de ensino que finalizaram o 12º ano de - Língua Portuguesa escolaridade. Titulares de Diplomas de Qualificação de Nível III - Língua Inglesa de Escolas Profissionais. - Sociologia das organizações Objectivos - Língua Estrangeira II (Francês, alemão ou Espanhol) Técnicos que planeiem, organizem, coordenem e executem - Ecologia e Ambiente programas e actividades turísticas desenvolvidas em áreas - Introdução aos problemas ambientais protegidas e/ou regulamentadas ambientalmente, visando quer o - Ecologia Geral Organismos, energia e nutrientes bem estar do turista, quer a conservação do ambiente visitado, - Ecologia Geral Populações e ecossistemas respeitando as normas de segurança e preservação do meio - Biodiversidade ambiente. - Conservação - Áreas protegidas Horas - Gestão do território na actividade turística - Educação Ambiental Laboral - Papel da educação ambiental - Turismo Borba - Direito e politica do ambiente - Legislação turística A definir posteriormente - Noções básicas de socorrismo - Animação turística Actividades e técnicas - Planeamento de projectos no espaço natural - Orçamentação de produtos e serviços turísticos - Marketing turístico - Análise estratégica de investimentos - Probabilidade e estatística - em Contexto de Trabalho TOTAL: Hs Co-financiado Departamento de

18 FORMAÇÃO POR MEDIDA tem o objectivo de dar uma resposta concreta a necessidades muito particulares de cada empresa. Apesar das necessidades de formação do nosso sector serem generalizadas, cada empresa tem, pelas mais variadas razões, necessidades muito concretas e que muitas não estão contempladas no presente plano de formação. Para o caso de empresas/organizações que venham a iniciar algum investimento, algum processo de certificação (qualidade, ambiente ou higiene e segurança no trabalho), ou apenas porque queiram investir nos seus colaboradores de forma a valorizar o capital humano da empresa, e necessitem elaborar um plano de formação anual interno da empresa, poderão entrar em contacto com o Departamento de do CEVALOR. Este poderá colaborar com a sua empresa na elaboração do plano em todas as suas componentes (diagnóstico de necessidades, concepção das actividades formativas, planeamento, organização e desenvolvimento). Abaixo encontram-se já listados alguns dos cursos de que dispomos (para além dos listados em Plano de 2013). Qualquer um dos cursos listados poderá ser adaptado às necessidades da empresa. Poderão ainda ser concebidos outros cursos não listados. Planeamento e Gestão Concepção, Avaliação e Gestão de Projectos de Investimento Organização e Gestão Empresarial Planeamento e Gestão Ambiental Marketing e Internacionalização Inovação Organizacional Gestão da Produção Sistemas de Informação Geográfica Auditorias da Qualidade Gestão da Qualidade Sistemas de Gestão Ambiental Auditores Internos de Ambiente Marcação CE (Agregados e Rochas Ornamentais) Integração de Sistemas de Gestão Recursos Humanos Gestão de conflitos Gestão de recursos humanos Comportamento organizacional Atendimento e qualidade no serviço ao cliente interno e externo Organização do trabalho Inglês Alemão Italiano Técnicos Operacionais Planeamento e métodos de extracção Manutenção e conservação electromecânica Desenho técnico Desenho técnico assitido por computador (CAD) Preparação e orçamentação de obras Técnicos Administrativos e Outros Secretariado e técnicas administrativas Informática aplicada sistemas operativos e comunicação multimédia Informática aplicada suite office Informática aplicada bases de dados Departamento de

19 CEVALOR pzação tecnológica Nome do Curso: FICHA DE INSCRIÇÃO Local de Realização: EMPRESA (preenchimento obrigatório) Nome: Morada: Código Postal: - Telefone: Fax: CAE: N.º Contribuinte: N.º Trabalhadores: M.: F.: A Empresa Nome: FORMANDOS (preenchimento obrigatório) Morada: Código Postal: - Telefone/Telemóvel: Telefone Emprego: Nº B.I. / C. Cidadão / Aut. Resid. / Passap.(riscar o que não interessa): Válido até / / Arquivo de: Número de Identificação Bancária: (Se aplicável) Contribuinte Nº: Nacionalidade: Naturalidade - Concelho: Data Nascimento / / Inscrito em Centro de Novas Oportunidades: Não Sim Qual Habilitações Literárias: 1º Ciclo (4º ano) 2º Ciclo (6º ano) 3º Ciclo (9º ano) Ensino Secundário Bacharelato/Licenciatura Outra Qual? Mestrado/Doutoramento Situação Profissional: Empregados por conta de outrém: Profissão/Função: Empregados por conta própria: Categoria Profissional: Está a frequentar acções de educação ou formação? Sim Não Onde: Data: / / O/A Formando/a O tratamento dos dados pessoais é feito no cumprimento da legislação sobre protecção de dados (Lei 67/98 de 26 de Outubro). Os mesmos constam no nosso ficheiro de Formandos, podendo solicitar, por escrito a sua consulta ou correcção. Não autorizo que os meus dados possam ser facultados para futuros contactos por parte de Entidades Gestoras de Projectos Financiados, bem como das Entidades de controlo do Sistema de Acreditação. Departamento de

20 Notas: As inscrições e desistências devem ser efectuadas por escrito, via fax ou . As entidades e os particulares podem indicar uma substituição para a desistência verificada; O CEVALOR e a ESTER reservam-se no direito de cancelar ou adiar a realização da acção de formação, no caso do número de participantes inscritos ser insuficiente; A realização dos cursos está sujeita a confirmação. A confirmação é feita por escrito, após ter terminado o prazo de inscrição; A inscrição só será considerada definitiva mediante o pagamento de 50% do valor total do curso; Em caso de desistência no período inferior aos 8 dias úteis anteriores à data de início prevista da acção, o CEVALOR e a ESTER prevêem a não restituição do valor entregue, para compensação das despesas administrativas efectuadas e prejuízos sofridos por desistência de última hora; A inscrição inclui documentação. Contactos: CEVALOR e ESTER Estrada Nacional 4 Km 158 Apartado 48 EC de Borba Borba Tel.: Fax: Departamento de

PLANO DE FORMAÇÃO 2014/2015

PLANO DE FORMAÇÃO 2014/2015 PLANO DE FORMAÇÃO 2014/2015 APOSTAMOS NAS PESSOAS APRESENTAÇÃO O significado da palavra formação remete-nos para o acto de formar, de dar forma, ou seja, é sempre indicativa de um processo que pretende

Leia mais

Edital de abertura de concurso. Curso de Especialização Tecnológica (Nível IV) Gestão da Qualidade e Ambiente

Edital de abertura de concurso. Curso de Especialização Tecnológica (Nível IV) Gestão da Qualidade e Ambiente 1. Perfil Profissional Edital de abertura de concurso Curso de Especialização Tecnológica (Nível IV) Gestão da Qualidade e Ambiente O/A Técnico/a Especialista em Gestão da Qualidade e do Ambiente é o/a

Leia mais

Uma Questão de Atitude...

Uma Questão de Atitude... Uma Questão de Atitude... Catálogo de Formação 2014 1 Introdução 3 Soluções de Formação 3 Áreas de Formação 4 Desenvolvimento Pessoal 5 Comercial 12 Secretariado e Trabalho Administrativo 15 Indústrias

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Segurança e Higiene no Trabalho Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/7 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO

Leia mais

IDERANÇA E GESTÃO. Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho

IDERANÇA E GESTÃO. Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho L DE PESSOAS IDERANÇA E GESTÃO Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho Coordenadores e Chefias Intermédias Adquirir técnicas de Liderança, de

Leia mais

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública 2011 DESIGNAÇÃO A inscrição poderá DO CURSO ser efectuada Nº através DE do PREÇO site POR www.significado.pt Para mais informações, por favor contacte

Leia mais

FORMAÇÃO 2012/2013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL

FORMAÇÃO 2012/2013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL FORMAÇÃO 01/013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL INFORMAÇÕES FUNDAÇÂO MINERVA Cultura - Ensino e Investigação Científica Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão Largo Tinoco de Sousa 760. 108

Leia mais

Diagnóstico das Necessidades de Formação

Diagnóstico das Necessidades de Formação Diagnóstico das Necessidades de Formação A AciNet Sistemas e Tecnologias de Informação é uma empresa de tecnologias de informação nas actividades de representação e comercialização de equipamentos informáticos,

Leia mais

A importância da Formação Profissional no meu percurso

A importância da Formação Profissional no meu percurso A importância da Formação Profissional no meu percurso José Peças (Diplomado da ESTER Associação para a Formação no Sector das Rochas Ornamentais e Industriais) Identificação José Peças Residência no Alentejo,

Leia mais

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016 Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA REPÚBLICA PORTUGUESA UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

Leia mais

CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores

CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores Homologado pelo IEFP com o código de curso C1840003 Presencial 90 horas (Conforme Portaria n.º 214/2011, de 30 de maio) DPJ.FOR.FPIF.01

Leia mais

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial CET Cursos de Especialização Tecnológica Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial GESTÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROGRAMA DE FORMAÇÃO 1. Identificação do Curso Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Recursos Humanos 2. Destinatários Profissionais em exercício de funções na área de especialização do curso ou novos

Leia mais

TÉCNICO SUPERIOR DE SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO (NÍVEL 6)

TÉCNICO SUPERIOR DE SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO (NÍVEL 6) TÉCNICO SUPERIOR DE SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO (NÍVEL 6) Objectivos do Curso No final da acção, os formandos deverão ser capazes de: Colaborar na definição da política geral da empresa relativa à

Leia mais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S C T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais GESTÃO ADMINISTRATIVA DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO COMERCIAL E DE MARKETING ORGANIZAÇÃO

Leia mais

REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO

REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO DE Área de Formação 862 Segurança e Higiene no Trabalho Formação Profissional Contínua/de Especialização ÍNDICE 1- ENQUADRAMENTO... 3 2- OBJECTIVO GERAL... 4 3- OBJECTIVOS

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO-2010

PLANO DE FORMAÇÃO-2010 PLANO DE FORMAÇÃO-2010 - Associação Vicentina- Formação Modular Certificada (Destinatários: Activos com o 9ºano) Inglês- Iniciação e Aperfeiçoamento TIC s (Iniciação e Aperfeiçoamento) Português para Estrangeiros

Leia mais

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Saída Profissional: Operador CAD Certificação ao nível do 9º Ano / Nível II Laboral Bem-Vindo/a à FLAG! A FLAG é uma

Leia mais

COMPETIR CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO. www.competiracores.com. Formação e Serviços, S.A. Design www.craveirodesign.

COMPETIR CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO. www.competiracores.com. Formação e Serviços, S.A. Design www.craveirodesign. Design www.craveirodesign.com COMPETIR Formação e Serviços, S.A. www.competiracores.com CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO Quem Somos A Competir-Açores está integrada no Grupo COMPETIR e estamos

Leia mais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais conteúdos: Programa de formação avançada centrado nas competências e necessidades dos profissionais. PÁGINA 2 Cinco motivos para prefirir a INOVE RH como o seu parceiro, numa ligação baseada na igualdade

Leia mais

Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança

Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança 1. Denominação do curso de especialização tecnológica: Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança 2. Perfil profissional que visa preparar: Técnico (a) Especialista em Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança

Leia mais

Escola Secundária/3 da Maia Cursos em funcionamento 2009-2010. Técnico de Electrónica, Automação e Comando

Escola Secundária/3 da Maia Cursos em funcionamento 2009-2010. Técnico de Electrónica, Automação e Comando Ensino Secundário Diurno Cursos Profissionais Técnico de Electrónica, Automação e Comando PERFIL DE DESEMPENHO À SAÍDA DO CURSO O Técnico de Electrónica, Automação e Comando é o profissional qualificado

Leia mais

Acrescenta Valor PLANO DE FORMAÇÃO 2015

Acrescenta Valor PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Acrescenta Valor PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Cursos de Actualização de Ativos Cursos de Informática Pós-Graduações Outros Curso Cursos de Atualização de Ativos Desenvolvimento Pessoal Gestão de Conflitos e

Leia mais

SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO PROGRAMA DE FORMAÇÃO

SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO PROGRAMA DE FORMAÇÃO FORMAÇÃO SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO PROGRAMA DE FORMAÇÃO 1 Introdução No actual quadro legislativo (35/2004) é bem claro que a responsabilidade pelas condições de Segurança, Higiene e Saúde

Leia mais

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ)

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) INTEGRAÇÃO PROFISSIONAL DE TÉCNICOS SUPERIORES BACHARÉIS, LICENCIADOS E MESTRES CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) GUIA DE CURSO ÍNDICE 1 - Objectivo do curso 2 - Destinatários 3 - Pré-requisitos

Leia mais

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014 FORMAÇÃO Início Fim Duração Horário Inscrição Contabilidade e Fiscalidade 01-10-2014 29-10-2014 21h P.L/S 100 Sensibilização e Orientação para o Cliente 02-10-2014

Leia mais

[Escreva o título do documento] [Escreva o subtítulo do documento]

[Escreva o título do documento] [Escreva o subtítulo do documento] Formação Profissional 2014/2015 [Escreva o título do documento] [Escreva o subtítulo do documento] [Escreva a síntese do documento aqui. Normalmente, a síntese é um breve resumo do conteúdo do documento.

Leia mais

DIAGNÓSTICO DE NECESSIDADES DE FORMAÇÃO

DIAGNÓSTICO DE NECESSIDADES DE FORMAÇÃO DIAGNÓSTICO DE NECESSIDADES DE FORMAÇÃO Este questionário enquadra-se no âmbito do Diagnóstico de Necessidades de Formação do CIEBI/BIC da Beira Interior para a realização do seu plano de formação para

Leia mais

Gestão da Formação. > Formação Pedagógica Inicial de Formadores 101. > Formação Pedagógica Contínua de Formadores 102

Gestão da Formação. > Formação Pedagógica Inicial de Formadores 101. > Formação Pedagógica Contínua de Formadores 102 > Formação Pedagógica Inicial de Formadores 101 > Formação Pedagógica Contínua de Formadores 102 > Diagnóstico de Necessidades de Formação 103 > Avaliação da Formação 104 Gestão da Formação 99 Calendário

Leia mais

luanda 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE - GESTÃO DA FORMAÇÃO LOCAL EPIC SANA LUANDA HOTEL DATAS 14 A 23 JULHO 2014 Mastering People Development

luanda 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE - GESTÃO DA FORMAÇÃO LOCAL EPIC SANA LUANDA HOTEL DATAS 14 A 23 JULHO 2014 Mastering People Development luanda www.letstalkgroup.com 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE - GESTÃO DA FORMAÇÃO LOCAL EPIC SANA LUANDA HOTEL DATAS 14 A 23 JULHO 2014 Mastering People Development 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE Gestão da Formação 14

Leia mais

Cérebro Centro de Formação, Lda.

Cérebro Centro de Formação, Lda. 2011 Cérebro Centro de Formação, Lda. Sede: Av. José Afonso, nº. 92, cv Cavaquinhas, Arrentela, 2840-735 Seixal Tel./Fax: 21 222 50 28 Telem.: 91 258 35 46 info@cerebro-online.com www.cerebro-online.com

Leia mais

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Formador Profissional / Coordenador Pedagógico / Consultor de Formação Nome POEIRAS, VITOR JOAQUIM GALRITO Naturalidade Sumbe, Quanza Sul, Angola

Leia mais

INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA

INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA A Formação no ISQ A actividade de Formação do ISQ tem sido uma forte aposta enquanto factor determinante para o desenvolvimento e melhoria de desempenho dos sectores tecnológicos

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS EMPRESAS DE BETÃO PRONTO

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS EMPRESAS DE BETÃO PRONTO ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS EMPRESAS DE BETÃO PRONTO CATÁLOGO DE SERVIÇOS... um parceiro fiável. INTRODUÇÃO 2 A APEB Associação Portuguesa das Empresas de Betão Pronto, é uma associação empresarial sem fins

Leia mais

Curso de Educação e Formação de Adultos em Design Gráfico

Curso de Educação e Formação de Adultos em Design Gráfico Curso de Educação e Formação de Adultos em Design Gráfico Saída Profissional: Técnico / a de Desenho Gráfico Certificação ao nível do 12º Ano / Nível III Laboral Bem-Vindo/a à FLAG! A FLAG é uma empresa

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

Ficha de Inscrição. Ação. *Nacionalidade País de Origem: NIF* *Morada *Código Postal - *Telefone Telemóvel Fax. E-mail Nível de Escolaridade.

Ficha de Inscrição. Ação. *Nacionalidade País de Origem: NIF* *Morada *Código Postal - *Telefone Telemóvel Fax. E-mail Nível de Escolaridade. Ficha de Inscrição Ação *Nome completo *Sexo Masculino Feminino *Naturalidade Distrito: Concelho: *Nacionalidade País de Origem: NIF* *BI CC N.º *Data Validade BI / CC / / *Data de Nascimento / / *Morada

Leia mais

2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07

2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07 2011/07/07 NOTA: No caso de imprimir este documento, o mesmo passa automaticamente a Cópia Não Controlada ; a sua utilização implica a confirmação prévia de que corresponde à

Leia mais

Certificação da Qualidade ISO 9001 : 2003

Certificação da Qualidade ISO 9001 : 2003 Certificação da Qualidade ISO 9001 : 2003 DATAS A definir (assim que seja atingido o número mínimo de inscrições) HORÁRIO Pós-Laboral, à 3ª, 4ª e 5ª, das 19h00 às 23h00 ou Sábado, das 9h00 às 13h00 e das

Leia mais

Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Formação Pedagógica Inicial de Formadores Formação Pedagógica Inicial de Formadores MÓDULOS CARGA HORÁRIA Acolhimento 1 O formador face aos sistemas e contextos de formação 8 Factores e processos de aprendizagem 6 Comunicação e Animação de Grupos

Leia mais

Cursos de Formação Financiados

Cursos de Formação Financiados Cursos de Financiados Modular - Nível III Pós-Laboral Porto Área 213 - Audiovisuais e Produção dos Média Bem-Vindo/a à FLAG! A FLAG é uma empresa prestadora de serviços de formação profissional, especializada

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DAS ACÇÕES DE FORMAÇÃO

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DAS ACÇÕES DE FORMAÇÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DAS ACÇÕES DE FORMAÇÃO CÂMARA DO COMÉRCIO DE ANGRA DO HEROÍSMO Índice 1. Âmbito de Aplicação 2. Competência Organizativa 3. Política e Estratégia da Entidade 4. Responsabilidades

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE TÉCNICO DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO

CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE TÉCNICO DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE TÉCNICO DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO 1/19 Programa do curso Módulo Designação Duração (h) Componente Sócio-Cultural 1 Legislação, regulamentos e normas de segurança,

Leia mais

Teolinda Portela Directora da Forino

Teolinda Portela Directora da Forino PROJECTO FSE: FORTIC (Associação para a Escola de Novas Tecnologias FORINO) APOIO FSE ATRAVÉS DA: Iniciativa Comunitária EQUAL Capacitar pessoas Capacitar pessoas com problemas motores para a vida activa,

Leia mais

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução:

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução: EDIÇÃO 2011/2012 Introdução: O Programa Formação PME é um programa financiado pelo POPH (Programa Operacional Potencial Humano) tendo a AEP - Associação Empresarial de Portugal, como Organismo Intermédio,

Leia mais

ÁREA COMPORTAMENTAL E DESENVOLVIMENTO PESSOAL

ÁREA COMPORTAMENTAL E DESENVOLVIMENTO PESSOAL ÁREA COMPORTAMENTAL E DESENVOLVIMENTO PESSOAL COMUNICAÇÃO E IMAGEM COMO FACTORES COMPETITIVOS A sua empresa tem problemas ao nível da comunicação interna? Promover a Comunicação assertiva no relacionamento

Leia mais

Perto de si, mudamos consigo! www.wechange.pt

Perto de si, mudamos consigo! www.wechange.pt Hotel Alvalade LUANDA 16 a 27 de RH Os Ciclos de RH, consistem em planos de desenvolvimento de competências no domínio da gestão de Recursos Humanos, nomeadamente ao nível das áreas de Selecção, Formação

Leia mais

Capítulo Descrição Página

Capítulo Descrição Página MANUAL DA QUALIIDADE ÍNDICE Capítulo Descrição Página 1 Apresentação da ILC Instrumentos de Laboratório e Científicos, Lda Dados sobre a ILC, sua história, sua organização e modo de funcionamento 2 Política

Leia mais

Plano de Formação - 2011. Form + Lab. 2 Semestre

Plano de Formação - 2011. Form + Lab. 2 Semestre Plano de Formação - 2011 Form + Lab 2 Semestre Form + Lab O que é? O Form + Lab é um serviço de formação criado para apoiar os laboratórios na valorização e formação dos seus colaboradores dando resposta

Leia mais

DIRECTOR(A) DE RESTAURAÇÃO

DIRECTOR(A) DE RESTAURAÇÃO PERFIL PROFISSIONAL DIRECTOR(A) DE RESTAURAÇÃO ÁREA DE ACTIVIDADE - HOTELARIA, RESTAURAÇÃO E TURISMO OBJECTIVO GLOBAL - Planear, dirigir e controlar as actividades de produção e de serviço de alimentos

Leia mais

SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO PROGRAMA DE FORMAÇÃO

SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO PROGRAMA DE FORMAÇÃO FORMAÇÃO SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO PROGRAMA DE FORMAÇÃO Introdução No actual quadro legislativo (Lei 7/2009 Código do Trabalho) e (Lei 102/2009 Regime jurídico da promoção da segurança e saúde

Leia mais

Manual de Gestão da Qualidade

Manual de Gestão da Qualidade Manual de Gestão da Qualidade A Índice A Índice... 2 B Manual da Qualidade... 3 C A nossa Organização... 4 1 Identificação... 4 2 O que somos e o que fazemos... 4 3 Como nos organizamos internamente -

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DO SISTEMA DE GESTÃO Pág. 2 de 16 Se está a receber este documento, isto já significa que é alguém especial para a UEM Unidade de Estruturas Metálicas SA. Convidamo-lo

Leia mais

Ambiente Qualidade Metrologia Gás TIC S

Ambiente Qualidade Metrologia Gás TIC S Ambiente Qualidade Metrologia Gás TIC S AMBIENTE LICENCIAMENTO INDUSTRIAL E LICENÇA AMBIENTAL Conhecimentos sobre o processo de licenciamento industrial e respectiva metodologia associada; - Informação

Leia mais

EXTERNATO COOPERATIVO DA BENEDITA * Oferta Educativa Ensino Secundário

EXTERNATO COOPERATIVO DA BENEDITA * Oferta Educativa Ensino Secundário 2014 / 2015 Ano Letivo EXTERNATO COOPERATIVO DA BENEDITA * Oferta Educativa Ensino Secundário * Estabelecimento de ensino integrado na rede pública. Financiado pelo Ministério da Educação ao abrigo do

Leia mais

Localização. Visão. Missão. Entidades promotoras

Localização. Visão. Missão. Entidades promotoras ESCOLA TECNOLÓGICA DO LITORAL ALENTEJANO ETLA Localização A Escola Tecnológica do Litoral Alentejano fica situada no Complexo Petroquímico da empresa Repsol na ZILS. Perto da realidade industrial, a sua

Leia mais

- Organização de eventos - CERTFORM Tema a ser apresentado pela Dr.ª Madalena Leão.

- Organização de eventos - CERTFORM Tema a ser apresentado pela Dr.ª Madalena Leão. INSCRIÇÕES GRATUÍTAS Registo de utilizador no portal INFORMAR.PT obrigatório tel. 220 931 192 geral@informar.pt SEMINÁRIOS INFORMAR.PT - dia 4 de Setembro No âmbito da Feira CERANOR - Casa, Hotelaria,

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO ÍNDICE 1. POLÍTICA E ESTRATÉGIA DA ENTIDADE 1.1. Missão 1.2. Público-Alvo 1.3. Linhas de actuação estratégica 1.4. Modalidade de Formação 1.5. Formas de Organização

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Página 1 de 6

PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Página 1 de 6 AMBIENTE ECONOMIA SOCIAL ENERGIA A Certificação da Gestão Florestal e Cadeia de Responsabilidade FSC ou PEFC Acompanhamento Ambiental em Obra e Gestão de RCD s (e-xz) Auditorias Ambientais (e-xz) Conformidade

Leia mais

Implementação e Aperfeiçoamento de Sistemas de Gestão da Qualidade - NP EN ISO 9001

Implementação e Aperfeiçoamento de Sistemas de Gestão da Qualidade - NP EN ISO 9001 Implementação e Aperfeiçoamento de Sistemas de Gestão da Qualidade - NP EN ISO 9001 Objetivos GERAIS Desenvolver metodologias e práticas de implementação e aperfeiçoamento de Sistemas de Gestão da Qualidade

Leia mais

30546 Diário da República, 2.ª série N.º 140 22 de Julho de 2011

30546 Diário da República, 2.ª série N.º 140 22 de Julho de 2011 30546 Diário da República, 2.ª série N.º 140 22 de Julho de 2011 INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA Despacho n.º 9220/2011 Ao abrigo do disposto nos artigos 75.º a 80.º do Decreto -Lei n.º 74/2006, de 24 de

Leia mais

Uma Estratégia de Crescimento com base no Conhecimento, Tecnologia e Inovação

Uma Estratégia de Crescimento com base no Conhecimento, Tecnologia e Inovação Uma Estratégia de Crescimento com base no Conhecimento, Tecnologia e Inovação Tópicos da Intervenção do Senhor Ministro da Economia e da Inovação 24 de Novembro de 2005 Plano Tecnológico - Inovação e Crescimento

Leia mais

Portugal Brasil Moçambique Polónia

Portugal Brasil Moçambique Polónia www.promover.pt www.greatteam.pt Portugal Brasil Moçambique Polónia QUEM SOMOS - Prestamos serviços técnicos de consultoria de gestão e formação nos diversos setores da economia. - Presentes em Lisboa,

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Telemóvel: 914608043 Fax(es) Correio(s) electrónico(s) TEIXEIRA DA SILVA DUARTE, NUNO ALEXANDRE 102, RUA DA LAGE,

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE PROJECTOS NÍVEL 1 EDIÇÃO Nº 01/2013

FICHA TÉCNICA DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE PROJECTOS NÍVEL 1 EDIÇÃO Nº 01/2013 FICHA TÉCNICA DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE PROJECTOS NÍVEL 1 EDIÇÃO Nº 01/2013 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Especialização em Gestão de Projectos Nível 1 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER Este curso constitui

Leia mais

PARTICIPAÇÃ0 GRATUÍTA no seminário "Organização e Gestão de Eventos".

PARTICIPAÇÃ0 GRATUÍTA no seminário Organização e Gestão de Eventos. PARTICIPAÇÃ0 GRATUÍTA no seminário "Organização e Gestão de Eventos". INSCRIÇÕES e mais informações: tel. 220 931 192 "Organização e Gestão de Eventos" Seminário Informar.pt Dia e hora: 4 Setembro, pelas

Leia mais

Locais de Trabalho Seguros e Saudáveis. Enquadramento Legal

Locais de Trabalho Seguros e Saudáveis. Enquadramento Legal AICCOPN Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas Locais de Trabalho Seguros e Saudáveis - Obrigações Gerais do Empregador SERVIÇOS DE ENGENHARIA/SEGURANÇA AICCOPN - 07 de Junho de

Leia mais

REGIMENTO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS

REGIMENTO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS REGIMENTO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS PREÂMBULO Os cursos de Educação e Formação de Adultos (EFA) e as formações modulares destinam-se a suprir os défices de qualificação da população,

Leia mais

PROPOSTA DE CARREIRA PARA OS TÉCNICOS SUPERIORES DA ÁREA DA SAÚDE EM REGIME DE CIT. Capítulo I Objecto e Âmbito Artigo 1.º Objecto

PROPOSTA DE CARREIRA PARA OS TÉCNICOS SUPERIORES DA ÁREA DA SAÚDE EM REGIME DE CIT. Capítulo I Objecto e Âmbito Artigo 1.º Objecto PROPOSTA DE CARREIRA PARA OS TÉCNICOS SUPERIORES DA ÁREA DA SAÚDE EM REGIME DE CIT Capítulo I Objecto e Âmbito Artigo 1.º Objecto 1 - O presente Decreto-Lei estabelece o regime jurídico da carreira dos

Leia mais

Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar. Relatório de Actividades

Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar. Relatório de Actividades Relatório de Actividades X LEGISLATURA 2005 2009 Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar 1 Relatório da Legislatura Introdução 3 Acções de Formação (Internas/Externas/E Learning) 5 Número de

Leia mais

Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho SHST

Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho SHST Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho SHST O QUE DIZ A LEI OBSERVAÇÕES Todos os trabalhadores têm direito à prestação de trabalho em condições de segurança, higiene e saúde, competindo ao empregador assegurar

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Organização de Eventos Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/7 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO GLOBAL SAÍDAS

Leia mais

ISPA Instituto Universitário

ISPA Instituto Universitário ISPA Instituto Universitário Marketing na Saúde Uma ferramenta para todos os profissionais de saúde. "Está na altura de dominar melhor o mercado" 18 e 25 de Outubro 2014, ISPA (12 horas intensivas) Destinatários

Leia mais

Ministério dos Petróleos

Ministério dos Petróleos Ministério dos Petróleos Decreto Lei nº 10/96 De 18 de Outubro A actividade petrolífera vem assumindo nos últimos tempos importância fundamental no contexto da economia nacional, constituindo por isso,

Leia mais

IDN-Incubadora de Idanha-a-Nova

IDN-Incubadora de Idanha-a-Nova IDN-Incubadora de Idanha-a-Nova Guião do estudo económico e financeiro IDN - Incubadora de Idanha - Guião de candidatura Pág. 1 I CARACTERIZAÇÃO DO PROMOTOR 1.1 - Identificação sumária da empresa 1.2 -

Leia mais

A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes

A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes A satisfação e o desempenho dos recursos humanos em qualquer organização estão directamente relacionados entre

Leia mais

Agrupamento de escolas de Coruche. CURSO PROFISSIONAL Ano letivo 2014/2015 Técnico de Turismo Ambiental e Rural

Agrupamento de escolas de Coruche. CURSO PROFISSIONAL Ano letivo 2014/2015 Técnico de Turismo Ambiental e Rural Agrupamento de escolas de Coruche CURSO PROFISSIONAL Ano letivo 2014/2015 Técnico de Turismo Ambiental e Rural Componente de formação: Sócio-cultural: Total de horas (a) (ciclo de formação) Português Língua

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Sistema de Incentivos às Empresas O que é? é um dos instrumentos fundamentais das políticas públicas de dinamização económica, designadamente em matéria da promoção da

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA FORMAÇÃO-ACÇÃO PME

CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA FORMAÇÃO-ACÇÃO PME CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA FORMAÇÃO-ACÇÃO PME NATUREZA DO PROGRAMA O Programa Formação-Acção PME consiste num itinerário de Formação e Consultoria Especializada (Formação-Acção Individualizada), inteiramente

Leia mais

GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO

GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Está preparado para a gestão de recursos humanos na era da globalização? Desenvolver conhecimentos que permitam melhorar a gestão dos recursos humanos

Leia mais

CURSO LIDERANÇA E GESTÃO DE EQUIPAS

CURSO LIDERANÇA E GESTÃO DE EQUIPAS CURSO LIDERANÇA E GESTÃO DE EQUIPAS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy

Leia mais

Áreas de formação. Administrativa Técnicas de secretariado Preparação e condução de reuniões Protocolo empresarial

Áreas de formação. Administrativa Técnicas de secretariado Preparação e condução de reuniões Protocolo empresarial Áreas de formação Desenvolvimento pessoal Liderança e gestão de equipas Motivação Gestão de conflitos Resolução de problemas e tomada de decisão Coaching organizacional Gestão de tempo e do stress Comunicação

Leia mais

Escola Superior de Gestão de Santarém. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos. Peça Instrutória G

Escola Superior de Gestão de Santarém. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos. Peça Instrutória G Escola Superior de Gestão de Santarém Pedido de Registo do CET Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos Peça Instrutória G Conteúdo programático sumário de cada unidade de formação TÉCNICAS

Leia mais

Tipologia de Intervenção 6.4

Tipologia de Intervenção 6.4 Documento Enquadrador Tipologia de Intervenção 6.4 Qualidade dos Serviços e Organizações Acções de consultoria inseridas no processo que visa conferir uma certificação de qualidade às organizações que

Leia mais

CICLO DE FORMAÇÕES CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PROJECTO EM CONTROLO E APLICAÇÃO DE MÁQUINAS ELÉCTRICAS. Em parceria com as empresas/entidades:

CICLO DE FORMAÇÕES CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PROJECTO EM CONTROLO E APLICAÇÃO DE MÁQUINAS ELÉCTRICAS. Em parceria com as empresas/entidades: CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PROJECTO EM CONTROLO E APLICAÇÃO DE MÁQUINAS ELÉCTRICAS CICLO DE FORMAÇÕES 2012 Em parceria com as empresas/entidades: c/a participação de formadores da EDP 1 Conteúdo Ciclo de

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE 1ª EDIÇÃO Requisitos para Implementar, Elaborar e Gerir SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE LUANDA 21 e 22 de OUTUBRO de 2013 Razões pelas quais a sua presença é obrigatória Compreenda as finalidades dos SGQ

Leia mais

Curso de Gestão Para Empresários e Directores

Curso de Gestão Para Empresários e Directores Curso de Gestão Para Empresários e Directores Sob a direcção do Doutor José Nunes Maia, Professor Aposentado do ISCTE Lisboa, a MoreData pretende dar início à 1ª edição do Curso de Gestão para Empresários

Leia mais

Relatório de Avaliação. Curso: Liderança para Chefias Intermédias e Jovens Quadros

Relatório de Avaliação. Curso: Liderança para Chefias Intermédias e Jovens Quadros Relatório de Avaliação Curso: Liderança para Chefias Intermédias e Jovens Quadros Praia, 01 de Novembro de 2010 Índice 1. ENQUADRAMENTO 2. OBJECTIVOS DO DOCUMENTO PARTE I - ENQUADRAMENTO DO CURSO E METODOLOGIA

Leia mais

Lingua Espanhola - Relações Laborais - Iniciação (Ufcd 5446) Novas Oportunidades para Desempregados

Lingua Espanhola - Relações Laborais - Iniciação (Ufcd 5446) Novas Oportunidades para Desempregados tel. 213 610 650 sede.lisboa@cequal.pt Lingua Espanhola - Relações Laborais - Iniciação (Ufcd 5446) DATA: 01,03,04,08,10,12,15,17,18,22,24,26,29 de Setembro; 03 de Outubro. DURAÇÃO: 50 horas. OBJECTIVOS:

Leia mais

FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ. Associação para o Desenvolvimento de Peniche

FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ. Associação para o Desenvolvimento de Peniche FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ Associação para o Desenvolvimento de Peniche O que são as Formações Modulares Certificadas As Formações Modulares

Leia mais

Manual do Sistema de Gestão da Qualidade

Manual do Sistema de Gestão da Qualidade Formamos Pessoas! Concebemos Soluções! Manual do Sistema de Gestão da Qualidade Elaborado por Revisto por Aprovado por GT-ISO GT-ISO DT 17 de Novembro de 2011 Código do Documento : MP_DG_MSGQ Versão 2.1

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO QUALIDADE, AMBIENTE, SEGURANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL FORMAÇÃO SGS ACADEMY PORQUÊ A SGS ACADEMY? Criada, em 2003, como área de negócio da

Leia mais

1. Contextualização da segurança, higiene e saúde do trabalho no regime jurídico

1. Contextualização da segurança, higiene e saúde do trabalho no regime jurídico 1. Contextualização da segurança, higiene e saúde do trabalho no regime jurídico O documento legislativo que estabelece o regime jurídico de enquadramento da segurança, higiene e saúde no trabalho é determinado

Leia mais

CHAVE DO FUTURO. está nas tuas. mãos. Oferta. Oferta. Centro Novas Oportunidades. Ensino Nocturno. Cursos Profissionais. Cursos

CHAVE DO FUTURO. está nas tuas. mãos. Oferta. Oferta. Centro Novas Oportunidades. Ensino Nocturno. Cursos Profissionais. Cursos A CHAVE DO FUTURO está nas tuas mãos Centro Novas Oportunidades Ensino Nocturno Cursos Profissionais Cursos Científico-Humanísticos Oferta Oferta Cursos Educação e Formação ÍNDICE Cursos Científico-Humanísticos

Leia mais

Agrupamento de Escolas. Dr. Jorge Augusto Correia Tavira

Agrupamento de Escolas. Dr. Jorge Augusto Correia Tavira Agrupamento de Escolas Dr. Jorge Augusto Correia Tavira Oferta Educativa Ano Letivo 2015/2016 Cursos Vocacionais Básico Cursos Científico Humanísticos Cursos Profissionais Cursos Vocacionais Secundário

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2009

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2009 INSTITUTO POLITÉCNICO DO CÁVADO E DO AVE ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2009 PROJECTO EM SIMULAÇÃO EMPRESARIAL Índice Introdução 1 Recursos Humanos afectos ao PSE... 3 1.1 Caracterização...

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE APROVISIONAMENTO E VENDA DE PEÇAS DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE APROVISIONAMENTO E VENDA DE PEÇAS DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS TÉCNICO(A) DE APROVISIONAMENTO E VENDA DE PEÇAS DE VEÍCULOS AUTOMÓVEIS CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/7 ÁREA DE ACTIVIDADE - AUTOMÓVEL OBJECTIVO GLOBAL - Planear, organizar, acompanhar e efectuar

Leia mais

Catálogo de Formação 2013. web competircv.cv

Catálogo de Formação 2013. web competircv.cv Catálogo de Formação 2013 1 web competircv.cv Quem Somos? A Competir-Cabo Verde, Formação e Serviços, Lda, é uma empresa de direito cabo-verdiano, criada em Agosto de 2011, envolvendo capitais portugueses

Leia mais