Prefeitura Municipal de Iaçu-BA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prefeitura Municipal de Iaçu-BA"

Transcrição

1 ANO Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO.V EDIÇÃO Nº A Prefeitura Municipal de Iaçu, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. 1 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal RREO 2º BIMESTRE/2015 IAÇUBA Iaçu Bahia Gestor: Nixon Duarte Muniz Ferreira Secretário de Governo: Aqui a Prefeitura Presta contas à População dos seus Atos Editor: Instituto Nacional de D. em Adm Publica INDAP Leia o Diário Oficial do Município na Internet ACESSE Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

2 2 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL 2015 / BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ (1,00) RECEITAS RECEITAS (EXCETO INTRAORÇAMENTÁRIAS) (I) RECEITAS CORRENTES RECEITA TRIBUTARIA. Impostos Taxas RECEITA PATRIMONIAL Receitas Imobiliárias Receitas de Valores Mobiliários RECEITA DE SERVIÇOS TRANSFERÊNCIAS CORRENTES Transferencias Intergovernamentais Transferencias de Convenios OUTRAS RECEITASCORRENTES Multas e Juros Indenizacoes e Restituicoes Receitas da Divida Ativa Receitas Diversas RECEITAS DE CAPITAL Alienação de Bens Alienacao de Bens Moveis AlienacaodeBensImoveis Transferências de Capital Transferencias de Convenios , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , No Bimestre % (b/a) Até o Bim (c) % (c/a) , , , , , , , , , , , ,74 16,09 30,08 18,12 16,71 35,89 20,02 20,03 30,21 30,32 1,17 5,77 1, , , , , , , , , , , , , , , ,87 33,47 64,43 31,70 29,89 54,59 35,28 35,30 64,99 65,23 2,63 19,88 1,68 51,68 53,40 53,40 SALDO A REALIZAR (ac) , , , , , , , , , , , , , , , , , ,13 SUB TOTAL DAS RECEITAS (III) (I + II) ,76 16, ,53 33, ,71 OPERAÇÃO DE CRÉDITO / REFINANCIAMENTO (IV) Operação de Créditos Internas Mobiliária Contratual Operação de Créditos Externas Mobiliária Contratual SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (V) = (III + IV) ,76 16, ,53 33, ,71 DÉFICIT (VI) TOTAL (VII) = (V + VI) ,76 16, ,53 33, ,71 SALDOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES (UTILIZADOSPARA CRÉDITOSADICIONAIS) Superávit Financeiro Reabertura de Créditos Adicionais Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal Página1de2 Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

3 3 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL 2015 / BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ (1,00) DESPESAS DESPESA (EXCETO INTRAORÇAMENTÁRIAS) (VIII) DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DIVIDA RESERVA DE CONTINGÊNCIA t (d) , , , , , , , ,40 CRÉDITOS ADICIONAIS (e) ( ) (13.50) (36.54) (30.00) (243.86) (500.00) (500.00) (f)=(d+e) , , , , , , , ,40 DESPESAS EMPENHADAS DESPESAS LIQUIDADAS No Bimestre No Bimestre Até Bimestre (g) , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,24 % (g/f) 30,86 40,28 20,77 19,34 18,13 10,91 91,26 SALDO (fg) , , , , , , , , , ,40 SUB TOTAL DAS DESPESAS (X) (VIII + IX) , , , ,75 29, ,49 AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA / REFINANCIAMENTO Amortização da Dívida Interna Dívida Mobiliária Outras Dívidas Amortização da Dívida Externa Dívida Mobiliária Outras Dívidas SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (XII) = (X + XI) , , , ,75 29, ,49 SUPERÁVIT (XIII) ,78 TOTAL (XIV) = (XII + XIII) , , , ,53 33, ,71 FONTE: Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal NIXON DUARTE MUNIZFERREIRA NOEL ALVES DOS SANTOS PAULO ROGERIO DE ALMEIDA Prefeito SECRETÁRIO DE ADM. E FINANÇAS Contador Página2de2 Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

4 4 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL 2015 / BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO Anexo 2 (LRF, Art 52, Inciso II, Alínea "c") R$ 1,00 FUNÇÃO/ SUBFUNÇÃO Despesas Empenhadas Despesas Liquidadas No Bimestre No Bimestre Até Bimestre % (b/total b) % (b/a) SALDO (a b) Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal DESPESAS (EXCETO INTRAORÇAMENTÁRIAS) (I) , , , ,75 10 % 29,52 % ,49 Legislativa Ação Legislativa Judiciária Adminstração Geral Administração Defesa da Ordem Jurídica Adminstração Geral Administração Financeira Normatização e Fiscalização Comunicação Social InfraEstrutura Urbana Transporte Coletivos Urbanos Segurança Publica Defesa Civil Assistencia Social Adminstração Geral Assistencia ao Idoso Assistencia ao Portador de Deficiencia AssistenciaàCriançaeaoAdolescente Assistencia Comunitária Vigilancia Epidemiológica Saúde Ação Judiciaria Adminstração Geral Comunicação Social Assistencia ao Portador de Deficiencia Atenção Básica Assistencia Hospitalar e Ambulatorial Vigilancia Sanitária Vigilancia Epidemiológica Alimentação e Nutrição Educação Adminstração Geral Comunicação Social , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,82 72, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,10 859,40 859, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,00 3,49 % 3,49 % % % 18,34 % % 17,46 % % % % % 0,88 % 0,01 % 0,01 % 2,91 % 2,25 % % % 0,02 % 0,64 % % 20,37 % % 8,11 % % % 8,01 % 3,70 % 0,52 % 0,03 % % 48,77 % 3,18 % 0,05 % 27,84 % ,28 27,84 % ,28 % 1.20 % ,84 % ,98 % ,98 % ,63 % % % % ,00 33,83 % ,35 2,15 % ,81 2,15 % ,81 19,52 % ,63 29,86 % ,65 % ,00 % ,16 % ,70 10,81 % ,28 % ,15 % ,15 % ,20 % ,22 % 4.00 % ,00 22,74 % ,92 13,59 % ,40 22,61 % ,61 4,59 % % ,29 % ,98 9,11 % ,28 28,04 % ,00 Ensino Fundamental , , , , , ,69 40,34 % 41,36 % ,15 Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

5 5 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL DE 2015 / BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO Anexo 2 (LRF, Art 52, Inciso II, Alínea "c") R$ 1,00 FUNÇÃO/ SUBFUNÇÃO Despesas Empenhadas Despesas Liquidadas No Bimestre No Bimestre Até Bimestre % (b/total b) % (b/a) Educação , , , , , ,63 48,77 % 32,29 % ,98 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal Ensino Médio Ensino Superior Educação Infantil Educação de Jovens e Adultos Educação Especial Serviço da Divida Interna Cultura Adminstração Geral Difusão Cultural Direitos da Cidadania Ensino Fundamental Urbanismo Defesa Civil InfraEstrutura Urbana Serviços Urbanos Transporte Coletivos Urbanos Saneamento Básico Urbano Habitação Ordenamento Territorial Assistencia Comunitária Saneamento Saneamento Básico Rural Gestão Ambiental Preservação e Conservação Ambiental Controle Ambiental Agricultura Promoção da Produção Agropecuária Defesa Agropecuária Promoção Comercial Energia Conservação de Energia DesporteeLazer , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,06 308, , , , , , , , , , , , ,89 311, , , , , , , , , , ,84 % % 5,20 % % % % 0,43 % % 0,42 % 0,30 % 0,30 % 3,42 % % 2,06 % 1,33 % % 0,04 % 0,05 % 0,05 % % % % % % % 0,75 % 0,72 % 0,03 % % 0,03 % 0,03 % 0,50 % % % 29,78 % % % % 30,57 % 0,46 % 44,53 % 4,18 % 4,18 % 30,42 % % 38,81 % 27,52 % % 8,86 % 11,83 % 14,63 % % % % % % % 34,43 % 49,13 % 6,31 % % 6,95 % 6,95 % 28,00 % , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,16 Desporto Comunitario , , , , , ,50 0,07 % 7,76 % ,50 Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

6 6 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL DE 2015 / BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO Anexo 2 (LRF, Art 52, Inciso II, Alínea "c") R$ 1,00 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal FUNÇÃO/ SUBFUNÇÃO Despesas Empenhadas Despesas Liquidadas No Bimestre No Bimestre Até Bimestre % (b/total b) % (b/a) Desporte e Lazer , , , , , ,84 0,50 % 28,00 % ,16 Lazer Encargos Especiais Serviço da Divida Interna Outros Encargos Especiais DESPESAS INTRAORÇAMENTÁRIAS) (II) , , , , , , , , , , , , , , ,24 0,43 % 0,62 % 0,62 % % % 51,50 % 78,44 % 82,89 % % % , , , TOTAL (III) = (I + II) , , , ,75 10 % 29,52 % ,49 FONTE: NIXONDUARTE MUNIZFERREIRA NOEL ALVES DOS SANTOS PAULO ROGERIO DE ALMEIDA Prefeito SECRETÁRIO DE ADM. E FINANÇAS Contador Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

7 7 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DAEXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA RECEITACORRENTELÍQUIDA ORÇAMENTOS FISCALE DA SEGURIDADE SOCIAL Abril / 2015 RREO Anexo 3 (LRF, Art 53, inciso I) R$ 1,00 ESPECIFICAÇÃO (I) RECEITAS CORRENTES RECEITA TRIBUTARIA. Imp. Predial e Territorial Urbano Imp.s/Renda e Proventos Qualq.Natureza Imp. s/transmissao de Inter Vivos Imp.s/Servico de Qualquer Natureza Outras Receitas Tributárias Outras Receitas Tributà rias ReceitadeContribuições RECEITA PATRIMONIAL RECEITA AGROPECUÁRIA Receita Industrial RECEITA DE SERVIÇOS TRANSFERÊNCIAS CORRENTES Transferencias Intergovernamentais CotaParte do FPM CotaParte do ITR Transf.Compens.Financ.Expl.Recursos naturais Fundo Municipal de Saúde Transf. de Recursos do FNAS IGDBF Bolsa Familia PBF CRAS / PAIF PBV I Projovem PBV II Criança/Idoso PFMC II CREAS PVMC PETI PTMC PSE BPC na Escola PSB Piso Social Básico Transf. de recursos do FNDE Transf.Financeira do ICMS Deson. LC No. 87/96 Outras Transferências da União CEX Comp. Financ. Esforço Exportador Demais Transferências da União CotaPartedo ICMS CotaParte do IPVA CotaParte do IPI sobre Exportação 5/2014 6/2014 7/2014 8/2014 9/ / / /2014 1/2015 2/2015 3/2015 4/ , ,52 828, , , , , , , , ,71 25, , , , , , , , , , , ,09 211, , , , , , , , ,27 12, , , , , , , , , ,01 31, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,17 293, , , , , , , , ,58 167, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,39 834, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,53 245, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,73 169, , , , , , , , ,08 404, , , , , , , ,77 TOTAL (ÚLT.12M.) , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,00 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

8 8 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL DE 2015 / BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO Anexo 3 (LRF, Art 53, inciso I) R$ 1,00 ESPECIFICAÇÃO CotaParte Contrib. Interv.domínio EconomicoCID Cota parte do Fundo Invest.Econ.Social FIES Fundo de Cultura da BahiaFCBA (Lei ) Outras Participações na receita dos Estados FIES Outras Participações na Receita do Estado Transferência de Recursos do Estado para Program Outras Tansferencias dos Estados Transferencias Multigovernamentais Outras Transferências Correntes OUTRAS RECEITAS CORRENTES Contrib. Plano Prev. Assist.Social Servidor (II) DEDUÇÕES Contribuicoes Sociais DEDUÇÕES DA DA RECEITA CORRENTE 5/2014 6/2014 7/2014 8/2014 9/ / / /2014 1/2015 2/2015 3/2015 4/ , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,32 76, , , , , , ,80 189, , , , , , , , , , , , ,28 TOTAL (ÚLT.12M.) 265, , , , , , , , , , , , , , ,60 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal REC. CORR. LÍQUIDA (III) , , , , , , , , , , , , , ,24 FONTE: NIXONDUARTEMUNIZFERREIRA NOEL ALVES DOS SANTOS PAULO ROGERIO DE ALMEIDA Prefeito SECRETÁRIO DE ADM. EFINANÇAS Contador Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

9 9 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVOS DAS RECEITAS E DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS DO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL ORÇAMENTO DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL 2015 / BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO ANEXO 4 (LRF, Art 53, inciso II) R$ 1,00 RECEITAS / / No Bimestre RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS RPPS (EXCETO INTRAORÇAMENTÁRIAS) (I) RECEITAS CORRENTES Receita de Contribuições dos Segurados Pessoal Civil Ativo Inativo Pensionista Pessoal Militar Ativo Inativo Pensionista Outras Receitas de Contribuições Receita Patrimonial Receitas Imobiliárias Receitas de Valores Mobiliários Outras Receitas Patrimoniais Receita de Serviços Outras Receitas Correntes Compensação Previdenciária do RGPS para o RPPS Demais Receitas Correntes RECEITAS DE CAPITAL Alienação de Bens, Direitos e Ativos Amortização de Empréstimos Outras Receitas de Capital () DEDUÇÕES DA RECEITA RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS RPPS (INTRAORÇAMENTÁRIAS) (II) TOTAL DAS RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS RPPS (III) = (I + II) DESPESAS LIQUIDADAS DESPESAS / / No Bimestre DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS RPPS (EXCETO INTRAORÇAMENTÁRIAS) (IV) ADMINISTRAÇÃO Despesas Correntes Despesas de Capital PREVIDÊNCIA Pessoal Civil Aposentadorias Pensões Outros Benefícios Previdenciários Pessoal Militar Reformas Pensões Outros Benefícios Previdenciários Outras Despesas Previdenciárias Compensação Previdenciária do RPPS para o RGPS Demais Despesas Previdenciárias DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS RPPS (INTRAORÇAMENTÁRIAS) (V) TOTAL DAS DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS RPPS (VI) = (IV + V) Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal RESULTADO PREVIDENCIÁRIO (VII) = (III VI) Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

10 10 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº APORTES DE RECURSOS PARA O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR TOTAL DOS APORTES PARA O RPPS Plano Financeiro Recursos para Cobertura de Insuficiências Financeiras Recursos para Formação de Reserva Outros Aportes para o RPPS Plano Previdenciário Recursos para Cobertura de Déficit Financeiro Recursos para Cobertura de Déficit Atuarial Outros Aportes para o RPPS No Bimestre / 2015 / 2014 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal RESERVA ORÇAMENTÁRIA DO RPPS ORÇAMENTÁRIA VALOR 0 CAIXA BANCOS CONTA MOVIMENTO INVESTIMENTOS OUTROS BENS E DIREITOS BENS E DIREITOS DO RPPS Fevereiro PERÍODO DE REFERÊNCIA RECEITAS INTRAORÇAMENTÁRIAS RPPS No Bimestre / 2015 / 2014 RECEITAS CORRENTES (VIII) Receita de Contribuições Patronal Pessoal Civil Ativo Inativo Pensionista Pessoal Militar Ativo Inativo Pensionista Para Cobertura de Déficit Atuarial Em Regime de Débitos e Parcelamentos Receita Patrimonial ReceitadeServiços Outras Receitas Correntes RECEITAS DE CAPITAL (IX) Alienação de Bens Amortização de Empréstimos Outras Receitas de Capital DEDUÇÕES DA RECEITA (X) TOTAL DAS RECEITAS PREV. INTRAORÇAMENTÁRIAS (XI) = (VIII + IX X) DESPESAS LIQUIDADAS DESPESAS INTRAORÇAMENTÁRIAS RPPS / / No Bimestre ADMINISTRAÇÃO (XII) Despesas Correntes Despesas de Capital TOTAL DAS DESPESAS PREV. INTRAORÇAMENTÁRIAS (XIII) = (XII) FONTE: NIXON DUARTE MUNIZ FERREIRA Prefeito NOEL ALVES DOS SANTOS SECRETÁRIO DE ADM. E FINANÇAS PAULO ROGERIO DE ALMEIDA Contador Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

11 11 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº PREFEITURA MUNICIPAL DE IAÇU RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DO RESULTADO NOMINAL ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL DE 2015 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal RREOANEXO5(LRF,art53,incisoIII) R$ 1,00 SALDO DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA Em 31/Dez/2014 Em 28/02/2015 Em 30/04/2015 (c) DÍVIDA CONSOLIDADA (I) DEDUÇÕES (II) Disponibilidade de Caixa bruta Demais Haveres Financeiros () Restos a Pagar Processados (Exceto precatórios) DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA (III) = (I II) RECEITA DE PRIVATIZAÇÕES (IV) PASSIVOS RECONHECIDOS (V) , , , , , , , , , , , , , , , ,73 DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA (VI) = (III + IV V) , , ,73 PERÍODO DE REFERÊNCIA RESULTADO NOMINAL No Bimestre (cb) (ca) VALOR , ,89 DISCRIMINAÇÃO DA META FISCAL VALOR CORRENTE META DE RESULTADO NOMINAL FIXADA NO ANEXO DE METAS FISCAIS DA LDO P/ O EXERCÍCIO DE REF ,41 REGIME PREVIDENCIÁRIO DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA Em 31/Dez/2014 DÍVIDA CONSOLIDADA PREVIDENCIÁRIA (VII) Passivo Atuarial Demais Dívidas DEDUÇÕES (VIII) Disponibilidade de Caixa Bruta Investimentos Demais Haveres Financeiros () Restos a Pagar Processados DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA (IX) = (VII VIII) PASSIVOS RECONHECIDOS (X) DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA (XI) = (IX X) FONTE: Sistema Freire, Unidade Responsável Prefeitura Municipal de Iaçu SALDO Em 2015 Em 2015 (c) NÃOHÁMOVIMENTAÇÃOFINANCEIRA Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

12 12 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DO RESULTADO PRIMÁRIO MUNICÍPIOS ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL MARÇO ABRIL DE 2015 / MARÇO ABRIL RREO Anexo 6 (LRF, art 53, inciso III) R$ 1,00 RECEITAS PRIMARIAS No Bimestre / 2015 / 2014 RECEITAS PRIMÁRIAS CORRENTES (I) Receita Tributárias IPTU ISS ITBI IRRF Outras Receitas Tributárias ReceitadeContribuições Receita Previdenciárias Outras Receitas de Contribuições Receita Patrimonial Líquida Receita Patrimonial ( ) Aplicações Financeiras Transferências Correntes FPM ICMS Convênios Outras Transferências Correntes Demais Receitas Correntes Dívida Ativa Diversas Receitas Correntes RECEITAS DE CAPITAL (II) Operações de Crédito (III) Amortização de Empréstimos (IV) Alienação de Bens (V) Transferências de Capital Convênios Outras Transferências de Capital Outras Receitas de Capital RECEITAS PRIMÁRIAS DE CAPITAL (VI) = (II III IV V) , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,98 169, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , RECEITA PRIMARIA TOTAL (VII) = (I + VI) , , , ,07 DESPESAS FISCAIS DESPESAS CORRENTES (VIII) Pessoal e Encargos Sociais Juros e Encargos da Dívida (IX) Outras Despesas Correntes DESPESAS PRIMÁRIAS CORRENTES (X) = (VIII IX) DESPESAS DE CAPITAL (XI) Investimentos Inversões Financeiras Concessão de Emprestimos (XII) Aquisição de Título de Capital já Integralizado (XIII) Demais Inversões Financeiras Amortização da Dívida (XIV) DESPESAS PRIMÁRIAS DE CAPITAL (XV) = (XI XII XIII XIV) RESERVA DE C0NTINGÊNCIA (XVI) RESERVA DO RPPS (XVII) , , , , , , , , ,40 DESPESAS LIQUIDADAS No Bimestre / 2015 / , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,24 DESPESA PRIMÁRIA TOTAL (XVIII) = (X + XV + XVI + XVII) , , , ,92 RESULTADO PRIMÁRIO (XIX) = (VII XVIII) , , , ,15 SALDO DOS EXERCÍCIOS ANTERIORES DISCRIMINAÇÃO DA META FISCAL META DE RESULTADO PRIMÁRIO FIXADA NO ANEXO DE METAS FISCAIS DA LDO P ARA O EXERCÍCIO DE REFERÊNCIA FONTE: NIXON DUARTE MUNIZ FERREIRA Prefeito NOEL ALVES DOS SANTOS SECRETÁRIO DE ADM. E FINANÇAS VALOR CORRENTE PAULO ROGERIO DE ALMEIDA Contador ,44 Página1de1 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

13 13 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR POR PODER E ÓRGÃO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL 2015 / BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO Anexo 7 (LRF, art. 53, inciso V) R$ 1,00 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal RESTOS A PAGAR PROCESSADOS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS Inscritos Inscritos PODER / ORGÃO Em Exercícios Em 31 de Pagos Cancelados Saldo Em Exercícios Em 31 de Liquidados Pagos Cancelados Saldo Anteriores dezembro de dezembro de Anteriores RESTOSAPAGAR (EXCETOINTRAORCAMENTÁR EXECUTIVO FMS IACU LEGISLATIVO RESTOSAPAGAR (INTRAORCAMENTÁRIOS) (II) 8.801, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,49 TOTAL (III) = (I + II) 8.801, , , , , ,58 FONTE: NIXONDUARTEMUNIZFERREIRA NOEL ALVES DOS SANTOS PAULO ROGERIO DE ALMEIDA Prefeito SECRETÁRIO DE ADM. E FINANÇAS Contador Página1de1 Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

14 14 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS COM MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MDE ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL 2015/ BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO Anexo 8 (LDB. art 72) R$ 1,00 RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS ( caput do art. 212 da Constituição) 1 RECEITA DE IMPOSTOS 1.1 Receita Resultante de Impostos sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana IPTU IPTU Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do IPTU 1.1.3DívidaAtivadoIPTU Multas, Juros de Mora Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do IPTU (...) Deduções da Receita do IPTU 1.2 Receita Resultante do Impostos sobre Transmissão Inter Vivos ITBI ITBI Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do ITBI 1.2.3DívidaAtivadoITBI Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do ITBI () Deduções da Receita do ITBI 1.3 Receita Resultante do Impostos sobre Serviços de Qualquer Natureza ISS ISS Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do ISS 1.3.3DívidaAtivadoISS Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do ISS () Deduções da Receita do ISS 1.4 Receita Resultante do Impostos de Renda Retido na Fonte IRRF IRRF Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do IRRF Dívida Ativa do IRRF Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do IRRF () Deduções da Receita do IRRF 1.5 Receita Resultante do Impostos Territorial Rural ITR (CF, art. 153, 4, inciso III ITR Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do ITR Dívida Ativa do ITR Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do ITR () Deduções da Receita do ITR 2 RECEITA DE TRANSFERÊNCIAS CONSTITUCIONAIS E LEGAIS 2.1 CotaParte FPM Parcela referente à CF, art. 159, I, aínea b Parcela referente à CF, art. 159, I, aínea d 2.2 CotaParte ICMS 2.3 ICMSDesoneração I, C, n 87/ CotaParte IPIExportação 2.5 CotaParte ITR 2.6 CotaParte IPVA 2.7 CotaParte IOFOuro RECEITAS DO ENSINO , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,00 No Bimestre , ,33 169, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,65 %(c) (b/a) x TOTAL DA RECEITA DE IMPOSTOS (1+2) , , , ,74 31,17 RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO 4 RECEITA DA APLICAÇÃO FINANCEIRA DE OUTROS RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO 5 RECEITA DE TRANSFERÊNCIAS DO FNDE 5.1 Transferências do SalárioEducação 5.2 Outras Transferências do FNDE 5.3 Aplicação Financeira dos Recursos do FNDE 6 RECEITA DE TRANSFERÊNCIAS DE CONVÊNIOS 6.1 Transferências de Convênios 6.2 Aplicação Financeira dos Recursos de Convênios 7 RECEITA DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO 8 OUTRAS RECEITAS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO , , , , , , No Bimestre , , , , , ,27 29,80 12,34 1,65 27,11 41,25 41,28 32,11 32,18 25,58 25,58 31,30 32,24 32,24 27,82 25,11 29,45 6,32 33,09 %(c) (b/a) x TOTAL DAS RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO ( ) , , , ,39 47,76 FUNDEB RECEITAS DO FUNDEB 10 RECEITAS DESTINADAS AO FUNDEB 10.1 CotaParte FPM Destinada ao FUNDEB (20% de 2.1.1) 10.2 CotaParte ICMS Destinada ao FUNDEB (20% de 2.2) 10.3 ICMSDesoneração Destinada ao FUNDEB (20% de 2.3) 10.4 CotaParte IPIExportação Destinada ao FUNDEB (20% de 2.4) 10.5 CotaParte ITR ou ITR Arrecadados Destinados ao FUNDEB (20% de ( ) 10.6 CotaParte IPVA Destinada ao FUNDEB (20% de 2.6) 11 RECEITAS RECEBIDAS DO FUNDEB 11.1 Transferências de Recursos do FUNDEB 11.2 Complementação da União ao FUNDEB 11.3 Receita de Aplicação Financeira dos Recursos do FUNDEB , , , , , ,00 No Bimestre , , , , , ,22 48,36 52,18 45,85 % (c) (b/a) x RESULTADO LÍQUIDO DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEB ( ) , , , ,54 27,51 [SE RESULTADO LÍQUIDO DA TRANFERÊNCIA (11) > 0 ] = ACRÉSCIMO RESULTANTE DAS TRANFERÊNCIAS DO FUNDEB [SE RESULTADO LÍQUIDO DA TRANFERÊNCIA (11) < 0 ] = DECRÉSCIMO RESULTANTE DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEB 39,43 27,51 621,52 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

15 15 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RREO Anexo 8 (LDB. art 72) R$ 1,00 DESPESAS LIQUIDADAS DESPESAS DO FUNDEB (d) No Bimestre (e) %(f) (e/d) x PAGAMENTO DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO 13.1 Com Educação Infantil 13.2 Com Ensino Fundamental 14 OUTRAS DESPESAS 14.1 Com Educação Infantil 14.2 Com Ensino Fundamental 15 TOTAL DAS DESPESAS DO FUNDEB ( ) Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal DEDUÇÕES PARA FINS DE LIMITE DO FUNDEB PARA PAGAMENTO DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO VALOR 16 RESTOS A PAGAR INSCRITOS NO EXERCÍCIO SEM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DO FUNDEB 17 DESPESAS CUSTEADAS COM O SUPERÁVIT FINANCEIRO, DO EXERCÍCIO ANTERIOR, DO FUNDEB 18 TOTAL DAS DEDUÇÕES CONSIDERADAS PARA FINS DE LIMITE DO FUNDEB ( ) 19 MÍNIMO DE 60% DO FUNDEB NA REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO COM EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL¹((13 18)/(11)x100)% CONTROLE DA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS NO EXERCÍCIO SUBSEQUENTE 20 RECURSOS RECEBIDOS DO FUNDEB EM 2014 QUE NÃO FORAM UTILIZADOS ,42 21 DESPESAS CUSTEADAS COM O SALDO DO ITEM 20 ATÉ O 1º TRIMESTRE DE 2015² MANUTENÇÃOE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO DESPESAS CUSTEADAS COM A RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS E RECURSOS DO FUNDEB VALOR RECEITAS COM AÇÕES TÍPICAS DE MDE No Bimestre %(c) (b/a) x IMPOSTOS E TRANSFERÊNCIAS DESTINADAS À MDE (25% DE 3)³ , , , ,69 31,17 DESPESAS COM AÇÕES TÍPICAS DE MDE No Bimestre DESPESAS LIQUIDADAS %(c) (b/a) x EDUCAÇÃO INFANTIL 23.1 Despesas Custeadas com Recursos do FUNDEB 23.2 Despesas Custeadas com Outros Recursos de Impostos 24 ENSINO FUNDAMENTAL 24.1 Despesas Custeadas com Recursos do FUNDEB 24.2 Despesas Custeadas com Outros Recursos de Impostos 25 ENSINO MÉDIO 26 ENSINO SUPERIOR 27 ENSINO PROFISSIONALNÃO INTEGRADO AO ENSINO REGULAR 28 OUTRAS 29 TOTAL DAS DESPESAS COM AÇÕES TÍPICAS DE MDE ( ) DEDUÇÕES CONSIDERADAS PARA FINS DE LIMITE CONSTIRUCIONAL VALOR 30 RESULTADO LÍQUIDO DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEB = (12) ,54 31 DESPESAS CUSTEADAS COM A COMPLEMENTAÇÃO DO FUNDEB NO EXERCÍCIO ,22 32 RECEITA DE APLICAÇÃO FINANCEIRA DOS RECURSOS DO FUNDEB ATÉ O BIMESTRE = (50 h) 33 DESPESAS CUSTEADAS COM O SUPERÁVIT FINANCEIRO, DO EXERCÍCIO ANTERIOR, DO FUNDEB 34 DESPESAS CUSTEADAS COM O SUPERÁVIT FINANCEIRO, DO EXERCÍCIO ANTERIOR, DE OUTROS RECURSOS DE IMPOSTOS 35 RESTOS A PAGAR INSCRITOS NO EXERCÍCIO SEM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO 36 CANCELAMENTO, NO EXERCÍCIO, DE RESTOS A PAGAR INSCRITOS COM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO = (46 g) 37 TOTAL DAS DEDUÇÕES CONSIDERADAS PARA FINS DE LIMITE CONSTITUCIONAL ( ) ,76 38 TOTAL DAS DESPESAS PARA FINS DE LIMITE (( ) (37)) ( ,76) 39 MÍNIMO DE 25% DAS RECEITAS RESULTANTES DE IMPOSTOS EM MDE ((38)/(3) x 100)% (87,30) OUTRAS DESPESAS CUSTEADAS COM RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCEAMENTO DO ENSINO 40 DESPESAS CUSTEADAS COM A APLICAÇÃO FINANCEIRA DE OUTROS RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO 41 DESPESAS CUSTEADAS COM A CONTRIBUIÇÃO SOCIAL DO SALÁRIOEDUCAÇÃO 42 DESPESAS CUSTEADAS COM OPERAÇÕES DE CRÉDITO 43 DESPESAS CUSTEADAS COM OUTRAS RECEITAS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO 44 TOTAL DAS OUTRAS DESPESAS CUSTEADAS COM RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO ( ) OUTRAS INFORMAÇÕES PARA CONTROLE No Bimestre DESPESAS LIQUIDADAS %(c) (b/a) x TOTAL GERAL DAS DESPESAS COM MDE ( ) RESTOS A PAGAR INSCRITOS COM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO SALDO ATÉ BIMESTRE CANCELADO EM 2015 (g) 46 RESTOS A PAGAR DE DESPESAS COM MDE 4.72 FLUXO FINANCEIRO DOS RECURSOS 47 SALDO FINANCEIRO EM 31 DE DEZEMBRO DE (+) INGRESSO DE RECURSOS ATÉ O BIMESTRE 49 () PAGAMENTOS EFETUADOS ATÉ O BIMESTRE 50 (+) RECEITA DE APLICAÇÃO FINANCEIRA DOS RECURSOS ATÉ O BIMESTRE 51 (=) SALDO FINANCEIRO NO EXERCÍCIO ATUAL FUNDEB (h) VALOR FUNDEF Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

16 16 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RREO Anexo 8 (LDB. art 72) R$ 1,00 FONTE: 1 Limite mínimos anuais a serem cumpridos no encerramento do exercício. 2 Art. 21, 2º, Lei /2007: " Até 5% dos recursos recebidos à conta dos Fundos, inclusive relativos à complementação da União recebidos nos termos do 1º do art. 6º desta Lei, poderão ser utilizados no 1º trimestre do exercício imediatamente subsequente, mediante abertura de crédito adicional" 3 Caput do art. 212 da CF/ Os valores referentes à parcela dos Resos a Pagar inscritos sem disponibilidade financeira vinculada à educação deverão ser informados somente no RREO do último bimestre do exercício. 5 Limites mínimos anuais a serem cumpridos no encerramento do exercício, no âmbito de atuação prioritária, conforme LDB, art. 11, V. Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal NIXON DUARTE MUNIZ FERREIRA Prefeito NOEL ALVES DOS SANTOS SECRETÁRIO DE ADM. E FINANÇAS PAULO ROGERIO DE ALMEIDA Contador Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

17 17 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO E DESPESAS DE CAPITAL ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL 2015 / BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO ANEXO 9 (LRF, art. 53, 1º, inciso I) R$ 1,00 Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal RECEITAS SALDO A REALIZAR (c) = (ab) RECEITAS DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO (I) DESPESAS EXECUTADAS SALDO A EXECUTAR DESPESAS LIQUIDADAS INSCRITOS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (d) (e) (f) (g)=(d)(e+f) DESPESAS DE CAPITAL , , ,11 () Incentivos Fiscais a Contribuinte () Incentivos Fiscais a Contribuinte por Instituições Financeiras DESPESA DE CAPITAL LÍQUIDA (II) , , ,11 RESULTADO PARA APURAÇÃO DA REGRA DE OURO (III) = (III) (ad) (e+f) (cg) ( ,25) ( ,14) ( ,11) FONTE: <Operações de Crédito descritos na CF, art. 167, inciso III> Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço, nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b) Despesas empenhadas mas não liquidadas, inscritas em Restos a Pagar não processados, consideradas liquidadas no encerramento do exercício, por força do art.35, inciso II da Lei 4.320/64. Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

18 18 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA PROJEÇÃO ATUARIAL DO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL 2014 à 2089 RREO ANEXO 10 (LRF, art. 53, 1º, inciso II) R$ 1,00 EXERCÍCIO RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS RESULTADO PREVIDENCIÁRIO (c) = (ab) SALDO FINANCEIRO DO EXERCÍCIO (d) = ("d" exercício anterior) + (c) Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

19 19 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RREO ANEXO 10 (LRF, art. 53, 1º, inciso II) R$ 1,00 EXERCÍCIO RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS FONTE: DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS RESULTADO PREVIDENCIÁRIO (c) = (ab) SALDO FINANCEIRO DO EXERCÍCIO (d) = ("d" exercício anterior) + (c) Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

20 20 Prefeitura Municipal de IaçuBA DO MUNICÍPIO DE IAÇU BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA RECEITA DE ALIENAÇÃO DE ATIVOS E APLICAÇÃO DOS RECURSOS ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A ABRIL 2015 / BIMESTRE MARÇO ABRIL RREO ANEXO 11 (LRF, art. 53, 1º, inciso III) R$ 1,00 RECEITAS SALDO A REALIZAR (c) = (ab) RECEITAS DE CAPITAL ALIENAÇÃO DE ATIVOS (I) AlienaçãodeBensMóveis Alienação de Bens Imóveis TOTAL Este documento foi assinado digitalmente por certificação ICPBRASIL / Versão eletrônica disponível pelo portal DESPESAS (APLICAÇÃO DOS RECURSOS DA ALIENAÇÃO DE ATIVOS) (d) DESPESAS EXECUTADAS LIQUIDADAS (e) INSCRITAS EM RESTOS APAGARNÃO PROCESSADOS (f) SALDO A EXECUTAR (g)=(d)(e+f) APLICAÇÃO DOS RECURSOS DA ALIENAÇÃO DE ATIVOS (II) DESPESAS DE CAPITAL Investimentos Inversões Financeiras Amortização da Dívida DESPESAS CORRENTES DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA Regime Geral da Previdência Social Regime Próprio de Previdência dos Servidores TOTAL SALDO FINANCEIRO A APLICAR 2014 (h) 2015 (i) = (e+f) SALDO ATUAL (j) = (h+i) VALOR (III) FONTE: Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidas são consid eradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não l iquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas Liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço, nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b) Despesas empenhadas, mas não liquidadas, inscritos em restos a pagar não processados, consideradas liquidadas no enceramento do exercício, por força do art. 35 inciso II da Lei 4.320/ 64 Avenida Manoel Justiniano de Moura Medrado, s/n, CEP , Centro Iaçu/Ba Tel: (75) Instituto Nacional de Desenvolvimento em Administração Publica INDAP, CNPJ: /000154, SITE. / .

PREFEITURA MUNICIPAL DE JACOBINA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE JACOBINA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO ABRIL 2015/ BIMESTRE MARÇOABRIL RREO ANEXO I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ 1,00 RECEITAS PREVISÃO

Leia mais

Diário Oficial. Prefeitura Municipal de Ichú Ba. Ano VI - Edição Ordinária n º. 480 26 de março de 2015- Pg1/23 PREFEITURA MUNICIPAL ICHU - BAHIA

Diário Oficial. Prefeitura Municipal de Ichú Ba. Ano VI - Edição Ordinária n º. 480 26 de março de 2015- Pg1/23 PREFEITURA MUNICIPAL ICHU - BAHIA Diário Oficial Prefeitura Municipal de Ichú Ba Ano VI - Edição Ordinária n º. 480 26 de março de 2015- Pg1/23 GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 021/2015 DE 26 DE MARÇO DE 2015. Reajusta os vencimentos dos cargos

Leia mais

Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS

Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS Imprimir Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS Riacho da Cruz - RN Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo

Leia mais

Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS

Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS Imprimir Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS Ruy Barbosa - RN Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo das

Leia mais

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A DEZEMBRO 2014/ BIMESTRE NOVEMBRODEZEMBRO RREO ANEXO I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santana

Prefeitura Municipal de Santana Segunda 30 de janeiro de 2012 Prefeitura Municipal de Santana 6 Bimestre e 3 de 2011 http://www.tribunanet.com.br/?tipo=1&gs=2&cidade=20&anos=&imagefield.x=51&imagefield.y=17 Prefeitura Municipal de Santana

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA Página 1 de 28 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas a e b do inciso II e 1º) R$ RECEITAS PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS NO BIMESTRE % ATÉ BIMESTRE

Leia mais

RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS

RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS Governo Municipal de Lagoa de Dentro DEMONSTR. DAS RECEITAS E DESPESAS Pag.: 0001 RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS INICIAL ATUALIZADA

Leia mais

RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS

RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS Governo Municipal de Pacajá DEMONSTR. DAS RECEITAS E DESPESAS Pag.: 0001 RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS INICIAL ATUALIZADA NO BIMESTRE

Leia mais

CONSOLIDAÇÃO ORÇAMENTÁRIA

CONSOLIDAÇÃO ORÇAMENTÁRIA CAPITULO III CONSOLIDAÇÃO ORÇAMENTÁRIA ADMINISTRAÇÃO DIRETA 31 3 CONSOLIDAÇÃO ORÇAMENTÁRIA - ADMINISTRAÇÃO DIRETA 3.1 DOS BALANÇOS 3.1.1 - Resultado Financeiro do Exercício Considerando que a receita arrecadada

Leia mais

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro:

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro: Anexo I - Regras de Validação - RREO O presente anexo possui o objetivo de apresentar a estrutura das mensagens de erros emitidas quando o sistema encontra alguma inconsistência na validação das fórmulas

Leia mais

ANEXO DE RISCOS FISCAIS TABELA 1 - DEMONSTRATIVO DE RISCOS FISCAIS E PROVIDÊNCIAS 2013 ARF (LRF, art. 4º, 3º) PASSIVOS CONTINGENTES PROVIDÊNCIAS Descrição Valor Descrição Valor Abertura de créditos adicionais

Leia mais

Prefeitura Da Cidade do Rio de Janeiro Controladoria Geral do Município Subcontroladoria de Integração de Controles Contadoria Geral

Prefeitura Da Cidade do Rio de Janeiro Controladoria Geral do Município Subcontroladoria de Integração de Controles Contadoria Geral 1 RELATÓRIO DE DESEMPENHO DA PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO FRENTE À LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL NO EXERCÍCIO DE 2012 Este relatório tem por objetivo abordar, de forma resumida, alguns aspectos

Leia mais

Segunda-feira, 13 de Abril de 2015 Edição N 385

Segunda-feira, 13 de Abril de 2015 Edição N 385 CONSÓRCIO JACUÍPE CNPJ: 16.749.050/0001-06 Rua Manoel Gonçalves, 45, Centro 44.610-000 Pintadas Bahia cdsjacuipe@yahoo.com.br AVISO DE LICITAÇÃO CONSÓRCIO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO TERRITÓRIO BACIA

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE FOMENTO À HABITAÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DE FOMENTO À HABITAÇÃO SEMANÁRIO OFICIAL João Pessoa, 27 de julho de 212 * n 1332 ESPECIAL * Pág. 11/66 SECRETARIA MUNICIPAL DE FOMENTO À HABITAÇÃO Pág. 12/66 * n 1332 ESPECIAL * João Pessoa, 27 de julho de 212 SEMANÁRIO OFICIAL

Leia mais

Diário Oficial ÓRGÃO OFICIAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA FRIBURGO

Diário Oficial ÓRGÃO OFICIAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA FRIBURGO Diário Oficial R$ 0,50 ÓRGÃO OFICIAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA FRIBURGO PUBLICAÇÃO DA SUBSECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL ANO IV - EDIÇÃO N. 116-2 de abril de 2014 www.pmnf.rj.gov.br Saúde Bucal

Leia mais

Prefeitura Municipal de Capela do Alto Alegre-BA

Prefeitura Municipal de Capela do Alto Alegre-BA ANO. 2015 Prefeitura Municipal de Capela do Alto AlegreBA DO MUNICÍPIO DE CAPELA DO ALTO ALEGRE BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº 00652 A Prefeitura Municipal de Capela do Alto Alegre, Estado Da Bahia Visando a Transparência

Leia mais

RECEITAS DO ENSINO PREVISÃO INICIAL

RECEITAS DO ENSINO PREVISÃO INICIAL RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS (caput do art. 212 da Constituição) RECEITAS DO ENSINO 1 - RECEITA DE IMPOSTOS 666.027,96 666.027,96 543.552,01 81,61 1.1- Receitas Resultante Imposto s/ Propriedade Predial

Leia mais

Anexo 12 - Balanço Orçamentário

Anexo 12 - Balanço Orçamentário Anexo 12 - Balanço Orçamentário BALANÇO ORÇAMENTÁRIO EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS) : DATA DE EMISSÃO: PÁGINA: PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS SALDO RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS INICIAL ATUALIZADA REALIZADAS (a) (b) c

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA AUDIÊNCIA PÚBLICA AVALIAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS METAS 3º QUADRIMESTRE DE 2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA AUDIÊNCIA PÚBLICA AVALIAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS METAS 3º QUADRIMESTRE DE 2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA AUDIÊNCIA PÚBLICA AVALIAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS METAS 3º QUADRIMESTRE DE 2011 LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL DA TRANSPARÊNCIA DA GESTÃO FISCAL Art. 48. São instrumentos

Leia mais

DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS COM MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO - MDE ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL RECEITAS DO ENSINO

DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS COM MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO - MDE ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL RECEITAS DO ENSINO RECEITAS DO ENSINO RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS (caput do art. 212 da Constituição) INICIAL (a) No Bimestre 1. RECEITA DE IMPOSTOS 508.511.839,00 508.511.839,00 99.498.308,43 191.352.419,40 37,63 1.1-

Leia mais

VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64

VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64 VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64 Apresentação Este volume compõe o Balanço Geral do Estado do exercício financeiro 2010. Nele são apresentados os anexos exigidos na LEI 4.320/64. LUIZ MARCOS DE LIMA SUPERINTENDENTE

Leia mais

Poder Executivo. Manaus, quarta-feira, 30 de maio de 2012. Ano XIII, Edição 2939 - R$ 1,00

Poder Executivo. Manaus, quarta-feira, 30 de maio de 2012. Ano XIII, Edição 2939 - R$ 1,00 Manaus, quarta-feira, 30 de maio de 2012. Ano XIII, Edição 2939 - R$ 1,00 Poder Executivo DECRETO Nº 1.647, DE 30 DE MAIO DE 2012 MODIFICA o item 42 do Anexo Único do Decreto nº 0593, de 12 de julho de

Leia mais

Novas Portarias da STN: Alterações nos Demonstrativos Fiscais da LRF

Novas Portarias da STN: Alterações nos Demonstrativos Fiscais da LRF Novas Portarias da STN: Alterações nos Demonstrativos Fiscais da LRF Edson Ronaldo Nascimento (edson.nascimento@fazenda.gov.br) José Carlos Gerardo (jose.gerardo@fazenda.gov.br) Este texto expressa as

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2015. (Diário Oficial de Contas de 01.12.2015)

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2015. (Diário Oficial de Contas de 01.12.2015) INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2015 (Diário Oficial de Contas de 01.12.2015) Estabelece diretrizes para a prestação das contas anuais do Chefe do Poder Executivo Municipal referente ao exercício de 2015 e dá

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SUMARÉ

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SUMARÉ LEI Nº 5456, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2012. Estima a receita e fixa a despesa do Município de Sumaré para o exercício financeiro de 2013, e dá outras providências.- O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SUMARÉ seguinte

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015.

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. Torna público o Relatório Resumido da Execução Orçamentária da Administração Direta e Indireta, relativo aos meses de

Leia mais

Balancete Financeiro - RECEITA

Balancete Financeiro - RECEITA Balancete Financeiro Pagina 1/6 RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 5.554.843,81 55.865.864,51 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 596.903,38 5.277.172,60 1.1.1.0.00.00.00.00

Leia mais

SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL SUBSECRETARIA DE CONTABILIDADE PÚBLICA

SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL SUBSECRETARIA DE CONTABILIDADE PÚBLICA DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM FOZ DO IGUAÇU ATO DECLARATÓRIO EXECUTIVO Nº 8, DE 26 DE SETEMBRO DE 204 Inscrição no Registro de Despachantes Aduaneiros. O DELEGADO DA DELEGACIA DA RECEITA FEDE-

Leia mais

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro:

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro: Anexo I - Regras de Validação DCA 2014 O presente anexo possui o objetivo de apresentar a estrutura das mensagens de erros emitidas quando o sistema encontra alguma inconsistência na validação das fórmulas

Leia mais

Página 1 de 2 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 RECEITAS DEMONSTRATIVO SIMPLIFICADO DO BALANÇO ORÇAMENTÁRIO No Até o Previsão Inicial da Receita 12.754.142,30 12.754.142,30 Previsão Atualizada da Receita 12.754.142,30

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRINHOS DO SUL

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRINHOS DO SUL 4.0.0.0.0.00.00.00.00.00 RECEITAS 1.124.474,93 1.124.474,93 4.1.0.0.0.00.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 752.473,49 752.473,49 4.1.1.0.0.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 12.068,76 12.068,76 4.1.1.1.0.00.00.00.00.00

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Vitória

Prefeitura Municipal de Santa Vitória Estado de Minas Gerais 000 - CONSOLIDADO Período: 01-02-2015 a 28-02-2015 01021 25-03-2015 10:43:32 1.0.0.0.00.00.00 Receitas Correntes 104.781.529,32 7.967.161,22 17.057.545,28 1.1.0.0.00.00.00 Receita

Leia mais

RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA MANUAL DE ELABORAÇÃO REVISÃO 2006 SÍNTESE DAS ALTERAÇÕES

RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA MANUAL DE ELABORAÇÃO REVISÃO 2006 SÍNTESE DAS ALTERAÇÕES RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA MANUAL DE ELABORAÇÃO REVISÃO 2006 SÍNTESE DAS ALTERAÇÕES PORTARIA Nº 633, DE 30 DE AGOSTO DE 2006 A Portaria nº 633, 30 agosto 2006, foi publicada no Diário

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Estudo Técnico n.º 17/2013 CÂMARA DOS DEPUTADOS OBRIGATORIEDADE DE APLICAÇÃO DO EXCESSO DE ARRECADAÇÃO DOS RECURSOS QUE COMPÕEM O FUNDEB E DAQUELES DESTINADOS À MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VARGEM BONITA - M.G Livro Nº 18 Folha Nº 015

PREFEITURA MUNICIPAL DE VARGEM BONITA - M.G Livro Nº 18 Folha Nº 015 Folha Nº 015 LEI Nº. 1.058/2014 ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO PARA O EXERCÍCIO DE 2015 O Prefeito do Município: Faço saber que a Câmara Municipal de Vargem Bonita aprovou e eu sanciono

Leia mais

Sistema de Informações para Auditoria e Prestação de Contas. Manual Técnico. Volume III. Recurso Vinculado

Sistema de Informações para Auditoria e Prestação de Contas. Manual Técnico. Volume III. Recurso Vinculado Sistema de Informações para Auditoria e Prestação de Contas Manual Técnico Volume III Recurso Vinculado Aplicável aos Órgãos, Entidades e Consórcios Públicos municipais regidos pela Lei Federal nº 4.320/64

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA...para Demonstrar e Avaliar o Cumprimento das Metas Fiscais referentes ao terceiro quadrimestre do exercício de 2012

AUDIÊNCIA PÚBLICA...para Demonstrar e Avaliar o Cumprimento das Metas Fiscais referentes ao terceiro quadrimestre do exercício de 2012 AUDIÊNCIA PÚBLICA...para Demonstrar e Avaliar o Cumprimento das Metas Fiscais referentes ao terceiro quadrimestre do exercício de 2012 PREFEITURA DE SÃO JOSÉ SECRETARIA DE FINANÇAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Leia mais

SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE MONDAI

SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE MONDAI SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE MONDAI Receita Prevista e Realizada - Balanço Orçamentário (Artigo 2º, Inciso XIV da I.N. nº 028/1999) Admiministração Direta, Indireta e Fundacional Títulos Orçada

Leia mais

Diário Oficial dos Municípios

Diário Oficial dos Municípios Quinta-Feira, 26 de Março de 2015 Instituído pela Resolução 001 de 04 de Outubro de 2011 Ano IV Edição Nº 0819 Página 1 / 376 AMPÉRE SUMÁRIO INICIO Prefeitura Municípios AMPÉRE...01 BARRACÃO...02 BELA

Leia mais

R E C E I T A G E R A L RECURSOS DE TODAS AS FONTES

R E C E I T A G E R A L RECURSOS DE TODAS AS FONTES TESOURO OUTRAS FONTES T O T A L ----------------------------------------------------------------------------------------------------- CÓDIGO E S P E C I F I C A Ç Ã O RECURSOS OUTROS TOTAL RECURSOS OUTROS

Leia mais

Betha Sistemas. Exercício de 2008. Diferenças Para Menos. Títulos Orçada Arrecadada Para mais

Betha Sistemas. Exercício de 2008. Diferenças Para Menos. Títulos Orçada Arrecadada Para mais RECEITAS 7.755.352,00 9.068.424,29 1.699.148,82 386.076,53 RECEITAS CORRENTES 7.046.205,00 7.954.527,74 1.088.160,33 179.837,59 RECEITA TRIBUTARIA 439.958,00 838.479,87 410.757,10 12.235,23 IMPOSTOS 367.368,00

Leia mais

6,37 0,01 6,36 551.959,49 2.074.160,73 1.471.280,76 1.154.839,46 51.738,32 22.836,64 11.427,71 40.329,39 111129900000 OUTROS BANCOS CONTA MOVIMENTO

6,37 0,01 6,36 551.959,49 2.074.160,73 1.471.280,76 1.154.839,46 51.738,32 22.836,64 11.427,71 40.329,39 111129900000 OUTROS BANCOS CONTA MOVIMENTO 111110100000 CAIXA 6,37 0,01 6,36 111120200000 BANCO DO BRASIL S/A 551.959,49 2.074.160,73 1.471.280,76 1.154.839,46 111120300000 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL 51.738,32 22.836,64 11.427,71 40.329,39 111129900000

Leia mais

Governo Municipal de Rondon do Pará ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2014 - Consolidado DEMONSTRATIVO DA LEGISLAÇÃO DA RECEITA

Governo Municipal de Rondon do Pará ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2014 - Consolidado DEMONSTRATIVO DA LEGISLAÇÃO DA RECEITA Governo Municipal de Rondon do Pará ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2014 - Consolidado DEMONSTRATIVO DA LEGISLAÇÃO DA RECEITA MESTRE 1000.00.00.00.00 Receitas Correntes 1100.00.00.00.00 Receita Tributária 1110.00.00.00.00

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CHARRUA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CHARRUA 1.0.0.0.00.00000000 RECEITAS CORRENTES 5.452.740,36 1.1.0.0.00.00000000 RECEITA TRIBUTARIA 120.432,47 1.1.1.0.00.00000000 IMPOSTOS 101.662,59 1.1.1.2.00.00000000 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 84.039,87

Leia mais

Pessoal Inativo e Pensionistas 159.580.361,44 - 9.915.970,42 DESPESA TOTAL COM PESSOAL (IV) = (III a + III b)

Pessoal Inativo e Pensionistas 159.580.361,44 - 9.915.970,42 DESPESA TOTAL COM PESSOAL (IV) = (III a + III b) Prefeitura de São Luís (MA) Relatório de Gestão Fiscal Demonstrativo da Despesa de Pessoal Poder Executivo Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Publicação: Diário Oficial do Município nº 21 Referência:

Leia mais

Agosto/2006 a Agosto/2006 ANEXO 2, DA LEI 4.320/64 RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS - EXERCÍCIO DE 2006

Agosto/2006 a Agosto/2006 ANEXO 2, DA LEI 4.320/64 RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS - EXERCÍCIO DE 2006 Página 1 de 6 RECEITA SEGUNDO AS S S - EXERCÍCIO DE 2006 1.0.0.0.00.00.00.00.00 CORRENTES 1.1.0.0.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 1.1.1.0.00.00.00.00.00 IMPOSTOS 1.1.1.2.00.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA - DMU

TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA - DMU Alterações em relação ao arquivos publicados em 03/06/2014: Item alterado/incluído Motivo Regras de consolidação. b.8 Numeração errada. Regras de consistência, b Exclui-se as consignações do passivo financeiro

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO - DCASP

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO - DCASP DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO - DCASP Novas Demonstrações Contábeis do Setor Público DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO SETOR PÚBLICO Englobam todos os fatos contábeis e atos que interessam

Leia mais

Documento gerado em 28/04/2015 13:31:35 Página 1 de 42

Documento gerado em 28/04/2015 13:31:35 Página 1 de 42 DCA-Anexo I-AB Balanço Patrimonial - Ativo e Passivo Padrao Balanço Patrimonial Ativo - Ativo - 1.0.0.0.0.00.00 - Ativo 96.744.139,42 1.1.0.0.0.00.00 - Ativo Circulante 24.681.244,01 1.1.1.0.0.00.00 -

Leia mais

---------------------------------------------------------- ------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------- ------------------------------------------------------------ Demonstrativo por Fontes de Recursos R E C E I T A S D E S P E S A S Ficha Classificação Valor Ficha Ativ./Elemento Valor 01 CAMARA MUNICIPAL 042 RECURSOS FINANCEIROS CONCEDIDOS 02016 1721.01.02.00 1.587.481,42

Leia mais

Documento gerado em 27/04/2015 15:46:27 Página 1 de 42

Documento gerado em 27/04/2015 15:46:27 Página 1 de 42 DCA-Anexo I-AB Balanço Patrimonial - Ativo e Passivo Padrao Balanço Patrimonial Ativo - Ativo - 1.0.0.0.0.00.00 - Ativo 90.603.291,75 1.1.0.0.0.00.00 - Ativo Circulante 39.564.561,26 1.1.1.0.0.00.00 -

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS DMU PROCESSO : PCP 06/00076210 UNIDADE : Município de BALNEÁRIO CAMBORIÚ RESPONSÁVEL : Sr. RUBENS SPERNAU - Prefeito

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ibertioga Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Período: 01/08/2011 a 31/08/2011 18/10/2011 10:03:48

Prefeitura Municipal de Ibertioga Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Período: 01/08/2011 a 31/08/2011 18/10/2011 10:03:48 Prefeitura Municipal de Ibertioga Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 ORCAMENTARIAS 1 Receitas Correntes 871.896,14 7.105.194,18 11 Receita Tributária 15.190,79 116.474,16 111 Impostos 14.948,39

Leia mais

TOTAL DA RECEITA 15.584.747,69 16.454.110,58 21.194.672,38 21.322.200,00 CÓDIGO DESCRIÇÃO 2012 2013 2014 2015

TOTAL DA RECEITA 15.584.747,69 16.454.110,58 21.194.672,38 21.322.200,00 CÓDIGO DESCRIÇÃO 2012 2013 2014 2015 CÓDIGO DESCRIÇÃO 2012 2013 2014 2015 Arrecadado Arrecadado Arrecadado Reestimado 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 17.205.072,84 17.394.971,22 19.064.900,71 23.820.05 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA

Leia mais

Governo do Estado do Piauí Secretaria da Fazenda Unidade de Gestão Financeira e Contábil do Estado Gerência de Controle Contábil

Governo do Estado do Piauí Secretaria da Fazenda Unidade de Gestão Financeira e Contábil do Estado Gerência de Controle Contábil R I S C O S F I S C A I S (Artigo 4º, 3º da Lei Complementar nº 101/2000) A Lei Complementar n.º 101 de 2002 Lei de Responsabilidade Fiscal, estabelece que a Lei de Diretrizes Orçamentárias conterá o Anexo

Leia mais

Estado de Mato Grosso do Sul

Estado de Mato Grosso do Sul 24/05/13 1 1000.00.00 RECEITAS CORRENTES 21.194.95 1.529.041,57 5.634.996,55 15.559.953,45 1100.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 620.00 25.976,03 122.642,49 497.357,51 1110.00.00 IMPOSTOS 590.00 25.976,03 113.194,62

Leia mais

BALANÇO GERAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. Controladoria Geral do Estado Contabilidade Geral

BALANÇO GERAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. Controladoria Geral do Estado Contabilidade Geral BALANÇO GERAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE 2013 ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE Controladoria Geral do Estado Contabilidade Geral GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE Rosalba Ciarlini Rosado CONTROLADORIA

Leia mais

Nº 38, sexta-feira, 25 de fevereiro de 2005 1 33 ISSN 1677-7042

Nº 38, sexta-feira, 25 de fevereiro de 2005 1 33 ISSN 1677-7042 33 ISSN 677-7042 34 ISSN 677-7042 ISSN 677-7042 35 36 ISSN 677-7042 37 ISSN 677-7042 38 ISSN 677-7042 ISSN 677-7042 39 40 ISSN 677-7042 ISSN 677-7042 4 42 ISSN 677-7042 ISSN 677-7042 43 ATO

Leia mais

Metas Fiscais e Riscos Fiscais. de Contabilidade

Metas Fiscais e Riscos Fiscais. de Contabilidade Metas Fiscais e Riscos Fiscais Secretaria do Tesouro Nacional Conselho Federal de Contabilidade 2012 Curso Multiplicadores 2012 Programa do Módulo 2 Metas Fiscais e Riscos Fiscais CH: 04 h Conteúdo: 1.

Leia mais

Detalhamento da Receita

Detalhamento da Receita Detalha da Receita 1.0.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES 7.987.325.00 1.1.0.0.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS 425.500.00 1.1.1.2.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e a Renda 1.1.1.2.02.00 Imposto

Leia mais

Balancete Financeiro - RECEITA

Balancete Financeiro - RECEITA Balancete Financeiro Página(s): 1/7 1.0.0.0.00.00.00.00 S RECEITAS CORRENTES 5.369.532,33 28.582.400,90 1.1.0.0.00.00.00.00 S RECEITA TRIBUTÁRIA 268.258,88 1.463.893,35 1.1.1.0.00.00.00.00 S IMPOSTOS 264.355,85

Leia mais

Demonstração da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas Adendo II a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 Anexo I, da Lei nº 4.

Demonstração da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas Adendo II a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 Anexo I, da Lei nº 4. PREVIDENCIA SOCIAL DO MUN. DE CAMPINA GRANDE DO SUL ESTADO DO PARANÁ Demonstração da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas Adendo II a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 Anexo I, da Lei nº

Leia mais

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 38.921.000,00 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 3.226.000,00 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 1.1.1.2.00.00.00.00 Impostos sobre o Patrimonio e a Renda 1.1.1.2.02.00.00.00

Leia mais

DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP (IV) = (lila + 111b) 26.013.142,93

DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP (IV) = (lila + 111b) 26.013.142,93 PREFEITURA MUNICIPAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL Maio/2013 a Abril/2014 - Consolidado RGF - Anexo I (LRF, art. 55, inciso I alinea

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS - DMU DESTINAÇÃO DA RECEITA PÚBLICA - APLICÁVEL PARA O EXERCÍCIO DE 2012 CODIFICAÇÃO UTILIZADA PARA CONTROLE DAS

Leia mais

MUNICIPIO DE MIMOSO DO SUL PREFEITURA E FMS ESPIRITO SANTO 27.174.119/0001-37 BALANCETE ANALÍTICO DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA JULHO DE 2014 Arrecadação

MUNICIPIO DE MIMOSO DO SUL PREFEITURA E FMS ESPIRITO SANTO 27.174.119/0001-37 BALANCETE ANALÍTICO DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA JULHO DE 2014 Arrecadação 11120200000 - IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE PREDIAL E TERRITORIAL URBANA 320.000,00 37.605,75 336.345,12 16.345,12 11120431000 - IMPOSTO DE RENDA RETIDO NAS FONTES SOBRE OS REND. DO TRABALHO 143.000,00 71.571,96

Leia mais

DEMONSTRATIVOS FISCAIS DE CONSÓRCIOS PÚBLICOS

DEMONSTRATIVOS FISCAIS DE CONSÓRCIOS PÚBLICOS Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicadas à Federação - CCONF Gerência de Normas e Procedimentos de Gestão Fiscal - GENOP DEMONSTRATIVOS FISCAIS DE CONSÓRCIOS PÚBLICOS Apresentação das alterações

Leia mais

ANEXO I METAS FISCAIS LDO 2015

ANEXO I METAS FISCAIS LDO 2015 ANEXO I METAS FISCAIS LDO 2015 LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2015 ANEXO I METAS FISCAIS ANEXO I.1 DEMONSTRATIVO DE METAS FISCAIS E MEMÓRIA DE CÁLCULO ( 1º, art.4º da Lei Complementar Federal nº 101,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GANDU

PREFEITURA MUNICIPAL DE GANDU Anexo 1 da Lei 4.320/64 RECEITA E DESPESA - CATEGORIA ECONÔMICA # EXERCICIO DE 2013 RECEITA Valor Valor DESPESA Valor Valor 1-RECEITA CORRENTE 11-RECEITA TRIBUTÁRIA 13-RECEITA PATRIMONIAL 45,658,602.81

Leia mais

RENATO APARECIDO GONÇALVES JORGE

RENATO APARECIDO GONÇALVES JORGE Umuarama, terçafeira 29 de janeiro de 213 TRAJETÓRIA DE RETORNO AO LIMITE DA DESPESA COM PESSOAL 212 212 212 1º quadrimestre 2º quadrimestre 3º quadrimestre Limite Máximo % TDP % Excedente PREFEITURA MUNICIPAL

Leia mais

Comparativo Receita Orçada / Arrecadada

Comparativo Receita Orçada / Arrecadada Comparativo Receita Orçada / 1000000000 RECEITAS CORRENTES 2.559.915.741,00 2.315.164.067,05 244.751.673,95 1100000000 RECEITA TRIBUTÁRIA 653.441.115,00 532.491.940,91 120.949.174,09 1110000000 IMPOSTOS

Leia mais

Área Técnica: Equipe responsável pelo SIOPS Área de Economia da Saúde e Desenvolvimento Secretaria Executiva Ministério da Saúde.

Área Técnica: Equipe responsável pelo SIOPS Área de Economia da Saúde e Desenvolvimento Secretaria Executiva Ministério da Saúde. Assunto: Composição dos indicadores estaduais calculados automaticamente pelo SIOPS, após a declaração de dados contábeis, pelos Estados e pelo DF, a partir do SIOPS 2007 semestral. Área Técnica: Equipe

Leia mais

II - QUADROS ORÇAMENTÁRIOS CONSOLIDADOS

II - QUADROS ORÇAMENTÁRIOS CONSOLIDADOS II - QUADROS ORÇAMENTÁRIOS CONSOLIDADOS 1 - QUADROS CONSOLIDADOS DA RECEITA E DA DESPESA Receita e Despesa dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social segundo Categorias Econômicas Quadro 1A - Receita

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA - DMU

TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA - DMU Alterações em relação aos arquivos publicados em 10/11/2014: Item alterado/incluído Evento 1.9 Evento 2.20.8 Evento 2.72.13 Motivo Obs: Os créditos relativos à Dívida Ativa podem ser registrados somente

Leia mais

Assunto: Demonstrativos em atendimento à Portaria STN nº 72/2012.

Assunto: Demonstrativos em atendimento à Portaria STN nº 72/2012. A P O Autoridade Pública Olímpica Brasília, 28 de março de 2013. NOTA TÉCNICA Nº 004/2013SGC/DE/APO Assunto: Demonstrativos em atendimento à Portaria STN nº 72/2012. Senhor Presidente, 1. A partir do ano

Leia mais

Balancete Orçamentário da Receita

Balancete Orçamentário da Receita : Agosto/ Pagina 1 4.1.0.0.0.00.00.00.00.00 - RECEITAS CORRENTES - 2014 7.618.049,74 928.537,85 8.546.587,59 14.513.70 5.967.112,41 4.1.1.0.0.00.00.00.00.00 - RECEITA TRIBUTARIA 279.279,22 23.503,62 302.782,84

Leia mais

DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS

DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS - CONSOLIDADO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL MAIO/2014 A ABRIL/2015-1º QUADRIMESTRE/2015 (JANEIRO A ABRIL) RGF - ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS JANEIRO A

Leia mais

É comum o recuo do pagamento à vista das compras em fevereiro; as famílias já não têm mais a renda de férias e décimo terceiro salário

É comum o recuo do pagamento à vista das compras em fevereiro; as famílias já não têm mais a renda de férias e décimo terceiro salário QUINTAFEIRA, 27 MARÇO 2014 à OPERAÇÕES FINANCEIRAS Uso do rotativo cartão crédito cresce 6,4% em fevereiro É um o recuo do pagamento à vista s pras em fevereiro; as famílias já não têm mais a ren férias

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS DMU PROCESSO PCP 08/00199278 UNIDADE Município de Joinville RESPONSÁVEL Sr. Marco Antonio Tebaldi - Prefeito Municipal

Leia mais

ESTADO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO AUGUSTO

ESTADO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO AUGUSTO 4.0.0.0.0.00.00.00.00.00 RECEITAS 3.380.285,06 3.380.285,06 4.1.0.0.0.00.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 3.190.078,34 3.190.078,34 4.1.1.0.0.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 140.785,84 140.785,84 4.1.1.1.0.00.00.00.00.00

Leia mais

41210.29.13 - Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial. Origem dos dados/descrição LINHA DA DCA

41210.29.13 - Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial. Origem dos dados/descrição LINHA DA DCA ANEXO II VARIAÇÕES PATRIMONIAIS AUMENTATIVAS QDCC_Sistn A planilha abaixo ilustra a aplicação da metodologia simplificada descrita no item 10 da Nota Técnica nº 4/2015/CCONF/SUCON/STN/MFDF ao Plano de

Leia mais

Demonstrativo da Receita Líquida de Impostos e das Despesas Próprias com Educação e Saúde

Demonstrativo da Receita Líquida de Impostos e das Despesas Próprias com Educação e Saúde Demonstrativo da Receita Líquida de Impostos e das Despesas Próprias com Educação e Saúde Valores até Outubro/2011 GOVERNADOR DO ESTADO João Raimundo Colombo SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA Nelson Antônio

Leia mais

CAU - MT Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Mato Grosso CNPJ: 14.820.959/0001-88

CAU - MT Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Mato Grosso CNPJ: 14.820.959/0001-88 CAU - MT Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Mato Grosso CNPJ: 14.820.959/0001-88 Balanço Financeiro Período: 01/01/2012 a 31/12/2012 INGRESSOS DISPÊNDIOS ESPECIFICAÇÃO Exercício Anterior

Leia mais

Análise de Balanços. Flávia Moura

Análise de Balanços. Flávia Moura Análise de Balanços Flávia Moura 1 Tópicos para Reflexão O que é análise de balanços? A análise de balanços consiste em proceder a investigações dos fatos com base nos dados Para que serve a análise de

Leia mais

5,50% ESPECIFICAÇÃO. Notas: Notas: Notas: LRF, art. 4º, 2º, inciso II ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO. ÍNDICES DE INFLAÇÃO 2010 5,91% Fonte: IBGE e BACEN

5,50% ESPECIFICAÇÃO. Notas: Notas: Notas: LRF, art. 4º, 2º, inciso II ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO. ÍNDICES DE INFLAÇÃO 2010 5,91% Fonte: IBGE e BACEN Umuarama, quartafeira 9 de dezembro de 202 PREFEITURA MUNICIPAL DE UMUARAMA PR ANEXO DE METAS FISCAIS METAS ANUAIS EXERCÍCIO DE LRF, art. 4º, º R$,00 204 205 Valor Valor % PIB Valor Valor % PIB Valor Valor

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE P P A PLANO PLURIANUAL

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE P P A PLANO PLURIANUAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE DOUTOR SEVERIANO P P A PLANO PLURIANUAL QUADRIÊNIO 2014 a 2017 ADMINISTRAÇÃO: Carlos Alberto Jacome de Aquino Prefeito Municipal Prefeitura Municipal

Leia mais

Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem

Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem Subsecretaria de Contabilidade Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicada à Federação Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem Módulo 10 - Resultado Primário e Resultado Nominal

Leia mais

perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público Demonstrações Contábeis sob a perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público

perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público Demonstrações Contábeis sob a perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público Demonstrações Contábeis sob a perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público Demonstrações Contábeis sob a perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público QUEM ATUALIZOU AS DEMONSTRAÇÕES?

Leia mais

Atos Financeiros. PREFEITURA DE OUROLÂNDIA/BA www.sitiosoficiais.org/ba/prefeitura/ourolandia. PREFEITURA MUNICIPAL DE OUROLÂNDIA Orçamento 2013

Atos Financeiros. PREFEITURA DE OUROLÂNDIA/BA www.sitiosoficiais.org/ba/prefeitura/ourolandia. PREFEITURA MUNICIPAL DE OUROLÂNDIA Orçamento 2013 4 03 DE SETEMBRO DE 2013 Atos Financeiros Anexo III - Demonstrativo da Receita Segundo sua Natureza e Fonte de Recursos (Anexo 02, Lei Nº 4.320/64) CÓDIGO ESPECIFICAÇÃO FNT OPTATIVO SUBALÍNEA ALÍNEA RUBRICA

Leia mais

DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA COM PESSOAL

DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA COM PESSOAL DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA COM PESSOAL JANEIRO/2014 A DEZEMBRO/2014 RGF ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I) DESPESAS COM PESSOAL DESPESAS EXECUTADAS (Últimos

Leia mais

SALDO (f)=(a+b-c-e) DESPESAS CORRENTES 8.201,60 4.051.439,12 3.861.681,23 25.087,21 172.872,28

SALDO (f)=(a+b-c-e) DESPESAS CORRENTES 8.201,60 4.051.439,12 3.861.681,23 25.087,21 172.872,28 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ANEXO I - DEMONSTRATIVO DE EXECUÇÃO DOS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS : 2013 Data de Emissão: 29/03/2014 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ANEXO II - DEMONSTRATIVO DE EXECUÇÃO DOS RESTOS A PAGAR

Leia mais

Poder Executivo Prefeitura de Manaus 2621 - RECEITA PREVISTA PARA O EXERCÍCIO DE 2014 - CONSOLIDADA

Poder Executivo Prefeitura de Manaus 2621 - RECEITA PREVISTA PARA O EXERCÍCIO DE 2014 - CONSOLIDADA Poder Executivo Prefeitura de Manaus 2621 - RECEITA PREVISTA PARA O EXERCÍCIO DE 2014 - CONSOLIDADA Código Especificação Alíneas Espécies Categoria Econômica Subalíneas Rubricas Origem 1000.00.00.00 RECEITAS

Leia mais

Metodologia de Elaboração dos Demonstrativos do Relatório de Gestão Fiscal RGF

Metodologia de Elaboração dos Demonstrativos do Relatório de Gestão Fiscal RGF Metodologia de Elaboração dos Demonstrativos do Relatório de Gestão Fiscal RGF 3º Quadrimestre/2008 Centro Administrativo do Governo Rodovia SC 401 - km. 5, nº 4600 Saco Grande II - Florianópolis - SC

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-00243-2009 do Executivo Dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para o exercício de 2010. A Câmara Municipal de São Paulo D E C R

PROJETO DE LEI 01-00243-2009 do Executivo Dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para o exercício de 2010. A Câmara Municipal de São Paulo D E C R PROJETO DE LEI 01-00243-2009 do Executivo Dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para o exercício de. A Câmara Municipal de São Paulo D E C R E T A: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Em

Leia mais

BALANÇO FINANCEIRO 2013

BALANÇO FINANCEIRO 2013 ANO. 2014 DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA - BAHIA 1 A Prefeitura Municipal de Conceição da Feira, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. BALANÇO FINANCEIRO 2013 Conceição

Leia mais

Execucao dos Orcamentos (Art.2o, Inciso XII) - Receitas Realizadas. Codigo Descricao Bimestre Bimestre

Execucao dos Orcamentos (Art.2o, Inciso XII) - Receitas Realizadas. Codigo Descricao Bimestre Bimestre 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 1.142.667,56 6.041.042,82 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 65.007,91 368.480,79 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 40.647,97 303.303,40 1.1.1.2.00.00.00.00 IMPOSTOS

Leia mais

APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo

APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo RECEITA ESTIMADA E DESPESA FIXADA - EDUCAÇÃO APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo IPTU 134.000,00 IRRF

Leia mais

TÍTULOS PREVISÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA TÍTULOS FIXAÇÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA CRÉD. ORÇAM. SUPLEMENTARES DESPESAS CORRENTES . PESSOAL E ENC.

TÍTULOS PREVISÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA TÍTULOS FIXAÇÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA CRÉD. ORÇAM. SUPLEMENTARES DESPESAS CORRENTES . PESSOAL E ENC. 1 ANEXO III - PT/MPS Nº 95, DE 06 DE MARÇO DE 2007 DOU DE 07.03.07 MODELOS E INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS SÃO AS EXTRAÍDAS DOS LIVROS, REGISTROS E

Leia mais