PATRIMÔNIO AMBIENTAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PATRIMÔNIO AMBIENTAL"

Transcrição

1 PATRIMÔNIO AMBIENTAL

2 PATRIMÔNIO Conjunto de direitos e obrigações de uma pessoa

3 PATRIMÔNIO Bem ou conjunto de bens culturais ou naturais valor reconhecido para determinada localidade, região, país, ou para a humanidade Passíveis de proteção Preservação para o usufruto de todos os cidadãos

4 PATRIMÔNIO AMBIENTAL Conjunto de bens ambientais Titularidade: bem de uso comum difuso transindividual

5 PATRIMÔNIO AMBIENTAL PRINCÍPIOS: do direito humano fundamental, da dignidade, democrático, do equilíbrio, do limite, da prevenção, da precaução, do desenvolvimento sustentável, da função sócio-ambiental da propriedade, da intervenção estatal e da onipresença

6 PATRIMÔNIO AMBIENTAL Múltiplos aspectos do meio ambiente: NATURAL CULTURAL ARTIFICIAL

7 PATRIMÔNIO AMBIENTAL NATURAL AR ÁGUA SOLO FAUNA FLORA

8 PATRIMÔNIO AMBIENTAL CULTURAL (1919) Patrimônio Histórico titularidade pública Bens móveis e imóveis Monumentos Referência cultural da comunidade

9 PATRIMÔNIO AMBIENTAL CULTURAL Brasil 1920/ modernismo Decreto-lei nº 25/1937 Lei de Tombamento Bens materiais e imateriais Proteção da identidade de um povo Considerados de modo individual ou em conjunto

10 PATRIMÔNIO AMBIENTAL CULTURAL Vinculação a fatos memoráveis da história ou Valor Arqueológico, Etnográfico, Paisagístico, Histórico, Bibliográfico ou Artístico

11 PATRIMÔNIO AMBIENTAL CULTURAL Art. 216, CR: Identidade, ação, memória de grupos formadores da sociedade formas de expressão

12 PATRIMÔNIO AMBIENTAL CULTURAL modos de criar, fazer e viver criações científicas, artísticas e tecnológicas obras, objetos, documentos edificações e espaços destinados a manifestações artístico-culturais Conjuntos urbanos ou sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico

13 PATRIMÔNIO AMBIENTAL CULTURAL Proteção: Identificação do bem Medida protetiva Lei específica Ato administrativo: tombamento ou desapropriação Decisão judicial (ACP ou AP ou processo crime)

14 PATRIMÔNIO AMBIENTAL ARTIFICIAL Proteção na perspectiva de ordenação dos espaços habitáveis funcionalidade das cidades processos de urbanização - ordenação Habitação Lazer Trabalho Circulação Saneamento Proximidade com o direito urbanístico Espaço urbano aberto Espaço urbano fechado

15 PATRIMÔNIO AMBIENTAL ARTIFICIAL Principais instrumentos Planos diretores Leis de zoneamento Leis de uso e ocupação do solo Códigos de posturas Lei nº /2001 Estatuto da Cidade Cidades sustentáveis Dimensões sociais, econômicas, culturais e políticas Princípio democrático Função social da propriedade

16 PATRIMÔNIO AMBIENTAL ARTIFICIAL Meio ambiente do trabalho Salubridade e segurança do trabalho Princípio da dignidade da pessoa humana Diminuir o potencial de doenças e acidentes Direito do trabalho Justiça do Trabalho (Federal Especializada)

17 POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE (PNMA) LEI Nº 6.938/81

18 POLÍTICAS PÚBLICAS ESTADO LIBERAL ESTADO SOCIAL Coordenação de meios estatais e privados para a realização de objetivos socialmente relevantes dimensão de ocorrência na sociedade Alteração de uma realidade social Programa de ação governamental Objetivos, metas, resultados Meios Suporte legal (CR, leis, decretos, portarias, NR, Resoluções etc.)

19 POLÍTICA PÚBLICA AMBIENTAL PRESERVAÇÃO AMBIENTAL X DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO ESTADO AGENTE REGULADOR DOS RISCOS AMBIENTAIS PODER-DEVER DO ESTADO

20 PRESERVAR MELHORAR RECUPERAR OBJETIVOS DA PNMA QUALIDADE AMBIENTAL PROPÍCIA À VIDA

21 OBJETIVOS DEVEM ATINGIR TRÊS METAS CONDIÇÕES AO DESENVOLVIMENTO SÓCIO-ECONÔMICO INTERESSES DA SEGURANÇA NACIONAL PROTEÇÃO DA DIGNIDADE DA VIDA HUMANA

22 BASES DA PNMA ação governamental na manutenção do equilíbrio ecológico meio ambiente como patrimônio público uso coletivo racionalização do uso planejamento e fiscalização proteção dos ecossistemas

23 BASES DA PNMA preservação de áreas representativas controle e zoneamento das atividades poluidoras incentivos ao estudo e à pesquisa de tecnologias para o uso racional e a proteção dos recursos acompanhamento do estado da qualidade ambiental

24 BASES DA PNMA recuperação de áreas degradadas proteção de áreas ameaçadas educação ambiental capacitação para participação ativa da comunidade

25 SISTEMA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE (SISNAMA) ÓRGÃOS E ENTIDADES DA UNIÃO DOS ESTADOS e DO DISTRITO FEDERAL DOS TERRITÓRIOS DOS MUNICÍPIOS FUNDAÇÕES INSTITUÍDAS PELO PODER PÚBLICO

26 SISNAMA ÓRGÃO SUPERIOR: O Conselho de Governo ÓRGÃO CONSULTIVO E DELIBERATIVO: O Conselho Nacional Do Meio Ambiente (CONAMA) ÓRGÃO CENTRAL: A Secretaria do Meio Ambiente da Presidência da República ÓRGÃO EXECUTOR: O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente d dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) ÓRGÃOS SECCIONAIS: Os Órgãos ou Entidades Estaduais ÓRGÃOS LOCAIS: Os Órgãos ou Entidades Municipais

27 INSTRUMENTOS FORA DA LEI Nº 6.938/81 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA ART. 225 DIVERSIDADE DE LEIS DE REGULAMENTAÇÃO GERAL OU ESPECÍFICA (FEDERAL, ESTADUAIS, MUNICIPAIS) MINISTÉRIO PÚBLICO TERMOS DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA AÇÃO CIVIL PÚBLICA SOCIEDADE CIVIL - ASSOCIAÇÕES/FUNDAÇÕES ONGS MOVIMENTOS SOCIAIS CIDADÃO AÇÃO POPULAR (ART. 5º, LXXIII) ISENÇÃO DE CUSTAS E SUCUMBÊNCIA

28 INSTRUMENTOS da PNMA NA LEI Nº 6.938/81 13 OBJETOS 12 PREVENTIVOS 1 PUNITIVA/COMPENSATÓRIA

29 INSTRUMENTOS da PNMA NA LEI Nº 6.938/81 ESTABELECIMENTO DE PADRÕES DE QUALIDADE AMBIENTAL VALOR-LIMITE ADOTADO COMO PARÂMETRO DE QUALIDADE RESOLUÇÕES CONAMA EMISSÕES, EFLUENTES E RUÍDOS (POLUENTES) TOXIDADE, GRAU DE DISPERSÃO ETC. ÓRGÃOS DIVERSOS - ESFERAS

30 ZONEAMENTO AMBIENTAL OU ECOLÓGICO-ECONÔMICO (ZEE) LEI (LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO, ESTADUAL, FEDERAL) PLANEJAMENTO DO USO DO SOLO, RECURSOS HÍDRICOS E BIODIVERSIDADE INSTRUMENTO DE ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO DELIMITA USO E ATIVIDADE COMPATÍVEL COM AS CARACTERÍSTICAS DA ÁREA VISANDO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E O EQUILIBRIO DO ECOSSISTEMA ABRANGENTE ENVOLVE MOBILIZAÇÃO SOCIAL (Decreto Nº 4.297, de 10 de julho de 2002 )

31 AVALIAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS (AIA) UM DOS MAIS IMPORTANTES ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL (EIA) RELATÓRIO DE IMPACTO NO MEIO AMBIENTE (RIMA) PUBLICIDADE EIA-RIMA IMPACTO ALTERAÇÃO FÍSICA, QUÍMICA OU BIOLÓGICA NO MEIO SAÚDE, SEGURANÇA, BEM-ESTAR ATIVIDADES SOCIAIS E ECONÔMICAS BIOTA CONDIÇÕES ESTÉTICAS E SANITÁRIAS QUALIDADE DOS RECURSOS AMBIENTAIS (PRINCÍPIO DO EQUILÍBRIO)

32 AVALIAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS (AIA) EQUIPE MULTIDISCIPLINAR BIÓLOGOS VÁRIOS TIPOS DE ENGENHEIROS QUÍMICOS ADVOGADOS CADASTRAMENTO NO CADASTRO TÉCNICO FEDERAL-IBAMA DERIVA DE E INTEGRA UM PEDIDO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL CONTEÚDO, FORMA, RESPONSABILIDADES VINCULAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO

33 LICENCIAMENTO E A REVISÃO DE ATIVIDADES EFETIVA OU POTENCIALMENTE POLUIDORAS OUTRO INSTRUMENTO IMPORTANTE PODE DAR SURGIMENTO AO EIA-RIMA E AUDIÊNCIA PÚBLICA CONTROLE DAS ATIVIDADES HUMANAS MEIO AMBIENTE ANTES DA OBRA/ATIVIDADE (PRINCÍPIOS DA PREVENÇÃO/PRECAUÇÃO)

34 LICENCIAMENTOS POTENCIALIDADE DO DANO NA ATIVIDADE LISTA CONAMA (001/86) AUTORIDADE COMPETENTE ( competência material) FEDERAL IBAMA DIRETORIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL ESTADUAL ÓRGÃO ESTADUAL: CONSELHO + CETESB-SP, FEAM-MG, INEA- RJ... MUNICIPAL CONSELHO + ÓRGÃO MUNICIPAL CONVÊNIOS ENTRE ÓRGÃOS ESTADUAIS E MUNICIPAIS AUDIÊNCIA PÚBLICA AMPLA PUBLICIDADE RESULTA NA LICENÇA (AUTORIZAÇÃO) OU NÃO (Resoluções do CONAMA nº 001/86, nº 237/97 + LC 140/2011)

35 TIPOS LICENÇA PRÉVIA: FASE PRELIMINAR PLANEJAMENTO LOCALIZAÇÃO, INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO MÁX. 5 ANOS LICENÇA DE INSTALAÇÃO: APÓS A APROVAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO MÁX. 6 ANOS LICENÇA DE OPERAÇÃO: INÍCIO DAS ATIVIDADES DO EMPREENDIMENTO - CUMPRIMENTO DAS OBRIGAÇÕES NA LICENÇA DE INSTALAÇÃO 4 A 10 ANOS PODEM SER PRORROGADAS OU REVISTAS (daí natureza de autorização e não licença...)

36 LICENÇAS INICIATIVA DO INTERESSADO ANTES DE INICIAR (ART. 60, LEI Nº 9.605/98) CUSTOS DO LICENCIAMENTO + EIA-RIMA + ANÁLISE EIA- RIMA PROCEDIMENTOS E PRAZOS VARIÁVEIS ART. 10 RES.CONAMA 237/97

37 INCENTIVOS À PRODUÇÃO E INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E A CRIAÇÃO OU ABSORÇÃO DE TECNOLOGIA, VOLTADOS PARA A MELHORIA DA QUALIDADE AMBIENTAL PROGRAMAS DE INCENTIVO/FINANCIAMENTO DE TECNOLOGIAS LIMPAS PREVINE/MINIMIZA POLUIÇÃO BUSCA POR NOVOS PROCESSOS/MODELOS PRODUTIVOS AGROPASTORIS, EXTRATIVISTAS, INDUSTRIAIS CONSUMO Ex.: PROCONVE PROGRAMA DE CONTROLE DA POLUIÇÃO DO AR POR VEÍCULOS AUTOMOTORES) RESOLUÇÃO CONAMA 018/86

38 CRIAÇÃO DE ESPAÇOS TERRITORIAIS ESPECIALMENTE PROTEGIDOS PODER PÚBLICO FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL ÁREAS DE PROTEÇÃO AMBIENTAL (diversidade biológica) zona de conservação da vida silvestre (ZVS) RELEVANTE INTERESSE ECOLÓGICO RESERVAS EXTRATIVISTAS LEI N o 6.902/81 - criação de Estações Ecológicas e Áreas de Proteção Ambiental + DECRETO /1990 regulamenta Lei nº 9.985/ Sistema Nacional de Unidades de Conservação

39 SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE SINIMA PUBLICIDADE INFORMAÇÃO PARTICIPAÇÃO POPULAR BANCO DE DADOS CENTRALIZADOR COMPARTILHAMENTO DE INFORMAÇÕES TRÊS ESFERAS DESENVOLVIMENTO ALIMENTAÇÃO - INDICADORES ATUALIZAÇÃO

40 CADASTRO TÉCNICO FEDERAL DE ATIVIDADES E INSTRUMENTOS DE DEFESA AMBIENTAL RESOLUÇÃO CONAMA 01/88 PROFISSIONAIS PARA ATUAÇÃO NOS ESTUDOS DE IMPACTO E RELATÓRIOS VALIDADE DE DOIS ANOS IBAMA IN 31/2009 SEM CUSTO

41 PENALIDADES DISCIPLINARES OU COMPENSATÓRIAS NÃO CUMPRIMENTO DAS MEDIDAS DE PRESERVAÇÃO OU CORREÇÃO DA DEGRADAÇÃO AMBIENTAL PODER DE POLÍCIA DO ESTADO DIVERSAS ESFERAS ADMINISTRATIVO (competência material) LEI DE CRIMES AMBIENTAIS (Lei 9.605/1998) DIREITOS DIFUSOS E COLETIVOS

42 RELATÓRIO DE QUALIDADE DO MEIO AMBIENTE DIVULGAÇÃO ANUAL PELO IBAMA SISTEMA DE INFORMAÇÕES NÍVEIS DE POLUIÇÃO NÍVEIS DE UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS AUXILIAM: DEFINIÇÃO DOS PADRÕES DE QUALIDADE AÇÕES DE PLANEJAMENTO E CONTROLE CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES

43 PRESTAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELATIVAS AO MEIO AMBIENTE PODER PÚBLICO DEVE PRODUZIR OU CENTRALIZAR ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS MANUTENÇÃO DE BANCO DE DADOS LEIS ESPECÍFICAS (RECURSOS HÍDRICOS, FUNDO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE, GERENCIAMENTO COSTEIRO ETC.) OBRIGAÇÃO DESCENTRALIZADA

44 CADASTRO TÉCNICO FEDERAL DE ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS E/OU UTILIZADORAS DOS RECURSOS AMBIENTAIS TODAS AS PESSOAS (FÍSICAS OU JURÍDICAS) que ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS ou UTILIZADORAS DE RECURSOS AMBIENTAIS TABELA IBAMA (IN 31/2009 e IN 06/2013) EMISSÃO DE COMPROVANTE DE REGISTRO E CERTIFICADO DE REGULARIDADE (VALIDADE DE 3 MESES DA EMISSÃO) PODE TER Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental TCFA AUSÊNCIA - MULTA

45 INSTRUMENTOS ECONÔMICOS CONCESSÃO FLORESTAL, SERVIDÃO AMBIENTAL, SEGURO AMBIENTAL ETC. LEI Nº /2006 (gestão de florestas públicas para a produção sustentável) CONCESSÃO FLORESTAL PARTICULAR COMPRA O DIREITO DE MANEJO FLORESTAL SUSTENTÁVEL EXPLORAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS DE UMA UNIDADE DE MANEJO LICITAÇÃO - EDITAL PESSOA JURÍDICA PRAZO DETERMINADO

46 INSTRUMENTOS ECONÔMICOS SERVIDÃO AMBIENTAL - RENÚNCIA DO PROPRIETÁRIO RURAL AO DIREITO DE USO, EXPLORAÇÃO OU SUPRESSÃO DE RECURSOS NATURAIS EM SUA PROPRIEDADE TEMPORÁRIA OU PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL ANUÊNCIA DO ÓRGÃO AMBIENTAL COMPETENTE NÃO SE APLICA A APP NEM RESERVA LEGAL AVERBADA NO REGISTRO DO IMÓVEL PODE HAVER ISENÇÃO DE ITR

47 INSTRUMENTOS ECONÔMICOS SEGURO AMBIENTAL REPARAÇÃO DO DANO AMBIENTAL RECOMPOSIÇÃO DA ÁREA DEGRADADA (DIREITOS DIFUSOS, COLETIVOS, INDIVIDUAIS ) DISPONIBILIDADE DE RECURSOS FINANCEIROS NECESSÁRIOS INSOLVÊNCIA DO POLUIDOR MERCADO EM FORMAÇÃO CARÁTER VOLUNTÁRIO (DE TODOS)

48 QUESTIONAMENTO JUDICIAL SOBRE A APLICAÇÃO DO INSTRUMENTO LEGITIMIDADE (QUEM PODE) ÓRGÃOS ENVOLVIDOS EMPREENDEDORES E INTERESSADOS ASSOCIAÇÕES AMBIENTALISTAS MINISTÉRIO PÚBLICO CIDADÃOS

49 OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS PARA BCT/ENGENHEIROS ATUAÇÃO PERMANENTE/TEMPORÁRIA RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA ADMINISTRATIVA, CIVIL, PENAL

50 ÓRGÃO PÚBLICOS MUNICÍPIOS PREFEITURAS, CÂMARAS MUNICIPAIS, CONSELHO, EMPRESAS OU FUNDAÇÕES PÚBLICAS ESTADOS/DISTRITO FEDERAL SECRETARIAS DE ESTADO, ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, ÓRGÃOS ESTADUAIS, EMPRESAS OU FUNDAÇÕES PÚBLICAS, JUDICIÁRIO (PERITO/ASSISTENTE) UNIÃO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, MINISTÉRIOS, CÂMARA DOS DEPUTADOS/SENADO, CONAMA, IBAMA, EMPRESAS OU FUNDAÇÕES PÚBLICAS, JUDICIÁRIO (PERITO/ASSISTENTE) INGRESSO: CONCURSOS, CARGOS DE CONFIANÇA, PRESTADORES DE SERVIÇO, DOCÊNCIA

51 INICIATIVA PRIVADA EMPRESAS PRIVADAS RESPONSÁVEL TÉCNICO ENCARREGADO DE DETERMINADA OBRA/SERVIÇO/ÁREA ELABORAÇÃO DE EIA-RIMA/LICENCIAMENTO (CADASTRO TÉCNICO FEDERAL-IBAMA) DESENVOLVIMENTO/ACOMPANHAMENTO DE PROJETOS CONSULTOR DOCÊNCIA

52 INICIATIVA PRIVADA ONGS RESPONSÁVEL TÉCNICO ANÁLISE DE EIA-RIMA/LICENCIAMENTO DESENVOLVIMENTO/ACOMPANHAMENTO DE PROJETOS CONSULTOR FORMADOR DE EDUCADORES AMBIENTAIS

53 INICIATIVA PRIVADA EMPRESA PRÓPRIA PROFISSIONAL LIBERAL OU SOCIEDADE SIMPLES CONSULTORIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ÓRGÃOS PÚBLICOS E INICIATIVA PRIVADA (CADASTRO TÉCNICO FEDERAL-IBAMA)

Legislação Pesqueira e Ambiental. Prof.: Thiago Pereira Alves

Legislação Pesqueira e Ambiental. Prof.: Thiago Pereira Alves Técnico em Aquicultura Legislação Pesqueira e Ambiental Prof.: Thiago Pereira Alves DIREITO AMBIENTAL NO BRASIL Política Nacional do Meio Ambiente Direito Ambiental Constitucional Direito Ambiental Constitucional

Leia mais

Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu a sanciono a seguinte Lei:

Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu a sanciono a seguinte Lei: Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Faço saber

Leia mais

Legislação brasileira sobre meio ambiente - tópicos Fabricio Gomes Gonçalves

Legislação brasileira sobre meio ambiente - tópicos Fabricio Gomes Gonçalves Legislação brasileira sobre meio ambiente - tópicos Fabricio Gomes Gonçalves Contextualizando... Adaptação do produtor rural sem condições novos critérios de uso da terra impostos aleatoriamente sem alicerces

Leia mais

Curso E-Learning Licenciamento Ambiental

Curso E-Learning Licenciamento Ambiental Curso E-Learning Licenciamento Ambiental Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor. Objetivos do Curso

Leia mais

Introdução. Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira. Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA

Introdução. Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira. Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA O mar humildemente coloca-se abaixo do nível dos rios para receber, eternamente,

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE

POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE Com a edição da Lei nº 6.938/81 o país passou a ter formalmente uma Política Nacional do Meio Ambiente, uma espécie de marco legal para todas as políticas públicas de

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO Previsão Legal Objetivos Categorias Finalidades Gestão do Sistema Quantitativos Outros Espaços Protegidos Distribuição Espacial Relevância O Brasil possui alguns

Leia mais

a) Órgãos Superiores Conselho de governo, servindo para assessorar ao Presidente da República sobre assuntos que tratam do Meio Ambiente.

a) Órgãos Superiores Conselho de governo, servindo para assessorar ao Presidente da República sobre assuntos que tratam do Meio Ambiente. OAB MODULAR I - REPETIÇÃO Disciplina: Direito Ambiental Prof. : Juliana Lettière Data: 12/08/2009 Aula nº 01 TEMAS TRATADOS EM AULA ESPÉCIES DE MEIO AMBIENTE São quatro: - Meio ambiente natural/físico,

Leia mais

Disciplina Ciências do Ambiente Prof. Dra. Elizete A. Checon de Freitas Lima Unesp, Campus de Ilha Solteira

Disciplina Ciências do Ambiente Prof. Dra. Elizete A. Checon de Freitas Lima Unesp, Campus de Ilha Solteira Gestão Ambiental Disciplina Ciências do Ambiente Prof. Dra. Elizete A. Checon de Freitas Lima Unesp, Campus de Ilha Solteira Política Nacional do Meio Ambiente Lei 6938/81 Principais instrumentos de gestão

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE Lei No. 6.938/81

POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE Lei No. 6.938/81 POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE Lei No. 6.938/81 ANTECEDENTES HISTÓRICOS CONCEITOS PRINCÍPIOS OBJETIVOS DIRETRIZES INSTRUMENTOS SISNAMA CONAMA PENALIDADES GENERALIDADES ANTECEDENTES HISTÓRICOS Liga

Leia mais

Curso de Direito Ambiental

Curso de Direito Ambiental Curso de Direito Ambiental 1. NOÇÕES PRELIMINARES 1.1 Direitos de terceira geração 1.1.1 Introdução 1.1.2 Direitos difusos 1.1.3 Direitos coletivos stricto sensu 1.1.4 Direitos individuais homogêneos 1.2

Leia mais

Instrumentos Legais de Proteção Ambiental em Propriedades Rurais

Instrumentos Legais de Proteção Ambiental em Propriedades Rurais Instrumentos Legais de Proteção Ambiental em Propriedades Rurais Uberlândia Minas Gerais Abril de 2015 Índice Introdução... 2 Instrumentos de planejamento e gestão do uso do solo... 2 Zoneamento Ecológico-

Leia mais

Art. 6 o O SNUC será gerido pelos seguintes órgãos, com as respectivas atribuições:

Art. 6 o O SNUC será gerido pelos seguintes órgãos, com as respectivas atribuições: SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO CF/88 art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO VIII DA ORDEM SOCIAL CAPÍTULO VI DO MEIO AMBIENTE Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do

Leia mais

Recursos Naturais e Biodiversidade

Recursos Naturais e Biodiversidade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 Florestas Gestão dos Recursos Hídricos Qualidade e Ocupação do Solo Proteção da Atmosfera e Qualidade

Leia mais

16/4/2010. Marcelo Orlandi Ribeiro Auditor Federal de Controle Externo - TCU Engenheiro Civil. Itens constantes do edital MPOG 2010

16/4/2010. Marcelo Orlandi Ribeiro Auditor Federal de Controle Externo - TCU Engenheiro Civil. Itens constantes do edital MPOG 2010 CONCURSO MPOG 2010 ANALISTA DE INFRA-ESTRUTURA ÁREA I Marcelo Orlandi Ribeiro Auditor Federal de Controle Externo - TCU Engenheiro Civil Aula 1 de 4 Itens constantes do edital MPOG 2010 Conhecimentos gerais

Leia mais

Legislação Pesqueira e Ambiental. Prof.: Thiago Pereira Alves

Legislação Pesqueira e Ambiental. Prof.: Thiago Pereira Alves Técnico em Aquicultura Legislação Pesqueira e Ambiental Prof.: Thiago Pereira Alves SNUC Conceito É o conjunto organizado de unidades de conservação protegidas (federais, estaduais, municipais) que, planejado,

Leia mais

DISPÕE SOBRE A POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE, SEUS FINS E MECANISMOS DE FORMULAÇÃO E APLICAÇÃO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISPÕE SOBRE A POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE, SEUS FINS E MECANISMOS DE FORMULAÇÃO E APLICAÇÃO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI FEDERAL N 6.938, de 02 de setembro de 1981 DISPÕE SOBRE A POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE, SEUS FINS E MECANISMOS DE FORMULAÇÃO E APLICAÇÃO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,

Leia mais

Licenciamento Ambiental e Municipal

Licenciamento Ambiental e Municipal Curso de Treinamento - ABLP Licenciamento Ambiental e Municipal Simone Paschoal Nogueira 14 de outubro de 2008 Sede da ABLP Procedimento pelo qual o órgão ambiental competente permite a localização, instalação,

Leia mais

3 - Legislação 3.1 - Constituicao Federal

3 - Legislação 3.1 - Constituicao Federal 3 - Legislação 3.1 - Constituicao Federal 1946 -Utilização dos recursos naturais visando a exploração econômica dos mesmos, de acordo com as idéias que vigoravam na época -Ênfase à livre iniciativa e à

Leia mais

Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se

Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 6.938, DE 31 DE AGOSTO DE 1981 Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e Regulamento mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,

Leia mais

CÓDIGO DE MEIO AMBIENTE DE NOVO GAMA - GO

CÓDIGO DE MEIO AMBIENTE DE NOVO GAMA - GO 1 CÓDIGO DE MEIO AMBIENTE DE NOVO GAMA - GO DEZEMBRO DE 2006 2 PREÂMBULO O Código de Meio Ambiente de Novo Gama é resultado do esforço coletivo desenvolvido pela sociedade e pelos poderes Executivo e Legislativo,

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL. Zoneamento Ambiental. Espaços Territoriais especialmente protegidos ... Camila Regina Eberle camilaeberle@hotmail.

GESTÃO AMBIENTAL. Zoneamento Ambiental. Espaços Territoriais especialmente protegidos ... Camila Regina Eberle camilaeberle@hotmail. ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL GESTÃO AMBIENTAL Zoneamento Ambiental Espaços

Leia mais

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL E FLORESTAL

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL E FLORESTAL LEGISLAÇÃO AMBIENTAL E FLORESTAL PROFESSORA ENG. FLORESTAL CIBELE ROSA GRACIOLI OUTUBRO, 2014. OBJETIVOS DA DISCIPLINA DISCUTIR PRINCÍPIOS ÉTICOS QUESTÃO AMBIENTAL CONHECER A POLÍTICA E A LEGISLAÇÃO VOLTADAS

Leia mais

LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE PORTOS VERA REGINA PEREIRA LIMA

LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE PORTOS VERA REGINA PEREIRA LIMA VERA REGINA PEREIRA LIMA Arquiteta e Gestora Ambiental. Auditora Lider ISO14001 O QUE É LICENCIAMENTO AMBIENTAL? Ato administrativo definido pela Legislação Ambiental nas esferas federal e estadual relativo

Leia mais

DIREITO AMBIENTAL NA LEGISLAÇÃO

DIREITO AMBIENTAL NA LEGISLAÇÃO DIREITO AMBIENTAL NA LEGISLAÇÃO FUNDAMENTOS DE DIREITO AMBIENTAL LEGISLAÇÃO NACIONAL Didaticamente podemos dividir o estudo do Direito em duas grandes áreas: o público e o privado. No direito público tratamos

Leia mais

DIREITO AMBIENTAL CADERNO ADVOCACIA PÚBLICA

DIREITO AMBIENTAL CADERNO ADVOCACIA PÚBLICA DIREITO AMBIENTAL CADERNO ADVOCACIA PÚBLICA Baseado nas aulas Advocacia Pública CERS 2015 Prof. Frederico Amado Direito Ambiental Professor Frederico Amado CERS (Advocacia Pública) 2015 1. Definição e

Leia mais

Organismos de Regulação, Controle e Fiscalização Ambiental no Brasil. Profª MSc. Maria Bernadete Miranda

Organismos de Regulação, Controle e Fiscalização Ambiental no Brasil. Profª MSc. Maria Bernadete Miranda Organismos de Regulação, Controle e Fiscalização Ambiental no Brasil Apresentação e objetivos A presente aula tem por objetivo apresentar os organismos de regulação, controle e fiscalização ambiental no

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL PARA O MEIO AMBIENTE E SEUS INSTRUMENTOS. Lei nº 6.938/1981

POLÍTICA NACIONAL PARA O MEIO AMBIENTE E SEUS INSTRUMENTOS. Lei nº 6.938/1981 POLÍTICA NACIONAL PARA O MEIO AMBIENTE E SEUS INSTRUMENTOS Lei nº 6.938/1981 A estratégia de adoção de políticas públicas se fortalece com a passagem da ideologia de Estado Liberal para a de Estado Social.

Leia mais

Módulo 2. Legislação. 2.1. Legislação Aplicável ao Licenciamento Ambiental. Exercícios.

Módulo 2. Legislação. 2.1. Legislação Aplicável ao Licenciamento Ambiental. Exercícios. Módulo 2 Legislação 2.1. Legislação Aplicável ao Licenciamento Ambiental. Exercícios. Legislação Aplicável ao Licenciamento Ambiental Constituição Federal 1988 Leis Federais Resoluções CONAMA Outras Leis

Leia mais

MEIO AMBIENTE DESENVOLVIMENTO COM SUSTENTABILIDADE

MEIO AMBIENTE DESENVOLVIMENTO COM SUSTENTABILIDADE MEIO AMBIENTE DESENVOLVIMENTO COM SUSTENTABILIDADE Introdução A capacidade da atuação do Estado Brasileiro na área ambiental baseia-se na ideia de responsabilidades compartilhadas entre União, Estados,

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCEDIMENTOS PARA OBTER O LICENCIAMENTO AMBIENTAL VISANDO A INSTALAÇÃO DE INDÚSTRIAS EM SANTA CATARINA E ANDALUZIA

ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCEDIMENTOS PARA OBTER O LICENCIAMENTO AMBIENTAL VISANDO A INSTALAÇÃO DE INDÚSTRIAS EM SANTA CATARINA E ANDALUZIA ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCEDIMENTOS PARA OBTER O LICENCIAMENTO AMBIENTAL VISANDO A INSTALAÇÃO DE INDÚSTRIAS EM SANTA CATARINA E ANDALUZIA Manuel Tejera Martos (*), Valdésio Benevenutti, Evandro Bittencourt

Leia mais

Dimensão ambiental e atuação parlamentar. Consultoras Legislativas da Área XI

Dimensão ambiental e atuação parlamentar. Consultoras Legislativas da Área XI Dimensão ambiental e atuação parlamentar Ilidia Juras Suely Araújo Consultoras Legislativas da Área XI SUMÁRIO "Limites da Terra principais problemas ambientais: no mundo no Brasil A atuação parlamentar

Leia mais

Da Legislação Ambiental. Da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Harmonização da PNRS. Constituição Federal da República Federativa do Brasil

Da Legislação Ambiental. Da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Harmonização da PNRS. Constituição Federal da República Federativa do Brasil Da Legislação Ambiental Constituição Federal da República Federativa do Brasil Capitulo VI Do Art. 225 Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial

Leia mais

Sumário. Prefácio... 1 Introdução...,... Primeira parte Fundamentos do Direito Ambiental Constitucional

Sumário. Prefácio... 1 Introdução...,... Primeira parte Fundamentos do Direito Ambiental Constitucional Sumário Prefácio... 1 Introdução...,... 7 Curriculum dos autores 9 Primeira parte Fundamentos do Direito Ambiental Constitucional I. Noções gerais em matéria ambiental... 17 1.1. Conceito de Direito Ambiental

Leia mais

Regularização Fundiária de Unidades de Conservação Federais

Regularização Fundiária de Unidades de Conservação Federais Programa 0499 Parques do Brasil Objetivo Ampliar a conservação, no local, dos recursos genéticos e o manejo sustentável dos parques e áreas de proteção ambiental. Indicador(es) Taxa de proteção integral

Leia mais

O licenciamento ambiental de unidades de compostagem no Estado de São Paulo

O licenciamento ambiental de unidades de compostagem no Estado de São Paulo Seminário: Compostagem na Cidade de São Paulo 10 de agosto de 2012 O licenciamento ambiental de unidades de compostagem no Estado de São Paulo Eng. Cristiano Kenji Iwai Divisão de Apoio ao Controle de

Leia mais

DOS OBJETIVOS DA POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE

DOS OBJETIVOS DA POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 6.938, DE 31 DE AGOSTO DE 1981 Regulamento Texto compilado Mensagem de veto (Vide Decreto de 15 de setembro de 2010) Dispõe

Leia mais

CAPÍTULO 1 O HOMEM E SUA RELAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE...1 CAPÍTULO 2 O PROCESSO DE LICENCIAMENTO... 17 CAPÍTULO 3 LICENÇAS AMBIENTAIS...

CAPÍTULO 1 O HOMEM E SUA RELAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE...1 CAPÍTULO 2 O PROCESSO DE LICENCIAMENTO... 17 CAPÍTULO 3 LICENÇAS AMBIENTAIS... S u m á r i o CAPÍTULO 1 O HOMEM E SUA RELAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE...1 1.1. A percepção do problema e a busca das soluções...5 1.2. As normas de proteção dos recursos naturais...8 1.3. Os instrumentos

Leia mais

Legislação Ambiental. Carlos Marcelo Pedroso http://www.eletrica.ufpr.br/pedroso

Legislação Ambiental. Carlos Marcelo Pedroso http://www.eletrica.ufpr.br/pedroso Legislação Ambiental Carlos Marcelo Pedroso http://www.eletrica.ufpr.br/pedroso Introdução Agenda Porque devemos ter uma lei ambiental? Alguns casos famosos Terminologia Básica Constituição Brasileira

Leia mais

CARTILHA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL

CARTILHA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL CARTILHA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL Realização PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE DEPARTAMENTO DE AÇÕES E RECURSOS AMBIENTAIS Bauru, maio 2007. SUMÁRIO 01 - OBJETIVO 02 O QUE É O

Leia mais

INFORMAÇÃO TÉCNICO-JURÍDICA Nº 03, SEM CARÁTER VINCULATIVO, AOS ÓRGÃOS DE EXECUÇÃO. Senhor(a) Promotor(a),

INFORMAÇÃO TÉCNICO-JURÍDICA Nº 03, SEM CARÁTER VINCULATIVO, AOS ÓRGÃOS DE EXECUÇÃO. Senhor(a) Promotor(a), INFORMAÇÃO TÉCNICO-JURÍDICA Nº 03, SEM CARÁTER VINCULATIVO, AOS ÓRGÃOS DE EXECUÇÃO Assunto: Sistema Municipal do Meio Ambiente Senhor(a) Promotor(a), O CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DO MEIO AMBIENTE, por

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS Gerência de Meio Ambiente e Sustentabilidade. O Índice IDA

AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS Gerência de Meio Ambiente e Sustentabilidade. O Índice IDA O Índice IDA Aspectos regulatórios legais Constituição Art. 225 o Patrimônio ambiental Meio Ambiente Politica Nacional de Meio Ambiente e outras leis o Linha gerais do uso do Meio Ambiente Licenciamento

Leia mais

Sistema de Licenciamento Ambiental da Bahia

Sistema de Licenciamento Ambiental da Bahia IFBA / Depart V Ciências do Ambiente Tecnologias Ambientais da Indústria Prof Armando Tanimoto 2010-1 Baseado em Cardoso, 2004 LICENCIAMENTO AMBIENTAL é o procedimento administrativo pelo qual a administração

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988, CAPÍTULO VI - DO MEIO AMBIENTE

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988, CAPÍTULO VI - DO MEIO AMBIENTE CONSTITUIÇÃO FEDERAL Constituição Federal de 1988, CAPÍTULO VI - DO MEIO AMBIENTE Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO - SNUC

SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO - SNUC - SNUC PREVISÃO LEGAL Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e àcoletividade

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução.

Copyright Proibida Reprodução. RESPONSABILDADE CIVIL DO DANO AMBIENTAL Prof. Éder Responsabilidade Clementino dos civil Santos INTRODUÇÃO Evolução da sociedade: séc. XX (novas tecnologias x modelo de vida); Inércia do Estado: auto-tutela;

Leia mais

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL BRASILEIRA

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL BRASILEIRA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL BRASILEIRA No Brasil, as leis voltadas para a conservação ambiental começaram a partir de 1981, com a lei que criou a Política Nacional do Meio Ambiente. Posteriormente, novas leis

Leia mais

PRINCÍPIOS DE DIREITO AMBIENTAL

PRINCÍPIOS DE DIREITO AMBIENTAL PRINCÍPIOS DE DIREITO AMBIENTAL PRINCÍPIOS INTEGRAM O DIREITO NÃO-ESCRITOS ESCRITOS ESTABELECEM PADRÕES DE CONDUTA VALORES FUNDAMENTAIS EXEMPLOS: PRINCÍPIO DA LEGALIDADE (art. 5º, II, CR) PRINCÍPIO DA

Leia mais

O Licenciamento Ambiental Municipal

O Licenciamento Ambiental Municipal O licenciamento ambiental é um dos instrumentos da política nacional do meio ambiente, sendo definido como o procedimento administrativo utilizado pelo órgão ambiental competente para licenciar a localização,

Leia mais

Leila Burgos de Carvalho Moreira Eng. Química Coordenadora de Indústrias e Serviços COIND/DIRRE/INEMA

Leila Burgos de Carvalho Moreira Eng. Química Coordenadora de Indústrias e Serviços COIND/DIRRE/INEMA Leila Burgos de Carvalho Moreira Eng. Química Coordenadora de Indústrias e Serviços COIND/DIRRE/INEMA O licenciamento ambiental é um dos instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente (PNMA). Objetivo

Leia mais

Gestão e Legislação Ambiental

Gestão e Legislação Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CENTRO DE TECNOLOGIA Mestrado em Recursos Hídricos H e Saneamento Disciplina: Gestão e Legislação Ambiental Professora: Selêude Wanderley da NóbregaN Legislação Ambiental

Leia mais

Direito Ambiental para Não Advogados VIEX Americas Bastidores do Licenciamento Ambiental Simone Paschoal Nogueira

Direito Ambiental para Não Advogados VIEX Americas Bastidores do Licenciamento Ambiental Simone Paschoal Nogueira Direito Ambiental para Não Advogados VIEX Americas Bastidores do Licenciamento Ambiental Simone Paschoal Nogueira São Paulo, 25 de fevereiro de 2016 Conceitos Principais Licenciamento ambiental Procedimento

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 1.195, DE 2015 (Do Sr. Goulart)

PROJETO DE LEI N.º 1.195, DE 2015 (Do Sr. Goulart) *C0052659A* C0052659A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 1.195, DE 2015 (Do Sr. Goulart) Institui o ''Projeto nasce uma criança, planta-se uma árvore'' que dispõe sobre medidas para a promoção, preservação

Leia mais

LEI Nº 1.931, DE 12 DE JUNHO 2.001.

LEI Nº 1.931, DE 12 DE JUNHO 2.001. LEI Nº 1.931, DE 12 DE JUNHO 2.001. Cria a Área de Proteção Ambiental (APA) da Pedra Gaforina e define o seu Zoneamento Ambiental (Ecológico-Econômico), no Município de GUANHÃES-MG. Faço saber que a Câmara

Leia mais

Lei n. 3.245, de 17 de junho de 2014.

Lei n. 3.245, de 17 de junho de 2014. Dispõe sobre o Licenciamento Ambiental no Município de Serafina Corrêa e sobre a regulamentação das Taxas de Licenciamento Ambiental e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE SERAFINA CORREA, seguinte

Leia mais

Articulação e negociação institucional na efetividade das políticas ambientais

Articulação e negociação institucional na efetividade das políticas ambientais Articulação e negociação institucional na efetividade das políticas ambientais Maria Luiza Machado Granziera Sumário 1. Introdução. 2. Medidas de efetividade da lei. 3. Articulação institucional. 3.1.

Leia mais

SENDI 2004 XVI SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA. Licenciamento Ambiental dos Empreendimentos de Subtransmissão da CEB

SENDI 2004 XVI SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA. Licenciamento Ambiental dos Empreendimentos de Subtransmissão da CEB SENDI 2004 XVI SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Licenciamento Ambiental dos Empreendimentos de Subtransmissão da CEB Manoel Clementino Barros Neto Companhia Energética de Brasília

Leia mais

LICENCIAMENTO AMBIENTAL

LICENCIAMENTO AMBIENTAL LICENCIAMENTO AMBIENTAL Jorge Luiz Britto Cunha Reis PROCEDIMENTOS DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL 1. INTRODUÇÃO As crescentes pressões da sociedade e o avanço da consciência ambientalista que floresceram em

Leia mais

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART 225 - Todos tem o direito a um meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial a sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder

Leia mais

AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL E LICENCIAMENTO AMBIENTAL

AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL E LICENCIAMENTO AMBIENTAL AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL E LICENCIAMENTO AMBIENTAL Prof MSc José Braz Damas Padilha http://www.faculdadefortium.com.br/jose_braz brazpadilha@gmail.com Biólogo (UFPR) Especialista em Sustentabilidade

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2006

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2006 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2006 Regulamenta o 4º do art. 225 da Constituição Federal, para instituir o Plano de Gerenciamento da Floresta Amazônica. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei

Leia mais

LICENCIAMENTO DE EMPREENDIMENTOS DE PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA A PARTIR DA BIOMASSA

LICENCIAMENTO DE EMPREENDIMENTOS DE PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA A PARTIR DA BIOMASSA LICENCIAMENTO DE EMPREENDIMENTOS DE PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA A PARTIR DA BIOMASSA Fluxograma DIRETORIA GERAL DIREG DIRETORIA DE LICENCIAMENTO DILIC DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO DIFIS DIRETORIA DE RECURSOS

Leia mais

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL LEGISLAÇÃO AMBIENTAL LEGISLAÇÃO AMBIENTAL TRATAMENTO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS DÉCADA DE 60 TRATAMENTO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL LEGISLAÇÃO AMBIENTAL LEGISLAÇÃO AMBIENTAL TRATAMENTO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS DÉCADA DE 60 TRATAMENTO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS HISTÓRICO: DÉCADA DE 60 CLUBE DE ROMA LIMITS TO GROWTH (1972) RISCOS DE UM CRESCIMENTO ECONÔMICO CONTÍNUO PRIMEIROS MOVIMENTOS AMBIENTALISTAS CONTAMINAÇÃO DAS ÁGUAS E DO MAR DESCONTAMINAÇÃO DO RIO TAMISA

Leia mais

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE 1. TURNO: Noturno MODALIDADE: Saneamento ÁREA: Meio Ambiente e Tecnologia da Saúde GRAU ACADÊMICO: Tecnólogo em Meio Ambiente PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 3 anos Máximo =

Leia mais

Conselho Gestor APA DA VÁRZEA RIO TIETÊ GTPM

Conselho Gestor APA DA VÁRZEA RIO TIETÊ GTPM Conselho Gestor APA DA VÁRZEA RIO TIETÊ GTPM I.UNIDADE DE CONSERVAÇÃO Espaço territorial e seus recursos ambientais, incluindo as águas jurisdicionais, com características naturais relevantes, legalmente

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE LEI Nº 12.305/2010 - DECRETO NO. 7.404/2010

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE LEI Nº 12.305/2010 - DECRETO NO. 7.404/2010 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS LEI Nº 12.305/2010 - DECRETO NO. 7.404/2010 BASE LEGAL Lei nº 12.305/2010 - Decreto No. 7.404/2010 Lei nº 11.445/2007 - Política Federal

Leia mais

Licenciamento Ambiental

Licenciamento Ambiental Licenciamento Ambiental Art. 2º - A localização, construção, instalação, ampliação, modificação e operação de empreendimentos e atividades utilizadoras de recursos ambientais consideradas efetiva ou potencialmente

Leia mais

O SEGURO AMBIENTAL COMO REQUISITO PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL

O SEGURO AMBIENTAL COMO REQUISITO PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL O SEGURO AMBIENTAL COMO REQUISITO PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL PNRS POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS LEI N 13.577/2009 PROTEÇÃO DA QUALIDADE DO SOLO E GERENCIAMENTO DE ÁREAS CONTAMINADAS (SP) O

Leia mais

DECRETO Nº 47.400, DE 04 DE DEZEMBRO DE 2002 (*) GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, e

DECRETO Nº 47.400, DE 04 DE DEZEMBRO DE 2002 (*) GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, e ALTERADA PELO DECRETO SP N 48.919/2004 DECRETO Nº 47.400, DE 04 DE DEZEMBRO DE 2002 (*) Regulamenta dispositivos da Lei Estadual nº 9.509, de 20 de março de 1997, referentes ao licenciamento ambiental,

Leia mais

Aspectos Críticos no Licenciamento Ambiental de Estaleiros

Aspectos Críticos no Licenciamento Ambiental de Estaleiros Aspectos Críticos no Licenciamento Ambiental de Estaleiros Apresentação à Diretoria do SINAVAL em 16/3/2011 Claudio Köhler- Advogado e Sócio de Vinhas e Pessôa Advogados Rio de Janeiro RJ www.vpadv.com.br

Leia mais

Consolidação da legislação ambiental brasileira

Consolidação da legislação ambiental brasileira Consolidação da legislação ambiental brasileira Objetivos da consolidação ordenar as normas em vigor (e facilitar um posterior trabalho de codificação) mostrar os conflitos e as lacunas existentes revogar

Leia mais

Projeto de Fortalecimento e Intercâmbio de Mosaicos de Áreas Protegidas na Mata Atlântica

Projeto de Fortalecimento e Intercâmbio de Mosaicos de Áreas Protegidas na Mata Atlântica Documento de referência RBMA: Subsídios para Marco Regulatório de Mosaicos de Áreas Protegidas versão 1.0 agosto 2009 I Definição e base conceitual: 1 Os mosaicos foram definidos no SNUC a partir de: LEI

Leia mais

MEIO AMBIENTE - AS 17 LEIS AMBIENTAIS DO BRASIL A legislação ambiental brasileira é uma das mais completas do mundo. Apesar de não serem cumpridas da

MEIO AMBIENTE - AS 17 LEIS AMBIENTAIS DO BRASIL A legislação ambiental brasileira é uma das mais completas do mundo. Apesar de não serem cumpridas da MEIO AMBIENTE - AS 17 LEIS AMBIENTAIS DO BRASIL A legislação ambiental brasileira é uma das mais completas do mundo. Apesar de não serem cumpridas da maneira adequada, as 17 leis ambientais mais importantes

Leia mais

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO lei 9.985/00. 1. Conceitos Básicos

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO lei 9.985/00. 1. Conceitos Básicos UNIDADES DE CONSERVAÇÃO lei 9.985/00 1. Conceitos Básicos a) unidade de conservação: espaço territorial e seus recursos ambientais, incluindo as águas jurisdicionais, com características naturais relevantes,

Leia mais

(i)direito de Propriedade, (ii) Uso Sustentável dos Recursos e (iii) Conservação dos Remanescentes Florestais

(i)direito de Propriedade, (ii) Uso Sustentável dos Recursos e (iii) Conservação dos Remanescentes Florestais (i)direito de Propriedade, (ii) Uso Sustentável dos Recursos e (iii) Conservação dos Remanescentes Florestais Édis Milaré milare@milare.adv.br www.milare.adv.br VII Congresso Latino Americano de Direito

Leia mais

LICENCIAMENTO AMBIENTAL PARA EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS, FERRAMENTAS, RISCOS E ESTRATÉGIAS. José Antonio Gugelmin COPEL PARTICIPAÇÃO

LICENCIAMENTO AMBIENTAL PARA EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS, FERRAMENTAS, RISCOS E ESTRATÉGIAS. José Antonio Gugelmin COPEL PARTICIPAÇÃO SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GIA - 08 16 a 21 Outubro de 2005 Curitiba - Paraná GRUPO XI GRUPO DE IMPACTOS AMBIENTAIS - GIA LICENCIAMENTO AMBIENTAL PARA EMPREENDIMENTOS

Leia mais

Art. 1º Na execução da Política Nacional do Meio Ambiente, cumpre ao Poder Público, nos seus diferentes níveis de governo:

Art. 1º Na execução da Política Nacional do Meio Ambiente, cumpre ao Poder Público, nos seus diferentes níveis de governo: DECRETO Nº 88.351, DE 01 DE JUNHO DE 1983 O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 81, itens IIl e V da Constituição, e tendo em vista o disposto nas Leis nºs 6.938, de

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL NA PREVENÇÃO DE DANOS AO MEIO AMBIENTE

A IMPORTÂNCIA DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL NA PREVENÇÃO DE DANOS AO MEIO AMBIENTE A IMPORTÂNCIA DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL NA PREVENÇÃO DE DANOS AO MEIO AMBIENTE Hiuri Martorelli Metaxas 1 RESUMO: Este artigo descreve o conceito de Licenciamento Ambiental segundo a legislação vigente.

Leia mais

O Engenheiro Ambiental: atribuições e atuação no mercado de trabalho

O Engenheiro Ambiental: atribuições e atuação no mercado de trabalho O Engenheiro Ambiental: atribuições e atuação no mercado de trabalho Eng. Química Elisabeth Ibi Frimm Krieger Pelotas, 24 de Novembro de 2009 Resolução Nº 218, de 29.06.1973 CONFEA Discrimina atividades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS NATURAIS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: CIÊNCIAS DO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS NATURAIS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: CIÊNCIAS DO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS NATURAIS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: CIÊNCIAS DO AMBIENTE Docência assistida: Prof.º Fábio Remy de Assunção Rios

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE RESOLUÇÃO INEA Nº 89 DE 03 DE JUNHO DE 2014 DISPÕE SOBRE AS PROPORÇÕES MÍNIMAS APLICÁVEIS PARA REPOSIÇÃO

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL. Texto atualizado apenas para consulta.

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL. Texto atualizado apenas para consulta. 1 Texto atualizado apenas para consulta. LEI Nº 3.984, DE 28 DE MAIO DE 2007 (Autoria do Projeto: Poder Executivo) Cria o Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Distrito Federal Brasília

Leia mais

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL NOS NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL NOS NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS RESPONSABILIDADE AMBIENTAL NOS NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS O que é meio ambiente? MEIO AMBIENTE é o conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga

Leia mais

OBRIGAÇÕES LEGAIS AMBIENTAIS

OBRIGAÇÕES LEGAIS AMBIENTAIS OBRIGAÇÕES LEGAIS EDIÇÃO 3 - ANO 2016 OBRIGAÇÕES LEGAIS ESFERA FEDERAL INSCRIÇÃO NO CADASTRO TÉCNICO FEDERAL CTF (LEI FEDERAL 6.938/1981) Obrigatória para o registro das pessoas físicas ou jurídicas que,

Leia mais

Objetivo Indicador Métrica Propostas Entraves Ações Viabilizadoras Escasso tempo para Participar da elaboração, da aprovação PDSA

Objetivo Indicador Métrica Propostas Entraves Ações Viabilizadoras Escasso tempo para Participar da elaboração, da aprovação PDSA Planilha de Objetivos, Indicadores e Ações Viabilizadoras FT Meio Ambiente A Santa Maria que queremos Visão: Que Santa Maria seja uma cidade sustentável, boa para se viver, cumprindo as diretrizes das

Leia mais

STJ00090221 SUMÁRIO. Capítulo 2 - O Processo de Licenciamento... 17

STJ00090221 SUMÁRIO. Capítulo 2 - O Processo de Licenciamento... 17 STJ00090221 SUMÁRIO Capítulo 1 - O Homem e sua Relação com o Meio Ambiente... 1 1.1. A percepção do problema e a busca das soluções........... 5 1.2. As normas de proteção dos recursos naturais........

Leia mais

MINUTA PROJETO DE LEI. Súmula: Institui a Política Estadual sobre Mudança do Clima.

MINUTA PROJETO DE LEI. Súmula: Institui a Política Estadual sobre Mudança do Clima. MINUTA PROJETO DE LEI Súmula: Institui a Política Estadual sobre Mudança do Clima. A Assembléia Legislativa do Estado do Paraná decretou e eu sanciono a seguinte lei: Art. 1º. Esta Lei institui a Política

Leia mais

COMPENSAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL

COMPENSAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL COMPENSAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL O instrumento da Compensação Ambiental está contido expressamente no Art. 36 da Lei N o 9985 de 18 Julho de 2000 que institui o Sistema Nacional

Leia mais

Decreto n 99.274 de 06 de junho de 1990.

Decreto n 99.274 de 06 de junho de 1990. Decreto n 99.274 de 06 de junho de 1990. Dispõe sobre Estações Ecológicas, Áreas de Proteção Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente. DECRETO N 99.274, de 06 de junho de 1990 Regulamenta a Lei n

Leia mais

Planejamento estratégico ambiental da ANTAQ O que seria o trabalho do Grupo?

Planejamento estratégico ambiental da ANTAQ O que seria o trabalho do Grupo? Planejamento estratégico ambiental da ANTAQ O que seria o trabalho do Grupo? Projeto: Elaborar e implementar o Planejamento Estratégico Ambiental da ANTAQ Objetivo: Reestruturar a atuação na área ambiental

Leia mais

AUDITORIA AMBIENTAL SEGUNDO O CÓDIGO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE MANAUS

AUDITORIA AMBIENTAL SEGUNDO O CÓDIGO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE MANAUS Maiêutica - Curso de Gestão Ambiental AUDITORIA AMBIENTAL SEGUNDO O CÓDIGO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE MANAUS RESUMO Leonardo Moura de Souza 1 Moacir Muniz de Souza 2 Centro Universitário Leonardo da Vinci

Leia mais

Curso de Especialização de Gestão Pública e Meio Ambiente. Disciplina de Legislação Ambiental. Professora Cibele Rosa Gracioli

Curso de Especialização de Gestão Pública e Meio Ambiente. Disciplina de Legislação Ambiental. Professora Cibele Rosa Gracioli Curso de Especialização de Gestão Pública e Meio Ambiente Disciplina de Legislação Ambiental Professora Cibele Rosa Gracioli SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA - SNUC Lei 9.985 de

Leia mais

SANDRA BARBOSA / FEPAM - GERSUL SEMANA ACADEMICA DA ENG. SANITARIA E AMBIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

SANDRA BARBOSA / FEPAM - GERSUL SEMANA ACADEMICA DA ENG. SANITARIA E AMBIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS SANDRA BARBOSA / FEPAM - GERSUL SEMANA ACADEMICA DA ENG. SANITARIA E AMBIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS GESTÃO AMBIENTAL SER HUMANO SUBSISTÊNCIA MEIO AMBIENTE RELAÇÃO COMPLEXA E DINÂMICA GESTÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO CONAMA N. 312, DE 10/10/2002

RESOLUÇÃO CONAMA N. 312, DE 10/10/2002 RESOLUÇÃO CONAMA N. 312, DE 10/10/2002 O CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE-CONAMA, tendo em vista as competências que lhe foram conferidas pela Lei n. 6.938, de 31 de agosto de 1981, regulamentada pelo

Leia mais

LEI Nº 10.431 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2006

LEI Nº 10.431 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2006 Publicada D.O.E. Em 21.12.2006 LEI Nº 10.431 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2006 Dispõe sobre a Política de Meio Ambiente e de Proteção à Biodiversidade do Estado da Bahia e dá outras providências. O GOVERNADOR

Leia mais

BALANÇO DOS 30 ANOS DA LEI DA POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Centro de Apoio Operacional Cível e de Tutela Coletiva

BALANÇO DOS 30 ANOS DA LEI DA POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Centro de Apoio Operacional Cível e de Tutela Coletiva BALANÇO DOS 30 ANOS DA LEI DA POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE - 31/08/2011: PNMA COMPLETA 30 ANOS. - QUE BALANÇO PODERÍAMOS FAZER QUANTO À EFICÁCIA, À EFETIVIDADE E A EFICIÊNCIA DESSA IMPORTANTE LEI?

Leia mais

Estudo sobre gestão ambiental de estaleiros São Paulo, 6 de agosto de 2010

Estudo sobre gestão ambiental de estaleiros São Paulo, 6 de agosto de 2010 Estudo sobre gestão ambiental São Paulo, 6 de agosto de 2010 Este estudo foi desenvolvido no âmbito do projeto entitulado Metodologia de Projeto de Estaleiro, financiado com recursos do CT Aquaviário/FINEP.

Leia mais