Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial. Origem dos dados/descrição LINHA DA DCA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "41210.29.13 - Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial. Origem dos dados/descrição LINHA DA DCA"

Transcrição

1 ANEXO II VARIAÇÕES PATRIMONIAIS AUMENTATIVAS QDCC_Sistn A planilha abaixo ilustra a aplicação da metodologia simplificada descrita no item 10 da Nota Técnica nº 4/2015/CCONF/SUCON/STN/MFDF ao Plano de Contas da Administração Pública Federal (PCAPF) e deverá ser utilizada somente como referência pelos demais entes no processo de adequação de suas contas ao PCASP, observandose as especificidades de seus respectivos planos de contas e rotinas contábeis. LINHA DA DCA Origem dos dados/descrição Variação Patrimonial Aumentativa Impostos, Taxas e Contribuições de Melhoria Impostos Impostos sobre Comercio Exterior XX.XX Impostos sobre o Comércio Exterior Impostos sobre Comercio Exterior XX.XX Receita da Dívida Ativa Impostos sobre o Patrimônio e a Renda Impostos sobre Patrimônio e a Renda XX.XX Impostos sobre o Patrimônio e a Renda Impostos sobre Patrimônio e a Renda XX.XX Receita da Dívida Ativa Impostos sobre o Patrimônio e a Renda Impostos sobre a Produção e a Circulação XX.XX Impostos sobre a Produção e a Circulação Impostos sobre a Produção e a Circulação XX.XX Receita da Dívida Ativa Impostos sobre a Produção e a Circulação Impostos Extraordinários Impostos Extraordinários Impostos Extraordinários Outros Impostos Outros Impostos XX Receita da Dívida Ativa de Outros Tributos Taxas Taxas pelo Exercício do Poder de Policia XX.XX Taxas pelo Exercício do Poder de Polícia Taxas pelo Exercício do Poder de Policia XX.XX Receita da Dívida Ativa Taxas pelo Exercício do Poder de Polícia Taxas Pela Prestação de Serviços XX.XX Taxas pela Prestação de Serviços Taxas Pela Prestação de Serviços XX.XX Receita da Dívida Ativa Taxas pela Prestação de Serviços Contribuições de Melhoria Contribuição de Melhoria Pela Expansão da Rede de Água Potável e Esgoto Sanitário Contribuição de Melhoria Pela Expansão da Rede de Água Potável e Esgoto Sanitário Contribuição de Melhoria para Expansão da Rede de Água Potável e Esgoto Sanitário Contribuição de Melhoria Pela Expansão da Rede de Iluminação Pública na Cidade Contribuição de Melhoria Pela Expansão da Rede de Iluminação Pública na Cidade Contribuição de Melhoria para Expansão da Rede de Iluminação Pública na Cidade Contribuição de Melhoria Pela Expansão de Rede de Iluminação Pública Rural Contribuição de Melhoria Pela Expansão de Rede de Iluminação Pública Rural Contribuição de Melhoria para Expansão de Rede de Iluminação Pública Rural Contribuição de Melhoria Pela Pavimentação e Obras Complementares Contribuição de Melhoria Pela Pavimentação e Obras Complementares Contribuição de Melhoria para Pavimentação e Obras Complementares Outras Contribuições de Melhoria Outras Contribuições de Melhoria Outras Contribuições de Melhoria XX Receita da Dívida Ativa das Contribuições de Melhoria Contribuições Contribuições Sociais Contribuições Sociais RPPS Contribuições Sociais RPPS Contribuições Patronais ao RPPS XX Contribuições para o Regime Próprio de Previdência do Servidor Público Contribuição do Segurado ao RPPS XX Contribuições para o Regime Próprio de Previdência do Servidor Público Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial

2 Contribuições para Custeio das Pensões Militares XX Contribuição para Custeio das Pensões Militares () Deduções Outras Contribuições Sociais RPPS Contribuições Sociais RPPS Intra OFSS Contribuições Sociais RPPS Inter OFSS União Contribuições Sociais RPPS Inter OFSS Estado Contribuições Sociais RPPS Inter OFSS Município Contribuições Sociais RGPS Contribuições Sociais RGPS XX Contribuições Previdenciárias para o Regime Geral de Previdência Social XX Receita da Dívida Ativa das Contribuições Previdenciárias para o Regime Geral de Previdência Social Contribuições Sociais RGPS Intra OFSS Contribuições Sociais RGPS Inter OFSS União Contribuições Sociais RGPS Inter OFSS Estado Contribuições Sociais RGPS Inter OFSS Município Contribuição sobre a Receita ou o Faturamento XX Contribuição Social para o Financiamento da Seguridade Social Contribuição sobre a Receita ou o Faturamento XX Contribuições para o Programa de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público PIS/PASEP XX Receita da Dívida Ativa da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social XX Receita da Dívida Ativa da Contribuição para o PIS/PASEP Contribuição sobre o Lucro Contribuição sobre o Lucro XX Contribuição Social sobre o Lucro das Pessoas Jurídicas XX Receita da Dívida Ativa da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido das Pessoas Jurídicas Contribuição sobre Receita de Concurso de Prognostico Contribuição sobre Receita de Concurso de Prognostico XX Contribuições sobre a Receita de Concursos de Prognósticos XX Contribuição sobre a Receita de Sorteios Realizados por Entidades Filantrópicas Contribuição do Importador de Bens ou Serviços do Exterior Contribuição do Importador de Bens ou Serviços do Exterior Outras Contribuições Sociais Outras Contribuições Sociais XX.XX Contribuições Sociais XX.XX Receita da Dívida Ativa não tributária Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico XX.XX Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico XX.XX Receita da Dívida Ativa não tributária Contribuição de Iluminação Pública Contribuição de Iluminação Pública XX Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública Contribuições de Interesse das Catégorias Profissionais Contribuições de Interesse das Categorias Profissionais Exploração e Venda de Bens, Serviços e Direitos Venda de Mercadorias Venda Bruta de Mercadorias XX Venda de produtos e mercadorias Venda Bruta de Mercadorias 414XX.XX.XX Receita Agropecuária 415XX.XX.XX Receita Industrial XX Serviços Comerciais () Deduções da Venda Bruta de Mercadorias () Deduções da Venda Bruta de Mercadorias XX Deduções da receita de vendas e serviços Venda de Produtos Venda Bruta de Produtos Venda Bruta de Produtos XX Venda de produtos 414XX.XX.XX Receita Agropecuária 415XX.XX.XX Receita Industrial () Deduções de Venda Bruta de Produtos () Deduções da Venda Bruta de Produtos XX Deduções da receita de vendas e serviços

3 Exploração de Bens e Direitos e Prestação de Serviços Valor Bruto de Exploração de Bens e Direitos e Prestação de Serviços XX Prestação de Serviços Valor Bruto de Exploração de Bens, Direitos e Prestação de Serviços Juros e Encargos de Mora sobre Créditos Tributários XX Prestação de Serviços XX Prestação de Serviços 413XX.XX.XX Receita Patrimonial XX.XX Receita de Serviços () Deduções do Valor Bruto de Exploração de Bens, Direitos e Prestação de Serviços () Deduções do Valor Bruto de Exploração de Bens, Direitos e XX Deduções da receita de vendas e serviços Prestação de Serviços XX Deduções da receita de vendas e serviços Variações Patrimoniais Aumentativas Financeiras Juros e Encargos de Empréstimos e Financiamentos Concedidos Juros e Encargos de Empréstimos Internos Concedidos Juros e Encargos de Empréstimos Internos Concedidos Serviços de Juros de Empréstimos Juros e Encargos de Empréstimos Internos Concedidos Inter OFSS União Juros e Encargos de Empréstimos Internos Concedidos Inter OFSS Estado Juros e Encargos de Empréstimos Internos Concedidos Inter OFSS Município Juros e Encargos de Empréstimos Externos Concedidos Juros e Encargos de Empréstimos Externos Concedidos Juros e Encargos de Financiamentos Internos Concedidos Juros e Encargos de Financiamentos Internos Concedidos Juros e Encargos de Financiamentos Internos Concedidos Inter OFSS União Juros e Encargos de Financiamentos Internos Concedidos Inter OFSS Estado Juros e Encargos de Financiamentos Internos Concedidos Inter OFSS Município Juros e Encargos de Financiamentos Externos Concedidos Juros e Encargos de Financiamentos Externos Concedidos Juros e Encargos de Mora Juros e Encargos de Mora sobre Empréstimos e Financiamentos Internos Concedidos Juros e Encargos de Mora sobre Empréstimos e Financiamentos Internos Concedidos Juros e Encargos de Mora sobre Empréstimos e Financiamentos Internos Concedidos Inter OFSS União Juros e Encargos de Mora sobre Empréstimos e Financiamentos Internos Concedidos Inter OFSS Estado Juros e Encargos de Mora sobre Empréstimos e Financiamentos Internos Concedidos Inter OFSS Município Juros e Encargos de Mora sobre Empréstimos e Financiamentos Externos Concedidos Juros e Encargos de Mora sobre Empréstimos e Financiamentos Externos Concedidos Juros e Encargos de Mora sobre Fornecimentos de Bens e Serviços Juros e Encargos de Mora sobre Fornecimentos de Bens e Serviços Juros e Encargos de Mora sobre Créditos Tributários XX.XX Multa e Juros de Mora da Dívida Ativa de Outras Receitas XX.XX Multas e Juros de Mora de Outras Receitas XX.XX Multas e Juros de Mora dos Tributos XX.XX Multas e Juros de Mora das Contribuições XX.XX Multa e Juros de Mora da Dívida Ativa dos Tributos

4 1914.XX.XX Multa e Juros de Mora da Dívida Ativa das Contribuições Outros Juros e Encargos de Mora XX.XX Multa e Juros de Mora da Dívida Ativa de Outras Receitas Outros Juros e Encargos de Mora XX.XX Multas e Juros de Mora de Outras Receitas Variações Monetárias e Cambiais Variações Monetárias e Cambiais de Empréstimos Internos Concedidos Variações Monetárias e Cambiais de Empréstimos Internos Concedidos Variações Monetárias e Cambiais de Empréstimos Internos Concedidos Inter OFSS União Variações Monetárias e Cambiais de Empréstimos Internos Concedidos Inter OFSS Estado Variações Monetárias e Cambiais de Empréstimos Internos Concedidos Inter OFSS Município Variações Monetárias e Cambiais de Empréstimos Externos Concedidos Variações Monetárias e Cambiais de Empréstimos Externos Concedidos Variações Monetárias e Cambiais de Financiamentos Internos Concedidos Variações Monetárias e Cambiais de Financiamentos Internos Concedidos Variações Monetárias e Cambiais de Financiamentos Internos Concedidos Inter OFSS União Variações Monetárias e Cambiais de Financiamentos Internos Concedidos Inter OFSS Estado Variações Monetárias e Cambiais de Financiamentos Internos Concedidos Inter OFSS Município Variações Monetárias e Cambiais de Financiamentos Externos Concedidos Variações Monetárias e Cambiais de Financiamentos Externos Concedidos XX Receita de Variação Cambial XX Atualização Monetária Financeira XX Variação Cambial XX Receita de Variação Cambial XX Atualização Monetária Financeira XX Variação Cambial XX Receita de Variação Cambial XX Atualização Monetária Financeira XX Variação Cambial XX Receita de Variação Cambial XX Atualização Monetária Financeira XX Variação Cambial Outras Variações Monetárias e Cambiais XX Receita de Variação Cambial XX Atualização Monetária Financeira XX Atualização Monetária Não Financeira XX Variação Cambial Outras Variações Monetárias e Cambiais XX Variação Cambial Não Financeira XX Atualização Dívida Contratual Interna XX Variação Cambial Financeira XX Variação Cambial Não Financeira XX Atualizações Dívida Contratual Externa Outras Variações Monetárias e Cambiais Inter OFSS União Outras Variações Monetárias e Cambiais Inter OFSS Estado Outras Variações Monetárias e Cambiais Inter OFSS Município Descontos Financeiros Obtidos Descontos Financeiros Obtidos XX Descontos Obtidos Remuneração de Depósitos Bancários e Aplicações Financeiras Remuneração de Depósitos Bancários XX.XX Remuneração de Depósitos Bancários Remuneração de Depósitos Bancários XX.XX Remuneração de Depósitos Especiais XX.XX Remuneração das Disponibilidades do Tesouro Nacional Remuneração de Aplicações Financeiras

5 41321.XX.XX Juros de Títulos de Renda Remuneração de Aplicações Financeiras XX.XX Remuneração de Saldos de Recursos Não Desembolsados XX.XX Remuneração dos Investimentos do Regime Próprio de Previdência do Servidor Outras Variações Patrimoniais Aumentativas Financeiras Outras Variações Patrimoniais Aumentativas Financeiras XX Serviços Financeiros Transferências e Delegações Recebidas Transferências Intragovernamentais Transferências Recebidas para a Execução Orçamentária Transferências Recebidas para a Execução Orçamentária Intra OFSS 6121X.XX.XX Transferências Financeiras Recebidas Transferências Recebidas Independentes de Execução Orçamentária Transferências Recebidas Independentes de Execução Orçamentária Intra OFSS 6221X.XX.XX Transferências de Bens e Valores Recebidos Transferencias Recebidas para Aportes de Recursos para o RPPS Transferencias Recebidas para Aportes de Recursos para o RPPS Intra OFSS XX.XX Receitas Decorrentes de Aportes Periódicos para Amortização de Déficit Atuarial do RPPS XX.XX Aporte de Recursos para o RPPS Transferências Recebidas para Aportes de Recursos para o RGPS Transferências Recebidas para Aportes de Recursos para o RGPS Intra OFSS Receitas Decorrentes de Compensações ao RGPS Transferências Inter Governamentais Transferências Constitucionais e Legais de Receitas Transferências Constitucionais e Legais de Receitas 4172X.XX.XX Transferências Intergovernamentais Transferências Constitucionais e Legais de Receitas Inter OFSS União Transferências Constitucionais e Legais de Receitas Inter OFSS Estado Transferências do FUNDEB Transferências do FUNDEB Inter OFSS União XX.XX Transferências Multigovernamentais Transferências do FUNDEB Inter OFSS Estado Transferências Voluntárias Transferências Voluntárias 4172X.XX.XX Transferências Intergovernamentais 4176X.XX.XX Transferências Convênios Transferências Voluntárias Inter OFSS União Transferências Voluntárias Inter OFSS Estado Transferências Voluntárias Inter OFSS Município Outras Transferências Outras Transferências 4172X.XX.XX Transferências Intergovernamentais 4176X.XX.XX Transferências Convênios Outras Transferências Inter OFSS União Outras Transferências Inter OFSS Estado Outras Transferências Inter OFSS Município Transferências das Instituições Privadas Transferências das Instituições Privadas sem Fins Lucrativos Transferências das Instituições Privadas sem Fins Lucrativos Transferências das Instituições Privadas com Fins Lucrativos Transferências das Instituições Privadas com Fins Lucrativos 4173X.XX.XX Transferências de Instituições Privadas 4176X.XX.XX Transferências Convênios XX.XX Transferências para o Combate à Fome 4173X.XX.XX Transferências de Instituições Privadas 4176X.XX.XX Transferências Convênios XX.XX Transferências para o Combate à Fome Transferências das Instituições Multigovernamentais Transferências das Instituições Multigovernamentais XX.XX Transferências Multigovernamentais Transferências de Consórcios Públicos XX Transferências a Consórcios Públicos

6 Transferências de Consórcios Públicos XX Transferências a Consórcios Públicos XX Transferências a Consórcios Públicos Transferências do Exterior XX.XX Transferências do Exterior Transferências do Exterior XX.XX Transferência de Convênios do Exterior XX.XX Provenientes do Exterior Execução Orçamentária Delegada Execução Orçamentária Delegada de Entes Execução Orçamentária Delegada de Entes Inter OFSS União Execução Orçamentária Delegada de Entes Inter OFSS Estado Execução Orçamentária Delegada de Entes Inter OFSS Município Execução Orçamentária Delegada de Consórcios Execução Orçamentária Delegada de Consórcios Transferências de Pessoas Físicas Transferências de Pessoas Físicas XX.XX Transferências de Pessoas XX.XX Provenientes de Pessoas Físicas Valorização e Ganhos com Ativos Reavaliação de Ativos Reavaliação de Imobilizado Reavaliação de Imobilizado XX Bens Imóveis XX Bens Móveis Reavaliação de Intangíveis Reavaliação de Intangíveis XX Bens Intangíveis Reavaliação de Outros Ativos XX Bens de Estoque Reavaliação de Outros Ativos XX Outros Bens XX Valorizações de Títulos e Valores XX Valorizações de Títulos e Valores do RPPS Ganhos com Alienação Ganhos com Alienação de Investimentos Ganhos com Alienação de Investimentos Ganhos com Alienação de Imobilizado Ganhos com Alienação de Imobilizado Ganhos com Alienação de Intangíveis Ganhos com Alienação de Intangíveis Ganhos com Incorporação de Ativos Ganhos com Incorporação de Ativos por Descobertas Ganhos com Incorporação de Ativos por Descobertas Ganhos com Incorporação de Ativos por Nascimentos Ganhos com Incorporação de Ativos por Nascimentos Ganhos com Incorporação de Valores Apreendidos Ganhos com Incorporação de Ativos Apreendidos XX Receita Decorrente de Alienação de Bens Apreendidos Outros Ganhos com Incorporação de Ativos Outros Ganhos com Incorporação de Ativos Ganhos com Desincorporação de Passivos Ganhos com Desincorporação de Passivos Outras Variações Patrimoniais Aumentativas Variação Patrimonial Aumentativa a Classificar Variação Patrimonial Aumentativa a Classificar Resultado Positivo de Participações Resultado Positivo de Equivalência Patrimonial Resultado Positivo de Equivalência Patrimonial XX Ganho na Apuração da Equivalência Patrimonial XXAjuste para das Participações

7 Resultado Positivo de Equivalência Patrimonial Intra OFSS Resultado Positivo de Equivalência Patrimonial Inter OFSS União Resultado Positivo de Equivalência Patrimonial Inter OFSS Estado Resultado Positivo de Equivalência Patrimonial Inter OFSS Município Dividendos e Rendimentos de Outros Investimentos Dividendos e Rendimentos de Outros Investimentos XX.XX Dividendos, Participações e Juros sobre o Capital Próprio XX Retorno de Investimentos Mediante Participação em Empresas e Projetos Reversão de Provisões e Ajustes de Perdas Reversão de Provisões XX Reversão de Provisões XX Reversão da Provisão para Devedores Duvidosos XX Reversão da Provisão para Perdas Prováveis Reversão da Provisão p/ Perdas de Dívida Ativa Reversão de Provisões Reversão de Provisões Matem. Previdenciárias Reversão de Provisões p/ Perdas em Investim Reversão Prov. p/ Perdas de Inv. C/ a Tx. Adm Reversão Prov. p/ Perdas de Emprest. a Receber Reversão de Provisão Créd. Administrativos Reversão de Provisões Inter OFSS União Reversão de Provisões Inter OFSS Estados Reversão de Provisões Inter OFSS Municípios Reversão de Ajustes de Perdas Reversão de Ajustes de Perdas Reversão de Ajustes de Perdas Intra OFSS Reversão de Ajustes de Perdas Inter OFSS União Reversão de Ajustes de Perdas Inter OFSS Estado Reversão de Ajustes de Perdas Inter OFSS Município Diversas Variações Patrimoniais Aumentativas Compensação Financeira entre RGPS/RPPS XX Compensações Financeiras entre o Regime Geral e os Regimes Próprios de Previdência dos Servidores XX Receita da Dívida Ativa das Compensações Financeiras entre o Regime Geral e os Regimes Próprios de Previdência dos Servidores Compensação Financeira entre RGPS/RPPS Intra OFSS Compensação Financeira entre RGPS/RPPS Inter OFSS União Compensação Financeira entre RGPS/RPPS Inter OFSS Estado Compensação Financeira entre RGPS/RPPS Inter OFSS Município Compensação Financeira entre Regimes Próprios Compensação Financeira entre Regimes Próprios Inter OFSS União Compensação Financeira entre Regimes Próprios Inter OFSS Estado Compensação Financeira entre Regimes Próprios Inter OFSS Município Variação Patrimonial Aumentativa com Bonificações Variação Patrimonial Aumentativa com Bonificações Bonificações Amortização de Deságio em Investimentos Amortização de Deságio em Investimentos Amortização de Deságio em Investimentos Intra OFSS Amortização de Deságio em Investimentos Inter OFSS União Amortização de Deságio em Investimentos Inter OFSS Estado Amortização de Deságio em Investimentos Inter OFSS Município Multas Administrativas Multas Administrativas XX.XX Multas de Outras Origens Indenizações

8 Indenizações XX.XX Indenizações XX.XX Restituições VPA Decorrente Alienação Bens Apreendidos VPA Decorrente Alienação Bens Apreendidos XX Receita Decorrente de Alienação de Bens Apreendidos Variações Patrimoniais Aumentativas Decorrentes de Fatos Geradores Diversos Variações Patrimoniais Aumentativas Decorrentes de Fatos Geradores Diversos XX.XX Receitas Diversas XX.XX Receita da Dívida Ativa não tributária

10.936.971,00 3.2.4.3.1.00.00 - Benefícios Eventuais por Situações de Vulnerabilidade Temporária - Consolidação

10.936.971,00 3.2.4.3.1.00.00 - Benefícios Eventuais por Situações de Vulnerabilidade Temporária - Consolidação PREFEITURA DO RECIFE SECRETARIA DE FINANÇAS GERÊNCIA GERAL DA CONTABILIDADE DO MUNICÍPIO DEMONSTRAÇÃO DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS - CONSOLIDADO - 2013 Demonstrativo das Variações Patrimoniais e Resultado

Leia mais

Tabela de Fatos - DCA 2014

Tabela de Fatos - DCA 2014 Tabela de Fatos - DCA 2014 Element siconfi-cor:p1.0.0.0.0.00.00 siconfi-cor:p1.1.0.0.0.00.00 siconfi-cor:p1.1.1.0.0.00.00 siconfi-cor:p1.1.1.1.0.00.00 siconfi-cor:p1.1.1.1.1.00.00 siconfi-cor:p1.1.1.1.2.00.00

Leia mais

Anexo 12 - Balanço Orçamentário

Anexo 12 - Balanço Orçamentário Anexo 12 - Balanço Orçamentário BALANÇO ORÇAMENTÁRIO EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS) : DATA DE EMISSÃO: PÁGINA: PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS SALDO RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS INICIAL ATUALIZADA REALIZADAS (a) (b) c

Leia mais

[Anexo I-AB] Balanço Patrimonial - Ativo e Passivo. 1.1.1.1.2.00.00 - Caixa e Equivalentes de Caixa em Moeda Nacional - Intra OFSS

[Anexo I-AB] Balanço Patrimonial - Ativo e Passivo. 1.1.1.1.2.00.00 - Caixa e Equivalentes de Caixa em Moeda Nacional - Intra OFSS [Anexo I-AB] Balanço Patrimonial - Ativo e Passivo Qname siconfi-dca-anexo1abhi : BalancoPatrimonialAbstract siconfi-dca-anexo1abhi : AtivoAbstract siconfi-dca-anexo1abhi : AtivoLineItems siconfi-cor :

Leia mais

Documento gerado em 28/04/2015 13:31:35 Página 1 de 42

Documento gerado em 28/04/2015 13:31:35 Página 1 de 42 DCA-Anexo I-AB Balanço Patrimonial - Ativo e Passivo Padrao Balanço Patrimonial Ativo - Ativo - 1.0.0.0.0.00.00 - Ativo 96.744.139,42 1.1.0.0.0.00.00 - Ativo Circulante 24.681.244,01 1.1.1.0.0.00.00 -

Leia mais

Prefeitura Municipal de São José da Lapa

Prefeitura Municipal de São José da Lapa Estado de Minas Gerais Demostração das Variações Patrimoniais - Anexo 15 - Lei 4.320/64 ENTIDADE: 000 - CONSOLIDADO lilian@sonner.com.br 30-03-2015 13:44:25 400000000 VARIAÇÃO PATRIMONIAL AUMENTATIVA 300000000

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E AUDITORIA PÚBLICA

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E AUDITORIA PÚBLICA IESP INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DA PARAÍBA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E AUDITORIA PÚBLICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E AUDITORIA PÚBLICA DISCIPLINA: CONTABILIDADE E CONTROLADORIA

Leia mais

Documento gerado em 27/04/2015 15:46:27 Página 1 de 42

Documento gerado em 27/04/2015 15:46:27 Página 1 de 42 DCA-Anexo I-AB Balanço Patrimonial - Ativo e Passivo Padrao Balanço Patrimonial Ativo - Ativo - 1.0.0.0.0.00.00 - Ativo 90.603.291,75 1.1.0.0.0.00.00 - Ativo Circulante 39.564.561,26 1.1.1.0.0.00.00 -

Leia mais

BALANÇO FINANCEIRO ANO 2013

BALANÇO FINANCEIRO ANO 2013 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO SECRETARIA DA FAZENDA BALANÇO FINANCEIRO ANO 2013 Receita Despesa ORÇAMENTÁRIA (1) ORÇAMENTÁRIA (5) Receitas Orçamentárias Despesas

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO - DCASP

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO - DCASP DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO - DCASP Novas Demonstrações Contábeis do Setor Público DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO SETOR PÚBLICO Englobam todos os fatos contábeis e atos que interessam

Leia mais

CAU - MT Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Mato Grosso CNPJ: 14.820.959/0001-88

CAU - MT Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Mato Grosso CNPJ: 14.820.959/0001-88 CAU - MT Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Mato Grosso CNPJ: 14.820.959/0001-88 Balanço Financeiro Período: 01/01/2012 a 31/12/2012 INGRESSOS DISPÊNDIOS ESPECIFICAÇÃO Exercício Anterior

Leia mais

Balanço Patrimonial. Janeiro à Novembro de 2014 - Anexo 14, da Lei 4.320/64. Exercício Anterior

Balanço Patrimonial. Janeiro à Novembro de 2014 - Anexo 14, da Lei 4.320/64. Exercício Anterior Página 1 de 5 CIRCULANTE 3.458.065,56 1.875.217,00 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 2.816.152,90 1.000.561,87 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL 2.816.152,90 1.000.561,87 CAIXA E EQUIVALENTES

Leia mais

TÍTULOS PREVISÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA TÍTULOS FIXAÇÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA CRÉD. ORÇAM. SUPLEMENTARES DESPESAS CORRENTES . PESSOAL E ENC.

TÍTULOS PREVISÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA TÍTULOS FIXAÇÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA CRÉD. ORÇAM. SUPLEMENTARES DESPESAS CORRENTES . PESSOAL E ENC. 1 ANEXO III - PT/MPS Nº 95, DE 06 DE MARÇO DE 2007 DOU DE 07.03.07 MODELOS E INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS SÃO AS EXTRAÍDAS DOS LIVROS, REGISTROS E

Leia mais

Demonstração da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas Adendo II a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 Anexo I, da Lei nº 4.

Demonstração da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas Adendo II a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 Anexo I, da Lei nº 4. PREVIDENCIA SOCIAL DO MUN. DE CAMPINA GRANDE DO SUL ESTADO DO PARANÁ Demonstração da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas Adendo II a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 Anexo I, da Lei nº

Leia mais

VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64

VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64 VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64 Apresentação Este volume compõe o Balanço Geral do Estado do exercício financeiro 2010. Nele são apresentados os anexos exigidos na LEI 4.320/64. LUIZ MARCOS DE LIMA SUPERINTENDENTE

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA - DMU

TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA - DMU Alterações em relação ao arquivos publicados em 03/06/2014: Item alterado/incluído Motivo Regras de consolidação. b.8 Numeração errada. Regras de consistência, b Exclui-se as consignações do passivo financeiro

Leia mais

Balancete Financeiro - RECEITA

Balancete Financeiro - RECEITA Balancete Financeiro Pagina 1/6 RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 5.554.843,81 55.865.864,51 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 596.903,38 5.277.172,60 1.1.1.0.00.00.00.00

Leia mais

Anexo 12 - Balanço Orçamentário

Anexo 12 - Balanço Orçamentário Anexo 12 - Balanço Orçamentário BALANÇO ORÇAMENTÁRIO EXERCÍCIO: PERÍODO: MÊS DATA DE EMISSÃO: PÁGINA: PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS SALDO RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS INICIAL ATUALIZADA REALIZADAS (a) (b) c = (a-b)

Leia mais

10h40 às 12h - PALESTRA II TEMA: PLANO DE CONTAS APLICADO AO SETOR PÚBLICO Palestrante: Fernando Freitas Melo

10h40 às 12h - PALESTRA II TEMA: PLANO DE CONTAS APLICADO AO SETOR PÚBLICO Palestrante: Fernando Freitas Melo 10h40 às 12h - PALESTRA II TEMA: PLANO DE CONTAS APLICADO AO SETOR PÚBLICO Palestrante: Fernando Freitas Melo Plano de Contas Aplicado ao Setor Público CH: 1:20 h Conteúdo: 1. Aspectos gerais do Plano

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA - DMU

TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA - DMU Alterações em relação aos arquivos publicados em 10/11/2014: Item alterado/incluído Evento 1.9 Evento 2.20.8 Evento 2.72.13 Motivo Obs: Os créditos relativos à Dívida Ativa podem ser registrados somente

Leia mais

perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público Demonstrações Contábeis sob a perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público

perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público Demonstrações Contábeis sob a perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público Demonstrações Contábeis sob a perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público Demonstrações Contábeis sob a perspectiva da Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público QUEM ATUALIZOU AS DEMONSTRAÇÕES?

Leia mais

Descrição Exclusões Descrição Observações LINHA DA DCA

Descrição Exclusões Descrição Observações LINHA DA DCA ANEXO I - VARIAÇÕES PATRIMONIAIS DIMINUTIVAS QDCC_Sistn A planilha abaixo ilustra a aplicação da metodologia simplificada descrita no item 10 da Nota Técnica nº 4/2015/CCONF/SUCON/STN/MF-DF ao Plano de

Leia mais

ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL

ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ PÁGINA: 1 BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO - 2005 ANEXO 14 ATIVO ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL 450.323.096,72 CAIXA 47.294,31 BANCOS CONTA MOVIMENTO 210.194.091,20

Leia mais

SALDO (f)=(a+b-c-e) DESPESAS CORRENTES 8.201,60 4.051.439,12 3.861.681,23 25.087,21 172.872,28

SALDO (f)=(a+b-c-e) DESPESAS CORRENTES 8.201,60 4.051.439,12 3.861.681,23 25.087,21 172.872,28 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ANEXO I - DEMONSTRATIVO DE EXECUÇÃO DOS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS : 2013 Data de Emissão: 29/03/2014 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ANEXO II - DEMONSTRATIVO DE EXECUÇÃO DOS RESTOS A PAGAR

Leia mais

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO 11º Congresso Catarinense de Secretários de Finanças, Contadores Públicos e Controladores Internos Municipais ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO 1 Professor João Eudes Bezerra

Leia mais

INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS IPC 05 Metodologia para Elaboração da Demonstração das Variações Patrimoniais (Versão publicada em: 23/12/2014)

INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS IPC 05 Metodologia para Elaboração da Demonstração das Variações Patrimoniais (Versão publicada em: 23/12/2014) REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 15 de Novembro de 1889 MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS IPC 05 Metodologia para Elaboração da Demonstração das Variações

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - DEPARTAMENTO NACIONAL BALANÇO PATRIMONIAL ESPECIFICAÇÃO 2014 2013 ESPECIFICAÇÃO 2014 2013

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - DEPARTAMENTO NACIONAL BALANÇO PATRIMONIAL ESPECIFICAÇÃO 2014 2013 ESPECIFICAÇÃO 2014 2013 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO Ativo Circulante 1.149.479.180,77 989.839.743,43 Passivo Circulante 317.274.300,38 283.051.918,44 Caixa e Equiv. Caixa Moeda Nacional 800.954.874,69 676.326.925,34 Obrig.

Leia mais

PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS E ATUARIAS NOS RPPS. Professor João Eudes Bezerra Filho

PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS E ATUARIAS NOS RPPS. Professor João Eudes Bezerra Filho PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS E ATUARIAS NOS RPPS Professor João Eudes Bezerra Filho DIAGNÓSTICO: CENÁRIO ATUAL DIMENSÃO CONTABILIDADE PATRIMONIAL ATIVO FINANCEIRO ATIVO FINANCEIRO Disponível Caixa (Tesouraria)

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO ATIVO R$ CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 Disponibilidades 1.222.288,96 946.849,34 Mensalidades a receber 4.704.565,74 4.433.742,86 Endosso para terceiros 1.094.384,84

Leia mais

Receita Orçamentária: Conceitos, codificação e classificação 1

Receita Orçamentária: Conceitos, codificação e classificação 1 Receita Orçamentária: Conceitos, codificação e classificação 1 1. CODIFICAÇÃO ORÇAMENTÁRIA DA RECEITA Para melhor identificação da entrada dos recursos aos cofres públicos, as receitas são codificadas

Leia mais

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 129.967,90D 130.464,22D 1/8 1.1.1.1.1.01 ATIVO CIRCULANTE 54.320,75D 54.817,07D E EQUIVALENTES CAIXA MOEDA NACIONAL - CONSOLIDAÇÃO 51.666,68D 497.996,11

Leia mais

Receita Orçamentária: Conceitos, codificação e classificação 1

Receita Orçamentária: Conceitos, codificação e classificação 1 Para mais informações, acesse o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Parte I Procedimentos Contábeis Orçamentários, 5ª edição. https://www.tesouro.fazenda.gov.br/images/arquivos/artigos/parte_i_-_pco.pdf

Leia mais

Análise de Balanços. Flávia Moura

Análise de Balanços. Flávia Moura Análise de Balanços Flávia Moura 1 Tópicos para Reflexão O que é análise de balanços? A análise de balanços consiste em proceder a investigações dos fatos com base nos dados Para que serve a análise de

Leia mais

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro:

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro: Anexo I - Regras de Validação DCA 2014 O presente anexo possui o objetivo de apresentar a estrutura das mensagens de erros emitidas quando o sistema encontra alguma inconsistência na validação das fórmulas

Leia mais

Total 420.044.577,42 Total 420.044.577,42

Total 420.044.577,42 Total 420.044.577,42 Anexo 01 Demonstrativo da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas RECEITA DESPESA RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES RECEITA PATRIMONIAL 1.324.567,17 JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA 0,00 RECEITA

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2013 Folha: 1 Consorcio Publico do Extremo Sul

Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2013 Folha: 1 Consorcio Publico do Extremo Sul Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2013 Folha: 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO 6.735,34 8.034,62 4.211,61 10.558,35 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE 6.735,34 8.034,62

Leia mais

Empresa Munic. de Transporte Urbano Presidente Figueiredo

Empresa Munic. de Transporte Urbano Presidente Figueiredo 03698709/000109 Exercício: 2015 BALANCETEISOLADO EMPRESA MUNICIPAL DE TRANSPORTE URBANO EMTU (UG:5) Página 1 de 5 100000000 05 ATIVO 343.632,70 139.134,52 114.972,75 367.794,47 110000000 05 ATIVO CIRCULANTE

Leia mais

R E C E I T A G E R A L RECURSOS DE TODAS AS FONTES

R E C E I T A G E R A L RECURSOS DE TODAS AS FONTES TESOURO OUTRAS FONTES T O T A L ----------------------------------------------------------------------------------------------------- CÓDIGO E S P E C I F I C A Ç Ã O RECURSOS OUTROS TOTAL RECURSOS OUTROS

Leia mais

Estado de Santa Catarina Tribunal de Contas de Santa Catarina EVENTOS c/c DÉBITO c/c CRÉDITO

Estado de Santa Catarina Tribunal de Contas de Santa Catarina EVENTOS c/c DÉBITO c/c CRÉDITO 001 Previsão orçamentária inicial da receita Estado de Santa Catarina 1 5.2.1.1.1.00.00 Previsão inicial da receita bruta 1 6.2.1.1.0.00.00 Receita a realizar 002 Previsão adicional da receita 1 5.2.1.2.1.XX.XX

Leia mais

BALANÇO GERAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. Controladoria Geral do Estado Contabilidade Geral

BALANÇO GERAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. Controladoria Geral do Estado Contabilidade Geral BALANÇO GERAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE 2013 ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE Controladoria Geral do Estado Contabilidade Geral GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE Rosalba Ciarlini Rosado CONTROLADORIA

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE FOMENTO À HABITAÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DE FOMENTO À HABITAÇÃO SEMANÁRIO OFICIAL João Pessoa, 27 de julho de 212 * n 1332 ESPECIAL * Pág. 11/66 SECRETARIA MUNICIPAL DE FOMENTO À HABITAÇÃO Pág. 12/66 * n 1332 ESPECIAL * João Pessoa, 27 de julho de 212 SEMANÁRIO OFICIAL

Leia mais

8 - FONTES DE FINANCIAMENTO DAS DESPESAS DO ORÇAMENTO DA SEGURIDADE SOCIAL

8 - FONTES DE FINANCIAMENTO DAS DESPESAS DO ORÇAMENTO DA SEGURIDADE SOCIAL 8 - FONTES DE FINANCIAMENTO DAS DESPESAS DO ORÇAMENTO DA SEGURIDADE SOCIAL Fontes de Financiamento das Despesas do Orçamento da Seguridade Social Receitas Vinculadas (A) 261.219.912.063 1.1.2.1.17.00

Leia mais

Departamento de Água e Esgoto de Marília

Departamento de Água e Esgoto de Marília 1.0.0.0.00.00.00 1.1.0.0.00.00.00 1.1.2.0.00.00.00 1.1.2.2.00.00.00 1.1.2.2.29.00.00 1.1.2.2.99.00.00 1.1.2.2.99.05.00 1.1.3.0.00.00.00 1.1.3.0.01.00.00 1.1.3.0.01.02.00 1.1.3.0.01.03.00 1.3.0.0.00.00.00

Leia mais

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP:91010-001. Empresa: Plano referencial 4 - Seguradoras

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP:91010-001. Empresa: Plano referencial 4 - Seguradoras 1 ATIVO 1.01 CIRCULANTE 1.01.01 DISPONÍVEL 1.01.01.01 Caixa 1.01.01.02 Valores em Trânsito 1.01.01.03 Bancos Conta Depósitos 1.01.01.04 Aplicações no Mercado Aberto 1.01.02 APLICAÇÕES 1.01.02.01 Títulos

Leia mais

Contabilidade Pública. Aula 6. Apresentação. Demonstração do Balanço Patrimonial. Demonstração dos Fluxos de Caixa. Necessidade e Função

Contabilidade Pública. Aula 6. Apresentação. Demonstração do Balanço Patrimonial. Demonstração dos Fluxos de Caixa. Necessidade e Função Contabilidade Pública Aula 6 Apresentação Prof. Me. Adilson Lombardo Demonstração do Balanço Patrimonial Necessidade e Função Demonstração dos Fluxos de Caixa Demonstração do Resultado Econômico Contextualização

Leia mais

Classificação por Categoria Econômica

Classificação por Categoria Econômica Classificação por Categoria Econômica 1. Classificação A classificação por categoria econômica é importante para o conhecimento do impacto das ações de governo na conjuntura econômica do país. Ela possibilita

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Contadoria Geral do Estado

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Contadoria Geral do Estado 11120431 Imposto de Renda Retido nas Fontes sobre os Rendimentos do Trabalho 00 2.885.556.099,44 11120434 Imposto de Renda Retido nas Fontes sobre outros Rendimentos 00 205.497.947,46 11120501 Cota-Parte

Leia mais

UNISERCON. Contabilidade UNIÃO DE SERVIÇOS CONTABEIS

UNISERCON. Contabilidade UNIÃO DE SERVIÇOS CONTABEIS UNISERCON UNIÃO DE SERVIÇOS CONTABEIS CRC/RS3101 BALANÇO PATRIMONIAL ANALÍTICO EXERCÍCIO DE 2011 ooo - xxxxxxx- xxxxxx xx xxxxx xxxx (oo.ooo.oo/oooi-oo) CONTA Folha 1 SALDO 1 1. 1 1. 1. 01 1. 1. 01. 01

Leia mais

CONSOLIDAÇÃO ORÇAMENTÁRIA

CONSOLIDAÇÃO ORÇAMENTÁRIA CAPITULO III CONSOLIDAÇÃO ORÇAMENTÁRIA ADMINISTRAÇÃO DIRETA 31 3 CONSOLIDAÇÃO ORÇAMENTÁRIA - ADMINISTRAÇÃO DIRETA 3.1 DOS BALANÇOS 3.1.1 - Resultado Financeiro do Exercício Considerando que a receita arrecadada

Leia mais

QUADRO DEMONSTRATIVO DA RECEITA CREA- MÊS: ANEXO I ANO:

QUADRO DEMONSTRATIVO DA RECEITA CREA- MÊS: ANEXO I ANO: QUADRO DEMONSTRATIVO DA RECEITA CREA- MÊS: ANEXO I ANO: CÓDIGO DISCRIMINAÇÃO VALORES 1.000.00.00 RECEITAS CORRENTES 1.200.00.00 RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 1.210.00.00 CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS 1.210.40.00 Contribuições

Leia mais

NOVAS DIRETRIZES PARA A CONTABILIDADE MUNICIPAL ISAAC DE OLIVEIRA SEABRA TCE-PE

NOVAS DIRETRIZES PARA A CONTABILIDADE MUNICIPAL ISAAC DE OLIVEIRA SEABRA TCE-PE NOVAS DIRETRIZES PARA A CONTABILIDADE MUNICIPAL ISAAC DE OLIVEIRA SEABRA TCE-PE CENÁRIO ANTERIOR Gestão Dívida Financeira Pública ORÇAMENTO PUBLICO Contabilidade Receita e Despesa Demonstrativos Contábeis:

Leia mais

Banrisul Armazéns Gerais S.A.

Banrisul Armazéns Gerais S.A. Balanços patrimoniais 1 de dezembro de 2012 e 2011 Nota Nota explicativa 1/12/12 1/12/11 explicativa 1/12/12 1/12/11 Ativo Passivo Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 17.891 18.884 Contas

Leia mais

Página de Transparência Pública - Tabela de Natureza da Despesa Fonte: Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal SIAFI

Página de Transparência Pública - Tabela de Natureza da Despesa Fonte: Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal SIAFI Página de Transparência Pública - Tabela de Natureza da Despesa Fonte: Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal SIAFI OBS: utilizar apenas a parte numérica dos códigos, desprezando

Leia mais

1.1.2.07.001 Empréstimos a empregados 1.1.2.07.002 Empréstimos a terceiros 1.1.2.08 Tributos a Compensar 1.1.2.08.001 IR Retido na Fonte a Compensar

1.1.2.07.001 Empréstimos a empregados 1.1.2.07.002 Empréstimos a terceiros 1.1.2.08 Tributos a Compensar 1.1.2.08.001 IR Retido na Fonte a Compensar A seguir um modelo de Plano de Contas que poderá ser utilizado por empresas comerciais, industriais e prestadoras de serviços, com as devidas adaptações: 1 Ativo 1.1 Ativo Circulante 1.1.1 Disponível 1.1.1.01

Leia mais

Codigo Nivel Contabil TP Descricao UG Fonte Banco Agencia Conta Corrente

Codigo Nivel Contabil TP Descricao UG Fonte Banco Agencia Conta Corrente Estado do Parana Relacao Cadastral do Plano de Contas Folha: 1 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00.00.00 S ATIVO 2 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00.00.00 S ATIVO CIRCULANTE 3 1.1.1.0.0.00.00.00.00.00.00.00 S CAIXA E EQUIVALENTES

Leia mais

Gerdau S.A. e Metalúrgica Gerdau S.A. Em 31 de dezembro de 2011 e 2010

Gerdau S.A. e Metalúrgica Gerdau S.A. Em 31 de dezembro de 2011 e 2010 54 RELATÓRIO ANUAL GERDAU 2011 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RESUMIDAS Gerdau S.A. e Metalúrgica Gerdau S.A. Em 31 de dezembro de 2011 e 2010 GERDAU S.A. e empresas controladas BALANÇOS PATRIMONIAIS CONSOLIDADOS

Leia mais

Anexo 14 - BALANÇO PATRIMONIAL

Anexo 14 - BALANÇO PATRIMONIAL Página 1 de 3 CIRCULANTE 17.957.906,23 13.781.064,25 CIRCULANTE 2.918.670,71 3.459.718,41 Caixa e Equivalentes de Caixa 11.326.508,18 CRÉDITOS A CURTO PRAZO Clientes Crédito Tributário a Receber Dívida

Leia mais

02.10 PROVISÕES, PASSIVOS CONTINGENTES E ATIVOS CONTINGENTES 02.10.01 INTRODUÇÃO

02.10 PROVISÕES, PASSIVOS CONTINGENTES E ATIVOS CONTINGENTES 02.10.01 INTRODUÇÃO 02.10 PROVISÕES, PASSIVOS CONTINGENTES E ATIVOS CONTINGENTES 02.10.01 INTRODUÇÃO A normatização dos procedimentos contábeis relativos a provisões, passivos contingentes e ativos contingentes foi elaborada

Leia mais

CONTABILIDADE GERAL E GERENCIAL

CONTABILIDADE GERAL E GERENCIAL CONTABILIDADE GERAL E GERENCIAL AULA 03: ESTRUTURA DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS TÓPICO 03: ORIGEM E EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA QUALIDADE A DRE tem por objetivo evidenciar a situação econômica de uma empresa,

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis 12.1. Introdução O artigo 176 da Lei nº 6.404/1976 estabelece que, ao fim de cada exercício social, a diretoria da empresa deve elaborar, com base na escrituração mercantil, as

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO E ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO E ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO E ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS As orientações constantes deste manual devem ser observadas pelas Unidades Gestoras para encerramento do exercício,

Leia mais

37.899.634,30 PASSIVO CIRCULANTE CRÉDITOS DE TRANSFERÊNCIAS A RECEBER EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTO CONCEDIDOS

37.899.634,30 PASSIVO CIRCULANTE CRÉDITOS DE TRANSFERÊNCIAS A RECEBER EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTO CONCEDIDOS MUNICÍPIO DE CALDAS NOVAS ESTADO DE GOIAS Balanço Financeiro Anexo 1 (Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público MCASP)Portaria STN nº 37/2012 5a edição BALANÇO GERAL DO EXERCICIO DE 201 PERÍODO(MÊS)

Leia mais

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 99.562,86D 118.646,81D 1/9 ATIVO CAIXA CONTA CIRCULANTE E ÚNICA EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL - CONSOLIDAÇÃO 97.962,86D 250.343,95 231.260,00

Leia mais

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A.

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo e patrimônio líquido Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 17.488 25.888 Fornecedores e outras obrigações 17.561 5.153 Contas a receber

Leia mais

2ª edição Ampliada e Revisada. Capítulo 10 Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos

2ª edição Ampliada e Revisada. Capítulo 10 Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos 2ª edição Ampliada e Revisada Capítulo Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos Tópicos do Estudo Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos (Doar). Uma primeira tentativa de estruturar

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO AMAPA Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Abril / 2013. Pág. : 1.

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO AMAPA Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Abril / 2013. Pág. : 1. ATIVO Pág. : 1 1 ATIVO 1.267.635,99 199.024,16 243.515,58 1.223.144,57 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 407.941,54 177.708,38 222.564,32 363.085,60 D 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 119.056,37 76.325,59 56.861,51

Leia mais

20/07/2015. Receitas. Receitas. Receitas

20/07/2015. Receitas. Receitas. Receitas Em sentido amplo, os ingressos de recursos financeiros nos cofres do Estado denominam-se receitas públicas, registradas como receitas orçamentárias, quando representam disponibilidades de recursos financeiros

Leia mais

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público Plano de Contas Aplicado ao Setor Público Fonte: Apresentação da Coordenação Geral de Contabilidade STN/CCONT do Tesouro Nacional Última Atualização: 14/09/2009 1 Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor

Leia mais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 3.953.236.822,66 RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 3.320.180.698,63 RECEITAS 1.684.972.053,82 ORÇAMENTÁRIA 1.684.972.053,82 DESPESA ORÇAMENTARIA 3.044.151.183,85

Leia mais

Governo Municipal de Rondon do Pará ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2014 - Consolidado DEMONSTRATIVO DA LEGISLAÇÃO DA RECEITA

Governo Municipal de Rondon do Pará ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2014 - Consolidado DEMONSTRATIVO DA LEGISLAÇÃO DA RECEITA Governo Municipal de Rondon do Pará ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2014 - Consolidado DEMONSTRATIVO DA LEGISLAÇÃO DA RECEITA MESTRE 1000.00.00.00.00 Receitas Correntes 1100.00.00.00.00 Receita Tributária 1110.00.00.00.00

Leia mais

1 de Verificação - 2014 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1.2.3.1.1.03.02 (40966) MÓVEIS MÁQUINAS E E UTENSÍLIOS DE ESCRITÓRIO 339.159,49D 25.

1 de Verificação - 2014 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1.2.3.1.1.03.02 (40966) MÓVEIS MÁQUINAS E E UTENSÍLIOS DE ESCRITÓRIO 339.159,49D 25. 1 de Verificação - 2014 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1.217.589,73D 1.245.340,55D Atual1/8 ATIVO CIRCULANTE 588.962,97D 151.410,23D 194.301,54 188.047,63 166.550,72 160.296,81 616.713,79D 1.1.1.1.1.50.99

Leia mais

Prefeitura Da Cidade do Rio de Janeiro Controladoria Geral do Município Subcontroladoria de Integração de Controles Contadoria Geral

Prefeitura Da Cidade do Rio de Janeiro Controladoria Geral do Município Subcontroladoria de Integração de Controles Contadoria Geral 1 RELATÓRIO DE DESEMPENHO DA PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO FRENTE À LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL NO EXERCÍCIO DE 2012 Este relatório tem por objetivo abordar, de forma resumida, alguns aspectos

Leia mais

1.1 Demonstração dos Fluxos de Caixa

1.1 Demonstração dos Fluxos de Caixa 1 Exercícios de Fixação (Questões de concurso) 1.1 Demonstração dos Fluxos de Caixa 1.1.1 Concurso para AFRF 2000 prova de contabilidade avançada - Questão 15 ENUNCIADO 15- Aplicações em Investimentos

Leia mais

BALANÇO ORÇAMENTÁRIO DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Créditos Orçamentários e Suplementares

<ESFERA DE GOVERNO> BALANÇO ORÇAMENTÁRIO DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL <PERÍODO DE REFERÊNCIA> Créditos Orçamentários e Suplementares $1(;2,,,6(*81'2$370361ž$78$/,=$'$3(/$370361žH370361ž 02'(/26(,16758d (6'(35((1&+,0(172'$6'(021675$d (6&217È%(,6 Os Regimes Próprios de Previdência Social deverão elaborar, anualmente, as seguintes Demonstrações

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO PARANÁ Data: 19/03/10 SIM- AM SISTEMA DE INFORMAÇÕES MUNICIPAIS- ACOMPANHAMENTO MENSAL Hora: 14:40:39

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO PARANÁ Data: 19/03/10 SIM- AM SISTEMA DE INFORMAÇÕES MUNICIPAIS- ACOMPANHAMENTO MENSAL Hora: 14:40:39 1.0.00.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 14.033.075,00 13.097.929,05 935.145,95 1.1.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 1.1.10.00.00.00.00 IMPOSTOS 1.1.12.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 1.1.12.02.00.00.00

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CIA CAT. DE ÁGUAS E SANEAMENTO - CASAN Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CIA CAT. DE ÁGUAS E SANEAMENTO - CASAN Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Fluxo de Caixa 6 Demonstração das Mutações

Leia mais

RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS

RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS 10000000 11000000 11100000 11120000 11120200 11120400 11120431 11120434 11120800 11130000 11130500 11130501 11130502 11130503 11130504 11130505 11130506 11200000 11210000 11212500 11212501 11212502 11212600

Leia mais

01 Apresentação das Demonstrações Contábeis... 03. 02 Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público DCASP... 11. - Balanço Patrimonial...

01 Apresentação das Demonstrações Contábeis... 03. 02 Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público DCASP... 11. - Balanço Patrimonial... ÍNDICE 01 Apresentação das Demonstrações Contábeis... 03 02 Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público DCASP... 11 - Balanço Patrimonial... 12 - Demonstração das Variações Patrimoniais... 15 -

Leia mais

Balancete Financeiro - RECEITA

Balancete Financeiro - RECEITA Balancete Financeiro Página(s): 1/7 1.0.0.0.00.00.00.00 S RECEITAS CORRENTES 5.369.532,33 28.582.400,90 1.1.0.0.00.00.00.00 S RECEITA TRIBUTÁRIA 268.258,88 1.463.893,35 1.1.1.0.00.00.00.00 S IMPOSTOS 264.355,85

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA CAPÍTULO 33 Este Capítulo é parte integrante do Livro Contabilidade Básica - Finalmente Você Vai Entender a Contabilidade. 33.1 CONCEITOS A demonstração dos fluxos de caixa evidencia as modificações ocorridas

Leia mais

Titulos Saldo --- Movimento Completo --- Saldo Anterior Debitos Creditos Atual

Titulos Saldo --- Movimento Completo --- Saldo Anterior Debitos Creditos Atual Estado do Parana Plano de Contas 01 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2014 Folha: 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00.00.00 ATIVO 71.824,50 D 3.869.412,56 3.857.233,06 84.004,00 D 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00.00.00 ATIVO

Leia mais

SIND.TRAB.EM.EMPR.PLAN.DES.URBANO-SINCOHAB C.N.P.J: 66.661.372/0001-77 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014

SIND.TRAB.EM.EMPR.PLAN.DES.URBANO-SINCOHAB C.N.P.J: 66.661.372/0001-77 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 SIND.TRAB.EM.EMPR.PLAN.DES.URBANO-SINCOHAB C.N.P.J: 66.661.372/0001-77 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 CONTAS DO ATIVO DE 2014 DE 2013 Fls.: 051 DE 2012 CIRCULANTE DISPONÍVEL 6.204,56 6.866,64

Leia mais

30/06/2015 IPSAS. Lançamentos Contábeis Típicos e DCASP MCASP. Lucy Fátima de Assis Freitas. 6ª Edição - 2015 PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS

30/06/2015 IPSAS. Lançamentos Contábeis Típicos e DCASP MCASP. Lucy Fátima de Assis Freitas. 6ª Edição - 2015 PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS CONVERGÊNCIA CONTÁBIL SETOR PUBLICO BRASILEIRO Lançamentos Contábeis Típicos e DCASP Lucy átima de Assis reitas Plano de Implantação Procedimentos Contábeis Patrimoniais Regulamenta o art. 13 da Portaria

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Departamento de Desenvolvimento Profissional Home Page: www.crc.org.br E-mail: cursos@crcrj.org.br DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR

Leia mais

ANO DE 2010 BALANÇO DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

ANO DE 2010 BALANÇO DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA CONTAS ANO DE 2010 BALANÇO DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PARAQUEDISMO RUA DA UNIDADE, 9 7000-719

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VARGEM BONITA - M.G Livro Nº 18 Folha Nº 015

PREFEITURA MUNICIPAL DE VARGEM BONITA - M.G Livro Nº 18 Folha Nº 015 Folha Nº 015 LEI Nº. 1.058/2014 ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO PARA O EXERCÍCIO DE 2015 O Prefeito do Município: Faço saber que a Câmara Municipal de Vargem Bonita aprovou e eu sanciono

Leia mais

Análise Contábil do Relatório de

Análise Contábil do Relatório de Análise Contábil do Relatório de Controle Interno Gerência de Contabilidade Centralizada Diretoria de Contabilidade Geral Flávio van GEORGE Rocha Sir. Flávio van GEORGE Rocha Composição do Relatório: 1.

Leia mais

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS.

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. I. BALANÇO ATIVO 111 Clientes: duplicatas a receber provenientes das vendas a prazo da empresa no curso de suas operações

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE - DESO. Aracaju - SE BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO A T I V O CIRCULANTE 160.805.445 138.417.

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE - DESO. Aracaju - SE BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO A T I V O CIRCULANTE 160.805.445 138.417. BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO A T I V O 2008 2007 CIRCULANTE 160.805.445 138.417.550 DISPONIBILIDADES 19.838.758 6.355.931 Caixa e bancos 2.931.388 3.021.874 Aplicações de liquidez imediata 16.907.370

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - SP Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Julho / 2015. Pág. : 1.

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - SP Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Julho / 2015. Pág. : 1. ATIVO Pág. : 1 1 ATIVO 6.962.923,94 955.075,63 999.851,97 6.918.147,60 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.575.224,25 286.194,78 341.306,07 2.520.112,96 D 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 998.084,67 206.815,23

Leia mais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 28.393.390.678,55 RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 28.527.468.836,27 RECEITAS 13.532.898.028,40 ORÇAMENTÁRIA 13.532.898.028,40 DESPESA ORÇAMENTARIA 10.266.008.652,65

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Vitória

Prefeitura Municipal de Santa Vitória Estado de Minas Gerais 000 - CONSOLIDADO Período: 01-02-2015 a 28-02-2015 01021 25-03-2015 10:43:32 1.0.0.0.00.00.00 Receitas Correntes 104.781.529,32 7.967.161,22 17.057.545,28 1.1.0.0.00.00.00 Receita

Leia mais

PLANO DE CONTAS. - Plano 000001 FOLHA: 000001 0001 - INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA DA USP DATA: 18/08/2009 PERÍODO: 01/2007

PLANO DE CONTAS. - Plano 000001 FOLHA: 000001 0001 - INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA DA USP DATA: 18/08/2009 PERÍODO: 01/2007 PLANO DE S FOLHA: 000001 1 - ATIVO 1.1 - ATIVO CIRCULANTE 1.1.1 - DISPONÍVEL 1.1.1.01 - BENS NUMERÁRIOS 1.1.1.01.0001 - (0000000001) - CAIXA 1.1.1.02 - DEPÓSITOS BANCÁRIOS 1.1.1.02.0001 - (0000000002)

Leia mais

ENCERRAMENTO DE MANDATO. Heraldo da Costa Reis Professor da ENSUR/IBAM e do Departamento de Contabilidade da UFRJ.

ENCERRAMENTO DE MANDATO. Heraldo da Costa Reis Professor da ENSUR/IBAM e do Departamento de Contabilidade da UFRJ. ENCERRAMENTO DE MANDATO Professor da ENSUR/IBAM e do Departamento de Contabilidade da UFRJ. No ano em curso de 2008, dois fatos ocuparão as nossas atenções: O encerramento dos mandatos dos atuais prefeitos,

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 5 Balanço Patrimonial Passivo 9 Demonstração do Resultado 12 Demonstração do Resultado

Leia mais

ENCONTRO TÉCNICO MCASP - Manual de Contabilidade Aplicado ao Setor Público

ENCONTRO TÉCNICO MCASP - Manual de Contabilidade Aplicado ao Setor Público SISTEMA INTEGRADO DE CONTROLE E AUDITORIA PÚBLICA - SICAP/CONTÁBIL ENCONTRO TÉCNICO MCASP - Manual de Contabilidade Aplicado ao Setor Público Portaria Conjunta STN/SOF nº 02/2012 Portaria STN nº 437/2012

Leia mais

Este Plano de Contas será atualizado pela Gerência de Normas da Diretoria da Contabilidade Pública Genor/Dicop.

Este Plano de Contas será atualizado pela Gerência de Normas da Diretoria da Contabilidade Pública Genor/Dicop. Governo do Estado da Bahia Secretaria da Fazenda P l a n o d e C o n t a s 1 /3 Apresentação Este Plano de Contas tem o propósito de atender, de maneira uniforme e sistematizada, ao registro contábil dos

Leia mais

Balancete. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06. Créditos. Conta. Página:1/24

Balancete. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06. Créditos. Conta. Página:1/24 Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06 Balancete Período: 01/05/2015 a 31/05/2015 Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 660.339,65D 383.449,46 379.045,53 664.743,58D

Leia mais